Você está na página 1de 209

PLANOS DE AULA 1º a 5ºANO DO ENSINO

FUNDAMENTAL I
Plano de Aula 1
Disciplina: Educação Física
Conteúdo: Recreação
Objetivos:
• Conhecer seus próprios limites;
• Desenvolver habilidades motoras básicas;
• Compreender a importância do trabalho em grupo.

Introdução:
Reunir os alunos num círculo, explicar como vai ser a aula, demonstrando a
importância das atividades físicas para saúde e o bem estar. No aquecimento será
feito uma atividade recreativa onde trabalhará cooperação e habilidades físicas.
Serão desenvolvidos jogos e brincadeiras.
Desenvolvimento:
Pacman (Aquecimento) Pega-pega na quadra, porém só é permitido andar por
cima das linhas da quadra. O "pacman" (pegador) também deverá andar apenas
pelas linhas. Quem for pego, deverá sentar no local exato onde foi pego e servirá de
obstáculo para quem está fugindo, mas NÃO para o pacman", ou seja, o pegador
pode pular as pessoas que foram pegas por ele e estão sentadas no chão, mas os
fugitivos não podem pular esses obstáculos. Quem for o último a ser pego será o
vencedor.
Corrida de obstáculos
Jogam dois corredores, que deverão percorrer uma distância e chegarão fim,
enfrentando obstáculos (os obstáculos serão pessoas curvadas). Quem cruzar a
linha de chegada primeiro vence.
Travessia
Escolhe-se quem vai ser o barrador. O barrador ficará no centro do terreno e deverá
tentar impedir que os participantes (um de cada vez) ultrapassem e cheguem até o
fim. O barrador poderá correr atrás do intruso, o importante é tocá-lo. Se o intruso
conseguir chegar no fim do terreno sem ser pego, volta a compor o grupo de
pessoas que está esperando para brincar. Se o barrador conseguir pegar o intruso
(ele dirá: "barrei!"), este une-se a ele com as mãos e também vira barrador, com o
mesmo objetivo. O jogo acaba quando todos viram barradores.
Síntese Integradora:
Os alunos irão formar um círculo onde alongaram, e ao final do alongamento
conversarão sobre a aula.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 2
Disciplina: Educação Física
Conteúdos:Conhecimento sobre o corpo.
Objetivos:
• Desenvolver a coordenação motora básica.

Desenvolvimento:
Alongamento/Aquecimento
Conversa em círculo explicando como vai ser a aula. Pedir para que umdos alunos
seja o pegador, quando ele conseguir pegar um colega este o ajudará apegar os
demais, mas agora com as mãos dadas. Assim que eles forem pegandomais
amigos os demais também se juntarão a eles com as mãos dadas, formandouma
corrente. Até que restem somente cinco alunos para serem pegos.

Primeira atividade:
- Dispor as crianças em duas colunas atrás de uma linha traçada no final do pátio,
cada coluna com distância de mais ou menos três metros uma da outra. Colocar o
saquinho cinco metros à frente de cada coluna. Aluno que estiver na frente da
coluna colocará a mão direita por entre as pernas e segura a mão esquerda do seu
colega que estiver atrás, e assim sucessivamente.
Ao sinal do professor todos irão até a garrafa PET e retornará para a linha de
chegada. Quando chegar lá muda de mão e retorna novamente ao sinal do
professor. Posteriormente muda o colega que estava na frente, coloca quem estava
atrás para frente e quem estava à frente para trás. Segunda atividade: Ainda em
colunas, agora deitados no chão, e cada um segurando o calcanhar do seu colega
que está à frente. Ao comando do professor uma dupla de cada equipe irá se
rastejando até a garrafa PET, contorna e retorna para sua equipe, onde sairá outra
dupla. Quando terminarem as duplas o professor poderá fazer algumas variações,
seja, com quatro crianças, com seis ou com oito.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Garrafa descartável de dois litros com um pouco de areia dentrogiz

Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 3
Disciplina: Educação Física
Conteúdos:
Objetivos:
• Melhorar a atenção e a concentração.

Desenvolvimento:
Alongamento/Aquecimento:
Rápida explicação da atividade. Pega-pega de mãos dadas.
Mãe-cola, para descolar tem que dar um abraço no amiguinho.
Um breve alongamento.

Estafeta de saltitos
Fazer grupos de cinco à seis alunos. Determinar um espaço e uma distância para a
brincadeira. Saltitos com o pé direito e volta com pé esquerdo; em duas duplas de
mãos dadas; com uma bola entre as pernas na altura do tornozelo; saltitando
agachado, saltitar pulando corda (um aluno vai e outro volta).

Recreação com bolas:


Na primeira atividade os alunos formarão um grande círculo onde um dos alunos
ficará no centro do círculo com a bola na mão. Ao sinal do professor o aluno irá
chamar o nome de um dos colegas e retornará para o círculo. O garoto que foi
chamado terá que pegar a bola antes que ela caia no chão. Chamar o maior número
de nomes possíveis. Na segunda atividade o professor dividirá os alunos em quatro
equipes dependendo do número de alunos. Chama uma equipe para o centro e
pede parque os outros fiquem no círculo grande cercando-os. O grupo que estiver
no centro terá que manter a bexiga que professor jogar para eles no ar. Primeiro o
professor lançará somente uma bexiga depois duas, depois três, até que eles
deixem cair humano chão. O professor tem que sempre está se movimentando e
tentando tirar sua atenção.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Uma bola leve e grande e bexigas
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 4
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Recreação
Objetivos:
• Desenvolver as habilidades motoras básicas.

Desenvolvimento:
Aquecimento: Pique Está em Dupla Os alunos estarão de mãos dadas
formando duplas. Os pegadores que estarão na mesma formação. A dupla que for
pega passará a função de pegador.
Parte Principal
Treinando Arremesso:
Cada um faz uma bolinha com uma folha de jornal. Em seguida desenvolver as
seguintes propostas:
Brincar à vontade;
Dois a dois um joga a bolinha para outro pegar uma vez com a mão direita e outra
vez com a mão esquerda.
Dois a dois - um faz cesta com seus braços e o outro arremessa a bolinha tentando
acertar na cesta. Primeiro com a mão direita e depois com a mão esquerda.
Um bambolê preso a trave os alunos a cerca de cinco metros tentam acertar dentro
do bambolê com a mão direita e com a mão esquerda.
Pique - Bandeira
Separam-se os alunos em dois grupos e delimita-se o espaço em que acontecerá o
jogo (podendo ser a quadra de handebol, por exemplo). Solicita-se que os grupos se
posicionem em cada metade do espaço ou quadra, alonga-se e coloca-se uma
bandeira em cada extremidade. Os alunos terão de cruzar a metade ocupada pelo
outro grupo, capturar a bandeira que lhes pertence e retornar à sua metade. Assim
que os alunos cruzam a metade da quadra, os integrantes do grupo pertencentes
àquele espaço poderão colá-los. Os alunos colados poderão ser descolados pelos
colegas livres do seu grupo. Marca o ponto o grupo que recupera sua bandeira e
posiciona-se na sua metade com todos os integrantes.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Bolinhas de papel, bandeiras (pode ser qualquer pano) área de espaço amplo.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 5
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Iniciação ao Basquete.
Objetivos:
• Vivenciar o basquete.
• Desenvolver os fundamentos básicos do basquete.

Desenvolvimento:
Aquecimento - Pique bola ao ar:
O jogador de posse da bola deve correr e jogá-la para cima dizendo o nome de uma
criança participante que deverá apanhar a bola antes dela cair no chão e
arremessá-la contra outro participante. O jogador que foi “acertado” reinicia o pique.
Caso ninguém seja “acertado” o participante que arremessou é quem reinicia a
brincadeira.
Experimentando o Basquete
Inicia-se experimentando os movimentos corporais relativos ao esporte: Dispersos
pela quadra, ao sinal da professora deslocar-se para frente, para trás, saltar… Obs.:
proponha desafios estimulantes! Torne divertido! Use a criatividade.
Experimentar o manejo de bola: dividir a turma em grupos de acordo com a
quantidade de bolas disponíveis. Ao sinal do professor cada aluno pega 1 bola e por
5 minutos realiza os movimentos: passar de uma mão para outra, lançar ao alto
deixar dar um quique e abafar com as 2 mãos, etc.
Posicionar os alunos em colunas em uma das extremidades da quadra e propor
que eles se desloquem quicando a bola: ida com a mão direita e a volta com a mão
esquerda.
Prática de Arremesso:
Forma-se colunas nas quatro extremidades da quadra, de frente para o meio.
Numeram-se os alunos de cada coluna, conforme a sua totalidade. Posicionam-se
as quatro bolas de basquete ao centro da quadra, uma para cada equipe. Ao
comando do professor, o número chamado levanta-se, dirige-se até o meio, pega a
bola referente à sua equipe, volta em direção à cesta de basquete próxima de onde
estava sentado e a arremessa até realizar o ponto. Conforme as cestas forem
convertidas, os alunos retornam até o meio da quadra com a bola, deixando-a onde
estava, e retornam ao seu lugar inicial. Os pontos são marcados por ordem de
chegada.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Bolas de Basquete ou Bolas de Borracha
Referências:
Bezerra, Marcos BASQUETEBOL 1000 EXERCICIOS
Plano de Aula 6
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades com Cordas e Arcos
Objetivos:
• Compreender seu próprio corpo em equilíbrio estático e dinâmico.

DESENVOLVIMENTO:
Aquecimento - Pega – pega “nunca três”:
Em duplas espalhadas pela quadra. Tendo um pegador e um fugitivo. O que está
fugindo para ser salvo deve pegar na mão de um colega, o outro que fazia dupla
com este se torna o novo pegador e o que estava pegando vira fugitivo.
Montar vários tipos de amarelinha com os arcos, fazendo com que as crianças
pulam por todos os arcos. Passar entre o arco: fazer com que a criança pule alguns
arcos, passe no meio de outros em forma de circuito.
Forma-se um círculo, todos de mãos dadas, estes vão passando entre o arco. Não
pode soltar as mãos, com o tempo acrescentam-se mais arcos, sendo que estes
não podem encostar um no outro.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Arcos
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 7
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades Lúdicas e Recreativas.
Objetivos:
• Vivenciar as valências físicas, lateralidade e a percepção espaço-temporal.
• Cooperar demonstrando iniciativa e companheirismo nas atividades.

Desenvolvimento:
Aquecimento-Vivo ou Morto:
Os alunos estarão reunidos com o professor no centro da quadra, e ao sinal de
comando do mesmo agacharão (morto) ou levantarão (vivo).
Pique Elefante:
O aluno pegador estará simulando uma tromba de elefante e tentará pegar um dos
outros colegas lhe passando a função de pegador.
Identificação de Cores:
Os alunos estarão reunidos num lado da quadra, enquanto que bambolês com cores
diferenciadas estarão do outro lado da quadra. O professor falará uma cor e os
alunos correrão e, direção ao bambolê correspondente.
Pique Tá Com Bola de Meia:
O aluno pegador estará de posse de uma bola de meia e tentará pegar um outro
aluno encostando a bola de meia e consequentemente lhe passando a função de
pegador. Caso necessário há possibilidade de aumentar o número de pegadores.
Chicotinho Queimado:
Os alunos estarão sentados em círculo no meio da quadra. Um aluno estará fora do
círculo de posse de uma bola com a finalidade de deixar a bola atrás de um dos
colegas do círculo. Este aluno escolhido pegará a bola e tentará pegar o outro aluno
antes que ele sente em seu lugar.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Bola de Meia, Bambolê, Bola.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 8
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades Lúdicas e Recreativas
Objetivos:
• Vivenciar algumas valências físicas e movimentos naturais,
• Executar atividades com o máximo de eficiência em menor tempo possível.

DESENVOLVIMENTO:
Juntar-se em grupos (Aquecimento)

Os alunos estarão espalhados pelo pátio e ao sinal do professor irão se juntando em


duplas, depois em trios, quartetos etc.

Nunca três

Os alunos farão duplas e ficarão espalhados pelo pátio, será escolhido um para ser
o pegador, esse correrá atrás das duplas e ao pegar um da dupla, o outro que não
foi soltará desse colega e irá atrás de outra dupla.

Dança das cadeiras cooperativas

Disponha as cadeiras como você faz no jogo tradicional das cadeiras. O segredo do
jogo é não eliminar nenhum participante, só cadeiras, ou seja, a cada rodada, você
retira uma cadeira e ainda assim todos deverão sentar-se, como puderem: no colo,
no braço da cadeira, deitado sobre os colegas etc ... Neste jogo não há vencedores.
Sombra

É uma espécie de passeio sincronizado. Forma-se uma fila de pessoas, uma atrás
da outra, e o mestre fica na ponta. Tudo que o mestre fizer, os participantes deverão
fazer também. Aonde ele entrar, os outros deverão entrar também. Se o mestre fizer
exercícios corporais, posições e movimentos engraçados.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Cadeiras
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 9
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos Populares
Objetivos:
• Superar os desafios impostos pelos jogos;
• Experiências Jogos Populares;
• Reconhecer os Jogos Populares como patrimônio cultural brasileiro.

Desenvolvimento:
Jogo da amarelinha
Os alunos sentados esperando a vez para jogarem. Um aluno por vez realizara
saltos da amarelinha evitando tocar nas linhas que a marcam, (caso pise esse,
deverá passar a vez para o próximo aluno e assim sucessivamente). Vence o jogo,
o aluno que alcançar o ultimo nível da amarelinha.

Mamãe posso ir?


Os alunos estarão enfileirados, e um aluno por vez perguntara a outro aluno que
fará o papel da mamãe (Mamãe, posso ir?) esperando a permissão que será dada
em passos de animais. Passos grande para formiga, e passos curtos para formiga e
passos para traz de caranguejo, vence o jogo o aluno que alcançar primeiro a
Mamãe.

Queimada:
A turma dividida em 2 equipes, cada equipe deverá ocupar o espaço do seu campo
de jogo, onde cada aluno devera evitar ser acertado pela bola ou agarrá-la. Caso
venha a ser acertado esse aluno deverá ocupar o espaço do jogo conhecido como
cemitério. Vence o jogo a equipe que queimar todos os componentes da outra.

Variação: A introdução de várias bolas no jogo para deixá-lo mais dinâmico ou


escolher um aluno para ser um escudo que poderá entrar na frente da bola salvando
os seus companheiros de equipe.

Correio secreto:
- Formarão duas colunas de alunos sentados. O último aluno de cada coluna devera
escrever uma mensagem na costa do próximo aluno que deverá fazer o mesmo e
assim subsequente até que a mensagem chegue ao primeiro aluno que deverá dizer
qual é a mensagem ou palavra, vence a coluna que passar a mensagem correta.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:

- Bolas e giz para marcar o campo de jogo, uma pedrinha para jogar.
Referências:

Luciana Pereira, Graduada em Licenciatura em Educação Física – UniCEUMA.


FERREIRA, Vanja. Educação Física – Recreação, Jogos e Desportos; Rio de
Janeiro
Plano de Aula 10
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos ao ar livre/ dinâmicas em grupo
Objetivos:
• Desenvolver a socialização desinibição;
• Experiência em variados movimentos naturais.

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos, iniciando
brincadeira pega-rabinho com intuito de aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Dinâmica do “Mestre"
Em círculo os participantes devem escolher uma pessoa para ser o adivinhador.
Este deve sair do local. Em seguida os outros devem escolher um mestre para
encabeçar os movimentos/ mímicas. Tudo que o mestre fizer ou disser, todos
devem imitar. O adivinhador tem 5chances para saber quem é o mestre. Se errar
volta e se acertar o mestre vai em seu lugar.
Gruda aranha
Um pegador (aranha) no centro de um círculo formado pelos outros fugitivos
(mosquinhas). Ao sinal do monitor que gritará “GRUDA ARANHA”, as moscas
devem fugir até o local pré-determinado e a aranha deve tentar pega-las. As moscas
que forem pegas iram se transformar em aranhas também (pegadores). É
considerada a “mosquinha” campeã, a última a ser pega.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Não Precisou.
Referencias:
ARAUJO,E. Pasta de atividades da disciplina de Recreação. FAFIT/FACIC 2010.
Plano de aula 11
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma
breve conversa de como será desenvolvida a aula.
As aulas serão de recreação, envolvendo jogos e brincadeiras, sendo o
primeiro o “fugi fugi”, segundo “nunca três”, e por terceiro o “pique bandeira”.
Desenvolvimento:
1° Pega fugi: em um espaço similar de uma quadra os jogadores se posicionam atrás
da linha de fundo, e o pegador se posiciona atrás da outra linha de fundo. Quando o
pegador falar “lá vou eu”, os jogadores falam “fugi fugi”, e correm tentando
ultrapassar a linha de fundo oposta sem serem tocados. Caso sejam tocados, ficam
parados no mesmo lugar onde foram pegos e passam a ser pegadores fixos,
ajudando o outro jogador.
2º Nunca três: os jogadores em duplas se distribuirão aleatoriamente pela quadra.
São escolhidos um pegador e um fugitivo. Quando o fugitivo se cansa, procura o
“pique” em alguma dupla, e senta-se atrás do colega, onde o outro componente da
dupla, se levanta rapidamente e passa a ser o pegador.
3° Pique bandeira: utiliza-se de uma quadra . O objetivo do jogo é atravessar o
campo adversário e pegar a bola que se encontra lá, e tentar voltar para seu campo
sem ser tocado pelo adversário. Caso seja tocado, este ficará parado e somente será
salvo se for tocado por outro jogador da mesma equipe.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 12

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Coelhinho sai da toca: os alunos espalhados pelas quadra estarão em duplas
formando uma “toca” e um aluno estará dentro dessa toca sendo o “coelhinho”. Ao
comando do professor, (coelhinho sai da toca) todos os coelhinho deverão trocar de
tocas, quem ficar sem toca paga um castigo leve como pular num pé só ou imitar
algum animal.
Variação: Toca sai do coelhinho.
2ª Pisa pisa: o professor traça uma linha de chegada no chão. Os alunos em duas
equipes, encontram-se distantes dessa linha de chegada, ou seja, na linha de
largada e devem estar munidos com dois pedaços de jornal. A um sinal dado, o
aluno partirá caminhando sempre sobre os pedaços de jornais, que deverão levar
adiante com as mãos depois de cada passo. Vencerá a equipe que primeiro
conseguir completr a tarefa.
3ª Estourar balão: os participantes serão divididos em grupos e, no espaço de jogo,
terão como objetivo estourar os balões dos jogadores de grupos “adversários”. Os
balões deverão estar presos no tornozelo dos participantes. Será vencedora a
equipe do último jogador que ficar com seu balão cheio.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 13
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos

• Desenvolver a atenção, agilidade e criatividade;


• Desenvolver espírito colaborativo;
• Criar estratégia para vencer.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pegar a bola e não ser pego: Forma se duas equipes com o mesmo número de
participantes e numerados cada uma com os mesmos números de modo tenha um
correspondente na equipe adversária, posicionando a uma distância de
aproximadamente 6,00m uma de frente a outra. O professor divide o espaço entre
as equipes (3,00m) e coloca uma bola e explica que quando chamar (ex. número
5), os alunos de cada equipe identificados com tal número deverão correr até o
centro, pegar a bola e voltar para sua equipe sem ser tocado pelo adversário. Se
conseguir marca um ponto para sua equipe, mas se for tocado, o ponto será
marcado pela equipe adversária. A brincadeira segue até que uma das equipes
complete 10 pontos.
2ª Desafio coletivo: Forma-se duas equipes e escolhem duas crianças para
“baterem” a corda. A corda sendo batida continuamente, as equipes formam fila
indiana e define qual delas começa o jogo. Ao sinal do professor os integrantes
das equipes passam um a um a cada batida da corda, contando. Quem já passou,
dá a volta e entra na fila outra vez. Se errar, é a vez da outra equipe. Vence a
equipe que somar mais pontos.
3ª Elefante colorido: dentro de um espaço determinado, um aluno será o elefante e
ficará de costas para os colegas. Ao comando de voz da cor desejada por ele só
poderá passar em segurança aquele que tiver aquela cor, mas não tiver o elefante
pode tentar o pegar na travessia. Quando alguém é pego vira o elefante.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 14

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega em cima das linhas: como um pega-pega normal, mas a diferença é
que só pode andar sobre as linhas demarcadas na quadra.
Variação: pode-se aplicar também dento também da mesma metodologia, andar
sobre as linhas, o pega-pega ponte, pedra e túnel.
2ª Bola acima da cabeça: Formam-se duas colunas com o mesmo nº de
participantes, distribui uma bola ao primeiro jogador de cada coluna, explica que
deverão passar a bola ao colega seguinte com ambas as mãos por cima de sua
própria cabeça e segue o procedimento até o último jogador da coluna que por sua
vez corre para frente e repete o exercício de modo que quem deu inicio retorne
novamente na posição onde começou o jogo. A equipe ou coluna que realizar a
tarefa por primeiro, sem deixar a bola cair no solo será declarada vencedora.
3ª Desafio coletivo: Formam-se duas equipes e escolhem duas crianças para
“baterem” a corda. A corda sendo batida continuamente, as equipes formarão filas
indianas, e definirá qual delas começa o jogo. Ao sinal do professor os integrantes
das equipes passam um a um a cada batida da corda, contando. Quem já passou,
dá a volta e entra na fila outra vez. Se errar, é a vez da outra equipe. Vence a
equipe que somar mais pontos.
4ª Queimada do rei: como uma queimada tradicional, a única diferença é que para
vencer basta queimar o rei da equipe adversária.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 15
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega pega corrente: como um pega pega normal, a diferença é que ao ser pego,
se juntará de mãos dadas com o colega e o ajudará a pegar os outros colegas, e
assim sucessivamente.
2ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
3ª Bola acima da cabeça: Formam-se duas colunas com o mesmo nº de
participantes, distribui uma bola ao primeiro jogador de cada coluna, explica que
deverão passar a bola ao colega seguinte com ambas as mãos por cima de sua
própria cabeça e segue o procedimento até o último jogador da coluna que por sua
vez corre para frente e repete o exercício de modo que quem deu inicio retorne
novamente na posição onde começou o jogo. A equipe ou coluna que realizar a
tarefa por primeiro sem deixar a bola cair no solo será declarada vencedora
4ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 16
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Mãe-cola: como um pega-pega tradicional, a diferença é que ao ser pego, o aluno
irá ficar parado (colado), e para ser descolado basta um colega passar por entre
suas penas.
2ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
3ª Vassourobol: O grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são
numerados individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da
extremidade do campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita.
Sobre cada linha de fundo é colocada uma cadeira, que servirá como gol ou meta, e
sobre cada cadeira é colocada uma vassoura comum. Uma bola é colocada no
centro do campo de jogo. Ao sinal do educador, que enuncia um determinado
número, os dois jogadores de cada equipe correspondentes a esse número pegam
as vassouras e, utilizando-as como tacos de hóquei, tentam empurrar a bola para
dentro da meta adversária. A rodada termina após todos os jogadores terem sido
chamados e os pontos são contados. Recomenda-se que a numeração seja feita
considerando uma correspondência com o grau de habilidade de cada criança.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 17
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade, atenção e velocidade;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Procurando um ninho: os alunos estarão dispostos aleatoriamente pela quadra, e
também bambolês com um número inferior ao de alunos. Eles andarão pea quadra
de forma desordenada, e ao sinal (apito) do professor entrarão dentro de um
bambolê, de modo que fique apenas um aluno em cada. Vence aquele aluno que for
o último a sair.
2ª Acerte o alvo: divididos em dois grupos, formarão colunas, cada uma de frente a
um cone a uma determinada distância, com o objtivo de arremessar um bambolê e
este se encaixe no cone. Vencerá a equipe que conseguir encaixar mais bambolês.
3ª Queimada: jogo tradicional. Divididos em duas equipes em um espaço
determinado, com uma bola tentarão “queimar”, acertar a bola nos adversários.
Quem for queimado vai para a linha de fundo da quadra oposta. Vence a equipe que
consegir queimar todos seus adversários.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 18
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Boliche: será dividido em duas equipes, formando 2 colunas, em seguida será
distribuído na frente de cada coluna 5 pinos ( ou garrafas pet ). O objetivo da
brincadeira é que cada aluno jogue uma bola e tente derrubar os pinos ( garrafas). A
equipe que derrubar mais pinos será a vencedora.
2ª Lenço atrás: os alunos dispostos em círculo e abaixados ou sentados no chão. O
professor escolhe um jogador que receberá um lenço (ou outro objeto que possa
substituí-lo), então o aluno caminha pelo lado de fora do círculo e aleatoriamente
sem que percebam deixa o lenço atrás de um colega, onde este pegará o lenço e
correrá atrás do colega tentando pegá-lo. Caso isso aconteça o colega pego vira
pegador. Para se salvar o fugitivo deve se sentar no lugar que o colega (pegador)
estava.
3ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreaç
Plano de aula 19
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação, basquete e handebol.
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
2ª Cestinha: simplificação do jogo de basquete. Os alunos divididos em duas
equipes tentarão acertar uma bola numa cestinha qualquer, que estará sendo
segurada por um companheiro de equipe. Cada vez que a equipe conseguir acertar
a bola na cesta, fará um ponto. Lembrando que a equipe deverá trocar pelo menos
3 passes entre si. Vencerá a equipe que marcar mais pontos.
3ª Handsabonete: modificação do jogo de handebol, onde as traves são substituídas
por baldes e a bola por sabonete. Dois baldes serão colocados um em cada
extremidade do espaço, com água até sua metade. Os alunos estarão divididos em
dois grupos. O professor entregará a eles um sabonete já molhado, que servirá
como bola. O sabonete será conduzido e arremessado com as mãos. O jogador
com a posse do sabonete não poderá se deslocar, enquanto os outros se
deslocarão livremente. O intuito dos jogadores será colocar o sabonete dentro do
balde, podendo para isso fazer passes com seus companheiros. Cada vez que
conseguirem pôr o sabonete dentro do balde, farão um ponto para sua equipe. O
jogo recomeçará, com o mesmo sabonete, sempre molhado. Vencerá a equipe que
marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 20
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação, handebol
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pisa pisa: o professor traça uma linha de chegada no chão. Os alunos em duas
equipes, encontram-se distantes dessa linha de chegada, ou seja, na linha de
largada e devem estar munidos com dois pedaços de jornal. A um sinal dado, o
aluno partirá caminhando sempre sobre os pedaços de jornais, que deverão levar
adiante com as mãos depois de cada passo. Vencerá a equipe que primeiro
conseguir completr a tarefa.
2ª Handsabonete: modificação do jogo de handebol, onde as traves são substituídas
por baldes e a bola por sabonete. Dois baldes serão colocados um em cada
extremidade do espaço, com água até sua metade. Os alunos estarão divididos em
dois grupos. O professor entregará a eles um sabonete já molhado, que servirá
como bola. O sabonete será conduzido e arremessado com as mãos. O jogador
com a posse do sabonete não poderá se deslocar, enquanto os outros se
deslocarão livremente. O intuito dos jogadores será colocar o sabonete dentro do
balde, podendo para isso fazer passes com seus companheiros. Cada vez que
conseguirem pôr o sabonete dentro do balde, farão um ponto para sua equipe. O
jogo recomeçará, com o mesmo sabonete, sempre molhado. Vencerá a equipe que
marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 21
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Ginástica / rolamento grupado para frente e para trás
Objetivos:
• Melhorar o desenvolvimento da lateralidade ampliando noção espaço
temporal;
• Melhorar e ampliar noção de limites corporais.

