Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO

CCT – CENTRO DE CIÊNCIA TECNOLÓGICAS


DIRETORIA DE ENGENHARIAS
CALCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL DE UMA VARIÁVEL
LISTA 2

1) Seja y=ax²+bx. Encontrar os valores de a e b sabendo que a tangente à curvo no ponto (1;5) tem inclinação m=8.
2) Dada a função f(t)=3t³-4t+1, encontrar f(0) – t.f’(0).
3) Em qualquer ponto (x;y) de uma determinada curva, a reta tangente tem inclinação igual a 3x-5. Se a curva
contém o ponto (2;1), ache sua equação.
4) Ache uma equação da reta tangente à curva no ponto indicado. y = x²-x+2 (curva) ; ponto indicado: (2;4).
𝒇′ (𝒙) + 𝒈′ (𝒙) = 𝟏 + 𝟐𝒙
5) Dadas as funções f(x) = x² + Ax e g(x) = Bx, determinar A e B de tal forma que {
𝒇(𝒙) − 𝒈(𝒙) = 𝒙²
𝟏
6) Calcule a derivada de 𝒇(𝒙) = 𝒙 𝒙.

7) A reta tangente à curva y=-x4+2x²+x no ponto (1;2) é também tangente à curva em outro ponto. Ache esse
ponto.

8) Determine a derivada de 𝒇(𝒙) = √√𝒙𝟐 + 𝟏.

9) Obter a derivada de f(x) = (3x² + x) . (1 + x + x³).


𝟕 √𝟑
10) Calcule a derivada de 𝒇(𝒙) = − 𝒙𝟑 − .
𝟓 𝟕

𝑓(𝑥) = √√𝑥 2 + 1 = (√𝑥 2 + 1)1/2 = [(√𝑥 2 + 1)1/2 ]1/2 ⟹ 𝑓(𝑥) = (𝑥 2 + 1)1/4


1 ′ 1 1 1 3 1
𝑓 ′ (𝑥) = [(𝑥 2 + 1)4 ] = (𝑥 2 + 1)4−1 ∙ (𝑥 2 + 1)′ = (𝑥 2 + 1)−4 ∙ 2𝑥 2−1 = ∙ 2𝑥 ⟹
4 4 4
4 ∙ √(𝑥 2 + 1)3
𝑥
⟹ 𝑓 ′ (𝑥) = 4
2 ∙ √(𝑥 2 + 1)3
Tomando y=3x-5:
𝑦′(𝑥) = 3𝑥 − 5
Considerando y(x)=ax²+bx+c a equação a curva, temos sua derivada y’(x)=2ax+b. Igualando com o anterior:
y’(x) = 2ax + b = 𝑦′(𝑥) = 3𝑥 − 5
2ax + b = 3𝑥 − 5
3
2𝑎 = 3 ⟹ 𝑎 = 2 𝑏 = −5

Para o ponto (2;1) e substituindo a e b em y(x), temos:


3
y(x) = ax 2 + bx + c ⇒ 1 = 22 ∙ + (−5) ∙ 2 + c ⇒ 1 = 6 − 10 ⇒ 𝑐 = 5
2
Montando a equação da curva, temos:
3
y(x) = ax 2 + bx + c ⇒ y(x) = x 2 − 5x + 5
2
Tomando a derivada de y(x) = −x 4 + 2x 2 + x:
y(x) = −x 4 + 2x 2 + x ⇒ y ′ (x) = −4x 3 + 4x + 1
Buscando m:
m = y ′ (x0 ) = y ′ (1) ⇒ 𝑚 = −4 ∙ 13 + 4 ∙ 1 + 1 ⇒ 𝑚 = 1
Montando a equação da reta a partir do (1;2):
𝑦 − y0 = 𝑚(𝑥 − x0 ) ⇒ 𝑦 − 2 = 1(𝑥 − 1) ⇒ 𝑦 = 𝑥 + 1
Igualando a equação da reta tangente e a equação da curva:
−x 4 + 2x 2 + x = 𝑥 + 1 ⇒ x 2 (−x 2 + 2) = 1
x 2 = 1 ⟹ 𝑥 = ±1 −x 2 + 2 = 1 ⟹ x 2 = 1 ⟹ 𝑥 = ±1
p/ x=1 p/ x=-1
𝑦 =1+1⟹𝑦 =2 𝑦 = −1 + 1 ⟹ 𝑦 = 0
(1;2) – já mostrado (-1;0) – ponto pedido

Tomando o ponto (1;5), em y(x), temos:


y(1) = 5 ⟹ a ∙ 12 + b ∙ 1 = 5 ⟹ 𝑎 + 𝑏 = 5
Como y(x) = ax 2 + bx , derivando temos y′(x) = 2ax + b .
Aplicando m = y ′ (x0 ) sendo m=8:
m = y ′ (x0 ) ⟹ y ′ (1) = 8 ⇒ 8 = 2a ∙ 1 + b ⇒ 2a + b = 8
Montando o sistema, temos:
𝑎+𝑏 =5
{
2a + b = 8
Subtraindo as equações: 𝑎 = 3
Substituindo em uma das equações: 𝑏 = 2
Substituindo os valores de a e b na função, temos:
y(x) = 3x 2 + 2x

−3 −3√𝑥
f ′ (x) = 𝑜𝑢 f ′ (x) =
2𝑥 2 √𝑥 2𝑥 3