Você está na página 1de 211

31/05/2019 bcl_500524098.

htm

H ORE P AUMENTO DE F LUENT F OREVER

“Nunca antes vi um método de aprendizagem de línguas - ou método para aprender qualquer


coisa! - que se sincroniza tão perfeitamente com a nossa compreensão científica atual de como
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 1/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

funciona a memória . Agora entendo por que minhas tentativas anteriores de aprender outras
línguas (espanhol, alemão, latim) me deixaram com pouco mais do que um punhado de palavras de
vocabulário quase aleatórias , e me sinto inspirado a tentar novamente. O Fluent Forever promete
um programa de aprendizado divertido e personalizado que conectará uma nova língua ao seu
cérebro com rapidez e simplicidade. E a inteligência afiada de Wyner irá mantê-lo entretido ao
longo do caminho! Nunca fiquei tão animada para desafiar minha mente.
- Karen Schrock Simring, editor colaborador da Scientific American Mind

“ Fluent Forever é o livro que eu gostaria de ter tido durante minhas inúmeras tentativas
fracassadas de aprender idiomas diferentes. É um guia divertido e envolvente que mostra como
hackear seu cérebro. Wyner fez todo o trabalho duro para que o leitor possa realmente aproveitar o
processo de se tornar fluente em um idioma rapidamente! ”
- Nelson Dellis, campeão de 2011 e 2012 da Memória dos EUA

“ Fluent Forever supera o enorme desafio de aprender um novo idioma, dando ao leitor um sólido
plano de jogo baseado em como as pessoas realmente aprendem e memorizam informações. Desde
o primeiro capítulo, mal podia esperar para começar a usar as técnicas e os recursos de
Wyner. Sua escrita é envolvente, inteligente e conversacional, tornando a aprendizagem uma
verdadeira alegria . Se você já quis se tornar fluente em outro idioma, faça um favor e comece a
ler Fluent Forever agora. ”
—Melanie Pinola, redatora colaboradora do Lifehacker.com e autora do LinkedIn em 30
minutos

“Este é o livro que eu usaria na próxima vez que eu quiser aprender um novo idioma. Ele
emprega uma mistura inteligente dos mais recentes métodos para aprender um idioma por conta
própria usando a Web, aplicativos e dicas de treinamento de voz em um período de tempo
acelerado. ”
- Kevin Kelly, diretor sênior da Wired e autor de What Technology Wants

“Eu sei o que você está pensando: mas aprender uma nova língua é muuuuito difícil! A solução?
Pare de ser um chorão e comece a ler Wyner. Este livro é um vencedor! Garantido para
reconectar seu cérebro em como
muitas línguas como você gostaria. ”
—Joel Saltzman, autor de Shake That Brain !: Como criar soluções vencedoras e se divertir
enquanto você
está nisso

“ Um excelente livro … Wyner escreve de maneira envolvente e acessível, tecendo sua jornada
pessoal de linguagem. Seu método, comprovado por suas próprias realizações, é claro: concentre-se
na pronúncia, evite a tradução e use repetições espaçadas extensivamente. E ele oferece muitas
técnicas específicas para

Certifique-se de que você nunca esquecerá o que aprendeu. Eu recomendaria este livro para
qualquer pessoa que seja séria - não apenas aspirante, mas realmente séria - de se tornar
fluente em uma língua estrangeira ”.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 2/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

—Kevin Chen, co-fundador da italki.com

“ Elimine o DNA de Steve Jobs e Aristóteles e adicione treinamento em engenharia e ópera, e


você terá Gabriel Wyner, cujo sistema engenhosamente elegante nos ajuda a aprender não
apenas línguas estrangeiras, mas, bem, tudo . Os autodidatas alegram-se!
—Jay Heinrichs, autor de Obrigado por discutir e falar com o herói

“Os americanos se recusam a perceber que todas as línguas são estrangeiras - sim, incluindo o
inglês. Está na hora de aprendermos a falar como o resto do mundo: em mais de uma maneira. Este
livro é uma caixa de ferramentas hilariante que ajuda você a obter uma vantagem inicial.
Escolha uma língua estrangeira (sim, incluindo inglês) e voilà:
o futuro é tuyo . Mais cinco para Gabriel Wyner!
—Ilan Stavans, autor de Dictionary Days: Uma paixão definidora

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 3/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Copyright © 2014 por Gabriel Wyner

Todos os direitos reservados.

Publicado nos Estados Unidos pela Harmony Books, uma marca do Crown Publishing Group, uma divisão da Random House
LLC, uma Penguin Random House Company, de Nova York.
www.crownpublishing.com
Harmony Books é uma marca registrada e o Circle colophon é uma marca comercial da Random House LLC.
Os dados de catalogação na publicação da Biblioteca do Congresso estão disponíveis mediante solicitação.

ISBN 978-0-385-34811-9
eBook ISBN
978-0-385-34810-2
Design da capa por Nupoor Gordon
Ilustração da capa: © Maydaymayday / Getty Images

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 4/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
v3.1

T O A EMOÇÃO DA VIAGEM

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 5/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

ebooksdownloadrace CONTEÚDO .blogspot.in

Tampa
Folha de rosto
direito autoral
Dedicação

1: Introdução: Stab, Stab, Stab


Começos
Cheaters Ocasionalmente Prosperam: As Três Chaves Para O
Aprendizado De Línguas O Plano De Jogo
Quanto tempo dura a fluência?
Faça isso agora: o caminho a seguir

2: Upload: Cinco Princípios para Acabar com o Esquecimento


Princípio 1: Torne as Memórias Mais Memoráveis
Princípio 2: Maximizar a Preguiça
Princípio 3: não revise. Lembre-se
Princípio 4: Espere, espere! Não me diga!
Princípio 5: Reescreva o Passado
O tempo é tudo: o fim do esquecimento
Faça isto agora: Aprenda a usar um sistema de repetição espaçada

3: reprodução de som
Treine seus ouvidos, recompense seu cérebro
Treine sua boca, pegue a garota
Treine seus olhos, veja os padrões
Faça isto agora: Aprenda o sistema de som da sua língua

4: jogo de palavras e a sinfonia de uma palavra


Onde começar: não falamos muito sobre damascos
Jogos com Palavras
O gênero de um nabo
Faça isto agora: Aprenda suas primeiras 625 palavras, música e tudo

5: jogo de frases
O poder da entrada: sua máquina de idioma
Simplifique, Simplifique: Transformando Montanhas em Molehills
Story Time: Fazendo Padrões Memoráveis

Em Arnold Schwarzenegger e Exploding Dogs: Mnemônicos para Gramática


O poder da saída: sua aula de idiomas personalizada
ebooksdownloadrace.blogspot.in
Faça isso agora: aprenda suas primeiras frases

6: O jogo da linguagem

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 6/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
Definir metas: seu vocabulário personalizado
Palavras sobre palavras
Leitura por prazer e lucro
Compreensão auditiva para batatas de sofá
Discurso e o jogo do tabu
Faça isto agora: Explore seu idioma

7: Epílogo: Os Benefícios e Prazeres de Aprender uma Língua

A caixa de ferramentas
A Galeria: Um Guia para os Cartões Flash que Ensinam sua Língua
A arte do Flash Cards
A Primeira Galeria: Treinadores de Pronúncia Do-It-Yourself
A segunda galeria: suas primeiras palavras
A terceira galeria: usando e aprendendo suas primeiras frases
A quarta galeria: um último conjunto de cartas de vocabulário

Um glossário de termos e ferramentas

Apêndices
Apêndice 1: Recursos Específicos de Idioma
Apêndice 2: Estimativas de Dificuldade de Linguagem
Apêndice 3: Recursos do Sistema de Repetição Espacial
Apêndice 4: O Decodificador Internacional de Alfabeto Fonético
Apêndice 5: Suas Primeiras 625 Palavras
Apêndice 6: Como usar este livro com o curso de idioma da sala de aula

Uma última nota (sobre tecnologia)

Notas

Agradecimentos

Índice

CAPÍTULO 1

Introdução: Stab, Stab, Stab


Se você fala com um homem em uma língua que ele entende, isso vai para a cabeça dele. Se você fala com ele em sua língua,
isso vai para o
coração dele.
- Nelson Mandela

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 7/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Os americanos que viajam ao exterior pela primeira vez ficam chocados quando descobrem que, apesar de todo o progresso
feito nos últimos 30 anos, muitos estrangeiros ainda falam em línguas estrangeiras.
—Dave Barry

L aprendizagem anguage é um esporte. Eu digo isso como alguém que não é qualificado para falar
sobre esportes; Eu entrei para a equipe de esgrima no ensino médio, a fim de sair da aula de
ginástica. Ainda assim, esfaquear amigos com objetos pontiagudos de metal lembra mais o
aprendizado de idiomas do que você imagina. Seu objetivo na esgrima é esfaquear as pessoas
automaticamente . Você gasta o tempo aprendendo os nomes das armas e as regras do jogo, e você
faz a postura correta, todos os aparatos, contra-atacam e investem. Finalmente, você joga o jogo, na
esperança de alcançar aquele momento mágico em que se esquece das regras: seu braço se move
sozinho, você habilmente defende a espada do seu amigo e o apunhala diretamente no peito. Ponto!
Queremos andar até alguém, abrir nossas bocas, esquecer as regras e falar automaticamente. Esse
objetivo pode parecer fora de alcance porque as linguagens parecem difíceis, mas não são. Não
existe uma linguagem “dura”; qualquer idiota pode falar qualquer idioma que seus pais falassem
quando ele era criança. O verdadeiro desafio está em encontrar um caminho que corresponda às
exigências de uma vida agitada.
No meio da minha vida ocupada como cantora de ópera, eu precisava aprender alemão, italiano,
francês e russo. Fora dessas experiências, encontrei os fundamentos para este livro. Meus métodos
são os resultados de uma necessidade obsessiva de mexer, pesquisar e mexer novamente. A minha
caixa de ferramentas de aprendizagem de línguas transformou - se, ao longo do tempo, numa
máquina bem oleada que transforma quantidades fixas de tempo diário em melhorias visíveis e
contínuas nas minhas línguas e nas línguas de todas as pessoas que ensinei. Ao compartilhá-lo,
espero permitir que você visite o peculiar mundo do aprendizado de idiomas. No processo, você
entenderá melhor o funcionamento interno de sua mente e das mentes dos outros. Você também
aprenderá a falar um novo idioma.

B EGINNINGS
Até agora, meu momento favorito dessa louca aventura de aprendizado de linguagem aconteceu em
uma estação de metrô vienense em 2012. Eu estava voltando para casa de um show quando vi um
colega russo vindo em minha direção. Nossa língua comum sempre foi o alemão, e assim, naquele
idioma, nós cumprimentamos e nos deparamos com os eventos do ano passado. Então eu deixei cair
a bomba. "Você sabe, eu falo russo agora", eu disse a ela em russo.

A expressão no rosto dela era inestimável. Seu queixo caiu, como nos desenhos animados. Ela
gaguejou: “O que? Quando? Como? ”, Quando iniciamos uma longa conversa em russo sobre a
aprendizagem de línguas, a vida e a interseção entre os dois.
Minhas primeiras tentativas de aprender idiomas foram significativamente menos
impressionantes. Eu fui para a escola hebraica por sete anos. Cantamos músicas, aprendemos o
alfabeto, acendemos muitas velas, tomamos muito suco de uva e não aprendemos muito de nada.
Bem, exceto o alfabeto; Eu tinha esse alfabeto pregado .
No colegial, eu me apaixonei pela minha professora russa, a Sra. Nowakowsky. Ela era
inteligente e bonita, tinha um sobrenome russo maluco e eu fazia o que ela pedisse, sempre que
pedisse. Cinco anos depois, aprendi algumas frases, memorizei alguns poemas e aprendi muito bem

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 8/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

esse alfabeto, muito obrigado. No final, tive a impressão de que algo estava seriamente errado. Por
que eu só lembro de alfabetos? Por que tudo foi tão difícil ?
Avance para junho de 2004, no início de um programa de imersão na Alemanha para cantores de
ópera em Vermont. Na época, eu era um engenheiro com um hábito de cantar enorme. Esse hábito
exigia que eu aprendesse alemão básico, francês e italiano, e decidi que pular na piscina era a única
maneira de ter sucesso. Na minha chegada, eu deveria assinar um documento prometendo usar o
alemão como minha única forma de comunicação por sete semanas, sob ameaça de expulsão sem
reembolso. Na época, isso parecia imprudente, pois eu não falava uma palavra em alemão . Eu
assinei mesmo assim. Depois, alguns alunos avançados se aproximaram de mim, sorriram e
disseram: “Olá.” Olhei fixamente para eles por um momento e respondi: “Olá.” Apertamos as
mãos.
Cinco semanas loucas depois, eu cantei meu coração em uma aula de atuação alemã, encontrei
um local remoto no campus e chamei furtivamente minha namorada. "Eu acho que vou ser uma
cantora de ópera", eu disse a ela em inglês sussurrando. Naquele dia, decidi me tornar fluente nos
idiomas exigidos pela minha nova profissão. Voltei para o Middlebury College, em Vermont, e
voltei a falar alemão. Desta vez, eu alcancei fluência. Eu me mudei para a Áustria para meus
estudos de mestrado. Enquanto morava na Europa em 2008, fui a Perugia, na Itália, para aprender
italiano. Dois anos depois, me tornei trapaceiro.

C AQUECEDORES O CCASIONALLY P ROSPER : T HE t ETRP K EYS AO G


anguage
L GANHAR
Este livro não existiria se eu não tivesse traído um teste de francês. Não tenho orgulho disso, mas é
isso. Primeiro, alguns antecedentes. As Middlebury Language Schools oferecem cinco níveis de
classes: iniciante absoluto, iniciante “falso” (pessoas que esqueceram o que aprenderam),
intermediário, avançado e quase fluente. Na época do teste, eu era um principiante absoluto em
francês, mas eu já havia aprendido uma língua românica e queria estar com os iniciantes “falsos”.
Então, para o meu terceiro período em Middlebury, eu traí o teste de colocação on-line, usando o
Google Tradutor e alguns sites de gramática. Não conte a Middlebury.
Um mês depois, recebi meus resultados lamentáveis. “Bem vindos e parabéns!” Começou. "Você
foi colocado no nível intermediário!" Merda. Eu tive três meses para aprender um ano de francês ou
parecer um idiota na entrevista de entrada. Essas entrevistas são um assunto sério. Você senta em
um quarto com uma pessoa real e viva francesa, conversa por quinze minutos sobre a vida, e você
sai com uma colocação de classe final. Você não pode trapacear; você pode falar francês ou fazer
caras tristes e agitar suas mãos como uma mímica parisiense de segunda categoria .
Como eu estava no meio de completar mestrado em música de ópera e arte, o único tempo livre
que eu
tinha era uma hora no metrô todos os dias e durante todo o dia aos domingos. Eu procurei
freneticamente na Internet para descobrir como aprender uma língua mais rapidamente. O que eu
encontrei foi surpreendente: há uma série de ferramentas de aprendizado de idiomas incrivelmente
poderosas por aí, mas nenhum programa único uniu todos os novos métodos.
Eu encontrei três chaves básicas para a aprendizagem de línguas:
1. Aprenda a pronúncia primeiro.
2. Não traduza.
3. Use sistemas de repetição espaçados.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 9/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

A primeira chave, aprender pronúncia primeiro, saiu do meu treinamento de conservatório de


música (e é amplamente usado pelos militares e missionários da igreja mórmon). Os cantores
aprendem a pronúncia das línguas primeiro porque precisamos cantar nessas línguas muito antes de
termos tempo para aprendê-las. No decorrer de dominar os sons de uma língua, nossos ouvidos
ficam sintonizados com esses sons, fazendo com que a aquisição de vocabulário, a compreensão
auditiva e a fala ocorram muito mais rapidamente. Enquanto estamos nisso, pegamos um sotaque
elegante e preciso.
A segunda chave, não traduzida, estava escondida em minhas experiências nas Middlebury
Language Schools em Vermont. Não apenas um aluno iniciante pode pular a tradução, mas foi um
passo essencial para aprender a pensar em uma língua estrangeira. Isso tornou possível o
aprendizado de idiomas . Essa foi a falha fatal em minhas tentativas anteriores de aprender hebraico
e russo: eu estava praticando a tradução em vez de falar. Ao jogar fora o inglês, eu poderia gastar
meu tempo construindo fluência em vez de decodificar sentenças palavra por palavra.
A terceira chave, use sistemas de repetição espaçados (SRSs), veio de blogs de idiomas e
desenvolvedores de software. SRSs são cartões de memória flash em esteróides. Com base na sua
opinião, eles criam um plano de estudo personalizado que direciona as informações para dentro da
sua memória de longo prazo . Eles sobrecarregam a memorização e ainda não atingiram o uso
principal.
Um número crescente de aprendizes de idiomas na Internet estava aproveitando as SRSs, mas
eles estavam usando-os para memorizar as traduções. Por outro lado, os proponentes
não-tradutores, como Middlebury e Berlitz, estavam usando métodos de estudo comparativamente
antiquados, deixando de aproveitar as novas ferramentas de aprendizado computadorizadas.
Enquanto isso, ninguém além dos cantores clássicos e dos mórmons parecia se importar muito com
a pronúncia.
Eu decidi usar todos esses métodos de uma só vez. Eu usei o software de memorização no meu
smartphone para colocar os franceses na minha cabeça, e me certifiquei de que nenhum dos meus
cartões de memória tivesse uma palavra de inglês neles. Eu comecei a fazer cartões de memória
para as regras de pronúncia, adicionei um monte de imagens para os substantivos e alguns verbos,
aprendi as conjugações verbais e construí as simples definições francesas de conceitos mais
abstratos. Em junho, na minha hora por dia no metrô, aprendi três mil palavras e conceitos
gramaticais. Quando cheguei em Middlebury, esperei em uma sala para minha entrevista de entrada
em francês. Essa entrevista foi feita para garantir que eu não tivesse feito nada estúpido, como
trapacear no meu teste de colocação online. Foi a primeira vez que falei francês em minha vida. A
professora sentou-se e disse: “ Bonjour,”E eu respondi de volta com a primeira palavra que veio ao
meu cérebro:“ Bonjour ”. Até agora, tudo bem. À medida que nossa conversa evoluía, fiquei
surpreso ao descobrir que eu sabia todas as palavras que ela estava dizendo, e eu sabia todas as
palavras que eu precisava para responder. Eu poderia pensar em francês! Estava parando, mas era
francês. Eu fiquei chocado. Middlebury me empurrou para a aula avançada. Nessas sete semanas,
eu li dez livros, escrevi setenta páginas de redações, e meu vocabulário cresceu para

quarenta e quinhentas palavras. No início de agosto, eu era fluente em francês.

T HE L AME P LAN
O que é fluência? Cada um de nós encontrará uma resposta diferente para essa pergunta. O termo é
impreciso, e significa um pouco menos toda vez que alguém escreve outro livro, artigo ou e-mail de
spam com um título como “U Can B FLUENT in 7 DAY5! 1!” Ainda assim, mantemos uma
imagem de fluência em nossas mentes : uma tarde de verão em um café parisiense, casualmente
conversando com a garçonete sem precisar se preocupar com conjugações verbais ou palavras
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 10/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

faltantes em nossos vocabulários. Além desse café, devemos decidir individualmente até onde
queremos ir.
Eu me descreveria com confiança como fluente em alemão. Eu morei na Áustria por seis anos e
vou discutir qualquer coisa com alguém, mas eu certamente precisava dançar algumas palavras que
faltavam para sair de uma multa de € 200 pelo cano de gasolina quebrado do meu carro alugado.
(Aparentemente, a palavra para "tampa de gás" é Tankdeckel, e as palavras para "Eu não dou a
mínima se eu sou a primeira pessoa a dirigir este carro, a mola segurando a tampa de gás fechada
estava com defeito" começar com " O melhor é Wurst ... ” e prossiga a partir daí. Você terá que
determinar por si mesmo se sua imagem de fluência inclui discussões políticas com amigos, assistir
a leituras de poesia, trabalhar como agente secreto ou dar aulas sobre física quântica no Sorbonne.
Lutamos para alcançar qualquer grau de fluência porque há assim muito para se lembrar. O livro
de regras do jogo de línguas é muito longo. Vamos a classes que discutem o livro de regras,
corremos treinos sobre uma regra ou outra, mas nunca conseguimos jogar o jogo. Na chance de
chegarmos ao fim de um livro de regras, já nos esquecemos do começo. Além disso, ignoramos o
outro livro (o livro de vocabulário), cheio de milhares e milhares de palavras que são tão difíceis de
lembrar quanto as regras.
Esquecer é o nosso maior inimigo e precisamos de um plano para derrotá-lo. Qual é a clássica
história de sucesso do aprendizado de idiomas ? Um cara se muda para a Espanha, se apaixona por
uma espanhola e passa todas as horas da manhã praticando a língua até ficar fluente durante o ano.
Esta é a experiência de imersão e derrota o esquecimento com força bruta. Em grande parte, nosso
orgulhoso herói de língua espanhola é bem-sucedido porque nunca teve tempo de esquecer. Todos
os dias ele nada em um oceano de espanhol; como ele poderia esquecer o que aprendera? Eu
aprendi alemão dessa maneira, tive a oportunidade de deixar meu emprego, mudar para Vermont e
cortar todos os laços com a língua inglesa.mundo para dois verões completos. A imersão é uma
experiência maravilhosa, mas se você tem um trabalho estável, um cachorro, uma família ou uma
conta bancária que precisa ser reabastecida, você não pode largar tudo e devotar a maior parte da
sua vida a aprender um idioma. Precisamos de uma maneira mais prática de obter as informações
corretas em nossas cabeças e evitar que vazem dos nossos ouvidos.
Eu vou mostrar a você como parar de esquecer, então você pode chegar ao jogo real. E vou
mostrar a você o que lembrar, para que, uma vez que você comece a jogar, você seja bom nisso. Ao
longo do caminho, vamos religar seus ouvidos para ouvir novos sons e religar sua língua para
dominar um novo sotaque. Vamos investigar a composição das palavras, como a gramática monta
essas palavras em pensamentos e como fazer com que esses pensamentos saiam da sua boca sem
precisar perder tempo traduzindo. Aproveitaremos ao máximo o seu tempo limitado, investigando
quais palavras aprender primeiro, como usar mnemônicos para memorizar conceitos abstratos mais
rapidamente e como melhorar suas habilidades de leitura, escrita, audição e fala da maneira mais
rápida e eficaz possível.
Quero que você entenda como usar as ferramentas que encontrei ao longo do caminho, mas
também quero que você entenda por que elas funcionam. O aprendizado de idiomas é uma das
jornadas mais intensamente pessoais que você pode empreender. Você está entrando em sua própria
mente e alterando a maneira como pensa . Se você vai passar meses ou anos trabalhando nessa
meta, precisará acreditar nesses métodos e torná-los seus. Se você sabe como abordar o jogo de
linguagem, você pode vencê-lo. Espero mostrar-lhe o caminho mais curto para esse objetivo, para
que você possa esquecer as regras e começar a jogar já.
Depois que aprendi alemão, pensei: “ Ach! Se eu pudesse voltar no tempo e dizer a mim mesmo
algumas coisas, eu teria tido um tempo muito mais fácil com essa linguagem! ”Eu tive exatamente o
mesmo pensamento depois do italiano, francês, russo (que finalmente aprendi em 2012), e Húngaro
(projeto de 2013). Este livro é minha máquina do tempo. Se eu estrabismo meus olhos apenas para
a direita, então você são monolingues me de nove anos atrás, e eu estou criando um paradoxo do

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 11/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

tempo, ajudando a evitar todas as armadilhas e buracos que me levaram a fazer a minha máquina do
tempo em primeiro lugar. Você sabe como é.

H OW L ONG D OES F LUENCY T AKE ?


Para estimar o tempo que você precisará, precisaremos considerar suas metas de fluência, a (s)
língua (s) que você já conhece, a linguagem que está aprendendo e suas restrições de tempo diárias.
Como eu disse anteriormente, não existe uma linguagem difícil. Existem , no entanto, idiomas que
serão mais difíceis para vocêpara aprender, porque eles não são da mesma família que a (s) língua
(s) que você já conhece. O japonês é difícil para os falantes de inglês aprenderem pela mesma razão
que o inglês é difícil para os falantes do japonês; há poucas palavras preciosas e conceitos
gramaticais que se sobrepõem em ambas as línguas, para não mencionar os alfabetos totalmente
diferentes envolvidos. Em contraste, um falante de inglês que aprende francês tem muito menos
trabalho a fazer. O vocabulário inglês é 28% francês e 28% latino. Assim que um falante de inglês
aprende a pronúncia francesa correta, ele já conhece milhares de palavras.
O Foreign Service Institute dos EUA classifica os idiomas por sua dificuldade aproximada para
falantes nativos de inglês (consulte o Apêndice 2 ). Na minha experiência, suas estimativas são
pontuais. Como eles previram, o russo (uma língua de nível 2) me levou quase o dobro do tempo
que o francês (uma língua de nível 1), e eu suspeito que o japonês (uma língua de nível 3) me levará
duas vezes mais que o russo. Cheguei a um confortável nível intermediário "posso pensar em
francês e uso um dicionário monolíngüe" em três meses, trabalhando uma hora por dia (mais fins-
de-semana) e um nível similar para o russo em seis meses com trinta a quarenta e cinco.minutos por
dia (mais fins de semana). Em seguida, usei de sete a oito semanas de imersão intensiva para levar
essas duas línguas para níveis avançados "confortáveis em um café, conversando confortavelmente
sobre o que quer que seja, um tanto desconfortável descrevendo os problemas dos carros". Eu vi
resultados semelhantes com meus alunos. Sem um programa de imersão, suspeito que o francês
avançado demore de cinco a oito meses, trabalhando por trinta a quarenta e cinco minutos por dia
sozinho. Os idiomas de nível 2, como russo e hebraico, devem ser o dobro disso, e os idiomas de
nível 3, como chinês, árabe, japonês e coreano, devem levar quatro vezes mais do que o francês.
Essas linguagens mais difíceis levam tempo, mas não há motivo para você não conseguir
aprendê-las. Você já conheceu o único pré-requisito: você está interessado. Pense no exercício por
um momento. Para ter sucesso em uma rotina de exercícios, precisamos aproveitá-lo ou deixá-lo
cair. A maioria de nós não tem seis-pack abs ou se encaixam em um vestido de tamanho 2. Eu
certamente tentei para o abs (eu desisti do tamanho 2 vestido há muito tempo), mas eu nunca
consegui, porque eu raramente gosto de exercício. Aqueles de nós que têm sucesso. Ratos de
ginásio bem sucedidos aprendem a encontrar a alegria (e endorfinas) em treinos diários exaustivos.
O resto de nós pode nos empurrar para o
academia com força de vontade, mas se não achamos agradável, é improvável que continuemos por
seis a vinte e quatro meses para vermos os resultados. Os planos de fitness continuam encolhendo
com o tempo - 30 Minutos de Ginástica, a Solução de 10 Minutos , a Melhoria Física em 5
Minutos, o Treino de 3 Minutos - em uma tentativa de fazer algo difícil parecer mais palatável.
Mas, não importa o que aconteça, nós ainda vamos ser uma bagunça suada no final, e sermos
ativados para fazer isso todos os dias é difícil no curto prazo e mais difícil no longo prazo.
Enquanto o aprendizado de idiomas for difícil, vamos nos deparar com os mesmos problemas.
Quem gosta de aprender gramática e memorizar listas de palavras? Mesmo se eu prometer a você
fluência em 30 segundos por dia, você vai ter dificuldade em mantê-lo se for desagradável.
Nós vamos largar as coisas chatas e encontrar algo mais emocionante. As ferramentas que eu
montei aqui são eficazes. Muito mais importante, eles são divertidos de usar. Nós gostamos de
aprender; é o que nos vicia a ler jornais, livros e revistas e navegar em sites como Lifehacker,
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 12/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Facebook, Reddit e Huffington Post. Toda vez que vemos um novo facto (por exemplo: "Em 536
dC, uma nuvem de poeira apagou o sol na Europa e na Ásia durante um ano inteiro, causando
fomes que varreram populações da Escandinávia para a China. Ninguém sabe o que causou isso") ,
os centros de prazer de nossos cérebros entram em atividade e clicamos no próximo link. Neste
livro, vamos nos viciar no aprendizado de idiomas. O processo de descoberta de novas palavras e
gramática será nosso novo Facebook, o processo de montagem de novos cartões de memória será
uma série de projetos rápidos de artes e artesanato , e o processo de memorização será um
videogame acelerado que é bastante desafiador para nos manter interessados.
Não há coincidência aqui; aprendemos melhor quando nos divertimos e, procurando as maneiras
mais rápidas de aprender, acabei naturalmente com os métodos mais agradáveis. Minha coisa
favorita sobre o aprendizado de idiomas é: basicamente posso jogar videogames tanto quanto eu
quiser sem sofrer um pesar profundo e existencial depois (por exemplo, “não posso acreditar que
perdi seis horas da minha vida jogando jogos estúpidos no Facebook”) ). Eu gasto de trinta a
sessenta minutos por dia jogando no meu smartphone ou assistindo TV. (A série de TV Lost é
incrível em russo.) Eu recebo uma linguagem, me sinto produtivo e me divirto. O que há para não
gostar?
Vamos aprender a jogar.

D S T SUA N OW : T HE P ATH F orward


Uma nota organizacional: ao longo deste livro, apresentarei muitas ferramentas e recursos. Se você
esquecer qual é qual, você encontrará todas elas no Glossário de Ferramentas e Termos no final
deste livro, juntamente com uma breve explicação. Com isso dito, vamos começar.
Eu pretendo te ensinar como aprender, ao invés do que aprender. Não podemos discutir todas as
palavras, sistemas gramaticais e sistemas de pronúncia que existem, portanto, você precisará de
alguns recursos adicionais específicos para o idioma de sua escolha. Falando nisso, você
provavelmente deve começar escolhendo uma linguagem para aprender.

Escolha seu idioma


Escolha um idioma com base em oportunidades de emprego, dificuldade, disponibilidade de
recursos ou

número de falantes, mas no final, escolha um idioma que você gosta . Um leitor no meu site uma
vez me perguntou se ele deveria aprender russo ou francês. Seus parentes falavam russo, ele amava
a cultura, mas estava preocupado com a dificuldade. O francês parecia uma alternativa segura.
Nunca se contente com segurança quando puder se divertir. Sua língua se tornará uma
companheira constante, vivendo em sua cabeça. Se você gosta do seu idioma, então vai se divertir
estudando e, quando se diverte, aprende mais rápido.
Você tem muitos recursos à sua disposição.

Livros de idiomas

Arranja alguns livros. Alguém sentou-se e passou meses (ou anos, Deus o livre) organizando a
informação que você precisa, e você pode ter todo esse esforço na palma da sua mão por
$ 15 - $ 25. Obrigado, Herr Gutenberg. No Apêndice 1 , listo minhas escolhas favoritas para os
onze idiomas que você está mais propenso a estudar. Se o seu idioma não estiver lá, vá ao meu site,

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 13/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Fluent-Forever.com . Eu pretendo ter recomendações de livros para tantas línguas quantas as


pessoas queiram aprender.

OBTENHA ISSO AGORA

Um bom livro de gramática irá guiá-lo através da gramática da sua língua de uma maneira
cuidadosa, passo a passo . 1 No caminho, ele apresentará a você mais de mil palavras, fornecerá
vários exemplos e exercícios e fornecerá uma chave de resposta. Você vai pular 90% dos exercícios
do livro, mas tê-los por perto economizará muito tempo quando começarmos a aprender gramática.
Se o livro lhe der uma pronúncia “inglesa” para cada palavra ( Bonjour: bawn- JURE , Tschüss:
chewss), dou-lhe permissão para gravá-la e encontrar uma diferente. Entrar em um café parisiense e
dizer "bawn-JURE" é uma boa maneira de ser ignorado indefinidamente pelo garçom. Se o seu
novo livro vem com um CD, melhor ainda.
Há duas armadilhas aqui para evitar. Em primeiro lugar, evite livros sistematicamente detalhando
cada regra solitária e detalhes e exceção, tudo de uma vez, em uma torrente incontrolável de
desespero gramatical. Eu costumava amar esses livros - até que eu tentei aprender com eles. Estes
são volumes técnicos que mostram todo o sistema gramatical de uma linguagem em fluxogramas
gigantes. São adoráveis manuais de referência, mas são muito difíceis de usar passo-a-passo .
Segundo, tenha cuidado com a maioria dos livros de sala de aula, especialmente aqueles sem uma
chave de resposta. Livros projetados para salas de aula são escassos em explicações, porque eles
esperam que o professor seja capaz de lidar com qualquer confusão. Você muitas vezes terá mais
sorte com um livro de auto-estudo .
Um livro de frases é uma referência maravilhosa, já que é difícil encontrar frases úteis como
“Estou preso” e “Onde você está me levando?” Em um dicionário. Os livros de frases da companhia
Lonely Planet são baratos e vêm com um minúsculo dicionário extremamente prático nas costas.
Nós usaremos este dicionário quando aprendermos as nossas primeiras palavras, porque é muito
mais fácil (e mais rápido) percorrer do que um dicionário real. Vamos relutantemente permitir
“bawn-JURE” aqui, mas apenas porque não há livros de frases sem ele.

CONSIDERAR ESTES

Um dicionário de frequência normalmente contém as cinco mil palavras mais importantes do seu
alvo
linguagem, organizada em ordem de freqüência. (A palavra número um em inglês, o, aparece uma
vez a cada vinte e cinco palavras.) Esses livros são incríveis, com exemplos e traduções
cuidadosamente escolhidos. Eles vão poupar toneladas de tempo e eles levam muito trabalho para
compilar que devemos estar jogando dinheiro e flores aos pés de seus autores. Existem algumas
listas de frequências online, mas não são tão boas quanto as versões em papel. Os dicionários de
frequência não existem em todos os idiomas ainda, mas se a sua língua tiver um, você ganha.
Pegue.
Um guia de pronúncia o guiará por todo o sistema de pronúncia do seu idioma, com a ajuda de
gravações e diagramas de sua boca e língua. Para muitos idiomas, você pode encontrar guias com
CDs dedicados inteiramente à pronúncia. Eles são recursos maravilhosos e valem a compra. Além
disso, eu fiz a minha missão pessoal de desenvolver treinadores de pronúncia computadorizada em
tantos idiomas quanto eu puder. Esses treinadores podem fazer algumas coisas legais que os livros
didáticos não podem, e vamos discuti-las em profundidade no Capítulo 3 . Você não será capaz de
encontrar um guia ou instrutor em todos os idiomas, mas quando eles existirem, eles são
extraordinariamente úteis.
Você também quer encontrar dois dicionários. Cabe a você encontrá-los on-line ou impressos. O
primeiro é um dicionário tradicional bilíngüe (por exemplo, inglês-francês / francês-inglês), com
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 14/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

pronúncia precisa listada para cada palavra. Novamente, se você vir “bawn-JURE”, queime. Se
você vir símbolos engraçados (por exemplo, [bᴐ̃.ʒuʁ]), mantenha-os. Vamos fazer amizade com o
Alfabeto Fonético Internacional no Capítulo 3 . O segundo é um dicionário monolíngue (por
exemplo, francês-francês), que tem definições reais (por exemplo, em francês) em vez de traduções.
Você nunca verá “bawn-JURE” em um desses, então não se preocupe em encontrar seu isqueiro.
Você também pode querer um livro de vocabulário temático . Esses livros organizam as
palavras em seu idioma por tema: palavras sobre carros, palavras para comida, palavras médicas e
assim por diante. Eles são úteis para personalizar seu vocabulário (falaremos sobre eles em detalhes
no Capítulo 6 ).

PARA OS INTERMEDIÁRIOS

Se já passou algum tempo a estudar o seu idioma de destino, ajuste a sua lista de compras da
seguinte forma: em primeiro lugar, se já tiver um livro de gramática, certifique-se de que
realmente gosta e que é
suficientemente desafiador. Se não, consiga um novo que se ajuste ao seu nível.
Segundo, se você não tem um livro de frases, eles valem a pena. Mesmo que você já esteja lendo
livros em seu idioma de destino, talvez não saiba como perguntar sobre horário comercial ou seguro
de aluguel de carros. Um livro de frases permite que você procure frases para muitas situações do
dia-a-dia que não aparecem nos livros.
Terceiro, você provavelmente ainda não tem um dicionário de frequência e você o usará muito
antes de um iniciante. Vá pegar um.
Por último, adiar um livro de pronúncia ou treinador até o final do capítulo 3 . Você terá uma
idéia melhor, em seguida, se você vai precisar de um.

A INTERNET

A Internet está cheia de guias gramaticais gratuitos, guias de pronúncia, listas de frequência e
dicionários de todas as formas e tamanhos. A qualidade varia drasticamente de site para site e muda
diariamente. Você pode aprender um idioma gratuitamente na Internet, mas poderá fazê-lo mais
rapidamente se combinar os melhores recursos da Internet com livros bem escritos . Eu listo meus
recursos favoritos da Internet no meu site ( Fluent-Forever.com/language-resources ), e
discutiremos os sites mais importantes -
Imagens do Google e as novas comunidades de intercâmbio de idiomas (por exemplo, Lang-8,
italki, Verbling) - ao longo deste livro.

TUTORES E PROGRAMAS

Se você precisar de resultados mais rápidos e tiver algum dinheiro sobrando, poderá acelerar o
aprendizado com professores particulares (que são extremamente acessíveis em italki.com ) ou
programas intensivos em casa e no exterior. O caminho mais rápido para a fluência também é o
menos conveniente: programas intensivos de imersão proporcionarão mais de vinte horas semanais
de aula, dez a vinte horas semanais de trabalho de casa e uma rígida política de não-inglês. Você
sairá com uma proficiência confortável em seu idioma de preferência em troca de dois meses de sua
vida e um maço de dinheiro. Alguns deles têm políticas de ajuda financeira generosas se você
aplicar cedo o suficiente, então eles podem estar ao seu alcance se você não tiver fundos, mas tiver
tempo.

AULAS DE LÍNGUAS

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 15/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Neste livro, vamos discutir o processo de aprender uma língua por conta própria, fora da sala de
aula. Mas se você já está matriculado em uma classe (ou se há algumas boas aulas acessíveis
oferecidas nas proximidades), então não deixe de conferir o Apêndice 6 : Como usar este livro com
o curso de idioma da sala de aula.

O caminho a seguir
Nas próximas páginas, vamos derrubar os desafios da linguagem, um por um. Vou apresentá-lo a
um sistema de memorização que permitirá que você se lembre de milhares de fatos sem esforço e
permanentemente. Então, determinaremos quais fatos aprender. Vou guiá-lo passo a passo pelos
sons, palavras e gramática da sua língua. A cada passo do caminho, usaremos seu sistema de
memorização para aprender mais rapidamente. Finalmente, desenvolveremos sua compreensão
auditiva e de leitura, enquanto abrimos caminho para a fala fluente.
Ao longo do caminho, mostrarei todos os meus brinquedos favoritos. Eu gosto de encontrar
maneiras de tornar a vida mais eficiente, mesmo quando encontrar uma maneira mais rápida de
fazer algo leva mais tempo do que simplesmente fazê-lo. Algum dia, o mês que passei
memorizando as datas de nascimento e a data de morte dos compositores valerá a pena na economia
de tempo, mas ainda não chegou. 2 Quando se trata de eficiência na aprendizagem de línguas, tive
sorte. Eu precisava aprender quatro idiomas para fluência para o meu canto. Além disso, quero
aprender iídiche, hebraico e húngaro para falar com meus parentes e sou fascinado pelos japoneses.
Com tantas línguas para aprender, eu poderia gastar um enormequantidade de tempo procurando
eficiência e ainda justificar a despesa de tempo. Como resultado, tenho um baú cheio de
ferramentas e brinquedos para brincar. Vamos começar com o meu favorito: o Spaced Repetition
System (SRS).

1. Eles farão isso, em sua maior parte, em inglês. Sim, isso quebra minha regra de não-inglês , mas você sabe o que eles dizem sobre
regras e quebram as coisas.
2. Mas toda vez que eu digito um programa de recital e não preciso procurar as datas de um compositor (Johann Strauss Jr.,
1825–1899!), Reconquico um pouco mais de tempo.

CAPÍTULO 2

Upload: Cinco Princípios para Acabar com o


Esquecimento
A possessão real de um homem é sua memória. Em nada mais ele é rico, em nada mais ele é pobre.
- Alexander Smith

UMA CENA DA MATRIZ, FOTOS DE IRMÃOS WARNER, 1999:

TANK sorri enquanto se senta na cadeira do operador, folheando vários discos. Ele escolhe
um e coloca em seu computador. NEO olha para a tela.

Neo: Jujitsu? Eu vou aprender ... Jiu-jitsu?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 16/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Sorrindo, TANK pressiona o botão Load.


O corpo do NEO pula contra o arnês enquanto seus olhos se fecham.
Os monitores chutam violentamente enquanto seu coração bate, a adrenalina aumenta
e seu cérebro chia. Um instante depois, seus olhos se abrem.

Neo: Santo merda!

TANK sorri.

Embora ainda não podemos fazer upload de jujitsu diretamente em nossos cérebros, nós não temos
a tecnologia que pode nos ajudar a aprender mais rápido. Essa tecnologia deriva seu poder dos
cinco princípios da memória:
• Faça memórias mais memoráveis.
• Maximize a preguiça.
• Não revise. Lembre-se
• Espere, espere! Não me diga!
• Reescreva o passado.

Esses princípios permitirão que você se lembre mais em menos tempo. Combinados, eles formam
um sistema que pode inserir milhares de palavras e regras gramaticais tão profundamente em sua
mente que você será capaz de recuperá-las instantaneamente. O mais atraente é que esse sistema
pode levar o pouco tempo livre que você tem e transformá-lo constantemente em uma língua
estrangeira utilizável.

P RINCÍPIO 1 : H AKE M EMORIES M ORE M EMORABLE


Qualidades Dato diventa importante se è connesso a un altro.
Qualquer fato se torna importante quando está conectado a outro.
—Umberto Eco, o pêndulo de Foucault

Para aprender a lembrar, precisamos aprender sobre a natureza e a localização da memória.


Cientistas trabalhando nas décadas de 1940 e 1950 começaram sua busca por memória no lugar
mais óbvio: dentro das células do nosso cérebro - nossos neurônios. Eles cortaram partes do cérebro
de ratos, tentando fazê-los esquecer um labirinto, e descobriram que não importava qual parte do
cérebro eles escolhessem; os ratos nunca se esqueceram. Em 1950, os pesquisadores desistiram,
concluindo que eles haviam procurado em toda parte, e que a memória deveria estar em outro lugar.
Pesquisadores eventualmente voltaram sua busca por memórias para a fiação entre os neurônios e
não dentro das próprias células. Cada um dos cem bilhões de neurônios em nossos cérebros está, em
média, conectado a sete mil outros neurônios, em uma rede densa de mais de 150.000 quilômetros
de fibras nervosas. 3 Essas redes interconectadas estão intrinsecamente envolvidas em nossas
memórias, razão pela qual os cientistas nunca conseguiram encontrar os labirintos em seus ratos.
Labirinto de cada rato foi espalhado por todaseu cérebro. Sempre que os cientistas cortavam uma
peça, danificavam apenas uma pequena parte das conexões envolvidas. Quanto mais removiam,
mais demoravam os ratos a lembrar, mas nunca esqueciam completamente seus labirintos. A única
maneira de remover completamente o labirinto era remover completamente o rato.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 17/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Esses padrões de conexões se formam em um processo mecânico elegantemente simples:


neurônios que disparam juntos se conectam . Conhecida como Lei de Hebb, esse princípio ajuda a
explicar como nos lembramos de qualquer coisa . Tome minha primeira lembrança de cookies.
Passei dez minutos esperando em frente ao forno, banhado em calor irradiante e com o cheiro de
manteiga, farinha e açúcar. Esperei até que saíssem do forno e observassem o vapor se elevar deles
enquanto esfriavam. Quando não aguentei mais, meu pai me deu um copo de leite, peguei um
biscoito e aprendi empatia pelo pobre amigo azul da Vila Sésamo . Minha rede neural para cookies
envolve visão, olfato e paladar. Existem componentes de áudio - o som da palavra cookiee o som de
leite derramando em um copo. Eu lembro do rosto do meu pai sorrindo enquanto ele mordia seu
próprio biscoito delicioso. Essa primeira experiência de cookie foi um desfile de sensações, que se
conectaram em uma rede restrita de conexões neurais. Essas conexões me permitem retornar ao
meu passado sempre que encontro um novo cookie. Diante de um familiar aroma amanteigado,
aquela velha rede de neurônios é reativada; meu cérebro reproduz as mesmas visões, sons, emoções
e gostos, e eu revivo minha experiência de infância.
Compare essa experiência a uma nova: sua memória formadora da palavra mjöður . Não há muito
de um desfile aqui. Não é óbvio como pronunciá-lo e, em um movimento particularmente
desagradável, nem estou dizendo o que significa. Como resultado, você está preso olhando para a
estrutura da palavra - tem duas letras estrangeiras entre quatro familiares - e não muito mais. Sem
os esforços hercúleos, você esquecerá o mjöður até o final deste capítulo, se não antes.

Níveis de Processamento: O Grande Filtro Mnemônico


A divisão que separa o seu novo mjöður do meu cookie é conhecida como níveis de processamento,
e separa o memorável do esquecível. Meu bolinho é memorável porque contém assim muitas
conexões. Eu posso acessar o cookie de mil maneiras diferentes. Eu vou lembrar de cookies se eu
ler sobre eles, ouvir sobre eles, vê-los, cheirá-los ou saboreá-los. A palavra é inesquecível.
Precisamos fazer o seu mjöður tão inesquecível, e vamos fazê-lo adicionando quatro tipos de
conexões: estrutura, som, conceito e conexão pessoal. Estes são os quatro níveis de processamento.
Eles foram identificados na década de 1970 por psicólogos que criaram um questionário curioso
com quatro tipos de perguntas e deram aos estudantes universitários:
• Estrutura: Quantas letras maiúsculas estão na palavra BEAR?
• Som: A APPLE rima com o Snapple?
• Conceito: TOOL é outra palavra para “instrumento”?
• Conexão Pessoal: Você gosta de PIZZA?

Após o questionário, eles deram aos alunos um teste de memória surpresa, perguntando quais
palavras do teste eles ainda se lembravam. Suas memórias foram dramaticamente influenciadas
pelos tipos de perguntas: os alunos lembraram seis PIZZAS para cada URSO. A magia dessas
questões está em um truque mental peculiar. Para contar as letras maiúsculas em BEAR, você não
precisa pensar em animais peludos marrons, e você não precisa. Você ativou o nível mais
superficial de processamento - estrutura - e seguiu em frente. Por outro lado, você ativa regiões em
todo o seu cérebro para determinar se você gosta de PIZZA. Você utiliza a estrutura
automaticamente para descobrir a palavra que está procurando. Ao mesmo tempo, você tenderá a
ouvir a palavra pizzaecoando dentro do seu crânio enquanto você imagina um disco quente de
bondade brega. Finalmente, você acessará memórias de pizzas passadas para determinar se você
gosta de pizza ou simplesmente não encontrou a certa ainda. Em uma fração de segundo, uma
pergunta simples - Você gosta de PIZZA? ––Pode ativar simultaneamente todos os quatro níveis de

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 18/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

processamento. Esses quatro níveis serão disparados juntos, conectados e formarão uma memória
robusta que é seis vezes mais fácil de lembrar do que o BEAR que você já esqueceu.
Os quatro níveis de processamento são mais do que uma peculiaridade biológica; eles atuam
como um filtro, protegendo-nos da sobrecarga de informações. Vivemos em um mar de
informações, cercados por uma quantidade estonteante de informações da TV, da Internet, dos
livros, das interações sociais e dos eventos de nossas vidas. Seu cérebro usa níveis de
processamento para julgar qual entrada é importante e qual deve ser descartada. Você não quer estar
pensando sobre o número de letras na palavra tigre quando alguém está correndo atrás de você, nem
quer ser assaltado por memórias vívidas de vacas quando você compra leite. Para mantê-lo
saudável, seu cérebro trabalha consistentemente no nível mais superficial de processamento
necessário para realizar o trabalho. Na mercearia, você está simplesmente procurando as palavras
leite com chocolate, ou talvez até mesmoLeite De Chocolate Orgânico Saudável Vaca Feliz . Esta é
a correspondência de padrões, e seu cérebro usa a estrutura para eliminar rapidamente centenas ou
milhares de listas de ingredientes e rótulos de alimentos. Felizmente, você esquece quase todas
essas listas e rótulos quando chega ao seu leite. Se você não o fez, o seu conhecimento
enciclopédico de nomes de marcas de supermercados faria de você um aborrecimento terrível em
festas. Em circunstâncias mais estimulantes, como aquele tigre em perseguição, seu cérebro tem
interesse na memória. Nesse caso, se você sobreviver, provavelmente se lembrará de não subir no
cercado de tigres do zoológico. Desta forma, os níveis de processamento atuam como nosso grande
filtro mental, mantendo-nos vivos e toleráveis nas festas.
Este filtro é uma das razões pelas quais as palavras estrangeiras são difíceis de lembrar. Seu
cérebro está apenas fazendo o seu trabalho; Como deve saber que você quer se lembrar de mjöður,
mas não de fosfato dissódico (um emulsificante em seu leite achocolatado)?

Como se lembrar de uma palavra estrangeira para sempre

Para criar uma memória robusta para uma palavra como mjöður, você precisará dos quatro níveis de
processamento. O nível mais superficial, estrutura, permite reconhecer padrões de letras e
determinar se uma palavra é longa, curta e escrita em inglês ou em japonês. Seu cérebro está
reconhecendo a estrutura quando você decodifica odctor em médico . Este nível é essencial para a
leitura, mas envolve muito pouco do seu cérebro para contribuir muito para a memória. Quase
nenhum dos alunos nos níveis de estudo de processamento lembrou-se de contar as letras
maiúsculas em BEAR. Palavras como mjöður são difíceis de lembrar, porque você não pode ficar
mais fundo do que estruturar até que você saiba como lidar com letras estranhas como öe ð .
Sua primeira tarefa no aprendizado de idiomas é alcançar o próximo nível: o som. O som conecta
a estrutura aos seus ouvidos e à sua boca e permite que você fale. Você começará aprendendo os
sons da sua língua e quais letras os produzem, porque se você começar com o som, terá muito mais
facilidade em lembrar as palavras. Nossos estudantes universitários lembraram duas vezes mais
APPLEs (que, de fato, rimam com Snapple) do que BEARs (que tem quatro letras maiúsculas). O
som é a terra da memorização. Tomamos um nome, como Edward, ou um par de palavras, como
gato-gato, e as repetimos, ativando continuamente as partes do nosso cérebro que conectam a
estrutura ao som. Nosso mjöður é muito mais pronunciado "MEW-ther"e quanto mais precisamente
aprendermos sua pronúncia, melhor nos lembraremos dela. 4 Eventualmente, nosso mjöður será tão
memorável quanto um nome familiar como Edward. Isso é melhor que a estrutura, mas ainda não é
bom o suficiente para as nossas necessidades. Afinal, muitos de nós não nos lembramos muito bem
de nomes, porque nossos cérebros estão filtrando-os tão rapidamente quanto chegam.
Precisamos de uma maneira de passar por este filtro, e vamos encontrá-lo no terceiro nível de
processamento: conceitos. Nossos estudantes universitários lembraram duas vezes mais TOOLs
(sinônimo de instrumentos) como APPLEs (Snapples). Os conceitos podem ser divididos em dois
grupos: abstrato e concreto. Nós vamos começar com o resumo. Se eu disser que meu aniversário é
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 19/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

em junho, você provavelmente não verá imediatamente imagens de bolos de aniversário e chapéus
de festa. Você não precisa, e como já discutimos, nossos cérebros funcionam no nível mais
superficial necessário. É eficiente e nos poupa muito trabalho e distração. Ainda assim, a data do
meu aniversário é um conceito significativo, ainda que abstrato. Isso o torna mais profundo e
memorável do que sons puros, e é por isso que você terá mais facilidade em lembrar que meu
aniversário é em junho do que você lembrará que a palavra basca para “aniversário” é urtebetetze .
Mais profundo ainda que conceitos abstratos são conceitos concretos e multissensoriais. Se eu lhe
disser que minha próxima festa de aniversário acontecerá em uma arena de paintball, após a qual
comeremos um bolo de sorvete com biscoitos e creme e depois passaremos o resto da noite em uma
piscina, você tenderá para lembrar esses detalhes muito melhor do que você se lembra do mês do
evento. Priorizamos e armazenamos conceitos concretos porque eles envolvem mais nossos
cérebros, não porque sejam necessariamente mais importantes que outras informações. Nesse caso,
é menos importante que você saiba os detalhes do meu aniversário do que saber quando e onde
aparecer.
Dado este fenômeno, como podemos tornar uma palavra estrangeira estranha como mjöður
memorável? A palavra em si não é o problema. Não somos ruins em lembrar palavras quando elas
estão ligadas a experiências concretas e multissensoriais. Se eu disser que minha senha de e-mail é
mjöður , você provavelmente (esperançosamente?) Não se lembrará disso, porque você está
processando-a em um nível sólido e estrutural. Mas se estivermos juntos em um bar, eu lhe entrego
uma bebida flamejante com uma cobra morta e digo: “ Isso - mjöður ! Você - beba! ”Você não terá
nenhum problema em lembrar essa palavra. Não temos problemas em nomear as coisas; os
substantivos compreendem a grande maioria das 450.000 entradas no Terceiro Dicionário
Internacional de Webster . 5É quando esses nomes não estão ligados a conceitos concretos que nos
deparamos com problemas com nossas memórias. Nosso objetivo, e um dos principais objetivos
deste livro, é tornar as palavras estrangeiras como mjöður mais concretas e significativas.
Rompendo o filtro: o poder das imagens e das conexões pessoais

Mais cedo neste capítulo, encontramos um par de palavras traduzidas: cat-gato . Como discutimos,
a prática padrão do estudo envolve repetir gato e gato até formarem uma conexão sonora. Isso é
superficial demais para ser lembrado com facilidade, mas também está além do ponto; quando você
lê o gato, não quer pensar na palavra gato; Você quer pensar isso:

Obteremos melhores resultados se pularmos a palavra em inglês e usarmos uma imagem.


Lembramos as imagens muito melhor do que as palavras, porque pensamos automaticamente
conceitualmente quando vemos uma imagem. Estudos de recordação de imagens demonstraram
repetidamente que nossa memória visual é fenomenal. Pesquisadores de memória nos anos 60
submeteram estudantes universitários a um dos mais terríveis nomes de testes de memória já
inventados: o Teste de Escolha Forçada de Duas Alternativas . Nele, estudantes universitários
exibiam 612 anúncios em revistas ( possivelmente amarrados a cadeiras com os olhos abertos) e
depois pediam para identificar as fotos antigas quando mostravam uma nova mistura de imagens.
Os alunos escolheram corretamente as imagens antigas 98,5% do tempo. Insatisfeitos, os
pesquisadores repetiram seus testes com mais imagens, tentando determinar o que os estudantes
universitários vão tolerar com salários baixos e comida grátis. Não parece haver um limite. Os
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 20/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

estudantes estavam dispostos a ficar sentados em salas escuras por cinco dias consecutivos,
assistindo a dez mil imagens seguidas. Após o estudo, esses alunos identificaram com precisão 83%
das imagens. Nossa capacidade de memória visual é extraordinária; só precisamos aprender a tirar
vantagem disso.
Como precisamos aprender palavras, não imagens, usaremos combinações de palavras e imagens.
Essas combinações funcionam ainda melhor do que fotos sozinhas. Este efeito aplica-se mesmo a
imagens totalmente não relacionadas: você se lembrará de um desenho abstrato com a frase “Maçãs
são deliciosas” melhor do que esse desenho sozinho. Diante de uma imagem incompreensível e de
uma palavra não relacionada, seu cérebro se esforça para encontrar um significado, mesmo que não
haja nenhum. No processo, ele move automaticamente a palavra para fora da lata de lixo de fosfato
dissódico e para dentro do território do cookie . Como resultado, você se lembrará.

Podemos ir um passo além das imagens aproveitando o último nível, a conexão pessoal . Você
vai se lembrar de um conceito com uma conexão pessoal 50% mais fácil do que um conceito sem
um, e é por isso que nossos estudantes universitários lembraram 50% mais PIZZAs ( sim, nós
gostamos deles ) do que TOOLs ( sim, eles são sinônimos de instrumentos). Isso não quer dizer que
conceitos sozinhos são ineficazes. Se você conectar o gato a uma foto de algum gato fofo, você terá
um
ebooksdownloadrace.blogspot.in
É fácil lembrar essa palavra. Mas se, além disso, você puder conectar o gato com a memória do seu
próprio gato de infância, essa palavra se tornará praticamente inesquecível.
Como usamos isso na prática? Uma nova palavra estrangeira é como o nome de um novo amigo.
Nosso novo amigo pode ser uma pessoa, um gato ou uma bebida; a carga de memória em cada caso
é a mesma. Vamos tornar memorável o nome de um novo amigo usando níveis de processamento.
Nosso novo amigo é chamado Edward. Simplesmente pensando “Edward”, já alcançamos o
segundo nível de processamento - o som. Se quisermos ir mais fundo, em território conceitual,
buscaríamos uma imagem concreta para o nome Edward, como o personagem Edward
Scissorhands. Se passássemos um momento imaginando nosso novo amigo com uma tesoura para
as mãos, teríamos facilidade em lembrar seu nome mais tarde. Essa estratégia é usada por
memorizadores competitivos (sim, existem memorizadores competitivos) para memorizar
rapidamente os nomes das pessoas, e discutiremos em profundidade nos Capítulos 4 e 5 .
Mas ainda não terminamos. Faremos ainda melhor se pudermos encontrar uma conexão pessoal
com o nome dele. Talvez você ainda se lembre de ter visto Edward Mãos de Tesoura em um teatro,
talvez seu irmão seja chamado de Edward, ou talvez você também tenha mãos feitas de tesouras.
Ao imaginar sua nova amiga interagindo com imagens relacionadas a Edward e memórias pessoais
relacionadas a Edward , você está ativando redes mais amplas e amplas em seu cérebro. A próxima
vez que você ver Edward, este desfile de imagens e memórias virá correndo de volta, e você será
duramente pressionado para esquecer o nome dele. Isso lhe dá pontos sociais valiosos, que às vezes
são trocados por noites de vinho, queijo e jogos de tabuleiro.
Este processo de pensamento pode levar criatividade, mas você pode aprender a fazer isso de
maneira rápida e fácil. Para uma palavra concreta como gato, você pode encontrar uma imagem
apropriada no Imagens do Google ( images.google.com ) em segundos. Se você simplesmente se
perguntar: "Quando foi a última vez que vi um gato ?", Você adicionará uma conexão pessoal e
consolidará sua memória da palavra. Fácil.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 21/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Para uma palavra abstrata como economía (economia), nosso trabalho ainda é muito simples.
Quando pesquisamos o Imagens do Google, encontramos milhares de fotos de dinheiro, cofrinhos,
tabelas do mercado de ações e políticos. Ao escolher qualquer uma dessas imagens, nos forçaremos
a pensar concreta e conceitualmente. Como resultado, a palavra se tornará muito mais fácil de
lembrar. Se nos perguntarmos se a economia afetou nossas vidas, teremos a conexão pessoal de que
precisamos para nos lembrar daquela palavra para sempre.
Neste livro, vamos aprender o vocabulário em dois estágios principais: construiremos uma base
de palavras fáceis e concretas e usaremos essa base para aprender palavras abstratas. Por toda parte,
usaremos níveis de processamento para tornar as palavras estrangeiras memoráveis.

PONTOS CHAVE
• Seu cérebro é um filtro sofisticado, o que torna a informação irrelevante memorável e significativa informação memorável.
Palavras estrangeiras tendem a cair na categoria “esquecível”, porque elas soam estranhas, não parecem particularmente
significativas e não têm nenhuma conexão com suas próprias experiências de vida.
• Você pode contornar este filtro e tornar as palavras estrangeiras memoráveis fazendo três coisas:
• Aprenda o sistema de som do seu idioma
• Ligue esses sons a imagens
• Vincule essas imagens às suas experiências passadas

P RINCÍPIO 2 : H AXIMIZE L AZINESS


Eu ouvi que o trabalho duro nunca matou ninguém, mas eu digo por que arriscar?
- Ronald Reagan

Esquecer é um oponente formidável. Nós devemos nosso presente entendimento de esquecer


Hermann Ebbinghaus, um psicólogo alemão que passou anos memorizando listas de sílabas sem
sentido ( Guf Ril Zhik Nish Mip Poff ). Ele registrou a velocidade do esquecimento comparando o
tempo que levou para aprender e depois reaprendeu uma de suas listas. Sua "curva do
esquecimento" é um triunfo da psicologia experimental, da tenacidade e do masoquismo:

A curva revela quão rapidamente nos esquecemos e o que resta uma vez que nos esquecemos. O
lado direito de sua curva é encorajador: mesmo anos mais tarde, Ebbinghaus poderia esperar que
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 22/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

um velho gobbledygook aleatório levasse menos tempo mensurável para aprender do que um novo
gobbledygook aleatório. Uma vez que ele aprendeu algo, um traço dele permaneceu dentro dele
para sempre. Infelizmente, o lado esquerdo é um desastre: nossas memórias saem dos nossos
ouvidos como água através de uma rede. A rede permanece úmido, mas se nós estamos tentando
manter algo substancial na it-como números de telefone, os nomes das pessoas que acabou de
conhecer, ou novas palavras estrangeiras -que pode esperar para se lembrar de um 30 por cento
insignificante no dia seguinte.
Como podemos melhorar? Nosso instinto é trabalhar mais; é o que nos faz passar por testes
escolares e ocasiões sociais. Quando nos encontramos com nosso novo amigo Edward, geralmente
lembramos o nome dele com repetição repetitiva; nós repetimos o nome dele para nós mesmos até
que nos lembramos. Se precisamos nos lembrar - talvez Edward seja nosso novo chefe - então
podemos repetir seu nome continuamente até ficarmos cansados disso. Se fizermos esse trabalho
extra, lembraremos seu nome significativamente melhor ... por algumas semanas.
Repetição extra é conhecido como superaprendizagem, e isso não ajuda a longo prazo memória
em tudo . Você consegue se lembrar de um único fato do último teste da escola que você
preencheu? Você consegue se lembrar do teste em si? Se vamos investir nosso tempo em um
idioma, queremos nos lembrar por meses, anos ou décadas. Se não conseguirmos atingir esse
objetivo trabalhando mais , faremos isso trabalhando o mínimo possível .
Um metrônomo, quatro anos, seis milhões de repetições
O estudo de Hermann Ebbinghaus de 1885 foi referido como "a investigação mais brilhante na história da psicologia
experimental". Ele se sentou sozinho em uma sala com um metrônomo, repetindo listas de sílabas sem sentido mais de seis
milhões de vezes, empurrando-se ao ponto de “exaustão, dor de cabeça e outros sintomas” para medir a velocidade de
memorização e a velocidade do esquecimento. Foi o primeiro estudo baseado em dados da mente humana, e eu suspeito que
isso fez dele uma explosão em eventos sociais.

PONTOS CHAVE
• A repetição de repetição é chata e não funciona para memorização de longo prazo .
• Faça a rota lenta: estude um conceito até poder repeti-lo uma vez sem olhar e depois parar. Afinal, preguiça é apenas mais
uma palavra para "eficiente".

P RINCÍPULO 3 : D ON ' T R EVIEW . R ECALL .


Na escola, aprendemos coisas e fazemos o teste
Na vida cotidiana, fazemos o teste e aprendemos as coisas.
—Admon Israel

Suponha que eu te fizesse uma oferta. Eu lhe darei $ 20 por cada palavra que você puder lembrar de
uma lista de palavras em espanhol. O teste é em uma semana, e você tem duas opções: (1) você
pode estudar a lista por dez minutos, ou (2) você pode estudar a lista por cinco minutos e trocá-la
por uma folha de papel em branco e um lápis. . Se você escolher a segunda opção, você pode
escrever o que você ainda lembra, e então você tem que devolver a folha.
Aqui estão os resultados de um experimento similarmente formulado. Nele, os alunos leram um
texto duas vezes ou leram uma vez e anotaram o que lembravam. Eles então fizeram um teste final
cinco minutos, dois dias ou uma semana depois. Observe como estudar duas vezes (ou seja,
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 23/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

superaprendizado) ajuda por alguns minutos e, em seguida, aperta-o a longo prazo. Curiosamente,
uma folha de papel em branco irá ajudá-lo muito mais do que o tempo de estudo adicional. Você vai
se lembrar de 35% a mais em uma semana. 6

Tente este: depois de ler sua lista de palavras em espanhol, você


pode: A. Obter mais cinco minutos com sua lista de palavras.
B. Pegue uma folha de papel em branco e teste você mesmo.
C. Pegue três folhas de papel em branco e teste você mesmo três vezes.

Aqui estão seus resultados finais de recall, uma semana depois:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 24/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Loucura. Como fazer um teste idêntico três vezes seguidas produz um efeito tão grande? Por
mais estranho que seja, isso segue as regras do senso comum. Quando você estuda lendo uma lista
várias vezes, você está praticando a leitura, não se lembra. Se você quiser se lembrar melhor de
algo, você deve praticar a recordação . Nossa folha de papel em branco, que pode ser substituída
por uma pilha de cartões de memória, um teste de múltipla escolha, ou simplesmente tentar lembrar
de si mesmo, é precisamente o tipo de prática que precisamos. Melhora a nossa capacidade de
lembrar, tocando em uma das facetas mais fascinantes de nossas mentes
O jogo de memória e emoção.
No fundo de nossos cérebros, um cavalo-marinho e uma noz estão envolvidos em uma intrincada
dança química que nos permite decidir o que é importante e o que é esquecível. A estrutura em
forma de cavalo-marinho é conhecida como o hipocampo e funciona como um painel mental,
conectando regiões distantes do cérebro e criando um mapa dessas conexões. Você acessa este
mapa para recuperar qualquer memória recente. 7 Os neurônios conectados são reativados e você
revive sua experiência passada. Ao longo de meses e anos, esses neurônios em rede perdem sua
dependência do mapa do hipocampo e assumem um estilo de vida boêmio independente nas
camadas mais externas do cérebro.

O curioso caso de HM
O papel do hipocampo na memória foi descoberto há relativamente pouco tempo, em um dos relatos de casos mais famosos da
neuropsicologia - o caso de Henry Molaison. Em 1953, Molaison teve seu hipocampo removido cirurgicamente na tentativa de
curar sua epilepsia. Sua doença foi curada, mas a cirurgia o deixou com amnésia severa. Ele reteve a maioria de suas
memórias antigas, mas sem seu hipocampo, ele perdeu sua capacidade de armazenar novos. Molaison podia recordar seu
passado distante porque o mapa daquelas lembranças se espalhara por todo seu cérebro. Ao perder seu hipocampo, ele perdeu
a capacidade de fazer e acessar novos mapas e, assim, perdeu sua capacidade de formar novas memórias. Sua história mais
tarde se tornou a inspiração para Memento,O filme de Christopher Nolan sobre um homem com amnésia anterógrada em busca
do assassino de sua esposa.

O parceiro de dança em forma de noz do hipocampo é a amígdala, e diz ao hipocampo o que


manter e o que jogar fora. Ele faz isso traduzindo nossas emoções em substâncias químicas,
fazendo com que nossas glândulas supra-renais enviem explosões de hormônios estimulantes da
memória de acordo com a situação. Se nos depararmos com estímulos emocionais - “Olhe, um
tigre! Ai, meu braço! ”- então a amígdala fortalecerá essa memória. Se não - “Olha, um lápis. Estou
com fome ”- então não vai. Isso nos deixa com um medo saudável dos tigres e um desrespeito
saudável por lápis como itens alimentares.
Juntamente com os centros de recompensa nas proximidades no cérebro, a amígdala fornece o
mecanismo por trás da nossa folha de papel em branco mágica. Nossas emoções são criaturas
reflexivas. Eles respondem ao nosso ambiente, quer queiramos ou não. Embora possamos tentar
enganar nossos cérebros para ficarmos empolgados com uma lista de palavras em espanhol, nossos
cérebros sabem melhor. A menos que aprender que o dentista significa “o dentista” em espanhol lhe
dá arrepios, sua amígdala não dará muito impulso a essas lembranças. O dentista não é tão
importante quanto o tigre . Você pode tentar injetar anfetamina diretamente em sua amígdala, que
vai funcionar, mas que pode revelar-se mais problemas do que vale a pena.
Nossa página em branco, no entanto, muda tudo. No momento em que seu desempenho é
julgado, seu cérebro percebe que é melhor entrar em ação. Como resultado, toda lembrança que
você recorda recebe um jato de substâncias químicas que aumentam a memória . Essas memórias
são reativadas, sua amígdala exige hormônios, seu hipocampo mapeia as redes envolvidas e seus
neurônios se ligam bem juntos. Toda vez que você conseguir lembrar, os centros de recompensa em
seu cérebro liberam uma recompensa química - dopamina - em seu hipocampo, estimulando ainda

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 25/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

mais o armazenamento de memória a longo prazo . Sua folha de papel em branco criou uma festa
de memória movida a drogas em seu cérebro. Sua lista de palavras chatas nunca teve uma chance.

PONTOS CHAVE
• Atos de recordação desencadeiam uma intrincada dança química no cérebro que aumenta a retenção de memória.
• Para maximizar a eficiência, gaste a maior parte do seu tempo evocando, em vez de revendo.

• Você alcançará esse objetivo criando cartões flash que testam sua capacidade de lembrar uma determinada palavra,
pronúncia ou construção gramatical. Juntamente com imagens e conexões pessoais, esses cartões formarão a base de um
poderoso sistema de memorização.

P RINCÍPULO 4 : A AIT , W AIT ! D ON ' T T ELL M E !


