Você está na página 1de 4

IEC 62381

INTERNARTIONAL STANDART

Automatio system in the process industry –Factory acceptance test (FAT), site acceptance test
(SAT), and site integration test (SIT).

Jonas Wetzel
1. Introdução
A IEC 62381 é uma norma que guia os testes de aceitação em fábrica ( TAF) e teste

de aceitação em campo (TAC), seu principal objetivo é ajudar cliente e fornecedores a

definirem se o produto entregue está de acordo com o solicitado antes de botar o sistema

em funcionamento e após a implementação do mesmo. Esta norma é valida somente

para a parte da automação sendo toda aparte de engenharia e manufatura do processo

não fazem parte dos testes de aceitação.

2. Definições/abreviações

Nos capítulos dois e três a norma esclarece termos básicos da automação, e

abreviações muito usadas neste setor de mercado. Estes capítulos tem como

objetivo facilitar a comunicação entre comprador e fornecedor ( duas dos termos

explicados na norma).

3. Teste de aceitação em fábrica (TAF)

Para a realização do TAF o fornecedor deve ter realizado previamente todos os

testes. Estes resultados estar a disposição do comprador. É recomendável o

comprar fornecer todos os documentos necessários para a realização da

implementação da logica do sistema e para o teste ser o mais realista o possível.

Já o fornecedor deve fornecer todos os documentos referente ao que está

entregando, como manuais layouts e é claro o plano do teste.

O TAF deve ser realizado com as partes interessadas presente

( normalmente isto representa comprador e fornecedor), é aceitável que o

comprador queria realizar ele mesmo o teste. O teste deve seguir o checklist que

está contido no apêndice A. A norma descreve o roteiro para a realização do

teste, o primeiro passo para a realização do TAF é a uma reunião de iniciação.


Nesta reunião deve-se revisar todos os documentos envolvidos no teste. O teste

segue sua ordem sempre referenciando as folhas do anexo no qual está contido o

checklist. Nele se pode classificar um item testado como aprovado, falho ou não

aprovado. Durante o Taf são realizados todos os testes para garantir que o

produto estregue terá funcionalidade completa em campo. São verificados

hardware, software, Tags, logica do sistema, forçamento de saídas, Hmi display,

alarmes e avisos, logo tudo que foi solicitado e documentado no escopo do

projeto.

Caso haja algum problema na realização do TAF deve-se registrar e

proceder de cinco formas distintas:

 Correção do problema durante o TAF e continuação dele após esta

correção;

 Correção do problema durante a realização do TAF , isto quer dizer, não

parar o teste , corrigir o problema e testar novamente depois;

 Reagendar o teste, para o problema ser corrigido;

 Correção a ser feita após o FAT, mas antes da entrega, logo a mudança

será testada em campo;

 Correção a ser feita em campo.

4. Teste de aceitação em campo (TAC)

O teste de aceitação em campo é realizado após o TAF , pelo o comprador. O

TAf deve ser feito para testar a combinação de dois ou mais sistemas

independentes que foram combinados para a obtenção de uma funcionalidade

desejada para o projeto. O TAC se basicamente é o teste de comunicação e

interação da automação com o subsistema automatizado, isto quer dizer testar na


pratica se o que foi testado em fábrica responde como foi projetado a fazer. No

Tac deve ser testado, caso haja as alterações do projeto que foram deixadas para

serem testas em campo.