Você está na página 1de 9

L I S TA D E E X E R C Í C I O S 27

Q U Í M I C A G E R A L - M Ó D U LO 0 9
GASES: TRANSFORMAÇÕES GASOSAS, PROPRIEDADE DOS GASES, EQUAÇÃO GERAL
DOS GASES PERFEITOS, TEORIA CINÉTICO MOLECULAR DOS GASES E VOLUME
MOLAR
Dessa lista estão resolvidos em vídeo os exercícios: Ao se introduzir uma bolha de gás na base do cilindro,
2, 3, 6, 7, 9, 11, 13, 14, 16, 18, 19, 23, 24, 28, ela inicia sua ascensão ao longo da coluna de líquido,
31 e 33. à temperatura constante. A pressão interna da bolha e
Acesse: www.quimicaemacao.com.br para assistir a pressão a que ela está submetida, respectivamente,
a resolução ou clique no link abaixo da questão.
a) aumenta e diminui.
01 - (UFU MG) b) diminui e diminui.
Em uma atividade experimental o professor pegou c) aumenta e permanece a mesma.
duas garrafas PET vazias e colocou bexigas cheias na d) permanece a mesma e diminui.
boca de cada uma delas. Em seguida, colocou uma das e) diminui e permanece a mesma.
garrafas em uma bacia com água quente e a outra em
uma bacia com água fria. Um dos balões murchou e o http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1576-l27-q
outro ficou mais cheio.Sobre estes fatos, assinale a uestao-02
alternativa correta.
03 - (UFG GO)
a) O balão que murchou foi colocado em água O processo contínuo da respiração consiste na expan-
quente, pois o aumento da temperatura causou são e contração de músculos da caixa torácica. Sendo
uma contração dos gases da bexiga. um sistema aberto, quando a pressão intra-alveolar é
b) O balão que ficou mais cheio foi colocado em água menor que a atmosférica, ocorre a entrada do ar e os
quente, devido ao aumento da temperatura do sis- pulmões expandem-se. Após as trocas gasosas, a pres-
tema e à expansão dos gases presentes na bexiga. são intra-alveolar aumenta, ficando maior que atmosfé-
c) O volume do balão que foi colocado em água fria rica. Assim, com a contração da caixa torácica, os ga-
diminuiu, porque a pressão do sistema aumentou, ses são expirados. Considerando a temperatura inter-
reduzindo o choque das partículas de gás com as na do corpo humano constante e igual a 37,5ºC, o gráfi-
paredes do balão. co que representa os eventos descritos é:
d) Em qualquer um dos casos, o volume dos balões
foi alterado, porque o tamanho das partículas de
gás foi modificado. a. b.

02 - (UFG GO)
Analise o esquema a seguir.

c. d.

e.

88
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1577-l27-quest “Sob temperatura constante, o volume ocupado por
ao-03 determinada massa gasosa é inversamente proporcio-
nal à sua pressão.” (Lei de Boyle)
04 - (FMJ SP) “Sob pressão constante, o volume ocupado por uma
A figura apresentada a seguir descreve o processo da determinada massa gasosa é diretamente proporcional
respiração à sua temperatura absoluta.” (Lei de Charles)
a) Associe as transformações A → B; B → C e C → D
às Leis correspondentes. Justifique sua resposta.
b) Esboce os gráficos dessas transformações, mostran-
do as grandezas que sofrem variações e identifican-
do a(s) que permanece(m) constante(s).