Se é difícil lembrar, será difícil esquecer.
- Arnold Schwarzenegger

Todos nós passamos por situações na escola e no trabalho em que devemos memorizar algo, mas
raramente alguém nos diz como fazer isso. Isto não é sem boa razão. Não existe algo como
“memorizar”. Podemos pensar, podemos repetir, podemos nos lembrar, e podemos imaginar, mas
não somos construídos para memorizar. Em vez disso, nossos cérebros são projetados para pensar e
manter automaticamente o que é importante. Enquanto fugimos do nosso simpático tigre da
vizinhança, não pensamos: “Você precisa se lembrar disso! Tigres são maus! Não se esqueça! Eles
são ruins! ”Nós simplesmente fugimos e nosso cérebro se lembra de nós. A ação mental mais
próxima que temos de memorizar é praticar recordação (“Qual era o nome desse cara?”). Agora
precisamos investigar precisamente o que retirada eficaz se sente como.
Tente lembrar as palavras estrangeiras que apareceram até agora neste livro. Você vai se lembrar
de algumas palavras imediatamente - talvez as palavras da seção anterior: el tigre, el dentista . Se
você continuar procurando, encontrará mais algumas em alcance relativamente fácil - talvez o gato
ainda esteja à espreita. Por último, escondendo-se na neblina escura do seu cérebro, algumas
palavras podem surgir com relutância. 8 Se fôssemos rastrear sua capacidade de lembrar cada uma
dessas palavras, veríamos um resultado curioso. Na semana que vem, é mais provável que você
esqueça as palavras que conhecia melhor - aquelaspalavras que você lembrou imediatamente. Você
tem 20% mais chances de manter as palavras que demoraram um pouco mais de tempo. Mas as
palavras que mais se esforçaram para recordar - aquelas que você tinha esquecido - vão se infiltrar
profundamente em sua consciência. Você tem 75% mais chances de se lembrar deles no futuro, e se
eles passam alguns momentos fora do alcance da ponta da língua, então você tem duas vezes mais
chances de lembrar deles.
Oque esta acontecendo aqui? Vamos ver o exemplo mais extremo, uma palavra que dança na
ponta da sua língua antes de finalmente se lembrar dela. Uma palavra como essa é uma memória
incompleta. Você tem acesso aos fragmentos da palavra, mas não consegue ver a imagem inteira
ainda. Você pode lembrar que começa com a letra s, ou que é algo como um poema ou um
monólogo, ou que soa como solipsist ou paciência, mas você precisa de tempo para alcançar a
palavra solilóquio . Mais frequentemente do que não, nessas situações, lembramos informações
precisas. Nossa palavra não começar com a letra s . Nossos cérebros voam em uma busca
desesperada e quase desesperada pelo pedaço que falta em nossas mentes, gerando freneticamenteS
palavras e jogá-los fora quando eles não correspondem ao que estamos procurando. Sua amígdala
trata essas buscas como questões de vida e morte, pois, certamente, se você não se lembra do ator
que interpretou o terapeuta de Matt Damon em Boa Vontade, você pulará da janela mais próxima. 9
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 26/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Você experimenta tal alívio ao finalmente encontrar seu objetivo que a palavra se torna quase
impossível de esquecer.
Como aproveitamos isso? Nós ainda queremos? Enganar nossos cérebros em uma perseguição
permanente e desesperada depois de perder palavras parece estressante. Fazer isso uma centena de
vezes por dia soa como uma receita para a insuficiência cardíaca precoce. Felizmente, não
precisamos ficar estressados para lembrar; nós só precisamos

estar interessado. Nós ficaremos entediados se passarmos nossos dias incessantemente nos
perguntando se ainda nos lembramos do nome do nosso amigo Edward. É muito fácil, é tedioso e
não funciona muito bem. Se esperarmos mais - até que estamos prestes a esquecer -, lembrar o
nome de Edward se torna um desafio estimulante. Estamos mirando no ponto em que uma
dificuldade irá fornecer a quantidade certa de tempero e manter o jogo interessante. Se
conseguirmos encontrá-lo, teremos o dobro de benefícios para o nosso tempo e nos divertiremos
muito mais no processo.

PONTOS CHAVE
• Os testes de memória são mais eficazes quando desafiadores. Quanto mais perto você estiver de esquecer uma palavra, mais
arraigada ficará quando você finalmente se lembrar dela.
• Se você puder se testar consistentemente antes de esquecer, duplicará a eficácia de cada teste.

P RINCÍPULO 5 : RECONHECER O P AST


A diferença entre as falsas memórias e as verdadeiras é a mesma das jóias: são sempre as falsas que parecem mais reais, mais
brilhantes.
- Salvador Dalí

Lembro-me de acordar um dia com uma sinfonia na minha cabeça. Eu sonhei que estava sentado
em minha mesa, compondo e acordei com os resultados intactos. Radiante de orgulho, corri para o
meu irmão. "Ouça isso", eu disse, e comecei a cantarolar alguns compassos. “Isso não é incrível?
Eu compus isto em meu sono! ”“ Não, você não fez, ”meu irmão respondeu. “É do filme do
Superman. Nós vimos na semana passada.
Como discutimos anteriormente, uma memória é apenas uma rede de conexões: neurônios
disparatados disparam juntos, se conectam e ficam mais propensos a disparar juntos no futuro. Em
meu sonho, lembrei-me do tema do Super-Homem ao mesmo tempo em que me imaginava
compondo. Meu cérebro conectou os dois reflexivamente em uma nova memória convincente - uma
falsa memória - e eu fui me envergonhar na frente do meu irmão. Isso acontece com todos nós e é o
resultado da maneira como armazenamos as memórias.
Em um estudo de memória de 2011, os pesquisadores mostraram a dois grupos de estudantes
universitários uma propaganda carregada de imagens para uma nova e falsa marca de pipoca:
Gourmet Fresh, de Orville Redenbacher. Depois, eles agradeceram ao primeiro grupo e os
mandaram para casa. Então eles deram o segundo grupo de amostras de pipoca fresca. Uma semana
depois, eles trouxeram os dois grupos de volta e perguntaram sobre suas impressões. É aqui que fica
assustador: os dois grupos se lembram vividamente de experimentar a pipoca, mesmo que um grupo
nunca tenha feito isso. Todos pensaram que estava delicioso.
Quando nos lembramos, não apenas acessamos nossas memórias; nós reescrevemos eles.
Impulsionados pelo anúncio da pipoca, esses estudantes universitários se lembravam das noites de
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 27/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

cinema em casa, do cheiro de milho e manteiga, do aperto na boca e do sal em seus lábios. No meio
de reviver essas experiências, eles viram imagens de outras pessoas apreciando a pipoca em sacos
marcados como “Orville Redenbacher Gourmet Fresh”, e suas memórias mudaram. A rede de
neurônios de noites passadas de filmes foi ativada ao mesmo tempo em que viram o logotipo da
marca. Como os neurônios que disparam juntos se conectam , seus cérebros armazenam essas
novas conexões como se sempre estivessem lá.
Nossas memórias “únicas” são amalgamações de toda experiência de recordação que já tivemos.
Quando eu
Para lembrá-lo da palavra gato, você provavelmente se lembra da pequena imagem de um gato do
início do capítulo. Mas como essa imagem flutua em sua cabeça, você não pode armazená-la como
estava. Você é uma pessoa diferente agora, com informações diferentes em sua cabeça e uma seção
diferente deste livro à sua frente. Talvez você tenha mudado de quarto, estado emocional ou talvez
agora tenha um gato no colo. Você tem um conjunto totalmente novo de neurônios envolvidos nessa
experiência de gato em comparação com o seu último. Como resultado, a sua nova memória do
gato irá juntar-se às novas conexões do seu presente para as antigas conexões reativadas do seu
passado. Nesse único ato de recall, sua rede de gato dobrou de tamanho.
Esse processo de reescrita é o mecanismo por trás da memorização a longo prazo . Todo ato de
recordação impregna memórias antigas com um traço do seu eu atual . Esse traço dá àquelas
lembranças conexões adicionais: novas imagens, emoções, sons e associações de palavras que
facilitam a lembrança de sua antiga memória. Depois de reescrever essas lembranças várias vezes,
elas se tornam inesquecíveis.

Feedback para o resgate


Claro, você deve se lembrar de uma memória antes de poder reescrevê-la. Você se lembrará do
“American Express: não saia de casa sem ele” até o dia da sua morte, porque a American Express
gastou milhões de dólares para tornar seus anúncios memoráveis. Toda vez que você vê um novo
anúncio da American Express, as imagens e os sons vívidos são reescritos na sua memória de
todos os seus importantesslogan. Você esqueceria o slogan entre cada ciclo comercial se eliminasse
os famosos atores e os cenários de viagem carregados de imagens de seus anúncios. Se isso
acontecesse, o processo crucial de reescrita nunca ocorreria. "Não saia de casa sem ele" se tornaria
apenas mais um anúncio esquecido, em vez de uma das campanhas publicitárias de maior sucesso
na história. Na prática da recordação, estamos nos esforçando para reescrever continuamente nossas
memórias. Criamos uma memória para o gato , e construímos essa memória a cada recall até que
seja tão inesquecível quanto um slogan publicitário.
Mas o que acontece quando não nos lembramos? Certamente não conseguiremos nos lembrar de
tudo que aprendemos, especialmente se estamos tentando esperar o maior tempo possível entre as
sessões práticas. Pode chegar o dia em que tentamos nos lembrar do gato e desenhar um espaço em
branco. Nós esquecemos a palavra, e neste cenário, ele vai ficar esquecido. Assim como o
gobbledygook de Ebbinghaus, poderemos aprender mais rápido no futuro, mas não obteremos
nenhum benefício da nossa prática. Precisamos de uma maneira de restaurar nossas memórias
esquecidas, e vamos encontrá-lo em um feedback imediato.
O feedback é um conceito simples com resultados dramáticos. Se encontrarmos nosso cartão
flash de gato e ficarmos perplexos, poderemos simplesmente olhar para o verso do cartão e ver a
foto de um gato. Acabamos de nos dar um feedback imediato e, como resultado, uma das duas
coisas acontece. Se nossa memória do gato desapareceu, então começamos de novo. Formamos
uma nova experiência "original" no momento em que ficamos perplexos e olhamos a resposta. Isso
não é tão bom quanto lembrar da nossa experiência original real , mas ainda é muito eficaz. Nossos
cérebros estão preparados e prontos para criar uma nova memória. Quando buscamos nossas
memórias para gato relacionados com imagens e associações, estamos a construir uma ampla rede
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 28/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

de conexões neurais. Podemos lembrar quegato é um tipo de animal, mas não lembra qual deles. Se
encontrarmos uma imagem de um gato enquanto essas conexões ainda estiverem ativas, nossa rede
completa entrará em atividade, os centros de recompensa de nossos cérebros serão ativados e
teremos uma experiência nova, profunda e memorável sobre a qual nos basear.
Alternativamente, podemos ainda ter acesso à nossa memória original do gato. Esta memória vai
explodir em vida - "Oh, sim!" - no momento em que vemos a foto de um gato. Neste cenário,
vamos reviver nossos
memória, nossa nova experiência se juntará a ela e a memória será reescrita com novas conexões.
Graças a um simples ato de feedback imediato, recuperamos nossa reescrita. O feedback nos
permite ressuscitar memórias esquecidas e tirar o máximo proveito de nossas sessões práticas.

PONTOS CHAVE
• Toda vez que você recorda com sucesso uma memória, você revisita e reescreve experiências anteriores, adicionando partes
e fragmentos de seu eu atual a suas memórias passadas.
• Você fará o melhor uso do seu tempo ao praticar a recordação se suas experiências anteriores forem tão memoráveis quanto
possível. Você pode fazer isso conectando sons, imagens e conexões pessoais a cada palavra que aprender.
• Quando você não se esqueça, usar feedback imediato para trazer de volta suas memórias esquecidas.

T IMing I S E verything : T HE E ND DE F ORGETTING


μέτρα φυλσσεσθαι καιρòς δ ' ∊ ̓ττὶ ττα̴ σιν α̋ριστσς
Observe a devida medida, pois o momento certo é, em todas as coisas, o fator mais importante.
—Hesiod

Como combinamos os cinco princípios? Queremos que as nossas memórias originais sejam tão
profundas e multisensivas quanto possível (1: Torne as memórias mais memoráveis). Queremos
estudar o mínimo possível (2: Maximizar a preguiça) e praticar a recordação o máximo possível (3:
Não revise. Lembre-se). Queremos que nossa prática de recordação seja desafiadora, mas não muito
difícil (4: Espere, espere! Não me diga!). Por último, quando praticamos, queremos quase esquecer
essas experiências originais, mas não esquecê-las completamente. Quando não se esqueça, nós
queremos feedback imediato para nos colocar de volta na pista (5: reescrever o passado).
Se pudéssemos prever exatamente quanto tempo poderíamos nos lembrar de cada coisa que
aprendemos, poderíamos fazer milagres com nossas mentes. Teríamos um alarme que disparou
antes de nos esquecermos de onde deixamos as chaves do carro, e a vida seria um paraíso
maravilhoso, livre do esquecimento. Infelizmente, nossas memórias são muito confusas. Eles fazem
conexões imprevisíveis com tudo que experimentamos ou imaginamos. Eles perdem pedaços do
nosso passado e ganham peças do nosso presente. Qualquer menção a um carro, cadeado ou até
mesmo uma palavra que rime com a tecla pode melhorar ou suprimir nossas memórias
relacionadas à chave . Eu não posso contar o número de vezes que eu memorizei algumas palavras,
apenas para ter um som novo e similarvem a palavra e estraga tudo meses depois. Não podemos
prever com precisão quando esqueceremos uma única memória.
No entanto, nós pode fazer previsões sobre um grupo de memórias. Pegue um bando de
estudantes universitários e ensine-lhes curiosidades obscuras, como "Quem inventou o golfe na
neve?". Então deixe-os praticar uma vez e testá-los seis meses depois. 10 Dependendo do momento
da sessão de treino individual, você verá resultados bem diferentes:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 29/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Para os alunos que tentam se lembrar de algo por seis meses, a sessão de prática imediata (que
produziu uma pontuação final de 27%) não é ruim. Mas à medida que o atraso aumenta para
vinte e oito dias, as pontuações dos alunos duplicam. Este padrão aparece em numerosos estudos,
embora o atraso ideal mude dependendo da data final do teste. Há um equilíbrio complexo entre as
vantagens de quase esquecer e as desvantagens de realmente esquecer, e quebra a nossa curva de
esquecimento pela metade: 11

Essa sessão de treino único fez a diferença entre esquecer quase tudo e lembrar um pouco. Aqui
está o salto final: se a prática de recordação imediata é boa, e a prática atrasada é melhor, e se uma
sessão é boa e muitas sessões são melhores, o que acontece se você atrasar
seu recall pratica muitas vezes?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 30/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Nós encontramos o fim do esquecimento. Você aprende uma palavra hoje e depois arquiva por
um tempo. Quando voltar, você tentará evocá-lo e então o arquivará novamente, sem parar, até que
você não possa mais esquecer. Enquanto espera que suas velhas palavras retornem, você pode
aprender novas palavras e enviá- las para o futuro, onde você as encontrará novamente e as usará
em sua memória de longo prazo . Pelo menos até você poder carregar o jiu-jítsu diretamente em seu
cérebro, essa é a maneira mais eficiente de memorizar permanentemente grandes quantidades de
informação.

Em busca do intervalo perfeito


Você quer se lembrar o máximo possível agora, depois e muito mais tarde. Para escolher com que
frequência praticar, você precisa equilibrar eficiência e conforto. Em geral, você não está estudando
para um único teste com uma data específica, portanto não pode escolher um intervalo ideal e
executá-lo. Para o extremo longo prazo, você obterá a melhor eficiência se esperar anos entre
sessões práticas, mas isso não o ajudará a curto prazo. Além disso, suas sessões práticas seriam
extremamente frustrantes. Depois de um longo atraso, você teria esquecido quase tudo. Por outro
lado, se você praticasse o tempo todo, seria capaz de se lembrar de quase tudo, mas suas velhas
palavras voltariam com tanta frequência que elas o enterrariam em horas de trabalho diário.
O fio entre esses dois objetivos - lembrando agora e lembrando depois - começa pequeno e cresce
rapidamente. Você começará com intervalos curtos (dois a quatro dias) entre as sessões práticas.
Toda vez que você se lembrar com sucesso, aumentará o intervalo (por exemplo, nove dias, três
semanas, dois meses, seis meses, etc.), alcançando rapidamente intervalos de anos . Isso mantém
suas sessões desafiadoras o suficiente para direcionar os fatos para sua memória de longo prazo . Se
você esquecer uma palavra, você começará de novo com intervalos curtos e trabalhará de volta para
os longos até que essa palavra grude também. Este padrão mantém você trabalhando em suas
memórias mais fracas, mantendo e aprofundando suas memórias mais fortes. Porque bem lembrado
palavras eventualmente desaparecem no futuro distante,
a prática cria um equilíbrio entre o antigo e o novo. Você gastará uma quantidade fixa de tempo
todos os dias aprendendo novas palavras, lembrando-se das palavras da semana anterior e
ocasionalmente encontrando velhos amigos de meses ou anos atrás. Ao fazer isso, você passará a
maior parte do tempo lembrando com sucesso palavras que você quase esqueceu e construindo
alicerces para novas palavras em um clipe rápido e constante.
Brincar com o tempo dessa forma é conhecido como repetição espaçada e é extraordinariamente
eficiente. Em um período de quatro meses , praticando por 30 minutos por dia, você pode esperar
aprender e reter 3600 cartões com 90 a 95% de precisão. Esses cartões flash podem ensinar um
alfabeto, vocabulário, gramática e até pronúncia. E eles podem fazer isso sem se tornar entediantes,
porque são sempre desafiadores o suficiente para permanecerem interessantes e divertidos. A
repetição espaçada é uma dádiva para tarefas intensivas de memória, como o aprendizado de
idiomas. É uma pena que não tenha sido um assunto de volta à escola, quando eu tinha muito mais
para lembrar.
Em seu nível mais básico, um Sistema de Repetição Espacial (SRS) é uma lista de tarefas que
muda de acordo com o seu desempenho. Se você se lembrar que pollo significa “frango” depois de
um atraso de dois meses , então seu SRS irá automaticamente esperar de quatro a seis meses antes
de colocar pollo de volta em sua lista de tarefas . Se você está tendo dificuldade em lembrar que
ropa significa “roupas” por mais de duas semanas, sua SRS colocará ropa na sua lista com mais
frequência até que ela pare para sempre.
O que isso parece na prática? SRSs vêm em dois sabores principais: em papel ou no computador.
As versões informatizadas realizarão todo o agendamento por conta própria. Toda vez que você
acessar seu SRS computadorizado, ele automaticamente lhe ensinará vinte a trinta novos cartões e o
questionará sobre as cem ou mais cartas que você está prestes a esquecer. Seu trabalho é dizer ao
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 31/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

SRS se você se lembra ou não de um cartão em particular, e o trabalho do seu SRS é construir uma
lista de tarefas diárias e personalizadas com base em sua opinião. Esta lista foi projetada para ajudá-
lo a memorizar da maneira mais eficiente possível, para que você possa gastar seu tempo
aprendendo em vez de microgerenciar.
Um papel SRS realiza o mesmo feito usando uma caixa de arquivo de cartão flash, um
cronograma cuidadosamente projetado e algumas instruções simples. É basicamente um simples
jogo de tabuleiro. O jogo contém sete níveis, que correspondem a sete seções rotuladas em sua
caixa de arquivos (ou seja, nível 1, nível 2, etc.). Cada carta começa no nível 1 e avança para o
próximo nível sempre que você se lembrar. Se você esquecer, o card voltará ao nível 1. Sempre que
um card ultrapassar o nível 7, ele ganhará o seu lugar na sua memória de longo prazo.
Toda vez que você jogar com seu papel SRS, você consultará sua programação e revisará os
níveis do dia (por exemplo, 9 de dezembro: níveis de revisão 4, 2 e 1). Esta é a sua lista de tarefas
diárias e se adapta ao seu desempenho devido à maneira como suas cartas ganham e perdem níveis.
Seguindo as regras do jogo (veja Apêndice 3 ), você cria um primitivo programa de computador em
papel. Este programa é tão eficaz e divertido quanto um SRS computadorizado e é satisfatório em
uma espécie de “eu fiz isso sozinho”. No final deste capítulo, vamos comparar SRSs em papel e
computadorizados em profundidade, para que você não tenha que se decidir ainda.

Edifício de convés DIY

Esta não é a Rosetta Stone. Você não pode simplesmente baixar um baralho de cartões flash para o
seu SRS e magicamente aprender um idioma. Por que não? Cartões Flash são fantásticos para
lembrá-lo sobre suas experiências originais, mas eles não são particularmente bons em criar
memórias em primeiro lugar. Se você ler alguém do gato cartão de memória flash, você
provavelmente não vai espontaneamente pensar em seu gato infância ou dos numerosos Shrek: Puss
in Boots ( Gato con Botas ) imagens que aparecem em uma pesquisa do Google Imagens

para a palavra. Não há filme, som ou história. Sob essas circunstâncias, você terá dificuldade em
formar uma memória profunda e multissensorial enquanto estiver estudando no caminho do
trabalho. Isso não é culpa da SRS; está na natureza do jogo de linguagem.

O poder do processo criativo


Você já estudou para um teste escrevendo um resumo de suas anotações? Funcionou razoavelmente bem, não foi? Quando
você cria algo, isso se torna parte de você. Se, em vez disso, você simplesmente copiasse as anotações de outra pessoa, não se
beneficiaria tanto. Quando você tenta memorizar o trabalho de outra pessoa, você está lutando uma batalha difícil com os
filtros do seu cérebro. Mesmo que gato = [foto de um gato] seja muito mais fácil de lembrar do que gato-gato, ele ainda não é
estimulante o suficiente para armazenar permanentemente, porque alguém o escolheu, não você. Em contraste, quando gato é
um gato que você escolheu, essa escolha permite que você evite seus filtros mentais. Como resultado, você terá uma
lembrança muito mais fácil.

Uma das razões pelas quais os programas e classes de idiomas falham é que ninguém pode lhe
dar uma linguagem; você tem que tomar por si mesmo. Você está reconectando seu próprio cérebro.
Para ter sucesso, você precisa participar ativamente. Cada palavra em seu idioma precisa se tornar
sua palavra, cada gramática governa sua regra gramatical. Programas como o Rosetta Stone podem
proporcionar experiências originais decentes para palavras como bola e elefante, mas,
eventualmente, você precisa lidar com palavras como situação econômica . Palavras abstratas como
essas requerem conexões pessoais complexas, se você for usá-las confortavelmente enquanto fala.
Você tem que fazer essas conexões por si mesmo, porque ninguém mais pode te dizer como a atual
situação econômicaafetou você.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 32/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Você também precisa manter as conexões que você fez, mesmo quando estiver ocupado
aprendendo novas palavras. Isso é muito o que fazer de uma só vez, então você pode também usar
as melhores ferramentas para o trabalho. Até que alguém coloque uma porta USB na parte de trás
de nossos crânios, nossa arma mais eficaz contra o esquecimento é a repetição espaçada. E como
precisamos de experiências profundas e memoráveis para tirar o máximo proveito da repetição
espaçada, poderíamos obtê-las no processo de fazer nossos cartões de memória.
O processo de construção de cartões é uma das formas mais divertidas e satisfatórias de aprender
um idioma. Contente em saber que cada detalhe se tornará uma memória permanente, você se torna
o arquiteto de sua própria mente. Que raça de cão você vai pensar quando quiser se lembrar da
palavra cachorro ? Quais exemplos você escolherá para formar suas conjugações verbais? Qual
vocabulário é mais útil para a sua vida?
Tomar essas decisões forma uma parte interessante do processo de aprendizado e, em última
análise, leva muito pouco tempo . Depois de se acostumar com o seu SRS, você pode adicionar
novos cartões em questão de segundos. Para a maioria dos substantivos, basta digitar a palavra uma
vez, pesquisar uma imagem no Imagens do Google e copiá-la (ou desenhá-la) no cartão. Isso pode
levar menos de quinze segundos. As imagens de ideias mais complicadas levarão, é claro, mais
tempo para serem identificadas - um processo que, por si só, fornece as conexões de que você
precisa para criar uma palavra própria.
Eu sinceramente gostaria de poder vender meus decks pessoais de cartões de memória flash. Se a
sua utilidade fosse transferível, eu ganharia muito dinheiro e ajudaria muita gente. Em vez disso, eu
os ofereço de graça no meu site com o aviso de que ninguém os usou com sucesso para aprender um
idioma. Dos poucos milhares de pessoas que os baixaram, ninguém tentou refutar essa afirmação,
por isso sinto-me confiante em afirmar que meus baralhos pessoais são inúteis para qualquer um,
menos para mim. Use-os em seu próprio risco.

Frustração e o destino do seu smartphone


Por um momento, vamos considerar o que acontece quando alguém (não você, é claro) tenta usar
um dos meus decks. Em algum momento, ele vai correr em meu cartão para cachorro e ver um
filhote de cachorro golden retriever. Agora, eu tive o passageiro, quinze segundosexperiência de
procurar por esta imagem na Internet, vendo muitos cães diferentes de muitas idades e raças
diferentes, e escolhendo este golden retriever. Nesses poucos segundos de pesquisa, aprendi o que
essa palavra significa e escolhi um lembrete agradável para essa experiência de aprendizado. No
entanto, qualquer outra pessoa terá que responder a várias perguntas e não terá nada em que basear
suas respostas. Esta palavra se refere à raça do cão? A sua idade? Sua cor? Ao usar um deck não
personalizado, esse instante de confusão será gravado junto com a memória, e o significado da
palavra será incerto.
Por si só, a incerteza não é uma coisa terrível ; uma grande dose de incerteza está freqüentemente
envolvida no aprendizado de uma língua em um país estrangeiro. O problema com a incerteza em
seus cartões flash é que isso torna suas revisões diárias mais difíceis, o que se traduz em tempo
adicional e mais esquecimento (o que também aumenta o tempo). A experiência original da qual
você se lembrará a cada revisão se tornará “O QUE isso significa? Eu não tenho tempo para esse $
# * @! ”, O que pode rapidamente se tornar frustrante.
Este último ponto é o mortal. Assim que suas revisões diárias se tornam frustrantes, fica cada vez
mais difícil sentar e fazê-las. Você pode se forçar a ficar com ele por algumas semanas, mas você
precisa de mais tempo do que isso para ver resultados importantes. Isso se torna um ciclo vicioso,
porque a frustração impede a sua capacidade de lembrar, o que coloca as cartas frustrantes na sua
frente com mais frequência, o que faz com que você jogue seu smartphone pela janela mais
próxima.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 33/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Tudo isso é desnecessário. O processo de aprendizagem de uma nova palavra leva muito pouco
tempo e é tempo bem gasto. Se você tomar apenas um momento para descobrir como se lembrar do
significado de uma palavra, poderá reter essa palavra para sempre. Este ponto foi bem resumido por
Damien Elmes, o criador do meu programa favorito da SRS, Anki: “Criar o seu próprio baralho é a
maneira mais eficaz de aprender um assunto complexo. Assuntos como línguas e ciências não
podem ser entendidos simplesmente memorizando fatos - elesrequer explicação e contexto para
aprender efetivamente. Além disso, inserir a informação você mesmo obriga você a decidir quais
são os pontos-chave e leva a um melhor entendimento ”. Eu acrescentaria que o processo de criação
de cartões é muito divertido também. Você passa o tempo sozinho e aprendendo, descobrindo e
criando.
Uma vez que você tenha feito isso, suas revisões diárias se tornarão agradáveis, porque a maior
parte do seu tempo é gasto dizendo para você mesmo: “Santo sh * t! Eu não posso acreditar que
ainda me lembro disso! Eu sou uma estrela do rock!”É um impulsionador da auto-estima diária que
acontece para lhe ensinar uma língua, ao mesmo tempo, e é um hábito fácil para formar e manter.
Nós gostamos de hábitos; eles fazem a diferença entre conversar confortavelmente com a garçonete
parisiense e pedir desajeitadamente o cardápio em inglês.

PONTOS CHAVE
• Sistemas de repetição espaçados (SRSs) são cartões flash em esteróides. Eles sobrecarregam a memorização, monitorando
automaticamente o seu progresso e usando essas informações para criar uma lista de tarefas diárias e personalizadas para
aprender e palavras antigas para revisar.

D S T SUA N OW : L ganhar para L SE A S PACED R EPETITION S ISTEMA


(SRS)
Nós encontramos uma maneira de derrotar o esquecimento. Agora devemos decidir o que lembrar.
Nos próximos quatro
capítulos, vou mostrar-lhe precisamente o que aprender e como aprendê-lo.
Vamos começar com os sons e alfabeto da sua língua. Isso lhe dará a estrutura que você precisa
para lembrar de novas palavras facilmente. Para conseguir isso, mostrarei ferramentas antigas e
novas que podem rapidamente reconectar seus ouvidos, e usaremos repetição espaçada para
memorizar rapidamente palavras de exemplo para todas as combinações de letras importantes (por
exemplo, gn como no nhoque ). Em pouco tempo, você dominará os sons do seu idioma.
Armado com os sons da sua língua, você pode começar a lidar com as palavras. Mostrarei uma
lista dos 625 substantivos, verbos e adjetivos concretos mais frequentes. Essas palavras são fáceis
de visualizar, o que as torna fáceis de lembrar. Vamos inseri-los no seu SRS com uma combinação
de imagens, conexões pessoais e sons. Por sua vez, seu SRS inserirá rapidamente essas palavras em
sua memória de longo prazo. No processo, você construirá uma base sobre a qual poderá construir o
restante de sua gramática e vocabulário.
Por fim, mostrarei como usar o Imagens do Google para encontrar histórias ilustradas de cada
palavra e conceito gramatical em seu idioma. Você usará essas histórias para criar cartões de
memória eficazes e memoráveis para o seu SRS. Em pouco tempo, sua gramática se tornará um
reflexo e você não precisará se preocupar com isso. Cada nova palavra reforçará esse reflexo
gramatical, e cada nova gramática reforçará suas palavras. Seu idioma se fortalecerá e você virá
para o passeio.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 34/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Antes de começarmos, você tem uma escolha a fazer. Existem dois tipos principais de SRSs:
à base de papel e baseadas em computador. Escolha seu SRS e aprenda a usá-lo. Em seguida, analise sua
programação diária e determine quanto tempo você tem disponível. Usaremos essas informações para
criar um hábito de aprendizado de idiomas .

Escolha seu sistema de repetição espaçada


Os SRSs mais populares são baseados em computador, e meu favorito absoluto é Anki. Lançado
pela primeira vez em 2008, o Anki é gratuito, fácil de usar e funciona em todos os sistemas
operacionais e smartphones. 12 Ele sincroniza entre dispositivos (para que você possa estudar em
casa no seu computador e depois continuar em seu smartphone no trem para trabalhar), e ele pode
manipular imagens e arquivos de som. Você diz quantos novos cartões flash você quer aprender
todos os dias e lida com o resto. Em cerca de trinta minutos por dia, você pode aprender trinta
novas cartas e manter todas as suas cartas antigas. Escalar para cima ou para baixo, conforme
necessário, para se adequar ao seu horário e tolerância para as telas de LCD.
Se preferir trabalhar com as mãos, você pode criar um SRS com cartões flash físicos. Batizada
com o nome de uma jornalista austríaca de ciências escrita na década de 1970, a caixa Leitner é
apenas uma maneira particularmente inteligente de usar uma caixa de arquivos de cartão flash,
alguns divisores e um calendário. Na versão original, sua caixa é dividida em quatro seções. Você
revisa a seção 1 todos os dias, a seção 2 a cada dois dias, a seção 3 a cada três dias e assim por
diante. Quando você lembra com sucesso de um cartão - gato = [foto fofa de um gato] -move-se
para a próxima seção. Se você esquecer, ele volta para a seção 1. Isso age como uma luva de
palavras; qualquer cartão flash que possa chegar até a última seção entrou na sua memória de longo
prazo. O sistema original usa intervalos mais curtos do que precisamos (um / dois / três / quatro dias
em vez de semanas / meses), mas podemos consertar isso adicionando mais algumas divisórias e
mudando o horário. Você encontrará instruções detalhadas e um cronograma apropriado para uma
caixa Leitner no Apêndice 3 , juntamente com os links para download da Anki.
Não tem certeza se quer ou não usar uma caixa de Leitner? Quando você usa cartões flash físicos,
você se beneficia de uma experiência envolvida e prática de artes e ofícios com cada um de seus
cartões. Isso é maravilhoso
experiência de aprendizado que tornará suas cartas muito mais fáceis de lembrar, e você perde essa
experiência quando se muda para um computador. Ainda assim, as SRSs informatizadas têm uma
série de vantagens sobre os cartões flash físicos, portanto, não tome sua decisão ainda.
Primeiras coisas primeiro. Você não pode fazer cartões de papel falar. Você estará aprendendo a
pronúncia antes de aprender vocabulário, e é muito mais fácil aprender a pronúncia quando seus
cartões de memória podem falar com você. Se você usar cartões flash físicos, precisará reservar um
tempo para ouvir gravações de suas palavras, e precisará se sentir muito à vontade com um alfabeto
fonético (um fonético) . Isso não vai demorar muito, mas é trabalho, e agora você não pode dizer
que não avisei antes.
Em segundo lugar, é extraordinariamente fácil obter imagens do Google Images em cartões flash
informatizados, e as imagens são a maneira mais eficaz de lembrar grandes quantidades de
informações. Mesmo se você usar cartões flash físicos, e mesmo se você for um artista terrível ,
você deve desenhar figuras para cada palavra que encontrar. Sua memória visual é útil demais para
ser ignorada, e contanto que você possa dizer ao seu boneco do seu boneco de cachorro, você ainda
colherá os benefícios.
Terceiro, o processo de encontrar imagens para cartões flash computadorizados é uma das
experiências de aprendizado mais poderosas que você poderia esperar. Mais uma vez, seu cérebro
suga em imagens como uma esponja. Apenas alguns segundos navegando através de vinte imagens
de cães criam uma memória poderosa e duradoura. Mesmo se você estiver usando cartões flash
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 35/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

físicos, não perca a oportunidade de aprender suas palavras através do Imagens do Google. Nós
cobriremos este processo em profundidade no Capítulo 4 .
Por último, você estará fazendo duas cartas para muitas palavras: uma carta de compreensão (
bear =? ) E uma carta de produção ( animal grande e peludo, gosta de comer mel =? ). Fazer
cartões duplicados em um computador é fácil; fazer isso manualmente pode ficar entediante. Se for
muito tedioso, pule os cartões de produção. Você pode obter o suficiente de um aumento de
memória das artes e do artifício de cartões flash físicos para poupar-se da necessidade deles, e se
você está tendo problemas para manter uma palavra na memória, então você pode sempre fazer o
cartão de produção mais tarde.
Vá para o Apêndice 3 e escolha seu veneno. Se você optar por usar uma caixa Leitner, então você
tem alguns suprimentos para pegar e um calendário para preencher. Se você for para Anki, faça o
download, instale-o e siga os tutoriais em vídeo até entender como usá-lo.

Compromissos de tempo e seu hábito de linguagem

Tire um momento para planejar seu hábito linguístico em desenvolvimento. Você terá dois
compromissos de tempo personalizáveis: criar seus cartões de memória e revisar os cartões de
memória flash. Suas revisões do cartão flash devem ser regulares; idealmente, você está procurando
por um espaço em sua programação que possa ser mantido diariamente. Se você puder conectar seu
tempo de revisão a outro evento regularmente recorrente em sua vida (por exemplo, café da manhã
ou seu deslocamento diário), terá mais facilidade para estabelecer um novo hábito de idioma.
Embora as revisões diárias sejam as melhores, qualquer rotina regular se adaptará naturalmente à
sua programação. Se você pular fins de semana, por exemplo, terá mais comentários às segundas-
feiras. Mas como você está aprendendo apenas cinco dias por semana, você terá menos avaliações
do que alguém praticando diariamente, por isso vai continuar administrável.
Comece com um pequeno número de novos cartões (quinze a trinta) por dia; Você sempre pode
decidir mais tarde se quiser ficar louco com seus cartões de memória. Como mencionado
anteriormente, você pode aprender trinta novos cartões por dia e manter seus cartões antigos em
troca de trinta minutos por dia. Se você ir ao mar com a aprendizagem de novos cartões, eles vão
voltar mais tarde, se você tem tempo para eles ou não. No meio de
Em minhas aventuras na Rússia, passei um verão aprendendo sessenta novas cartas por dia (eu
levava cerca de uma hora por dia). Depois do verão, quando eu tinha muito menos tempo, esses
cartões apareciam por meses nas minhas avaliações diárias. Eu finalmente passei por eles, mas se eu
tivesse começado a aprender russo dessa maneira, eu poderia ter fugido gritando. Aprenda novos
cartões a uma taxa que você sabe que pode manter.
Observe que estamos falando de aprender trinta novas cartas por dia, em vez de trinta novas
palavras . Nos próximos capítulos, mostrarei como dividir sons, palavras e gramática em seus
menores e mais fáceis de lembrar . Você vai memorizar cada bit individualmente. Como resultado,
algumas palavras podem envolver um pequeno punhado de cartas. Isso pode soar como mais
trabalho ("Eu tenho que memorizar quatro cartões de memória flash para um único caractere
chinês?"), Mas como você verá, isso tornará sua vida muito mais fácil. SRSs dão a você a
capacidade de reter tudovocê joga neles. Desde que você possa rever um pouco a cada dia, não há
fim para o que você pode colocar na sua cabeça, e desde que seus cartões sejam simples e fáceis de
lembrar, você será capaz de aprendê-los rapidamente e facilmente.
Há mais um compromisso de tempo - criação de cartão - e isso pode ser muito mais esporádico
do que as revisões de cartão. Eu costumo ir na criação de cartões, uma vez por mês, sentado por um
número absurdo de horas na frente do meu computador e fazendo centenas e centenas de cartões em
um final de semana. Eu fico obcecado quando estou me divertindo. Você pode preferir uma
abordagem mais moderada. Você descobrirá que é uma ótima maneira de passar uma longa tarde de
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 36/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

domingo e, se sua agenda exigir algo mais regular, vinte minutos todos os dias devem resolver o
problema.

Uma dica para dias perdidos


Ao lidar com uma pilha de críticas inchadas, continue aprendendo de duas a três novas palavras por dia. Vai apimentar as
coisas um pouco sem acrescentar muito ao seu compromisso de tempo.

Se você perder um dia (e você ocasionalmente), então não é o fim do mundo. A única dificuldade
é que seus comentários se acumulam, quer você queira ou não. Lembre-se, o seu SRS é apenas uma
lista de tarefas extravagantes . Se o seu SRS acredita que você está prestes a esquecer a palavra
pollo, então esse cartão flash vai parar na sua lista de tarefas, mesmo quando estiver de férias no
Havaí. Depois de voltar de suas férias, você pode ter uma longa lista esperando por você. Nesse
ponto, você deve preencher essas revisões primeiro. Eles lhe darão o melhor retorno do seu tempo,
e eles o colocarão de volta aos trilhos com seu hábito de linguagem. Reduza o tempo para aprender
novos cartões e passe alguns dias trabalhando em suas avaliações até que elas voltem aos níveis
normais.
Depois de encontrar um momento conveniente para revisar, sua rotina se transformará em um
hábito por conta própria. Esses hábitos se formam facilmente pelas mesmas razões pelas quais as
SRSs funcionam tão bem. Todos esses hormônios que ajudam você a armazenar informações
tendem a se sentir bem. Como resultado, você encontrará suas mãos alcançando automaticamente
seus cartões de memória assim que você se sentar no trem. Vamos pegar alguns cartões de memória,
para que você possa começar já.

3. Este é um número ridículo - é mais do que suficiente fibra nervosa para envolver a Terra três vezes. Nossos neurônios podem
reproduzir a versão mais extrema de Seis Graus de Kevin Bacon já concebida: você pode conectar qualquer neurônio a qualquer
outro em seis saltos ou menos, e nenhum desses neurônios precisa ter nada a ver com Kevin Bacon.
4. Anteriormente, eu lhe disse para queimar livros que contivessem a pronúncia “inglesa” como “bawn-JURE”. Agora eu estou
recorrendo à pronúncia inglesa, com um “MEW-ther” terrivelmente impreciso . Eu vou fazer isso muito, porque eu não acho que
você quer que eu explique a pronúncia em todos os idiomas. Desculpa. Por favor, não queime este livro.
5. Quanta maioria? Ninguém sabe precisamente. Embora possamos analisar textos específicos com precisão (textos de não-ficção
são aproximadamente 80% de substantivos), nos deparamos com problemas quando contamos palavras de maneira mais geral. As
palavras acabam sendo criaturas extraordinariamente escorregadias quando você tenta contar ou classificá-las. Urso é um
substantivo, um verbo ou ambos? Devemos contar urso separadamente dos ursos ? Responder a essas perguntas é, às vezes, mais
uma arte do que uma ciência.
6. Estudos adicionais mostram um benefício de 5: 1 para o teste sobre o estudo, o que significa que cinco minutos de teste valem
vinte e cinco minutos de estudo.
7. Note que quando me refiro a “memória”, estou me referindo à memória declarativa - a memória de fatos e eventos.
Nondeclarative memória -Memória de hábitos, habilidades, e assim on-parece ser localizado em outro lugar. As pessoas com um
hipocampo danificado perderão sua capacidade de formar novas memórias declarativas, mas ainda poderão aprender e melhorar suas
habilidades (como desenhar), mesmo que não se lembrem de aprender como fazê-las.
8. Eu usei urtebetetze (aniversário), Tankdeckel (tampa de gás), Das ist mir völlig Wurst (eu não dou a mínima), economía
(economia), bonjour (olá / bom dia), tschüss (tchau!) e olá (olá). Mjöður é a palavra islandesa para "hidromel". Não é realmente uma
bebida flamejante, mas você pode colocar uma cobra morta nela, se quiser.
9. Foi Robin Williams.
10. Era Rudyard Kipling, que não suportava esperar até a primavera para o seu passatempo favorito. Enquanto escrevia The Jungle
Book na zona rural de Vermont, ele pintou as bolas de golfe em vermelho, colocou latas de estanho na neve e foi para a cidade.
11. O número mágico é de 10 % a 20 % do atraso final no teste, portanto, se o teste fosse realizado um ano depois, veríamos os
melhores resultados com um atraso de cinquenta e seis dias. É como se nossos cérebros soubessem que algo que encontramos uma
vez por semana será importante em cinco a dez semanas, mas algo que só encontramos uma vez por ano será importante em cinco a
dez anos.
12. Anki é grátis em todos os casos, exceto um: se você quiser estudar off-line em um iPhone ou iPad, você terá que desembolsar um
bom dinheiro pelo aplicativo. Se você tem uma conexão confiável com a Internet no seu iPhone ou iPad, o aplicativo é desnecessário

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 37/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

(embora eu o recomende de todo coração). O aplicativo para Android é gratuito.

CAPÍTULO 3

Jogo de som
L'accent est l'âme du discours, il lui le sentiment et la verité. O
sotaque é a alma da linguagem; dá à linguagem seu sentimento e
verdade.
—Jean-Jacques Rousseau, Émile

Nós somos agora os cavaleiros que dizem: “Ekki ekki ekki FIKANG! Zoop boing brn zroyen!
- Os cavaleiros que até recentemente diziam: "Ni!", Monty Python e o Santo Graal

W e've passou dois capítulos pontificando sobre a aprendizagem e memória, e reconhecidamente,


não temos obtido muito feito . Você não aprendeu nenhuma palavra útil e estou prestes a lhe dizer
para não abrir seu livro de gramática. Em vez disso, vamos nos aventurar na terra do som.
Discutiremos muitas razões, mas o mais importante é o seguinte: quando você não tem certeza
sobre o modo como seu idioma soa, fica preso aprendendo duas línguas em vez de apenas uma.
Em um mundo ideal, a linguagem escrita e a linguagem falada caminham juntas, de mãos dadas.
Eles compartilham palavras livremente entre si, ajudam uns aos outros através de pontos difíceis e
geralmente se divertem juntos. Você vem, sai e logo os três são bons amigos. A linguagem escrita
dá-lhe algumas boas recomendações de livros, janta na casa da língua falada e os três têm uma
explosão. O que não é amar? Os dois idiomas têm um novo companheiro, e você os conhece a uma
velocidade alucinante, porque você pode conversar sobre o que leu e ler sobre o que ouviu.
Tudo isso vai para a porcaria se não começarmos com a pronúncia, porque ficamos presos com
um monte de palavras quebradas.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 38/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Encontramos uma palavra quebrada sempre que pensamos que uma palavra é pronunciada de
uma maneira, mas na verdade é pronunciada de maneira diferente. Essas palavras não podem ser
compartilhadas entre a linguagem escrita e a falada e, como resultado, elas acabam com nosso
pequeno círculo de amigos.
Você pode ter encontrado palavras quebradas em inglês. Eu certamente tenho; Passei a maior
parte da minha vida convencido de que o esquema de palavras era pronunciado "sheem". Li sobre
cor sheems, pirâmide sheems e os vigaristas que os controlavam . Infelizmente, sheem tinha um
amigo chamado skeam . Skeam parecia bastante semelhante em termos de significado e uso para
sheem, mas eu nunca parecia ver as duas palavras no mesmo lugar, então eu nunca sabia quando
usar qual palavra. Evitei usar qualquer um deles sempre que possível. Eu só descobri a verdadeira
identidade da skeamno meio da faculdade, quando finalmente decidi pesquisar as duas palavras no
Google e descobrir as diferenças reais entre elas e, em vez disso, descobri que minhas duas palavras
eram na verdade uma palavra e um erro de pronúncia.
Meus dois esquemas viviam em uma fenda que haviam cavado entre minha língua falada e minha
linguagem escrita. Esta fenda foi, felizmente, pequena. Eu raramente caí e me confundo, porque
esquemas não são ocorrências cotidianas. Mas imagine, por um momento, o quão difícil seria se
toda a sua linguagem estivesse repleta de esquemas, raias e sheems escondidos atrás de cada
esquina. Você
nunca teria certeza do significado preciso e do uso de qualquer uma dessas palavras e, como
resultado, você teria um tempo terrivelmente difícil de usar ou lembrar delas.
Em inglês, é improvável que você caia na armadilha da palavra quebrada muitas vezes. Você está
cercado de conversas, livros, filmes e programas de televisão que inevitavelmente pegam os mais
estranhos erros de pronúncia. Em uma língua estrangeira, você não tem tanta sorte. No final do meu
programa de imersão em francês, sentei-me numa sala de aula com sete estudantes franceses
avançados, discutindo filosofia. Recentemente, havíamos lido Huis Clos por Sartre e
comparávamos as idéias de Sartre com as de Descartes. Pode ter sido a conversa mais esotérica e
intelectual que eu já tive, e foi em francês, de todas as coisas. Um dos meus colegas levantou a mão
e assinalou que havia outro filósofo que deveríamos discutir.
Seu nome era Dess-CART-eez.

Dica francesa do dia


Se você encontrar uma palavra francesa errônea em suas viagens, você pode assumir que todas as consoantes finais são
silenciosas, exceto pelas consoantes encontradas na palavra inglesa cuidadosa (c, r, f e l são freqüentemente pronunciados).

Meu colega foi pego por uma palavra quebrada, mas dessa vez sua linguagem estava cheia deles.
O francês é notório por sua soletração peculiar. A grande maioria das consoantes finais francesas
são jogadas fora: beaux é pronunciado “bo” e vous é pronunciado “vu”. Coisas como essas surgem
em quase todas as línguas: em inglês, frases como “I'm going to” são gradualmente substituídos por
"eu vou", o que pode eventualmente se transformar em "eu vou go". Essas mudanças ocorrem mais
rapidamente na língua falada do que na linguagem escrita, de modo que cada idioma eventualmente
se divide ao meio. O francês é, portanto, duas línguas: a linguagem escrita de Descartes e a
linguagem falada de Dekart.
No mundo ideal que discutimos anteriormente, você e essas duas línguas crescerão juntas e se
apoiarão mutuamente. Quando você lê um livro, novas palavras e pedaços de gramática encontram
o caminho para suas conversas. Nessas conversas, você ouvirá novas palavras, que serão incluídas
na sua escrita. Toda vez que você encontra novas informações, melhora sua compreensão e fluência
em todos os aspectos do seu idioma.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 39/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Este processo só funciona se você conseguir conectar as palavras que leu às palavras que ouvir .
Minha colega havia lido sobre Dess-CART-eez de livros, e ela tinha ouvido falar sobre Dekart em
discussões. Por não ter internalizado a regra das consoantes finais de francês , ela estava lutando
para manter o controle de palavras quebradas com nomes semelhantes, crenças muito semelhantes e
exatamente as mesmas profissões. No final da nossa discussão, ela aprendeu sobre o seu erro, mas e
as centenas ou milhares de palavras que não discutimos? Quais sobremesas, orçamentos e terrenos
quebradosAinda estavam escondidos nas sombras, armados com suas consoantes finais silenciosas,
e esperando por sua oportunidade para causar confusão?
Quanto melhor você internalizar os hábitos de boa pronúncia no começo, menos tempo você
perderá caçando as palavras quebradas. Se você pode construir um instinto sobre a pronúncia, então
cada nova palavra que você lê automaticamente encontrará seu caminho até seus ouvidos e sua
boca, e cada palavra que você ouve irá reforçar sua compreensão de leitura. Você entenderá mais,
aprenderá mais rápido e poupará a busca de palavras quebradas. Ao longo do caminho, você terá
mais facilidade em memorizar, produzirá impressões melhores em falantes nativos e falará com
mais confiança quando estiver pronto.
Como você pode fazer isso rapidamente? Se você passar dois meses estudando regras de
ortografia e gráficos de vogais
antes de aprender uma única palavra, você provavelmente ficará entediado. Você precisa de um
caminho através da pronúncia que rapidamente lhe ensina o básico e, em seguida, reforça e
desenvolve seus instintos de pronúncia enquanto você está ocupado aprendendo o resto do idioma.
Neste capítulo, vou dividir os três principais desafios que você enfrenta: treinamento de ouvido,
treinamento de boca e treinamento visual. Nós cobriremos as diferenças entre eles, os métodos que
você usará para vencê-los e as recompensas que você encontrará quando fizer isso.

T CHUVA Y NOSSAS E ARS , R eWire Y NOSSO B CHUVA


Na beira do Mar do Norte, um oficial da guarda costeira alemã espera em
seu rádio. “* Kshht * Mayday! Socorro! Olá, você pode nos ouvir?
Estamos afundando!"
“Ah, olá! Zis é a guarda costeira alemã!
- Estamos afundando! Nós estamos
afundando! ”“ OK. Vat é você sinkink
sobre ?”
—Berlitz advertisement

Os bebês recebem muito crédito no mundo da aprendizagem de línguas . Eles têm uma habilidade
aparentemente sobre-humana de ouvir as diferenças entre todos os sons em todos os idiomas, e há
muitos sons para ouvir. Os idiomas do mundo contêm aproximadamente 800 fonemas (seiscentos
consoantes e duzentas vogais). A maioria dos idiomas escolhe cerca de 40 deles para formar suas
palavras, embora o alcance seja bastante amplo - há uma linguagem organizada chamada Rotokas
em Papua Nova Guiné com apenas 11 fonemas, e Taa, falada no Botsuana, usa até 112 (mais quatro
tons! ).
Alguns desses fonemas são totalmente estranhos ao ouvido de um locutor inglês - as linguagens
cliques da África podem parecer bizarras -, mas a maioria dos fonemas são variações sutis de sons
familiares. Há pelo menos dez t ‘s que ocorrem em idiomas do mundo, e falantes de inglês
raramente ouve as diferenças entre qualquer um deles. Dois diferentes t ‘s permitem que você ouvir
a diferença entre‘meu gato Stan’e‘tan do meu gato.’A menos que você gato frequente salões de
bronzeamento, esta distinção não é particularmente importante em Inglês. Se, por outro lado, você

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 40/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

estava aprendendo coreano, você teria que encontrar t como em tan e t como em Stansão duas letras
completamente diferentes, que formam palavras inteiramente diferentes.

Três T 's coreanos


O coreano tem três consoantes que podem ser confundidas com um t : como em tan , como em Stan , e , o que soa
como um cruzamento entre um t e um d .

Você não pode ouvir facilmente as distinções entre as dez t , porque você aprendeu a ignorá-las.
Quando você era um bebê, você podia ouvir todos eles. Isso fez do seu mundo um lugar muito
confuso. Você estava cercado por adultos balbuciantes, cada um dos quais tinha maneiras
ligeiramente diferentes de dizer suas vogais e consoantes. Seus ouvidos tocaram com o som de
centenas de diferentes consoantes e vogais, e você ficou nesse caos, procurando por ordem.
Você começou a encontrar esse pedido entre seis meses e um ano de idade. Os melhores dados
que temos sobre esse processo vêm de estudos de americanos e japoneses. Ao usar scans do
cérebro, os pesquisadores podem ver

se um indivíduo pode ouvir a diferença entre quaisquer dois sons. Um adulto americano ouvindo
um monótono “rock… rock… rock… rock… lock” mostrará um súbito pico de atividade cerebral
quando “lock” quebra a monotonia, mas um adulto japonês não mostrará nenhuma mudança. Um
bebê japonês, no entanto, não tem problema algum em reconhecer os dois sons, uma habilidade que
gradualmente desaparece entre seis e doze meses de idade.
O que acontece neste momento crítico? O cérebro do bebê está coletando estatísticas. Há uma
linha suave que liga as letras r e l, e uma consoante pode cair em qualquer lugar nessa linha. Em
um lar americano, um bebê típico ouvirá centenas de consoantes ligeiramente diferentes, que
tendem a se dividir em duas pilhas grandes ao longo desta linha: sons que são na maioria do tipo- r
e sons que são na maioria das vezes semelhantes a l . Se você gravar um dia típico na vida de um
bebê americano e contar esses sons, verá isso:

Nós tendemos a pensar em r e l como dois sons distintos, mas eles não são. Cada consoante é um
grupo de sons que são aproximadamente semelhantes. Criamos esses grupos de acordo com o
ambiente sonoro em que somos criados. Como não ouvimos muitos sons a meio caminho entre r e l,
nós (corretamente) decidimos que aqueles adultos tagarelas estão usando variações de duas
consoantes em vez de centenas . Um bebê em uma casa japonesa pode ouvir muitos dos mesmos
sons, mas a maioria desses sons cai diretamente no meio do espectro de r-l :

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 41/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Eles (corretamente) agrupam todos esses sons em uma consoante a meio caminho entre r e l .
Essa consoante - a r japonesa - não soa como r , e não soa como l . Se você ouvir, verá que seu
cérebro sintonizado em inglês não sabe o que fazer com ele. Ele será filtrado

em um dos seus dois grupos de consoantes, quase ao acaso. Quando você ouvir uma pessoa com um
sotaque japonês de espessura, observe o seguinte: eles não estão dizendo r quando quer dizer l .
Eles estão dizendo uma consoante que você não consegue ouvir.

Ouvindo o Inaudível: A Magia do Teste de Par Mínimo

Vamos voltar ao nosso adulto japonês, ouvindo um monótono “rock… rock… rock… rock…” em
um scanner cerebral. Como foi discutido, ele não mostrará nenhuma resposta neural se nos
esgueirarmos sorrateiramente em uma “fechadura”. O que ainda não foi discutido é quão
aterrorizante isso é para o aprendizado de idiomas. Não é que ele interpreta mal o que ouve; ele
literalmente não consegue ouvir a diferença entre esses dois sons. No que diz respeito ao cérebro, as
palavras rock e lock podem ser escritas da mesma maneira. Ao aprender inglês, ele está lutando
contra o próprio cérebro. Como ele pode possivelmente esperar ter sucesso?
A pesquisa mais promissora nesse campo vem de uma série de estudos realizados em Stanford e
Carnegie Mellon. Os pesquisadores pegaram um grupo de adultos japoneses, deram-lhes um
pequeno maço de dinheiro, fones de ouvido e um computador e disseram-lhes para se sentarem em
uma sala e ouvirem as gravações das palavras rock e lock. O trabalho deles era pressionar um botão
chamado “Rock” quando eles ouviram “rock” e pressionar um botão chamado “Lock” quando
ouviram “lock”. Compreensivelmente, o desempenho deles foi terrível. Mesmo depois de praticar,
permaneceu terrível. Até agora, tão ruim.

O indescritível japonês R
O r japonês (encontrado em palavras como origami, rāmen e tempura ) soa como uma combinação de r, l e d, com um pouco
mais de r que qualquer outra coisa. É uma consoante terrivelmente difícil de encontrar um americano. Passei uma boa meia
hora repetindo depois de uma gravação da palavra rāmen para preparar um dos meus vídeos de demo de pronúncia, e ainda
não consigo ouvir a maldita coisa ou produzi-la bem. Felizmente, os falantes de japonês nunca me interpretaram mal quando
pediram biru (cerveja) no Japão. Como eles puderam? Não existe bilu em japonês.

Aí vem a mágica: outro grupo de participantes foi colocado na mesma situação, só que desta vez
suas telas de computador forneceram feedback imediato após cada pressionamento de botão. Para
cada palpite correto, eles viram uma marca de seleção verde. Para cada palpite incorreto, eles viram
um X vermelho. De repente, eles começaram a aprender. Depois de três sessões de vinte minutos ,
eles haviam religado com sucesso seus cérebros. Em exames posteriores do cérebro, eles mostraram
uma resposta marcante nos testes “rock… rock… rock… lock…”. Eles aprenderam a ouvir o
inaudível.
Podemos levar essa pesquisa e usá-la para nossas próprias necessidades. Rock and lock são
membros clássicos de um grupo especial de palavras conhecidas como pares mínimos. Estes são
pares de palavras que diferem por apenas um som e cada idioma está cheio deles. Torturei alguns
dos meus alunos de inglês austríaco sobre as diferenças entre pares mínimos como pensar e
afundar, SUS-pect e sus-PECT, e sobrinha e joelhos . Esses pares vão direto ao coração do
problema auditivo em uma língua, e praticá-los com feedback fornece a melhor maneira de treinar
nossos ouvidos e religar nossos cérebros.
Você poderá encontrar os pares mínimos essenciais em seu idioma no início de muitos livros de
gramática com CDs (e definitivamente em todos os livros de pronúncia), e estou fazendo uma
missão pessoal fornecer testes de par mínimos no meu site em quantos idiomas eu puder encontrar
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 42/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

( Fluent-Forever.com/chapter3 ). Esses testes são tão básicos quanto eles - eles tocam uma gravação
(“lock”) e então perguntam qual palavra você ouviu (“rock” ou “lock”?) - mas o que falta em
panache eles fazem
para nos resultados. Eu os usei para aprender os sons (desagradavelmente difíceis) do húngaro em
vinte minutos por dia durante dez dias. Eles também são muito divertidos; Você pode sentir seus
ouvidos mudando a cada repetição.

Os benefícios do treinamento auditivo: reconhecimento de padrões e quebra de


padrões

Quando você usa o teste de par mínimo no início de sua jornada, aprenderá muito mais rápido a
longo prazo. Você terá mais facilidade em lembrar novas palavras, porque elas não soam mais
estranhas. Você também entenderá melhor os falantes nativos, porque seus ouvidos estão em
sincronia com a fala deles. Em vez de desperdiçar seu tempo corrigindo hábitos de pronúncia ruim,
você será capaz de gastar seu tempo consumindo linguagem a uma velocidade vertiginosa.
Como o treinamento auditivo faz tudo isso acontecer? Você se deu a capacidade de reconhecer
sons individuais, mas esse não é o fim da história. Como você passou algum tempo concentrando -
se nesses sons, estará ciente das mudanças sutis que ocorrem quando você vincula esses sons. Isso
lhe dá dois superpoderes: você pode ouvir regras de som e ouvir quando essas regras estão
quebradas.
As regras de som conectam a ortografia ao som e som ao som. Eles lhe dizem quais sons podem
ser combinados (“sticks” são bons em inglês) e quais não podem (“svickz” não é). As línguas estão
cheias de regras sonoras complexas, e somos muito bons em pegá-las, se pudermos ouvi-las . Você
pode observar isso com as crianças. Há um ótimo teste linguístico que os pesquisadores gostam de
realizar em crianças de cinco anos de idade. Eles mostram-lhes um desenho esquisito e proclamam:
"Isto é uma ferida!"

Um WUG

Então eles mostram os dois filhos e dizem: “Agora, há dois deles! Há dois… ”e as crianças
exclamam alegremente:“ Wugz! ”
Tudo isso parece simples e agradável o suficiente, mas tenha em mente que essas crianças estão
realizando uma operação extraordinariamente complexa . De alguma forma, no fundo de suas
cabeças bonitinhas, eles sabem que o plural dessa palavra inteiramente nova soa como “z”,
enquanto o plural de uma nova palavra diferente, como heef, soa como “s” (e o plural de tass soa
como “Iz”). Essas regras não são nada para farejar, e elas são diferentes em todos os idiomas
(garotos alemães dizem “ Vaks ”, não “wugz”). Se seus ouvidos são sensíveis a cada novo som no
seu idioma, você perceberá quando há uma regra de som estranha em andamento, e toda vez que
você perceber, você estará mais perto de internalizá-lo.
Sua segunda superpotência permite que você perceba quando as palavras quebram essas regras.
Em inglês, temos muitas regras de pronúncia: um k é sempre pronunciado como “k” (como no
chute ), exceto quando não é ( faca ). A coisa boa sobre regras e exceções é que mesmo quando eles
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 43/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

são tão enlouquecedoramente complexos quanto o inglês (e, para sua sorte, eles são quase sempre
mais simples em outros idiomas), eles nunca criam
novos sons. Não há palavras em inglês que não reutilizem os quarenta e um ou quarenta e dois sons
da língua inglesa. Este é o caso em todas as línguas.
Se você consegue ouvir todos os sons em sua língua, então você pode se surpreender com a
grafia de uma palavra, mas nunca com o som de uma palavra. Isso ajuda você a aprender mais
rápido porque sua memória não precisa se esforçar para armazenar um novo som indescritível. Se
uma palavra como mjöður é apenas uma combinação de seis sons familiares, então ela não é mais
particularmente estranha, e não será mais difícil de lembrar do que um nome incomum, mas
compreensível, como Lakira.
Por causa disso, você poderá memorizar a pronúncia de novas palavras com precisão, o que
permitirá que você as reconheça quando forem faladas por um falante nativo. Poof - você acabou de
dar à sua compreensão auditiva um grande impulso desde o início. Se você tem uma melhor
compreensão auditiva, você ganhará mais vocabulário e gramática toda vez que ouvir alguém falar
sua língua. Poof - você acabou de aumentar seu vocabulário e conhecimento gramatical para o resto
da sua vida. Você ganha tudo isso às custas de algumas horas de estudo de par mínimo. Agora, se
pudermos aprender a produzir esses sons, estamos no negócio.

PONTOS CHAVE
• Seu cérebro é programado para ignorar as diferenças entre sons estrangeiros. Para reconectá-lo, ouça pares mínimos em seu
idioma de destino - palavras que soam semelhantes , como sobrinha e joelhos - e teste você mesmo até que seu cérebro se
adapte para ouvir esses novos sons.
• Ao praticar desta forma, você estará mais bem equipado para reconhecer as palavras quando elas são faladas, e você terá
mais facilidade em memorizá-las por conta própria.

T CHUVA Y NOSSA M OUTH , L ET O G IRL 13


Ninguém se importa com o quanto você sabe, até que eles saibam o quanto você se importa.
—Theodore Roosevelt

Recentemente me perguntaram o seguinte: “Se eu tivesse quatro horas para me preparar para um
encontro com um cambojano
supermodelo, qual seria o melhor uso do meu tempo? ”Aqui está a minha resposta: aprenda a dizer
uma frase
- qualquer frase - muito bem. Sente-se no YouTube ou na Wikipédia por algumas horas, observe as
imagens das posições da boca e imite as gravações até que você possa soar como um falante nativo
por três segundos. Vai explodir. Dela. Mente.
Um acento preciso é poderoso porque é o gesto final de empatia. Ele conecta você à cultura de
outra pessoa de uma maneira que as palavras nunca podem, porque você dobrou seu corpo e sua
mente para combinar com a cultura dessa pessoa. Qualquer um pode aprender “bawn-JURE” em
poucos segundos. Para aprender como o bonjour se encaixa na boca e na língua do seu
companheiro; aprender como manipular os músculos, as dobras e até mesmo a textura de sua
garganta e lábios para combinar com os de seu companheiro - esse é um gesto inconfundível,
inegável e irresistível de cuidado.
Para ser justo, um bom sotaque pode ocasionalmente causar um pouco de dificuldade. Alguns
anos atrás, fui ao Japão e aprendi algumas frases simples em japonês. Lembro-me de caminhar até
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 44/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

uma senhora e perguntar onde encontrar a loja de departamentos mais próxima. Seus olhos se
arregalaram, surpresos com o cara alto e magro que se dirigia a ela com um sotaque japonês
meio decente . Então ela explodiu em um rápido-fogo, Parágrafo
longa resposta à minha pergunta. Eu estremeci, levantei as mãos e falei algo em japonês na ordem
de “japonês! EU! Não! Um pouco! Um pouquinho! É! Ela parou, riu um pouco e apontou para a
esquerda. Em suma, acho que desenvolver um bom sotaque vale o esforço, mesmo que isso faça as
pessoas pensarem que você sabe mais do que você.
A alternativa - um sotaque denso e não nativo - trará muito mais problemas. Paris tem uma
reputação particularmente ruim nessa frente; como dizem os boatos, um momentâneo
“bawn-JURE” estragará sua refeição em qualquer restaurante. 14 Mas você verá isso em todo lugar .
Pessoas com fortes sotaques estrangeiros são frequentemente tratadas como menos adeptas do
idioma (e menos inteligente como uma pessoa) do que elas.
E mesmo que isso seja injusto, é compreensível. É desconfortável falar com alguém quando você
não tem certeza do que está dizendo ou se ele entende você. Para tentar aliviar esse desconforto,
você pode começar a falar mais alto, usando palavras mais simples, mudando para o idioma deles
(se puder) ou evitando a pessoa completamente. Meu pai, inexplicavelmente, desenvolve um
sotaque espanhol exagerado sempre que pede comida chinesa: "Eu gosto de um arroz frito de chilis
- O, por favor." Todos ficamos um pouco malucos quando não nos sentimos compreendidos.
Esse fenômeno pode estragar seu aprendizado de idiomas. Você atualmente fala a língua mais
comum na terra. Se você está tentando falar francês e franceses preferem falar com você em inglês,
você não terá a exposição de idioma que precisa.