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos, iniciando
brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Circuito de ginástica
Os alunos estarão dispostos em fila única, o circuito será composto de cones, para
fazer zig-zag, uma linha reta, e uma curvada para os alunos caminharem por sobre
e, por último um colchonete para realizar rolamento para frente e o rolamento para
trás, com auxílio do professor.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Colchonete, giz e cones.
Referencias:
Atividade desenvolvida durante aula de ginástica, ministrada pela professora Ana
Claudia na faculdade FAFIT- 2013.
Plano de aula 22

Disciplina: Educação Física


Tema: Ginástica / Balancinha, Vela e Vela Derretida
Objetivos:
• Melhorar a lateralidade ampliando noção espaço temporal;
• Melhorar a estruturação do esquema corporal;
• Melhorar a flexibilidade e equilíbrio corporal.
• Melhorar e ampliar noção de limites corporais.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo os objetivos a
serem alcançados. Iniciando com a brincadeira "pega-pega" com finalidade de
aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Circuito de ginástica
Os alunos estarão dispostos em fila única, o circuito começa com 5 cones para fazer
zig-zag, uma linha reta e a outra curva para os alunos caminharem por sobre e, por
último um colchonete para realizar o movimento da "balancinha", outro colchonete
para realizar a posição da "vela" e um outro para a posição da "vela derretida",
contando com o auxílio do professor.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Colchonete, giz e cones.
Referencias: Atividade desenvolvida durante aula de ginástica, ministrada pela
professora Ana Claudia na faculdade FAFIT- 2013.
Plano de aula 23
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos com bola
Objetivos:
• Melhorar as estratégias de jogo;
• Desenvolver as potencialidades e limitações de cada participante.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras do jogo.
Iniciando com a brincadeira "coelhinho sai da toca" com finalidade de aquecimento
para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Jogo pelo cano
São dois times cada time dispostos em uma metade da quadra. Caixas de papelão
sem tampa e sem fundo são espelhadas na linha que divide a quadra (entre uma
equipe e outra). Ganha ponto a equipe que fizer a bola entrar por um lado da caixa e
sair pelo outro. O jogador que estiver com a bola não pode andar. Enquanto a
equipe estiver com a bola, deve realizar no mínimo um passe antes de arremessá-la
na caixa. Depois que houver um lançamento à caixa, a posse da bola fica com o
outro time.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Caixas de papelão e bola.
Referências:
ANDRÉ, Mauro Henrique. Doutorando em Educação Física pela Universidade de
Auburn, nos Estados Unidos.
Plano de aula 24
Disciplina: Educação Física
Conteúdo: Promoção de Saúde
Objetivo:
• Melhorar a vivência de testes utilizados para detectar níveis de flexibilidade e
potência muscular
• Conhecer as diferenças de cada corpo, através de desenhos feitos na
quadra.

Desenvolvimento
O que conheço do meu corpo?
Os alunos deverão desenhar seus corpos na quadra, com um giz com o auxílio de
um colega. Logo após deverão identificar as diferenças de cada corpo, altura e
demais aspectos deferidos pelo professor.
Exercitando meu aparelho locomotor.
Os alunos ficarão em um círculo no meio da quadra, será designado um aluno que
deverá sair da quadra por alguns minutos. O professor delimitará um “líder” que
deverá fazer movimentos em que os demais deverão imitar, e o aluno que havia
saído deverá descobrir que é o líder.
Flexíveis e resistentes
Será proposto aos alunos um teste de flexibilidade e um de resistência muscular
localizada.
Recursos:
Giz, colchonetes, fita trena para fixar ao chão, fita adesiva para fixar a trena.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Referências:
Secretaria da Educação de São Paulo; “Caderno do Professor: Educação Física,
ensino fundamental – 7ª série, vol.3”; São Paulo: SEE, 2009.
Secretaria da Educação de São Paulo; “Caderno do Professor: Educação Física,
ensino fundamental – 5ª série, vol.3”; São Paulo: SEE, 2009.
Plano de aula 25
Disciplina: Educação Física
Professor: Leonardo Carneiro Miranda
Conteúdos: Habilidades motoras
Objetivos:
• Desenvolver as habilidades motoras básicas.
• Compreender as diversas formas de locomoção.

Introdução:
Inicializar a aula com uma introdução sobre saúde e qualidade de vida, através da
pratica de atividades físicas.
Desenvolvimento:
Aquecimento - pega-pega:
Atividade em circuito onde contem 4 bases em cada grupo, dois grupos em
quantidades iguais , dois alunos devem ficar de ajudante para o professor
devolvendo a bola no seu respectivo lugar, o primeiro aluno da fila deverá percorrer
as bases com uma bolinha de tênis na mão, da primeira para segunda o aluno
deverá ir correndo até a segunda base, na segunda para a terceira o aluno devera
rebater a bola de basquete no chão até a quarta base na quarta o aluno deverá
jogar a bolinha de tênis no cesto que estará na primeira base, e deverá voltar para
fila tocar a mão do próximo da fila e ir para o final da fila.
Atividade das bexigas: Os alunos deveram ficar espalhados no espaço
adequado. Cada um com uma bexiga amarrada no pé. Ao comando do professor as
crianças deverão tentar estourar a bexiga do colega protegendo a sua. Ganha quem
terminar a atividades com a bexiga cheia.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
8 cones (ou garrafa pet), 2 bolinhas de tênis na mão (ou qualquer objeto disponível),
2 bolas de basquete,2 baldes (ou qualquer objeto disponível que tenha um formado
de cesta), Bexigas – Objeto Disponível.
Referências:
Aulas de recreação nas faculdades integradas de Itararé
Plano de aula 26
Disciplina: Educação Física
Conteúdo: Recreação trabalhando as habilidades motoras básicas.
Objetivos:
• Compreender a si mesmo dentro de um espaço e os objetos dentro dele;
• Conhecer diversas formas de se locomover;
• Trabalhar o equilíbrio em diversas situações;

Introdução:
Reunir os alunos num círculo, explicar como vai ser a aula, demonstrando a
importância das atividades físicas para saúde e o bem estar. No aquecimento será
feito uma atividade recreativa onde trabalhará a noção de espaço. Será trabalhado
estafetas simples de ir e voltar, levar e trazer uma bola, correr pela linha.
Desenvolvimento:
Juntar-se em grupos (Aquecimento)

Os alunos estarão espalhados pelo pátio e ao sinal do professor irão se juntando em


duplas, depois em trios, quartetos etc.

Estafeta de ir e voltar

Os alunos estarão dispostos em duas colunas formando duas equipes, onde os


alunos terão que correr e dar a volta em um cone que estará colocado a uma certa
distância em frente a coluna, vai ter que ir e voltar e tocar na mão do colega que
será o próximo.
Estafeta de levar e trazer

Os alunos estarão dispostos em duas colunas formando duas equipes onde o


primeiro de cada fila estará carregando uma bola, esse terá que levar a bola e
deixar num certo ponto, e terá que voltar e tocar na mão do próximo, e esse terá
que ir buscar a bola e passar para o próximo da fila, e novamente ter que levar a
bola, e assim sucessivamente até que todos tenham feito.
Síntese Integradora:
Conversar sobre a aula desenlvovida, realizar perguntas sobre as atividades
Recursos:
Não há necessidade de materiais
Referências:
Aulas de recreação nas faculdades integradas de Itararé.
Plano de aula 27
Disciplina: Educação Física

Conteúdos: Promoção da Saúde

Objetivos:
Desenvolver as práticas corporais realizadas dentro e fora da escola como
prevenção e para a aquisição de um bom condicionamento físico
Compreender a atividade física e o exercício como fatores que contribuem para a
saúde e a qualidade de vida.
Introdução:
As aulas de educação física na escola podem contribuir para que os alunos
compreendam melhor quais são os fatores de risco para a saúde, provenientes do
sedentarismo.
Desenvolvimento:
Início com uma conversa e perguntas para identificar o conhecimento prévio dos
alunos:
Você sabe o que é sedentarismo?
Quais as consequências do sedentarismo para a saúde física e mental?
Quais as atividades que envolvem esforço físico praticado pelos alunos dentro e
fora da escola?
Qual a frequência e a intensidade?
Quais são as mais "queridas" do grupo?
Quais gostariam de praticar e conhecer melhor?
Quais gostariam de praticar como atividade regular?
Utilizar o cartaz para mostrar as atividades físicas e de lazer.
Desenvolver uma atividade proposta pelos alunos.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Referências:
http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/sedentarismo-atividade-fisica-
698635.shtml?page=all
Plano de aula 28
Disciplina: Educação Física

Conteúdos: O que acontece no corpo quando fazemos exercício?

Objetivos:
• Conhecer os procedimentos básicos para medir a frequência cardíaca.
• Compreender a importância das atividades físicas para desenvoltura
cardíaca.

Introdução:
Introduzir noções de Fisiologia é importante e ajuda o aluno a entender o que
acontece com o corpo quando praticamos exercícios. Este conhecimento é
fundamental ensinar as reações do organismo, mais precisamente do sistema
cardiorrespiratório, durante atividades físicas.
Desenvolvimento:
Fazer uma roda e apresentar o conteúdo da aula. Para descobrir o que a turma já
sabe sobre o assunto será feito perguntas como:
- Quem sabe o que é frequência cardíaca?
- Qual é a relação entre frequência cardíaca e exercício físico?
- Como medimos a frequência cardíaca?
- O que acontece com o nosso coração quando praticamos exercício?
Todos os alunos devem medir sua frequência em repouso, antes de iniciar o
exercício, e anotar no cartão. É importante que os alunos não estejam em
movimento.
Jogo de Queimada:
Após o jogo aferir e registrar a frequência cardíaca e anotar no cartão.
Finalizar com uma roda de conversa. Com o cartão de frequência nas mãos, fazer
perguntas aos alunos como:
Vocês perceberam alguma diferença entre a frequência cardíaca inicial e a final?
Qual?
Como classificariam as corridas quanto aos critérios intensidade e duração?
Qual a corrida mais cansativa?
Qual aquela que vocês gostaram mais?
O que aconteceu com o nosso coração durante as corridas? Ele "bateu" mais
rápido? Por quê?
Referências:
http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/sedentarismo-atividade-fisica-
698635.shtml?page=all
Plano de aula 29
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos Cooperativos
Objetivos:
• Desenvolver a cooperação, integração, interação e inclusão entre os alunos;
• Vivenciar atividades cooperativas e ao mesmo tempo competitivas, e o
resultado da equipe dependa da participação de cada um dos membros.

Desenvolvimento:
Ambulância:
Um lugar será escolhido para representar o hospital, inicialmente três alunos se
posicionam no local determinado e, então ao sinal do professor saem para "pegar"
os demais alunos que estarão correndo pela quadra. Quem for pego fica imóvel e
com os braços formando uma cruz, esperando até que mais quatro alunos (que não
foram pegos) o toquem e formem uma ambulância, sendo que o aluno que foi pego
fica no centro (sendo o "ferido") e os outros quatro formam as rodas da ambulância.
A ambulância então deve mover-se até o "hospital", de modo que os alunos não
percam contado e, então estarão todos à salvo retornando assim a brincadeira.
SBET:
Os alunos estarão divididos em duas equipes, a princípio uma das equipes será a
atacante e a outra a defensiva e depois inverte. A equipe atacante atrás da linha
tentará com uma bola de borracha derrubar as "torres" (cone com um bastão em
cima) sendo que cada aluno tem direito a um arremesso. Caso algum aluno consiga
derrubar uma torre, todos saem correndo e, então o jogador atacante que ficar com
abola grita "sbet" e todos os outros param de correr, assim o aluno em posse da
bola tenta acertar um dos alunos.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Referências:
CALLADO; Carlos Velásquez. Educação para a paz: Promovendo valores
humanos na escola através da educação física e dos jogos cooperativos. Santos,
Editora Cooperação, 2004.
Plano de aula 30
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Futsal
Objetivos:
• Conhecer e vivenciar atividades lúdicas de iniciação ao futsal.

Desenvolvimento:
Aquecimento - Mãe corrente:
Com os alunos dispostos pelo pátio (ou campo) o professor devera selecionar um
pegador enquanto os demais deverão fugir quando o pegador conseguir pegar um
aluno o mesmo deverá dar as mãos ao aluno (pegador) e os dois deverão continuar
pegando os demais os que forem sendo pegos irão dando as mãos e assim
sucessivamente até pegarem o último.
Alongamento: alongamento dando ênfase aos membros inferiores
Carangueijo-bol
O professor divide os alunos em duas equipes. Os alunos são colocados em seus
respectivos campos e dentro da área de gol e só poderão se movimentar em 4
apoios. A bola é colocada no centro da quadra e ao sinal do professor, ambas as
equipes saem na posição de quatro apoios em direção a bola que está no centro da
quadra.
O objetivo é marcar gol no time adversário. Não podendo colocar a mão na bola
(somente o goleiro pode).
As regras são as mesmas do futsal. Essa atividade exige muitos dos músculos
inferiores e posteriores, portanto é necessário um alongamento mais amplo.
Pebolim-Humano
Alunos organizados em equipes para jogo; seis cordões dispostos lateralmente pela
quadra, na altura da cintura, acrescidos de dois cordões fixos lateralmente nas
traves do gol; cada cordão, dois, três ou mais canos (tubos) que possam ser
segurados pelas mãos dos alunos. No cordão de cada gol haverá um cano; o do
jogo é marcar gols sem soltar o cano; os alunos só poderão se deslocar
lateralmente pelo cordão, segurando o cano sem soltar as mãos; o início do jogo se
dará com a bola lançada pelo professor e o reinício pelos goleiros; as regras
deverão ser discutidas e adaptadas com base nas do jogo de futsal.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Barbantes ou cordas, pedaços de canos, bolas de borracha quadra ou área de
espaço amplo.
Referências:
Andreia de Oliveira Rocha, Atividades Para Educação Física Escolar
Plano de aula 31
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Atletismo
Objetivos:

• Conhecer as diversas modalidades do atletismo.

Introdução:
Apresentar as diversas modalidades do atletismo como: corrida de velocidade,
saltos, lançamentos e arremesso.
Desenvolvimento:
Abordar características das provas de atletismo, em relação as corridas, saltos,
lançamentos e arremesso. Sendo:
Corrida: _Velocidade intensa: 100m, 200m, 400m; com barreira: 100m, 110m e
400m; revezamentos: 4x100m e 4x400m.

• Velocidade prolongada: 800m rasos.


• Meio fundo: 1.500m e 3.000m rasos e 3.000 com obstáculos.
• Fundo: 5.000m e 1.000m rasos, corrida de rua, marcha atlética e croos
country.

Saltos: salto triplo, salto em altura, salto com vara, salto em distância.
Lançamentos: dardo, martelo e disco.
Arremesso: peso.
Síntese integradora:
Será feita uma breve discussão sobre como foi a aula, o que gostaram, o que podia
ser melhorado, aspectos positivos e negativos.
Bibliografia:
Conteúdos apresentados nas aulas de atletismo.
Plano de aula 32
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Atletismo
Objetivos:

• Vivenciar atividades motoras como: correr, lançar e arremessar;


• Executar exercícios educativos preparatórios para as provas de atletismo.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento: (em forma de estafetas)

1- O aluno irá correr até as linhas demarcadas na quadra, tocando uma


de cada vez e voltar ao início, assim sucessivamente.
2- O aluno deverá arremessar uma bola dentro de um espaço pré-
determinado (bambolê). Objetivo iniciação ao arremesso dentro da
metodologia do atletismo.
3- O aluno deverá transpor os obstáculos (mini gols), utilizando a perna
de ataque e perna de recuperação, direita/esquerda.
4- O aluno deverá arremessar um dardo (confeccionado de jornal), num
certo ponto determinado.
5- O aluno irá correr no método skiping, até a base 6.
6- O aluno irá arremessar o martelo (confeccionado) até o ponto
determinado.

Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de atletismo.
Plano de aula 33
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete.
Objetivos:

• Executar exercícios educativos preparatórios para o basquete como o passe


e o drible.
• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega em cima das linhas: como um pega-pega normal, mas a diferença é
que só pode andar sobre as linhas demarcadas na quadra.
Variação: pode-se aplicar também dento também da mesma metodologia, andar
sobre as linhas, o pega-pega ponte, pedra e túnel.
2ª Controle de bola: deslocamento de uma linha de funfo a outra jogando a bola
para cima, batendo uma palma e assim sucessivamente.
Variação: uma palma na frente e outra para trás; tocar uma mão no chão.
3ª Passes: duas colunas onde trocarão passes. Passe de peito, picado, e acima da
linha do ombro.
4ª Jogo: o grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são numerados
individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da extremidade do
campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita. No centro da
quadra estarão dispostas duas bolas de basquetes e um bambolê, e em frente cada
fileira de aluno estarão dispostos uma fileira de cones. Ao sinal do professor que
enuncia um determinado número, os dois jogadores de cada equipe correspondente
a esse número, levantarão e pegarão uma bola onde irão fazer zig-zag entre os
cones (ir e voltar), ganha quem chegar primeiro e a equipe que marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol.
Plano de aula 34
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete
Objetivos:

• Executar exercícios educativos preparatórios para o basquete como o drible e


o arremesso.
• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Competição: formação de duas equipes, e disposição dos alunos em fileiras em
uma das linhas de fundo da quadra.

a) De mãos dadas e sem as soltar, os alunos irão passar o bambolê por


entre o corpo até chegar no último da fila.
b) O primeiro da fila sairá e pulará uma corda que estará entre dois cones
por 5 vezes.
c) Zig zag por entre os cones, quicando uma bola de basquete.
d) Arremesso na cesta.
A execução será um de cada vez. Ao terminar o ciclo, quando o aluno chegar
ao final da fila pode-se iniciar a atividade outra vez. A equipe vencedora será
aquela que completar todas as etapas, de modo com que todos os alunos
passem por cada uma delas.

2ª Jogo: o grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são numerados


individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da extremidade do
campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita. No centro da
quadra estarão dispostas duas bolas de basquetes e um bambolê, e em frente cada
fileira de aluno estarão dispostos uma fileira de cones. Ao sinal do professor que
enuncia um determinado número, os dois jogadores de cada equipe correspondente
a esse número, levantarão e pegarão uma bola onde irão fazer zig-zag entre os
cones (ir e voltar), ganha quem chegar primeiro e a equipe que marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol e recreação.
Plano de aula 35
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete.
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.


• Executar exercício educativo preparatório para o basquete como o
arremesso.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega ponte, túnel e pedra: como um pega-pega tradicional, mas ao ser
tocado pelo pegador o aluno irá ficar parado na posição que o pegador escolher
(pedra, túnel ou ponte). E para ser descolado, outro colega deverá pular ou passar
por cima do colega de acordo com a posição que o mesmo estiver.
2ª Estourar balão: os participantes serão divididos em grupos e, no espaço de jogo,
terão como objetivo estourar os balões dos jogadores de grupos “adversários”. Os
balões deverão estar presos no tornozelo dos participantes. Será vencedora a
equipe do último jogador que ficar com seu balão cheio.
3ª Arremessos nos cantos: os jogadores serão divididos em dois grupos, e cada um
deverá ter dois “capitães”, que irão ocupar os quadrados no campo adversário. Os
demais jogadores ficam dispostos pelo próprio campo. O objetivo é arremessar a
bola para os capitães das equipes, que deverão segurar a bola, marcando o ponto a
cada vez que isso ocorrer.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação..
Plano de aula 36
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete
Objetivos:

• Desenvolver a resistência e força das pernas;


• Desenvolver a habilidade de desviar-se dos companheiros e de assumir uma
posição definida;
• Desenvolver a coordenação sensória motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Soldado: Disposição á vontade pelo pátio; uma criança será escolhida como
“pegador”. Ao sinal dado, o pegador perseguirá os demais, procurando tocar-lhes
qualquer parte do corpo; os fugitivos, para evitar serem pegos, devem ficar firmes e
fazer continência. O que for tocado, sem estar na posição de soldado, passa a ser o
pegador.
2ª Bola à lateral: Em fileira, a primeira com a bola na mão. Ao sinal dado, a bola é
passada de mão em mão com rotação do tronco. O objetivo é ir da direita para a
esquerda, e vice versa.
Variante: A bola é passada e ao chegar ao último, este corre à frente da coluna e a
entrega ao seguinte, e assim por diante.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 37
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver atenção e agilidade;


• Realizar atividades expressivas e corporais;
• Aprimorar sua capacidade motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
2ª Qual é a música: divididos em dois grupos, um aluno com o fone de ouvido irá
ouvir uma determinada música que irá gesticula-la e dançá-la. Ganha a equipe que
acertar a música e obter mais pontos.
3ª Garrafabol: os alunos estarão munidos de uma garrafa pet cortada ao meio, e em
cada extremidade do campo estará um balde. Nenhum aluno poderá entrar na área
do balde. Haverá uma bola pequena, tipo de tênis, que deverá ser controlada pelos
jogadores somente através das garrafas, dentro delas. Não será permitido pegar a
bola com as mãos, mesmo que ela caia no chão. Deverá sempre pegar com a
garrafa. Os alunos deverão colocar a bola dentro do balde, cada um de seu lado,
enquanto o adversário deverá impedí-lo. Cada vez que o time conseguir por a bola
no balde marca um ponto. Vencerá a equipe que obter mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol e recreação.
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 38
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver atividades de variação do futebol e volei;


• Aprimorar a coordenação motora;
• Desenvolver atividades de atenção, agilidade e força.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Futebol de caranguejo: variação do futebol, sendo que os participantes estarão
apoiados sobre seus pés e mãos, de barriga para cima. Só se poderá conduzir e
chutar a bola com as mesmas partes permitidas no futebol, ou seja, sem utilizar
mãos e braços. Também não será permitido tirar as mãos do chão, nem sentar
enquanto estiver disputando a bola ou se locomovendo. O goleiro poderá ficar
sentado ou ajoelhado e defender com os braços e as mãos além de todo o corpo.
Porém para sair jogando, deverá adotar a mesma posição dos outros jogadores. O
intuito dos jogadores será colocar a bola dentro da trave adversária, fazendo assim
o gol. Cada gol valerá um ponto. a atividade terminará por número de gols ou por
tempo desde que determinados previamente. Vencerá a equipe que fizer maior
número de gols.
2ª Câmbio: simplificação e variação do voleibol. Divididos em duas equipes com
número de participantes iguais dentro de um espaço determinado e uma rede
adaptada, os alunos estarão sentados, e trocarão passes e arremessos para a
equipe adversária. O objetivo é não deixar a bola cair no seu próprio espaço de
campo, e sim na espaço do adversário.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 39
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e atividades rítmicas e expressivas.
Objetivos:

• Realizar atividades expressivas e corporais;


• Desenvolver agilidade e atenção;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Espelho: serão espalhados pelo chão figuras de pessoas, e ao som de uma
música os alunos andarão aleatoriamente pelo ambiente, e ao parar a música, os
alunos escolherão uma figura( a que parou mais próximo) e tentarão imitar seu
gesto.
2ª Música: ao som da música os alunos imitarão os gestos e movimentos realizados
pelo professor.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de atividades rítmicas e expressivas.
Plano de aula 40
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação.
Objetivos:

• Conhecer as partes do corpo;


• Desenvolver agilidade e atenção;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Brincadeira dos pares: os alunos formarão duplas e o professor sugerirá partes
do corpo que deverão ser unidas. A qualquer momento o professor dirá a palavra
“troca” e nesse instante os alunos deverão procurar outro parceiro para continuar a
atividade.
2ª Carimbo: é uma queimada individual, onde o jogador que estiver de posse da
bola tentará queimar qualquer um de seus adversários. Para queimar, a bola deve
encostar em qualquer parte do corpo da pessoa e em seguida cair no chão. Se o
participante conseguir segurar a bola, evitando que caia, ele não estará queimado.
A pessoa de posse da bola não poderá andar com a mesma, enquanto os outros
participantes poderão se deslocar livremente, andando, correndo, saltando, rolando,
etc. a pessoa que for queimada deverá sentar-se no local onde isso acontecer, ela
não será mais a vencedora, mas continuará participando, pois se a bola chegar ao
seu alcance, poderá queimar os participantes que ainda se encontrarem em pé. O
jogador que estiver sentado não pode se deslocar para alcançar a bola. Mesmo que
a pegue, o jogador já queimado permanecerá sentado até o fim dessa rodada, não
podendo se levantar nem mesmo para arremessá-la. Vence o último jogador que
permanecer em pé, sem ter sido queimado. Uma boa variação desta atividade será
colocar maior número de bolas exigindo maior atenção dos participantes.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 41
Disciplina: Educação física
Tema da aula: Futsal
Objetivos:
• Aprimorar o desempenho na realização de atividades que necessitem a
atenção, concentração e agilidade;
• Aprimorar a capacidade física dos alunos e suas habilidades motoras;
• Fornecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Proporcionar a convivência em grupo

Introdução:
Breve explicação sobre o que será realizado em aula, expondo as regras do
jogo e os objetivos a serem alcançados e motivando os alunos.

