Você está na página 1de 19

Acupuntura

______________________________________________________________________

Problemas Sexuais do Homem e da


Próstata em Medicina Chinesa
Prof. Giovanni Maciocia

Enquanto que a medicina Chinesa tem uma tradição rica no diagnóstico


e tratamento dos problemas ginecológicos, são poucos os textos antigos ou
modernos dedicados ao diagnóstico e tratamento dos problemas sexuais do
homem. Por exemplo: a medicina Chinesa refere-se ao "Útero" em todos os
textos clássicos, mas nenhuma menção é feita à próstata; os vasos Du Mai
(vaso governante), Ren Mai (vaso diretivo) e Chong Mai (vaso penetrante) diz-
se terem origem no Aquecedor Inferior e circular através do útero; mas por
onde circula no homem? Sobre isso os clássicos nada dizem.
O presente boletim aborda a fisiologia dos órgãos sexuais masculinos
incluindo a próstata, alguns aspetos da patologia e o tratamento das condições
seguintes:
♦ Impotência
♦ Ejaculação precoce
♦ Baixas concentração e motilidade dos espermatozoides
♦ Hipertrofia benigna da próstata
♦ Prostatite

Antes de abordarmos o tratamento das condições específicas, devemos


olhar para os canais que afetam o sistema genital masculino e contextualizar o
pénis, testículos, vesículas seminais e próstata na medicina Chinesa.
No capítulo 65 do Ling Shu (Eixo Espiritual), lê-se: "Os vasos Diretivo e
Penetrante têm origem no Dan Tian Inferior [literalmente "Bao”].1” De facto o
termo utilizado no Eixo Espiritual é "Bao" normalmente traduzido por "útero",
No entanto, enquanto o termo “Zi Bao” se refere ao Útero, o caráter "Bao"
indica uma estrutura que é comum ao homem e à mulher: na mulher,
corresponde ao Útero, no homem à "Câmara do Esperma" (Jing Shi). Ambas
estas estruturas estão localizadas no Dan Tian Inferior e armazenam Essência

1
Spiritual Áxis (Ling Shu Jing), Peoples Health Publishing House, Beijing, 1981, p.120. Publicação
original de c. 100 BC.
___________________________________________________________________ 688
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
(Jing) e, na medida em que os Vasos Extraordinários têm aí origem, estão
ambos diretamente ligados à Essência.
O texto Yi Zong Jin Jian (Espelho de Ouro da Medicina) de 1742 lê-se:
"O vaso Governante (Du Mai) surge do baixo-ventre, externamente no
abdómen, internamente no 'Bao' também designado Dan Tian tanto no homem
como na mulher: na mulher é o Útero, no homem é a Câmara do Esperma.2”
Este texto clássico no entanto afirma claramente que Bao é uma
estrutura comum ao homem e à mulher, no primeiro correspondendo à
"Câmara do Esperma" (ou "Câmara de Jing") e no segundo ao Útero. A
"Câmara do Esperma" encontra-se no baixo-ventre e hoje sabemos que o
esperma é produzido nos testículos, vesículas seminais e próstata. Penso ser
legítimo concluir que a próstata é uma estrutura equivalente no homem, ao
útero na mulher e que, consequentemente, o Du Mai, Ren Mai e Chong Mai
circulam através da próstata.

CANAIS QUE INFLUÊNCIAM OS ÓRGÃOS


SEXUAIS MASCULINOS

Os genitais estão principalmente relacionados com os canais do Fígado


e Rins e com o Ren, Chong e Du Mai. O canal Luo do Fígado, circunscreve os
testículos. E enquanto a influência de Ren Mai nos órgãos sexuais ser óbvia, a
de Du Mai é frequentemente desvalorizada.
O Su Wen (Questões Simples), no capítulo 60, descreve o ramo anterior
do vaso Du Mai que circula nos órgãos genitais exteriores tanto do homem
como da mulher, e no osso púbico de onde ascende para o abdómen na
mesma trajetória do Ren Mai.
Os percursos dos canais que atravessam os órgãos genitais são os
seguintes:
• Um ramo anterior do Du Mai desce para os genitais.
• Os canais Principal, Luo e Muscular dos Rins atravessam os genitais.
• Os canais Principal, Luo, Divergente e Muscular do Fígado envolvem
os genitais.

2
Wu Qian em Golden Mirror of Medicine (Yi Zong Jin Jian), People’s Health Publishing House, Beijing,
1977, p. 129. Primeira edição de 1742.
___________________________________________________________________ 689
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
MANIFESTAÇÕES DE FLEGMA NOS GENITAIS MASCULINOS

• Prostatomegalia ou hipertrofia da próstata


• Doença de La Peyronie ou induratio penis plastica
• Priapismo
• Impotência
• Sudação genital

Outras manifestações gerais de Flegma


• Olhar baço sem shen
• Olheiras
• Cantos dos olhos com fissuras muito pequenas com exsudação
• Tez baça
• Corpo inchado, cara inchada, obesidade
• Pele oleosa
• Sudação genital, axilar ou planta das mãos e pés
• Dedos das mãos e pés inchados
• Polegares grossos

MANIFESTAÇÕES DE ESTASE DE JING/ESSÊNCIA


NOS GENITAIS MASCULINOS

Apesar de parecer estranho falar-se em "estase" de Jing ou Essência, tal


ocorre de facto no homem e é basicamente o equivalente masculino de Estase
de Sangue do Útero na mulher.
As manifestações clínicas de estase de Jing são: dor penetrante na
região lombar, dor no períneo, dor hipogástrica, dor nos testículos e/ou pénis,
impotência, ejaculação prematura, priapismo, hipertrofia da próstata, cabelo
grisalho prematuro, prurido ou dor na região púbica, anomalias nos
espermatozoides, doença de La Peyronie, língua púrpura, pulso rugoso ou
firme.
PAPEL DO CORAÇÃO NO SISTEMA SEXUAL MASCULINO

