Você está na página 1de 37

CAPITULO 01 – Contabilidade de Custos

01) Ana l isan do os re latór i os d a in dús tr ia d e ven tilad ores Bo m Ar L tda . o d ire tor ad minis tra tivo
s o l ic i t a e xp l icaçõ es s o bre o c us t o ma r g ina l d e $18 0 .00 0 ,00 , deco r r en t e d a e le v ação do n í ve l
d e pr oduç ão em ma is 2 .000 un ida des . Ass im, de ve -se e xplica r ao dire tor qu e cus to ma rg ina l é

( A) o qua n to foi gas to pe la empresa n a fab ric açã o de c ada u m dos 2 .0 00 p rod u tos .
( B) o q ue a empres a inco rre par a pr oduz ir uma u nidad e a dic io na l, n o c aso , o acrésc imo por
u ni dad e em c ad a um d os 2 .0 00 p r od u tos .
(C) o r esu lta do e n tre a rece ita to ta l d a e mpresa e a rec e ita r e fer en te aos 2 .000 ven tilador es.
(D) a diferença entre a receita total e os custos e despesas fixas para fabricar os 2.000 ventiladores.
(E) a diferença entre o preço de venda unitário e as despesas unitárias de venda.

02) D e ter m in ada e mpres a d a C ap i ta l , que c o mer c ia l iz a m ó ve is , r es o l ve amp l iar s eu m er c a do,


o ferec end o se us pro du tos na c id ade viz inh a , situada a 10 0 qu ilô me tros d e d is tânc ia , p elo
mesmo pr eço pra tica do no loca l d e sua s ede . C ons ider and o qu e a empresa ve nde dor a é que
i r á as s um ir a r es p ons ab il id ade pe lo p ag am en to do fr e te , o g as to c om es s e fre t e s er á
c lass i fic ado c om o:

( A) O br igaç ão a pag ar .
( B) Cus to das Merca dor ias Ve nd idas.
(C) Des pesa co m Ven das.
(D) Des pesa do e xerc íc io se gu in te .
( E) Des pesa co mo D eduçã o das Vend as .
CAPITULO 02 – Custos Diretos

01) Em uma conjuntura de preços decrescentes (desinflação) dos produtos comprados para estoque, o método
que apresenta o menor valor do custo do estoque de material apropriado à produção é o:

a) Custo Médio.
b) FIFO.
c) Custo de Reposição.
d) LIFO.
e) Custo Específico.

02) A JM Logística & Consultoria está fazendo o levantamento do custo de estoques de uma empresa para
determinar as compras que devem ser feitas nos próximos 4 trimestres, de maneira a atender a demanda dos
clientes por um determinado produto. Considere: inexistência de estoque inicial; atendimento de toda demanda
dentro do trimestre; compras do trimestre não devem superar a demanda estimada do próprio trimestre; utilização
do sistema PEPS de contabilização de estoques (o primeiro a entrar é o primeiro a sair). Os preços unitários de
compra são apresentados na tabela abaixo.

Trimestre 1 Trimestre 2 Trimestre 3 Trimestre 4


Demanda Estimada do Produto 500 300 400 600
(em unidades)
Preço Unitário de Compra 5,00 6,00 7,00 8,00
(em reais)

Qual o estoque, em termos físicos e financeiros, ao final dos quatro trimestres?

(A) zero unidade e $ 0,00


(B) 50 unidades e $ 300,00
(C) 100 unidades e $ 650,00
(D) 150 unidades e $ 650,00
(E) 150 unidades e $ 925,00

Solução

Compras Consumo Saldo


Trimestre Unidades Unitário Total Unidades Unitário Total Unidades Unitário Total
01 500 5,00 2.500,00 - - - 500 5,00 2.500,00
01 - - - 500 5,00 2.500,00 0 0 0
02 300 6,00 1.800,00 - - - 300 6,00 1.800,00
02 - - - 300 6,00 1.800,00 0 0 0
03 400 7,00 2.800,00 - - - 400 7,00 2.800,00
03 - - - 400 7,00 2.800,00 0 0 0
04 600 8,00 4.800,00 - - - 600 8,00 4.800,00
04 - - - 600 8,00 4.800,00 0 0 0
11.900,00 11.900,00
03) Durante o mês de outubro a ficha de estoque do item “Botinas Clássicas” apresentou os seguintes saldos
físicos e financeiros:

em 28.10: saldo físico: 100 unidades; saldo financeiro: $ 5.000,00


em 29.10: saldo físico: 200 unidades; saldo financeiro: $ 12.000,00
em 30.10: saldo físico: 100 unidades; saldo financeiro: $ 6.000,00

ƒ as entradas do mês foram tributadas em 12% com ICMS


ƒ as saídas do mês foram tributadas em 17% com ICMS
ƒ a receita líquida de vendas do dia 30.10 foi de $ 8.000,00
ƒ todo o movimento da conta está contido acima.

Promovendo-se os cálculos específicos a partir dos dados de outubro, podemos afirmar que

(A) o preço unitário de venda foi de $ 96,39


(B) o custo unitário das vendas foi de $ 70,00
(C) o preço unitário das compras de 29/10 foi de $ 60,00
(D) em 29/10 o estoque foi acrescido de $ 60,00 por unidade
(E) o lucro bruto alcançou $ 6,40 por unidade

Solução

RLV = Receita Líquida de Vendas


RBV Receita Bruta de Vendas

Imposto = 0,17 RBV


RBV = RLV + imposto
RBV = RLV + 0,17 RBV
1 RBV – 0,17 RBV = RLV
0,83 RBV = 8.000
RBV = 8.000 / 0,83
RBV = $ 9.638,55

Preço unitário de venda (PUV)

PUV = RBV / unidades


PUV = $ 9.638,55 / 100
PUV = $ 96,39

04) A empresa Asper Outra Ltda., no mês de agosto de 20X1, realizou os negócios abaixo descritos com o item
Z34 de seu estoque.

01- compra de 250 unidades;


02- venda de 200 unidades;
03- as mercadorias são tributadas na compra: com ICMS de 15%; e com IPI de 5%; na venda: com ICMS de 12%;
04- o custo inicial do estoque foi avaliado em $ 25,00 por unidade;
05- nas compras foi praticado um preço unitário de $ 30,00;
06- nas vendas o preço unitário praticado foi de $ 45,00;
07- As operações de compra e de venda foram realizadas a vista, com cheques do Banco do Brasil, tendo a
empresa Asper emitido o cheque 001356 e recebido o cheque 873102, prontamente depositado em sua conta
corrente.

Considerando-se, exclusivamente, essas operações e todas as informações acima, pode-se afirmar que a conta
corrente bancária da empresa Asper Outra Ltda. foi aumentada em:

(A) $ 2.250,00
(B) $ 1.500,00
(C) $ 1.125,00
(D) $ 750,00
(E) $ 275,00
Solução

250 unidades x $ 30,00 = $ 7.500,00


IPI (5% de $ 7.500,00) = $ 375,00
ICMS (15% de $ 7.500,00) = $ 1.125,00
Cheque emitido = $ 9.000,00

200 unidades x $ 45,00 = $ 9.000,00


ICMS (12% de $ 9.000,00) = $ 1.080,00
Cheque recebido = $ 10.080,00

ICMS a recuperar ICMS a Recolher


1.125,00 1.080,00 1.080,00 1.080,00
45,00 0 0

Cheque recebido = $ 10.080,00


Cheque emitido = ($ 9.000,00)
Saldo de ICMS =$ 45,00
= $ 1.125,00

05) A Mercearia Mercados S/A calculou custos e lucros em agosto de 20X1, com fulcro nas seguintes
informações:

O custo das vendas foi calculado com base em estoques iniciais ao custo total de $ 120.000,00, compras, a vista e
a prazo, ao preço total de $ 260.000,00 e vendas, a vista e a prazo, no valor de $ 300.000,00, restando em
estoque para balanço o valor de $ 150.000,00.

A tributação ocorreu de modo regular, com ICMS à alíquota de 17%, PIS/faturamento a 1% e COFINS a 3%.
Após a contabilização dos fatos narrados, a elaboração da Demonstração do Resultado do Exercício vai
evidenciar o lucro bruto de:

(A) $ 50.880,00
(B) $ 51.200,00
(C) $ 61.280,00
(D) $ 71.280,00
(E) $ 71.600,00

SOLUÇÃO

Vendas - $ 300.000,00 x 17% = $ 51.000,00


Compras - $ 260.000,00 x 17% = $ 44.200,00
ICMS $ 6.800,00

PIS s/ Vendas - $ 300.000,00 x 1% = $ 3.000,00


COFINS $ 300.000,00 x 3% = $ 9.000,00

Estoque Inicial $ 120.000,00


Compras $ 260.000,00
Estoque Final $ 150.000,00

CMV = $ 120.000,00 + $ 260.000,00 - $ 150.000,00

DRE
Receita $ 300.000,00
(-) CMV $ 230.000,00
(-) ICMS $ 6.800,00
(-) PIS $ 3.000,00
(-) COFINS $ 9.000,00
Lucro Bruto $ 51.200,00
06) A Metalúrgica Andrade utiliza o Sistema de Inventário Periódico, trabalhando com três contas básicas:
Mercadorias, Compras de Mercadorias e Vendas de Mercadorias.

Antes de contabilizar os ajustes de ICMS nas entradas e saídas de mercadorias, a Contabilidade apresentava os
seguintes saldos:

Mercadorias $ 24.000,00;
Compras de Mercadorias $ 254.000,00;
Vendas de Mercadorias $ 474.000,00;
Lucro Bruto $ 196.000,00.