Desenvolvimento:
A atividade tem como parecera abordagem construtivista-interacionista
assim gerando a construção do conhecimento do individuo e a interação da mesma,
também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do individuo.
Atividade:
Será realizado em quatro estações, sendo desenvolvido anteriormente um
aquecimento seguido de alongamento.
Aquecimento: pega- pega em cima das linhas da quadra como forma de
reconhecimento do espaço.
1ª estação: um bobinho formando um círculo com um aluno no centro que tentará
roubar a bola e quem deixa-lo pegar ficará no lugar do mesmo.
2ª estação: um jogo adaptado visando trabalhar o passe até que chegue ao gol e o
marque.
3ª estação: condução de bola entre os cones e ao termino tentaram acertar o cone.
4ª estação: chute na marca do pênalti tentando acertar; trave ou travessão.
Síntese integradora:
Será formado um circulo em seguida um breve comentário sobre a aula e quais
objetivos foram alcançados com sugestões dos alunos para suprir as dificuldades no
desenvolvimento da aula.
Recursos:
• Quadra ou pátio podendo ser adaptado ao local;
• Bolas;
• Cones;
• Cronometro
• Coletes
• Apito.
.
Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 42
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: “Futsal Chute e Domínio de Bola”
Objetivos:
• Desenvolver a visão de jogo;
• Estabelecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Promover a socialização.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras
do jogo. Iniciando com a brincadeira "mãe-cola" com finalidade de aquecimento para
atividade seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• Formaram dois círculos, perto um do outro onde que iram ficar sentados,
cada individuo de cada grupo ficará com um numero tendo assim dois
numero igual sendo um de cada grupo, onde que falar um número os
mesmos terão que se levantar e correr até uma bola que ficará na marca de
pênalti e quem chuta primeiro pontua sem que haja pontapés entre si, assim
sucessivamente.
• Aula prática (expositiva dialogada) envolvendo a participação dos alunos no
que diz respeito ao seu conhecimento referente ao assunto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas;
• Quadra
Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 43
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Atletismo- Corridas
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Corrida de revezamento: formar três equipes, o ultimo aluno da coluna
receberá um bastão. Ao sinal combinado, correrá pelo lado esquerdo,
contornando a coluna e voltando ao seu lugar. Entregará o bastão ao colega
da frente que repetirá a corrida. Os demais procederão da mesma forma até
o bastão retornar ao primeiro aluno da coluna.

• Corrida de transportes: dois grupos divididos em números iguais. Deixar os


alunos escolherem seus grupos. Os grupos ficarão atrás de uma linha
demarcada. O primeiro aluno de cada grupo estará com três ou quatro bolas
na mão. Ao sinal, sairá correndo transportando as bolas para colocá-las
dentro de um arco, colocado ao lado oposto. Depois voltará correndo para
tocar na mão do segundo da equipe, que, por sua vez, deverá buscar as
bolas e entrega-las ao terceiro, que as colocará no arco novamente e assim
sucessivamente. O aluno que deixar a bola cair ou rolar fora do arco deve
apanhá-la e coloca-la no lugar para continuar o jogo.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.

Recursos:
• Bastão;
• Arcos
• Bolas.

Referências:
Coleção repensando a educação física: da educação infantil ao ensino fundamental.
Modulo 2- equipe bnl; curitiba: bolsa nacional do livro,2009.
Plano de aula 44
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Atletismo- Corrida e Arremesso
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.

• Lançar, buscar e correr: montar dois grupos com número igual de alunos.
Os grupos estarão em coluna, atrás de uma linha demarcada, de frente para
um alvo, que poderá ser um arco ou pneu. Ao sinal, o primeiro de cada
coluna deverá arremessar a bola em direção ao arco ou pneu, buscá-la e,
correndo, trazê-la ao segundo da coluna e assim sucessivamente. Será dado
um tempo para o grupo realizara atividade.
• Distribuir e recolher: dois grupos, com número igual de alunos, estarão em
coluna atrás de uma linha demarcada. Na frente das colunas serão colocados
quatro arcos, distantes 2 metros um do outro e uma caixa com quatro bolas
para cada grupo, ao lado da linha de saída. O primeiro corredor deverá
carrega-las uma a uma, em quatro corridas, colocando-as dentro dos arcos
dispostos à frente. O corredor seguinte deverá apanhá-las, uma a uma, em
quatro corridas. Será vencedor o grupo que terminar em primeiro.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.

Recursos:
• Caixa;
• Arcos;
• Bolas.

Referências:
Coleção repensando a educação física: da educação infantil ao ensino fundamental.
Modulo 2- equipe bnl; curitiba: bolsa nacional do livro,2009.
Plano de aula 45
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Drible, Mudança de Direção.
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: duplas com uma bola no final da quadra, o aluno, que
está com a bola realizará movimentos da progressão 3 passos de um lado a
outro da quadra depois o colega realizará os mesmos movimentos.
• Segunda atividade: duplas, com uma bola, um de frente para outro, o aluno
que estiver com a bola passará ao colega, correrá, receberá de volta,
realizará uma finta de ameaça de arremesso, driblará e arremessará em
algum alvo ou numa parede ou simplesmente faz o gesto do arremesso com
salto; como sugestão, 10 vezes para cada aluno.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 46
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Adaptação à bola, Passe/ Recepção, Jogo
Pré- Desportivo
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: cada aluno com uma bola correndo pela quadra; ao sinal
do professor, lançará a bola para cima, agachará tocando no solo com as
duas mãos e tornará a pegar a bola. Idem ao anterior, só que, ao invés de
agachar, realizará um giro completo e pegará a bola.
• Segunda atividade: duplas, um de frente para o outro; irão realizar passes
de ombro no comprimento da quadra... Distantes 10 a 15 metros. Idem ao
anterior, só que realizando passe com salto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 47
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Sistema De Defesa
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividade:
• A turma será dividida em grupos de 7 alunos e realizaremos partidas de
handebol, só que colocaremos uma questão em relação à evolução do
sistema de defesa.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 48
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquetebol- Sistemas Táticos
Objetivos:
• Reconhecer a importância dos sistemas de jogo e táticas no desenvolvimento
esportivo;

• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.


Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula, em seguida realizar um alongamento.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
analise e interpretação e criando novos significados para o conteúdo proposto.
Atividade:
• Minijogos de basquetebol 5 x 5: sendo a composição normal de cinco
jogadores, jogo realizado em meia quadra. A intenção, com esse tipo de jogo
é que os alunos atendem para a organização coletiva da equipe, tanto na
situação de defesa como na de ataque. O jogo poderá ser realizado
inicialmente apenas com passes para posterior introdução do drible.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola de basquetebol
• Coletes
Referências:
Caderno do professor- ensino médio 1ª série v.1.
Plano de aula 49
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Futsal
Objetivos:
• Desenvolver nos alunos a trabalhar em grupo, fazendo com que eles
assimilem com a convivência na sociedade, buscando ajudar uns aos outros.
• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.
Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo os
objetivos.
Desenvolvimento:
A atividade tem como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do
individuo.
Atividades:
• Primeira atividade

Os alunos realizarão o passe em um determinado lugar o professor jogara a


bola para o alto e os mesmos irão disputar a bola e finalizar para o gol.

• Segunda atividade:

Formaram um circulo onde ao centro ficará um aluno que tentará em forma


de passe fazer com que a bola saia fora do circulo e os que tiver no circulo
não poderá deixar a bola sair fora.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas

Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 50
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Pré- Desportivo Para o Basquetebol
Objetivos:
• melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;

• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;


Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na aula
seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista assim
promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo com
que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando dimensões
afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• De um lado da quadra ponha os quatro cones e atrás de cada cone divida os
alunos e os ponha em fila indiana. No centro da quadra ponha o bambolê
(arco) com as quatro bolas de basquete dentro. Ao sinal do professor o
primeiro de cada fileira (cone) pega uma bola de basquete e tentara fazer a
cesta (todos ao mesmo tempo e na mesma tabela). Marcará ponto a primeira
fila que acertar a cesta e colocar a bola novamente dentro do bambolê (arco).
Síntese integraora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
Referências:
Aulas de basquetebol nas faculdades integradas de itararé 2013.
Plano de aula 51
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Jogos Cooperativos
Objetivos:
• Desenvolver nos alunos a trabalhar em grupo, fazendo com que eles
assimilem com a convivência na sociedade, buscando ajudar uns aos outros.
• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.
Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposito da abordagem dos jogos cooperativos,
desenvolvendo a cooperação entre os alunos fazendo com que todos estejam
envolvidos e não a priorização da competição.
Atividades:
Jogo da velha

• O professor deverá riscar no chão as linhas do jogo da velha. O jogo será ser
executado com os alunos em fileira 4 fileiras (duas fileiras por equipe uma de
frente para a outra) o primeiro aluno de uma das duas fileiras recebera uma
bola, ao sinal do professor esse aluno devera correr ate outra fileira de sua
equipe passar para seu colega e ir ate o tabuleiro do jogo da velha, ganha
quem conseguir se colocar três peças iguais em diagonal, horizontal ou
vertical.
O comandante

• A turma deverá ser posicionada em círculo e em pé. Um aluno deve se retirar


do ambiente e a turma deverá escolher um colega para ser o comandante.
Quando o aluno que foi retirado voltar, todos deverão fazer os gestos que o
comandante determinar através de mímica, este não deverá demorar para
trocar os gestos, o aluno que esteve ausente deverá ter 3 chances para
descobrir quem é o comandante se acertar continua na próxima rodada e a
turma troca o comandante.
Telefone sem fio

• Sentados em círculo o professor ou um aluno deverá sussurrar uma frase no


ouvido do companheiro da direita, este deverá repetir a frase para o próximo
da direita e assim sucessivamente. O último aluno deverá falar alto para
todos qual a frase que chegou a seus jogos e brincadeiras para aquecimento
e volta a calma ouvidos. Geralmente a frase chega toda distorcida gerando
um clima descontraído e divertido.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Aulas de educação para paz nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 52
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquetebol- Armação
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;
Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividades:
• Equipes com 5 componentes; um dos jogadores estará usando um colete
para se diferenciar dos outros alunos. Este jogo tem como objetivo destacar a
função do armador na equipe. Em todas as saídas de bola, quem deverá
recebê-la é o aluno que está com o colete e, somente após o seu passe, a
equipe poderá tentar finalizar a jogada. Pode-se limitar o número de passes
que este jogador deve executar, antes da finalização da jogada pela sua
equipe. Pode-se também estipular um tempo para que cada aluno fique como
armador, propiciando que todos possam passar por esta posição.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, Itapeva sistema de ensino aprende Brasil
Plano de aula 53
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividade:
• Este jogo se organiza com ênfase na defesa por zona, enfatizando o trabalho
realizado pelo meio da defesa. A defesa deve posicionar-se na linha dos 6
metros, acompanhando a movimentação da bola feita pelo ataque. Os dois
defensores centrais devem determinar quem marca o pivô e o outro deverá
saltar para o bloqueio do arremessoda equipe adversária, que deverá
acontecer da armação central.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
• Livro do professor, itapeva sistema de ensino aprendebrasil
Plano de aula 54
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquete-Condução Da Bola
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
A atividade tem como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do
individuo.
Atividades:
• A turma será dividida em dois grupos e cada grupo se subdividirá em duas
filas, dispostas frente a frente. Cada grupo estará de posse de uma bola. Os
alunos devem executar o drible, deslocando-se até entregar a bola ao
primeiro aluno da fila para, em seguida, dirigir-se ao final dela. Repete-se o
exercício até que todos os alunos troquem de lugar.
Variação: drible (alto, médio, lento) e a movimentação (de frente, de costas,
em ziguezague, com obstáculos, etc.), a fim de aumentar a complexidade do
exercício.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, itapeva sistema de ensino aprendebrasil
Plano de aula 55
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Finalização no Futsal
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• A turma será dividida em dois grupos, ambos dispostos em fila. No fundo da
quadra, ficará o grupo sem bola e, no outro lado da quadra, o grupo com a
bola. O primeiro aluno da fila que estará na diagonal do outro lado da quadra
fará o passe da bola com o pé para o centro. Ao mesmo tempo, um aluno da
outra fila deverá deslocar-se com velocidade, finalizando com um chute em
gol. Após a finalização, este aluno deverá entrar na fila contrária à que ele
iniciou. Repete-se o exercício, colocando um goleiro e fazendo com que
todos passem pelas três posições. Os passes e o deslocamento dos alunos
devem ser variados, dos mais simples aos mais complexos. Devem-se
alternar os tipos de corrida e as formas de chutar a bola: com o bico do pé,
com a parte interna do pé, etc.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, Itapeva sistema de ensino aprende Brasil
Plano de aula 56
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Aprimorar o desempenho na realização de atividades que necessitem a
atenção, concentração e agilidade;
• Aprimorar a capacidade física dos alunos e suas habilidades motoras;
• Fornecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Proporcionar a convivência em grupo

Introdução:
Breve explicação sobre o que será realizado em aula, expondo as regras do
jogo e os objetivos a serem alcançados e motivando os alunos.
Desenvolvimento:
A atividade tem como parecera abordagem construtivista-interacionista
assim gerando a construção do conhecimento do indivíduo e a interação da mesma,
também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do indivíduo.
Atividade:
Será realizado em quatro estações, sendo desenvolvido anteriormente um
aquecimento seguido de alongamento.
Aquecimento: pega-pega em cima das linhas da quadra como forma de
reconhecimento do espaço.
1ª estação: formaram um círculo com um aluno no centro, esse aluno estará com
uma bola de vôlei na mão e jogara a bola para cima e falara um nome se o nome
que ele falo não pegar a bola sairá da brincadeira.
2ª estação: em duplas os alunos iram trocar toque em uma determinada marca no
chão da quadra até o ponto demarcado. (podendo agarrar a bola caso não consiga
fazer o toque direto.
3ª estação: nas linhas laterais da quadra os alunos ficaram jogando a bola uns para
o outros onde que quem for receber tem que ser na posição de toque.
4ª estação: um jogo adaptado visando trabalhar o passe onde os aluno jogaram
segurando a bola,até que chegue ao outro lado da quadra.
Síntese integradora:
Será formado um círculo em seguida um breve comentário sobre a aula e quais
objetivos foram alcançados com sugestões dos alunos para suprir as dificuldades no
desenvolvimento da aula.
Recursos:
• Quadra ou pátio podendo ser adaptado ao local;
• Bolas;
• Cones;
• Cronometro
• Apito.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 57
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Desenvolver a visão de jogo;
• Estabelecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Promover a socialização.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras
do jogo. Iniciando com a brincadeira "mãe-cola" com finalidade de aquecimento para
atividade seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• Formaram dois círculos, perto um do outro onde que iram ficar sentados,
cada individuo de cada grupo ficará com um numero tendo assim dois
numero igual sendo um de cada grupo, onde que falar um número os
mesmos terão que se levantar e correr até uma bolade vôlei que ficará
próximo da rede de vôlei quem passar a bola primeiro de toque por cima da
rede primeiro pontua, assim sucessivamente.
• Aula prática (expositiva dialogada) envolvendo a participação dos alunos no
que diz respeito ao seu conhecimento referente ao assunto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas de vôlei;
• Quadra
• Rede
• Apito

Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 58
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do indivíduo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
Os alunos ficaram dentro da quadra de vôlei realizando o toque e ao apito os
mesmo pegaram a bola e saíram correndo e entregaram para os alunos que tiver
esperando.
A próxima atividade e uma variação da primeira onde os alunos faram agora a
manchete dentro da quadra de vôlei, lembrando não podem sai da demarcação das
linha de vôlei.
Jogo para encerrar de três corte.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Apito.
• Bolas.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 59
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.

• Os alunos formaram duplas e cada um da dupla ficara de um lado da quadra


assim ficaram trocando saques por cima da rede sendo eles considerados
saque por baixo ou por cima.

variação da primeira atividade, o aluno que tiver esperando a bola chegar


para sacar ficara em posição de espera e tentara efetuar a recepção sendo
ela de toque ou de manchete, assim sucessivamente.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Quadra de vôlei
• Bolas.
• Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 60
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: os alunos iram pegar formar duplas e trocaram toques e
manchetes um de frente para o outro sem deixar a bola cair.
• Segunda atividade: duplas, com uma bola, um de frente para outro, os
alunos realizaram um corte em cima do colega sendo 10 vezes de cada e o
que tiver esperando tentara defender esse corte tentando ter o domínio da
bola.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de Aula 61
Disciplina: Educação Física:
Conteúdo: Recreação
Objetivos:
• Conhecer seus próprios limites;
• Desenvolver habilidades motoras básicas;
• Compreender a importância do trabalho em grupo.

Introdução:
Reunir os alunos num círculo, explicar como vai ser a aula, demonstrando a
importância das atividades físicas para saúde e o bem estar. No aquecimento será
feito uma atividade recreativa onde trabalhará cooperação e habilidades físicas.
Serão desenvolvidos jogos e brincadeiras.
Desenvolvimento:
Pacman (Aquecimento) Pega-pega na quadra, porém só é permitido andar por
cima das linhas da quadra. O "pacman" (pegador) também deverá andar apenas
pelas linhas. Quem for pego, deverá sentar no local exato onde foi pego e servirá de
obstáculo para quem está fugindo, mas NÃO para o pacman", ou seja, o pegador
pode pular as pessoas que foram pegas por ele e estão sentadas no chão, mas os
fugitivos não podem pular esses obstáculos. Quem for o último a ser pego será o
vencedor.
Corrida de obstáculos
Jogam dois corredores, que deverão percorrer uma distância e chegarão fim,
enfrentando obstáculos (os obstáculos serão pessoas curvadas). Quem cruzar a
linha de chegada primeiro vence.
Travessia
Escolhe-se quem vai ser o barrador. O barrador ficará no centro do terreno e deverá
tentar impedir que os participantes (um de cada vez) ultrapassem e cheguem até o
fim. O barrador poderá correr atrás do intruso, o importante é tocá-lo. Se o intruso
conseguir chegar no fim do terreno sem ser pego, volta a compor o grupo de
pessoas que está esperando para brincar. Se o barrador conseguir pegar o intruso
(ele dirá: "barrei!"), este une-se a ele com as mãos e também vira barrador, com o
mesmo objetivo. O jogo acaba quando todos viram barradores.
Síntese Integradora:
Os alunos irão formar um círculo onde alongaram, e ao final do alongamento
conversarão sobre a aula.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 62
Disciplina: Educação Física
Conteúdos:Conhecimento sobre o corpo.
Objetivos:
• Desenvolver a coordenação motora básica.

Desenvolvimento:
Alongamento/Aquecimento
Conversa em círculo explicando como vai ser a aula. Pedir para que umdos alunos
seja o pegador, quando ele conseguir pegar um colega este o ajudará apegar os
demais, mas agora com as mãos dadas. Assim que eles forem pegandomais
amigos os demais também se juntarão a eles com as mãos dadas, formandouma
corrente. Até que restem somente cinco alunos para serem pegos.

Primeira atividade:
- Dispor as crianças em duas colunas atrás de uma linha traçada no final do pátio,
cada coluna com distância de mais ou menos três metros uma da outra. Colocar o
saquinho cinco metros à frente de cada coluna. Aluno que estiver na frente da
coluna colocará a mão direita por entre as pernas e segura a mão esquerda do seu
colega que estiver atrás, e assim sucessivamente.
Ao sinal do professor todos irão até a garrafa PET e retornará para a linha de
chegada. Quando chegar lá muda de mão e retorna novamente ao sinal do
professor. Posteriormente muda o colega que estava na frente, coloca quem estava
atrás para frente e quem estava à frente para trás. Segunda atividade: Ainda em
colunas, agora deitados no chão, e cada um segurando o calcanhar do seu colega
que está à frente. Ao comando do professor uma dupla de cada equipe irá se
rastejando até a garrafa PET, contorna e retorna para sua equipe, onde sairá outra
dupla. Quando terminarem as duplas o professor poderá fazer algumas variações,
seja, com quatro crianças, com seis ou com oito.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Garrafa descartável de dois litros com um pouco de areia dentrogiz

Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 63
Disciplina: Educação Física
Conteúdos:
Objetivos:
• Melhorar a atenção e a concentração.

Desenvolvimento:
Alongamento/Aquecimento:
Rápida explicação da atividade. Pega-pega de mãos dadas.
Mãe-cola, para descolar tem que dar um abraço no amiguinho.
Um breve alongamento.

Estafeta de saltitos
Fazer grupos de cinco à seis alunos. Determinar um espaço e uma distância para a
brincadeira. Saltitos com o pé direito e volta com pé esquerdo; em duas duplas de
mãos dadas; com uma bola entre as pernas na altura do tornozelo; saltitando
agachado, saltitar pulando corda (um aluno vai e outro volta).

Recreação com bolas:


Na primeira atividade os alunos formarão um grande círculo onde um dos alunos
ficará no centro do círculo com a bola na mão. Ao sinal do professor o aluno irá
chamar o nome de um dos colegas e retornará para o círculo. O garoto que foi
chamado terá que pegar a bola antes que ela caia no chão. Chamar o maior número
de nomes possíveis. Na segunda atividade o professor dividirá os alunos em quatro
equipes dependendo do número de alunos. Chama uma equipe para o centro e
pede parque os outros fiquem no círculo grande cercando-os. O grupo que estiver
no centro terá que manter a bexiga que professor jogar para eles no ar. Primeiro o
professor lançará somente uma bexiga depois duas, depois três, até que eles
deixem cair humano chão. O professor tem que sempre está se movimentando e
tentando tirar sua atenção.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Uma bola leve e grande e bexigas
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 64
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Recreação
Objetivos:
• Desenvolver as habilidades motoras básicas.

