Osteologia Miologia Articulação

Têmporo-Mandibular (ATM)

Habilitação Profissional para Auxiliar em Saúde Bucal Disciplina de Especialidades Odontológicas I – Módulo II Prof. Rogério Spínola

O esqueleto de um adulto é constituído por tecido ósseo predominantemente, por um tipo de tecido conjuntivo que secretam fibras colágenas e fosfato de cálcio. Os cristais de fosfato de cálcio, associados às fibras, fazem com que os ossos sejam mais rígidos que as cartilagens. O esqueleto cefálico compreende os ossos do crânio, que envolvem o encéfalo, e os ossos da face, relacionados particularmente com os sistemas respiratório, digestório é parte do sensorial.

São 8, a saber: 1 Frontal, 2 Parietais, 2 Temporais, 1 Occipital, 1 Esfenóide e 1 Etmóide.

.

. Corresponde à fronte e possui no seu interior duas cavidades aéreas. separadas por uma parede óssea que constitui os dois seios frontais.

.

 São em número de 2. e formam lateral e superiormente a calota craniana. direito e esquerdo. .

.

são formados por 4 partes: Petromastóidea.  São em número de 2. Constituem as paredes laterais do crânio. direito e esquerdo. . no qual se encontra-se três pequenos ossículos articulados entre si: Estribo. Na sua intimidade. Escamosa. encontra-se o ouvido médio e interno. Bigorna e Martelo. Rochosa e Timpânica.

.

. por onde passa a medula espinhal. Este osso se articula com a primeira vértebra cervical. chamado forame magno. Apresenta um grande orifício. chamada atlas. Situa-se posterior e inferiormente no crânio e junto como o esfenóide formam a sua base.

.

onde se inserem os músculos da mastigação. Apresenta uma escavação no seu corpo (a sela túrcica) onde está alojada a hipófise. Dilata-se para os lados e para a frente.  Osso muito irregular. no interior do qual se encontram cavidades aéreas. que vão contribuir para a formação das cavidades orbitárias e as apófises pterigóideas. formando as chamadas asas inferiores. . que constituem os seios esfenóides.

.

Pertencem ao etmóide as conchas nasais superiores e médias. . O etmóide contribui para a formação do septo nasal. formando parte do teto do nariz. situado na parte anterior do crânio.   Osso laminar. entre as duas cavidades orbitárias.

.

. Hióide. Vômer. Zigomático. Conchas nasais inferiores. Palatino. Lacrimais. Mandíbula. São Maxila. Nasal.

.

em cujos alvéolos estão implantados os dentes. que se articula com o osso frontal. juntamente com a lâmina horizontal do osso palatino. forma o palato duro. um processo palatino que. e um processo zigomático. processo alveolar. ocupam quase toda a face. . formando o maxilar. um processo frontal. Direita e esquerda. Cada maxila apresenta um corpo.

.

com uma lâmina horizontal e outra. nasal e orbitária. . Direito e esquerdo. localizados atrás das maxilas e anteriormente aos processos pterigóides do osso esfenóide. lâmina vertical . são dois pequenos ossos em forma de L. participam da delimitação das cavidades bucal.

.

forma o arco zigomático. são duas massas ósseas salientes que formam as proeminências da face. direito e esquerdo. limitam a órbita juntamente com a maxila. . Os ossos zigomáticos. através do seu processo temporal do osso zigomático. que se articula com o processo zigomático do osso temporal.

.

direito e esquerdo. . articulam-se entre si no plano mediano. Os ossos nasais. formam o esqueleto ósseo de parte do dorso do nariz.

.

e delimitam a fossa do saco lacrimal. Estão situados na parte anterior da parede medial da órbita. . que se continua no canal nasolacrimal. que se abre no meato inferior da cavidade nasal.

.

. concorre para a formação do septo nasal ósseo. É um pequeno osso situado na face inferior do crânio. onde se articula com o osso esfenóide. possui uma lâmina que. juntamente com a lâmina perpendicular do osso etmóide.

.

estando situado na região do pescoço. ímpar. e não pertence nem ao crânio nem à face. É um osso pequeno. abaixo da mandíbula e acima da cartilagem tireóide da laringe. em forma de ferradura. .

.

A mandíbula consta de um corpo. continuação do corpo numa angulação conhecida como ângulo da mandíbula. em forma de ferradura. e dois ramos. O ramo da mandíbula apresenta um côndilo. que apresenta os alvéolos da arcada dentária inferior. formando a articulação têmporo-mandibular (ATM). articula-se com os temporais através dos côndilos. e um processo coronóide.   É um osso ímpar e móvel. que se articula com a fossa mandibular do temporal. entre o côndilo e o processo coronóide há uma incisura mandibular. .

.

.

.

.

da mastigação e suprahióideos. . Os músculos da cabeça são divididos em três grupos: cutâneos. atuando sobre os ossos e as articulações. movimentando o corpo.  Os músculos são elementos ativos do movimento.

. Eles estão situados mais superficialmente e são inervados pelo nervo facial.  Localizam-se na face e são também chamados de músculos da mímica facial. nasal e palpebral. Além disso. influem de maneira primordial na abertura bucal.

