Você está na página 1de 12
BOLETIM INF ORMA TIV O D A ESCOLA DE DIREIT O DE SÃ O P
BOLETIM INF ORMA TIV O D A ESCOLA
BOLETIM
INF ORMA TIV O
D
A
ESCOLA

DE

DIREIT O

DE

SÃ O

P AUL O

D

SETEMBRO

ANO 5 : NÚMERO 47

2008

A

FUND A Ç

Ã

O

GETULIO

V ARG A

S

ANO 5 : NÚMERO 47 2008 A FUND A Ç Ã O GETULIO V ARG A

: DESTAQUES DO MÊS

: FEIRA DE ESTÁGIOS - DIREITO GV

: INÍCIO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MESTRADO

: ARY OSWALDO MATTOS FILHO PARTICIPA DE DEBATE NO ESTADÃO

: SEMINÁRIO FORMALISMO, DOGMÁTICA JURÍDICA E ESTADO DE DIREITO

: PROFESSORES DA DIREITO GV EM SEMINÁRIOS E CONGRESSOS

: WORKSHOP DE PESQUISAS DIREITO GV

: REVISTA DIREITO GV INDICA

: LEIA OS LIVROS DIREITO GV

: DIREITO GV NA MÍDIA

: SEÇÕES : MESTRADO : GRADUAÇÃO : EVENTOS : NOTÍCIAS : DIREITO GV NA MÍDIA
: SEÇÕES
: MESTRADO
: GRADUAÇÃO
: EVENTOS
: NOTÍCIAS
: DIREITO GV NA MÍDIA
: PONTES
: LEIA OS LIVROS DIREITO GV
:
REVISTA DIREITO GV INDICA
: ERRATA
RUA ROCHA, 233
SÃO PAULO SP BRASIL
TEL
(11) 3281.3310
(11) 3281.3306
: 01
:
02
:
03
:
04
:
05
:
06
:
07
:
08
:
09
:
10
:
11
: IMPRIMIR
WWW.DIREITOGV.COM.BR

: MESTRADO

O curso de mestrado do programa de pós-graduação stricto sensu da DIREITO GV iniciou suas atividades em 11 de agosto. Entre 11 e 14 de agosto, os discentes foram recepcionados pelos diretores, coordenadores e professores em uma semana de integração.

Participaram do evento: Ary Oswaldo Mattos Filho, Paulo Clarindo Goldschmidt, Adriana Ancona de Faria, Carlos Ari Vieira Sundfeld, Carlos Guilherme Santos Serôa da Mota, Dimitri Dimoulis, Érica Cristina Rocha Gorga, Flavia Portella Püschel, José Garcez Ghirardi, José Rodrigo Rodriguez, Leonardo Arquimimo de Carvalho, Luciana Gross Siqueira Cunha, Maíra Rocha Machado, Mário Gomes Schapiro, Michelle Ratton Sanchez, Oscar Vilhena Vieira, Paulo Eduardo Alves da Silva e Salem Hikmat Nasser.

O objetivo do programa é consolidar um ambiente de reflexão e produção acadêmica de excelência, com forte ênfase para a pesquisa nas linhas de negócios e instituições do estado democrático de direito. Queremos formar juristas habilitados a pensar e ope- rar as complexas estruturas jurídicas da sociedade contemporânea, contribuindo de maneira criativa e ori- ginal para a formulação de novos institutos e alterna- tivas jurídicas que favoreçam o desenvolvimento, em seu sentido integral”, explica o professor Oscar Vilhena Vieira (coordenador do programa de mestrado – DIREITO GV)

SETEMBRO

2008

: GRADUAÇÃO

: FEIRA DE ESTÁGIOS - DIREITO GV

A DIREITO GV inicia o ciclo de feira de estágios para os alunos que estão no término do terceiro ano. Inspirada no modelo de job fair das escolas de direito norte-americanas, segundo o qual a própria instituição de ensino encarrega-se mais proximamente da inserção profissional de seus alunos, responsabilizando- se pela aproximação entre empregadores e estudantes, por meio de processos seletivos exclusivos e focalizados.

“A Feira de Estágios inicia-se com o contato da DIREITO GV com empregadores e a busca de vagas exclusivas para concorrência entre seus alunos, ainda no primeiro semestre de 2008” explica Frederico Normanha Ribeiro de Almeida (coordenador de prática jurídica da DIREITO GV).

“Ainda durante o mês de agosto, serão realizadas entrevistas preliminares para a formação dos perfis profissionais dos alunos participantes, no qual identificaremos interesses profissionais e elementos vocacionais para melhor colocação dos candidatos no mercado de trabalho”, afirma Frederico Almeida.

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

: EVENTOS

: DIREITO GV PROMOVE WORKSHOP DE PESQUISAS

Em 06 de agosto, a DIREITO GV iniciou o ciclo semestral

de workshops de pesquisas, reuniões mensais em que será

debatido o andamento de alguns projetos desenvolvidos pela escola. Além disso, essas reuniões incluirão a discus- são de textos relacionados ao tema de direito e desenvol- vimento, mote do programa de mestrado da DIREITO GV.

Na primeira reunião, foi apresentado o paper escrito pelo professor Bruno Meyerhof Salama (DIREITO GV) em par- ceria com Daniel Benoliel (professor da Universidade de Haifa, Israel), intitulado Towards a Post-Wto Bargaining Theory: The Case of Patents.