Treine sua boca

Vamos descobrir como desenvolver um bom sotaque. Eu freqüentemente ouvi dizer que é
impossível aperfeiçoar um sotaque depois dos doze anos. Mas isso não pode ser verdade; atores e
cantores fazem isso o tempo todo, e nós não somos mais inteligentes ou melhores do que o resto da
humanidade. Nós apenas nos preocupamos com pronúncia - nós temos que; ninguém vai nos pagar
pelo mau alemão - então , tomamos o tempo para fazer o certo: começamos cedo, e percebemos o
que está acontecendo em nossas bocas quando falamos.
Metade de um bom sotaque é simplesmente uma questão de tempo. Os cantores aprendem a
pronúncia primeiro e , como resultado, não temos que lutar contra anos de maus hábitos.
Aprendemos a papaguear palavras com precisão antes de termos alguma ideia do que elas
significam, para que possamos entrar em um palco sem nos envergonharmos. Você deveria fazer o
mesmo. Se você esperar até mais tarde para trabalhar no seu sotaque, você terá massacrado cada
palavra em seu vocabulário centenas (ou milhares) de vezes. É aqui que surgem mitos como o
limite de doze anos do aprendizado de sotaque; É difícil desaprender maus hábitos. Se, ao invés
disso, você trabalhar com seu sotaque cedo, tenderá a pronunciar todas as suas novas palavras
corretamente. Com cada nova palavra que você aprende, você reforçará os bons hábitos de
pronúncia, e esses hábitos durarão por toda a vida.
Se você já estudou uma língua, você pode ter alguns maus hábitos profundamente arraigados.
Sua estrada será mais longa, mas ainda há esperança para você. Primeiro as más notícias: seus
velhos hábitos não vão desaparecer; Eles estão gravados permanentemente em alguma fenda do seu
cérebro. Nós vamos construir novos hábitos na fenda ao lado. Uma vez que você tenha treinado
seus ouvidos e boca para produzir os sons da sua língua corretamente, seu trabalho será aprender
cada nova palavra com seu novo sotaque. Eventualmente, você encontrará duas vozes em sua
cabeça - uma velha e crua, e uma nova e incrível. À medida que você constantemente e
conscientemente escolhe usar sua nova voz para novas palavras, você fortalecerá seus bons hábitos
até que eles se tornem mais familiares e confortáveis do que seus maus hábitos. Uns poucos

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 45/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

“JUÍZES” talvez escorregue de vez em quando, mas no geral, você terá o sotaque elegante que faz
com que você supermodelo cambojano que você estava trilhando depois.
Então, como você aprende a pronunciar novos sons? O que os atores e cantores sabem que todos
mais não? Não é tão complexo assim. Nós simplesmente sabemos que os sons que fazemos são
criados pelos movimentos dos músculos em nossas bocas. Nós captamos uma consciência dos
movimentos cotidianos de nossas línguas e lábios, e os combinamos de algumas maneiras novas.
Por exemplo, quando você diz "oo" como em "Boo!", Seus lábios formam um círculo. Se você
mantiver seus lábios no mesmo círculo enquanto tenta dizer “ee” como em “ver”, você fará um som
engraçado. Esta é uma nova vogal, que você encontrará no final das palavras francesas como
fondue . Se você praticar um pouco, poderá agir como um idiota pretensioso nas festas. ("Desculpe,
o que você comeu? Fawn-Dew? Talvez você quis dizer Fon devido ? Oh, agora eu entendo!")
Para dominar sua própria boca, você precisará de informações. Você precisa saber o que sua boca
está realmente fazendo quando você a abre. Esta informação pode ser difícil de acessar, porque está
escondida em um jargão lingüístico relativamente impenetrável. Termos como fricativa epiglottal
sem voz não são particularmente inspiradores, e então a maioria das pessoas é forçada a confiar em
descrições terríveis e confusas: “É tipo 'ch', como quando uma pessoa escocesa diz 'Loch', só que é
mais atrás. garganta, como gargarejo, só que mais profundo. ”Eu fiz uma série de vídeos do
YouTube para ajudá-lo a obter as informações de pronúncia que você precisa
( Fluent-Forever.com/chapter3 ). Assista-os Eles levam trinta e cinco minutos, e no final, você
entenderá como sua boca faz o que faz.
Nesses vídeos, eu me deparo com uma ferramenta tremendamente valiosa, conhecida como o
Alfabeto Fonético Internacional (IPA). Ele foi criado, naturalmente, pelos franceses, que
precisavam de alguma maneira para lidar com o fato de que quatro das cinco letras em haies (sebes)
eram silenciosas (pronuncia-se “eh”). O alfabeto fonético que eles desenvolveram faz duas coisas
impressionantes: transforma idiomas em sons facilmente legíveis e explica exatamente como fazer
cada um desses sons. Em inglês, há dez maneiras de soletrar o som "oo" na palavra também . No
IPA, existe apenas um, sempre: u .
Ridiculous English Spelling: comida, cara, gripe, voou, fruta, azul, para, sapato, movimento,
tumba, grupo, através de

Impressionante IPA Ortografia : fud, insucesso, gripe, gripe, fda, azul, tu, ,u, muv, tum,
grup, Ɵɹu

Cada carta IPA não é apenas um som, mas também um conjunto de instruções sobre como fazer
esse som. Isso é super útil. Quando comecei o húngaro, procurei os sons daquele idioma na
Wikipedia.
͡
Húngaro tem alguns sons estranhos, incluindo ɟʝ, que é basicamente o nosso j como em jar, se você
mantiver a frente da sua língua tocando seus dentes inferiores. Eu nunca falei com um húngaro
sobre isso, e ninguém nunca me disse para colocar minha língua naquela estranha posição. Os
símbolos do IPA próprios soletrar para mim, e eles podem fazer isso por você também.
Existem duas barreiras no caminho: o IPA é geralmente cheio de jargões técnicos desagradáveis e
usa símbolos de aparência estranha . Não consigo me livrar dos símbolos - o inglês usa vinte e seis
letras para quarenta e dois sons; um alfabeto fonético precisa de símbolos extras - mas eu posso
mostrar a você um jeito de contornar o jargão. Em geral, você só precisa de três informações para
fazer qualquer som: você precisa saber o que fazer com a sua língua, com seus lábios, e com suas
cordas vocais, e não há que muitas opções. Suas cordas vocais entram e saem. É isso, éa única
diferença entre “ssss” e “zzzz”. Quando você fala vogais, seus lábios são basicamente arredondados
como “oo” ou não. Isso é tudo. O resto do IPA se concentra na localização e comportamento da sua
língua.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 46/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

No Apêndice 4 , forneço um gráfico do decodificador IPA. Toda vez que você se deparar com
algum som estranho que você não entende, você pode carregar o artigo da Wikipédia para o seu
idioma (por exemplo, "IPA para o espanhol" ou "IPA para Swahili") e compará-lo ao gráfico. O
gráfico mostrará o que fazer com sua língua

seus lábios e suas cordas vocais. Você pode usar este gráfico como um dispositivo decodificador
universal que traduz uma palavra como mjöður em uma série de posições de língua, lábios e cordas
vocais. Juntamente com seus ouvidos recém treinados, você terá muito mais facilidade em imitar
cada novo som em seu idioma.

Back-encadeamento: como obter palavras ridículas em sua boca


Então você aprendeu cada um dos seus sons, você abriu o seu livro e correu de cara para uma
palavra alemã como Höchstgeschwindigkeitsbegrenzung (limite de velocidade). O que agora? Cada
um dos sons não é particularmente difícil, mas como você faz a sua língua pular através de tantos
aros seguidos?
Ir para trás. Diga o final da palavra e adicione uma letra por vez até poder dizer a coisa toda.
Vamos tentar a palavra russa para “flinch” (como em “eu recuo sempre que vejo essa palavra”),
vzdrognu . Consegue unir quatro consoantes consecutivas antes de atingir sua primeira vogal. Ick.
Nós vamos para trás. Enquanto você pode ter dificuldade em dizer " vzdrognu " , você pode dizer "
nu " . Agora você pode adicionar uma carta e praticar dizendo " gnu ". Uma vez que é confortável,
continue a construir, uma letra de cada vez:
o… gnu… ognu

r… ognu… rognu

d… rognu… drognu

z… drognu… zdrognu (este é um truque; zunido como uma abelha - “zzzzz” - e então diga
“drognu”. Zdrognu!)
v… zdrognu… vzdrognu (mesma história: “vvvvvzzzzzz-drognu.” Diga isso dez vezes rápido.)

Truques de língua
Encadeamento reverso é, aliás, o código de fraude para trava-línguas. Você pode usá-lo para combinar palavras da mesma
maneira que você usaria para letras. Para um desafio real, aproveite este clássico checo: Strcč prst skrz krk (o que significa,
naturalmente, “ Enfie o dedo na garganta”).

Isso é chamado de back-encadeamento, e é um velho truque de cantor que pode trabalhar


milagres relacionados à língua . Você está usando memória muscular para enganar sua língua e
fazer coisas que não era capaz de fazer antes. Enquanto sua língua não consegue lidar com oito
novos movimentos de uma só vez, ela pode lidar com uma única nova combinação de dois sons
familiares. Se você dividir palavras longas e difíceis em pedaços pequenos e fáceis, você descobrirá
que sua língua é capaz de notáveis proezas acrobáticas.
Você pode se perguntar por que estamos indo para trás. Afinal, poderíamos começar com " v " e
progredir para " vz " , " vzd " , " vzdr " e assim por diante. Na verdade, você pode, mas na minha
experiência, não funciona tão bem. Ao retroceder, você pratica o final da palavra toda vez que
adiciona uma carta. Isso torna mais fácil e fácil terminar a palavra correta e automaticamente. Por
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 47/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

causa disso, você só precisa focar sua atenção por um breve momento no início ( H… ), e você pode
deixar sua língua ir no piloto automático pelo resto da palavra (…
öchstgeschwindigkeitsbegrenzung! ). Ao fazer o fimde uma palavra tão fácil e familiar quanto
possível, você nunca se perderá no caminho até lá.
PONTOS CHAVE
• Impressões são importantes, e seu sotaque causa sua primeira impressão em qualquer idioma. Um bom sotaque pode fazer a
diferença entre uma conversa que começa em francês e termina em inglês e uma conversa completa em francês.
• Melhore seu sotaque aprendendo os ingredientes crus - a língua, os lábios e as cordas vocais - de cada novo som que você
precisa. Você pode encontrar essa informação no Alfabeto Fonético Internacional (IPA).
• Se você tiver combinações difíceis de sons, encadeie -os até que sua língua funcione automaticamente.

T CHUVA Y NOSSO E SIM , S EE O P ATTERNS


Eu tenho um verificador ortográfico
Ele veio com o meu PC.
É o avião lee marca quatro minha revista
Os bifes da senhorita podem dar um nó no mar.

Olho correu este poema


jogou, Seu certo carretel feliz
dois não. Sua variação polida
em seu peso. Meu verificador
me pedia costurar ...
—Jerrold H. Zar, “Candidato a uma surpresa de franga” (trecho)

Você sabe treinar seus ouvidos para ouvir novos sons e sabe como treinar sua boca para produzi-
los. Mas como você sabe quais sons produzir? De alguma forma, você precisa conectar o sistema de
escrita do seu idioma à boca e aos ouvidos.
Agora espere um segundo. E se você só quiser falar? As crianças aprendem idiomas sem
primeiro aprender a ler. Por que não adultos?
Nós podemos, mas é demorado e caro. As crianças aprendem idiomas ouvindo e assistindo
adultos por milhares e milhares de horas . Adultos fazer isso de graça para os seus próprios filhos,
mas esses mesmos adultos tendem a cobrar -lhe um monte de dinheiro.
A palavra escrita, por outro lado, é abundante e gratuita. Mesmo que você nunca pretenda ler um
livro em francês, você pode obter mil exemplos ilustrados de cada palavra em seu idioma a partir do
Imagens do Google. Este é um recurso muito bom para ser ignorado. O problema com recursos
escritos é o perigo de palavras quebradas - nosso Dekart e Descartes - e esse é o problema que
devemos superar.
Este desafio é diferente em todas as línguas, porque cada idioma mostra um grau diferente de
correspondência entre a sua ortografia e pronúncia. O inglês é um dos piores criminosos quando se
trata de nosso sistema ortográfico - é lendário por sua estranheza - mas até o inglês opera sob (um
grande conjunto de) regras confiáveis, e é por isso que você pode prever a pronúncia de palavras
falsas como ghight, fime e moughtation.Mesmo em chinês, uma linguagem em que caracteres
únicos se referem a palavras inteiras em vez de sons, você verá que os caracteres geralmente
contêm dicas de pronúncia, um recurso que permite que falantes nativos chineses (e estudantes
chineses avançados) prevejam a pronúncia de novos caracteres. Cada idioma tem seus padrões e
facilitamos nosso trabalho se pudermos colocar esses padrões em nossas cabeças.
Essa tarefa pode ser fácil se soubermos o que estamos fazendo. Somos muito bons em internalizar
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 48/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

padrões - até mesmo uma criança de cinco anos sabe que cachorros são dogz e gatos são gatos . Há
apenas um pré-requisito para aprender um novo padrão: precisamos percebê- lo quando ele passa.
Podemos fazer isso de muitas maneiras - poderíamos ouvir gravações de cada nova palavra que
lemos, por exemplo -, mas a melhor maneira de fazer isso envolve um alfabeto fonético. Isso não
quer dizer que as gravações não sejam úteis. Eu acho que eles são ótimos (necessários, até)! É só
que às vezes precisamos nos dizer o que estamos ouvindo antes que possamos realmente ouvir. Já
encontramos um bom alfabeto fonético - o IPA - mas o alfabeto particular é menos importante do
que as informações que ele transmite. Inferno, você pode usar “bawn-JURE” se você sabe
exatamente como isso soaria na boca de uma pessoa francesa. 15 Estamos procurando uma maneira
de vero que estamos ouvindo e, igualmente importante, o que não estamos ouvindo.

Sound Clues em chinês


Mais de 80% das palavras chinesas contêm pistas fonéticas. Por exemplo, o caractere - mù - ( lavar-se) contém
um pequeno personagem para uma árvore - que também é pronunciado “mù.” À medida que você tem uma idéia dos
caracteres básicos chineses, será capaz de adivinhar a pronúncia de um novo personagem razoavelmente bem - você pode
adivinhar “pung” quando a palavra é realmente estrondo . Os caracteres chineses também podem sugerir seu próprio
significado: - mù (madeira / árvore), - sēn (floresta). É um sistema de escrita realmente legal.

Nossos olhos são uma poderosa fonte de entrada. Se não formos cuidadosos, eles podem enganar
nossos ouvidos em um estado de desatenção, e a falta de atenção pode nos impedir de aprender os
padrões que precisamos. Certa vez, mostrei a um amigo um dos meus cartões digitais para o
francês. Ele tinha uma foto de um gato com a palavra chat embaixo, e tocou uma gravação da
palavra.
"Shah", disse a gravação (o t é
silencioso). "Tiro", repetiu meu amigo.
"Não, é xá " , eu corrigi. “Oh.
Ok, ”ele respondeu. "Shaht"
Eu me deparo com esse problema muito com meus alunos de inglês. É terrivelmente difícil fazer
um aluno dizer “lissen” quando ele vê uma palavra como ouvir . Esse problema desaparece assim
que eu lhes ensino um alfabeto fonético. Ninguém pronuncia o t em "ouvir" quando eles estão lendo
lɪsn.
Quando aprendo um idioma, costumo usar uma combinação de gravações e um alfabeto fonético,
pelo menos até que o homenzinho francês em minha cabeça comece a soar muito francês. Então eu
paro com as gravações e confio no meu alfabeto fonético. Se a minha língua é muito amigável,
falando foneticamente, vou descontinuar meu alfabeto fonético uma vez que estou sentindo (mais)
confiante sobre a minha pronúncia.
Você precisa aprender um novo alfabeto fonético? Não realmente, especialmente se a sua
linguagem tiver regras de ortografia relativamente simples e rígidas, como espanhol ou húngaro.
Você pode confiar em gravações em vez disso. Mas mesmo para esses idiomas, um alfabeto
fonético pode tornar seu trabalho mais fácil de duas maneiras: ajuda a ver e ouvir sempre que uma
regra de som aparece - quando você está lendo wugs, mas dizendo “wugz” - e dá mais uma maneira
de olhar para a mesma informação. Devido à natureza peculiar da memória, o que torna a sua tarefa
mais fácil . Ao aprender mais, você trabalhará menos.

Mais é menos: o paradoxo do aprendizado


Na superfície, parece que você tem muito o que fazer. Você está construindo conexões entre as
orelhas, a boca, a ortografia e um alfabeto fonético. Eu prometi a você um método de aprendizado
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 49/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

rápido e fácil e
você tem uma pilha gigante de coisas novas para aprender. Em vez de rue, pronunciado “rew” (rua),
estou te dando isto:

r
Ortografia em Francês: Apenas r

Símbolo no IPA: U invertido :

Posição da língua (do Apêndice 4 ): A parte de trás da língua toca sua úvula, um pouco atrás
de “k”.

Tipo de consoante (do Apêndice 4 ): Trill. Você deixa a sua úvula subir e descer rapidamente
contra a sua língua.
Cordas vocais (do Anexo 4 ): Zumbido

ue
Símbolo no IPA : y

Posição da língua (do apêndice 4 ): língua para cima e para frente, como "ee"

Lábios (do Anexo 4 ): Em um círculo, como "oo"

Nós nem chegamos à parte da rua. Que diabos?


Estou fazendo isso de propósito, e eis o porquê: quanto mais você aprende sobre algo, mais fácil
será dominá-lo e menos tempo precisará em longo prazo. Se você está tentando familiarizar os sons
“estrangeiros” da sua nova língua, então seu caminho mais fácil e mais curto é aprender o máximo
possível sobre esses sons.
Esse fenômeno aparece em todos os assuntos. Quando criança, eu adorava matemática. Tinha
essa qualidade legal, porque tudo estava conectado. Você memorizar que 3 × 4 é 12, e, em seguida,
você aprende que 4 × 3 é também 12, e, eventualmente, você começa a perceber que você pode
mudar a ordem de quaisquer dois números que você está se multiplicando. Você vê que 3 × 4 e 4 ×
3 são exemplos de algo muito maior - algum padrão flutuante abstrato conhecido como
multiplicação - ecada novo exemplo ajuda você a ter mais desse gigante padrão flutuante em sua
cabeça. Esse padrão muda e se torna mais sutil e nuançado com cada pequeno fato que você
aprende. Logo você começa a ver as conexões entre multiplicação e divisão, e multiplicação e
expoentes, e multiplicação e frações. Eventualmente, seu padrão gigante de multiplicação flutuante
se torna parte de um padrão flutuante maior - um universo de matemática.
Contanto que eu pudesse conectar todas as coisas novas que aprendi nesse universo, tive um
tempo fácil com a matemática. E notei que colegas que tinham problemas com matemática não
estavam lutando com matemática ; eles estavam lutando com conexões . Eles estavam tentando
memorizar equações, mas ninguém havia mostrado com sucesso como essas equações se conectam
com tudo que já haviam aprendido. Eles estavam condenados.
Em algum momento ao longo de seu caminho, o universo matemático interconectado se
fragmentara em fragmentos, e eles tentavam aprender cada peça isoladamente - uma proposta
extremamente difícil. Quem poderia se lembrar da fórmula para o volume de um prisma hexagonal?
Como você poderia se fazer
cuidado o suficiente para realmente lembrar?
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 50/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Era muito mais fácil se você pudesse ver como todas as peças se inter-relacionavam - como a
multiplicação conectava com a área de retângulos, como a área de retângulos conectava com
triângulos e trapezóides, e como o volume de prismas conectava de volta com multiplicação. Não
precisei memorizar fórmulas; eles eram apenas exemplos de algo muito, muito maior.
A matemática pode ser difícil pelo mesmo motivo que os idiomas podem ser difíceis. Em algum
momento, você perde uma conexão, e se ninguém voltar atrás, pega você pela mão e mostra aquela
conexão, então você está de repente fadado a memorizar fórmulas ruins.
Nós sabemos porque isto é assim; Já discutimos a natureza da memória. Toda vez que pode
conectar duas memórias, fortalecemos tanto de eles- neurônios que disparam juntos fio juntos . Se
você aprender que o è na de Francês mère (mãe) soa como “eh”, que você construiu uma conexão.
Se você, então, aprender que o ai in lait (leite) também é pronunciado “eh”, você construiu três
conexões: “eh” se conecta com lait, “eh” se conecta com a mère, e lait se conecta com a mère .
Estas três conexões são muito mais fáceis de lembrar do que o originalè = "eh." Adicionando mais
peças para aprender, você está tornando seu trabalho muito mais fácil. Você está aprendendo mais
rápido, o que significa menos trabalho ao longo do tempo.
Naturalmente, existem limites. Existe uma arte para construir memórias; é preciso equilíbrio.
Você poderia passar dias aprendendo curiosidades sobre “eh”, e isso não necessariamente o ajudará
a aprender francês. Por outro lado, se você pulou, e eu simplesmente lhe disse para aprender um
monte de palavras em francês, você estaria de volta na aula de matemática, memorizando fórmulas.
Como você pode determinar onde mais é menos e onde mais é apenas mais?
A chave é a relevância . Se você vê algo tão útil, então vale a pena aprender. Se não, então não.
No Apêndice 4 , dou-lhe um decodificador para o IPA inteiro, mas se o seu livro ou dicionário
favorito não usa símbolos IPA, então não memorize os símbolos IPA (apenas use-os como
referência). 16Se você já sabe “ee”, você não precisa se preocupar com a localização da sua língua.
Por outro lado, se um som parece estranho e difícil, enlouqueça. Aprenda tudo. Aprenda suas
grafias, seu comportamento em sua boca, sua relação com os outros sons que você já conhece. Veja
como o seu livro ou dicionário o indica. Encontre algumas palavras de exemplo. Faça o que puder;
quanto mais você fizer, menos trabalho será. É Magica.

PONTOS CHAVE
• Cada idioma contém um padrão de conexões entre sua grafia e seus sons. Se você puder internalizar esse padrão e torná-lo
automático, você economizará muito trabalho.
• A maneira mais fácil de internalizar esses padrões é usar seu SRS. Crie cartões flash para memorizar todos os padrões de
ortografia de que você precisa.
• No processo, aborde sons estrangeiros e padrões complexos de quantos ângulos você puder - desde suas grafias até seus
sons, até as posições individuais da boca usadas para cada som. Você está se aproveitando de uma das peculiaridades mais
estranhas do aprendizado: quanto mais peças e peças você aprender, menos trabalho será necessário para aprendê-las.

D S T SUA N OW : L GANHA Y NOSSA L anguage ' S S ound S ISTEMA


Não leva necessariamente muito tempo para aprender o sistema de som de uma língua. Se você está
aprendendo uma língua como o espanhol, pode ouvir algumas gravações, ver algumas palavras de
cada ortografia no idioma e seguir para o vocabulário. Se você está aprendendo árabe, você tem um
pouco mais de trabalho para fazer.

Mas o trabalho é uma palavra muito forte. Eu acho que trabalhar com som é profundamente
satisfatório e divertido, e eu não acredito que seja só porque eu sou um cantor. Eu acho que é o
contrário. O som é a maneira como ligamos nossos pensamentos aos nossos corpos. Vemos uma
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 51/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

águia no céu, nos voltamos para um companheiro, e nossa língua voa para cima e para frente,
nossos lábios se abrem e nossas cordas vocais se engajam. "Águia!" Parafraseando Rousseau,
quando aprendemos um sotaque, estamos assumindo a alma dessa linguagem. Isso não é trabalho; é
comunhão.
Vamos nos comunicar. No final deste livro, você encontrará a Galeria . Lá você aprenderá a fazer
cartões flash de pronúncia, mas a extensão em que você os usará (ou se você os usará) dependerá de
qual caminho você escolherá.
Existem dois caminhos básicos através da pronúncia: a rota padrão e o off-roadrota. A rota
padrão usa recursos publicados: um livro de gramática com um CD ou um combo especial de livro /
CD dedicado exclusivamente à pronúncia. Se o seu livro de gramática vem com gravações, ele
provavelmente contém uma série de lições de pronúncia espalhadas pelo livro. Ignore todo o
vocabulário e gramática do seu livro e pule para cada seção de pronúncia. Lá, ouça e imite as
gravações e, em seguida, passe para a próxima lição de pronúncia até terminar. Se o seu livro de
gramática é apenas texto, considere comprar um livro de pronúncias dedicadas com CD e trabalhá-
lo de capa a capa. Se você precisar de ajuda para se lembrar de um determinado som ou ortografia,
poderá escolher qualquer carta flash da Galeria.
A rota off-road usa as ferramentas que encontramos - testes de par mínimo para treinamento de
ouvido, o IPA para instruções de boca e nosso SRS para entender tudo isso - e cria um instrutor de
pronúncia a partir deles. Esses treinadores testam seus ouvidos até que você possa ouvir os sons da
sua nova língua, conectar esses sons aos padrões de ortografia do seu idioma e despejar essas
informações em sua mente através da sua SRS.
Tentei facilitar seu trabalho fazendo o máximo possível do trabalho pesado; Estou criando
treinadores o mais rápido que posso em tantos idiomas quanto eu puder. Se eu fiz um para o seu
idioma, então pegue-o. Esses treinadores são mais baratos do que um guia de pronúncia, e eles
devem fazer um trabalho muito melhor (e mais rápido) do que a rota padrão. Se você usá-los, você
não vai precisar fazer quaisquer cartões de memória flash agora; baixe-os, instale-os e dentro de
algumas semanas, você terá a pronúncia dominada.
Se eu não tiver feito o seu idioma (ou se você preferir fazer as coisas sozinho), então vá para a
Primeira Galeria . Lá eu vou te mostrar como fazer seu próprio treinador de pronúncia em poucas
horas. Você usará uma combinação de recursos.

Recursos

UMA EXCURSÃO RÁPIDA DO SHED DE FERRAMENTAS DE PRONÚNCIA (LINKS AT Fluent-Forever.com )

Os recursos de pronúncia são uma sacola misturada. Alguns livros didáticos começam com um
capítulo detalhado dedicado ao alfabeto, à ortografia e aos sons, com CDs repletos de fonemas
individuais, pares mínimos, palavras de exemplo e frases de exemplo. Outros livros didáticos lhe
dão uma visão geral de passagem (“Algumas vogais francesas são nasais”) e seguem em frente.
Aqui está o que está ao seu alcance:

RECURSOS GRATUITOS
FERRAMENTA ESSENCIAL ! - Forvo.com (GRAVAÇÕES GRATUITAS): Primeiras coisas primeiro. Se familiarize
com
Forvo.com . Gravaçõesgratuitas de falantes nativos com mais de 2 milhões de palavras em trezentas
línguas. Depois de começar a fazer cartões, o Forvo se tornará seu melhor amigo. Se você estiver
usando Anki, coloque gravações do Forvo em seus cartões de memória flash. Se você estiver
usando uma caixa de Leitner, leia sua lista de vocabulário pelo menos uma vez por semana, leia

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 52/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

suas palavras mais novas em voz alta, toque suas gravações no Forvo e, se você não tiver o mesmo
som, repita até fazer isso. Uma vez que você esteja consistentemente correto com sua pronúncia,
você pode parar de checar duas vezes, mas até lá, continue com isso. Não há razão para se tornar
fluente em uma língua mal pronunciada, porque ninguém vai falar com você .

Uma dica para Rhinospike


Seu pedido de gravação será feito mais rapidamente se você gravar algo em inglês para outra pessoa. É como eles encorajam
as pessoas a gravar.

Rhinospike.com (GRAVAÇÕES GRATUITAS DE SENTENÇAS): Rhinospike é um site útil paragravações de


falantes nativos . Você envia um texto e alguém o registra para você, geralmente dentro de
vinte e quatro a quarenta e oito horas. Se o seu livro tem uma lista de pares mínimos, mas não vem
com uma gravação dessas palavras, você pode obter alguém no Rhinospike para gravar essas
palavras para você. É também um lugar adorável para obter gravações de frases completas com
entonação, então se o seu livro tiver algumas frases de exemplo, coloque-as em Rhinospike
também.

FERRAMENTA ESSENCIAL ! - MY PRONUNCIATION YOUTUBE SERIES ( Fluent-Forever.com/chapter3 ): Vá


assistir a
estas. Eles
levá-lo em uma excursão de sua boca e o IPA. Eles fazem a pronúncia compreensível e dão acesso
a uma das ferramentas de pronúncia mais poderosas disponíveis, a IPA.

FERRAMENTA ESSENCIAL ! - IPA DA WIKIPEDIA PARA ESPANHOL, IPA PARA FRANCÊS E ASSIM EM, é uma
ferramenta que mencionei
mais cedo. Você pode copiar todas as suas palavras de exemplo para cada som, e você pode usá-lo
com o Apêndice 4 para obter instruções na boca para qualquer som estranho em seu idioma de
destino.

Wikcionário está se tornando um ótimo recurso para muitos


DICIONÁRIOS ONLINE ( Wiktionary.org ): O
idiomas, com entradas de pronúncia no IPA para muitas palavras.

DICIONÁRIOS ONLINE (OUTROS): Cada idioma tem vários dicionários online, alguns dos quais são
excelentes . Eu tenho os melhores links no meu site. Dicionários digitais com informações de
pronúncia são extremamente úteis se você estiver usando o Anki; você pode colocar sua palavra,
copiar as informações de pronúncia e colá-las diretamente em seus cartões de memória em
segundos.

YOUTUBE contém recursos de qualidade mista e undependable, mas eu achei particularmente útil
quando se trata de questões como “Como faço para implantação meu espanhol r ?” Você não está
necessariamente ouvir especialistas, mas são muitas vezes ouvindo falantes nativos quem tem boas
dicas.

tem quarenta e um idiomas em livros


O INSTITUTO DE SERVIÇOS ESTRANGEIROS ( fsi-language-courses.org )
de domínio público gratuitos, a maioria dos quais vem com MP3s, e cerca de metade deles

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 53/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

começam com uma seção de pronúncia detalhada, completa com testes de par mínimo, regras de
ortografia e os trabalhos. Esses cursos são antigos e alguns são extraordinariamente chatos, mas
muitos contêm excelentes gravações. Se você puder ficar acordado através deles, você obterá todas
as informações de que precisa.

RECURSOS PAGOS
MEUS INSTRUTORES DE PRONÚNCIA ( Fluent-Forever.com/chapter3 ) fornecem
testes de pares mínimos, regras
de ortografia, palavras de exemplo e vocabulário suficiente para introduzir os sons e os padrões de
ortografia do seu novo idioma na sua cabeça. Eles correm em Anki, e ao longo do uso deles, você
terá uma noção de como a Anki funciona (e você estará pronto para fazer seus próprios cartões de
memória flash).

O ITALKI.COM pode colocar você em contato com falantes nativos, que irão conversar com você ou
treiná-lo porquantias muito pequenas de dinheiro ou em troca de uma quantidade equivalente de
tempo falando em inglês. Você pode passar uma hora passando por palavras com eles e pedindo-
lhes para corrigir sua pronúncia, o que pode ajudar imensamente.

UM GUIA DE BOAS PRONÚNCIAS virá com um CD, fornecerá diagramas de sua boca e língua e guiará
você pelo sistema inteiro de pronúncia do seu idioma. O melhor deles incluirá testes de par mínimo.
Esses livros não existem em todos os idiomas, mas são extraordinariamente úteis quando o fazem.

UM EXCLUSIVAMENTE BOM LIVRO DE TEXTO / CD COMBO começará com um bom guia de pronúncia e
fornecerá tudo o que você precisa.

UM BOM DICIONÁRIO lhe dará um guia para seu alfabeto fonético, que pode variar de algumas marcas
ocasionais a um IPA completo (ou algo completo - aleatório - o editor decidido ) e pode até mesmo
começar com um bom discussão das regras ortográficas. Se você comprar um dicionário físico com
informações de pronúncia claras, poderá usá-lo para procurar facilmente palavras de exemplo ao
criar seus primeiros cartões de memória flash.

Para os intermediários
Alguns alunos de idiomas intermediários têm sorte. Eles estudaram com professores que
enfatizavam excelentes hábitos de pronúncia e, como tal, construíram uma base sólida. Eles não
têm problemas em ouvir os sons de sua língua-alvo, têm boa pronúncia e criam um senso intuitivo
das conexões entre o som e a ortografia. Outros não são tão sortudos.
Você precisará fazer uma avaliação honesta de suas habilidades. Então você pode escolher as
ferramentas que você precisa. Se você tiver problemas para ouvir as diferenças entre sons
semelhantes em seu idioma (digamos, a diferença entre roux e rue em francês), então você deve
usar o teste de par mínimo para
Socorro. Use um dos meus treinadores de pronúncia; é para o que eles estão lá.
Se você conseguir ouvir os sons, mas tiver problemas para produzi-los, toque no Apêndice 4 ou
peça um tutor no italki.com para orientá -lo sobre a pronúncia até sentir os sons da sua língua-alvo
em sua boca.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 54/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Se você não consegue lembrar quais grafias fazem os sons, use os cartões flash da Primeira
Galeria .
Qualquer esforço que você fizer agora acelerará seu progresso pelo resto da jornada. Isso
também garante que os falantes nativos conversem com você em vez de mudar para o inglês na
primeira oportunidade.

13. ou menino.
14. Esta reputação pode ser injusta hoje em dia. Eu não ouvi falar de ninguém que tenha ido a Paris recentemente e que tenha visto
algum comportamento particularmente rude.
15. Mas, falando sério, não use “bawn- JURE ” . Bleh.
16. Para ser justo, o meu decodificador está faltando algumas peças da IPA, mas você provavelmente não precisa dos cliques
africanos.

CAPÍTULO 4

Jogo de palavras e a sinfonia de uma palavra


Das Aussprechen eines Wortes ist gleichsam ein Anschlagen einer Sabor auf dem Vorstellungsklavier.
Pronunciar uma palavra é como bater uma nota no teclado da imaginação.
- Ludwig Wittgenstein
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 55/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
Rapazes, aqueles franceses! Eles têm uma palavra diferente para tudo.
- Steve Martin

O n a superfície, as palavras são simples. Nós apontamos para um animal difuso e o nomeamos.
Cão. E assim uma palavra começa.
Mas isso é apenas um fragmento da história. No último capítulo, aprendemos a ouvir os sons de
uma língua, mas ainda não aprendemos a ouvir sua música. E nós precisamos, porque estamos
visando a fluência . Queremos falar nossas mentes sem pensar em gramática ou traduções, e a chave
para essa habilidade está sob a superfície de cada palavra. Lá, se aprendermos a ouvir, ouviremos
uma sinfonia silenciosa.
Neste capítulo, você encontrará as ferramentas necessárias para ouvir essa sinfonia. Essas
ferramentas vão ensinar o que os franceses pensam quando imaginam déjeuner (almoço) e lhe dão
as necessidades gramaticais básicas para falar sobre déjeuner quando estiver pronto. Vamos discutir
quais palavras aprender primeiro e como aprendê-las facilmente. Você aprenderá como pular a
tradução e pensar em um novo idioma desde o início.
Então, o que está se escondendo abaixo da superfície de nossas palavras?
Uma palavra em seu cérebro contém dentro de cada padrão neural que está conectado. Seu
"cachorro" contém um fragmento de cada cão que você já viu, ouviu ou leu. É moldado por
milhares de experiências que você e eu nunca compartilhamos, e ainda assim podemos falar sobre
“cachorro” e nossos cérebros se iluminam principalmente da mesma maneira.
As palavras são, afinal de contas, nosso cérebro comunal. Como um grupo, apontamos para as
coisas e dizemos palavras correspondentes até que nossas mentes e cérebros sintonizem um ao
outro - uma orquestra de mentes tão imensas que o violista de Los Angeles não pode ouvir o
violinista na Pensilvânia, e ainda aqui estamos nós, tocando em perfeita harmonia e ritmo perfeito
da mesma forma. É uma coisa impossível, uma palavra.
E não é como se os acordes que tocássemos fossem simples; eles contêm milhares de notas,
conectando som e ortografia ao significado e à gramática. A gramática fornece as notas mais
baixas: você e eu nunca falaríamos sobre "um cachorro" ou "cachorro", como poderíamos falar
sobre "um elefante" ou "cerveja". Esta é a gramática de um cachorro, e vibra em nosso
caveiras - um tom pulsante e sustentado da seção de violoncelo.
O som e a ortografia estão tocando também, naturalmente. Eles provavelmente estão nos
instrumentos de sopro, e nos dizem para escrever cachorros e dizer “dawgz” sem pensar por um
segundo.
O significado serve como a melodia, e não é uma simples canção; é uma cacofonia de imagens,
histórias e palavras associadas. Eu posso apontar para uma pequena bola de pêlo e dizer "cão", e
você concordará. "Sim", você dirá. "Isso é um cachorro." Eu posso então apontar para um grande
dinamarquês gigante e dizer "cachorro", e você ainda vai
aceita. Eu posso até dizer coisas como “Em uma notável demonstração de determinação obstinada ,
ele venceu a corrida”, e você ainda vai entender, mesmo na ausência de cães reais em nossa
história.
Além de vinte ou mais definições de cães , há uma infinidade de palavras afins. Quando o “cão”
entra em seu cérebro, mil dessas palavras chegam ao estado pronto e dez mil palavras não
relacionadas recuam em retirada. Um cachorro late, mas não grita nem grita. Você pode perseguir
alguém obstinadamente, mas geralmente não come um sanduíche obstinadamente, mesmo que seja
um sanduíche muito grande. As palavras vão juntas automaticamente e você sabe instintivamente
quais se encaixam e quais não.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 56/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Todas essas peças - os pedaços de gramática, os sons, as grafias, os significados e as palavras


conectadas - estão contidos na imensa sinfonia conhecida como “cachorro”. E no momento em que
digo que sobaka é a palavra russa para “cachorro”. "Toda essa sinfonia entra em colapso em um
único solo de chifre fora de sintonia . Bwaaaap.

Cães russos não são seus amigos


Você pode falar fluentemente porque suas palavras se encaixam automaticamente. Quando você
pensa em “cachorro”, você instantaneamente obtém acesso às milhares de palavras que podem vir a
seguir em sua história. Seu cão pode latir ou latir ou salvar Timmy do poço. Você tem instintos
multifacetados embutidos em seu “cão” e perde esses instintos no momento em que traduz essa
palavra para outro idioma.
Por quê? Porque as traduções tiram a música das palavras.
Nossa sinfonia “cachorro” só existe em inglês; Ninguém mais pode ouvir. Quando eu estava na
escola russa, assistimos a um filme em que o protagonista ficou bêbado, esqueceu sua espingarda e
foi comido por sobakas . A sério. Em inglês, os cães são os melhores amigos do homem. Em russo,
os sobakas deixam para trás botas vazias e marcadas com dentes.
Eu já te disse que sobaka é a palavra russa para “cachorro”, mas não é bem verdade. Mesmo que
um chihuahua e um dinamarquês sejam tipos de sobaka, ainda estamos perdendo o resto da
orquestra. Onde está a gramática, a pronúncia ou a ortografia? Onde estão os significados
alternativos da palavra? Você nunca vai ouvir sobre exibições de sobaka ed determinação. Onde
estão as palavras afins que trazem sobaka à vida em sua mente e boca?
Vamos aprender a ouvir a sinfonia em nossas novas palavras. Porque uma vez que você pode
ouvir, você nunca mais vai querer ouvir a tradução - aquele desafinado chifre - novamente.

W AQUI PARA B eGIN : W E D NO ' T T ALK M UCH Um ATAQUE Uma


PRICOTS
Algumas pessoas têm jeito com as palavras e outras pessoas ... ah, não tem jeito.
- Steve Martin

Você não pode aprender a música em suas palavras antes de saber quais palavras aprender. Como
você pode saber por onde começar?
Nem todas as palavras são criadas iguais; Usamos certas palavras muito mais frequentemente do
que outras. Inglês tem pelo menos um quarto de milhão de palavras. Mas se você conhecesse
apenas as cem melhores palavras em inglês, reconheceria metade de tudo que lesse. Conseguimos
muita quilometragem das nossas palavras mais frequentes.
Para ser justo, muitas dessas palavras são chamadas de palavras de função - velhas posições como
ser e de, em, e
em -e eles se comportam de maneira diferente em cada idioma, para que você não pode começar
com eles. Você precisará de alguns substantivos antes de colocar algo “neles” ou “ativá-los”. Ainda
assim, mesmo que você deixe as palavras de função de lado por um momento, você encontrará um
pequeno grupo de palavras úteis e simples que você usa o tempo todo .
Essas palavras são um excelente lugar para começar um idioma, porque você as verá em todos os
lugares. Eles permitem que você trabalhe de forma mais eficiente, porque você não está
desperdiçando seu tempo com palavras raras. Você tem setenta e nove vezes mais chances de falar
sobre sua mãe do que sobre sua sobrinha. Por que não aprender mãe primeiro e sobrinha depois?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 57/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Livros de gramática e aulas de idiomas não seguem este princípio, em parte porque é fácil
planejar lições sobre temas como “família” e “fruto”. Como resultado, você encontrará sobrinha e
mãe exatamente no mesmo lugar em sua gramática. livro, independentemente da sua utilidade
relativa. Nas aulas de idiomas, você aprenderá palavras para damascos e pêssegos quando seu
tempo seria muito melhor gasto aprendendo sobre laptops, medicamentos e energia. Estas são as
palavras de nossas vidas. Por que não aprendê-los primeiro?
Digite a lista de frequência de palavras. Os pesquisadores pegam uma enorme massa de
texto - milhões de palavras de roteiros de TV, romances, jornais, internet, noticiários, jornais
acadêmicos e revistas - e entopem tudo em um computador. O computador conta as palavras e
cospe ouro : as palavras de uma língua em ordem de importância.
É uma ferramenta extraordinária. Com apenas mil palavras, você reconhecerá quase 75% do que
leu. Com dois mil, você atingirá 80%. Como você pode esperar, você terá retornos decrescentes
depois de um tempo, mas essas listas de frequência fornecem uma base incrível para o seu idioma.
Na prática, eles também são extremamente estranhos. Você ganha a habilidade de falar sobre
tópicos complexos antes de poder fazer as tarefas de linguagem “simples” encontradas nos livros
didáticos. Eu apareci em um programa de imersão russo com as primeiras mil palavras na minha
cabeça. No vestibular, respondi a duas perguntas dissertativas:
Pergunta 1: “Você tem uma festa. O que você vai comprar? Faça uma lista de compras."

Pergunta 2: “Os salários dos professores devem ser dimensionados de acordo com o
desempenho de seus alunos?”

Minha resposta à primeira pergunta foi bastante embaraçosa. Eu não tenho o vocabulário certo
para uma lista de compras. Eu escrevi algo como “vou comprar carne! Muita carne. Frango, carne e
porco! Delicioso! Todos os tipos de carne. E… cerveja! Vodka! Além disso, muitas garrafas de
vinho! Ah, sim, além disso, teremos pão com queijo! ”Ick.
Minha resposta à segunda pergunta foi um discurso de quatro páginas sobre política
governamental nos Estados Unidos e o efeito da mídia sobre a opinião da sociedade. Eles me
colocaram na aula avançada. Dentro de algumas semanas, peguei o vocabulário que estava
perdendo. Minhas listas de compras são significativamente mais longas agora.
As listas de frequência não são o fim de todo o estudo do vocabulário - eventualmente, você pode
querer falar sobre sua sobrinha e seu amor por damascos -, mas elas são um lugar ideal para
começar. Nós já cobrimos o básico da pronúncia, e você pode aprender muitas dessas palavras sem
usar um pingo de inglês; Cães russos podem não ser nossos melhores amigos, mas parecem iguais.
Como tal, você pode aprender essas palavras apenas com fotos.
Então, como vamos começar?
As palavras mais frequentes não são as mesmas em todas as línguas; você não precisará do
republicano para aprender russo, e a comunidade agrícola soviética coletiva não aparece em
espanhol com muita frequência. Cada

a linguagem tem sua própria lista de frequências (os melhores dicionários de frequência são
publicados pela Routledge), e eles são fascinantes, tanto por causa das palavras que incluem quanto
pelas palavras que não contêm .
Infelizmente, essas listas podem ser pesadas. Pelo menos no começo, você está procurando
palavras fáceis de visualizar - palavras como ônibus e mãe . Você poderia encontrá-los na lista de
freqüência do seu idioma, mas você teria que enraizar centenas de palavras de função como as e as
palavras abstratas como a sociedade . Isso pode ser entediante, e é por isso que estou te dando um
atalho.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 58/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Apesar das diferenças entre as línguas, não é uma boa quantidade de sobreposição de palavras
mais freqüentes de todas as línguas. Vamos usar essa sobreposição para nos poupar tempo. No
Apêndice 5 , você encontrará uma lista de 625 palavras (em inglês) para começar. Essas palavras
são práticas, fáceis de visualizar e rápidas de traduzir - palavras como cachorro, escola, carro e
cidade . Eu mostrarei a você como transformá-los em cartões flash e colocá-los em seu SRS com
imagens (e sem suas traduções para o inglês).
Como seus cartões não terão nenhum inglês, você aprenderá a ver um cachorro e imediatamente
pensar na palavra correspondente em seu idioma de destino. Não há nenhum passo de tradução para
atrapalhar, e isso lhe dará recompensas substanciais. Primeiro, você solidificará a base de pronúncia
que você construiu no capítulo anterior. Com cada palavra que você aprende, você se tornará cada
vez mais familiarizado com o sistema de som e ortografia do seu idioma. Como resultado, você
descobrirá que suas palavras se tornam mais fáceis e fáceis de lembrar.
Em segundo lugar, você também se acostumará a conectar sons a imagens e conceitos. Você está
aprendendo a absorver palavras em seu vocabulário, assim como você fez quando criança. Naquela
época, você perguntou a seus pais sobre novas palavras: "O que é isso?" "Um gambá". "Oh". E uma
vez que você perguntou, você nunca esqueceu.
Agora você terá as ferramentas para encontrar essas informações por conta própria. Além do
mais, por causa da sua SRS, você aprenderá suas palavras mais rápido do que uma criança, e você
será alfabetizado desde o início.
Terceiro, você freqüentemente aprenderá prefixos e sufixos importantes sem sequer tentar - os
equivalentes da sua linguagem de -o em professor, ou a -ção em estação de trem - o que tornará as
palavras futuras com os mesmos prefixos e sufixos mais fáceis de lembrar.
Finalmente, quando você começa a gramática e vocabulário abstrato, você já sabe a maioria das
palavras que você precisa. Isso torna o resto da sua nova língua muito mais fácil de aprender. É fácil
administrar uma frase como “Meu cachorro perseguiu um gato em uma árvore” quando você já
conhece cães, gatos, perseguidores e árvores . Você conhecerá os jogadores e ações em suas
histórias, e a gramática simplesmente dirá a você quem está perseguindo quem.

PONTOS CHAVE
• Você usa certas palavras com muito mais frequência do que outras. Aprenda os primeiros.
• No Anexo 5 , dou uma lista de 625 palavras simples e comuns. Essas palavras são fáceis de visualizar e, assim, você pode
aprendê-las com imagens em vez de traduções. Isso lhe dará a base de que você precisa para aprender facilmente palavras e
gramáticas abstratas nos próximos dois capítulos.

G AMES COM W ORDS


Nós nunca estamos mais completamente vivos, mais completamente nós mesmos, ou mais profundamente absorvidos em
qualquer coisa, do
que quando
estamos em jogo.
- Charles Schaefer

Temos dois objetivos neste capítulo: precisamos ouvir a música em nossas palavras e precisamos
nos lembrar disso quando o fazemos. No Capítulo 2 , falamos sobre nossos filtros mentais e como
eles nos salvam da sobrecarga de informações. Para aprender vocabulário de forma eficiente,
precisamos superar esses filtros, criando experiências memoráveis e interessantes com nossas
palavras.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 59/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Use pequenos dicionários


Lonely Planet Phrasebooks e glossários no final dos livros de gramática são ótimos recursos, porque contêm apenas as
palavras mais básicas. Um grande dicionário pode dar a você dez sinônimos para “casa”. Você só precisa de um agora e o
encontrará facilmente em seu glossário ou livro de frases.

Você pode atingir esses objetivos através de uma série de jogos rápidos, que você jogará sempre
que aprender novas palavras. O primeiro mostrará o que as suas palavras realmente significam e o
segundo ligará esse significado à sua própria vida. Aqui, a diversão é um negócio sério. Se você
ficar entediado, seus filtros mentais se acenderão e todo o seu precioso trabalho vazará de seus
ouvidos. Então, tire um momento para se divertir; é muito mais eficiente.
Para criar uma memória profunda e multissensorial para uma palavra, você precisará combinar
vários ingredientes: ortografia, som, significado e conexão pessoal.
Discutimos a ortografia e o som no capítulo anterior e você reforçará esse conhecimento com
cada palavra que aprender. Você pode procurar a ortografia de cada uma das suas palavras em um
dicionário ou na seção de glossário de um livro de gramática, e normalmente você pode encontrar
informações de pronúncia no mesmo lugar, complementadas por gravações no Forvo.com .
Em seguida vem o significado.

Jogo 1 - O local do jogo das diferenças: encontrando significado através das


Imagens do Google
No início deste capítulo, falamos sobre as limitações da tradução - como a tradução retira palavras
de sua música. Nós vamos colocar a música de volta tocando com o maior livro ilustrado já escrito:
o Google Images.
O Google Images é o mecanismo de busca do Google para fotos. Você pode ter usado já. Você
vai para images.google.com , digita "homem sorridente com uma iguana" e poof, você tem duzentas
mil imagens de iguanas e homens. Viva. Se você fosse tão inclinado, você poderia pegar essas
imagens, pegar um dicionário e fazer alguns cartões de memória para a iguana (iguana), el hombre
(homem) e sonreír (para sorrir). Este é um bom uso do tempo, mas não extremamente interessante.
Você pode fazer melhor, pesquisando suas palavras no idioma de destino.
Escondido sob o exterior colorido do Google Images está um tesouro: cada imagem vem com
uma legenda, e essas legendas existem em 130 idiomas. Você pode procurar por alguma palavra
obscura
- aiguillage (francês para “ switch da estrada de ferro ”) - e obtenha 160.000 exemplos da palavra
em contexto, junto com mais fotos de switches da estrada de ferro do que você sabe o que fazer
com. É uma fonte efetivamente ilimitada de pequenas histórias ilustradas sobre cada palavra que
você precisa aprender. 17

Imagens do Google como um livro de histórias


Para encontrar histórias nas Imagens do Google, pesquise uma palavra e role até a parte inferior da página. Lá você verá o link
Mudar para a versão básica. Toda imagem será exibida com sua legenda correspondente.

Essas imagens vêm de sites no seu idioma de destino e, assim, podem dizer exatamente como
uma palavra é usada. A palavra russa devushka significa "menina". Simples o suficiente. Mas o
Google Images contará uma história muito mais sutil (e estranha). Quase todos os devushka no
Google Images são fotos de peito de uma garota de dezoito anos de biquíni. Você olha para isso e
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 60/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

pensa “Hm!” E esse “Hm!” É exatamente o que procuramos. É o momento em que você percebe
que as palavras russas não são apenas palavras inglesas engraçadas; são palavras russas , e as
palavras russas usam menos roupas do que você poderia imaginar (especialmente considerando o
clima frio).
Esses momentos “Hm!” São queimados em seu cérebro porque são interessantes. Enquanto você
pode estar um pouco perturbado com os tons sexuais em devushka, você certamente se lembrará
deles. Quando você pesquisa uma palavra usando o Google Images, você está jogando o jogo Spot
the Differences; você está procurando a diferença entre o que espera ver e o que realmente vê. O
jogo é muito divertido; a Internet está cheia de imagens esquisitas e engraçadas em todos os tipos
de idiomas. Como é uma avó alemã ? O que é um bolo hindi ? Leve dez a vinte segundos para jogar
(e depois passe para a próxima palavra - antes de ser sugado por uma hora!)
Você armazenará suas memórias deste jogo em seus cartões de memória flash. Toda vez que você
encontra um momento “Hm!”, Você passou por uma experiência rica e multissensorial com uma
nova palavra. Você vai querer que seus cartões flash tragam essas experiências de volta. Você
escolherá uma ou duas imagens que achou particularmente reveladoras - talvez uma das avós que
pareciam especialmente alemãs - e você as colocará em seus cartões de memória. Se você estiver
desenhando suas fotos à mão, poderá criar um lembrete da maneira que preferir. Eu suspeito que os
devushkas da vara usam biquínis.

Jogo 2 - O Jogo da Memória: Aumentando o Significado Através da Conexão


Pessoal
Imagens por si são muito poderosas. Em algum lugar da sua cabeça, você armazena todas as
imagens que vê. No processo de busca de suas imagens, você cria uma experiência única e
memorável para cada palavra em seu vocabulário, e seus cartões flash servirão como lembretes de
seu jogo pessoal, o Spot the Differences. Como você escolheu (ou desenhou) suas próprias
imagens, poderá diferenciar as palavras com imagens facilmente confundidas, como menina,
mulher, filha, mãe, neta e avó .
Você pode tornar suas memórias de palavras ainda mais distintas adicionando uma conexão
pessoal. Você está jogando o jogo de memória: Qual é o seu -mère grande do nome (avó)? Qual
chat (gato) vem à sua mente primeiro? Você está procurando por qualquer memória que você possa
conectar com sua nova palavra. Se você puder encontrar uma, você acabou de tornar sua palavra
50% mais memorável. Mesmo se você não puder, o processo de busca por uma memória lhe dará
um grande impulso. Eu tentei encontrar uma conexão com o número harminckettő (trinta e dois) em
húngaro. Eu não posso. É o pior número de todos. Acho que nunca disse "trinta e dois" em inglês.
Agora, sempre que vejo harminckettőMeu primeiro pensamento é: "Ah, são trinta e dois, o pior
número de todos os tempos". Missão cumprida.
Para jogar o jogo da memória, você vai gastar alguns segundos procurando por qualquer
memória sobre a sua palavra que vem à mente. Pode ser o seu gato de infância ou a camiseta do seu
amigo . Tente manter a nova palavra
em mente, em vez da tradução. Você vai fazer algum estranho Inglês-Francês frase híbrido como
“A última vez que vi meu grand-mère (avó) foi o último fim de semana.” Não se preocupe com a
falta de gramática francesa; Ninguém pode te ouvir. Ao criar seus cartões de memória, escreva um
pequeno lembrete dessa lembrança - a cidade em que você esteve no último fim de semana, o nome
de um amigo com quem você esteve e assim por diante.
Mais tarde, quando você revisa seus cartões de memória, você jogará o mesmo jogo. Você verá
um gato, escaneie sua memória em busca de algo que se conecte e, se ficar perplexo, você
encontrará um lembrete útil na parte de trás do seu cartão de memória flash. Essas conexões não são
seu foco principal - você quer ver um gato e pensar no bate - papo -, mas elas podem facilitar seu
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 61/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

trabalho, tornando seus bate - papos e avós mais relevantes para sua própria vida e, portanto, muito
mais memoráveis.

PONTOS CHAVE
• Você pode tornar suas palavras mais memoráveis de duas maneiras:
• Investigando as histórias que eles contam
• Conectando essas histórias à sua própria vida

• Quando você cria cartões de memória, use a melhor ferramenta de história já inventada: o Imagens do Google.
• Depois, gaste um momento para encontrar um elo entre cada palavra e suas próprias experiências.

T HE G ENDER DE UM T URNIP
Eu não quero falar gramática. Eu quero falar como uma dama em uma loja de flores.
—Eliza Doolittle para Henry Higgins ( Pygmalion, George Bernard Shaw)

Neste ponto, você está indo muito bem. Você pegou a grafia e pronúncia de uma palavra e
conectou-a a uma página cheia de imagens. Você jogou Spot the Differences e escolheu sua imagem
favorita ou duas, e você jogou o jogo da memória e conectou sua palavra com uma experiência
pessoal. Você construiu uma memória multissensorial em sua nova palavra, e você tem um cartão
flash ou dois que o lembrará de todas essas experiências exatamente no momento em que você
precisar. Sua pequena orquestra está começando a tocar e soa muito bem.
Você terminou? Talvez . Você ainda está perdendo sua seção de violoncelo - gramática - mas você
pode não precisar ainda. Se você precisa de um pouco de gramática agora ou mais tarde, depende
de qual idioma você está aprendendo. Eu vou explicar.
Em inglês, tratamos a maioria dos nossos substantivos igualmente. Podemos pegar uma
frase - "Eu comprei um cachorro" - e trocar em um substantivo diferente - "Eu comprei um
gato " - sem estragar a gramática. Infelizmente, isso não funciona em muitos idiomas. Os gatos de
outras línguas podem cair em um grupo gramatical diferente de seus cães . Isso já foi o caso em
inglês; de mil anos atrás, nós falamos sobre docga án (um cão) e Catte Anu (um gato), e ai de você
se você esqueceu o u em Anu.Eventualmente, ficamos desleixados com a nossa gramática e
esquecemos as diferenças gramaticais entre cães e gatos, mas muitas línguas não. Em qualquer um
desses idiomas, você precisa memorizar o grupo gramatical de cada substantivo para
construa uma frase com sucesso. Isso é conhecido como gênero gramatical e é uma dor no
pescoço. O inglês moderno ainda contém um tipo semelhante de loucura.
"Por que, oh porque", meus alunos de inglês perguntam, "não podemos comprar um leite ?"
Eu conheço esse aqui. "Porque o leite é incontável " , eu respondo. "Você pode querer um galão
ou uma xícara, uma gota ou uma piscina."
"Mas então, por que não podemos lhe contar uma informação ?", Retrucam. "Você poderia ter
uma informação para dizer."
Isso é verdade. Os alemães freqüentemente falam sobre uma informação ou informação sem
causar confusão. Eu tento imagens: “Em inglês, a informação é ... metafórica. Nós pensamos em
informação como um oceano grande, e nós tiramos um pouco e contamos isto a um ao outro. ”
“E uma bagagem? Uma bagagem é metafórica também?
A verdadeira pergunta que meus alunos estão fazendo é: "Por que a gramática não faz sentido ?"

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 62/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

E a resposta é esclarecedora: a gramática é um espelho para nós mesmos. É uma história viva do
nosso desejo de dar sentido às nossas palavras. Em Inglês, no momento estamos virando
furtivamente em escapado. Para muitos ouvidos, snuck parece "soar melhor", mas não é por isso
que estamos fazendo isso. Estamos fazendo isso porque faz com que dois verbos sem sentido
- presos e batidos - pareçam um pouco menos absurdos. Fizemos isso para pegar centenas de anos
atrás, colocando-o em um grupo de pessoas ensinadas, compradas e pensadas.e provavelmente nos
transformaremos em “drogas” antes do próximo século. Gostamos de ter grupos de palavras que
sigam padrões, mesmo quando esses padrões - nossos verbos irregulares, neste caso - não fazem
sentido.

Seu novo idioma usa sexo?


Provavelmente. O gênero era uma característica proeminente do proto-indo-europeu, uma língua falada no quarto milênio aC
por uma tribo nômade que vive no sudoeste da Rússia. Sua língua deu origem à maioria das línguas faladas na Europa, nas
Américas, na Rússia e no subcontinente indiano. Há três bilhões de falantes nativos de idiomas na família proto-indo-européia
, então há uma boa chance de você estar aprendendo uma dessas línguas e, portanto, precisa aprender gênero. Se você não
tiver certeza, confira aqui: TinyURL.com/wikigender .

E assim, não é de surpreender que também criemos grupos sem sentido para nossos substantivos,
como incontáveis ( bagagem ) e contáveis ( bolsas ), ou que os alemães tenham femininos ( nabos
alemães ), masculinos ( queijos alemães ) e neutros ( donzelas alemãs) ). Estes são dois lados da
mesma moeda; nós apenas amamos fazer grupos, sensatos ou não.
Mais cedo ou mais tarde, você encontrará grupos sem sentido como esses. Se você está
estudando uma língua germânica, romântica, eslava, semítica ou indiana, precisa lidar com isso
agora . Cada uma das suas palavras tem um gênero e esses gêneros não fazem sentido. Para citar
Mark Twain:

Gretchen: Wilhelm, onde está o nabo?


Wilhelm: Ela foi para a cozinha.
Gretchen: Onde está a linda e talentosa donzela inglesa?
Wilhelm: Foi para a ópera.
—Mark Twain, “A terrível língua alemã”

Infelizmente, em qualquer um dos idiomas com gêneros, você tem que saber o sexo de uma
palavra antes de poder fazer qualquer coisa com ela, e é por isso que seu livro de gramática começa
com um longo discurso sobre gênero na

primeiro ou segundo capítulo. Seu livro dirá a você que você “apenas tem que memorizá-lo” ou lhe
dará uma pilha de regras com uma lista de exceções que você “apenas tem que memorizar”. O livro
está certo. Você não precisa memorizá-la. Mas há uma maneira fácil de fazer isso e mostrarei como
no nosso próximo jogo.
Se a sua língua não tem gênero - se você está estudando uma das línguas da Ásia Oriental,
Filipinas ou Turquia - então você pode respirar fácil por enquanto. Mas não se preocupe; você
encontrará seus próprios usos para o nosso jogo mnemônico em breve.

Jogo 3 - O jogo de imagens mnemônicas: como memorizar bits de gramática sem


sentido
Para continuar com os gêneros alemães: uma árvore é masculina, seus botões são femininos, suas folhas são neutras; os
cavalos são assexuados, os cães são machos, os gatos são fêmeas - os gatos-tom incluídos, é claro; a boca, o pescoço, o seio,
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 63/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

os cotovelos, os dedos, as unhas, os pés e o corpo de uma pessoa são do sexo masculino e sua cabeça é masculina ou neutra
de acordo com a palavra escolhida para significar, e não de acordo com o sexo do indivíduo. usa-a - porque na Alemanha
todas as mulheres usam cabeças masculinas ou assexuadas; o nariz, os lábios, os ombros, o peito, as mãos e os dedos de uma
pessoa são do sexo feminino; e seu cabelo, orelhas, olhos, queixo, pernas, joelhos, coração e consciência não fazem sexo
algum. O inventor da linguagem provavelmente entendeu o que sabia sobre uma consciência de boatos.
—Mark Twain, “A terrível língua alemã”

Bem-vindo ao jogo Mnemonic Imagery. Nas próximas páginas, você vai memorizar os gêneros de
doze dos nomes problemáticos de Twain. Você fará isso rapidamente, fará isso facilmente e até se
divertirá. Vamos lá.

Árvore -masculine, árvore bud -feminine, Folha -neuter, Cavalo -neuter, cão -masculine, Cat -feminine, Boca -masculine,
Neck -masculine, Mão -feminine, Nariz -feminine, Knee -neuter, e Coração -neuter.

Você pode memorizá-los por repetição repetitiva, mas não por mais de alguns minutos. Vamos
tentar algo um pouco mais interessante (e duradouro). Eu quero que você imagine todos os
substantivos masculinos explodindo. Sua árvore Kaboom, lascas de madeira por toda parte. Um
ramo fica embutido na parede atrás de você. Pedaços de cachorro espalham-se pelo teto e no chão.
Você limpa pedaços de pêlo e sangue da testa. Torne suas imagens tão vivas quanto você possa
suportar.
Substantivos femininos devem pegar fogo. Seu nariz vomita fogo como um dragão, um gato em
chamas incendeia seu quarto. Sinta o calor de cada imagem; quanto mais sentidos você puder
envolver, melhor.
Itens neutros devem se quebrar como vidro. Jagged, marrom-vermelho, cintilante pedaços de
cavalo espalhados pelo chão, assim como o seu coração partido (sniff). Tire um momento para
imaginar as imagens restantes: uma boca e um pescoço em explosão (masculinos), uma mão em
chamas e um broto de árvore (feminino), uma folha quebradiça e um joelho (neutro).
Não mesmo. Volte e faça isso. Não deve demorar mais de um minuto. Eu vou esperar.
Veja quantas dessas imagens permanecem. Nós vamos até mesmo misturar a ordem para ser
complicado: árvore, folha, cavalo, cachorro, gato, boca, pescoço, mão, nariz, coração, joelho, broto
de árvore.
Não é tão ruim assim, né? Dependendo de quão vivas eram as suas imagens, você pode ter se
lembrado de todas elas e, se perdesse algumas, ficaria melhor com a prática. As imagens
mnemônicas funcionam por motivos que você já imagina: somos realmente bons em lembrar
imagens, especialmente quando essas imagens são violentas, sexuais, engraçadas ou qualquer
combinação das três. Enquanto “gênero” pode evocar algumas imagens - provavelmente você pode
imaginar um cachorro macho - cai de cara nos outros (um joelho neutro - meh). Vivid, action-
verbos compactos são muito mais memoráveis.
Para jogar o jogo Mnemonic Image no seu idioma, você precisará criar imagens para os grupos
gramaticais sem sentido em seu novo idioma. Uma vez que estamos restringindo-nos a substantivos
por enquanto, então você precisará de dois a três verbos particularmente vívidos (estes combinam
bem com os substantivos).
Mais tarde, quando você estiver criando seus cartões flash, poderá usar imagens mnemônicas
conforme necessário. Se um homem é masculino em seu idioma de destino, você provavelmente não
precisa de imagens para essa palavra. Mas se você está fazendo um flash card para uma donzela
(neutra), então demore alguns segundos para quebrá-la em mil peças de donzela. Torne suas
imagens tão vivas e multisensivas quanto possível. Se você fizer isso, você terá um tempo fácil para
lembrar o sexo de cada palavra sempre que você revisa, e se você ficar perplexo, você pode criar
uma nova imagem e, em seguida, lá. Depois de algumas centenas de palavras, você começará a

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 64/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

fazer isso automaticamente a cada nova palavra, e o gênero deixará de ser um problema a partir de
então.
À medida que você aprende mais, verá que essa ferramenta pode ser útil em todos os lugares .
Toda vez que você encontrar algum grupo frustrante de irregularidades que você “precisa
memorizar”, você pode criar uma imagem mnemônica. Você pode até criar imagens para
soletrar - se ch é para bate-papo (gato), então esse gato pode subir em cima de seu cavalo (cavalo).
Nós vamos cobrir usos mais avançados no capítulo 5 . (Eu uso este jogo para todos os tipos de
coisas desagradáveis: conjugações verbais, preposições, casos nominais e plurais irregulares, para
citar alguns.) Até lá, faça algumas imagens e experimente. É uma ferramenta divertida e facilita o
trabalho de um dos aspectos mais difíceis da aprendizagem de línguas.

PONTOS CHAVE
• Muitas línguas atribuem um gênero gramatical sem sentido a cada um de seus nomes, o que é uma fonte padrão de
problemas para os alunos de idiomas.
• Se o seu idioma tiver um gênero gramatical, você poderá memorizá-lo facilmente se atribuir a cada sexo uma ação
particularmente vívida e depois imaginar cada um dos seus substantivos executando essa ação.

D S T SUA N OW : L GANHA Y NOSSA F iRST 625 W ORDS , H USIC E UM


LL

Você está prestes a aprender muitas palavras muito rapidamente. Você vai jogar alguns jogos, fazer
alguns cartões flash, e dentro de um mês ou dois, você pode esperar ter um vocabulário de
625 palavras . Mas você terá muito mais do que a capacidade de nomear alguns objetos. Você terá
uma fundação.
Neste estágio, você está aprendendo a conectar sons e grafias a palavras significativas. Este é um
enorme salto passado o que todos nós fizemos em aulas de idiomas. Você está aprendendo a associar uma
nova palavra - gato - a imagens, sentimentos e sons de gatos encontrados em todas as suas lembranças.
Em vez de traduzir seus gatos para gatos , você está aprendendo a colocar música em suas palavras. Isso
não é pouca coisa; você está começando a pensar em seu novo idioma e essa habilidade seguirá você
pelo resto de sua jornada.
Você aprenderá essa habilidade estudando flash cards em seu SRS, mas os principais momentos
ocorrem no começo, quando você cria esses cartões flash. Nesses momentos, você está pegando
novas palavras e conectando-as a tantas imagens, pensamentos e memórias quanto possível. Você
está criando as conexões centrais que estarão por trás do seu idioma e, de igual importância, você
está tendo um bom (e, portanto, memorável) tempo no processo. Seus cartões de memória são
apenas uma lembrança prática disso
experiência. Você só vai usá-los para aprofundar as lembranças que você já formou.
Nós vamos falar sobre o âmago da questão da criação do cartão flash na Galeria . Você pode
voltar para aquela seção quando estiver pronto para realmente fazer suas cartas. Aqui vamos falar
sobre as conexões que estamos construindo - os sons, imagens, grafias e memórias em cada
palavra - e como construir essas conexões o mais rápido possível.

As Conexões: Som, Soletração, Significado, Conexão Pessoal (e Gênero)


Já discutimos som e ortografia no capítulo anterior. Essas são as partes especiais de uma palavra
que nos permitem imaginar uma imagem - um unicórnio, por exemplo - e enviar essa imagem para
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 65/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

outra pessoa. Eles são a substância básica de cada palavra e, à medida que você aprende suas
palavras, essa substância se tornará mais familiar e mais fácil de lembrar.
Em seguida vem o significado . Você vai querer descobrir o que suas palavras realmente
significam, ao invés do que suas traduções parecem significar. O que as devushkas (garotas) russas
usam, e o que os franceses comem por déjeuner (almoço)? Você desejará construir associações
novas e significativas em cada palavra que aprender.
Finalmente, você desejará conexões pessoais . Embora suas novas palavras não estejam alinhadas
perfeitamente com suas traduções para o inglês, elas se alinharão com suas próprias experiências.
Todos nós conhecemos devushkas e comemos déjeuner . Precisamos trazer essas lembranças e
lembrar quando elas aconteceram, como nos sentimos, o que ouvimos e o que vimos.
Se o seu idioma usa gênero, você vai querer misturar suas palavras também. Desde o começo,
seus substantivos masculinos devem ser diferentes de seus substantivos femininos, e você pode
criar essas diferenças com imagens mnemônicas vívidas.
Cada uma dessas conexões tornará suas palavras mais fáceis de lembrar e mais fáceis de usar no
futuro. Qualquer cartão flash que você criar será um lembrete sombrio da massa colorida de
memórias que você monta. Quando você as rever, elas trarão de volta um fragmento dessas
memórias, e seu cérebro suprirá o resto em uma repentina onda de cor, sentimento e música. Então
você passará para a próxima carta.
É uma experiência intensa e inesquecível.

Recursos
TRADUÇÕES (SPELLING): O Apêndice 5 é uma lista de 625 palavras inglesas que aparecem
freqüentemente em cada
idioma: cachorro, carro, cidade e assim por diante. Você vai querer encontrar traduções para todas
essas palavras no seu idioma de destino. Você pode usar o Google Tradutor, mas normalmente você
terá muitas traduções estranhas e confusas . A tradução automática não é tão boa, especialmente
quando você está traduzindo listas de palavras, em vez de frases.
Se você usar um dicionário padrão, poderá encontrar muitos resultados; você não precisa de dez
sinônimos para a casa . Aqui está sua chance de usar aquele livro de frases de bolso que você
comprou. Os livros de frases são fáceis de ler e fornecem as traduções mais usadas para cada
palavra. Se você não tiver um, poderá obter os mesmos resultados na seção do glossário do seu
livro de gramática.
Alternativamente, se você estiver estudando um idioma relativamente comum, provavelmente
poderá encontrar uma tradução profissional das 625 palavras do meu site. Vá para
Fluent-Forever.com/Appendix5 .

SOM: Você encontrará gravações de suas palavras no Forvo.com . Ouça-os, especialmente no


começo, quando suas conexões entre som e ortografia ainda estão vacilantes. Você terá mais
facilidade em entender o que ouve se também usar transcrições fonéticas de suas palavras. Você
pode encontrá-los em seu glossário, mas se não, você os encontrará em seu dicionário favorito e /
ou Wiktionary.org .

SIGNIFICADO: Encontre sua palavra no Imagens do Google. Você tem algumas opções aqui, a
primeira das quais é fácil de usar (e ótima), e a segunda leva um pouco de configuração inicial (mas
é incrível . Use o número dois!):
Opção 1 (versão básica): quando você vai diretamente para o images.google.com , pode encontrar
fotos, mas não verá a melhor parte: as legendas. Vamos ligá-los.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 66/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Passo 1: Procure uma palavra (qualquer palavra). Aqui vamos procurar por cheval (cavalo).
• Passo 2: Vá todo o caminho até a parte inferior da página.
• Passo 3: Lá você verá o link Mudar para a versão básica. Clique.
• Passo 4: Marque esta página como favorito, para que você não tenha que executar as etapas
1 a 3 todas as vezes.

Alternativamente, basta ir para TinyURL.com/basicimage e marcar essa página.