Após contabilizar os ajustes de ICMS à alíquota de 10%, a empresa vai apurar que:

(A) o inventário final é nulo (não há estoques).


(B) não há dados para apurar o estoque final.
(C) o ICMS a Recolher será de $ 47.400,00.
(D) o Lucro Bruto será de $ 176.400,00.
(E) o Lucro Bruto será de $ 174.000,00.

SOLUÇÃO

ICMS s/ Compras $ 254.000,00 x 10% = $ 25.400,00


(-) ICMS s/ Vendas $ 474.000,00 x 10% = ($ 47.400,00)
ICMS a recolher $ 22.000,00

Lucro Bruto $ 196.000,00


(-) ICMS $ 22.000,00
Lucro $ 174.000,00

07) Apurando custos e estoques a cada mês, a empresa Ybes S/A processou os cálculos do mês de dezembro de
20X1 a partir dos seguintes dados:

Estoque inicial avaliado em $ 22.000,00.


Compras de mil unidades ao preço unitário de $ 25,00.
Vendas de 720 unidades ao preço unitário de $ 50,00.
IPI sobre compras a 8%.
ICMS sobre compras a 12%.
ICMS sobre vendas a 17%.
Devolução de vendas no valor de $ 6.000,00.
Estoques avaliados pelo critério PEPS.
Estoque inicial mensurado em 1.100,00 unidades.
Todas as operações do período foram realizadas a prazo.

Com fulcro nos dados e informações acima, o cálculo correto dos custos vai indicar um estoque final no valor de:

(A) $ 36.000,00
(B) $ 34.000,00
(C) $ 33.000,00
(D) $ 31.600,00
(E) $ 30.000,00
SOLUÇÃO

Estoque Inicial = $ 22.000,00 / 1.100 unidades = $ 20,00 / unidade


Compras = $ 25.000,00 + 8% IPI = $ 27.000,00 / 1.000 unidades = $ 27,00 / unidade.

ICMS a Recuperar $ 3.000,00

Vendas = $ 36.000,00 / 720 unidades = $ 50,00 / unidade


Devolução de Vendas = $ 6.000,00 / 120 unidades = $ 50,00 / unidade
ICMS s/ Vendas = $ 5.100,00
ICMS a Pagar = $ 2.100,00 / 600 unidades = $ 3,50 / unidade

Controle de Estoque PEPS

Estoque Inicial 380 unidades = $ 7.600,00


Compras 1.000 unidades = $ 27.000,00
Estoque total 1.380 unidades = $ 34.600,00
(-) ICMS a Recuperar ($ 3.000,00)
Estoque Total 1.380 unidades = $ 31.600,00

08) A Nossa Loja de Departamentos Ltda. avalia seus estoques utilizando uma variante do método do preço
específico.
As mercadorias adquiridas recebem etiquetas com o preço de venda, formado a partir do custo unitário com
acréscimo de percentual fixo como margem de lucro.
A empresa em epígrafe fixou a margem de lucro em 25% sobre o preço de venda, tendo em vista que pagará 12%
de ICMS para cada unidade vendida.
No período considerado, o movimento físico constou de estoque inicial de 1.000 unidades, compras de 1.500
unidades e vendas de 2.000 unidades.
A receita bruta de vendas alcançou o valor de $ 200.000,00.
Não houve devoluções, abatimentos ou vendas canceladas.

Com base nas informações acima, pode-se dizer que o estoque final, nesse período, alcançou o montante de:

(A) $ 50.000,00
(B) $ 44.000,00
(C) $ 40.000,00
(D) $ 37.500,00
(E) $ 31.500,00

09) Instruções: Considere as informações abaixo para determinar os valores das questões de números 09 a 14.

A Cia. Albatroz iniciou suas atividades em 01.01.20X1.

Em 28.02.20X1 a conta de estoques de mercadorias apresentava os seguintes lançamentos:

DATA QTDE. VALOR TOTAL


DA UNITÁRIO $
COMPRA $
10/01 100 10, 1.000,
15/01 80 15, 1.200,
20/01 60 20, 1.200,
02/02 100 15, 1.500,
15/02 25 12, 300,
25/02 50 18, 900,
28/02 20 20, 400,
Foram efetuadas as seguintes vendas durante o período:

Em 18.01.20X1 120 unidades


Em 26.02.20X1 230 unidades

Atenção: Para responder às questões de números 09 e 14 utilize o critério PEPS para valoração dos estoques e
considere que a empresa apura o resultado das vendas mensalmente.

09) Estoque final em 18.01.20X1

(A) $ 1 467
(B) $ 1 300
(C) $ 1 200
(D) $ 1 000
(E)) $ 900

10) O custo da mercadoria vendida em 26.02.20X1

(A) $ 4 500
(B) $ 4 250
(C) $ 3 720
(D) $ 3 650
(E) $ 3 200

11) Custo da mercadoria vendida em 18.01.20X1

(A) $ 1 467
(B) $ 1 755
(C) $ 1 950
(D) $ 2 100
(E) $ 2 200

12) Saldo final dos estoques em 28.02.20X1

(A) $ 4 604
(B) $ 4 204
(C) $ 3 612
(D) $ 2 950
(E) $ 1 421

13) Ao final dos dois meses o lucro bruto acumulado será:

(A) maior pelo critério Média Móvel.


(B)) maior pelo critério PEPS.
(C) igual em qualquer dos critérios utilizados.
(D) a diferença de critério não influencia o lucro bruto.
(E) menor no critério PEPS.

14) Ao final do mês de Fevereiro o valor do estoque será:

(A) igual nos critérios PEPS e MPF.


(B) maior pelo critério Média Móvel.
(C)) maior pelo critério PEPS.
(D) a diferença de critério não influencia o lucro bruto.
(E) menor no critério PEPS.

Para responder às questões de números 15 e 16, considere unicamente as operações a seguir realizadas por
certa empresa comercial em determinado período contábil. A empresa mantém controle permanente de estoque
através do método da média ponderada móvel.

· Compra a prazo de mercadorias para revenda por $ 2.200, com ICMS incluso de $ 360.
· Venda a prazo, por $ 3.300 com ICMS incluso de $ 594, de metade das mercadorias compradas.
· Venda a prazo, por $ 1.600 com ICMS incluso de $ 288, de metade do saldo das mercadorias em estoque.
· Apuração do valor do ICMS a compensar ou a recolher.

15) O efeito positivo no resultado do exercício decorrente das operações indicadas, desconsiderados quaisquer
outros fatores, foi de:

(A) $ 2.638.
(B) $ 2.998.
(C) $ 3.520.
(D) $ 4.900.
(E) $ 5.360.

16) No final do período examinado, as operações produziram um aumento dos ativos no valor de:

(A) $ 7.100.
(B) $ 5.360.
(C) $ 4.900.
(D) $ 2.200.
(E) $ 1.840.

Para responder às questões de números 17 e 18, examine as operações com mercadorias, a seguir, da Cia. dos
Trompetes.
Os valores de compras estão líquidos de ICMS.

01.12.01 Compra de 200 unidades $ 4.000


05.12.01 Venda de 50 unidades $ 1.500
10.12.01 Compra de 200 unidades $ 6.000
15.12.01 Devolução de 50 unidades da compra de 10.12.01 a apurar
31.12.01 Venda de 150 unidades $ 4.500

17) Se a Cia. dos Trompetes exercer controle permanente de estoque (inventário permanente) através do método
da média ponderada móvel, o custo das mercadorias vendidas será:

(A) $ 6.250.
(B) $ 6.000.
(C) $ 4.750.
(D) $ 3.250.
(E) $ 1.250.

18) Se a Cia. dos Trompetes exercer controle permanente de estoque (inventário permanente) através do método
PEPS, o valor do estoque final será:

(A) $ 1.500.
(B) $ 3.000.
(C) $ 3.750.
(D) $ 4.500.
(E) $ 4.750.
19) O cálculo do Lote Econômico de Compra auxilia a decisão pela compra de item específico do estoque,
adotando equação demonstrativa da quantidade ótima de compra, que depende das seguintes variáveis:

(A) estoque máximo, custos do pedido e custos de manutenção.


(B) estoque mínimo, custos do pedido e custos de manutenção.
(C) estoque máximo, custos do pedido e demanda anual do item.
(D) estoque mínimo, custos do pedido e demanda anual do item.
(E) custos do pedido, custos de manutenção e demanda anual do item.

20) A empresa Arbóresse Ltda. mandou elaborar a folha de pagamento do mês de outubro com os seguintes
dados:

Salários e Ordenados $ 21.000,00;


Horas Extras trabalhadas $ 2.000,00;
Imposto de Renda Retido na Fonte $ 2.500,00;
Contribuição para o INSS, parte dos empregados 11%;
Contribuição para o INSS, parte patronal 20%;
Depósito para o FGTS 8%.

Com base nos dados e informações acima fornecidos, pode-se dizer que a empresa, em decorrência dessa folha
de pagamento, terá despesas totais no valor de:

(A) $ 29.440,00
(B) $ 31.970,00
(C) $ 34.470,00
(D) $ 26.910,00
(E) $ 24.410,00

21) A Chuveiros Elétricos Ltda. Revende chuveiro de diversos fabricantes nacionais e internacionais. A Diretoria
Financeira deseja estimar o valor do seu estoque ao final do primeiro ano de atividade. A tabela abaixo mostra a
movimentação do estoque durante este ano.