A função menstrual e sexual na mulher e a função sexual no homem

___________________________________________________________________ 690
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
dependem da coordenação e harmonia entre os Rins e o Coração. A Água do
Rim e o Fogo do Coração precisam de se nutrir mutuamente. Enquanto que a
Essência do Rim é a origem do esperma no homem e do sangue
menstrual/óvulo na mulher, o Coração desempenha um papel importante na
ereção e estimulação sexual.
No homem, em particular, o Coração desempenha um papel crucial na
ereção, orgasmo e ejaculação. Tal como a eliminação de sangue na
menstruação e a libertação de óvulos na ovulação dependem da descida de Qi
do Coração, a ereção e ejaculação dependem também da descida de Qi do
Coração. Para realizar estas funções, o Qi do Coração desce para comunicar
com o Qi dos Rins.
A Água dos Rins precisa de subir ao Coração e o Fogo do Coração (o
Fogo Imperial fisiológico) precisa de descer para os Rins: a coordenação entre
a descida do Fogo do Coração e a subida da Água dos Rins garante uma
menstruação e ovulação normal na mulher, e uma função sexual normal tanto
no homem como na mulher.
A subida dos Rins e a descida do Coração na menstruação e atividade
sexual é também assegurada pela comunicação entre o Du Mai e o Ren Mai:
de facto, ambos os vasos extraordinários têm origem no espaço entre os Rins,
ambos circulam pelo Útero (pela próstata no homem) e ambos circulam pelo
Coração. O Du e Ren Mai formam como um circuito fechado e podem mesmo
ser encarados como um único canal, um Yang, o outro Yin. O Du Mai
representa o Yang do Rim, e o Ren Mai o Yin do Rim na flutuação de marés de
Yin e Yang durante o ciclo menstrual: a comunicação regular entre Coração e
Rins e entre Du e Ren Mai assegura uma menstruação/ovulação normal e uma
função sexual normal.
No que diz respeito à função sexual, durante a estimulação sexual, o
Fogo Ministerial dos Rins é estimulado e ascende para o Coração e Pericárdio:
por este motivo durante a fase de excitação sexual a pessoa fica com rubor
facial (a tez é uma manifestação do Coração) e verifica-se uma aceleração do
ritmo cardíaco. Com o orgasmo e a ejaculação, existe um movimento
descendente de Qi que liberta o Fogo Ministerial acumulado para baixo: para
que isto possa acontecer devidamente é crucial o movimento descendente de
Qi do Coração.
Concluindo, para que haja desejo e estimulação sexual, ereção e
___________________________________________________________________ 691
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
orgasmo normais são necessários três fatores:
• A subida da Água do Rim e a descida do Fogo do Coração;
• A comunicação entre Rins e Coração;
• A ligação entre Du e Ren Mai.

Se o Fogo Ministerial dos Rins estiver deficiente haverá falta de libido


tanto no homem como na mulher assim como a incapacidade de atingir o
orgasmo na mulher e impotência no homem. Se o Qi do Coração e o Sangue
do Coração estiverem deficientes ou não descerem para comunicar com os
Rins, poderá verificar-se impotência ou ejaculação precoce no homem, e
incapacidade de alcançar o orgasmo na mulher mesmo existindo excitação
sexual.
No texto Xue Zheng Lun (Tratado dos Padrões de Sangue) escrito em
1884 por Tang Zong Hai lê-se: "O Fogo é Yang e produz Sangue que é Yin.
Por outro lado, o Sangue nutre o Fogo e assegura que este não se descontrole
enquanto humedece o Aquecedor Inferior. É armazenado no Fígado, enche o
Mar de Sangue e os vasos extraordinários Chong Mai (penetrante), Ren Mai
(diretivo) e Oai Mai (cintura) e aquece e nutre todo o corpo... Quando o Sangue
humedece o Aquecedor Inferior e o Mar de Sangue, e o Fogo do Coração o
segue para baixo até ao umbigo, então o Sangue está florescente e o Fogo
não ascende nem flameja excessivamente, fazendo com que o homem fique
livre de doenças e a mulher seja fértil."
Desta passagem pode-se concluir que o Qi e Sangue do Coração
precisam de descer para o Aquecedor Inferior para interagir com o Sangue e a
Essência (Jing).
IMPOTÊNCIA

Fatores que afetam a ereção


• Ou Mai - Yang do Rim - Fogo Ministerial- Fogo de Ming Men
• Sangue - Sangue do Coração
• Chong Mai de quatro maneiras: - Mar de Sangue
- Qi Pós-Natal (em Qichong E-30)
- Qi Pré-Natal (em Huiyin Ren-1, Qixue R-13 e Guanyuan Ren-4)
- Influencia o pénis através dos músculos Zong.

___________________________________________________________________ 692
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
• Canal do Fígado (Principal, Lua, Muscular e Divergente) envolve o
pénis
• Fatores Patogénicos tais como Humidade, Flegma, estase de Sangue,
estas e de Jing.