Você verá uma página maravilhosa com vinte imagens e legendas que se
parecem com isso:

Opção 2 (versão básica, traduzida automaticamente): essas legendas são ótimas, mas estão todas
em seu novo idioma e você ainda não fala esse idioma. E se todas essas legendas fossem traduzidas
para o inglês? Você pode inserir essa página no Google Tradutor. Agora, em vez de vinte imagens
legendadas em francês, você verá isso:

As traduções nem sempre são ótimas, mas quando você vê vinte delas com fotos, você tem uma
noção muito clara do significado de cada palavra. Eu não posso imaginar um recurso melhor do que
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 67/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

isso para investigar palavras. Você encontrará um guia no meu site para configurá-lo (leva alguns
minutos para que ele funcione) em Fluent-Forever.com/chapter4 .
Estamos quebrando uma das minhas regras cardeais aqui - sem tradução, mas tudo bem; você não
vai se lembrar dessas traduções por muito tempo. Embora sua primeira exposição ao cheval possa
ser em inglês, sua segunda exposição não será. Quando você sair do Google Images para seus
cartões de memória, você eliminará todos os vestígios de inglês (e deixará as imagens). Com o
tempo, você vai esquecer as frases original em inglês, e lembre-se que apenas as imagens e as
histórias que contavam sobre sua cheval .
Ao longo deste livro, vamos usar a tradução sempre que puder economizar tempo sem estragar
sua fluência. Se você precisar da palavra em francês para “lixa”, não há mal algum em procurar em
um dicionário (é o papier de verre ), e sua única opção 100% francesa envolve horas de navegação
na Wikipédia em francês, esperando que algum dia você vá papier de verre clicando na sequência
certa de links. Para determinar quando a tradução vai ajudá-lo e quando ele vai te machucar, você
pode usar esta regra: se você colocar em seus cartões de memória, não é em Inglês . Contanto que
você siga essa regra, você ficará bem.
Vamos voltar ao Google Images.
Ocasionalmente, você terá dificuldades em encontrar uma imagem decente para uma palavra.
Suponha que você estivesse aprendendo a palavra francesa jolie (bonita, fofa). Se você procurar por
ele no Imagens do Google, você encontrará cem milhões de fotos, mas os primeiros setenta e oito
milhões são todos Angelina Jolie. (Seja grato por você não querer "um ferreiro"; Will Smith tem
cinco bilhões de fotos online.)
Quando você tem problemas, você tem duas opções. Se tiver certeza de que sabe o que sua
palavra significa (talvez você não consiga encontrar uma boa foto, mas tenha visto algumas frases
claras com a palavra), pode procurar uma imagem adequada em inglês. Você poderá encontrar algo
“fofo” em alguns segundos (ou se você estiver desenhando suas imagens, então você pode criar seu
próprio “fofo”). Se você não pode dizer o que sua palavra significa (talvez as frases e imagens que
você encontrou não parecem fazer nenhum sentido), então pule-a. A palavra que você está
investigando pode ser mais complexa e multifacetada do que você pode lidar agora, e há muitas
outras palavras para aprender. Ir em frente.
Uma palavra de aviso: o Imagens do Google pode ser viciante; pelo menos por enquanto, não
passe o dia todo em uma palavra. Limite-se a vinte segundos por palavra ( talvez trinta, se for
necessário). Uma vez que você tenha alguma gramática em seu currículo, então você pode
realmente mergulhar em memes russos e afins, mas por enquanto, você tem algum vocabulário para
aprender!
LIGAÇÕES PESSOAIS: não posso dar-lhe as suas ligações pessoais, mas posso dar-lhe perguntas para
ajudar a estimular as suas memórias. Use-os sempre que tiver dificuldade em encontrar uma boa
memória para uma nova palavra. Quando fizer isso, pergunte-se sobre a sua nova palavra em vez da
tradução em inglês. Em vez de perguntar sobre a última vez que você viu sua mãe , pergunte sobre a
última vez que viu sua mère . Mesmo quando as palavras soam quase iguais ( timid / timide ), você
criará conexões mais úteis quando você ouvir mentalmente essas palavras no sotaque de seu novo
idioma:
Substantivos concretos: Quando foi a última vez que vi meu mère (mãe)?

Substantivos concretos: Quando foi a primeira vez que encontrei uma moto ?

Resumo Substantivos: Como a économia (economia) me afetou?

Adjetivos: Eu sou timide (tímida)? Se não, conheço alguém que é?

Adjetivos: O que eu possuo que é rouge (vermelho)?


https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 68/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Verbos: Eu gosto de courir (correr)? Eu conheço alguém que faz?

Responda a uma dessas perguntas e escreva um pequeno lembrete para você na parte de trás de
seus cartões de memória. Você pode escrever o nome da sua sobrinha timide , a cidade onde
primeiro andou de moto, ou um rosto triste ( eu sinceramente não gosto de fazer courir). Esses
lembretes devem ser curtos e enigmáticos - “Sally” - então , quando você os revisa, eles perguntam
um momento de “Sally?… Ah, sim, Sally tem uma saia assim.”
Sempre que possível, atenha-se a nomes de pessoas e lugares - eles não violam nossa regra de
não-inglês -, mas se uma palavra inglesa errante ou dois como o último Natal se arrasta, a polícia da
língua provavelmente não vai pegar você. Apenas não faça disso um hábito.

GÊNERO (SE NECESSÁRIO): Se você não tiver certeza se o seu idioma usa o gênero, verifique Wikipedia
( en.wikipedia.org/wiki/List_of_languages_by_type_of_grammatical_gender ). Em caso afirmativo,
abra seu livro de gramática, encontre a discussão introdutória sobre gênero e leia-o. Você aprenderá
quantos gêneros existem e se sua linguagem tem algum padrão previsível (talvez quase todas as
palavras femininas terminem em a ).
Você também descobrirá se há uma maneira padrão de indicar o gênero de cada palavra. As
palavras em alemão, por exemplo, são geralmente listadas com o artigo definido, então em vez de
cachorro, gato e cavalo, você sempre verá o cachorro, o gato e o cavalo: der Hund (o cão
[masculino]), morrer Katze (o gato [feminino]) e das Pferd (o cavalo [neutro]). Você encontrará o
gênero de cada palavra no seu glossário ou dicionário.
Crie uma imagem mnemônica para cada sexo que você precisa. Eles podem ser qualquer coisa .
Eu gosto de usar verbos relativamente violentos para os sexos dos substantivos; meus substantivos
raramente sobrevivem quebrando, explodindo, derretendo, queimando ou rachando. Os verbos
sexuais são escolhas clássicas. Para citar Joshua Foer em Moonwalking com Einstein:

Ao formar imagens, ajuda ter uma mente suja. A evolução programou nossos cérebros para encontrar duas coisas
particularmente interessantes e, portanto, memoráveis: brincadeiras e sexo - e especialmente, parece, piadas sobre sexo ...
Mesmo tratados de memória de

épocas comparativamente pudicas fazem esse ponto. Pedro de Ravenna, autor do livro de memórias mais famoso do século
XV, primeiro pede perdão aos homens castos e religiosos antes de revelar “um segredo que eu tenho (por modéstia) há muito
tempo permanecendo em silêncio: se você quiser lembrar rapidamente, descarte as imagens das mais belas virgens em lugares
de memória; a memória é maravilhosamente animada por imagens de mulheres ”.

Mas você pode se cansar de ver cada flor, nariz, sacola de compras e bola de tênis em seu
caminho furiosamente fornicando de alguma maneira particular. Você pode preferir balançar flores
e narizes dançantes ou cantar sacolas de compras. É sua chamada.
Esteja ciente de que você precisa ser criativo quando se trata de substantivos abstratos. Uma bola
de tênis em chamas pode ser mais fácil de imaginar do que um ano em chamas, mas ambas são
possíveis (e um ano em chamas ainda é muito mais fácil de lembrar do que um ano masculino ).
Estamos prontos. Vá para o Apêndice 5 , prepare sua lista de palavras e comece a criar cartões de
memória flash. Você encontrará designs de cartões flash na Galeria .

Para os intermediários
Você provavelmente conhece muitas das palavras no Apêndice 5 . Você não precisa aprendê-las
duas vezes, embora, se a sua linguagem tiver um gênero gramatical, você pode querer reaprender
quaisquer palavras cujos gêneros não tenha certeza.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 69/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Percorra a lista 625 e separe as palavras em três categorias:


1. Palavras que você conhece: Você imediatamente se lembra da palavra, sabe como pronunciá-
la, conhece seu gênero e não precisa perder tempo para reaprendê-la.
2. Palavras que você conhece: Se você as pesquisasse em um dicionário, você pensaria: “Ah,
sim!” Talvez você tenha esquecido precisamente como pronunciá-las, seu gênero ou sua grafia, mas
elas definitivamente parecem muito familiares .
3. Palavras novas: você pode ter aprendido em algum momento, mas elas não parecem familiares.

Pule todas as palavras da categoria 1. Você não precisa gastar tempo com elas. Para palavras na
categoria 2, use a Faixa de atualização na Galeria . Isso ajudará você a tirar o pó de suas memórias
antigas sem gastar muito do seu tempo. Para palavras na categoria 3, siga as instruções na Galeria
como se você fosse um iniciante. Você usará a faixa normal ou a faixa intensiva, dependendo de
suas necessidades e da dificuldade de seu idioma de destino.

17. O Google ocasionalmente encerra alguns de seus serviços (na verdade, 35% das ofertas do Google acabam desaparecendo, por
motivos que vão desde a falta de lucros até a falta de usuários). Caso isso aconteça com a versão básica do Google Images, postarei
algumas opções alternativas em Fluent-Forever.com/GoogleImages .

CAPÍTULO 5

Jogo de frases
Primeiro você aprende o instrumento, depois aprende a música, depois esquece tudo o que é e apenas toca.
—Charlie Parker

Y ou've aprendeu a tocar com palavras simples, e palavras simples são os ingredientes de histórias
simples. SONO COMER TRABALHO COMER TRABALHO EAT SLEEP é uma história comum em
qualquer idioma, e você não precisa de um pouco de gramática para contar. Se você adicionar
algumas pausas dramáticas, um copo de vinho e um bom sotaque francês ( dormir… manger…
travailler… ), você provavelmente poderia ser confundido com um filósofo ou poeta francês no
ambiente certo.
Mas há mais na linguagem do que em histórias simples, e poucas pessoas vão tolerar “Você dá
hambúrguer! Eu hambúrguer comer! Você rapidamente dá! ”Por muito tempo.
Digite gramática.
Neste capítulo, você aprenderá como usar a gramática para girar a magia com suas palavras.
Você descobrirá como reavivar os instintos que lhe ensinaram a gramática quando criança, com a
ajuda das frases e histórias em seu livro de gramática. Você aprenderá a dividir as construções
gramaticais mais complexas em partes fáceis de aprender e memorizar essas partes usando seu SRS.
E você começará a contar suas próprias histórias. Com a ajuda de novas ferramentas on-line que
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 70/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

podem conectá-lo a falantes nativos, você converterá essas histórias em uma classe de linguagem
personalizada e autogerenciada que fornece todas as instruções necessárias sem desperdiçar um
segundo do seu tempo.
No final desta jornada, você terá a capacidade de pensar em um novo idioma e tecer histórias de
uma maneira completamente nova. É um processo emocionante.

T HE P OWER DE I Nput : Y NOSSA L anguage M ACHINE


Le génie n'est que l'enfance retrouvée à volonté.
O gênio é nada mais nem menos que a infância recapturada à vontade.
- Charles Baudelaire, o pintor da vida moderna e outros ensaios

Você pode não perceber, mas há uma pequena máquina escondida em seu cérebro. Ele escapa de
frases que ouve, absorve seus padrões e, depois de algum tempo, produz uma linguagem
perfeitamente gramatical sem esforço ou pensamento de um momento. Quando você era criança,
usou essa máquina para aprender sua língua nativa e a utilizará novamente para aprender uma nova.
Vamos descobrir como isso funciona.

As duas gramáticas

Existem dois tipos de gramática que encontramos em nossas vidas: a gramática falada que adquirimos como crianças e a
gramática escrita
nós aprendemos na escola. A maioria das pessoas acha deste último quando ouvem a palavra gramática: dias escolares
dedicados ao uso adequado da vírgula, a remoção de preposições das extremidades de nossas sentenças, ou os papéis de seu e
você está e que e que . Muitas dessas regras podem ser frustrantes porque são baseadas em muito absurdo acadêmico. Nossa
proibição de preposições no final das frases, por exemplo, é uma importação recente do latim,de todos os lugares. A proibição
entrou na nossa língua quando um grupo de editores londrinos lançou uma série de manuais de estilo concorrentes e de alguma
forma convenceu a população de que essas regras sempre foram características do inglês "adequado". A linguagem escrita é,
de fato, nossa primeira língua estrangeira - um dialeto de nossa língua nativa que cada um de nós aprende com vários graus de
sucesso.

As crianças são ridiculamente boas em aprender gramática. Eles são tão bons que, com a idade de
seis anos, eles podem criar frases que nunca ouviram antes em suas vidas, e cada uma dessas frases
é uma obra-prima gramatical. Você pode testar isso sozinho, se tiver acesso a algumas crianças e
alguns fantoches. Mostre a um grupo de crianças de três a cinco anos de idade que falam inglês um
boneco de monstro e diga-lhes que esse monstro gosta de comer lama. Eles vão te dizer que o seu
boneco é um comedor de lama . Se você mostrar-lhes um fantoche diferente que come ratos, eles
vão chamá-lo de ratos - comedor. Mas se o seu boneco gosta de comer ratos, nunca o chamarão
de comedor de ratos; eles dirãocomedor de rato.
Há uma regra gramatical subtil operando aqui, onde substantivos com plurais irregulares
( rato-ratos ) substantivos compostos forma, utilizando as suas formas plurais
( ratinhos-infestada ), e com os substantivos plurais regulares ( ratos rat- ) formam compostos
usando as suas formas singulares ( rat- infestado ). Esse é o tipo de regra irritante e esotérica que dá
pesadelos aos meus estudantes de inglês, e ainda todo garoto analfabeto que fala inglês aprende isso
perfeitamente.
Então, como eles fazem isso? Claramente, eles estão aprendendo inglês com sua família e
amigos, mas não estão apenas copiando o que ouvem. É bem provável que nunca tenham ouvido
falar de comedores de ratos ou das regras inglesas sobre a formação de substantivos compostos, e,
no entanto, essas palavras não lhes causam nenhum problema. De alguma forma, eles absorveram a

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 71/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

entrada de linguagem de seus arredores e a transformaram em algo muito maior. Eles pegaram uma
espécie de gramática perfeita e automática que permite criar palavras e frases totalmente novas.

Entrada compreensível
Vamos ficar um pouco mais precisos. As crianças não aprendem a língua delas a partir de qualquer
tipo de entrada de linguagem. A única entrada que parece importar é a entrada que as crianças
podem entender. Nos círculos linguísticos, isso é conhecido como entrada compreensível . A ideia
básica é a seguinte: as crianças precisam entender a essência do que ouvem para aprender uma
língua a partir dele.
Se você acenar um biscoito na frente do rosto de uma criança e disser: "Você quer um biscoito?",
Ela não terá problemas para entender exatamente o que você quer dizer, mesmo que nunca tenha
ouvido falar de cookies antes. Os objetos físicos, a linguagem corporal e a interação servem como
uma espécie de tradutor universal que ajuda as crianças a compreender suas primeiras palavras;
transforma essas palavras em informações compreensíveis. Mais tarde, uma vez que eles
descobriram o que são os cookies, você pode perguntar se eles querem um cookie sem ter um, e eles
saberão exatamente do que você está falando.
Em contraste, você não pode ensinar uma criança japonesa simplesmente mostrando-lhe
programas de TV japoneses, mesmo se você o sentar em frente à TV por centenas de horas. A TV
simplesmente não faz muito sentido; está faltando esse tradutor universal - cookies reais e
interações reais - e, portanto, não é uma entrada compreensível. Pelo menos até nós fabricarmos
TVs que podem assar e servir cookies, a única maneira de ensinar uma criança a um novo idioma é
encontrar uma pessoa real para falar com ela nesse idioma. Mais tarde, com bastante compreensível
Como as pessoas aprendem, as crianças podem aprender a entender a televisão, quando você e seu
cookie se tornam muito menos interessantes do que Cookie Monster e seu cookie.
Se você perguntar aos linguistas como as crianças fazem isso, a maioria deles irá falar sobre uma
máquina de aprendizado de idiomas escondida dentro do cérebro de cada criança. A natureza dessa
máquina tem sido objeto de debate lingüístico furioso - talvez as crianças possuam uma máquina de
linguagem ou talvez seja uma máquina de linguagem + tudo mais -, mas ambos os lados concordam
que as crianças têm em sua cabeça um tipo impressionante de máquina padrão . Toda criança pode
receber frases de seus pais, mastigá-las e citar automaticamente a gramática perfeita até os sextos
aniversários. E felizmente para nós, a máquina em suas cabeças nunca para de funcionar. Se
quisermos aprender um novo idioma, só precisamos aprender como usá-lo.

O gênio da gramática dos adultos


Como sabemos que os adultos mantêm suas máquinas de linguagem? Isso certamente não parece
verdade. As crianças podem ter uma taxa de sucesso de 100%; ninguém deixa de aprender sua
língua nativa aos seis anos e, no entanto, os adultos podem passar anos estudando uma língua sem
qualquer vestígio de sucesso.
Como ninguém encontrou a máquina da linguagem em nossos cérebros - afinal , a ideia surgiu da
linguística, e não da neurociência -, não podemos cutucá-la ou zapear para ver se está funcionando.
Mas nós podemos olhar para a saída dessa máquina: as frases que as crianças produzem quando
eles estão apenas começando a aprender um idioma. E podemos comparar essas frases com o que
observamos em adultos começando a aprender uma segunda língua.
Quando as crianças aprendem idiomas, elas seguem uma série de estágios previsíveis. Em inglês,
por exemplo, eles começam com frases simples que lembram nossas histórias de SLEEP EAT
WORK anteriores: birdie go (O pássaro foi embora), doggie jump (O cachorro está pulando). Pouco
antes de chegar a três anos de idade, eles começam a usar o ing forma de verbos ( cachorrinho salto
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 72/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

). No prazo de seis meses, eles adicionaram o tempo passado irregular ( birdies foi ) e é ( papai é
grande ). Então, finalmente, vêm os verbos regulares do passado ( cachorrinho saltou ) e os verbos
do tempo presente na terceira pessoa (o papai come). Todo garoto que fala inglês passa por esses
estágios na mesma ordem. Segundo os pesquisadores, você nunca encontrará uma criança que
aprenda a dizer “mamãe trabalha” antes de “mamãe trabalhando”.
Se você olhar para as frases produzidas por adultos aprendendo uma segunda língua, você não
esperaria ver qualquer padrão. Afinal, onde as crianças sempre aprendem a língua de suas famílias e
amigos, os adultos aprendem idiomas em todos os tipos de formas. Alguns tomam aulas
estruturadas, alguns se mudam para países estrangeiros e mergulham, alguns lêem livros, e alguns
se apaixonam e aprendem com seus namorados ou namoradas. 18 Acrescente a isso as milhares de
línguas nativas possíveis que um adulto pode falar originalmente e você tem uma receita para a
irregularidade total. Não há razão para esperar que um adolescente japonês que aprenda inglês com
sua namorada tenha algo em comum com uma mulher alemã que aprende inglês de um livro
didático.
No entanto, se você monitorar adultos aprendendo uma segunda língua, encontrará algo
completamente mistificador. Aquela mulher alemã com seu livro de inglês segue exatamente os
mesmos estágios de desenvolvimento daquele cara japonês com sua namorada americana. O alemão
pode progredir em seus estágios mais rapidamente - o alemão, afinal, é bem parecido com o
inglês -, mas ela não vai pular nenhum deles. Não só isso, mas ambos os estudantes de inglês
seguirão os estágios de desenvolvimento que se assemelham ao desenvolvimento da fala infantil .
Como as crianças, elas começam com -ing ( Ele assiste à televisão ) e só depois aprendem é ( Ele
está assistindo). Eles dominam o tempo passado irregular ( Ele caiu ) antes do tempo regular
passado ( Ele pulou ). No final de seu desenvolvimento, eles dominam o tempo presente da
terceira pessoa ( He
come o cheeseburger ).
Esses resultados são desconcertantes, em parte porque não têm nada a ver com a ordem dos
livros e classes de idiomas. Os estudantes de inglês geralmente encontram frases dos últimos
estágios de desenvolvimento - como “Ele come o cheeseburger” - na primeira semana de aulas. Eles
podem aprender com sucesso a usar uma regra de estágio tardio - ele + come = ele come - no
mundo lento de tarefas e testes, mas eles sempre esquecem a mesma regra sempre que tentam falar.
O discurso é muito rápido e os alunos simplesmente não têm tempo suficiente para aplicar
conscientemente suas regras gramaticais. Em seu discurso, eles têm que percorrer cada um dos seus
estágios de desenvolvimento em ordem (Ele está comendo cenoura Ele está comendo uma
cenoura Ontem ele comeu uma cenoura Ele come cenouras diariamente ). Como as crianças,
nenhum estudante de inglês deixará escapar “ come hambúrgueres” antes de “Ele está comendo ”, a
menos que tenha tempo suficiente para planejar suas frases com antecedência, aplicar
conscientemente as regras gramaticais corretas e pronunciá-las em voz alta.
Tanto quanto os pesquisadores podem dizer, esta é simplesmente a ordem com que o cérebro
humano capta inglês, ponto final. E enquanto alguns aprendizes podem passar por esses estágios
mais rapidamente do que outros, não há como perfurar uma regra gramatical específica - eu como,
ele come, sentamos, ela senta, cai, cai - vai permitir que um aluno pule um estágio de
desenvolvimento . Sempre.
Naturalmente, não é apenas inglês. Embora os estágios de desenvolvimento pareçam diferentes
de idioma para idioma, cada idioma tem uma ordem de desenvolvimento específica, que crianças e
alunos de segunda língua inevitavelmente seguirão em seu caminho para a fluência. A explicação
mais plausível para esses estágios de desenvolvimento rígidos e inevitáveis é esta: nossas máquinas
de linguagem nunca se desligam. Quando aprendemos uma segunda língua, nos desenvolvemos
como crianças porque aprendemos como crianças. Se alimentarmos nossas máquinas de linguagem
com uma compreensão compreensível, aprenderemos automaticamente a gramática da nova língua,
assim como fizemos quando crianças.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 73/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

As crianças parecem ter sucesso no aprendizado de idiomas em que os adultos falham, mas isso é
apenas porque eles recebem muito mais informações do que nós. Nos primeiros seis anos de vida de
uma criança, ela fica exposta a dezenas de milhares de horas de linguagem. Em nossos poucos anos
de aulas de idiomas na escola, temos a sorte de ouvir mais do que algumas centenas de horas, e
muitas dessas horas são gastas falando sobre um idioma em vez de falar em um idioma. Não é de
admirar que nossas máquinas de linguagem não funcionem; eles estão morrendo de fome por
entrada. Se tivéssemos adultos falantes de espanhol conversando conosco por doze a dezesseis
horas por dia durante seis anos, provavelmente falaríamos espanhol pelo menos tão bem quanto a
sua média de língua espanhola. criança de seis anos .
Para ser justo, as crianças possuem algumas vantagens inatas em relação aos adultos: elas não se
preocupam em cometer erros e, com um ano de idade, seus ouvidos estão perfeitamente
sintonizados com os sons de sua língua nativa. Mas os adultos possuem presentes próprios. Somos
muito bons em identificar padrões e desenvolvemos melhores estratégias de aprendizado do que
crianças pequenas e pré-escolares. Tome isso, crianças. Se pararmos de comparar crianças com
milhares de horas de exposição em linguagem a adultos com centenas de horas, veremos uma
tendência surpreendente: em média, os adultos aprendem idiomas mais rápido do que os filhos.

Alimentando sua máquina de idioma com eficiência

Até agora, discutimos como aprender uma regra gramatical não afetará quando você a usar
instintivamente. Os estudantes de inglês podem repetir que ele corre, ela vai, e cai até ficarem
azuis, mas nunca aprenderão a produzir essas frases espontaneamente antes de dominarem a forma
-ing ( ele está correndo ), o artigo ( o cachorro está correndo ), e o tempo passado irregular ( o
cachorro correu ). Se for esse o caso, então parece que exercícios de gramática de perfuração são
uma perda de tempo. E isso é. Mas não jogue fora seu livro de gramática ainda.

Como já discutimos, você só pode alimentar sua máquina de linguagem com informações
compreensíveis; você precisa entender a essência do que você lê e ouve antes de aprender com isso.
Então você não vai começar com literatura chinesa, assim como você não começou a aprender
inglês em A Tale of Two Cities .
Mas como você pode entender algo que você ainda não entende? Quando criança, você tinha
adultos te perseguindo com biscoitos, leite e cachos de frases simples. Como um adulto, você
provavelmente não pode pagar esse luxo (e você pode não querer comer muitos biscoitos).
É aqui que você começará a usar duas habilidades que aprendeu quando adulto: a capacidade de
encontrar e usar traduções e a capacidade de aprender regras gramaticais. Nós discutimos em
profundidade os problemas com traduções - eles são difíceis de memorizar e eles não são ótimos
para lhe dar a imagem completa - mas eles fazem um bom trabalho em dar a você a essência de
uma frase desconhecida. Uma simples tradução como

Voulez-vous un cookie?
Quer um biscoito?

pode ensinar-lhe a ideia básica por detrás desta frase, mesmo que não forneça toda a magia, música
e mistério de cada uma das suas palavras. E você tem uma tonelada de frases bem-feitas e
bem traduzidas esperando por você dentro de seu livro de gramática. É uma mina de ouro de
entrada compreensível.
Esse livro não é apenas útil para suas sentenças traduzidas. Regras gramaticais, também, valem a
pena aprender; estudos mostram que você aprenderá uma língua mais rapidamente quando aprender
as regras. Você não precisa explorá- los - como já discutimos, os exercícios de gramática não o
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 74/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

ajudarão a pular etapas de desenvolvimento -, mas uma familiaridade passageira com a gramática
pode ajudá-lo a dividir logicamente sentenças complexas em partes que você pode entender, e
quanto mais frases você entender, mais rápido você aprenderá.
Tome uma frase como Ele compra flores para eles . Há um cara, muitas flores e muitos novos
donos de flores. Isso não é. Eles compram uma flor para ele, embora todos os principais atores em
ambas as frases - ele, eles, flor - sejam iguais. E sabemos que são diferentes porque a gramática nos
diz isso.
Nossa sentença - ele compra flores para eles - é complexa; não é o tipo de frase que virá
espontaneamente para a boca de um estudante de inglês: a compra se transformou em compra, ela
entra , floresce em flores, porque surge do nada, e a ordem de cada componente é essencial. Nosso
estudante de inglês pode memorizar cada regra gramatical que está operando aqui, mas não há
como ele dizer essa frase automaticamente. E se você está aprendendo francês, você não vai cuspir
automaticamente a versão em francês - Il leur achète des fleurs (He-them-buy-indefinite plural
article)coisinhas - flores) - mesmo que você conheça as palavras individuais e as regras gramaticais.
Isso é cálculo e, como aluno iniciante, você ainda está aprendendo álgebra.
No entanto, mesmo um aluno iniciante ainda pode ter seu conhecimento rudimentar de regras
gramaticais e usá-lo para entender nossa história de flores, mesmo que ele não possa produzi-las
facilmente por conta própria. E ao entender essa frase, ele alimenta sua máquina de linguagem e
avança um passo mais perto da fluência.
Este é um ponto sutil. Se cada sentença que você entende o aproxima da fluência, então qual é o
problema com exercícios de gramática? Não que eles contam entrada como compreensível?
Na verdade eles fazem. Eles não são particularmente interessantes. Se você é o tipo de pessoa
que adora preencher as mesas de conjugação ( eu sento, você senta, ele senta, ela senta, senta, nós
sentamos, eles sentam ...) então, por todos os meios, vá em frente. Estas são sentenças
compreensíveis, e elas vão alimentar sua máquina de linguagem apenas

bem.
Mas se você não for um especialista em gramática, não precisará fazer pastas de trabalho cheias
de exercícios gramaticais. Em vez disso, você pode usar seu livro de gramática como um rápido
tour guiado pelo seu idioma. Você lerá as explicações, aprenderá um exemplo ou dois e pulará os
exercícios e exercícios (muitas vezes monótonos). Os exemplos que você aprende irão ajudá-lo a
lembrar de cada regra gramatical, e eles servirão como entrada compreensível ao mesmo tempo,
alimentando sua máquina de linguagem enquanto ela junta a gramática de seu novo idioma em
segundo plano.
Em italiano, por exemplo, você encontrará as regras para substantivos plurais nos primeiros dois
capítulos da maioria dos livros gramaticais italianos. Você faz plurais em italiano por brincar com a
última letra de uma palavra, então pizza é pizza , mas pizzas são pizze . Seu livro de gramática lhe
dirá as regras, dar-lhe alguns exemplos (um calzone, dois calzoni, um gnocco, dois nhoque ) e
depois lançar em uma ou duas páginas de exercícios. Você pode pular esses exercícios
completamente. Basta escolher um exemplo ou dois que você achar particularmente interessante (eu
sou um fã de pizze e gelatieu mesmo), faça um cartão flash para eles (eu lhe darei sugestões mais
adiante no capítulo), e poof, você terá essa regra gramatical memorizada para sempre. Você pode
passar para a próxima seção.
Em pouco tempo, você terá uma visão geral de todo o sistema gramatical de seu novo idioma, o
que permitirá que você compreenda e absorva quase tudo . Você também vai pegar uma tonelada de
vocabulário ao mesmo tempo; você não pode aprender o plural para fritelle (bolas de donut
ridiculamente incríveis de Veneza) sem também aprender a palavra para “bolas de donut
ridiculamente incríveis de Veneza” (pegue as cheias de crema ).
Este processo é emocionante; você pode sentir sua nova linguagem se construindo em sua mente.
Em vez de desperdiçar seu tempo em exercícios de gramática monótona, você está constantemente
encontrando novas palavras, novas formas gramaticais e novas maneiras de se expressar - uma
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 75/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

torrente de informações compreensíveis que alimenta sua máquina de linguagem e ajuda você a
entender mais e mais a cada dia. Isso é o que alimenta as idas à língua - fins de semana inteiros
gastos curvados sobre o seu livro ou laptop, aprendendo nova gramática e novo vocabulário,
fazendo cartões flash e absorvendo sua nova língua. É minha parte favorita. E enquanto seus
amigos se maravilham com sua ética de trabalho, eles estão perdendo o que realmente está
acontecendo. Você não está trabalhando; você está apenas se divertindo.

PONTOS CHAVE
• Você aprenderá mais rapidamente se tirar proveito de sua máquina de idiomas - a ferramenta de análise de padrões que
ensinou a gramática da sua língua nativa. Esta máquina está sem informações compreensíveis - frases que você
entende - então você precisa encontrar uma boa fonte de frases simples e claras com traduções e explicações.
• Tire suas primeiras frases do livro de gramática. Dessa forma, suas sentenças podem cumprir o seu dever, ensinando-lhe
cada regra gramatical conscientemente, enquanto sua máquina de linguagem trabalha em segundo plano, reunindo uma
compreensão intuitiva e automática da gramática que rapidamente o levará à fluência.

S IMPLIFY , S IMPLIFY : T Urning M OUNTAINS EM M OLEHILLS


Como todas as coisas magníficas, é muito simples.
—Natalie Babbitt, Tuck Everlasting

Quando você olha de perto o que a gramática pode realizar, você chega à conclusão inevitável de
que a gramática é incrivelmente complexa. Afinal de contas, a qualquer momento de qualquer dia,
você pode pegar algumas palavras comuns e usá-las para criar uma frase que nunca foi escrita ou
dita na história do mundo, e impossivelmente, fará todo o sentido para qualquer um. quem fala
inglês. Inferno, só consigo encontrar um único hit do Google para as primeiras palavras da última
sentença: “afinal de contas, a qualquer momento de qualquer dia”. A gramática cria infinitas
possibilidades a partir de uma coleção finita de palavras. É um tipo impossível de magia, e ainda
usamos diariamente sem o menor pensamento ou esforço.
Quando você abre um livro de gramática, você encontrará duzentas a seiscentas páginas de
formas gramaticais. Esses livros não são infinitamente longos, o que é estranho, dado o potencial
infinito da gramática, mas são longos. Gramática, afinal, tem muito trabalho a fazer. Ela precisa nos
dizer quem está fazendo o quê, quando está fazendo, como está fazendo, e todo tipo de loucura que
vem à nossa mente e sai pela nossa boca. No final, a gramática nos permite relacionar qualquer
idéia a qualquer outra idéia de qualquer maneira possível, e de alguma forma enviar todos esses
relacionamentos para as cabeças das pessoas que nos ouvem. Por todas as contas, deve ser
completamente impossível descrever, e ainda assim os autores de livros de gramática realizam o
impossível regularmente.
Gramática é incrível em sua complexidade, mas é absolutamente inspiradora em sua
simplicidade. Todas as possibilidades infinitas da gramática são o produto de três operações
básicas: nós adicionamos palavras ( Você gosta disso Você gosta disso? ), Nós mudamos suas
formas ( eu como eu comi ), e nós mudamos a ordem deles ( Isso é legal ? ? ) É isso aí. E não é
só inglês. A gramática de cada idioma depende dessas três operações para transformar suas
palavras em histórias.
Por exemplo, um dos principais trabalhos de contar histórias da gramática é nos dizer quem está
fazendo o quê. Em inglês, indicamos isso movendo as palavras: cachorros comem gatos versus
gatos comem cachorros . Uma língua como o russo muda a forma de suas palavras para atingir o
mesmo objetivo: se um cachorro está comendo um gato, é um sobaka (собака), mas se esse

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 76/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

cachorro está sendo comido, ele se transforma em um sobaku (собаку). Japonês adiciona pouca
função
palavras: um cachorro é um inu ( ), mas se está comendo, é inu wa ( ), e se está sendo
comido, é inu o ( ).
Essa simplicidade torna a gramática extraordinariamente fácil de aprender, pois mesmo a mais
complexa das formas gramaticais é construída a partir dessas três partes básicas. Pegue a voz
passiva do inglês e considere a diferença entre Meu cachorro comeu meu dever de casa (ativo)
versus Meu dever de casa foi comido pelo meu cachorro (passivo). Esta é uma transformação
gramatical complexa; as duas frases quase não se parecem, e a mudança de significado entre elas é
sutil. Embora os fatos em ambas as sentenças sejam os mesmos, começamos com uma história
sobre um cachorro ruim e terminamos com uma história sobre uma tarefa de lição de casa pobre e
desafortunada.
Mas toda essa complexidade é o produto de operações simples : há duas novas palavras ( era e
por ), uma nova forma de palavra ( come transformou-se em comido ) e a ordem das palavras foi
alterada. Isso seria muito para aprender de uma só vez, mas é fácil aprender em pedaços pequenos ,
e é exatamente isso que você fará no seu idioma de destino.
Para aprender uma nova forma gramatical, tudo o que você precisa fazer é encontrar um exemplo
da sua gramática, entender a essência da história nesse exemplo - você usará as explicações e
traduções da sua gramática - e faça a si mesmo três perguntas:
• Você vê alguma nova palavra aqui?
• Você vê alguma nova palavra aqui?
• A ordem das palavras é surpreendente para você?

Então você vai fazer cartões de memória para qualquer informação que você gostaria de aprender:

Você notará nos cartões acima que eu estou usando uma sentença de exemplo para me ensinar a
palavra por . É assim que você aprenderá o vocabulário abstrato. Uma palavra como por é difícil de
visualizar ou definir. Você geralmente não vê um "by" no seu caminho para o trabalho. E enquanto
você poderia lutar com alguns obtuso definição- “ por é a preposição que indica o agente de uma
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 77/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

construção passiva” -Criar uma definição do nosso exemplo frase é muito mais fácil: por é a palavra
que se encaixa em “Minha casa foi comido _____ meu cachorro. ”Isso é o que realmente significa,
afinal de contas; é a palavra que usamos para usar nesse
contexto particular. E como nosso exemplo de sentença por por é uma história real, podemos
encontrar uma foto para nos ajudar a lembrar essa palavra - há mais de um milhão de fotos de cães
culpados e trabalhos de casa mastigados no Google Images.
Podemos usar essa estratégia para cada palavra? Quase. Para palavras funcionais como de e que,
esta estratégia funciona cada vez. Essas palavras não significam muito fora de seus contextos e,
portanto, qualquer exemplo pode dizer exatamente como usá-las. De é a palavra que se encaixa Eu
gostaria de um copo _____
água , e qual é a palavra que se encaixa em _____ seu nome? Estas podem não ser as únicas
maneiras de
use estas palavras. O que, por exemplo, aparece em todos os tipos de contextos: o que você fez
hoje? e eu vou comer o que ele está comendo! Mas você pode aprender qualquer novo exemplo
surpreendente de uma palavra, transformando-as em cartões flash adicionais. No processo, você
obterá uma sensação sólida e intuitiva para essas palavras em uma ampla variedade de contextos, o
que é mil vezes mais útil do que uma definição de dicionário desajeitada ou uma pilha gigante de
traduções (por exemplo, de acordo com meu dicionário, O bei do alemão significa "para, por, por,
em, com, durante, em, perto, em, de, próximo a," e assim por diante. Não. Muito. Útil.).
Para algumas palavras que transmitem conceitos abstratos, como mudança ou honestidade, você
pode precisar de ajuda adicional. Você pode aprender a usar uma palavra com qualquer frase de
exemplo - Ele é um homem honesto - , mas você geralmente precisa de exemplos particularmente
bons para ajudá-lo a lembrar o que uma palavra significa: Abraham Lincoln era um homem
honesto. Em geral, você não vai se deparar com esse problema com muita frequência. Você está
usando um
livro de gramática, e é projetado para dar bons exemplos claros para as palavras e conceitos que
você encontra. Mas quando você se deparar com uma palavra problemática, apenas ignorá-lo.
Assim que você tiver um pouco mais de gramática, você poderá deixar seu livro para trás e procurar
suas próprias frases de exemplo na Internet, uma estratégia que discutiremos no próximo capítulo.
Tomando exemplos de frases do seu livro de gramática e dividindo-as em novas palavras, formas
de palavras e ordens de palavras, você obtém uma enorme quantidade de quilometragem de cada
exemplo escolhido. Como resultado, você aprende muito mais rápido do que deveria. Enquanto seu
livro de gramática está ocupado explicando o tempo passado de comer ( Ela comeu o bolo de
aniversário da irmã ), você está aprendendo tudo o que a sentença tem a oferecer - onde colocá- la ,
como a irmã se transforma em irmã e assim por diante. Quando seu livro de gramática chegar a
explicar a forma possessiva dela, você já terá memorizado. Isso se transforma em um jogo divertido
- écomo uma corrida com o seu livro de gramática, para ver se você vai dominar completamente um
tópico antes que a sua gramática fale sobre isso. Você ganha todas as vezes.

PONTOS CHAVE
• Use o seu livro de gramática como fonte de exemplos simples de frases e diálogos.
• Escolha e escolha seus exemplos favoritos de cada regra gramatical. Em seguida, divida esses exemplos em novas palavras,
formas de palavras e ordens de palavras. Você vai acabar com uma pilha de cartões flash eficazes e fáceis de aprender .

S TÓRIO T IME : M Aking P ATTERNS M EMORABLE


[Eu] prefiro recusar dois drinques do que um adjetivo alemão.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 78/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
—Mark Twain, “A terrível língua alemã”

Você escolheu algumas frases de exemplo do seu livro de gramática e as dividiu em novas palavras,
formas de palavras e ordens de palavras. Você está começando a ter uma idéia de gramática, quando
de repente você correr de cara para o temido declínio gráfico -um imponente massa de dados que
nos mostra as doze formas de um substantivo russo, os dezesseis maneiras de diminuir um adjetivo
alemão, ou sessenta e cinco maneiras de conjugar um verbo francês. O que agora?
Você pode encontrar sessenta e cinco frases de exemplo para o seu verbo francês, mas e o
próximo verbo? E o verbo depois disso? Gráficos de declinação verbal podem literalmente
preencher livros; Eu possuo três volumes de 550 páginas de verbos franceses, alemães e italianos.
Se você tentasse memorizar cada conjugação de cada verbo, um por um, estaria sentado em frente
ao seu livro por muito tempo. Precisamos de um caminho através dessa loucura.
Primeiras coisas primeiro: não há necessidade de memorizar tudo por rotina. Qualquer garoto
francês de cinco anos de idade pode recitar a maior parte do conteúdo do meu livro 501 French
Verbs , e eles nunca sentaram e memorizaram uma conjugação de verbos em francês em suas vidas.
Eles estão usando suas máquinas de linguagem para fazer isso. Eles captaram e entenderam a
entrada suficiente para intuir os padrões de sua linguagem perfeitamente. E nós vamos fazer o
mesmo.
Como já discutimos, a única entrada que pode alimentar nossas máquinas de linguagem é a
entrada compreensível. Precisamos de histórias e sessenta e cinco maneiras de dizer "ser" ( eu sou,
você é, ele é ... eu era, você era, ele

foi ...) só não vai cortar.


Enquanto seu livro de gramática normalmente lhe fornecerá algumas histórias, não lhe dará o
suficiente delas. Com toda a probabilidade, você verá algo assim: seu livro começará com uma
história simples como "Eu sou um estudante". Depois, ele explicará o significado dessa frase, qual
palavra faz o quê e assim por diante. Finalmente, ele lançará uma tabela de declinação de verbos na
sua cabeça ( eu sou, você é, ela é, nós somos ...) e passamos para o próximo tópico. Você precisará
de alguma maneira de lembrar todos os dados dessa tabela de declinação, mas você só tem uma
história ruim sobre um aluno. O que agora?
Você pode criar suas próprias histórias. Use essa tabela de declinação para gerar rapidamente
várias variações dos exemplos encontrados em seu livro. Você pode escrever Ela é um médico e
manter essa história em um cartão flash dentro de alguns segundos. Em contraste com o sem
sentido (ou talvez filosófico) que Ela é, a sua história “Ela é uma médica” é fácil de visualizar, e
significa algo bem diferente do exemplo original do seu livro “Eu sou um estudante”. tenha um
tempo fácil de lembrar, e é o tipo de entrada compreensível que faz as máquinas de linguagem
prosperarem.

No processo de gerar histórias, você provavelmente cometerá alguns erros. Talvez um "Nós
somos um professor" escorregue em algum lugar. Mas não se preocupe - você pegará seus erros
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 79/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

dentro de alguns dias. No final deste capítulo, mostrarei a você onde obter correções gratuitas
de falantes nativos para tudo o que você escreve. Se você cometer erros, então tanto melhor; você
aprenderá ainda mais com suas histórias.
Você pode gerar histórias como essas para aprender todas as formas de um único verbo. Você
pode até mesmo criar pequenos fragmentos de histórias ( uma batata frita, duas batatas fritas ) para
qualquer adjetivo e substantivo que você encontrar. Mas como você aprende todas as formas de
cada verbo, adjetivo e substantivo? Essas sessenta e cinco formas verbais francesas são apenas o
começo da história. Se você está aprendendo francês, você tem que aprender todo um conjunto de
novas formas verbais para verbos que terminam em -ir ( finir, para terminar) ou -re ( vendre, para
vender ), para não mencionar de um a duzentos verbos irregulares . Como diabos essas crianças
francesas analfabetas fazem isso?
As crianças confiam nos padrões e até as linguagens mais irregulares estão cheias de padrões. O
inglês, por exemplo, é notório por suas formas irregulares no passado: ir / se foi / teve, fez / fez / fez,
teve / teve / teve . Há centenas deles e eles enlouquecem os estudantes de inglês. Mas escondido
dentro do caos, há sempre padrões - pequenas ilhas de regularidade, como roubar / roubar / roubar,
escolher / escolher / escolher e falar / falar / falar . Quando você está aprendendo uma forma
gramatical pela primeira vez - suponha que você estava aprendendo inglês e roubou / roubou /
roubou seu primeiro verbo irregular - aprendacom frases de exemplo, como fizemos anteriormente:
Jon roubou um delicioso hambúrguer ontem. George roubou pizzas em cinquenta estados. Mas
você não precisa fazer frases de exemplo para seu próximo verbo irregular, escolha / escolha /
escolha. Você já aprendeu esse padrão; você só precisa se conectar de alguma forma escolher o
padrão que você aprendeu com roubar .
É aqui que os gráficos de declínio são úteis. Enquanto eles não são muito bons para aprender
novos padrões, eles tornam muito fácil ver padrões que já aprendemos. Somos bons em ver
padrões; É por isso que falamos tão bem nossas línguas nativas. Se você já aprendeu a usar um
verbo como roubar, você terá muito mais facilidade em aprender todas as três formas de um verbo
similar
- escolha / escolha / escolha - todos de uma vez. Você pode colocar essas três formas (ou até
mesmo um gigante gráfico de declinação em francês) na parte de trás de um cartão de memória
flash. Mesmo que você esteja aprendendo um verbo em francês com sessenta e cinco declinações
diferentes, você será capaz de lembrar. Afinal, você não está se lembrando de sessenta e cinco
formas verbais diferentes ao mesmo tempo; você está apenas lembrando que este verbo segue o
padrão de algum outro verbo mais familiar.
E tornaremos esse processo mais fácil e mais agradável reproduzindo uma nova versão do nosso
antigo jogo de imagens mnemônicas.

PONTOS CHAVE
• Os idiomas geralmente são repletos de padrões complexos e difíceis de lembrar . Você pode aprender esses padrões
facilmente, incorporando-os a histórias simples e compreensíveis.
• Sempre que você encontrar um gráfico de declinação confuso em seu livro de gramática, tome a sentença de exemplo mais
próxima e use-a para gerar histórias que cubram cada nova forma que você precisar.
• Você transformará essas histórias em cartões flash ilustrados - os mesmos novos cartões flash de palavra / palavra / forma
de palavra discutidos anteriormente - e você usará esses cartões para aprender os padrões da sua língua-alvo.

O N Uma RNOLD S CHWARZENEGGER E E Xploding D OGS : M NEMONICS PARA


G RAMMAR
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 80/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
Kuato: O que você quer, Sr. Quaid?

Douglas Quaid: O mesmo que você; lembrar.


- Total Recall, TriStar Pictures

Lembre-se do nosso cachorro alemão explodindo (macho)? No último capítulo, anexamos imagens
mnemônicas a substantivos, a fim de transformar um conceito abstratamente desagradável
- gênero gramatical - em uma história vívida e memorável. Atribuímos um verbo vívido a cada
ideia abstrata - queima (feminina), explodindo (masculino) - e, no processo, criamos uma
ferramenta divertida e poderosa para a memorização.
Agora estamos lidando com novos conceitos abstratos e desagradáveis. Nós conversamos sobre
como memorizar os padrões básicos de seu alvo de linguagem dessas sessenta e cinco formas
verbais franceses, por exemplo, mas como você pode manter o controle de quais palavras usar quais
padrões? Eles podem ser imprevisíveis, afinal; nem sempre há uma maneira simples de saber se
uma palavra seguirá um padrão ( ensinar / ensinou / ensinou) ou outra ( alcançar / alcançou /
alcançou).
Suponha que você possa criar imagens mnemônicas que signifiquem “ esse verbo segue o mesmo
padrão que ensinou / ensinou / ensinou ” ou “ esse adjetivo russo segue o mesmo padrão que esse outro
adjetivo russo”. Você poderia anexar essas imagens a cada nova palavra , pego , pensado e comprei ) que
segue um padrão antigo (ou seja, o padrão ensinar / ensinou / ensinou ) e tornar sua vida muito mais
fácil.
Infelizmente, nossas antigas imagens mnemônicas não funcionam aqui. Eles funcionavam bem
com os substantivos - explodir cachorros e arrebentar cavalos criam histórias memoráveis -, mas
essas mesmas imagens são quebradas se você tentar usá-las com verbos ou adjetivos. Como você
liga explodindo - a um verbo como pegar / pegar / ter pego ? Ou quebrando a altura ? Um grande
estilhaço não é uma história vívida e memorável; é um poema ruim ee cummings.
Você pode até encontrar problemas com substantivos. Os substantivos alemães possuem três
gêneros possíveis e dez formas plurais possíveis. Se você já usa três imagens mnemônicas para
gênero, como você pode adicionar outros dez mnemônicos para essas formas no plural? Nosso
pobre cachorro explodindo não pode fazer duas coisas ao mesmo tempo. Ele já está explodindo; não
podemos esperar que ele nade ou cante ao mesmo tempo.
Se você quiser usar a mnemônica para ajudá-lo a aprender gramática, precisará de uma maneira
de anexar várias imagens mnemônicas a palavras isoladas e precisará de imagens que funcionem
com verbos e adjetivos.

Pessoa-Ação-Objeto: As Imagens Mnemônicas dos Campeões da Memória


Nossa solução vem do campo maluco da memorização competitiva. Lá, em ferozes competições
internacionais, os participantes memorizam baralhos de cartas, longos poemas e milhares de
números em troca de prêmios em dinheiro, fama e glória. Essas competições criaram uma espécie
de corrida armamentista mental, na qual os competidores criam novas e aprimoradas técnicas de
imagens mnêmicas que lhes permitem memorizar mais e mais rapidamente.
Uma das principais armas mnemônicas no arsenal de qualquer concorrente é o sistema de objetos
de ação de pessoas (PAO), e vamos usar uma versão simplificada dele para anexar imagens
mnemônicas às nossas palavras. O PAO se baseia em uma premissa simples: os três ingredientes
básicos de uma história são uma pessoa ( Arnold Schwarzenegger ), uma ação ( explode ) e um
objeto ( um cachorro ).
O PAO pode lhe dar a flexibilidade necessária para conectar uma imagem mnemônica a qualquer
tipo de palavra. Se você quiser aprender as dez maneiras de criar substantivos do plural alemão, por

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 81/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

exemplo, você pode escolher dez pessoas para representá-las. Então você pode usar essas pessoas
sempre que precisar delas. Arnold Schwarzenegger (forma plural 1) explode (gênero masculino) um
cachorro é uma história estranha, vívida e compacta que poderia dizer o gênero e a forma plural do
nosso pobre cão alemão. E se as carteiras alemãs seguem os mesmos padrões dos cachorros
alemães (o que eles fazem - as carteiras alemãs são masculinas, forma plural 1), então tenho certeza
de que Arnold não se oporá a explodir uma escrivaninha também.
Se você quisesse aprender que lutar / lutar, comprar / comprar e pensar / pensar todos seguem o
mesmo padrão, você poderia colocar esses verbos no espaço de ação de uma história da PAO. Isso
permite que você escolha uma pessoa mnemônica ou um objeto mnemônico para representar o
padrão do “passado pretendido em fim ” .
Por exemplo, se você escolher uma pessoa mnemônica - digamos, Patrick Stewart - você poderia
imaginá-lo lutando contra alguma coisa, comprando algo ou pensando em alguma coisa. Se, em
vez disso, você escolher um objeto - uma torradeira, talvez -, você pode se imaginar lutando contra
uma torradeira ou comprando alguma torradeira sofisticada. Como essas histórias são visuais, elas
são muito mais fáceis de lembrar do que algumas formas verbais abstratas, especialmente quando
você está tentando aprender muitos verbos de uma só vez.
Adjetivos podem se encaixar no PAO também, mas eles raramente são complexos o suficiente
para justificar uma história elaborada como Bruce Lee come um cachorro-quente grande / frio /
feliz . Em vez disso, você pode simplesmente usar um objeto mnemônico simples. Por exemplo, o
francês tem cinco adjetivos - belo, novo, louco, suave e antigo - que seguem um padrão único e
irregular. Podemos conectá-los com um único objeto: um belo futebol, uma nova bola de futebol,
um futebol maluco - e lembrar facilmente o padrão no futuro.
Como você acompanha todas essas histórias? Da mesma forma que você acompanha todas as suas
palavras: você

pode fazer alguns cartões flash para cada uma das suas imagens mnemônicas e deixar seu SRS
resolver tudo. Dentro de uma semana ou duas, você não será capaz de esquecer as aventuras
estranhas e espalhafatosas de Sir Patrick Stewart e sua pilha de verbos.

Os mnemônicos são uma maneira prática de transformar gráficos de decadência complexos em


histórias vívidas e memoráveis. Em vez de perfurar infinitamente formas verbais ou declinações
nominais, você pode aprender um padrão uma vez, anexar uma imagem a ele e usar essa imagem
para memorizar rapidamente o padrão de cada palavra relacionada que encontrar.
Você nem sempre precisa de mnemônicos. Em alguns idiomas, a grafia de uma palavra pode ter
um padrão específico, e você não precisa de uma história maluca envolvendo Patrick Stewart e um
taco de beisebol para se lembrar dela. Mas em algum lugar, você inevitavelmente vai encontrar
irregularidades. Afinal, as línguas são construções humanas e nem sempre fazemos muito sentido.
Quando você tiver problemas, use mnemônicos para tornar as irregularidades confusas fáceis e
divertidas de memorizar.

PONTOS CHAVE

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 82/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Os idiomas geralmente têm grupos de palavras “irregulares” que seguem padrões semelhantes. Enquanto você pode
aprender cada um desses padrões facilmente com a ajuda de histórias ilustradas, você ainda pode precisar de alguma maneira
de lembrar quais palavras seguem quais padrões.
• Sempre que encontrar um padrão complicado, escolha uma pessoa, ação ou objeto para ajudá-lo a lembrar. Para padrões
verbais, escolha uma pessoa mnemônica ou um objeto. Para padrões de substantivo, use uma pessoa ou uma ação. Os
adjetivos se encaixam bem com os objetos e os advérbios se encaixam bem nas ações.

T HE P OWER DE O utput : Y NOSSO C ustom L anguage C LASS


Cara, chupar em alguma coisa é o primeiro passo para ser bom em alguma coisa.
Jake the Dog, Adventure Time

Você pegou alguns exemplos de cada capítulo da sua gramática, os quebrou e transformou-os em
cartões de memória. Você aprendeu como aprender padrões e como anexá-los a novas palavras
usando imagens mnemônicas. Você está no caminho certo para aprender o sistema gramatical de
sua nova língua. Há uma última ferramenta à sua disposição, e é onde tudo vem junto: saída.
Você vai escrever em seu novo idioma, mas esses não são os ensaios cansativos que você foi
obrigado a escrever na escola. Em vez disso, você escreverá sobre o que quiser aprender. Se você
quiser comprar comida na França, escreva sobre comida. Se você quiser falar sobre política russa,
então
isso é um jogo justo também.
A escrita auto-dirigida é a melhor classe de linguagem personalizada. No momento em que você
tenta escrever sobre suas próximas férias sem a palavra “férias” ou o tempo futuro, você aprende
exatamente quais partes da linguagem está faltando. Escrever também treina você para pegar os
padrões que você memorizou e realmente usá- los. É aqui que você aprende a levar informações
cruas e transformá-las em linguagem.
Você não pode aprender muito escrevendo sem uma fonte de correções. Você precisa de falantes
nativos para entrar e dizer-lhe como dizer o que você quer dizer. Felizmente, esses falantes nativos
estão por aí na internet, e eles estão dispostos a corrigir sua escrita, contanto que você esteja
disposto a corrigir a deles. Você demora alguns minutos para corrigir o erro “Ele vai à loja” e, em
troca, recebe um dos melhores treinamentos de idiomas que você poderia esperar. Algumas dessas
comunidades de intercâmbio são tremendamente úteis; Eu costumo receber uma correção detalhada
dos russos no Lang- 8.com dentro de uma hora, e depois de algumas horas, muitas vezes eu tenho
cinco russos comentando sobre o meu pequeno parágrafo. Insanidade.
Se você não se sentir à vontade para corrigir a escrita de alguém, existem outras
comunidades - a italki.com é uma das melhores - que podem conectá-lo a professores particulares
extremamente acessíveis. Devido à magia das taxas de câmbio e ao fascínio de trabalhar em casa,
você pode contratar professores em qualquer idioma por preços extremamente baixos.
Depois de ter uma fonte de correções, seu objetivo, por escrito, é cometer erros. Você não precisa
criar um ensaio perfeito e, de fato, aprenderá mais se escrever rapidamente e estragar algumas
vezes. Tente dizer o que você quer dizer, e se você não tiver as palavras ou a gramática para dizer
isso, use o Google Tradutor ( translate.google.com ) para ajudar. Depois de receber suas correções,
você descobrirá exatamente onde estão seus problemas e aprenderá como um falante nativo
expressaria as mesmas ideias. Este é o melhor tipo de entrada que você poderia esperar; é baseado
em sua própria escrita e pensamentos, por isso é muito mais memorável do que qualquer coisa que
você poderia encontrar em um livro de gramática.
Coloque todas as correções que você recebe em seus cartões flash. Dessa forma, você nunca
esquecerá uma correção. Esta é uma das melhores características das SRSs; eles te dão a capacidade
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 83/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

de lembrar de tudo . Quando você estava aprendendo uma língua na escola, você poderia receber a
mesma correção centenas de vezes e nunca se lembrar dela. Com repetição espaçada, você só
precisa receber uma correção uma vez, e dentro de algumas semanas, ela se tornará uma parte
permanente de sua memória de longo prazo .

PONTOS CHAVE
• Use a escrita para testar seus conhecimentos e encontrar seus pontos fracos. Use as frases de exemplo em seu livro de
gramática como modelos e escreva sobre seus interesses.
• Envie sua escrita para uma comunidade de intercâmbio on-line. Transforme todas as correções recebidas em um cartão
flash. Desta forma, você encontrará e preencherá qualquer gramática e vocabulário que estiver faltando.

Não tem certeza sobre o que escrever? No começo, use seu livro de gramática para inspiração.
Pegue cada nova construção que você aprende e use-a para escrever algo sobre sua vida. O que você
faz para viver? O que você pediria em um restaurante? Transforme os diálogos e exemplos em seu
livro de gramática em linguagem que você realmente usará e veja quais erros e palavras ausentes
você pode encontrar.
Mais adiante, falaremos sobre o uso de listas de frequência - versões maiores de nossas 625
palavras originais - para tornar seus exercícios de redação ainda mais eficientes. Você aprenderá
vocabulário chave ao mesmo tempo em que aprende gramática. Mas você tem muito o que brincar
agora. Use a escrita para ter uma ideia das palavras e regras gramaticais do seu livro. Em pouco
tempo, você estará pronto para reservar seu livro e abordar o vocabulário chave do seu idioma de
destino com a ajuda da Internet.

D S T SUA N OW : L GANHA Y NOSSA F RIMEIRO S ENTENCES


Nesta seção, discutiremos onde encontrar sentenças de exemplo e, em seguida, falaremos sobre o
que fazer com as sentenças que você encontrou. Para fazer isso, você vai confiar em uma única
habilidade: a capacidade de dividir uma frase em pequenos pedaços. Você vai usar essa habilidade
mais e mais até que tenha dominado a gramática e o vocabulário do seu idioma.
Este é o ponto em que sua linguagem começa a florescer. Tomando palavras que você já
aprendeu e usando em frases, você respira a vida gramatical em suas palavras. Eles não são apenas
grafias, imagens e sons mais; eles são linguagem .

Encontre suas frases

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 84/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Use o seu livro de gramática. Está lá para tornar sua vida mais fácil. Você encontrará uma coleção
de frases de exemplo e diálogos fáceis de entender, explicações detalhadas e nossa parte favorita de
todos os gráficos de declinação gigantes.
Pegue um capítulo de cada vez e veja o que seu livro está tentando lhe ensinar. Normalmente, seu
livro começará mostrando a você como cumprimentar as pessoas, dizer seu nome, falar sobre sua
ocupação e assim por diante. Muitas vezes, você encontrará pilhas de exemplos - uma maçã, duas
maçãs, um cavalo, dois cavalos . Vá até e escolha um ou dois dos seus favoritos de cada seção. Se
você perder uma regra importante ou exceção ( um peixe, dois peixes ), não se preocupe com isso.
Neste ponto, você está apenas tentando colocar o básico em sua cabeça. Você vai pegar mais
detalhes enquanto aprende mais e mais frases.
Lembre-se, você estará usando um SRS, que basicamente lhe dá uma memória fotográfica
perfeita. Você vai se lembrar de cada pequeno detalhe sobre cada frase que você escolher. Como
tal, você não precisa de cinquenta exemplos quase idênticos para "como formar um substantivo
plural". Basta pegar um ou dois, transformá-los em cartões de memória e passar para o próximo
tópico.

Quebrar cada frase em novas palavras, formulários do Word e Word Order


Tome cada sentença e divida-a. Aqui estão algumas frases dos primeiros capítulos de um livro
didático de inglês inventado . Por um momento, vamos supor que você esteja começando a
aprender inglês. Nós vamos passar por todo o processo, passo a passo.
Meu nome é George. Eu tenho um macaco de estimação.

NOVAS PALAVRAS

Seu primeiro passo: leia as palavras e veja quais são novas. Se você não conheceu nenhum deles,
você tem oito palavras para aprender ( George não conta).
Em seguida, descubra quais dessas palavras se prestam a imagens simples. Nome, eu, animal de
estimação, e macaco todos se enquadram nesta categoria (e dois destes palavras- nome e eu -show -
se no 625-word list). Você pegará essas palavras e criará cartões flash da mesma forma que fez no
último capítulo, jogando Spot the Differences com o Imagens do Google, adicionando conexões
pessoais e usando mnemônicos para sexo (se necessário). Isso deixa você com mais quatro
palavras: my, is, have e a .
Vamos lidar com a primeira. A é uma estranha fera conhecida como o artigo indefinido. Isso
significa que não é particularmente importante o macaco que George tem; ele não tem o
macaco - ele tem um macaco. Se o seu idioma tiver algo assim, seu livro de gramática explicará isso
em detalhes. Leia essa explicação e, em seguida, use sua sentença de exemplo para lembrá-la: A é a
palavra que se encaixa no que tenho
_____ macaco de estimação .

Você pode usar essa estratégia para definir todas as outras palavras. Ter, por exemplo, é a palavra
que se encaixa em I _____ um macaco de estimação . Concedido, não é a única palavra que se
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 85/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

encaixa no espaço em branco. George poderia andar


seu macaco de estimação ou desintegrar o dito macaco. No entanto, eu _____ um macaco de
estimação pode ensinar você tem
por três razões.
Primeiro, você vai encontrar fotos de George e seu macaco, e se George não estiver andando ou
desintegrando ativamente esse macaco, você não vai pensar nessas palavras.
Segundo, você vai transformar essa história de macaco em dez ou mais cartões de memória flash.
Com tanto estímulo, não há nenhuma maneira que você vai ter dificuldade para lembrar a palavra
tem .
Terceiro, e o mais importante de tudo, você está fazendo essas cartas por conta própria . Quando
discutimos o aprendizado de vocabulário simples, enfatizei a importância de criar seus próprios
cartões. Salientei que o aprendizado real ocorre quando você está jogando Spot the Differences no
Google Images, escolhendo uma conexão pessoal e assim por diante. As cartas que você cria são
apenas um pequeno lembrete de uma experiência muito maior. E enquanto você provavelmente
poderia compartilhar seus cartões com amigos e ensinar-lhes algumas palavras simples (isto é uma
bola, este é um cavalo ), você é a única pessoa que pode obter todos os benefícios de seus cartões.
A gramática é ainda mais pessoal que o vocabulário. Você não pode compartilhar nenhum de
seus cartões gramaticais com amigos. Esses cartões de memória só significam qualquer coisa por
causa da experiência que você teve ao criá-los. Você está começando com uma frase de exemplo do
seu livro de gramática e comparando essa sentença à sua tradução. Você está gastando alguns
segundos olhando para eu ter um macaco de estimação e procurando por uma imagem de
acompanhamento. Em cada passo deste processo, você está construindo conexões entre essas
palavras (eu tenho um macaco de estimação) em sua mente. Seu cartão de memória é apenas uma
maneira de reativar e aprofundar essas conexões.
Você está escolhendo uma ou duas imagens, mas a imagem que você escolhe dificilmente
importa; no momento em que você decide, você já criou as conexões necessárias para lembrar sua
frase para sempre. Lembre-se que a imagem abstrata de "Maçãs são deliciosas" do capítulo 2 ? O
principal objetivo das imagens aqui é ajudar a tornar sua sentença mais memorável. Você pode
acabar com algum clip-art terrível de uma pata de macaco . Ninguém mais que veja essa imagem
em um cartão de memória pensaria: “Oh! Cópia da pata do macaco ! Isso deve significar "ter",
como em "Eu tenho um macaco de estimação". Mas, desde que você escolha essa imagem e projete
seu cartão flash, sua sentença (e a palavra que falta nela) será memorável e clara.
De vez em quando, você pode ter problemas. Ocasionalmente, o seu livro de gramática pode
incluir frases de exemplo terrivelmente vagas, e uma frase como “ _____ é uma coisa boa ”
simplesmente não vai fazer
bom trabalho de ensinar-lhe o significado de uma palavra como integridade, não importa quantos
cartões flash você faça. Em casos como esses, apenas pule essas palavras. Você os aprenderá
usando as ferramentas no próximo capítulo, quando começar a encontrar suas próprias frases de
exemplo com o Imagens do Google e complementá-las com um dicionário monolíngue.

NOVAS FORMAS DE PALAVRA

Nem sempre fica claro quando você está olhando para uma nova palavra, e quando você está
olhando para uma nova forma de palavra. Tome a palavra minha, por exemplo. Minha não é
realmente uma nova palavra; é apenas uma forma diferente da palavra eu . Intuitivamente, você
pode não pensar assim, mas se eu dissesse a você: "Eu sou o nome do macaco favorito é George",
você provavelmente me corrige com " Meu macaco favorito é George".
Quando você começa a aprender seu idioma de destino, você não vai necessariamente notar esses
tipos de conexões, e se você não o fizer, não é um problema. Você vai aprender a minha como se
fosse uma nova palavra do vocabulário, da mesma maneira que nós aprendemos um e tem, acima.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 86/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Mas suponha que você tenha notado. Suponha que você também tenha notado que é uma forma
especial do verbo ser . É aqui que você pode aprender suas formas de palavras. Minha é a palavra
que se encaixa em _____ nome é George ( I ),
e é a palavra que se encaixa em Meu nome _____ George ( ser ). A única diferença entre novos
palavras e novas formas de palavras é que aqui você se dará uma pista extra ( eu ou ser ). Isso faz
com que seus cartões flash sejam um pouco mais fáceis de lembrar e vinculam conceitos
intimamente relacionados.

ORDEM DAS PALAVRAS

Você aprendeu todas as suas palavras. Agora você só precisa lembrar onde colocá-los. Essa parte é
fácil. Remova uma palavra da sua frase: Eu sou um macaco de estimação. Agora coloque de volta
na sentença no verso de um cartão de memória flash. Onde é que já ir? Faça isso uma ou duas vezes
em uma frase - eu tenho um macaco (insira um animal de estimação ) - e você terá a ordem das
palavras memorizadas para cada frase com a mesma redação.

Esse processo parecerá diferente em todos os idiomas - você terá uma mistura diferente de novas
palavras, formas de palavras e ordens de palavras - mas as etapas são idênticas. Aqui está a versão
italiana da nossa história:

Mi chiamo George. Ho una scimmietta.


Eu - eu chamo - George. Eu tenho um (feminino) - pequeno macaco animal de estimação.

Os italianos transmitem tanta informação em suas seis palavras quanto comunicamos em nossos
nove. Eles fazem isso colocando um monte de informações em suas formas de palavras: o chiamo
(eu chamo) é uma forma especial de chiamare (chamar). Ho (eu tenho) é uma forma especial de
avere (ter). Para aprender um par de frases italianas como estas, você faria um par de cartões flash
para as novas palavras (e talvez para una ), uma pilha gigante de cartões de formulário de palavras e
um par de cartões de ordem de palavra.
Você pode fazer toda essa ladainha nas primeiras frases, mas a partir daí terá muito menos
trabalho a fazer. Se você fez cartões de memória flash para a ordem das palavras Eu tenho um
macaco de estimação, você já sabe exatamente onde colocar têm e animal de estimação em uma
frase. De agora em diante, você poderia pular as cartas de ordem de palavra em Ela tem um filho ou
Aquele macaco de estimação tem uma arma! Isso se aplica a novas palavras e formas de palavras
também. Toda vez que a posição de uma palavra, a forma de uma palavra ou a própria palavra o
surpreende, então aprenda-a. Mas se você não estiver surpreso, pule e passe para a próxima frase.

Encontre Fotos

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 87/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Fotos estão lá para tornar sua vida mais fácil. Eles enganam seu cérebro para pensar sobre a história
dentro de cada sentença, em vez de algumas relações gramaticais abstratas. Isso torna todos os
aspectos da gramática mais memoráveis e mais úteis . Você não precisa saber que a terceira pessoa
presente indicativa de “ter” é tem; você não precisa saber como falar sobre George e seu macaco, e
você pode enganar-se em formação que habilidade, adicionando uma imagem de um macaco no seu
George
_____ um macaco (para ter) cartão flash.
A menos que você esteja usando uma caixa Leitner e desenhe suas imagens, você usará o Imagens
do Google. Se vocês são

não aprendendo palavras novas e concretas, então você não precisa procurar imagens em seu
idioma de destino. Nós não estamos jogando Spot the Differences aqui, então se você precisar de
uma foto de um homem com um macaco, sinta-se livre para procurar por “homem com um
macaco”. Isso vai lhe poupar algum tempo e permitir que você encontre praticamente qualquer foto
que você pode imaginar. Afinal, a Internet é principalmente em inglês; há 625 milhões de homens
com macacos por aí, e apenas um milhão de hommes com os singles .
Quando você está escolhendo além de uma frase em um monte de pequenos pedaços, você pode
cuidadosamente procurar a imagem perfeita de um homem / macaco e reutilizá-lo em todos os
cartões flash, ou você pode esmo pegar um punhado de diferentes fotos de homens e macacos. O
primeiro - usando a mesma imagem única em cada cartão - provavelmente levará menos tempo, e o
segundo - imagens diferentes em todos os cartões - será mais fácil de lembrar.
Experimente as duas variantes e veja como o seu cérebro reage. Eu gosto de usar várias imagens
para destacar diferentes aspectos da frase. Para o meu George _____ um macaco de estimação
(para ter) cartão flash, eu poderia
ter uma foto de um macaco e uma mão agarrando, para enfatizar a natureza possessiva de ter .
Experimentar. Você descobrirá que, depois de algumas semanas, desenvolverá um senso para os
tipos de imagens que funcionam melhor para você.
Note que nem toda frase vem com uma imagem óbvia. Honestidade é a melhor política não
contém referências a macacos. Em casos como esses, encontre uma imagem do que vier à mente.
Você pode pegar uma imagem de George Washington ou uma mão palavrões sobre uma Bíblia ou
Pinóquio. Quando tudo mais falhar, encontrar uma foto de alguém que diria sua frase-lá são
milhares de milhões de imagens de pessoas na Internet (basta procurar por “homem falando”).
Escolha o seu favorito. Qualquer imagem ajudará a transformar uma idéia gramatical abstrata em
uma história concreta. Como resultado, você terá muito mais facilidade em lembrar sua sentença.

