Você está na página 1de 6

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006 reta (1) reta (2) reta i m n n 3 m reta j
AMAN 2005/2006
reta (1)
reta (2)
reta
i
m
n
n
3
m
reta
j

reta (1) reta (2) reta i m n n 3 m reta j n 1 01)

n

1

01) A probabilidade de um caçador acertar a cabeça de

um pássaro em um único tiro é de

5 . Dando 5 tiros, qual

a probabilidade de ele:

1)

não acertar a cabeça do pássaro?

2)

acertar a cabeça do pássaro pelo menos duas vezes?

Assim

decimal) dos itens acima, respectivamente, são:

sendo,

as

soluções

aproximadas

(uma

casa

a)

23,% e 32,8%

b) 32,8% e 19,4%

c)

23,3% e 19,4%

d) 23,3% e 26,3%

e)

32,8% e 26,3%

Reta (1):

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 01 : ALTERNATIVA E

Reta (2):

y

y

a) A probabilidade de um caçador acertar a cabeça de um

pássaro em um único tiro é de

1

5 , então a probabilidade de

um caçador errar a cabeça de um pássaro em um único tiro é

de

4

5 .

Então errando 5 tiros:

4

5

.

4

5

.

4

5

.

4

5

.

4

5

1024

3125

32 8

,

%

b)

P (acertar pelo menos 2) = P(acertar tudo) – P(acertar 1

vez)

-

P(errar

todas)

 

1

4 4 5
4
4
5
 
 

100

%

5

.

5

0 328

,

26 3

,

%

02) O produto de dois números naturais “a” e “b” é 900. As quantidades dos possíveis divisores primos de “a” e dos possíveis valores do máximo divisor comum de “a” e “b

são respectivamente:

a)

4 e 9

b) 3 e 8

c) 4 e 7

d)

4 e 8

e) 3 e 9

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 02 : ALTERNATIVA B

As retas i são obtidas variando m e as retas j , variando n. Os paralelogramas são obtidos com a composição de 2 retas i e 2 retas j. Fixa-se a reta(1). Como m varia de 1 a 6, temos mais 4 posições possíveis para ela e 5 posições possíveis para j.

4.5.5 100 1 1 x 05) Sendo 2f x f , o valor de f(2)
4.5.5
100
1
1 x
05) Sendo
2f
x
f
, o valor de f(2) é:
2
x 2
1
1
1
a) 2
b)
c)
d)
e) – 2
4
4
2
RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 05 : ALTERNATIVA D
1
1
x
2
f
x
f
2
x
;
2
f
2
?
1
1
2
2f
2
f
x
4
2
2 2
1
1
1
2f
f
2
2 2
4
1
f
2

2

.

ab

900

2

2

900

.

3

2

.

5

2

Nº divisores primos = 3 (2,3 e 5)

06) A área do polígono convexo, que se obtém unindo os

afixos

representados numa mesma circunferência é:

-8,

dos

números

complexos

z 3

z 3

=

8

e

=

a)3

3 3 3 b) 2
3
3
3
b)
2

c)6

d)números complexos z 3 z 3 = 8 e = a)3 3 3 3 b) 2

3 e) 4 2
3
e)
4
2

Nº de possíveis MDC = 2 . 2 . 2 = 8

03) Um poliedro convexo possui 13 faces. Sabe-se que de

um de seus vértices partem 4 arestas, de 5 outros vértices

partem 3 arestas e de cada vértice restante partem 5 arestas. O número de arestas desse poliedro é:

a) 32

b) 12

c) 17

d) 22

e) 27

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 03 : ALTERNATIVA D

F

1V

5V

xV

13

27 RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 03 : ALTERNATIVA D F 1V 5V xV 13 4A 3A 5A

4A

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 03 : ALTERNATIVA D F 1V 5V xV 13 4A 3A 5A RESOLUÇÃO

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 03 : ALTERNATIVA D F 1V 5V xV 13 4A 3A 5A RESOLUÇÃO

3A

5A

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 06 : ALTERNATIVA C

Sendo que os afixos de Z 3 = 8 e Z 3 = -8, são vértices de um hexágono regular.

S hexágono = S hexágono = S

mas: hexágono regular = 6 triângulos eqüiláteros de lado

Z

e

Z

= 2

S = 6 . S = 6 . ½ . Z 2 . sen 60

S = 6 . S

S = 6 . S

= 6 . ½ .