1º Trimestre 2º Trimestre 3º Trimestre 4º Trimestre


Unida- Custo Unida- Custo Unida- Custo Unida- Custo
des Unitário des Unitário des Unitário des Unitário
Saldo Inicial (=) 0 50 50 100
Compras (+) 200 $10,00 160 $12,00 200 $14,00 100 $14,00
Vendas (-) 150 160 150 150
Saldo Final (=) 50 50 100 50

Por ser o primeiro ano, existe a possibilidade de escolha do sistema de contabilização a ser utilizado. Dois
sistemas estão em estudo: PEPS (o Primeiro que Entra é o Primeiro a Sair do estoque) e UEPS (o Último a Entrar
é o Primeiro a Sair do estoque). A diretoria deseja minimizar o saldo da conta de estoques ao final do ano.
O tipo de sistema contábil que deve ser utilizado para se atingir esse objetivo e o saldo contábil da conta estoque,
respectivamente, são:

(A) PEPS; $700,00


(B) PEPS; $500,00
(C) UEPS; $700,00
(D) UEPS; $600,00
(E) UEPS; $500,00
MÉTODO PEPS 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE 4TRIMESTRE
UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR
UNIT. R$ UNIT. R$ UNIT. R$ UNIT. R$
SALDO INICIAL (=) 0 50 R$10.00 R$500.00 50 R$12.00 R$600.00 100 R$14.00 R$1 400.00
COMPRAS ( + ) 200 R$10.00 R$2 000.00 160 R$12.00 R$1 920.00 200 R$14.00 R$2 800.00 100 R$14.00 R$1 400.00
VENDAS ( - ) 150 R$10.00 R$1 500.00 160 150 150
50 10.00 500.00 50 R$12.00 R$600.00 100 R$14.00 R$1 400.00
110 12.00 1 320.00 100 R$14.00 R$1 400.00 50 R$14.00 R$700.00
SALDO FINAL (=) 50 R$10.00 R$500.00 50 R$12.00 R$600.00 100 R$14.00 R$1 400.00 50 R$14.00 R$700.00

MÉTODO UEPS 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE 4TRIMESTRE


UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR UNID. CUSTO VALOR
UNIT. R$ UNIT. R$ UNIT. R$ UNIT. R$
SALDO INICIAL (=) 0 50 R$10.00 R$500.00 50 R$14.00 R$700.00 50 R$14.00 R$700.00
COMPRAS ( + ) 200 R$10.00 R$2 000.00 160 R$12.00 R$1 920.00 200 R$14.00 R$2 800.00 100 R$14.00 R$1 400.00
VENDAS ( - ) 150 R$10.00 R$1 500.00 160 150 150
110 12.00 1 320.00 150 R$14.00 R$2 100.00 150 R$14.00 R$2 100.00
50 14.00 700.00 50 R$14.00 R$700.00
SALDO FINAL (=) 50 R$10.00 R$500.00 50 R$12.00 R$600.00 50 R$14.00 R$700.00 50 R$10.00 R$500.00
22) Considerando os saldos apresentados abaixo e sabendo-se que o Estoque Final de Mercadorias em
31.12.2002 era de $ 1.800,00, podemos afirmar que o Custo de Mercadorias Vendidas, o total do Ativo e o
Resultado Operacional Líquido são, respectivamente:

Balancete de Verificação em 31.12.2002


Saldos Finais
Contas
Devedores Credores
Caixa $ 1.500,00
Capital Social $ 15.000,00
Clientes $ 12.000,00
Compra de Mercadorias para Revenda $ 5.100,00
Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios $ 900,00
Despesas com Aluguéis $ 600,00
Despesas com Depreciação $ 900,00
Despesas com Salários $ 1.800,00
Despesas com Viagens $ 900,00
Estoque Inicial de Mercadorias para Revenda $ 3.750,00
Fornecedores $ 4.200,00
Móveis e Utensílios $ 7.950,00
Venda de Mercadorias $ 14.400,00
Total $ 34.500,00 $ 34.500,00

(A) $ 3.300,00, $ 24.150,00 e $ 4.050,00.


(B) $ 7.050,00, $ 22.350,00 e $ 3.150,00.
(C) $ 8.850,00, $ 20.550,00 e $ 7.350,00.
(D) $ 8.850,00, $ 23.250,00 e $ 4.950,00.
(E) $ 3.050,00, $ 21.350,00 e $ 3.510,00.

23) Uma empresa tinha zerado seus estoques em 01/08/2002. Durante este mesmo mês realizou as seguintes
operações: de entradas: no dia 05 um montante de 1.500 unidades ao custo unitário de $ 11,00, no dia 12 um
montante de 1.800 unidades ao custo unitário de $ 12,00 e no dia 19 um montante de 600 unidades ao custo
unitário de $ 13,00, de saídas: no dia 09 um montante de 800 unidades, no dia 16 um montante de 1.300
unidades e no dia 23 um montante de 200 unidades. Considerando o Método PEPS os saldos iniciais dos dias
06.08, 17.08 e 20.08, são, respectivamente:

(A) $ 16.500,00; $ 14.400,00 e $ 19.800,00


(B) $ 16.500,00; $ 13.700,00 e $ 21.500,00
(C) $ 16.500,00; $ 14.064,00 e $ 21.864,00
(D) $ 16.500,00; $ 14.400,00 e $ 22.200,00
(E) $ 15.500,00; $ 14.500,00 e $ 19.800,00

24) Uma empresa apresentava as seguintes informações no sistema de controle de estoque, referentes a um item
de matéria-prima, em unidades:

Data Entrada Saída Saldo


31/01/2003 450
08/02/2003 390 840
10/02/2003 170 1.010
17/02/2003 140 1.150
18/02/2003 840 310
25/02/2003 160 150

Considerando que o estoque inicial foi comprado a $ 5,10 a unidade e as compras a $ 6,00, $ 7,50 e $ 8,90,
respectivamente, o Estoque Final, apurado pelo método PEPS é de:

(A) $ 765,00
(B) $ 1.125,00
(C) $ 1.321,00
(D) $ 1.335,00
(E) $ 1.251,00
25) Uma empresa que trabalhava com um único tipo de mercadoria realizou, na ordem abaixo, as seguintes
operações:

1ª) Compra de 20 unidades a $ 20,00 cada e com destaque de 17% de ICMS.


2ª) Compra de 30 unidades a $ 25,00 cada e com destaque de 17% de ICMS.
3ª) Venda de 15 unidades a $ 50,00 cada e com destaque de 17% de ICMS.

Tendo em vista que essa empresa adota o Método do Custo Médio Ponderado Variável, podemos afirmar que o
Custo das Mercadorias Vendidas relativo à 3ª operação é de:

(A) $ 286,35
(B) $ 337,50
(C) $ 345,00
(D) $ 403,65
(E) $ 268,53

26) Uma empresa produz apenas um tipo de produto e possuía 125 unidades no Estoque de Produtos Acabados
em 31/12/20X1 no montante de $ 375,00. No primeiro semestre de 20X2 foram produzidas 3.750 unidades deste
produto e foram vendidas 3.125 unidades a $ 4,50 cada. Nesse mesmo primeiro semestre de 20X2 os custos
totalizaram $ 11.250,00 e as despesas $ 2.375,00.
O Custo dos Produtos Vendidos, o saldo do Estoque de Produtos Acabados em unidades e o Resultado Bruto no
primeiro semestre de 20X2 foram, respectivamente:

(A) $ 9.375,00; 750 unidades; $ 2.312,50


(B) $ 9.375,00; 750 unidades; $ 4.687,50
(C) $ 11.625,00; 875 unidades; $ 62,50
(D) $ 11.625,00; 875 unidades; $ 2.437,50
(E) $ 11.625,00; 750 unidades; $ 2.347,50

27) Uma empresa tinha zerado seus estoques em 01/08/20X2. Durante o mês de agosto realizou as seguintes
operações: de entradas: no dia 05 um montante de 1.500 unidades ao custo de $ 11,00 cada; no dia 12 um
montante de 1.800 unidades ao custo de $ 12,00 cada e no dia 19 um montante de 600 unidades ao custo de $
13,00 cada; de saídas: no dia 09 um montante de 800 unidades; no dia 16 um montante de 1.300 unidades e no
dia 23 um montante de 200 unidades. Considerando o Método PEPS os saldos iniciais dos dias 06/08, 17/08 e
20/08, eram, respectivamente:

(A) $ 16.500,00; $ 13.700,00; $ 21.500,00


(B) $ 16.500,00; $ 14.400,00; $ 19.800,00
(C) $ 16.500,00; $ 14.064,00; $ 21.864,00
(D) $ 16.500,00; $ 14.400,00; $ 22.200,00
(E) $ 15.600,00; $ 13.700,00; $ 21.500,00

28) Os estoques da Cia. Cascais são avaliados pelo método de custo médio. Mantidas as mesmas transações, e
considerando um ambiente de constante elevação de preços das mercadorias adquiridas (entradas no estoque),
pode-se afirmar que:

(A) se o método de custeio adotado for alterado para PEPS, o estoque final será menor;
(B) se o método de custeio adotado for alterado para UEPS, o valor do CMV será maior;
(C) se o método de custeio adotado for alterado para UEPS, o valor das vendas será maior;
(D) se o método de custeio adotado for alterado para PEPS, o valor do CMV será maior;
(E) a alteração do método de custeio para PEPS ou UEPS acarretaria somente a alteração do CMV, não
influenciando o saldo do estoque final.

29) A empresa Pereira Ltda., no mês de agosto de 20X1, realizou os negócios abaixo descritos com o item “Y” de
seu estoque.