Partindo de um caso prático, a liderança do Brasil na OMC

no caso da quebra de patentes de medicamentos de com-

bate a AIDS, o trabalho busca levantar elementos que ana- lisam os fatores que levam países com menor influência política no jogo das negociações internacionais a obter importantes vitórias, como se deu neste caso específico.

Em 27 de agosto, o mesmo paper foi apresentado pelo professor Bruno Meyerhof Salama em workshop pro- movido na Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP).

: DIREITO GV PROMOVEU ENCONTRO COM ADVOGADOS

A DIREITO GV promoveu o primeiro “Encontro com

Advogados” do segundo semestre em 20 de agosto. A idéia do evento é esclarecer a alunos do segundo grau e vestibulares as principais dúvidas sobre a carreira jurídica

e mostrar aos candidatos que há várias opções de atua- ção para os futuros bacharéis em direito. “O mercado pre- cisa de profissionais mais arrojados e com visão crítica”, afirma Luciana Gross Siqueira Cunha (DIREITO GV), que liderou o encontro.

A idéia é mostrar que existem várias opções de atua- ção para os futuros profissionais, que não se restringem às áreas tradicionais, como civil ou criminal. A DIREITO GV criou uma linha de ensino para formar esse profis- sional”, analisa Luciana Cunha.

: DIREITO GV RECEBEU ESPECIALISTAS PARA DISCUTIR POLÍTICAS DE COMBATE À VIOLÊNCIA

Por mais que a realidade paulistana pareça mostrar o con- trário, estatísticas da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo apontam que, nos últimos cinco anos, houve uma queda de 50% nos índices de homicí- dio na capital paulistana. Essa taxa chega a 70% se com- parada com os índices dos últimos dez anos. A abertu- ra do seminário contou com a participação de Ronaldo Marzagão (Secretário de Segurança Pública).

O que pode explicar o fenômeno? Especialistas das mais variadas tendências se reuniram na DIREITO GV, em 21 de agosto, para mostrar dados que permitem analisar o fenômeno e apontar direções para a formulação de uma política pública de combate à violência.

O objetivo do evento foi permitir que alguns dos princi- pais nomes do campo da segurança pública e que este- jam envolvidos na execução e ou análise de políticas de

SETEMBRO

2008

redução da violência, sobretudo em torno de ações de enfrentamento dos homicídios, troquem opiniões e evi- dências sobre o movimento desses crimes e, em espe- cial, a acentuada queda em São Paulo observada a par- tir de 2000”, aponta o professor Theodomiro Dias Neto (DIREITO GV), um dos organizadores do evento.

Theodomiro Dias Neto prossegue, afirmando que é importante “identificar e ponderar os fatores preponde- rantes, segundo os participantes do evento, para a queda observada nos homicídios e subsidiar a modela- gem de pesquisa capaz de testá-los, à luz das evidên- cias empíricas disponíveis, e de sistema de indicadores para o monitoramento da área de segurança pública”.

Além da DIREITO GV, os outros organizadores do even- to foram o Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Secretaria de Estado dos Negócios da Segurança

Pública de São Paulo, a Fundação Friedrich Ebert (FES),

o Instituto das Nações Unidas para a Prevenção do Delito

e Tratamento do Delinqüente (Ilanud), o Instituto Sou da Paz e o Núcleo de Estudos da Violência (NEV/USP). O evento conta com o apoio do Crisp/UFMG.

: DIREITO GV PROMOVEU O SEMINÁRIO FORMALISMO, DOGMÁTICA JURÍDICA E ESTADO DE DIREITO

A DIREITO GV promoveu, em 22 de agosto, o seminário

Formalismo, Dogmática Jurídica e Estado

continua >>

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

<< volta

de Direito, para suscitar um debate contem-

porâneo baseado na obra de Tercio Sampaio Ferraz Jr.

Segundo José Rodrigo Rodriguez (coordenador de publicações da DIREITO GV e um dos organizadores do evento), a idéia de promover o seminário partiu das diver- sas críticas que o extremo formalismo jurídico vem sofrendo por parte de uma geração de juristas, alguns deles auto-intitulados “contra-dogmáticos”, cujas refle- xões renovaram o pensamento jurídico nacional.

“Internacionalmente, a crítica ao formalismo data do começo do século XX, protagonizada por autores como Eugene Ehrlich, Herman Kantorowicz, François Gény, Rudolf Von Iehring, Roscoe Pound, Benjamin Cardozo

e, mais recentemente, os realistas norte-americanos e escandinavos, o Critical Legal Studies e autores do Law

& Economics, como Richard Posner. A despeito de

toda essa literatura, o formalismo continua a desafiar a racionalidade jurídica, que parte do ideal de um sis- tema jurídico completo e fechado”, explica José

Rodrigo Rodriguez.

O

coordenador complementa o raciocínio afirmando que

o

debate sobre o formalismo é um problema teórico de

ampla repercussão prática, pois o que está em jogo é a concepção de Estado de Direito que se deseja edificar. “Durante muito tempo, formalismo foi sinônimo de Direito e esta visão ainda permanece na obra de teóri- cos, doutrinadores e na percepção da esfera pública. Sabemos que a configuração institucional das atividades

humanas, inclusive a proteção dos direitos humanos, a regulação da atividade econômica, a disciplina e a con- figuração do Estado, dependem diretamente da visão de Estado de Direito que presida sua regulação”.