Desenvolvimento:
Aquecimento: Pique Está em Dupla Os alunos estarão de mãos dadas
formando duplas. Os pegadores que estarão na mesma formação. A dupla que for
pega passará a função de pegador.
Parte Principal
Treinando Arremesso:
Cada um faz uma bolinha com uma folha de jornal. Em seguida desenvolver as
seguintes propostas:
Brincar à vontade;
Dois a dois um joga a bolinha para outro pegar uma vez com a mão direita e outra
vez com a mão esquerda.
Dois a dois - um faz cesta com seus braços e o outro arremessa a bolinha tentando
acertar na cesta. Primeiro com a mão direita e depois com a mão esquerda.
Um bambolê preso a trave os alunos a cerca de cinco metros tentam acertar dentro
do bambolê com a mão direita e com a mão esquerda.
Pique - Bandeira
Separam-se os alunos em dois grupos e delimita-se o espaço em que acontecerá o
jogo (podendo ser a quadra de handebol, por exemplo). Solicita-se que os grupos se
posicionem em cada metade do espaço ou quadra, alonga-se e coloca-se uma
bandeira em cada extremidade. Os alunos terão de cruzar a metade ocupada pelo
outro grupo, capturar a bandeira que lhes pertence e retornar à sua metade. Assim
que os alunos cruzam a metade da quadra, os integrantes do grupo pertencentes
àquele espaço poderão colá-los. Os alunos colados poderão ser descolados pelos
colegas livres do seu grupo. Marca o ponto o grupo que recupera sua bandeira e
posiciona-se na sua metade com todos os integrantes.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Bolinhas de papel, bandeiras (pode ser qualquer pano) área de espaço amplo.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 65
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Iniciação ao Basquete.
Objetivos:
• Vivenciar o basquete.
• Desenvolver os fundamentos básicos do basquete.

Desenvolvimento:
Aquecimento - Pique bola ao ar:
O jogador de posse da bola deve correr e jogá-la para cima dizendo o nome de uma
criança participante que deverá apanhar a bola antes dela cair no chão e
arremessá-la contra outro participante. O jogador que foi “acertado” reinicia o pique.
Caso ninguém seja “acertado” o participante que arremessou é quem reinicia a
brincadeira.
Experimentando o Basquete
Inicia-se experimentando os movimentos corporais relativos ao esporte: Dispersos
pela quadra, ao sinal da professora deslocar-se para frente, para trás, saltar… Obs.:
proponha desafios estimulantes! Torne divertido! Use a criatividade.
Experimentar o manejo de bola: dividir a turma em grupos de acordo com a
quantidade de bolas disponíveis. Ao sinal do professor cada aluno pega 1 bola e por
5 minutos realiza os movimentos: passar de uma mão para outra, lançar ao alto
deixar dar um quique e abafar com as 2 mãos, etc.
Posicionar os alunos em colunas em uma das extremidades da quadra e propor
que eles se desloquem quicando a bola: ida com a mão direita e a volta com a mão
esquerda.
Prática de Arremesso:
Forma-se colunas nas quatro extremidades da quadra, de frente para o meio.
Numeram-se os alunos de cada coluna, conforme a sua totalidade. Posicionam-se
as quatro bolas de basquete ao centro da quadra, uma para cada equipe. Ao
comando do professor, o número chamado levanta-se, dirige-se até o meio, pega a
bola referente à sua equipe, volta em direção à cesta de basquete próxima de onde
estava sentado e a arremessa até realizar o ponto. Conforme as cestas forem
convertidas, os alunos retornam até o meio da quadra com a bola, deixando-a onde
estava, e retornam ao seu lugar inicial. Os pontos são marcados por ordem de
chegada.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Bolas de Basquete ou Bolas de Borracha
Referências:
Bezerra, Marcos BASQUETEBOL 1000 EXERCICIOS
Plano de Aula 66
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades com Cordas e Arcos
Objetivos:
• Compreender seu próprio corpo em equilíbrio estático e dinâmico.

DESENVOLVIMENTO:
Aquecimento - Pega – pega “nunca três”:
Em duplas espalhadas pela quadra. Tendo um pegador e um fugitivo. O que está
fugindo para ser salvo deve pegar na mão de um colega, o outro que fazia dupla
com este se torna o novo pegador e o que estava pegando vira fugitivo.
Montar vários tipos de amarelinha com os arcos, fazendo com que as crianças
pulam por todos os arcos. Passar entre o arco: fazer com que a criança pule alguns
arcos, passe no meio de outros em forma de circuito.
Forma-se um círculo, todos de mãos dadas, estes vão passando entre o arco. Não
pode soltar as mãos, com o tempo acrescentam-se mais arcos, sendo que estes
não podem encostar um no outro.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Arcos
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 67
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades Lúdicas e Recreativas.
Objetivos:
• Vivenciar as valências físicas, lateralidade e a percepção espaço-temporal.
• Cooperar demonstrando iniciativa e companheirismo nas atividades.

Desenvolvimento:
Aquecimento-Vivo ou Morto:
Os alunos estarão reunidos com o professor no centro da quadra, e ao sinal de
comando do mesmo agacharão (morto) ou levantarão (vivo).
Pique Elefante:
O aluno pegador estará simulando uma tromba de elefante e tentará pegar um dos
outros colegas lhe passando a função de pegador.
Identificação de Cores:
Os alunos estarão reunidos num lado da quadra, enquanto que bambolês com cores
diferenciadas estarão do outro lado da quadra. O professor falará uma cor e os
alunos correrão e, direção ao bambolê correspondente.
Pique Tá Com Bola de Meia:
O aluno pegador estará de posse de uma bola de meia e tentará pegar um outro
aluno encostando a bola de meia e consequentemente lhe passando a função de
pegador. Caso necessário há possibilidade de aumentar o número de pegadores.
Chicotinho Queimado:
Os alunos estarão sentados em círculo no meio da quadra. Um aluno estará fora do
círculo de posse de uma bola com a finalidade de deixar a bola atrás de um dos
colegas do círculo. Este aluno escolhido pegará a bola e tentará pegar o outro aluno
antes que ele sente em seu lugar.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Bola de Meia, Bambolê, Bola.
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 68
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Atividades Lúdicas e Recreativas
Objetivos:
• Vivenciar algumas valências físicas e movimentos naturais,
• Executar atividades com o máximo de eficiência em menor tempo possível.

DESENVOLVIMENTO:
Juntar-se em grupos (Aquecimento)

Os alunos estarão espalhados pelo pátio e ao sinal do professor irão se juntando em


duplas, depois em trios, quartetos etc.

Nunca três

Os alunos farão duplas e ficarão espalhados pelo pátio, será escolhido um para ser
o pegador, esse correrá atrás das duplas e ao pegar um da dupla, o outro que não
foi soltará desse colega e irá atrás de outra dupla.

Dança das cadeiras cooperativas

Disponha as cadeiras como você faz no jogo tradicional das cadeiras. O segredo do
jogo é não eliminar nenhum participante, só cadeiras, ou seja, a cada rodada, você
retira uma cadeira e ainda assim todos deverão sentar-se, como puderem: no colo,
no braço da cadeira, deitado sobre os colegas etc ... Neste jogo não há vencedores.
Sombra

É uma espécie de passeio sincronizado. Forma-se uma fila de pessoas, uma atrás
da outra, e o mestre fica na ponta. Tudo que o mestre fizer, os participantes deverão
fazer também. Aonde ele entrar, os outros deverão entrar também. Se o mestre fizer
exercícios corporais, posições e movimentos engraçados.

Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Cadeiras
Referências:
Trabalhando com recreação Vinicius Ricardo CavallariVany Zacharias
Plano de Aula 69
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos Populares
Objetivos:
• Superar os desafios impostos pelos jogos;
• Experiências Jogos Populares;
• Reconhecer os Jogos Populares como patrimônio cultural brasileiro.

Desenvolvimento:
Jogo da amarelinha
Os alunos sentados esperando a vez para jogarem. Um aluno por vez realizara
saltos da amarelinha evitando tocar nas linhas que a marcam, (caso pise esse,
deverá passar a vez para o próximo aluno e assim sucessivamente). Vence o jogo,
o aluno que alcançar o ultimo nível da amarelinha.

Mamãe posso ir?


Os alunos estarão enfileirados, e um aluno por vez perguntara a outro aluno que
fará o papel da mamãe (Mamãe, posso ir?) esperando a permissão que será dada
em passos de animais. Passos grande para formiga, e passos curtos para formiga e
passos para traz de caranguejo, vence o jogo o aluno que alcançar primeiro a
Mamãe.

Queimada:
A turma dividida em 2 equipes, cada equipe deverá ocupar o espaço do seu campo
de jogo, onde cada aluno devera evitar ser acertado pela bola ou agarrá-la. Caso
venha a ser acertado esse aluno deverá ocupar o espaço do jogo conhecido como
cemitério. Vence o jogo a equipe que queimar todos os componentes da outra.

Variação: A introdução de várias bolas no jogo para deixá-lo mais dinâmico ou


escolher um aluno para ser um escudo que poderá entrar na frente da bola salvando
os seus companheiros de equipe.

Correio secreto:
- Formarão duas colunas de alunos sentados. O último aluno de cada coluna devera
escrever uma mensagem na costa do próximo aluno que deverá fazer o mesmo e
assim subsequente até que a mensagem chegue ao primeiro aluno que deverá dizer
qual é a mensagem ou palavra, vence a coluna que passar a mensagem correta.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:

- Bolas e giz para marcar o campo de jogo, uma pedrinha para jogar.
Referências:

Luciana Pereira, Graduada em Licenciatura em Educação Física – UniCEUMA.


FERREIRA, Vanja. Educação Física – Recreação, Jogos e Desportos; Rio de
Janeiro
Plano de Aula 70
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos ao ar livre/ dinâmicas em grupo
Objetivos:
• Desenvolver a socialização desinibição;
• Experiência em variados movimentos naturais.

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos, iniciando
brincadeira pega-rabinho com intuito de aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Dinâmica do “Mestre"
Em círculo os participantes devem escolher uma pessoa para ser o adivinhador.
Este deve sair do local. Em seguida os outros devem escolher um mestre para
encabeçar os movimentos/ mímicas. Tudo que o mestre fizer ou disser, todos
devem imitar. O adivinhador tem 5chances para saber quem é o mestre. Se errar
volta e se acertar o mestre vai em seu lugar.
Gruda aranha
Um pegador (aranha) no centro de um círculo formado pelos outros fugitivos
(mosquinhas). Ao sinal do monitor que gritará “GRUDA ARANHA”, as moscas
devem fugir até o local pré-determinado e a aranha deve tentar pega-las. As moscas
que forem pegas iram se transformar em aranhas também (pegadores). É
considerada a “mosquinha” campeã, a última a ser pega.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Não Precisou.
Referencias:
ARAUJO,E. Pasta de atividades da disciplina de Recreação. FAFIT/FACIC 2010.
Plano de aula 71
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma
breve conversa de como será desenvolvida a aula.
As aulas serão de recreação, envolvendo jogos e brincadeiras, sendo o
primeiro o “fugi fugi”, segundo “nunca três”, e por terceiro o “pique bandeira”.
Desenvolvimento:
1° Pega fugi: em um espaço similar de uma quadra os jogadores se posicionam atrás
da linha de fundo, e o pegador se posiciona atrás da outra linha de fundo. Quando o
pegador falar “lá vou eu”, os jogadores falam “fugi fugi”, e correm tentando
ultrapassar a linha de fundo oposta sem serem tocados. Caso sejam tocados, ficam
parados no mesmo lugar onde foram pegos e passam a ser pegadores fixos,
ajudando o outro jogador.
2º Nunca três: os jogadores em duplas se distribuirão aleatoriamente pela quadra.
São escolhidos um pegador e um fugitivo. Quando o fugitivo se cansa, procura o
“pique” em alguma dupla, e senta-se atrás do colega, onde o outro componente da
dupla, se levanta rapidamente e passa a ser o pegador.
3° Pique bandeira: utiliza-se de uma quadra . O objetivo do jogo é atravessar o
campo adversário e pegar a bola que se encontra lá, e tentar voltar para seu campo
sem ser tocado pelo adversário. Caso seja tocado, este ficará parado e somente será
salvo se for tocado por outro jogador da mesma equipe.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 72
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Coelhinho sai da toca: os alunos espalhados pelas quadra estarão em duplas
formando uma “toca” e um aluno estará dentro dessa toca sendo o “coelhinho”. Ao
comando do professor, (coelhinho sai da toca) todos os coelhinho deverão trocar de
tocas, quem ficar sem toca paga um castigo leve como pular num pé só ou imitar
algum animal.
Variação: Toca sai do coelhinho.
2ª Pisa pisa: o professor traça uma linha de chegada no chão. Os alunos em duas
equipes, encontram-se distantes dessa linha de chegada, ou seja, na linha de
largada e devem estar munidos com dois pedaços de jornal. A um sinal dado, o
aluno partirá caminhando sempre sobre os pedaços de jornais, que deverão levar
adiante com as mãos depois de cada passo. Vencerá a equipe que primeiro
conseguir completr a tarefa.
3ª Estourar balão: os participantes serão divididos em grupos e, no espaço de jogo,
terão como objetivo estourar os balões dos jogadores de grupos “adversários”. Os
balões deverão estar presos no tornozelo dos participantes. Será vencedora a
equipe do último jogador que ficar com seu balão cheio.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 73
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos

• Desenvolver a atenção, agilidade e criatividade;


• Desenvolver espírito colaborativo;
• Criar estratégia para vencer.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pegar a bola e não ser pego: Forma se duas equipes com o mesmo número de
participantes e numerados cada uma com os mesmos números de modo tenha um
correspondente na equipe adversária, posicionando a uma distância de
aproximadamente 6,00m uma de frente a outra. O professor divide o espaço entre
as equipes (3,00m) e coloca uma bola e explica que quando chamar (ex. número
5), os alunos de cada equipe identificados com tal número deverão correr até o
centro, pegar a bola e voltar para sua equipe sem ser tocado pelo adversário. Se
conseguir marca um ponto para sua equipe, mas se for tocado, o ponto será
marcado pela equipe adversária. A brincadeira segue até que uma das equipes
complete 10 pontos.
2ª Desafio coletivo: Forma-se duas equipes e escolhem duas crianças para
“baterem” a corda. A corda sendo batida continuamente, as equipes formam fila
indiana e define qual delas começa o jogo. Ao sinal do professor os integrantes
das equipes passam um a um a cada batida da corda, contando. Quem já passou,
dá a volta e entra na fila outra vez. Se errar, é a vez da outra equipe. Vence a
equipe que somar mais pontos.
3ª Elefante colorido: dentro de um espaço determinado, um aluno será o elefante e
ficará de costas para os colegas. Ao comando de voz da cor desejada por ele só
poderá passar em segurança aquele que tiver aquela cor, mas não tiver o elefante
pode tentar o pegar na travessia. Quando alguém é pego vira o elefante.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 74
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega em cima das linhas: como um pega-pega normal, mas a diferença é
que só pode andar sobre as linhas demarcadas na quadra.
Variação: pode-se aplicar também dento também da mesma metodologia, andar
sobre as linhas, o pega-pega ponte, pedra e túnel.
2ª Bola acima da cabeça: Formam-se duas colunas com o mesmo nº de
participantes, distribui uma bola ao primeiro jogador de cada coluna, explica que
deverão passar a bola ao colega seguinte com ambas as mãos por cima de sua
própria cabeça e segue o procedimento até o último jogador da coluna que por sua
vez corre para frente e repete o exercício de modo que quem deu inicio retorne
novamente na posição onde começou o jogo. A equipe ou coluna que realizar a
tarefa por primeiro, sem deixar a bola cair no solo será declarada vencedora.
3ª Desafio coletivo: Formam-se duas equipes e escolhem duas crianças para
“baterem” a corda. A corda sendo batida continuamente, as equipes formarão filas
indianas, e definirá qual delas começa o jogo. Ao sinal do professor os integrantes
das equipes passam um a um a cada batida da corda, contando. Quem já passou,
dá a volta e entra na fila outra vez. Se errar, é a vez da outra equipe. Vence a
equipe que somar mais pontos.
4ª Queimada do rei: como uma queimada tradicional, a única diferença é que para
vencer basta queimar o rei da equipe adversária.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 75
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega pega corrente: como um pega pega normal, a diferença é que ao ser pego,
se juntará de mãos dadas com o colega e o ajudará a pegar os outros colegas, e
assim sucessivamente.
2ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
3ª Bola acima da cabeça: Formam-se duas colunas com o mesmo nº de
participantes, distribui uma bola ao primeiro jogador de cada coluna, explica que
deverão passar a bola ao colega seguinte com ambas as mãos por cima de sua
própria cabeça e segue o procedimento até o último jogador da coluna que por sua
vez corre para frente e repete o exercício de modo que quem deu inicio retorne
novamente na posição onde começou o jogo. A equipe ou coluna que realizar a
tarefa por primeiro sem deixar a bola cair no solo será declarada vencedora
4ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 76
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade e atenção;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Mãe-cola: como um pega-pega tradicional, a diferença é que ao ser pego, o aluno
irá ficar parado (colado), e para ser descolado basta um colega passar por entre
suas penas.
2ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
3ª Vassourobol: O grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são
numerados individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da
extremidade do campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita.
Sobre cada linha de fundo é colocada uma cadeira, que servirá como gol ou meta, e
sobre cada cadeira é colocada uma vassoura comum. Uma bola é colocada no
centro do campo de jogo. Ao sinal do educador, que enuncia um determinado
número, os dois jogadores de cada equipe correspondentes a esse número pegam
as vassouras e, utilizando-as como tacos de hóquei, tentam empurrar a bola para
dentro da meta adversária. A rodada termina após todos os jogadores terem sido
chamados e os pontos são contados. Recomenda-se que a numeração seja feita
considerando uma correspondência com o grau de habilidade de cada criança.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 77
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver agilidade, atenção e velocidade;


• Criar estratégias para vencer;
• Desenvolver a cooperação em grupo;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Procurando um ninho: os alunos estarão dispostos aleatoriamente pela quadra, e
também bambolês com um número inferior ao de alunos. Eles andarão pea quadra
de forma desordenada, e ao sinal (apito) do professor entrarão dentro de um
bambolê, de modo que fique apenas um aluno em cada. Vence aquele aluno que for
o último a sair.
2ª Acerte o alvo: divididos em dois grupos, formarão colunas, cada uma de frente a
um cone a uma determinada distância, com o objtivo de arremessar um bambolê e
este se encaixe no cone. Vencerá a equipe que conseguir encaixar mais bambolês.
3ª Queimada: jogo tradicional. Divididos em duas equipes em um espaço
determinado, com uma bola tentarão “queimar”, acertar a bola nos adversários.
Quem for queimado vai para a linha de fundo da quadra oposta. Vence a equipe que
consegir queimar todos seus adversários.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 78
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Boliche: será dividido em duas equipes, formando 2 colunas, em seguida será
distribuído na frente de cada coluna 5 pinos ( ou garrafas pet ). O objetivo da
brincadeira é que cada aluno jogue uma bola e tente derrubar os pinos ( garrafas). A
equipe que derrubar mais pinos será a vencedora.
2ª Lenço atrás: os alunos dispostos em círculo e abaixados ou sentados no chão. O
professor escolhe um jogador que receberá um lenço (ou outro objeto que possa
substituí-lo), então o aluno caminha pelo lado de fora do círculo e aleatoriamente
sem que percebam deixa o lenço atrás de um colega, onde este pegará o lenço e
correrá atrás do colega tentando pegá-lo. Caso isso aconteça o colega pego vira
pegador. Para se salvar o fugitivo deve se sentar no lugar que o colega (pegador)
estava.
3ª Pega rabinho: os alunos prenderão uma tira de pano de aproximadamente 60cm,
em suas roupas, as suas costas, de forma que fiquem como um rabinho. Todos
estarão espalhados aleatoriamente pelo espaço demarcado. Ao sinal de início, os
alunos tentarão roubar o rabo dos colegas, e ao mesmo tempo, proteger o seu. Não
poderá segurar seu próprio rabo, apenas protegê-lo com movimentos do corpo.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas na aulas de recreação.
Plano de aula 79
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação, basquete e handebol.
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
2ª Cestinha: simplificação do jogo de basquete. Os alunos divididos em duas
equipes tentarão acertar uma bola numa cestinha qualquer, que estará sendo
segurada por um companheiro de equipe. Cada vez que a equipe conseguir acertar
a bola na cesta, fará um ponto. Lembrando que a equipe deverá trocar pelo menos
3 passes entre si. Vencerá a equipe que marcar mais pontos.
3ª Handsabonete: modificação do jogo de handebol, onde as traves são substituídas
por baldes e a bola por sabonete. Dois baldes serão colocados um em cada
extremidade do espaço, com água até sua metade. Os alunos estarão divididos em
dois grupos. O professor entregará a eles um sabonete já molhado, que servirá
como bola. O sabonete será conduzido e arremessado com as mãos. O jogador
com a posse do sabonete não poderá se deslocar, enquanto os outros se
deslocarão livremente. O intuito dos jogadores será colocar o sabonete dentro do
balde, podendo para isso fazer passes com seus companheiros. Cada vez que
conseguirem pôr o sabonete dentro do balde, farão um ponto para sua equipe. O
jogo recomeçará, com o mesmo sabonete, sempre molhado. Vencerá a equipe que
marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 80
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação, handebol
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, atenção;


• Executar exercícios para melhorar a coordenação motora;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pisa pisa: o professor traça uma linha de chegada no chão. Os alunos em duas
equipes, encontram-se distantes dessa linha de chegada, ou seja, na linha de
largada e devem estar munidos com dois pedaços de jornal. A um sinal dado, o
aluno partirá caminhando sempre sobre os pedaços de jornais, que deverão levar
adiante com as mãos depois de cada passo. Vencerá a equipe que primeiro
conseguir completr a tarefa.
2ª Handsabonete: modificação do jogo de handebol, onde as traves são substituídas
por baldes e a bola por sabonete. Dois baldes serão colocados um em cada
extremidade do espaço, com água até sua metade. Os alunos estarão divididos em
dois grupos. O professor entregará a eles um sabonete já molhado, que servirá
como bola. O sabonete será conduzido e arremessado com as mãos. O jogador
com a posse do sabonete não poderá se deslocar, enquanto os outros se
deslocarão livremente. O intuito dos jogadores será colocar o sabonete dentro do
balde, podendo para isso fazer passes com seus companheiros. Cada vez que
conseguirem pôr o sabonete dentro do balde, farão um ponto para sua equipe. O
jogo recomeçará, com o mesmo sabonete, sempre molhado. Vencerá a equipe que
marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 81
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Ginástica / rolamento grupado para frente e para trás
Objetivos:
• Melhorar o desenvolvimento da lateralidade ampliando noção espaço
temporal;
• Melhorar e ampliar noção de limites corporais.

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos, iniciando
brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Circuito de ginástica
Os alunos estarão dispostos em fila única, o circuito será composto de cones, para
fazer zig-zag, uma linha reta, e uma curvada para os alunos caminharem por sobre
e, por último um colchonete para realizar rolamento para frente e o rolamento para
trás, com auxílio do professor.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Colchonete, giz e cones.
Referencias:
Atividade desenvolvida durante aula de ginástica, ministrada pela professora Ana
Claudia na faculdade FAFIT- 2013.
Plano de aula 82
Disciplina: Educação Física
Tema: Ginástica / Balancinha, Vela e Vela Derretida
Objetivos:
• Melhorar a lateralidade ampliando noção espaço temporal;
• Melhorar a estruturação do esquema corporal;
• Melhorar a flexibilidade e equilíbrio corporal.
• Melhorar e ampliar noção de limites corporais.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo os objetivos a
serem alcançados. Iniciando com a brincadeira "pega-pega" com finalidade de
aquecimento para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Circuito de ginástica
Os alunos estarão dispostos em fila única, o circuito começa com 5 cones para fazer
zig-zag, uma linha reta e a outra curva para os alunos caminharem por sobre e, por
último um colchonete para realizar o movimento da "balancinha", outro colchonete
para realizar a posição da "vela" e um outro para a posição da "vela derretida",
contando com o auxílio do professor.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Colchonete, giz e cones.
Referencias: Atividade desenvolvida durante aula de ginástica, ministrada pela
professora Ana Claudia na faculdade FAFIT- 2013.
Plano de aula 83
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos com bola
Objetivos:
• Melhorar as estratégias de jogo;
• Desenvolver as potencialidades e limitações de cada participante.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras do jogo.
Iniciando com a brincadeira "coelhinho sai da toca" com finalidade de aquecimento
para atividade seguinte.
Desenvolvimento:
Jogo pelo cano
São dois times cada time dispostos em uma metade da quadra. Caixas de papelão
sem tampa e sem fundo são espelhadas na linha que divide a quadra (entre uma
equipe e outra). Ganha ponto a equipe que fizer a bola entrar por um lado da caixa e
sair pelo outro. O jogador que estiver com a bola não pode andar. Enquanto a
equipe estiver com a bola, deve realizar no mínimo um passe antes de arremessá-la
na caixa. Depois que houver um lançamento à caixa, a posse da bola fica com o
outro time.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Recursos:
Caixas de papelão e bola.
Referências:
ANDRÉ, Mauro Henrique. Doutorando em Educação Física pela Universidade de
Auburn, nos Estados Unidos.
Plano de aula 84
Disciplina: Educação Física
Conteúdo: Promoção de Saúde
Objetivo:
• Melhorar a vivência de testes utilizados para detectar níveis de flexibilidade e
potência muscular
• Conhecer as diferenças de cada corpo, através de desenhos feitos na
quadra.

