Você está na página 1de 117

Respeite Nossos Direitos Autorais

Por favor, pedimos gentilmente para você não enviar este e-book para sites de
compartilhamento de arquivo ou qualquer outra forma de distribuição. Isso nos permite
continuar investindo em pesquisas e soluções para os conflitos sentimentais que
proporcionará a você mais felicidade e paz interior. Quem ganha é você com atualizações
gratuitas.

Lembre-se que nós valorizamos aquilo que nós investimos tempo e dinheiro. Se você
gastou parte de seu suado salário neste produto, você vai apreciá-lo ao máximo, vai
valorizar as informações e colocá-las em prática.

Estou convencido de que depois que você ver o quanto meu livro lhe ajudou, você vai
indicar meu site amulherqueelesamam.com, onde é possível fazer a compra de uma cópia
original deste produto.

© AMulherQueElesAmam.com. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida de qualquer
forma e por nenhum meio, sem autorização escrita de www.AMulherQueElesAmam.com incluindo, mas não limitado a, qualquer
transmissão eletrônica.

A menos que previamente especificado, este material é de apenas para uso pessoal e não
comercial, e você não pode modificar, copiar, distribuir, transmitir, mostrar, reproduzir,
publicar, licenciar, e criar trabalhos derivados deste, transferir, ou vender qualquer
informação, produtos ou serviços obtidos deste material sem a permissão escrita de
www.AMulherQueElesAmam.com. Qualquer violação dos direitos autorais será punida
rigorosamente usando procedimentos legais.
Sumário
INTRODUÇÃO: Você Tem Mais Poder De Influenciar Os Homens Do Que O Contrário ............. 1

CAPÍTULO 1: Tudo Começa Com A Vulnerabilidade ................................................................ 5

Cansada De Se Esforçar E Fracassar? Aqui Está A Solução ................................ 11

A Qualidade Sem Esforço Que Vai Fazer Você Ter Um Casamento Suave E
Descomplicado ................................................................................................. 12

CAPÍTULO 2: O Que Os Homens Realmente Querem ............................................................ 18

Não Se Engane: O Homem É A Cabeça, A Mulher É O Coração ......................... 24

Em Vez De Dizer “Você Não Está Sendo Atencioso” Ou “Por Que Você Não Quer
Passar Mais Tempo Comigo?”, Faça Isso... ........................................................ 27

Reclamar Não Resolve. Homem Reage Positivamente À Estas Duas Coisas... ... 29

Você Realmente Entende O Significado De “Beleza”? Nenhum Fator Ranqueou


Tão Alto Quanto Esta Habilidade Fácil... ........................................................... 33

CAPÍTULO 3: A Essência Que Separa As Mulheres Bem Sucedidas Nos Relacionamentos Das
Mulheres Que Estão Sempre Lutando E Fracassando ............................................................ 37

Conserte Sua Maneira De Pensar: Os Erros Sentimentais Que Estão Destruindo


Seus Sonhos ...................................................................................................... 39

Uma Estratégia Avançada Sobre Sentimentos Que Voce Precisa Urgentemente


Saber ................................................................................................................ 41

CAPÍTULO 4: Como Evitar o Principal Erro Que Causa a Morte do Seu Relacionamento ......... 46
A Ilustração Que Vai Arrancar O Arame Farpado De Seu Coração Para Uma Vida
Amorosa Extraordinária .................................................................................... 48

CAPÍTULO 5: Vamos Falar de Perdão. Você Ainda Está Ressentida? ...................................... 55

Os 5 Estágios Do Perdão Que Você Precisa Entender Se Quiser Ver Tudo Dando
Certo ................................................................................................................. 56

CAPÍTULO 6: Segredos Da Excelência No Relacionamento .................................................... 62

A Proporção Secreta Dos Sentimetos E Administração De Desabafos ............... 64

Ser Você Mesma Ou Se Preocupar Com O Que Os Outros Pensam? Arrisque Essa
Sugestão Do Brilhante Alfred Adler................................................................... 66

Sentimentos (Verdadeiros) Vs. Impulsos .......................................................... 67

CAPÍTULO 7: Definindo Seu Estilo Arrasador Que Vai Mudar Sua Vida Completamente ........ 71

Cabeça Ou Coração: Querer Ser Os Dois Explica Suas Dificuldades Para


Conseguir E/Ou Manter Um Relacionamento Íntimo ........................................ 72

CAPÍTULO 8: Nenhum Homem Ganha Da Mulher Que Coloca Seu Coração Em Primeiro Lugar
........................................................................................................................................... 78

Não Trate Com Menosprezo Seu Bem Mais Precioso........................................ 80

CAPÍTULO 9: As 4 Caixas de Percepção Que Vão Transformar Você Na Mulher Que Eles Amam
........................................................................................................................................... 83

Observações E Mitos Que Só Existem Na Sua Cabeça ....................................... 87

Introvertidos Vs. Extrovertidos ......................................................................... 88

O Momento Certo............................................................................................. 92

Do Que Você O Chama, Ele Se Tornará ............................................................. 94


A Lei Do Equilíbrio............................................................................................. 97

Por Que Ele Não Ouve ...................................................................................... 99

O Tipo De Homem Em Que Isso Não Funciona................................................ 101

CAPÍTULO 10: Prática, Prática e Mais Prática ...................................................................... 104

Homens Gostariam Que As Mulheres Soubessem Que... ................................ 104

CAPÍTULO 11: Considerações Finais.................................................................................... 110


1

INTRODUÇÃO: Você Tem Mais Poder De


Influenciar Os Homens Do Que O
Contrário
Tenho certeza que você já parou para reparar na sua vida amorosa e perguntou a
si mesma o que estava faltando. Talvez você seja como muitas das minhas
clientes e tem uma vida social ativa. Você sai bastante, conhece homens, alguns
até interessantes... e ainda se pergunta por que não consegue encontrar aquele
alguém especial. Talvez você seja como algumas das minhas clientes casadas,
mulheres que encontraram seu parceiro na vida, mas percebem que elas estão
em um casamento onde o amor parece não existir.

Bem, eu tenho ótimas notícias para você. Se você quer melhorar a sua vida
amorosa, encontrar um companheiro ou reacender o fogo da paixão dentro do
seu casamento, este livro foi escrito para você.

Ao longo dos últimos 16 anos, tenho falado com centenas de mulheres. Descobri
que algumas tem excelentes habilidades para interagir com os homens. Elas tem
características específicas que parece jogar feitiço nos homens sem nenhum
esforço. Nas páginas seguintes, vou revelar para você o que é que elas sabem, e
como você pode agir e pensar da mesma maneira como essas mulheres. Algumas
sugestões serão práticas, enquanto outras serão mais abstratas.

Antes de começar, peço que você faça uma coisa: ao aplicar essas habilidades e
conhecimentos na sua vida, por favor, seja paciente. Vai levar algum tempo para
você se sentir confortável com essas novas habilidades. De fato, alguns dos
conceitos serão completamente diferentes das suas crenças atuais sobre homens
e relacionamentos. Portanto é importante manter uma mente aberta, confiar nos
conceitos e praticar.
2

Este livro vai apresentar vários princípios, que podem ser aplicados por mulheres
solteiras e casadas, separadamente ou em conjunto. Em outras palavras, você não
tem que ver os conselhos neste livro como um plano "tudo ou nada". Basta ler o
que tenho a dizer e, quando você encontrar um princípio que parece aplicável à
sua situação, experimente.

Deixe-me começar dizendo algo que se tornará evidente conforme for lendo: este
livro é para as mulheres. Sugestões, ideias e mudanças precisam ser feitas pela
mulher no relacionamento. Isto não significa que eu, como homem, acredito que
as mulheres são culpadas por todos os problemas do relacionamento. Nem que
eu sinto que deve ser responsabilidade da mulher sempre "corrigir" os problemas
em um relacionamento.

É natural notar, depois de anos de prática como terapeuta, que as mulheres


tendem a ser as que estão amplamente mais interessadas no desenvolvimento e
na melhoria de seus relacionamentos. É muito mais comum para mim ver uma
mulher em meu consultório pedindo conselhos de como ela deve tratar um
problema de determinada relação, do que ver um homem, ou até mesmo um
casal. As mulheres são simplesmente mais interessadas em todo o conceito de
desenvolvimento de relacionamento.

A maioria dos homens enxergam a relação como "boa" até aparecer uma crise.
Em um relacionamento, a mulher é normalmente a pessoa que quer melhorar,
desenvolver e crescer. Ela está constantemente buscando novas maneiras de
alcançar esse objetivo, independentemente de seu companheiro participar de sua
busca.

Já o homem, por outro lado, muitas vezes vê uma relação como uma corrida, em
vez de uma viagem. Para o típico sexo masculino, um relacionamento tem um
início e um fim e casamento normalmente é o fim, a "linha de chegada". Quando
o casamento é alcançado, o homem tipicamente médio vai sentar e relaxar,
3

supondo que ele ganhou a corrida e conquistou seu objetivo. Raramente, ele cairá
na real que ele ainda tem que lutar pela relação ou que ele precisa continuar a
crescer. Para ele, a parte mais difícil acabou, e é hora de relaxar e desfrutar os
frutos do seu trabalho.

Deixado à própria sorte, o homem tipicamente médio (sem muitas ambições)


jamais entrará em uma terapia de casal, porque ele raramente considera a
necessidade de terapia. E mesmo se ele perceber a necessidade, ele
provavelmente será incapaz ou não estará disposto a reconhecer o que pode ser
essa necessidade.

Atendo praticamente mulheres apenas, mas de vez em quando um homem entra


em meu consultório procurando "ajuda para o seu relacionamento". Quando
homens pedem ajuda em relacionamentos, normalmente significa uma das duas
coisas: é um homem solteiro que quer encontrar alguém (como se eu fosse um
serviço de namoro), ou é um marido/namorado que fez péssimas escolhas e
precisa saber as "palavras mágicas" para voltar com a ex que vão fazer tudo ficar
bem novamente.

Sim mulheres, eu de fato tenho clientes masculinos que me procuram por essas
razões — não pela terapia ou aconselhamento (muitos não percebem que
existem questões mais profundas), mas para algum tipo de palavra mágica que vai
fazer uma mulher se derreter.

Acredite ou não, esse tipo de homem é muito mais comum do que você imagina.
O fato é que eu acredito que as mulheres tem um maior interesse e habilidade de
influenciar os homens do que o contrário. Minhas próprias clientes me apoiam
nesse ponto, porque mais da metade das minhas clientes casadas são mulheres
que vem sozinhas.
4

Assim, antes de continuar lendo, por favor, esteja ciente. Como mulher na
relação, seguindo as ideias e sugestões neste livro, você será intimada a iniciar
as mudanças em seu relacionamento. Se seu objetivo é sair de um “barco
furado", reparar um relacionamento desgastado ou rompido, ou simplesmente
encontrar alguém para compartilhar sua vida, você vai encontrar o caminho para
isso nas páginas seguintes.

Depois de anos de experiência, este livro é o resultado de uma coisa: praticar o


que funciona. Durante o seu desenvolvimento, você será capaz de influenciar seu
companheiro e moldá-lo para seu bem. Mudanças positivas em você que
resultarão em mudanças positivas em seu relacionamento e mais felicidade para
você. Este é o nosso objetivo aqui. Estas mudanças levarão a uma comunicação
melhor, mais intimidade e absoluto entendimento de como e por que problemas
aparecem. Dito isso, vamos começar!
5

CAPÍTULO 1: Tudo Começa Com A


Vulnerabilidade
Muitos anos atrás, me lembro de estar sentado em casa, e me perguntando por
que uma jovem mulher que eu conhecia tinha tantos problemas nos
relacionamentos. Ela era uma moça atraente, muito bem cuidada, nos seus trinta
e poucos anos, alto nível social e profundamente desejada para casar. Porém, em
todo relacionamento que ela entrava, seu desejo mais profundo sempre parecia
escapar dela.

Naquela tarde, sentado ali, me perguntava por que ela ainda não tinha casado,
enquanto que tantas outras mulheres da idade dela já estavam casadas por cinco
anos ou mais. Queria saber por que algumas pessoas parecem ter casamentos
maravilhosos com o mínimo de esforço, e outros nunca têm relacionamentos
felizes, não importa o quanto lutam por isso.

É apenas sorte ou destino?

De alguma forma eu sabia que havia uma razão para aquela mulher ter
problemas. Eu não conseguia descrever um, mas foi uma sensação que tive, a
sensação de que havia algo que ela estava fazendo –– e que provavelmente não
sabia –– que anulava seus melhores esforços. Sempre parecia ter uma "aura" ou
"vibração" ao seu redor, e eu tenho certeza que eu não era o único homem que
percebia isso. Mesmo sendo bonita, inteligente e divertida, eu não conseguia
identificar completamente o que foi que me fez sentir um pouco desconfortável
com a presença dela.

Certa noite, em uma festa, de repente me veio à tona! Toda vez que eu estava
com essa mulher, eu tinha a sensação de que eu estava com alguém que estava
se afogando. Você já teve esta sensação quando está perto de alguém? Sabe
6

aqueles amigos que sempre deixam você um pouco desconfortável, mesmo sendo
boas pessoas?

Você sente que eles estão lutando para não se afogarem, mas você não chega
perto porque tem medo de ser puxado. Consequentemente, não importa o
quanto você deseja ajudar, você sempre fica “com um pé atrás”. Era assim que eu
me sentia com esta mulher. E obviamente suspeito que outros homens se
sentiam o mesmo.

Anos mais tarde, lembrei-me daquela tarde e a visão que eu tive da minha amiga,
e comecei a notar que ela não era a única pessoa que eu conhecia que
apresentava esse mesmo tipo de sinal. Isso realmente me levou a querer saber
por que algumas pessoas parecem ser tão bem sucedidas em relacionamentos,
enquanto outras sempre parecem caminhar para o desastre voluntariamente.

Um belo dia, descobri minha própria contribuição para a resposta, enquanto eu


estava jantando com o meu grande amigo Marcelo e seus pais. Marcelo convidara
seus pais para ir ao Rio de Janeiro passar uma semana com ele, todos nós saímos
para jantar. O pai do Marcelo também era um amigão meu.

Durante o jantar, não me lembro exatamente o que ele me disse, mas fui logo
dando uma rápida resposta defensiva.

Depois que eu respondi, ele pausou e disse: "Paulo, você é igual Teflon––nada
gruda em você".

Eu sorri e respondi: "Sou mesmo"! No início, eu levei isto como um elogio. Desde
cedo eu aprendi que se eu sempre tiver uma resposta pronta, então ninguém iria
jamais me pegar desprevenido. Porém, os dias foram passando e suas palavras
começaram a me inquietar, "Nada gruda em você". De repente, percebi o que ele
estava dizendo: nada grudava em mim porque eu nunca deixei ninguém chegar
perto o suficiente para me machucar.
7

Foi bom estar com a guarda sempre fechada e me sentir seguro, mas percebi
também que eu era muito solitário. Eu rapidamente comecei a refletir sobre
todos os meus relacionamentos. Havia alguma coisa em comum? Eu não poderia
enxergar no momento, mas alguns anos mais tarde, um amigo ajudou a deixar
tudo mais claro.

Carlos e eu trabalhavamos juntos no mesmo consultório. Estávamos solteiros e,


às vezes, saíamos socialmente para os mesmos lugares. Naquela noite, fomos a
uma festa na casa de um amigo. Eu conhecia a maioria dos presentes, e o Carlos
foi simplesmente para conhecer mulheres. No decorrer da noite, passei boa
quantidade de tempo socializando com um grupo de amigos, na maioria
mulheres. Enquanto eu estava conversando e brincando, pensando que eu estava
sendo educado, charmoso e engraçado, Carlos me observava.

Na volta para casa, no carro, ele disse, "Paulo, eu quero que você saiba o que eu
vi hoje à noite. Você tem uma parede levantada ao seu redor que diz às pessoas,
'você só pode chegar perto, só isso'”.

Pensando que ele estava brincando, eu olhei para ele e respondi: "do que você
está falando? Eu não me sinto defensivo nem um pouco! Pensei até que eu estava
sendo muito aberto."

Ele pausou e sorriu de volta, repetindo, "Eu estou lhe dizendo, você envia um
sinal que diz que ninguém deve chegar muito perto. Todo mundo pega esse
sinal". Nisso, ele parou de falar e me deixou refletir sobre suas palavras. Ele não
estava me perguntando, ele estava me dizendo. Ele não estava aberto para o
debate. Eu poderia dizer que ele estava falando sério, mas honestamente não
sabia do que ele estava falando.