Z

2 . sen 60 o

S = 6 . S = 6 . ½ . Z 2 . sen 60 o

S = 6

3
3

07)

Desenvolvendo

o

binômio

(x+y) 20 ,

a

razão

entre

coeficiente de

um

termo

e

o

coeficiente

do

termo

Deste modo cada aresta foi contada 2 vezes

15 5x A 4
15
5x
A 4

2

Substituindo em V A F 2 4 15 5x 6 x 13 2 2 x
Substituindo em V
A
F
2
4
15
5x
6
x
13
2
2
x
5
A
22
04) Seja y = x + m, onde “m” é natural e 1
m < 6, e
y
3 x
n , com “n” natural e 6
n
10. Com essas

consecutivo é 3 4 . Definindo a ordem de um termo como

sendo a posição que ele ocupa no desenvolvimento binomial, a soma das ordens daqueles dois termos é:

a) 15

b) 17

c) 19

d) 21

e) 23

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 07 : ALTERNATIVA C Sendo os coeficientes dos termos consecutivos:

retas, o numero de paralelogramos que podemos formar é:

a) 150

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 04 : ALTERNATIVA B

b) 100

c) 120

d) 144

e) 128

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006

20 20 e K k 1 20 20 ! k 3 k) ! k !
20
20
e
K
k
1
20
20
!
k
3 k) !
k ! (20
3
k
1
3
20
4 !
20
4
20
k
4
k
1
(k
1) ! (19
k) !
k
8
T
T
e
T
T
T
T k
1
8
1
9
k
2
8
2
10
As ordens
são 9 e 10. Logo : 9
10
19

08) O valor do determinante

cos 75º 0 sen15º cos15º 2cos15º cos 15º é: 2 2 sen 15º tg15º cos
cos 75º
0
sen15º
cos15º
2cos15º
cos
15º
é:
2
2
sen 15º
tg15º
cos 15º
a)
sen 15º
b)
1 c) sen 15º . cos 15º
2
d)
e)
3
2
RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 08 : ALTERNATIVA B
sen(a+b) = sen a cos b + sen b cos a
cos(a+b) = cos a cos b – sen a sen b
tga+tgb
tg(a+b) = 1-tgatgb
6
2
6
2
0
4
4
6
2
6
2
6
2
A matriz fica:
, cujo
4
2
4
2
2
6
2
3
3
6
2
4
3
3
4
1
determinante é
2 .
09) O valor de 13 a) arctg 15 3 d) arctg 3
09) O valor de
13
a) arctg
15
3
d) arctg
3

arctg

1 5
1
5

arctg

2 3
2
3

é:

b)

arctg 1

c) arctg

e)

arctg

3
3
2 15
2
15

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 09: ALTERNATIVA B

1 2 arctg x e arctg 5 3 tgx tgy 1 5 2 3 tg
1
2
arctg
x
e
arctg
5
3
tgx
tgy
1 5
2 3
tg
x
4
1
1
tgx.tgy
1
2
1
5
3
1
2
arctg
arctg
arctg 1
5
3

y

10) Com os elementos de uma matriz quadrada de ordem

três, na qual todos elementos são números primos distintos, formam-se matrizes quadradas de ordem dois, que não contenham elementos repetidos. O número de determinantes diferentes que podemos obter dessas matrizes de ordem dois é:

a)

756

b) 3024

c) 1512

d)

378

e) 169

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 10 : ALTERNATIVA A

a

d

g

b

e

h

c

f

i

Os elementos são primos distintos. Logo, com A 9,4 temos todas as matrizes de

4 elementos dentre os 9 possíveis. E

multiplicando por

4 1 eliminamos

todas as trocas de elementos das diagonais principais e secundárias.

Portanto:

Obs: 756 é o número máximo de determinantes que podemos obter.

A 9,4

4

756

Considerando as matrizes

3

7

e

5

23

2

11

2

13

vemos que os

determinantes são iguais.