1. Deficiência de Yang do Rim


Manifestações: Impotência, dor lombar, tonturas, zumbidos, urina pálida
e frequente, nocturia, sensação de frio, zona lombar e joelhos frios, língua
pálida, pulso profundo e fraco.
Prescrição: Gui Lu Bu Shen Tang (Decocção de Plastrum Testudinis et
Cornu Cervi para fortalecer os Rins), composição: Lu Jiao Jiao, Gui Ban Jiao,
Gou Qi Zi, Rou Cong Rong, Huang Qi, Shu Di Huang, Yin Yang Huo, Yi Zhi
Ren, Ba Ji Tian, Yang Qi Shi.
Acupuntura: Shenshu Bx-23, Pishu Bx-20, Houxi ID-3 esquerdo com
Shenmai Bx-62 direito, Baihui Du-20, Qihai Ren-6, Guanyuan Ren-4, Zhongji
Ren-3, Taixi R-3.

2. Deficiência de Yin do Rim


Manifestações: Impotência, dor lombar, tonturas, zumbidos, urina
escura e escassa, transpiração noturna, insónia, língua sem película, pulso
superficial-vazio.
Prescrição: Di Long Tang (Decocção de Lumbricus Terrestris),
composição: Di Long, Shan Yao, Shan Zhu Yu, Tu Si Zi, Tian Men Dong, Gou
Qi Zi, Gui Ban Jiao, Shu Di Huang, Mu Li, Mu Dan Pi.
Acupuntura: Shenshu Bx-23, Pishu Bx-20, Houxi Id-3 esquerdo com
Shenmai Bx-62 direito, Baihui Du-20, Qihai Ren-6, Guanyuan Ren-4, Zhongji
Ren-3, Taixi R-3, Lieque P-7 com Zhaohai R-6.

3. Humidade-Calor no Aquecedor Inferior


Manifestações: Impotência, micção difícil e dolorosa, urina turva,
prurido genital, corrimento uretral, língua com película amarela-viscosa e
pontos vermelhos na raiz, pulso escorregadio e rápido.
Prescrições: Bi Xie Fen Qing Yin (Decocção de Dioscorea Hypoglauca
para Separar o Claro), composição: Bi Xie, Huang Bo, Shi Chang Pu, Fu Ling,
Bai Zhu, Dan Shen, Che Qian Zi.
___________________________________________________________________ 693
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Zhi Bai Di Huang Wan (Pílula de Anemarrhena, Phellodendron e
Rehmannia), composição: Zhi Mu, Huang Bai, Shu Di, Shan Zhu Yu, Shan Yao,
Fu Ling, Mu Dan Pi, Ze Xie;
Acupuntura: Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito, Ligou F-
5, Yinlingquan B-9, Sanyinjiao B-6, Qugu Ren-2, Zhongji Ren-3, Dadun F-1,
Taichong F-3.

4. Humidade-Calor no Canal do Fígado


Manifestações: Impotência, micção difícil e dolorosa, erupção nos
genitais, irritabilidade, língua vermelha dos lados, com película amarela-viscosa
e pontos vermelhos na raiz, pulso teso (xian).
Prescrição: Qing Gan Li Shi Tang (Decocção para Purificar o Fígado e
Desinibir a Humidade), composição: Huang Bo, Huang Qin, Qu Mai, Bian Xu,
Hua Shi, Zhi Zi, Che Qian Zi, Mu Tong, Chai Hu, Yin Chen Hao, She Chuang
Zi, Wang Bu Liu Xing, Jin Qian Cao.
Acupuntura: Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito, Ligou F-
5, Yinlingquan B-9, Sanyinjiao B-6, Qugu Ren-2, Zhongji Ren-3, Dadun F-1,
Taichong F-3.

5. Deficiência de Sangue do Fígado


Manifestações: Impotência, tonturas, visão turva, depressão, insónia,
língua pálida, pulso rugoso.
Prescrição: Shao Yao Gan Cao Tang Jia Wei (Decocção de Paeoniae e
Glycyrrhizae Variação), composição: Bai Shao, Zhi Gan Cao, Dang Gui, Shu Di
Huang, Huang Jing, Shan Zhu Yu, Wu Wei Zi, Gou Qi Zi.
Acupuntura: Ganshu Bx-18, Shenshu Bx-23, Guanyuan Ren-4, Lieque
P-7 esquerdo com Zhaohai R-6 direito, Ququan F-8, Zhongji Ren-3, Zusanli E-
36, Sanyinjiao B-6.

6. Deficiência de Qi do Coração e da Vesícula-Biliar


Manifestações: Impotência, ejaculação precoce, depressão, timidez,
soluços, insónia, palpitações, tendência para se assustar, língua pálida, pulso
fraco.
Prescrição: Da Bu Yuan Jian (Decocção Grande Tónico Basal),
composição: Shu Di Huang, Shan Zhu Yu, Shan Yao, Gou Qi Zi, Du Zhong,
___________________________________________________________________ 694
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Dang Shen, Dang Gui, Zhi Gan Cao.
Acupuntura: Shenmen C-7, Qiuxu Vb-40, Guanyuan Ren-4, Baihui Du-
20, Zusanli E-36, Sanyinjiao, Houxi Id-3 esquerdo com Shenmai Bx-62 direito.

7. Deficiência de Sangue do Coração


Manifestações: Impotência, palpitações, tonturas, depressão, insónia,
língua pálida, pulso rugoso.
Prescrição: Gui Pi Tang (Decocção para Restabelecer o Baço),
composição: Ren Shen, Huang Qi, Bai Zhu, Fu Ling, Suan Zao Ren, Long Yan
Rou, Mu Xiang, Zhi Gan Cao, Dang Gui, Zhi Yuan Zhi).
Acupuntura: Shenmen C-7, Tongli C-5, Houxi Id-3 esq. com Shenmai
Bx-62 dir., Shenting Du-24, Jiuwei Ren-15, Guanyuan Ren-4, Zhongji Ren-3,
Xinshu Bx-15.