06 - (UFJF MG)
Um balão de borracha, do tipo usado em festas de ani-
(www.qmc.ufsc.br)
versário, foi enchido com um determinado volume de
gás, à temperatura de 25ºC sob pressão constante. Se
Na respiração, a lei de Boyle pode ser observada. À
este balão for colocado por algumas horas numa gela-
temperatura constante, na etapa da
deira, pode-se afirmar que:
a) inalação, o diafragma se expande deixando o
a) se a temperatura cair pela metade, o volume
volume do pulmão maior. Como o produto PV deve
diminui na mesma proporção.
ser constante, a pressão interna do pulmão dimi-
b) ocorre uma transformação isocórica.
nui.
c) a densidade do gás diminui.
b) inalação, o diafragma se expande deixando o
d) ocorre uma transformação isotérmica.
volume do pulmão menor. Como o produto PV
e) o volume do balão aumenta.
deve ser constante, a pressão interna do pulmão
aumenta.
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1578-l27-q
c) inalação, o diafragma retrai deixando o volume do
uestao-06
pulmão menor. Como o produto PV deve ser cons-
tante, a pressão interna do pulmão aumenta.
07 - (UFAC)
d) exalação, o diafragma se expande deixando o
Mergulhadores devem ficar atentos aos efeitos de pres-
volume do pulmão maior. Como o produto PV deve
são, principalmente em cavidades do corpo que con-
ser constante, a pressão interna do pulmão dimi-
têm ar, como os pulmões e ouvidos. Por isso, devem
nui.
respirar regularmente durante a ascensão à superfície.
e) exalação, o diafragma se retrai deixando o volume
O não cumprimento desta norma pode causar uma ex-
do pulmão maior. Como o produto PV deve ser
pansão dos pulmões, ocasionando ruptura dos alvéo-
constante, a pressão interna do pulmão aumenta.
los. Esta é uma aplicação clara da Lei de Boyle, a qual
diz:
05 - (UFG GO)
a) “Mantendo-se constante a pressão, o quociente
Considere um gás ideal submetido às seguintes trans-
entre o volume e a temperatura de certa massa de
formações:
um gás é sempre o mesmo.”
b) “À mesma temperatura, o volume ocupado por
certa massa de gás é inversamente proporcional à
pressão por ele exercida.”
c) “Mantendo-se constante o volume de certa massa
de um gás, a pressão exercida é diretamente propor-
cional à temperatura absoluta.”
d) “Volumes iguais de gases quaisquer, nas mesmas
condições de temperatura e pressão, possuem o
Considere, também, as seguintes leis:
mesmo número de moléculas.”
“Sob volume constante, a pressão exercida por uma
e) “Os volumes de todas as substâncias gasosas
determinada massa gasosa é diretamente proporcional
envolvidas num processo químico, desde que medi-
à sua temperatura absoluta.” (Lei de Gay-Lussac)
dos nas mesmas condições de temperatura e pres-
são, estão entre si numa relação de números intei-
ros e simples.”

89
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1581-l27-quest
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1579-l27-quest ao-11
ao-07
12 - (Unioeste PR)
08 - (UFF RJ) A região Oeste do Paraná possui um grande rebanho
Num recipiente com 12,5 mL de capacidade, está conti- de suínos, cujos dejetos são os principais poluidores
da certa amostra gasosa cuja massa exercia uma pres- das águas. Uma forma de minimizar o impacto ambien-
são de 685,0 mmHg, à temperatura de 22 o C.Quando tal desta atividade é a utilização de biodigestores anae-
esse recipiente foi transportado com as mãos, sua tempera- róbicos. O biogás gerado, constituído principalmente
tura elevou-se para 37 oC e a pressão exercida pela massa por metano e dióxido de carbono, muitas vezes, é arma-
gasosa passou a ser, aproximadamente: zenado em balões de borracha. Um balão de 100.000
a) 0,24 atm L, completamente cheio e submetido à temperatura de
b) 0,48 atm 27 ºC, foi deixado ao sol, sofrendo um aquecimento até
c) 0,95 atm a temperatura de 77 ºC.A pressão constante, o volume
d) 1,50 atm final aproximado do balão e a porcentagem aproxima-
e) 2,00 atm da do aumento de volume são:

09 - (UFT TO) a) 116.600L, 16,6%.


Quando a pressão de um gás confinado for triplicada b) 116.600L, 116,6%.
e a temperatura permanecer constante, qual mudança c) 150.600L, 50,6%.
poderá ser observada? d) 150.600L, 150,6%.
e) 100.600L, 10%.
a) O volume permanecerá constante, porém, a
velocidade das moléculas de gás irá aumentar.
b) O volume permanecerá constante, porém, a 13 - (UEM PR)
velocidade das moléculas de gás irá diminuir. Um balão cheio de gás propano ocupa um volume de
c) O volume do gás irá triplicar. 600 L a 27°C. Ao ser resfriado a 7°C, o balão sofre
d) O volume do gás irá reduzir em 1/3 do valor uma contração. Qual o volume dessa contração, em
original. litros? (Considere que o gás não se liquefaz sob resfria-
e) A densidade do gás irá reduzir 1/3 do valor
mento de 7°C).
original.

