Você está na página 1de 6

1 Rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao entre [a, a ]

Neste estudo, escrito em Latex, destrinchamos passo a passo as contas usadas na apli-

ca¸c˜ao da rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao nos operadores de destrui¸c˜ao e cria¸c˜ao. Muitas outras con-

tas est˜ao resolvidas no meu endere¸co eletrˆonico:http://elisiofisica.blogspot.com.

1.1 A fun¸c˜ao de onda (ψ(x, t))

Uma fun¸c˜ao de onda, dada por ψ ( x, t ), n˜ao possui significado f´ısico, pois ´e uma fun¸c˜ao

complexa.

Para a fun¸c˜ao de onda ψ ( x, t ) possuir realidade f´ısica ´e necess´ario que seja

mensur´avel e real e, para que isso aconte¸ca, temos que fazer a combina¸c˜ao da ψ(x, t) com

sua complexa conjugada ψ (x, t) e derivar estas combina¸c˜oes.

1.2 O operador posi¸c˜ao (x )

Os operadores desempenham um papel importante na mecˆanica quˆantica. Sabemos

que as grandezas f´ısicas observ´aveis s˜ao representadas por operadores. Por exemplo: em

um sistema unidimensional a grandeza f´ısica posi¸c˜ao x , ´e representada pelo operador x

´

CAP ITULO 1.

RELAC¸ AO DE COMUTAC¸ AO ENTRE [A, A ]

˜

˜

2

n˜ao diferencial. O ato de medir uma dada posi¸c˜ao pode ser expresso como

 
 

ψ(x, t) = x ψ(x, t)

 

(1.1)

onde, x ´e o operador que representa a posi¸c˜ao x e x ´e o resultado da medida.

1.3

O operador momentum linear (p)

O

momentum linear p, operador diferencial e complexo, pode ser expresso como

 

p

= i x .

 

(1.2)

Multiplicando e dividindo o segundo termo da equa¸c˜ao (1.2) por i, temos

 

p

= i i (i)

∂x = 1 i

∂x = i

x .

(1.3)

Portanto,

 
 

 

p = i

∂x = i

x .

(1.4)

O

ato de medir o momentum linear pode ser expresso como

 

(1.5)

(x, t) = i ψ(x, ∂x t)

e o valor de p ´e definido pela diferencia¸c˜ao da equa¸c˜ao acima.

´

CAP ITULO 1.

RELAC¸ AO DE COMUTAC¸ AO ENTRE [A, A ]

˜

˜

3

1.4 Rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao entre operadores

Dado dois operadores A e B, a rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao entre esses operadores [A, B] ´e

definida como

[A, B] = AB BA

e, a rela¸c˜ao de anticomuta¸c˜ao ´e definida como

{A, B} = AB + BA.

(1.6)

(1.7)

Dois observ´aveis, A e B, s˜ao compat´ıveis quando seus correspondentes operadores

comutam entre si, ou seja,

[A, B] = 0.

(1.8)

Dois observ´aveis, A e B, s˜ao incompat´ıveis quando seus correspondentes operadores

n˜ao comutam entre si, ou seja,

[A, B]

= 0.

(1.9)

1.5 Aplicando a rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao entre os ope-

radores [a, a ]

Aplicando a rela¸c˜ao de comuta¸c˜ao dada pela equa¸c˜ao (1.6) nos operadores de destru-

i¸c˜ao e cria¸c˜ao resulta em

[a, a ] = aa a a.

(1.10)

´

CAP ITULO 1.

RELAC¸ AO DE COMUTAC¸ AO ENTRE [A, A ]

˜

˜

4

Neste trabalho vamos provar que

 
 

[a, a ] = 1.

(1.11)

Em estudo anterior (Vocˆe pode visualizar este estudo clicando em Operadores de destru-

i¸c˜ao e cria¸c˜ao) verificamos que o operador de levantamento ou operador de cria¸c˜ao, n˜ao

hermitiano, ´e definido por

a = mw (x i mw ).

2

p

(1.12)

Verificamos, tamb´em, que o operador de destrui¸c˜ao ou de abaixamento, n˜ao hermitiano,

´e definido por

a

= mw (x + i mw ).

2

p

Trabalhando com a equa¸c˜ao (1.13), temos que

a = mw (x + i

2

mw ) = mw

p

2

x

+ i mw

2

mw = mw

p

2

x + i

mw m 2

2

w 2 p

que resulta na express˜ao

a = mw x + i

2

2 mw p = 2mw

1

4

x + i

2

4 mw p

que pode ser escrita como

a =

1 2mw

2

x +

1

2 i

2

mw p

ou da forma

a =

1 ( 2mw

2

x

+ i

2

mw p).

(1.13)

(1.14)

(1.15)

(1.16)

(1.17)

´

CAP ITULO 1.

RELAC¸ AO DE COMUTAC¸ AO ENTRE [A, A ]

˜

˜

 

5

Trabalhando com a equa¸c˜ao (1.12), temos que

 

a = mw (x i

2

mw ) = mw

p

2

x i mw

2

A equa¸c˜ao (1.18) resulta em

mw = mw

p

2

x i

2

mw

m 2

w 2 p.

(1.18)

 

1

 

2

 

a = mw x i

2

2 mw p =

2mw

4

que, tamb´em, pode ser escrita como

x i 4 mw p

 

(1.19)

   

1

2

 

a = 1 2 2mw

x

2 i

mw p

 

(1.20)

ou da forma

 

2

(1.21)

a = 1 2 ( 2mw x i mw p).

Substituindo a equa¸c˜ao (1.17) e equa¸c˜ao (1.21) na equac˜ao (1.10) temos como resultado

[a, a ] = 1

1 2mw

2 2

2

mw ((x(ip) + x(ip) (x(ip) + x(ip)))

[a, a ] = 1 (x(ip) + x(ip) ((ip)x + x(ip)))

2

[a, a ] = 1 (x(ip) + (ip)x + (ip)x x(ip))

2

[a, a ] =

1 ([x, ip]

2

[a, a ] = 1 (i[x, p]

2

+

+

[ip, x])

i[p, x])

[a, a ] =

1 (i[p, x] + i[p, x])

2

(1.22)

(1.23)

(1.24)

(1.25)

(1.26)

(1.27)

´

CAP ITULO 1.

RELAC¸ AO DE COMUTAC¸ AO ENTRE [A, A ]

˜

˜

6

 

[a, a ] =

(1.28)

1 2i[p, x] = 2i [p, x] = 2i (i ) = i(i) = (1) = 1

2

2

2