8. Estase de Jing/Essência e Flegma


Manifestações: Impotência, dor lombar, nos testículos e períneo, dor
hipogástrica, ejaculação precoce, cabelo grisalho prematuro, anomalias nos
espermatozoides (motilidade, forma, etc.), opressão no peito, corrimento
uretral, língua púrpura, pulso firme e escorregadio.
Prescrição: Huo Xue Tong Jing Tang (Decocção para Ativar o Sangue e
Libertar os Canais), composição: Dang Gui, He Shou Wu, Yi Mu Cao, Ji Xue
Teng, Chuan Niu Xi, Gou Qi Zi, Xue Jie, Ban Xia, Dan Nan Xing, Gua Lou.
Acupuntura: Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito, Zhongji
Ren-3, Ligou F-5, Xuehai B-10, Xialiao Bx-34, Fenglong E-40, Yinlingquan B-9.

EJACULAÇÃO PRECOCE

1. Coração e Rins Não Comunicando


(Yin Xu do Coração e Rins)
Manifestações: Ejaculação precoce, calor nas "5-palmas", tonturas,
transpiração noturna, palpitações, dor lombar, depressão, língua vermelha sem
película, pulso superficial-vazio e rápido.
Prescrições: Zhi Bai Di Huang Wan (Pílula de Anemarrhea,
Phellodendron e Rehmannia), composição: Zhi Mu, Huang Bai, Shu Di, Shan
Zhu Yu, Shan Yao, Fu Ling, Mu Dan Pi, Ze Xie; e Jin Suo Gu Jing Wan (Pílula
___________________________________________________________________ 695
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Aloquete de Ouro para Consolidar a Essência), composição: Sha Yuan Ji Li,
Qian Shi, Lian Xu, Su Zhi Long Gu, Duan Mu Li, Lian Zi.
Acupuntura: Shenmen C-7, Fuliu R-7, Jiuwei Ren-15, Baihui Du-20,
Houxi Id-3 esq. com Shenmai Bx-62 direito, Shenshu Bx-23, Ciliao Bx-32,
Guanyuan Ren-4.

2. Coração e Rins Não Comunicando


(Qi Xu do Coração e Rins)
Manifestações: Ejaculação precoce, tonturas, zumbidos, palpitações,
dor lombar, depressão, tez pálida, língua pálida, pulso fraco.
Prescrições: Gui Pi Tang (Decocção para Restabelecer o Baço) e Jin
Suo Gu Jing Wan (Pílula Aloquete de Ouro para Consolidar a Essência).
Acupuntura: Shenmen C-7, Fuliu R-7, Jiuwei Ren-15, Baihui Du-20,
Houxi Id-3 esq. com Shenmai Bx-62 direito, Shenshu Bx-23, Ciliao Bx-32,
Guanyuan Ren-4.

BAIXA CONCENTRAÇÃO DE ESPERMATOZOIDES

1. Deficiência de Yang do Rim


Manifestações: Baixa concentração de espermatozoides, tonturas,
zumbidos, dor lombar, zona lombar e joelhos frios, urina pálida e frequente,
etc., língua pálida, pulso fraco e profundo.
Prescrição: Variação de Wu Zi Yan Zong Wan (Pílula de Cinco
Sementes para Aumentar a Descendência), composição: Gou Qi Zi, Tu Si Zi,
Wu Wei Zi, Fu Pen Zi, Che Qian Zi; Sang Shen Zi, Fu Zi, Jiu Cai Zi, Lu Ba Zi,
She Chuang Zi, Dang Gui, Xu Duan, Dang Shen, Ba Ji Tian, Lu Jiao Jiao.
Acupuntura: Houxi Id-3 esquerdo com Shenmai Bx-62 direito, Shenshu
Bx-23, Guanyuan Ren-4, Qixue R-13, Dahe R-12, Ciliao Bx-32.

2. Deficiência de Yin do Rim


Manifestações: Baixa concentração de espermatozoides, tonturas,
zumbidos, sensação de calor ao fim do dia, transpiração noturna, dor lombar,
urina escura e escassa, língua sem película, pulso superficial-vazio.
Prescrição: Variação de Sheng Jing Tang (Decocção para Produzir
Essência), composição: Mu Dan Pi, Di Gu Pi, Chi Shao, Bai Shao, Shan Zhu
___________________________________________________________________ 696
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Yu, Lian Qiao, Xia Ku Cao, Chai Hu, Zhu Ye, Fu Ling, Sheng Di Huang, Xuan
Shen, Mai Men Dong, Zhe Bei Mu, Dan Shen, Gou Qi Zi, Yin Yang Huo, Mu Li.
Acupuntura: Guanyuan Ren-4, Lieque P-7 esquerdo com Zhaohai R-6
direito, Yinjiao Ren-7, Qixue R-13, Dahe R-12, Shenshu Bx-23.

