Você está na página 1de 4

Olha Pro Céu

Luíz Gonzaga
Olha pro céu, meu amor Vê como ele está lindo Olha praquele balão multicor Como no céu vai sumindo Foi numa noite, igual a esta Que tu me deste o teu coração O céu estava, assim em festa Pois era noite de São João Havia balões no ar Xóte, baião no salão E no terreiro O teu olhar, que incendiou Meu coração.

O Sanfoneiro Só Tocava Isso Tonico e Tinoco O baile lá na roça foi até o sol raiar A casa tava cheia mal se podia andar Estava tão gostoso aquele reboliço Mas é que o sanfoneiro só tocava isso. De vez em quando alguém vinha pedindo pra mudar O sanfoneiro ria querendo agradar, Diabo que a sanfona tinha qualquer enguiço Mas é que o sanfoneiro só tocava isso. Isto é Lá Com Santo Antônio (marcha/carnaval) Lamartine Babo Eu pedi numa oração Ao querido São João Que me desse um matrimônio São João disse que não! São João disse que não! Isso é lá com Santo Antônio! Eu pedi numa oração Ao querido São João Que me desse um matrimônio Matrimônio! Matrimônio! Isto é lá com Santo Antônio! Implorei a São João Desse ao menos um cartão Que eu levava a Santo Antônio São João ficou zangado São João só dá cartão Com direito a batizado Implorei a São João Desse ao menos um cartão Que eu levava a Santo Antônio Matrimônio! Matrimônio! Isso é lá com Santo Antônio! São João não me atendendo A São Pedro fui correndo Nos portões do paraíso Disse o velho num sorriso: Minha gente, eu sou chaveiro! Nunca fui casamenteiro! São João não me atendendo A São Pedro fui correndo Nos portões do paraíso Matrimônio! Matrimônio! Isso é lá com Santo Antônio

Chegou a Hora da Fogueira
Lamartine Babo
Chegou a hora da fogueira! É noite de São João... O céu fica todo i1uminado Fica o céu todo estrelado Pintadinho de balão... Pensando no caboclo a noite inteira Também fica uma fogueira Dentro do meu coração... Quando eu era pequenino De pé no chão Eu cortava papel fino Pra fazer balão... E o balão ia subindo Para o azul da imensidão... Hoje em dia o meu destino Não vive em paz O balão de papel fino Já não sobe mais... O balão da ilusão... Levou pedra e foi ao chão...

Asa Branca
Luíz Gonzaga
Quando "oiei" a terra ardendo Qual a fogueira de São João Eu perguntei a Deus do céu, ai Por que tamanha judiação Eu perguntei a Deus do céu, ai Por que tamanha judiação Que braseiro, que fornaia Nem um pé de "prantação"

Pula a Fogueira
Eliana
Pula a fogueira iaiá Pula a fogueira ioiô Cuidado para não se queimar Pois essa fogueira já queimou o meu amor

Ela só quer Só pensa em namorar Ela só quer Só pensa em namorar. adeus Rosinha Guarda contigo meu coração Hoje longe. muitas légua Numa triste solidão Espero a chuva cair de novo Pra mim vortar pro meu sertão Espero a chuva cair de novo Pra mim vortar pro meu sertão Quando o verde dos teus "óio" Se "espaiar" na prantação Eu te asseguro não chore não. num estuda Num dorme... Ela só quer Só pensa em namorar Ela só quer Só pensa em namorar.. Meia comprida Não quer mais sapato baixo Vestido bem cintado Não quer mais vestir timão. Mandacaru Quando fulora na seca É o sinal que a chuva chega No sertão Toda menina que enjôa Da boneca É sinal que o amor Já chegou no coração.... Ela só quer Só pensa em namorar Ela só quer Só pensa em namorar.. num quer nada. O Xote Das Meninas Luíz Gonzaga Mandacaru Quando fulora na seca É o siná que a chuva chega No sertão Toda menina que enjôa Da boneca É siná que o amor Já chegou no coração... . viu Meu coração Eu te asseguro não chore não... Meia comprida Não quer mais sapato baixo Vestido bem cintado Não quer mais vestir timão... nem estuda Não dorme. viu Que eu vortarei... viu Que eu vortarei.. Ela só quer Só pensa em namorar Ela só quer Só pensa em namorar. adeus Rosinha Guarda contigo meu coração "Intonce" eu disse... Mas o dotô nem examina Chamando o pai do lado Lhe diz logo em surdina Que o mal é da idade Que prá tal menina Não tem um só remédio Em toda medicina. De manhã cedo já está pintada Só vive suspirando Sonhando acordada O pai leva ao doutor A filha adoentada Não come. viu Meu coração De manhã cedo já tá pintada Só vive suspirando Sonhando acordada O pai leva ao dotô A filha adoentada Não come...Por farta d'água perdi meu gado Morreu de sede meu alazão Por farta d'água perdi meu gado Morreu de sede meu alazão Inté mesmo a asa branca Bateu asas do sertão "Intonce" eu disse.. não quer nada..