Desenvolvimento
O que conheço do meu corpo?
Os alunos deverão desenhar seus corpos na quadra, com um giz com o auxílio de
um colega. Logo após deverão identificar as diferenças de cada corpo, altura e
demais aspectos deferidos pelo professor.
Exercitando meu aparelho locomotor.
Os alunos ficarão em um círculo no meio da quadra, será designado um aluno que
deverá sair da quadra por alguns minutos. O professor delimitará um “líder” que
deverá fazer movimentos em que os demais deverão imitar, e o aluno que havia
saído deverá descobrir que é o líder.
Flexíveis e resistentes
Será proposto aos alunos um teste de flexibilidade e um de resistência muscular
localizada.
Recursos:
Giz, colchonetes, fita trena para fixar ao chão, fita adesiva para fixar a trena.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Referências:
Secretaria da Educação de São Paulo; “Caderno do Professor: Educação Física,
ensino fundamental – 7ª série, vol.3”; São Paulo: SEE, 2009.
Secretaria da Educação de São Paulo; “Caderno do Professor: Educação Física,
ensino fundamental – 5ª série, vol.3”; São Paulo: SEE, 2009.
Plano de aula 85
Disciplina: Educação Física
Professor: Leonardo Carneiro Miranda
Conteúdos: Habilidades motoras
Objetivos:
• Desenvolver as habilidades motoras básicas.
• Compreender as diversas formas de locomoção.

Introdução:
Inicializar a aula com uma introdução sobre saúde e qualidade de vida, através da
pratica de atividades físicas.
Desenvolvimento:
Aquecimento - pega-pega:
Atividade em circuito onde contem 4 bases em cada grupo, dois grupos em
quantidades iguais , dois alunos devem ficar de ajudante para o professor
devolvendo a bola no seu respectivo lugar, o primeiro aluno da fila deverá percorrer
as bases com uma bolinha de tênis na mão, da primeira para segunda o aluno
deverá ir correndo até a segunda base, na segunda para a terceira o aluno devera
rebater a bola de basquete no chão até a quarta base na quarta o aluno deverá
jogar a bolinha de tênis no cesto que estará na primeira base, e deverá voltar para
fila tocar a mão do próximo da fila e ir para o final da fila.
Atividade das bexigas: Os alunos deveram ficar espalhados no espaço
adequado. Cada um com uma bexiga amarrada no pé. Ao comando do professor as
crianças deverão tentar estourar a bexiga do colega protegendo a sua. Ganha quem
terminar a atividades com a bexiga cheia.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
8 cones (ou garrafa pet), 2 bolinhas de tênis na mão (ou qualquer objeto disponível),
2 bolas de basquete,2 baldes (ou qualquer objeto disponível que tenha um formado
de cesta), Bexigas – Objeto Disponível.
Referências:
Aulas de recreação nas faculdades integradas de Itararé
Plano de aula 86
Disciplina: Educação Física
Conteúdo: Recreação trabalhando as habilidades motoras básicas.
Objetivos:
• Compreender a si mesmo dentro de um espaço e os objetos dentro dele;
• Conhecer diversas formas de se locomover;
• Trabalhar o equilíbrio em diversas situações;

Introdução:
Reunir os alunos num círculo, explicar como vai ser a aula, demonstrando a
importância das atividades físicas para saúde e o bem estar. No aquecimento será
feito uma atividade recreativa onde trabalhará a noção de espaço. Será trabalhado
estafetas simples de ir e voltar, levar e trazer uma bola, correr pela linha.
Desenvolvimento:
Juntar-se em grupos (Aquecimento)

Os alunos estarão espalhados pelo pátio e ao sinal do professor irão se juntando em


duplas, depois em trios, quartetos etc.

Estafeta de ir e voltar

Os alunos estarão dispostos em duas colunas formando duas equipes, onde os


alunos terão que correr e dar a volta em um cone que estará colocado a uma certa
distância em frente a coluna, vai ter que ir e voltar e tocar na mão do colega que
será o próximo.
Estafeta de levar e trazer

Os alunos estarão dispostos em duas colunas formando duas equipes onde o


primeiro de cada fila estará carregando uma bola, esse terá que levar a bola e
deixar num certo ponto, e terá que voltar e tocar na mão do próximo, e esse terá
que ir buscar a bola e passar para o próximo da fila, e novamente ter que levar a
bola, e assim sucessivamente até que todos tenham feito.
Síntese Integradora:
Conversar sobre a aula desenlvovida, realizar perguntas sobre as atividades
Recursos:
Não há necessidade de materiais
Referências:
Aulas de recreação nas faculdades integradas de Itararé.
Plano de aula 87
Disciplina: Educação Física

Conteúdos: Promoção da Saúde

Objetivos:
Desenvolver as práticas corporais realizadas dentro e fora da escola como
prevenção e para a aquisição de um bom condicionamento físico
Compreender a atividade física e o exercício como fatores que contribuem para a
saúde e a qualidade de vida.
Introdução:
As aulas de educação física na escola podem contribuir para que os alunos
compreendam melhor quais são os fatores de risco para a saúde, provenientes do
sedentarismo.
Desenvolvimento:
Início com uma conversa e perguntas para identificar o conhecimento prévio dos
alunos:
Você sabe o que é sedentarismo?
Quais as consequências do sedentarismo para a saúde física e mental?
Quais as atividades que envolvem esforço físico praticado pelos alunos dentro e
fora da escola?
Qual a frequência e a intensidade?
Quais são as mais "queridas" do grupo?
Quais gostariam de praticar e conhecer melhor?
Quais gostariam de praticar como atividade regular?
Utilizar o cartaz para mostrar as atividades físicas e de lazer.
Desenvolver uma atividade proposta pelos alunos.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar.
Referências:
http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/sedentarismo-atividade-fisica-
698635.shtml?page=all
Plano de aula 88
Disciplina: Educação Física

Conteúdos: O que acontece no corpo quando fazemos exercício?

Objetivos:
• Conhecer os procedimentos básicos para medir a frequência cardíaca.
• Compreender a importância das atividades físicas para desenvoltura
cardíaca.

Introdução:
Introduzir noções de Fisiologia é importante e ajuda o aluno a entender o que
acontece com o corpo quando praticamos exercícios. Este conhecimento é
fundamental ensinar as reações do organismo, mais precisamente do sistema
cardiorrespiratório, durante atividades físicas.
Desenvolvimento:
Fazer uma roda e apresentar o conteúdo da aula. Para descobrir o que a turma já
sabe sobre o assunto será feito perguntas como:
- Quem sabe o que é frequência cardíaca?
- Qual é a relação entre frequência cardíaca e exercício físico?
- Como medimos a frequência cardíaca?
- O que acontece com o nosso coração quando praticamos exercício?
Todos os alunos devem medir sua frequência em repouso, antes de iniciar o
exercício, e anotar no cartão. É importante que os alunos não estejam em
movimento.
Jogo de Queimada:
Após o jogo aferir e registrar a frequência cardíaca e anotar no cartão.
Finalizar com uma roda de conversa. Com o cartão de frequência nas mãos, fazer
perguntas aos alunos como:
Vocês perceberam alguma diferença entre a frequência cardíaca inicial e a final?
Qual?
Como classificariam as corridas quanto aos critérios intensidade e duração?
Qual a corrida mais cansativa?
Qual aquela que vocês gostaram mais?
O que aconteceu com o nosso coração durante as corridas? Ele "bateu" mais
rápido? Por quê?
Referências:
http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/sedentarismo-atividade-fisica-
698635.shtml?page=all
Plano de aula 89
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Jogos Cooperativos
Objetivos:
• Desenvolver a cooperação, integração, interação e inclusão entre os alunos;
• Vivenciar atividades cooperativas e ao mesmo tempo competitivas, e o
resultado da equipe dependa da participação de cada um dos membros.

Desenvolvimento:
Ambulância:
Um lugar será escolhido para representar o hospital, inicialmente três alunos se
posicionam no local determinado e, então ao sinal do professor saem para "pegar"
os demais alunos que estarão correndo pela quadra. Quem for pego fica imóvel e
com os braços formando uma cruz, esperando até que mais quatro alunos (que não
foram pegos) o toquem e formem uma ambulância, sendo que o aluno que foi pego
fica no centro (sendo o "ferido") e os outros quatro formam as rodas da ambulância.
A ambulância então deve mover-se até o "hospital", de modo que os alunos não
percam contado e, então estarão todos à salvo retornando assim a brincadeira.
SBET:
Os alunos estarão divididos em duas equipes, a princípio uma das equipes será a
atacante e a outra a defensiva e depois inverte. A equipe atacante atrás da linha
tentará com uma bola de borracha derrubar as "torres" (cone com um bastão em
cima) sendo que cada aluno tem direito a um arremesso. Caso algum aluno consiga
derrubar uma torre, todos saem correndo e, então o jogador atacante que ficar com
abola grita "sbet" e todos os outros param de correr, assim o aluno em posse da
bola tenta acertar um dos alunos.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Referências:
CALLADO; Carlos Velásquez. Educação para a paz: Promovendo valores
humanos na escola através da educação física e dos jogos cooperativos. Santos,
Editora Cooperação, 2004.
Plano de aula 90
Disciplina: Educação Física
Conteúdos: Futsal
Objetivos:
• Conhecer e vivenciar atividades lúdicas de iniciação ao futsal.

Desenvolvimento:
Aquecimento - Mãe corrente:
Com os alunos dispostos pelo pátio (ou campo) o professor devera selecionar um
pegador enquanto os demais deverão fugir quando o pegador conseguir pegar um
aluno o mesmo deverá dar as mãos ao aluno (pegador) e os dois deverão continuar
pegando os demais os que forem sendo pegos irão dando as mãos e assim
sucessivamente até pegarem o último.
Alongamento: alongamento dando ênfase aos membros inferiores
Carangueijo-bol
O professor divide os alunos em duas equipes. Os alunos são colocados em seus
respectivos campos e dentro da área de gol e só poderão se movimentar em 4
apoios. A bola é colocada no centro da quadra e ao sinal do professor, ambas as
equipes saem na posição de quatro apoios em direção a bola que está no centro da
quadra.
O objetivo é marcar gol no time adversário. Não podendo colocar a mão na bola
(somente o goleiro pode).
As regras são as mesmas do futsal. Essa atividade exige muitos dos músculos
inferiores e posteriores, portanto é necessário um alongamento mais amplo.
Pebolim-Humano
Alunos organizados em equipes para jogo; seis cordões dispostos lateralmente pela
quadra, na altura da cintura, acrescidos de dois cordões fixos lateralmente nas
traves do gol; cada cordão, dois, três ou mais canos (tubos) que possam ser
segurados pelas mãos dos alunos. No cordão de cada gol haverá um cano; o do
jogo é marcar gols sem soltar o cano; os alunos só poderão se deslocar
lateralmente pelo cordão, segurando o cano sem soltar as mãos; o início do jogo se
dará com a bola lançada pelo professor e o reinício pelos goleiros; as regras
deverão ser discutidas e adaptadas com base nas do jogo de futsal.
Síntese Integradora:
Conversar sobre as atividades desenvolvidas na aula, e alongar
Recursos:
Barbantes ou cordas, pedaços de canos, bolas de borracha quadra ou área de
espaço amplo.
Referências:
Andreia de Oliveira Rocha, Atividades Para Educação Física Escolar
Plano de aula 91
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Atletismo
Objetivos:

• Conhecer as diversas modalidades do atletismo.

Introdução:
Apresentar as diversas modalidades do atletismo como: corrida de velocidade,
saltos, lançamentos e arremesso.
Desenvolvimento:
Abordar características das provas de atletismo, em relação as corridas, saltos,
lançamentos e arremesso. Sendo:
Corrida: _Velocidade intensa: 100m, 200m, 400m; com barreira: 100m, 110m e
400m; revezamentos: 4x100m e 4x400m.

• Velocidade prolongada: 800m rasos.


• Meio fundo: 1.500m e 3.000m rasos e 3.000 com obstáculos.
• Fundo: 5.000m e 1.000m rasos, corrida de rua, marcha atlética e croos
country.

Saltos: salto triplo, salto em altura, salto com vara, salto em distância.
Lançamentos: dardo, martelo e disco.
Arremesso: peso.
Síntese integradora:
Será feita uma breve discussão sobre como foi a aula, o que gostaram, o que podia
ser melhorado, aspectos positivos e negativos.
Bibliografia:
Conteúdos apresentados nas aulas de atletismo.
Plano de aula 92
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Atletismo
Objetivos:

• Vivenciar atividades motoras como: correr, lançar e arremessar;


• Executar exercícios educativos preparatórios para as provas de atletismo.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento: (em forma de estafetas)

7- O aluno irá correr até as linhas demarcadas na quadra, tocando uma


de cada vez e voltar ao início, assim sucessivamente.
8- O aluno deverá arremessar uma bola dentro de um espaço pré-
determinado (bambolê). Objetivo iniciação ao arremesso dentro da
metodologia do atletismo.
9- O aluno deverá transpor os obstáculos (mini gols), utilizando a perna
de ataque e perna de recuperação, direita/esquerda.
10- O aluno deverá arremessar um dardo (confeccionado de jornal), num
certo ponto determinado.
11- O aluno irá correr no método skiping, até a base 6.
12- O aluno irá arremessar o martelo (confeccionado) até o ponto
determinado.

Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de atletismo.
Plano de aula 93
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete.
Objetivos:

• Executar exercícios educativos preparatórios para o basquete como o passe


e o drible.
• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega em cima das linhas: como um pega-pega normal, mas a diferença é
que só pode andar sobre as linhas demarcadas na quadra.
Variação: pode-se aplicar também dento também da mesma metodologia, andar
sobre as linhas, o pega-pega ponte, pedra e túnel.
2ª Controle de bola: deslocamento de uma linha de funfo a outra jogando a bola
para cima, batendo uma palma e assim sucessivamente.
Variação: uma palma na frente e outra para trás; tocar uma mão no chão.
3ª Passes: duas colunas onde trocarão passes. Passe de peito, picado, e acima da
linha do ombro.
4ª Jogo: o grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são numerados
individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da extremidade do
campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita. No centro da
quadra estarão dispostas duas bolas de basquetes e um bambolê, e em frente cada
fileira de aluno estarão dispostos uma fileira de cones. Ao sinal do professor que
enuncia um determinado número, os dois jogadores de cada equipe correspondente
a esse número, levantarão e pegarão uma bola onde irão fazer zig-zag entre os
cones (ir e voltar), ganha quem chegar primeiro e a equipe que marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol.
Plano de aula 94

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação e basquete
Objetivos:

• Executar exercícios educativos preparatórios para o basquete como o drible e


o arremesso.
• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Competição: formação de duas equipes, e disposição dos alunos em fileiras em
uma das linhas de fundo da quadra.

e) De mãos dadas e sem as soltar, os alunos irão passar o bambolê por


entre o corpo até chegar no último da fila.
f) O primeiro da fila sairá e pulará uma corda que estará entre dois cones
por 5 vezes.
g) Zig zag por entre os cones, quicando uma bola de basquete.
h) Arremesso na cesta.
A execução será um de cada vez. Ao terminar o ciclo, quando o aluno chegar
ao final da fila pode-se iniciar a atividade outra vez. A equipe vencedora será
aquela que completar todas as etapas, de modo com que todos os alunos
passem por cada uma delas.

2ª Jogo: o grupo é dividido em duas equipes, e os jogadores são numerados


individualmente. Cada equipe se posiciona na linha de fundo da extremidade do
campo de jogo, um ao lado do outro, na ordem da numeração feita. No centro da
quadra estarão dispostas duas bolas de basquetes e um bambolê, e em frente cada
fileira de aluno estarão dispostos uma fileira de cones. Ao sinal do professor que
enuncia um determinado número, os dois jogadores de cada equipe correspondente
a esse número, levantarão e pegarão uma bola onde irão fazer zig-zag entre os
cones (ir e voltar), ganha quem chegar primeiro e a equipe que marcar mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol e recreação.
Plano de aula 95
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete.
Objetivos:

• Executar exercícios de agilidade, raciocínio e coordenação motora.


• Executar exercício educativo preparatório para o basquete como o
arremesso.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Pega-pega ponte, túnel e pedra: como um pega-pega tradicional, mas ao ser
tocado pelo pegador o aluno irá ficar parado na posição que o pegador escolher
(pedra, túnel ou ponte). E para ser descolado, outro colega deverá pular ou passar
por cima do colega de acordo com a posição que o mesmo estiver.
2ª Estourar balão: os participantes serão divididos em grupos e, no espaço de jogo,
terão como objetivo estourar os balões dos jogadores de grupos “adversários”. Os
balões deverão estar presos no tornozelo dos participantes. Será vencedora a
equipe do último jogador que ficar com seu balão cheio.
3ª Arremessos nos cantos: os jogadores serão divididos em dois grupos, e cada um
deverá ter dois “capitães”, que irão ocupar os quadrados no campo adversário. Os
demais jogadores ficam dispostos pelo próprio campo. O objetivo é arremessar a
bola para os capitães das equipes, que deverão segurar a bola, marcando o ponto a
cada vez que isso ocorrer.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação..
Plano de aula 96
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação e basquete
Objetivos:

• Desenvolver a resistência e força das pernas;


• Desenvolver a habilidade de desviar-se dos companheiros e de assumir uma
posição definida;
• Desenvolver a coordenação sensória motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Soldado: Disposição á vontade pelo pátio; uma criança será escolhida como
“pegador”. Ao sinal dado, o pegador perseguirá os demais, procurando tocar-lhes
qualquer parte do corpo; os fugitivos, para evitar serem pegos, devem ficar firmes e
fazer continência. O que for tocado, sem estar na posição de soldado, passa a ser o
pegador.
2ª Bola à lateral: Em fileira, a primeira com a bola na mão. Ao sinal dado, a bola é
passada de mão em mão com rotação do tronco. O objetivo é ir da direita para a
esquerda, e vice versa.
Variante: A bola é passada e ao chegar ao último, este corre à frente da coluna e a
entrega ao seguinte, e assim por diante.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de recreação.
Plano de aula 97

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver atenção e agilidade;


• Realizar atividades expressivas e corporais;
• Aprimorar sua capacidade motora.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Formar letras com o corpo: divididos em grupos, esperarão o sinal de início,
encostados em uma das laterais do espaço. O professor combina com os
participantes qual deverá ser a posição em que deverão cumprir a tarefa a seguir
(ex: em pé, deitados, etc). A tarefa é a seguinte: o professor irá falar uma letra do
alfabeto e os grupos deverão formá-las, utilizando-se de seus corpos, de forma com
que todos partcipem e que ninguem fique de fora. Ganha a equipe que formar
primeiro a letra corretamente e acumular mais pontos.
2ª Qual é a música: divididos em dois grupos, um aluno com o fone de ouvido irá
ouvir uma determinada música que irá gesticula-la e dançá-la. Ganha a equipe que
acertar a música e obter mais pontos.
3ª Garrafabol: os alunos estarão munidos de uma garrafa pet cortada ao meio, e em
cada extremidade do campo estará um balde. Nenhum aluno poderá entrar na área
do balde. Haverá uma bola pequena, tipo de tênis, que deverá ser controlada pelos
jogadores somente através das garrafas, dentro delas. Não será permitido pegar a
bola com as mãos, mesmo que ela caia no chão. Deverá sempre pegar com a
garrafa. Os alunos deverão colocar a bola dentro do balde, cada um de seu lado,
enquanto o adversário deverá impedí-lo. Cada vez que o time conseguir por a bola
no balde marca um ponto. Vencerá a equipe que obter mais pontos.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de basquetebol e recreação.
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 98

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação
Objetivos:

• Desenvolver atividades de variação do futebol e volei;


• Aprimorar a coordenação motora;
• Desenvolver atividades de atenção, agilidade e força.

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Futebol de caranguejo: variação do futebol, sendo que os participantes estarão
apoiados sobre seus pés e mãos, de barriga para cima. Só se poderá conduzir e
chutar a bola com as mesmas partes permitidas no futebol, ou seja, sem utilizar
mãos e braços. Também não será permitido tirar as mãos do chão, nem sentar
enquanto estiver disputando a bola ou se locomovendo. O goleiro poderá ficar
sentado ou ajoelhado e defender com os braços e as mãos além de todo o corpo.
Porém para sair jogando, deverá adotar a mesma posição dos outros jogadores. O
intuito dos jogadores será colocar a bola dentro da trave adversária, fazendo assim
o gol. Cada gol valerá um ponto. a atividade terminará por número de gols ou por
tempo desde que determinados previamente. Vencerá a equipe que fizer maior
número de gols.
2ª Câmbio: simplificação e variação do voleibol. Divididos em duas equipes com
número de participantes iguais dentro de um espaço determinado e uma rede
adaptada, os alunos estarão sentados, e trocarão passes e arremessos para a
equipe adversária. O objetivo é não deixar a bola cair no seu próprio espaço de
campo, e sim na espaço do adversário.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 99

Disciplina: Educação Física


Conteúdo da aula: Recreação e atividades rítmicas e expressivas.
Objetivos:

• Realizar atividades expressivas e corporais;


• Desenvolver agilidade e atenção;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Espelho: serão espalhados pelo chão figuras de pessoas, e ao som de uma
música os alunos andarão aleatoriamente pelo ambiente, e ao parar a música, os
alunos escolherão uma figura( a que parou mais próximo) e tentarão imitar seu
gesto.
2ª Música: ao som da música os alunos imitarão os gestos e movimentos realizados
pelo professor.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Atividades desenvolvidas nas aulas de atividades rítmicas e expressivas.
Plano de aula 100
Disciplina: Educação Física
Conteúdo da aula: Recreação.
Objetivos:

• Conhecer as partes do corpo;


• Desenvolver agilidade e atenção;

Introdução:
No primeiro momento será feito um alongamento com os alunos, depois uma breve
conversa de como será desenvolvida a aula.
Desenvolvimento:
1ª Brincadeira dos pares: os alunos formarão duplas e o professor sugerirá partes
do corpo que deverão ser unidas. A qualquer momento o professor dirá a palavra
“troca” e nesse instante os alunos deverão procurar outro parceiro para continuar a
atividade.
2ª Carimbo: é uma queimada individual, onde o jogador que estiver de posse da
bola tentará queimar qualquer um de seus adversários. Para queimar, a bola deve
encostar em qualquer parte do corpo da pessoa e em seguida cair no chão. Se o
participante conseguir segurar a bola, evitando que caia, ele não estará queimado.
A pessoa de posse da bola não poderá andar com a mesma, enquanto os outros
participantes poderão se deslocar livremente, andando, correndo, saltando, rolando,
etc. a pessoa que for queimada deverá sentar-se no local onde isso acontecer, ela
não será mais a vencedora, mas continuará participando, pois se a bola chegar ao
seu alcance, poderá queimar os participantes que ainda se encontrarem em pé. O
jogador que estiver sentado não pode se deslocar para alcançar a bola. Mesmo que
a pegue, o jogador já queimado permanecerá sentado até o fim dessa rodada, não
podendo se levantar nem mesmo para arremessá-la. Vence o último jogador que
permanecer em pé, sem ter sido queimado. Uma boa variação desta atividade será
colocar maior número de bolas exigindo maior atenção dos participantes.
Síntese integradora:
Os alunos se posicionarão em círculo e será feita uma breve discussão sobre como
foi a aula, o que gostaram, o que podia ser melhorado. Relaxamento.
Bibliografia:
Cavallari, V. R.; Zacharias, V. Trabalhando com a recreação. 12.ed.São
Paulo:Ícone,2011.
Plano de aula 101
Disciplina: Educação física
Tema da aula: Futsal
Objetivos:
• Aprimorar o desempenho na realização de atividades que necessitem a
atenção, concentração e agilidade;
• Aprimorar a capacidade física dos alunos e suas habilidades motoras;
• Fornecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Proporcionar a convivência em grupo

Introdução:
Breve explicação sobre o que será realizado em aula, expondo as regras do
jogo e os objetivos a serem alcançados e motivando os alunos.