3. Estagnação de Qi do Fígado com Deficiência dos Rins


Manifestações: Baixa concentração de espermatozoides,
espermatorreia, tonturas, zumbidos, irritabilidade, zona lombar e joelhos
doridos e frágeis, cansaço, língua com lados vermelhos, pulso teso.
Prescrição: Variação de Zhi Bai Di Huang Wan (Pílula de Anemarrhea,
Phellodendron e Rehmannia), composição: Shu Di, Gou Qi Zi, Tu Si Zi, Shan
Zhu Yu, Lu Jiao Jiao, Shan Yao, Fu Ling, Huang Bo, Zhi Mu, Suan Zao Ren,
Chai Hu, Huai Niu Xi.
Acupuntura: Lieque P-7 esquerdo com Zhaohai R-6 direito, Guanyuan
Ren-4, Qixue R-13, Dahe R-12, Shenshu Bx-23, Taichong F-3.

4. Humidade-Calor no sistema genital


Manifestações: Baixa concentração de espermatozoides, micção difícil
e dolorosa, urina turva, prurido genital, língua com película amarela-viscosa e
pontos vermelhos na raiz, pulso escorregadio e rápido.
Prescrição: Long Dan Xie Gan Tang (Decocção de Gentíana para
Drenar o Fígado), composição: Long Dan Cao, Huang Qin, Shan Zhi Zi, Ze Xie,
Mu Tong, Che Qian Zi, Sheng Di Huang, Dang Gui, Chai Hu, Gan Cao.
Acupuntura: Lieque P-7 esquerdo com Zhaohai R-6 direito, Shuifen
Ren-9, Shuidao E-28, Dahe R-12, Zhongji Ren-3, Sanjiaoshu Bx-22,
Yinlingquan B-9.

5. Estagnação de Qi e estase de Sangue


Manifestações: Baixa concentração de espermatozoides, distensão e
desconforto nos testículos, dor no períneo, dor hipogástrica, hipertrofia da
próstata, língua púrpura, pulso teso ou firme.
Prescrição: Ge Xia Zhu Yu Tang (Decocção para Eliminar a Estase de
Sangue Abaixo do Diafragma), composição: Dang Gui, Chuan Xiong, Tao Ren,
Hong Hua, Wu Ling Zhi, Wu Yao, Yan Hu, Xiang Fu, Chi Shao, Mu Dan Pi, Zhi
Qiao, Gan Cao.
___________________________________________________________________ 697
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Acupuntura: Taichong F-3, Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6
direito, Xuehai B-10, Geshu Bx-17, Siman R-14, Qichong E-30.

BAIXA MOTILlDADE DOS ESPERMATOZOIDES

1. Deficiência de Yang do Rim


Manifestações: Baixa motilidade dos espermatozoides, tonturas,
zumbidos, tez pálida, dor lombar, urina pálida e frequente, língua pálida, pulso
fraco e profundo.
Prescrição: Shu Di, Shan Yao, Gou Qi Zi, Tu Si Zi, Nu Zhen Zi, Han
Lian Cao, Wu Wei Zi, Sang Ji Sheng, Lu Jiao Jiao, Yin Yang Huo, Suo Yang,
Ba Ji Tian, Sha Ren. Gan Cao.
Acupuntura: Houxi Id-3 esquerdo com Shenmai Bx-62 direito, Shenshu
Bx-23, Guanyuan Ren-4, Qixue R-13, Dahe R-12, Ciliao Bx-32.

2. Deficiência de Yin do Rim


Manifestações: Baixa motilidade dos espermatozoides, dor lombar,
tonturas, zumbidos, transpiração noturna, calor nas "5-palmas", rubor malar,
emissão noturna com sonhos, urina escura e escassa, língua sem película,
pulso superficial vazio, rápido.
Prescrição: Er Xian Tang (Decocção dos Dois Imortais), composição:
Xian Mao, Yin Yang Huo, Ba Ji Tian, Dang Gui, Zhi Mu, Huang Bo.
Acupuntura: Lieque P-7 esquerdo com Zhaohai R-6 direito, Guanyuan
Ren-4, Dahe R-12, Yinxi C-6, Taixi R-3, Yinjiao Ren-7.

___________________________________________________________________ 698
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________

A PRÓSTATA

Na tabela seguinte procedeu-se à comparação entre o Útero/ovários e a


próstata/ testículos do ponto de vista da medicina Chinesa.

ÚTERO - OVÁRIOS PRÓSTATA - TESTÍCULOS


- Controla o volume de saída da urina, da bexiga para a
uretra.
- O tecido fibromuscular da próstata representa 30% da
- Tecido muscular do útero massa total de tecido.
- Esta função é mais de um órgão do que uma glândula.
Os ovários produzem óvulos.
- As vesículas seminais produzem o seu próprio fluído
seminal, que nutre e dá volume ao esperma.
- A próstata adiciona o seu próprio fluído prostático a esta
mistura.
- Ovários maturam na - Quase toda a massa da próstata desenvolve-se na
puberdade puberdade em resposta às mudanças hormonais
associadas com a maturação. A próstata praticamente
duplica de volume durante a puberdade.
- Ovários amadurecem - Testosterona atinge o seu limiar durante a adolescência.
durante a adolescência Diminuiu a partir daí, e desce consideravelmente depois
dos 50.
- Alteração de equilíbrio entre - Durante a menopausa masculina ou andropausa verifica-
Ren e Du Mai durante a se um aumento da proporção de estrogénio para
menopausa testosterona, tal como na mulher durante a menopausa a
proporção de testosterona para estrogénio aumenta.

