Você está na página 1de 17

Ebook

Emagreça em 90 dias
Kaiowa Mara

Ebook
Emagreça em 90 dias
Alimentação Energética
Acupuntura Coreana nas Mãos
(sem agulhas)
Este manual é distribuído gratuitamente. Você pode repassar
livremente para todos aqueles que desejam melhorar sua
qualidade de vida. Não é permitido copiar o conteúdo
parcialmente. Pois apesar da gratuidade é propriedade intelectual
da autora, protegido pela Lei n.º 9.610/98.

Kaiowa Mara – Formada em Koryo Sooji Chim (Manopuntura


na Espanha), em Acupuntura sistêmica na EBRAMEC (Escola
Brasileira de Medicina Chinesa). Anteriormente exerceu a
profissão de Massoterapeuta e instrutora de Swásthya Yoga
durante 25 anos. Fez diversas especializações na área da MTC
(Medicina Tradicional Chinesa): Auriculoterapia, Acupuntura
Estética, Analgesia com Acupuntura, técnica em Alimentação
Energética.
Tem ministrado cursos online em Português e Espanhol e em
algumas cidades do Brasil, como em Bagé e Pelotas no RS,
Florianópolis em SC.
Índice

1 – Considerações
2 – O tratamento
3 – Introdução
4 – Como é a Acupuntura Coreana nas Mãos (sem agulhas)
5 – Alimentação energética sob a visão da MTC
6 – As técnicas usadas no tratamento
7- O que comer
8 – Direto na obesidade
9 – Tratamento
10 - Exercícios e respiração
11 – Concluindo
1 – Considerações

Este e-book está destinado a todas as pessoas que desejam


melhorar significativamente a sua saúde e bem estar
emagrecendo.
O conteúdo do manual é básico, mas a técnica vai bem mais além
com um tratamento detalhado e passo a passo.
A orientação nutricional que se propõe aqui. Trata-se de
uma alimentação que podemos usá-la por toda a vida e que não
está sujeita a condições conjunturais, que é caso de outras dietas,
terapêuticas ou de emagrecimento (dieta de frutas, dieta
carnívora, dieta dissociada, etc.), que podem ser adequadas e ter
êxito em um momento determinado, porém depois ou em longo
prazo fracassam, por razões que veremos depois.

Os alimentos são fundamentalmente energia. Na realidade,


todo o universo é energia. Na teoria quântica, uma das
ramificações da física moderna, já foi demonstrada. Segundo ela,
a matéria é nada mais que energia condensada.

Em resumo, tanto nós como o mundo que nos rodeia somos


basicamente energia. E os alimentos, por suposto, não escapam a
essa lei. Por isso é que vamos a abordar a alimentação desde o
ponto de vista energético.
Acompanhamos com o tratamento com a Acupuntura Coreana nas
Mãos (sem agulhas), que ao produzir estímulos no micro sistema
da mão reforça o programa direcionado a fortalecer e equilibrar o
sistema digestivo, com base no metabolismo. Também com as
demais orientações regidas pelo mesmo foco da energia.
2 – O tratamento

Durante o período que estudava acupuntura na Espanha


conheci uma nova forma de alimentação que foge dos padrões
conhecidos de dietas para emagrecer, pois ela se sustenta nas
mesmas leis da Medicina Tradicional Chinesa. É a nutrição
energética. Essa forma de alimentação é essencial no tratamento
da obesidade, para que não se torne uma patologia reincidente.
3 – Introdução

A alimentação apresentada com o tratamento em geral, se


baseia no princípio de que cada espécie animal, e a humana não é
uma exceção por muito que possa comer de tudo, lhe corresponde
um tipo de alimentação determinada, que lhe será própria e
ajudará a manter e aperfeiçoar sua saúde e características da
espécie.
O tipo de alimentação que foi seguido, convencionalmente,
no Ocidente nos últimos 50 anos, baseada no consumo prioritário
de proteína animal e produtos manufaturados e refinados,
atualmente está sendo muito questionado.
A visão que oferecemos sobre os alimentos está muito
direcionada para as suas características energéticas. Esse
direcionamento, não só serve para um emagrecimento
permanente, mas para a cura de diversas enfermidades.