Desenvolvimento:
A atividade tem como parecera abordagem construtivista-interacionista
assim gerando a construção do conhecimento do individuo e a interação da mesma,
também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do individuo.
Atividade:
Será realizado em quatro estações, sendo desenvolvido anteriormente um
aquecimento seguido de alongamento.
Aquecimento: pega- pega em cima das linhas da quadra como forma de
reconhecimento do espaço.
1ª estação: um bobinho formando um círculo com um aluno no centro que tentará
roubar a bola e quem deixa-lo pegar ficará no lugar do mesmo.
2ª estação: um jogo adaptado visando trabalhar o passe até que chegue ao gol e o
marque.
3ª estação: condução de bola entre os cones e ao termino tentaram acertar o cone.
4ª estação: chute na marca do pênalti tentando acertar; trave ou travessão.
Síntese integradora:
Será formado um circulo em seguida um breve comentário sobre a aula e quais
objetivos foram alcançados com sugestões dos alunos para suprir as dificuldades no
desenvolvimento da aula.
Recursos:
• Quadra ou pátio podendo ser adaptado ao local;
• Bolas;
• Cones;
• Cronometro
• Coletes
• Apito.
.
Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 102
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: “Futsal Chute e Domínio de Bola”
Objetivos:
• Desenvolver a visão de jogo;
• Estabelecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Promover a socialização.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras
do jogo. Iniciando com a brincadeira "mãe-cola" com finalidade de aquecimento para
atividade seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• Formaram dois círculos, perto um do outro onde que iram ficar sentados,
cada individuo de cada grupo ficará com um numero tendo assim dois
numero igual sendo um de cada grupo, onde que falar um número os
mesmos terão que se levantar e correr até uma bola que ficará na marca de
pênalti e quem chuta primeiro pontua sem que haja pontapés entre si, assim
sucessivamente.
• Aula prática (expositiva dialogada) envolvendo a participação dos alunos no
que diz respeito ao seu conhecimento referente ao assunto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas;
• Quadra
Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 103
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Atletismo- Corridas
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Corrida de revezamento: formar três equipes, o ultimo aluno da coluna
receberá um bastão. Ao sinal combinado, correrá pelo lado esquerdo,
contornando a coluna e voltando ao seu lugar. Entregará o bastão ao colega
da frente que repetirá a corrida. Os demais procederão da mesma forma até
o bastão retornar ao primeiro aluno da coluna.

• Corrida de transportes: dois grupos divididos em números iguais. Deixar os


alunos escolherem seus grupos. Os grupos ficarão atrás de uma linha
demarcada. O primeiro aluno de cada grupo estará com três ou quatro bolas
na mão. Ao sinal, sairá correndo transportando as bolas para colocá-las
dentro de um arco, colocado ao lado oposto. Depois voltará correndo para
tocar na mão do segundo da equipe, que, por sua vez, deverá buscar as
bolas e entrega-las ao terceiro, que as colocará no arco novamente e assim
sucessivamente. O aluno que deixar a bola cair ou rolar fora do arco deve
apanhá-la e coloca-la no lugar para continuar o jogo.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.

Recursos:
• Bastão;
• Arcos
• Bolas.

Referências:
Coleção repensando a educação física: da educação infantil ao ensino fundamental.
Modulo 2- equipe bnl; curitiba: bolsa nacional do livro,2009.
Plano de aula 104
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Atletismo- Corrida e Arremesso
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.

• Lançar, buscar e correr: montar dois grupos com número igual de alunos.
Os grupos estarão em coluna, atrás de uma linha demarcada, de frente para
um alvo, que poderá ser um arco ou pneu. Ao sinal, o primeiro de cada
coluna deverá arremessar a bola em direção ao arco ou pneu, buscá-la e,
correndo, trazê-la ao segundo da coluna e assim sucessivamente. Será dado
um tempo para o grupo realizara atividade.
• Distribuir e recolher: dois grupos, com número igual de alunos, estarão em
coluna atrás de uma linha demarcada. Na frente das colunas serão colocados
quatro arcos, distantes 2 metros um do outro e uma caixa com quatro bolas
para cada grupo, ao lado da linha de saída. O primeiro corredor deverá
carrega-las uma a uma, em quatro corridas, colocando-as dentro dos arcos
dispostos à frente. O corredor seguinte deverá apanhá-las, uma a uma, em
quatro corridas. Será vencedor o grupo que terminar em primeiro.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.

Recursos:
• Caixa;
• Arcos;
• Bolas.

Referências:
Coleção repensando a educação física: da educação infantil ao ensino fundamental.
Modulo 2- equipe bnl; curitiba: bolsa nacional do livro,2009.
Plano de aula 105
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Drible, Mudança de Direção.
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: duplas com uma bola no final da quadra, o aluno, que
está com a bola realizará movimentos da progressão 3 passos de um lado a
outro da quadra depois o colega realizará os mesmos movimentos.
• Segunda atividade: duplas, com uma bola, um de frente para outro, o aluno
que estiver com a bola passará ao colega, correrá, receberá de volta,
realizará uma finta de ameaça de arremesso, driblará e arremessará em
algum alvo ou numa parede ou simplesmente faz o gesto do arremesso com
salto; como sugestão, 10 vezes para cada aluno.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 106
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Adaptação à bola, Passe/ Recepção, Jogo
Pré- Desportivo
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: cada aluno com uma bola correndo pela quadra; ao sinal
do professor, lançará a bola para cima, agachará tocando no solo com as
duas mãos e tornará a pegar a bola. Idem ao anterior, só que, ao invés de
agachar, realizará um giro completo e pegará a bola.
• Segunda atividade: duplas, um de frente para o outro; irão realizar passes
de ombro no comprimento da quadra... Distantes 10 a 15 metros. Idem ao
anterior, só que realizando passe com salto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 107
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol- Sistema De Defesa
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividade:
• A turma será dividida em grupos de 7 alunos e realizaremos partidas de
handebol, só que colocaremos uma questão em relação à evolução do
sistema de defesa.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Caldas.i. handebol como conteúdo para aulas de educação física. Cenesp:
recife, 2003.
Plano de aula 108
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquetebol- Sistemas Táticos
Objetivos:
• Reconhecer a importância dos sistemas de jogo e táticas no desenvolvimento
esportivo;

• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.


Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula, em seguida realizar um alongamento.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
analise e interpretação e criando novos significados para o conteúdo proposto.
Atividade:
• Minijogos de basquetebol 5 x 5: sendo a composição normal de cinco
jogadores, jogo realizado em meia quadra. A intenção, com esse tipo de jogo
é que os alunos atendem para a organização coletiva da equipe, tanto na
situação de defesa como na de ataque. O jogo poderá ser realizado
inicialmente apenas com passes para posterior introdução do drible.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola de basquetebol
• Coletes
Referências:
Caderno do professor- ensino médio 1ª série v.1.
Plano de aula 109
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Futsal
Objetivos:
• Desenvolver nos alunos a trabalhar em grupo, fazendo com que eles
assimilem com a convivência na sociedade, buscando ajudar uns aos outros.
• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.
Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo os
objetivos.
Desenvolvimento:
A atividade tem como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do
individuo.
Atividades:
• Primeira atividade

Os alunos realizarão o passe em um determinado lugar o professor jogara a


bola para o alto e os mesmos irão disputar a bola e finalizar para o gol.

• Segunda atividade:

Formaram um circulo onde ao centro ficará um aluno que tentará em forma


de passe fazer com que a bola saia fora do circulo e os que tiver no circulo
não poderá deixar a bola sair fora.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas

Referências:
Zunino, a.p. educação física, 6º ano ao 9º ano. Aprende brasil. Curitiba: ed.
Positivo, 2008.
Venlioles, f.m. escola de futebol. Rio de janeiro: 2ª edição: sprint, 2004.
Boz, c.g. positivo: educação física, 5ª a 8ª série. Curitiba: posigraf, 2004.
Plano de aula 110
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Pré- Desportivo Para o Basquetebol
Objetivos:
• melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;

• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;


Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na aula
seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista assim
promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo com
que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando dimensões
afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• De um lado da quadra ponha os quatro cones e atrás de cada cone divida os
alunos e os ponha em fila indiana. No centro da quadra ponha o bambolê
(arco) com as quatro bolas de basquete dentro. Ao sinal do professor o
primeiro de cada fileira (cone) pega uma bola de basquete e tentara fazer a
cesta (todos ao mesmo tempo e na mesma tabela). Marcará ponto a primeira
fila que acertar a cesta e colocar a bola novamente dentro do bambolê (arco).
Síntese integraora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
Referências:
Aulas de basquetebol nas faculdades integradas de itararé 2013.
Plano de aula 111
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Jogos Cooperativos
Objetivos:
• Desenvolver nos alunos a trabalhar em grupo, fazendo com que eles
assimilem com a convivência na sociedade, buscando ajudar uns aos outros.
• Vivenciar meios para a prática de atividades físicas.
Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposito da abordagem dos jogos cooperativos,
desenvolvendo a cooperação entre os alunos fazendo com que todos estejam
envolvidos e não a priorização da competição.
Atividades:
Jogo da velha

• O professor deverá riscar no chão as linhas do jogo da velha. O jogo será ser
executado com os alunos em fileira 4 fileiras (duas fileiras por equipe uma de
frente para a outra) o primeiro aluno de uma das duas fileiras recebera uma
bola, ao sinal do professor esse aluno devera correr ate outra fileira de sua
equipe passar para seu colega e ir ate o tabuleiro do jogo da velha, ganha
quem conseguir se colocar três peças iguais em diagonal, horizontal ou
vertical.
O comandante

• A turma deverá ser posicionada em círculo e em pé. Um aluno deve se retirar


do ambiente e a turma deverá escolher um colega para ser o comandante.
Quando o aluno que foi retirado voltar, todos deverão fazer os gestos que o
comandante determinar através de mímica, este não deverá demorar para
trocar os gestos, o aluno que esteve ausente deverá ter 3 chances para
descobrir quem é o comandante se acertar continua na próxima rodada e a
turma troca o comandante.
Telefone sem fio

• Sentados em círculo o professor ou um aluno deverá sussurrar uma frase no


ouvido do companheiro da direita, este deverá repetir a frase para o próximo
da direita e assim sucessivamente. O último aluno deverá falar alto para
todos qual a frase que chegou a seus jogos e brincadeiras para aquecimento
e volta a calma ouvidos. Geralmente a frase chega toda distorcida gerando
um clima descontraído e divertido.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Aulas de educação para paz nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 112
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquetebol- Armação
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;
Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividades:
• Equipes com 5 componentes; um dos jogadores estará usando um colete
para se diferenciar dos outros alunos. Este jogo tem como objetivo destacar a
função do armador na equipe. Em todas as saídas de bola, quem deverá
recebê-la é o aluno que está com o colete e, somente após o seu passe, a
equipe poderá tentar finalizar a jogada. Pode-se limitar o número de passes
que este jogador deve executar, antes da finalização da jogada pela sua
equipe. Pode-se também estipular um tempo para que cada aluno fique como
armador, propiciando que todos possam passar por esta posição.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, Itapeva sistema de ensino aprende Brasil
Plano de aula 113
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Handebol
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem critico-superadora assim
propiciando uma melhor leitura da realidade pelos alunos e possibilitando sua
inserção transformadora da realidade.
Atividade:
• Este jogo se organiza com ênfase na defesa por zona, enfatizando o trabalho
realizado pelo meio da defesa. A defesa deve posicionar-se na linha dos 6
metros, acompanhando a movimentação da bola feita pelo ataque. Os dois
defensores centrais devem determinar quem marca o pivô e o outro deverá
saltar para o bloqueio do arremessoda equipe adversária, que deverá
acontecer da armação central.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
• Livro do professor, itapeva sistema de ensino aprendebrasil
Plano de aula 114
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Basquete-Condução Da Bola
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
A atividade tem como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do
individuo.
Atividades:
• A turma será dividida em dois grupos e cada grupo se subdividirá em duas
filas, dispostas frente a frente. Cada grupo estará de posse de uma bola. Os
alunos devem executar o drible, deslocando-se até entregar a bola ao
primeiro aluno da fila para, em seguida, dirigir-se ao final dela. Repete-se o
exercício até que todos os alunos troquem de lugar.
Variação: drible (alto, médio, lento) e a movimentação (de frente, de costas,
em ziguezague, com obstáculos, etc.), a fim de aumentar a complexidade do
exercício.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, itapeva sistema de ensino aprendebrasil
Plano de aula 115
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Finalização no Futsal
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• A turma será dividida em dois grupos, ambos dispostos em fila. No fundo da
quadra, ficará o grupo sem bola e, no outro lado da quadra, o grupo com a
bola. O primeiro aluno da fila que estará na diagonal do outro lado da quadra
fará o passe da bola com o pé para o centro. Ao mesmo tempo, um aluno da
outra fila deverá deslocar-se com velocidade, finalizando com um chute em
gol. Após a finalização, este aluno deverá entrar na fila contrária à que ele
iniciou. Repete-se o exercício, colocando um goleiro e fazendo com que
todos passem pelas três posições. Os passes e o deslocamento dos alunos
devem ser variados, dos mais simples aos mais complexos. Devem-se
alternar os tipos de corrida e as formas de chutar a bola: com o bico do pé,
com a parte interna do pé, etc.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bola
• Coletes

Referências:
Livro do professor, Itapeva sistema de ensino aprende Brasil
Plano de aula 116
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Aprimorar o desempenho na realização de atividades que necessitem a
atenção, concentração e agilidade;
• Aprimorar a capacidade física dos alunos e suas habilidades motoras;
• Fornecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Proporcionar a convivência em grupo

Introdução:
Breve explicação sobre o que será realizado em aula, expondo as regras do
jogo e os objetivos a serem alcançados e motivando os alunos.
Desenvolvimento:
A atividade tem como parecera abordagem construtivista-interacionista
assim gerando a construção do conhecimento do indivíduo e a interação da mesma,
também foca na construção do movimento a partir do repertório motor do indivíduo.
Atividade:
Será realizado em quatro estações, sendo desenvolvido anteriormente um
aquecimento seguido de alongamento.
Aquecimento: pega-pega em cima das linhas da quadra como forma de
reconhecimento do espaço.
1ª estação: formaram um círculo com um aluno no centro, esse aluno estará com
uma bola de vôlei na mão e jogara a bola para cima e falara um nome se o nome
que ele falo não pegar a bola sairá da brincadeira.
2ª estação: em duplas os alunos iram trocar toque em uma determinada marca no
chão da quadra até o ponto demarcado. (podendo agarrar a bola caso não consiga
fazer o toque direto.
3ª estação: nas linhas laterais da quadra os alunos ficaram jogando a bola uns para
o outros onde que quem for receber tem que ser na posição de toque.
4ª estação: um jogo adaptado visando trabalhar o passe onde os aluno jogaram
segurando a bola,até que chegue ao outro lado da quadra.
Síntese integradora:
Será formado um círculo em seguida um breve comentário sobre a aula e quais
objetivos foram alcançados com sugestões dos alunos para suprir as dificuldades no
desenvolvimento da aula.
Recursos:
• Quadra ou pátio podendo ser adaptado ao local;
• Bolas;
• Cones;
• Cronometro
• Apito.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 117
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Desenvolver a visão de jogo;
• Estabelecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade;
• Promover a socialização.

Introdução:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras
do jogo. Iniciando com a brincadeira "mãe-cola" com finalidade de aquecimento para
atividade seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividade:
• Formaram dois círculos, perto um do outro onde que iram ficar sentados,
cada individuo de cada grupo ficará com um numero tendo assim dois
numero igual sendo um de cada grupo, onde que falar um número os
mesmos terão que se levantar e correr até uma bolade vôlei que ficará
próximo da rede de vôlei quem passar a bola primeiro de toque por cima da
rede primeiro pontua, assim sucessivamente.
• Aula prática (expositiva dialogada) envolvendo a participação dos alunos no
que diz respeito ao seu conhecimento referente ao assunto.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
Recursos:
• Bolas de vôlei;
• Quadra
• Rede
• Apito

Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 118
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do indivíduo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
Os alunos ficaram dentro da quadra de vôlei realizando o toque e ao apito os
mesmo pegaram a bola e saíram correndo e entregaram para os alunos que tiver
esperando.
A próxima atividade e uma variação da primeira onde os alunos faram agora a
manchete dentro da quadra de vôlei, lembrando não podem sai da demarcação das
linha de vôlei.
Jogo para encerrar de três corte.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Apito.
• Bolas.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 119
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da
mesma, integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.

• Os alunos formaram duplas e cada um da dupla ficara de um lado da quadra


assim ficaram trocando saques por cima da rede sendo eles considerados
saque por baixo ou por cima.

variação da primeira atividade, o aluno que tiver esperando a bola chegar


para sacar ficara em posição de espera e tentara efetuar a recepção sendo
ela de toque ou de manchete, assim sucessivamente.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Quadra de vôlei
• Bolas.
• Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 120
Disciplina: Educação Física
Tema da aula: Vôlei
Objetivos:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a
atenção, concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

Introdução:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na
aula seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
Desenvolvimento:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo
com que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando
dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
Atividades:
• Primeira atividade: os alunos iram pegar formar duplas e trocaram toques e
manchetes um de frente para o outro sem deixar a bola cair.
• Segunda atividade: duplas, com uma bola, um de frente para outro, os
alunos realizaram um corte em cima do colega sendo 10 vezes de cada e o
que tiver esperando tentara defender esse corte tentando ter o domínio da
bola.
Síntese integradora:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado
por eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas
sim as dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
Recursos:
• Bolas.
Referências:
Aulas de voleibol nas faculdades integradas de itararé 2014.
Plano de aula 121

Aula: 01 Duração: 45/50min.


Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Brincadeiras Populares


(Subtemas)
Habilidades de deslocamento: andar, abaixar, levantar.
Habilidades de estabilização: equilibrar-se, ficar agachado ficar em pé.
Habilidades Intelectuais: criações.

Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os


inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Amarelinha e suas variações.
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Brincadeiras Populares desenvolvendo as habilidades de
deslocamento e estabilização como também aprimorar os aspectos intelectuais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Amarelinha Tradicional:
Este é o mais conhecido; a casa “Inferno” também pode ser chamada
“Terra”, ou simplesmente não existir, mas o “Céu” sempre permanece, não
importa o tipo de desenho.
1. Cada jogador precisa de uma pedrinha ou tampinha.
2. Quem começar joga a pedrinha na casa marcada com o número 1 e vai
pulando de casa em casa, partindo da casa 2 até o céu.
3. Só é permitido pôr um pé em cada casa. Quando há uma casa do lado da
outra, pode pôr os dois pés no chão.
4. Quando chegar no céu, o jogador vira e volta pulando na mesma maneira,
pegando a pedrinha quando estiver na casa 2.
5. A mesma pessoa começa de novo, jogando a pedrinha na casa 2.
6. Perde a vez quem:
– Pisar nas linhas do jogo
– Pisar na casa onde está a pedrinha
– Não acertar a pedrinha na casa onde ela deve cair
– Não conseguir (ou esquecer) de pegar a pedrinha de volta 7.
Ganha quem terminar de pular todas as casas primeiro.
VARIAÇÕES DA ATIVIDADE: Só será permitido pôr um pé em cada casa, na
ida até o céu deve-se ir pulando apenas com um dos pés, direito ou esquerdo,
na volta invertesse e utilizasse o outro lado.
3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião
com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que
vivenciaram os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica
com os alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar
desafios, limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade -
momento que se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Brincadeiras Populares”.
A planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências
marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em
cada aula. Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades de
Deslocamento¹ Subtema – Habilidade
de Estabiização² Subtema –
Habilidades Perceptivas³
Nomes
Equilibrar- Ficar
dos Andar¹ Abaixar¹ Leventar¹ se² agachado² Criações³
alunos
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 122

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 02 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Brincadeiras Populares


(Subtemas)
Capacidades motoras: Agilidade, velocidade.
Habilidades sociais: Construir regras, cooperar, solidarizar-se.
Habilidades perceptivas: Noção de tempo e espaço.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Diferentes tipos de pega-pega.
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Brincadeiras Populares desenvolvendo as capacidades
motoras como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.

2° Momento: Prática das atividades:


Pega-pega Tradicional: Uma das mais antigas e tradicionais brincadeiras
de criança, o pega-pega pode ser brincado em qualquer lugar. Existem muitas
maneiras de brincar, mas as regras são simples: um corre, o outro tenta pegar.
Uma criança será o pegador ou caçador, e as outras, os fugitivos. Os
participantes combinam as regras no início, decidindo o que servirá de
proteção contra o pegador (chamada de pique, que pode ser um local, uma
posição ou uma ação), o que será considerado ser pego e qual é o castigo para
quem for pego ou simplesmente aquele que for tocado passa a ser o pegador.

Estátua ou pega-gelo: quem for pego deve ficar imóvel, só podendo voltar a
se mexer se outro jogador tocar nele (essa regra não é obrigatória e deve ser
definida antes do jogo começar). A brincadeira acaba quando o caçador conseguir
pegar todos.


Ajoelha-ajoelha, abaixa-abaixa ou abaixa-levanta: o pegador não pode
atacar quem estiver ajoelhado ou agachado. Assim que o jogador levantar,
porém, perde a proteção e tem que ser rápido na fuga. (O tempo máximo que
se deve ficar abaixado como proteção deve ser definido antes do jogo).


Pique-corrente: quem for pego dá as mãos para o pegador e sai à caça com ele. A
cada criança pega, o grupo caçador cresce formando uma corrente.


Mão no pega
O professor junto com os alunos deve escolher aquele que vai ser o
“pegador”, esse ao tocar no colega, faz um novo pegador, que terá que colocar
uma das mãos na parte do corpo que foi tocada, ficando a outra mão disponível
para pegar um novo colega. Vence aquele que ficar por último sem ser tocado.

Pique cola americano
O aluno pegador corre atrás dos demais; aqueles que forem pegos
deverão ficar "colados", ou seja, devem ficar em pé, parados com as pernas
afastadas. O pegador continua "colando" e os colegas que estiverem livres,
deverão passar por baixo das pernas daqueles que estão parados assim
salvando-os para voltarem a brincadeira.

Elefantinho
O pegador deverá correr para tocar os demais, porém, com uma das
mãos segurando o nariz e a outra estendida a frente com o braço próximo ao
nariz, imitando, assim, como se fosse a tromba do elefantinho. O aluno só
poderá pegar os colegas com sua "tromba". Quem for pego passa a ser
elefantinho também, e ajudará a tocar os outros colegas. Vence aquele que
ficar por último sem ser tocado

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.


Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Brincadeiras Populares”.
A planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades Sociais¹


Subtema – Capacidade Motora²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes Noção de
dos Construir Cooperar¹ Solidarizar- Agilidade² Velocidade² tempo e
alunos regras¹ se¹ espaço³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 123

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 03 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Brincadeiras Populares


(Subtemas)
Capacidades motoras: agilidade, velocidade.
Habilidades de deslocamento: correr, abaixar, levantar.
Habilidades perceptivas: Noção de tempo, espaço e do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Morto-Vivo; Dentro e fora, Gruda aranha e Elefantinho Colorido.
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Brincadeiras Populares desenvolvendo as capacidades
motoras como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Morto-Vivo:
O professor (a) será o líder e ficará à frente do grupo. É ele quem vai
dar as instruções que devem ser obedecidas pelos outros jogadores. Quando o
líder disser: "Morto!", todos ficarão agachados. Quando o líder disser: "Vivo!",
todos darão um pulinho e ficarão de pé. Quem não cumprir as ordens é
eliminado e ficará responsável por fiscalizar os outros colegas até sobrar um só
participante, que será o vencedor e o próximo líder.
O grau de dificuldade da brincadeira varia conforme a velocidade em
que os comandos são dados, lembrando que as sequências das ordens podem
variar, por exemplo: “Vivo! Vivo! Vivo! Morto! Morto! Vivo!”. Isso irá confundir os
jogadores e exigirá ainda mais atenção dos participantes.

Dentro e fora
Primeiro será desenhado um círculo razoavelmente grande em volta de
cada participante ou apenas um grade círculo que servira para todos. As regras
são as mesmas da brincadeira anterior “morto-vivo”, ou seja, o professor
começa os comandos: “vivo! morto!”, mas agora será adicionado “dentro e
fora”, quando o professor disser “dentro”, os jogadores pulam para dentro do
círculo. Já quando disser “fora”, todos devem sair do desenho.

Gruda Aranha
Um pegador (aranha) no centro de um círculo formado pelos outros
fugitivos (mosquinhas). Ao sinal do monitor que gritará “GRUDA ARANHA”, as
moscas devem fugir até um local pré-determinado e a aranha deve tentar pegá-
las. As moscas que forem pegas transformar-se-ão em aranhas também
(pegadores). É considerada a “mosquinha” campeã, a última a ser pega.