01- compra de 250 unidades;


02- venda de 200 unidades;
03- as mercadorias são tributadas na compra: com ICMS de 15%; e com IPI de 5%; na venda: com ICMS de 12%;
04- o custo inicial do estoque foi avaliado em $ 25,00 por unidade;
05- nas compras foi praticado um preço unitário de $ 30,00;
06- nas vendas o preço unitário praticado foi de $ 45,00;
07- As operações de compra e de venda foram realizadas a vista, com cheques do Banco “X”, tendo a empresa
Pereira emitido o cheque 001356 e recebido o cheque 873102, prontamente depositado em sua conta corrente.

Considerando-se, exclusivamente, essas operações e todas as informações acima, pode-se afirmar que a conta
corrente bancária da empresa Pereira Ltda. foi aumentada em:

(A) $ 2.250,00
(B) $ 1.500,00
(C) $ 1.125,00
(D) $ 750,00
(E) $ 275,00

30) A Mercearia Mineiros S/A calculou custos e lucros em agosto de 20X1, com fulcro nas seguintes informações:

O custo das vendas foi calculado com base em estoques iniciais ao custo total de $ 120.000,00, compras, a vista e
a prazo, ao preço total de $ 260.000,00 e vendas, a vista e a prazo, no valor de $ 300.000,00, restando em
estoque para balanço o valor de $ 150.000,00.
A tributação ocorreu de modo regular, com ICMS à alíquota de 17%, PIS/faturamento a 1% e COFINS a 3%.

Após a contabilização dos fatos narrados, a elaboração da Demonstração do Resultado do Exercício vai
evidenciar o lucro bruto de:

(A) $ 50.880,00
(B) $ 51.200,00
(C) $ 61.280,00
(D) $ 71.280,00
(E) $ 71.600,00

31) Apurando custos e estoques a cada mês, a empresa processou os cálculos do mês de dezembro de 2001 a
partir dos seguintes dados:

Estoque inicial avaliado em $ 22.000,00.


Compras de mil unidades ao preço unitário de $ 25,00.
Vendas de 720 unidades ao preço unitário de $ 50,00.
IPI sobre compras a 8%.
ICMS sobre compras a 12%.
ICMS sobre vendas a 17%.
Devolução de vendas no valor de $ 6.000,00.
Estoques avaliados pelo critério PEPS.
Estoque inicial mensurado em 1.100,00 unidades.
Todas as operações do período foram realizadas a prazo.

Com fulcro nos dados e informações acima, o cálculo correto dos custos vai indicar um estoque final no valor de:

(A) $ 36.000,00
(B) $ 34.000,00
(C) $ 33.000,00
(D) $ 31.600,00
(E) $ 30.000,00

32) A Loja de Departamentos Ltda. avalia seus estoques utilizando uma variante do método do preço específico.
As mercadorias adquiridas recebem etiquetas com o preço de venda, formado a partir do custo unitário com
acréscimo de percentual fixo como margem de lucro.
A empresa em epígrafe fixou a margem de lucro em 25% sobre o preço de venda, tendo em vista que pagará 12%
de ICMS para cada unidade vendida.
No período considerado, o movimento físico constou de estoque inicial de 1.000 unidades, compras de 1.500
unidades e vendas de 2.000 unidades.
A receita bruta de vendas alcançou o valor de $ 200.000,00.
Não houve devoluções, abatimentos ou vendas canceladas.
Com base nas informações acima, pode-se dizer que o estoque final, nesse período, alcançou o montante de:

a) $ 50.000,00
b) $ 44.000,00
c) $ 40.000,00
d) $ 37.500,00
e) $ 31.500,00

33) Calcule o custo das mercadorias vendidas e o lucro bruto de uma empresa que apresenta os seguintes
valores nas operações com mercadorias: Estoque inicial $ 1.200;
Compras $ 1.500; Devolução de vendas $ 200; Estoque final $ 1.400; Devolução de compras $ 200; Vendas $
2.600; Despesas administrativas $ 60; Despesas financeiras $ 40.

(A) $ 2.700 e $ 100.


(B) $ 1.500 e $ 900.
(C) $ 1.300 e $ 1.100.
(D) $ 1.100 e $ 1.300.
(E) $ 900 e $ 1.500.

34) A contabilidade de determinada empresa apresentava, em 31.12.20X2, os saldos:

Compras $ 85.000,00
Despesas com Propaganda $ 4.100,00
Despesas de Aluguel $ 1.200,00
Despesas de Salários $ 9.300,00
Devolução de Compras $ 2.000,00
Devolução de Vendas $ 1.600,00
Estoque Final $ 18.000,00
Estoque Inicial $ 25.000,00
Fretes sobre Compras $ 500,00
Receitas Financeiras $ 4.000,00
Seguro sobre Compras $ 200,00
Vendas $ 120.000,00

Considerando apenas os saldos das contas acima, pode se dizer que o valor das compras líquidas, do Custo das
Mercadorias Vendidas e o Resultado Líquido do Período são, respectivamente:

(A) $ 83.000,00; $ 94.700,00 e $ 17.800,00


(B) $ 83.700,00; $ 90.700,00 e $ 17.100,00
(C) $ 85.000,00; $ 90.000,00 e $ 13.100,00
(D) $ 85.700,00; $ 112.000,00 e $ 18.700,00
(E) $ 87.700,00; $ 97.700,00 e $ 17.100,00

35) O valor das Despesas Indiretas de Fabricação numa empresa industrial que teve os seguintes saldos no mês
de fevereiro de 20X3 é:

Compras de Materiais Diretos $ 135.000,00


Estoque Final da Conta Materiais Diretos $ 130.000,00
Estoque Final de Produtos em Processamento $ 300.000,00
Estoque Inicial da Conta Materiais Diretos $ 105.000,00
Estoque Inicial de Produtos em Processamento $ 0,00
Mão-de-Obra Direta $ 145.000,00

(A) $ 165.000,00
(B) $ 155.000,00
(C) $ 45.000,00
(D) $ 20.000,00
(E) $ 35.000,00
36) Uma empresa fabrica um produto que utiliza dois tipos de matérias-primas pesando 2,50 kg, sendo 1,40 kg de
Matéria-Prima A e 1,10 kg de Matéria-Prima B. O método utilizado pela empresa para valorar seus estoques é o
do Custo Médio Ponderado Móvel. Em agosto de 20X2, os custos unitários das requisições foram Matéria-Prima A
= $ 276,00/kg e Matéria-Prima B = $ 632,00/kg. Durante o processo de fabricação existe uma perda de 8% na
quantidade requisitada de matéria-prima. O Custo da Matéria-Prima para cada unidade é de:

(A) $ 454,00
(B) $ 587,83
(C) $ 908,00
(D) $ 1.175,65
(E) $ 875,92

37) Desconsiderando a incidência de impostos, determine o valor das Vendas e doCusto de Mercadorias
Vendidas, utilizando-se dos saldos abaixo:

Estoque Final $ 30.000,00


Lucro Bruto $ 90.000,00
Estoque Inicial $ 20.000,00
Compras $ 60.000,00
Fretes e Carretos nas Compras $ 5.000,00

(A) $ 90.000,00 e $ 105.000,00.


(B) $ 120.000,00 e $ 115.000,00.
(C) $ 145.000,00 e $ 55.000,00.
(D) $ 175.000,00 e $ 50.000,00.
(E) $ 154.000,00 e $ 50.000,00.

38) Uma indústria fabricou, no mês de fevereiro, 36.000 unidades de um determinado produto e obteve as
seguintes informações:

Custos Fixos $ 90.000,00


Mão-de-Obra Direta $ 54.000,00
Mão-de-Obra Indireta $ 9.000,00
Matéria-Prima $ 99.000,00

Se a empresa tivesse produzido 45.000 unidades desse produto, no mesmo mês, com as mesmas instalações e
com a mesma Mão-de-Obra Indireta, considerando o Custo Variável e o Custo Fixo, o custo por unidade
produzida será de:

(A) $ 6,15
(B) $ 6,45
(C) $ 6,50
(D) $ 7,00
(E) $ 6,35

39) O valor do Estoque Final de Produtos Acabados de uma empresa em 31/01/20X3 é de:

Compras de Produtos Acabados $ 450.000,00


Despesas Comerciais e Administrativas $ 28.000,00
Estoque Inicial de Produtos Acabados $ 200.000,00
Receita de Vendas de Produtos Acabados $ 630.000,00
Resultado Líquido $ 8.000,00

(A) $ 12.000,00
(B) $ 20.000,00
(C) $ 56.000,00
(D) $ 72.000,00
(E) $ 46.000,00
40) Considerando que uma empresa adquiriu 100 toneladas de aço ao preço total de $ 750.000,00, com os
seguintes gastos por tonelada:

Frete $ 2.500,00
Seguros $ 1.100,00
IPI Isento
ICMS Zero

O Valor a ser debitado na conta Estoque é:

(A) $ 390.000,00
(B) $ 860.000,00
(C) $ 1.000.000,00
(D) $ 1.110.000,00
(E) $ 1.010.000,00

41) Uma empresa apresenta os seguintes saldos contábeis:

Estoque Inicial $ 3.000,00


Compras $ 2.000,00
Devolução de Vendas $ 300,00
Estoque Final $ 2.500,00
Devolução de Compras $ 200,00
Vendas $ 3.500,00
Despesas Administrativas $ 150,00
Despesas Gerais $ 100,00

O Custo de Mercadorias Vendidas e o Lucro Operacional Líquido são, respectivamente:

(A) $ 2.100,00 e $ 900,00


(B) $ 2.200,00 e $ 750,00
(C) $ 2.300,00 e $ 650,00
(D) $ 2.300,00 e $ 800,00
(E) $ 2.200,00 e $ 700,00

PROBLEMAS

01) Uma determinada empresa comercial encerra seu exercício em 31 de dezembro de cada ano. Em 31.12.20X2,
as deduções da Receita Operacional Bruta da empresa em questão foram de $ 4.800,00 e representavam 10% da
Receita Operacional Bruta; o Custo das Mercadorias Vendidas foi de 70% da Receita Operacional Líquida; o valor
do Estoque de Mercadorias existente era de $ 6.600,00.