4 – Como é a Acupuntura Coreana nas Mãos (sem agulhas)

É muito fácil explicar essa forma de acupuntura. Só temos


que entender a correspondência que existe do corpo com a mão.
Tem-se em nossas mãos todo o correspondente do corpo, portanto
a “Acupuntura Coreana nas Mãos” se baseia na constatação que
um transtorno de uma parte do corpo deixa sensibilizado seu
ponto correspondente na mão. Esse ponto sensível se utiliza como
ponto de tratamento. Ou seja, meridianos e pontos da Acupuntura,
são utilizados nos correspondentes nas mãos para equilibrar.
A totalidade do corpo está, então, representada em ambas as
mãos, sendo que nos possibilita um duplo tratamento.
Com a Acupuntura Coreana nas Mãos (sem agulhas) utiliza-se
essa pressão nos pontos para aumentar a energia que fortalece o
metabolismo.
5 – Alimentação energética sob a visão da MTC

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, a essência é


uma substância sutil, que se acumula nos Rins e outros órgãos
vitais, que permitem a regeneração e o crescimento dos tecidos.
A essência é um elemento desconhecido para a medicina
ocidental, sendo que, resulta indispensável ter uma especial
consideração para entender o funcionamento bioenergético do
corpo humano. Os alimentos que a reconstituem são, sobretudo,
os grãos --sementes, legumes, cereais em grão--, assim como os
frutos secos, os azeites de primeira pressão em frio e os peixes.
Dalí a importância que devem ter em nossa alimentação.

Além da essência, os órgãos contam com outros três


componentes básicos: a energia, o yang corporal, a substancia, o
yin corporal- significa dizer, os fluidos corporais e os tecidos
conjuntivos e dos órgãos, o sangue,que permite que a energia e a
substância procedente dos alimentos cheguem aos órgãos.

Em cada órgão, a essência é a encarregada de manter o devido


equilíbrio yin/yang, ou seja, o equilíbrio entre a substância e a
energia, o equilíbrio entre o sistema simpático e parassimpático;
em conclusão, a essência se ocupa de que o órgão possa
desempenhar sua função e se recupere e regenere adequadamente.

6 – As técnicas usadas no tratamento

- Utilização de alimentos diários que favorecem o aumento da


energia que fortalece o metabolismo.
- Utilização da Acupuntura Coreana nas Mãos (sem agulhas), para
equilibrar os órgãos debilitados de energia para o processo
digestivo e de eliminação.
- Exercícios respiratórios que auxiliam nesse fortalecimento do
metabolismo.
- Orientações a respeito de exercícios físicos simples, que estarão
apoiando nas execuções diárias do processo.
- Receitas simples utilizando os principais alimentos para
favorecer esse aumento energético do metabolismo.

7- O que comer

O homem, que é o animal mais carregado de energia celeste,


deve procurar se alimentar do vegetal com mais carga energética
terrestre, que é o cereal. Quando os cereais constituem a parte
fundamental de nossa alimentação, atraímos e retemos muito mais
a energia celeste, essa energia yang que nos aportará que nos
aportará mais inspiração, mais capacidade mental e de trabalho,
mais concentração e muito mais resistência (incluída a vitalidade
para o metabolismo), etc. Claro que podemos alimentar-nos com
outros vegetais com menor carga electromagnética, mas então,
não disporemos de um yin tão energético, tão carregado, e não
seremos capazes de reter a mesma quantidade de energia yang, de
forma que nossa mente produza o máximo de suas possibilidades,
nem teremos a mesma capacidade de resistência física.
Os cereais tem a virtude de possuir ao mesmo tempo
características yin e yang. Por serem plantas são yin, porém como
são compactos, arredondados e muito energéticos são os vegetais
mais yang. Graças a isso, atraem tanto a energia celeste como a
terrestre, possibilitando que a energia electromagnética recorra
convenientemente todo o organismo, de forma que os tecidos se
regeneram e a essência se tonifica.
A própria historia da humanidade é também uma fonte de
argumentos a favor de uma dieta onde que os grãos --cereais
integrais- desempenham um papel fundamental. Não é em vão,
que os cereais foram o alimento básico em todas as grandes
civilizações em seu caminho até o esplendor: a cevada no caso da
Roma antiga; o arroz na China; o trigo no Egito; o milho no caso
dos impérios maia e asteca; painço nos conquistadores espanhóis,
etc.

