Você está na página 1de 5

Isenção de ICMS nas Aquisições de Veículos Novos por

Portadores de Necessidades Especiais

NPF nº 024/2013

Anexo I, Item 177 do Decreto 6.080/2012

...........................................................................................................................

1. Quais os tipos de necessidades especiais dão direito à esta isenção?

O benefício poderá ser concedido na compra de veículo automotor novo, adquirido por
pessoa portadora de deficiência física, visual e mental severa ou profunda ou autista. O
benefício também pode ser concedido às pessoas submetidas a mastectomia.

2. Sou portador de necessidades especiais. Posso obter automaticamente a


isenção?

Não. O benefício deve ser requerido na Delegacia Regional da Receita do domicílio do


interessado. E, para ter seu requerimento atendido, é necessário, primeiramente, que a
condição declarada seja uma das definidas na legislação e que seja comprovada
mediante laudo de perícia médica.

3. Quais os documentos necessários para a solicitação de isenção de ICMS na


compra de veículo?

- Requerimento ICMS - Isenção nas aquisições de veículos novos por portadores de


necessidades especiais , disponível no Portal SEFA, menu ”Formulários“;

- Laudo de Perícia Médica ou de Avaliação – Anexo II a IV da NPF nº 024/2013, conforme


o caso, emitido nos termos do item 177 do Anexo I do RICMS, disponível no Portal SEFA,
menu ”Formulários“;

- Declaração de Serviço Médico Privado – Anexo V da NPF nº 024/2013, se for o caso,


disponível no Portal SEFA, menu ”Formulários“;

- Comprovação de disponibilidade financeira ou patrimonial do requerente ou do


representante legal, suficiente para fazer frente aos gastos com a aquisição;

- Declaração do estabelecimento vendedor especificando o tipo de veículo, seu valor com


e sem impostos e as condições de negociação;

- Cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação, na qual, constem as restrições


referentes ao condutor e as adaptações necessárias ao veículo, se for o caso;

- Cópia autenticada da autorização expedida pela Secretaria da Receita Federal para


aquisição do veículo com isenção de IPI, para beneficiário autista, deficiente físico, mental
e visual. Para os beneficiários portadores de deficiência visual que apresentem visão
monocular e beneficiários submetidos à mastectomia esse documento é dispensado.

- Comprovante de residência;

- Certidão Negativa de Débitos de Tributos Estaduais;

- Documento que comprove a representação legal ou a assistência do beneficiário, ou


procuração outorgando poderes para representá-lo ou assisti-lo junto a este Órgão, se for
o caso. A procuração pode ser por instrumento particular, desde que contenha firma
reconhecida, e que o procurador possua capacidade civil plena;

- Identificação do Condutor Autorizado - Anexo VI da NPF 24/2013, se for o caso,


disponível no Portal SEFA, menu ”Formulários“;

- Cópia das Carteiras Nacional de Habilitação dos condutores autorizados, se for o caso;

4. Quem deve emitir o Laudo de Perícia Médica ou Avaliação?

A emissão do laudo deve ser feita segundo a natureza da necessidade especial e a


pessoa que irá conduzir o veículo:

4.1 para comprovação da condição de deficiência física ou visual, no caso de


beneficiário CONDUTOR, o laudo será fornecido pelo Departamento de Trânsito do
Paraná – DETRAN/PR.
4.2 Para comprovação da condição de deficiência física ou visual, no caso de
beneficiário NÃO CONDUTOR, o laudo será fornecido por serviço público de saúde ou
serviço privado de saúde, contratado ou conveniado, que integre o Sistema Único de
Saúde – SUS.
4.3 Para comprovação da condição de deficiência mental severa ou profunda, ou
autismo, deverá ser emitido laudo conjunto por médico e psicólogo, por serviço público
de saúde ou serviço privado de saúde, contratado ou conveniado, que integre o Sistema
Único de Saúde – SUS.
4.4 Em relação a motorista submetido a mastectomia, a comprovação será feita
mediante laudo de perícia médica, fornecido por serviço público de saúde ou serviço
privado de saúde, contratado ou conveniado, que integre o Sistema Único de Saúde –
SUS.

5. Poderão ser aceitos Laudos de Perícia e Avaliação emitidos por serviço médico
particular?

Sim, nas hipóteses previstas nas notas 6.1 e 7.B do item 177, do Anexo I do Regulamento
do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 6.080/2012

6. Que documentos poderão ser utilizados para comprovação da disponibilidade


financeira?

O solicitante pode comprovar a disponibilidade financeira com a apresentação de


documentos, tais como: declaração do imposto de renda, comprovante de extratos
bancários, dentre outros.
Nos casos em que o adquirente recebeu doação do valor para a compra do veículo,
poderá comprovar a disponibilidade financeira mediante recibo de doação, extrato
bancário, dentre outras formas.