Tendo em vista as informações, calcule: o Lucro Operacional Bruto, a Receita Operacional Líquida e o Custo das
Mercadorias Vendidas.

Resolução:

Receita Operacional Bruta $ 48.000,00


(-) Deduções $ 4.800,00
----------------
(=) Receita Operacional Líquida $ 43.200,00
(-) Custo das Mercadorias Vendidas $ 30.240,00
----------------
(=) Lucro Operacional Bruto $ 12.960,00
02) A empresa apresentou os seguintes saldos no mês de fevereiro de 20X3:

Depreciação de Equipamentos Administrativos $ 38.000,00


Depreciação de Equipamentos de Fábrica $ 64.000,00
Energia Elétrica Consumida na Fábrica $ 160.000,00
Mão-de-Obra Direta $ 40.000,00
Mão-de-Obra Indireta $ 140.000,00
Materiais Diretos $ 560.000,00
Materiais Indiretos $ 18.000,00
Receita Líquida de Vendas $ 1.365.000,00
Salário da Equipe de Administração $ 18.000,00
Salário da Equipe de Vendas $ 28.000,00
Seguro das Instalações Fabris $ 8.000,00

Posição dos Estoques

Estoques 31.01.20X3 28.02.20X3


Matéria Prima $ 120.000,00 $ 75.000,00
Produtos em Elaboração $ 180.000,00 $ 65.000,00
Produtos Acabados $ 220.000,00 $ 90.000,00

Calcule os Custos de Produção, os Custos dos Produtos Vendidos e o Lucro Operacional Bruto.

RESOLUÇÃO

Custos de Produção

Depreciação de Equipamentos de Fábrica $ 64.000,00


Energia Elétrica Consumida na Fábrica $ 160.000,00
Mão-de-Obra Direta $ 40.000,00
Mão-de-Obra Indireta $ 140.000,00
Materiais Diretos $ 560.000,00
Materiais Indiretos $ 18.000,00
Seguro das Instalações Fabris $ 8.000,00
Custo de Produção $ 990.000,00

Custo dos Produtos Vendidos

Produtos em Elaboração em 31/01/X3 $ 180.000,00


(+) Custo de Produção $ 990.000,00
(-) Produtos em Elaboração em 28/02/X3 $ 65.000,00
(+) Produtos Acabados em 31/01/X3 $ 220.000,00
(-) Produtos Acabados em 28/02/X3 $ 90.000,00
Custos dos Produtos Vendidos $ 1.235.000,00

Lucro Operacional Bruto

Receita de Vendas $ 1.365.000,00


(-) Custo dos Produtos Vendidos $ 1.235.000,00
Lucro Operacional Bruto $ 130.000,00
03) Considerando as informações abaixo, assinale a alternativa CORRETA:

Balancete de Verificação em 31.12.20X2

CONTAS SALDOS FINAIS


Devedores Credores
Caixa $ 1.000,00
Capital Social $ 10.000,00
Clientes $ 8.000,00
Compra de Mercadorias para Revenda $ 3.400,00
Depreciação Acumulada Móveis e Utensílios $ 600,00
Despesas com Aluguéis $ 400,00
Despesas com Depreciação $ 600,00
Despesas com Salários $ 1.200,00
Despesas com Viagens $ 600,00
Estoque Inicial de Mercadorias para Revenda $ 2.500,00
Fornecedores $ 2.800,00
Móveis e Utensílios $ 5.300,00
Venda de Mercadorias $ 9.600,00
Total $ 23.000,00 $ 23.000,00

Sabendo-se que o Estoque Final de Mercadorias, em 31.12.20X2 é de $ 1.200,00, determine os valores,


respectivamente, do Custo de Mercadorias Vendidas, do total do Ativo e do Resultado Operacional Líquido.

Resolução:

Estoque Inicial de Mercadorias para Revenda + $ 2.500,00


Compra de Mercadorias para Revenda + $ 3.400,00
Estoque Final de Mercadorias, em 31.12.20X2 - $ 1.200,00
Custo de Mercadorias Vendidas = $4.700,00

Caixa + $ 1.000,00
Clientes + $ 8.000,00
Móveis e Utensílios + $ 5.300,00
Estoque Final de Mercadorias, em 31.12.20X2 é de + $ 1.200,00
Depreciação Acumulada Móveis e Utensílios - $ 600,00
Total do Ativo = $ 14.900,00

Venda de Mercadorias + $ 9.600,00


Custo de Mercadorias Vendidas - $ 4.700,00

Despesas com Aluguéis - $ 400,00


Despesas com Depreciação - $ 600,00
Despesas com Salários - $ 1.200,00
Despesas com Viagens - $ 600,00
Resultado Operacional Líquido = $ 2.100,00
CAPITULO 03 – Custos Indiretos

01) Na previsão dos Custos Indiretos de Fabricação, o único procedimento que está incorreto é:

a) previsão do volume de produção.


b) previsão dos Custos Indiretos de Fabricação Variáveis, a partir da análise dos Custos Diretos Fixos de
Fabricação.
c) previsão dos Custos Indiretos de Fabricação Variáveis, a partir da previsão do volume de produção.
d) previsão dos Custos Indiretos de Fabricação Fixos para o período.
e) previsão dos Custos Indiretos de Fabricação Fixos para o departamento.

02) Para apropriar corretamente os Custos Indiretos de Fabricação é necessário:

a) conhecer a quantidade de produtos elaborados.


b) quantificar os produtos em processo e elaborados.
c) estabelecer alguma relação causal entre eles e os produtos em elaboração.
d) determinar os totais dos custos indiretos do mês.
e) determinar os totais dos custos indiretos administrativos.
CAPITULO 04 – Custos dos Produtos Vendidos

01) No segundo trimestre de 20X2, a Indústria Esse de Produtos Fabris concluiu a produção de 600 unidades do
item X2, tendo logrado vender 400 dessas unidades, ao preço unitário de $ 120,00.
No mesmo período foram coletadas as informações abaixo:

- Custo Variável unitário $ 20,00.


- Total de Custos Fixos $ 18.000,00.
- Despesas variáveis de vendas de $ 2,00 por unidade.
- Inexistência de Estoque Inicial de Produtos no período.

Com base nas informações acima, feitas as devidas apurações, pode-se dizer que: o Custo dos Produtos
Vendidos; o Estoque Final de Produtos e o Lucro Líquido do período, calculados, respectivamente, por meio do
Custeio por Absorção e do Custeio Variável, alcançaram os seguintes valores:

(A) $ 18.000,00; $6.000,00; $ 8.000,00; $ 6.000,00; $ 27.000,00; $ 21.000,00.


(B) $ 16.000,00; $ 4.000,00; $ 12.000,00; $ 3.000,00; $ 26.500,00; $ 20.500,00.
(C) $ 20.000,00; $ 8.000,00; $ 10.000,00; $ 4.000,00; $ 27.200,00; $ 21.200,00.
(D) $15.000,00; $ 5.000,00; $ 14.000,00; $ 8.000,00; $ 25.400,00; $ 23.200,00.
(E) $ 12.000,00; $ 10.000,00; $ 16.000,00; $ 6.000,00; $ 22.200,00; $ 20.200,00.

SOLUÇÃO

Produção – 600 unidades


Vendas – 400 unidades x $ 120,00 = $ 48.000,00
Custo Variável - $ 20,00
Custos Fixos - $ 18.000,00
Despesas de Vendas – 2 unidades x $ 400,00 = $ 800,00

Pelo custeio Direto:

Vendas – 400 unidades x $ 120,00 = $ 48.000,00


(-) Custos Variáveis $ 8.000,00
(-) Despesas Variáveis $ 800,00
Margem de Contribuição $ 39.200,00
(-) Custos Fixoss $ 18.000,00
Lucro Bruto $ 21.200,00

Estoque Final = 200 unidades x $ 20,00 = $ 4.000,00

Custo Variável Total = 400 unidades x $ 20,00 = $ 8.000,00

Pelo Custeio por Absorção:

Custo unitário - $ 18.000,00 / 600 unidades = $ 30,00


Custo de Variável por unidade $ 20,00
Custo Total $ 50,00

Vendas – 400 unidades x $ 120,00 $ 48.000,00


Custo de Produtos Vendidos – 400 unidades x $ 50,00 $ 20.000,00
Lucro Bruto $ 28.000,00
(-) Despesas Variáveis – 400 unidades x $ 2,00 $ 800,00
Lucro Bruto $ 27.200,00

Estoque Final – 200 unidades x $ 50,00 = $ 10.000,00

Custo de Produtos Vendidos – 400 unidades x $ 50,00 = $ 20.000,00


02) As informações abaixo destacadas projetam um resultado com mercadorias de:

Devolução de Vendas de Mercadorias $ 7.000,00


Estoque Final de Mercadorias $ 8.000,00
Estoque Inicial de Mercadorias $ 12.000,00
Fretes Pagos sobre Compras de Mercadorias $ 5.000,00
ICMs Incidente sobre as Compras de Mercadorias $ 15.000,00
ICMs Incidente sobre as Vendas de Mercadorias $ 33.000,00
Total das Compras de Mercadorias $ 180.000,00
Total das Vendas de Mercadorias $ 240.000,00

(A) $ 33.000,00
(B) $ 31.000,00
(C) $ 26.000,00
(D) $ 11.000,00
(E) $ 16.000,00

03) Uma empresa comercial encerra seu exercício social em 31 de dezembro de cada ano. Em 31.12.2002, as
deduções da Receita Operacional Bruta da empresa foram de $ 7.680,00 e representaram 10% da Receita
Operacional Bruta. Em 31.12.2002, o Custo das Mercadorias Vendidas foi de 70% da Receita Operacional
Líquida. O valor do Estoque de Mercadorias existente em 31.12.2002 foi de $ 10.560,00.