http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1580-l27-quest http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1582-l27-quest
ao-09 ao-13

10 - (UESPI) 14 - (UFC CE)


Um balão contendo gás metano, com volume igual a Um recipiente de 4,0 litros contém um gás ideal, a
4,9 L, foi retirado de um sistema de aquecimento, cuja uma pressão de 2,0 atm. Qual o valor da pressão que
temperatura era de 86ºC, e resfriado até a temperatu- esse gás exercerá quando o volume do recipiente for
ra de 5ºC. Após este procedimento, realizado a uma reduzido para 0,5 litros, à temperatura constante?
pressão constante, o volume do referido balão era de: a) P = 4,0 atm.
b) P = 0,25 atm.
a) 0,28 L c) P = 1,0 atm.
b) 1,22 L d) P = 16,0 atm.
c) 2,45 L e) P = 2,0 atm.
d) 3,79 L
e) 4,90 L http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1583-l27-quest
ao-14
11 - (UEPG PR) 15 - (MACK SP)
Certa massa de gás ocupa um volume de 1m3 a 323 ºC, 40L de H2 a 30oC exercem uma pressão de 30atm.
exercendo uma pressão de 1 atm no recipiente que a Qual a pressão exercida pela mesma massa de gás se o
contém. Reduzindo-se a temperatura para 25 ºC e o seu volume dobrar e a temperatura diminuir pela meta-
volume ocupado pelo gás para 25 litros, qual será a de?
pressão no sistema, em atm? a) 0,4 atm.
b) 1,2 atm.

90
c) 0,3 atm. d) 167,0L.
d) 0,7 atm. e) 40,0L.
e) 1,4 atm.
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1586-l27-quest
16 - (UFJF MG) ao-19
Em um laboratório de química (Pressão = 600 mmHg
e temperatura T = 300K ) foi realizada uma reação en- 20 - (FURG RS)
tre magnésio metálico e ácido clorídrico, na qual fo- Considere um balão muito flexível que contém um gás
ram produzidos 30 mL de gás hidrogênio. Se aumen- ideal. O volume inicial é 1,2 L, a pressão é 1 atm e a
tássemos a pressão para 800mmHg e aquecêssemos o temperatura é 300 K. Esse balão é solto e atinge uma
sistema a uma temperatura de 400K, o volume de hi- altura em que a temperatura é de 250 K e a pressão é
drogênio produzido corresponderia a: de 3×10–3 atm. Qual é o volume final do balão, em L,
a) 30 mL; quando se encontra nessas condições?
b) 60 mL; a) 16,5 L.
c) 120 mL; b) 3,3 L.
d) 40 mL; c) 66,6 L.
e) 20 mL. d) 333,3 L.
e) 33,3 L.
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1584-l27-quest
ao-16 21 - (EFOA MG)
Recentemente três brasileiros atingiram o cume do
17 - (UFAC) monte Everest. Todos usavam um suprimento extra de
Vinte litros de gás oxigênio foram mantidos a 27oC e 3 oxigênio. Se, durante a escalada, um deles tivesse en-
atm de pressão. O novo volume do gás a 127oC e j5 atm chido um balão flexível com uma certa quantidade de
de pressão é: O2, a uma temperatura de - 48 ºC (225 K), a uma pres-
a) 10L são de 30 kPa, e o balão atingisse um volume de 2,5 L,
b) 12L o volume do mesmo balão, contendo a mesma quanti-
c) 14L dade de oxigênio, próximo ao nível do mar, a 100 kPa
d) 16L e a 27 ºC (300 K), seria:
e) 18L a) 2,5 L
b) 1,0 L
18 - (UNESP SP) c) 2,24 L
Uma amostra de 20,0 mL de gás xenônio exerce uma d) 11,1 L
pressão de 0,480 atm à temperatura de –15ºC. Deter- e) 0,42 L
mine:
a) o volume que a amostra ocupa a 1,00 atm e à 22 - (UEPG PR)
temperatura de 298 K; Certa massa de gás ocupa um volume de 1m3 a 323 ºC,
b) a pressão que a amostra exerceria se fosse transfe- exercendo uma pressão de 1 atm no recipiente que a
rida para um frasco de 12,0 mL, após atingido o contém. Reduzindo-se a temperatura para 25 ºC e o
equilíbrio térmico à temperatura de 20ºC. volume ocupado pelo gás para 25 litros, qual será a
pressão no sistema, em atm?
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1585-l27-quest
ao-18 23 - (UFG GO)
Quando dois reagentes são adicionados em um reator
19 - (UFMS) ocorre a formação de um produto gasoso. Consideran-
Um balão flexível e resistente é cheio com 4,0L de do-se que o processo ocorra na proporção de 1:1, o vo-
H2(g), à temperatura de 7ºC e pressão de 596mmHg. lume ocupado por 10 mols do produto formado a 100
Supondo expansão livre do balão, é correto afirmar ºC e 3 atm será, aproximadamente, igual a:
que seu volume, a uma grande altitude, onde a pres-
são é de apenas 40mmHg e a temperatura é de –45ºC, Dado: R = 0,082 atm L mol–1 K–1
será de
a) 5,6L. a) 10 L
b) 16,7L. b) 50 L
c) 48,5L. c) 100 L