11) A soma dos números complexos z = x 2 + bi, que têm

módulo igual a 3, sendo b = x

a) i

2

-3, é igual a:

b) – i

c) 0

d) 3 – 3i

e) 3 + 3i

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 11: ALTERNATIVA D

2 Z x bi 4 2 Z x b 3 2 4 2 x x
2
Z
x
bi
4
2
Z
x
b
3
2
4
2
x
x
3
9
x 0,
3 ,
3
Z
0,Z
3
3i
1
2
Soma
3
3i

12) O determinante da matriz A t , sendo

1

2 2 2 sec x tg x cos 2 2 4 1 1 2 A
2
2
2
sec
x
tg x
cos
2
2
4
1
1
2
A
log100
2
2
2
2
lne
50%
0,333
64
2
2 25%
9
2
26
a)
b)
c) 9
2
26
4
4
d)
6
2
21
e) 0

é :

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 12 : ALTERNATIVA B

A

2 1 1 2 2 1 2 2 2 1 4 2 2
2
1
1
2
2
1
2
2
2
1
4
2
2
1 1 4 2 A t 2 2 2 2 1 1 2 2 2
1
1
4
2
A t 2
2
2
2
1
1
2
2
2
21
6
2
t
det A

4

13) O valor de (cos 45º + i sen 45º) 501 é:

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006

2 2 a) i b) i c) 1 2 2 2 2 2 2 d)
2
2
a)
i
b) i
c)
1
2
2
2
2
2
2
d)
i
e)
i
2
2
2
2
RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 13 : ALTERNATIVA E
501
500
501
2
2
2
2
2
2
cos45º
isen45º
i
i
i
2
2
2
2
2
2
250
2i
2
2
1
i
1
i
250 2
2
2

14) Dado o gráfico de P(x), seja A(x) o resto da divisão de

P(x) por (x – 1)(x + 1)(x – 2). Então, A é: 7 a) y
P(x) por (x – 1)(x + 1)(x – 2). Então,
A
é:
7
a)
y
4
4
3
b)
2
5
2
c)
2
7
d)
x
-1
1
2
2
1
e) 2

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 14 : ALTERNATIVA A Deslocando o gráfico de P(X) verticalmente em 4 unidades:

P(x) – 4 = x(x + 1) . (x – 2)

P(x)

= x 3 – x 2 – 2x + 4

P(x) = Q(x) . (x 3 – 2x 2 – x + 2) + A(x) 3 – 2x 2 – x + 2) + A(x)

Por divisão Euclidiana; A(x) = x

2

– x + 2

7 A ( 2 1 ) = 4 15) A área da região limitada por
7
A (
2 1 ) =
4
15)
A área
da região limitada por
3x
3y
3
6 ,
3x
y
3
2
e (x + 1) 2 + (y - 2) 2
9, em unidade de
área é:
9
3
a)
b)
c)
d) 3
e) 2
4
4
4

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 15 : ALTERNATIVA A Vamos achar a intersecção das retas:

3 x 3y 3 6 x 3 x 3 2
3 x
3y
3
6
x
3
x
3
2

1,

y

y Assim, as retas se cruzam no centro da circunferência e a área é:

2

0
0
Como =45º, 2 r 9 Área 4 4
Como
=45º,
2
r
9
Área
4
4

16) Um dado é viciado de tal forma que a probabilidade de

1

3 ; sendo os demais resultados

equiprováveis entre si. Laçando-se este dado duas vezes consecutivas, a probabilidade de observarmos dois números pares é:

ocorrer o número 3 é

a)

2

3

b)

2

15

c)

2

5

d)

4

5

e)

4

25

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 16 : ALTERNATIVA E Soma das probabilidades para todos os números = 1

5xE Soma das probabilidades para todos os números = 1 1 2 1 x 3 15

1 2 1 x 3 15
1
2
1
x
3
15

Para números pares, que são

3,

2 2 4 3. 15 25
2
2 4
3. 15
25

17) Dadas as funções: f(x)=xcosx e g(x)=

x

a) ambas são ímpares

b) f(x) é ímpar e g(x) não é par e nem ímpar

c) f(x) é ímpar e g(x) é par

d) f(x) é par e g(x) é ímpar

e) ambas são pares

R*, podemos afirmar que:par d) f(x) é par e g(x) é ímpar e) ambas são pares x 1 2

x 1 2 , x 1 2
x
1
2
,
x
1
2

com

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 17 : ALTERNATIVA A

f(x) x cosx xcosx f(x) x x 2 1 2 g(x) 1 g( x) g(x)
f(x)
x cosx
xcosx
f(x)
x
x
2
1
2
g(x)
1 g(
x)
g(x)
x
x
1 1
2
2
ambas são ímpares

18) Em um cone eqüilátero de altura “H”, inscreve-se uma esfera. Tangenciando externamente a primeira esfera e internamente o cone, inscreve-se uma segunda esfera.

