Você está na página 1de 5

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA REGIONAL DA FAZENDA NACIONAL NA 5ª REGIÃO Av. Agamenon Magalhães, 2864, Bairro Espinheiro, e-mail: prfnpe@fazenda.gov.br

Exmo. Sr. Desembargador Federal Relator da Colenda Turma do Egrégio Tribunal Regional Federal da 5a Região.

Contra-razões no AGTR nº - (200...-) Agrte.: Agrdo.: FAZENDA NACIONAL

Contra-razões PRFN nº

/2010

A FAZENDA NACIONAL, intimada em //2010, por seu Procurador adiante assinado, nos autos do processo em epígrafe, em atendimento ao r. Mandado de Intimação, vem, tempestivamente, apresentar CONTRA-RAZÕES AO AGRAVO DE INSTRUMENTO. Requer a União sejam suas contra-razões juntadas ao processado, com o cumprimento de todas as formalidades legais. Nestes termos, pede deferimento. Recife, 27 de August de 2013.

Erickson Lopes Ferreira Procurador da Fazenda Nacional
1

1994) A sentença pode ser dividida em capítulos. de 13. cada tópico a ser decidido é um ponto a ser interposto recurso.gov. Desta forma.12. Agamenon Magalhães. A apelação será recebida em seu efeito devolutivo e suspensivo.) V . merece reforma.10.. quando interposta de sentença que: (Redação dada pela Lei nº 5. na sentença de procedência parcial.REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA REGIONAL DA FAZENDA NACIONAL NA 5ª REGIÃO Av. Decisão que entendemos. o recurso do contribuinte é contra os capítulos da sentença que reconheceram improcedência nos embargos.rejeitar liminarmente embargos à execução ou julgá-los improcedentes.1973) (. (Redação dada pela Lei nº 8. o contribuinte. em uma recorre a Fazenda Nacional e. O CPC estabelece em seu art. 520. De forma que sempre a 2 . de 1º. Então. A apelação em questão se voltava contra sentença que deu provimento parcial a embargos à execução. no entanto. em outra. há duas faces. Bairro Espinheiro. O contribuinte agrava de decisão que deixou de conferir efeito suspensivo ao recurso de apelação.950. O relator do agravo deferiu o pedido de atribuição de efeito suspensivo à apelação.br CONTRA-RAZÕES AO RECURSO Eminentes Desembargadores Federais desta Colenda Turma. 520 que: Art. e-mail: prfnpe@fazenda. No caso analisado. 2864.. Será.925. recebida só no efeito devolutivo.

Quinta Turma EMBARGOS À EXECUÇÃO. quando interposta pelo contribuinte deve ser recebida apenas no efeito devolutivo. e REsp 226. 2864. se reafirma esta presunção. cabendo ao contribuinte demonstrar alguma irregularidade. Min. conforme preceitua o art. após passar pelo crivo de uma autoridade do Poder Judiciário.156-SP. será desprovida de efeito suspensivo. 520. julgado em 8/10/2002. Há uma lógica nisso. em embargos à execução. Bairro Espinheiro. sendo de rigor o recebimento da apelação de sentença que os julga improcedentes somente no efeito devolutivo. inclusive. Jorge Scartezzini. 475. Rel. DJ 20/3/2000. e-mail: prfnpe@fazenda. Ver ainda.REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA REGIONAL DA FAZENDA NACIONAL NA 5ª REGIÃO Av.br apelação do contribuinte. Se essa prova em contrário não consegue convencer o juiz de primeira instância. em conseqüência. Este entendimento. se temos uma presunção de validade que foi reafirmada. já foi noticiado no informativo de jurisprudência do STJ: Informativo nº 0150 Período: 7 a 11 de outubro de 2002. REEXAME NECESSÁRIO. do CPC. V.gov. Assim. A remessa necessária contida no art. O crédito tributário constituído em princípio é válido. Agamenon Magalhães. do mesmo diploma legal e. Com isso percebe-se que a apelação em embargos à execução. DJ 28/2/2000. Precedentes citados: REsp 226. devendo ser desprovido de efeito suspensivo. então o recurso contra essa decisão já perde força. II.228-RS. os julgados seguintes: Processo AgRg no Ag 654049 / SP AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 2005/0008416-3 Relator(a) Ministro PAULO FURTADO (DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TJ/BA) (8165) Órgão Julgador 3 . o prosseguimento da execução.670-SP. não cabe em fase de embargos à execução. REsp 324.

AGRAVO DE INSTRUMENTO. FERNANDO GONÇALVES. 3. 1. DISSÍDIO JURISPRUDENCIAL. EFEITOS. o que torna impossível o conhecimento do recurso também pela alínea "c". Agravo regimental desprovido. no segundo caso. conforme destacado na decisão agravada. EMBARGOS À EXECUÇÃO. A jurisprudência dessa Corte firmou-se no sentido de que. Destaque-se o último julgado. Agamenon Magalhães. Rel.TERCEIRA TURMA Data do Julgamento 06/10/2009 Data da Publicação/Fonte DJe 20/10/2009 Ementa PROCESSUAL CIVIL. pois. 1. à exceção do contido no art.gov. APELAÇÃO. DJ de 01/09/2008). prossegue a execução pela parte incontroversa. Quarta Turma.QUARTA TURMA Data do Julgamento 20/08/2009 Data da Publicação/Fonte DJe 31/08/2009 Ementa AGRAVO REGIMENTAL. Na espécie. Min." (REsp 1040305/SP. não restou demonstrada a similitude fática entre os casos confrontados e a situação concreta posta a desate. APELAÇÃO.br T3 . 2. "A regra geral para o caso específico da sentença que julga improcedentes os embargos do devedor é a apelação ser recebida apenas no efeito devolutivo. 2864.REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA REGIONAL DA FAZENDA NACIONAL NA 5ª REGIÃO Av. 2. a apelação interposta contra sentença que apreciou embargos à execução somente é recebida em seu efeito devolutivo. IMPROCEDÊNCIA. que deixa bem claro que não é cabível a distinção entre improcedência total ou parcial dos embargos. Agravo regimental improvido. EMBARGOS À EXECUÇÃO. EFEITO DEVOLUTIVO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. e-mail: prfnpe@fazenda. 558 do CPC. não importando se essa improcedência foi total ou parcial. Processo AgRg no Ag 1059233 / SP AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 2008/0131772-0 Relator(a) Ministro FERNANDO GONÇALVES (1107) Órgão Julgador T4 . NÃO CONFIGURAÇÃO. AGRAVO REGIMENTAL. Bairro Espinheiro. E isso se deve ao fato 4 .

com a manutenção do r. DO PEDIDO Por todo o exposto. Recife.gov. Nestes termos. nos termos do art. decisum a quo. 520. pede deferimento.br de que o recurso se dá contra a parte improcedente. Bairro Espinheiro. requer a Fazenda Nacional o desprovimento do presente agravo de instrumento. V do CPC. 27 de August de 2013. e-mail: prfnpe@fazenda. portanto. Erickson Lopes Ferreira Procurador da Fazenda Nacional 5 . 2864.REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA REGIONAL DA FAZENDA NACIONAL NA 5ª REGIÃO Av. a apelação não teria efeito suspensivo. Agamenon Magalhães.