91
d) 200 L aproxima do volume de gás hélio contido naquele cilin-
e) 300 L dro a 300 K é

http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1587-l27-quest Dado: R = 0,082 atm.L.K–1.mol–1


ao-23
a) 14 L.
24 - (UERJ) b) 7,0 L.
A bola utilizada em uma partida de futebol é uma esfe- c) 1,0 L.
ra de diâmetro interno igual a 20 cm. Quando cheia, a d) 500 mL.
bola apresenta, em seu interior, ar sob pressão de 1,0 e) 140 mL.
atm e temperatura de 27 ºC.Considere π = 3, R =
0,080 atm.L.mol–1.k–1 e, para o ar, comportamento de 28 - (UFSCAR SP)
gás ideal e massa molar igual a 30 g.mol–1.No interior Diversos gases formam a atmosfera da Terra, sendo
da bola cheia, a massa de ar, em gramas, corresponde que a quantidade de alguns deles vem aumentando
a: por ação antropogênica, o que pode causar problemas.
a) 2,5 O oxigênio, em suas diferentes formas alotrópicas, tem
b) 5,0 funções distintas e essenciais para a manutenção da
c) 7,5 vida no planeta.
d) 10,0
a) Escreva a fórmula química das duas formas alotró-
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1588-l27-quest picas mais comuns do oxigênio, apontando a fun-
ao-24 ção de cada uma delas relacionada com a manuten-
ção da vida na Terra.
25 - (UFAL) b) Considerando que cerca de 20% em volume da
A equação de estado de um gás ideal, PV = nRT, pode atmosfera é constituída de oxigênio em sua forma
ser usada para descrever o comportamento aproxima- alotrópica mais abundante, calcule a massa desse
do de um gás real submetido a gás contido num reservatório de 24,6m3 cheio de
ar a 27ºC e 1 atm de pressão.
a) alta pressão e baixa temperatura. Dados: P × V = n × R × T; R = 0,082atm L mol–1 K–
b) baixa pressão e alta temperatura. 1.

c) alta pressão e alta temperatura. http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1589-l27-quest


d) baixa pressão e baixa temperatura. ao-28
e) qualquer condição de pressão e temperatura.
29 - (UESPI)
26 - (UEG GO) Um extintor de incêndio contém 3 kg de CO2. O vol-
Uma bola de futebol de volume constante de 2,73 L é ume máximo de gás que é liberado na atmosfera, a
cheia com oxigênio gasoso até alcançar a pressão inter- 27°C e 1 atm, é:
na de 4,1 atm a 0 0C. De acordo com estas informa-
Dados:
ções, determine: Constante dos gases: 0,082 atm.L.K−1.mol−1.
Massa molar em g . mol−1: C = 12 e O = 16
Dados: Massa Molar do O2 = 32 g⋅mol–1
R = 0,082 atm⋅L⋅mol–1⋅K–1 a) 732 L
b) 954 L
a) o número de mols do gás, na bola; c) 1.677 L
d) 2.405 L
b) a massa do gás, na bola.
e) 3.170 L