Tangenciando externamente a segunda esfera, e internamente o cone, inscreve-se uma terceira esfera. E, assim, procede-se indefinidamente em direção ao vértice

do

cone. Logo, a soma dos volumes de todas as esferas,

em função de “H”, é: 3 3 2 H 2 H a) b) c) 26
em
função de “H”, é:
3
3
2
H
2
H
a)
b)
c)
26
27
81
3
3
H
2
H
d)
e)
27
39
RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 18 : ALTERNATIVA E
H
2
3
H
H
R 1
3
H
1
H
R1
=
R2 =
.
3
3
3
1
H
1
H
R3
=
.
R4 =
.
2
3
3
3
3
3
V1
1
=
= 9
V2
27
3
4 H
3
a
2
H
3
27
S =
1
=
=
1
9
1 39
1

27

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006

19)

q(x)

Sejam

os

p(x)

2 . Se “b” é um número real qualquer, tal

e

polinômios

x

2

4x

3

2 x 3x
2
x
3x

que p(b)>0, podemos afirmar que:

a)

-3 < q(b) < -1

b) q(b) < -20

c)

-20 < q(b) < - 6

d) q(b) > 0

e)

0 < q(b) < 6

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 19 : ALTERNATIVA C

p(x)

2 x 4x 3 2 x 4x 3 3 x 1
2
x
4x
3
2
x
4x
3
3
x
1

0

Mas q(x) = p(x) + 7x +1 para x = -3, 7x + 1 = -20 para x = -1, 7x + 1 = -6

+ 7x +1 para x = -3, 7x + 1 = -20 para x = -1,

-20 < q(x) < -6

20) ABCD é um quadrado de área igual a 9cm 2 , sendo “P” e “Q”, respectivamente, pontos quaisquer sobre os lados AB e AD, tal que PA + AQ = AD. A maior área, que o triângulo APQ pode assumir é:

a)

3 cm

2

9 cm

4

2

2

9 cm

2

2

3 cm

4

2

9 cm

8

2

b)

e)

c)

d)

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 20 : ALTERNATIVA C Temos o quadrado ABCD;

A

Q

x

D

y

P

B

C

Sendo AQ = X e AP = Y e lado do quadrado L

A Q x D y P B C Sendo AQ = X e AP = Y

L 2 = S área 9

e AP = Y e lado do quadrado L L 2 = S á r e

L = 3

S APQ = x.y/2 (I), mas x + y = L

Substituindo (II) em (I):

S

Área Máxima: Y VÉRTICE = - /4a= 9/8

x = 3-y (II)

APQ = (3 – y).y/2 = -y /2 + 3y/2

9/8 x = 3-y (II) A P Q = (3 – y).y/2 = -y /2 +

2

S M Á X I M A = 9/8cm 2 MÁXIMA = 9/8cm 2

21) Deseja-se formar códigos de 5 letras usando somente

as letras “X” e “Y”. Se nenhum código deve conter apenas “X” e “Y”, o número de códigos, distintos entre si, que podem ser formados é:

a) 30

b) 15

c) 32

d) 60

e) 20

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 21 : ALTERNATIVA A Casos possíveis:

Somente 1x + somente 1y+2x e 3y+2y e 3x

A Casos possíveis: Somente 1x + somente 1y+2x e 3y+2y e 3x C 5,1 C 5,5

C 5,1

possíveis: Somente 1x + somente 1y+2x e 3y+2y e 3x C 5,1 C 5,5 C 5,3

C

5,5

Somente 1x + somente 1y+2x e 3y+2y e 3x C 5,1 C 5,5 C 5,3 C

C

5,3

Somente 1x + somente 1y+2x e 3y+2y e 3x C 5,1 C 5,5 C 5,3 C

C

5,2

22) As raízes da equação

reais

t

e

w

e

entre

5 5 10 10 30 x 2 kx 2 2 0 são números as raízes
5
5
10
10
30
x 2
kx
2
2
0 são números
as
raízes
existe
a
relação

t

t

w

.w

w

t

.t

w

t

.w

t

w

512

. Os valores do parâmetro “k

que satisfazem a equação são:

a)

± 6

4 2 4 16 2
4
2
4
16
2

b)

c)

d)

4 4 2
4
4
2

e)