Em países vegetarianos por necessidade ou tradição, como na


China, no Vietnam no Japão, a salada crua não se concebe como
tal. Não quer dizer com isso que a salada seja daninha, porém não
é considerada a forma mais idônea de obter vitaminas. É muito
melhor comer vegetais cozidos durante ao menos três ou quatro
minutos, assim desse modo, ainda que percamos uma pequena
porcentagem de vitaminas, economizaremos muito no calor
interno e vitalidade digestiva ou, o que é o mesmo, na energia que
deveremos usar na digestão. Todo alimento nos exige que
empreguemos fogo interno para digeri-lo, porém se
procuramos não consumir energia, poderemos consumi-la
pensando, andando, correndo ou em qualquer outra
atividade. Se a digestão nos dilapida esses capitais, perderemos
vitalidade e capacidade de metabolizar corretamente os alimentos.
Cozinhar rapidamente um vegetal permite que este conserve
80% ou 90% de suas vitaminas, uma porcentagem mais que
suficiente se considerarmos, que a ingestão excessiva de produtos
crus pode provocar uma debilidade digestiva que impede a correta
assimilação das vitaminas por parte de nosso organismo.
Concluindo, como regra geral, quando comamos verduras, que
são uma ótima fonte de vitaminas e minerais, é importante
cozinhá-las ligeiramente para incrementar a sua fácil assimilação.
Reservaremos as saladas para quando comamos peixes ou
mariscos - alimentos yang que compensarão a tendência
expansiva da salada - ou para quando faça muito calor ou
tenhamos feito muito exercício, momentos em que o corpo,
sozinho, as pedirá.
8 – Direto na obesidade

Costuma-se acreditar que a obesidade é uma doença ou


desequilíbrio causado pelo consumo excessivo de alimentos ou
calorias, porém, desde o ponto de vista energético, não é
exatamente assim. A obesidade é resultado, muito mais que de
uma ingestão excessiva de comida, mas sim de um desequilíbrio
metabólico ou energético, que produz acumulações. Expressando
de uma forma simples, não tem que ver só com as entradas, mas
também com as saídas ou eliminações. O problema não é comer
demasiado e sim não dispor de energia suficiente para
metabolizar o que comemos.
Ha pessoas que comem muito e não engordam. O motivo disso
é que contam com um metabolismo ativo e eficiente. Existem, ao
contrario, aqueles que comem muito pouco e sofrem de
obesidade, e a única razão é a inoperância de seu metabolismo: a
debilidade do fogo interno dessas pessoas não lhes permite
queimar e dissolver as gorduras e eliminar os resíduos
procedentes dos alimentos que ingerem. Em consequência, para
combater esse problema, é mais importante que cuidar de que os
alimentos não contenham demasiadas calorias é optar por uma
dieta que aumente a vitalidade do organismo e, portanto, do fogo
interno e do metabolismo.
Na medicina oriental se compara o fogo digestivo com um
grande caldeirão. Se o caldeirão está suficientemente quente, a
comida se cozinha bem e não deixa resíduos no organismo. Pelo
contrario, se a temperatura do caldeirão é escassa, a comida não
se cozinhará adequadamente, se digerirá mal e não poderá
metabolizar-se e ser eliminada com facilidade. Por essa razão
existem pessoas que afirmam que engordam com beber um copo
de água. O que acontece na realidade é que lhes falta força
digestiva ou fogo interno. Não são capazes de eliminar ou fundir
as sobras alimentares.
Existe uma nova tendência no tratamento da obesidade, em
que participam muitos nutricionistas, onde o transcendental não é
reduzir os aportes calóricos senão melhorar o funcionamento
metabólico.
Com as instruções que vamos a dar a continuação, você pode
comer a quantidade que queira sem que exista risco de que
engorde e sem sofrer deficiências (coisa que pode suceder ao
longo do tempo com uma dieta dissociada, por exemplo). Ao
contrario! Por muito que coma, o mais provável é que emagreça.
Para tratar convenientemente esse desequilíbrio, devemos ter em
conta que existem dois tipos de obesidade. Uma é a obesidade
troncular, chamada androide pelos endocrinologistas porque é
mais frequente no homem. A obesidade troncular afeta
principalmente a metade superior do corpo, dando-lhe uma forma
de maçã. A outra, é conhecida como ginoide pelos
endocrinologistas, é mais comum nas mulheres e se desenvolve
fundamentalmente na parte inferior do corpo, que neste caso toma
a forma de pera.
Quando se segue uma dieta contra a obesidade, o primeiro
que se perde é o volume, pois o corpo elimina rapidamente gás,
ar, os elementos mais yin. Em várias ocasiones, as pessoas que
recém começam uma dieta para reduzir peso afirmam que não
perderam peso, mas passam a usar um ou dois manequins a
menos. Isso é o correto quando se segue uma dieta como correta.
Em nossa experiência, tratando obesidades de todo tipo, quase
sempre o primeiro passo tem sido esse: uma perda de volume que
antecede a perda de peso.

