Você está na página 1de 2

SERVIÇO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE VILA REAL

Q1 – Reações químicas e equilíbrio dinâmico (6708) Formadora: Raquel Pires

Ficha de trabalho nº 2 – Reações incompletas e equilíbrio químico

1. A reação do monóxido de azoto (NO) com o oxigénio (O 2), com a formação de dióxido de azoto (NO 2),
pode ser traduzida pela seguinte reação química:
2 NO (g) + O2 (g)  2 NO2 (g)
No gráfico seguinte está representada a variação das concentrações
dos reagentes e dos produtos da reação ao longo do tempo, a uma
dada temperatura constante.
1.1. Identifique os compostos representados pelas letras A, B e C.

1.2. Indique o instante em que é atingido o equilíbrio químico. Justifique.

1.3. Qual dos gráficos seguintes representa a variação das velocidades das reações direta e inversa, até
se atingir o equilíbrio?

1.4. Determine o valor da constante de equilíbrio.

2. Escreva a expressão da constante de equilíbrio para as seguintes reações:


(A) 2 CO (g) + O2 (g)  2 CO2 (g) (B) 2 H2S (g) + 3 O2 (g)  2 H2O (g) + 2 SO2 (g)

3. Na presença de radiação UV, as moléculas de flúor são dissociadas em átomos de flúor, segundo a
equação química:
F2 (g)  2 F (g)
As concentrações de equilíbrio são [F2] = 1,0x10-2 mol/dm3 e [F] = 3,0x10-4 mol/dm3. Calcule o valor da
constante de equilíbrio.

1
4. Considere a seguinte equação química que representa uma situação de equilíbrio:
2 A (g) + B (g)  2 C (g) + 4 D (g)
No estado de equilíbrio, à temperatura T, as concentrações são [A] = 0,10 mol/dm3, [B] = 0,050 mol/dm3,
[C] = 0,10 mol/dm3 e [D] = 0,015 mol/dm3.
4.1. Determine o valor da constante de equilíbrio.

4.2. Com base no valor da constante de equilíbrio, avalie a extensão da reação direta.

5. Considere que num reator com 2,0 L de capacidade está a dar-se uma reação traduzida pela equação
química:
2 SO2 (g) + O2 (g)  2 SO3 (g)
Passado algum tempo estabelece-se o equilíbrio e dentro do reator encontram-se 1,0 mol de SO2, 3,0 mol
de O2 e 0,80 mol de SO3, em equilíbrio. Determine o valor da constante de equilíbrio para a reação.

6. A constante de equilíbrio à temperatura T para o sistema reacional representado pela equação química
seguinte é Kc = 1,0x10-13.
2 HF (g)  H2 (g) + F2 (g)
Num dado instante verificou-se que as concentrações das espécies eram: [HF] = 0,40 mol/dm 3,
[F2] = 3,5x10-3 mol/dm3 e [H2] = 1,5x10-3 mol/dm3. Verifique se o sistema reacional está em equilíbrio e,
caso não esteja, preveja em que sentido progride a reação até atingir o estado de equilíbrio.

7. A equação química que traduz a síntese do metanol é:


CO (g) + 2 H2 (g)  CH3OH (g)
A constante de equilíbrio desta reação a 500 K é 10,5. Num vaso reator de 5,0 dm 3 de capacidade, a essa
temperatura, o sistema tem a seguinte composição: 0,100 mol de CH 3OH, 0,50 mol de CO e 0,50 mol de
H2. Qual o sentido de progressão da reação até ser atingido o equilíbrio?