Participaram do seminário os professores Adrian Sgarbi (PUC-Rio), Alessandro Hirata (USP - Ribeirão Preto), Bruno Meyerhof Salama (DIREITO GV), Carlos Eduardo Batalha da Silva e Costa (São Bernardo), Danilo Borges dos Santos Gomes de Araújo Gilberto (DIREI- TO GV), Flavia Portella Püschel (DIREITO GV / Cebrap), Guilherme Figueiredo Leite Gonçalves (Direito Rio), José Rodrigo Rodriguez (DIREITO GV / Cebrap), Juliano Souza de Albuquerque Maranhão (USP / PUC- SP), Luciano de Camargo Penteado (São Judas), Marco Aurélio Greco (DIREITO GV), Marta Rodriguez de Assis Machado (DIREITO GV), Noel Struchiner (UFRJ), Orlando Villas Bôas Filho (Mackenzie), Samuel Rodrigues Barbosa (USP).

: REPRESENTANTE DO BRASIL NA OMC FEZ PALESTRA A ALUNOS E CONVIDADOS DA DIREITO GV

Vera Thorstensen (assessora econômica e responsá- vel pelos estágios na Missão Brasileira junto à OMC em Genebra) esteve na DIREITO GV, em 27 de agosto, para falar sobre “O Futuro do Brasil na OMC: as nego- ciações de Doha e a válvula dos contenciosos”, even- to coordenado pela professora Michelle Ratton Sanchez (DIREITO GV).

SETEMBRO

2008

Em uma abordagem bastante informal, que privilegiou o bate-papo com os alunos, a especialista explicou rapida- mente a importância que o organismo tomou no direito e nas relações internacionais, enfatizando a necessidade de uma formação aprimorada no que concerne aos mecanis- mos de resolução de controvérsias e os instrumentos que a OMC oferece aos países para fomentar o livre comércio.

“O comércio está entranhado em todas as esferas da sociedade, assim como no direito. Hoje em dia, é impos- sível dissociar a questão de direitos humanos, a prote- ção ao meio ambiente e outras demandas sociais impor- tantes do comércio. Os consumidores dos países desenvolvidos estão cada vez mais exigentes em rela- ção à condenação ao trabalho infantil e a proteção de habitats naturais, por exemplo, e o exportador precisa tomar muita precaução para não ver as suas vendas externas caírem”, explica Thorstensen.

Por fim, a especialista ressaltou o protagonismo do Brasil nas negociações, principalmente em relação à Rodada Doha. “O Brasil vem sendo cada vez mais chamado à mesa de negociações para falar sobre a liberalização de vários produtos. É um fenômeno que vem mudando o panorama do comércio mundial, nos últimos anos”.

O evento, voltado a profissionais e estudantes da área de direito internacional e relações internacionais, foi orga- nizado pelo Núcleo de Direito Global da DIREITO GV e Instituto Brasileiro dos Estudos da Concorrência, Consumo e Comércio Internacional (Ibrac).

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

SETEMBRO

2008

: NOTÍCIAS

 

: ARY OSWALDO MATTOS FILHO PARTICIPA DE DEBATE NO ESTADÃO

com a participação de empresários e advogados da região.

 

durante aulas presenciais. Todas as ferramentas (aula presencial e mídias eletrônicas) estarão interligadas. A previsão para entrar no ar é no segundo semestre de 2008

Em 4 de agosto, o professor Ary Oswaldo Mattos Filho (diretor – DIREITO GV) foi convidado a participar de debate promovido pelo jornal O Estado de São Paulo sobre o futuro do estado de direito no Brasil. O evento, restrito a 60 convidados, reuniu Tarso Genro (ministro da Justiça), Gilmar Mendes (presidente do STF), Antonio Fernando de Souza (procurador-geral da República) e Cezar Brito (presidente da OAB).

: JOSÉ RODRIGO RODRIGUEZ CONCEDE ENTREVISTA À REDE UNIVESP TV

José Rodrigo Rodriguez (coordenador de

: COMISSÃO DE PROFESSORES DA DIREITO GV PARTICIPA DE CONGRESSO EM VILA VELHA

publicações da DIREITO GV e editor da Revista DIREITO GV) concedeu entrevista sobre cidadania no Brasil e atuou como consultor de programa dedicado ao curso de pedagogia preparado pela equipe da Univesp TV (Universidade Virtual do Estado de São Paulo).

Uma comissão de professores da DIREITO GV participou do I Colóquio Internacional de Direito da UVV (Centro Universitário Vila Velha, ES), em 14 e 15 de agosto. Oito professores da

O

debate foi desencadeado pelos

Escola expuseram em diversos painéis durante os dois dias.

desdobramentos da Operação Satiagraha, da Polícia Federal, que prendeu recentemente o banqueiro Daniel Dantas, o investidor Naji Nahas e Celso Pitta (ex-prefeito de São Paulo).