9 - Tratamento

Conforme já falamos anteriormente, não se trata tanto de


reduzir o volume de comida em geral, senão o de alguns produtos
em particular, assim como de melhorar o metabolismo. Como
podemos fazer isso? Justamente comendo alimentos que
potencializem a força digestiva, o fogo interno. Cada pessoa é um
caso particular e as dietas devem ser personalizadas, mas
geralmente são alguns cereais em grão os que mais ajudam a
tratar a obesidade, seja do tipo que for.

Em qualquer caso, as fontes principais de proteínas devem


ser produtos de origem vegetal.
Quando se decide iniciar um tratamento contra a obesidade,
temos que ter em conta que não é recomendável perder peso
muito depressa. As dietas que se anunciam com a promessa de
que a pessoa perderá 9 kg em três semanas são uma verdadeira
barbaridade desde o ponto de vista energético e para a saúde geral
do organismo. Se as gorduras se eliminam muito rapidamente, os
detritos ou toxinas que se acumulam nelas, como metais pesados
e dioxinas, se derramam na corrente sanguínea e podem
depositar-se em áreas vitais do organismo, como o cérebro ou o
sistema nervoso. A perda de peso deve produzir-se de forma
progressiva, sem pausas, mas sem tanta pressa para que seja
saudável e permanente.
A dieta deve conter drenos permitindo que essas toxinas
acumuladas possam ser eliminadas de forma adequada por
adequada pelos órgãos de eliminação.

Uma pergunta que muitas pessoas se fazem com frequência


é quanto necessitamos tomar de água por dia. Ha quem defende
que devemos beber dois litros de água diariamente se queremos
manter limpo o corpo. Outros garantem que beber tanto esgota os
rins. Em realidade, a quantidade de líquido que devemos ingerir
depende da dieta que seguimos e do estado de hidratação que
tenha. As dietas ricas em proteína animal e sal, ou em açúcar
simples, frutas, café, pasteis, refrescos, etc., pedem muita água,
para favorecer a dissolução da grande quantidade de toxinas que
introduzem no organismo e facilitar a sua eliminação pelos rins.
Para drenar essas toxinas, o rim necessita de um litro e meio ou
dois litros de água diários, em função do volume ingerido pela
pessoa. Mas quando a dieta se baseia em alimentos com menos
volume de toxinas podemos beber muito menos.
Então, é mudando a qualidade do que comemos que
conseguiremos emagrecer e não, diminuindo a quantidade do que
comemos, pois é o alimento que dá energia para que o
metabolismo cumpra com o seu perfeito desempenho.
10 - Exercícios e respiração

Se você esperava que eu indicasse exercícios para queimar


calorias, se enganou, pois continuo sustentando a ideia de que
você precisa é de um excelente metabolismo para eliminar os
excessos que fazem engordar. Portanto o que recomendo é que
faça caminhadas diárias e exercícios de alongamento antes e
depois das caminhadas.
O importante é que você pratique exercícios respiratórios
enquanto está caminhando, como por exemplo a respiração
abdominal.

11 – Concluindo

Mudança na alimentação, para fortalecer a energia que vai


para o metabolismo, aplicação da técnica ACM que diminui a
ansiedade e ajuda a aumentar essa energia, exercícios diários
simples são suficientemente poderosos para transformar sua vida
em três (3) meses.
Isso não quer dizer que você vai parar por aí, mas sim, que a
partir daí tudo vai ser diferente e você continuará emagrecendo
até que seu metabolismo determine. E quando acontecer você será
uma pessoa magra e saudável sem sacrifícios e o que é mais
importante, poderá comer muito e não irá engordar pois seu
metabolismo não permitirá.

12 - Cursos online com ACM básico e tema específico


Realizo cursos e tratamentos online e gravados. De forma que
permita ao aluno assisti-lo onde desejar a qualquer hora do dia.
http://saudeemsuasmaos.com/
13 - Referências
Este material foi realizado com base na técnica ACM Acupuntura
Coreana nas Mãos (sem agulhas), nas bases energéticas de uma
alimentação saudável do Dr. Jorge Pérez e na Medicina
Tradicional Chinesa.
Blog: www.sejamagroem90dias.com
email: contato@sejamagroem90dias.com
Facebook: Acupuntura sem agulha nas mãos
Skype: Kaiowa