Você está na página 1de 6

QUESTIONÁRIO DE CIÊNCIAS POLÍTICAS E TEORIA GERAL DO ESTADO

TRABALHO VALENDO 3,0 PONTOS PARA PROVA DE P-1


1-Por que precisamos estudar ciências políticas e teoria geral do estado?

Ciência política abrange, diversos campos como a teoria e a filosofia política , os sistemas
políticos , ideologia ,economia ,política ,geopolítica ,geografia política e analise de politicas
públicas e politica , a ciência politica faz parte de formação do estudante de direito para
enfrentar esse tipo de problema. Ciências política estuda, fenômeno do estado, e o exercício da
racionalização do poder através da racionalização, da investigação da legitimidade das classes
sociais, nas quais o poder esta argumentado
2-Historicamente quais os pensadores que iniciaram o estudo do fenômeno político?
Fenômenos da politica, são candidatos por um motivo ou por outro , seja por sua irreverencia
ou por caírem no gosto popular ,”estouram” as urnas de votos em uma única eleição. Portanto
os fenômenos políticos permanecem , conseguem suas reeleições ou aproximam a quantidade
de votos que já obtiveram . já os fenômenos da politica tem o seu momento de estrelismo ,
somente em uma eleição .
3 -Dê os conceito de política.
É o estudo dos sistemas políticos, das organizações políticas e dos processos políticos . envolve
o estudo da estrutura de mudanças e do processo de governo- ou qualquer sistema
equivalente .política é a ciência da governação de um estado ou nação etambém uma arte de
negociação para compatibilizar interesses. O sistema politico é uma forma do governo que
engloba instituições politicas para governar uma nação .
4 - Qual o objeto de estudo da ciência política?
Ciência política é reconhecida nas universidades como forma de combater a corrupção nos
partidos políticos. Ciência politica é a ciência que tem como objetivo, o estudo dos fenômenos
políticos , que são os acontecimentos que visam a aquisição , a manutenção e o exercício do
poder político e isto chama – se fatos políticos. Um estado para além dos seus três elementos
acima distingue ordens de soberania a saber: estado soberano, estado semisoberano , estado
não soberano. Quanto ao seu grau de soberania , há ainda as competências que são as três
capacidades que um estado tem que ter o seu grau de soberania .
1 jus beli-capacidade para declarar e fazer a paz
2-jus tractum- capacidade para fazer tratados
3-jus legation- capacidade de se fazer representar
As principais funções do estado são 3 a (promover a justiça ) b (promover a segurança ) c
promover o bem – estar econômico e social .
5-Quais as razões para que levam alguns pensadores a duvidar da validade da ciência política?
O estado se constitui essencialmente de um grupo de indivíduos , organizados
permanentemente . denomina se sociedade politica porque tem sua organização hierarquizada
na forma de governo e governados determinada por normas do direito positivo, e tem
comofinalidade a construção do bem comum. A ciência politica, como todas as ciências
humanas que se desenvolveram no interior da faculdade de filosofia, ciências e letras da
universidade de são Paulo, como era então denominada por ocasião de sua fundação ,teve a
sua marca francesa ,não se configurou de inicio como ciência , nem possui a luz própria.
Historia e filosofia eram também ensinamentos fundamentais . além da historia e da filosofia
em geral , aprendia se historia da filosofia e psicologia em social . apesar dessa maneira mais
teórica e filosófica de se aproximar das ciências sociais , em geral, e da politica, em particular ,o
brasil não era esquecido.
6-Aponte a principal diferença entre ciência e filosofia.
A ciência ( do latim scientia , conhecimento)e o conjunto de informações sobre realidades
acumuladas pelas varias gerações de investigadores depois de devidamente validadas e
comprovada pelo método científico . também se designa por ciência o processo de
reconhecimento de informações sobre a realidade.
A filosofia é uma execulação sobre a verdade e a natureza da verdade e do universo . não é
necessariamente religiosa ou metafisica , mas quase todas as opções de fé (inclusive as não
teístas) costumam se interessar bastante em argumentações filosóficas.
7 O que é o Tridimensionalismo como conceito de ciência política?
Ciência segundo inumeráveis autores , a tomada de determinada ordem de fenômenos em
cuja pluralidade buscapríncipio de unidade , investigando o processo evolutivo por
consequência de estudos filosóficos. tridimensionalismo do direito tem como teoria
estruturalista , relativamente moderna na ideia de uma declinidade entre tais elementos de
dimensões , tridimensional do direito.