A

Univesp TV é uma iniciativa da Secretaria

de Ensino Superior do Estado em parceria com

 

O professor Eurico Marcos Diniz de Santi (DIREITO GV), que coordenou o encontro junto

a

Fundação Padre Anchieta / TV Cultura e as

universidades paulistas (Unesp, USP e Unicamp).

á

direção da UVV, explica que o evento foi uma

: ANNA LUIZA DO AMARAL BORANGA (DIREITO GV) MINISTRA PALESTRA NA OAB DE SALVADOR (BA)

Trata-se de um canal digital voltado à expansão da educação que tem como objetivo atender

 

possibilidade de estreitar a colaboração acadêmica entre os dois centros. “A DIREITO GV e a UVV compartilham de uma sinergia que

à

crescente demanda por vagas no ensino

superior público e às necessidades de formação

 
 

somente agrega para o conhecimento científico do Brasil”, analisa Eurico de Santi (DIREITO GV), que fez a mediação de uma mesa que discutiu a pesquisa empírica no Direito. Na mesma mesa, a professora Luciana Gross Siqueira Cunha (DIREITO GV) palestrou sobre

 

Anna Luiza do Amaral Boranga (DIREITO GV

e

capacitação de professores do ensino médio

e

presidente da Fenalaw) foi convidada pela

e

fundamental.

OAB de Salvador (BA), para ministrar palestra

A

TV Univesp tem como missão oferecer

sobre “Administração Legal para Advogados - Marketing e Planejamento”. O evento ocorreu em 06 de agosto, na sede da OAB, e contou

suporte às atividades pedagógicas dos cursos oferecidos pelas universidades participantes

 

do projeto. Esses programas serão exibidos

a

administração do judiciário

continua >>

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

SETEMBRO

2008

<< volta

brasileiro, em companhia do professor

: PROFESSOR ANDRÉ RODRIGUES CORRÊA MINISTROU PALESTRA EM MARINGÁ (PR)

Tribunal de Justiça e Professor da Universidade do Texas, Estados Unidos), Cristoph Benike (Professor da Universidade de

Jordi Ferrer Beltran, professor de Filosofia do

Direito da Universidade de Gironda, na Espanha,

O

professor André Rodrigues Corrêa

que tratou do

direito de defesa e a prova.

participou do Congresso Brasileiro de Direitos da Personalidade no âmbito do direito contratual e das relações familiares, organizado pelo Centro Universitário de Maringá e pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM) .

Giessen, Alemanha), Gail Pearson (Professora da Universidade de Sidney, Austrália) e James Nefh (Professor da Universidade de Indiana, Estados Unidos). A mesa ocorreu durante a 73ª Conferência Bienal da International Law Association (ILA), que neste ano aconteceu no Rio de Janeiro, com o tema: The law for future. A mesa abordou o impacto da globalização para a proteção do consumidor.

: Em 7 de agosto, o professor Roberto Pfeiffer (DIREITO GV) participou como expositor de audiência pública realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados em Brasília para discussão sobre o conteúdo do Projeto de Lei que modifica diversos aspectos da Lei dos Planos de Saúde atualmente vigente (Lei n. 9686 de 1998). Nesta audiência, foram debatidos

Em outra exposição, José Rodrigo Rodriguez (coordenador de publicações –

DIREITO GV)

discorreu sobre o tema

“direito e desenvolvimento”, dando atenção

especial à discussão sobre as formas institucionais e sua relação com o crescimento econômico e com a justiça social. Adriana Ancona de Faria (coordenadora de graduação – DIREITO GV) tratou do papel da universidade no desenvolvimento nacional.

A

de agosto e focou a análise dos limites e das possibilidades de atuação das clínicas de fertilidade e procriação assistida. “Procurei analisar em que medida a relação contratual entre clínicas e pacientes garante ou protege

palestra do professor aconteceu em 13

O

segundo dia de exposições contou com

os interesses de todos os envolvidos nesses tratamentos (médicos, doadores, receptores), além, obviamente, dos interesses das pessoas geradas por força desse tipo de técnica médica”, explica.

: O professor Roberto Augusto Castellanos Pfeiffer (DIREITO GV) participou como moderador na mesa sobre The protection of consumers in a Globalization Era, que contou com os seguintes expositores: Professor António Herman Benjamin (Ministro do Superior

palestra da professora Maíra Rocha Machado (DIREITO GV) sobre os desafios da eficácia

dos crimes contra a ordem tributária, enquanto os professores Dimitri Dimoulis (DIREITO GV) e José Garcez Ghirardi

(DIREITO GV) compartilharam uma mesa sobre o papel do ensino jurídico do

Desenvolvimento. o primeiro discorreu sobre

os aspectos positivos e negativos da proposta de modificação, sendo que, a partir dos debates, surgiu a iniciativa da Câmara dos Deputados de formar um grupo de trabalho para se debruçar sobre o tema.

 

o

direito e o senso comum, ao passo que o

segundo fez uma exposição sobre a questão

metodológica no ensino do direito.

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

SETEMBRO

2008

 

O professor Roberto Pfeiffer (DIREITO GV) também expôs em audiência pública realizada pelo Conselho Consultivo da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para discussão

The Institute for Global Dialogue (IGD) (África do Sul) em parceria com o Friedrich Ebert Stiftung (FES). No evento, que ocorreu em 4 e 5 de

: PROFESSORES DA DIREITO GV PARTICIPARAM DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL NO IBCCRIM

Entre 26 e 29 de agosto, ocorreu em São

Paulo o 14º. Seminário Internacional, organizado pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (Ibccrim), no hotel Maksoud Plaza. O evento foi patrocinado pela Editora Revista dos Tribunais e pela Bovespa.