Elefantinho Colorido:
Azul, vermelho, verde, amarelo... Qualquer objeto com essas cores se
transforma em pique.O professor (a) será o comandante. Ele ficará na frente
das demais e diz: “Elefantinho colorido!” Os alunos responde: “Que cor?” O
comandante escolhe uma cor e os demais saem correndo para tocar em algo
que tenha aquela tonalidade.
Vale se a cor pedida estiver na roupa de alguém ou de si próprio. Se o
pegador encostar em uma criança antes de ela chegar à cor, é capturada e
essa também será um pegador. O comandante tem de escolher uma cor que
não está num local de fácil acesso para dificultar o trabalho dos demais. Vence
a brincadeira quem ficar por último.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Brincadeiras Populares”.
A planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.
Subtema – Capacidade Motora ¹ Subtema
– Habilidades de Deslocamento²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes Noção de
dos Agilidade¹ Velocidade¹ Correr² Abaixar² Levantar tempo e
alunos espaço³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 124

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 04 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Brincadeiras Populares


(Subtemas)
Capacidades motoras: Agilidade, velocidade.
Habilidades de deslocamento: correr e desviar.
Habilidades perceptivas: noção de espaço.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Dia e noite, Pisar na sombra e pegar o rabo do macaco/gato.
Objetivos Específicos:
Praticar as brincadeiras populares desenvolvendo as habilidades de
deslocamento e suas capacidades motoras, como também aprimorar os
aspectos perceptivos
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Dia e Noite:
Formam-se duas colunas o professor irar combinar com os alunos o
nome das colunas: por exemplo: "o dia" e "a noite", essas ficarão distantes
entre si cerca de 3m, tendo cada uma à retaguarda, a linha de seu pique. Se o
professor gritar "noite" e os jogadores dessa fileira fazem meia volta e saem
correndo, perseguidos pelos da fileira "dia" que tentam prendê-lo antes que
atinjam o seu "pique"; os prisioneiros passam para a ser da outra equipe que
os prendeu. As colunas voltam a se defrontar, atentas ao nome a ser falado
pelo professor, a qual deve fugir perseguida pela outra. Vence a equipe que
fizer maior número de prisioneiros.
Obs.: A brincadeira Dia e Noite também é conhecida com: “vento e flores”,
“branco e preto”, “sol e chuva”, porém seguem as mesmas regras.

Pisar na sombra
A brincadeira será feita no pátio onde a luz do sol projetará a sombra
das crianças em duplas, ou livremente, elas devem tentar pisar nas sombras
dos outros protegendo a sua própria sombra.

Pegar o rabo do macaco/gato:
Cada criança recebe um rabo (previamente confeccionado). A professora
ou as próprias crianças o coloca na parte de trás da calça, de forma que se pareça
um rabo e que não se solte com facilidade. Ao sinal dado pela professora, as
crianças deveriam correr, evitando que tirassem seu rabo e ao mesmo tempo,
pegar os rabos dos outros. Será combinado antes da brincadeira como se dará o
vencedor ou aquele que capturar mais rabos ou também pode-se combinar para
ser o vencedor aquele que ficar por último com seu rabo.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

• Jornais reciclados

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Brincadeiras Populares”.
A planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.
Subtema – Capacidades Motoras¹ Subtema
– Habilidades de Deslocamento² Subtema –
Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Agilidade¹ Velocidade¹ Correr² Desviar² Noção de espaço³
alunos
EX.:
* ** *** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 125

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 05 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Brincadeiras Populares


(Subtemas)
Habilidade de deslocamento: andar e saltar.
Habilidades sociais: cooperar.
Habilidades perceptivas: Noção de tempo e espaço.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Atividades com cordas.
Objetivos Específicos:
Praticar as brincadeiras populares desenvolvendo as habilidades de
deslocamento e sociais, como também aprimorar os aspectos perceptivos
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:


Zerinho: Duas pessoas batem corda, segurando-a pelas extremidades, a
corda é batida em direção às crianças, os alunos são colocados em coluna
perpendicular à corda; um por um tentam passar correndo sob a corda sem
serem interrompidas por esta;

VARIAÇÕES DA ATIVIDADE:

Para cada batida da corda uma passagem de um


aluno; Zerinho mais veloz.

Pular corda
Duas pessoas batem corda, as crianças entram, uma de cada vez;
realizam alguns saltos e saem pelo lado oposto ao que entraram.

VARIAÇÕES DA ATIVIDADE:
Entrar na corda, pular três vezes a sair pelo lado oposto;
Entrar, pular três vezes e sair pelo lado oposto sem batida vazia;
Entrar, pular duas vezes e sair, entrar, pular uma só vez e sair, sem
deixar batida vazia.
Entrar, pular corda uma, duas ou mais vezes e sair pelo mesmo
lado; Bater corda ao contrário;
Pular deslocando-se ao longo da corda ou pular corda realizando giros
em torno do eixo longitudinal do próprio corpo.

3° Momento:
Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião com
todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula, para
ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram os
relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os alunos
sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios, limites e
possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que se
caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

• Cordas

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Brincadeiras Populares”.
A planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.
Subtema – Habilidades de Deslocamento¹
Subtema – Habilidades Sociais² Subtema –
Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Andar¹ Saltar¹ Cooperar² Noção de tempo³ Noção de espaço³
alunos
EX.:
* ** *** *** **
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 126

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 06 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal.


(Subtemas)
Habilidades Intelectuais: Imitações.
Habilidades Simbólicas: Imaginação.
Habilidades Perceptivas: Noção de espaço e do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Cabra-cega, jogo dos contrários e esconde-esconde.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
habilidades intelectuais, como também aprimorar os aspectos perceptivos e
simbólicos.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Cabra-cega:
Para brincar será necessário apenas um lenço ou venda para tapar os
olhos. As crianças posicionadas em círculo, segurando as mãos, escolhem por
sorteio ou por indicação a “cabra-cega” que se dirigirá ao centro da roda como
os olhos vendados.

Depois de dar três voltas sobre si mesma, a “cabra-cega” tentará pegar


algum amiguinho. O grupo poderá se espalhar para impedir que a cabra pegue
alguém. Enquanto a brincadeira acontece, os participantes fazem um jogo de
perguntas e respostas, o que ajuda a cabra-cega a localizar os outros pela
audição. ” EX.: - Cabra-cega, de onde você veio? ou, Cabra-cega, quem é
você?”. Quando conseguir pegar algum amiguinho, e o reconhece pelo tato ou
pela audição, trocará de lugar com ele, ou seja, caso acerte, o encontrado vira
a cabra-cega, senão, deve continuar tentando.

Jogo dos contrários
O professor ou uma das crianças do grupo, é o guia. Ele deve fazer
gestos, que podem ser os mais diversos. Tudo o que ele fizer deve ser feito ao
contrário pelas outras crianças. Por exemplo, se ele se deitar, as demais têm
de ficar em pé; se ele ficar parada, as outras têm de se movimentar, se ele
rolar para um lado, as demais têm de rolar para o outro.

Esconde-esconde
Um jogador é escolhido para “bater cara” (fazer a contagem do tempo).
Ele deve fechar os olhos e, rosto virado para uma parede ou um poste (o
“pique”), começar a contar o tempo Ex.: 0 até 10, 0 até 20 ou mesmo cantando
uma música infantil (determinado antes do início do jogo).

Enquanto ele conta, os outros devem se esconder. Assim que termina,


ele sai à procura dos amigos, ele deve gritar "Prontos ou não, aí vou eu!" A
partir daí ele deve tentar encontrar todos os outros jogadores que se
esconderam. Quando encontra um jogador, grita seu nome e corre para o
pique, onde deve bater três vezes, gritando: "Fulano, 1, 2, 3". Para se salvar, o
jogador encontrado deve ser rápido o suficiente para chegar ao pique primeiro.
Se não conseguir, está fora da jogada.

Os escondidos não precisam esperar serem encontrados para tentar se


salvar. Se perceberem que o pegador está afastado, podem arriscar sair do
esconderijo e correr para o pique, gritando também "Fulano, 1, 2, 3". O último a
ser pego faz o papel de pegador na próxima rodada.

VARIAÇÃO DA ATIVIDADE

O jogador que “bate cara” ao encontrar os outros jogadores que se


esconderam, invés de ir ao pique e falar o nome, desta vez deverá correr e
tocar quem foi encontrado, após ser tocado aquele que foi encontrado agora
ajudará a encontrar e tocar os demais que se esconderam.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:


• Tabelas (planilhas) para anotação.
• Lenços ou vendas
Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro
das ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades Intelectuais¹


Subtema – Habilidades Simbólicas²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Imaginação¹ Imaginação² Noção de tempo³ Noção de espaço³ alunos

EX.:
* ** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 127

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 07 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal.


(Subtemas)
Capacidades Afetivas: Confiança.
Habilidades Intelectuais: Imitação.
Habilidades perceptivas: Noção de espaço e do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses
três subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor
Conteúdos/Atividades
João bobo. Imitar e cair. Carrinho Maluco.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
capacidades afetivas, como também aprimorar os aspectos intelectuais e
perceptivos.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

João-bobo:
As crianças devem formar uma roda de oito ou dez componentes e uma
delas será escolhida para ficar no meio. Esta será o “joão-bobo”, que deve ser
“passado” de mão em mão. Todas as crianças devem revezar no meio da roda,
e as que estão em volta devem ficar próximas umas das outras para dar
segurança ao joão-bobo. Este, por usa vez, sem dobrar as pernas ou o troco,
deve pender para um lado dos lados, para frente ou para trás. Nesse instante,
ele deve ser amparado por uma das crianças da roda, que por sua vez, deve
empurrá-lo para a frente, em direção a outra criança. Assim, o joão-bobo vai
passando de mão durante algum tempo.

Imitar e cair:
O professor irá dividir a turma em duplas. Um aluno à frente e outro
atrás, ao sinal do professor, o da frente deverá se deslocar, fazendo vários
movimentos diferentes, e o de trás irá acompanhá-lo, imitando seus
movimentos. Após alguns segundos, ao sinal do professor, os dois param e o
que está à frente projeta o seu corpo para trás, sem dobrar os joelhos, e o que
está atrás deverá segurá-lo, não podendo deixar o amigo cair no chão. Depois,
trocam-se as posições e recomeça a atividade.

Carrinho Maluco
A mesma formação anterior, sendo que o aluno que está à frente será o
carrinho, o que está atrás, o motorista. Este "carro" se locomoverá da seguinte
forma: quando o motorista colocar o seu dedo indicador na parte superior "das
costas", do carro este irá andar para frente, e, ao retirar o dedo, o carro ficará
parado. Para dobrar à direita ou à esquerda, basta colocar a mão no ombro
direito ou esquerdo do carro. Para a ré, colocam-se as duas mãos, uma em
cada " ombro" do carrinho. Depois, trocam-se as posições.

OBSERVAÇÃO: para estimular a criatividade, podemos pedir para que os


alunos criem os seus próprios códigos, não podendo repetir a proposta
oferecida pelo professor.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro das
ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.
Subtema – Capacidades Afetivas¹
Subtema – Habilidades Intelectuais²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Confiança¹ Imitação² Noção de espaço³ Noção do próprio corpo³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 128

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 08 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal


(Subtemas)
Habilidades de deslocamento: andar e correr.
Habilidades intelectuais: tomada de consciência da prática.
Habilidades perceptivas: noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Jogo das partes do corpo; descobrir os pontos de percepção dos
batimentos cardíacos e desenhar o contorno dos colegas deitados no chão.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
habilidades intelectuais, como também aprimorar os aspectos perceptivos e
motores.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Jogo das partes do corpo:

A um sinal do professor, as crianças devem se movimentar, andando ou


correndo pelo espaço da atividade. De repente, o professor irá falar o nome de
uma parte do corpo. Então, sem parar de se movimentar, cada criança deve tentar
encostá-la na parte do corpo correspondente de um colega. Por exemplo, se o
professor disser “mão”, cada aluno deve encostar sua mão de algum colega e
continuar o movimento que vinha realizando (por exemplo, andar).

Descobrir os pontos de percepção dos batimentos cardíacos:
Com o auxílio do professor os alunos identificarão os pontos de
percepção dos batimentos cardíacos. Para contar os batimentos, o professor
irá pedir à criança que coloque os dedos indicador e médio sobre o pulso. Ou
que ponha os mesmos dedos sobre um determinado ponto no pescoço. Os
alunos também podem tocar o lado esquerdo do peito, e explorar todos os
pontos nos quais os batimentos podem ser sentidos. O professor pode sugerir
verificar os batimentos em repouso e logo após uma atividade física, para seja
percebido as diferenças no ritmo de batimento cardíaco.

Desenhar o contorno dos colegas deitados no chão:
Divide-se a turma em duplas, uma das crianças da dupla receberá um giz e
ficará em pé para que possa desenhar o contorno do seu colega, este estará
deitado no chão. Logo após o aluno que estava deitado no chão, irá identificar no
desenho feito as partes do seu corpo onde é possível verificar os batimentos
cardíacos. Feito isso invertesse as funções e aquele que antes ficou deitado, ficará
agora em pé e irá desenhar o contorno do seu amigo, idem.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro das
ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.
Subtema – Habilidades de Deslocamento¹
Subtema – Habilidades Intelectuais²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
Tomada de consciência Noção do próprio
dos Andar¹ Correr¹
da prática¹ corpo³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 129

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 09 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal


(Subtemas)
Habilidades de deslocamento: andar e correr
Habilidades intelectuais: Imitações.
Habilidades perceptivas: Noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Jogo dos animais e adivinhar o bicho.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
habilidades intelectuais, como também aprimorar os aspectos perceptivos e
motores.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Jogo dos animais:

O professor irá perguntar aos alunos se eles já viram um macaco ou


qualquer outro animal. Em seguida será perguntado quem sabe imitá-lo, o
modo de andar e os sons que esses animais reproduzem. Chama-se um aluno
de cada vez para fazer a imitação desse animal, ou também, pode-se pedir que
todos andem, corram imitando um macaco ou outro animal, porém ao sinal do
professor os alunos devem abaixassem (agachassem), tocando os pés e pular
batendo as palmas das mãos por cima da cabeça.
VARIAÇÃO: Ao sinal do professor os alunos devem andar para trás, ou andar
agachado, ou andar nas pontas dos pés continuando imitando os animais.

Adivinhar o bicho:
Com o auxílio do professor, chamasse um aluno de cada vez para
realizar a imitação, porem apenas esse saberá qual o bicho a ser imitado.
Enquanto o aluno faz a sua representação, os demais tentam adivinhar de que
animal se trata.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro
das ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.
Subtema – Habilidades de Deslocamento¹
Subtema – Habilidades Intelectuais²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Andar¹ Correr¹ Imitações¹ Noção do próprio corpo³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo
Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 130

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 10 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal


(Subtemas)
Habilidades sociais: organizar grupos.
Habilidades intelectuais: imitações.
Habilidades perceptivas: noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
O espelho, O espelho invertido, Adivinhe quem é o mestre.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
habilidades intelectuais, como também aprimorar os aspectos perceptivos e
motores.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

O Espelho:

O professor divide a turma em duplas. E pede que um aluno fique em


frente ao outro. Um aluno (será a imagem) irá fazer vários movimentos
diferentes, dinâmicos ou não, e outro (será o espelho) terá que imitá-lo. Depois,
trocam-se as posições, e quem era imagem passa a ser espelho.

OBSERVAÇÃO: Incentivar os alunos, pedindo que façam movimentos bem


criativos.

O Espelho Invertido:

Idem a atividade anterior, contudo o aluno espelho terá que imitar ao


contrario tudo o que o seu colega fazer, ou seja, se colega for para a direita ele
terá que ir para a esquerda, se o colega abaixar-se ele deverá ficar em pé.
Assim por diante. Depois, trocam-se as posições, e quem era imagem passa a
ser espelho.

Adivinhe quem é o mestre:

O grupo se dispõe no local da atividade de maneira que todos fiquem


sentados no chão formando um círculo, então escolhem um dos integrantes para
ser o detetive. O detetive deve ser separado do grupo. Logo após será escolhido o
mestre de maneira que o detetive não possa velo, pois, aquele que irá começar a
brincadeira com seus comandos será o mestre. Após comandar o grupo com
algum movimento corporal, todos devem pedir para que o detetive entre (Detetive
pode entrar), este deve ficar no meio do círculo e tentar adivinhar quem
é o mestre da vez, lembrando que o mestre deve modificar os movimentos
variadas vezes.
O detetive tem 3 chances para adivinhar, se não conseguir o grupo deve
sortear novamente outro detetive e mestre para a nova rodada.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro
das ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades Sociais ¹


Subtema – Habilidades Intelectuais²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Organizar grupos ¹ Imitações¹ Noção do próprio corpo³
alunos
EX.:
* *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 131

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 11 Duração: 45/50min.
Ano/série: 1° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Atividade de Sensibilização Corporal


(Subtemas)
Capacidades motoras: agilidade.
Habilidades intelectuais: imitações.
Habilidades perceptivas: noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
A Família dos animais, Caminho das pedras, O mestre mandou.
Objetivos Específicos:
Praticar as Atividades de Sensibilização Corporal desenvolvendo as
habilidades intelectuais, como também aprimorar os aspectos perceptivos e
motores.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

A Família dos Animais:
Um cartão em que está escrito o nome de um animal é distribuído para
cada aluno, que não deve mostrá-lo a ninguém. O nome de cada animal é
repetido nos cartões conforme o número de componentes que se queira em
cada grupo. Depois que todos os alunos estiverem com o seu cartão, pede-se
que andem pela quadra, procurando seus iguais. Ao se aproximar de um
companheiro, o aluno imitará o som do seu animal para verificar se é o mesmo
do colega. Se for, eles permanecem juntos e procuram os outros. Quando
todos se encontrarem, os grupos estarão formados.

Caminho das pedras:
As crianças correm entre as pedras (um círculo para cada criança
desenhado no chão) e ao ouvirem o comando do professor, por exemplo:
“mãos”, deverão parar, colocando as partes do corpo solicitadas pela
professora na sua pedra, ou seja, deverão colocar as mãos sobre a pedra, a
fim de identificarem as partes do corpo.

O mestre mandou:
O professor ou um dos alunos participantes é encarregado de ser o
mestre e ficará a frente dos outros jogadores. Ele dará as ordens e todos os
seguidores deverão cumpri-las desde que sejam precedidas das palavras de
ordem: “O mestre mandou” ou “Macaco Simão mandou”.
As ordens que não começarem com essas palavras não devem ser
obedecidas. Por isso, esse é um jogo que exige bastante atenção, uma vez
que será eliminado aquele que não cumprir as ordens ou cumprir as ordens
sem as palavras de comando.
O pelo chefe, que pode pedir, por exemplo, que os seguidores realizem
um determinado movimento, pular, rolar, até mesmo imitar um animal ou pedir
que façam uma sequência de atividades de uma vez só, como: “O mestre
mandou... pular de um pé só mostrando a língua, girando e batendo palma!”

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Atividade de
Sensibilização Corporal”. A planilha é constituída de nome do aluno, registro
das ocorrências marcantes sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para
avaliação em cada aula. Conforme abaixo.

Subtema – Capacidades Motoras¹


Subtema – Habilidades Intelectuais²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes
dos Agilidade¹ Imitações² Noção do próprio corpo³
alunos
EX.:
* *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 132

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:12 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Capacidades motoras: Força, agilidade, velocidade.
Habilidades sociais: Construir regras, cooperar, solidarizar-se.
Habilidades perceptivas: Noção de espaço.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Garrafão; Nunca três e suas variações.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:


Garrafão: As crianças, devem desenhar no chão um retângulo grande, mas
não completamente fechado, e, num dos lados devem desenhar a boca do
garrafão. Um dos alunos será o pegador, que só poderá entrar e sair do garrafão
por essa abertura, podendo se locomover sobre as duas pernas. Os fugitivos
podem entrar e sair por qualquer lugar, mas uma vez dentro do garrafão só podem
transitar numa perna. O pegador deve correr atrás dos fugitivos: se ele correr por
fora do garrafão, os fugitivos podem fugir para dentro dele, pulando numa perna
só. Se ele entrar pela boca do garrafão e persegui-los ali dentro, os fugitivos
podem escapar para fora do garrafão e aí locomover-se como quiserem. Quem for
pego será o próximo pegador.
VARIAÇÕES DA ATIVIDADE:

Idem a atividade anterior, porém adicionasse:


Mais entradas no garrafão;
Mais um pegador.
Outras regras criadas pelos alunos.

Nunca três:

O professor (a) escolherá o primeiro pegador e o fugitivo.


O pegador deve perseguir apenas o fugitivo escolhido previamente. Os
demais participantes devem ficar espalhados, em duplas, de braços dados.
Para se livrar do pegador, o fugitivo, além de correr, pode salvar-se pegando
na mão de um dos componentes da dupla. Nesse casso, o colega tocado será
o próximo fugitivo no lugar dele. Se casso o pegador conseguir tocar o fugitivo
invertesse as funções, ou seja, o fugitivo agora passa a ser pegador e o
pegador irá ser o fugitivo.

VARIAÇÕES DA ATIVIDADE:

Idem a atividade anterior, o fugitivo pega na mão de um do componente


da dupla, que, em vez de virar fugitivo, virá pegador, e aquele que era pegador
até então vira fugitivo.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião com
todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula, para ouvir a
verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram os relatos a
respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os alunos sobre o
desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios, limites e
possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que se
caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e Giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Capacidades Motoras¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades perceptivas³
Nomes
dos Construir Cooperar¹ Solidarizar- Velocidade² Força³ Noção de
alunos regras¹ se¹ espaço³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 133

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:13 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Capacidades motoras: Força, velocidade.
Habilidades sociais: Construir regras.
Habilidades perceptivas: Noção de espaço.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Mãe da rua, Penar a lata.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Mãe da rua:
O professor escolherá um dos participantes para ser a mãe da rua. Com um
giz, desenha-se duas riscas paralelas com uma distância de cerca de dois metros
entre elas. O lado de dentro das riscas será a rua e o lado de fora, as calçadas.
Cada time ficará em uma das calçadas. Os participantes têm de atravessar de
uma calçada a outra, pulando em um pé só e fugir da mãe da rua. Quem é pego
passar a ser também mãe da rua e ajudar a capturar os demais.
A brincadeira termina quando a turma toda for pega. Vence aquele que
ficar por último.

Penar a lata:
Penar a lata: Esta brincadeira é muito conhecida pelas crianças que têm
espaço para brincar, O grupo deve escolher uma criança para buscar a lata,
que será "penada", isto é, atirada o mais longe possível. Enquanto o escolhido
vai buscar a lata, os demais devem se esconder. Ao voltar, ele deve colocar a
lata num "pique" e tentar descobrir onde os outros estão escondidos. Se
descobrir alguém, ele tem de voltar ao pique e bater três vezes com a lata no
chão. Então, o descoberto fica "pego" no pique. Porém, um dos que ainda não
foram descobertos pode, sem ser visto, correr até o pique e salvá-lo. Aquele
que ficar por último a ser descoberto ganhar e na próxima rodada do jogo será
aquele que irá buscar a lata que foi penada.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:


• Tabelas (planilhas) para anotação e Giz.
• Lata reciclada
Avaliação:
• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da
aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Capacidades Motoras¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades perceptivas³
Nomes
dos Força¹ Velocidade¹ Construir regras² Noção de espaço³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João
Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 134

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:14 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Habilidades intelectuais: Tomada de consciência da prática.
Habilidades sociais: Construir regras, Cooperar, Competir.
Habilidades desportivas: Passar.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Passa 10, Bola ao arco.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Passa 10:
Trata-se de uma brincadeira criada para ensinar passes, mas que, como
tantas outras, suscita muitas dúvidas e discussões. Por isso, presta-se bem ao
Jogo de Regras, isto é, à possibilidade de os alunos aprenderem a construir
regras. Inicialmente, devem ser formados dois times. O professor irá dividir a
turma em duas equipes. E deve jogar uma bola para o alto. O aluno que pegar
a bola deve tentar passá-la para um companheiro da sua equipe, sem que ela
seja interceptada pelo adversário. Se isso for feito por componentes do mesmo
time dez vezes seguidas contando em voz alta a cada passe até chegar o 10°,
sem que a bola seja interceptada, é computado um ponto. O passa 10, que
exige dez passes seguidos, pode ser adaptado de várias maneiras, como
passa 12, passa 8 etc. Ao final do tempo determinado da atividade ganha a
equipe que fez o maior número de pontos.

Bola ao arco:
O professor irá dividir a turma em duas equipes, sendo que cada equipe
deverá eleger o seu goleiro que ficará andando ao redor da quadra (ou local
demarcado para atividade), com um arco nas mãos (elevando os braços a cima
de sua cabeça).
As equipes deverão trocar passes e tentarão chegar até o seu arco para
fazer um gol (jogando a bola através do arco). A outra equipe logicamente não
deixará isto acontecer e vai tentar interceptar a bola e começar tudo de novo.
Poderão ser colocadas duas bolas. Vence a brincadeira a equipe de marcar o
maior número de gols no tempo determinado.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação;


• Bolas e arcos.
Avaliação:
• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da
aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades intelectuais ¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades desportivas³
Nomes
dos Tomada de consciência da prática ¹ Cooperar¹ Competir² Passar³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João
Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 135

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:15 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Capacidades Motoras: Agilidade, Velocidade
Habilidades sociais: Construir regras, Cooperar, Competir.
Habilidades desportivas: Desarmar, Passar, Finalizar
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Bandeirinha, Queimado.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Bandeirinha:
O professor forma dois grupos ou dois times, com o mesmo número de
crianças. Podem ser do mesmo sexo ou não. Uma linha é traçada dividindo os
dois campos. É fixada uma bandeirinha (que pode ser também um pedaço de
galho de árvore) em cada campo. As duas bandeirinhas ficam na mesma
distância da linha central.
Depois disso, começa o jogo quando os membros dos grupos tentam
entrar no campo do outro, tentando trazer da bandeira para o seu campo. O
time que conseguir primeiro é o vencedor. Durante o jogo a criança que for
pega dentro do campo adversário será "colada" e deverá permanecer onde foi
colada até alguém de sua equipe vir e “descolar” para que volte ao jogo antes
que seja colada novamente. A criança que for colada com a bandeirinha na
mão, ficará "colada" no local onde a bandeirinha estava fixada.