Lidando com Gráficos de Declinação


Lidar com gráficos de declinação (eu sou, ele é, nós somos, etc.) da mesma maneira que você lidou
com frases de exemplo; transformá-los nos mesmos tipos de cartões flash descritos acima. A única
diferença real é que o seu livro de gramática não lhe fornecerá todas as frases de exemplo que você
precisa. Então faça essas frases você mesmo. Tome uma frase de exemplo do seu livro de gramática
(eu sou um estudante) e transforme-o em um monte de novas sentenças (ela é uma arquiteta, ele é
um inspetor de patos).
Sempre que possível, torne cada sentença única; É relativamente fácil acompanhar I _____ a
estudante e Ela _____ um arquiteto , enquanto quatro cartões de memória quase idênticos para you /
he / she / you
_____ um aluno pode se tornar confuso.
Depois de digitar seus exemplos, envie-os para as correções. Você tem duas opções maravilhosas
aqui: Lang-8.com e italki.com .

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 88/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Lang-8 é grátis. Registre-se no site, escreva sua entrada e clique no botão enviar. Dentro de um
dia, você deve receber suas correções. Transforme as frases corrigidas em cartões flash para
aprender as novas palavras, novas formas de palavras e ordens de palavras que encontrar. Se você
corrigir a entrada de inglês de alguém toda vez que enviar uma entrada própria, suas amostras de
escrita irão consistentemente saltar para o topo da pilha de correção, e você receberá suas correções
mais cedo.
Se você deseja obter correções ainda mais rápidas, procure por falantes nativos de seu idioma de
destino que estejam aprendendo inglês e solicite adicioná-los ao seu perfil como amigos (clique em
Adicionar amigo). Se eles concordarem, eles verão e corrigirão seus envios antes de qualquer outra
pessoa (e você verá os envios deles também).
O italki.com tem serviços gratuitos, mas para escrever, esses serviços são semelhantes ao Lang-8
e o Lang-8 faz um trabalho melhor. Use italki por seus maravilhosos serviços pagos. Registre-se no
site e comece a procurar um professor de idiomas. Você encontrará professores profissionais (mais
caros, mais bem treinados) e professores não treinados (menos caros, sem treinamento, mas
geralmente muito úteis). O site foi projetado para palestras - você está pagando basicamente por
sessões particulares de tutoria por meio de bate-papo por vídeo - masvocê pode usá-lo para
encontrar um professor que irá corrigir sua escrita e enviá-lo de volta para você. Entre em contato
com alguns professores e veja que tipo de arranjo eles farão para escrever correções. Por exemplo,
um dos leitores do meu site ficou seriamente viciado em escrever (ele escrevia uma página inteira
de alemão todos os dias ). Seu tutor on italki corrige sua escrita por cerca de um dólar por página.

Criando suas próprias frases


Escrever é o seu campo de provas. É onde você pode brincar com as palavras e regras gramaticais
que aprendeu e ver o que pode criar com elas. Nós discutimos a importância de transformar
gráficos de declinação em histórias memoráveis, mas não há razão para parar por aí. Escreva sobre
sua vida, seus interesses ou qualquer outra coisa.
Sempre que tiver uma pergunta - “Como eu digo x ?” “Posso fazer você ?” - apenas escreva
algumas frases, envie-as para as correções e obtenha suas respostas. Se você não tem a menor ideia
de como escrever algo, use o Google Tradutor ( translate.google.com ) para chegar ao topo. 19
Envie suas sentenças para correções e veja o que os falantes nativos dizem.
Depois de obter suas correções, transforme-as em cartões flash de novas palavras / formas de
palavras / palavras. Estas são apenas variações do mesmo jogo de sentença. Neste ponto, você sabe
como brincar com uma frase, então não há nada que impeça você de brincar com muitas frases. Vai
se divertir.
Depois de percorrer alguns capítulos de seu livro de gramática, passe para o próximo capítulo
deste livro, onde você encontrará mais algumas ferramentas para adicionar ao seu repertório.

Para os intermediários

Aprender gramática é uma dança improvisada em todos os níveis. Quando você encontra textos em
seu livro de gramática ou em outro lugar, você está constantemente se perguntando a mesma coisa:
“Esta frase contém algo novo ?” Você conhece todas as palavras? Você já viu essas formas de
palavras antes? A ordem das palavras é surpreendente? Use seus cartões flash para pegar o que
achar interessante. Seu SRS fará com que você nunca esqueça.
No início do próximo capítulo, discutiremos o uso do Imagens do Google para fornecer frases de
exemplo para qualquer palavra e qualquer construção gramatical. Já que você tem um pouco de
vocabulário e gramática, você pode começar a usar essa ferramenta imediatamente. Leia a seção

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 89/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Words About Words e comece a usá-la para complementar seu livro de gramática; é uma ferramenta
incrível.
Uma nota sobre a escrita: se você está tentando atualizar um idioma que esqueceu escrever é

18. Palavra do dia: Um namorado ou namorada que lhe ensina uma língua estrangeira é eufemisticamente conhecido como um
dicionário de travesseiros .
19. Tenha cuidado para não ficar muito dependente do Google Tradutor para a sua escrita. Eventualmente, você precisará fazer
novas construções gramaticais por conta própria se quiser que elas se mantenham, então, se você, grosso modo, souber como dizer
algo, tente fazê-lo sem a ajuda do Google. Lembre-se, você tem acesso a falantes nativos para ajudar a transformar seus erros em
novos cartões de memória úteis.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 90/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

CAPÍTULO 6

O jogo da língua
É um talento feliz para saber jogar.
- Ralph Waldo Emerson

Ao aprender os sons da sua língua, você ganha acesso a palavras. Ao aprender palavras, você
ganha acesso à gramática. E com um pouco de gramática, você ganha acesso ao resto do seu
idioma.
Este é o jogo de linguagem. É o momento em que uma nova linguagem se desdobra diante de
seus olhos e você pode escolher seus próprios jogos para jogar e seus próprios caminhos a seguir.
Em algum nível, esses caminhos são simples, até óbvios: para melhorar seu vocabulário, você
precisa aprender vocabulário; para aprender a ler, você precisa ler; para aprender a falar, você
precisa falar. Mas há maneiras melhores e piores de percorrer esses caminhos e, por isso, vamos
fazer um tour pela paisagem. Vamos percorrer o processo de personalização e aprendizado de
vocabulário. Discutiremos como abordar seus primeiros livros e seus primeiros programas de TV.
Finalmente, falaremos sobre estratégias para falar e onde encontrar falantes nativos.
Passeie por esta paisagem da maneira que você escolher. Você pode gostar de ler revistas
francesas ou assistir a programas de TV russos. Você pode se apaixonar pelo vocabulário chinês ou
pode se apaixonar por um novo amigo italiano. Esta é a sua lingua. Leve-o para onde você quiser ir.

S CONFIGURAR L ETAS : Y NOSSO C ustom V OCABULARY


Se você não sabe para onde está indo, provavelmente vai acabar em outro lugar.
Yogi Berra

Quantas palavras você deve aprender? Quais palavras você deveria aprender? A resposta depende
de você: o que você quer fazer com seu idioma?
No Capítulo 4 , discutimos o uso de listas de frequência para ajudar a otimizar sua aquisição de
vocabulário. Eu te dei uma lista de 625 palavras básicas para aprender e mostrei como aprendê-las
rapidamente. Quando você combinar essas palavras com uma dose saudável de gramática do seu
livro, você terá tudo o que precisa para dominar o resto do seu vocabulário.
Comece com as primeiras mil palavras em seu novo idioma. Não haverá muitas palavras novas
- você já aprendeu a maioria delas na lista de 625 palavras - e elas permitirão que você entenda
quase 85% das palavras que você ouve e 75% das palavras que você leu.
Seus próximos passos dependem das suas necessidades individuais. Se você quer apenas
conversar em restaurantes, essas palavras podem ser o suficiente. Se você quiser obter um
doutorado na Sorbonne, então continue. As segundas mil palavras darão a você um aumento de 5%
na sua leitura e audição.
compreensão - você entenderá 90% do que ouve e 80% do que lê. 20 Na superfície, esses 5% podem
parecer uma recompensa relativamente pequena para mil novas palavras, mas, na prática, elas
fazem uma diferença significativa. Em vez de se deparar com problemas com cada quarta palavra
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 91/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

que você lê, você terá que voltar a cada quinto palavra. Neste ponto, você está indo muito bem, mas
ainda não está preparado para o seu doutorado. Seus textos acadêmicos vão sentir algo assim:

Se as taxas atuais de plantio forem ____ com o plantio _____ satisfeito em cada _____ e as florestas moídas na primeira
oportunidade,
o suprimento de madeira _____ poderia aumentar ainda mais para cerca de trinta e seis milhões de _____ metros _____ em
_____ 2001–2015. o
_____ _____ o suprimento de madeira deve ser muito _____ _____ _____, mesmo que muito seja usado para _____ produção.

Com duas mil palavras, você está com 80% de compreensão. Você pode captar a essência de um
texto - este parágrafo é sobre suprimentos de madeira - mas você está perdendo muitos dos bits
importantes. Para entender mais, você pode aprender muito mais palavras (90% de compreensão
leva aproximadamente 5.500 palavras e 95% de compreensão leva 12.500 palavras) ou você pode
começar a se especializar.
Todo campo fala sua própria linguagem. Os acadêmicos usam palavras diferentes do que os
políticos, e os músicos usam palavras diferentes do que os agricultores. Em nossas línguas nativas,
aprendemos vocabulário suficiente - quinze mil a trinta e cinco mil palavras - para funcionar em
uma ampla variedade de contextos. Podemos ouvir discursos políticos, assistir a palestras em
universidades e cortar o cabelo sem muita dificuldade. Ocasionalmente, vamos nos deparar com
problemas com uma crítica de arte obscura ou um artigo desconcertante sobre física de partículas,
mas na maior parte, nossos vocabulários nativos nos servem em qualquer ambiente.
Você não precisa necessariamente desse recurso em um novo idioma. Você nunca pode assistir a
uma palestra na universidade em francês ou, por outro lado, pode usar seu francês principalmente
em um ambiente universitário. Nem todo mundo precisa aprender as mesmas palavras, e você pode
economizar muito tempo personalizando seu vocabulário para atender às suas necessidades. Se
você precisar ler textos acadêmicos, poderá, por exemplo, aprender uma pequena coleção de
palavras acadêmicas usadas com frequência, como afetar, confirmar e facilitar. Aqui está uma nova
versão do nosso ensaio de suprimentos de madeira. Além das 2.000 palavras principais, adicionei
apenas 570 palavras acadêmicas :

Se as atuais taxas de plantio forem mantidas com as metas de plantio satisfeitas em cada região e as florestas moídas na
primeira oportunidade, os estoques de madeira disponíveis podem aumentar ainda mais para cerca de trinta e seis milhões de
_____ metros _____ no período.
2001–2015. O suprimento de madeira disponível _____ deve exceder em muito as necessidades domésticas, mesmo se muito
for usado para energia
Produção.

Agora você alcançou 90% de compreensão e pode entender a maior parte desse texto (está faltando
cúbico, anual e adicional ). Você precisaria de um vocabulário de cinquenta e quinhentas palavras
para alcançar esse nível de compreensão em todos os contextos, mas aqui, em um contexto
acadêmico , você conseguiu o mesmo resultado com metade do trabalho.
Quer esteja ou não na academia, você pode aproveitar a personalização de vocabulário para
economizar seu tempo. Comece aprendendo as primeiras mil ou duas mil palavras para formar uma
base sólida e, em seguida, adicione palavras-chave com base em seus interesses. Onde você pode
encontrar essas palavras? Obtenha um livro de vocabulário temático - a editora Barron faz os
melhores - e marque qualquer palavra que você queira. Esses livros fornecem listas de palavras
baseadas em temas específicos: residencial, comercial, automotivo e assim por diante. Se você é um
músico, você pode pular diretamente para a seção de música e escolher o seu favorito

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 92/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

vocabulário musical. Mais tarde, se você quiser aprender trinta palavras para pratos de massas, pule
para a seção de alimentos e escolha o que você precisa de lá. Escolher seu vocabulário é uma das
partes mais agradáveis de aprender um novo idioma: é como uma viagem de compras personalizada
para seu cérebro.

PONTOS CHAVE
• Para aprender o vocabulário de maneira eficiente, comece aprendendo as principais palavras no idioma de destino.
• Se você está procurando por um alto grau de fluência, continue até conhecer as 1.500 ou 2.000 palavras mais importantes.
• Quando terminar de construir uma fundação, escolha palavras adicionais com base em suas necessidades individuais. Você
pode encontrar essas palavras percorrendo um livro de vocabulário temático e encontrando palavras-chave para cada contexto
de que precisa - viagens, música, negócios e assim por diante.

W ORDS UM BOUT W ORDS


Un dicionario, c'est tout l'univers par ordre alphabétique.
Um dicionário: o universo inteiro em ordem alfabética.
—Anatole França

No último capítulo, falamos sobre aprender novas construções gramaticais e palavras complexas
com a ajuda de frases de exemplo da sua gramática. Você pode pegar essas frases, transformá-las
em exercícios de preenchimento , adicionar algumas fotos e aprender um monte de novas palavras e
formas de palavras. A palavra Onde, por exemplo, pode ir com _____ você está indo? Eu estou
indo para a França!
Essa estratégia pode ensinar as palavras em seu livro de gramática, mas e o restante do seu
vocabulário - essa lista de palavras que discutimos na última seção? Você precisa encontrar uma
maneira de encontrar exemplos e explicações de qualidade para cada nova palavra, e não faria mal
se você aprendesse alguma gramática ao mesmo tempo.
Nós vamos usar três ferramentas: Google Images, escrita auto-dirigida e dicionários
monolíngües. Nós já encontramos os dois primeiros, e com alguma gramática e vocabulário, você
pode usá-los em todo o seu potencial. A última ferramenta, um dicionário em seu idioma de
destino, logo se tornará um de seus melhores amigos. Ele permitirá que você aprenda qualquer
palavra em seu idioma de destino, não importa o quão complexo. Primeiro, vamos nos reintroduzir
no Google Images.

Imagens do Google, a sequela


Você viu no Capítulo 4 como usar o Imagens do Google para encontrar imagens úteis para suas
palavras e jogar o jogo Descubra as Diferenças. Mas com a ajuda de alguma gramática, você pode
usar o Google Images de uma maneira diferente. Suponha que você precisasse aprender a palavra
francesa dernier (last). Uma busca rápida por dernier no Google Images fornece-lhe esta pequena
história ilustrada:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 93/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

E se você passar o mouse sobre o texto, você verá o título original em francês:

De repente você não está apenas aprendendo uma palavra. Você está pegando as palavras para
"argentino" ( argentino ), "ditador" ( ditador ) e "sentenciado" ( condamné ). Você está aprendendo
a frase para "prisão perpétua" ( prison à perpétuité ), e você está obtendo pedaços de gramática por
todo lado. Esta é uma mina de ouro da linguagem e levará segundos para você aprender. O que é
mais perigoso ? É a palavra que se encaixa nesta história: Le _____ dictateur argentin condamné à
la prison à perpétuité .

Concedido, dernier não é a única palavra que poderia caber em nossa história. Talvez o primeiro
ou décimo sétimo ditador da Argentina também tenha sido preso. No entanto, você ainda vai se
lembrar dernier cada vez que você ver essa história e sua foto que acompanha. Afinal de contas,
essa história é apenas um lembrete de uma experiência muito mais rica: procurar por dernier,
folhear dezenove outras histórias ilustradas - Justin Bieber em seu concerto mais sombrio , The
Dernier Stand , de Arnold Schwarzenegger - efinalmente escolhendo aquele ditador argentino.
Todas essas experiências se conectam em sua memória, e seu cartão de memória torna-se
meramente um lembrete que traz essas memórias de volta.
O Google Images também pode produzir exemplos ilustrados para qualquer construção
gramatical. Precisa de uma boa história para o francês avait fait (ele / ela havia feito )? Procure por
" avait fait " e você encontrará 1,6 milhão de exemplos diferentes dessa construção, completos com
imagens e traduções.
Escrita Auto-Dirigida
O Imagens do Google é uma maneira maravilhosa (e rápida) de encontrar frases de exemplo para
suas palavras. Mas se você quiser aprender um monte de gramática ao mesmo tempo, escreva seus
próprios exemplos e definições. Depois de receber suas correções, você pode usar as frases de
exemplo para ensinar suas palavras e usar as correções para ensinar sua gramática.
Este é um uso tremendamente eficiente do seu tempo. Você não está apenas aprendendo
vocabulário e gramática simultaneamente, mas também está criando exemplos particularmente
memoráveis para suas palavras. Estas não são apenas histórias que você leu em algum lugar; São
suas histórias e, consequentemente, elas ficarão na sua cabeça.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 94/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Você também pode escrever em qualquer lugar, desde que tenha uma lista traduzida de palavras
para aprender e um pequeno bloco de notas ou smartphone. Você provavelmente cometerá
erros - o húngaro tem duas palavras para “vermelho”; você usou o caminho certo ? - mas toda vez
que você faz isso, um falante nativo vai pegá-lo, e você aprenderá ainda mais com a experiência.
Eu gosto de escrever sempre que estou preso em um longo trajeto. Vou terminar minhas revisões
diárias de cartão flash e começar a escrever frases de exemplo e definições para palavras novas. É
uma fonte inesgotável de entretenimento portátil.

Dicionários Monolíngües
Um bom dicionário monolíngue é uma fonte extraordinária de entrada. Dentro, você encontrará
todas as palavras que você poderia desejar, juntamente com uma explicação completa da palavra
em seu idioma de destino. E se você não entender algumas palavras nessa explicação, você pode
simplesmente procurá-las e encontrar novas explicações dessas palavras. Toda vez que você lê uma
nova definição, você aprende automaticamente algumas novas palavras e um monte de gramática. É
como ter um cara francês no bolso que esteja disposto a discutir qualquer palavra em seu idioma a
qualquer hora do dia.
Se você obtiver um dicionário realmente bom, você encontrará até mesmo frases de exemplo
para suas palavras. Se você tiver sorte o suficiente para encontrar um dicionário como este, você
está mantendo um balcão único para todas as suas necessidades de vocabulário. Tome esses
exemplos e definições, pegue algumas imagens de acompanhamento do Imagens do Google e siga
para a próxima palavra.
Nos níveis intermediário e avançado, você começará a confiar mais e mais nos dicionários
monolíngües, em parte porque eles são incríveis e em parte porque eles mostrarão as distinções
sutis entre suas palavras. Alguns capítulos atrás, estávamos evitando sinônimos. Agora podemos
abraçá-los, porque podemos usar dicionários para nos dizer as diferenças entre nossos policiais
(formais) e nossos policiais (informais).
Até este ponto, recomendei usar frases de exemplo para aprender palavras abstratas, mas isso tem
limites. Às vezes é difícil encontrar um bom exemplo para ajudá-lo a lembrar uma palavra abstrata
como determinação. No último capítulo, sugeri que você pule quaisquer palavras complicadas e as
aprenda mais tarde. Agora, com a ajuda de um dicionário monolíngue, não há nada que você não
possa aprender.
Mesmo com acesso a definições, não pare de usar frases de exemplo. Eles tornam suas palavras
mais fáceis de lembrar e mostram como usar suas palavras fluentemente. Um dicionário adiciona
uma camada adicional de profundidade e ajuda você a descobrir as diferenças entre palavras como
comer e devorar .
Usar um dicionário pode demorar um pouco mais do que você está acostumado. Antes, você
poderia pegar uma foto de um gato e fazer um cartão de memória em poucos segundos; agora você
vai procurar por fotos, bom exemplo
frases e definições. Mas para cada palavra que você aprende dessa maneira, você obtém um monte
de novas palavras adicionadas ao seu vocabulário passivo e uma grande quantidade de
contribuições compreensíveis. Isso reforça cada parte do seu idioma e acelera drasticamente o seu
aprendizado. E se você usar um dicionário on - line , não precisará de muito mais tempo. Você pode
procurar uma nova palavra, copiar as informações e adicioná-las aos seus cartões de memória flash
em menos de um minuto.

PONTOS CHAVE
• Use as Imagens do Google para encontrar frases de exemplo e fotos de qualidade para suas palavras. É rápido, fornece
exemplos claros e a combinação de imagens e frases é fácil de memorizar.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 95/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Se você tiver problemas ou estiver longe do computador, escreva suas próprias frases de exemplo e definições para novas
palavras. Faça com que eles sejam corrigidos e use essas correções para aprender tanto gramática quanto vocabulário.
• Depois de ter suficiente vocabulário, adicione um dicionário monolíngue à sua caixa de ferramentas. Quando isso acontecer,
você terá a capacidade de aprender cada palavra em seu idioma de destino e, como bônus, seu vocabulário passivo crescerá
sempre que pesquisar e memorizar um novo termo.

R UBRICA PARA P lazer e P ROFIT


Quanto mais você ler, mais coisas você saberá.
Quanto mais você aprende, mais lugares você vai.
—Dr. Seuss, eu posso ler com meus olhos fechados!

Nós temos vocabulários enormes em nossas línguas nativas. Palavras podem ser difíceis de contar (
pular diferente de saltar ?), Mas se estivermos contando famílias de palavras (por exemplo, a
família de saltos inclui saltos e saltos ), então conhecemos de quinze mil a trinta e cinco mil dessas
famílias vigésimos aniversários.
Como na terra aprendemos tantas palavras? A maioria de nós não passou a adolescência
folheando dicionários, e a maioria das palavras que conhecemos raramente são faladas em voz alta.
Quando foi a última vez que você disse "escavar"? Só resta uma fonte factível: aprendemos a
grande maioria de nossas palavras através da leitura, e podemos fazer o mesmo em uma língua
estrangeira.
Ler em uma língua estrangeira muitas vezes evoca algumas associações feias: horas gastas
caminhando por alguma obra-prima de literatura dolorosamente longa , examinando
meticulosamente todas as outras palavras de um dicionário. Mas não precisamos nos torturar.
Possuímos uma capacidade extraordinária de aprender palavras apenas com base no contexto, sem o
auxílio de um dicionário - foi assim que aprendemos a maioria das nossas palavras em inglês, afinal
de contas. Essa parte do nosso cérebro não é desligada assim que encontra uma palavra en français .

Meça você mesmo!


Você pode medir com precisão o seu vocabulário de inglês em TestYourVocab.com . Os testes são divertidos e levam apenas cinco a dez
minutos. Experimente e depois faça com que todos os seus amigos (e especialmente seus filhos) o façam. O site é administrado por
linguistas que estão tentando entender como os níveis de vocabulário mudam com a idade e a educação. Quanto mais pessoas
aceitarem, melhores dados eles receberão e

mais todos saberemos sobre o crescimento do vocabulário.

Em termos práticos, aprenderemos automaticamente uma palavra desconhecida 10% do tempo


em que a encontramos. Às vezes a gente pega na primeira vez que a vemos ... O cachorro se agita
animadamente - e às vezes a gente pega uma palavra mais aos poucos. Se um personagem em nosso
livro usa um único doboz de cerveja, então podemos ter certeza de que o doboz é uma espécie de
lata ou garrafa. Se ele mais tarde esmagar esse doboz em suas mãos e jogá-lo na lixeira, ele
provavelmente não é feito de vidro.
Você pode aproveitar essa habilidade lendo o máximo que puder, o mais rápido possível. Todo
livro de romance que você lê - seja Tolstoi ou Crepúsculo - aumentará automaticamente seu
vocabulário de trezentas a quinhentas palavras novas e despejará baldes de gramática naquela
máquina de linguagem em sua cabeça. Como tal, você não precisa começar com literatura hard-core
. Você pode apenas ler o que for mais divertido. A série Harry Potter foi traduzida para um bajilhão
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 96/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

de línguas (ou pelo menos sessenta e sete), e você pode encontrar romances sem valor ou histórias
de detetive em todas as línguas. Escolha o que você achar mais atraente.
Para o seu primeiro livro, tente encontrar uma história familiar - uma tradução de algo que você
já leu ou um livro que foi transformado em um filme que você viu - e leia-o junto com um
audiolivro. O audiolivro irá acompanhá-lo e ajudá-lo a ler mais rápido do que você faria caso
contrário. Você não terá tempo de ficar atolado com palavras desconhecidas e aprenderá o ritmo da
linguagem falada.
Nos capítulos anteriores deste livro, dirigi sua atenção para a pronúncia de palavras individuais,
mas não falei muito sobre o som das frases. Mesmo palavras familiares podem soar diferentes no
contexto de fala rápida, e audiolivros são a maneira mais fácil de se familiarizar com a linguagem
falada real. Você está ouvindo uma palestra de um falante nativo por doze a dezoito horas seguidas,
você tem as palavras bem na sua frente e tem uma boa história para se concentrar. Está perfeito. Ao
longo do caminho, você obterá uma tonelada de informações compreensíveis, obterá um monte de
vocabulário e se divertirá no processo.
Você também tem a oportunidade de se concentrar em uma história, em vez de decodificar
meticulosamente o significado preciso de cada palavra em cada frase. Nem sempre é importante
saber se a varinha de um bruxo é feita de teixo ou amieiro; às vezes você só precisa saber o que
aquele mago fez . Esta é mais uma habilidade que lhe servirá no futuro; você precisa da habilidade
de pular buracos no seu vocabulário. Você não vai saber o significado exato de cada palavra que
encontrar, mas isso não necessariamente o impede de entender uma história ou uma conversa. Ao
ler livros, você pode aprender a soltar as palavras que não entende e se deixar envolver pela magia
de uma boa história.

PONTOS CHAVE
• Ler sem um dicionário é a maneira mais simples e fácil de aumentar seu vocabulário passivo. Em média, um único livro
ensinará trezentas a quinhentas palavras apenas do contexto. Ao ler apenas um livro em seu idioma de destino, você tornará
todos os futuros livros e textos de qualquer tipo muito mais fáceis de ler.
• Ao ler em conjunto com um audiolivro, você terá um tempo muito mais fácil de se mover através de um texto longo, e
obterá uma exposição inestimável aos ritmos de sua linguagem em ação. Isso irá melhorar sua pronúncia, sua compreensão
auditiva, seu vocabulário, sua gramática; Em suma, irá fornecer um enorme impulso para todos os aspectos da sua língua.

G ISTENING C OMPREHENSION PARA C AI P OTATOES


Se você quiser usar a televisão para ensinar alguém, primeiro deve ensiná-lo a usar a televisão.
—Umberto Eco

Aprender a ouvir pode ser complicado. No mundo real, a fala pode ser rápida e até o vocabulário
familiar pode soar estranho na boca de outra pessoa. Você pode aprender a ler e escrever
confortavelmente, e até mesmo começar a pensar em uma língua, quando de repente você se depara
com um adolescente francês da vida real e percebe que não entende uma palavra do que ela está
dizendo. Fragmentos inteiros de frases - Je ne suis pas (não sou ) - se transformam em
palavras murmuradas - shwipa - e você fica coçando a cabeça, imaginando se ela está realmente
falando francês.
E isso é antes mesmo de começar a se preocupar com sotaques e dialetos regionais. Quando me
mudei para a Áustria, cheguei com um certificado oficial de fluência na Alemanha . Caminhei até o
mercado de agricultores, comprei uma planta de manjericão e perguntei ao agricultor como cuidar
dela. Ele respondeu em alemão austríaco. Depois de cinco minutos sorrindo e acenando, peguei

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 97/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

uma palavra. Agua. Aparentemente, eu precisava fazer algo com água para manter minha planta de
manjericão viva.
Se você quer entender a fala do mundo real , precisa ouvir a fala do mundo real . Mas você não
pode simplesmente começar a ouvir rádio de notícias estrangeiras durante todo o dia. É muito
difícil. Você ficará frustrado e desligará, a partir de então você pode estar ouvindo ruídos aleatórios.
Você pode ouvir música, o que pode ser um pouco mais envolvente, mas a música também não é
ótima. Com que frequência você presta muita atenção à letra de uma música? Com que frequência
você entende a letra de uma música? A música nos leva para longe, e quando a bateria está tocando
e as guitarras estão tocando, nós alegremente cantaremos “Slow motion Walter, cara de bombeiro”
independente das letras reais , “Fumaça na água, fogo no céu”. sempre ouça música para as
histórias; nós ouvimos a música . Então, se você quiser ouvir música francesa, vá em frente. Pode
ter algumas palavras novas batendo na sua cabeça, mas não vai prepará-lo para aquele adolescente
francês resmungão.
Em vez disso, assista a filmes e televisão. Nesses gêneros, você está ouvindo as histórias e,
portanto, presta muita atenção a tudo que ouve. Ao contrário do noticiário, você pode ver as
expressões faciais e a linguagem corporal de todos os oradores, e você pode ver exatamente o que
eles estão fazendo enquanto falam. Essas pistas visuais podem ajudá-lo a entender o que você está
ouvindo. TV e cinema são como a vida real, apenas um pouco mais de história. Eles são perfeitos
para aprender a ouvir.
DVDs de filmes e programas de TV geralmente vêm com legendas em inglês ou no idioma de
destino. Não os use. O problema das legendas é que a leitura é mais fácil do que ouvir. Aprendemos
com os nossos olhos mais do que com os nossos ouvidos e, assim, quando as legendas estão
presentes, não melhoramos a ouvir.
Um filme com legendas em inglês é basicamente um livro de histórias em inglês com algum
ruído de fundo de língua estrangeira. É inútil para as nossas necessidades. Claro, você pode ouvir
algumas horas de francês ou espanhol, mas você não está realmente ouvindo os diálogos; você está
apenas lendo a história.
Se as legendas estiverem no seu idioma de destino, você ainda estará lendo uma história, embora
essa história seja significativamente mais útil. Isso pode ser uma fonte maravilhosa de entrada; Não
é muito diferente de ler um livro com um audiolivro. Mas isso não vai ajudá-lo com essa maldita
adolescente humilde. Você precisa se colocar em uma situação em que esteja confiando
inteiramente em seus ouvidos, e as legendas tiram isso de você.
Ainda assim, você provavelmente precisará de ajuda. Com legendas, você não vai treinar seus
ouvidos, mas sem eles, filmes e programas de TV podem se sentir esmagadores. Você pode voltar a
dificuldade de duas maneiras: por

Escolhendo seus primeiros shows com muito cuidado e lendo sobre esses shows antes do tempo na
Wikipedia.
Primeiras coisas primeiro: séries de TV são mais fáceis que filmes. Quando você assiste a
qualquer coisa , sua primeira tarefa mais difícil é descobrir quem é quem e o que está acontecendo.
Essa tarefa é igualmente difícil na TV e no cinema, mas em uma série de TV, você só precisa fazer
isso uma vez . No segundo ou terceiro episódio, você basicamente entende o que está acontecendo e
pode se sentar e se divertir. Em um filme, você pode nunca entender o que está acontecendo, o que
é extraordinariamente frustrante. Parece que você acabou de jogar fora duas horas de sua vida, e
você nem se divertiu fazendo isso. Então comece com uma série de TV. Pelo menos após o primeiro
par de episódios, você terá um tempo muito mais fácil.
Quais séries de TV você deveria assistir? Escolha o que quiser, desde que não seja comédia. Não
há nada tão terrível quanto ouvir uma longa piada alemã, chegar ao fim, e perceber que você não
entende a piada, porque é um trocadilho de merda com alguma palavra rara que só existe em algum
dialeto alemão ridículo. Não faça isso para si mesmo. Watch House ou 24 ou algum cara corre e
atira em pessoas. Com toda a probabilidade, esses programas foram profissionalmente apelidados
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 98/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

em seu idioma de destino. Você pode acompanhar sem muita dificuldade ("O que ele está fazendo?
Oh, ele está atirando em alguém de novo"), você vai prestar atenção, e você não vai jogar sua TV
pela janela depois de uma terrível "piada" alemã. você escolhe o seu programa com cuidado, você
pode ficar seriamente viciado em TV em outros idiomas. Este é o melhor cenário possível. Eu
terminei quarenta e oito episódios de 24 Heures Chrono (o dub francês de 24 ) em uma farra de TV
de duas semanas , e fez maravilhas para o meu francês.
Não se preocupe com a dublagem; os programas de TV de alto orçamento de hoje percorreram
um longo caminho desde as batidas de kung-fu do passado. Eles tinham que; A TV americana é
tocada em todo o mundo, e ninguém quer assistir a um terrível dub de suas séries favoritas. Como
tal, eles contratam tradutores que prestam muita atenção tanto nas palavras quanto no tempo dos
originais em inglês, de modo que você nem percebe que os lábios de todos estão um pouco fora.
Ainda assim, se incomodar, sinta-se à vontade para encontrar uma série de TV originalmente feita
em seu idioma de destino. Mas não se surpreenda se toda a violência descuidada da TV americana
for substituída por drama ou, pior, comédia . Blech.
Você terá muito mais facilidade em entender um programa de TV ou filme se ler um resumo dele
primeiro, principalmente se esse resumo estiver no idioma de destino. Esse truque me fez passar as
primeiras temporadas de Lost em russo. Vá para a Wikipedia (em inglês), procure seu programa de
TV e mude para o seu idioma de destino (você encontrará um link no canto inferior esquerdo da
página). Lá você encontrará informações sobre seu programa e resumos dos episódios. Quando
você lê um desses resumos, você pega um monte de vocabulário usado em cada episódio. Essa
estratégia também pode ajudá-lo a lidar com filmes, já que você pode se apresentar aos personagens
e traçar antes do tempo. É como ler um pequeno livro e depois assistir a adaptação do filme, que
definitivamentebate olhando para uma tela de cinema e só descobrir o enredo depois que o filme
acabou.
Mais tarde, quando estiver confortável assistindo à TV, você pode começar a soltar suas muletas.
Você não precisará ler resumos na Wikipédia e poderá lidar com filmes sem muita dificuldade. Se
você é realmente aventureiro, pode até ser capaz de lidar com comédias (mas não se incomode se
estiver aprendendo alemão). Então, se você quiser, pode dar um passo para os audiolivros (sem um
livro na mão), podcasts e rádio.

PONTOS CHAVE
• Ouvir é uma habilidade rápida que às vezes pode parecer esmagadora. Dê pequenos passos e aumente gradualmente o
desafio até que você possa lidar com os desafios de audição mais rápidos e difíceis (rádio, podcasts, anúncios ridículos de
estações de trem ilegíveis).

• Comece com uma TV estrangeira interessante ou chame a série de TV americana sem legendas. Você pode discar a
dificuldade lendo resumos de episódios antes do tempo, a fim de se preparar para o vocabulário e traçar reviravoltas de cada
episódio.
• À medida que o seu nível de conforto aumenta, desista de resumos e comece a assistir e ouvir mídias mais desafiadoras.

S Peech EO G AME DE T ABOO


"Eu não posso fazer isso", eu disse. "Eu não sei o que dizer."
"Diga qualquer coisa", disse ele. “Você não pode cometer um erro
quando você improvisa.” “E se eu estragar tudo? E se eu estragar o
ritmo?
"Você não pode", disse ele. “É como tocar bateria. Se você perder uma batida, você cria outra.
—Patti Smith, apenas
crianças

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 99/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Existe um jogo de festa chamado Taboo. Talvez você tenha jogado. Em Taboo, você tenta fazer seus
companheiros de equipe dizerem uma determinada palavra - "beisebol", por exemplo - em voz alta.
No entanto, você não está autorizado a dizer “baseball”, nem você pode dizer “desporto”, “jogo”,
“hitter”, “pitcher”, ou “bola”. Essas palavras são proibidos-eles são tabu e em Para ganhar, você
tem que encontrar um caminho em torno das palavras proibidas. Você improvisa. Você fala sobre
um evento em que os jogadores se reúnem, acertam esferas com morcegos e correm em um
diamante. Se tudo correr bem, sua equipe grita: "Beisebol!" E você ganha um ponto. Se não, então
você encontra outras rotas - é o passatempo favorito da América, é o que os Dodgers fazem e assim
por diante.
A fala fluente e o jogo do tabu são praticamente a mesma coisa. Quando você fala em uma língua
estrangeira, você tenta comunicar os pensamentos em sua cabeça, mas nem sempre você tem as
palavras certas para expressá-los. Você quer contar ao seu amigo alemão sobre um jogo de beisebol,
mas não sabe a palavra “beisebol”. Talvez você nem conheça as palavras em alemão para “esporte”
ou “jogo”. Como você comunica seus pensamentos? para o seu amigo?
Sua primeira tendência será mudar para o inglês. Seu amigo provavelmente entende inglês e você
vai entender. Infelizmente, o seu alemão não ficará melhor. Se, por outro lado, você fica em alemão,
uma coisa notável ocorre: você começa a improvisar. Nesse momento, você dá um salto gigante em
direção à fluência.
A fluência, afinal, não é a capacidade de conhecer todas as palavras e padrões gramaticais em
uma linguagem; é a capacidade de comunicar seus pensamentos sem parar toda vez que você se
deparar com um problema. Se você puder contar ao seu amigo sobre o jogo de beisebol com
sucesso - Estávamos ... observando os Dodgers -, então você acabou de praticar a fluência. Você
ficou melhor em usar as palavras que você conhece para se expressar. Se você puder fazer isso para
cada pensamento em sua cabeça, então está feito. Você ganhou o jogo de idiomas; você é fluente.
Esta é uma habilidade aprendida, e é uma habilidade que você pode praticar usando uma versão
simplificada do Taboo. Há apenas uma regra: nenhum inglês permitido. Toda vez que você fala com
um falante nativo ou outro aprendiz de idioma, você vai se ater à sua língua de destino
exclusivamente . Em algum momento, um pensamento chegará à sua cabeça e você não terá
palavras para expressá-lo. Esse é o momento que mais importa. Aproveite! É a oportunidade de
transformar o seu vocabulário e gramática memorizados em linguagem falada fluente, e você só o
recebe quando teimosamente se recusa a falar em inglês.
Este é o jogo mais importante neste livro. Tudo o que fizemos até agora foi projetado para ajudar você
a chegar a este jogo final. Então não deixe ninguém tirar isso de você. Você vai se deparar com pessoas
que não têm interesse em jogar Taboo. Eles podem ser alunos de outros idiomas que mudam para o
inglês sempre que tiverem problemas, ou falantes nativos que querem usá-lo para praticar o inglês.
Eles irão (às vezes inconscientemente) encorajá-lo a falar em inglês. Não faça isso. Encontre outras
pessoas para sair. Seu idioma vai agradecer.

Encontrando Companheiros Tabus


O mundo está cheio de pessoas que falam a língua que você está aprendendo. Você pode encontrá-
los em casa, no exterior ou em algum lugar entre eles:

EM CASA: VIDEO CHATS NA SUA SALA

Cinco a dez anos atrás, suas únicas opções locais para a prática da fala envolviam aulas ou tutores
locais. Então a internet de alta velocidade chegou e mudou tudo. Você pode carregar um site, clicar
em alguns botões e conversar por vídeo com um falante nativo no conforto da sua própria casa. É
um admirável mundo novo.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 100/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

As ofertas da Internet mudam o tempo todo, mas existem algumas comunidades que se destacam
e merecem menção: Verbling, Live Mocha e italki.
O Verbling.com é uma máquina de gratificação instantânea. Você diz qual idioma está
aprendendo e o associa a alguém que fala sua língua-alvo e quer aprender sua língua nativa. Você
conversa por cinco minutos em um idioma, toca um sino e depois conversa no outro idioma. É o
aprendizado de idiomas no estilo de speed dating, e é uma ótima maneira de conhecer e conversar
com falantes nativos ao vivo. Você pode fazer alguns amigos, jogar um pouco de linguagem Taboo
e geralmente ter um bom tempo.
Verbling é ótimo porque é rápido; você não precisa gastar tempo procurando parceiros de troca
de idioma e organizando horários para conversar. Você tem muita exposição a toques variados, o
que pode ajudá-lo a entender esses acentos no futuro. Como você poderia esperar, as conversas não
são muito profundas; você geralmente apenas se apresenta e fala sobre onde você mora e o que
você faz. Se você realmente se deu bem, pode trocar informações de contato e conversar
posteriormente usando um serviço de bate-papo por vídeo como o Skype ( Skype.com ).
LiveMocha.com é um dos muitos sites de troca de idiomas. Outros notáveis são Busuu.com ,
MyLanguageExchange.com e Language-Exchanges.org . Eles se parecem com sites de namoro para
alunos de idiomas. Você coloca um perfil - sou um advogado fiscal que fala inglês , procura um
falante de russo que goste de conversar por vídeo - pesquise os perfis de outros usuários e tente
fazer amigos. Depois de encontrar algumas pessoas interessantes, você configura o bate-papo por
vídeodatas (geralmente via Skype), onde você conversa e alterna idiomas até decidir parar. Se você
encontrar alguns aprendizes de idiomas dedicados no LiveMocha e configurar datas de bate-papo
regulares, você pode praticar muito a língua. O verdadeiro desafio é descobrir o que falar depois de
fazer suas apresentações. Nesse ponto, você precisará encontrar interesses mútuos para conversar
ou mudar para jogos de festa (por exemplo, YouRather.com : Você prefere estar sempre nu ou
sempre com coceira? ).
O italki.com traz dinheiro para a mesa, o que muda drasticamente o jogo. Ele pode conectá-lo a
falantes nativos e professores profissionais, que estão dispostos a conversar com você
exclusivamente em seu idioma de destino. Isso corta o inglês de suas sessões de prática e as torna
muito mais eficientes. Como esses professores trabalham no conforto de suas próprias casas, eles
geralmente cobram muito pouco.
Esse arranjo lhe dá muito mais controle sobre seu aprendizado. Uma vez que você tenha
experimentado algumas pessoas e encontrado uma boa combinação (a maioria dos professores
oferece sessões iniciais de trinta minutos ), você pode agendar reuniões regulares e planejar tópicos
de conversação com antecedência.
Se você está buscando eficiência, então puxe uma lista de frequência de palavras e discuta cada
palavra que você não conhece em ordem. Isso é o que eu faço com meus alunos de inglês
particulares, e isso sempre provoca conversas interessantes e divertidas. Quando tentamos descobrir
a diferença entre um bar e um bar, por exemplo, invariavelmente nos envolvemos em longas
discussões sobre culturas de bebida alemãs e americanas. No final, conseguimos conversar por
cinco a dez minutos, jogar incontáveis jogos de Taboo e definitivamente aprender a diferença entre
um bar, um bar e um Biergarten . Então passamos para a próxima palavra e temos uma conversa
totalmente nova.
Tome notas sobre tudo que você aprende. Esta é sua chance de pegar todas as gírias que estão
faltando no seu livro. Se você quiser, você pode até trabalhar com seu tutor para gerar frases de
exemplo para novos cartões de memória flash. No processo, você encontrará uma nova gramática e
um novo vocabulário, tudo isso falando em seu idioma de destino. É um ótimo uso de tempo e
dinheiro, e é uma das melhores maneiras de praticar falando em casa.

NO EXTERIOR: FERIADOS LINGUÍSTICOS

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 101/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Você pode aprender um idioma em casa, mas não há substituto para viagens. Quando você viaja
para um país, aprende algo sobre a alma de uma língua - seu povo, sua comida, sua cultura - que
não pode ser capturada nos livros. Eu aprendi italiano em Perugia, Itália. Eu morava com um
homem de Nápoles, que uma vez me sentou e explicou a diferença entre pizza comum e pizza
napolitana real. Seu monólogo foi uma rapsódia de dez minutos na pizza, após o que ele começou a
ficar sem palavras e simplesmente gesticulou freneticamente enquanto dizia: "Vem ... vem ... vem
um orgasmo"(É como ... como ... é como um orgasmo). Eu aprendi um pouco de italiano naquele
dia, mas esse não era o ponto; Eu aprendi sobre a alma italiana.
Se você quiser adicionar alguma estrutura às suas férias de idioma, considere se inscrever nas
aulas. Existem institutos de línguas em quase todos os países, muitos dos quais são
surpreendentemente acessíveis. A experiência que você recebe em troca é inestimável. Você
aprende mil coisas que você nunca teria aprendido de outra maneira - etiqueta na ópera vienense, o
estranho funcionamento do sistema nacional de saúde, o sabor da verdadeira pizza napolitana - e,
no processo, você se apaixona por um povo e um cultura.
Esteja ciente de que a maioria das pessoas fala inglês, por isso, tente encontrar as pessoas que
preferem falar em seu idioma de destino. Mesmo se você estiver tendo aulas com um grupo
internacional de alunos, descobrirá que a maioria dos alunos fala inglês nos intervalos. E se você
fala inglês de forma nativa, as pessoas vão ativamente procurá-lo para praticar suas habilidades em
inglês. Isso torna o nosso jogo de Taboo muito mais difícil.
Portanto, se você estiver em um feriado de idioma em um país estrangeiro, organize atividades
que o ponham em contato com os moradores locais. Vá em excursões de museu em italiano; fazer
aulas de culinária em francês; ir a bares, serviços religiosos locais ou eventos comunitários. Crie
um ambiente no qual você possa falar seu idioma de destino o máximo possível. Não há nada de
errado em falar inglês com italianos, mas esse é o seu dinheiro e seu tempo no exterior. Procure
pessoas que odeiam falar inglês e sair com elas. Ou diga a todos que você é albanês e não fala
inglês. Ninguém fala albanês.

ENTRE: PROGRAMAS DE IMERSÃO

Eu sou um grande fã de programas de imersão, particularmente aqueles oferecidos no Middlebury


College em Vermont. Você aparece em uma universidade isolada com um grupo de quarenta a
duzentas pessoas, todas assinam um contrato proibindo o uso do inglês, e você fala exclusivamente
em seu idioma de destino por sete a oito semanas. É um campo de treinamento de aprendizado de
idiomas , e o jogo do tabu é a lei da terra. Você estuda em seu idioma de destino, come em seu
idioma de destino e, depois de algumas semanas, até sonha em seu idioma de destino.
Esses programas são maravilhosos porque todos estão trabalhando pelo mesmo objetivo. Como
resultado, você se sente muito menos inibido quando fala. Pode ser embaraçoso ou assustador
quando você é o único orador não nativo em uma sala. Isso acontece muito quando você está
estudando no exterior. Em um programa de imersão, todo mundo está cometendo erros, então não é
tão grande se você fizer alguns também. Você passa a maior parte de seus dias assistindo a aulas,
conversando com amigos, ajudando alunos menos experientes e aprendendo com alunos mais
experientes.
Há uma pequena desvantagem em gastar tanto tempo com os alunos - você pode pegar maus
hábitos, principalmente quando se trata de pronúncia. Mesmo se você chegar com um excelente
sotaque, você pode começar a soar um pouco americano se passar a maior parte do tempo ouvindo
alemão com sotaque americano . Ainda assim, não há como superar a quantidade de prática de falar
que você recebe em um desses programas - você está tocando Tabu constantemente - e pode
minimizar qualquer dano ao seu sotaque passando tempo com os professores falantes nativos (e
assistindo filmes estrangeiros). linguagem de TV quando você precisa de uma pausa de
socialização).
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 102/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Esses programas podem ser caros, mas oferecem ajuda financeira abundante, baseada em
subsídios, e seus resultados são incomparáveis. Se você tiver a oportunidade de ir, pule nele. Você
nunca vai esquecer isso.

PONTOS CHAVE
• Com o advento de conexões de Internet de alta velocidade onipresentes , você pode obter práticas de fala de qualidade em
qualquer lugar.
• Sempre e onde quer que você pratique, siga a regra de ouro do Language Taboo: não é permitido o inglês. Ao praticar dessa
maneira, você desenvolverá fluência confortável com as palavras e gramática que conhece.

D S T SUA N OW : E XPLORE Y NOSSA L anguage


Vá explorar. Leia um livro ou vinte. Escreva um romance. Pule de avião para um programa
intensivo no exterior. Você tem as ferramentas necessárias para transformar seu idioma no que
desejar e pode usá-las de qualquer maneira (e em qualquer ordem) que escolher.
Dito isto, pode ser bom ter algumas sugestões sobre o que fazer primeiro e o que fazer a seguir.
Estou feliz em obrigar.
Nos três capítulos anteriores, sugeri o seguinte:
1. Reprodução de som: Aprenda a ouvir e produzir os sons do seu idioma de destino e como a
ortografia e o som se inter-relacionam.
2. Jogo de Palavras: Aprenda 625 palavras frequentes e concretas jogando Spot the Differences
em Imagens do Google, encontrando conexões pessoais e, se necessário, adicionando imagens
mnemônicas para o gênero gramatical.
3. Frase Play: Comece a transformar as frases em seu livro de gramática em cartões de memória
flash para novos
palavras, formas de palavras e ordem de palavras. Use a saída escrita para preencher as lacunas
ausentes do seu livro. Aqui está o que eu sugiro que você faça em seguida:
1. Se você ainda não fez isso, aprenda a primeira metade do seu livro de gramática. Faça cartões
de memória para tudo que você achar interessante.
2. Aprenda as primeiras mil palavras em seu idioma de destino. Escreva definições e exemplos
sempre que não tiver certeza do que uma palavra significa. Mais ou menos na metade, você
descobrirá que pode entender um dicionário monolíngue. Use-o para ajudá-lo a aprender o resto de
suas palavras.
3. Volte para o seu livro de gramática, passe por ele e pegue os bits restantes de informação que
você quiser.
4. Leia o seu primeiro livro enquanto ouve um audiolivro.
5. Assista a uma temporada completa de um programa de TV apelidado, lendo resumos de
episódios em seu idioma de destino antes do tempo.
6. Obter uma tonelada de prática de fala. Obtenha o máximo que puder, seja através de um
programa de imersão, férias de idioma no exterior ou através de professores no italki.com . Se você
receber um professor particular, fale sobre as próximas mil palavras da sua lista de frequência e
adicione palavras especializadas para seus interesses particulares. Juntamente com o seu professor,
crie frases de exemplo e insira-as no seu SRS.
Em seguida, enxágüe e repita conforme desejado.
Observação: mesmo quando você está se concentrando em um livro ou programa de TV, nunca
pare de fazer resenhas de cartão flash. Seus cartões flash ficam cada vez mais úteis quanto mais
você os usa. Eu gosto de rever meus cartões de memória durante um ano inteiro antes de parar
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 103/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

completamente. Dessa forma, terei mais facilidade em manter todas as minhas palavras e gramática,
mesmo sem fazer qualquer manutenção depois.
Além disso, nunca inteiramente parar de criar e aprender novos cartões. No passado, encontrei
situações em que desejava manter um dos meus idiomas sem aprender nada de novo. Eu fiz minhas
avaliações diárias, mas parei de aprender novos cartões flash. Ficou chato rápido. Pelo menos na minha
experiência, as revisões de cartões flash são divertidas apenas quando você está aprendendo coisas novas
ao mesmo tempo. Portanto, certifique-se de sempre ter algo novo para aprender - até mesmo algumas
novas palavras por dia fazem uma enorme diferença.

Recursos
LISTAS DE FREQUÊNCIA E DICIONÁRIOS

Você encontrará as recomendações da lista de freqüência no Apêndice 1 para os onze principais


idiomas estrangeiros. Se você estiver aprendendo um idioma diferente, verifique meu site
( Fluent-Forever.com/language-resources ) para comentários e sugestões. Quando tudo isso falhar,
você poderá encontrar listas de frequências de qualidade aceitáveis para a maioria dos idiomas na
Wikipedia ( en.wiktionary.org/wiki/Wiktionary:Frequency_lists ).
Você também encontrará recomendações de dicionário no Apêndice 1 e no meu site. Se você
encontrar um dicionário monolíngue online, cole-o no Google Tradutor ( translate.google.com ).
Isso lhe dará a capacidade de usar um dicionário muito cedo no seu processo de aprendizagem.

LIVROS

O mundo dos livros é gigantesco. Quando estiver pronto para ler um livro, você também estará
pronto para pesquisar na Internet em seu idioma de destino e encontrar livrarias que terão todo o
prazer em enviar cópias de seu livro desejado e de seu audiolivro. De experiência pessoal, eu
recomendo o Harry
Série Potter. As traduções são ótimas e existem muitas versões de audiolivros. Sempre que possível,
vinculei a livrarias em meu site.

FILME E TV

Cinema e TV podem ser um pouco difíceis de encontrar, em parte porque as grandes empresas de
mídia reagiram mal à Internet e tentaram bloquear sua propriedade intelectual de maneiras
inconvenientes. Como tal, você pode precisar de um DVD player especial para reproduzir DVDs de
um país diferente. E se você quiser alugar filmes estrangeiros ou episódios de TV em uma loja
iTunes em outro país, você precisa ter acesso a um cartão de crédito estrangeiro ou comprar um
cartão de presente estrangeiro do eBay. Isso pode ser agravante quando tudo o que você quer fazer é
comprar e assistir a um programa de TV.
No entanto, os produtores e as emissoras de TV estão começando a entender. Você pode
freqüentemente encontrar DVDs de língua estrangeira no Netflix, e você pode até encontrar
ocasionalmente fluxos legais de seus programas de TV dublados favoritos nos sites de algumas
estações de televisão estrangeiras.
A maneira mais fácil de encontrar streaming ou mídia comprável é através da Wikipedia. Para
procurar o seu programa de TV, você precisa descobrir o título estrangeiro de seu programa de TV (
por exemplo, o The West Wing,
À la Maison Blanche em francês). A Wikipedia é a maneira mais simples de encontrá-lo. Procure
seu programa em inglês, mude para seu idioma de destino (na parte inferior esquerda da página) e

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 104/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

você encontrará o título que está procurando. Em seguida, pesquise pelo mesmo título no Google e
você normalmente encontrará algumas opções de compra decentes.

OPORTUNIDADES DE FALA

Já passamos pelas principais opções na seção Fala e Jogo do Tabu deste capítulo, mas vamos
resumi-las aqui por conveniência.

EM CASA: Dependendo de onde você mora e do idioma que você está aprendendo, você pode ter
acesso a aulas e tutores locais em seu idioma de destino (o Craigslist.com é uma boa maneira de
encontrar um tutor). Mas, desde que você tenha uma conexão de alta velocidade com a Internet,
você também tem estas opções:
• Verbling.com (rápido, no estilo de speed dating)
• Livemocha.com (mais conversas, no estilo de sites de namoro em geral)
• Considere também o Busuu.com , MyLanguageExchange.com e Language-Exchanges.org
• italki.com (professores e tutores profissionais pagos)

Se você está procurando por tópicos de conversa, tente:


• Fluent-Forever.com/conversation-questions (uma lista útil de tópicos de conversação)
• ConversationStarters.com ( Qual é a coisa que você sente falta quando criança? )
• YouRather.com ( Você prefere estar sempre nu ou sempre com coceira? )
• Livro de Perguntas de Gregory Stock ( Você tende a ouvir ou falar mais em conversas? )
• Livro das Questões Horripilantes de Smith e Doe ( Por um milhão de dólares, você comeria
um pé humano [com o osso removido] ?)

NO EXTERIOR: Se você estiver procurando por programas intensivos no exterior, então terá que
confiar no Google (“Aprenda francês na França”) e no boca a boca. No momento, não há serviço
centralizado que coleta informações sobre esses programas e os revisa. Você encontrará os
programas mais baratos (e frequentemente os melhores) em universidades centralizadas e
faculdades comunitárias: a Università per Stranieri (Universidade para Estrangeiros) em Perugia,
Itália; os Escuelas Oficiales de Idiomas em toda a Espanha; e assim por diante.

ENTRE OS: Os cursos de idiomas mais intensivos e imersivos são oferecidos no Middlebury College (
Middlebury.edu ) em Vermont. Não conheço nenhuma outra escola que tenha uma política oficial e
não obrigatória em inglês. Se o seu idioma não é oferecido lá, então há vários programas intensivos
nos Estados Unidos que você pode querer considerar. Você os encontrará listados em Fluent-
Forever.com/immersion .

Para os alunos avançados


Se você estiver em posição de usar as ferramentas deste capítulo, você já alcançou pelo menos um
nível intermediário. Mas suponha que você realmente soubesse muito sobre sua língua. Talvez você
tenha estudado isso há anos e acabou de esquecer muito do que aprendeu. Ou talvez você esteja
apenas procurando uma maneira de se sentir um pouco mais confortável com as quatro principais
habilidades - falar, escrever, ouvir e ler.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 105/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Meu conselho para você é mais ou menos o mesmo que o meu conselho para qualquer outra
pessoa; Se você quiser ficar mais confortável ouvindo, então ouça, e se você quiser se sentir mais
confortável falando, então fale. Mas posso recomendar algumas estratégias que podem ajudar você
a fazer isso de maneira mais eficiente.
Se você está procurando uma maneira de atualizar e manter um idioma com o mínimo de esforço,
assista muita TV. Eu fiz isso recentemente com meu francês - eu tinha esquecido muito ao longo do
curso de aprender russo e húngaro, e eu queria trazê-lo de volta - e então comecei a assistir a quantidades
ridículas de televisão e filmes. Em um mês, passei por três temporadas de 24 e cinco filmes. No final
daquele mês, voltava a sonhar em francês. É uma maneira tremendamente divertida de manter um
idioma.
Com um pouco mais de esforço, você pode melhorar continuamente um idioma de
nível avançado . A maneira mais eficiente de fazer isso é escrevendo no Lang-8.com e falando com
os tutores (em italki.com ). Transforme cada erro que você cometer e cada nova palavra que você
quer aprender em cartões de memória flash. Use uma lista de frequência como conversação /
ensaio. Encontre as palavras que você não conhece, discuta-as com um tutor (ou escreva sobre elas)
e cometa tantos erros quanto puder (e diga ao seu tutor para pegá-los). Se você está constantemente
falando e escrevendo, e está usando sua SRS para aprender com todos os seus erros, então você vai
melhorar a uma velocidade vertiginosa.

20. O valor de 80% só se aplica a textos de não-ficção. Se você estiver lendo ficção, as duas mil palavras mais importantes levarão
você a quase 90% de compreensão.

CAPÍTULO 7

Epílogo: Os Benefícios e Prazeres de Aprender um


Língua
O cérebro é como um músculo. Quando está em uso nos
sentimos muito bem. Compreensão é alegre.
—Carl Sagan

Y OU comprei este livro juntamente com uma pequena pilha de outros livros e / ou
software de um livro, um livro de frases, um dicionário ou dois, um guia de pronúncia, e assim por
diante. Você pode ter se matriculado em uma turma ou encontrado um professor particular ou até
mesmo inscrito em um programa de imersão. Você gastou centenas de horas fazendo e analisando
milhares de cartões de memória flash. Então, o que você ganha pelo seu tempo, esforço e dinheiro?
Qual recompensa está no final da sua jornada?
Se você quebrar tudo, você ganha muito .
Do ponto de vista econômico, você abriu um mundo de novas oportunidades de emprego, tanto
em casa quanto no exterior. Apesar da prevalência do inglês, a demanda por capacidade de língua
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 106/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

estrangeira só aumentou nos últimos anos, à medida que crescemos cada vez mais interconectados.
Os Estados Unidos, em particular, encontraram-se atrasados em relação ao resto do mundo a esse
respeito. Devido a uma economia cada vez mais global, o Bureau de Estatísticas do Trabalho dos
EUA projetou um crescimento de 42% na demanda por intérpretes e tradutores entre 2010 e
2020 - colocando esses empregos entre as dez principais ocupações com o maior crescimento
projetado.
Se a tradução não é sua, você pode querer considerar o agente secreto. A sério. Se você aprendeu
uma chamada linguagem de missão crítica - árabe, chinesa, dari, coreana, pashto, persa, russa ou
urdu - então a CIA vai te agarrar e lhe dar US $ 35.000 por idioma como bônus de contratação no
primeiro dia, não para Mencione bônus mensais adicionais de "manutenção da linguagem". Toda
vez que participo de um programa de imersão no Middlebury College, os recrutadores da CIA estão
sempre lá, com roupas impecáveis e cortes de cabelo espalhafatosos, participando de seminários de
recrutamento. Eles estão desesperados por pessoas multilíngües.
Mesmo que você não mude de carreira, aumentou potencialmente seu salário em 5 % a 20 %. Os
empregadores estão dispostos a pagar mais por funcionários bilíngues, mesmo quando esses
funcionários nunca precisam de seus idiomas extras para fazer seu trabalho. Os empregadores vêem
as habilidades de linguagem como um sinal de inteligência e competência, e isso coloca você - seu
novo funcionário bilíngüe - em maior demanda.
Esses empregadores não estão baseando suas decisões nas aparências. Você não parece mais
inteligente quando conhece outro idioma; você se torna mais inteligente. Ao aprender uma língua,
você muda permanentemente as estruturas do seu cérebro. Os cérebros bilíngües são
consideravelmente diferentes dos cérebros monolíngues - certas regiões cerebrais são mais
desenvolvidas - e estudos recentes mostram que você não precisa ser bilíngüe desde o nascimento
para mostrar esses sinais reveladores de bilinguismo. Você só precisa aprender um idioma e mantê-
lo; quanto melhor você aprender e quanto mais você mantiver, mais seu cérebro irá mudar.
Como isso afeta você em sua vida diária? Quando você aprende um idioma, você melhora
permanentemente
sua memória - você poderá memorizar de maneira mais rápida e fácil. Você vai multitarefa melhor.
Pessoas bilíngües são melhores em se concentrar em tarefas e ignorar distrações. Eles são mais
criativos. Eles são melhores solucionadores de problemas. Alunos bilíngues batem monolíngües em
testes padronizados de inglês, matemática e ciências.
Todas essas vantagens - coletivamente conhecidas como efeito bilíngüe - não são o resultado da
inteligência natural e inata. A maioria dos bilíngues nunca escolhe ser bilíngüe; eles simplesmente
crescem em famílias bilíngues. O efeito bilingue é uma espécie de inteligência aprendida e, ao
captar uma nova linguagem, você também a obtém.
Por que o efeito bilíngue existe? Há muita pesquisa a ser feita, mas os resultados atuais apontam
para uma causa particularmente peculiar: aprender uma língua torna mais difícil pensar .
Quando você aprende francês, você efetivamente implanta um pequeno francês em sua cabeça
que nunca se cala . Mesmo quando você está tentando pensar em inglês, ele fica em segundo plano,
resmungando em francês. Não há nenhum interruptor desligado. Lembre-se daqueles momentos de
ponta da língua do Capítulo 2 ? Os bilíngues os obtêm com mais frequência do que os monolíngües,
porque eles têm duas vezes mais palavras para pesquisar. Os bilíngues têm mais dificuldade em
nomear objetos simples - isso é uma mesa, é um gato. Enquanto eles geralmente encontram as
palavras que estão procurando, demoram mais para encontrá-los, porque estão sempre lutando com
aquele maldito francês resmungão.
Na superfície, isso parece terrível, como uma espécie de esquizofrenia aprendida. Mas seu
cérebro se adapta. No processo de aprender a falar uma nova língua, você necessariamente aprende
a abafar e ignorar sua língua nativa. Você aprende a focar em face da constante distração lingüística
e, como resultado, seu cérebro melhora sua concentração em geral . É como andar por aí com pesos
presos aos tornozelos; depois de um tempo, seu corpo se adapta - você fica mais forte - e você

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 107/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

esquece tudo sobre eles. Aprendizagem de línguas é uma forma de treinamento de força para o seu
cérebro.
Não só o seu cérebro fica mais forte, como também fica mais saudável. Os cérebros bilíngües são
mais resistentes ao desgaste da idade. Estudos mostram um atraso acentuado no início da demência
e doença de Alzheimer para bilíngues. Em média, os bilíngues idosos apresentarão sintomas de
demência cinco anos mais tarde do que os monolíngües, e se aprenderam mais de dois idiomas, os
efeitos serão ainda maiores.
Além de todos os benefícios econômicos e mentais do aprendizado de idiomas, encontra-se o
maior tesouro de todos: o aprendizado de idiomas é bom para a sua alma. Ele conecta você a novas
pessoas e a uma nova cultura de maneiras que você nunca imaginaria. Os italianos são diferentes
quando falam italiano e a poesia alemã é primorosamente bela - mas apenas em alemão. Você
começa a ver diferentes lados de pessoas e culturas - lados que estão escondidos do mundo de
língua inglesa . Você até consegue ver diferentes lados de si mesmo.
Eu gesticulo em italiano. Eu tenho que fazer gestos em italiano. Quando eu falo italiano, eu
anseio viajar e ver coisas bonitas, relaxar ao sol e comer comida deliciosa. Por si só, a língua
italiana enche minha mente de lembranças felizes, porque todas as minhas palavras estão ligadas
aos momentos em que aprendi e as usei. Gelato não é a palavra italiana para " sorvete" - é uma
busca quase religiosa de seis semanas pelo melhor gelato da Itália; é sorvete de morango em Roma
e pistache gelato em Perugia - é comer o melhor gelato de coco que você poderia imaginar
enquanto assistia as ondas rolarem em um porto ensolarado em Cinque Terre. Minhas palavras
italianas não sãoapenas as palavras cotidianas que usei toda a minha vida; Eles são um conjunto
distinto de memórias que eu formei com minhas próprias mãos e cérebro. Ao aprender essa
linguagem, criei uma nova mente e uma nova personalidade para mim. Esse é o presente mais caro
da aprendizagem de línguas - você conhece um novo eu.
E isso não é apenas minha própria insanidade falando; Eu já vi isso em todas as pessoas
multilíngües que conheci.
Uma de minhas professoras francesas era uma mulher americana que se casou com um francês e se
mudou para Paris. Quando falava francês, ela era uma das mulheres mais elegantes e inteligentes
que já conheci. No último dia do nosso programa em francês, finalmente mudamos para o inglês.
Em um instante, aquela mesma mulher elegante subitamente transformou-se em uma garota festeira
de boca rápida, marinheira do Texas. Isso não quer dizer que sua personalidade francesa fosse de
alguma forma falsa; era apenas um lado diferente de sua personalidade, e veio à tona em seu
francês.
Às vezes, uma língua estrangeira pode parecer uma máscara. É um jogo de faz de conta. Você
está fazendo o papel de Some French Guy e está fazendo uma conversa com alguns amigos. Nesses
momentos, você ocasionalmente se pega dizendo coisas que nunca teria dito em inglês. Você está
mais aberto. Você fala mais livremente. Afinal, não é realmente você; é apenas um jogo.
Mas isso não é bem
verdade. Ele é você.
E você só pode encontrar esse lado em uma língua estrangeira.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 108/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

A CAIXA DE FERRAMENTAS

A Galeria: Um Guia para os Cartões Flash que Ensinam sua Língua

A arte do Flash Cards

A Primeira Galeria: Treinadores de Pronúncia Do-It-Yourself

A segunda galeria: suas primeiras palavras

A terceira galeria: usando e aprendendo suas primeiras frases

A quarta galeria: um último conjunto de cartas de vocabulário

Um glossário de termos e ferramentas

A GALERIA: UM GUIA PARA OS FLASH CARDS QUE ENSINARÁ


VOCÊ SUA LÍNGUA

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 109/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Este livro é sobre muitas coisas: a linguagem, o cérebro humano, o processo de aprendizagem, a
essência das palavras. Mas quando você começa a aprender, é sobre aprender idiomas com cartões
de memória.
Todos nós já encontramos cartões de memória na escola. Eles geralmente tinham um prompt de
um lado (Prompt: o pássaro dodô) e uma resposta no verso (Resposta: Este é um pássaro extinto
que não voou que já viveu na ilha de Maurício ... ), e você pode ter feito pilhas deles para os testes
da sua escola. Se você o fez, você os arrastou, viu quais já conhecia e depois questionou a si mesmo
sobre os que não conhecia. Se você estivesse realmente ansioso sobre um próximo teste, você
poderia ter virado a pilha de cartas e visto se você as conhecia na outra direção (Novo alerta: Este é
um pássaro que não voa extinto ... Nova resposta: o pássaro dodô). Então você faria seu teste e
arquivaria suas cartas (ou as jogaria fora).
Placas flash como essas podem ser um pouco chatas, mas fazem um bom trabalho preparando
você para os testes. Se você estudá-los em uma direção (Prompt: o pássaro dodô ), você está
preparado para certas questões de teste (o que é um dodo? ). Se você estudá-los na outra direção
(Prompt: Este é um pássaro que não voa extinto ... ), você está preparado para outras perguntas de
teste ( Que ave que não voou viveu na Maurícia? ), E se você estudá-las em ambas as direções,
você poderia lidar com qualquer cenário relacionado ao dodo .
Se você quisesse se tornar um especialista em dodô , poderia criar uma pilha gigante de cartões
de memória, cobrindo todos os aspectos do dodô em todas as direções possíveis. Onde o dodo
viveu? ( Ilha das Maurícias. ) Qual o tamanho do dodo? ( Três pés de altura, entre vinte e dois e
quarenta libras. ) Poderia o dodo voar? ( Nope .) E assim por diante. Quanto mais maneiras você
estudar as mesmas informações, melhor você conhecerá seu material.
Eu quero que você se torne um especialista em seu idioma, mas você deve se divertir no
processo. Então, vou fazer algumas alterações nesse tema cansado, em forma de cartão de índice .
Em primeiro lugar, estamos colocando todos os seus cartões de memória em um SRS, que lhe
dirá quando estudar cada cartão. Como discutimos no Capítulo 2 , isso os torna muito mais eficazes
e muito mais divertidos. Você está jogando um jogo constante com você mesmo, tentando ver
quanto tempo você pode ir antes de esquecer uma de suas cartas. Por causa desse jogo, seus cartões
de memória permanecem desafiadores e você tem uma sensação constante de realização ao revisá-
los.
Segundo, você vai usar esses cartões para lembrar experiências multisensoriais , ao invés de
apenas fatos. Você vai tomar uma palavra como déjeuner (almoço) e conectá-lo a uma memória
saborosa. Então, toda vez que você vir um déjeuner , sua mente vagará instantaneamente até aquela
baguete crocante cheia de manteiga e brie (e mel e nozes) que você comprou de um vendedor de rua
em Paris. Você pode fazer isso de três maneiras: usando fotos em vez de traduções ( uma deliciosa
baguete de brie ), encontrando lembranças adequadas para cada palavra ( almoço em Paris ) e
deixando pequenos lembretes dessas memórias em seus cartões de memória ( Paris, 2002 ). Isso
tornará seu processo de revisão muito mais agradável emuito mais eficaz.
Por último, você não está estudando para um teste chato; você está ensinando a si mesmo sobre
tópicos intensamente interessantes . Você está procurando os mistérios escondidos sob a superfície
de cada palavra e regra gramatical.