Em 31.12.2002 o Lucro Operacional Bruto, a Receita Operacional Líquida e o Custo das Mercadorias Vendidas
foram, respectivamente:

(A) $ 20.736,00, $ 69.120,00 e $ 48.384,00


(B) $ 20.736,00, $ 76.800,00 e $ 48.384,00
(C) $ 28.416,00, $ 69.120,00 e $ 76.800,00
(D) $ 28.416,00, $ 76.800,00 e $ 69.120,00
(E) $ 26.736,00, $ 75.120,00 e $ 54.384,00

SOLUÇÃO

Deduções da Receita Operacional Bruta (10%) $ 7.680,00


Receita Operacional Bruta = 10 x deduções $ 76.800,00
Receita Operacional Líquida = ROB – Deduções $ 69.120,00

CMV = 70% de $ 69.120,00


CMV = $ 48.384,00

Lucro Operacional Bruto = Receita Operacional Bruta – CMV – Deduções


LOB = $ 76.800,00 - $ 48.384,00 - $ 7.680,00
LOB = $ 20.736,00

04) No mês de agosto de 2003 uma indústria apresentou as seguintes informações:

Aquisição de Novo Equipamento Industrial $ 98.100,00


Compras de Matéria-Prima $ 3.600,00
Depreciação de Máquinas Industriais $ 27.000,00
Depreciação de Móveis e Utensílios do Escritório $ 22.500,00
Energia Elétrica da Fábrica $ 112.500,00
Mão-de-Obra Direta $ 9.000,00
Mão-de-Obra Indireta $ 180.000,00
Materiais Indiretos Consumidos na Fábrica $ 810.000,00
Receita de Vendas $ 1.666.500,00
Salário de Vendedores $ 18.000,00
Salários Administrativos $ 900,00
Seguros da Fábrica $ 1.800,00
Estoques Finais Julho Agosto
Matéria-Prima $ 90.000,00 $ 72.000,00
Produtos em Processo $ 54.000,00 $ 72.000,00
Produtos Acabados $ 54.000,00 $ 72.000,00

O Custo com Materiais Diretos, o Custo Fabril e o Custo de Produtos Vendidos de uma indústria são
respectivamente:

(A) $ 33.600,00; $ 1.137.900,00 e $ 1.113.900,00


(B) $ 25.200,00; $ 1.165.500,00 e $ 1.129.500,00
(C) $ 21.600,00; $ 1.161.900,00 e $ 1.125.900,00
(D) $ 18.000,00; $ 1.143.900,00 e $ 1.215.900,00
(E) $ 33.600,00; $ 1.147.900,00 e $ 1.129.500,00

SOLUÇÃO

Custo dos Materiais Diretos = Estoque Final de Julho – Estoque Final de Agosto + Matérias Primas
CMD = $ 90.000,00 - $ 72.000,00 + $ 3.600,00
CMD = $ 21.600,00

Custo Fabril

Custo dos Materiais Diretos $ 21.600,00


Mão-de-obra Indireta $ 180.000,00
Mão-de-obra Direta $ 9.000,00
Depreciação de Máquinas $ 27.000,00
Seguros $ 1.800,00
Energia $ 112.500,00
Materiais Indiretos $ 810.000,00
Custo dos Produtos Vendidos $ 1.161.000,00

Estoque Final

Estoque Final Julho – Estoque Final Agosto


Produtos em processo + produtos acabados - Produtos em processo + produtos acabados
($ 72.000,00 - $ 72.000,00) – ($ 54.000,00 + $ 54.000,00)
$ !44.000,00 - $ 108.000,00
Estoque Final = $ 36.000,00

Custo dos Produtos Vendidos = Custo Fabril – Estoque Final


CPV = $ 1.161.900,00 - $ 36.000,00
CPV = $ 1.125.900,00

05) Uma empresa constrói um edifício comercial composto de 10 unidades, sendo 4 unidades de metragem igual
e o restante das unidades com o dobro da metragem. Durante a construção foram registrados os seguintes
custos: Terreno $ 30.000,00, Projetos $ 5.000,00, Materiais Aplicados $ 105.000,00, Mão-de-Obra Direta $
44.000,00 e outros custos $ 16.000,00. O custo total das quatro unidades iguais de metragem menor é de:

(A) $ 25.000,00
(B) $ 50.000,00
(C) $ 75.000,00
(D) $ 80.000,00
(E) $ 60.000,00
SOLUÇÃO

X = metragem da construção

4x + 6 . 2x = 100%
4x + 12x = 100%
x = 100 / 16
x = 6,25%

Custo Total = 100%

Terreno $ 30.000,00
Projeto $ 5.000,00
Materiais $ 105.000,00
Mão-de-obra $ 44.000,00
Outros Custos $ 16.000,00
Custo Total $ 200.000,00

O Custo Total de 4 unidades menores:

4 x 6,25% = 25% do total


25% x $ 200.000,00
O Custo Total das 4 unidades = $ 50.000,00

06) Considerando os saldos apresentados abaixo e sabendo-se que o Estoque Final de Mercadorias em
31.12.2002 era de $ 7.200,00, podemos afirmar que o Custo de Mercadorias Vendidas, o total do Ativo e o
Resultado Operacional Líquido são, respectivamente:

Balancete de Verificação em 31.12.2002

CONTAS Saldos
Caixa $ 6.000,00
Capital Social $ 45.000,00
Clientes $ 45.000,00
Compra de Mercadorias para Revenda $ 20.400,00
Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios $ 6.360,00
Despesas com Aluguéis $ 2.400,00
Despesas com Depreciação $ 3.600,00
Despesas com Salários $ 7.200,00
Despesas com Viagens $ 3.600,00
Estoque Inicial de Mercadorias para Revenda $ 15.000,00
Fornecedores $ 11.040,00
Lucros Acumulados $ 15.000,00
Móveis e Utensílios $ 31.800,00
Venda de Mercadorias $ 57.600,00

(A) $ 28.200,00; $ 76.440,00 e $ 16.200,00


(B) $ 28.200,00; $ 83.640,00 e $ 12.600,00
(C) $ 35.400,00; $ 76.440,00 e $ 16.200,00
(D) $ 35.400,00; $ 83.640,00 e $ 6.240,00
(E) $ 32.800,00; $ 63.400,00 e $ 12.240,00
07) As informações abaixo destacadas evidenciam um resultado com mercadorias de:

Devolução de Vendas de Mercadorias $ 5.000,00


Estoque Final de Mercadorias $ 12.000,00
Estoque Inicial de Mercadorias $ 8.000,00
Fretes Pagos sobre Compras de Mercadorias $ 3.500,00
ICMs Incidente sobre as Compras de Mercadorias $ 10.500,00
ICMs Incidente sobre as Vendas de Mercadorias $ 22.800,00
Total das Compras de Mercadorias $ 150.000,00
Total das Vendas de Mercadorias $ 190.000,00

(A) $ 12.700,00
(B) $ 23.200,00
(C) $ 26.700,00
(D) $ 28.200,00
(E) $ 26.200,00

SOLUÇÃO

Total das Vendas $ 190.000,00


(-) Devolução de Vendas $ 5.000,00
(-) Frete sobre Compras $ 3.500,00
(-) ICMS a Pagar $ 12.300,00
(-) Compras $ 150.000,00
Aumento de Estoque $ 4.000,00
Saldo $ 23.200,00

ICMS a Pagar = ICMS incidente sobre Vendas - ICMS incidente sobre Compras
ICMS a Pagar = $ 22.8800,00 - $ 10.500,00
ICMS a Pagar = $ 12.300,00

Aumento do Estoque = Estoque Final de Mercadorias – Estoque Inicial de Mercadorias


Aumento do Estoque = $ 12.000,00 - $ 8.000,00
Aumento do Estoque = $ 4.000,00

08) Uma empresa apresentou em sua contabilidade em 31.01.2003 os seguintes dados:

Aluguel de Fábrica $ 40.000,00


Compra de Matéria-Prima $ 120.000,00
Consumo de Matéria-Prima $ 100.000,00
Custos Diversos $ 60.000,00
Despesas Administrativas $ 120.000,00
Despesas de Vendas $ 80.000,00
Mão-de-Obra da Fábrica $ 80.000,00

No mês de fevereiro de 2003 foram fabricadas 800 unidades do produto e vendidas 540 unidades a $ 650,00
cada. O saldo de Estoques de Produtos Acabados e o Custo dos Produtos Vendidos, respectivamente, são:

(A) $ 91.000,00 e $ 189.000,00


(B) $ 280.000,00 e $ 351.000,00
(C) $ 189.000,00 e $ 260.000,00
(D) $ 192.000,00 e $ 162.000,00
(E) $ 191.000,00 e $ 198.000,00
SOLUÇÃO

540 unidades x $ 650,00 $ 190.000,00


Despesas de Vendas $ 80.000,00
Custos Diversos $ 60.000,00
Aluguel da Fábrica $ 40.000,00
Mão-de-obra da fábrica $ 80.000,00
Estoque de Produtos Acabados $ 91.000,00

Aluguel $ 40.000,00
Material Direto $ 100.000,00
Custo Diversos $ 60.000,00
Mão-de-obra $ 80.000,00
Custo Prod Vendidos $ 280.000,00

$ 280.000,00 / 800 unidades = $ 350,00/unidade

$350,00 x 540 unidades = $ 189.000,00

09) Em determinado período, foram produzidas 5.400 unidades, das quais 400 defeituosas, que foram vendidas
pelo valor líquido de $ 64.000,00, incluídas as despesas diretas com vendas. Sabendo-se que os custos de
fabricação do período importaram em $ 616.000,00, o custo de cada unidade de peça perfeita foi de:

(A) $ 102,22
(B) $ 110,40
(C) $ 114,07
(D) $ 123,20
(E) $ 120,40
CAPITULO 05 – Sistemas de Acumulação de Custos (produção contínua e encomenda)

01) A Marcenaria Greenwood S/A está produzindo mesas. No fim de setembro a linha de produção mantinha 300
unidades inacabadas, em fase média de processamento de 30%.