16 2
16
2

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 22 : ALTERNATIVA D

Sendo t+w=k e t.w=2

t 2 +w 2 +2.t.w

2 temos também temos também

t

t+w=k e t.w=2 t 2 +w 2 +2.t.w 2 temos também t w 2 = t

w

2

=

t w w t t w t . w 2 t 2 _w t.w t.w
t
w
w
t
t w
t . w
2
t 2
_w
t.w
t.w
= 2
4
K
4
2

t

w = 2 9 2 3 (k 4 2) 9 => 2 2 2 2
w = 2 9
2
3 (k
4
2)
9
=>
2 2
2
2
2 9 ¨

23) Sendo ’”x” um número inteiro, a somatória infinita

2 3 4 1 2 3 x x x a) -3 b) -1
2
3
4
1
2
3
x
x
x
a) -3
b) -1

será igual a 4 quando “x” for igual a:

c) 1

d) -2

e) 2

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 23 : ALTERNATIVA E

Sendo S = 1+2/x + 3/x 2 +

Multiplicando por: -1/x ambos os membros; -1/xS = -1/x –

2/x 2 3/x 3 -

(I)

(II)

Somando (I) e (II); (1 – 1/x)S = 1 + 1/x + 1/x 2 +

mas:

1 + 1/x + 1/x 2 + . = S’ é soma de PG infinita com q =

1/x

S’ = 1/1 – 1/x = x/x – 11/x 2 + . = S’ é soma de PG infinita com q = 1/x (1

(1 – 1/x)S = X/x – 1 com S = 4PG infinita com q = 1/x S’ = 1/1 – 1/x = x/x – 1 X

X = 2= 1/1 – 1/x = x/x – 1 (1 – 1/x)S = X/x – 1 com

24) A soma de todos os possíveis e distintos restos das divisões por 11 das potências inteiras, positivas e sucessivas de 2941 é:

a) 18

b) 19

c) 20

d) 21

e) 22

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 24 : ALTERNATIVA E

2941

4 (Mod. 11)

(2941)

2 3 4 5
2
3
4
5

5

(Mod. 11)

(2941)

9

(Mod. 11)

(2941)

3

(Mod. 11)

(2941)

1 (Mod. 11)

Soma dos restos das divisões

4 + 5 + 9 + 3 +1 = 22

(2941)

(2941)

25)

algarismos do número “M” é:

a) 7

7

(2941) (2941) 25) algarismos do número “ M ” é: a) 7 7 4 (Mod. 11)

4 (Mod. 11)

5 (Mod. 11)

Sendo

M

3

b) 8

6

3log 5

3

c) 9

27

2log

9

4

,

d) 10

a

soma

e) 11

dos

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 25 : ALTERNATIVA A

M

3

3log

5

3

27

2 log

4

9

M

7DA QUESTÃO 25 : ALTERNATIVA A M 3 3log 5 3 27 2 log 4 9

3

log

125

3

: ALTERNATIVA A M 3 3log 5 3 27 2 log 4 9 M 7 3

125

3

log

64

3

125

64

61

26) Três círculos de mesmo raio “r” são tais que cada um passa pelo centro dos outros dois. A área comum aos três círculos, em unidade da área é:

a)

d)

2 r ( 3) 2 2 r 3 2
2
r
(
3)
2
2
r
3
2

b)

e)

2 r 3 2 3 2 r 3 3
2
r
3
2
3
2
r
3
3

c) r

2

( 3)
(
3)

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 26 : ALTERNATIVA A

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006

0 1 0 2 0 3 2 r Área de um setor circular S
0 1
0 2
0 3
2
r
Área de um setor circular
S
6 2 2 r 3 r 3. 2. .2r ( 3) 6 2 2 3
6
2
2
r
3
r
3.
2.
.2r
(
3)
6
2
2
3
2
3
2
(x
x
1)
(x
1)
(x
1)
2,

c) 5

d) 6

e) 7

Área pedida = 35 - 25

Sendo

b) 4

p(x)

27)

soma dos coeficientes de P(x) é:

a) 3

a

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 27 : ALTERNATIVA C

3 2 3 2 P(1) (1 1 1) (1 1) (1 1) 2 P(1) 5
3
2
3
2
P(1)
(1
1
1)
(1
1)
(1
1)
2
P(1)
5

28) Um ponto “P”, interior a um triângulo eqüilátero cujo

lado mede 2

3 cm, dista de cada um dos lados de: 0,5

cujo lado mede 2 3 cm, dista de cada um dos lados de: 0,5 cm, 0,8

cm,

0,8 cm e “d” cm. Então, a soma destas três distâncias

é:

29) O valor do produto (log1-log99) (log2-log98) log2) ( log99-log1) é:

a) 3

b) -1

c) 1

d) 0

e) 2

(log98-

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 29 : ALTERNATIVA D

(log1 - log99)(log2 - log98)

(
(

log50 -log50)