Eu estava atordoado e queria defender-me, mas como eu confiava no Carlos,


pensei em suas palavras. Os dias se passaram e eu decidi que era hora de
8

aprender como definir minha necessidade de estar totalmente no controle e


começar a permitir que outros cheguem perto.

A maioria das pessoas morre de medo de se machucar. Elas têm formas já


definidas de se protegerem. Elas ficam protegidas, porém, insatisfeitas. Não é
porque querem ficar sozinhas; elas apenas não sabem como ser vulnerável e se
sentirem seguras ao mesmo tempo. Em um esforço para proteger o coração,
elas acabam condenadas à solidão.

Observo constantemente esta mesma atitude defensiva em muitas das minhas


clientes. Isso afeta mulheres solteiras que querem se casar, bem como mulheres
casadas que estão infelizes em seus casamentos. Elas simplesmente acham difícil
ser vulnerável.

Algumas tem limites tão fortes que nem um tanque de guerra consegue penetrar
seu coração, enquanto outras (como eu, no passado) mantém todos a uma
distância segura. Esse comportamento é solicitado por um desejo de chegar perto
dos outros enquanto seguro um escudo para evitar se machucar. Este
comportamento viola uma verdade simples, mas poderosa:

Se você vai permitir ser vulnerável, você corre o risco de se machucar.

Mas aqui está a surpresa: ser vulnerável não é exatamente o que te levaram a
acreditar. Na verdade tudo começa com você (a mulher) aprender a confiar em si
mesma (alguns chamam de intuição) para saber quando é seguro abaixar a guarda
e quando você precisa se proteger.

Por favor, não deixe para o homem a tarefa de superar seus medos. Você, a
mulher, é a especialista em relacionamentos. Esperar um homem ter a
inteligência emocional para navegar pelos mecanismos de defesa da mulher é
como pedir para uma criança realizar uma cirurgia no coração.
9

Muitas mulheres se afogam em comportamentos autodestrutivos, achando que


um homem vai resgatá-las de si mesmas. O verdadeiro culpado nessas mulheres
não é que elas escolhem os homens errados, o problema é que elas têm um
profundo caso de auto-ódio. Algumas maneiras comuns do auto-ódio se
manifestar são: autocrítica, transtornos alimentares, falar mal dos outros,
compulsão por compras e rejeição de elogios. Mesmo que esses comportamentos
eventualmente resultam em dor, a curto prazo, eles permitem que uma mulher
evite enfrentar seus medos mais profundos.

Os medos femininos mais comuns envolvem uma sensação de ser inútil, estúpida,
mal amada, estranha ou feia. Esses temores são muitas vezes enterrados
profundamente dentro do inconsciente até que uma mulher começa a se sentir
vulnerável, momento que você abre seu coração e todos os seus sentimentos
maravilhosos (e também os medrosos) saem. Essa é a regra e ninguém pode
quebrar. Arranque os sentimentos que você considera "ruim" e os que você gosta
vão começar a brilhar. Essas são as mulheres que tentam insistentemente serem
positivas. No primeiro, segundo ou terceiro encontro, elas podem manter esta
aparência, mas eventualmente sua necessidade de ser cuidada aparece.

Priscila mostrou esse comportamento (de forma sutil) enquanto falava para o
amigo Alison sobre um encontro que correu bem na noite anterior, com exceção
de como terminou a noite.

PRISCILA: "Não acreditei quando Fabio disse boa noite justo na hora que eu disse
para ele me ligar".

ALISON: "Bem, talvez ele só estivesse sendo educado".

PRISCILA: "Não, ele não vai me ligar, porque ele acha que eu estou muito
desesperada. Eu não deveria ter dito nada, mas eu estava com medo de nunca
mais vê-lo novamente".
10

ALISON: "Eu não acho que isso faria ele não ligar para você. Afinal, você disse que
o encontro correu bem, não é"?

PRISCILA: "Sim, mas eu podia dizer pelo olhar na cara dele que eu arruinei toda a
noite ao falar de sair de novo. Por que homens tem que ser tão difíceis"?

ALISON: "Não acha que está fazendo tempestade em copo d’água"?

PRISCILA: "Eu gostaria de acreditar que estou, mas eu sempre falo algo estúpido
quando fico nervosa, porque no fundo eu realmente acredito que sou burra”.

Essas palavras são o que realmente ela estava pensando. Priscila está sendo
negativa, como todos nós somos em algum momento de nossas vidas, mas se
você olhar com calma, verá que a Priscila está com medo quando se sente
vulnerável. Ela gostou do Fabio e tinha medo que qualquer mal-entendido fosse
levá-lo a não ligar para ela, mas seu pensamento culposo está na direção errada.
Se o Fabio não ligar porque ela inocentemente disse "Me ligue", então o Fabio é
quem está bastante inseguro e merece ser descartado logo no começo.

O erro que Priscila achou que cometeu poderia ser facilmente interpretado por
Fabio como um gesto positivo. A maioria dos casamentos acontecem apesar da
tentativa de cada pessoa em não cometer erros. Na verdade, eu desafio você a
encontrar um casal que diz: "nós tivemos encontros perfeitos, sem equívocos ou
momentos embaraçosos".

Em vez de simplesmente confiar em si mesma, Priscila estava excessivamente


voltada para os últimos dois minutos da noite, que a levou a obcecar sobre não
cometer um erro em seu próximo encontro (que ela provavelmente terá, apesar
de seus medos). Se ela fosse minha cliente, eu falaria sobre a necessidade de
começar a praticar a coragem de ser imperfeita, mesmo que ela se sinta um
pouco estranha. Ao conscientizar que é saudável se permitir sentir vulnerável
num encontro, ela vai se dar permissão para cometer erros, ficando assim muito
11

mais confiante diante do Fabio e de outros homens. Se a Priscila optar por não
usar meu conselho, seu destino provavelmente seria igual ao de muitas mulheres
amargas que se tornam pensadoras em vez de sentimentais.

Cansada De Se Esforçar E Fracassar? Aqui Está A


Solução
Nos últimos 14 anos, eu raramente encontrei uma mulher que tivesse que dizer
para "tentar mais". Na verdade, a maioria das minhas clientes tentam tanto que já
estão cansadas. Seu problema não é a falta de esforço; é que elas estão apenas
tentando o que sabem e não sabem o que mais fazer. Quanto mais se esforçam,
mais elas acabam prejudicando a si mesmas e seus relacionamentos.

Eu testemunhei exemplos disso com muitas das minhas clientes, que estão tão
preocupadas em não estragar a relação que muitas vezes não dizem nada para o
namorado ou marido quando algo está incomodando. Na tentativa de ser
"gentil", elas na verdade estão construindo ressentimento por dentro. A maioria
das mulheres sabe tudo sobre ressentimento. Isso ocorre quando uma pessoa dá
mais do que recebe durante um longo período de tempo. Não é uma coisa boa ou
ruim, é apenas a realidade sobre nossas emoções. Quando uma mulher dá
demais, ela fica oprimida.

À medida que os dias e semanas passam, a pressão aumenta até que, de repente,
seu namorado/marido perde a paciência e começa a gritar, machucando sua
parceira e deixando-a confusa. Ao tentar ao máximo não se queixar, os problemas
só pioram. Frequentemente digo a um determinado tipo de cliente que ela está
completamente certa em dizer ao seu namorado/marido como ela se sente. "Mas
será que não estou sendo egoísta? Já vi mulheres que são egoístas, e juro que
nunca seria esse tipo de mulher", elas dizem.
12

Esta é minha resposta padrão: "confie em mim nesse caso. Se você está
preocupada em não ser egoísta, posso garantir que você não é. Você pode fazer
algumas coisas egoístas, mas não é o tipo de mulher que está com medo de se
tornar. Mulheres egoístas não ligam se são egoístas ou não. Desde que consiga o
que quer, isso é tudo que importa. Egoísmo significa que você quer alguém para
atender às suas necessidades, mesmo que isso prejudique os outros. Se você
fosse esse tipo de mulher, você não estaria preocupada em ser rotulada de
egoísta."

Mesmo gostando de me ouvir dizer isso, a maioria insiste em não acreditar em


mim. Com tempo e prática, elas aprendem que podem definir limites sem
arranhar a imagem. Sim, eu disse prática, porque a capacidade de criar mágica
com homens não é realmente mágica; é uma habilidade que pode ser aprendida
por qualquer mulher.

A Qualidade Sem Esforço Que Vai Fazer Você Ter


Um Casamento Suave E Descomplicado
O que você faz quando precisa expressar sua opinião para o homem e provar que
está na razão? A resposta mais comum é conversar com ele. Como a maioria das
mulheres falam bem mais que os homens, não é nenhuma surpresa que elas
gostam de resolver os problemas conversando. Por causa disto, quando há
problemas no relacionamento, elas assumem que se conseguir fazer o
namorado/marido falar mais, a relação vai melhorar e ficar bem. E todos nós
sabemos o que acontece, não é? A mulher fala e fala, enquanto o homem ouve,
pelo menos no começo.

Conforme ele vai ouvindo, ele vai ficando sobrecarregado, e ela nem tem ideia.
Logo a conversa esquenta, o tom aumenta e ela vai perdendo a paciência até
13

fazer algo mais do que falar, que não vai melhorar em nada a relação. Na verdade
vai piorar, e ela provavelmente não vai sequer perceber que só contribuiu para o
problema.

Agora, não estou dizendo que as mulheres são culpadas de todos os problemas
nos relacionamentos, ou que elas tendem a só piorar as coisas. Eu também não
estou dizendo que é errado tomar a frente para "consertar" as coisas. O que
estou dizendo é que: tentar sozinha não vai ajudar e muitas vezes machuca. Sei
por experiência própria que muitas mulheres tentam tanto que ficam esgotadas.

Então qual é a solução para este dilema? É tornar os homens mais sensíveis? Boa
sorte.

A maioria dos homens têm dificuldade em ouvir por longos períodos de tempo.
Por causa disto, eu dou a todas as minhas clientes esta frase para memorizar:

As palavras são para as mulheres

Você, como mulher, não vai querer conseguir razão para o seu ponto de vista com
meras palavras – não para algo que significa muito para você. O que você quer é
algo mais poderoso que vai lá no fundo do coração dele com o mínimo de esforço
da sua parte.

Você precisa de ferramentas que lhe dão maior poder com muito menos esforço
do que simplesmente dizer como você se sente. Na verdade, o que você precisa já
está dentro de você. O próprio dom concebido para ganhar a atenção dele: seus
sentimentos. Cada palavra que você fala que se mistura com seus sentimentos faz
suas palavras atingirem a parte mais profunda do coração de um homem.

Mulheres que se esforçam demais geralmente estão segurando seus sentimentos


e tentando outros meios de influênciar, o que exige mais trabalho e produz
resultados medíocres. Não seria melhor usar o dom que Deus já deu a você? A
14

maioria dos homens instantaneamente se identificam com uma mulher que está
verdadeiramente expressando seus sentimentos. Pode ser desconfortável para o
homem, mas ele fica sem força para resistir. Você já notou o que os homens
fazem quando uma mulher chora?

Eu falarei mais sobre isso no livro depois, mas é suficiente dizer que, as mulheres
que estão dispostas a expor sua lista completa de emoções (não, não vão chamá-
la de bebê chorona) têm muito mais influência sobre um homem do que aqueles
que simplesmente usa lógica. Você estaria disposta a considerar o que estou
dizendo é verdade?

As mulheres que reconhecem o impacto que isso tem sobre os homens são
admiradas. Com o tempo, elas aprendem esta verdade universal sobre
relacionamentos: mulheres naturalmente sabem como encantar homens. Elas
foram projetadas para isso. Agora repare que eu não disse com todos os homens.
Homens que são alcoólatras ou violentos não podem ser moldados sem uma dose
saudável de consequências. Só porque você realmente gosta dele não significa
que você pode salvá-lo. Alguns homens não estão dispostos a desistir de suas
maneiras egoístas para deixar as mulheres influenciar eles.

Todos os meses, vejo mulheres que parecem não ter nenhum problema para se
casar ou estão indo muito bem em seu casamento, e não parecem se esforçar
demais por isso. É quase como se a relação deles tivesse uma qualidade sem
esforço que eles nem sequer sabem.

Essa qualidade sem esforço pertence ao que eu chamo de "A mulher de


elegância”. E como é essa qualidade? Como se parece? É semelhante a um casal
dançando valsa. Feito corretamente, o par produz um movimento simples,
elegante, sincronizado e bonito. Uma mulher de elegância está linda em todos os
aspectos da sua vida: na maneira que anda, que fala e até mesmo na maneira
como escova o cabelo.
15

Ela tem pouca ou nenhuma dificuldade nos relacionamentos; seja para atrair o
relacionamento que ela deseja, seja em um relacionamento atual, onde tudo
está completamente preenchido. Toda mulher foi criada para exibir elegância.
Não estou querendo dizer que a mulher deve vestir certo tipo de vestido ou falar
como uma esnobe. Quero dizer autoconfiança e beleza. Reserve um tempo para
pensar em alguém que você conhece que parece facilmente desfrutar de
relacionamentos maravilhosos.

Tente imaginar alguém cujo marido explicitamente adora ela ou uma mulher
solteira que está sempre sendo procurada pelos homens (às vezes até
perseguida). Quando os homens falam sobre este tipo de mulher, eles geralmente
usam a frase: "Tem uma coisa nela. Ela tem um ‘quê’". Essas mulheres não são
sempre as mais altas, as mais bonitas ou até mesmo as mais espertas, mas elas
têm uma qualidade que as fazem brilhar, como uma fogueira. Irradiam paz e
calor. Os homens querem estar perto delas. Esse tipo de mulher dá aos homens a
sensação de que ela realmente gosta de homens.

O comentário de um homem reflete esta mesma qualidade quando ele disse:


"Minha esposa é ótima em conseguir minha atenção. Sem eu perceber, ela está
falando mais devagar e suave. Eu juro que me sinto impotente. Eu nunca tive uma
mulher que me desarmasse e me fizesse querer fazer sexo com ela ao mesmo
tempo". A divergência entre voz macia (suave) e voz normal faz ele prestar
atenção, mesmo quando ele não quer.

Agora veja o contraste deste tipo de mulher com as mulheres que gritam quando
estão nervosas, isso só faz o homem levantar a guarda. Ao falar mais lento e mais
suave, uma mulher hipnotiza um homem ao ponto dele se sentir seguro o
suficiente para deixar ser influenciado.

Agora, eu sei que há quem irá citar exceções, onde é impossível para qualquer
mulher florescer, como em uma situação de abusos, dependência química ou com
16

homem cafajeste. Garanto a você que há momentos que, apesar dos melhores
esforços de alguém, um cônjuge sempre impede que o sucesso ocorra.

No entanto, minha experiência é que essas circunstâncias são poucas e estão


longe das mulheres que aprendem o segredo de colocar seu coração em primeiro
lugar, que é a fonte de sua autoestima e poder.

Sim, eu disse poder.

Poder é a capacidade de influenciar e moldar a opinião de um homem. A


capacidade de influenciar é um componente importante de um relacionamento
saudável. A maioria das mulheres gostaria de influenciar seu parceiro, mas
temem sua desaprovação. Elas acham que eles podem fazer isso somente se seu
namorado/marido estiver completamente disposto. Não é verdade. Uma mulher
tem a capacidade de influenciar seu parceiro mesmo quando ele não vê a
necessidade de mudar. Embora possa parecer controlador, deixe-me ilustrar.

Imagine que seu marido agarra sua bunda no final de cada piada que ele contar.
Depois de algum tempo, você iria ficar com medo toda vez que ele chegasse no
fim da piada. Você quer que ele pare, mas em vez de dizer isso, você reprime sua
raiva. O que acontece com seus sentimentos? Muito simples, você vai ficar
ressentida.

À medida que o ressentimento aumenta, você vai se retirar emocionalmente dele


(vai gostar cada vez menos). Se ele é como muitos homens que eu conheço, ele
não saberá que fez algo errado, até você parar de falar ou começar a recusar
sexo. Só depois disso que ele vai saber que alguma coisa está errada, mas vai
sentir que está sendo punido por algo que ele não fez.