No referido mês, o custo unitário de fabricação alcançou $ 2.500,00.


No mês seguinte, outubro de 2002, a fábrica conseguiu concluir 2.100 unidades e iniciar outras 500 unidades,
deixando-as em fase de processamento com 50% de execução.

O custo total desse mês foi de $ 5.763.000,00.

Com base nestas informações e sabendo-se que a empresa utiliza o critério PEPS para avaliação de custos e
estoques, é correto afirmar que os elementos abaixo têm os valores respectivamente indicados.

(A) Produção Acabada de outubro $ 4.590.000,00; Produção em Andamento de setembro $ 750.000,00; e


Produção em Andamento de outubro $ 657.500,00.
(B) Produção Acabada de outubro $ 5.350.500,00; Produção em Andamento de setembro $ 225.000,00; e
Produção em Andamento de outubro $ 637.500,00.
(C) Produção Acabada de outubro $ 5.125.500,00; Produção em Andamento de setembro $ 450.000,00; e
Produção em Andamento de outubro $ 687.500,00.
(D) Produção Acabada de outubro $ 4.815.000,00; Produção em Andamento de setembro $ 350.000,00; e
Produção em Andamento de outubro $ 727.500,00.
(E) Produção Acabada de outubro $ 5.500.350,00; Produção em Andamento de setembro $ 325.000,00; e
Produção em Andamento de outubro $ 673.500,00.

Solução

Dados:

Setembro

300 unidades incabadas com 30% de acabadas


Custo unitário $ 2.500,00

Outubro

Concluiu 2.100 unidades


Iniciou 500 unidades com 50% de acabadas
Custo Total $ 5.763.000,00

a) Produção acabada de Outubro

Produção acabada em outubro = 2.100 unidades


produzidas apenas em setembro = 300 unid. Inacabadas – 30% = 90 unidades
Produzidas em outubro = 500 unid. Inacabadas – 50% = 250 unidades

2.100 – 90 + 250 = 2.260 unidades


Custo Total = $ 5.763.000, / 2.260 unidades = $ 2.250,00 / unidade

Produção acabada em outubro:


2.100 unidades – 1.800 unidades – 100% em outubro - $ 4.590.000,00
300 unidades - 70% em outubro - $ 535.500,00
produção acabada de setembro (90.000 unid x $ 2.500,) - $ 225.000,00
$ 5.350.500,00

b) Produção em Andamento de setembro

300 unid. (inacabada) – 30% = 90 unidades


custo unitário - $ 2.500,00 x 90 unidades = $ 225.000,00

c) Produção em andamento de Outubro

500 unidades x 50% = 250 unidades


Custo unitário = $ 2.250,00 x 250 unidades = $ 637.500,00
02) A empresa Tarefeoir Ltda. fabrica seu principal produto por encomendas antecipadas. Nesse tipo de atividade,
os custos são acumulados numa conta específica para cada ordem de produção (ou encomenda). A apuração só
ocorre quando do encerramento de cada ordem.

Em 31.01.X1 estavam em andamento as seguintes ordens de produção:

Ordem de Produção Matéria Prima Mão-de-obra CIF Total


001 $ 30.000, $ 12.000, $ 20.000, $ 62.000,
002 $ 100.000, $ 40.000, $ 50.000, $ 190.000

Em fevereiro de 20X1 os gastos com matéria-prima e mão-de-obra foram de:

Ordem de Produção Matéria-Prima Mão-de-Obra


001 $ 45.000, $ 28.800,
002 $ 135.000, $ 50.400,
003 $ 297.000, $ 64.800,
Total $ 477.000, $ 144.000,

Os custos indiretos de fabricação no mês de fevereiro de 20X1 totalizaram $ 225.000,00 e foram apropriados
proporcionalmente aos custos com a mão-de-obra.

Sabendo-se que as Ordens 001 e 002 foram concluídas em fevereiro e foram faturadas aos clientes por $
350.000,00 e $ 580.000,00, respectivamente, e que os produtos são isentos de tributação, pode-se afirmar, com
certeza, que as referidas ordens geraram, respectivamente, Lucro Bruto no valor de:

(A) $ 150.200,00 e $ 130.350,00


(B) $ 174.500,00 e $ 140.300,00
(C) $ 190.000,00 e $ 173.800,00
(D) $ 184.250,00 e $ 148.300,00
(E) $ 169.200,00 e $ 125.850,00

SOLUÇÃO

Ordem de Matéria- Mão-de- CIF Total


Produção Prima Obra
001 $ 45.000, $ 28.800, 20% x $ 225.000, = $ 45.000, $ 118.800,
002 $ 135.000, $ 50.400, 35% x $ 225.000, = $ 78.750, $ 264.150,
003 $ 297.000, $ 64.800, 45% x $ 225.000, = $ 101.250, $ 463.050,
Total $ 477.000, $ 144.000, $ 225.000, $ 846.000,

Os custos indiretos de fabricação no mês de fevereiro totalizaram $ 225.000, e foram apropriados


proporcionalmente aos custos com a mão-de-obra.

OP 001 - $ 28.800, / $ 144.000, = 0,2 ou 20%


OP 002 - $ 50.400, / $ 144.000, = 0,35 ou 35%
OP 003 - $ 64.800, / $ 144.000, = 0,45 ou 45%

OP 001 OP 002
Janeiro $ 62.000, $ 190.000,
Fevereiro $ 118.000, $ 264.150,
$ 180.800, $ 454.150,
Faturas $ 350.000, $ 580.000,
Lucro Bruto $ 169.200, $ 125.850,
03) A in dúst r ia Me ga to n S . A. es tá pro duz ind o 9 0 .00 0 u ni dad es de s eu ún ico pro du to , c o m u m
c us t o var iáve l u n it ár io de $84 , 00 e c us t o f i x o u ni t ár io de $28 , 00 , apu r ad os p el o m é to do de
cus teio po r a bsorç ão .
Par a a tende r à deman da de 1 25 .000 un ida des , feita p e lo merca do c onsumidor , ela p assou a
p rod uzir 14 0 .00 0 u n id ades do se u p rod u to , man te nd o ina l te ráve l a su a es tr u tur a atu al de
cus tos .
Co nsider and o tais in fo rmaç ões , o va lor do es toqu e d a Meg a ton , a o fin al do n o vo p er ío do
p r od u ti v o , s e r á , e m r e ais , de :

( A) 1 .080 ,000 .0 0
( B) 1 .260 ,000 .0 0
(C) 1 .530 ,000 .0 0
(D) 1 .562 ,400 .0 0
( E) 1 .680 ,000 .0 0

04) Numa ordem de produção foram utilizados $ 280.000,00 de mão-de-obra direta e $ 420.000,00 de matéria-
prima. Os custos gerais de produção foram aplicados, a uma taxa de 16% sobre os custos diretos básicos. O
custo da ordem de produção é de:

(A) $ 252.000,00
(B) $ 588.000,00
(C) $ 812.000,00
(D) $ 1.288.000,00
(E) $ 1.882.000,00

SOLUÇÃO

Produção - 90.000 unidades


Custo Variável - $ 34,00
Custo Fixo Total = $ 28,00 x 90.000 unidades
Custo Fixo Total = $ 2.520.000,00

Produção – 140.000 unidades


Demanda – 125.000 unidades
Estoque - 15.000 unidades

Custo Fixo = $ 2.520.000,00 / 140.000,00 unidades = $ 18,00 unidade

Estoque
Custo Fixo 15.000 unidades x $ 18,00 = $ 270.000,00
Custo Variável 15.000 unidades x $ 84,00 = $ 1.260.000,00
Estoque ........................................................ = $ 1.530.000,00
CAPITULO 06 – Métodos de Custeio (absorção e direto, MC, PE, MS)

01) margem de contribuição é a ferramenta utilizada para:

a) recuperar o lucro.
b) recuperar custos indiretos e formar o lucro.
c) recuperar custos diretos e custos indiretos.
d) fixar preço de venda.
e) determinar o custo de produção.

02) Que sistema de custeio, quando integrado, pode atender ao DL 1.598 - Regulamento do IR?
a) variável.
b) ABC.
c) absorção.
d) padrão.
e) Total.

03) Quando as máquinas utilizadas na produção têm diferentes potências e são aplicadas, cada uma, na
fabricação de cada produto, a melhor base para rateio do custo variável e indireto de energia elétrica é:

a) potência das máquinas.


b) área ocupada.
c) valor de aquisição das máquinas.
d) número de unidades produzidas.
e) energia elétrica consumida.