HIPERTROFIA BENIGNA DA PRÓSTATA

O efeito primário da hipertrofia benigna da próstata (HPB) é a diminuição


progressiva da capacidade de esvaziar a bexiga à medida que a próstata se
dilata e exerce pressão sobre a uretra. A urina assim retida por esta obstrução
pode, numa primeira fase, interferir com o sono (nocturia) na medida em que a
pessoa acorda a meio da noite. Noutras ocasiões, a pressão pode tornar difícil

___________________________________________________________________ 699
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
o controlo do fluxo de urina (incontinência). A urina retida na bexiga pode
facilitar o desenvolvimento bacterial e infeção. Pode também retroceder pelos
túbulos renais de volta aos rins e provocar aí uma infeção. Em casos extremos
de retenção urinária, a urina pode mesmo encontrar caminho até ao sangue
(uremia) com consequências tóxicas provocadas pelos produtos azotados.
As manifestações clínicas da hipertrofia benigna da próstata são:
• Sensação de não esvaziamento completo da bexiga
• Micção frequente
• Micção intermitente (que para e recomeça ou às pinguinhas)
• Dificuldade em adiar a micção
• Jato de urina fraco
• Necessidade de fazer esforço para conseguir urinar
• Micção noturna

Patologia
BIAO: Estase de Sangue, Humidade, Flegma, estase de Jing.
BEN: Deficiência dos Rins (Yang ou Yin), deficiência do Baço, Fígado.
Canais: Du Mai, Ren Mai, Chong Mai, Fígado, Bexiga.
Canais de Conexão (Luo) de Sangue: A estase de Sangue na próstata
verifica-se nos canais de conexão Luo de Sangue. São necessárias plantas
que "penetrem o Luo" (tong Luo) tais como: Lu Lu Tong, Tong Cao, Ju Luo, Si
Gua Luo, Lou Lu.

Estratégia farmacológica/herbal:
♦ Revigorar o Sangue: Lu Lu Tong, Wang Bu Liu Xing, Mu Dan Pi.
♦ Dissipar a Humidade: Yi Yi Ren, Bi Xie, Shi Wei, Hai Jin Sha, Tian
Kui Zi.
♦ Dissipar a Flegma: Zhe Bei Mu, Ban Xia, Xia Ku Cao, Dan Nan Xing,
Si Gua Luo.
♦ Amaciar: Yi Yi Ren, Zhe Bei Mu, Kun Bu.
♦ Dissipar o Calor-Tóxico: Bai Hua She She Cao, Shan Dou Gen, Tian
Kui Zi.
♦ Penetrar o Luo: Lu Lu Tong, Tong Cao, Ju Luo, Si Gua Luo, Lou Lu.
♦ Abrir os Oríficios (da Mente): Shi Chang Pu.

___________________________________________________________________ 700
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________

Acupuntura:
♦ Du Mai: Houxi Id-3 esquerdo com Shenmai Bx-62 direito.
♦ Ren Mai: Lieque P-7 esq. com Zhaohai R-6 direito, Qugu Ren-2,
Zhongji Ren-3.
♦ Chong Mai: Gongsun B-4 esq. com Neiguan Pc-6 dir., Siman R-14,
Qichong E-30.
♦ Canal do Fígado: Ligou F-5, Dadun F-1, Taichong F-3.
♦ Pontos Shu-Posteriores: Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34.
♦ Humidade-Flegma: Fenglong E-40, Yinlingquan B-9, Sanjiaoshu Bx-
22,
♦ Shuidao E28, Chongji Ren-3, Shimen Ren-5.
♦ Estase de Sangue: Taichong F-3, Xuehai B-10, Geshu Bx-17, Siman
R-14.

1. Estase de Sangue
Manifestações: Diminuição do fluxo de urina, nocturia, dor hipogástrica,
dor no perineu, língua púrpura, pulso teso, rugoso ou firme; pulso da próstata
teso (xian).
Prescrição: Hu Po Si Wu Tang (Decocção das Quatro Substâncias com
Succinum), composição: Shu Di, Bai Shao, Chuan Xiong, Dang Gui, Tao Ren,
Hong Hua, Niu Xi, Dan Shen, Chuan Shan Jia (substituir por Zhe Bei Mu), Rou
Gui, Hu Po, Wang Bu Liu Xingo
Acupuntura: Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34, Ligou F-5, Gongsun B-4
esquerdo com Neiguan Pc-6 direito, Xuehai B-10, Geshu Bx-17, Sanjiaoshu Bx-
22, Taichong F-3, Dadun F-1, Qugu Ren-2, Siman R-14.

2. Humidade-Flegma
Manifestações: Micção difícil e dolorosa, micção intermitente, urina
turva, sensação de peso no hipogástrico e períneo, língua inchada com película
viscosa, pulso escorregadio; pulso da próstata escorregadio.
Prescrição: Cang Fu Dao Tan Wan (Pílula de Atractylodes-Cyperus
para Conduzir a Flegma), composição: Cang Zhu, Fu Zi, Ban Xia, Chen Pi, Fu
Ling, Dan Nan Xing, Zhi Shi, Gan Cao, Yi Yi Ren, Huang Bo.

___________________________________________________________________ 701
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Acupuntura: Lieque P-7 esq. com Zhaohai R-6 direito, Shuidao E-28,
Sanjiaoshu Bx-22, Chongji Ren-3, Shuifen Ren-9.

3. Deficiência de Yang do Rim e Baço


Manifestações: Urina pálida e frequente, ligeira incontinência, urgência
de urinar, sensação de frio nas pernas e joelhos, dor lombar, tonturas,
zumbidos, cansaço, depressão, fezes moles, língua pálida, pulso profundo e
fraco.
Prescrição: Huang Qi, Dang Shen, Shan Yao, Xu Duan, Sang Ji Sheng,
Fu Ling, Ze Xie, Mu Dan Pi, Wu Yao, Fu Pen Zi.
Acupuntura: Pishu Bx-20, Shenshu Bx-23, Houxi Id-3 esquerdo com
Shenmai Bx62 direito, Guanyuan Ren-4, Zhongji Ren-3, Qixue R-13, Dahe R-
12, Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34.