O que faz uma palavra como gato diferente do gato ? Como você pode usar a gramática alemã para
pensar de uma maneira completamente nova? Em vez de aprender traduções esquecíveis, você está
aprendendo a se tornar um caçador de tesouros e usará seus cartões para lembrá-lo de suas
aventuras.
Vamos começar. Começaremos com os princípios básicos que fundamentam essas cartas e, em
seguida, percorremos cada categoria de cartas em ordem: som ( Capítulo 3 ), vocabulário básico (
Capítulo 4 ), gramática ( Capítulo 5 ) e vocabulário avançado ( Capítulo 6 ). . Você vai colocar as
cartas que você criou no seu SRS, jogar o jogo diariamente e acabar com uma linguagem

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 110/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

completamente formada em sua cabeça, pronta para ler quadrinhos japoneses, assistir filmes
alemães ou conversar com garçons brasileiros.

Os Princípios Básicos do Design


Estamos construindo idéias apresentadas nos capítulos 2 e 3 . Se você ainda não leu, faça isso
agora. O Capítulo 2 explicou por que estamos usando cartões flash, como usar um SRS para
programar suas sessões de revisão para eficiência máxima e como tornar cada cartão de memória o
mais memorável possível, vinculando sons, ortografia, conceitos e conexões pessoais a cada
verdade você aprende. No final do Capítulo 3 , investigamos o paradoxo “mais é menos” - aprender
mais informações sobre um tópico pode ajudá-lo a aprender em menos tempo.
Vamos adicionar dois princípios básicos de design a essas ideias:

• Muitas cartas simples são melhores que algumas cartas complexas.


• Peça sempre uma resposta correta de cada vez.

O primeiro desses princípios é principalmente uma questão de atenção. Você só pode se


concentrar em uma coisa de cada vez. As SRSs podem ajudá-lo a aprender e reter grandes números
de fatos rapidamente, mas não podem permitir que você pense em muitos fatos diferentes ao mesmo
tempo. O conjunto de palavras em inglês tem 464 definições. Se, por algum motivo maluco, você
quisesse aprender todos eles, você não faria isso com um único cartão flash. Você precisará de cerca
de 464 deles para ajudar a direcionar sua atenção para cada definição, por sua vez.
Não vamos escrever 464 cartões flash para cada palavra; você não precisa memorizar suas
palavras com tal profundidade. Mas você precisará de vários cartões flash. Afinal, você está criando
estruturas complexas em sua mente. Você vai querer que cada palavra traga uma explosão de
associações: sons, grafias, múltiplas definições, características gramaticais, memórias e emoções.
Você construirá essas associações mais rapidamente se você as enfrentar em um cartão flash de
cada vez.
O segundo princípio - sempre pedir uma resposta correta - é apenas uma extensão do primeiro.
Queremos que esses cartões sejam fáceis. Você não terá um bom tempo se estiver preso tentando
lembrar a ortografia e a pronúncia de todos os doze meses do ano de uma só vez; Como já
dissemos, você só pode se concentrar em uma coisa de cada vez. Então, quando um cartão flash faz
uma pergunta com mais de uma resposta certa
- Como eu faço um som "k" em inglês? (Resposta: Com um C, um K ou um CK) - aceite qualquer
resposta correta ( com um C!) Como correta. Você pode ter certeza de que sabe todas as respostas
criando cartões flash adicionais (por exemplo, que som o CK no rock faz? ). Dessa forma, as
sessões de revisão de cartão flash permanecerão divertidas, rápidas e eficazes.

Quantos cartões flash você precisa? Faixas Diferentes para Diferentes


Necessidades
Quanto mais cartões flash você fizer para a mesma informação, mais fácil será o seu tempo.
Suponha que você esteja aprendendo a palavra chèvre (cabra). Você poderia fazer um cartão de
memória flash que pergunta "O que é um chèvre ?" E outro cartão de memória que pergunta "O que
é isso ?"

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 111/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Ambos os cartões flash vão te ensinar sobre a mesma palavra, mas eles treinam diferentes
habilidades relacionadas ao chèvre . Se você usar os dois tipos, terá muito mais facilidade em se
lembrar de Chèvre quando estiver estudando.
Nós poderíamos continuar:

• Como você pronuncia “ chèvre ”?


• Como você soletra a palavra pronunciada “sheh-vre” ( )
• O que é um alimento que os chèvres comem?
• Que cores vêm os chèvres ?
• Qual é a sua lembrança menos favorita de um chèvre ?

Mas, eventualmente, você ficará doente de chèvres e seus cartões de memória serão fáceis
demais. Você vai ficar entediado e você vai gastar para sempre criando seus cartões de memória
flash. Há um equilíbrio aqui, naturalmente, e você precisará encontrar seu próprio nível de conforto
à medida que avança.
Vou te dar três pistas diferentes para três cenários diferentes:

• TRILHA INTENSIVA: Você está aprendendo chinês, árabe, japonês ou coreano e nunca aprendeu
outro idioma antes. Você precisa de algumas cartas extras para ajudá-lo a lembrar suas
palavras e regras gramaticais, porque elas estão muito distantes das palavras e das regras
gramaticais que você já conhece.
• NORMAL TRACK: Você está estudando outro idioma (digamos, francês) pela primeira vez.
Você precisa de ajuda para lembrar suas palavras e regras gramaticais, mas não tanto quanto
um aprendiz de chinês. Esta é a abordagem equilibrada que você deseja para um idioma que
não seja um dos quatro mais difíceis.
• REFRESHER TRACK: Você levou quatro anos de francês na escola, mas esqueceu muito disso.
Você só precisa de alguns lembretes sobre suas palavras e regras gramaticais.

A única diferença real entre as três faixas é quantas cartas você faz por som, palavra ou conceito
gramatical. Se você já pegou francês, você pode precisar apenas de um único cartão flash para
manter uma palavra como portefeuille (carteira) na sua cabeça. Das três cartas listadas na seção
Palavras da Galeria, você simplesmente fará a placa com o nome "Refresher Track".
Por outro lado, se este é seu primeiro encontro com o francês, você pode precisar de dois cartões
flash para

lembre-se que mesmo portefeuille . Você fará as duas cartas rotuladas como “Normal Track”. Na
mesma linha, se esta for sua primeira vez com o árabe, você provavelmente precisará das três cartas
rotuladas “Intensivo
Track ”para lembrar (carteira).

Estratégias para chinês e japonês


Chinês e japonês (e, em muito menor escala, coreano) usam um conjunto de caracteres conhecidos como logogramas. Em
contraste com os alfabetos, logogramas correspondem a palavras ou pedaços de palavras em vez de sons. Estes podem ser
difíceis de aprender. Se você está aprendendo qualquer uma dessas línguas (ou se você realmente quer aprender algo maluco
como os antigos hieróglifos egípcios), então vá para Fluent-Forever.com/logograms para um punhado de designs e estratégias
suplementares de cartões flash para torná-los mais fáceis.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 112/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Essas diretrizes são apenas isso: diretrizes. Se você está tendo dificuldades com um conceito
específico (por exemplo, chèvres ), em seguida, adicione cartões adicionais que dêem um toque
ligeiramente diferente em informações relacionadas: o que é um bebê chèvre chamado? ( um
chevreau); O que é um chevreau quando ele cresce? ( um chèvre). Toda vez que você tiver muitos
problemas com uma palavra ou regra gramatical, basta criar algumas novas cartas em um tema
relacionado e tornar-se muito mais fácil de lembrar.
Se você estiver usando uma caixa Leitner em vez de um computador, precisará de mais tempo
para fazer cartões do que seus amigos que usam Anki . Eles podem pressionar um único botão e
criar três cartas de uma só vez; você tem que fazer cada um você mesmo. Se a criação de cards nas
trilhas Intensive / Normal parecer avassaladora ou tediosa, vá para a trilha Refresher, mesmo que
você esteja apenas começando com um idioma. Embora você tenha menos cards para analisar,
talvez não precise de tantas resenhas, porque gastou mais tempo e esforço fisicamente fazendo suas
cartas. Você sempre pode adicionar novos cartões mais tarde, se precisar deles.

A ARTE DE FLASH CARTÕES

Como fazê-los, como revê-los


Em cada capítulo deste livro, falamos sobre maneiras de explorar seu idioma de destino.
Começamos com o som e descobrimos um mundo de novos sons para ouvir e criar. Olhamos para
as palavras e descobrimos que, abaixo de cada tradução, uma sinfonia de imagens e associações
espera por nós. E observamos as frases e descobrimos como a gramática pode pegar um punhado de
palavras e envolvê-las em pensamentos de complexidade ilimitada.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 113/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

O processo de explorar uma linguagem é o núcleo de aprender uma língua. Toda vez que você
descobre um novo som, uma nova palavra ou uma nova construção gramatical, você plantou uma
semente em sua mente. Essas sementes crescerão em fluência, desde que você possa retê-las. Para
fazer isso, você estará usando cartões flash. Cada cartão flash contém uma pequena lembrança ou
dois de seu processo de exploração - apenas o suficiente para lembrá-lo de suas jornadas e
descobertas.
O processo de criação de cartões de memória flash é relativamente simples e vamos percorrer
todos os passos desta seção. Veremos os cartões flash modelo que você pode usar e falaremos sobre
os que você precisa. Então, quando estiver pronto para aprender, você utilizará esses cartões flash
como modelos para você.
Se você estiver fazendo seus cartões com a mão, você simplesmente copiará os modelos,
substituindo suas palavras, imagens e memórias pelas que estão neste livro. Se você estiver usando
o Anki, você irá digitar, copiar e / ou arrastar suas informações para as caixas apropriadas:

Então você clicará no botão Adicionar cartão e obterá algo assim:

As cartas que você faz são suas. Neste cartão, “Lily” me ajuda a lembrar do meu macska favorito
, mas não fará muito por você . Da mesma forma, a imagem ajuda a me lembrar da minha
experiência no Imagens do Google, observando os grupos de gatos húngaros. Lembro-me até de
baixar uma gravação do Forvo.com e tentar imitar a enganosa vogal húngara (um cruzamento entre
o nosso "ah" e "oh"). Cada uma dessas experiências foi divertida para mim e, assim, meu cartão de
memória traz de volta todos os tipos de memórias divertidas e relacionadas à macska . Quando você
revisa seus cartões de memória, eles farão o mesmo por você.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 114/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

O processo de revisão
A primeira coisa que você verá sempre que rever um cartão flash é o lado da frente. Ele coloca a
seguinte pergunta: “O que há no verso desse cartão?” Você pode estar olhando para uma foto de um
gato e precisa lembrar a palavra húngara macska, ou você pode ver a palavra macska e precisa
lembrar de uma foto de um gato.

Você está construindo uma conexão em sua mente entre um estímulo (a palavra macska ) e uma
resposta (a figura de um gato). Mas vamos ficar um pouco mais específicos: Você precisa se
lembrar de uma foto de um macska ? Como se diz a palavra?
Essas conexões são mais complexas do que um único encadeamento conectando duas ideias;
você está criando redes de conexões entre sons, grafias e imagens. Isto é uma coisa boa; afinal de
contas, as memórias são redes e, quanto mais conexões elas contêm, mais fácil elas se
lembram - neurônios que disparam juntos se conectam . Você quer que o maior número possível de
neurônios seja acionado toda vez que encontrar seu macska .
Idealmente, você quer que sua palavra provoque uma explosão de associações em seu cérebro: a
ortografia m- acska, a pronúncia (mɒtʃkɒ - “ moch -ko”), como você a usaria em uma frase, mil
imagens de cada macska você já conheceu. Você também gostaria de ouvir outras
palavras - palavras relacionadas como farok (cauda) ou palavras com sons e grafias semelhantes,
como matrac (colchão). Você está tentando criar uma resposta tão alta e variada quanto possível, e
você fará um cartão flash de cada vez.
Para conseguir isso, você precisa de equilíbrio. Se você gastar dez minutos ruminando sobre cada
macska que você já viu, sempre que você pegar um cartão de memória, você não vai aprender
húngaro muito rapidamente. Você precisa de uma maneira de adicionar conexões às suas palavras
sem perder tempo.
Então, quando eu introduzir um design de cartão flash, identificarei os fatos mais essenciais.
Nesse caso, você não vai muito longe com a macska se não souber o que significa macska ou se não
conseguir dizer a palavra em voz alta. Estes são os fatos essenciais que precisamos :

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Picture : Você consegue se lembrar do que essa palavra significa? Como é isso?
• Pronúncia : Você pode dizer esta palavra em voz alta?

Mas também há muitos fatos que seria bom lembrar. Nós vamos chamar esses pontos de bônus.
Você ganha um ponto de bônus sempre que adiciona uma conexão não essencial a uma palavra.
Embora seja essencial que você se lembre de dizer “ macska ”, seria bom se você lembrasse que o
matrac (colchão) começa com as mesmas letras. Se você se lembra de ambos, você ganha um ponto
de bônus. Yay! Você vai lembrar macska (e matrac, para esse assunto) melhor da próxima vez que

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 115/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

você ver. Se você não fizer isso, tudo bem. Eles são apenas pontos falsos de qualquer maneira, e
você pode obter um na próxima vez. Aqui estão os pontos de bônus para o nosso cartão macska :

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Conexões Pessoais : Você consegue pensar em alguma conexão pessoal com essa palavra?
(Você gosta de gatos? Você consegue pensar em um gato que você conhece?) (O nome do meu
gato é Lily.)
• Palavras que parecem semelhantes : Você consegue pensar em alguma outra palavra
(húngara) que comece com o mesmo som ou ortografia? (Matrac [colchão] também começa
com “ma.”)
• Palavras relacionadas : Você consegue pensar em alguma outra palavra (húngara)
relacionada a essa palavra? (farok [cauda], kutya [cachorro], állat [animal])

Quando você rever seus cartões, dê-se cinco a dez segundos. Lembre-se de tudo o que puder e,
em seguida, vire o cartão (ou pressione o botão Turn Card Over se estiver em um computador) e
verifique suas respostas no verso:

Se você se lembrou de todos os fatos essenciais, você venceu. Se você estiver usando uma caixa
Leitner, mova este cartão para a próxima seção da caixa e revise-o novamente em alguns dias ou
semanas. Se vocês são

Usando o Anki, você clicará no botão "Lembro-me disso" e ele verá o cartão com menos frequência.

Uma dica de economia de tempo


Se você estiver usando o Anki, pegue meu demo grátis. Está tudo pronto para gerar todos os cartões deste livro
automaticamente. Você monta as informações (grafia, gravações, conexão pessoal, etc.) e mostra todas as cartas que você pode
desejar. Você o encontrará na Fluent-
Forever.com/gallery .

Se você esqueceu um fato essencial, então você vai querer ver este cartão com mais freqüência.
Com uma caixa de Leitner, você vai mover o cartão de volta para a primeira seção da sua caixa.
Com Anki, você clicará em “I Forgot” (Esqueci). Você verá esse cartão com mais frequência até
que ele pare para sempre.
Se você se lembrou de alguns pontos de bônus, então você pode dar palmadinhas nas costas.
Você acabou de tornar suas revisões mais fáceis para o resto do seu processo de aprendizagem. Se
não, você ainda ganhou o jogo. Felicitar
você mesmo assim. Você lembrou que macska é um gato, e é pronunciado - “moch-ko” -
seus dois principais objetivos. Dedique alguns segundos para pensar em uma ou duas conexões que
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 116/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

você poderia fazer da próxima vez: pense em seu macska favorito ou em alguma outra palavra que
você tenha aprendido que tenha algo a ver com um macska . Em seguida, vá para a próxima carta.

As três faixas

Quanto mais cartões você fizer por palavra, som ou conceito gramatical, mais fácil você terá. Toda
vez que eu introduzir um novo design de cartão, também discutirei se você o usaria na faixa
intensiva, na faixa normal, na faixa de atualização ou em todas as três.
Mais tarde, por exemplo, mostrarei um cartão flash que pergunta especificamente sobre a
ortografia de uma nova palavra. Quando eu fizer isso, você verá algo assim:

Observe a lista de verificação à direita. Este cartão é apenas para o Intensive Track; Ele foi
projetado para ajudar você a lembrar de caracteres complexos como ( gato em chinês). Se você
estiver no caminho normal , talvez esteja aprendendo espanhol, provavelmente não precisará de um
cartão extra para aprender a ortografia de todas as palavras do seu idioma. Você irá ignorá-lo e só
criará as cartas "Use este cartão em: a faixa normal".
Estamos prontos para começar a fazer cartões de memória flash. Vamos fazer uma rápida
recapitulação do que você já fez e, em seguida, aprofundar as cartas de cada capítulo.
O que você já fez
DO CAPÍTULO 2 (CONFIGURANDO SUA SRS)

Se você escolheu Anki, você assistiu a tutoriais sobre como usá-lo. Eles ensinaram como fazer um
cartão flash básico, como inserir arquivos de áudio e imagens em seus cartões e como revisá-los
quando você estiver pronto para aprender. Você também fez o download e instalou meu demo deck,
então o seu trabalho principal envolve encontrar informações e gravações, colocá-las nas caixas
certas e clicar no botão Adicionar Flash Cards.
Se você escolheu uma caixa de Leitner, leu o Apêndice 3 , foi até sua loja local e comprou seus
materiais. Você tem uma caixa de arquivos de cartão de índice cheia de divisores, uma pilha de
cartões de índice em branco, alguns lápis e um calendário à sua frente (hoje é o dia 1!).
Você também se lembra da minha advertência anterior: como os cartões de memória de papel não
podem falar, você terá um cuidado extra para aprender um alfabeto fonético e ouvir gravações de
palavras de exemplo ao escrever seus cartões de memória.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 117/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

A PRIMEIRA GALERIA: FORMADORES DE PRONÚNCIA


DE DO-IT-YOURSELF

Cartões para o capítulo 3


Nesta seção, vou mostrar a você como construir um treinador de pronúncia para o seu novo idioma.
Estes treinadores são muito divertidos de usar; você ouve um monte de novos sons malucos e
aprende grafias estranhas e palavras de exemplo (e alfabetos, dependendo da sua língua). Em
seguida, você pressiona os botões do seu computador / smartphone ou embaralha os cartões de
memória em sua caixa Leitner até que esses sons e ortografias sejam profundamente implantados
em seu cérebro. Além de serem divertidos, poupam-lhe uma enorme quantidade de tempo, porque
tornam o resto da sua língua muito mais fácil de lembrar (talvez você ainda se lembre da nossa
discussão sobre o mjöður no Capítulo 2 ).
Antes de começar, uma ressalva: esses treinadores podem levar tempo para criar. Eles combinam
uma grande quantidade de informações de uma só vez - gravações, grafias, alfabetos fonéticos e
grupos de palavras de exemplo. Vou mostrar-lhe como fazê-los passo a passo, mas há outra opção
que pula todo esse tumulto: Com toda a probabilidade, eu já fiz um treinador para a sua língua. Se
você olhar as próximas instruções e se sentir um pouco enjoado, procure um treinador no meu site (
Fluent- Forever.com/chapter3 ). Eles são eficazes, são muito divertidos e não tenho conhecimento
demaneira mais fácil de aprender a pronúncia de um novo idioma. Eu os fiz porque quero que esse
processo seja o mais fácil possível. Eu prefiro que você não corra gritando antes mesmo de começar
a aprender vocabulário.
Se eu ainda não fiz um treinador de pronúncia para o seu idioma, ou se você for mais do tipo “
faça você mesmo”, então começaremos agora.

Etapa 1: Obtenha seus rolamentos


Abra o seu livro de gramática ou pronúncia e leia a introdução do alfabeto e sistema de som do seu
novo idioma. Normalmente, quaisquer sons problemáticos serão destacados e discutidos em
profundidade. Leia sobre eles e ouça-os, usando as gravações que acompanham o seu livro ou o
Forvo.com . Os sons que são difíceis de ouvir são sua primeira prioridade, e seu livro
provavelmente os discutirá e dará pares mínimos como exemplos. (Os livros didáticos coreanos
geralmente começam com o temido e quase indistinguível pul [grama], ppul [chifre] e bul [fogo],
por exemplo). Ouça-as repetidamente ou transforme-as em testes de par mínimo usando um dos
meus tutoriais on-line até você começar a perceber qual é qual.

Recursos à sua disposição


Você encontrará uma lista completa de recursos de pronúncia na seção Do This Now do Capítulo 3 . Para testes de par mínimo,
vá para Fluent-
Forever.com/chapter3 .

Depois de ouvir as diferenças entre cada um dos sons, concentre-se em cada novo som que
não parece concordar com a sua língua. Se o seu livro não discutir como produzir esses sons, vá ao
Apêndice 4 e veja como eles se encaixam em sua boca. Continue imitando suas gravações enquanto
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 118/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

estiver prestando atenção em sua língua, lábios e garganta até entender mais ou menos como formar
cada som. Se você estiver passando por um momento difícil com um certo som, consulte o
YouTube ou trabalhe com um professor no italki.com até ficar confortável.
Agora você pode começar a fazer alguns cartões flash. Você criará 80 (espanhol) a 240 (japonês)
cartões, o que levará de uma a três horas para projetar e de três a oito dias para aprender a trinta
minutos por dia. No processo, você aprenderá um monte de novas palavras, ouvirá várias gravações
e começará a se familiarizar com seu novo idioma.
Se você estiver usando o Anki, estará baixando gravações de palavras de exemplo e colocando-as
em seus cartões de memória flash. Se desejar, sinta-se à vontade para ignorar todas as transcrições
fonéticas ( ) nos cartões flash de exemplo neste livro. Por outro lado, se
você estiver usando uma caixa de Leitner, estará dependendo muito dessas transcrições fonéticas.
Enquanto você está nisso, certifique-se
que você também ouça regularmente gravações como um complemento. Não há nenhum uso em
memorizar daquele alemão ä soa como ɛ se você não sabe o que ɛ parece. (Soa como "eh".)

Etapa 2: obtenha suas informações


Vamos conectar três partes de informação para cada som em seu novo idioma:
• Som : o que é esse som? Como é? (Se é um novo som para você, como se encaixa na sua
boca?)
• Recursos: Seu livro de gramática / pronúncia, Apêndice 4 , artigos da Wikipédia “IPA para espanhol / francês / qualquer que
seja”,
Forvo.com

• Soletrando : Como eu soletro este som?


• Recursos: seu livro de gramática, seu dicionário de escolha ou um livro de frases de bolso do Lonely Planet.

• Exemplo de palavra : o que é uma palavra de exemplo para este som?


• Recursos: A seção do glossário do seu livro de gramática ou a seção do dicionário de um livro de frases de bolso.

Etapa 3: Faça suas cartas


Intensivo / Normal / Refresher Tracks: Dois tipos de cartão por som
(Eu já tirei essas cartas para o essencial, então todas as três faixas são as mesmas.)

Tipo de cartão 1: como é que esta ortografia?


(por exemplo, ä como no alemão Lächeln [sorriso] soa como [gravação] / lɛçln)

Fato alemão do dia


O alemão capitaliza todos os seus substantivos, e é por isso que estou fazendo isso aqui!

Tipo de Cartão 2: Como você soletra esta palavra de exemplo?


(por exemplo, [gravação de Lächeln (sorriso)] / lɛçln é escrito L-ä-cheln )

TIPO DE CARTÃO 1: O QUE É QUE ESTA SOLETRAÇÃO SOA GOSTA?

Aqui é onde você começará a amarrar grafias aos sons. Você precisará de palavras de exemplo para
cada combinação de ortografia / som em seu idioma. Você provavelmente encontrará uma boa lista
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 119/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

deles no início de seu livro de gramática, mas se não, você pode se referir à Wikipedia (procure por
“IPA para espanhol”, “IPA para francês” e assim por diante). Se você estiver usando Anki, fique à
vontade para ignorar a parte do alfabeto fonético; você só vai pegar as palavras de exemplo e
encontrar as gravações de cada uma delas.

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):


• Som : Qual som essa ortografia faz? Você pode dizer em voz alta? Se esta ortografia puder
fazer alguns sons diferentes (como no infame infame / pensamento / pensamento / inglês do
inglês ), então você criará um cartão flash para cada um desses sons diferentes, com um
exemplo apropriado para cada um deles. (Aqui o ä em Lächeln soa como "eh".)

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• A Palavra Inteira : Você pode pronunciar a palavra inteira em vez de apenas o som no meio
dela?
• Exemplo de palavra : Você consegue pensar em alguma outra palavra que use esse som?
Você consegue se lembrar de como está escrito, como é pronunciado ou o que isso significa?

Use uma gravação de toda a palavra de exemplo ( Lächeln ) em vez do som individual ("eh").
Em parte, isso é porque é difícil encontrar gravações de todos os sons individuais em um idioma. É
até difícil fazê- las. Lembre-se de que são sons, e não apenas letras, e às vezes os sons não aparecem
por conta própria. Embora saibamos como pronunciar a letra u , é muito difícil pronunciar um "u"
bom e preciso, como se fosse colocado sem um p e um t próximos. Então, basta pegar as gravações
completas de palavras de exemplo. Você poderá encontrá-los rapidamente no Forvo.com .
Sempre que possível, escolha palavras de exemplo que sejam fáceis de visualizar. Geralmente,
seu livro te dará uma lista de exemplos de palavras e grafias no primeiro ou segundo capítulo. Se
estes são concretos e fáceis de visualizar ( p é para pizza, gn é para nhoque ), use-os. Se não ( um é
para abstração ), encontre algumas palavras escritas no glossário no final do seu livro. Se o seu
livro didático não discutir a pronúncia, jogue-o fora e obtenha um melhor. (E envie uma carta
furiosa para o autor, enquanto você está nisso.)
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 120/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Uma vez que você tenha bons exemplos para cada som / grafia, pegue uma imagem de cada
palavra de exemplo do Google Images e cole-a na frente de cada cartão. Isso ajudará você a lembrar
sua ortografia, som e palavra de exemplo no futuro.
Você pode usar esses cartões para aprender um novo alfabeto. Aqui estamos aprendendo o p
russo , que se parece com o símbolo matemático de pi (п). Para aprender, usaremos a palavra russa
para “passaporte”, que soa como “pahspert”.

SE ESTÁ ESTUDANDO CHINÊS OU JAPONÊS


Ambas as linguagens usam caracteres que correspondem principalmente a palavras em vez de informações fonéticas. Já que
estamos focando no som, usaremos sistemas de escrita alternativos. Para o chinês, você deve aprender seus sons em Pinyin (Nĭ
Hǎo, em oposição a ), e em japonês, você deve fazer isso em hiragana e katakana, os dois sistemas de escrita usados em
japonês que contêm informações sonoras.

TIPO 2 DO CARTÃO: COMO VOCÊ SOLETRA ESTA PALAVRA?

Você pode reutilizar cada uma das suas palavras de exemplo para ajudar a inserir as regras de
ortografia do seu novo idioma. Aqui vamos reutilizar a palavra alemã Lächeln (sorriso). As cartas
são assim:

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):


• Ortografia : Você consegue se lembrar de como soletrar essa palavra?

NENHUM PONTO DE BÔNUS! O COMPLEXO DA ARCOLA SUFICIENTE COMO É!

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 121/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Essas cartas podem ser complicadas no começo. Cada carta combina um monte de regras de
ortografia de uma só vez. Como você ainda nem aprendeu todas elas, talvez seja difícil lembrar a
ortografia de cada palavra. Não se preocupe. Dentro de alguns dias, você cobrirá todas as grafias e
sons possíveis e começará a ter um tempo muito mais fácil. Seu SRS irá garantir que você revise
seus cartões flash de forma eficiente, e você estará cuspindo palavras em alemão em nenhum
momento.

Passo 4: Siga o seu sistema de repetição de espaço e aprenda as suas cartas


Aprenda trinta cartões flash por dia. Ao aprendê-las, você dirá ao seu SRS o que você lembra. Se
você estiver usando Anki, você estará clicando em um dos botões que correspondem a "Sim, eu
lembro" ou "Opa, eu esqueci", e ele automaticamente agendará seus cartões de acordo, para que
você revise cada um dos seus cartões perto do momento ideal, antes de esquecê-los. Se você estiver
usando uma caixa de Leitner, você seguirá as regras do jogo de box de Leitner, movendo as cartas
que você se lembra para frente e as cartas que você esqueceu. Depois de fazer isso por uma semana
ou duas, você estará pronto para passar para o vocabulário ( Capítulo 4 ).

A SEGUNDA GALERIA: SUAS PRIMEIRAS PALAVRAS

Cartões para o capítulo 4


Lembre-se daquelas 625 palavras do capítulo 4 ? Veja como você os aprenderá. Estes cartões são
muito divertidos de criar (você pode jogar com todos os tipos de ferramentas interessantes: imagens
do Google, mnemônicos, gravações e experiências pessoais) e são extremamente eficazes. Como
você não está usando o inglês, está aprendendo a pensar em seu idioma de destino, o que torna cada
uma dessas palavras mais fácil de lembrar e muito mais útil a longo prazo do que uma simples (e
chata) tradução.
Na Primeira Galeria, tivemos duas cartas por som / ortografia. Nesta galeria, temos até três,
dependendo de qual faixa (Refresher, Normal, Intensivo) você escolher. Vamos discutir esses três
tipos básicos de cartões flash e depois falar sobre alguns cenários especiais: o que você fará quando
sua palavra tiver várias definições (uma barra para bebidas versus uma barra de chocolate) ou
sinônimos (um prato, um placa), como aprender palavras categoria ( frutas, animal, substantivo,
verbo ), e como aprender palavras com imagens facilmente confundidas ( para beijar contra um
beijo, menina vs filha, mar vs oceano ).
Depois, abordaremos alguns tipos de cartões para mnemônicos, se você quiser usá-los em seus
estudos. Quando estiver pronto, você terá 625–1.875 cartões, o que levará de um a três meses
para aprender
com o seu SRS (ou menos tempo, se você revisar por mais de trinta minutos por dia). Você sairá
com uma base sólida nas palavras e sons da sua língua. Depois de chegar à gramática, você já
saberá a maior parte do vocabulário de que precisa, para que possa se concentrar em juntar as
palavras em pensamentos e histórias.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 122/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

O processo de descoberta: obtenha suas informações


Estamos tentando conectar quatro ou cinco partes de informações para cada palavra em seu novo
idioma:
• Soletrando: Como eu soletrei esta palavra?
• Recursos: O glossário no final de seu livro de gramática, o dicionário no final de um livro de frases de bolso, um padrão
dicionário

• Pronúncia : Como essa palavra se encaixa na minha boca?


• Recursos: Forvo.com para gravações, Wiktionary.org para IPA, as transcrições fonéticas do seu próprio dicionário

• Foto - o jogo Spot the Differences: o que essa palavra realmente significa? É diferente do
que eu esperava? Como posso capturar isso em uma foto?
• Recursos: Imagens do Google (idealmente, imagens do Google dentro do Google Tradutor; consulte
Fluent-Forever.com/chapter4 )

• Conexão Pessoal - o Jogo da Memória: O que essa palavra significa para mim ? Quando
foi a última vez que encontrei essa coisa / ação / adjetivo?
• Gênero - o Jogo de Imagens Mnemônicas [se sua linguagem usa gênero gramatical] : Se
esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra? Se você está usando imagens
mnemônicas, você pode
imagine seu mnemônico interagindo com sua nova palavra?

Economize tempo com a Multisearch


Há uma maneira simples de automatizar suas pesquisas na Web, para que você possa digitar sua palavra uma vez e pesquisar
automaticamente quantos websites quiser ao mesmo tempo. Eu costumo procurar um dicionário bilíngüe, um dicionário
monolíngue, Google Images dentro do Google Translate e Forvo.com para cada palavra, e basta um único clique do mouse.
Você pode encontrar um guia para configurar isso (leva apenas alguns minutos) em Fluent-Forever.com/multi-search .

No processo de investigar esses quatro ou cinco fatos, você formará experiências profundas e
multissensoriais com cada palavra que aprender. Todo o processo é relativamente rápido (um a três
minutos por palavra) e muita diversão. Você está descobrindo suas palavras ao invés de
simplesmente memorizá-las, e como resultado, você se lembrará delas por muito mais tempo.
Então, você fará pequenos lembretes de suas descobertas e as transformará em cartões de memória
flash.

Faça suas cartas

Faixa Intensiva: Três tipos de cartões por palavra


Faixa normal: dois tipos de cartão por palavra
Trilha de atualização: um tipo de cartão por palavra

NÓS OLHARAMOS TRÊS CARTAS PARA O CHAT DE PALAVRA FRANCESA (CAT):

Tipo de Cartão 1: O que esta palavra significa? Você pode dizer em voz alta?
(por exemplo, o Chat é uma [foto de] um gato, pronunciado “shah” [∫a no IPA].)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 123/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Tipo de Cartão 2: Qual é a palavra para esta imagem? Você pode dizer em voz alta?
(por exemplo, uma [foto de] cat = chat , pronunciada ∫a)

Tipo de Cartão 3: Como você soletra esta palavra?


(por exemplo, uma [foto de] gato, pronunciada ∫a = chat )

As três faixas
Nossos três tipos de cartões flash se concentram em três aspectos diferentes de cada palavra:
compreensão, produção e ortografia. Esses cartões funcionam juntos para ajudá-lo a lembrar o que
uma palavra significa, quando dizê-lo e como soletrá-lo.
Como o resto das cartas deste livro, incluí sugestões sobre quantas cartas fazer; Se você está
estudando chinês, japonês, coreano ou árabe, você deve fazer todas as três cartas para cada palavra
que aprender (Faixa Intensiva). Se você está estudando outro idioma (Normal Track), você pode
pular o terceiro cartão na ortografia. Se você já é um alto-falante intermediário (Refresher Track),
então você pode

pule também o segundo cartão, que corresponde a uma imagem a uma palavra. Você só fará o
primeiro cartão para cada palavra.
Siga estas diretrizes depois de aprender algumas centenas de palavras e se sentir à vontade com
seu progresso. Mas se você é um novato absoluto, comece fazendo as três cartas,
independentemente do seu idioma. Neste estágio inicial, suas cartas estão cumprindo sua função,
ensinando-lhe sobre o sistema fonético de sua língua ao mesmo tempo em que estão ensinando seu
vocabulário. Você precisará de um pouco mais de ajuda antes de se sentir confortável com a
ortografia e a pronúncia, por isso não pule as cartas ortográficas, mesmo que você esteja
aprendendo uma linguagem relativamente direta como o espanhol (ou seja, francamente direta).
Você saberá quando não precisar mais deles. Em húngaro (que tem um muitosistema de ortografia
amigável), eu fiquei doente de meus cartões de ortografia depois de 240 palavras. Nesse ponto,
voltei a duas cartas por palavra. Se eu estivesse aprendendo uma língua com um novo alfabeto e /
ou um sistema de ortografia mais complexo, como grego, tailandês ou francês, ficaria com três
cartões por palavra por mais tempo.

TIPO 1 DO CARTÃO: O QUE SIGNIFICA ESTA PALAVRA? (COMPREENSÃO)

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Picture : Você consegue se lembrar do que essa palavra significa? Como é isso?
• Pronúncia : Você pode dizer esta palavra em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 124/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Conexão Pessoal: Você consegue pensar na primeira / última vez que encontrou essa coisa
/ ação / adjetivo ou um exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?
• Outras palavras : Você consegue pensar em outras palavras com grafias semelhantes ou
significados relacionados?

TIPO 2 DO CARTÃO: QUAL A PALAVRA PARA ESTA IMAGEM? (PRODUÇÃO)

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Pronúncia : a que palavra corresponde esta imagem? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?
• Conexão Pessoal: Você consegue pensar na primeira / última vez que encontrou essa coisa
/ ação / adjetivo ou um exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?
• Outras palavras: Você consegue pensar em outras palavras com grafias semelhantes ou
significados relacionados?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 125/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Ess-Pee-Ee-Ell-Ell
Você soletra visualizando letras em sua mente? Você diz grafias em voz alta (ver-aitch-ay-tee = chat )? Se você fizer o último,
convém aproveitar esta oportunidade para aprender os nomes das letras do seu idioma de destino. Você pode aprendê-las
fazendo um cartão flash para cada letra ( Como você pronuncia a letra D? Dee ). Você terá a habilidade de soletrar facilmente
seu nome / endereço / o que quer que seja quando falar e entender a ortografia sempre que um falante nativo disser isso em
voz alta. Você pode encontrar cartões flash de exemplo para nomes de letras em Fluent-Forever.com/gallery .

TIPO 3 DO CARTÃO: COMO VOCÊ SOLETRA ESTA PALAVRA? (SOLETRAÇÃO)

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):


• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
• Conexão Pessoal: Você consegue pensar na primeira / última vez que encontrou essa coisa
/ ação / adjetivo ou um exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?
• Outras palavras: Você consegue pensar em outras palavras com grafias semelhantes ou
significados relacionados?

Com estes três tipos de cartão, você pode memorizar quase qualquer uma das 625 palavras
básicas. Você descobrirá que é muito divertido criar e ser muito divertido de rever. Quando você

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 126/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

está criando suas cartas, você encontrará todos os tipos de fotos engraçadas de gatos franceses ou
avós alemãs. Quando você revisa, você
lembre-se de como você se sentiu quando encontrou essas imagens pela primeira vez, e você até
adicionará uma explosão de emoção a essa memória (“Eu não acredito que ainda me lembro
disso!”), o que torna cada palavra muito mais memorável.
Em seguida, vamos passar por alguns casos especiais, onde vamos modificar um pouco os três
tipos básicos de cartão para lidar com uma maior variedade de palavras.

Quatro cenários especiais: múltiplas definições, sinônimos, palavras de categoria


e
Imagens facilmente confundidas
DEFINIÇÕES MÚLTIPLAS

Suponha que você estivesse aprendendo a barra de palavras em inglês . Um bar é geralmente para
bebidas, mas certamente existem barras de ouro e barras de chocolate. Cartões como estes não são
um problema:

Mas a outra direção é mais complicada. O que acontece no verso desse cartão?

Você tem duas opções. Você pode colocar a definição principal no verso, ou você pode colocar
várias definições lá (e se você lembrar de qualquer definição, marque-a como correta):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 127/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Não há grande vantagem de uma abordagem sobre a outra, e você pode usá-las de forma
intercambiável. Em ambos os casos, você tenderá a lembrar melhor uma definição, que então se
torna o ponto de ancoragem para novas definições. Com essa âncora no lugar, é muito fácil conectar
um novo conceito ao primeiro. ( Barras de chocolate usam a mesma palavra que barras normais! )

SINÔNIMOS

Para as suas primeiras 625 palavras, não aprenda sinônimos. Você não precisa deles. Ninguém vai
pará-lo na rua e pedir-lhe um sinônimo de placa , e você já tem o suficiente para fazer. Se você
encontrar algumas traduções diferentes para uma palavra que deseja conhecer, escolha seu favorito
e siga em frente.
Quando você voltar a sinônimos no futuro, tenha em mente que não há duas palavras exatamente
iguais. Policial e policial podem se referir à mesma pessoa, mas essas palavras diferem em sua
formalidade. Enquanto você pode comer fora de um prato ou prato , você provavelmente não
conhece ninguém com um prato de metal em suas cabeças. Uma vez que você tenha um pouco de
gramática e um vocabulário considerável, você pode começar a aprender as sutis diferenças entre
palavras similares, mas até então, aprenda uma palavra básica e siga em frente.
De vez em quando, você terá que aprender um sinônimo no início de seus estudos. Você pode
aprender uma palavra - prato - e descobrir que seu livro de gramática usa um
sinônimo - prato - em vez disso. Você pode aprender assim:

Você pode querer um terceiro cartão com uma foto na frente, assim:
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 128/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Como nosso cenário de múltipla definição , você tem duas opções para esta placa (desta vez, no
verso). Você pode fazer isso com as duas palavras ou com a sua palavra favorita. Lembre-se de que
qualquer resposta correta (prato ou prato) está correta; você não precisa se sentar lá e listar
sinônimos para suas fotos.

Escolha o seu verso favorito e corra com ele. Mas, em geral, evite sinônimos o máximo que puder.

CARTÕES DE CATEGORIA

Enquanto a maioria das 625 palavras são substantivos simples (gato, banana, homem), várias são
palavras de categoria (animal, fruta, pessoa). Aprenda isso combinando duas ou três palavras
simples. Aqui está a palavra alemã Tier (animal):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 129/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Como você sabe que Tier significa “animal” ao invés de “mamífero” ou “material orgânico que
às vezes é cinza do lado de fora”? Lembre-se de que você é quem faz esses cartões. Você está
escolhendo a coleção de palavras que diz "animal" para você. Se você decidir que o animal é
melhor representado por um porco, peixe e cabra, não há como esquecer o que essas fotos
representam. Você não vai de repente pensar: “Porco, peixe, cabra? Isso deve significar "objetos
menores que uma vaca que são feitos de carne!" Você vai pensar em animais .
Você pode usar essa estratégia mesmo para palavras abstratas como substantivo (= gato, banana,
homem ...) e verbo (= beijar, comer, correr ...). Isso permitirá que você faça alguns trabalhos
extravagantes ao lidar com palavras de aparência muito semelhante (por exemplo, beijar contra um
beijo ), como veremos em breve.

PALAVRAS COM IMAGENS FACILMENTE CONCLUÍDAS

Suponha que você quisesse aprender as palavras em alemão para “filha” ( Tochter ) e “sobrinha” (
Nichte ). Ambas as meninas podem parecer iguais, mas cada palavra significa algo bem diferente.
Você precisa de mais informações do que uma imagem sozinha pode fornecer, mas você não sabe o
suficiente em alemão para escrever uma definição completa (como “a filha do meu irmão ou irmã”).
Você tem duas boas opções: você pode adicionar uma nota pessoal a esses cartões - o nome da sua
sobrinha, por exemplo - ou adicionar uma pista alemã usando as palavras da sua lista 625 - já que as
filhas têm mães (e pais) e sobrinhas tias (e tios), você poderia usar Mutter (mãe) ou Tante (tia).
Primeiro eu vou aprender Nichte (sobrinha) usando o nome da minha sobrinha, Eliana. Note que o
die Nichte não é tão violento
como parece. É apenas uma maneira amigável da Alemanha de indicar que sobrinhas são femininas:

Então eu vou aprender Tochter (filha) com outra palavra alemã, Mutter (mãe), que tirei da minha
lista de 625 palavras comuns:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 130/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Estamos fazendo definições simples usando uma imagem e um nome familiar ou uma nova
palavra. Nós poderíamos fazer a mesma coisa para “beijar” ( küssen ) e “um beijo” ( Kuss ),
colocando as palavras alemãs para “verbo” ( verbo ) e “substantivo” ( Substantiv ) sob uma foto de
duas pessoas se beijando. Poderíamos colocar a palavra alemã para “fronteira” sob a imagem de
uma praia para obter “litoral”, ou escrever a palavra Atlântico sob a imagem de um oceano para
distingui-lo de um mar.
Ao aprender mais vocabulário, você poderá definir mais e mais palavras usando essa técnica.
Com um toque de gramática, você poderá escrever definições completas de suas palavras e
aprender a entender palavras abstratas em termos das palavras que você já conhece. Esta habilidade
cresce e cresce, e eventualmente você encontrará uma linguagem completamente formada
escondida em seu cérebro.
Por enquanto, comece no começo, com palavras simples, cartões flash simples e um SRS para
colocar essas palavras na sua cabeça. Em um a três meses, você estará pronto para enfrentar a
gramática de frente, sem precisar aprender vocabulário, pronúncia e ortografia ao mesmo tempo.
Há um último tipo de cartão de memória flash que você pode precisar, o que pode ajudá-lo a
rastrear qualquer imagem mnemônica que você queira usar.

Imagens mnemônicas
Essas cartas não são vocabulário, então não se preocupe com as três faixas, bônus e todo aquele
jazz. Você só vai usar esses cartões para ajudá-lo a acompanhar as imagens mnemônicas; você não
gostaria de explodir acidentalmente algum substantivo feminino pobre quando deveria estar
queimando.
Se você está usando apenas imagens mnemônicas para nomes de gêneros, só precisa memorizar
duas ou três imagens. Isso pode ser bastante fácil de lembrar, mesmo sem cartões de memória flash.
Ainda assim, temos este lindo SRS, e seria uma pena não usá-lo sempre que puder facilitar o seu
trabalho.
Mais tarde, se você decidir criar imagens mnemônicas para cada ortografia, preposição e
conjugação de verbos em seu idioma (veja o Capítulo 5 ), você definitivamente desejará fazer esses
cartões flash. As imagens mnemônicas podem se tornar viciantes e, se você ficar viciado, os cartões
flash podem ajudá-lo a descobrir qual é a imagem.
Existem dois tipos básicos de cartão e são relativamente simples:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 131/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

A TERCEIRA GALERIA: USANDO E APRENDENDO SEU PRIMEIRO


FRASES

Cartões para o capítulo 5


Nesta seção, vamos brincar com frases. Você aprenderá como usá-los para aprender palavras
abstratas, aprender como as palavras mudam em diferentes contextos e aprender como a ordem das
palavras afeta o significado. E você fará tudo sem um traço de inglês em qualquer um dos seus
cartões de memória flash. Pense nisso como um programa de imersão em linguagem portátil que
você mesmo construiu.
Existem três categorias principais de cartões aqui: novas palavras, formas de palavras e ordens de
palavras. Você pode usar esses cartões para memorizar cada última informação de qualquer frase.
Analisaremos esses detalhes em detalhes e, em seguida, abordaremos alguns cenários especiais:
como lidar com gráficos de declinação, como lidar com a redação corrigida e como tornar os
cartões fáceis um pouco mais desafiadores.
Depois de começar a usar esses cartões, você verá que eles são muito eficientes. Assim que você
souber onde colocar um verbo em uma frase, terá uma ideia de onde ele pertence em quase todas as
frases vagamente similares. Você não precisa aprender nada duas vezes. Isso coloca você em uma
busca constante por novas e surpreendentes construções para aprender, o que é mil vezes mais
satisfatório do que uma pasta de trabalho cheia de exercícios de gramática.

Jogo da Sentença: Obtenha suas Informações


Por sua própria natureza, uma sentença conecta palavras, gramática e histórias. Tudo o que você vai
fazer é memorizar essas conexões em pedaços pequenos .
O ideal é que você encontre todas as informações a seguir em seu livro de gramática ou
dicionário, mas se estiver faltando alguma coisa, não se preocupe com isso. Pule e aprenda mais
tarde. Seu único objetivo é colocar um monte de informações em sua mente. Você não precisa saber
tudo. Você precisará:
• Uma boa frase, frase ou diálogo : Você quer encontrar uma frase, uma frase curta ( duas
maçãs ) ou um trecho de diálogo ( “Onde você está indo?” “Estou indo para a
Disneylândia!” ) Com alguns novos conteúdos. Deve ter algumas palavras novas, algumas
novas formas de palavras e / ou uma ordem de palavras surpreendente.
• Recursos : seu livro de gramática. É cheio de frases e diálogos de qualidade e, no começo, quase todas essas frases
conterá muitos conteúdos novos e interessantes. Use os primeiros. Mais tarde, depois de aprender alguma gramática, você
começará a receber a maioria das suas frases do Google Images ou suas próprias amostras de escrita corrigidas.

• A História: O que está acontecendo nesta frase ou diálogo? Quando você pode encontrar
essa situação?
• Recursos : seu livro de gramática. Ele fornecerá traduções e / ou fornecerá informações contextuais suficientes para que você
possa
descobrir o que está acontecendo (por exemplo, uma conversa em que Susie pergunta, "Comment t'appelles - tu?" e John
Smith responde: "Je m'appelle John Smith" é provavelmente aquele em que Susie pede a John seu nome, e ele diz para ela.)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 132/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Os pedaços : o que cada palavra significa individualmente? Qual o papel que cada palavra
desempenha neste
frase? Se necessário, como você pronuncia cada palavra?
• Recursos : seu livro de gramática, um dicionário, Forvo.com (se necessário). Aqui é onde você pode não encontrar todas as
informações que você deseja idealmente. Isso é bom. Se você está perplexo com o papel de uma palavra, pule-a e aprenda
mais tarde.
• Uma nota sobre a pronúncia : Até agora, você terá a pronúncia de 625 palavras em seu currículo. Na maioria dos idiomas,
isso lhe dará uma intuição bastante precisa sobre a pronúncia de cada palavra, portanto, a pronúncia provavelmente não será
um problema. Sinta-se livre para ignorá-lo se tiver certeza de que está pronunciando tudo corretamente. Sempre que tiver
dúvidas, procure em seu dicionário ou no Forvo.com , e se não for o que você espera ouvir, adicione-o aos seus cartões.

• Os Formulários Base : Se você encontrou essas palavras em um dicionário, elas teriam a


mesma aparência? E se
não, como é a entrada do dicionário para cada palavra?
• Recursos : seu livro de gramática, um dicionário. Você pode nem sempre saber se está ou não olhando para a forma básica
de uma determinada palavra. Isso é bom. Apenas suponha que seja. Aprenda como você aprenderia qualquer outra palavra
nova.

• Fotos: Quais são algumas boas fotos para esta frase? Você pode usar algumas fotos diferentes
para ajudá-lo a lembrar os significados de cada palavra individual?
• Recursos : Imagens do Google (ou, se você estiver usando uma caixa Leitner, sua própria imaginação). Em geral, basta
pesquisar em inglês; é mais rápido e mais fácil do que pesquisar no idioma de destino. Use images.google.com (você pode ver
mais imagens de uma só vez) ou TinyURL.com/basicimage (as imagens são menores e mais fáceis de copiar / colar).

• Conexões Pessoais [opcional]: Na minha experiência, conexões pessoais são mais difíceis
de encontrar
para vocabulário complexo e construções gramaticais. Eu não tenho nenhum encontro
particularmente memorável com a palavra quando . Ainda assim, quando apropriado (você
pode conhecer uma pessoa particularmente “atenciosa”), então sinta-se à vontade para brincar
com conexões pessoais em suas palavras. Na prática, você descobrirá que não precisa de
conexões pessoais quase tanto quanto no começo. A gramática une as palavras, o que torna
suas palavras muito mais fáceis de memorizar.

A coleta dessas informações pode levar tempo (geralmente alguns minutos por frase), mas
fornece uma tonelada de cartões de memória flash. Quando estou trabalhando em gramática,
costumo fazer uma média de cerca de um minuto por cartão de memória quando tudo está dito e
feito.
O processo de pesquisa e construção parece muito com um jogo de quebra-cabeça. Você está
tentando descobrir quantas coisas diferentes você pode ensinar sozinho com uma frase. Você tem
uma idéia muito rapidamente, e então começa a ficar excitante, porque todas essas palavras que
você já aprendeu começam a se transformar em uma linguagem real diante de seus olhos.

Faça suas cartas


Faixa Intensiva:
Novas palavras / formulários Word: Dois a quatro cartões por palavra
Ordem das Palavras: 1 cartão por palavra
Trilha Normal:
Novas palavras / formulários Word: Dois ou três cartões por palavra
Ordem das Palavras: 1 cartão por palavra
Pista de reciclagem:
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 133/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Novas palavras / Formulários Word / Palavra: Um cartão por palavra

Vamos brincar com essa frase: "Ele mora em Nova York."

Novas Palavras: Aprenderemos a palavra em.


Tipo de Cartão 1: Qual palavra se encaixa no espaço em branco?
(por exemplo, "Ele mora em Nova York" → in , pronunciado em )

Tipo de Cartão 2: O que é uma frase / frase que inclui esta palavra?
(por exemplo, em → "Ele mora em Nova York").

Tipo de cartão 3: Qual palavra se encaixa nesse outro espaço em branco?


(por exemplo, The Cat __ the Hat → in , pronunciado em )

Tipo de Cartão 4: Como você soletra esta palavra?


(por exemplo, Pronunciado em , se encaixa em "Ele vive" em Nova York »→ in )

Formulários de Palavras: Aprenderemos a palavra formas de vida.


Tipo de Cartão 1: Qual palavra se encaixa no espaço em branco?
"Ele __ em Nova York" [para viver]
(por exemplo, vidas , pronunciado 1ivz )

Tipo de Cartão 2: O que é uma frase com a palavra viva? Qual é a forma básica da palavra?
(por exemplo, "Ele mora em Nova York" [ para morar ])

Tipo de cartão 3: Qual palavra se encaixa nesse outro espaço em branco?


“Ninguém __ para sempre” [para viver]?
(por exemplo, "Ninguém vive para sempre")

Tipo de Cartão 4: Como você soletra esta palavra?


(por exemplo, Pronunciado 1ivz , se encaixa em "Ele __ em Nova York" → vive )

Ordem das Palavras: Aprenderemos onde colocar a palavra Ele.


Card Type 1: Onde você coloca He em “Lives in New York City”?
(por exemplo, " Ele mora em Nova York").

Cartões de palavras novas - tipo 1: qual palavra cabe no espaço em


branco?
Pode haver algumas palavras diferentes que se encaixam no espaço em branco de sua sentença de
exemplo. Idealmente, você está procurando frases que são relativamente inequívocas (por exemplo,
ele vive _____ Nova York é melhor do que
_____ é bom ), embora com a ajuda de fotos, você pode fazer até mesmo o mais ambíguo
frases claras ("[Imagem de peru delicioso] é bom").
Ainda assim, você ocasionalmente se deparará com situações em que chegar a uma resposta
perfeitamente boa que não corresponda ao verso do seu cartão. Isto é bom. Lembre-se de que
qualquer resposta correta conta como uma resposta correta.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 134/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):
• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Cartões de nova palavra - tipo 2: o que é uma frase ou frase que inclui isso
Palavra?
Há um número infinito de frases que incluem sua palavra. Se você puder chegar a algum deles,
você ganha. (Com toda a probabilidade, no entanto, você apenas criará o que está no verso do seu
cartão.) Note que você não precisa reproduzir uma frase inteira perfeitamente, palavra por palavra.
Um fragmento relevante do que sentence- em Nova Iorque -Será funcionar muito bem.

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Uma sentença ou frase : o que essa palavra significa? Você consegue pensar em uma frase
ou frase que a usaria?
• Pronúncia : Você pode dizer esta palavra em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 135/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Outros significados: Você consegue pensar em outras frases ou frases que usariam essa
palavra de uma maneira diferente?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Cartões de novas palavras - tipo 3: qual palavra se encaixa nesse outro


espaço em branco?
Isso é idêntico ao tipo de cartão 1. Você está apenas adicionando outra frase, idealmente com um uso
ligeiramente diferente da mesma palavra. É assim que você aprenderá várias definições para uma única
palavra. Se você quisesse aprender todas as 464 definições de conjunto , você faria isso com esses tipos
de cartões (ou com as versões ligeiramente expandidas na próxima galeria): Eu _____ a mesa , eu
comprei um _____ de talheres , Minha TV _____ quebrou ,
e assim por diante. Toda vez que você faz isso, seu conjunto fica um pouco mais nuançado e
multidimensional, e você terá mais facilidade em lembrar em todos os contextos. Você encontrará
novas frases para palavras antigas em
seu livro de gramática, em seu dicionário ou no Imagens do Google (discutido em detalhes no
Capítulo 6 ).

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 136/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?


• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Cartões de novas palavras - tipo 4: como você soletra esta palavra?

É extraordinariamente improvável que você precise desses cartões, a menos que esteja aprendendo
japonês ou chinês. Nesse caso, você os usará para aprender seus caracteres Kanji / Hanzi.
Na maioria dos outros idiomas, uma vez que você aprendeu as primeiras 625 palavras, você
tenderá a obter a ortografia correta automaticamente dos outros três tipos de cartão. Ainda assim, de
vez em quando, você pode encontrar uma ocasião para usar um desses cartões. O húngaro, por
exemplo, tem algumas palavras adoráveis, ridiculamente longas, que podem ser difíceis de lembrar,
como o fényképezőgép (câmera). Se algumas dessas palavras causarem problemas, adicione as
cartas de ortografia, conforme necessário.

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):


• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 137/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Usando esses quatro tipos de cartão, você poderá memorizar praticamente qualquer palavra que
você veja, independentemente da sua abstração. Normalmente, se você tiver problemas, é só porque
as frases de exemplo do seu livro de gramática são muito ambíguas para ensinar uma palavra (por
exemplo, _____ é bom , não funciona muito
bem para a palavra cuidar ). Por enquanto, pule essas palavras. Você poderá aprendê-las com as
ferramentas discutidas no Capítulo 6 - Imagens do Google , dicionários monolíngües e escrita
auto-dirigida .

Cartões de formulário de palavra - tipo 1: qual palavra cabe no espaço


em branco?
Os cartões de formulário Word são basicamente idênticos aos cartões de novas palavras . A principal
diferença é que, em vez de Ele
_____ em Nova York , você está dando a si mesmo uma dica, na forma da forma básica da palavra (o
um que você veria em seu dicionário): Ele _____ em Nova York ( para morar ). Isso faz com que
esses cartões
significativamente mais fácil de lembrar e ajuda a ensinar-lhe como sua linguagem brinca com as
formas de suas palavras, a fim de mudar o significado de uma frase (a diferença entre um gato e

gatos , por exemplo).

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?
• Outras Formas : Existem outras formas desta palavra que você conhece? Quando você os
veria? (Embora não seja necessário, acho muito útil listar algumas dessas formas no verso das
minhas fichas de formulário de palavras.)
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 138/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Cartões de formulário de palavra - tipo 2: o que é uma frase ou frase que inclui
isso
Palavra?
Como discutimos nos cartões de palavras novas , qualquer fragmento de frase funcionará aqui.
Além disso, você está tentando lembrar a palavra base da palavra que você vê (ou seja, se você vê
vidas , está tentando se lembrar de viver ).
Neste exemplo, nos deparamos com outra camada de complexidade: se vemos a palavra viva ,
como sabemos se isso é um verbo (como para viver ) ou um substantivo (como em uma vida )? Nós
não. Felizmente, nossa regra antiga e confiável - qualquer resposta correta está sempre correta -
ainda está em vigor. Se você vê vidas e pensa que os gatos têm nove vidas em vez de viver em Nova
York, tanto melhor. Agora você vai lembrar ambas as frases da próxima vez que vir este card.

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Uma frase ou frase : o que esta palavra significa? Você consegue pensar em uma frase ou
frase que a usaria?
• Pronúncia : Você pode dizer esta palavra em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Outros significados: Você consegue pensar em outras frases ou frases que usariam essa
palavra de uma maneira diferente?
• Outras Formas : Existem outras formas desta palavra que você conhece? Quando você os
veria?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 139/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Cartões de formulário de palavra - tipo 3: qual palavra se encaixa nesse


outro espaço em branco?

Mesma história de sempre. Você descobrirá que não precisará de muitos deles. Os tipos de cartão 1
e 2 farão um excelente trabalho de ensinar novas formas de palavras por conta própria. Ainda
assim, se você já se sentiu incerto sobre uma forma de palavra particularmente complexa (“Eu moro
em Paris desde 2004”; “Você bebe leite sem lactose há dez anos”), depois acrescente cartões como
esses até se sentir confortável.

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?
• Outras Formas : Existem outras formas desta palavra que você conhece? Quando você os
veria?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Cartões de formulário de palavra - tipo 4: como você soletra esta


palavra?

Mais uma vez, você provavelmente não precisará desses cartões, mas se fizer isso, aqui estão eles:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 140/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Word Order Cards: Para onde vai essa palavra?


Os cartões de pedidos do Word ensinam a ordem de uma frase. Use quantos você precisar. No
começo, tente usar dois por frase (basta escolher algumas palavras aleatoriamente). Isso deve ser o
suficiente para ensinar-lhe a ordem precisa das palavras. Dentro de algumas semanas, você terá uma
ideia de como essas placas funcionam e poderá utilizá-las com mais moderação.

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):


• Frase Completa : Onde esta palavra pertence à sentença?

NENHUM PONTO DE BÔNUS! (DESCULPA.)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 141/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Quatro Cenários Especiais: Lidando com Gráficos de Declinação, Lidando com


Curtas
Frases, eliminando pistas e o que fazer quando você está perdido
Todas essas cartas são apenas variações dos mesmos temas que usamos: uma frase em branco , uma
foto e uma palavra ausente. Principalmente, isso é apenas uma desculpa para mostrar mais alguns
exemplos. Apreciar!

LIDANDO COM AS CARTAS DE DECLENSÃO

Vamos voltar ao nosso velho amigo cansado Ele mora em Nova York . Nós apenas aprendemos vidas
desta maneira: Ele
_____ em Nova York ( para morar ). Isso pressupõe que já sabemos viver e estamos apenas
aprendendo
como conjugar isso. Mas como aprendemos a viver em primeiro
lugar? Nós vamos fazer um tipo especial de cartão de
nova palavra . Se parece com isso:

Alternativamente, você poderia fazer um tipo diferente de preencher o espaço em branco e copiar o
formato das suas cartas de formulário de palavra de antes:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 142/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Ambos os tipos de cartas vão te ensinar a mesma coisa. Eu prefiro a primeira versão porque é um
pouco mais desafiadora e me força a dominar todas as minhas formas básicas.

FRASES CURTAS

O que você faz com um diálogo como esse?

Garçom : Aqui está seu café!


Cliente : obrigado.
Garçom : De nada.

Neste caso, "De nada" é exatamente o que você diz depois de "Obrigado". Não tem muito a ver
com receber alguém. Então, quando você aprende uma frase como essa, você tem uma escolha.
Você pode aprender cada palavra individualmente, assim:

Ou aprenda todos de uma vez, assim:

Qualquer opção funciona bem. Pessoalmente, prefiro aprender palavras individualmente sempre
que puder. É mais fácil lembrar uma palavra por vez, e se eu puder transformar uma frase curta em
vários cartões flash em vez de dois, então terei a tendência de aprender mais com ela.

ELIMINANDO CLUES

Às vezes, suas frases de exemplo fornecem pistas sobre sua palavra que tornam os cartões flash
resultantes muito fáceis. Em russo, por exemplo, um único adjetivo (um semáforo vermelho ) pode
dizer muito mais do que a cor do seu semáforo; pode dizer-lhe o papel, o número e o sexo precisos
de uma palavra perdida na sua frase.
Você pode ter um gostinho disso em inglês. Suponha que você estivesse aprendendo a palavra
automática com a frase Ela estava segurando um rifle _____. O um nesta frase dá-lhe uma grande
pista sobre o
palavra: começa com uma vogal. Na prática, você pode achar que esse cartão flash é muito fácil.
Então pegue a pista, assim:
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 143/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
QUANDO VOCÊ ESTÁ PARADO

Às vezes você vai ter uma construção gramatical e não terá a menor ideia de como ensiná-la
você mesmo. Talvez você não consiga descobrir se deve criar um novo cartão de palavra, um cartão
de formulário de palavra, um cartão de pedido de palavra ou todos os três.
Alternativamente, você pode já ter feito cartões flash para uma determinada regra gramatical,
mas você gostaria de mais reforço. Talvez alguém tenha encontrado e corrigido um erro em algo
que você escreveu. Você só quer um pouco mais de prática, e você não quer passar por toda a
ladainha da palavra nova palavra / forma / palavra.
Em qualquer um desses casos, transforme sua sentença em um teste básico, indefinido,
preenchido com uma foto ou duas, como este:

Use esses cartões sempre que você não tiver certeza do que fazer. Na prática, eles são um pouco
mais difícil de lembrar do que nova palavra-/ palavra cartões Formulário de Pedido / palavra, mas
você vai ser capaz de memorizar-los sem muito muita dificuldade.
Ensinar-se gramática sem usar o inglês é uma espécie de arte improvisatória. Você poderá usar
essas cartas para aprender quase qualquer coisa, mas, de tempos em tempos, pode se deparar com
algo totalmente inesperado. Não tenha medo de experimentar novos designs de cartões flash e ver o
que funciona. Eles são apenas cartões de memória flash. Escreva o que quiser neles (e sempre que
possível, coloque uma foto).

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 144/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

A QUARTA GALERIA: UM ÚLTIMO CONJUNTO DE CARTÕES DE


VOCABULÁRIO

Capítulo 6
Nesta seção, falaremos apenas sobre uma coisa: aprender as últimas partes do seu vocabulário com
a ajuda de um dicionário monolíngüe. Como você invariavelmente vai se deparar com algumas
palavras que são difíceis de definir apenas pelo contexto - palavras como honesto ou
fascinante - você precisa aprender a adicionar definições aos seus cartões de memória.

The Language Game: Obtenha suas informações

Para fazer essas cartas, você vai querer um bom exemplo ou frase; uma definição boa e concisa; e
uma foto para ajudá-lo a lembrar.
• Uma boa frase de exemplo : Procure por uma frase de exemplo que inclua algumas
palavras que você já conhece e algumas palavras que você não conhece. Dessa forma, você
pegará algumas novas palavras passivamente.
• Recursos : Imagens do Google no Google Tradutor (conforme discutido no início do Capítulo 6 ), sua própria redação
(corrigida em
Lang-8.com ou italki.com ) ou o seu livro de gramática.

• Uma definição boa e concisa : tente encontrar uma definição com menos de dez palavras
(ou use apenas um pequeno trecho da definição). Você não quer ter que ler uma redação sobre
sua palavra toda vez que revisa seus cartões flash.
• Recursos : seu dicionário monolíngue fiel. Se você usa um dicionário on-line, cole-o no Google Tradutor. Dessa forma, você
será
capaz de começar a usar seu dicionário muito antes e aprender mais rápido.

• Fotos: se você estiver usando o Imagens do Google para encontrar frases de exemplo, elas
já vêm com fotos. Impressionante. Se você estiver usando outras fontes, pesquise imagens em
inglês para economizar tempo.
• Recursos: Imagens do Google (ou, se você estiver usando uma caixa Leitner, sua própria imaginação).

Espere gastar cerca de dois a três minutos por palavra. Você está se expondo a um monte de
material de-um monte de frases de exemplo, definições sutis, imagens, e assim por diante. Divirta-
se explorando; Cada palavra que você aprende aqui irá aumentar o seu vocabulário passivo em
cerca de três a cinco palavras adicionais e ensinar-lhe um monte de gramática no processo.

Faça suas cartas

Faixa Intensiva: Dois a quatro tipos de cartão por palavra


Trilha normal: dois a três tipos de cartão por palavra
Trilha de atualização: um tipo de cartão por palavra
NÓS JOGARAM AO REDOR COM A PALAVRA HONESTA .

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 145/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Tipo de Cartão 1: Qual palavra se encaixa no espaço em branco?


(por exemplo, "Ele era um homem" → honesto , pronunciado anist)

Tipo de Cartão 2: O que é uma frase / frase que inclui esta palavra?
(por exemplo, honesto → "Ele era um homem honesto ".)

Tipo de cartão 3: Qual palavra se encaixa nesse outro espaço em branco?


(por exemplo, "Foi um erro". → honesto , pronunciado anist)

Tipo de Cartão 4: Como você soletra esta palavra?


(por exemplo, pronunciado anist, se encaixa em "Ele era um __ homem" → honesto )

Tipo de cartão 1: Qual palavra cabe no espaço em branco?


Agora que você está adicionando definições às suas palavras, não há muito espaço para
ambigüidade. Cada preenchimento em branco terá apenas uma resposta correta. Se você acha que
está vendo um sinônimo para uma palavra que já aprendeu, examine mais profundamente seu
dicionário monolíngüe; você quase sempre descobrirá uma pequena diferença entre os chamados
sinônimos, e agora é sua chance de encontrar essa diferença e indicá-la em seus cartões de memória
flash.

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia: Você se lembra de como soletrar essa palavra?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 146/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Tipo de cartão 2: O que é uma frase ou frase que inclui esta palavra?
Você não precisa se lembrar da definição precisa aqui. Contanto que você possa pensar em qualquer
uso típico para essa palavra, você vence.

FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):


• Uma sentença ou frase : o que essa palavra significa? Você consegue pensar em uma frase
ou frase que a usaria?
• Pronúncia : Você pode dizer esta palavra em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Outros significados : Você consegue pensar em outras frases ou frases que usariam essa
palavra de uma maneira diferente?
• Conexão Pessoal: Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Tipo de cartão 3: Qual palavra se encaixa nesse outro espaço em


branco?
Esses cartões funcionam melhor para capturar uma definição diferente ou o uso de uma palavra,
assim:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 147/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
FATOS ESSENCIAIS (VOCÊ PRECISA LEMBRAR ESTES!):
• Pronúncia : Qual palavra se encaixa no espaço em branco? Você pode dizer em voz alta?
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Ortografia : Você se lembra de como soletrar essa palavra?

Conexão Pessoal : Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você pode
pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um exemplo
dessa palavra que é relevante para sua vida?

Tipo de cartão 4: Como você soletra esta palavra?


Neste ponto, você só precisará deste cartão se estiver aprendendo japonês ou chinês. Em
circunstâncias extraordinariamente raras, quando a grafia da palavra é completa e completamente
ridícula - algo como floccinineinililipilification (o ato de descrever algo como sem valor) - você
pode considerar fazer um desses cartões, mas é principalmente aqui para o benefício do japonês /
Aprendizes chineses por aí.