Agora lhe pergunto, não seria melhor ser capaz de influenciá-lo a não pegar na
sua bunda, em vez de deixar a situação rolar a ponto de terminar os dois
infelizes? O ponto de partida seria você aprender a colocar seus sentimentos à
17

frente de seu medo da desaprovação dele. Vou descrever isso detalhadamente


mais tarde; mas neste momento, quero sugerir a você que qualquer coisa é
melhor do que sufocar sentimentos. Mesmo que cada situação não seja tão óbvia
como esta, muitos problemas em potencial podem ser evitados se identificados e
aniquilados logo cedo. Agora, vou pedir para você fazer uma promessa a si
mesma:

VOU COMEÇAR A OUVIR O QUE MEUS


SENTIMENTOS ESTÃO QUERENDO ME DIZER.

EU POSSO NÃO SABER O QUE FAZER SEMPRE, MAS ESTOU


DISPOSTA A EXPERIMENTAR COM MINHA MAIOR VONTADE.

Com isso em mente, vamos começar a criar o relacionamento que você sempre
desejou.
18

CAPÍTULO 2: O Que Os Homens


Realmente Querem
Não é nenhuma grande surpresa quando digo às mulheres que os homens são
diferentes. Como a maioria das minhas clientes são mulheres, eu não só digo a
elas que homens são diferentes, mas também, por quê eles são diferentes, e
como isso na realidade beneficia as mulheres.

De fato, parece que essas diferenças foram concebidas para a mulher influenciar
os homens naturalmente. Os homens olham mais para mulheres do que o
contrário por causa de algumas diferenças óbvias (seios e curvas).

Quando uma mulher me pergunta o que é que um homem quer, o que ela quer
dizer é, "Qual é a habilidade ou atitude que eu posso fazer sempre que vai
garantir que ele queira passar o tempo comigo, ou qual técnica que vai
funcionar todas as vezes"?

Vamos primeiro esclarecer o que "funcionar todas as vezes" realmente significa.


Existem alguns casos onde nada vai fazê-lo querer passar o tempo com você. Se
seu marido ou namorado acaba de perder um ente querido, então não há nada
que você possa fazer para torná-lo feliz naquele momento. Do mesmo jeito, se
algo estressante aconteceu na vida dele ou na sua, isso certamente terá um
impacto sobre sua capacidade de influenciar ele.

Imagine eu pensar que ser um bom terapeuta significa ser capaz de influenciar
você (minha cliente) a fazer 1000 flexões quando eu mandar. Se eu pedir algo que
você não pode fazer, então o problema não está nas minhas habilidades como
terapeuta, e sim no meu pedido que é grande demais.
19

Este é um fator importante na influência. Em primeiro lugar, determine se o que


você está pedindo pode ser realizado. Embora há coisas que uma mulher pode
fazer que reforçarão fortemente sua habilidade para moldar um homem em sua
vida ou manter um homem atencioso, se ela tentar influenciar seu homem em
algo não realista, tudo vai dar errado antes mesmo de começar.

As habilidades que eu ensino são diferentes do que ensinaram para você até
agora. É importante separar uma coisa da outra porque clientes geralmente vem
a mim pedindo ajuda, esperando ouvir como ela pode melhorar o que já está
fazendo. Se eu sugiro que ela faça algo diferente do que ela tem usado, na
maioria das vezes, ela irá discordar de mim, porque o que eu estou pedindo para
tentar simplesmente não parece certo.

Existe um fenomeno bem compreendido entre os conselheiros quando se trata de


ajudar as pessoas a mudar. Enquanto as pessoas querem ver as coisas
melhorarem em suas vidas, elas tem medo de fazer algo diferente, achando que
as coisas podem piorar. Mesmo que o relacionamento de alguém seja difícil, pelo
menos ele ou ela sabe como lidar com o relacionamento no seu nível atual.

Imagine uma mulher casada com um alcoólatra violento. Ao longo do tempo, esta
mulher aprendeu a manter a paz tolerando seu temperamento. Ela tem mais
medo do marido ficar irritado (ao definir limites), do que ela tem em não fazer
nada e ser extremamente infeliz, sempre na esperança de mudança, sem nem
mesmo se dispor a romper a relação.

Antes de dizer o que fazer com os homens, vou pedir a você que pelo menos
considere correr o risco. O risco de sair da sua zona de conforto e ousar viver seus
sonhos. Só porque estas sugestões podem parecer excessivamente simplistas ou
um pouco estranhas para você, por favor, não descartenenhuma. As melhores
ideias tem uma qualidade muito simplista nelas. Homens gostam de coisas
20

simples. Na verdade, eu posso resumir para você a principal razão para os


homens escolherem se casar com uma mulher específica:

Ela faz ele se sentir bem.

Só por esta razão, é importante para uma mulher aprender a colocar seu coração
em primeiro lugar.

Às vezes, isso envolve fixar um limite com um homem, mesmo quando ele não
está tentando machucar. Minha esposa é excelente nisso: Uma noite que eu
cheguei em casa depois de uma maravilhosa partida de futebol, eu queria
compartilhar com ela os detalhes de cada gol fascinante (eu fiz de verdade), mas
assim que eu comecei a descrever o segundo gol, ela delicadamente me
interrompeu, dizendo, "Paulo, eu sei que você tem muito que falar, mas nesse
exato momento estou emocionalmente cheia. Se você puder me dar cerca de 10
minutos para reorganizar meus pensamentos, ficarei feliz em te ouvir".

Isso me surpreendeu porque eu estava apenas começando. Sentindo minha


mágoa, ela continuou: "não estou tentando te ignorar, mas se eu deixar você
falando vou te ignorar e eu não quero fazer isso, por isso preciso de um tempinho
e ouço você mais tarde, ou eu posso continuar fingindo que estou ouvindo
fazendo sim com a cabeça enquanto te ignoro. Isso só vai me deixar ressentida, o
que eu realmente não quero e você não merece".

Apesar do fato de ser interrompido me incomodar, foi a maneira que ela falou
que doeu. E não é o tipo de dor que você sente quando alguém insulta você, não,
é mais como uma verdade espiritual profunda que você não quer ouvir, mas uma
vez dita, não faz sentido discutir. Ela estava certa, e eu sabia. Mais do que o que
ela disse, foi a maneira como ela disse. Ela não estava me pedindo, tampouco
estava aberta para discussão. Ela raramente fala assim, e agora que já tinha
21

falado, soou muito profundo. Eu estava impressionado ao ver como minha esposa
linda, suave e feminina poderia me desarmar tão facilmente.

É difícil para um homem admitir que foi derrotado, mas minha esposa me
algemou sem levantar um dedo ou levantar sua voz. Quinze minutos depois, eu
tinha toda a sua atenção. Como se levantou para o que precisava, o
ressentimento não entrou em sua mente. Se ela tivesse apenas insinuado que
estava cansada mostrando um olhar distraído, eu jamais ia saber que ela
precisava de um tempo. Eu, como a maioria dos homens, teria interpretado suas
ações como um menosprezo.

Muitas mulheres tentam evitar desentendimentos insinuando que elas não estão
interessadas. Por favor, não insinue ou disfarçe para evitar conflitos, isso é o que
crianças desamparadas fazem. Minha esposa foi concisa, suave e direta, então
não houve nenhum mal-entendido entre nós. Ela sabia que ela tinha o direito de
se levantar e ser firme, mesmo se eu não entendesse. Ao ouvir seu coração e
ousar defender seu terreno mesmo que eu ficasse chateado, ela salvou a nossa
noite inteira e me fez lembrar por que tantos homens pediram ela em casamento.

Outro marido teve uma experiência semelhante quando sua esposa se atreveu a
‘falar com o coração’. Davi voltou para casa numa segunda-feira de uma reunião
de vendas de quatro dias. Como proprietário de um negócio, ele não era pago
pelo tempo que deixou de trabalhar, e estava compreensivelmente ansioso para
voltar ao escritório para compensar a perda de rendimentos naquela semana.

Após voltar para casa, sua esposa lhe informou que ela estava indo fazer uma
cirurgia no dia seguinte. Veja como foi a conversa:

MÁRCIA: "Você poderia tirar folga do trabalho amanhã para me levar ao médico?
Eu acho que não vou estar muito bem após a cirurgia".
22

DAVI: "Você se importaria em pedir para uma de suas amigas levá-la e eu vou
buscá-la quando terminar, para que eu possa trabalhar pelo menos metade do dia
depois de quatro dias sem trabalhar na semana passada"?

MÁRCIA: "Na verdade, eu pedi a uma de minhas amigas e ela disse que era
trabalho para o meu marido me levar e ficar em casa comigo".

Por alguma razão, algo em Davi o fez perceber o quanto era importante para ela
que ele tirasse o dia de folga por ela. Armado com este pensamento, ele
prosseguiu:

DAVI: "Querida, quer que eu tire o dia inteiro de folga então"?

MÁRCIA: "Bem, agora estou achando que você não deve perder mais um dia de
trabalho".

DAVI: "Não tem problema se você precisar de mim para ficar em casa com você".

MÁRCIA: "Eu não sei, estou indecisa".

DAVI: "Márcia… me diz… o que você realmente gostaria"?

Neste momento, ela abaixou sua cabeça e uma voz um pouco acima de um
sussurro disse, "Eu gostaria que você tirasse o dia de folga para ficar comigo".

Davi decidiu ficar em casa naquela terça-feira e não voltou atrás. Depois que sua
esposa o desarmou com sua voz suave vulnerável, ele disse sim, e até pensou que
fosse ideia dele! Ela correu o risco de ser rejeitada para conseguir o que queria.
Como mulher, você deve ser primeiramente responsável por sua própria
felicidade.

Isso tira a pressão do homem, de ter que adivinhar o que você está sentindo... ou
se ele fez alguma coisa para deixar você triste. Quando você expõe suas
23

necessidades, um homem não tem que se preocupar em errar. Quando um


homem sente que não vai ser bombardeado com queixas de ressentimento, ele
vai abraçar, beijar, dar carinho... e desejar você.

Infelizmente, a maioria das mulheres não percebem o que eu acabei de


compartilhar com você. Um cenário mais comum envolve um homem se sentindo
desligado de sua esposa ou namorada. Com esta distância emocional vem uma
reação típica de um homem. Ele se torna menos paciente com a parceira dele.

E será que tudo isso é culpa ou responsabilidade da mulher? Claro que não! Eu
estou descrevendo do ponto de vista de um homem. Se um homem sente que
uma mulher está descontente com ele, ele desliga os ouvidos. Não é uma maneira
muito madura de relacionar com uma mulher, mas alivia o estresse.

Como a maioria dos homens tem dificuldade em acessar seus sentimentos,


quando um homem conhece uma mulher que o faz sentir bem, ele não faz mais
nada além de querer ficar do lado dela. Quando uma mulher está feliz com ela
mesma, ela irradia confiança. Essa confiança é extremamente atraente.

Sem esta conexão emocional, vai parecer que o homem está falando com uma
colega de trabalho ou uma amiga. Se a esposa/namorada de um homem o desafia
em algo ou defende seu próprio ponto de vista, e não há esse vínculo emocional
entre o casal, ele fica menos disposto a ser paciente com ela.

Quando eu digo que uma mulher faz um homem se sentir bem, toda mulher faz
isso um pouco diferente. No namoro, eu nunca encontrei um homem que se casa
por que foi enganado, por interesse ou porque foi ameaçado com uma arma de
fogo. Em geral, homens se casam porque querem casar!

Quando dou seminários, pergunto às mulheres quem delas enganaram seus


maridos ou colocou uma droga em suas bebidas para fazê-los propor casamento.
Ninguém levanta a mão. Quase todos os homens com quem já conversei quer
24

profundamente se casar. Homens não são burros. Eles sabem que se casarem
com qualquer mulher que seja, ela vai pedir para fazer coisas que eles não
querem. Pega isso, conserta aquilo, vai ali... Os homens sabem que vão ter que
abrir mão de sua “preciosa liberdade”.

Homens continuam casando. O número de casamentos formais e informais, ao


contrário do que muita gente pensa, só tem aumentado. Homens sabem que vai
haver ajustes, assim como as mulheres se casam sabendo que elas terão que se
comprometer. O que as mulheres oferecem que os homens desejam, imploram e
suplicam é a capacidade de despertar sentimentos que nós não vamos sentir de
outra forma.

O sorriso de uma mulher pode amolecer o coração de um homem em um


segundo. O toque suave das mãos, as curvas, o cheiro inconfundível, são algumas
das forças mais poderosas do universo. Nenhum momento é apropriado para a
mulher gritar ou expressar raiva contra o homem que ela ama. Se for comparar
qual comportamento é mais poderoso, o homem fica amplamente mais
desarmado pela maciez e delicadeza.

A razão é simples: homens foram feitos para o combate e mulheres para cuidar,
criar e alimentar.

Não Se Engane: O Homem É A Cabeça, A Mulher É O


Coração
Não é um novo conceito de relacionamento dizer que homens e mulheres se
relacionam de forma diferente. A Bíblia é o primeiro livro que me lembro de ler,
que identificou essas diferenças, afirmando que o homem era a cabeça da família
e a esposa deveria respeitar o marido. Devido à aplicação incorreta destes versos,
25

muitas mulheres tem medo de dar esse tipo de poder ao homem. Durante a
década de 1990, dois livros específicos ousaram dizer às mulheres que não é só
uma coisa segura, mas também poderosa, ser mulher: Homens São de Marte,
Mulheres São de Vênus, de John Gray e Getting To I Do (Chegando Até o ‘Sim’ –
sem tradução para o português), da Dra. Patricia Allen.

Ambos mostraram a milhões de homens e mulheres que cada sexo tem uma
forma diferente e importante de se relacionar que contribui para um
relacionamento íntimo e significativo.

Os dois livros contribuem para o conceito de que o homem é a cabeça e a mulher


o coração. Às vezes eu me deparo com esposas que se queixam que seus maridos
querem governar elas. Por outro lado, eu conheço maridos que reclamam do
desrespeito de suas esposas. Por trás destas queixas tem a premissa de que
ambos os parceiros são iguais. Na era atual da liberdade feminina, isso pode ser
um ponto de vista extremamente válido.

O problema com este ponto de vista é que o equilibrio é supervalorizado, quando


aplicado nos relacionamentos. Igualdade implica que cada pessoa no
relacionamento deve ter a mesma quantidade de poder e influência. A realidade
é que homens e mulheres têm diferentes pontos fortes que foram feitos para se
complementarem. Algumas áreas, tais como criar e educar, são geralmente mais
predominantes nas mulheres, enquanto administrar a disciplina e trazer o
sustento, na maioria das vezes, é mais fácil para o homem. Nesse sentido, dois
adultos são iguais em sua capacidade, mesmo que essas habilidades sejam
diferentes.

No entanto, muitas vezes, cada parceiro numa relação tende a confundir


igualdade com ‘familiar’. Eles querem tratar o outro parceiro de uma forma
familiar para ele ou ela. Dá a impressão de que eles são a mesma pessoa. Se uma
mulher exige extremo respeito, fica muito difícil para seu marido ou namorado
26

estimar dela. Se o namorado ou marido quer constantemente que a mulher cuide


de seus sentimentos, fica difícil para ela respeitá-lo.

Nos relacionamentos, a palavra complemento funciona bem. Em casais que se


complementam, cada indivíduo traz um conjunto único de características na
relação com o outro parceiro, que através de suas próprias características
únicas, ajuda a formar uma ligação, produzindo um relacionamento
mutuamente preenchedor. A melhor analogia que eu sei para expressar isto é
imaginar que as mulheres são o coração de um relacionamento e homens são a
cabeça.

Isso não significa que homens não podem ter sentimentos ou que as mulheres
não podem ser lógicas ou inteligentes. As duas coisas são inteiramente possíveis.
No entanto, quando as mulheres, em particular, querem ser "iguais", elas tentam
conseguir competindo com o seu parceiro.

Uma mulher deve querer ser o complemento do seu homem. Se seu marido ou
namorado pensar em você como igual, ele irá tratá-la como homem. Ele vai ser
respeitoso, mas provavelmente não vai ser afetuoso. Se uma mulher se apresenta
como se não precisasse de homem, os homens vão tratar ela como mais um de
seus amigos.

Agora, mulheres, vou pedir que você permita que seu homem seja seu superior
em determinadas áreas, enquanto você vai destacar e ser superior em outras
áreas. Você certamente é capaz de ser seu igual, mas isso não vai levar a
intimidade que você deseja. Se uma mulher não é capaz de confiar em um
homem num nível onde ela é capaz de desistir de certos poderes por ele, a
relação sempre será tensa. Por outro lado, pediria a um homem dar poder à
mulher de sua escolha para que ela possa influenciá-la. Sem este encontro de
vontades, vai ser difícil para um casal estabelecer intimidade, proximidade e
confiança.
27

Eu tenho oferecido esta teoria para um grande número de solteiras, que disseram
para mim, "eu ando tão bem no meu trabalho e minha carreira está prosperando.
Saio com freqüência e paquero bastante, mas algo está faltando. Não consigo
manter um relacionamento".

Então eu pergunto, "Por que você precisa de um homem?"

A resposta típica é, "eu não preciso de um homem! Gostaria apenas de ter


alguém na minha vida".

Minha resposta para isso é: se um homem não sente que você precisa dele, e não
há nada que ele possa trazer a sua vida que você não poderia conseguir sozinha,
ele vai se sentir incapaz de ser seu herói. Ele vai se sentir como se você só
quisesse um envolvimento num nível superficial. Este é um dos melhores
repelentes masculinos de toda a história.

Se você quer que homens nunca cheguem muito perto de você, mantenha a sua
independência. Apesar de algum grau de independência ser saudável em um
relacionamento, muitas vezes trabalha contra relacionamentos. Às vezes,
independência realmente pode repelir a intimidade em um relacionamento.

Em Vez De Dizer “Você Não Está Sendo Atencioso”


Ou “Por Que Você Não Quer Passar Mais Tempo
Comigo?”, Faça Isso...
No cérebro humano, os dois hemisférios são unidos por uma estrutura chamada
corpo caloso. Nos homens, essa estrutura é menor, enquanto que nas mulheres
são geralmente maiores. O efeito disso é que mulher pensa e sente mais
simultaneamente, e a atividade cerebral muda mais frequentemente entre o lado
28

direito e esquerdo do cérebro. Isto é particularmente importante para lidar com


crianças.

Mulher tende a sentir mais carinho por uma criança pequena, porque ela sente
uma ligação imediata. O homem, cujo corpo caloso é menor, tem dificuldade para
acessar sentimentos quando ele está pensando. Nos tempos dos homens das
cavernas, esse recurso era bastante prático, quando um homem lutava pela sua
vida e era capaz de desligar seus sentimentos.

Quando um homem desliga seus sentimentos e entra em modo de argumento,


ele está entrando em território familiar. Portanto, toda vez que uma mulher briga
com seu marido ou namorado, ela está jogando um jogo mais familiar para ele.
Isso não significa que as mulheres não podem discutir ou que são incapazes de se
defender.

O que eu estou sugerindo é que, quando uma mulher luta com um homem, há
duas formas principais de reação por parte dele: Ele pode desistir e se recuar ou
competir com ela com o único objetivo de ganhar. Seja qual for a reação, a
mulher sempre sai ferida, e vai haver dor para ambos os parceiros.

Se uma mulher está centrada no coração, o coração a orienta. Assim, quando as


coisas começam a incomodá-la inicialmente, ela não vai tentar sufocar seus
sentimentos ou expulsá-los e fingir que eles não existem. Ela os expõe logo no
início, antes que eles tenham a oportunidade de crescer e causar danos a si
mesma e ao parceiro. Ao responder a seus sentimentos logo no começo, fica
muito menos provável acontecer de se apresentar como uma pessoa negativa
que repele as pessoas. Agora se você suprime seus sentimentos, eles crescem
com intensidade conforme o tempo passa, até chegar um dia que você explode
em tristeza, raiva ou frustração.
29

No processo, isso vai sobrecarregar seu homem, que vai fazer você se sentir
culpada, que fará com que você tente toda a rotina de sufocamento novamente,
fazendo o círculo vicioso continuar a girar.

Se um homem é a cabeça da relação, a mulher é o coração. Ela será o


termômetro emocional estimando quando o relacionamento está quente ou frio.
Se existe tensão na relação, a mulher geralmente é quem vai notar isso primeiro.

No entanto, muitas mulheres duvidam dessas intuições. Elas tratam seu marido
ou namorado de uma maneira mais lógica, em vez de sentimental. Sem querer,
elas acabam se passando por reclamonas, dizendo coisas como: “Você não está
sendo atencioso”. “Você nunca fala comigo”. “Por que você não quer passar mais
tempo comigo?” “Por que você está sempre fazendo coisas sem mim?” “Você não
me manda mais flores”, etc.

Reclamar Não Resolve. Homem Reage


Positivamente À Estas Duas Coisas...
Estas reclamações, que geralmente desencadeiam longas explicações e
discussões, só fazem com que o homem fique cada vez mais distante. É o recurso
a que ele recorre. Homens não querem isso. Homens reagem positivamente a
duas coisas: uma é dor, e o outro é o vazio. Homens não respondem a ‘palestras’,
ao seu esforço para deixá-lo envergonhado ou a gritos, porque todas essas coisas
são competitivas. Se você realmente quer machucar um homem, machuque as
pessoas que ele ama. Se um homem vê a companheira sofrendo, e ele não vê ela
culpando ele por essa dor, ele fica dez vezes mais motivado a tomar uma ação
corretiva em favor da mulher, pois ele sente a necessidade de tirar a sua dor. Da
mesma forma, quando uma mulher se afasta em vez de discutir com um homem,
30

ela faz com que a imaginação dele comece a perguntar: "Será que ela está
chateada comigo? Por que ela está chateada comigo?"

Sim, algumas mulheres discordam. "Se eu deixá-lo sozinho, ele vai ficar bem", é o
que muitas dizem. Agora, a curto prazo, você está correta, e ele de fato ficará
bem. No entanto, se ela mantém a distância, em algum momento ele vai dizer: "o
que há de errado"? Em vez de explicar, a mulher deve simplesmente dizer, "Eu
ainda estou chateada com você." Não precisa de mais nada. Ele vai entender a
mensagem se você permitir que o tempo trabalhe para você. Este vazio que você
está criando fará com que ele eventualmente volte para você disposto a pedir
desculpas ou discutir o desacordo. Isso funciona porque, sempre que a força de
um homem é usada contra ele, torna-se altamente motivador. Seja qual for
nossas forças, quando elas são usadas contra nós, tornam-se altamente
motivadoras.

Se um homem é uma pessoa calma por natureza, e sua esposa é tagarela, ela
pode irritá-lo por falar demais. No entanto, se ela realmente quer ter sua atenção,
a coisa mais poderosa que ela poderia fazer é ignorá-lo. Se ele está de mau
humor, então dê mais espaço do que ele pede. Mesmo em momentos que ele
quer ficar sozinho, ser ignorado o desarma ainda mais porque ele está recebendo
aquilo que ele é bom e num nível muito maior do que o que ele está acostumado.
Se você gosta de falar, imagine como se sente quando você está próxima de
alguém que fala muito mais do que você. Mulheres e homens que tendem a ser
tagarelas me relatam quão frustrante é quando eles sentem que tem que "puxar"
palavras da boca do parceiro quieto, e depois descrevem como é estar do lado de
alguém que é ainda mais falante do que eles mesmos.

Posso dizer por experiência própria, quando alguém exagera em algo que nos é
familiar, isso prende nossa atenção muito mais do que qualquer outra coisa.
Portanto, mulheres, se você tiver um marido ou namorado que gosta de sair
31

sozinho ou ficar na dele, que quer que você dê espaço, tente usar isso para sua
vantagem. Se ele lhe dá certo espaço, você dá muito mais. Deixe a imaginação
dele ponderar: "onde ela está? Por que ela não está resmungando? Por que ela
não está me perguntando nada"? Quanto mais a imaginação de um homem se
preocupa com você, mais ele fica curioso. Quando uma mulher mantém um
pouco de mistério, um homem começa a pensar sobre ela. Quanto mais ele pensa
sobre ela, mais ele vai querer passar tempo com ela.

A maioria das mulheres tem tanto medo de perder um homem que toleram
qualquer atenção que eles dão, mesmo sendo apenas ‘migalhas’. Em vez de
manter a distância quando ele se aproxima dela, ela fica com pena, vai logo
abraçando, faz beicinho, implora por ele. Estas não são atitudes de uma mulher
elegante, e sim o entusiasmo de uma criança. Uma mulher madura não implora.
Ela espera ser um tesouro e não tenta convencer um homem a tratá-la como uma
pessoa especial. Ela mantém sua distância até que ele se aproxima dela com
humildade, e não apenas com doces palavras. A distância que ela criou deixa o
homem curioso.

Quando um homem está curioso, ele fica menos competitivo. Um homem, por
natureza, não pretende competir com sua mulher. Ele já tem concorrência o
suficiente no trabalho e nos esportes. Quando um homem escolhe uma mulher,
ele quer alguém que ele pode confiar e fazer parceria. Alguém que será leal a ele.

O problema com muitos homens é que eles nem sempre sabem como induzir essa
fidelidade com suas parceiras. Quando o homem começa a brigar, é a sábia
mulher que se recusa competir com ele. Se ela se sente ameaçada ou irritada, ela
irá refletir isso em seus sentimentos sem discutir. Afinal, para uma mulher
elegante, discutir, argumentar, resmungar e medir forças está abaixo do nível
dela. Ela não vai competir com ele. Em vez disso, vai dizer: "Me desculpe, mas
como eu sou mulher, eu não sou muito boa em competir com você. Você é maior,
32

mais forte e simplesmente melhor em discussão do que eu. Então acho melhor eu
não fazer isso". Com alguma prática, seu homem vai perceber que competir com
você só vai resultar em você criando distância. Quanto maior a competição, maior
a distância. Parece simples e bobo, mas no mundo da psicologia do
comportamento humano já se sabe que isso é altamente eficaz. Minhas clientes
que tentaram sabem o quanto esta estratégia é poderosa.

Sim, as mulheres são o coração de um relacionamento, e os homens são a cabeça.


Esta importante diferença entre homens e mulheres foi realmente concebida para
que eles se complementassem. Estas diferenças, apesar de serem irritante às
vezes, produzem uma maravilhosa sensação de intimidade. Não consigo enfatizar
o suficiente sobre o quanto isso é importante: O homem não quer competir com
uma mulher. Um homem tem seus negócios, esportes e outros amigos homens
para competir o tempo todo. Ele não gosta, nem tem vontade, de competir com
sua companheira. É por isso que nós estamos sempre evitando conflitos no
relacionamento. Quando um homem está competindo, tudo que ele faz é lutar
para ganhar, ele não quer ganhar na competição com sua esposa ou namorada.
Ele quer agradar ela e ter um ambiente e relação em paz.

Quando uma mulher desarma um homem com seus sentimentos, ela fica no
comando da situação. Esta é a razão de, tradicionalmente, a "menininha do
papai" consegue fazer o papai fazer qualquer coisa. Ela sorri, pisca os olhos e diz:
"Papai, você é tão grande, forte e poderoso, você é o melhor pai do mundo, por
favor, posso comprar um sorvete"? Mesmo que o papai sabe que vai estragar o
jantar dela e sua esposa provavelmente vai ficar brava, por ter feito ele se sentir
maravilhoso, ela com certeza vai desfrutar de um saboroso sorvete.

Quando uma mulher desperta os sentimentos de um homem e ele se sente


compreendido por ela, ela pode pedir-lhe quase qualquer coisa. Agora,
certamente há pequenos casos em que é apropriado para uma mulher ou uma
33

namorada desafiar o seu marido ou seu namorado, mas para o momento,


estamos falando do poder de influência relacionado ao desejo dos homens de se
sentir bem, e a dificuldade que eles tem de acessar seus próprios sentimentos
sem uma mulher em sua vida.

Você Realmente Entende O Significado De


“Beleza”? Nenhum Fator Ranqueou Tão Alto
Quanto Esta Habilidade Fácil...
Anos atrás, houve um estudo em uma universidade particular onde cientistas
queriam determinar exatamente o que os homens queriam dizer quando
descreviam as mulheres como "bonitas" ou "atraentes". Era porque ela era alta,
tinha cabelos longos, ou simplesmente um certo olhar? Mas os homens não
conseguiam explicar exatamente o que era.

Após entrevistar centenas de estudantes homens, eles encontraram um


ingrediente em comum. Uma mulher que sorri sempre é considerada mais
atraente. Sorrir aparentemente diz homens que uma mulher está satisfeita com
eles. Quem não iria achar isso atraente? No entanto, há algo ainda mais
poderoso. O sorriso faz com que homens notem uma mulher mesmo ela não
sendo a mais alta e a mais inteligente, ou não tem o cabelo mais loiro. Alan Loy
McGinnis, em seu livro, O fator Romance, diz que os cientistas sociais
descobriram que enquanto aparência, dinheiro, poder e prestígio são todos
importantes na atração e manutenção de um companheiro, nenhuma destas
ranquearam tão alto quanto a habilidade de estar à vontade. A capacidade de
estar à vontade, de agir confortavelmente com você mesma na presença do sexo
oposto, é irresistível. Isso mostra confiança e tranquilidade.
34

Um fato interessante é que não temos realmente que se sentir confiante. O


importante é como podemos gerenciar esse nervosismo. Quando uma mulher
tem uma atitude calma, se ela se sente calma ou não, sempre a faz parecer mais
atraente e convidativa. Ela faz um homem se sentir seguro o suficiente. Ele não
tem medo que ela fique grudenta ou exigente. Sua habilidade de ficar à vontade é
convidativa. Ela transmite a ideia de que ela gosta de si mesma. A mulher que
está à vontade com homens geralmente é a que faz perguntas em vez de ser a
pessoa que mais fala. Ela não precisa de toda a atenção centrada sobre ela. Ela
aceita elogios graciosamente, em vez de rejeitá-los.

Por outro lado, se a mulher está predominantemente nervosa, ela vai transmitir a
impressão de estar carente, desesperada e, de certa forma, infantil. Ela mede
cada palavra, com freqüência se perguntando se ela disse alguma coisa errada.

Em suma, quando uma mulher está nervosa e culpa os outros por sua infelicidade,
ela faz os homens manter distância. Agora ao dizer isto, não quero insinuar que
uma mulher sempre tem que ser perfeita, que nunca pode ter um dia ruim ou
mostrar qualquer fraqueza. Ao longo dos anos, homens me disseram que não é
que eles precisam de uma mulher que nunca tem um dia ruim; mas eles tendem a
afastar de mulheres que esperam que o homem assuma a responsabilidade por
seus sentimentos. Se você pedir por ajuda, em vez de mandar assumir a
responsabilidade, ele fica mais propenso a ajudar. Mas, se ele a ouvi dizer, "Estou
sofrendo muito. Faça alguma coisa" ele pode tentar ajudar, pode sentir-se
atacado e responder com ignorância ou brigar. Ambos os parceiros acabam
perdendo, porque eles interpretaram mal as intenções de cada um.

Isso realmente nos leva a outro ponto: porque é que tantas vezes, os homens
querem consertar as coisas? Nem consigo contar o número de vezes que eu ouvi
uma mulher dizer, "eu não quero que ele tente consertar... só quero que ele
ouça." Há um segredo nisso, e os homens desejam que suas esposas ou
35

namoradas entendessem. Como os homens foram projetados de forma diferente,


eles tendem a desligar quando ouvem que sua esposa ou namorada está
sofrendo. A maioria das mulheres interpretam esta reação como se ele não se
importasse com seus sentimentos. Na realidade, ele está consciente do seu
sofrimento. O que realmente está acontecendo é que o homem está tão ciente da
sua dor que fica oprimido. Como ela não quer que ele resolva o problema, ela
anula seu principal meio de lidar com a dor e estresse. Sentindo-se impotente
para fazer o desconforto desaparecer e vendo alguém que ama sentindo dor, ele
recorre ao que vem naturalmente, e desliga. Isto pode parecer exagero, mas é
mais verdade do que você possa imaginar.

Lembre-se: uma das piores coisas que você poderia fazer para um marido ou
namorado não seria feri-lo; seria ferir a mulher que ele ama. Isso seria a coisa
mais torturante para ele aguentar –– sentar e não ser capaz de fazer qualquer
coisa, enquanto a pessoa que ama está sofrendo.

A razão que um homem tenta corrigir os problemas de uma mulher é porque dói
vê-la sofrer, e ele quer corrigir essa situação e tirar a dor dela o mais rápido
possível, um processo que tira a dor dele também. Quando uma mulher diz: "Eu
apenas quero que você ouça", o homem entende: ela quer que eu sente lá e a
deixe falar detalhes de como alguém a faz sofrer. Dá a impressão de que ela está
pedindo para ele sentar e assistir alguém batendo, machucando, ofendendo ela.

Eu sei que esta não é a intenção da esposa ou namorada quando ela compartilha
suas frustrações. Estou simplesmente dizendo a impressão do homem. É
doloroso, mas faz com que os homens crescam quando eles aprendem a
simpatizar com a mulher que amam. Só vai levar um tempo no relacionamento
para fazer isso de forma eficaz. Quando ele era solteiro, ele poderia simplesmente
ajustar a dor evitando ficar perto dela. Depois que um homem deixa uma mulher
ficar perto dele, ele naturalmente vai sentir a sua dor. A capacidade de
36

compartilhar a dor do outro é um ingrediente-chave da compaixão. Assim,


quando um homem ouve sua esposa/namorada, ele estreita os laços com ela.
Com isto em mente, não há nenhuma ciência exata para realizar isso. Se uma
esposa insiste que seu marido esteja sempre ouvindo a sua dor, ela
eventualmente vai se afastar.

Por outro lado, um marido ou namorado simplesmente frustrará sua mulher se


ele constantemente tenta corrigir seus sentimentos. Quando ele "conserta seus
problemas", ele muitas vezes é considerado insensível.

Uma mulher inteligente é aquela que compreende isto: quando seu marido ou
seu namorado tenta consertar algo, ele está na verdade tentando agradar ela.
Uma mulher que entende isso pode agradecer-lhe pelo seu esforço e
delicadamente lembrá-lo do que ela realmente precisa, e que é simplesmente
para ele dar suporte a ela. Se ela tranquilizar seu homem de que ela vai ficar bem,
ele vai sentir a liberdade para ouvir e simpatizar com a situação.

"Se um homem é a cabeça da relação, a mulher é o


coração. Ela será o termômetro emocional prevendo
quando o relacionamento está quente ou frio. Se existe
uma tensão subjacente na relação, a mulher é
geralmente a pessoa que vai notar isso primeiro".
37

CAPÍTULO 3: A Essência Que Separa As


Mulheres Bem Sucedidas Nos
Relacionamentos Das Mulheres Que Estão
Sempre Lutando E Fracassando
O que estou prestes a descrever para você agora é a essência do que tenho visto
ao longo dos últimos 14 anos que separa as mulheres que são bem sucedidas nos
relacionamentos daquelas que estão sempre lutando e falhando. É muito
abstrato, e muito mais do que uma técnica. Origina-se profundamente no coração
de uma mulher. O que está em seu coração sempre se manifesta naturalmente
em seus relacionamentos. Se você está cheia de dúvidas e critica a si mesma o
tempo todo, é óbvio que isso afetará a forma como você vê seu
namorado/marido, independentemente de quão maravilhoso ele possa ser. Este
tipo de mulher está sempre afastando bons homens ou atraindo os perdedores. O
exemplo óbvio disso é a mulher que vai de um alcoólatra para o outro, sempre se
perguntando por que não tem sorte no amor. Outro tipo de mulher que fracassa
em relacionamentos é a mulher que vive dizendo que homem nenhum presta.
Ora, se a mulher se convence de que homem nenhum no planeta presta, advinha
o que ela vai encontrar? Isso mesmo: Homens que não prestam! É por isso que
estão sempre se relacionando com homens infiéis, emocionamente instáveis,
viciados em ácool, drogas, pornografia, internet, com problemas financeiros ou
com dificuldade de administrar dinheiro, indecisos, sem futuro, incapazes de
assumir o namoro... para citar alguns.

Quando eu trabalhava em um hospital, observei este fenomeno enquanto era o


terapeuta que conduzia uma terapia de grupo. Por muitas vezes, aparecia uma
mulher que tinha acabado de terminar um relacionamento abusivo, cujo marido
era alcoólatra. Se ela ficava um bom tempo no grupo, eventualmente o grupo iria
38

vê-la entrar em outra "relação". Nas primeiras impressões, este novo homem em
sua vida parecia ser muito saudável. No entanto, após um ou dois meses de
relação, se tornaria evidente que ele, também, era um alcoólatra, mesmo que ele
no início parecia ser totalmente diferente do seu antigo marido. Este modo
inconsciente de escolher alcoólatras continuava, às vezes por anos.

Depois de observar esta seqüência ocorrendo com mais mulheres do que eu


podia contar, percebi que todas as coisas que aprendi na faculdade era realmente
verdade. Estas mulheres honestamente não estavam cientes do que estavam
fazendo. Não era que elas propositadamente saíam e escolhiam os alcoólatras ––
não, elas estavam tentando selecionar alguém diferente. Mas, elas estavam
apenas escolhendo o que era familiar.

Se elas tinham namorado um homem alto, o próximo que elas escolhiam era
baixo. Se namoravam um extrovertido e falante, o próximo homem era
provavelmente tranquilo e quieto. Se namoravam um viciado em trabalho, elas
compensavam o próximo namoro escolhendo alguém mais descontraído e social.
O que acontece na realidade é que, embora tenham tentado escolher alguém
diferente, havia sempre alguma coisa acontecendo dentro delas que cancelava
suas melhores intenções. Elas confundiam impulsos com sentimentos.

Impulsos se parece com sentimentos, mas há uma grande diferença. Impulsos se


manifestam de repente e lhe dá a impressão de que você tem que obedecê-los.
Parecem dominadores, convincentes e verdadeiros. Sentimentos geralmente se
constrói gradualmente. O que separa os dois é que os impulsos vão morrer dentro
de poucas horas ou dias. Sentimentos permanecem, até fazermos algo em relação
a eles.

Um impulso seria como alguém dizendo, "Eu sei que eu não deveria sair com ele.
Ele tem um temperamento ruim, mas eu sinto uma grande química quando
falamos". Mesmo sabendo que este homem é problema, ela permite a
39

intensidade dos impulsos guiá-la para uma má escolha. Se esperasse alguns dias e
falasse com alguns amigos e amigas de confiança, a intensidade provavelmente
iria morrer e este homem seria menos atraente. Se ela implora por emoção, ela
correrá atrás dele, mesmo que ele a faça sofrer.

Sentimentos tendem a atormentar alguém até que eles entrem em ação. Como
quando você ofende alguém e percebe que precisa pedir desculpas. Quanto mais
você adiar o pedido de desculpas, mais forte esses sentimentos crescem.

O tempo apenas intensifica os sentimentos, enquanto diminui a urgência de


impulsos.

Conserte Sua Maneira De Pensar: Os Erros


Sentimentais Que Estão Destruindo Seus Sonhos
O que é seu coração? A Psicologia descreve o coração de várias maneiras. Alguns
chamam sua "criança interior", enquanto que Freud o chamava de "inconsciente".
A Bíblia chama de seu "coração". Deste ponto em diante, vou usar todas essas
metáforas alternadamente. Todos elas oferecem uma descrição simples da parte
central do nosso cérebro, dentro de todos nós, que realmente faz as decisões
importantes para nós: com quem casamos, o que decidimos fazer com nossa vida,
etc. Esta parte de seu cérebro é conhecido como intuição tais como, confie em
sua intuição. Dentro do seu coração encontra-se a capacidade de criar todos os
seus sonhos; a mágica que você sonhava quando criança.

Quando você e eu éramos crianças, não sabíamos o significado da palavra


"impossível". As crianças têm uma habilidade inata para acreditar em coisas, só
porque elas podem imaginá-las. Alguns chamam essa fé infantil. É triste dizer,
quando nós crescemos, começamos a pensar que talvez sonhos não se realizem, e
40

devemos nos preparar para a dor. Nos deparamos com decepções, e logo vemos
as decepções como realidade, em vez de passos em direção a nossos sonhos.
Uma vez que um adulto parar de acreditar que sonhos podem se tornar realidade,
cada adversidade torna-se uma profecia "auto-realizável".

Na verdade, sonhos nunca morrem, eles apenas estão escondidos no porão. Mas,
a habilidade para aqueles sonhos se realizarem está sempre presente. Eles são
armazenados em seu inconsciente, ou sua "criança interior", que é sempre mais
poderoso do que seu consciente. Isso soa exagero? Provavelmente, se não sabe
como acessar seu subconsciente. Infelizmente muitas mulheres nunca
aprenderam o poder da mente inconsciente e sua capacidade de selecionar,
influenciar e formar homens.

Onde exatamente está seu "Coração" ou "Criança interior"? A resposta simples é


que não está em nenhum lugar específico em seu corpo. Se eu tivesse que
escolher um lugar, seria em seu cérebro. A parte frontal do seu cérebro é a parte
lógica. Ele controla a fala e o pensamento lógico; biologicamente, isto é o que nos
separa dos animais. A parte de trás do seu cérebro controla as funções
inconscientes, respiração e pulsações, sendo dois dos mais óbvios. Raramente
você conscientemente toma uma decisão para respirar, dizendo a si mesma,
"respire e expire". Você nunca conscientemente diz para seu coração bater. No
entanto, há uma parte de seu cérebro que, mesmo enquanto você dorme,
garante que essas funções continuem. O principal trabalho relegado ao seu
inconsciente é mantê-la viva.

Se um edifício de repente cair na sua direção, não há tempo para considerar


logicamente se você deve sair da zona de perigo. Algo instantaneamente assume
e, sem perceber, você está fora de perigo. Seu inconsciente está constantemente
antecipando as coisas e revelando-se no que é comumente conhecido como
"intuição". Alguns descrevem intuição como um sexto sentido, muito parecido
41

com uma mulher que é de repente ciente das coisas que ninguém mais pode
discernir. Às vezes, é um "mau pressentimento" que seu filho está em perigo,
embora muitas vezes seja um "sentimento" que um homem em particular não é
exatamente o que ele afirma ser. Não é incomum estes palpites vir a ser correto.
Seu inconsciente não pode se dar o luxo de errar e foi projetado para ser muito
mais ciente das coisas do que sua mente consciente.

Quando uma mulher aprende a parar de sonhar, ela pára de ouvir seu
coração/inconsciente e começa a rotular essas profundas intuições e sentimentos
como "bobo". Toda a energia usada para ignorar sua intuição leva a sensação de
estar oprimida ou cansada. Muitas mulheres que se queixam de se sentir
sobrecarregadas não estão cientes da quantidade de energia que estão gastando
para se manterem assim. Elas sentem que vão parecer carentes ou desesperadas
se ousarem revelar o que desejam. Ao longo do tempo, elas ficam com medo de
admitir seus desejos, até para elas mesmas.

Uma Estratégia Avançada Sobre Sentimentos Que


Voce Precisa Urgentemente Saber
A melhor maneira de começar a despertar seu coração é começar a ouvir seus
sentimentos. Infelizmente, muitas das minhas clientes fazem exatamente o
oposto. Para tentar não perder o controle e parecerem fracas e estúpidas,
praticamente todas as mulheres descartam sentimentos ocultos. De fato, a
maioria das mulheres acredita que a maneira de parecer confiante é reprimir seus
sentimentos, mas na realidade quando os sentimentos são reprimidos eles só se
tornam mais fortes e levam à amargura, ressentimento e, freqüentemente,
depressão. O que é realmente necessário é permissão para ser autêntica.
42

Sempre conto a história de quando eu aprendi a ouvir meus sentimentos. Anos


atrás, eu estava jogando futebol com o grupo da igreja. No decorrer do jogo, um
dos jogadores me deu uma falta dura. Então, da próxima vez que ele veio, eu dei
falta nele. Quando eu fiz isso, ele começou a reclamar e eu só ignorei. Porém,
quinze minutos depois, ele me deu uma cotovelada no meio do tórax –– ai! Eu
parei por um segundo e perguntei:

"O que você está fazendo? Estamos apenas jogando um jogo amigável"... e ele
respondeu algo como, "Ah, relaxa e esquece", e o jogo continuou. Dez ou quinze
minutos depois, ele me deu falta novamente de uma forma que parecia que ele
estava tentando provar algo. Parei o jogo e disse, "o que você está fazendo? Nós
só estamos brincando aqui"! Novamente, ele agiu como se não fosse nada sério.

Depois disso, voltei a trabalhar, e meus colegas de trabalho me perguntaram


como tinha sido o jogo. Eu fiz uma piada da coisa toda, dizendo: "Ha ha, foi igual
luta de vale-tudo". Normalmente, eu teria ignorado o episódio, mas por alguma
razão, eu ainda estava chateado e não conseguia descobrir por que. Já havia
brincado em jogos mais ásperos e já fizeram coisas piores do que aquele homem
fez, mas não conseguia entender por que ele ainda estava me incomodando um
dia depois de terminado o jogo.

Neste momento em minha carreira como terapeuta, eu tinha começado a ensinar


meus clientes para ouvir seus corações, confiar em seus sentimentos. Desde que
eu estava dizendo a meus clientes para prestar atenção em seus sentimentos,
percebi que eu provavelmente precisava seguir o meu próprio conselho. Assim,
naquela tarde, eu propositadamente me deixei sentir minha raiva. Continuei
vendo os clientes enquanto a raiva tomava conta do meu peito. Pela primeira vez
na minha vida, propositadamente escolhi não reprimir esses sentimentos
desconfortáveis e esperei para ver o que poderia acontecer.
43

Durante este exercício, eu tinha cinco compromissos. Você pode imaginar a


dificuldade que eu estava em concentrar em meus clientes enquanto explodia por
dentro. No final da minha última sessão, despedi da minha cliente e fiquei vendo
ela saindo do escritório e entrando no carro. Naquele exato momento, bateu algo
dentro de mim. Era como se um raio me atingisse. O homem com quem eu tinha
jogado futebol, quem eu ainda sentia raiva, me lembrava do meu professor da
sexta série, que nunca admitia quando estava errado. Não importava o quanto eu
tentava conciliar, ele se recusava admitir o quanto que me tratava injustamente.
Este foi o botão que aquele homem apertou, despertando a familiaridade de um
episódio antigo.

Eu não lembrava desse professor há anos. De repente, percepções começaram a


inundar minha mente, e outro sentimento começou a se levantar dentro de mim.
Eu percebi que tinha que ligar para ele. Agora, é óbvio que não queria ligar, mas a
sensação não iria sumir porque meu coração estava agora no comando. Eu
precisava ligar –– não para falar sobre o que descobri, mas para enfrentá-lo.
Sempre foi minha tendência inata mandar alguém "se ferrar" quando me
tratavam desta forma, mas meu coração estava me dizendo para fazer algo
diferente. Eu precisava defender o meu coração, e não dizer a mim mesmo para
esquecer.

Assim, no dia seguinte liguei pra ele e disse: "Oi, aqui quem fala é o Paulo. Nós
estávamos jogando futebol outro dia, e queria saber por que você estava pegando
tão pesado".

Ele respondeu algo como: "Eu não acho que peguei pesado. Foi coisa da sua
cabeça" e a conversa terminou por ali. Até hoje, ainda não tenho certeza se ele
realmente entendeu por que eu estava chateado. Ele me fez ponderar se isto
estava relacionado àquele professor da sexta série. Depois que eu percebi ele se
recusou a me ouvir e não iria assumir qualquer responsabilidade pela forma como
44

ele agiu, uma calma segurança baixou sobre mim. Estava tudo bem claro agora:
eu precisava parar de jogar futebol com ele. Também percebi que precisava
resolver os sentimentos de rancor que eu ainda tinha com aquele professor da
sexta série.

A finalidade desta história é ilustrar o fato de que seus sentimentos e o meu,


estão tentando nos dizer alguma coisa. Às vezes, a mensagem é óbvia, enquanto
outras vezes eles estão tentando nos dizer algo que não podemos estar ciente.
Pode não ser sempre a grande percepção que tive na história que acabei de
mencionar, mas muitas vezes eles estão tentando salientar algo útil para nós.
Lembre-se, seus sentimentos foram dados para ajudar e proteger você. Seus
sentimentos estão muitas vezes querendo lhe deixar ciente, querendo dizer:
"Hey, há algo de errado aqui, há algo que precisamos ver direito com calma". Não
vai estar sempre claro, e se começarmos a ignorar esses sentimentos, suprimí-los
ou dispensá-los, vamos impedir os surgimentos de percepções que poderiam nos
libertar e ajudar muito. Se ouvirmos esses sentimentos e contar com neles
quando precisarmos, muitas vezes chegaremos a percepções sobre coisas,
pessoas e sobre nós mesmos que não estão imediatamente óbvias.

Quando compreendemos que nossos sentimentos são o método principal que


nosso coração usa quando nos quer dizer algo, torna-se mais fácil entender como
coisas como ressentimento, rancor, e amargura começam a desenvolver.

"Na verdade, sonhos nunca morrem, eles apenas estão


escondidos no porão. Mas, a habilidade para aqueles
sonhos se realizarem está sempre presente. Eles são
armazenados em seu inconsciente, ou sua ‘criança
interior’, que é sempre mais poderoso do que seu
consciente".
45
46

CAPÍTULO 4: Como Evitar o Principal


Erro Que Causa a Morte do Seu
Relacionamento
Grandes casais também brigam, mas sem exagerar nas emoções quando as coisas
ficam intensas. Casais disfuncionais podem ou não brigar, mas o que eles tem em
comum é que eles guardam rancores. Eles tendem a deixar sentimentos negativos
acumularem. Muitas vezes me perguntam qual é o problema número um que
casais enfrentam e, sem hesitar, digo-lhes que é o ressentimento. Ressentimento
é como um câncer que permeia todas as outras áreas da nossa vida. Conforme se
acumula, ele começa a afetar a nossa percepção sobre nosso parceiro. Traumas
de infância ou de um relacionamento anterior geralmente resultam em
ressentimento que se manifesta dentro dos relacionamentos.

Exatamente como alguém fica ressentido? Ressentimento é o acúmulo constante


de raiva como resultado de dar mais do que recebe. Dar mais do que você recebe
é bom, se feito com moderação; mas, ao longo do tempo, esse padrão faz com
que um indivíduo se sinta enganado.

Muitas mulheres sentem que quando um homem entra em sua vida, finalmente
chegou a hora de receber. Em seus corações, elas pensam, "Finalmente, alguém
para cuidar de mim da maneira que eu tenho cuidado dos outros". O pobre rapaz
não tem nenhuma ideia que ele terá que compensar todas as coisas que ela não
recebeu. Uma vez que a maioria das mulheres gosta de dar, parece uma
blasfêmia sugerir praticar ser mais egocêntrica. Lembre-se que homens (mesmo
eu sendo um deles) não é a mais empática das criaturas. Se você não apontar
onde e quando um homem está machucando você, sua incompetência vai te
deixar louca.
47

Para as leitoras que não estão atualmente em um relacionamento, faça uma


promessa, neste momento, que você jamais permitirá um ressentimento com
qualquer homem crescer em seu coração.

Para isso, apresento agora uma estrutura excelente para lidar com conflitos. Você
(mulher) tem simplesmente três opções:

ACEITAR O COMPORTAMENTO

Nesta categoria, você permite que o comportamento dure a vida toda. Pode ser
coisas como: ele levar mais tempo do que o normal para se arrumar e ficar
pronto, não querer visitar seus pais ou agir esquisito na frente dos outros. Não
reclame desses comportamentos ou tente manipulá-lo para mudar. Quando você
aceita um comportamento, você simplesmente não demontra que incomoda.
Aceitar é incondicional e a maioria dos comportamentos do seu parceiro deve cair
nesta categoria.

TOLERAR O COMPORTAMENTO

Esta é a pior opção e deve ser evitada a todo o custo. É aqui que um
comportamento incomoda e você resmunga na tentativa de que o mau
comportamento suma. É grave demais para deixar passar, ao mesmo tempo em
que não é grave o suficiente para forçar um ultimato. Quando uma mulher tolera
um comportamento que ela não consegue superar, ela começa desprezá-lo, e
quando o desprezo entra em um relacionamento, é quase sempre o golpe fatal.
Normalmente, esta forma de lidar com mau comportamento faz a mulher se
queixar e resmungar. Se você se sentir que está se lamentando, então você
provavelmente está tolerando o comportamento que deve ser abordado de
forma diferente.

REJEITAR O COMPORTAMENTO
48

Existem alguns comportamentos onde uma mulher deve fazer o que for preciso
para obter a atenção do homem, mesmo que a única solução seja se separar.
Você pode até mesmo ter de dizer: "prefiro te machucar dizendo não a me
machucar dizendo sim". Palavras muito fortes, mas ficar sem dizer nada só vai
levar a um mar de ressentimento. Rejeição significa que você vai fazer o que for
preciso para parar o mau comportamento. Isso não significa que você pode
controlar um homem, mas você pode controlar o que acontece depois das
atitudes deles. Se eu decidir parar de trabalhar e jogar video game o dia inteiro,
garanto que minha esposa iria fazer tudo o que for preciso para chamar a minha
atenção.

A Ilustração Que Vai Arrancar O Arame Farpado De


Seu Coração Para Uma Vida Amorosa
Extraordinária
Uma das melhores maneiras de ilustrar como a raiva causa ressentimento é falar
sobre os quilos de raiva. Vamos imaginar que uma das minhas clientes acha que a
melhor maneira de se relacionar com homens é me tratar como ela vê Os Três
Patetas tratando uns aos outros. Assim, ao sair da minha sessão, ela pega dois
dedos e me bate nos olhos, dizendo, "Paulo, que ótima sessão”!

Como você pode imaginar, dói. Mas eu não conto a ela porque quero que ela
acha que sou uma pessoa perfeita, ou talvez eu queira que ela volte, ou
sinceramente quero que ela goste de mim. Seja qual for a razão, engulo minha
raiva e, ao mesmo tempo, sorrio e digo: "Obrigado", apesar da dor. Isso me fez
experimentar três quilos de raiva.

Dias depois, outra cliente (que também estava assistindo Os Três Patetas) termina
sua sessão me batendo nos olhos com o dedo e dizendo, "Paulo que sessão
49

maravilhosa, você é o melhor terapeuta do mundo! Eu vou dizer a todos sobre


você"! O que eu faço? Bem, eu realmente quero que ela me indique para suas
amigas, então eu não digo nada, eu só engulo. Fazendo isso, eu acabo de
adicionar mais três quilos de raiva. Um ponto importante sobre a raiva é que, ela
não vai embora rápido. Nós sempre podemos fingir não existir, mas a raiva não
desaparece do nada. É por isso que, quando o casal briga, eles podem trazer à
tona alguma coisa de seis meses ou um ano atrás, que ainda parece que foi outro
dia.

Agora, eu estou com seis quilos de raiva. Quatro ou cinco dias se passam, e o
mesmo processo acontece novamente com outro cliente. Mesma coisa, ao sair,
ela me “fura” os olhos e eu finjo que não me incomoda. Agora, eu estou com
nove quilos. Saio por aí com nove quilos de raiva, e ainda nem sinto! Estou tão
acostumado a oprimir sentimentos, tão acostumado a tolerar e não resolver essas
coisas que nem me dou conta de quão perto de explodir eu realmente estou.

Naquela noite quando eu cheguei em casa, minha esposa acidentalmente pisou


no meu pé, o que adicionou mais um quilo de raiva. Só um quilo, mas me deixa
com um total de dez quilos. Com dez quilos, a raiva tem que sair por algum lugar,
e é aí que eu despejo toda minha fúria na coitada da minha desavisada esposa. Eu
dou a minha esposa dez quilos de raiva em resposta a um quilo de dor que ela me
causou. Se eu não descarregar, eu iria empurrar a raiva mais para o fundo, que irá
causar depressão. Agora veja como isso é importante. A dez quilos, não tenho a
opção de ignorar minha raiva. Algo vai acontecer do ponto de vista emocional.
Com dez quilos de raiva, ou eu explodo de raiva ou oprimo esses sentimentos e
caio em depressão.

Quando casais acumulam quilos de raiva, estão


construindo ressentimento e indiferença uns com os
outros.
50

Quantas e quantas vezes ouço as mulheres dizerem: "Me sinto boba falando as
coisas que eu não gosto". A verdade é que, se uma coisa te incomoda, você não
gosta e ponto. Quando eu explico isso a uma cliente, geralmente faço uma
ilustração boba. Eu digo: "Vamos fingir que seu sapato me incomoda. Não gostei
dele. Isso dá dois quilos de raiva". Agora, esse é um motivo muito bobo, um
sapato me incomodar, mas não seria melhor se eu mostrasse isso a ela ou
perguntasse: "Você está tentando me irritar? Porque você colocou esses
sapatos... você está tentando me deixar nervoso"? do que fingir que não me
incomoda. Porque se eu perguntar, o que geralmente acontece é que percebo
que minha percepção é boba, ou ela vai confirmar que não, ela não está tentando
me irritar, ela só queria vestir aquele sapato para aquela ocasião. Mas, se me
incomoda e eu não falo nada, vai acontecer o seguinte: Vou olhar seus sapatos de
cinco em cinco minutos. A cada cinco minutos, minha mente vai começar a
procurar uma razão para ficar contra ela. Os sapatos vão ficar cada vez maiores na
minha mente. Conforme vou olhando, sinos na minha mente vão batendo
dizendo: "Ela está tentando me atingir! Ela quer provar alguma coisa"! Quanto
mais tempo eu ignorar esses sentimentos, mais intensamente os sentimentos vão
me corroer por dentro, e tudo por achar que isso era bobo demais para
mencionar.

Então, como nós medimos as coisas que são muito bobas para falar, uma vez que
nós não queremos sair por aí reclamando dos sapatos de todo mundo? Aqui está
uma regra: se incomoda você continuamente por vários dias, manifeste-se!

Sim, sei que vai discordar por achar que você vai se tornar uma daquelas
mulheres que reclamam de tudo. Na verdade, isso é exatamente o que não vai
acontecer. Se você se permitir agir apontando o que te incomoda, estará
permitido seu coração fazer seu serviço. Uma das principais funções de seu
coração é alertar você quando alguém está aproveitado de você, mesmo que a
pessoa não pretende fazer isso. Seria melhor se você investigasse suas intenções,
51

em vez de ignorá-las. A melhor parte é que você nem precisa estar 100% certa.
Perguntar as intenções das pessoas dá a elas informações de como estão te
tratando, já que eles podem não ter percebido que suas atitudes estão te
machucando.

A outra opção é obcecar nisso, deixando que sua raiva mexa profundamente com
sua mente, parecendo nunca acabar. Quando você não traz à tona, você vai notar
ainda mais toda vez que ele faz uma coisa que você não goste (qualquer coisa que
seja). Se você não está disposta a expor o que te incomoda, você tem que deixar
passar (mais sobre isso depois). Se você quiser expor apenas caso encontrar uma
maneira mágica que absolutamente não vai magoar os sentimentos dele, boa
sorte. Magoar os sentimentos dele é um risco, não importa a perfeição que você
apresente seu incômodo.

Um relacionamento íntimo adulto sempre envolve algum conflito. Se você quer


estar em um relacionamento e não quer correr risco, você precisa encontrar uma
figura paterna e abandonar a ideia de casar ou se manter casada. Estar envolvida
em um relacionamento adulto significa que você vai ter de assumir riscos. Você
vai ter de dizer coisas, apontar os problemas e fazer perguntas que possam
parecer embaraçosas, ou até mesmo irritar seu parceiro. Se você não pode correr
riscos com seu parceiro, você nunca ficará próximo dele. Quanto a questões que
você não liga tanto em expor, jamais devem ser expostos. Usar questões
insignificantes como arma vai envenenar a relação e todas as outras relações
futuras.

Raiva reprimida afeta a parte mais importante de toda mulher, seu coração. Essa
parte do núcleo que todos nós temos no fundo de nossa psique. É a parte que nós
psicologos também chamamos de inconsciente, cuja principal função é nos
proteger e nos manter vivos. Quando éramos mais jovens, nosso inconsciente foi
responsável por seguir a regra número um de fazer tudo o que precisasse para
52

nos manter vivos. Cada vez que nos sentimos ameaçados, nosso inconsciente
entra em um modo de proteção. Imediatamente ele alerta-nos que temos de ser
protegido, assim como quando éramos crianças e sentiamos ameaçados,
precisando da atenção de nossos pais. Se nossos pais não estavam atentos, nosso
coração entrava em modo de sobrevivência.

Para ilustrar isso, vamos fingir que você é de uma família e nessa família você
sente que não tem muito amor (ou segurança), compreensão, etc... Talvez você
não sinta que estivesse sido bem nutrida emocionalmente. Em resposta a isso,
seu coração tinha que encontrar uma maneira de ajudá-la, uma criança indefesa,
a lidar com isso. Como você não sente muito amor (bondade, compreensão,
etc...) seria inútil contar para alguém. Afinal, o que poderiam fazer? Assim seu
coração (inteligentemente) convence você de que você realmente não precisa de
amor.

Na tentativa de te proteger, seu coração virou para você e disse: "Você realmente
não precisa sentir-se amada, na verdade o amor é altamente superestimado.
Confie em mim, você vai ficar bem sem ele". Seu coração tinha que enganá-la e
convencê-la de que tudo o que estava faltando realmente não era importante
para você não cair em desespero, para que você pudesse crescer e não perceber a
fome que você tinha de ser alimentada emocionalmente. Então, só para lembrar,
ele coloca arame farpado emocional em volta de seu coração, para que cada vez
que você aumentasse as esperanças, aquela cerca de arame farpado lembraria
você de que esperanças demais só iriam machucar mais. Quando eu digo arame
farpado, refiro-me a sentimentos de intensidade, como medo, ansiedade e até
pânico.

Isso provavelmente funcionou muito bem quando você era criança, mas você
cresceu. Como você tornou-se adulta, algo dentro de você começou a dizer "Não,
realmente gostaria de um relacionamento onde eu seria amada". Por conta disso
53

você começou permitir que as pessoas chegassem perto de você e, conforme um


namoro ou casamento ficava mais íntimo, fazia bem. Mas esses bons sentimentos
começaram a trazer de volta lembranças de ter sido magoada, de toda vez que
você aumentava suas esperanças quando você era criança, apenas para ser
magoada. Assim o arame farpado se arma em volta de seu coração, e sem motivo
aparente, você sabota seu relacionamento e seu parceiro se pergunta o que eles
fizeram de errado para assustar você.

Bem, do ponto de vista do seu coração, você está sendo protegida. Ele acha que
está prestes a se machucar novamente. Mesmo você não sendo mais uma
criança, relacionamentos nos levam a sentir tão vulnerável como quando éramos
crianças. É por isso que, quando ficamos chateados e nervosos, nós tendemos a
reagir muito primitivamente, e levamos tudo para o lado pessoal. É por isso que
alguns homens parecem nunca se comprometer (assumir o namoro) e algumas
mulheres tem dificuldade em deixar alguém chegar perto ou de ter um
relacionamento duradouro. O coração dessas pessoas acredita que eles ainda
precisam de proteção, mesmo que isso os afaste do relacionamento que eles
sempre desejaram.

E como você sabe se isso está acontecendo em sua vida? Como se parece uma
pessoa que tem arame farpado no coração? O ingrediente mais comum é
ressentimento (como anteriormente definido). Ressentimento é tão poderoso
que é capaz de ajudar uma criança pequena sobreviver a profundas dores
emocionais causadas pelos seus pais e outras pessoas. Se adultos permitem que
ressentimento cresça, não há relação que não podem matar. Ressentimento é a
defesa final, e nada pode passar por esse sentimento se você não quiser.

Outra maneira de determinar que alguém tem arame farpado no coração é


quando eles tem uma elevada percepção de ameaça. Isso significa que uma
pessoa está constantemente à procura de alguma coisa ameaçadora para
54

acontecer com ela (ou ele), como quando o namorado/marido está atrasado para
um encontro, e ela assume que ele não a ama. Afinal, ela pensa assim: se ele me
amasse ele estaria aqui no horário marcado. Ter uma alta percepção de ameaça é
uma maneira de se justificar ser defensiva. As pessoas são defensivas porque não
confiam em si mesmas para definir limites quando estão com raiva ou sente que
estão aproveitando dela. É como estar em alerta máximo o tempo todo. Embora
seja uma forma eficaz de proteção, ele tende a fazer de uma mulher uma a
temida "bruxa". Quero te dizer que você não precisa mais de seu arame farpado.
Você pode neste exato momento começar a deixar essa arma defensiva e permitir
que outros a ame.

No próximo capítulo começo a explicar detalhadamente quais os passos a tomar


para abandonar o arame farpado para que seu coração fique livre para trabalhar
para você (elegância) em vez de mantê-la protegida (isolada da intimidade).

“Estar envolvida em um relacionamento adulto


significa que você vai ter de assumir riscos. Você vai ter
que dizer coisas, apontar os problemas e fazer
perguntas que possam parecer embaraçosas, ou até
mesmo irritar seu parceiro. Se você não pode correr
riscos com seu parceiro, você nunca ficará próximo
dele“.
55

CAPÍTULO 5: Vamos Falar de Perdão.


Você Ainda Está Ressentida?
E se você já é ressentida com os quilos de raiva que têm acumulado? Você
gostaria de acabar com todo ressentimento, mas não sabe como.

Há uma coisa que eu descobri que funciona sempre: a vontade de perdoar.

Se te magoaram, a própria ideia de perdão pode parecer como se estão te


dizendo "para esquecer", como quando as pessoas dizem, "perdoe e esqueça"
(como se isso fosse possível). Agora, se isso é o que vem à mente quando você
ouve a palavra "perdão", vou pedir-lhe para mudar a forma de pensar. Perdão é
realmente mais do que simplesmente ignorar sentimentos de raiva e
ressentimento. Ele combina o senso comum com a realidade.

A verdade da questão é que é impossível de esquecer. Cada evento que já


aconteceu com você fica quimicamente bloqueado em seu cérebro. Lembrar é
simplesmente puxar a informação da memória para o consciente. Alguns eventos
são mais difíceis de lembrar do que outros. Se perdão significa nunca lembrar,
então todos nós estamos destinados a nunca ser capaz de perdoar.

As pessoas também fracassam quando tentam igualar o perdão com um


sentimento. Elas dizem, "eu ainda me lembro como meu ex-marido me tratava.
Eu luto para deixar esses sentimentos sumirem, mas às vezes fico com tanta
raiva...".
56

Os 5 Estágios Do Perdão Que Você Precisa


Entender Se Quiser Ver Tudo Dando Certo
Perdão não é um sentimento. Perdão pode conduzir a uma melhoria nos
sentimentos, mas como alguém se sente não é a melhor medida de ter ou não
perdoado alguém. Antes de explicar como isso é útil em melhorar e filtrar
relacionamentos, vamos rever o que meu antigo supervisor compartilhou comigo
anos atrás sobre o que é o perdão.

1) Primeiramente, perdão começa com uma lesão legítima. Se seu namorado


ou marido foi grosso, ameaçador ou desrespeitoso em público, uma
resposta comum pode ser: "isso não me incomodou muito". Dizer isso nada
mais é do que uma mentira. A realidade é que isso de fato te machucou. Se
eu der um tapa na cara de alguém, vai doer, quer queria ou não. Se você for
perdoar alguém, você tem que ser honesta com você mesma e reconhecer
que o que eles fizeram, independente de querer ou não, te machucou.
Quanto mais você fingir que não doeu, mais profundo essa magoa se
alojará em você, para nunca ser resolvida. Ser honesto é a primeira etapa
em direção à liberdade de ferimentos passados.

2) A segunda parte do perdão é que não existe uma coisa chamada ficar
quites. Se alguém a magoou, especialmente seu marido/namorado,
significa que você permitiu ele chegar perto o suficiente para magoá-la. Isso
significa que você confiou nele. Você nunca vai ser magoada sem ser
vulnerável. Causar dor a alguém não tira a sua; Vingança atua apenas como
uma distração. Cada ato de vingança simplesmente enterra sua dor.
Quanto mais profundo é enterrada, mais vingança será necessário para
evitar que a dor seja sentida. O ciclo nunca termina. É o mesmo que um
viciado aumentando cada vez mais sua ingestão de drogas. Torna-se uma
viagem sem fim, sem resolução ou conforto. Mesmo se você fizer algo
57

doloroso para ele, nunca vai doer da mesma forma que doeu em você.
Você pode machucá-lo, mas isso jamais compensará aquilo que ele fez para
você. Vingança literalmente não existe.

3) A terceira parte do perdão –– e a mais importante –– é que o perdão


significa colocar suas armas no chão. E quais são as armas? Gritar é uma
arma, ser agressiva é uma arma (especialmente para os homens),
envergonhar alguém em público, etc. As armas são coisas que podemos
fazer para surrar outras pessoas, para "ficar quites" ou para nos proteger, e
elas são muito poderosas. Geralmente aprendidas na infância, ela
funcionam muito bem, razão pela qual usamos até hoje. Estas armas foram
projetadas para as crianças usarem em um mundo com adultos que são
maiores e mais inteligentes. Quando usadas por adultos, essas mesmas
armas são simplesmente poderosas demais. Um exemplo de uma arma
seria gritar ou envergonhar alguém. A arma mais comum usada pelos
homens é ignorar. Simplesmente ignorar alguém machuca mais do que
todos os gritos do mundo. Essas armas são tão poderosas que, quando
adultos usam elas em seu parceiro, faz com que seu parceiro ativar suas
próprias armas. Se uma mulher costuma gritar, seu homem provavelmente
vai recorrer ao que funciona para ele, ignorando ela ou até mesmo gritando
também. Quanto mais conhecemos nossas armas, mais fácil fica ativá-las
quando nos sentimos ameaçados. Relacionamentos foram criados para
você e eu desistir de nossas habilidades de enfrentamento de infância e
substituí-las por habilidades adultas. Uma mulher que insiste em responder
continuamente com suas habilidades infantis vai acabar intoxicando seus
relacionamentos.

4) A quarta parte do perdão é que o perdão não é o mesmo que confiança.


Muitas pessoas ficam confusas porque perguntam como podem perdoar
58

alguém, quando na verdade querem dizer, "Como faz para isso não me
incomodar"? Elas pensam do perdão como uma coisa totalmente livre de
dor como se nada tivesse acontecido. Lembre-se de que o perdão não é o
mesmo que confiança porque o perdão não é um sentimento. Nós não
conseguimos controlar completamente nossos sentimentos. Se alguém
embaraça você em público, sua primeira reação é ficar magoada. Em
relacionamentos, se alguém te magoa ou continua te magoando, esta
pessoa impede que você confie nela novamente. Você tenta evitar as armas
que te protege, mas se alguém continua magoando, ele não é digno de
confiança. Confiança só pode acontecer com alguém que é seguro.
Portanto, você pode frequentemente perdoar alguém, mas até que essa
pessoa seja segura e deixe de agir ou falar de uma maneira que magoa,
você não pode confiar nele. Por conseguinte, confiar depende da pessoa
que te magoa e o perdão depende de você. Quando você perdoa alguém,
você precisa lembrar de que levará algum tempo para confiar nele
novamente, e se ele não muda suas ações e não está disposto a fazer as
coisas de maneira diferente, ele não permitiu você confiar nele. Um
exemplo disso é uma mulher que vive com um alcoólatra, ou talvez com um
homem infiel. Ele implora por perdão. Ele chora e fica com remorso, e
talvez esteja sendo verdadeiramente sincero. Porém, duas semanas ou dois
meses depois, ele comete a mesma falha novamente. Se a mulher o perdoa
e continua a confiar nele, o padrão de comportamento sempre vai
continuar. Perdoar ele dá a oportunidade de mudar, mas mudar o
comportamente depende totalmente dele.

5) A quinta parte do perdão é que perdão significa luto. Perdão significa deixar
sua dor morrer. Se alguém te machucou, estou lhe dizendo para você
nunca mais voltar naquele momento. Entenda que, com eles, você nunca
vai conseguir a relação que sempre quis. Se sua infância foi triste, então
59

lamente pela infância que nunca teve. Não importa o que alguém fez com
você, você tem que perceber que ficar com isso guardado só irá produzir
um buraco na sua alma. Talvez você tenha ouvido falar de pais que
perderam um filho e não alteraram nada no quarto da criança,
simplesmente para manter viva a memória de seu filho. O problema com
isto é que os pais permanecem presos na vida. Os pais ficam nulos, nem
felizes nem tristes. Eles são incapazes de liberar a criança à morte e
começar a experimentar alegria com outras pessoas.

Muitos anos atrás houve um grande incêndio no Rio, com muitas pessoas
sofrendo queimaduras e outras morreram. A equipe médica notou um estranho
fenômeno. Enquanto as lesões de algumas pessoas estavam curando
rapidamente, outras continuavam do mesmo jeito ou piorando. Eles não
conseguiam descobrir o que estava acontecendo, então chamaram um grupo de
psicólogos. Os psicólogos começaram a falar com as vítimas e descobriram que as
pessoas que estavam negando sua própria dor não conseguiam se curar
fisicamente. Seus ferimentos foram literalmente incapazes de curar. Os
psicólogos concluíram que a quantidade de energia que levou para as vítimas
reprimir seus sentimentos e negar sua dor, para se enganar e pensar que não era
grande coisa, deixou essas pessoas sem energia para o corpo se curar. Tudo isso é
para dizer que luto é uma parte crucial da cura da dor.

Outra razão que ficamos de luto é que nós não podemos abraçar uma nova
relação se ainda estamos atrelados ao passado, com pendências no passado ou
amores mal resolvidos, mal acabados. Muitas mulheres estão paralisadas pela dor
de um relacionamento fracassado e acabam impedindo o desenvolvimento de
qualquer relacionamento novo. Se elas não ficarem de luto, não irá permitir a
aproximação de seu novo parceiro. Nem que seu novo parceiro seja "perfeito".
60

Rancor faz com que uma pessoa sinta que tem que manter a guarda erguida. Até
que a dor passada seja enterrada, essas dores continuarão a bloquear esse
caminho. Luto é admitir que você jamais terá de volta o que alguém tirou de você.

Talvez eles tiraram sua capacidade de confiar com facilidade, ou talvez um ex-
marido fez dez anos da sua vida um inferno. Deixe morrer o que você perdeu. Se
não gosta que gritem com você e seu marido gritava o tempo todo, não há nada
que você pode fazer para trazer isso de volta, acabou. A memória ainda estará lá,
mas há ainda muito da vida para ser vivida.

Lembre-se de que o perdão é para a vítima e não para o transgressor, permitindo


que o ofendido fique livre para amar novamente e não ficar amargurado e
sozinho.

Vou mostrar agora o que pode acontecer se uma pessoa nunca passar pelo luto e
enterrar uma dor passada. Anos atrás, uma mulher sentou-se na Igreja e comecou
a ouvir seu pastor dar o sermão. Conforme ouvia, o sermão começou a soar
estranhamente familiar para o que ela tinha discutido com ele em uma sessão de
aconselhamento confidencial. Ao sair da Igreja, ela jurou que jamais voltaria... e
não voltou. Quatro anos mais tarde, ela encontrou o pastor no supermercado e
trocou gentilezas. Ele sorriu e criou coragem para perguntar por que ela tinha
deixado a Igreja. Ela disse-lhe como ele tinha traído sua confiança revelando sua
história de dor com os outros ouvintes e como ela ainda podia sentir vergonha a
cada vez que se lembrava desse dia.

Após pausar por um momento, ele disse: "aquele sermão não tinha nada a ver
com você", e começou a falar o que estava acontecendo em sua vida naquele
momento e pediu desculpas pelo mal entendido. Depois do esclarecimento, veio
a percepção dolorosa. Ela carregou raiva e amargura por mais de quatro anos, por
causa de uma coisa que não existiu! Isso não atingiu o pastor nem um pouco. Ela
era a única pessoa que sofreu. O perdão é ficar de luto para as coisas que seu
61

parceiro tem feito para machucá-la, para que você possa ficar livre para amar de
novo.

"Perdão significa deixar sua dor morrer".


62

CAPÍTULO 6: Segredos Da Excelência No


Relacionamento

Minhas clientes frequentemente perguntam: "O que devo fazer"? O que elas
estão procurando é uma técnica, um método ou um segredo. Bem, nesta seção,
vou dar muitas dessas técnicas mágicas, mas primeiro quero destacar uma das
mais poderosas e mais básicas. Eu duvido que alguma vez alguém explicou a você
por que a frase "Seja apenas você mesma" é tão poderosa. O que as pessoas
querem dizer é: "Eu conheço você, eu gosto de você, e se outras pessoas gastam
o tempo para conhecer você melhor, eu tenho certeza que eles vão se sentir da
mesma forma".

Infelizmente, todos nós temos um monte de facetas para "nós mesmos", e muitas
vezes não compreendemos verdadeiramente o que nos torna tão simpáticos para
os outros. Na verdade, a maioria do feedback que recebemos dos outros tende a
ser negativo.

Quando criança, ouvimos mais de nossos pais quando nos comportamos mal do
que quando nos comportamos bem. Como adultos, nós raramente recebemos
elogios por desempenhar o quanto deveríamos e quando não conseguimos
atender às expectativas, somos imediatamente criticados! Então veja você, ouvir
para “apenas ser você mesma" pode ser encorajador e aumentar o ego, mas se
você não tem ideia do por que "ser você mesma" é tão bom, não vai fazer muito
sentido.

Minha primeira sugestão é que você pense novamente e faça um inventário de


seus relacionamentos passados, românticos ou não. Eu gosto de ir ao passado
porque sempre me dá pistas das coisas positivas que você já conquistou. O que
63

isso significa? Em seu relacionamento atual, ou talvez no passado, o que seu


parceiro admira abertamente? O que ele adora em você? A maioria das pessoas já
teve algum grau de sucesso em um relacionamento passado ou atual. Talvez seja
sua bondade ou você é uma boa ouvinte. Estou generalizando aqui, e se você
olhar para trás e tirar um momento para refletir, você vai perceber que existem
várias características que as pessoas tendem a sempre encontrar atraentes em
você.

Agora, pegue papel e caneta e faça uma lista destas características. Quais
características as amigas, amigos e família estão sempre admirando em você?
Você ouve regularmente que é, de fato, uma grande ouvinte ou que você tem um
excelente senso de estilo? Talvez você seja a pessoa mais amável que seus amigos
conhecem. Se os outros têm elogiado você em certas características, isso significa
que essas características têm causado uma forte impressão. Se você tiver
dificuldade para lembrar os elogios, você pode criar uma ‘lista da verdade’. Cada
dia que alguém diz algo maravilhoso ou agradável sobre você, anote palavra por
palavra entre aspas. Em seguida, faça um traço, escreva o nome da pessoa e a
data ao lado da frase. Quando eu falo de elogio, não estou falando de uma meia
tentativa de um homem em dizer algo agradável, só para conseguir algo de você,
como, "Oi coração, você está linda hoje, me empresta R$40"? Isso não é um
elogio, e toda mulher sabe a diferença.

Quando ler sua lista da verdade, não importa se você não acredita, desde que
sejam sinceros. Se você não conseguir um monte de elogios, não se desespere.
Normalmente você só vai receber um a cada duas ou três semanas. Se continuar
determinada, você terá uma página cheia de elogios em cerca de dois meses, às
vezes antes. Depois de conseguir dois elogios, eu quero que você leia a lista todas
as noites. Sem analisar ou querer saber se a pessoa estava bêbada, apenas leia. Se
você fizer isso, eu garanto, uma coisa irá se levantar dentro de você. Sua
autoconfiança vai começar a se estabilizar e a alegria vai fluir livremente. É
64

chamada de lista da verdade porque, mesmo que esteja com vergonha de


acreditar nesses elogios, alguém está realmente dando esses elogios a você. Isso é
uma verdade, mesmo que você não pode vê-los como tal. Você precisa vê-los
porque elogios são lembretes de Deus para você do que ele pensa de você. As
pessoas que tomam o tempo para mencionar uma qualidade sua foram enviadas
para lembrá-la de seu valor. É arrogância, e não humildade, dispensar um elogio.

A Proporção Secreta Dos Sentimetos E


Administração De Desabafos
Há outro aspecto em ouvir elogios de pessoas que precisa ser mencionado: há
uma proporção que diz que o que está no interior é quatro vezes mais intenso do
que o que está no exterior. O que significa, antes de qualquer pessoa expressar
qualquer coisa verbalmente, ela está sentido isso intensamente. Isso fica mais
claro com a raiva. Enquanto há pessoas que explodem no momento que ficam
com raiva, a maioria das pessoas espera até que uma grande quantidade de
estresse e raiva acumule para depois demostrar. A maioria das pessoas não gosta
de expressar sua raiva exteriormente porque sentem que mostra falta de
controle. No meu consultório, enquanto espera na sala de espera, quase todos os
casais aparentam estar perfeitamente felizes e contentes. Se encontro com eles
em público, nem imaginaria que tivesse algo de errado.

No entanto, no momento que eles atravessam a porta do meu consultório e


começam a falar da mágoa e dor que estão passando, eu percebo quanta dor eles
estão escondendo. O que as pessoas podem manter escondidos no interior é
muito mais do que o que eles mostram em público.

A maioria das pessoas entende este princípio num contexto negativo, mas tem o
contexto positivo também. Anos atrás, quando eu trabalhava num hospital como
65

líder de uma terapia em grupo, eu tentei encorajar os membros do grupo a


compartilhar suas ideias uns com os outros, mesmo que eles não tivessem certeza
se estavam certos. Geralmente levava um tempo para meus pacientes ficarem à
vontade para fazer isso, mas eventualmente, quando se sentiam "seguros" uns
com os outros, a coisa fluia.