(log98-log2)(log99-log1)=

30) A soma dos ângulos de todas as faces de um poliedro

convexo é 1800 o . Se o poliedro possui 11 arestas, o seu números de faces é:

a) 5

b) 6

c) 7

d) 8

e) 9

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 30 : ALTERNATIVA B

180º rad V - A + F = 2 (v 2) . 2 10 v
180º
rad
V - A + F = 2
(v
2) . 2
10
v
F = 6
2
5
v
7
7 – 11 – F = 2
31)
Os
valores
de
“x”
que
verificam
a
inequação
2
sen
x
senx
0
,
para
x
,
pertencem
ao
2senx
1
2
intervalo:
2
5
3
a)
,
b)
,
c)
,
3
6
4
3
4
d)
,
e)
,
5
5

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 31 : ALTERNATIVA B

2 sen x sen x 2 sen x 1
2
sen
x
sen x
2 sen x
1

0

a)

2,3cm

b) 2,4 cm

c) 2,5 cm

sen 2 x – sen x > 0 e 2 sen x – 1 > 0

d)

2,6 cm

e) 3,0 cm

sen x (sen x -1 ) > 0

2 sen x > 1

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 28 : ALTERNATIVA E Seja o triângulo eqüilátero ABC:

A

B . 2 3cm . 2 3cm P 0,8cm 0,5cm d . 2 3cm
B
.
2 3cm
.
2 3cm
P
0,8cm
0,5cm
d
.
2 3cm

C

Unindo o ponto P aos vértices, temos:

APB, APC e CPB S 3 ,(2 3) 2 3 3 ABC 4 mas, S
APB,
APC e
CPB
S
3 ,(2
3)
2 3
3
ABC
4
mas,
S
S
S
S
ABC
APB
APC
CPB
1
1
3 3
1 .2
3 .
2
3
.
1 .d
2
3
.
2 2
2
2
d
1,7cm
Soma
3,0cm

.0,8

sen x > 1/2 e sen x > 1 (não convém)

sen x > 0

ou sen x < 0 e sen x > 1

sen x < 0

Para 0 < sen x < 1/2

5 x 6
5
x
6

seu centro na origem dos eixos

coordenados. O eixo menor está sobre o eixo dos y e mede 6 unidades de comprimento. Uma das extremidades do eixo maior coincide com o centro da circunferência

0 . O comprimento do eixo focal da elipse,

na mesma unidade de comprimento, é:

a) 4

32) Uma elipse tem

x 2

2

y
y

10x

b) 6

c) 10

d) 12

e) 8

RESOLUÇÃO DA QUESTÃO 32 : ALTERNATIVA E Centro da circunferência:

2 2 x y 10x 0 2 2 (x 5) y 25 Centro = (5,
2
2
x
y
10x
0
2
2
(x
5)
y
25
Centro = (5, 0)
a = 5, b = 3.
Como a 2 = b 2 + c 2 , temos:

5 2 = 3 2 + c 2

Logo, a distancia focal é 2 . 4 = 8.

2 = 3 2 + c 2 Logo, a distancia focal é 2 . 4 =

c = 4

COMENTÁRIO

A questão 01 apresenta gabarito diferente do

divulgado pela AMAN, isso permite ao aluno entrar com recurso junto a banca examinadora.

27/10/2005

ELITE – www.elitepoa.com.br

AMAN 2005/2006

28

B

E

B

29

A

D

C

30

A

B

B

31

E

B

A

32

A

E

A

A B B 31 E B A 32 A E A MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO

- ACADEMIA MILITAR DAS AGULHAS NEGRAS (Academia Real Militar/1810)

DEP

DFA

GABARITO OFICIAL DA PROVA DE MATEMÁTICA DO CONCURSO DE ADMISSÃO À AMAN

 

2005/2006

 

QUESTÕES

MODELO

MODELO

MODELO

A

B

C

1 A

 

D

D

2 E

 

B

B

3 D

 

D

D

4 C

 

B

B

5 C

 

D

C

6 B

 

C

E

7 C

 

C

B

8 E

 

B

E

9 C

 

B

E

10 C

 

A

A

11 B

 

D

A

12 E

 

B

D

13 A

 

E

C

14 E

 

A

C

15 B

 

A

D

16 A

 

E

B

17 E

 

A

D

18 E

 

E

C

19 A

 

C

B

20 D

 

C

A

21 D

 

A

A

22 B

 

D

E

23 D

 

E

A

24 B

 

E

E

25 D

 

A

E

26 B

 

A

E

27 D

 

C

D