Entre os palestrantes, quatro professores da DIREITO GV contribuíram com suas experiências em diversos painéis. José Eduardo Campos de Oliveira Faria (professor do GVlaw e conselheiro da DIREITO GV) apresentou um trabalho sobre Ensino e Aprendizado das Ciências Jurídicas no século XXI ao lado do professor Salo de Carvalho (RS).

Oscar Vilhena Vieira (DIREITO GV) palestrou sobre a Repressão Policial durante os Regimes Autoritários da América Latina, ao lado do professor argentino Federico Aníbal Zurueta.

sobre projetos de modificação do Decreto que instituiu o Plano Geral de Outorgas do Serviço de Telefonia Fixa Comutada (STFC) e do Projeto de modicação do Plano Geral de Regulamentações da Anatel. Tais projetos trazem impactos importantíssimos na regulamentação da telefonia fixa. A audiência pública ocorreu em 1º de agosto em Brasília.

Por fim, em 19 de agosto, o professor Roberto Pfeiffer (DIREITO GV) fez exposição em evento denominado “Convergência Tecnológica” promovido pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) em São Paulo.

: MARIA LUCIA LABATE MANTOVANINI PADUA LIMA (DIREITO GV) PARTICIPOU DE PALESTRA NA ÁFRICA DO SUL SOBRE OMC

agosto, a professora apresentou um paper sobre o papel do Brasil na Rodada Doha.

“Durante a palestra, foi notório o protagonismo do Brasil nas negociações internacionais. Os assuntos relacionados à participação do país na OMC captavam a atenção de todos os palestrantes”, afirma a professora.

: OSCAR VILHENA VIEIRA MINISTROU CURSO NA HOLANDA

Oscar Vilhena Vieira (coordenador do mestrado e professor de direito constitucional da DIREITO GV), ministrou, em 19 de agosto, curso de curta duração na Academia Internacional de Direitos Humanos, na Universidade de Utrecht (Amsterdã).

O professor ministrou três aulas sobre a atuação da sociedade civil internacional no que

Maria Lucia Labate Mantovanini Padua

se refere à proteção dos Direitos Humanos. “Meu foco foi a relação entre as ONGs atuantes no hemisfério Sul, sua integração nas redes internacionais e a sua atuação em organizações internacionais como ONU, OMC e OEA”, explica Oscar Vilhena Vieira.

Marta Rodriguez de Assis Machado (DIREITO

Lima (coordenadora de relações internacionais

GV) apresentou palestra dedicada à análise do racismo, junto com Márcia Lima, também de São Paulo.

Maíra Rocha Machado (professora de direito

 

da DIREITO GV)

participou como palestrante

convidada da Conferência sobre Países em Desenvolvimento e o Futuro da OMC em Pretoria, na África do Sul , organizada pelo

penal da DIREITO GV) falou sobre

continua >>

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

SETEMBRO

2008

<< volta

a pesquisa a respeito dos crimes contra

Rafael Mafei Rabelo Queiroz (DIREITO GV), Thiago dos Santos Acca (DIREITO GV) publicaram Curso de História do Direito, ambos pelo GEN.

 

Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp), em 01, 02 e 03 de setembro.

o

sistema financeiro nos tribunais, ao lado de Gilson Dipp (ministro do STJ).

Com o título “Perspectiva da Justiça Criminal:

   

A

agenda das Reformas Penais à Luz da

   

: CRISTIANO DE SOUSA ZANETTI LANÇA DIREITO CONTRATUAL CONTEMPORÂNEO

: SALEM HIKMAT NASSER FALA SOBRE DIREITO ISLÂMICO EM PALESTRA NO RIO

 

Experiência Nacional e Internacional”, o evento promoveu o encontro de autoridades nacionais

O

professor Cristiano de Sousa Zanetti

e

internacionais que debateram os melhores

(DIREITO GV) participou, em 26 de agosto,

Salem Hikmat Nasser (professor de Direito Global da DIREITO GV) participou do fórum “O Direito e o Islã”, realizado pela Escola de Magistratura Regional Federal da Segunda Região (Emarf). O assunto tratado foi “A Sharia como Direito Divino e sua Relação com o Rule of Law”.

caminhos para se reformar à legislação penal.

da festa de lançamento das obras do Grupo

 

Editorial Nacional (GEN) na Casa das Caldeiras. Zanetti contribuiu para escrever

 

Em 2 de setembro, Maíra Rocha Machado liderou uma oficina sobre a administração do direito penal revisitada, expondo seu trabalho sobre a evolução dos crimes financeiros do Brasil, com a participação do especialista espanhol Jesús-María Silva Sánchez.

quinto volume da obra Direito Contratual Contemporâneo, assinada pelo professor Rubens Limongi França.

o

O

GEN congrega as editoras Guanabara,

Salem Nasser compartilhou a mesa com o professor da Universidade Federal Fluminense, Paulo Gabriel Hilu Pinto, que falou sobre “A Sharia e a Lógica do Estado: Codificações Modernas da Lei Islâmica”.