4. Deficiência de Yin do Rim e Fígado


Manifestações: Dificuldade urinária, urina escura, frequente mas
escassa, transpiração noturna, calor nas "5-palmas", dor lombar, tonturas,
zumbidos, língua sem película, pulso superficial-vazio.
Prescrição: Zhi Bo Di Huang Wan (Pílula de Anemarrhea,
Phellodendron e Rehmannia), composição: Zhi Mu, Huang Bo, Shu Di, Shan
Zhu Yu, Shan Yao, Fu Ling, Mu Dan Pi, Ze Xie, mais Yi Yi Ren, Shi Wei, Gou
Qi Zi.
Acupuntura: Guanyuan Ren-4, Qixue R-13, Lieque P-7 esquerdo com
Zhaohai R-6 direito, Yinjiao Ren-7, Zhongji Ren-3, Ciliao Bx-32, Sanyinjiao B-6.

5. Estase de Jing
Manifestações: Dificuldade urinária, diminuição do fluxo de urina,
nocturia, dor hipogástrica, dor lombar e períneo, emissões seminais, corrimento
uretral, língua púrpura, pulso teso, rugoso ou firme; pulso da próstata teso
(xian).
Prescrição: Variação de Huo Xue Tong Jing Tang (Oecocção para
Ativar o Sangue e Libertar os Canais), composição: Dang Gui, He Shou Wu, Yi
Mu Cao, Ji Xue Teng, Chuan Niu Xi, Gou Qi Zi, Xue Jie, Pu Huang, Tao Ren,
Wang Bu Liu Xingo
Acupuntura: Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito,
___________________________________________________________________ 702
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Taichong F-3, Dadun F-1, Zhongji Ren-3, Siman R-14, Zigong (extra), Ciliao
Bx-32.

6. Estagnação de Qi do Fígado com Humidade-Flegma


Manifestações: Dificuldade urinária, retenção de urina em situações de
stress, distensão hipogástrica, irritabilidade, urina turva, sensação de peso
hipogástrico e perineal, língua vermelha nos lados, inchada e com película
viscosa, pulso teso e escorregadio; pulso da próstata teso (xian).
Prescrição: Shu Gan San Jie Fang (Decocção para Suavizar o Fígado e
Soltar a Tensão), composição: Chai Hu, Dan Shen, Chi Shao, Dang Gui, Chuan
Niu Xi, Mu Li, Xuan Shen, Zhe Bei Mu, Xia Ku Cao, Hai Zao, Kun Bu, Hai Fu
Shi.
Acupuntura: Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito,
Taichong F-3, Ligou F-5, Shenting Du-24, Jiuwei Ren-15, Siman R-14, Zhongji
Ren-3, Yinlingquan B-9, Fenglong E-40, Shuidao E-28.

PROSTATITE

1. Humidade-Calor no Aquecedor Inferior


Manifestações: Dor aguda ao urinar, micção frequente e urgente,
dificuldade urinária, dor genital irradiando para a virilha, febre, dor de cabeça,
dores no corpo, aversão ao frio, língua vermelha com película amarela-viscosa
na raiz, pulso escorregadio e rápido.
Prescrição: Wang Bu Liu Xing, Huang Bo, Bai Jiang Cao, Pu Gong
Ying, Chi Shao, Yan Hu Suo, Mu Dan Pi, Jiao Ci, Mu Xiang, Gan Cao.
Acupuntura: Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34, Sanjiaoshu Bx-22, Zhongji
Ren-3, Henggu R-11, Qugu Ren-2, Yinlingquan B-9, Shuidao E-28, Quchi Ig-
11.

2. Deficiência dos Rins com Humidade-Calor no Aquecedor Inferior


Manifestações: Dorido crónico ao urinar, micção frequente e urgente,
dificuldade urinária, dorido genital irradiando para a virilha, dor lombar,
tonturas, zumbidos, língua com película amarela-viscosa na raiz, pulso
escorregadio e fraco.
Prescrição: Wang Bu Liu Xing, Huang Bo, Chi Shao, Yan Hu Suo, Mu
___________________________________________________________________ 703
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
Dan Pi, Jiao Ci, Mu Xiang, Gan Cao, Tu Si Zi, Gou Qi Zi.
Acupuntura: Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34, Sanjiaoshu Bx-22, Zhongji
Ren-3, Henggu R-11, Qugu Ren-2, Yinlingquan B-9, Shuidao E-28, Quchi Ig-
11.