27 - (FGV SP) 30 - (MACK SP)


O gás hélio é utilizado para encher balões e bexigas Um recipiente, de capacidade 500 cm3, contém 340
utilizados em eventos comemorativos e em festas in- mg de uma substância no estado gasoso, a 0,4 atm e
fantis. Esse gás pode ser comercializado em cilindros 43 ºC. De acordo com essas informações, a substância
cujo conteúdo apresenta pressão de 150 bar a 300 K. contida no recipiente possui a fórmula molecular
Considerando-se que 1 atm = 1 bar, e que a massa de Dados: massa molar (g/mol) H =1, C = 12, N = 14, O
gás He no cilindro é 170 g, então, o valor que mais se = 16 e R = 0,082 L·atm·mol–1·K–1.

92
a) NH3.
b) CO. http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1591-l27-quest
c) CH4. ao-33
d) CO2.
e) C2H2. 34 - (INTEGRADO RJ)
O gráfico abaixo representa um processo cíclico (ciclo)
31 - (UNESP SP) a que é submetido um gás ideal:
Nos frascos de spray, usavam-se como propelentes
compostos orgânicos conhecidos como clorofluorocar-
bonos. As substâncias mais empregadas eram CCℓF3
(Fréon 12) e C2Cℓ3F3 (Fréon 113). Num depósito aban-
donado, foi encontrado um cilindro supostamente con-
tendo um destes gases. Identifique qual é o gás, saben-
do-se que o cilindro tinha um volume de 10,0 L, a mas-
sa do gás era de 85 g e a pressão era de 2,00 atm a 27
ºC. Analise-o. A opção em que aparece a correspondência
R = 0,082 atm⋅L⋅mol–1⋅K–1. das etapas numeradas (1 → 2 → 3 e 3 → 1), com suas
Massas molares em g⋅mol–1: H = 1, C = 12, F = 19, Cℓ = respectivas denominações, é:
35,5. a) Isobárica, Adiabática e Isotérmica;
b) Isovolumétrica, Isobárica e Isotérmica;
http://quimicaemacao.com.br/video-aula/1590-l27-quest c) Isovolumétrica, lsotérmica e Isobárica;
ao-31 d) Isotérmica, Isobárica e Isovolumétrica;
e) Isovolumétrica, Isobárica e Adiabática.
32 - (UEG GO)
Um gás ideal: 35 - (OSEC SP)
Observando-se o comportamento de um sistema gaso-
a) pode sofrer transição de fase do estado líquido so, podemos afirmar que:
para o estado gasoso.
b) pode sofrer transição de fase do estado gasoso para I. a pressão de um gás é o resultado das colisões das
o líquido. moléculas com as paredes do recipiente;
c) pode sofrer qualquer tipo de transição de fase. II. a energia cinética média das moléculas de um gás é
d) não pode sofrer nenhuma transição de fase. diretamente proporcional à temperatura absoluta;
III. volume, pressão e temperatura são chamados
33 - (UEPG PR) variáveis de estado;
A expressão "estado de um gás" designa a situação em IV. as moléculas se movimentam sem colidirem com
que esse gás se encontra, que é expressa através da as paredes do recipiente que as contém.
sua pressão (P), da sua temperatura (T) e de seu volu-
me (V). Sobre as características dos gases, assinale o Estão corretas as afiramações:
que for correto: a) somente I
Dados: H=1; C=12; O=16 b) somente II
01. 2g de H2 a 0°C e 1 atm ocupam um volume de c) somente I e II
22,4 litros. d) II, III e IV
02. Sob pressão constante, se a temperatura de e) I, II e III
um gás for diminuída, haverá uma contração do
volume. 36 - (FCChagas BA)
04. Mantendo-se a temperatura constante, o vo- Um gás cujas moléculas praticamente não interagem
lume de um gás será reduzido pela metade quando umas com as outras é considerado um gás:
a pressão for duplicada. a) ideal
08. Se um gás estiver confinado em um recipi- b) combustíivel
ente indeformável, aumentando-se a temperatura, c) propelente
a pressão aumentará de forma diretamente propor- d) refrigerante
cional. e) tensoativo
16. Um recipiente com 22g de gás carbônico contém
6,02x1023 moléculas de CO2.