Em 3 de setembro, a professora Marta Cristina Cury Saad Gimenes (DIREITO GV) coordenou oficina que tratou de medidas processuais de emergência, ao lado da professora Silvia Allegrezza (Itália).

Koogan, Santos, LAB, LTC, Forense e Método. Além de Cristiano de Sousa Zanetti (DIREITO GV), Dimitri Dimoulis (professor de direito constitucional da DIREITO GV) publicou Positivismo Jurídico:

introdução a uma teoria do direito e defesa do pragmatismo jurídico-político e Constituição e Jusfilosofia (coleção Gilmar Mendes) (em co-autoria com André Ramos Tavares e Paulo Ferreira da Cunha); e José Reinaldo de Lima Lopes (DIREITO GV),

: PROFESSORAS DA DIREITO GV PARTICIPAM DE SEMINÁRIO DA AASP

: ÉRICA GORGA MINISTRA CURSO NA CORNELL LAW SCHOLL

As professoras Maíra Rocha Machado (DIREITO GV) e Marta Rodriguez de Assis Machado (DIREITO GV) participaram de Seminário Internacional promovido pela

A

professora Érica Cristina Rocha Gorga

(DIREITO GV) está atualmente ministrando

o

curso Internacional Mergers & Acquisitions

na Cornell Law School.

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

: DIREITO GV NA MÍDIA

: Em 25 de agosto, o jornal Valor Econômico trouxe maté-

ria questionando o mercado de capitais brasileiro devido à estratégia do governo em criar uma outra estatal para explo-

rar o Pré-Sal. A reportagem trouxe depoimento do profes- sor Ary Oswaldo Mattos Filho, qualificado como ex-presi- dente da CVM.

: A divulgação dos novos professores contratados pela

DIREITO GV para o Escritório Modelo foi objeto de nota nos sites, Conjur, Última Instância e Jornal do Commercio do Rio de Janeiro, publicadas entre final de julho e come- ço de agosto.

: A professora Érica Gorga (DIREITO GV) foi entrevista-

da pelo Jornal Valor Econômico e citada na matéria CVM está aberta a discutir papel dos bancos nas ofertas em 4 de julho.

: Estudo da professora Érica Gorga (DIREITO GV) foi assun-

to do Espaço Jurídico Bovespa na matéria Mesmo sem majoritários, dispersão de controle é impedida por política de acordos de acionistas de 4 de agosto.

: Em 8 de agosto, a professora Érica Gorga (DIREITO GV)

foi entrevistada pelo Jornal Valor Econômico e citada na matéria “BNDES definirá custo final da transação que unirá VCP e Aracruz”.

: O jornal Folha de São Paulo entrevistou e reportou os dados do estudo a professora Érica Gorga na matéria

“Venda da Aracruz para VCP inspira novo modelo de fusão”, em 18 de agosto.

: Em 28 de julho, a professora Maíra Rocha Machado

(DIREITO GV) participou de matéria do jornal O Globo sobre os malefícios que o Brasil sofre com a corrupção.

: No mesmo dia, o professor Carlos Ari Vieira Sundfeld foi

entrevistado pelo Jornal da Tarde sobre o atraso na cons-

trução do anexo do prédio da Assembléia Legislativa.

: Em 29 de julho, o professor Rabih Ali Nasser (DIREITO

GV) foi procurado pela BBC Brasil para comentar sobre os

resultados da Rodada Doha. A reportagem repercutiu nos sites da Agência Estado, G1 e Invertia.

: Roberto Pfeiffer (presidente do Copom e professor da

DIREITO GV) foi entrevistado por diversos veículos sobre a lei que regulamenta a operação dos call centers: Porto Gente, Tribuna do Paraná, Agência Estado, Yahoo!

Notícias, Ultimo Segundo, Cosmo Online, O Popular, de Goiânia, CBN Recife Online, Diário da Manhã (Goiás), Portal Exame, Msn Notícias, Portal G1, Repórter Diário Online, A Tarde online (Bahia), O Estado de São Paulo, Correio da Bahia online

: O jornal Folha de São Paulo entrevistou o professor Oscar Vilhena Vieira (DIREITO GV) sobre o debate a respeito da Lei da Anistia, em 1º de agosto.

SETEMBRO

2008

: A DIREITO GV foi citada em coluna do jornalista Gilberto

Dimenstein, na Folha de São Paulo de 3 de agosto, como um dos centros de formação de profissionais inovadores da cidade de S.Paulo

: No mesmo dia, o jornal Folha de São Paulo trouxe arti-

go do professor José Francisco Siqueira Neto (DIREI- TO GV) que analisa o mercado de trabalho para advoga- dos, tanto no que se refere a concursos públicos quanto

a atividade privada.

: O professor Ary Oswaldo Mattos Filho (DIREITO GV) foi

entrevistado pelo jornal O Estado de São Paulo e comen- tou as idéias debatidas no Seminário sobre Estado de Direito, organizado pelo próprio jornal. A entrevista foi publi- cada em 08 de agosto nas vias impressa e eletrônica.

: Em 8 de agosto, o professor Theodomiro Dias Neto (DIREITO GV) foi entrevistado pela Folha de São Paulo para comentar os dados divulgados sobre o Mapa da Violência em São Paulo.