que riqueza E a asa branca Tarde canta. ai.. E se a safra Não atrapaiá meus pranos Que que há. oi. acordai. Cai Balão Canções Populares Cai. não cai não! Caia na rua de sabão! Cai. o povo alegre Mais alegre a natureza Sentindo a chuva Eu me arrescordo de Rosinha A linda flor Do meu sertão pernambucano Capelinha De Melão Temas Diversos Capelinha de Melão é de São João É de Cravo é de Rosa é de Manjericão São João está dormindo Não acorda não ! Acordai.Porque ela só quer. cai balão Aqui na minha mão Não cai não.. ai eu vou me embora Vou cuidar da prantação A seca fez eu desertar da minha terra Mas felizmente Deus agora se alembrou De mandar chuva Pr'esse sertão sofredor Sertão das muié séria Dos homes trabaiador Rios correndo As cachoeira tão zoando Terra moiada Mato verde. A Noite é de São João Luíz Gonzaga É São João A noite é de São João Alegria no meu coração } bis E São João Ainda é São João Não adianta fazer confusão Porque Não ver balão no ar Vejo sim Ver quanto foguetão Vejo sim Quanta lanterna acesa Ver a natureza Embelezar o sertão Vejo sim Então pra que fazer Tamanha confusão Se tem fogueira acesa Pode ter certeza A noite é de São João Porque Cai. Mas o doutô nem examina Chamando o pai do lado Lhe diz logo em surdina Que o mal é da idade E que prá tal menina Não tem um só remédio Em toda medicina. não cai não. acordai. não cai não. ai! Mas porque ela só quer Oi. cai balão Aqui na minha mão Não cai não. Porque ela só quer. cai balão Cai. que beleza Ai. cai balão Cai. não cai não Cai aqui no meu colchão A volta da asa branca Luíz Gonzaga Já faz três noites Que pro norte relampeia A asa branca Ouvindo o ronco do trovão Já bateu asas E voltou pro meu sertão Ai... oi! Ela só quer Só pensa em namorar Mas porque ela só quer Só pensa em namorar Ela só quer Só pensa em namorar.. João! Pula a Fogueira . hum! Porque ela só quer Só pensa em namorar.. o seu vigário Vou casar no fim do ano. oh! Mas porque ela só quer.

Antônio e João Dalva de Oliveira Com a Filha De João Antônio Ia Se Casar Mas Pedro Fugiu Com a Noiva Na Hora De Ir Pro Altar A Fogueira Está Queimando E Um Balão Está Subindo Antônio Estava Chorando E Pedro Estava Sorrindo E no Fim Dessa História Ao Apagar-se a Fogueira João Consolava Antônio Que Caiu na Bebedeira .Eliana Pula a fogueira iaiá Pula a fogueira ioiô Cuidado para não se queimar Pois essa fogueira já queimou o meu amor Sonho de papel E um balão vai subindo Vem caindo a garoa O céu é tão lindo E a noite é tão boa! São João! São João! Acende a fogueira No meu coração Sonho de papel A girar na imensidão Soltei em teu louvor Um sonho multicor Ó meu São João! Meu balão azul Foi subindo devagar E o vento que soprou Meu sonho carregou Não vai mais voltar! Pedro.

Interesses relacionados