Você está na página 1de 7

LAUDO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

IMÓVEL VISTORIADO: EMEB SADAO WATANABE

Ronaldo de Abreu Gonzalez


Eng.º Civil e Eng.º de Seg. do Trabalho
CREA – RN 1204823731

Dezembro/2014.

1/7 
 
SUMÁRIO
1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS .................................................................................................... 3

1.1 APRESENTAÇÃO ............................................................................................................... 3

1.2 IDENTIFICAÇÃO DO CONTRATANTE ........................................................................... 3

1.3 IDENTIFICAÇÃO DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL ............................................... 3

1.4 PERÍODO DA PERÍCIA ...................................................................................................... 3

1.5 NORMAS APLICÁVEIS ..................................................................................................... 3

2. OBJETIVO ................................................................................................................................... 4

3. METODOLOGIA ......................................................................................................................... 4

4. ANÁLISE E RECOMENDAÇÕES ............................................................................................. 4

4.1 RECOMENDAÇÕES GERAIS ............................................................................................ 4

4.2 RECOMENDAÇÕES ESPECÍFICAS .................................................................................. 5

5. CONCLUSÃO .............................................................................................................................. 7

2/7 
 
1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS
1.1 APRESENTAÇÃO
Este laudo refere-se à análise das condições de segurança das instalações elétricas da Escola
Municipal de Educação Básica Sadao Watanabe, situada na Avenida das Sibipirunas, nº 5651,
Quadra 12, Jardim das Primaveras, no município de Sinop-MT.

1.2 IDENTIFICAÇÃO DO CONTRATANTE


Nome: Prefeitura Municipal de Sinop
Endereço: Avenida das Embaúbas, nº 1386, Centro
CNPJ: 15.024.003/0001-32
Fone: (66) 3517-5200

1.3 IDENTIFICAÇÃO DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL


Nome: Ronaldo de Abreu Gonzalez
Título: Engenheiro Civil e Engenheiro de Segurança do Trabalho
CREA (Registro Nacional): 1204823731

1.4 PERÍODO DA PERÍCIA


Período de realização da perícia: 04 a 06 de dezembro de 2014.

1.5 NORMAS APLICÁVEIS


O signatário baseou suas análises em dados obtidos das seguintes fontes:
. Inspeções e medições realizadas in loco no período de 04 de dezembro de 2014.
· Normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) de números NBR-5410
(Instalações elétricas em baixa tensão), NBR-5419 (Proteção de estruturas contra descargas
atmosféricas) e NR-10 (Segurança em instalações e segurança em serviços em eletricidade).

3/7 
 
2. OBJETIVO
A elaboração do presente laudo tem por finalidade avaliar a condição das instalações elétrica,
não somente do ponto de vista técnico como também qualitativo e principalmente voltado à
segurança de equipamentos, instalações e usuários, eliminando ou neutralizando os possíveis riscos
potenciais de acidentes de origem elétrica.

3. METODOLOGIA
Para a vistoria adotou-se a seguinte metodologia nesta perícia:
Desenvolveu-se a perícia técnica utilizando-se do método de avaliação analítica, ora este
dividido em: análise de projetos e documentações (quando existentes), inspeções, medições e testes
in situ, visando avaliar as condições da edificação quanto as instalações elétricas. Para realização
deste trabalho, foi empreendida diligência local no período de 04 de dezembro de 2014, quando foi
realizada coleta de dados.
Em seguida, fez-se acurada análise dos dados coletados, dentro das hipóteses mais indicadas
tendo, desta forma, processado todos os elementos reunidos, de maneira suficiente, modo pelo qual
se chegaram às conclusões ora demonstradas.

4. ANÁLISE E RECOMENDAÇÕES
Ao realizarmos a vistoria in loco, chegamos as seguintes observações listadas abaixo:

4.1 RECOMENDAÇÕES GERAIS


a) Deve ser realizado anualmente manutenção preventiva e limpeza dos equipamentos (ar
condicionado, ventiladores, chuveiros, bombas d’água e outros) e do sistema elétrico (caixas
de passagem, quadros de distribuição e medição, entre outros), afim de identificar pontos
com aquecimento, oxidação e/ou defeitos em geral.
b) Todos os equipamentos elétricos, como ar condicionados, geladeiras, freezer, exaustores,
bebedouros, bombas d’água, chuveiros e outros, devem estar devidamente aterrados para
evitar acidentes de origem elétrica.
c) Todos os quadros (de medição e distribuição) devem ter seus acessos livres, devendo ser
retirado todos os objetos que impossibilitem ou dificultem o acesso à eles. Os mesmos
devem estar bem fixados, ter esquema elétrico, diagrama unifilar, identificação dos
circuitos, placa de advertência, dispositivos de controle de fuga de corrente (DR-Disjuntor
Residual), dispositivo de proteção contra surtos (DPS), aterramento da caixa metálica e
4/7 
 