: O professor Ary Oswaldo Mattos Filho (DIREITO GV)

foi citado em nota veiculada na Agência Estado em 4 de agosto a respeito da nova composição do Conselho de Administração da BM&F Bovespa.

: Em 18 de agosto, Oscar Vilhena Vieira (DIREITO GV) teve

encontro com os jornalistas Sérgio Pompeu

continua >>

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

<< volta

e Laura Diniz (Estado de S.Paulo) para traçar

idéias sobre especial a respeito dos 20 anos da Constituição.

: A coluna Direto da Fonte, da jornalista Sônia Racy (O

Estado de São Paulo), divulgou nota de abre (a principal da página) sobre levantamento feito pela professora Anna Luiza do Amaral Boranga (DIREITO GV) sobre contratação de advogados e diretores jurídicos. A nota foi divulgada na edi-

ção de 20 de agosto.

: Em 20 de agosto, o professor André Rodrigues Corrêa

(DIREITO GV) recebeu o jornalista Alencar Izidoro (Folha de São Paulo) para tratar sobre sua tese, que aborda o trata- mento da justiça em relação à violência cometida em trans-

portes públicos.

: Em 21 de agosto, o professor Theodomiro Dias Neto

(DIREITO GV) foi entrevistado pela Folha de São Paulo sobre

a greve de policiais paulistas.

: Também em 21 de agosto, o professor Carlos Ari

Vieira Sundfeld (DIREITO GV) foi entrevistado por Adalberto Piotto (rádio CBN) sobre os marcos regulató- rios da empresa que o governo pretende criar para explorar o pré-sal.

: Em 22 de agosto, a rádio Joven Pan divulgou matéria sobre o fórum de criminalidade ocorrido na DIREITO GV. O mesmo assunto rendeu matéria ao site do Governo do

Estado de São Paulo, além de ter sido destaque do bole- tim do Instituto Sou da Paz.

: A revista Veja divulgou matéria sobre o ativismo do STF, com participação do professor Marcos Paulo Verissimo (DIREITO GV) na edição de 23 de agosto.

: O UOL notícias e o BOL entrevistaram o professor Roberto

Augusto Castellanos Pfeiffer (DIREITO GV) para matéria que orientará o leitor como ingressar com ações nos Juizados Especiais, principalmente as relacionadas ao direi-

to do consumidor. As entrevistas foram publicadas em 25

e 26 de agosto.

: O professor Paulo Eduardo Alves da Silva (DIREITO

GV) concedeu entrevista à CBN, em 26 de agosto, sobre

a possibilidade de os juízes bloquearem carro de devedo- res para pagamento.

: Em 27 de agosto, a professora Maria Lucia Labate Mantovanini Padua Lima (DIREITO GV) foi entrevistada por Josef Vangelder, jornalista do canal belga Kanaal, pertencen- te ao Roularta Media Group, um dos principais grupos de mídia da Bélgica, para comentar sobre a economia brasileira.

: Em 28 de agosto, o professor Marcos Paulo Verissimo

(DIREITO GV) recebeu Guilherme Scarance (editor assisten- te de política do jornal O Estado de São Paulo). O assunto foi trabalho desenvolvido sobre o STF.

SETEMBRO

2008

: PONTES

 

De 21 a 31 de julho, foram publicados números do Pontes Diário de Genebra, que cobriu o andamento da Mini-ministerial da OMC em Genebra, apresentando, diariamente, análises daqueles que participaram diretamente das negociações e suas opiniões sobre temas relativos a comércio e desenvolvimento sustentável.

Na terceira semana de agosto, foi publicado o Pontes Bimestral, número 4, volume 4. Veja nesta edição:

OMC em foco

 

RODADA DOHA: CHEGAMOS MUITO PERTO, MAS NÃO CHEGAMOS LÁ

*

* TRIPS: DAQUI PARA ONDE?

* SERVIÇOS EDUCACIONAIS NO GATS:

DESAFIOS PARA O BRASIL

*

BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS NO BRASIL

Outros temas multilaterais

*

LIBERALIZAÇÃO COMERCIAL, EMPREGO E REDUÇÃO

DA POBREZA: RESULTADOS INDIRETOS E QUESTIONADOS

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EXPORTAÇÃO DE INVESTIMENTOS NOS BRICS

*

 

*

NOVOS ATORES PARA O DESENVOLVIMENTO

SUSTENTÁVEL: AS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

Análises regionais

 

* BIOCOMBUSTÍVEIS E SUSTENTABILIDADE:

A CERTIFICAÇÃO É A

RESPOSTA?

Brasil

*

A “APRECIAÇÃO” DAS EXPORTAÇÕES

AGRÍCOLAS BRASILEIRAS: NOVO IMPULSO

À

RODADA DO DESENVOLVIMENTO

Em 1º de setembro, será publicado o número 16 do Pontes Quinzenal. Os interessados em receber as publicações gratuitamente devem enviar uma mensagem para o endereço pontes@ictsd.ch, com a indicação do periódico que desejam assinar, nome completo e profissão. Para mais informações sobre o projeto, enviar mensagem para pontes@fgv.br.