8 Quais as diferenças entre ciências políticas e teoria geral do estado?
Teoria geral do estado se constitui em concentração de todos os poderes , na forma da lei e
força para governar , constitui grupo de indivíduos organizados – se sociedade política . o
estado descrito por Maquiavel era o estado de soberania ou do soberano , antes de ser estado
da nação do povo já ciência politica seria o conhecimento racional de uma realidade politica
9 Mostre a influência da ciência política e o direito constitucional.
Direito constitucional tem por sua vez disciplina estruturalmente formativo para o fundamento
da politica jurídica direito constitucionais e ciência afins ciência politica e teoria do estado
estão pertinentes as questões politicas , históricas , econômicas e sociais de relevante estresse
para a doutrina do dir eito constitucional trazendo facilidades pedagógicas e metodológicas .
direito constitucional conjunto de normas de elementos não jurídicos . já a ciência politica
conhecimento ordenado racional , objeto e metódico de uma realidade política
10 ciência política e economia.
Ciência política e economia são ciências sociais . a ciência politica na teoria e na prática,
emboraestudos seja de como os recursos são produzidos e distribuídos . ciência política trata
de variedade de tópicos relacionados a política e a ligação entre ciência politica e economia
estão nos aspectos práticos do governo. Podendo haver uma conexão política , dentro do
contexto do país colocando peso na economia fiscal um fornecendo sustentabilidade ao outro .
11 ciência política e historia.
É colocado de uma forma mais específica é o que engloba a ciência política por caráter
generalizado e específico . já a ciência política pode ser, generalizada de um contexto histórico
de forma metódica mais aprofundada
12 a sociologia é uma ameaça para a ciência politica ?
A política, como área do pensamento , é de remota tradição , englobaremos os filósofos da
política , os pensadores políticos , outros estudiosos da área das ciências sociais que iniciaram
um estudo sistemático do fenômeno político , a exemplo de Aristóteles , PLATAO ,santo
agostinho ,MAQUIÁVEL , HOBBES e tantos outros , no geral ciência politica requer um
conhecimento especifico da denominação da ciência politica , com desdobramentos nos países
desenvolvidos de então EUROPA OCIDENTAL chegando em seguida aos países do terceiro
mundo ..a ciência política preenche uma função essencial , que é de ajudar os cidadãos a
adquirir melhor compreensão dos fenômenos políticos e , assim exercerão maior influência
sobre a comunidade e sua sociedade. Quanto ao estudioso , a ciência política reserva
umavaliosa gama de referências teóricas , pois não há produção científica sem teoria , e o
pensamento político clássico e contemporâneo , fornece ferramentas importantes para
entender e explicar o complexo mundo social. Para Darcy Azambuja , o objetivo moral da
ciência política é a procura da verdade.
Conceito – ciência política é o estudo da política, dos sistemas políticos , das organizações
políticas e dos processos políticos. Disciplina , que dedica – se aos estudos dos fenômenos
políticos . avançando sobre esta definição básica, podemos associar a ciência política ao campo
de estudos sobre governo , em todos os níveis , suas instituições e atores (políticos).
13 conceito de sociedade .
Sociedade é o conjunto de seres que convivem de forma organizada . a palavra vem do latim
societas , que significa “ associação amistosos com outros”. O conceito de sociedade pressupõe
uma convivência a atividade conjunta do homem ordenada , ou organizada conscientemente ,
sociedade humana é uma autoridade política a leis e normas de condutas organizadas e
governados por entidades . o termo sociedade pode se referir a um sistema institucional ,
formado por sócios que participam na capital de uma empresa , por , sociedade anômina,
sociedade civil e sociedade por cotas , etc.
14 qual a origem das sociedades?
Muitos pensadores , filósofos , cientistas e outros sempre buscaram forma de explicar a origem
da sociedade , assim esbarramos em teoria mais diversas.Contratualista - trata de sociedade e
de sua origem , podemos observar que há no ser humano uma vontade ou necessidade que é
viver em grupo por desejo , por necessidade , por segurança , etc.
Naturalismo- essa teoria vem da necessidade natural do homem de viver em grupos , tendo
explicação básica a sua condição mais remota .na Grécia , com Aristóteles : “ o homem é
naturalmente um animal político “. Para ele somente um individuo ou superior ao outro
homem teria a vontade de viver em completo isolamento .
Aristóteles – ainda acrescenta que os outros animais vivem em agrupamentos , mas o homem ,
por ter a noção do bem e do mal , do justo e do injusto organiza seus agrupamentos, mas tudo
esta na necessidade natural do homem .