FATO ESSENCIAL (VOCÊ PRECISA RECORDAR ESTE!):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 148/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

• Ortografia : Você se lembra de como soletrar essa palavra?

PONTOS DE BÔNUS (SE VOCÊ PODE PENSAR DE ALGUM DESTES QUANDO REVISAR, VOCÊ TERÁ UM TEMPO
MAIS FÁCIL LEMBRANDO NO PRÓXIMO TEMPO):
• Sexo [se a sua língua usa] : Se esta palavra é um substantivo, qual é o gênero da palavra?
• Conexão Pessoal : Se esta palavra não é uma palavra de função totalmente abstrata, você
pode pensar na primeira / última vez que você encontrou essa coisa / ação / adjetivo ou um
exemplo dessa palavra que é relevante para sua vida?

Agora você tem todas as ferramentas necessárias para aprender o que quiser aprender. Vá em
frente e divirta-se!

UM GLOSSÁRIO DE TERMOS E FERRAMENTAS

De italki a Verbling, níveis de processamento a declinações de verbo, discutimos muitos termos e


ferramentas potencialmente novos neste livro. Para sua conveniência, estou coletando todos eles
aqui, junto com uma breve explicação e, quando apropriado, um endereço de site.

625 PALAVRAS
Uma lista de palavras inglesas concretas extremamente comuns, fáceis de visualizar e simples de
traduzir. Se você os aprender, eles reforçarão o trabalho de pronúncia que você fez no Capítulo 3 , e
fornecerão uma sólida base de vocabulário para quando você estiver pronto para abordar a
gramática no Capítulo 5 .

AMÍGDALA
Um órgão companheiro do hipocampo que diz o que manter e o que jogar fora. É estimulado por
testes de recordação mais do que simples leitura.

ANKI

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 149/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Meu SRS computadorizado favorito. É grátis, roda em todas as plataformas e lida com imagens e
áudio sem problemas.
ankisrs.net -Transferirligar
Fluent-Forever.com/chapter2 -VideoTutoriais

AUDIOBOOKS
Audiolivros de língua estrangeira são uma das melhores maneiras de começar a ler em sua língua
estrangeira. Você compra o audiolivro e o livro real e, em seguida, ouve a gravação enquanto lê. A
gravação ajudará você a percorrer rapidamente um texto grande e obterá muitas informações de
pronúncia ao mesmo tempo. Você pode encontrar muitos audiolivros em francês, alemão, italiano,
português, russo e espanhol na Amazon.com . Para outros idiomas, você terá que usar suas novas
habilidades linguísticas para procurá-las na rede. Como eu mesmo encontro boas fontes de
audiobook, vou adicioná-las ao meu site.
Fluent-Forever.com/language-resources

CADEIA TRASEIRA
Um exercício de língua em que você toma uma palavra longa e diz o último fonema sozinho, então
diz os últimos dois fonemas, então os últimos três, gradualmente construindo para dizer a palavra
inteira do começo ao fim. Isso dificulta o trabalho de palavras difíceis de pronunciar .

DICIONARIO BILINGUE
Um dicionário de tradução que permite procurar palavras em um idioma e encontrar uma tradução
em outro. É útil para encontrar palavras que você está faltando em seu idioma de destino (Qual é a
palavra para "cão" em francês?), Para descobrir o significado de novas palavras (que na terra é uma
aiguillage ?) E para descobrir gramática e pronúncia informações sobre uma nova palavra (Qual é a
transcrição fonética para aiguillage ? Qual é o gênero de aiguillage ? Que tipo de conjugação verbal
faz finir [para terminar] usar?).

EFEITO BILINGUAL
Um fenômeno em que indivíduos bilíngües superam indivíduos monolíngües como resultado direto
de seu conhecimento da língua. Aprender outro idioma é um tipo de treinamento de força para o
cérebro, que resulta em maior inteligência e saúde mental mais resiliente.

PALAVRA QUEBRADA
Uma palavra que você aprendeu lendo, mas não pronuncia corretamente. Quando você o encontrar
na linguagem falada, você vai pensar que é uma palavra totalmente nova e ficar confuso. Esta é
uma das razões pelas quais o treinamento de pronúncia no começo pode economizar tempo a longo
prazo.

CASO
Eu não discuto especificamente o caso deste livro, apenas insinuo no Capítulo 5 . Mas desde que
você está procurando, o caso é apenas mais uma palavra para "papel", como em "Qual é o papel do
cão nesta frase?" Em Dog come gato, Cat come cachorro, O homem dá cachorro um osso, e Cat
come comida de cachorro , a palavra cachorro continua trocando de casos.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 150/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

ENTRADA COMPREENSÍVEL
Qualquer frase em língua estrangeira que você possa basicamente entender, seja através da ajuda de
dicas de contexto, linguagem corporal, traduções ou alguma combinação dos itens acima. Se eu
disser “Voulez-vous un cookie?” E lhe oferecer um cookie, você acabou de receber informações
compreensíveis, mesmo que você não fale francês. Seu cérebro usa informações compreensíveis
para juntar o sistema gramatical de uma linguagem.

CONJUGAÇÃO
Mudanças na forma verbal com base em seu contexto. A conjugação apropriada de ser é am quando
está no contexto Help! Eu _____ estou pegando fogo!

CONSOANTE
Um fonema feito bloqueando o ar que sai de seus pulmões de alguma maneira. P, t e sh são todas
consoantes.

LOCALIZAÇÃO DO CONSONENTE
Também conhecido como lugar consonante, este é um dos três componentes de qualquer consoante.
Localização é a diferença entre “p” (lábios) e “t” (língua contra crista alveolar).

TIPO DE CONSONENTE
Também conhecido como forma consonantal, este é um dos três componentes de qualquer
consoante. Type é a diferença entre “t” (a língua bloqueia o ar completamente e então se abre) e “s”
(a língua bloqueia o ar levemente, permitindo que o ar se solte).

VOZAÇÃO CONSONENTE
Este é um dos três componentes de qualquer consoante. Voicing é a diferença entre “z” (zumbidos
nas cordas vocais) e “s” (cordas vocais não zumbindo).

DECLINAÇÃO
Basicamente sinônimo de conjugação . Os linguistas usam a conjugação para se referir às formas
variáveis de verbos e declinação para se referirem às formas mutáveis de todo o resto (por exemplo,
um cachorro / dois cachorros, ele / ela / ele / eles, eles / eles / seus etc.).

TABELA DE DECLENSÃO / CONJUGAÇÃO


Uma lista de conjugações verbais ou declinações de substantivos / adjetivos (por exemplo, eu sou,
você é, ele é, nós somos, eles são …).

DVDS (TV DE LÍNGUA ESTRANGEIRA E FILME)


Você pode encontrar DVDs de língua estrangeira no Netflix e na Amazon, mas para muitos
idiomas, você precisará procurar seus programas em outros lugares na Internet. Encontre os títulos
dos programas que você está procurando na Wikipédia e tente encontrar lojas que aceitem cartões

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 151/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

de crédito internacionais. Espero que tudo isso seja mais fácil com o tempo, à medida que o mundo
continua a se globalizar e a Internet derruba barreiras.

COMENTÁRIOS
O processo de fazer um teste e descobrir se você recebeu ou não a resposta correta. Se você obtiver
feedback imediato ao rever seus cartões flash (verificando a parte de trás de cada cartão para ver se
respondeu corretamente), você aumentará a eficácia de suas sessões de estudo.

FLUENTE-PARA SEMPRE
Meu site de aprendizagem de idiomas . Ele basicamente contém tudo o que não se encaixam neste
livro, juntamente com ligações e tutoriais para tudo o que se encaixam neste livro. Você encontrará
explicações detalhadas de tudo que você lê aqui e um pouco que você ainda não leu.
Fluent-Forever.com

CURSOS DE INSTITUTO DE SERVIÇOS ESTRANGEIROS


O US Foreign Service Institute (Instituto de Serviço Exterior dos EUA) colocou on-line
quarenta e um idiomas de livros didáticos gratuitos (e suas gravações acompanhantes) on-line. Eles
são principalmente dos anos 1960 e 1970 e podem ser um pouco secos, mas seu conteúdo é
geralmente excelente.
fsi-language-courses.org

FORVO
Um banco de dados gigante de mais de 2 milhões de gravações em mais de 300 idiomas. Você pode
encontrar uma gravação de quase qualquer palavra em quase qualquer idioma, e se ela não estiver
lá, você pode solicitar uma gravação e você a obterá dentro de alguns dias. É grátis e é maravilhoso.
Use-o para aprender a pronúncia do seu idioma de destino.
Forvo.com

DICIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA
Um dicionário que contém palavras em seu idioma de destino, organizadas em ordem de
frequência, junto com traduções em inglês dessas palavras. Muitas vezes, conterá frases de exemplo
das palavras no contexto. Esses dicionários são ferramentas maravilhosas para expandir seu
vocabulário de maneira eficiente. Eles ainda não estão disponíveis em todos os idiomas, mas se
você estiver estudando uma linguagem relativamente comum, poderá estar com sorte.
Fluent-Forever.com/language-resources

LISTA DE FREQUÊNCIA
Desde as 625 palavras introduzidas no Apêndice 5 até as listas gratuitas disponíveis em
en.wiktionary.org/wiki/Wiktionary:Frequency_lists , essas listas de palavras são organizadas em
ordem de freqüência e geralmente não vêm com traduções (então você precisa faça esse passo você
mesmo).

GÊNERO

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 152/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

O gênero gramatical tem pouco (ou nada) a ver com o gênero real . O significado original da
palavra era "gentil", e esse significado ainda persiste em palavras relacionadas como gênero, gênero
e genérico . Os idiomas usam o gênero para colocar substantivos em grupos. Algumas línguas usam
macho e fêmea, algumas línguas usam macho / fêmea / neutro, e algumas usam pessoas, partes do
corpo, animais, pequenas coisas fofas, objetos finos, objetos que geralmente vêm em pares, e assim
por diante. Se você substituir a palavra gênero por um grupo aleatório e arbitrário de substantivos,
isso fará muito mais sentido.

IMAGENS DO GOOGLE
Um mecanismo de pesquisa de imagens executado pelo Google. A partir da publicação deste livro,
contém mais de quarenta e seis bilhões de imagens de sites em mais de 130 idiomas. Existem três
maneiras diferentes de usar o Imagens do Google, que você pode acessar nos seguintes URLs:
Imagens regulares do Google: em sua forma regular, você pode digitar qualquer palavra ( cat ),
apertar enter, e você verá

uma parede gigante de imagens


dessa palavra.
images.google.com
Versão básica das Imagens do Google: todas as imagens no Imagens do Google têm uma legenda
associada, que fica oculta por padrão. Se você ativar essas legendas, poderá usar o Imagens do
Google para encontrar exemplos ilustrados de todas as palavras no seu idioma de destino.
TinyURL.com/basicimage
Versão básica do Google Images, traduzida: as legendas em cada imagem da versão básica do
Google Images estarão no seu idioma de destino, que você pode não entender ainda. Felizmente, se
você configurar seu navegador corretamente, poderá ver traduções lado a lado de todas essas
legendas. Isso torna essas legendas muito mais fáceis de usar quando você está apenas começando.
Fluent-Forever.com/chapter4

GOOGLE TRADUTOR
O melhor tradutor de máquina na Internet. Você pode digitar uma frase em qualquer um dos seus
setenta e um idiomas e ela será traduzida para qualquer um dos outros idiomas. Você também pode
digitar um endereço de site (digamos, um dicionário monolíngue francês) e ele irá traduzir esse
site. Você pode usar o Google Tradutor de algumas maneiras:
1. Se você encontrar uma passagem escrita estranha em seu idioma de destino, poderá digitá-la
no Google Tradutor e obter uma tradução adequada para o inglês.
2. Se você não tiver certeza de como escrever algo em seu idioma de destino, poderá escrevê-lo
em inglês e traduzi-lo (mal) para o seu idioma de destino. Então você pode enviar essa tradução
para um site de intercâmbio de idiomas como o Lang-8 e corrigi-lo por falantes nativos.
3. Você pode digitar o endereço de um dicionário monolíngue (francês-francês) . Isso lhe dará
explicações muito melhores de suas palavras do que um dicionário bilíngüe (francês-inglês) , e se
você colocar o cursor do mouse sobre qualquer uma das traduções, você verá o texto original, que
você pode usar em seus cartões flash.
translate.google.com

LIVRO DE GRAMATICA
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 153/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Apenas um autor assume a maneira mais fácil de apresentar a você um idioma. Os livros de
gramática começam simples e gradualmente se tornam mais complexos, mostrando a você como
usar verbos, substantivos e adjetivos e como indicar o tempo, situações hipotéticas e assim por
diante. Eles economizam muito trabalho, já que cada exemplo foi escolhido de modo que se baseia
em exemplos anteriores e não o sobrecarrega.

LEI DE HEBB
Neurônios que disparam juntos juntos. É assim que construímos memórias. Se você vir um cookie,
cheirar um cookie e comer um cookie, associará essas três experiências no futuro.

HIPOCAMPO

Um painel de controle mental que ajuda a interconectar os neurônios e informa onde encontrá-los no
futuro.

PROGRAMAS DE IMERSÃO
Um lugar onde todo o seu tempo é gasto no idioma de destino, mesmo fora da aula. Esses
programas podem ser caros, mas são uma maneira fenomenal de aprender a falar fluentemente.

ALFABETO FONÉTICO INTERNACIONAL (IPA)


Um alfabeto no qual cada letra corresponde a um único som. Se você conhece, você pode usá-lo
para dizer exatamente o que qualquer palavra estrangeira soa e até mesmo como formar um novo
som estrangeiro em sua boca.

ITALKI
Uma comunidade de intercâmbio linguístico com um sistema de pagamento bem pensado . Você
pode usar o italki para encontrar um professor profissional ou um professor inexperiente em seu
idioma de destino e trabalhar com ele por e-mail ou bate-papo por vídeo por preços extremamente
baixos. Existem opções gratuitas no site, que podem ajudá-lo a encontrar parceiros de troca de
idiomas, mas eu recomendo a italki principalmente por seus serviços pagos.
italki.com

LANG-8
Uma comunidade de troca de idiomas gratuita dedicada a fornecer correções de escrita. Você se
inscreve, envia alguns textos, corrige a escrita de outra pessoa e obtém uma correção, geralmente
em menos de um dia.
Lang-8.com

INTERCÂMBIO DE LINGUAGEM
Um acordo de aprendizado de idiomas entre você e um palestrante de seu idioma de destino. Você
se encontrará, normalmente por meio do bate-papo por vídeo do Skype, e conversará por um
período pré-determinado em seu idioma e pelo mesmo período de tempo no idioma do seu parceiro.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 154/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

SITES DE INTERCÂMBIO DE LINGUAGEM


Websites projetados para ajudar você a encontrar parceiros de troca de idiomas. Livemocha.com ,
Busuu.com , MyLanguageExchange.com , italki.com e Language-Exchanges.org são alguns dos
mais conhecidos sites de troca de idioma.

FERIADOS LINGUÍSTICOS
Uma viagem ao exterior com a finalidade de aprender o idioma de destino e se expor à cultura da
casa da sua língua-alvo.

LEITNER BOX
Sistemas de repetição espaçados baseados em papel . Eles usam um arquivo de cartão flash, um
cronograma cuidadosamente projetado e algumas regras de jogo simples para criar o mesmo tipo de
magia de repetição espaçada que você encontrará em um programa de computador como o Anki.

NÍVEIS DE PROCESSAMENTO
Um dos filtros mentais que determinam o que você lembra e o que você esquece. Você se lembrará
melhor de coisas que sabe como soletrar (estrutura), sabe como pronunciar (som), compreende / vê
(conceito) e relaciona-se pessoalmente (conexão pessoal).

LIVEMOCHA
Um dos mais populares sites de troca de idiomas. Sinta-se livre para ignorar seus cursos de idiomas;
Seu principal uso é conectá-lo a um parceiro de troca de idiomas.
LiveMocha.com

JOGO DA MEMÓRIA
Um jogo que você pode jogar com qualquer nova palavra para ajudar a memorizá-lo. Você
consegue encontrar uma conexão pessoal com essa palavra? Se sim, você se lembrará disso 50%
melhor.

PARES MÍNIMOS
Pares de palavras que diferem apenas por um único som, como sobrinha / joelhos ou bit / batida .

PARES MÍNIMOS
Um teste usando pares de palavras que diferem apenas por um único som. Se você testar a si
mesmo com pares mínimos ( você ouve “rock” ou “lock”? ) E obter feedback imediato ( foi “lock”
), você pode permanentemente religar seu cérebro para ouvir novos sons.
Fluent-Forever.com/chapter3

JOGO DE IMAGENS MNEMÔNICAS


O processo de anexar uma imagem mnemônica (digamos, masculina = explodir ) a uma palavra
(digamos, cães, que são masculinos em alemão) para formar uma história mnemônica ( kaboom é o
cão ). Quanto mais vívido e estranho você puder fazer sua história, melhor você se lembrará dela
depois.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 155/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

MNEMÔNICA
Ajudas de memória que transformam algo que é abstrato (por exemplo, o gênero masculino em
alemão) em algo concreto (uma explosão). Eles tiram proveito de nossa extraordinária memória
visual e você pode usá-los para memorizar muitos padrões irregulares e sem sentido em seu idioma
de destino.

DICIONÁRIO MONOLÍNGUE
Um dicionário que é 100 por cento no seu idioma de destino. Ele fornece definições completas para
suas palavras, em vez de traduções simples. Depois de atingir um nível intermediário, você pode
usar um dicionário monolíngue para aprender até mesmo as palavras mais abstratas em seu idioma
de destino. Você encontrará bons impressos, mas pelo menos até o começo, você vai querer
encontrar um online, porque você pode usá-lo em conjunto com o Google Tradutor para obter
traduções para essas definições. Isto dá-lhe as melhores características de um dicionário bilíngüe (é
utilizável desde o início) e um dicionário monolíngüe (ensina toneladas sobre suas palavras) ao
mesmo tempo. Você encontrará recomendações de dicionário no meu site.
Fluent-Forever.com/language-resources

MAIS É MENOS
A ideia de que quanto mais coisas você aprende sobre um tópico, mais fácil é lembrar de tudo. É
por isso que você terá mais facilidade para aprender um idioma como o chinês, se você fizer muito
mais cartões flash do que de outra forma para um idioma como o espanhol.

NEURON
Células nervosas que transmitem sinais dentro do cérebro e ligam o cérebro ao resto do sistema
nervoso. Uma memória é o que acontece quando um grupo de neurônios dispara e interconecta.

SAÍDA
Escrevendo, na maior parte. Quando você escreve, você testa gramática e encontra seus pontos
fracos. A saída é a maneira como você transforma as centenas ou milhares de pequenos fatos que
você aprendeu em uma linguagem utilizável.

PESSOA-AÇÃO-OBJETO (PAO)
Uma técnica de memória usada na memorização competitiva. A premissa básica é que você pode
escolher um número relativamente pequeno de pessoas, ações e objetos e conectá-los para formar
um grande número de histórias estranhas e memoráveis. Podemos usá-lo para adicionar
flexibilidade às nossas imagens mnemônicas (por exemplo, conectar uma pessoa mnemônica e / ou
objeto a um verbo que estamos aprendendo ou uma pessoa / ação mnemônica a um substantivo que
estamos aprendendo).

FONEMA
Um único som em um idioma (ao invés de uma única letra); sh é apenas um fonema em inglês.

TRANSCRIÇÃO FONÉTICA
Converter uma palavra - como o suficiente - em letras fonéticas: ɪnʌf (geralmente em IPA).
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 156/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

LIVRO DE FRASES
Um companheiro de viagem pequeno e barato que lhe diz como dizer várias frases enlatadas (por
exemplo, “Ajuda! Alguém roubou minha bolsa!” “Posso comprar um damasco?”). As frases dentro
podem servir como partes úteis da linguagem que você pode aprender a partir do Capítulo 5 . No
final da maioria dos livros de frases (certamente aqueles feitos por Lonely Planet), você encontrará
um ótimo dicionário. Esta é uma maneira fácil e conveniente de encontrar boas traduções para as
625 palavras no Apêndice 5 .

GUIA DE PRONÚNCIAS
Livros que guiam você pelo sistema de pronúncia e ortografia do seu idioma de destino. Eles devem
vir com gravações de CD, e você deve ser capaz de ouvir e imitar essas gravações.

FORNECEDORES DE PRONÚNCIA
Programas de software projetados para reconectar seu cérebro para ouvir novos sons. Eles são a
maneira mais fácil e rápida de conhecer o sistema de som de um novo idioma.
Fluent-Forever.com/chapter3

VÍDEOS DE PRONÚNCIA
Vídeos que explicam em profundidade como você faz sons em sua boca. Eu fiz uma série de vídeos
do YouTube (gratuitos) que o levam através de uma turnê pela IPA e sua boca e realmente ajudaram
muitas pessoas. Confira eles.
Fluent-Forever.com/videos

RECUPERAR PRÁTICA
Apenas outra palavra para "testar". Você está tentando se lembrar de algo, e esse esforço é o que faz
com que uma memória se aloje em sua memória de longo prazo .

RHINOSPIKE
Uma comunidade de troca de idiomas gratuita, dedicada a fornecer gravações de áudio. Você envia
um texto em seu idioma de destino e um falante nativo lerá esse texto em voz alta e enviará um
MP3. Em troca, você gravará o texto em inglês de outra pessoa. O serviço é amável, mas esteja
ciente de que ocasionalmente pode levar vários dias para obter uma resposta.
Rhinospike.com

ESCRITA AUTOMATIZADA
Veja a saída.

SKYPE
Um programa de computador que facilita chamadas telefônicas gratuitas e chats de vídeo pela
Internet. Para fins de aprendizagem de idiomas, é o programa que você usará para se conectar com
parceiros de troca de idiomas
e professores particulares na
Internet. Skype.com
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 157/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

REPETIÇÃO ESPACIAL
Um método de aprendizado extraordinariamente eficiente, no qual você aprende algo e depois
espera alguns dias para revisá-lo. Se você ainda se lembra, espere ainda mais tempo antes da
próxima revisão. Ao estudar dessa maneira, você empurra as memórias para mais e mais
profundamente em sua memória de longo prazo .

SISTEMAS DE REPETIÇÃO ESPACIAL (SRSs)


Listas automatizadas de tarefas para cartões flash que monitoram seu progresso e informam quais
cartões flash devem ser estudados em que dias para maximizar a eficiência. Eles vêm em duas
formas principais: sistemas computadorizados, que criam sua lista diária de tarefas com base em
algoritmos relativamente sofisticados e versões em papel (conhecidas como caixas Leitner), que
realizam o mesmo objetivo usando um conjunto de regras de jogo simples. caixa de arquivo e um
calendário.

APONTE AS DIFERENÇAS
Um jogo que você pode jogar com o Imagens do Google, no qual você procura uma palavra no seu
idioma de destino e vê se as imagens são o que você espera ver. Quanto mais diferenças você puder
identificar entre suas expectativas e o que você vê, melhor você se lembrará da sua palavra.

RESUMOS DAS PROGRAMAS DE TV E FILMES


Você pode encontrar língua-alvo resumos de seus programas de TV favoritos e filmes em
Wikipedia.org . Se você as ler antes de assistir a um filme ou programa de TV no seu idioma de
destino, terá um tempo muito mais fácil, já que não terá que tentar descobrir o que está
acontecendo, e você já estará exposto a muito do vocabulário que aparecerá nos diálogos.

TABOO / O JOGO DE TABOO


Um jogo de festa de Milton Bradley que se assemelha ao tipo ideal de prática de fala fluente em
uma língua estrangeira. No jogo, você tem uma lista de palavras proibidas que você deve conversar.
Na vida real, você tem um monte de palavras que você simplesmente não conhece e também
precisa falar com elas.

MODO DE ASPETO DE TENSO


Não discuto especificamente os tempos, os aspectos ou os modos neste livro, mas insinuo-os no
Capítulo 5 . Estas são todas formas de brincar com verbos. Podemos brincar com o tempo de um
verbo (tempo: estou comendo / eu estava comendo ) ou brincar com o sentido de uma progressão
do verbo no tempo (aspecto: estou comendo agora / como regularmente ). Podemos até brincar com
a certeza de um verbo (modo: eu comeria / eu poderia comer ). Estes três são muitas vezes
misturados: Amanhã você vai me pegar cookies (futuro) / Você vai me pegar biscoitos Girl Scout.
Certo. Agora(modo). Você vai pegar no tempo, aspecto e modo lendo as explicações em seu livro
de gramática e aprendendo muitos exemplos
frases.

Livro VOCABULÁRIO TEMÁTICO

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 158/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Um livro de vários milhares de palavras (e suas traduções), organizado por tema: palavras sobre
dinheiro, palavras sobre música, palavras sobre roupas e assim por diante. É uma ferramenta útil
para personalizar o seu vocabulário para as suas necessidades individuais, uma vez que você
construiu uma fundação usando uma lista de frequência.

NA PONTA DA LÍNGUA
Um fenômeno no qual você pode se lembrar de partes de uma memória, mas não de todas. Se você
se deparar com um evento imprevisível e lembrar-se de algo com sucesso, você duplicará suas
chances de recuperá-lo com sucesso no futuro.

VERBLING
Verbling facilita as trocas de linguagem na forma de speed dating. Você diz que língua (s) você fala
e que língua (s) você está aprendendo, e conecta você com um parceiro de intercâmbio de idiomas
automaticamente, em rajadas de cinco minutos .
Verbling.com

LIVRO DE VOCABULAR
Veja o livro de vocabulário temático.

VOGAL
Um fonema feito permitindo que o ar saia de seus pulmões relativamente desimpedido. Você pode
fazer vogais diferentes, alterando a posição da sua língua e lábios.

COSTURA DE VOO
Um dos três componentes de qualquer vogal. Sua língua pode avançar (“eh”) e voltar (“uh”).

VOWEL HEIGHT
Um dos três componentes de qualquer vogal. Sua língua pode subir (“ee”) e descer (“ah”).

VOWEL ROUNDING
Um dos três componentes de qualquer vogal. Seus lábios podem arredondar em um círculo ("oo")
ou achatar ("ee").

WIKIPEDIA
Um tipo de dicionário mágico. Se você encontrar um artigo em inglês, poderá encontrar o mesmo
artigo no idioma de destino clicando em um dos links na parte inferior esquerda da janela do seu
navegador (os links "Idiomas"). Isso permite que você encontre as traduções de termos que não
serão exibidos em seu dicionário, como " O jogo dos tronos", que pode não ser traduzido palavra
por palavra quando remarketing para um público não americano . A série de TV Game of Thrones ,
por exemplo, é chamada Le Thrône de Fer (O Trono de Ferro) na França. A Wikipedia é a maneira
mais fácil de encontrar essas informações e você pode usá-las para ajudá-lo a pesquisar DVDs,
livros e assim por diante.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 159/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Wikipedia.org

WIKIPEDIA, “IPA PARA [INSERT-LANGUAGE-AQUI]” ARTIGOS


Artigos sobre IPA em vários idiomas (por exemplo, "IPA para o espanhol") que podem mostrar
todos os sons em seu idioma de destino, seus símbolos IPA e um monte de palavras de exemplo. Se
você conhece o IPA, eles podem ser realmente úteis.
Google para "IPA para [Insert-Language-Here] ". Mas, na verdade, não digite "
[Insert-Language-Here] ". Digite "French" ou algo assim.

WIKTIONARY
Um dicionário de crowdsourcing , muito parecido com a Wikipedia. Além do enorme dicionário de
inglês (que pode mostrar traduções da maioria das palavras na língua inglesa para a maioria das
línguas), o Wikcionário contém um grande número de excelentes dicionários monolíngües
(francês-francês, espanhol-espanhol) . Muitos deles também contêm transcrições IPA de qualidade
da maioria das palavras.
Wiktionary.org

WUG
Uma palavra falsa usada por linguistas para testar as crianças sobre sua capacidade de internalizar
as regras de som de uma língua. As crianças que falam inglês aprendem a dizer “um wug, dois
wugz” automaticamente aos cinco anos, o que é bacana, já que claramente nunca ouviram falar de
“wugz” em suas vidas.

YOUTUBE
Uma fonte para conselhos e informações sobre pronúncia. Embora possa ser pouco confiável,
muitos dos tutoriais que você encontrará lá (se você pesquisar, por exemplo, “Como trilhar um r ”
ou “o árabe A'yn”) foram criados por falantes nativos e podem ajudá-lo ouvir e produzir novos
sons. Se você vai começar em algum lugar, comece com a minha série ( link em
Fluent-Forever.com/videos ).
YouTube.com

APÊNDICES

APÊNDICE 1 : Recursos Específicos de Idioma

APÊNDICE 2 : Estimativas de dificuldade de linguagem

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 160/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

APÊNDICE 3 : Recursos do Sistema de Repetição Espacial

APÊNDICE 4 : O Decodificador Internacional de Alfabeto Fonético

APÊNDICE 5 : Suas Primeiras 625 Palavras

APÊNDICE 6 : Como usar este livro com o seu curso de idioma em sala de aula

APÊNDICE 1:
RECURSOS DE LÍNGUA ESPECÍFICOS

Livros para obter e sites para visitar


A Modern Language Association realiza pesquisas de rotina sobre os idiomas que os estudantes
universitários americanos estão aprendendo. Aqui estão os resultados para o outono de 2009:

Língua Inscrições no outono de 2009


1 espanhol 864.986
2 francês 216,419
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 161/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

3 alemão 96,349
4 linguagem gestual americana 91,763
5 italiano 80.752
6 japonês 73,434
7 chinês 60,976
8 árabe 35,083
9 Latim 32.606
10 russo 26,883
11 Grego antigo 20,695
12 Hebraico Bíblico 13 807
13 Português 11,371
14 coreano 8.511
15 Hebraico moderno 8,245

Eu lhe darei recursos aqui para todas as línguas desta lista, exceto para a língua de sinais
americana, latim, grego antigo e hebraico bíblico. Esses idiomas exigem algumas modificações
especiais, uma vez que o primeiro não é um idioma falado e os três últimos não têm falantes
nativos.
Para cada idioma, vou listar um ou dois livros de gramática, um livro de frases e um treinador de
pronúncia. Quando disponível, eu também o direcionarei para um livro de pronúncia, um dicionário
de frequência e um livro de vocabulário temático. Para links, recomendações adicionais de livros /
sites e para idiomas menos conhecidos, acesse Fluent-Forever.com/language-resources .

Recursos em Língua Árabe


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Arabic

Gramática: Jane Whitewick e outros, Dominando o árabe (com 2 CDs de áudio)

Livro de Frases: Siona Jenkins, Livro de Frases Árabe Egípcio do Lonely Planet

Instrutor de pronúncia: Gabriel Wyner, instrutor de pronúncia árabe

Dicionário de Frequência: Tim Buckwalter et al., Um Dicionário de Frequência do Árabe

Recursos lingüísticos chineses (mandarim)


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Chinese

Livro de gramática: Yuehua Liu et al., Integrado chinês

Livro de Frases: Anthony Garnaut e outros, Lonely Planet Mandarim Phrasebook

Instrutor de pronúncia: Gabriel Wyner, instrutor de pronúncia mandarim chinês

Livro de pronúncia: ABC ao vivo, pronúncia chinesa com CD-ROM

Dicionário de Frequência: Richard Xiao et al., Um Dicionário de Frequência do Chinês Mandarim


https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 162/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Livro de Vocabulário Temático: Andrey Taranov, Vocabulário Chinês para Falantes de Inglês

Recursos de Língua Francesa


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/French

Livro de Gramática: Mary Crocker, Esboço da Gramática Francesa de Schaum

Livro de Frases: Michael Janes e outros, Lonely Planet French Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronúncia Francês

Livro de pronúncia: Christopher Kendris et al., Pronuncie-o perfeitamente em francês

Dicionário de Frequência: Lonsdale, Deryle e Yvon Le Bras, um dicionário de frequência de francês

Livro de Vocabulário Temático: Wolfgang Fischer et al., Dominando o Vocabulário Francês

Recursos de língua alemã

LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/German

Iniciante Gramática: Joseph Rosenberg, Alemão: Como falar e escrever

Livro de Gramática Intermédia: Martin Durrel, Gramática Alemã e Uso do Hammer

Livro de Frases: Gunter Muehl e outros, Lonely Planet German Phrasebook

Instrutor de pronúncia: Gabriel Wyner, instrutor de pronúncia alemão

Dicionário de Frequência: Randall Jones et al., Um Dicionário de Frequência de Alemão

Livro de Vocabulário Temático: Veronika Schnorr et al., Dominando o Vocabulário Alemão

Recursos de idioma hebraico (moderno)


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Hebrew

Livro de gramática iniciante: Zippi Lyttleton, hebraico coloquial

Livro de Gramática Intermédia: Luba Uveeler e outros, Ha-Yesod: Fundamentos do hebraico

Livro de frases: Justin Ben-Adam Rudelson e outros, Lonely Planet Hebrew Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronúncia Hebraico

Recursos de Língua Italiana


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Italian

Livro de Gramática: Marcel Danesi, Prática Faz Perfeito: Gramática Italiana Completa
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 163/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Livro de frases: Pietro Iagnocco e outros, Lonely Planet Italian Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor Italiano de Pronúncia

Dicionário de Frequência: Gianpaolo Intronati, Palavras-Chave Italianas

Livro de Vocabulário Temático: Luciana Feinler-Torriani e outros, Mastering Italian Vocabulary

Recursos de Língua Japonesa


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Japanese

Livro de gramática: Eri Banno e outros, Genki: Um curso integrado em japonês elementar

Livro de Frases: Yoshi Abe e outros, Lonely Planet Japanese Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronúncia Japonesa

Dicionário Frequência: Yukio Tono et al., Um Dicionário de frequência de japoneses

Livro de Vocabulário Temático: Carol Akiyama et al., Vocabulário Japonês

Recursos de idioma coreano


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Korean

Livro de Gramática: Ross King et al., Elementary Korean

Phrase Book: Minkyoung Kim e outros, Lonely Planet Korean Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronunciação Coreano

Livro de pronúncia: Miho Choo et al., Sounds of Korean

Dicionário de Frequência: Jae-wook Lee, Vocabulário Essencial Coreano 6000

Recursos de Língua Portuguesa


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Portuguese

Livro de Gramática: Fernanda Ferriera, o livro Tudo Aprendendo Português Brasileiro (com CD)

Livro de Frases: Marcia Monje de Castro, Guia Lonely Planet Brazilian Portuguese Phrase

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronúncia Português

Dicionário de Frequências: Mark Davies et al., A Frequency Dictionary of Portuguese

Livro de Vocabulário Temático: Andrey Taranov, Vocabulário de Português para Falantes de Inglês

Recursos de Língua Russa


https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 164/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Russian

Livro de gramática: Nicholas Brown, o curso de russo New Penguin

Livro de frases: James Jenkin e outros, Lonely Planet Russian Phrasebook

Instrutor de Pronúncia: Gabriel Wyner, Instrutor de Pronúncia Russo

Livro de pronúncia: Thomas Beyer, pronunciá-lo perfeitamente em russo (ver nota)

Dicionário de Frequência: Nicholas Brown, Dicionário Russo de Aprendizagem

Livro de Vocabulário Temático: Eli Hinkel, Vocabulário Russo

Nota: Thomas Beyer colocou suas gravações para este livro online. Você encontrará um link no
meu site.

Recursos de Língua Espanhola


LISTA COMPLETA E LIGAÇÕES: Fluent-Forever.com/Spanish

Livro de Gramática: Marcial Prado, Gramática Espanhola Prática

Livro de Frases: Marta Lopez e outros, Lonely Planet Spanish Phrasebook ; ou Roberto Esposto,
Guia Lonely Planet Latin American Spanish Phrasebook
Instrutor de pronúncia: Gabriel Wyner, instrutor de pronúncia espanhol

Livro de Pronúncia: Jean Yates, pronunciá-lo perfeitamente em espanhol

Dicionário de Frequência: Mark Davies, um dicionário de frequência do espanhol

Livro de Vocabulário Temático: Jose Maria Navarro e outros, Dominando o Vocabulário de


Espanhol

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 165/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

APÊNDICE 2:
ESTIMATIVAS DE DIFICULDADE DE LINGUAGEM

Para falantes de inglês


O Foreign Service Institute (FSI) é o centro de treinamento do governo dos EUA para diplomatas,
embaixadores e tipos de James Bond. Eles estão no mercado de idiomas desde 1947 e têm alguns
dos melhores dados sobre dificuldades de linguagem para pessoas que falam inglês. Seus alunos
assumem uma carga de trabalho intensa: vinte e cincohoras de aulas de idiomas por semana e de
três a quatro horas de estudo independente por dia. Não surpreendentemente, eles atingem níveis
avançados de fluência muito rapidamente. Ainda assim, poderemos vencê-los em termos de tempo
total gasto, porque nossos métodos são mais eficientes. Cursos de FSI são relativamente
tradicionais em formato, embora eles tenham uma ênfase respeitável na pronúncia que os mantém à
frente da curva. Eles podem nos vencer em termos de tempo total de fluência, simplesmente porque
você faz muita coisa quando você faz do aprendizado de idiomas seu emprego em tempo integral.
No entanto, nosso uso de imagens, mnemônicos e repetição espaçada nos impulsionará em termos
de eficiência geral.
As estimativas a seguir mostram a quantidade total de tempo que os alunos do FSI passam em
aula para cada idioma. Os idiomas entre parênteses não estão em sua lista oficial, mas estão tão
intimamente relacionados a outros idiomas na mesma categoria que eu os coloquei de qualquer
maneira. Os idiomas com um asterisco são um pouco mais difíceis do que outros idiomas em sua
categoria.

Nível 1: Idiomas intimamente relacionados ao inglês


23-24 SEMANAS (575-600 HORAS DE CLASSE)

Afrikaans
(catalão)
dinamarquês
holandês
francês
italiano
norueguês
português
romeno
espanhol
sueco

Nível 1.5: Idiomas com Ligeiras Diferenças Linguísticas e / ou Culturais do Inglês


30-36 SEMANAS (750-900 HORAS DE CLASSE)

Alemão (30 semanas / 750 horas)


(Ilocano) (36 semanas / 900
horas) Indonésio (36 semanas /
900 horas) (Javanês) (36 semanas
/ 900 horas) Malaio (36 semanas
/ 900 horas)
Suaíli (36 semanas / 900 horas)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 166/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Nível 2: Idiomas com Diferenças Linguísticas e / ou Culturais Significativas do Inglês


44 SEMANAS (1.100 HORAS DE CLASSE)
albanês
Amárico
Armênio
Azerbaijani
Bengali
Bósnio
Búlgaro
Birmanês
Croata
Tcheco *
Estoniano
*
Finlandês
*
Georgiano
Grego
(Gujarat)
Hebraico
Hindi *
Húngaro
Islandês
(Kannada)
(Cazaque)
Khmer
(Curdo)
(Quirguistão)
Laos
Letão Lituano
Macedônio
(Marathi-Urdu) *
nepalês mongol
Pachto
Polonês persa (Dari,
Farsi, tajique)
(Punjabi)
russo sérvio
cingalês
eslovaco
esloveno
Tagalog *
tailandês
turco
(turcomano)
ucraniano
urdu
uzbeque *
vietnamita
Xhosa

zulu

Nível 3: Idiomas que são excepcionalmente difíceis para falantes nativos de inglês
88 SEMANAS (SEGUNDO ANO DE ESTUDO NO PAÍS, 2200 HORAS DE CLASSE)

Cantonês
Árabe *
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 167/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Mandarim
Coreano
Japonês (Min
Nan) (Chinês
Wu)

APÊNDICE 3:
RECURSOS DO SISTEMA DE REPETIÇÃO ESPACIAL

Sistemas de Repetição Espacial Informatizados: Anki


O site da Anki é Ankisrs.net . Lá você encontrará links de download e instruções de instalação.
Depois de instalar o Anki, você precisará aprender a usá-lo. Para facilitar seu trabalho, consulte
minha série de tutoriais em vídeo e decks de demonstração, que você pode encontrar em Fluent-
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 168/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Forever.com/chapter2 .

Fazendo cartas à mão: Leitner Boxes


Se você preferir a sensação e o aspecto do papel ao brilho azul frio da tela de um smartphone,
poderá criar um SRS manualmente. Você levará mais tempo do que usando um computador, mas
aprenderá muito mais enquanto faz suas cartas.
Tenha em mente que muitos dos recursos on-line que vou discutir são tão úteis quanto usar
cartões flash computadorizados ou físicos. Seu processo de copiar / colar é simplesmente diferente:
leva mais tempo, é mais flexível e pode parecer um pouco mais tolo se você não for muito artista.
Se você encontrar um ótimo exemplo de frase no Imagens do Google com uma imagem
aparentemente inútil (o Google Imagens pode fornecer frases para cada palavra, se você fizer uma
boa pergunta), estará em uma posição melhor do que alguém usando um SRS computadorizado. Se
você está tentando fazer trezentas cartas em uma noite, ou fazer um monte de pares de cartas de
compreensão / produção, você estará trabalhando mais do que alguém que pode recortar e colar
com alguns toques no teclado.

As duas faces das imagens do Google


O Google Images costumava fornecer legendas para todas as imagens, mas, em 2010, uma nova versão mais chamativa foi
introduzida, produzindo paredes enormes de imagens sem texto. Se você percorrer todo o caminho até a parte inferior de
qualquer pesquisa de imagens, você encontrará "Alternar para a versão básica". Clique nele, marque o link como favorito e
voilà - agora você tem acesso ao maior livro de histórias ilustradas da história da humanidade. Apreciar!

Porque você estará usando uma caixa física em vez de um programa de computador, os intervalos
não serão os mesmos para cada cartão. Os intervalos finais de alguns cartões oscilam entre dois e
quatro meses. Isso não acaba sendo um grande problema; Se você tiver um problema ao se lembrar
de um cartão, ele retornará com a freqüência suficiente para chegar à sua memória de longo prazo ,
e se não, então huzzah, você se lembrou disso.
Aqui está o que você precisa:
• Um monte de cartões de índice (pelo menos um par de mil)
• Uma caixa ou arquivo de cartão de índice grande

• Oito divisores de cartão de índice, rotulados como “Novo”, “Nível 1”, “Nível 2” e assim por
diante, até “Nível 7”
• um calendário
• Um conjunto confiável de canetas e / ou lápis (as cores podem ajudá-lo a criar fotos mais
memoráveis)

Seu arquivo de índice ficará assim:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 169/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

As regras do jogo

Sua caixa Leitner é um jogo de cartão flash. Você ganha o jogo quando recebe todos os seus novos
cartões além do nível 7. Para conseguir isso, você precisará recuperar com sucesso cada um dos
seus cards sete vezes seguidas, com atrasos crescentes entre cada recall. Se você ganhar, você pode
esperar lembrar de cada um dos seus cartões por mais de um ano.
Como você vai do nível 1 ao nível 2? Toda vez que você revisa um cartão flash, você olha para a
frente do cartão e faz uma única pergunta: “Eu me lembro do que está no verso deste cartão?”
Dependendo do tipo de cartão flash (vocabulário, gramática , pronúncia), esta pergunta pode ter
várias partes: “Eu me lembro da pronúncia correta desta palavra? Eu me lembro da palavra que
acompanha esta imagem? Lembro-me da grafia correta para a palavra que acompanha esta
imagem? ”Na Galeria, toda vez que introduzo um novo tipo de cartão, discuto também as questões
associadas a esse tipo de cartão.
Se a resposta a todas essas perguntas for "Sim, lembro-me!", Mova a carta para o próximo
nível (por exemplo, as cartas de nível 2 passam para o nível 3). Se você responder "Não, eu
esqueci de alguma coisa", você moverá esse card todo para o nível 1.
Como você sabe quando revisar seus cartões e quais cartões analisar? O jogo de box Leitner é
projetado para o jogo diário. Todos os dias, você seguirá as duas etapas a seguir:
• Passo 1: Mova de quinze a trinta novas cartas para o nível 1.
• Passo 2: Revise seus cartões de acordo com a programação do jogo.

O Cronograma do Jogo é um cronograma de repetição de sessenta e quatro dias que informa a


frequência com que você revisa suas cartas de nível 1/2/3/4/5/6/7. Aproximadamente, você
analisará o nível 1 todos os dias, o nível 2 todos os dias, o nível 3 a cada quatro dias, até o nível 7,
que você analisará a cada 64 dias. Como não há sessenta e quatro dias em um mês, precisamos
adicionar um ciclo de sessenta e quatro dias a um calendário, como este:

Uma vez feito isso, você pode simplesmente consultar sua agenda para descobrir onde você está no
ciclo de sessenta e quatro dias da programação do jogo ( nesta página , 5 de maio e 8 de junho
correspondem ao dia 1):

A PROGRAMAÇÃO DE JOGOS LEITNER


(Você pode imprimir uma cópia em Fluent-Forever.com/appendix3 )

Dia 1: Nível 2, 1 Dia 17: Nível 2, 1 Dia 33: Nível 2, 1 Dia 49: Nível 2, 1
Dia 2: Nível 3, 1 Dia 18: Nível 3, 1 Dia 34: Nível 3, 1 Dia 50: nível 3, 1
Dia 3: Nível 2, 1 Dia 19: Nível 2, 1 Dia 35: Nível 2, 1 Dia 51: Nível 2, 1
Dia 4: Nível 4, 1 Dia 20: nível 4, 1 Dia 36: Nível 4, 1 Dia 52: Nível 4, 1
Dia 5: Nível 2, 1 Dia 21: Nível 2, 1 Dia 37: Nível 2, 1 Dia 53: Nível 2, 1
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 170/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Dia 6: Nível 3, 1 Dia 22: Nível 3, 1 Dia 38: Nível 3, 1 Dia 54: Nível 3, 1
Dia 7: Nível 2, 1 Dia 23: Nível 2, 1 Dia 39: Nível 2, 1 Dia 55: Nível 2, 1
Dia 8: Nível 1 Dia 24: Nível 6, 1 Dia 40: Nível 1 Dia 56: Nível 7, 1
Dia 9: Nível 2, 1 Dia 25: nível 2, 1 Dia 41: Nível 2, 1 Dia 57: Nível 2, 1
Dia 10: Nível 3, 1 Dia 26: Nível 3, 1 Dia 42: Nível 3, 1 Dia 58: Nível 3, 1
Dia 11: Nível 2, 1 Dia 27: Nível 2, 1 Dia 43: Nível 2, 1 Dia 59: Nível 6, 2, 1
Dia 12: Nível 5, 1 Dia 28: Nível 5, 1 Dia 44: Nível 5, 1 Dia 60: Nível 5, 1
Dia 13: Nível 4, 2, 1 Dia 29: Nível 4, 2, 1 Dia 45: Nível 4, 2, 1 Dia 61: Nível 4, 2, 1
Dia 14: Nível 3, 1 Dia 30: Nível 3, 1 Dia 46: Nível 3, 1 Dia 62: Nível 3, 1
Dia 15: Nível 2, 1 Dia 31: Nível 2, 1 Dia 47: Nível 2, 1 Dia 63: Nível 2, 1
Dia 16: Nível 2, 1 Dia 32: Nível 1 Dia 48: Nível 1 Dia 64: nível 1

Quando eu jogar com minha caixa de Leitner em 5 de maio (dia 1), seguirei os dois principais
passos do jogo. Primeiro, passo de quinze a trinta novas cartas para o Nível 1 e depois consultarei o
Horário do Jogo. O cronograma me diz que eu deveria:
1. Comece com o nível 2.
2. Em seguida, avance para o nível 1.

Mas eu não tenho cartas no nível 2; Eu estou apenas começando, afinal. Então eu me dou um tapinha
nas costas por um
trabalho bem feito e prossiga para o nível 1.
O nível 1 é bem simples hoje em dia. Reviso meus quinze a trinta cartões. Toda vez que eu me
lembro de um card, eu o movo para o nível 2. Toda vez que eu esqueço, eu o coloco na parte de trás
da pilha de cartas no nível 1. Com repetições suficientes, eu irei mover cada carta do nível 1 até
nível 2. Depois de ter feito isso, estou pronto para o dia.
O dia 6 de maio (dia 2) continua da mesma maneira. Devo rever os níveis 3 e 1, mas, novamente,
o nível 3 está vazio e o nível 1 só tem meus quinze a trinta novos cartões para o dia. No final do
dia, tenho trinta a sessenta cartas esperando no nível 2.
Agora fica interessante. No dia 7 de maio (dia 3), devo rever os níveis 2 e 1. Então eu pego
aquelas cartas de 30 a 60 de nível 2. Eu reviso cada cartão uma vez . Toda vez que me lembro de um
card, levo o card até o nível 3. Toda vez que esqueço um card, movo esse card para o nível 1.
Em seguida, analisarei minhas cartas no nível 1, que agora são uma mistura das quinze a trinta
novas cartas que eu coloquei nela e as cartas que eu tinha esquecido do nível 2. Toda vez que me
lembro de uma carta, eu a movo. no nível 2. Toda vez que eu esqueço, vou colocá-lo na parte de
trás da pilha de cartas no nível 1. Como eu fiz nos dois dias anteriores, continuarei passando pela
pilha até que todas as minhas cartas de nível 1 Mudei-me para o nível 2. Depois, sirvo-me um
martini e dou-lhe um dia.

Um cartão vencedor

Vamos acompanhar o progresso de uma carta vencedora através da programação do jogo. Em 5 de


maio (dia 1: níveis 2, 1), um dos meus novos cards é assim (“ Macska é a palavra húngara para gato
”):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 171/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Eu vou vê-lo quando eu rever o nível 1, e desde que eu já passei por isso muito tempo
yammering afastado sobre gatos no Capítulo 2 , eu não tenho dificuldade em lembrar o que um
macska é. Eu imediatamente movo o cartão para o nível 2, termino o resto das minhas resenhas e
coloco minha caixa de Leitner longe.
No dia 2 (níveis 3, 1), não vejo macska porque não estou revisando o nível 2 naquele dia. Em vez
disso, vejo macska novamente no terceiro dia (níveis 2, 1), ponto no qual ainda me lembro e coloco
no nível 3.
Três dias se passaram antes que eu a veja novamente, no dia 6 (níveis 3, 1). Revi macska duas
vezes agora, e assim minha memória está ficando mais forte, mesmo que eu estou esperando um
período mais longo e mais longo de tempo entre comentários. Eu me lembro e a levo até o nível 4.
Agora eu espero uma semana inteira. No dia 13 (níveis 4, 2, 1), a macska aparece pela quarta
vez. Alguns dias antes, aprendi matrac (colchão) e, como resultado, tenho dificuldade em tentar
lembrar se macska é um animal ou uma peça de mobília. Depois de alguns segundos de incerteza
angustiante , lembro-me. Eu movo o cartão para o nível 5.
Estamos chegando perto do final do jogo para o macska . Espero mais de duas semanas para
voltar a vê-lo no dia 28 (níveis 5, 1). Depois de conquistar minha mixagem macska / matrac , não
tenho problema
lembrando, e eu movo macska para o nível 6.
O nível 6 vem no dia 59 (níveis 5, 1), um mês inteiro desde a última vez que o vi. Quando me
lembro disso e o coloco no nível 7, quase posso sentir o gosto da minha vitória sobre a palavra. Eu
tenho uma tarefa formidável na minha frente agora: a única vez que vejo o nível 7 é no dia 56
(níveis 7, 1). Tenho que esperar que o ciclo se repita - dois meses - antes de ver o cartão novamente.
Quando voltar, posso perder tudo. Se não me lembro, o macska voltará ao nível 1, e eu precisarei
repetir o ciclo desde o começo. Se me lembro, vencerei, e macska vai se aposentar, vivendo o resto
de seus dias no conforto da minha memória de longo prazo .

E se eu perder um dia ou dois?

Faça todas as suas resenhas dos dias perdidos e comece primeiro com os cartões de nível mais alto.
Se você perdeu os dias 57 (níveis 2, 1) e 58 (níveis 3, 1), então no dia 59 (níveis 6, 2, 1), você deve
fazer os níveis 6, depois 3, depois 2, então 1. Você pode pule o aprendizado de novos cartões nesse
dia para ajudar a compensar o tempo extra de revisão.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 172/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

APÊNDICE 4:
O DECODIFICADOR DE ALFABETO FONÉTICO INTERNACIONAL

Você usará este apêndice para uma coisa: descobrir como fazer um novo som. Se você não está
usando uma caixa de Leitner, você não precisa necessariamente memorizar todos os símbolos
fonéticos em seu novo idioma (embora eu ache que é um bom uso do seu tempo, especialmente no
começo). No entanto, você vai se deparar com alguns sons malucos, e este apêndice lhe dirá como
fazê-los.
Uma advertência: isso é uma referência. Estamos falando de coisas que se movem e fazem sons
em um livro, um meio estático e silencioso. Assim, recomendo o seguinte: tire um intervalo de
trinta e cinco minutos deste livro e assista à minha série do YouTube sobre o IPA (
Fluent-Forever.com/videos ). Então você pode voltar a sua vontade e se referir a esta seção sempre
que encontrar um som e não tiver idéia de como alguém o fez.

Você realmente precisa do Alfabeto Fonético Internacional?


Não! Você não O IPA foi inventado há um século e as pessoas têm aprendido línguas com sucesso por um tempo maior do que
isso. Como tudo neste livro, o IPA é uma ferramenta. Se você achar útil, use-o. Se isso te enche de pavor, pule-a. Mas tente
isso antes de prosseguir: nesta seção, raramente paro de falar sobre minha série do YouTube. Apenas observe os primeiros
minutos. Se você achar interessante, continue assistindo. Se não, então pare. O IPA não é para você, e está tudo bem. Vá
brincar com algumas novas palavras divertidas (e ouça as gravações no Forvo.com !).

O IPA sofre de uma doença infecciosa de jargão - termos como aproximante com voz labio-velar
(também conhecido como w ) podem causar erupções cutâneas e suores noturnos. Eu projetei este
decodificador para mostrar a você um caminho em torno do jargão - pense nisso como um traje de
risco biológico. Ainda assim, estamos entrando em território perigoso. Há muita informação
escondida no IPA, e você só precisa de um pouco disso. Nosso objetivo é entrar, aprender a fazer
nosso novo som e sair o mais rápido possível, então não tente ficar mais tempo do que o necessário.
Você vai ter febre.

A maquiagem de consoantes e vogais


Quase toda consoante é uma combinação de três informações:
• Onde está sua língua?
• O que sua língua está fazendo lá?
• Suas cordas vocais estão fazendo alguma coisa?

As vogais são uma combinação de duas:


• Onde está sua língua?

• Seus lábios estão em um círculo?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 173/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

É isso, na maior parte. Quando ouvimos alguém falar, estamos ouvindo essa informação. Eu uso
essa informação para corrigir o sotaque de meus alunos; Eu ouço onde estão as suas línguas e digo-
lhes como corrigir.
Você pode fazer isso por si mesmo, uma vez que você esteja sintonizado com isso. Nossos
ouvidos e nossas bocas estão profundamente interligados. Ninguém nunca lhe disse como dizer “k”,
mas você aprendeu como erguer a parte de trás da sua língua para atingir o seu palato mole
exatamente da maneira certa para fazer um som “k”. Para fazer novos sons, você só precisa ter um
pouco de consciência sobre o que você faz automaticamente em inglês e, em seguida, fazer alguns
pequenos ajustes.

Em relação aos recursos


Se a sua língua usa uma espécie de consoante do tipo " enfiar o dedo na boca e rachar a língua" , então o livro irá descrevê-la
em detalhes, e você poderá encontrar tutoriais do YouTube sobre isto. Não se preocupe com isso. Se, depois de ler este guia,
você ficar realmente curioso sobre outras maneiras de fazer sons, então faça uma visita ao meu site; Há muita coisa que eu
montei lá.

Então, vamos ganhar alguma consciência, começando com consoantes.

Consoantes - localização - onde está sua língua (ou lábio)?


Aqui está uma cabeça falante que encontrei em algum lugar na floresta. Seu nome é Frank.

Enquanto você está olhando para Frank, diga isto:

abelha taxa te ver ela ye chave ele

Observe que “abelha” começa pelos seus lábios, “taxa” toca o lábio inferior nos dentes superiores, e
cada palavra sucessiva vai mais para trás, assim:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 174/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Estes são oito dos onze locais possíveis para a sua língua e lábios. Nós nos referiremos a eles por
suas letras (localização B, localização F, localização S, etc.).

Mais três locais: o francês , o árabe A'yn e o Apu's D

O que está a faltar? Existem dois locais escondidos entre k e h : um que toca sua úvula (o francês r
está aqui, junto com o gutural ch como em Chanukah ), e um que fica tão atrás quanto você pode
colocar sua língua (por exemplo, o A'yn árabe, que pode ser [carinhosamente] descrito como
"tentando se sufocar com sua própria garganta").
O último local ausente aparece regularmente nos Simpsons . Você conhece Apu, o lojista indiano
do Kwik-E-Mart? Seu sotaque distintivo é em grande parte devido à localização particular de seus
d' s e t 's. Normalmente, um d ou um t é articulado no mesmo lugar que s , com a ponta da língua
(diga “ver”, “dee”, “tee”). Hank Azaria-o (não-índios) dublador para Chefe Clancy Wiggum, Moe o
barman, e Apu-articula de Apu d ‘s lá, também, só que em vez de usar a ponta da língua, ele está
usando o lado de baixo de sua língua. oa ponta da língua está enrolada de volta para o céu da boca.
Isso faz com que seu d ‘s e t de som é como um tom-tom, em vez de como um tambor, e que
transmite uma sensação inconfundível de‘Esse cara deve ser da Índia.’Você vai fazer sons neste
local se você aprenda hindi, chinês ou sueco.

Consoantes - tipo de som - o que você está fazendo aí?


Temos mais de oito consoantes, então deve haver algumas opções em cada local. Tente dizer este
grupo de palavras:

toe não tão baixa linha

Eles estão todos no mesmo local (localização S). Para cada palavra, você está mudando como e se
você permite que o ar passe pela sua língua. Você pode mexer com a sua língua de oito maneiras, e
você já usa cinco delas com freqüência:
TIPO (UM POP DE SÚBITO DE AR): Aqui você está impedindo o ar de passar até que você tenha
acumulado tanta pressão que o ar se manifesta em uma súbita onda de som e cuspe. T, d, p, b, k e g
caem todos neste grupo.
N TIPO (AIR ATRAVÉS DO NARIZ): Estas consoantes vêm através do nariz em vez da boca. N e m estão
nesse grupo.

Há um monte de sons aqui, de sibilantes s até a vibrante z para


S TYPE (RUSTLING, HUSHING, zumbidos):
silenciar sh . Você está deixando um pouco de espaço para o ar passar pela sua língua, o que faz o
ar explodir e fazer todos os tipos de barulhos raivosos - dos sons sussurrantes de f, s, sh, h, e th
como em coxa, para os sons zumbidos de v, z, e th como em thy .
L TIPO (O AR MUDA SOBRE OS LADOS DA LINGUA): Você está impedindo que o ar escape pela frente,
mas você está permitindo que ele passe livremente pelos lados da sua língua. Nós só temos um em
inglês: l .

TIPO DE R (UMA OBSTRUÇÃO LEVE, QUASE UMA VOWEL): O inglês r é uma besta estranha. É um dos sons
mais difíceis de produzir, e é por isso que a maioria das crianças passa boa parte da sua infância
falando sobre “wacbits”. Você não está obstruindo o fluxo de ar, mas está levantando a língua o
suficiente para causar uma mudança no som. Temos três consoantes que fazem isso: r, p, e y , e eles

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 175/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

são mais como vogais do que consoantes ( r é basicamente o ur na Turquia, w é basicamente o oo


na buzina, e y é basicamente o ee em ver).
Os três últimos tipos aparecem em espanhol, espanhol (novamente) e islandês, respectivamente:

TIPO TRILHADO (SUA LÍNGUA / FLIP LIPS NO VENTO): O espanhol r duplo reside aqui (como no carro
[carro]). Sua língua se move para o local S, mas ao invés de permitir que o ar assobie, ela bate
como louca contra o céu da boca. Se, ao invés disso, você deixar sua úvula bater contra a parte de
trás de sua língua, você obterá o r francês . Yay.
TIPO DE TOQUE (SUA LÍNGUA / BORDOS JUNTAM APENAS UMA VEZ): O outro espanhol r (como em caro
[querido])
reside aqui. Você está fazendo exatamente a mesma coisa que uma consoante trinado, só que em
vez de bater a língua várias vezes, você está fazendo isso uma vez. É muito semelhante a um d
extremamente curto . Se você está tentando dizer o caro de espanhol com precisão, muitas vezes
você pode fazer com que sua língua se comporte corretamente dizendo “ ca d o ” enquanto pensa “
caro ”.
CRAZY ICELANDIC L TYPE (CIL — A SLURPING, WET “L” SOUND): A menos que você esteja aprendendo
islandês, galês,
ou uma língua nativa americana, você pode ignorar isso, mas é legal demais para deixar de fora.
Você sabe como L-

consoantes do tipo permitem que o ar flua livremente pelos lados da língua? As consoantes loucas
do tipo L da Islândia estreitam esse canal de ar até que você ouça um som alto, molhado e áspero
contra seus molares. Soa algo como "ttttthhhhlpthshpthl".
Você será capaz de produzir um bom francês r simplesmente agitando seu úvula contra a traseira
de sua língua? Provavelmente não. Lembre-se, este decodificador é projetado como um
complemento para seus ouvidos . Seus ouvidos ensinaram todas essas posições de língua em inglês,
e eles farão a maior parte do trabalho em seu novo idioma também. Estamos apenas discutindo
teoria - agitando uvulas e tudo mais - para dar uma ajuda a seus ouvidos e língua quando eles
precisam. Às vezes, um pouco "aponte sua língua para as amídalas" é toda a instrução que você
precisa para preencher a lacuna entre o que você pode ouvir e o que você pode dizer.

Consoantes - vibração - suas cordas vocais estão fazendo alguma coisa?


Este último trecho de trivialidade consonantal é o mais simples dos três. Coloque o dedo na sua
garganta, assim:

Agora compare o som “ssss” (como uma cobra) com “zzzz” (como uma abelha). Observe como
você não pode sentir nada na sua garganta por “ssss”, mas você pode por “zzzz”. Esse zumbido é o
som de suas cordas vocais fazendo o que fazem melhor - vibrar. Vibratório e nonvibrating
consoantes com frequência mostram-se em pares de: b e p, v e f, d e t, g e k, para citar alguns. Note
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 176/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

que suas cordas vocais podem ser agitadas enquanto você faz uma consoante que realmente não soa
como um zumbido: “nnnnnnnnn”.

Novas consoantes e a tabela internacional do decodificador do alfabeto fonético


Para fazer uma nova consoante, você vai misturar e combinar todos os três recursos.
Sem um som específico em seus ouvidos para imitar, você pode ter problemas para criar um som
inesperadamente, mas certamente podemos tentar uma demonstração. A palavra para “Hungarian”
(em húngaro) soa como um cruzamento entre “ma-jar” e “mag-yar.” Não surpreendentemente, a
consoante real é a meio caminho entre j ( “ma-jar”) e g ( “mag yar ”), no local Y:

Mantenha a ponta da língua para baixo pelos dentes inferiores e tente dizer “j”. O meio da língua
deve se erguer. Se você tiver sucesso, você acabou de fazer uma nova manobra bastante complexa
com sua boca - você combinou a localização Y, o tipo T (uma explosão repentina de ar) e a vibração
das cordas vocais em uma nova consoante. Parabéns.
Este é o método básico por trás de novas consoantes, e você deve ter mais facilidade para fazer
isso em seu idioma de destino, porque já ouviu o som que está tentando criar (e porque assistiu
àquele vídeo que eu lhe contei assistir).
Em algumas páginas, você encontrará uma versão anotada do gráfico de consoantes IPA padrão.
Veja como você o usa:
1. Passe algum tempo brincando com gravações do seu idioma. Use qualquer um dos recursos
no final do nosso capítulo de som (seu livro de texto, um livro de pronúncia, um dos meus
treinadores de pronúncia, Forvo.com , o que for). Tente copiar todos os sons que você ouve.
Eventualmente, você provavelmente encontrará algumas consoantes que causam alguns problemas.
Observe como esses sons são geralmente soletrados. Agora você encontrará esses sons no IPA, e o
IPA lhe dirá o que fazer com sua boca.
2. Procure “IPA para [insira o idioma aqui]” no Google. Você encontrará um artigo da Wikipedia
que se parece com isso (aqui eu procurei por “IPA para espanhol”):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 177/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Vamos dizer que você foi atormentado pelo segundo som nesta lista: β . Palavras como bebé e
vivir soam como se contivessem um estranho cruzamento entre aeb e v , e você quer saber o que é
que você deveria fazer com a sua boca quando diz essas palavras. Então vamos descobrir como
fazer um β .
3. Primeiro, vamos nos certificar de que não é um som que já conhecemos do inglês. Isso pode
acontecer quando seu olho engana sua orelha. Por exemplo, a palavra espanhola envidia (inveja) é
pronunciada com a letra b : “ enbidia ” . Mesmo que você geralmente não tenha problemas em
reconhecer um som “b” quando ouve, você pode adivinhar quando se depara com uma grafia tão
estranha. . Então, apenas no caso, vamos olhar
para o nosso problemático β nos sons do inglês primeiro.
Você já sabe como fazer vinte e cinco consoantes e já conhece os símbolos de quinze deles,
porque são apenas letras inglesas:

IPAExemplos IPAExemplos
p p es, s p oon, ro p e b b ut, nós b
t t wo, s t ing, be t d d o, o dd
k c a, k doente, s k em, q ueen, thic kg g , g et, be g
f f ool, enou gh , lea f v v oice, ha v e
s s ee, c ity, pa ss z z oo, ro s e
h h am m m an, ha m
eu l ow, ba ll n n o, ti n
ww w , s w ig

Não surpreendentemente, β não está aqui. Vamos continuar procurando. Você conhece mais dez
sons do inglês, mas eles usam símbolos estranhos:

* 21

Infelizmente, não há β aqui também, então vamos respirar fundo e prosseguir para o passo 4.
4. Você encontrará quase todas as consoantes possíveis no gráfico dos grandes decodificadores
na próxima página. (Está faltando os sons de clique do leste e do sul da África, mas se você está
aprendendo, eu suponho que você sabe o que está fazendo ou você tem um bom professor!) Você
vai entrar, encontrar seu símbolo , obtenha suas informações e saia antes que você tenha uma dor de
cabeça. Você está procurando respostas para o seguinte:
• Onde está sua língua / lábios? (listado no topo)
• O que sua língua / lábios estão fazendo? (listado à esquerda)
• Suas cordas vocais estão vibrando? (Consoantes com um asterisco [*] estão vibrando.)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 178/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Como está sua cabeça? Aqui está o que sabemos sobre β :


• Localização: Ambos os seus lábios (sua língua não está fazendo nada)
• Tipo de som: um som farfalhante, rouco ou zumbido
• cordas vocais: sim, eles estão vibrando

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 179/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Para usar isso, comece com seus ouvidos. Quando crianças, aprendemos todas as consoantes da
nossa língua nativa com nossos ouvidos sozinhos. Você os usará aqui também. Vá para o
Forvo.com e obtenha uma gravação de uma palavra de exemplo. Você pode usar o bebé ou vivir, do
nosso artigo “IPA para espanhol” na Wikipedia. Como eu disse no começo, parece um cruzamento
entre um v e um b .
Agora você pode usar as informações do gráfico do decodificador. β exige que você coloque
ambos os lábios juntos e deixe apenas o ar suficiente para fazer um zumbido. Basicamente, você
está fazendo um v, mas ao invés de colocar o lábio inferior contra os dentes, você está colocando
ambos os seus lábios um contra o outro.
Confuso? Eu peguei você! Vá assistir esse vídeo já. Isso fará muito mais sentido uma vez que
você tenha (embora o gráfico do decodificador não fique menor!).

Vogais: Onde está sua língua?


As vogais são simultaneamente mais simples e mais difíceis que as consoantes. Você não está
executando nenhum movimento complexo quando diz uma vogal, mas sua língua precisa estar em
uma posição muito precisa para parecer correta. Praticamente falando, você terá mais facilidade em
encontrar essa posição confiando em seus ouvidos e imitando, em vez de tentar colocar
manualmente sua língua no lugar certo. Ainda assim, saber as posições básicas da língua pode
ajudá-lo quando alguma vogal estranha lhe causar problemas.
Sua língua pode subir, descer, avançar e voltar. Diga “ee”, “eh”, “ah” e você sentirá sua língua se
mover de alto (“ee”) para médio (“eh”) para baixo (“ah”) em sua boca. Para frente e para trás, é um
pouco mais difícil de perceber. Diga “ee”, “oo”, “ee”, “oo”. Ignore as travessuras com seus lábios
por um momento e preste atenção em sua língua. Ele avança em “ee” e volta em “oo”, assim:

Esses movimentos são minúsculos; estamos falando de meia polegada, e isso é o mais distante que
qualquer duas vogais conseguem. É por isso que seus ouvidos são tão importantes nessa equação. Não é
tão difícil se beneficiar da descrição de uma consoante. (“Coloque seus lábios juntos e sopre até que eles
batam juntos e vão 'bbbb'.”) Uma vogal é um animal diferente. “Coloque sua língua na posição de 'ee', e
depois volte um oitavo de polegada e abaixe um quarto de polegada” é de uso prático questionável. Você
vai usar essa informação em
uma maneira diferente, comparando sua nova vogal com as vogais que você já tem (o inglês tem
nove ou mais, dependendo de como você conta). A maioria das novas vogais que você encontrar
colocará sua língua entre duas vogais que você já conhece, ou elas serão o mesmo que uma vogal
que você conhece, só que você fará algo diferente com seus lábios.

Vogais: Seus lábios estão arredondados em um círculo?