7. A isenção é permitida para todos os tipos de veículos automotores ou há alguma


limitação?

A isenção se destina a veículos cujo valor não exceda R$ 70.000,00 (setenta mil reais),
incluídos os tributos incidentes. Somente são objeto da isenção veículos novos, porém,
não existe limitação quanto à potência do veículo.

8. Existe limite de idade para a obtenção da isenção de ICMS na compra de


veículos?

Não.

9. Qual a legislação que trata de isenção de ICMS na aquisição de veículos novos


para portadores de necessidades especiais?

Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 6.080/2012; Anexo I, item 177.


Convênio ICMS 38/2012.
NPF nº 024/2013.

10. No caso de veículo de propriedade de pessoa com necessidades especiais a ser


conduzido por terceiro, existe benefício?

Sim. O benefício também se aplica nos casos em que o veículo deva ser conduzido por
terceiro, desde que comprovada a necessidade mediante laudo pericial e previamente
identificado o condutor.

11. E se o solicitante for menor ? A isenção também é aplicada para tutores e


curadores de pessoas portadoras de necessidades especiais?

Sim. O solicitante será assistido ou representado por seu tutor ou curador na execução do
pedido. Ver também respostas 4.2 e 4.3.

12. O benefício da isenção é dado no momento da compra?

Não. O benefício da isenção deve ser requerido, com a juntada de todos os documentos
necessários, mediante protocolo na Agência da Receita do Estado do domicílio do
solicitante, ANTES do momento da aquisição.

13. Existe um prazo entre a concessão da isenção e a aquisição do veículo?

O prazo de validade da autorização será de 180 dias, contados da data da sua emissão.

14. Após a aquisição do veículo com isenção do ICMS, deverá ser apresentado
algum documento para a Receita Estadual?

Sim. Deverão ser apresentados os seguintes documentos:


- até o 15º (décimo quinto) dia útil da aquisição do veículo: cópia autenticada da nota
fiscal que a documentou ;

- até 180 (cento e oitenta) dias da aquisição do veículo: cópia autenticada da Carteira
Nacional de Habilitação, quando o interessado necessitar do veículo com característica
específica para obtê-la;

- até 180 (cento e oitenta) dias da aquisição do veículo: cópia autenticada da nota fiscal
referente a colocação do acessório ou da adaptação efetuada por oficina especializada ou
pela concessionária autorizada, caso o acessório ou a adaptação necessária não façam
parte do processo industrial da montadora e o veículo, consequentemente, não tenha
saído da fábrica com as características específicas discriminadas no laudo previsto no
Decreto nº 6.080/2012, (alínea "b" da nota 17.2 do item 177 do anexo I)

15. É obrigatório ter a CNH especial para obtenção da isenção do ICMS?

15.1 Sim. No caso de o condutor ser o próprio portador de necessidades especiais.


15.2 Já na hipótese de o interessado necessitar do veículo com característica específica
para obter a CNH, poderá adquiri-lo com isenção sem a apresentação da cópia deste
documento, sendo concedido prazo de 180 dias para aquisição do veículo e apresentação
imediata de cópia autenticada da CNH especial.
15.3 Se o condutor for terceiro autorizado pelo requerente a CNH é a normal.

16. A CNH deve ser expedida somente pelo Detran Paraná?

Não. Na hipótese do adquirente do veículo no Paraná ser pessoa domiciliada em outro


Estado, a CNH pode ser emitida no Estado de origem deste.

17. Sou domiciliado em outra UF, e pretendo adquirir um veículo zero, fabricado no
Estado do Paraná, para portador de necessidades especiais. Poderei solicitar a
isenção de ICMS para esta operação? Qual a documentação necessária ?

A isenção de ICMS deverá ser previamente reconhecida pelo fisco da unidade federada
onde estiver domiciliado o interessado. Fica dispensada, pelo fisco paranaense, a
reanálise
da documentação apresentada no Estado de origem.

18. Após ser concedida a isenção na compra de um veículo novo, qual o prazo para
a obtenção futura do mesmo benefício?

O prazo para obtenção de novo benefício é de no mínimo 2 (DOIS) anos da concessão do


primeiro benefício.

19. Em que casos pode ocorrer a perda do benefício?

O benefício será revogado nos casos de:

– transmissão do veículo, a qualquer título, dentro do prazo de 2 (dois) anos, a


pessoa que não faça jus ao mesmo tratamento fiscal;
– modificação das características do veículo a fim de retirar-lhe o caráter de
especialmente adaptado;
– emprego do veículo em finalidade que não seja a que justificou a isenção;
– não apresentação, no prazo estipulado, da documentação solicitada;

20. Tendo sido revogado o benefício, como devo proceder?

Deverá ser recolhido o imposto, com atualização monetária e acréscimos legais, a contar
da data da aquisição constante no documento fiscal de venda, nos termos da legislação
vigente, sem prejuízo das sanções penais cabíveis.