 Rodeia a abertura palpebral como um amplo anel. Faz o olho piscar e fechar e participa na regulagem da abertura visual entre as pálpebras como se está exposto à luz intensa. .

franzindo-os. Sua contração fecha os lábios. . Está situado nos lábios. circulando a boca.

 Situa-se no sulco entre o nariz e a bochecha. . Provoca a elevação do lábio superior.

. Maior e Menor: originam-se no osso zigomático e se prolongam até a comissura labial.

como no sorriso sarcástico. Estende-se horizontalmente da bochecha até a comissura labial. . Tem ação de esticamento lateral da boca.

È depressor do lábio inferior. Origina-se na mandíbula e estende-se até a borda inferior da comissura da boca. . como no choro.

. Vai da porção anterior da mandíbula até a pele do mento (queixo). Este músculo levanta e puxa para a frente o lábio inferior e enruga a pele do mento.

e atua também no riso. a mastigação. portanto. Forma as paredes laterais da cavidade bucal e se encontra abaixo dos músculos até aqui apresentados. O bucinador comprime as bochechas auxiliando. . puxando o ângulo da boca.

. Abaixa a porção medial da sobrancelha. Insere-se no osso nasal e se dirige para cima.

. Insere-se na porção medial do arco superciliar e atrai as sobrancelhas para dentro. Produz pregas verticais entre as sobrancelhas e a raiz do nariz.

  Junto com este grupo de músculos estudamos também o platisma. o platisma forma as pregas na região lateral do pescoço. Ele recobre a porção lateral e grande parte da face anterior do pescoço. o músculo atua na abertura da boca. podendo repuxar lateralmente a comissura labial . Por intermédio de suas fibras faciais. Ao contrair-se. músculo cutâneo do pescoço.

.

. e são inervados pela porção motora do nervo trigêmeo. movendo-a. Constituem o principal grupo de músculos que se inserem na mandíbula.

◦ É o músculo mais potente da mastigação. Origem: Borda externa do arco do zigomático ◦ Inserção: Face externa do ângulo da mandíbula ◦ Ação: Oclusão e protrusão .

.

Lateralização contra lateral Contração Bilateral . face interna do arco zigomático ◦ Inserção: Processo coronóide e face anterior do ramo da mandíbula ◦ Ação: Contração Unilateral .◦ Passa medialmente ao arco zigomático. Origem: Face externa do temporal (escama).Oclusão e retrusão .

.

◦ Origem: Face medial da lâmina lateral do processo pterigóide do osso esfenóide ◦ Inserção: Face interna do ângulo da mandíbula ◦ Ação: Oclusão e protrusão .

Pterigóideo medial .M.

Asa maior do esfenóide ◦ Inserção: Cabeça do côndilo da mandíbula e face anterior do disco articular Contração Unilateral .◦ Origem: ◦ Cabeça Inferior .Abertura e protrusão da mandíbula .Face lateral da lâmina lateral do processo pterigóide do osso esfenóide ◦ Cabeça Superior .Lateralização da mandíbula contra lateral Contração Bilateral .

M. Pterigóideo lateral .

A função desses músculos compreende tanto os movimentos do osso hióide ( e com eles os da laringe) quanto os da mandíbula. . Neste grupo. e que descem em direção ao hióideo. Estilo-hióideo. figuram os músculos que se originam na base do crânio e na mandíbula. Milo-hióideo e Gênio-hióideo.   São os músculos auxiliares da mastigação. São 3: Digástrico (deglutição).

.

.

.

.

.

.

. A ATM apresenta todas as características de uma verdadeira articulação.  O movimento da mandíbula é possível graças à ATM e à ação dos músculos inseridos na mandíbula.

Ligamento esfenomandibular. . Processo pterigóideo do osso esfenóide. Músculo pterigóideo medial (interno). Músculo pterigóideo lateral (externo). Côndilo. Ligamento pterigomandibular. Cavidade meniscomandibular.          Cavidade glenóide. Cavidade temporomeniscal. Ligamento estilomandibular.

.


A superfície articular do temporal divide-se em uma porção côncava e posterior denominada fossa mandíbula, e uma parte anterior convexa chamada tubérculo articular. O côndilo é um osso ovóide com 2,0 cm de largura e 0,5 com de espessura. O disco articular é um placa, colocada transversalmente, oval e constituída por tecido conjuntivo. Esta placa é delgada em sua porção central e consideravelmente mais espessa nas bordas, especialmente da anterior e da posterior, chegando a atingir de 3,0 a 4,0 cm.

Posição de repouso: mandíbula um pouco separada da maxila, e mantida contra a ação da gravidade pelo tono muscular. Posição de oclusão: côndilo situa-se na parede posterior do tubérculo articular, próximo ao teto da fossa articular e separado desta cavidade pela porção mais delgada do disco. Esta posição do côndilo é mantida somente pela oclusão das arcadas dentárias, pois ela não permite maior deslocamento do côndilo para o fundo da fossa articular.

    Abaixamento ao abrir a boca e elevação ao fechá-la. Projeção ou protusão. Retrocesso ou protusão. Lateralidade. .

.

.

.

.

com .rogeriospinola@hotmail.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful