Você está na página 1de 10

Plano de aula _

Tema da Aula: Atletismo

Introdução

O Atletismo pode ser considerado o esporte-base, por sua capacidade de


testar todas as habilidades físicas do homem e promover o desenvolvimento
dessas habilidades, em potencial por serem essencialmente necessárias para
a prática de outras modalidades esportivas. A Educação Física escolar deve
oferecer meios para conhecer e alcançar progressivamente as modalidades
esportivas mais variadas desenvolvendo habilidades físicas de acordo com as
possibilidades de nossos alunos.

Objetivo Geral

Oferecer um grande número de oportunidades para o desenvolvimento de


habilidades motoras variadas, pois se proporcionarmos ao aluno iniciante,
experiências motoras em corridas, equilíbrio, lançamentos, saltos, etc.,
estaremos munindo-os com qualidades motoras que poderão ser utilizadas
em todos os desportos coletivos. E como as crianças aprendem melhor com
práticas concretas, as atividades a serem desenvolvidas para a vivência de
habilidades,devem ser de forma lúdica, tais como piques com mudanças de
direção, com formação de grupos; brincadeiras de correr, saltar, lançar e
brincadeiras que combinem esses fundamentos.

Objetivo Especifico

Desenvolver as valências físicas.


Dar um melhor condicionamento físico para as crianças.
Desenvolver explorando os movimentos naturais e logo após os mais
complexos, fazendo com que os mesmos sejam de uma forma progressiva.
Incentivar a socialização, convivência e companheirismo e domínio.

Faixa Etária

11 anos

Tempo Estimado

50 minutos
1° Aula - Atividade :

Pega-pega – corrente

Material necessário: Espaço físico plano e desimpedido (quadra, pátio, rua,


praia ou similar).

Desenvolvimento das atividades

Parte inicial: tempo de duração de 5 minutos

Alongamento especifico (membros inferiores) :


Os alunos parados em pé iniciam o alongamento unindo os membros inferiores
e inclinando o tronco para frente em direção aos pés, afastam os membros
inferiores inclinando – se para a direita e flexionando o joelho direito e
estendendo assim o esquerdo, inclinam se para a esquerda flexionando o
joelho esquerdo e estendendo o direito, unem novamente os dois membros
inferiores em pé, e flexionam o membro inferior direito segurando o pé, por
ultimo flexionam o membro inferior esquerdo segurando o pé.

Objetivo: Prevenção de lesões na atividade e futuramente.

Desenvolvimento: tempo de duração de 10 minutos


Esta brincadeira é similar ao pega –pega tradicional : o pegador é sorteado,
deve ficar no canto contando até dez e depois sair correndo para pegar
alguém. Se ele pegar, a pessoa pegada vira o pegador. A diferença do pega-
pega de corrente é que quando o pegador pega alguém, ele dá a mão pra ela e
os dois saem correndo para pegar outras pessoas. Quanto mais pessoas são
pegas, maior a corrente fica! Mas as mãos não podem se soltar, se não a
brincadeira vai ter que começar de novo! Ganha a última criança que ficar fora
da corrente.

Objetivo: Desenvolver o condicionamento aeróbio, habilidades motoras de


caráter básico como correr, esquivar, brecar além das capacidades físicas de
velocidade, flexibilidade e resistência.

Estratégia de Ensino :

• Explicação da aula para os alunos no inicio, que devem se posicionar


sentados a frente do professor.
• Avaliação da aula após o desenvolvimento e final da atividade.

2° aula –Atividade:

Capitão do Mato

Material Necessário: Quadra de esportes, ou lugar amplo.

Parte Inicial:
Alongamento especifico: Os alunos organizam se em um semi circulo,
sentados unem a planta dos pés, depois tentam inclinar o corpo em direção ao
solo e retornar. Estendem os membros inferiores sem flexionar os joelhos e
inclinam se com as duas mãos sobre cada perna.

Objetivo: Prevenção de lesões na atividade e futuramente

Desenvolvimento: Os alunos ficam dispostos livres num espaço determinado,


o professor escolhe um ou mais alunos dependendo do numero total, para ser
o 'capitão do mato'(sujeito que capturava os fugitivos). Este aluno deverá pegar
os demais que devem correr para fugir, como a tradicional mãe cola porém a
criança que for pega deve permanecer abaixada e os demais tem a tarefa de
salvar o colega e atravessar a linha limite do espaço do capitão do mato.Quem
atravessar toda a mata sem ser pego é vencedor.

Objetivo: Trabalhar velocidade, agilidade e esquiva.

Estratégia de Ensino :

• Explicação da aula para os alunos no inicio, que devem se posicionar


sentados a frente do professor.
• Avaliação da aula após o desenvolvimento e final da atividade.
• Avaliação das capacidades para a próxima aula.

3° aula – Atividade

Futsal 2

Material Necessário: coletes se disponível, apito, quadra

Parte Inicial: tempo de duração 5 minutos

Alongamento Especifico: Os alunos parados em pé iniciam o alongamento


unindo os membros inferiores e inclinando o tronco para frente em direção aos
pés, afastam os membros inferiores inclinando – se para a direita e flexionando
o joelho direito e estendendo assim o esquerdo, inclinam se para a esquerda
flexionando o joelho esquerdo e estendendo o direito, unem novamente os dois
membros inferiores em pé, e flexionam o membro inferior direito segurando o
pé, por ultimo flexionam o membro inferior esquerdo segurando o pé.

Objetivo: Prevenção de lesões na atividade e futuramente.

Desenvolvimento: tempo de duração 15 minutos


Este jogo de futsal é similar ao jogo tradicional, porém o que diferencia é que
somente as meninas podem fazer gols e necessitam estar de mãos dadas com
os meninos que as orientaram para marcar gols quando possível. Por estarem
unidos torna a brincadeira mais divertida e desafiante pois necessita de correr,
ao mesmo tempo em que de forma lúdica é trabalhado a noção de espaço
entre uma dupla e outra.

Objetivo: Desenvolver capacidades físicas como correr e resistência, e


habilidades motoras como esquivar, frear, equilibrar.

Estratégia de Ensino :

• Explicação da aula para os alunos no inicio, que devem se posicionar


sentados a frente do professor.
• Avaliação da aula após o desenvolvimento e final da atividade.

4° aula –Atividade:

Labirinto da Geléia

Material necessário: um espaço físico plano e desimpedido, cones.

Parte inicial: tempo de duração 5 minutos

Alongamento especifico: Os alunos organizam se em um semi circulo,


sentados unem a planta dos pés, depois tentam inclinar o corpo em direção ao
solo e retornar. Estendem os membros inferiores sem flexionar os joelhos e
inclinam se com as duas mãos sobre cada perna.

Objetivo: Obter um desenvolvimento na flexibilidade de cada aluno, e trabalhar


habilidades motoras como esquiva, equilíbrio, correr.

Desenvolvimento: São distribuídos cones aleatórios pelo pátio ou quadra. Os


alunos realizam a atividade em dupla sendo um pegador, e o outro deve fugir
do pegador afim de terminar o labirinto sem ser pego. Porém os dois devem
contornar os cones em zique zag sem pular nenhum. Se o aluno for pego deve
interromper o labirinto marcando ponto para o pegador que ao final de todos
passarem entrara no labirinto com outros pegadores.

Objetivo: De forma lúdica, trabalhar a lateralidade e esquiva, além da


velocidade e agilidade.

Estratégia de Ensino :

• Explicação da aula para os alunos no inicio, que devem se posicionar


sentados a frente do professor.
• Avaliação da aula após o desenvolvimento e final da atividade.

5° aula – Atividade:

Trabalho de Pernada
Material Necessário: um espaço físico plano e desimpedido, um apito

Parte Inicial: tempo de duração 5 minutos


Inicia-se a atividade com uma brincadeira, podendo ser toca do coelho. Onde
os alunos organizam se em duplas onde um aluno fica de frente ao outro
formando com os braços uma cabana ou “toca”, e um aluno fica no meio, ao
ouvir a frase dita pelo professor trocou de toca o aluno precisa urgentemente
desocupar e ocupar outra toca.

Objetivo: aquecimento dos MMSS e MMII, socialização.

Desenvolvimento: Tempo de duração 20 minutos


Nesta atividade, o professor orienta os alunos a formarem seis colunas, os
primeiros de cada coluna iniciaram a atividade ao ouvir o apito. Nessa atividade
o professor solicita aos alunos que se desloquem rápido de um lado para o
outro(podendo ser meio ou final da quadra) saltando com os joelhos altos e
exemplifica.Após, ele pede que todos organizem se novamente e pede para
que eles atravessem o espaço estabelecido dessa vez com saltos com os
calcanhares mais próximos possível da parte posterior da coxa.

Objetivo: Iniciar a parte técnica na lúdicidade,que o aluno seja capaz de


executar os movimentos fundamentais da modalidade de atletismo,e
compreende-los.

Estratégia de Ensino:

• O professor orienta os alunos sobre a aula e os fundamentos


• Os alunos sentados à frente do professor, este através da informação
visual e questionamento dos alunos, faz a avaliação da aula.

6° aula – Atividade:

Corrida sem barreira

Material Necessário: Espaço físico plano, fitas adesivas, apito, coletes( se


disponível)

Desenvolvimento das atividades

Parte inicial: tempo de duração 5 minutos

Alongamento: Os alunos em pé iniciam o alongamento estendendo, elevando


e aproximando os membros superiores com as palmas das mãos e
entrelaçando os dedos, inclinam se para baixo devagar fazendo a posição
conhecida por pinça. Após, afastam os membros inferiores inclinando – se para
a direita e flexionando o joelho direito e estendendo assim o esquerdo, inclinam
se para a esquerda flexionando o joelho esquerdo e estendendo o
direito,voltando a posição ereta fazem o meio giro com o tronco e os membros
superiores flexionados na horizontal e afastados.
Objetivo: Aquecimento das articulações, prevenção de câimbras, e lesões.

Desenvolvimento: tempo de duração de 15 minutos


Esta atividade é sinônimo as competições de atletismo. Serão fixadas no chão
fitas adesivas formando dois retangulos, com a distância permitida pelo local do
pátio ou quadra. No inicio de cada retângulo( pista) se localizará cada
participante que devem partir em sentido o final do retângulo, ao chegar no final
eles devem estourar uma bexiga que deixará claro qual aluno chegou em
menos tempo. Os alunos serão distribuídos em grupos de participantes de
quantidade impar organizam se para a corrida participando dois grupos por
vez, sendo um aluno de cada grupo para correr. Inicia- se a corrida ao ouvir o
som do apito, os alunos participantes devem partir para o final do retângulo e
só então estourar a bexiga. Ganha a equipe na qual os integrantes estourarem
todas as bexigas primeiro que a outra.

Objetivo: Desenvolver o condicionamento aeróbio dos alunos, assim como a


velocidade e musculatura.

Estratégia de Ensino:

• Explicação da aula para os alunos no inicio, que devem se posicionar


sentados a frente do professor.
• Integração do professor a atividade, onde o mesmo é quem ficará como
arbitro
• Avaliação sobre as capacidades e habilidades físicas durante a atividade
dos alunos para a aula seguinte.

7° aula – Atividade:

Corrida com barreiras

Material Necessário: fitas adesivas, cones, corda

Parte Inicial: tempo de duração 5 minutos

Alongamento: Os alunos em pé deveram flexionar um membro inferior de


cada vez e abraça-los, após deverão afastar os membros inferiores inclinando
– se para a direita e flexionando o joelho direito e estendendo assim o
esquerdo, inclinam se para a esquerda flexionando o joelho esquerdo e
estendendo o direito,voltando a posição ereta. Devem fazer a posição da pinça
voltar devagar a posição ereta e estender elevando os membros superiores
para cima com as palmas da mão unidas e soltar. Após o professor deve deixar
que os alunos pulem cordas se houver disponibilidade deste material por um

minuto.

Objetivo: Pretende-se que os alunos ao se alongarem evitem lesões durante a


atividade ou futuras.
Desenvolvimento: tempo de duração de 15 minutos não efetivos
Esta atividade também faz parte de uma das modalidades do atletismo. Deve-
se fixar no chão fitas adesivas formando dois retângulos, com a distância
permitida pelo local do pátio ou quadra. No inicio de cada retângulo( pista) se
localizará cada participante que deve partir em sentido o final do retângulo
saltando sobre as barreiras distribuidas dentro do retângulo, estas barreiras
são os cones que ficaram na horizontal afastados com uma corda na ponta de
um cone unindo este ao outro. Os alunos devem ouvir o som do apito e partir
em sentido o final da pista,saltando sobre as barreiras.Ao final da pista deve
estourar uma bexiga para deixar claro quem ganhou, ganha a equipe que fizer
tudo em menos tempo que a outra.

Objetivo: Desenvolver o condicionamento aeróbio dos alunos, assim como a


velocidade e musculatura. Especialmente as habilidades de correr e saltar.

Estratégia de Ensino:

• Os alunos sentados à frente do professor, recebem a orientação sobre a


aula
• Integração do professor a atividade, onde o mesmo é quem ficará como
arbitro
• Avaliação sobre as capacidades e habilidades físicas durante a atividade
dos alunos para a aula seguinte.

8 ° aula – atividade:

Corrida de Precisão

Material Necessário: Fitas adesivas, apito, cronômetro

Parte inicial: tempo de duração 5 minutos


Alongamento: Em semi circulo os alunos sentados devem formar a pinça com
os membros inferiores fechados, e depois afastados. Depois em pé os alunos
deveram flexionar um membro inferior de cada vez e abraça-los, após deverão
afastar os membros inferiores inclinando – se para a direita e flexionando o
joelho direito e estendendo assim o esquerdo, inclinam se para a esquerda
flexionando o joelho esquerdo e estendendo o direito,voltando a posição ereta.

Objetivo: Pretende-se que os alunos evitem câimbras,e lesões com a


atividade.

Desenvolvimento: Os alunos executam um percurso pré definido dentro de


um retângulo criado por fitas adesivas, num determinado espaço de tempo. O
primeiro tempo é de referência, os tempos seguintes são de precisão, ou seja,
tem de se aproximar o mais possível do tempo de referência. Os alunos serão
distribuídos em equipes ou grupos. Será contabilizado os tempos feitos, a mais
ou a menos, tomando por aproximação o tempo de referência. No final serão
contabilizados todos os tempos e ganhará o grupo que menos tempo possuir,
na soma de todos os tempos, em relação ao tempo de referência.
Objetivo: Pretende-se que os alunos aumentem a amplitude muscular e
articular dos membros superiores e inferiores. Assim como melhorem sua
velocidade e agilidade.

Estratégia de Ensino:

• Explicação da aula para os alunos que devem se posicionar na frente do


professor sentados para melhor prestarem atenção
• Revisão dos conteúdos lecionados na aula. Questionamento aos alunos
sobre os conteúdos lecionados, obtendo o Feed- back, motivação para a
aula seguinte.

Dimensões de conteúdo:

Dimensão Conceitual: A proposta para essa dimensão foi que o professor


através de atividades lúdicas pudesse trabalhar o atletismo, e promover o
reconhecimento dessa modalidade.

Dimensão Atitudinal: Importante conteúdo que pode ser retomado


pelos professores é a valorização da socialização, a formação ou
mudança de atitudes nos aspectos característicos individuais do
aluno antes, durante e depois das atividades. Objetivando
componentes afetivo, cognitivo e de conduta referentes situações de
respeitar, se interessar, recrear, reagir, tolerar, situações de
comportamento.

Dimensão Procedimental: Nessa dimensão a proposta é que o


professor estimule os alunos a perceberem e a vivenciarem as
habilidades motoras que são utilizadas nas atividades como correr,
desviar, girar, esquivar, etc.

Considerações Finais:

A disciplina de Atletismo, no contexto escolar, pode ser referenciada como


fundamental, pois as capacidades e habilidades inerentes aos seus conteúdos,
frequentemente, servem de base para outras modalidades esportivas. No caso
do Atletismo, propomos uma abordagem, na escola, em duas etapas, Para
primeira definimos objectivos específicos,
associados a tarefas básicas (exercícios e jogos) que, embora relacionadas
com a respectiva especialidade, solicitam e/ou desenvolvem, apenas, as
capacidades e habilidades motoras que lhe estão na base. Para a segunda
etapa definimos objectivos específicos e especialidade. Procuramos mostrar
que o atletismo escolar pode ser um meio de ampliar o conhecimento,
ajudando os alunos usarem essa aprendizagem como opção em diversas
situações problemas que a vida e o ambiente nos proporcionam, além de
despertarem para uma modalidade que pode trazer benefícios em sua vida
futura tanto atlética como pessoal. De acordo com os resultados obtidos e o
bom desenvolvimento deste projeto, podemos inferir que os objetivos foram
atingidos. As etapas percorridas até o presente momento ainda estãoem fase
de iniciação, devendo continuar
Universidade Nove de Julho

Pratica de Ensino Fundamental I


Plano de Aula

Mariana Justo RA: 909110410


Márcia Nogueira da Silva RA: 909120274
Marcelo de Oliveira Rocha RA 909122543
Francislene Lucas da Silva RA: 90915531
São Paulo, 2010