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 180/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Você provavelmente precisará aprender a separar seus lábios da sua língua. 22 Já falamos sobre as
posições da língua em “ee” e “oo”. Agora, vamos ver os truques de lábio que ignoramos
anteriormente. Em desta página estão algumas lábios. Que vogais eles estão dizendo?

Nós não podemos saber. Que língua eles estão falando? Você arredonda seus lábios em um círculo
para “oo” e os achata para “ee”, mas essas não são as únicas possibilidades. O coreano apresenta
um "oo" com lábios chatos, e chinês, francês e alemão têm um "ee" redondo.
Tente. Assim como você fez antes, diga “oo”, “ee”, “oo”, “ee” para ter uma ideia de como a sua
língua se move para trás (“oo”) e para frente (“ee”), e depois escolha uma das essas posições de
língua (vamos fazer "ee") e ficar com ela ("eeeeeeee"). Então, sem deixar sua língua voltar, aperte
seus lábios em um círculo. Você ouvirá o som se transformar em um estranho híbrido de "oo" e
"ee", que é exatamente o som que estamos procurando. Voilà! Agora você pode pronunciar o fondue
corretamente.

Fazendo novas vogais e a tabela internacional do decodificador do alfabeto


fonético
Vamos brincar com o gráfico do decodificador IPA para vogais.
1. Como antes, você passará algum tempo imitando palavras em seu idioma até descobrir quais
causam dificuldades. Note como eles são soletrados.
2. Agora, o Google “IPA para [insira o idioma aqui]” e procure suas vogais. Aqui está um
trecho de "IPA para francês":

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 181/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Esses tipos de gráficos não são projetados para contar tudo sobre essas palavras de exemplo. Eles
não dizem nada, por exemplo, sobre o stress palavra (por exemplo, um con vert vs. a con vert ) ou
entonação (por exemplo, o quê? Vs. o que! ). Mas não é para isso que estamos usando, e você pode
obter essas informações das gravações ou dos guias de pronúncia em seu livro de gramática e
dicionário.
Estamos apenas usando esses gráficos para nos ajudar a encontrar símbolos para sons
problemáticos. Suponha que você esteja aprendendo francês e encontre um punhado de palavras
como eau (água), beau (bonito) e anneau (anel). Todas as três palavras soam muito parecidas -
todas parecem ter a mesma vogal -, mas você não consegue descobrir como realmente dizer essa
vogal. Você procurará “IPA for French” e encontrará palavras similares em uma das palavras de
exemplo: bureau. De acordo com o gráfico, o IPA para sua vogal problemática é o ; agora você só
precisa descobrir o que o parece.
O gráfico fornece aproximações em inglês, mas elas não ajudam muito. Eles estão cheios de
sotaques malucos e “mais ou menos como qualquer coisa ” , e eu sugiro que você os tome com
muitos grãos de sal (supondo que você saiba como pronunciar “barco” em inglês escocês).
Apenas por diversão, vamos olhar para todas as quatro vogais aqui: o , , u e y .
3. Primeiro, verifique se você conhece algum deles em inglês. À sua disposição imediata, você
tem:

E provavelmente (a menos que você seja da Califórnia, caso em que seu “berço” e “pego” soam
iguais):

Como é geralmente o caso, algumas vogais são as mesmas. O francês u (como em golpe , "um
golpe / greve")
e (como no tipo , “destino / destino”) acaba sendo nosso “oo” familiar em “boot” e “aw” em
“pensamento”, respectivamente.
Mas você pode retirar mais algumas vogais do inglês. Essas vogais são presas em pares,
conhecidas como ditongos; eles começam em uma vogal e automaticamente se movem para uma
vogal diferente no final (por exemplo, sons altos como "hah" + "ih"):

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 182/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Esses ditongos são uma das marcas de um sotaque americano (um sotaque britânico usa apenas
ditongos diferentes ). O francês o (como no pote de creme ) fica no o . Um americano o (como na
po' de crème) dança em todo o boca. Se você pode aprender a manter o pé ‘s ainda, você vai
encontrar o seu francês o . Você pode aprender a fazer isso dizendo “oh” por um longo
tempo - “oooooooohhhhhhhhh” - e então se detenha antes de mover sua língua no final. Com
prática, você encontrará o seue, como resultado, os falantes nativos não mudam para o inglês
quando falam com você, em parte porque não conseguem descobrir de onde você é.
Agora só precisamos encontrar y . O gráfico decodificador de vogais não é tão monstruoso
quanto o de consoantes, mas você pode querer respirar fundo antes de pular de qualquer maneira.
4. Encontre sua nova vogal no gráfico de vogais . Você está procurando por duas informações:
• Onde está sua língua? (Veja a vogal mais próxima do inglês.)
• Seus lábios estão em um círculo? (Vogais com um asterisco [*] usam lábios redondos.)

Veja o que você encontrará:


Os franceses y tem a posição da língua de “ee” e lábios como “oo”. Obter gravações de palavras
em francês com y ( tu , sûr , fondue ) de Forvo.com e deixe seus ouvidos guiá-lo. Lembre-se, o IPA
é uma ajuda para a sua maior ferramenta - seus ouvidos. Se você já aprendeu a ouvir uma nova
vogal louca, terá muito mais facilidade em produzi-la.

21. ʔ é a diferença entre "Não, Pat" e "Nope at", como em "Eu entrei no porão, vi que estava cheio de aranhas, noped e saí". É uma
consoante importante em árabe (e alemão). , em menor grau).
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 183/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

22. Pelo menos, você precisará fazer isso para aprender Francês, Alemão, Russo, Português, Coreano, Chinês e Japonês. Dos onze
melhores, você está seguro em espanhol, italiano, árabe e hebraico.

APÊNDICE 5:
SUAS PRIMEIRAS 625 PALAVRAS

Bem vindo ao 625! Essas palavras formarão a base do seu idioma. São algumas das palavras mais
frequentes que você encontrará em qualquer idioma e são relativamente fáceis de aprender com
imagens. Em geral, você não deve ter dificuldade em encontrar traduções ou imagens para essas
palavras, e elas levarão um mês ou dois para serem memorizadas.

Uma palavra de aviso


Você não conseguirá encontrar uma tradução simples para cada palavra dessa lista, porque esta é
uma lista de palavras em inglês . Seu idioma de destino pode ter várias palavras quando você tem
apenas uma - o russo, por exemplo, tem duas palavras separadas para azul (azul escuro = sinistro,
azul claro = goluboy ). Ou o inverso pode ocorrer - o vietnamita, por exemplo, tem uma palavra
para azul e verde. As palavras nem sempre mapeiam facilmente de idioma para idioma.
Estamos usando apenas essa lista como um dispositivo que economiza tempo , então quando
você tiver dificuldades com uma palavra, pule-a. Há muitas outras palavras no mar. Não há nenhum
mal em gastar um ou dois minutos investigando uma palavra particularmente indescritível no
Imagens do Google, mas se nenhuma das imagens fizer sentido, seu tempo será melhor gasto em
outro lugar. Siga para a próxima palavra.
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 184/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Enquanto você examina seu dicionário ou livro de frases, você pode encontrar algumas palavras
interessantes que não estão nesta lista. Aprenda-os também. Este é o seu vocabulário; aprenda as
palavras que quiser, desde que você possa fazê-lo com fotos.

Qual forma de palavra você deve aprender?


A maioria das linguagens brinca com suas formas de palavras; O inglês come, come, come, come e come tudo significa
aproximadamente a mesma coisa relacionada à comida na boca . Agora, não se preocupe com tudo isso; apenas aprenda
qualquer forma básica listada em seu dicionário primeiro. Na maioria das vezes, isso significa substantivos no singular, formas
verbais do infinitivo e (para idiomas com gênero) adjetivos masculinos. Você aprenderá a mexer em formas de palavras no
Capítulo 5 .

Formatação
Estou dando a você essa lista em dois formatos diferentes: uma lista temática e uma lista alfabética.
A temática
A lista é muito mais amigável aos olhos: você verá cores, alimentos, locais, ocupações, verbos,
adjetivos e assim por diante. Percorra primeiro essa lista. Lá eu vou te dar algumas dicas sobre
como encontrar as imagens que você precisa (palavras como dezembro levam um pouco de finesse).
Então, quando você estiver pronto para fazer

seus cartões flash, use a lista alfabética.


Eu prefiro usar uma lista alfabética por dois motivos: é mais fácil de usar com um dicionário e
ensina suas palavras na melhor ordem possível: aleatoriamente.
A ordem é importante. Nos livros de gramática, aprendemos palavras em ordem temática.
Aprendemos cores, artigos de vestuário e números, uma lição por vez. Isso é confortável, mas torna
as palavras muito mais difíceis de lembrar. Eles se misturam. É sept a palavra para "seis" ou "sete"?
A palavra jaune era “verde” ou “amarela”? Você pode minimizar esse problema se aprender verde e
sete agora e amarelo e seis depois. Você conseguirá isso automaticamente se procurar suas palavras
em ordem alfabética, pois as traduções em língua estrangeira para uma lista alfabética de palavras
em inglês não estarão em nenhuma ordem reconhecível.
Para economizar tempo, encontre suas palavras no glossário de seu livro de gramática ou no
pequeno dicionário no final de um livro de frases de bolso. Eles estão em ordem alfabética, como
um dicionário normal, mas não estão cheios de sinônimos ou milhares de palavras que você não
precisa. Basta percorrer e marcar as 625 palavras à medida que as encontrar. Sempre que uma
palavra estiver faltando, pule-a. Dentro de meia hora, você terá uma lista gigante de palavras úteis
para aprender. Em seguida, abra o Imagens do Google e faça uma invasão.
Algumas dicas:
Primeiro, há três tipos de palavras que você encontrará mais facilmente em um capítulo de seu
livro de gramática do que no glossário: pronomes pessoais (por exemplo, eu, você, ele, nós ),
números (por exemplo, 1, 2 , 3, 1º, 2º, 3º ) e datas (por exemplo, janeiro, fevereiro, março, segunda-
feira, terça-feira, quarta-feira ). Você encontrará referências a estas no índice ou no índice do seu
livro. Quando você quiser aprender essas palavras, encontre essas seções do seu livro, leia-as e faça
seus cartões de memória.
Segundo, quando você aprender suas palavras, tenha em mente que você não está restrito a uma
única imagem por palavra. Você pode usar duas ou três imagens para ajudar a identificar uma
palavra e até adicionar texto. Estamos evitando o inglês, mas isso não impede que você adicione
nomes, números e símbolos aos seus cartões. Ao aprender a palavra “amigo”, por exemplo, você
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 185/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

pode escrever o nome de um amigo sob a foto. Você pode usar números e símbolos para muitas
palavras abstratas (por exemplo, 1 minuto = 60 segundos , pai = papa / maman ). Eu incluí
sugestões desse tipo quando apropriado e marquei dois tipos especiais de palavras (categorias e
imagens facilmente confusas), que eu discuto em profundidade na seção Quatro Cenários Especiais
daSegunda galeria .
Se você preferir copiar e colar suas palavras em um dicionário on-line, poderá fazer o download
dessas duas listas on-line em Fluent-Forever.com/appendix5 . Na minha experiência, porém, é mais
rápido e mais fácil usar um glossário de papel ou um pequeno livro de frases do Lonely Planet.
Alternativamente, estou encomendando traduções profissionais desta lista em um monte de
idiomas comuns. Você encontrará essas traduções no link acima.

Seu primeiro 625 (em ordem temática, com notas)


CHAVE

Palavras de categoria (por exemplo, animal) são designadas com um pequeno sobrescrito c ( c ).
Aprenda estas palavras usando duas ou três outras imagens / palavras em seus cartões de memória
(por exemplo, animal = cachorro, gato, peixe ...). Confira a seção Quatro Cenários Especiais da
Segunda Galeria para ver um exemplo.
Imagens facilmente confundidas (por exemplo, “menina” parece “filha”) são designadas com
um asterisco
(*) Estes são grupos de palavras que usarão imagens muito semelhantes (menina / filha, casamento /
casamento).

Aprenda estas palavras adicionando um toque pessoal (por exemplo, o nome de uma filha que você
pode conhecer) ou uma ou duas palavras adicionais no seu idioma de destino (por exemplo, a filha
pode ir com a mãe / pai ). Novamente, veja a seção Quatro Cenários Especiais da Segunda Galeria
para exemplos.
ADJETIVOS: longo, curto (vs. longo), alto, baixo (vs. alto), largo, estreito, grande / grande, pequeno /
pequeno, lento, rápido, quente, frio, quente, fresco, novo, velho (novo) jovem, velho (jovem), bom,
ruim, molhado, seco, doente, saudável, alto, quieto, feliz, triste, bonito, feio, surdo, cego, bom,
mau, rico, pobre, grosso, magro, caro, barato, plana, curvo, macho, fêmea, apertado, solto, alto,
baixo, macio, duro, profundo, raso, limpo, sujo, forte, fraco, morto, vivo, pesado, leve (pesado),
escuro, claro ), nuclear, famoso

Nota: Para alguns desses adjetivos, você pode precisar aprender a palavra da sua língua para
“adjetivo” e adicioná-la em casos de ambigüidade (por exemplo, limpar versus uma sala limpa ).

ANIMAIS: cão, gato, peixe, pássaro, vaca, porco, rato, cavalo, asa, animal c

ARTE: banda, música, instrumento (musical), música, filme, arte

BEBIDAS: café, chá, vinho, cerveja, suco, água, leite, bebida c

CORPO: cabeça, pescoço, rosto, barba, cabelo, olhos, boca, lábio, nariz, dente, orelha, lágrima,
língua, costas, dedo do pé, dedo, pé, mão, perna, braço, ombro, coração sangue, cérebro, joelho,
suor, doença, osso, voz, pele, corpo

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 186/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

ROUPA: chapéu, vestido, terno, saia, camisa, camiseta, calças, sapatos, bolso, casaco, mancha, roupas
c

CORES: vermelho, verde, azul (claro / escuro), amarelo, marrom, rosa, laranja, preto, branco, cinza,
cor c

DIAS DA SEMANA: Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo

Observação: normalmente, você encontrará fotos de pessoas indo para o trabalho às segundas-
feiras e festejando às sextas-feiras / sábados e assim por diante. Para obter informações mais
específicas, use uma imagem de um calendário semanal com finais de semana em cinza e indique o
dia desejado. Eu tenho um livre de Inglês no Fluent Forever.com / append5 .

DIREÇÕES : superior, inferior, lateral, frontal, traseira, externa, interna, ascendente, descendente,
esquerda, direita, reta, norte, sul, leste, oeste, direção c
Nota: Você pode não encontrar todos estes no seu glossário, e você pode ter dificuldade em
encontrar imagens, mesmo que você o faça. Isso é bom. Ignore-as por enquanto ou use minha
coleção de imagens para direções e preposições em Fluent-Forever.com/appendix5 .
ELETRÔNICA: relógio, lâmpada, ventilador, celular, rede, computador, programa (computador),
laptop, tela, câmera, televisão, rádio
ALIMENTOS: ovo, queijo, pão, sopa, bolo, frango, carne de porco, carne, maçã, banana, laranja, limão,
milho, arroz,

óleo, semente, faca, colher, garfo, prato, copo, café da manhã, almoço, jantar, açúcar, sal, garrafa c

CASA: mesa, cadeira, cama, sonho, janela, porta, quarto, cozinha, banheiro, lápis, caneta, fotografia,
sabão, livro, página, chave, pintura, carta, nota, parede, papel, chão, teto, telhado, piscina, bloqueio,
telefone, jardim, quintal, agulha, saco, caixa, presente, cartão, anel, ferramenta

EMPREGOS: Professor, estudante, advogado, médico, paciente, garçom, secretário, padre, polícia,
exército, soldado, artista, autor, gerente, repórter, ator, trabalho c
LOCALIZAÇÕES: cidade, casa, apartamento, rua / estrada, aeroporto, estação de trem, ponte, hotel,
restaurante, fazenda, tribunal, escola, escritório, sala, cidade, universidade, clube, bar, parque,
acampamento, loja / loja, teatro biblioteca, hospital, igreja, mercado, país (Estados Unidos, França,
etc.), construção, solo, espaço (espaço exterior), banco, localização c

MATERIAIS: vidro, metal, plástico, madeira, pedra, diamante, argila, poeira, ouro, cobre, prata,
material c

MATEMÁTICA / MEDIDAS: metro, centímetro, quilograma, polegada, pé, libra, meia, círculo, quadrado,
temperatura, data, peso, borda, canto

MUNS DIVERSOS:mapa, ponto, consoante, vogal, luz, som, sim, não, peça, dor, lesão, buraco,
imagem, padrão, substantivo c , verbo c , adjetivo c
Nota: Use estes três últimos (substantivo, verbo, adjetivo) como rótulos para ajudar a distinguir
entre palavras de aparência muito similar (por exemplo, morrer [verbo], morte [substantivo], morto
[adjetivo])
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 187/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

MESES:janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro,
dezembro

Nota: Você costuma encontrar fotos de feriados e clima. Adicione o número de cada mês (1 a
12) para ser mais específico.

Natureza:mar *, oceano *, rio, montanha, chuva, neve, árvore, sol, lua, mundo, terra, floresta, céu,
planta, vento, solo / terra, flor, vale, raiz, lago, estrela, grama, folha, ar, areia, praia, onda, fogo,
gelo, ilha, colina, calor, natureza c
NÚMEROS: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 30, 31, 32, 40,
41, 42, 50, 51, 52, 60, 61, 62, 70, 71, 72, 80, 81, 82, 90, 91, 92, 100, 101, 102, 110, 111, 1000,
1001, 10000, 100000, milhões, bilhões, 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, número c
Nota: Se você procurar por um número ( uno [um], dos [dois], tres [três]), você encontrará fotos
de objetos (1 maçã, 2 macacos, etc.). Isso geralmente funciona até dez. Em seguida, procure os
dígitos (por exemplo, 10, 11, 12). Você encontrará numerais coloridos, sinais de endereço e assim
por diante. Use estas imagens (foto do quarto de hotel 33) em vez de texto (33); estas imagens são
mais fáceis de lembrar e não se misturam tão facilmente.

PESSOAS: filho *, filha *, mãe, pai, pai (= mãe / pai), bebê, homem, mulher, irmão *, irmã *, família,
avô, avó, marido *, esposa *, rei, rainha, presidente, vizinho, menino, menina,
criança (= menino / menina), adulto (= homem / mulher), humano (≠ animal), amigo (adicionar
nome de um amigo), vítima, jogador, fã, multidão, pessoa c
PRONOUNS: Eu, você (singular), ele, ela, isso, você, você (plural, como em y'all), eles

Nota: Certifique-se de ler sobre isso em seu livro de gramática antes de adicioná-lo. As línguas
dividem seus pronomes em várias categorias. Húngaro, por exemplo, tem seis palavras para "você"
(singular informal, formal singular [para conhecidos], funcionário singular [para professores,
policiais, burocratas], plural informal, etc.) e, dependendo de como você conta, o japonês também
não tem pronomes ou toneladas de pronomes. Nós precisaremos ter alguns pronomes agora para
lidar com a gramática mais tarde , então você vai querer encontrar pelo menos algumas palavras
para se referir a si mesmo ou a outra pessoa. Você encontrará uma boa explicação dos pronomes (e
uma lista deles) no início de seu livro de gramática. Note que você ainda não precisaele , ela , o
dele , o deles e assim por diante. Nós vamos pegá-los mais tarde, quando discutirmos gramática.
Como você aprende isso sem traduções? Use fotos de pessoas apontando para si / o outro. Eu
tenho uma coleção deles em Fluent-Forever.com/appendix5 se suas pesquisas do Google Image não
trouxerem nada de bom. Use essas imagens, e se a sua língua, como húngaro, tem diferentes tipos
de pronomes para diferentes tipos de relacionamentos (por exemplo, para distinguir amigos de
conhecidos), então dedique alguns minutos para pensar em algumas pessoas com as quais você
usaria esses pronomes. Use seus nomes em seus cartões flash.
ESTAÇÕES: verão, primavera, inverno, outono, estação c

SOCIEDADE: religião, paraíso, inferno, morte, medicina, dinheiro, dólar, conta, casamento *,
casamento *, equipe, raça (etnia), sexo (ato), sexo (gênero), assassinato, prisão, tecnologia, energia,
guerra, paz, ataque, eleição, revista, jornal, veneno, arma, esporte, corrida (sport), exercício, bola,
jogo, preço, contrato, droga, sinal, ciência, Deus
HORA: ano, mês, semana, dia, hora, minuto, segundo, manhã, tarde, noite, noite, hora c

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 188/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Nota: você encontrará fotos de relógios e calendários. Se necessário, defina cada divisão de
tempo em termos de outra divisão de tempo (por exemplo, 60 minutos = 1 ____ ( ora ), 1 ora = 60
_____ ( minuto). Não se preocupe
formas plurais (você não precisa da palavra para “minutos” ainda).

TRANSPORTE: trem, avião, carro, caminhão, bicicleta, ônibus, barco, navio, pneu, gasolina, motor,
(trem) bilhete, transporte c

VERBS: trabalhar, brincar, andar, correr, dirigir, voar, nadar, ir c , parar, seguir, pensar, falar / dizer,
comer, beber, matar, morrer, sorrir, rir, chorar, comprar *, pagar *, vender *, atire (uma arma),
aprenda, pule, cheire, ouça * (um som), ouça * (música), prove, toque, veja (um pássaro), assista
(TV), beije, queime, derreta, cave, explodir, sente-se, ficar, amor, passar, cortar, luta, deite-se,
dança, sono, acordar, cantar, contar, casar, orar, ganhar, perder, misturar / stir, bend, wash, cook,
open, close escrever, chamar, transformar, construir, ensinar, crescer, desenhar, alimentação, jogar,
limpo, encontrar, outono, empurrar, puxar, transportar, quebrar, desgaste, pendurar, agitar, sinal,
bater, elevador
Nota: Para verbos, você provavelmente precisará aprender a palavra do seu idioma para “verbo”
e adicioná-la a qualquer verbo que possa se mascarar como um substantivo ( para beijar contra um
beijo ). Eu te dou orientações para isso nos quatro

Seção Cenários Especiais da Segunda Galeria .

Seu primeiro 625 (em ordem alfabética)


As primeiras entradas para cada letra estão em negrito.

ator tarde vivo maçã


adjetivo ar animal abril
adulto aeroporto apartamento braço
exército cama box (substantivo) gato
arte quarto Garoto pegar (verbo)
artista carne cérebro teto
ataque (substantivo) Cerveja pão celular
agosto curva (verbo) quebrar (verbo) centímetro
autor (substantivo) bebida café da manhã cadeira (substantivo)
bebê bicicleta ponte (substantivo) barato
costas (corpo) Grande Largo irmão queijo
de volta (direção) conta (substantivo) Castanho frango
mau bilhão construir (verbo) criança
bag (substantivo) pássaro construção Igreja
bola Preto queimar (verbo) círculo (substantivo)
banana cego (adjetivo) ônibus cidade
banda (musica) sangue comprar (verbo) argila
banco azul bolo limpo (adjetivo)
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 189/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

barra (localização) barco chamar (verbo) limpo (verbo)


banheiro corpo Câmera relógio
de praia osso camp (substantivo) fechar (verbo)
barba livro carro roupas
batida (verbo) garrafa cartão clube (o local)
lindo inferior carregar (verbo) casaco (substantivo)
café Sombrio baixa energia
frio data (7 de maio) desenhar (verbo) motor
cor (substantivo) filha sonho (substantivo) tarde
computador dia vestido (substantivo) exercício (substantivo)
consoante morto beber (verbo) caro
contrato (substantivo) surdo dirigir (verbo) explodir (verbo)

cozinheiro (verbo) morte droga (substantivo) olho (substantivo)


legal (adjetivo) dezembro seco cara (substantivo)
cobre profundo pó (substantivo) outono)
milho diamante orelha queda (verbo)
canto (substantivo) morrer (verbo) Terra família
contar (verbo) dig (verbo) leste famoso
país (Estados Unidos, Espanha) jantar comer (verbo) ventilador (elétrico)
Tribunal direção Beira fã (esporte)
vaca sujo ovo fazenda (substantivo)
multidão (substantivo) doença oito velozes
chorar (verbo) médico dezoito pai
copo cão oitenta fevereiro
curvado dólar eleição feed (verbo)
corte (verbo) porta eletrônicos fêmea
dança (verbo) ponto onze quinze
quinto (quinto) quatorze crescer (verbo) cavalo
cinquenta quarto (quarto) arma de fogo hospital
luta (verbo) Sexta-feira cabelo quente
encontrar (verbo) amiga metade hotel
dedo frente mão hora
fogo (substantivo) jogos pendurar (verbo) casa
primeiro (primeiro) jardim feliz humano
peixe (substantivo) Gasolina Difícil cem
cinco presente chapéu marido
apartamento (adjetivo) menina ele Eu
chão vidro cabeça gelo
flor vai (verbo) saudável imagem
voar (verbo) Deus ouvir (um som) polegada
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 190/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

segue (verbo) ouro coração prejuízo


Comida Boa calor (substantivo) dentro
pé (parte do corpo) avô céu instrumento (musical)
pé (medida) avó pesado ilha
floresta grama inferno isto
garfo cinzento Alto janeiro
quarenta verde Colina trabalho
quatro chão buraco suco

Julho biblioteca Março rato


salto (verbo) deite-se (verbo) mercado boca
Junho levantar (verbo) casamento filme
chave luz (/ escuro) casar (verbo) assassinato (substantivo)
matar (verbo) luz pesada) material música
quilograma luz (substantivo) Maio limitar
rei lábio significa (/ bom) natureza
beijo (verbo) listen (music) (verbo) remédio pescoço
cozinha localização derreter (verbo) agulha
joelho lock (substantivo) metal vizinho
faca longo metro rede
lago solto leite Novo
luminária perder (verbo) milhão jornal
computador portátil alto minuto legal
rir (verbo) amor (verbo) misturar / mexer (verbo) noite
advogado baixo Segunda-feira nove
folha almoço dinheiro dezenove
aprender (verbo) revista mês noventa
esquerda (direção) masculino lua não
perna homem manhã norte
limão Gerente mãe nariz
carta mapa montanha nota (no papel)
novembro passar (verbo) piscina restaurante
nuclear paciente (substantivo) pobre arroz
número padronizar carne de porco rico
oceano pagar (verbo) libra (peso) direção correta)
Outubro Paz orar (verbo) anel
escritório caneta Presidente rio
óleo lápis preço cobertura
antigo (novo) pessoa sacerdote quarto (em uma casa)
velho novo) fotografia prisão raiz
1 peça programa (computador) executar (verbo)

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 191/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

aberto (verbo) porco puxar (verbo) triste


cor laranja) Rosa empurrar (verbo) sal
laranja (comida) avião rainha areia

lado de fora planta (substantivo) quieto sábado


página plástico raça (etnia) escola
dor placa corrida (esporte) Ciência
pintura jogar (verbo) rádio tela
calça jogador chuva (substantivo) mar
papel bolso vermelho temporada
pai veneno (substantivo) religião segundo (segundo)
parque (localização) polícia repórter segundo tempo)
secretário lado solo / terra Forte
veja (um pássaro) assinar (substantivo) soldado aluna
semente assinar (verbo) filho açúcar
vender (verbo) prata canção terno (substantivo)
setembro cantar (verbo) som verão
Sete irmã sopa Dom
dezessete sit (verbo) sul domingo
setenta seis espaço (espaço exterior) suor (substantivo)
sexo (gênero) dezesseis fala / diz (verbo) nadar (verbo)
sexo (o ato) sessenta colher camiseta
agitar (verbo) pele esporte mesa
raso saia temporada de primavera) alta
ela céu quadrado gosto (verbo)
navio sono (verbo) mancha chá
camisa lento ficar (verbo) ensinar (verbo)
sapatos pequeno / pequeno Estrela professor
disparar uma arma) cheiro (verbo) pedra equipe
curto longo) smile (verbo) parar (verbo) rasgar (soltar)
curto (vs. alto) neve (substantivo) loja / loja tecnologia
ombro Sabonete em linha reta Telefone
doente suave rua televisão
temperatura dente voz (substantivo) branco
dez topo vogal Largo
teatro toque (verbo) garçom esposa
eles Cidade acordar (verbo) vencer (verbo)
Grosso trem (substantivo) andar (verbo) vento (substantivo)
fino estação de trem parede janela
pense (verbo) transporte guerra vinho

terceiro (terceiro) árvore quente (adjetivo) asa


https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 192/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

treze caminhão lavar (verbo) inverno


trinta terça assistir (TV) (verbo) mulher
mil virar (verbo) água (substantivo) madeira
três doze onda (oceano) trabalho (verbo)
lance (verbo) vinte nós mundo
Quinta-feira vinte e um (etc.) fraco escrever (verbo)
bilhete (trem) dois desgaste (verbo) jarda
justa feio Casamento ano
tempo (substantivo) universidade Quarta-feira amarelo
pneu (de um carro) acima semana sim
dedo do pé vale peso você (singular / plural)
língua verbo oeste jovem
ferramenta vítima molhado (adj.) zero

APÊNDICE 6:
COMO USAR ESTE LIVRO COM SUA LINGUAGEM DE SALA DE AULA
CURSO

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 193/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Meu objetivo ao longo deste livro é mostrar a você como aprender um idioma sozinho. Mas e se
você já estiver matriculado em uma aula de idiomas? Muitas das minhas recomendações estão em
desacordo com o padrão da sala de aula: eu não sou um grande fã de exercícios de tradução, e eu
não acho que exercícios intermináveis de gramática sejam um grande uso do seu tempo. Então você
deveria sair? Sente-se nas costas e faça secretamente cartões flash? Entregue ao seu professor este
livro e exija que eles reformulem sua turma de acordo?
Ou há algo a ser ganho em cursos de idiomas padrão em sala de aula?
No primeiro capítulo deste livro, fiz uma afirmação: ninguém pode lhe dar uma linguagem; você
tem que tomar por si mesmo. Eu mantenho essa afirmação. Nenhum curso de idiomas lhe ensinará
uma língua sozinho, nem um livro de gramática, tutor, namorada ou programa de computador. Cada
recurso de aprendizagem de línguas é apenas isso: um recurso. No final, você tem que pegar esses
recursos, envolver seu cérebro em torno deles e transformá-los em uma língua viva.
Então, enquanto eu penso que há algumas coisas que podem ser melhoradas em cursos
presenciais típicos, eu penso exatamente a mesma coisa sobre livros gramaticais típicos e
dicionários e livros de frases. Inferno, há algumas coisas que poderiam ser melhoradas no Google
Images e Anki, para esse assunto.

O que dizer de classes “ruins”?


Se você não gosta particularmente do seu professor ou da sua turma, então não há motivo para ficar nele (a menos que seja
necessário, caso em que você provavelmente pode passar por isso sozinho). Basta manter uma coisa em mente: você pode
descobrir que você gosta de aulas de idiomas muito mais quando você começar a usar cartões de memória para lembrar tudo o
que alguém diz. Tente isso, e se você ainda não gostar da sua turma, deixe-a e estude por conta própria.

Mas eu nunca lhe disse para jogar fora seu livro de gramática, e eu não vou lhe dizer para sair da
sua aula de idiomas. 23 Muito pelo contrário, na verdade: desde que seu professor seja bom e esteja
se divertindo, sua classe é um recurso maravilhoso . Fique nisso. É como um livro de gramática
andando e falando. Toda vez que você aparece, você é exposto a um monte de novas regras
gramaticais e frases de exemplo, você ouve palavras e sentenças ditas em voz alta e agindo, você
pode experimentar novos padrões em exercícios falados e escritos, e você até mesmo é corrigido
tarefas de casa e testes (ambos são puramente ouro gramatical , da minha perspectiva).
Quando você está em uma aula, seu principal objetivo deve ser pegar as informações que você
recebe e colocá-las na sua cabeça. Use cartões flash ilustrados. Se você encontrar uma nova regra
gramatical, obtenha algumas frases de exemplo (se necessário, pergunte ao seu professor) e crie
cartões flash de acordo, para que você nunca esqueça as regras. Se você receber correções em suas
tarefas de casa, transforme- as em cartões de memória, para que você não cometa os mesmos erros
novamente.
Se você fizer isso e revisar esses cartões flash diariamente, você perceberá que progride

muito mais rápido que seus colegas. Sua aula será muito fácil e, como resultado, você terá mais
tempo para dedicar-se às suas próprias metas pessoais - aprendendo vocabulário, lendo livros,
assistindo à TV e assim por diante - enquanto sua aula de idiomas continua sendo aplicada. te
alimentar informações.
Sempre que estou tendo uma aula e há uma conexão sem fio à Internet (para acessar o Imagens
do Google), geralmente levo minhas anotações diretamente para o Anki. Farei cartões flash para
tudo o que discutirmos e, dentro de algumas semanas, memorizarei basicamente todas as palavras
que o professor já disse.
Essa estratégia faz com que você se sinta realmente inteligente, e é uma ótima maneira de usar o
tempo da sala de aula com eficiência. Quando você sabe como se ensinar uma língua, uma boa aula

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 194/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

de idiomas é um verdadeiro luxo; saborear cada minuto disso.

23. Para ser justo, suponho que lhe disse para jogar fora seu livro de gramática, mas apenas se ele usasseentradas de pronúncia no
estilo BURE-JURE .

UMA ÚLTIMA NOTA (SOBRE TECNOLOGIA)

As técnicas descritas neste livro tiram proveito de muitas ferramentas baseadas na Internet , todas
com tendência a mudar, quebrar ou melhorar de mês a mês. Se você tentar usar uma dessas
ferramentas e descobrir que ela não se comporta como deveria, clique aqui:
Fluent-Forever.com/changes .
Usarei essa página para acompanhar quaisquer alterações drásticas (e fornecer ferramentas
alternativas, se necessário).

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 195/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

NOTAS

Capítulo 1. Introdução: Stab, Stab, Stab

1 vocabulário em inglês é 28% em francês e 28% em latim: como posso separar palavras em
francês de palavras em latim, quando francês vem do latim? Inglês pegou palavras dessas línguas
em duas grandes ondas. A maioria das palavras francesas entrou em inglês no século XI durante a
conquista normanda. As palavras latinas vieram depois, junto com as gregas durante o
Renascimento. Não importa o que, se você está aprendendo uma linguagem romântica como o
francês, você reconhecerá um enorme número de palavras do inglês.

Capítulo 2. Upload: Cinco Princípios para Acabar com o


Esquecimento

1 Eles foram identificados na década de 1970: Se você quiser ler mais sobre o Níveis de
Processamento, há dois artigos que você deve conferir. A primeira fornece uma visão geral da
pesquisa em geral, e a segunda analisa um pouco mais as vantagens mnemônicas da Conexão
Pessoal (também conhecida como Efeito de Auto-Referência ): Robert S. Lockhart e Fergus IM
Craik, “Níveis de Processamento”. : Um Comentário Retrospectivo sobre uma Estrutura para
Pesquisa em Memória, ” Canadian Journal of Psychology 44, no. 1 (1990): 87-112; Cynthia S.
Symons e Blair T. Johnson, “O Efeito de Auto-Referência na Memória: Uma Meta-Análise”,
Documentos CHIP (1997): Artigo 9.
2 Este efeito aplica-se mesmo a imagens totalmente não relacionadas: Note que uma imagem
relacionada funciona melhor, por isso, se precisar de aprender a palavra apple, pode muito bem
obter uma imagem de uma maçã. Observe também que, se a imagem é o oposto do que você está
aprendendo (se você está aprendendo quente com uma imagem de um cubo de gelo), você vai ter
um mais difícil tempo lembrando que combinação. O melhor resumo deste material vem do
seguinte artigo: WH Levie e SN Hathaway, “Picture Recognition Memory: Uma Revisão de
Pesquisa e Teoria,” Journal of Visual / Verbal Languaging 8 no. 1 (1988): 6-45.
3 Hermann Ebbinghaus: O estudo de Ebbinghaus, de 1885, recebeu elogios de contemporâneos
e historiadores da psicologia moderna. William James - o pai da psicologia americana - referiu-se
ao trabalho de Ebbinghaus como "realmente heróico" em seu livro Principles of Psychology
(James, William. The Principles of Psychology. New York: Dover Publications, 1950). E a já
citada “investigação mais importante” vem do livro de Duane Schultz, Uma História da
Psicologia Moderna (Schultz, Duane P., e Sydney Ellen Schultz, Uma História da Psicologia
Moderna.Austrália: Thomson / Wadsworth, 2012). Se você gostaria de ler sobre o “cansaço, dor
de cabeça e outros sintomas” de Ebbinghaus diretamente da fonte, seu estudo tem sido traduzido
para o Inglês por Henry Ruger e Clara Bussenius (Ebbinghaus, Hermann. Memória: Uma
Contribuição à Psicologia Experimental. Traduzido por Henry Alford Ruger e Clara E.
Bussenius, Nova York: Teachers College, Columbia University, 1913).
4 Dois esquemas de estudo diferentes: Não é assim muita pesquisa sobre testes e estudando que é
difícil
apontá-lo em uma direção particular. Se eu fosse você (e se eu quisesse aprender mais),
começaria com Henry L. Roediger e Jeffrey D. Karpicke, “O Poder de Testar a Memória:

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 196/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Pesquisas Básicas e Implicações para a Prática Educativa”, Perspectivas da Ciência Psicológica


1 , não. 3 (2006): 181-210. Roediger e Karpicke resumem a maior parte da pesquisa, e o fazem de
maneira (relativamente) amigável.

Capítulo 3. Reprodução de Som

1 Os melhores dados que temos sobre esse processo vêm de estudos de americanos e
japoneses: Patricia Kuhl é minha pesquisadora favorita neste campo, e seu TEDx fala “O gênio
lingüístico dos bebês” (veja http://tinyurl.com/TEDKuhl ) é uma introdução maravilhosa e
acessível a esta linha de pesquisa.
2 A pesquisa mais promissora nesse campo vem de uma série de estudos: Para ler sobre isso,
comece com James L. McClelland, Julie A. Fiez e Bruce D. McCandliss, “Ensinando o / r / - / l /
Discriminação para adultos japoneses: aspectos comportamentais e neurais, ” Physiology &
Behavior 77.4 (2002): 657–662. É um estudo fascinante e seus resultados são realmente
impressionantes. Eles trouxeram adultos japoneses de uma precisão terrível (aproximadamente
50%) até 70 % a 80 % de precisão na diferenciação de seus bloqueios de suas rochas. Os sujeitos
da pesquisa não ouviram o LR distinção tão precisa quanto um falante nativo (e depois de
entrevistar os pesquisadores, ficou claro que eles estão muito chateados com isso), mas do ponto
de vista da aprendizagem de línguas, é um grande negócio.
3 O inglês opera sob (um grande conjunto de) regras confiáveis: você pode encontrar um
detalhamento legal das regras de ortografia em inglês em cinquenta e seis regras simples em
Zompist.com/spell.html . Se você seguir cegamente essas regras, poderá prever com precisão a
pronúncia de qualquer palavra em inglês com 85% de precisão. Nada mal para uma língua com
sete maneiras diferentes de pronunciar "ough" (difícil, tosse, arado, embora, pensamento, através
e soluços).

Capítulo 4. Jogo de Palavras e a Sinfonia de uma Palavra

1 Ao formar imagens, ajuda a ter uma mente suja: o livro de Joshua Foer é uma turnê
maravilhosamente escrita através da mente humana, sem mencionar uma história fabulosa (Foer,
Joshua. Moonwalking com Einstein: A Arte e Ciência de Lembrar de Tudo. Novo York: Penguin,
2011). Altamente recomendado.

Capítulo 5. Play de Frases

1 Há uma regra gramatical sutil operando aqui: você pode notar que "infestado de mouse" não
parece terrível e, de fato, o Google NGrams ( books.google.com/ngrams/ ) mostra quantidades
aproximadamente semelhantes de infestado de mouse e mouse histórias infestadas na literatura
inglesa. Plurais irregulares parecem soar bem de qualquer maneira. No entanto, com os plurais
regulares, as regras se tornam totalmente rígidas. “Ratos infestados” simplesmente não existe em
inglês.
2 Se você perguntar aos linguistas como as crianças fazem isso, a maioria deles lhe dirá sobre
uma aprendizagem de línguas.
máquina oculta dentro do cérebro de cada criança: O inventor da teoria da máquina da
linguagem, Noam Chomsky, chama isso de “dispositivo de aquisição de linguagem”. O
dispositivo de Chomsky explica dois fenômenos: por que as crianças são tão boas em aprender
gramática e por que a gramática de todas as línguas é tão estranhamente semelhante. Todas as

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 197/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

sete mil linguagens documentadas, por exemplo, parecem possuir objetos, verbos e objetos. E se
uma linguagem coloca seus objetos após seus verbos (Ele come peixe ), então essa linguagem
usará preposições ( do mar). Se, por outro lado, os verbos vêm depois de seus objetos (Ele come
peixe ), então essa língua usará postposições (o mar de). Existem algumas línguas que quebram
essas regras, mas são raras - raras demais para o mero acaso. É como se toda linguagem
começasse com o mesmo sistema gramatical abrangente e, com alguns pequenos ajustes,
transforma esse sistema em francês, inglês ou chinês.
Se Chomsky estiver certo, então as crianças podem falar sobre comedores de ratos porque
são geneticamente pré-programados com a gramática de todas as línguas - eles vêm ao mundo já
conhecendo o sistema gramatical abrangente por trás de cada idioma. Então eles apenas ouvem
seus pais, apertam alguns interruptores em seu dispositivo de aquisição de idioma (“Verbo, então
objeto?” “Objeto, então verbo?”), E poof, eles sabem qual gramática eles deveriam usar.
Outros linguistas salientarão que os europeus fizeram a maioria das observações linguísticas e
que negligenciaram a tremenda diversidade de idiomas não europeus . Se apenas olhassem mais
de perto, encontrariam centenas de linguagens que desafiariam os padrões gramaticais padrão.
Para caber em todos esses idiomas, precisaríamos de dispositivos de aquisição de idioma pré-
programados com uma enorme quantidade de informações. Talvez as crianças sejam boas em
inferir padrões.
Se você quiser ter uma boa noção do lado de Chomsky, confira o maravilhoso livro de Steven
Pinker, The Language Instinct: Como a mente cria linguagem. New York: HarperPerennial, 2010.
Se você quiser conferir o outro lado do debate, leia Nicholas Evans e Stephen C. Levinson, “O
Mito dos Universais da Linguagem: Diversidade Linguística e Sua Importância para a Ciência
Cognitiva”, Comportamental e Brain Sciences 32, no. 05 (2009): 429-448.
3 Nenhuma quantidade de perfuração de uma regra gramatical específica… permitirá que
um aluno pule um estágio de desenvolvimento: Observe que esses estágios de desenvolvimento
não impedem que você memorize e use algumas frases com gramática relativamente avançada.
Você poderia aprender uma frase como “Você gostaria de um café?” Dentro de suas primeiras
semanas de estudar Inglês, apesar de conter o faria , o (difícil) Inglês forma condicional. Ainda
assim, isso não significa que você cuspiu corretamente “faria” em qualquer outro contexto até que
você tenha atingido o estágio de desenvolvimento adequado.
4 Em média, os adultos aprendem idiomas mais rápido do que as crianças: esse fato me
surpreendeu. Confira Ortega, Lourdes. Entendendo a Segunda Aquisição de Linguagem. Londres:
Hodder Education, 2009, para um belo resumo das diferenças e semelhanças entre o aprendizado
de línguas entre crianças e adultos.
5 Há uma última ferramenta à sua disposição, e é onde tudo vem junto: saída: Lourdes
Ortega faz um bom trabalho ao resumir a pesquisa sobre a produção em seu livro acima
mencionado. Basicamente, a pesquisa parece indicar que a entrada é necessária, mas não
suficiente para o aprendizado de uma língua bem-sucedida. Embora você possa aprender a
compreender uma linguagem muito bem usando somente a entrada, você precisa produzir para
aprender como produzi- la bem. (Você também precisa se preocupar com a qualidade de sua
produção; há um estudo de caso fascinante no livro de Ortega, no qual um japonês fica
perfeitamente feliz falando inglês em inglês, então ele nunca melhora, mesmo que ele esteja
falando inglês com todos os idiomas. tempo e falando em Inglês constantemente.)

Capítulo 6. O Jogo da Linguagem

1 Praticamente falando, aprenderemos automaticamente uma palavra desconhecida 10% do


tempo: se você quiser saber mais sobre os benefícios da leitura (e como aprendemos com o
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 198/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

contexto), confira WE Nagy, PA Herman e RC Anderson, “Aprendendo Palavras do Contexto”,


Reading Research Quarterly 20 (1985): 233–253.

Capítulo 7. Epílogo: Os Benefícios e Prazeres de Aprender uma Língua


1 Estudos recentes mostram que você não precisa ser bilíngüe desde o nascimento: isto é de
um pequeno artigo
na neurociência revista NeuroImage: Johan Mårtensson, et al, “Crescimento da Língua-Related
Áreas do cérebro após a aprendizagem de línguas estrangeiras, ” Neuroimage 63 (2012):
240–244. É uma das primeiras confirmações de que o segundo aprendizado de idiomas e o
bilinguismo desde o nascimento parecem muito semelhantes do ponto de vista fisiológico.
2 Eles são mais criativos: se você quer realmente mergulhar em superpoderes bilíngües, comece
com a introdução de Reza Kormi-Nouri, et al, “O efeito do bilinguismo na infância em tarefas de
memória episódica e semântica”, Scandinavian Journal of Psychology 49, não. 2 (2008):
93-109. Ele fornece uma visão geral rápida e agradável de todos os tipos de pesquisa sobre a
capacidade de resolver problemas e capacidades criativas de bilíngues.
3 Em média, os bilíngues idosos apresentarão sintomas de demência cinco anos depois:
Existem todos os tipos de estudos interessantes sobre isso, mas um dos mais interessantes é Gitit
Kavé, et al, “Multilinguismo e Estado Cognitivo no Velho Mais Velho”. Psicologia e
Envelhecimento 23, no. 1 (2008): 70-78. Analisou o número de idiomas que cada pessoa
conhecia, como os conheciam e todos os tipos de coisas legais.

Apêndice 4

1 “Tentando se sufocar com sua própria garganta”: esta é uma citação de um delicioso vídeo
do YouTube sobre o A'yn (consulte http://tinyurl.com/arabicayn ). A professora, Maha, está um
pouco enganada quando se trata da posição de A'yn (é ainda mais distante na garganta do que a
úvula), mas ela faz um trabalho maravilhoso ensinando-lhe como fazer o som e seu entusiasmo. é
infeccioso.

AGRADECIMENTOS

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 199/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Há apenas um nome na capa deste livro, e acho isso ridículo. Sim, eu escrevi. Sim, este livro é um
reflexo de mim e minhas experiências. Mas este não é o meu livro. Cada palavra e cada passo dessa
jornada foi moldada por outros. Minha família, meus amigos, meus colegas, meus professores,
minha comunidade: você me fez o que eu sou e este livro o que é e, para isso, você tem a minha
eterna gratidão. Em particular, gostaria de agradecer a Melanie Henley Heyn. Este livro é uma
prova das aventuras que ela e eu compartilhamos. Não existiria sem ela ou seria quase tão bom sem
sua corajosa edição e apoio.
Quanto aos outros, vou começar no começo. Em 2003, meu amigo Rob Istad recomendou
casualmente um programa de imersão em alemão que acabaria por iniciar toda essa jornada.
Obrigado por isso; Tem sido bem o passeio.
Este livro foi vendido graças ao apoio de Melanie Pinola e da equipe Lifehacker; o contributo de
Brette Popper, Karen Schrock Simring e Gretl Satorius sobre a proposta; e a torrente de paixão,
conhecimento, e todo -poderoso que derrama continuamente fora de meu agente, Lisa DiMona.
Rick Horgan, meu editor, rasgou-me e este livro em pedaços, e não posso agradecer-lhe o
suficiente pela experiência. Sem sua honestidade brutal, este livro seria terrível . A sério.
Andrea Henley Heyn é o melhor primeiro leitor que eu poderia ter esperado. Sua paciência e
senso de estrutura fizeram este livro muito mais sensato para as pessoas que não vivem dentro da
minha cabeça. Agradecimentos adicionais a Colette Ballew e Meghen Miles Tuttle. Sua opinião foi
inestimável.
Por último, mas não menos importante, para o extraordinário editor de vídeos e amigo Nick
Martin, e para meus queridos apoiadores do Kickstarter: Eu amo todos vocês. Gostaria de agradecer
especialmente a Joel Mullins, a Marc Levin, a Mike Forster, a Mike Wells, a Nikhil Srinivasan e a
Xavier Mercier pelo seu extraordinário apoio.
Juntos, vocês me permitiram pegar um livro e algumas idéias, e transformá-los em um sistema
com todos os sinos e assobios que eu poderia ter esperado. Obrigado.

ÍNDICE

Números em negrito referem-se a uma descrição detalhada de uma ferramenta ou conceito.

conceito abstrato
sotaque, 3.1 , 3.2 , 3.3 , 6.1
, 6.2 adjetivo, 5.1 , 5.2
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 200/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

glândula adrenal
alfabeto
veja também listas
alfabéticas de alfabeto fonético ,
app5.1 , app5.2 Amazon, bm7.1
, bm7.2 amygdala, 2.1 , 2.2 ,
bm7.1
Anki (programa), 2.1 , 2.2 , 2.3 , 3.1 , 3.2 , 3.3 , bm1.1 , bm2.1 , bm2.2 , bm2.3 , bm3.1 , bm3.2 , bm3.3 , bm7.1 ,
bm7 .2 , app3.1 idioma árabe, app1.1 , app4.1
audiolivro, 6.1 , 6.2 , 6.3 ,
bm7.1 Azaria, Hank

Babbitt, bebês Natalie ,


3.1 , 3.2 , 3.3
back-encadeamento, 3.1
, bm7.1 Barry, Dave
Baudelaire, Charles
Berlitz escola

Berra, Yogi
dicionário bilingue, 1.1 ,
efeito bilíngue bm7.1 , 7.1 ,
bm7.1
Livro de Perguntas Horríveis (Smith e Doe)
Livro de Perguntas (Stock)
livros, 1.1 , 3.1 , 3.2
Veja também gramática, livros ; livros didáticos
cérebro
Bilíngüe, 7,1 , 7,2
e níveis de
aprendizagem de
linguagem de
processamento e
memória, 2.1 , 2.2
redes em
redesenvolvidas

Veja também áreas específicas


de palavras quebradas no cérebro , 3.1
, 3.2 , bm7.1 Busuu.com , 6.1 , 6.2

caso
categoria
categorias
categoria
palavras
Agência Central de Inteligência
(CIA) batota
crianças, 5.1 , nts.1
Idioma chinês, 3.1 , bm1.1 , bm3.1 , bm6.1 , app1.1 , app4.1
Chomsky, Noam
CIA. Veja a Central Intelligence Agency

clique em idiomas pistas


comunhão memorização
competitiva

compreensão compreensível, 5.1 , 5.2 , 5.3 ,


5.4 , bm7.1 compreensão, 6.1 , 6.2 , bm4.1
conceito, 2.1 , 2.2 ,
2.3 conceito
concreto
imagem confundida, bm4.1 , app5.1

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 201/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

conjugação, 2.1 , 4.1 , 5.1 , 5.2 , bm4.1 , bm5.1 , bm7.1 ,


bm7.2 conexões, 3.1 , 4.1 , 4.2 , 5.1 , bm2.1
consoantes, 3.1 , bm7.1
localização / lugar, bm7.1 ,
app4.1 maquiagem de
novo e IPA gráfico
descodificador / tipo de
forma, bm7.1 , app4.1
vibração
vocalizando
contexto
ConversationStarters.com
correção, 5.1 , 5.2 , 5.3 , 6.1 ,
6.2 processo criativo
cultura, 3,1 , 7,1

Dalí, Salvador declensa


de memória declarativa ,
5.1 , 5.2 , bm7.1
gráfico de declive, 5.1 , 5.2 , 5.3 , 5.4 , 5.5 , bm5.1 ,
bm7.1 definição, bm4.1 , bm4.2 , bm6.1 , bm7.1
demência
diálogo, bm5.1 , dicionários
bm5.2 , 3.1 , 4.1 , 4.2 , 6.1 , bm5.1
bilingue, 1.1 ,
bm7.1 digital
frequência, 1.1 , 1.2 , bm7.1
monolíngüe, 1.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 , bm6.1 , bm7.1 ,
bm7.2 on-line
Wikcionário, 3.1 , 4.1 ,
bm7.1 ditongo
dopamina
dublagem
DVDs, 6.1 , 6.2 , bm7.1

treinamento auditivo, 3.1 , 3.2


Ebbinghaus, Hermann, 2.1 , 2.2 ,
nts.1 Eco, Umberto, 2.1 , 6.1
Elmes, Damien
Emerson, emoção de
Ralph Waldo
empatia
oportunidades de
emprego língua inglesa
palavras quebradas
irregular passado
tense pronúncia
regras spelling, 3.1 ,
3.2 , nts.1
vocabulário, 6.1 ,
nts.1
palavras,
equações 4.1 , 4.2
treinamento
do olho do
exercício

falsa memória
feedback, 2.1 , 3.1 ,
esgrima bm7.1
filmes. Veja filmes
flash cards, 3.1 ,
4.1

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 202/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

quantia
necessária arte
de
princípios básicos de
design correções, 5.1
, 5.2
criando, 4.1 , 5.1 , 6.1 , bm2.1 , bm4.1 , bm5.1 , bm6.1 ,
app6.1 para primeiras frases
para primeiras palavras
e imagens do
Google Imagens
em
e linguagem hábito
aprendendo idiomas com
nova forma gramatical
para novas palavras
para pronúncia, 1.1 , bm3.1
revisando, 6.1 , bm1.1 , bm2.1 , bm7.1 , app6.1
em sistemas de repetição espaçados, 2.1 , 3.1 , bm1.1 , bm1.2 ,
bm3.1 , bm7.1 para grafia
histórias sobre
três pistas de, bm1.1 , bm2.1 , bm3.1 , bm4.1 , bm5.1 ,
bm6.1 para vocabulário
para formas de palavras
por ordem de palavras,
5.1 , bm5.1 Veja também
Leitner box
fluência, 4,1 , 6,1
como capacidade de
comunicar quantidade
de tempo para
definições de
Fluent-Forever.com , 1.1 , 3.1 , 3.2 , 6.1 , 6.2 , bm1.1 , bm2.1 , bm4.1 , bm7.1 ,
app5.1 , bm8.1 Foer, Joshua
Instituto de Serviço Estrangeiro, 3.1 ,
bm7.1 , app2.1 palavras estrangeiras, 2.1 ,
2.2 , 2.3
esquecendo, 1.1 , 2.1 , 2.2 , 2.3 , 2.4
esquecendo curva, 2.1 , 2.2
Forvo.com , 3.1 , 4.1 , 4.2 , bm3.1 ,
bm7.1 França, Anatole
Língua francesa, 1.1 , 1.2 , 3.1 , 3.2 , app1.1 , app4.1 , app4.2
, dicionário de frequência nts.1 , 1.1 , 1.2 , 6.1 , bm7.1
listas de frequências, 4.1 , 5.1 , 6.1 , 6.2 ,
6.3 , palavras de função bm7.1 , 4.1 , 5.1

sexo, 4.1 , 4.2 , 4.3 , 4.4 , 4.5 , bm4.1 , bm7.1


Veja também o gênero gramatical
Língua alemã, 1.1 , 4.1 , 5.1 , 5.2 , bm3.1 ,
glossários app1.1 , 4.1 , 4.2
objetivos
Imagens do google
aprendendo sentenças em 6.1 , 6.2
aprendendo palavras, 2.1 , 3.1
imagens em, 2.1 , 2.2 , 4.1 , 5.1 , 6.1 ,
bm3.1 Descubra o jogo Differences,
4.1 , versões bm7.1 de, 4.1 , bm7.1 ,
app3.1
Traduz Google, 5.1 , 5.2 , 6.1 , bm7.1 ,
bm7.2 gramática, 4.1 , 4.2 , 4.3 , 5.1
de adultos
livros, 1.1 , 1.2 , 3.1 , 5.1 , 5.2 , 5.3 , 5.4 , 6.1 , bm7.1
, app5.1 de crianças, 5.1 , nts.1

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 203/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

exercícios,
5.1 , nts.1 e
mnemônicos
de
aprendizagem
de imagens
para
regras, 5.1 , 5.2 , 5.3 , 5.4 ,
nts.1 simplicidade de
Veja também sentenças
gramaticais de gênero, 4.1 , 4.2 , 5.1 ,
bm7.1

hábito, 2.1 , 3.1 , 3.2


A lei de Hebb, 2.1 ,
bm7.1 Hesíodo em
hebraico
Língua hindi
Hipocampo, 2.1 , 2.2 , bm7.1 , bm7.2
Língua húngara, 3.1 , 3.2 , bm5.1

Idioma islandês, app4.1 ,


imagens do app4.2 . Veja
imagens de imagens
mnemônicas , 5.1 , bm4.1 ,
app5.1 , nts.1
confundido, bm4.1 , app5.1
de frases de exemplo
imagens mnemônicas, 4.1 ,
bm4.1 poder de

e som
Veja também cartões flash ; Programas de
imersão do Google Images , 1.1 , 1.2 , 6.1 , 6.2 , 6.3
, 7.1 , bm7.1 inattention
artigo indefinido
entrada, 5.1 , 6.1 , 6.2 , nts.1
Veja também a entrada compreensível
Alfabeto Fonético Internacional (IPA), 3.1 , 3.2 ,
3.3
decodificador, 3.1 , 3.2 ,
app4.1 definição de
explicação de
jargão, 3.1 , app4.1
na Wikipedia, bm3.1 , bm7.1
Internet, 1.1 , 5.1 , 5.2 , 6.1 , 6.2
, 6.3 Veja também sites
específicos
IPA. Veja Alfabeto Fonético
Internacional Israel, Admon
Língua italiana, 7.1 , app1.1
Italki.com , 3.1 , 3.2 , 5.1 , 5.2 , 6.1 , 6.2 , 6.3 , bm3.1 , bm7.1

James, William
Língua japonesa, 1.1 , 1.2 , 3.1 , 3.2 , bm1.1 , bm3.1 , bm6.1 , app1.1

Kipling, Rudyard
Idioma coreano, bm1.1 , bm3.1 , app1.1

Lang-8.com , 5.1 , 5.2 , 6.1 , bm7.1 ,troca de


idioma bm7.2 , 6.1 , bm7.1 , bm7.2 , bm7.3
Language-Exchanges.org , 6.1 , 6.2 feriados
de idioma, 6.1 , bm7 .1
https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 204/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

Aprendizagem de línguas
benefícios de escolher
classes de idioma , 1.1 ,
2.1 , app6.1 dificuldade
de matrícula de
estudante universitário

explorando como
núcleo de com
cartões de hábito
chaves e boa
história de
sucesso Veja
também
fluência
regras linguísticas
preguiça da língua
latina , 2.1 , 2.2
paradoxo da
aprendizagem Leitner
box, 2.1 , bm2.1

definição de
regras de jogos
artesanais
para pronúncia, 3.1 , bm3.1
revisão, bm2.1 , bm3.1
em sistemas de repetição espaçados,
bm7.1 , nomes de letras app3.1
níveis de processamento, 2.1 , 2.2 , 2.3 ,
2.4 , lábios bm7.1 , 3.1 , 3.2 , 3.3 , app4.1 ,
app4.2 , app4.3 escuta, 3,1 , 6,1
compreensão auditiva
LiveMocha.com , 6.1 , 6.2 ,
bm7.1 logograms
Lonely Planet (co.), 1.1 , 4.1 ,
bm7.1 l - r distinção. Veja r e l
sons

Mandela, Nelson
Martin, Steve, 4.1 ,
4.2 matemática
Matrix, The (filme)
significado, 4.1 , 4.2 , 4.3 , 4.4 , bm5.1
, bm5.2 Memento (filme)
memorização, 1.1 ,
2.1
competitiva
de palavra estrangeira
de bits sem sentido de
gramática de padrões
velocidade
de
palavras
memória
e conceito, 2.1 , 2.2
e conexões
jogo, 4.1 , bm4.1 ,
bm7.1 armazenamento
a longo prazo
e conexão pessoal, 2.1 , 2.2 , 4.1
princípios de
reescrevendo, 2.1 ,
2.2 e som, 2.1 , 2.2 e

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 205/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

estrutura, 2.1 , 2.2


visual, 2.1 , 2.2 ,
bm7.1
filtro mental, 2.1 , 2.2 , 4.1 , 4.2 ,
bm7.1 metrônomo
Middlebury Language Schools (Vt.), 1.1 , 1.2 , 1.3 , 6.1 ,
6.2 , 7.1 pares mínimos, 3.1 , 3.2 , 3.3 , bm3.1 , bm7.1
erros de linguagem crítica de
missão , 5.1 , 5.2 , 6.1 , 6.2 ,
6.3 filtro mnemônico
imagens mnemônicas
cartões
jogo, 4.1 , 5.1 , bm7.1
para sexo, 4.1 , 4.2 , bm4.1 ,
bm4.2 de padrões
mnemônica
Veja também memória
visual Molaison, Henry
dicionário monolíngue, 1.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 , bm6.1 , bm7.1 ,
bm7.2 Moonwalking com Einstein (Foer)
mais é menos, 3.1 , bm7.1
treino de boca, 3.1 , 3.2
filmes, 6.1 , 6.2 , 6.3 ,
bm7.1 múltiplas
definições multiplicação
multisearches

música
MyLanguageExchange.com , 6.1 , 6.2

Redes Netflix,
6.1 , bm7.1
padrões neurais
neurônios, 2.1 , 2.2 , 2.3 , 2.4 , 3.1 , bm2.1 ,
bm7.1 , bm7.2 Nolan, Christopher
memória não declarativa
substantivos, 4.1 , 5.1 , 5.2 , 5.3 ,
5.4 , números bm3.1

dicionário on-
line Ortega,
produção de
Lourdes , 5.1 ,
superaprendizagem
bm7.1

Sistema PAO. Veja o sistema pessoa-ação-objeto


(PAO) Paris (França)
Parker, padrão de
quebra padrão
Charlie padrão de
correspondência
reconhecimento
padrão de
memorização
padrões, 3.1 , 3.2 , 3.3 , 4.1 , 5.1 , 5.2 , 5.3

sistema pessoa-ação-objeto (PAO), 5.1 , bm7.1


conexão pessoal, 2.1 , 2.2 , 4.1 , 4.2 , 4.3 , bm2.1 ,
fonema bm5.1 , 3.1 , bm7.1 , bm7.2
alfabeto fonético, 3.1 , 3.2 , 3.3 ,
transcrição fonética bm2.1
frase, bm5.1 , bm5.2 , bm5.3 , bm5.4 ,
bm6.1 livro de frases, 1.1 , 1.2 , 4.1 , 4.2 ,

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 206/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

bm7.1 fotos. Veja as Imagens do Google .


imagem (s) no plural, 5.1 , nts.1
Prefixo da língua
portuguesa
pronome
pronúncia, 1.1 , 1.2 , 3.1 back
encadeamento, 3.1 ,
bm7.1 das primeiras
palavras
guias, 1.1 , 3.1 ,
hábitos bm7.1 , 3.1 ,
3.2
de novos
caminhos de
rota
off-road de
sons através
de regras de
recursos , 1.1 ,
3.1 e rota
padrão de
ortografia
treinadores, 3.1 , 3.2 , 3.3 , bm3.1
, vídeos bm7.1 , 3.1 , bm7.1

r e l sons, 3.1 , app4.1 , app4.2 , leitura


nts.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3
Reagan, Ronald
recall, 2.1 , 2.2 , bm7.1 , bm7.2
gravações, 3.1 , 3.2 , 3.3 , 4.1 , 4.2 , bm3.1 , bm3.2 , bm3.3
, relevância de bm7.1
repetição
Rhinospike.com , 3.1 ,
bm7.1 Roosevelt,
Theodore Rosetta Stone
(programa) idioma de
Rotokas
Rousseau, Jean-Jacques, 3.1 ,
3.2 livros de regras
Idioma russo, 1.1 , bm5.1 , app1.1

Sagan, Carl Schaefer, Charles


Schwarzenegger, Arnold, 2.1 , 5.1 ,
5.2 escrita auto-dirigida , 5.1 , 6.1
frase (s)

quebrando, 5.1 , 5.2


de crianças
criando o seu próprio
exemplo, 5.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 ,
bm6.1
primeiro
cartões de
memória flash para
o aprendizado de
gramática , 5.1 ,
5.2
gravações de som
do vocabulário em
Shaw, George
Bernard cantando, 1,1
, 3,1
625 palavras, 2.1 , 4.1 , 4.2 , 4.3 , 4.4 , 4.5 , 5.1 , 5.2 , 6.1 , bm4.1 , bm4.2 , bm4.3 , bm4.4 , bm4.5 , bm5.1 , bm7.1 ,
bm7 .2 , bm7.3 , app5.1 Skype, 6.1 , 6.2 , bm7.1 , bm7.2

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 207/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm
calão
Smith,
Alexander
Smith, Patti
som, 2.1 , 2.2 , 3.1 ,
4.1 no
estrangeiro
chinês
em IPA, 3.1 , app4.1
e sistema de
linguagem de
aprendizagem de
idiomas como nível
de processamento
para regras de
treinadores de
pronúncia
de frases
e ortografia, 3.1 , 3.2 , 3.3 , 4.1 ,
bm3.1 trabalhando com
Veja também gravações
sistemas de repetição espaçados
(SRSs) escolhendo
e correções de
definição de
cartões de memória flash, 2.1 , 2.2 , 4.1 ,
bm1.1 , bm1.2 , bm3.1 como chave para a
aprendizagem de línguas
aprendendo a
usar e padrões
para recursos de
pronúncia
para frases, 5.1 , 6.1
como procedimento de tempo, 2.1 , 2.2
Veja também Anki (programa) ;
Leitner box idioma espanhol, 3.1 , app1.1 ,
app4.1 , discurso app4.2 . Veja a pronúncia
; ortografia da língua falada
Inglês, 3.1 , 3.2 ,
nts.1 das primeiras
palavras
cartões flash para
novas palavras, bm5.1 ,
padrões bm5.2
fonético
regras, 3.1 , bm3.1 , nts.1
e som, 3.1 , 3.2 , 3.3 , 4.1 , bm3.1
linguagem falada, 3.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 ,
6.4
Descubra as diferenças (jogo), 4.1 , 5.1 , bm4.1 ,
bm7.1 SRSs. Veja os sistemas de repetição
espaçados
Stock, Gregory
histórias, 5.1 , 5.2 , 5.3 , 5.4 , 6.1 ,
legendas bm5.1
sufixo
Sinônimo de
símbolos da língua
sueca , 6.1 , bm4.1

Taa language
Tabu (jogo), 6.1 , 6.2 , 6.3 ,
tecnologia bm7.1

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 208/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

televisão, 6.1 , 6.2 , 6.3 ,


livros bm7.1 , 3.1 , 3.2 ,
bm7.1
livros de vocabulário temáticos, 1.1 , 6.1
, bm7.1 thinking, 4.1 , 4.2
cronometragem
ponta da língua, 2.1 , 7.1 , bm7.1
língua, 3.1 , 3.2 , 3.3 , app4.1 , app4.2 , app4.3 ,
tradução do app4.4 , 1.1 , 4.1 , 4.2 , 4.3 , 5.1
viagem, 6.1 , bm7.1
tutores, 1,1 , 5,1 , 6,1 ,
6,2 Twain, Mark, 4,1 ,
4,2 , 5,1

incerteza

Verbling.com , 6.1 , 6.2 ,


verbos bm7.1 , 5.1 , 5.2 , 5.3
, app5.1
padrões irregulares
de conjugação
tense-aspect-mode

Veja também declive


vídeo video chat
memória visual, 2.1 , 2.2 ,
bm7.1 vocabulário, 1.1 , 2.1
resumo, 4.1 , 5.1
livros, 1.1 , bm7.1
personalização, 6.1 ,
bm7.1 inglês, 6.1 ,
nts.1 cartões flash

aumentar através da
leitura de forma
eficiente
cordas vocais, 3.1 , 3.2 ,
backl de vogal app4.1
vogais da vogal da
altura da vogal
arredondada , 3.1 , 3.2
, bm7.1
colocação dos
lábios para
maquiagem de
novo e colocação de língua
do decodificador IPA para

websites. Veja sites específicos


Wikipédia, 3.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 , 6.4 , bm3.1 , bm7.1 , bm7.2 , bm7.3
, app4.1 Wikcionário, 3.1 , 4.1 , bm7.1
Wittgenstein,
Ludwig palavra (s)
categoria
quebrada
Inglês, 3.1 , 4.1 ,
4.2 famílias
primeiro
cartões de memória flash para, bm4.1 , bm5.1
estrangeira, 2.1 , 2.2 , 2.3
formulários, 5.1 , bm5.1 , bm5.2 ,
bm5.3 , listas de freqüência app5.1 ,

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 209/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

4.1 , 5.1 , 6.1 , 6.2 , 6.3 função, 4.1 ,


5.1
jogos com, 4.1 , 5.1 ,
5.2 “irregular”
significados, 4.1 , bm4.1 , bm5.1 ,
bm5.2 memória para
novo, 5.1 , bm5.1 , bm5.2
ordem de, 5.1 , bm5.1 , bm5.2 ,
bm5.3 para imagens
625 comum, 4.1 , 4.2 , 5.1 , 6.1 , bm7.1 ,
app5.1 Veja também a ortografia ;
vocabulário
linguagem escrita, 3.1 , 3.2 , 5.1 , 5.2 , 5.3 , 6.1 ,
bm7.1 Wug (palavra artificial), 3.1 , bm7.1

YouRather.com
YouTube, 3.1 , 3.2 , bm3.1 , bm7.1

Zar, Jerrold H.

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 210/211
31/05/2019 bcl_500524098.htm

https://www.htmlpublish.com/newTestDocStorage/DocStorage/500524098/bcl_500524098.htm 211/211