Contratualismo - com o poder do raciocínio e da inteligência o homem sempre evoluiu ao
longo do termo e essa evolução não tem parada. o contratualismo nasce em THOMAS
HOBBEES , em 1651 , com a publicação da sua obra “ o leviatã” , na visão de HOBBES , o
homem vive em um estaod natural, referindo - se aos primórdios dos tempos.
Hobbes afirma que o homem é um ser perigoso se deixado em estado natural , pois é egoísta
luxurioso e inclinado a agredir seu próximo , assim ele necessita submeter suas paixões á razão
“ na guerra de todos contra todos “ pois cada um teria o temor de ser atacado pelo outro.
15 quais os tipos de sociedade.
O novo código civil , LEI NUMERO 10.406 DE JANEIRO DE 2002 , define os vários tipos de
sociedadesSociedade em comum- são sociedades que ainda não tem seus atos constitutivos na
junta comercial, regidas pelo código civil e pelas normas das sociedades simples.
Sociedade em conta de participação – forma entre sócio ostensivo , uma empresa e os sócios
participantes , investidores , para a realização de um determinado negócio.
Sociedade simples- são as denominadas anteriormente da sociedade e são constituídas com a
finalidade de prestação de serviços.
sociedade em nome coletivo – são sociedades unicamente por pessoas físicas , sendo que os
sócios respondem solidariamente e ilimitadamente pelas obrigações da sociedade
sociedade cooperativa – reger se á pelo disposto no novo código civil , ressalva a legislação
especial.
16 como se forma o estado na antiguidade?
Numerosas e variadas teorias tentam explicar a origem do estado, e todas elas contradizem nas
suas premissas e nas suas conclusões.
A história do Estado no ocidente geralmente começa com a antiguidade clássica – durante esse
período , o estado teve uma variedade de formas , nenhum deles parece muito com o
moderno estado. Houve monarquias cujo poder ( tal como o do Egito dos Faraós ) foi baseado
na função religiosa do rei e do seu controle de um exército centralizado , também vieram na
antiguidade clássica inovações como na cidade – estados e a república romana
17 quais as características do estado antigo?
As formas do estado são maneiras pelo qual o estado organiza sua população , oterritório e
estrutura , o seu poder relativamente a outros de igual espécie (poder político : soberania e
autonomia ) que a ele ficarão coordenados ou subordinados . o estado como estrutura de
denominação a organização política das sociedades com os seguintes elementos constitutivos ;
delimitação territorial , ordem jurídica e administrativa á qual todos que nele encontram
devem-se submeter monopólio da violência legítima e de coordenação de impostos .
18 o que é direito consuetudinário?
É o direito que surge dos costumes de uma certa sociedade , não passado por um processo
formal de criação de leis, onde um poder legislativo cria leis , emendas constitucionais ,
medidas provisórias etc. no direito consuetudinário , as leis não precisam necessariamente
estar num papel ou serem sancionadas ou promulgadas . os costumes transformam –se nas
leis.
19 quais as características do estado medieval?
O Estado medieval caracteriza pela descentralização e fragmentação do poder entre os
chamados feudos .teoricamente , o. rei exercer o poder sobre todo o reino , mas na prática ,
não, porque os senhores feudais tem o mesmo poder que ele . exemplos : o rei pode
promulgar leis , mas um senhor feudal também pode e um rei pode ter o exercício , mas o
senhor feudal também pode ; um rei pode ter o exercício , mas o senhor feudal também
pode .
20 Definição do Estado moderno.
Estado designa “conjunto das instituições ( governos , forças armadas , funcionalismo
públicoetc.) que controlam e administram uma nação.’’ pois soberano , com estrutura própria e
politicamente organizada.
21 quem foi maquiável e sua importância para a criação do Estado moderno?
Na abordagem em que encontramos em o príncipe, Maquiavel inaugura a ciência política ,
passa a ter controle de uma ciência autônoma se parada da moral e da religião medievais . a
condição da ITALIA , consulvionada por crises politicas , ameaças externas e ausência da
unidade nacional, , influência diretamente em o príncipe . ao descrever o processo do estado
moderno através do absolutismo Maquiavel não se ocupa da moral , diferentemente de
Aristóteles , para Maquiavel , o Estado não tem como função principal assegurar a felicidade e
a virtude . ao contrário do pensamento medieval , este Estado não é mas preparação dos
homens para o reino de DEUS . o Estado passa a ter sua própria dinâmica , faz a politica , segue
sua técnica e faz suas leis
22 defina soberania estatal.
Soberania refere-se á entidade que não conhece superior na ordem externa nem igual na
ordem interna . a soberania se manifesta principalmente , pela constituição de estabelecer as
pautas fundamentais do comportamento humano. Tal disparidade parece aumentar a cada dia
diante da nova realidade que se apresenta , a realidade do mundo “globalizado’’.