Para acessar os Boletins Pontes, clique aqui.

de “segurança pública” centrado no controle penal da cri- minalidade. Novos argumentos enfatizam o caráter

interdisciplinar e multifatorial do tema. Muitos conceitos emergem dos debates públicos para expressar novida- des no âmbito das políticas de segurança urbana, mas

a utilização indiscriminada desses conceitos oculta os

rumos ambíguos dos discursos contemporâneos no campo da prevenção ao crime. Descrevê-los, detectar suas ambigüidades e buscar parâmetros que permitam diferenciar as experiências concretas são os objetivos centrais desse trabalho.

SOBRE O AUTOR

Theodomiro Dias Neto é mestre em direito (LLM) pela Universidade de Wisconsin (Madison, EUA) e doutor em direito pela Universidade do Sarre (Saarbrücken,

Alemanha). Atua nas áreas de pesquisa de direito penal

e política criminal e tem como temas de interesse segu- rança urbana, polícia e direito penal econômico.

: OFERTA PÚBLICA DE AÇÕES OBRIGATÓRIAS NAS S.A.

: LEIA OS LIVROS DIREITO GV

: SEGURANÇA URBANA - O MODELO DA NOVA PREVENÇÃO .

Revista dos Tribunais. Theodomiro Dias Neto (theodomiro.dias@fgv.br)

O debate internacional sobre novas possibilidades de interpretação e tratamento dos conflitos subjacentes à demanda pública por segurança contra o crime surge na década de oitenta contrapondo-se ao modelo tradicional

- TAG ALONG. Quartier Latin. Roberta Nioac Prado (roberta.prado@fgv.br)

Este livro trata, em quatro capítulos, da OPA obrigatória quando da alienação de controle de companhia aberta, atualmente prevista no artigo 254-A da Lei Societária de 1976 (no jargão do mercado esta OPA é conhecida como tag along). No primeiro capítulo a autora expõe as prin-

cipais doutrinas estrangeiras sobre a

continua >>

SETEMBRO

2008

capa de Segurança Urbana - O Modelo da Nova Prevenção capa de Oferta Pública de
capa
de
Segurança
Urbana
-
O
Modelo
da
Nova
Prevenção
capa
de
Oferta
Pública
de
Ações
Obrigatórias
nas
S.A.
-
Tag
Along

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA

<< volta

necessidade de se regular ou não, por lei, tais

espécies de OPA. O segundo capítulo aborda detalhada- mente o histórico-legislativo desta OPA no Brasil, demons- trando como a mesma vem sendo, ao longo das últimas décadas, utilizada pelo legislador com instrumento de polí- tica macro-econômica. O capítulo terceiro, de forma abso- lutamente inovadora, expõe e discute a aplicação prática do dispositivo 254-A, a partir de casos concretos exami- nados pela CVM - Comissão de Valores Mobiliários. No capítulo quarto a autora trata de perquirir sobre a efetivi- dade deste dispositivo no Brasil, a partir de algumas cir- cunstâncias fáticas do mercado de capitais brasileiro.

SOBRE A AUTORA

Roberta Nioac Prado é coordenadora do núcleo de governança e planejamento jurídico de empresas fami- liares da DIREITO GV e doutora em direito pela Universidade de São Paulo (USP). Atua na área de pes- quisa de direitos dos negócios e tem como temas de interesse direito societário e governança corporativa.

: ERRATA Ao contrário do divulgado na última edição do Boletim DIREITO GV, a professora
: ERRATA
Ao contrário do divulgado na última edição do
Boletim DIREITO GV, a professora Vanessa Rahal
Canado trabalha na área de consultoria tributária
e o título de sua dissertação de mestrado é As
Regras-Matrizes de Incidência Tributária da Cofins.

: REVISTA DIREITO GV INDICA

: Fundamentos jurídicos e econômicos da OPA a posteriori (tag along) e a questão sob
: Fundamentos jurídicos e econômicos da OPA
a posteriori (tag along) e a questão sob a ótica
de empresas que praticam boas práticas de
governança corporativa
Roberta Nioac Prado
O texto trata da oferta pública de alienação de
controle, atualmente prevista pelo artigo 254-A
da Lei Societária n. 6404/76, e regulada pela
instrução CVM n. 361. Trata da questão sobre
“a quem deve pertencer o ágio pago pelo poder
de controle”, elencando fundamentos jurídicos
invocados por autores estrangeiros e nacionais,
e fundamentos econômicos levantados e
demonstrados em pesquisas empíricas, por
autores estrangeiros. ao final, busca demonstrar
que, em alguns aspectos, o fundamento
econômico se sobressai quando a questão é
vista por empresários que buscam capitalizar-se
via mercado de capitais e, para tanto, oferecem
a seus investidores normas tidas como “boas
práticas de governança corporativa.

SETEMBRO

2008

EXPEDIENTE

JOSÉ RODRIGO RODRIGUEZ COORDENADOR DE PUBLICAÇÕES

FÁBIO LUIZ L. DE CARVALHO REDAÇÃO E EDIÇÃO

PROJETO GRÁFICO

INÍCIO

MESTRADO

GRADUAÇÃO

EVENTOS

NOTÍCIAS

DIREITO GV NA MÍDIA

PONTES

LEIA OS LIVROS DIREITO GV

REVISTA DIREITO GV INDICA