PROSTATITE CRÓNICA

A prostatite é uma inflamação da próstata que pode originar dores


consideráveis, enquanto a hipertrofia benigna da próstata pode não implicar
nenhuma dor (apenas algum desconforto). A prostatite é relativamente comum
no homem adulto sendo classificada em quatro tipos. Apenas 5 por cento de
todos os casos, no máximo, consistem de prostatite bacteriana aguda ou
crónica. A prostatite não-bacteriana inclui 64 por cento dos casos e a
prostatodinia (ou prostatalgia) inclui cerca de 31 por cento das situações.
Prostatite aguda resulta de uma infeção bacteriana, normalmente de
Escheríchía colí, e começa tipicamente com febre, arrepios e outros sintomas
usuais de uma infeção bacteriana. Dores na região lombar e perineal são
características, assim como dificuldade e/ou dor urinária, aumento da
frequência urinária, etc. A prostatite aguda é geralmente comum em homens
jovens sexualmente ativos, atividade que pode estar na própria origem da
infeção, especialmente no caso de múltiplos parceiros sexuais. O tratamento
inclui antibióticos e é normalmente eficaz.
Prostatite crónica pode estar relacionada com tratamento ineficaz da
prostatite aguda ou pode desenvolver-se por si mesma. Envolve
frequentemente infeções menores da próstata recorrentes com a mesma
estirpe de bactérias. Sintomas incluem micção frequente e dolorosa e nocturia.
Cálculos formados de componentes urinários são normalmente encontrados
nos canais prostáticos, causando refluxo de urina nestas zonas. Os antibióticos
falham como forma de tratamento no caso de prostatite crónica devido ao facto
de não conseguirem eliminar a bactéria que se encontra nos cálculos, havendo
portanto uma fonte constante de reinfeção.
Outro fator geralmente encontrado é a ausência de zinco no fluído
prostático. Este é produzido continuamente e contem um potente fator
antibacteriano que inclui zinco livre como ingrediente mais ativo. Homens com
níveis baixos de zinco no fluído prostático são particularmente propensos a
___________________________________________________________________ 704
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
prostatite crónica.
Prostatite não-bacteriana é a mais comum das patologias da próstata.
É caracterizada por um número e atividade de células inflamatórias na próstata
invulgarmente elevados. A inflamação resultante assemelha-se à encontrada
na prostatite crónica, embora não exista nem história de infeção, nem as
culturas (de bactéria) deem resultado positivo. Para além dos sintomas
encontrados nas infeções bacterianas, dor e desconforto pós-ejaculatória são
típicos desta forma de prostatite. Os tratamentos médicos convencionais não
produzem bons resultados. Em alguns casos a abstenção de álcool e de
alimentos picantes pode ajudar.
Prostatodinia (ou prostatalgia), que é mais comum em homens jovens e
de meiaidade, apresenta muitos sintomas semelhantes à prostatite crónica,
mas carece do número excessivo de células inflamatórias. Dor e/ou
desconforto na virilha, períneo, testículos, zona lombar e pénis caracterizam
esta condição. Isso resulta de espasmos dos músculos lisos na porção
prostática da uretra e no pescoço da bexiga. O subsequente refluxo de urina
para os canais prostático e ejaculatório dá origem a uma inflamação
quimicamente induzida. Fadiga nos músculos da região pélvica e stress
emocional parecem ser fatores contribuintes fortes da prostatodinia ou
prostatalgia.
O cancro da próstata, em 1995, atingiu um em cada seis homens
americanos. Através de autópsia constata-se que entre 10 a 30 por cento dos
homens com mais de 50 anos tem algumas células malignas na próstata,
número que aos 90 anos, se aproxima dos 100 por cento. Aspetos ambientais
e alimentares parecem ser fatores causativos principais. Os sintomas de
cancro da próstata podem ser muito parecidos com os da hipertrofia benigna
da próstata ou com as quatro formas de prostatite. Frequentemente, o cancro
da próstata não apresenta mesmo nenhum sintoma.
Apenas a examinação médica é útil no diagnóstico do cancro da
próstata, em particular o novo teste sanguíneo do antigénio específico
prostático, conhecido por PSA (acrónimo de prostatic specific antigen). No
entanto, mesmo o teste PSA dá origem a muitos resultados falsos tanto
positivos como negativos.

A patologia da prostatite crónica em medicina Chinesa é a seguinte:


___________________________________________________________________ 705
ESMOT
Acupuntura
______________________________________________________________________
1. Humidade-Calor no Aquecedor Inferior
Manifestações: Dor aguda ao urinar, micção frequente e urgente,
dificuldade urinária, dor genital irradiando para a virilha, febre, dor de cabeça,
dores no corpo, aversão ao frio, língua vermelha com película amarela-viscosa
na raiz, pulso escorregadio e rápido.
Prescrição: Wang Bu Liu Xing, Huang Bo, Bai Jiang Cao, Pu Gong
Ying, Chi Shao, Yan Hu Suo, Mu Dan Pi, Chuan Shan Jia, Jiao Ci, Mu Xiang,
Gan Cao.
Acupuntura: Ciliao Bx-32, Xialiao Bx-34, Sanjiaoshu Bx-22, Zhongji
Ren-3, Henggu R-11, Qugu Ren-2, Yinlingquan B-9, Shuidao E-28, Quchi Ig-
11, Gongsun B-4 esquerdo com Neiguan Pc-6 direito (Chong Mai).

2. Deficiência de Qi dos Rins com Humidade


Manifestações: Dificuldade urinária crónica, urina turva, micção
frequente, urgente e dolorosa, corrimento esbranquiçado no fim da micção,
dorido genital irradiando para a virilha, dor lombar, língua pálida, pulso
empapado (fraco-superficial/ru).
Prescrição: Bi Xie, Tu Si Zi, Niu Xi, Fu Ling, Ze Xie, Che Qian Zi, Wu
Yao, Shi Chang Pu, Ma Pian Cao, Gan Cao, Sha Yuan Zi, Yi Zhi Ren, Shan
Yao.
Acupuntura: Ciliao Bx-32, Guanyuan Ren-4, Zhongji Ren-3, Shuidao E-
28, Houxi Id-3 esquerdo com Shenmai Bx-62 direito (Ou Mai), Yinlingquan B-9,
Fuliu R-7, Sanjiaoshu Bx-22, Shenshu Bx-23, Pishu Bx-20.

___________________________________________________________________ 706
ESMOT