93
ZONA NERD Dado: R = 0,082 L.atm/K.mol

01 - (UFG GO) a) Escolha dentre os gases: CO2, N2, Ne e O2, o que


seria mais adequado para inflar o pneu da bicicleta.
Uma lata de refrigerante tem o volume total de 350
Justifique sua resposta.
mL. Essa lata está aberta e contém somente o ar at- b) Se, para inflar um pneu com 0,4 L de volume e a
mosférico, e é colocada dentro de um forno a 100 ºC. pressão de 6,15 atm, a 27oC, a massa foi de 2,8 g,
Após a lata atingir essa temperatura, ela é fechada. A qual dos gases acima foi utilizado? Justifique a re-
seguir, tem sua temperatura reduzida a 25 ºC. Com o sposta.
decréscimo da temperatura, ocorre uma redução da
pressão interna da lata que levará a uma implosão. 05 - (UNESP SP)
Ante o exposto, calcule a pressão no interior da lata Alguns compostos apresentam forte tendência para
no momento imediatamente anterior à implosão e o formar hidratos. Um exemplo é o Na2SO4·10H2O (mas-
volume final após a implosão. sa molar = 322 g·mol–1). Os hidratos, quando aqueci-
dos a temperaturas adequadas, decompõem-se produ-
02 - (UFG GO) zindo o composto anidro.
O motor de Stirling é um sistema que regenera o ar a) Escreva o nome do composto apresentado como
quente em um ciclo fechado. As transformações que exemplo e a fórmula química do sal anidro corres-
ocorrem nesse motor podem ser representadas, ideal- pondente.
mente, pelas seguintes etapas: b) Partindo de 32,2 g do sal hidratado, qual o volume
1. o gás é aquecido a volume constante; ocupado pelo gás desprendido a 400 K?
2. o gás se expande a uma temperatura constante; (Considere o comportamento de um gás ideal, sob
3. o gás é resfriado a volume constante; pressão de uma atmosfera, a constante universal
4. o gás se contrai a uma temperatura constante. dos gases R = 0,082 L·atm·K–1·mol–1 e que há des-
Faça o diagrama pressão x volume para essas eta- prendimento de todas as moléculas de água.)
pas do motor de Stirling.

03 - (UFG GO)
A partir de 2014, todos os automóveis nacionais serão
obrigatoriamente produzidos com um dispositivo de
segurança denominado air bag. Este dispositivo con-
tém um composto instável, denominado azida de só-
dio (NaN3 (s)), que, ao ser ativado, decompõe-se em
um curto intervalo de tempo. Na decomposição, é libe-
rado sódio metálico e nitrogênio molecular (na forma
de um gás) que rapidamente enche o air bag.

Dado: R = 0,082 atm L mol–1 K–1

a) Considerando-se o exposto, escreva a equação


química balanceada para a decomposição da azida
de sódio.
b) Calcule a massa de NaN3 (s) necessária para
encher um air bag de 50 L na temperatura de 25
ºC e pressão de 1 atm.

04 - (UFCG PB)
Os pesquisadores procuram desenvolver novos equi-
pamentos esportivos que favoreçam uma maior per-
formance do atleta. No ciclismo, por exemplo, é sem-
pre desejável minimizar o peso das bicicletas, para que
se alcance o melhor desempenho do ciclista. Dentre
muitas, uma das alternativas a ser utilizada seria inflar
os pneus com um gás bastante leve e inerte à com-
bustão.

94
GA B A R I TO L I S TA 27

Q U Í M I C A G E R A L - M Ó D U LO 0 9
01 - (UFU MG) 12 - (Unioeste PR)
Gab: B Gab: A

02 - (UFG GO) 13 - (UEM PR)


Gab: B Gab: 40

03 - (UFG GO) 14 - (UFC CE)


Gab: A Gab: D

04 - (FMJ SP) 15 - (MACK SP)


Gab: A Gab: E

05 - (UFG GO) 16 - (UFJF MG)


