Você está na página 1de 3

PROVA DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE

TURMA: ENGENHARIA MECÂNICA E CIVIL


Prof. Fabio Fagundes
ALUNO:______________________________________________________________

Questão 1 - Petróleo bruto escoa através de um trecho horizontal do oleoduto do


Mossoró-Natal, numa vazão de 1,6 milhão de barris por dia (1barril=42galões). O tubo
é de ferro galvanizado diâmetro interno igual a 48 pol. A rugosidade do tubo é de
0,15mm. A pressão máxima permitida na saída da bomba é de 900 psi. A pressão
mínima requerida para manter os gases dissolvidos em solução é 39 psi. O petróleo a
temperatura de bombeamento tem densidade igual a 0,93 e viscosidade cinemática igual
1,179x10-6 m2/s. Para tais condições determine:

a) O espaçamento máximo possível entre as estações de bombeamento. Se a


eficiência da bomba é 85%
b) A potência que deve ser fornecida em cada estação de bombeamento
c) Qual a máxima perda de carga obtida, considerando um regime laminar
d) Proponha uma outra tubulação com diferente rugosidade e avalie o efeito desse
parâmetro na perda de carga do sistema.

Questão 2 – Em um sistema agrícola, cabeças agrícolas devem ser supridas com água
através de 960 pés de tubo de PVC utilizando uma bomba acionada por motor de
combustão interna. Na sua faixa de operação de maior eficiência, a vazão de descarga
da bomba é de 1232 galões por minuto a uma pressão não superior a 65psig. Para uma
operação satisfatória, os borrifadores devem trabalhar a 30psig ou mais. As variações de
elevação podem ser desprezadas. Determine o diâmetro do tubo padrão que pode ser
empregado. Leve em consideração as perdas de carga do sistema.

Questão 3 - O sistema de bombeamento trabalha com uma vazão de 0,015 m3/s. A


tubulação de aspiração tem um comprimento de (IDADE DO ALUNO = metros)
metros. A tubulação de recalque tem um comprimento de 200 metros. A válvula de
globo aberta apresenta um coeficiente de 2,1. Determine a perda de carga total do
sistema de Bombeamento e a potência de acionamento da bomba considerando que
apresenta um rendimento de 76%. A tubulação de aspiração tem um diâmetro de 100
mm e a tubulação de recalque apresentam um diâmetro interno de 50mm. Considere
uma tubulação é de aço com rugosidade igual a 4,6x10-5m. Proponha a utilização de
água e glicerina como fluidos a serem deslocados.
Questão 4 - Um balão de ar quente com forma aproximada de uma esfera de 35 m deve
levantar um cesto com carga de 1500 N, cordas com 50 N, lona do balão de 10 N e vc
como tripulante. Qual a temperatura que o ar deve ser aquecido de modo a possibilitar a
decolagem do balão. Condições de temperatura e Pressão (CNTP): T = 15ºC, Patm = 1
atm, ar = 1,23kg/m3, g = 9,8 m/s2

Questão 5 - Na copa do mundo de 1970, na partida Brasil x Tchecoslováquia, ocorreu


um lance em que a bola atravessou o campo e não entrou no gol. Do ponto de vista
teórico, avalie a crise do arrasto e efeito Magnus no deslocamento da bola. Utilize
equações matemáticas para demonstrar esse efeito.

Questão 6 - Qual é o arrasto sobre um tanque esférico de armazenagem de água de 10m


de diâmetro, sujeito a ventos de 80 km/h? (Admita ρar=1,2 kg/m3 e νar = 1,6×10-5 m2/s).
Questão 7 - O arrasto aerodinâmico em um automóvel é função do seu perfil
aerodinâmico. Veículos mais aerodinâmicos produzem menores arrastos e, dessa forma,
consomem menos combustível, pois é necessário menos energia para vencer o menor
arrasto. Os projetos mais cuidadosos dos veículos atuais reduziram os coeficientes de
arrasto dos antigos veículos de uma faixa de 0,8, para os veículos produzidos por volta
de 1920, para uma média de 0,20, nos veículos produzidos atualmente. A partir dos 48
km/h, o arrasto passa a ter uma influência considerável na potência de um veículo.
Considerando que a potência gasta para vencer o arrasto é o produto da força de arrasto
pela velocidade do veículo, determine a potência necessária para superar o arrasto de
dois veículos de área frontal igual a 3,2 m2 trafegando em uma estrada a 90 km/h. Um
produzido em 1920 e outro em 2010. O deslocamento dos veículos ocorre sob
condições do ar padrão e de temperatura e pressão ao nível do mar = 1,23 kg/m3.
Questão 8 - O coeficiente de arrasto de um carro aumenta quando as janelas ou o teto
solar estão abertos. Um carro esporte tem área frontal de 2.04 m 2 e um coeficiente de
arrasto de 0.32 quando o teto solar e as janelas estão fechados. O coeficiente de arrasto
aumenta para 0.41 quando o teto solar está aberto. Determine a potência adicional
devido a abertura do teto solar consumida pelo carro quando ele se move a (a) 50 km/h
e (b) 120 km/h. Considere a densidade do ar 1.16 kg/m3.

Curiosidade: Com base na teoria do arrasto, tente imaginar o porquê de um chute


de “3 dedos” no futebol tende a assumir uma trajetória curvilínea.

Abraço a todos e muita luz!


Obrigado pela paciência de todos nesse semestre!