Queimado:
O queimado é um jogo de muitas regras, aqui será apresentado todas a
regras possíveis do queimado tradicional, porém o professor poderá adaptá-las
para a faixa etária dos seus alunos para melhor entendimento da atividade.
Os participantes são divididos em dois grupos iguais, que ficam cada um
de um lado do campo. O objetivo de cada um é “queimar” os integrantes do
time adversário, acertando um a um com a bola até que não sobre ninguém.
Os times tiram a sorte (par ou ímpar, bola ao ar etc.) para decidir quem
começa. Um dos jogadores fica com a bola. Ele tem direito a um arremesso de
dentro de seu território (o limite é a linha central), e os adversários podem se
afastar o máximo que conseguirem, sem sair dos limites de sua área. Se a bola
não atingir ninguém e sair rolando pelo chão, um jogador do outro time pode pegá-
la e atirá-la em direção ao pessoal do time adversário – sem sair do ponto onde a
pegou. Ele só pode andar até a linha central com a bola se pegá-la no ar.
É queimado quem for acertado e deixar a bola cair no chão. Essas
pessoas viram “prisioneiros” dos adversários e têm que sair da área de seu
time e ir para a “prisão” (também chamada de “cemitério”), uma faixa que fica
depois da linha de fundo do outro time. Os queimados continuam jogando, só
que com menos liberdade. Eles só podem pegar a bola se ela cair dentro da
prisão. De lá, podem tentar acertar os adversários ou passar a bola para seus
companheiros de time, arremessando longe o suficiente para que ela caia
dentro do campo deles.
Os prisioneiros têm apenas uma chance de voltar a jogar na área de seu
time: se na primeira vez que pegarem a bola na prisão conseguirem queimar
um adversário. Vale lembrar que se um jogador for acertado pela bola nas
mãos, cabeça ou pé, não será queimado: esses são chamados pontos frios.
Também não é queimado se, depois de ser atingido, ele ou algum colega
conseguir segurar a bola no ar antes dela cair.
Os jogadores (ou prisioneiros) do mesmo time podem passar a bola
entre si sem problemas, desde que não a deixem cair. Ganha o time que
conseguir o maior número de prisioneiros dentro do tempo estipulado (que não
é fixo) ou que conseguir queimar todos os adversários.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:


• Tabelas (planilhas) para anotação;
• Bolas, giz, bandeiras.

Avaliação:
• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da
aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Capacidades Motoras ¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades Desportivas³
Nomes
dos Agilidade ¹ Competir² Desarmar³ Passar³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 136

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:16 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Capacidades motoras: agilidade, velocidade
Habilidades sociais: construir regras, competir.
Habilidades de deslocamento: andar, correr, desviar.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Barra Manteiga, Joquempô humano.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Barra Manteiga:
O professor irá dividir a turma em dois grupos. Traçar duas linhas com
uma distância média de 8 m entre elas. Cada grupo em uma linha, os
jogadores posicionam-se nas linhas, lado a lado.
Alternadamente, os jogadores vão até o lado adversário. Todos devem
estar com as palmas das mãos viradas para cima, braços direitos dobrados na
altura da cintura. O jogador bate com a palma de sua mão direita, devagar, em
todas as mãos disponíveis, até que, repentinamente, dá um tapa mais forte numa
das mãos e corre para o seu lado. Quem receber o toque, imediatamente corre
atrás e tenta pegar o adversário. Se conseguir, este passa a ser da equipe que o
apanhou, e o jogador que o pegou faz a mesma coisa no grupo contrário. A equipe
que conseguir capturar metade ou mais do outro grupo é a vencedora.

Joquempô humano:

O professor irá dividir o grupo em duas colunas, igual a atividade


anterior, uma ao lado da outra, ensina-se ao grupo o jogo do joquempô com as
mãos: Pedra (mão fechada) Papel (mão aberta) e Tesoura (indicador e dedo
médio abertos). Pedra ganha de tesoura, tesoura ganha de papel e papel
ganha de pedra.
Marca um local no meio da quadra com um arco, uns 2 metros das duas
colunas. Ao sinal um integrante de cada grupo dirige-se em direção a outra
equipe até chegar ao arco, nesse momento obrigatoriamente os dois fazem à
disputa e quem ganha continua em direção a equipe adversária, enquanto
quem perde volta a sua equipe. Ao mesmo tempo em que o integrante da
equipe perde no joquempô o próximo integrante da sua equipe deverá dirige-se
até o arco que estará no meio da quadra, se ele chegar no arco antes de que
adversário chegar até o seu campo, marca-se ponto para ele se não o ponto
será do adversário que ganhou no joquempô.

3° Momento:
Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião com
todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula, para
ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram os
relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os alunos
sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios, limites e
possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que se
caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação;


• Arcos e Giz

Avaliação:
• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da
aprendizagem, ou seja:

- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A


planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Capacidades Motoras ¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades de Deslocamento³
Nomes
dos Velocidade ¹ Construir regras² Competir² Correr³ alunos

EX.:
* ** *** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 136

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula:17 Duração: 45/50min.
Ano/série: 2° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Jogos de Regras


(Subtemas)
Capacidades Motoras: Agilidade, Velocidade
Habilidades sociais: Construir regras, Cooperar, Competir.
Habilidades desportivas: Desarmar, Passar, Finalizar.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Sete pecados, Sabonetobol.
Objetivos Específicos:
Vivenciar os Jogos de Regras desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.
Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Sete pecados::
O professor irá utilizar um giz para fazer um grande círculo no chão. E
pedirá que os alunos fiquem sobre esse círculo, assim formando um grande
círculo humano. Uma das crianças será escolhida para ficar no centro desse
círculo e jogará a bola para o alto e irá dizer o nome de um dos jogadores.
Aquele que foi chamado corre para pegar a bola enquanto os demais se
espalham. Quando a criança consegue pegar a bola imediatamente manda que
todos parem. Ela dá sete passos e joga a bola na criança parada que estiver
mais próxima. Se conseguir acertar, e a outra criança não segurar a bola, essa
terá um pecado, e será a próxima a ir até o centro do círculo e recomeçar a
brincadeira. Por fim, quem tiver sete pecados, ou seja, for acertado sete vezes
até o final da brincadeira, terá de pagar uma "prenda”.

Sabonetobol:
Duas equipes e dois baldes com água até a metade. Um em cada
extremidade do campo como se estivessem jogando basquetebol. Somente a
pessoa que está com o sabonete não pode andar. Objetivo é colocar o
sabonete dentro do balde adversário, cabe a cada equipe proteger os baldes e
ao mesmo tempo fazer seus pontos. Ao sinal do professor a equipe que estiver
em posse do sabonete molhado (escorregadio) deverá trocar passes em sua
equipe até ser lançado o sabonete ao balde, vença a equipe que realizar mais
pontos no intervalo de tempo determinado previamente.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:


• Tabelas (planilhas) para anotação;
• bolas, baldes com água e sabonetes.

Avaliação:
• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da
aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades intelectuais ¹


Subtema – Habilidades Sociais²
Subtema – Habilidades desportivas³
Nomes
dos Tomada de consciência da prática ¹ Cooperar¹ Competir² Passar³
alunos
EX.:
* ** *** ***
João
Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 137

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 18 Duração: 45/50min.
Ano/série: 3° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Lutas Simples


(Subtemas)
Capacidades motoras: Força e resistência.
Habilidades sociais: Cooperar, organizar-se e construir regras.
Habilidades perceptivas: Noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Luta do estoura bexiga; Luta do prendedor e Cabo de guerra com os
braços.
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Lutas Simples desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.

Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Luta do estoura bexiga:
O professor irá dividir os alunos em duplas, e amarar uma bexiga em
cada tornozelo dos alunos, sendo assim, cada jogador irá defender duas
bexigas que estarão amaradas uma em cada tornozelo. Os jogadores ficarão
em pé, frente a frente segurando as mãos do seu oponente, sem soltar as
mãos tentarão estourar com os pés a bexiga que estará amarrada no tornozelo
do seu companheiro. Vence aquele que estourar o mais rápido as duas bexigas
do seu oponente.
Variação da atividade: Idem a atividade anterior, porém agora os alunos irão
soltar as mãos do seu oponente e segurar a suas próprias mãos por trás de
suas costas (dorso), ou seja, o contato com o oponente será reduzido, apenas
utilizando os pés para estourar as bexigas do adversário. Vence aquele que
estourar o mais rápido as duas bexigas do seu oponente.

Luta do prendedor:

O professor irá dividir os alunos em duplas, e utilizar um giz para desenhar


vários círculos no chão, estabelecendo esses como espaço onde cada dupla
deverá ficar. Entregar para um dos jogadores de cada dupla dois prendedores de
roupa que serão colocados em suas roupas, no lugar em que ele escolher, esse
aluno será defensor. É obrigatório que os prendedores fiquem à vista de seu
adversário. Aquele que ficou sem o prendedor da dupla será o atacante que deve
pegar os prendedores de seu colega sem brutalidade, o defensor deve proteger os
prendedores se esquivando de seu adversário, sem sair de dentro do espaça
estabelecido (o círculo). Assim que o atacante conseguir pegar os dois
prendedores, ganhará um ponto, e irá mudar de função na atividade ou seja,
passará agora a ser o defensor. Após o tempo da atividade ganha aquele que
conseguiu o maior número de pontos durante a luta.

Cabo de guerra com os braços:

O professor irá dividir os alunos em duplas, e utilizar um giz para


desenhar uma linha/traço no chão, estabelecendo essa como divisão ficando
entre cada dupla. Os jogadores ficarão em pé, frente a frente segurando as
mãos do seu oponente. Coloca-se uma marca a ser atingida que esteja de 2 à
3 metros atrás de cada um deles, esta marca pode ser uma corda ou um traço
de giz feito no chão. O jogador que conseguir puxar o outro até a sua marca
ganha um ponto, devendo assim voltar a posição inicial e recomeçar. Após o
tempo da atividade ganha aquele que conseguiu o maior número de pontos.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:


• Tabelas (planilhas) para anotação e Giz.
• Bexigas, elásticos e prendedores.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades Sociais¹


Subtema – Capacidade Motora²
Subtema – Habilidades Perceptivas³

Nomes Construir Organizar- Noção do


dos Cooperar¹ Resistência² Força² próprio
regras¹ se¹
alunos corpo³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 138

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 19 Duração: 45/50min.
Ano/série: 3° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Lutas Simples


(Subtemas)
Capacidades motoras: Força e resistência.
Habilidades sociais: Cooperar, organizar-se e construir regras.
Habilidades perceptivas: Noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Luta do saci, Luta do sumô, Os lobos e as ovelhas.
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Lutas Simples desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.

Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Luta do saci:

O professor deve dividir a turma em duplas, as duplas devem ficar frente


a frente, apoiando-se em apenas uma perna, cada um deverá tentar
desequilibrar seu colega até que ele coloque os dois pés no chão. Para
desequilibrar o colega as crianças devem tocar na altura dos ombros do seu
parceiro. Aquele que conseguir desequilibrar o seu oponente ganhará um ponto
devendo assim voltar a posição inicial e recomeçar. Após o tempo da atividade
ganha aquele que conseguiu o maior número de pontos.

Luta do sumô:
O professor deve dividir a turma em duplas, esses devem ficar dentro de
um espaço delimitado, um pequeno quadrado ou circulo desenhado com um
giz no chão, e ao sinal do professor devem tentar, empurrando o ombro ou
cintura, deslocar seu parceiro para fora deste espaço. Aquele que conseguir
deslocar o seu parceiro para fora marca um ponto e reinicia-se a brincadeira.
Após o tempo da atividade ganha aquele que conseguiu o maior número de
pontos. Nesta atividade pode ocorrer variações como: no início da atividade,
permitir que apenas 1 pé permaneça dentro do quadrado;

Os lobos e as ovelhas
O professor deve dividir a turma em duas equipes, (equipe lobos e
ovelhas). A equipe das ovelhas se moverão apenas em quatro apoios na área
determinada pelo professor.
A equipe dos lobos ao sinal do professor irá entrar na área das ovelhas e
tentarão agarra-las e imobiliza-las. Se os lobos conseguirem imobilizar as
ovelhas os jogadores invertem as posições.

3° Momento: Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião


com todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula,
para ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram
os relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os
alunos sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios,
limites e possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que
se caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação e Giz.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.

Subtema – Habilidades Sociais¹


Subtema – Capacidade Motora²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes Noção do
dos Construir Cooperar¹ Organizar- Resistência² Força² próprio
alunos regras¹ se¹ corpo³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 138

Instituição: _____________________________________________________
Componente Curricular: Educação Física. Professor(a): _______________
Aula: 20 Duração: 45/50min.
Ano/série: 3° ao 5° Turno: ________
*N° previsto de participantes
Sexo*: (___) Masculino, (___) Feminino

Tema da aula: Lutas Simples


(Subtemas)
Capacidades motoras: Força e resistência.
Habilidades sociais: Cooperar, organizar-se e construir regras.
Habilidades perceptivas: Noção do próprio corpo.
Observações: Foram escolhidos três subtemas, todos interligados, dentre os
inúmeros subtemas relativos a esses conteúdos e a esse grande tema. Esses três
subtemas direcionam a atividade para os objetivos definidos pelo professor.
Conteúdos/Atividades
Luta do bobeou, puxou. Amigos do peito. Luta do pé com pé
Objetivos Específicos:
Vivenciar as Lutas Simples desenvolvendo as capacidades motoras
como também aprimorar os aspectos perceptivos e sociais.

Metodologia:

1°Momento: Roda de conversa inicial sobre o que será feito na aula, em


círculo onde os alunos irão conversar sobre o que deverá ser realizado, bem
como ouvir sugestões dos alunos quanto as habilidades e relembrar o que foi
feito nas aulas anteriores, constituísse um momento de tomada de consciência
dos alunos a respeito de suas próprias atividades.
2° Momento: Prática das atividades:

Luta do bobeou, puxou:

Divide-se os alunos em duplas, em seguida os jogadores deverão ficar


de joelhos um de frente para o outro, estes serão equipados com uma faixa que
deverá estar amarrada na cintura de cada um. Logo após eles devem:
- derrubar seu adversário no chão;
- encostar os ombros dos adversários no chão;
- mantê-lo imobilizados durante três segundos.
Eles só podem derrubar o parceiro segurando a faixa.

Amigos do peito
O professor deve dividir a turma em duplas, esses devem ficar dentro de
um espaço delimitado, um pequeno quadrado ou círculo desenhado com um giz
no chão, e ao sinal do professor devem tentar deslocar seu parceiro para fora
deste espaço, empurrando o seu oponente apenas utilizado a barriga e o peito, ou
seja, não é permito o uso das mãos durante a atividade. Aquele que conseguir
deslocar o seu parceiro para fora do círculo marca um ponto e reinicia-se a
brincadeira. Após o tempo da atividade ganha aquele que conseguiu o maior
número de pontos. Nesta atividade pode ocorrer variações como: no início da
atividade, permitir que apenas 1 pé permaneça dentro do quadrado;

Luta do pé com pé
O professor deve dividir a turma em duplas, esses devem ficar
sentados no chão com os pés unidos, ou seja, cada jogador irar empurra os
pés do seu adversário utilizando também os seus próprios pés, ao sinal do
professor devem tentar fazer com que o seu parceiro toque com as costas ou
com as mãos no chão, empurrando o seu oponente apenas utilizado os pés,
assim que conseguir marca um ponto reinicia-se a brincadeira. Após o tempo
da atividade ganha aquele que conseguiu o maior número de pontos.

3° Momento:
Espaço aberto para diálogo com a turma, momento de reunião com
todos, ou seja, em uma roda de conversa sobre o que foi feito na aula, para
ouvir a verbalização das crianças quanto às experiências que vivenciaram os
relatos a respeito da atividade, discussão interativa – dialógica com os alunos
sobre o desenvolvimento da aula, com o intuito de apontar desafios, limites e
possibilidades encontrados com a prática da atividade - momento que se
caracteriza como avaliação da aula.

Materiais pedagógicos de apoio/local:

• Tabelas (planilhas) para anotação.

• Faixas ou tecidos.

Avaliação:

• De forma formativa por meio de tabelas (planilhas) para verificação da


aprendizagem, ou seja:
- Numa planilha, será avaliado o desempenho do tema “Jogos de Regras”. A
planilha é constituída de nome do aluno, registro das ocorrências marcantes
sobre o tema. Com escolha de 5 ou 6 alunos para avaliação em cada aula.
Conforme abaixo.
Subtema – Habilidades Sociais¹
Subtema – Capacidade Motora²
Subtema – Habilidades Perceptivas³
Nomes Noção do
dos Construir Cooperar¹ Organizar- Resistência² Força² próprio
alunos regras¹ se¹ corpo³
EX.:
* ** *** *** ** ***
João

Legenda
*Regular
**Bom
***Ótimo

Referências bibliográficas:

FREIRE, J.B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física.


4ª ed. São Paulo: Scipione, 2001.
FREIRE, J. B. & SCAGLIA, A. J. Educação como prática corporal. São Paulo:
Scipione, 2003.
Plano de aula 139

INSTITUIÇÃO:
PROFESSOR:
DISCIPLINA: Educação Física
TURMA:
DATA:
TEMA DA AULA: Vôlei
OBJETIVOS:
• Aprimorar o desempenho na realização de atividades que necessitem a atenção,
Concentração e agilidade;
• Aprimorar a capacidade física dos alunos e suas habilidades motoras;
• Fornecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Proporcionar a convivência em grupo

INTRODUÇÃO:
Breve explicação sobre o que será realizado em aula, expondo as regras do
jogo e os objetivos a serem alcançados e motivando os alunos.

DESENVOLVIMENTO:
A atividade tem como parecera abordagem construtivista-interacionista assim
gerando a construção do conhecimento do individuo e a interação da mesma, também
foca na construção do movimento a partir do repertório motor do individuo.
ATIVIDADE:
Será realizado em quatro estações, sendo desenvolvido anteriormente um
aquecimento seguido de alongamento.
Aquecimento: Pega- Pega em cima das linhas da quadra como forma de
reconhecimento do espaço.
1ª Estação: Formaram um círculo com um aluno no centro, esse aluno estará com uma
bola de vôlei na mão e jogara a bola para cima e falara um nome se o nome que ele falo
não pegar a bola sairá da brincadeira.
2ª Estação: Em duplas os alunos iram trocar toque em uma determinada marca no chão
da quadra ate o ponto demarcado.(podendo agarrar a bola caso não consiga fazer o
toque direto.
3ª Estação: Nas linhas laterais da quadra os alunos ficaram jogando a bola uns para o
outros onde que quem for receber tem que ser na posição de toque.
4ª Estação: Um jogo adaptado visando trabalhar o passe onde os aluno jogaram
segurando a bola,até que chegue ao outro lado da quadra.

SÍNTESE INTEGRADORA:
Será formado um circulo em seguida um breve comentário sobre a aula e quais
objetivos foram alcançados com sugestões dos alunos para suprir as dificuldades no
desenvolvimento da aula.
RECURSOS:
• Quadra ou pátio podendo ser adaptado ao local;
• Bolas;
• Cones;
• Cronometro
• Apito.
.
REFERÊNCIAS:
Aulas de voleibol nas Faculdades Integradas de Itararé 2014.
Plano de aula 140

INSTITUIÇÃO:
PROFESSOR:
DISCIPLINA: Educação Física
TURMA:
DATA:
TEMA DA AULA: Vôlei
OBJETIVOS:
• Desenvolver a visão de jogo;
• Estabelecer o contato com a modalidade de forma recreativa;
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a atenção,
Concentração e agilidade;
• Promover a socialização.

INTRODUÇÃO:
Breve explicação sobre o que será trabalhado em aula, expondo as regras do
jogo. Iniciando com a brincadeira "mãe-cola" com finalidade de aquecimento para
atividade seguinte.

DESENVOLVIMENTO:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo com
que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando dimensões
afetivas e cognitivas ao movimento humano.
ATIVIDADE:
• Formaram dois círculos, perto um do outro onde que iram ficar sentados, cada
individuo de cada grupo ficará com um numero tendo assim dois numero igual
sendo um de cada grupo, onde que falar um número os mesmos terão que se
levantar e correr até uma bolade vôlei que ficará próximo da rede de vôlei quem
passar a bola primeiro de toque por cima da rede primeiro pontua, assim
sucessivamente.
• Aula prática (expositiva dialogada) envolvendo a participação dos alunos no que
diz respeito ao seu conhecimento referente ao assunto.
SÍNTESE INTEGRADORA:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado por
eles, vendo suas dificuldades tentando supri-las.
RECURSOS:
• Bolas de Vôlei;
• Quadra
• Rede
• Apito

REFERÊNCIAS:
Aulas de voleibol nas Faculdades Integradas de Itararé 2014.
Plano de aula 141

INSTITUIÇÃO:
DISCIPLINA: Educação Física
TURMA:
DATA:
TEMA DA AULA: Vôlei
OBJETIVOS:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a atenção,
Concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

INTRODUÇÃO:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
DESENVOLVIMENTO:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da mesma,
integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.
ATIVIDADES:
Os alunos ficaram dentro da quadra de vôlei realizando o toque e ao apito os mesmo
pegaram a bola e saíram correndo e entregaram para os alunos que tiver esperando.
A próxima atividade e uma variação da primeira onde os alunos faram agora a manchete
dentro da quadra de vôlei , lembrando não podem sai da demarcação das linha de vôlei.
Jogo para encerrar detrês corte.
SÍNTESE INTEGRADORA:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado por
eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas sim as
dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
RECURSOS:
• Apito.
• Bolas.
REFERÊNCIAS:
Aulas de voleibol nas Faculdades Integradas de Itararé 2014.
Plano de aula 142

INSTITUIÇÃO:
PROFESSOR:
DISCIPLINA: Educação Física
TURMA:
DATA:
TEMA DA AULA: Vôlei
OBJETIVOS:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a atenção,
Concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

INTRODUÇÃO:
Breve conversa sobre o que será trabalhado na aula expondo os objetivos,
iniciando brincadeira "pega-rabinho" com intuito de aquecimento para atividade
seguinte.
DESENVOLVIMENTO:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento do individuo e a interação da mesma,
integrando dimensões afetivas e cognitivas ao movimento humano.

• Os alunos formaram duplas e cada um da dupla ficara de um lado da quadra


assim ficaram trocando saques por cima da rede sendo eles considerados saque
por baixo ou por cima.

Variação da primeira atividade, o aluno que tiver esperando a bola chegar para
sacar ficara em posição de espera e tentara efetuar a recepção sendo ela de
toque ou de manchete, assim sucessivamente.
SÍNTESE INTEGRADORA:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado por
eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas sim as
dificuldades superadas e as amizades cultivadas.

RECURSOS:
• Quadra de Vôlei
• Bolas.
• REFERÊNCIAS:
Aulas de voleibol nas Faculdades Integradas de Itararé 2014.
Plano de aula 143
INSTITUIÇÃO:
PROFESSOR:
DISCIPLINA: Educação Física
TURMA:
DATA:
TEMA DA AULA: Vôlei
OBJETIVOS:
• Melhorar o desempenho na execução de atividades que requeiram a atenção,
Concentração e agilidade.
• Desenvolver as habilidades motoras de velocidade equilíbrio;

INTRODUÇÃO:
Breve apresentação e explicação a respeito do que vai ser vivenciado na aula
seguindo com um aquecimento com a brincadeira mãe-cola.
DESENVOLVIMENTO:
As atividades têm como proposta a abordagem construtivista-interacionista
assim promovendo a construção do conhecimento e interação do individuo fazendo com
que o mesmo compreenda o que proposto nas atividades, integrando dimensões
afetivas e cognitivas ao movimento humano.
ATIVIDADES:
• Primeira atividade: Os alunos iram pegar formar duplas e trocaram toques e
manchetes um de frente para o outro sem deixar a bola cair.
• Segunda atividade: Duplas, com uma bola, um de frente para outro, os alunos
realizaram um corte em cima do colega sendo 10 vezes de cada e o que tiver
esperando tentara defender esse corte tentando ter o domínio da bola.
SÍNTESE INTEGRADORA:
Feedback positivo sobre o desenvolvimento da atividade, e o progresso alcançado por
eles, ressaltando a importância do convívio grupal não importando a vitória, mas sim as
dificuldades superadas e as amizades cultivadas.
RECURSOS:
• Bolas.
REFERÊNCIAS:
Aulas de voleibol nas Faculdades Integradas de Itararé 2014.