Você está na página 1de 4

Mec. Flu II - Prof. Gerson

FEI – ENGª MECÂNICA Fluidodinâmica – Exercícios

1)

Uma tubulação circular, com diâmetro externo de 25 mm, é colocada em meio a uma corrente de ar que se encontra a uma temperatura de 25°C e a uma pressão de 1 atm. O ar se move em escoamento cruzado sobre a tubulação com uma velocidade de 15 m/s. Qual é a força de arrasto exercida na tubulação por unidade de comprimento do tubo? Dado: ν ar = 15,89 x 10 -6 m²/s

Mec. Flu II - Prof. Gerson FEI – ENGª MECÂNICA Fluidodinâmica – Exercícios 1) Uma tubulação

Resp.: 4,28 N/m

2) Um escoamento de água (ρ = 1.000 kg/m³ e ν = 10 -6 m²/s) acontece sobre uma placa plana com 20 cm de comprimento e 30 cm de largura com uma velocidade de 15 cm/s. Determine a força de arrasto que ocorre sobre a placa.

Mec. Flu II - Prof. Gerson FEI – ENGª MECÂNICA Fluidodinâmica – Exercícios 1) Uma tubulação

Resp.: 5x10 -3 N

3) Como parte dos esforços contínuos para reduzir o coeficiente de arrasto e assim aumentar a eficiência no consumo de combustível dos carros, o projeto dos espelhos retrovisores laterais tem sido alterado drasticamente desde uma simples placa circular até uma forma carenada. Determine a quantidade de combustível e o dinheiro economizado por ano como resultado da substituição de um espelho retrovisor plano de 13 cm de diâmetro por outro com um fundo hemisférico. Suponha que o carro percorra 24.000 km por ano a uma velocidade média de 95 km/h. Considere a densidade e o preço do combustível 0,8 kg/L e $2,5/L, respectivamente, sendo o pci do combustível igual a 44 MJ/kg e a eficiência global do motor 30%. Considere ρ ar = 1,2 kg/m³. Ca = 1,1 para um disco circular e 0,4 para um corpo hemisférico.

3) Como parte dos esforços contínuos para reduzir o coeficiente de arrasto e assim aumentar a

Resp.: 8,84 L/ano ;

$5,3/ano

4) Pretende-se suprir as necessidades de água de um trailer instalando-se um tanque cilíndrico de 2 m de comprimento de 0,5 m de diâmetro sobre o teto do veículo. Determine a potência adicional necessária do trailer a uma velocidade de 95 km/h quando o tanque estiver instalado de forma que suas superfícies circulares estejam voltadas para:

  • a) a frente do veículo;

  • b) os lados do veículo.

Suponha que as condições atmosféricas sejam 87 kPa e 20°C

3) Como parte dos esforços contínuos para reduzir o coeficiente de arrasto e assim aumentar a

Coeficientes de arrasto C a para Re > 10 4 com base na área frontal

 

L/D

 

C

a

0,5

 

1,1

 
  • 1 0,9

 
 
  • 2 0,9

 
 
  • 4 0,9

 
 
  • 8 1,0

 

Resp.: 1,67 kW

;

7,55 kW

3) Como parte dos esforços contínuos para reduzir o coeficiente de arrasto e assim aumentar a

5)

Durante um experimento com alto número de Reynolds, a força de arrasto total agindo sobre um corpo esférico de diâmetro 12 cm submetido a um escoamento de ar a 1 atm e 5°C é medida como 5,2 N. O arrasto de pressão agindo sobre o corpo é calculado integrando-se a distribuição de pressão (medida usando-se sensores de pressão através da superfície) resultando em 4,9 N. Determine o coeficiente de arrasto da esfera. Dado: µ ar = 2,9 x 10 -5 N.s/m² Resp.: 0,026

6)

Considere um avião

leve com um peso

total de

15.000 N

e

uma área

de asa

de

46

m².

Determine a velocidade de decolagem a um ângulo de ataque de 5° ao nível do mar e temperatura de 22°C. O aerofólio utilizado no avião apresenta coeficiente de sustentação igual a 0,6 quando o ângulo de ataque é de 5°.

Resp.: 109,2 km/h

7) Um veículo de competição possui na sua parte traseira um aerofólio invertido que tem o objetivo de aumentar a estabilidade do veículo em altas velocidades. Esse aerofólio possui 30 cm de corda e 80 cm de envergadura. Qual é a força gerada no aerofólio que empurra o veículo contra o solo quando a velocidade é de 220 km/h? O coeficiente de sustentação para o aerofólio é 0,45. Dado ρ ar = 1,15 kg/m³. Resp.: 231,8 N

8)

Um

avião tem peso total

de

20

kN

e tem

uma

área

180 km/h, qual deverá

ser

o

ângulo de ataque das

de asa

a asas sabendo que o coeficiente de

o

de

28

m².

Se

avião

está

sustentação varia linearmente de 0° a 10° desde 0,1 até 1,2. Dado ρ ar = 1,2 kg/m³. Resp.: 3,4°

9) Um carro de alta velocidade com coeficiente de arrasto 0,3 e área frontal de 1 m², libera um pára-quedas de 2 m de diâmetro para reduzir a velocidade a partir da velocidade inicial de

  • 360 km/h. Considerando que o coeficiente de arrasto seja constante, freios livres e resistência

de rolagem desprezível, calcule a força de arrasto que atua sobre o conjunto sabendo que o

coeficiente de arrasto do pára-quedas é 1,2. Admita ρ ar = 1,2 kg/m³. Resp.: 24,42 kN

10) Um avião comercial tem uma massa total de 70.000 kg e uma área planiforme de asa de

  • 150 m². O avião tem uma velocidade de cruzeiro de 558 km/h e uma altitude de cruzeiro de

12.000 m, onde ρ ar = 0,312 kg/m³. O avião tem flaps com fenda dupla para usar durante a decolagem e pouso, mas ele viaja com todos os flaps recolhidos. Supondo que as

características

de

sustentação

e

arrasto

das

asas

são

aquelas

indicadas nos gráficos,

determine:

  • a) A velocidade mínima segura para decolagem e pouso com e sem os flaps estendidos;

  • b) O ângulo de ataque para vôo estável na altitude de cruzeiro;

  • c) A potência que deve ser fornecida pelos motores para produzir empuxo suficiente para vencer o arrasto da asa.

Efeito dos flaps sobre os coeficientes de sustentação (C L ) e arrasto (C D ) de um aerofólio.

b) O ângulo de ataque para vôo estável na altitude de cruzeiro; c) A potência que

Resp.: a) 306 km/h (sem flaps) e 202 km/h (com flaps) b) 10° c) 2620 kW