Gab: Gab: A
a)
17 - (UFAC)
Gab: D

18 - (UNESP SP)
Gab:
a)11,1mL b)0,91atm

19 - (UFMS)
Gab: C
transformação A B - Lei de Boyle - no diagrama VxP, as
isotermas correspondem à parte de uma hipérbole eqüiláte-
20 - (FURG RS)
ra, sendo PV = constante.
Gab: D
transformação B C - Lei de Charles - no diagrama VxP, a
pressão permanece constante, enquanto o volume e a tem-
21 - (EFOA MG)
peratura variam, sendo = constante.
Gab: B
transformação C D - Lei de Gay-Lussac - no diagrama
VxP, o volume permanece constante, enquanto a pressão e 22 - (UEPG PR)
a temperatura variam, sendo = constante. Gab: 20
b)
23 - (UFG GO)
Gab: C

24 - (UERJ)
Gab: B

25 - (UFAL)
Gab: B

26 - (UEG GO)
06 - (UFJF MG) Gab:
Gab: A a) n = 0,5 mol
b) m = 16 g
07 - (UFAC)
Gab: B 27 - (FGV SP)
Gab: B
08 - (UFF RJ)
Gab: C 28 - (UFSCAR SP)
Gab:
09 - (UFT TO) a) O2(g) : gás oxigênio ⇒ gás vital e essencial à respiração.
Gab: D O3(g) : gás ozônio ⇒ proteção contra raios ultravioleta
provenientes do Sol, constituindo a camada de ozônio.
10 - (UESPI)
b) m = 6400 g de O2
Gab: D
29 - (UESPI)
11 - (UEPG PR)
Gab: C
Gab: 20
30 - (MACK SP)

95
Gab: D Agora calculamos a quantidade necessária de azida de só-
31 - (UNESP SP) dio para produzir 2 mols de nitrogênio. De acordo com a
Gab: reação temos:
CCℓF3 (fréon 12)
2mol NaN3 ----------3 mol N2
32 - (UEG GO)
Gab: D 2.65g (NaN3)-------- 3 mol N2
X----------------------2 mol N2
33 - (UEPG PR)
Gab: 15 X = 86,6 g

34 - (INTEGRADO RJ) 04 - (UFCG PB)


Gab: C Resolução:

35 - (OSEC SP) a) O gás mais adequado para inflar os pneus da bicicleta


Gab: E de modo que viesse a favorecer o desempenho do atleta
seria o gás mais leve, ou seja, aquele que tivesse a me-
36 - (FCChagas BA) nor massa molecular. O gás mais adequado seria o gás
Gab: A neônio, que possui massa molecular de 20 u.

ZONA NERD b) Cálculo da massa molar do gás:


P.V = n.R.T
01 - (UFG GO)
Resolução: P.V = .R.T
Cálculo da pressão no interior da lata antes da implosão:
6,15.0,4 = .0,082.300
(transformação isocórica)
M = 28 g
P2 0,8 atm
O único gás que possui esta massa molecular dentre os
Cálculo do volume final da lata ao final da implosão: gases citados é o gás nitrogênio (28g/mol)

(transformação isobárica) 05 - (UNESP SP)


Resolução:
V2 0,28 L a) sulfato de sódio decaidratado
b) De acordo com a equação de decomposição, cada mol
02 - (UFG GO) do sal libera 10 mol e vapor de água. Portanto, temos:
Resolução:
Diagrama pressão x volume para as etapas do motor de Stir- Na2SO4·10H2O(s) Na2SO4(s) + 10H2O(v)
ling:

Cálculo do volume de vapor do vapor de água:

P.V = n.R.T

1.V = 1.0,082.400
1. O aquecimento de um gás a volume constante aumenta
V = 32,8L
a pressão do gás (Lei de Gay-Lussac)
2. A expansão de um gás a temperatura constante diminui
a pressão do gás (Lei de Boyle)
3. O resfriamento de um gás a volume constante diminui a
pressão do gás (Lei de Gay-Lussac)
4. A contração de um gás a temperatura constante aumen-
ta a pressão do gás(Lei de Boyle)

03 - (UFG GO)
Gab:
a) 2 NaN3 (s) → 2 Na(s) + 3 N2(g)
b)
Primeiro devemos calcular o número de mols nitrogênio
necessários para encher o air bag:

P.V = n.R.T
1.50 = n.0,082.298
n 2 mol

96