23 características do estado Hobbesiano.
Defensor do absolutismo estatal do rei Thomas Hobbes cria uma teoria que fundamenta a
necessidade de um estadosoberano como forma de manter a paz civil. As doutrinas políticas
existentes não estavam solucionado ao problema do entendimento entre os homens, ou seja
garantindo a efetividade, de sua convivência pacífica em sociedade.
Hobbes inicia a sua argumentação com a premissa de que no estado de natureza todos os
homens são movidos pelo instinto de conversação . a luta pela sobrevivência instaura a guerra
de todos contra todos.
24 como se da o contrato de Hobbes?
Na obra de Hobbes , o estado é analogicamente comparado ao corpo humano ; tanto que
denominou –o de “ corpo artificial’’ ... o significado de conceitos firmados por Hobbes como
“Estado de natureza’’ “contrato social’ é um breve comentário como se operou a transição do
Estado de natureza á vida governada, levada em consideração do autor.
JEAN JACQUES ROUSSEAU – questionava porque o homem vive em sociedade e porque se priva
de sua liberdade . ROUSSEAU diz que a liberdade esta inerente na lei livremente aceita.
25 conceito de jusnaturalismo.
Jusnaturalismo é a corrente tradicional do pensamento jurídico , que sustenta a existência de
um direito natural superior ao direito positivo .o Jusnaturalismo moderno(idade moderna)
elege ,a reta razão como guia de ações humanas.
26 qual a mudança do Estado moderno liberal ?
O Estado liberal , há uma decisão de suas bases teóricas lançadas por Locke e Montesquieu ,
caracterizou-se pela difusão da idéia e dos direitos fundamentais , da separação de poderes
,bem como do império das leis próprias do movimento, que impulsionaram o mundo ocidental.
Nesse paradigma – o do estado liberal – há uma divisão de bem evidente entre o que é público,
ligado as coisas do estado ( direitos a comunidade estatal : cidadania , segurança jurídica ,
representações políticas etc. ) e o privado , momento , a vida , a liberdade , a individuabilidade
familiar , a propriedade , o mercado ( trabalho e emprego capital)etc.
27 explique o “ estado de natureza ‘’.
Segundo Hobbes , os homens podem todas as coisas e, para , tanto utilizam – se de todas as
coisas e para tanto utilizam –se de todos os meios para atingi-los . conforme esse autor , os
homens são maus por natureza ( o homem é o lobo do homem) , pois possuem um poder de
violência ilimitado , os homes hoje em dia estão cada vez mais egoísta , pensando em si próprio
, as vezes passando por cima de pessoas para conseguir algo , um homem só se impõe a outro
pela força ;a posse de algum objeto não pode ser dividida ou compartilhada .
28 como era o estado de natureza para Locke?
Para Locke , o estado de natureza é um estado de igualdade , em que os homens tem a perfeita
liberdade de regular suas ações e dispor seus bens , conforme acharem conveniente dentro
dos limites da lei da natureza , sem pedir permissão ou depender da vontade qualquer outro
homem.
Portanto o estado de natureza não é um estado necessariamente ruim de “guerra de todos
contra todos’ ’mas sim um estado deigualdade em noções naturais de justiça.
29 quais os direitos fundamentais inaugurados por Locke ?
De certa forma os direitos fundamentais , principalmente os indivíduos , colocam em posição
de antagonismo com o estado , dão a ele a particularidade necessária para o desenvolvimento
de suas personalidades. Por conta desta características , visivelmente vislumbrada nos direitos
fundamentais individuais , justamente a característica que lhes dê a feição contra o próprio
poder do estado, o eminente Gilmar Ferreira mendes os denomina de “clasulas de bloqueio ‘’.
Essa concepção de direitos fundamentais - apesar de ser pacífico na doutrina o
reconhecimento de diversas outras – ainda continua ocupando lugar de destaque na aplicação
dos direitos fundamentais.
30 como se constitui uma sociedade civil segundo Locke?
Sendo todos os homens , como já disse naturalmente livres e independentes , ninguém pode
ser oposto fora do estado ao poder político doutro sem o seu próprio consentimento . o único
meio por onde qualquer se priva da sua liberdade natural , e se liga á sociedade civil , e
convindo com outros homens em se ajuntar e unir uma sociedade civil, a fim de haver paz e
segurança , paz e sossego entre eles e obterem um gozo de suas propriedades que não
pertence a mesma sociedade . isto qualquer número de homens o pode fazer ; pois que não
prejudica a liberdade dos outros , os quais se deixam na mesma liberdade do estado natural
que estavam.