04) O ponto de interseção das retas de custo total e de receita total é denominado ponto de:

a) receita máxima.
b) equilíbrio.
c) custos máximos.
d) custos mínimos.
e) receita mínima.

05) Qual a modalidade utilizada para distribuição dos custos indiretos aos produtos e serviços, quando utilizado o
sistema de custeio por absorção?

a) indutores de custos.
b) volume de matérias-primas.
c) volume de vendas.
d) taxas de despesas administrativas.
e) volume de custos.
06) Com relação ao custo de produção, é necessária a adoção de um sistema de custeio para atender às
necessidades de preparação das demonstrações contábeis, já que o custo dos produtos vendidos ou dos serviços
prestados é elemento essencial da demonstração do resultado, além da avaliação dos estoques. Por outro lado,
empresas, especialmente as de médio e grande porte, têm necessidades gerenciais a serem supridas, fazendo
com que as exigências em relação aos sistemas de custeio sejam complexas. Considerando as necessidades de
informações das empresas, escolha a alternativa correta:

a) Há inúmeros sistemas de custos e critérios de avaliação da produção e dos estoques, sendo que, dentro dos
Princípios Fundamentais de Contabilidade, o método de custeio real por absorção é o indicado.
b) No sistema de custeio direto, somente os custos variáveis são considerados na avaliação dos estoques em
processo e acabados, sendo os custos fixos lançados diretamente nos resultados dos períodos em que
ocorrerem.
c) O sistema de custeio por absorção é, sem dúvida, o que apresenta o maior mérito na área gerencial, por
permitir melhor análise do desempenho empresarial e auxiliar a administração em inúmeras decisões, como,
por exemplo, produzir internamente ou terceirizar e adotar políticas de preços em função da relação custo-
volume-lucro.
d) O custo-padrão também é utilizado por inúmeras empresas para avaliação da produção e dos estoques, mas
não é um bom instrumento para fins gerenciais.
e) O custo-padrão também é utilizado por inúmeras empresas para avaliação da margem de segurança e do
ponto de equilíbrio, mas não é um bom instrumento para fins gerenciais.

07) A margem de contribuição é a ferramenta utilizada para:

a) recuperar o lucro.
b) recuperar custos indiretos e formar o lucro.
c) recuperar custos diretos e custos indiretos.
d) fixar preço de venda.
e) recuperar a receita.

08) A legislação fiscal federal estabelece que o contribuinte que mantiver um sistema de contabilidade de custos
integrado e coordenado com o restante da escrituração:

a) deverá avaliar o estoque de produtos em fabricação em valor equivalente a uma vez e meia o maior custo das
matérias-primas adquiridas no período-base.
b) deverá avaliar o estoque de produtos em fabricação em valor correspondente a 55% do maior preço de venda
no período-base.
c) deverá avaliar o estoque de produtos acabados em valor equivalente a 70% do maior preço de venda no
período-base.
d) poderá utilizar os custos apurados para avaliação dos estoques de produtos em fabricação e acabados.
e) não deverá utilizar os custos apurados para avaliação dos estoques de produtos acabados.

09) Uma empresa elabora apenas dois produtos: A e B. No mês de agosto de 2003 foram produzidas 400
unidades de A e 360 unidades de B. Os critérios de rateio adotados pela empresa para apropriação dos Custos
Indiretos são: Horas-Máquina e a Mão-de-Obra Direta. Face às informações retro, a alternativa CORRETA é:

Produto A Produto B Total


Materiais Diretos $ 96.000,00 $ 74.000,00 $ 170.000,00
Mão de Obra Direta $ 42.000,00 $ 24.000,00 $ 66.000,00
Custo Primário Direto $ 138.000,00 $ 98.000,00 $ 236.000,00
Custos Indiretos de Fabricação $ 100.000,00
Total $ 138.000,00 $ 98.000,00 $ 336.000,00
Horas-Máquina Empregada 630 920 1.550
(A) O produto A tem um custo unitário de produção mais alto considerando o critério de rateio base Mão-de-Obra
Direta no montante de $ 57,50 devido ao montante de Mão-de-Obra Direta utilizada na fabricação; o produto B
tem um custo unitário de produção mais alto considerando o critério base Horas-Máquina no montante de $
63,89 devido ao volume de horas trabalhadas na fabricação do produto.
(B) O produto A tem um custo unitário de produção mais baixo considerando o critério horas-máquina no
montante de $ 132,78 devido ao volume de horas trabalhadas na fabricação do produto; o produto B tem um
custo unitário de produção mais baixo considerando o critério de rateio Mão-de-Obra Direta no montante de $
11,39 devido ao montante de Mão-de-Obra Direta utilizada na fabricação.
(C) O produto A tem um custo unitário de produção mais alto considerando o critério horas-máquina no montante
de $ 68,89 devido ao montante de Mão-de-Obra Direta do produto; o produto B tem um custo unitário de
produção mais alto considerando o critério de rateio Mão-de-Obra Direta no montante de $ 75,28 devido ao
volume de horas-máquina na fabricação.
(D) O produto A tem um custo unitário de produção mais alto considerando o critério de rateio Mão-de-Obra Direta
no montante de $ 57,50 devido ao volume de horas-máquina utilizadas na fabricação; o produto B tem um
custo unitário de produção mais alto considerando o critério Mão-de-Obra Direta no montante de $ 63,89
devido ao volume de horas trabalhadas na fabricação do produto.
(E) O produto A tem um custo unitário de produção mais alto considerando o critério de rateio Mão-de-Obra
Indireta no montante de $ 57,50 devido ao volume de horas-máquina utilizadas na fabricação; o produto B tem
um custo unitário de produção mais alto considerando o critério Mão-de-Obra Direta no montante de $ 63,89
devido ao volume de horas-máquinas na fabricação do produto.

SOLUÇÃO

1) Horas/máquinas:

PRODUTO A PRODUTO B
Custo Primário $ 138.000,00 Custo Primário $ 98.000,00
Custo Industrialização – 40,645% $ 40.645,16 Custo Industrialização – 59,355% $ 59.354,84
$ 178.645,16 $ 157.354,84
Custo Unitário = $ 178.645,16 / 400 unid $ 446,61 Custo Unitário = $ 157.354,84 / 360 unid $ 437,10

Rateio dos Custos Indiretos de Fabricação = $ 100.000,00

Produto A:

1550 horas – 100%


630 horas – x
x = 40,645%

Custos Indiretos de Fabricação = $ 100.000,00


40,645% x $ 100.000,00 = $ 40.645,16

Produto B:

1550 horas – 100%


920 horas – x
x = 59,355%

Custos Indiretos de Fabricação = $ 100.000,00


59,355% x $ 100.000,00 = $ 59.354,84

2) Mão-de-obra Direta:

PRODUTO A PRODUTO B
Custo Primário $ 138.000,00 Custo Primário $ 98.000,00
Custo Industrialização – 63,64% $ 63.640,00 Custo Industrialização – 36,36% $ 36.360,00
$ 201.640,00 $ 134.360,00
Custo Unitário = $ 201.640,00 / 400 unid $ 504,10 Custo Unitário = $ 134.360,00 / 360 unid $ 373,22
Rateio da Mão-de-obra Direta = $ 66.000,00

Produto A:

$ 66.000,00 – 100%
$ 42.000,00 – x

x = 63,64%

63,64% x $ 100.000,00 = $ 63.640,00

Produto B:

$ 66.000,00 – 100%
$ 24.000,00 – x

x = 36,36%

36,36% x $ 100.000,00 = $ 36.360,00

Produto A Produto B

Mão-de-0bra Direta $ 504,10 Mão-de-obra Direta $ 373,22


Horas/máquinas $ 446,61 Horas/máquinas $ 437,10
Diferença $ 57,49 Diferença ($ 63,88)

10) Uma empresa tem um Custo Fixo mensal pré-determinado no montante de $ 297.000,00. No mês de julho de
2003 produziu 99.000 unidades de seu produto, incorrendo em $ 693.000,00 de Custo Variável. Considerando,
alternativamente, uma produção de 74.250 unidades o Custo Unitário da produção seria de:

(A) $ 10,00
(B) $ 11,00
(C) $ 12,33
(D) $ 13,33
(E) $ 12,00

SOLUÇÃO

Custo Fixo $ 297.000,00


Custo Variável Unitário (CVu) = $ 693.000,00 / 99.000 unidades = $ 7,00/unidade
Custo Fixo Unitário (CFu) = $ 297.000,00 / 74.250 unidades = $ 4,00/unidade

Custo Unitário Total = Cvu + CFu


CT = $ 7,00 + $ 4,00
CT = $ 11,00
CAPITULO 07 – Sistemas de Custeio (custo padrão)

01) O conceito de “Custo-Padrão”:

a) não é baseado em princípios científicos, uma vez que ele se utiliza de experiências simuladas, que são
realizadas dentro de condições normais de fabricação, registradas e controladas por medições de natureza
operacional e relacionadas à estatística.
b) é um custo planejado para determinado período, analisando cada fator de produção em condições normais de
fabricação.
c) é baseado na indexação do Custo Histórico, atualizando o mesmo apenas para indexar o preço de venda do
produto.
d) não observa cada fator de produção, a fim de verificar os desvios resultantes de sua comparação com o Custo
Histórico.
e) é um custo determinado para determinado período, analisando cada fator de produção em condições
anormais de fabricação.
CAPITULO 08 – Orçamento e Análise do Lucro Bruto