padronização das cores dos cabos, pois em caso de sinistros ou manutenção, pode haver
confusão e consequentemente acidentes.
d) Toda fiação aparente deve ser embutida e/ou protegida por eletrodutos, assim como todas as
tomadas devem ter espelhos.
e) Todo aterramento deve ser interligado no mesmo sistema, para evitar DDP (Diferença de
Potencial).
f) A edificação não possui sistema de SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas
Atmosféricas).
g) Todas as ligações/chaves/circuitos inoperantes devem ser eliminados.

4.2 RECOMENDAÇÕES ESPECÍFICAS


h) A escola possui onze quadros de distribuição e todos precisam de adequações.
i) O medidor de energia não apresentou aquecimento mas as fases estão desbalanceadas com
as seguintes medidas: Fase A – 56A; Fase B – 44A; Fase C – 28A;
Tal situação pode ocasionar sobrecarga no cabeamento e consequentemente aumento no
valor monetário da conta mensal. A intervenção conduzindo ao balanceamento é viável
financeiramente pelo motivo relatado.
j) A barra viva de um dos quadros de distribuição encontra-se exposta. É necessário a
implantação de uma proteção de acrílico ou metálica para evitar acidentes.
k) Na lavanderia é necessário substituir interruptor de acionamento da bomba d’água por
disjuntor.
l) O bebedouro e as bombas d’água estão sem aterramento. As bombas também estão com
condutor exposto, sem tampa de proteção e isolação dos eletrodutos. É necessário
urgentemente a instalação de aterramento e/ou outras medidas para evitar choque elétrico
aos usuários.
m) Na cozinha e nos corredores a iluminação é falha e insuficiente. Os ambientes devem ser
adequados, tornando o espaço agradável aos usuários.
n) A caixa de passagem da quadra poliesportiva está com os condutores desencapados, sem
manutenção e padronização de cores dos cabos.
o) É necessário a desobstrução das aberturas das portas dos quadros de distribuição que possam
estar atrás de armários, arquivos e/ou portas do ambiente, pois há risco de acidentes para as
equipes de manutenção.

5/7 
 
p) Existe uma infiltração sobre as instalações elétricas de uma lâmpada do corredor. O
problema deve ser corrigido uma vez que já houveram relatos de curto circuito no local.
q) No laboratório de informática o hack deve ter sua tomada adequada conforme demanda de
carga do aparelho. É necessário a adequação e fixação das tomadas, providenciar
aterramento e eletrodutos nos condutores expostos.
r) O chuveiro do banheiro está sem tampa de proteção, deixando os condutores expostos.

6/7 
 
5. CONCLUSÃO
Este trabalho tem validade de cinco anos para as condições analisadas, onde quaisquer
alterações que venham ocorrer no que tange a distribuição física ao processo de trabalho da escola,
tornará este laudo sem validade, isentando o profissional de quaisquer responsabilidades. Neste caso
será necessário um novo estudo e laudo para as novas condições.
As recomendações gerais devem ser informadas as equipes de manutenção/zeladores, pois torna
necessário inspeções com periodicidade máxima de um mês. Assim sendo, novas vulnerabilidades
ocasionadas por danos, vandalismo, instalação ou retirada de equipamentos devem ser rapidamente
relatadas e corrigidas, evitando com essa manutenção preventiva a ocorrência de acidentes elétricos.
Em relação as recomendações específicas, devem ser imediatamente sanadas, uma vez que
todos os frequentadores da escola encontram-se expostos.
As irregularidades apontadas neste laudo foram relatadas no sentido de aumentar os níveis de
segurança, adequar as normas vigentes e reduzir os custos monetário relativos a conta de energia
mensal.

É o nosso parecer,

Sinop, 06 de dezembro 2014.

___________________________________________
Ronaldo de Abreu Gonzalez
Eng.º Civil e Eng.º de Seg. do Trabalho
CREA – RN 1204823731

7/7