Havia ocasiões que uma pessoa desabafava sobre um incidente e chorava ou


mostrava sua raiva, e alguém no grupo timidamente levanta sua mão e oferecia
algum conselho: "Me parece que essa pessoa com quem você está irritada é um
monstro", ou "Parece que você está realmente irritada com sua mãe".
Inevitavelmente, sempre que alguém compartilhava uma opinião, eu notava
outros três ou quatro membros do grupo dizendo que eles estavam pensando a
mesma coisa. O que isto me mostrou foi que, quando alguém dá feedback
(feedback são os comentários e informações das pessoas sobre nós mesmos; é a
maneira como somos vistos pelos outros), há três ou quatro pessoas que pensam
da mesma forma.

Quando pegamos esse princípio e aplicamos às suas admiráveis qualidades,


podemos facilmente supor que três ou quatro pessoas têm notado essas mesmas
características maravilhosas.

Ser você mesmo é simplesmente uma questão de primeiro descobrir quais são
suas melhores qualidades e, em seguida, permitir que elas brilhem no seu
exterior em vez de escondê-las numa tentativa boba de ser humilde. É assim que
você terá êxito no futuro. Se você está presa, ou se há problemas em seu
relacionamento, olhe para o feedback positivo e negativo que está recebendo nos
relacionamentos para determinar o que está ou não funcionando para você.
Quando você percebe o que funcionou para você no passado, faça esta pergunta
a si mesma: como você está atrapalhando o que funcionou para você no passado?
66

Ser Você Mesma Ou Se Preocupar Com O Que Os


Outros Pensam? Arrisque Essa Sugestão Do
Brilhante Alfred Adler
"Ser você mesma" também é muito mais fácil do que tentar ser o que não é. Isso
é desgastante e geralmente resulta em sobrecompensação. Sobrecompensação é
algo bem intencionado que produz resultado contrário. Um bom exemplo são
aquelas pessoas que têm tanto medo de ser rotuladas de "tímidas" que falam e
falam e não sabem por que não está funcionando. Bem, isso não está
funcionando porque não é deles! Uma pessoa tímida falar demais só causa a
impressão de que quer ser algo que ela não é.

No mesmo nível de importância, há mulheres que são tão preocupadas em ser


rotuladas como "desprezíveis" ou "insignificantes" que saem de sua maneira de
comportar e acabam exaustas o tempo todo. Elas gastam tanta energia dando aos
outros que se perdem no caminho. É errado conduzir uma conversa? Claro que
não! O problema seria uma mulher tentando fazer uso de uma característica que
não é natural para ela.

Embora possa ser bom para ela crescer nestas áreas, isso não é a mesma coisa
que ignorar quem ela é simplesmente para fazer alguém feliz. Quanto tempo uma
pessoa tímida consegue consistentemente falar e por que iria querer isso? Ser
capaz de ser você mesma significa que você pratica fazer coisas que são naturais
em você. Se você é quieta, você se dá permissão para ser quieta, às vezes. Um
homem brilhante chamado Alfred Adler, que foi um contemporâneo de Sigmund
Freud, tinha uma frase que ensinou a seus alunos: "Ensine seus clientes a
coragem de ser imperfeitos".
67

Por conseguinte, quando nos permitimos arriscar ser imperfeitos, fica mais fácil
para as pessoas se relacionarem conosco. Isso é ser sincero, e homens são
atraídos por isso, não para você colocar em um show.

As mulheres acreditam que ser elas mesmas significa que elas precisam
compartilhar cada sentimento com um homem. A maioria dos homens não se
importa em ouvir os sentimentos da mulher, só não descarregue todos eles de
uma vez. O que é realmente mais difícil para as mulheres, mas mais eficaz com os
homens, é compartilhar seus sentimentos mais cedo e parar de compartilhar os
mesmos sentimentos bem antes de terminar a conversa. Eu sei que é bom ter um
homem para compartilhar seus sofrimentos e alegrias, mas você não quer treina-
lo para sumir quando ouvir a frase: "podemos conversar"? Agora, não estou
dizendo para aguardar a oportunidade perfeita, mas se você praticar compartilhar
seus sentimentos com mais freqüência e menos intensamente, você vai ver que
os homens vão ouvir você mais e com mais atenção. A chave para saber quando a
compartilhar seus sentimentos mais profundos é realmente tão simples como
saber a diferença entre seus sentimentos e seus impulsos.

Sentimentos (Verdadeiros) Vs. Impulsos


A maioria das pessoas não entende a diferença entre um sentimento genuíno e
um forte impulso. Impulsos são sensações fortes (cheios de adrenalina), que vão
dizer a você que, se você não fizer alguma coisa agora, então algo de muito ruim
vai acontecer. Mas o que distingue os impulsos dos sentimentos é a intensidade.
Eles aparecem rapidamente e parecem vir do nada causando um grande senso de
urgência para fazer algo imediatamente. Ao longo de uma vida, uma pessoa se
acostuma com certos impulsos e começa a aceitá-los como fato. Estas respostas
familiares e repetidas muitas vezes estão ligadas a adrenalina, que é o hormônio
que entra em nossa corrente sanguínea quando nos sentimos ameaçados. Ele é
68

muito poderoso e amplifica nossos sentidos e mecanismos de defesa. Em outras


palavras, ele provoca uma maior percepção da ameaça. Gritar, se defender ou
fazer qualquer coisa para se proteger contra o que parece ser uma ameaça, é uma
reação típica de uma onda impulsiva.

Numa recente terapia de casal, observei o marido tendo um impulso por causa de
sua esposa e reagiu mal:

KELLY: "Por que não você tenta chegar em casa mais cedo. As crianças e eu
adorariamos ver você mais".

RODRIGO: "Você não entende o duro danado que eu dou no trabalho! Quem
você acha que paga as contas"?

KELLY: "Eu pensei que você quisesse passar mais tempo com a família. Eu não
queria te deixar nervoso".

RODRIGO: "Sim, mas você deixou! Parece que nunca posso trabalhar o bastante
para ganhar dinheiro suficiente para todos nós e você quer que eu trabalhe
menos"?

Viu o que aconteceu? O Rodrigo identificou uma ameaça de sua esposa


questionando como ele estava gastando seu tempo. Isso acertou ele no mesmo
instante e ele respondeu com arrogância. O que ele experimentou foi um impulso
e toda vez que ele respondia dessa forma, ele estava deixando cada vez mais
provável que iria reagir do mesmo jeito no futuro.

Rodrigo e eu já tinhamos falado sobre isso em uma sessão anterior. Lembrei-lhe


dizendo: "Rodrigo, tenho certeza que parece que sua esposa está questionando
suas prioridades, mas eu estou sentado na sala com você e o que eu ouvi não era
tão ruim. Lembre-se do que conversei sobre impulsos, basta tirá-los do foco até
que você esteja um pouco mais calmo… que eles desaparecem rapidamente se
69

você não alimentá-los. Tente responder à pergunta da esposa de um modo mais


calmo".

Bem, foi difícil, mas o Rodrigo fez isso porque não queria continuar com o mesmo
comportamento. Permita-me mais uma vez fazer a distinção entre os sentimentos
e impulsos. Qualquer coisa que sinta com muita intensidade é um impulso e
quero que desconfie dele. Pode haver uma ameaça real, mas na maioria das
vezes, as mulheres exageram ao reagir a um impulso, dizendo, "Eu estou apenas
sendo sincera". O que estão dizendo na verdade: "Como eu fui machucada, é
normal eu descarregar minha raiva". Fazer isso te protege, mas ao mesmo tempo
danifica seu relacionamento. Sentimentos, por outro lado, geralmente começam
um pouco menos intensos e não vão embora até que você faça algo. Um exemplo
disto seria se você batesse na cara de alguém e se sentisse culpada. Para aliviar a
culpa, você provavelmente precisará pedir desculpas para a pessoa. Você pode
esperar três ou quatro dias, mas a culpa só vai piorar se você continuar tentando
ignorá-la. Até tomar uma atitude, este sentimento raramente some. Este exemplo
também funciona com mulheres que sentem a necessidade de terminar com o
namorado. Se os sentimentos estão muito intensos, eu geralmente recomendo
esperar. Por quê? Porque a química no seu corpo e cérebro exagera seus
sentimentos para protegê-la. Inicialmente, seu cérebro não está preocupado em
entender a outra pessoa... é tudo uma questão de autodefesa. Lembre-se da
resposta do Rodrigo à sua esposa? Isso é o que nós não queremos.

As mulheres que não terminam um relacionamento com base num impulso


sempre vão se dar bem. Elas aguardam até se acalmarem para ver se eles ainda
atingem da mesma forma. Muitas vezes, o relacionamento acaba em algum
momento no futuro, mas eles estão em um estado emocional mais calmo e mais
confiante que não deixa arrependimentos. Eles não rompem porque são
obrigados, mas sim porque não tem interesse ou energia para continuar
tentando.
70

Você já experimentou isso com um namorado que você tentou gostar? Ele era
boa pessoa e parecia ser um bom partido. Todo mundo gostava dele e você
achava que poderia gostar também, assim você tentou se sentir romântica ao
lado dele, depois tentou de novo, e de novo... até mesmo namorando por dois ou
três meses (ou mais). Ainda assim, nada mudou dentro de você, então você deu-
lhe um pouco mais de tempo, até que um dia no chuveiro ou enquanto escovava
os dentes, uma pequena voz calma saiu de seu coração dizendo, "não vai
funcionar. Você não precisa tentar mais". Nesse momento, você estava livre, e
sem um pingo de culpa, o chamou para jantar e terminar o relacionamento. Por
ter esperado, você deu seus sentimentos a chance de considerar todos os seus
pensamentos e, com o tempo certo, a resposta veio para você. Essa é a
experiência de uma pessoa que não reage aos impulsos e espera pelos
sentimentos.

"A maioria das pessoas não entende a diferença entre


um sentimento genuíno e um forte impulso".
71

CAPÍTULO 7: Definindo Seu Estilo


Arrasador Que Vai Mudar Sua Vida
Completamente
Há uma variedade de técnicas para mudar o comportamento. Eu não sei quais são
perfeitas para você, mas sei que algumas destas se aplicarão a você. Assim, em
vez de lhe dizer especificamente para "fazer isso ou fazer aquilo", eu quero lhe
dar um número de opções neste capítulo e você pode determinar quais princípios
se aplicam melhor em você. Conforme mencionado anteriormente, uma diferença
fundamental entre um relacionamento romântico e uma amizade muitas vezes é
a diferença entre personalidades complementares e personalidades iguais.

Na amizade, personalidades podem ser iguais. Iguais são as pessoas com quem
temos amizades numa relação platônica. Mesmo que às vezes até o mais próximo
dos amigos conseguem fazer a transição de amizade para namoro ou até
casamento, para a transição ser bem sucedida, esses padrões equivalentes de
interação devem mudar. A razão para isso, de acordo com John Gray, autor de
Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus, é que familiaridade demais em
um namoro ou casamento muitas vezes leva a uma falta de paixão. As diferenças
entre homens e mulheres são o principal catalisador que inflama o fogo da
paixão. Pode ser mais confortável se relacionar com um homem da maneira que
você está mais acostumada, mas frequentemente leva a um tédio doloroso.

Em nossa época atual, os direitos das mulheres são tratados como o grande
objetivo por muitos no campo feminino. Afinal, as mulheres podem simplesmente
fazer qualquer trabalho que um homem faz. Até os homens foram incentivados a
entrar em contato com seu lado "feminino" tanto que às vezes ficam com medo
de sua masculinidade. O que muitas vezes acontece desde o início de um
casamento ou namoro é que a mulher vai agir com independência e auto-
72

suficiencia, e o homem vai pensar "Ótimo! Ela pode cuidar de si mesma. Ela não
precisa de mim para cuidar dela". À medida que a mulher começa a se sentir
confortável na relação, ela percebe que tudo o que ela realmente quer é ser
adorada. Seria bom para ele ser o protetor dela. Conforme ela se permite precisar
dele, seu namorado/marido de repente reage como se ela ficasse estranha. Ele se
sente enganado e diz a si mesmo, "o que está acontecendo aqui? Quem é essa
pessoa? Esta não é a pessoa com quem eu casei, a pessoa com quem namorei por
meses e meses". Quanto mais vulnerável ela é, mais ele rebela contra ela (na
mesma medida do acumulo de ressentimento). Ela tem sido vulnerável,
compartilhou seu coração e permitiu o companheiro ver um lado dela que a
maioria das pessoas não vê, e está aparentemente punindo ela. Ambos os lados
acabam se justificando em suas próprias mentes, mesmo quando ambos se
ferem.

Cabeça Ou Coração: Querer Ser Os Dois Explica


Suas Dificuldades Para Conseguir E/Ou Manter Um
Relacionamento Íntimo
Carl Jung disse que toda pessoa tem energia masculina e feminina. John Gray diz
que homens são de Marte e mulheres são de Vênus. John Gottman (o mais
importante especialista em casamentos) diz que homens e mulheres são
diferentes. Nada disto é uma surpresa para você, mas o que pode te impressionar
é como Patricia Allen descreve a necessidade de manter determinado papel
enquanto se relaciona com um homem. Ela diz que, já que cada mulher pode
atuar com um estilo masculino e feminino, isto irá confundir os homens e deixá-
los pensando como se relacionar com você se você faz os dois papéis.
73

Homens querem um estilo dominante de relacionar com a uma mulher quando


estão em um relacionamento íntimo. Mulheres que são boas em falar e agir de
uma forma lógica fazem os homens tratá-las como homens, a menos que você
estiver envolvida com o tipo artístico que realmente gosta deste tipo de mulher
que toma a frente de tudo. No curto prazo, um homem vai começar um namoro
porque sente que ela é de "baixa manutenção", e ele não vai ter que lidar com
uma mulher emocional. Mesmo que o namoro progrida por um, dois ou três
meses, tudo não é como parece. Com o passar do tempo, a própria qualidade que
ele achou fácil de relacionar começa a parecer muito familiar. A mulher deixou
muito fácil para ele, e ele terá ressentimentos quando ela se atrever a exibir
sentimentos que não apareceram nos primeiros meses de namoro. Aí está porque
os homens muitas vezes namoram um tipo de mulher e se casa com outra.
Aquelas mulheres dispostas a arriscar serem verdadeiras, autênticas e
independentes (e não uma criança necessitada) conversará com o homem através
de seus sentimentos e mostrará respeito revelando que se trata de quem ela
realmente é. Se ele não puder lidar com isso, então é melhor ela saber disso, em
vez de desperdiçar meses para descobrir isso depois de já ter investido seu
coração.

As mulheres que jogam o jogo dos relacionamentos de forma defensiva (vou ser
forte, assim não vou me machucar) acabam sendo vistas pelos homens como
nada mais nada menos do que um desafio. Elas são ótimas em paquerar e vestir
de forma sedutora, o que atrai a atenção de uma infinidade de machos que
pensam com a cabeça de baixo. Não tem nada de errado com esse jogo, se a
mulher não quer nada mais do que o sexo, porque o sinal que emitem é que elas
esperam de um homem nada mais do que intensa paixão, sem compromisso. Este
é o jogo de homem que uma mulher é mais do que bem aconselhada a evitar.
Depois que um homem conquista uma mulher, ele experimenta uma adrenalina
enorme, efeitos que podem ser comparados a uma droga. Então, como uma
74

droga, no dia seguinte o homem fica com uma ressaca da experiência. Ele não
quer chegar perto dela, assim como um bêbado não quer outra bebida depois de
ter vomitado no banheiro.

Antes de prosseguir, você precisa decidir se deseja ser a cabeça (no comando) ou
o coração (a escolha da maioria das mulheres). Para aquelas mulheres que
realmente querem ser a chefe (a cabeça), eu digo: “Sem problemas”. Patricia
Allen (novamente) sugere encontrar um homem provedor que vai querer que
você cuide de seus sentimentos. Ele vai ser o parceiro emocional, enquanto vocé
é a personalidade dominante.

Se você quer ser a cabeça e o coração, então posso dizer por que você está tendo
dificuldades para conseguir e/ou manter um relacionamento íntimo: você não
quer ser vulnerável. Se você é forte e sensível, você não precisa de um homem,
ou pelo menos você vai dar essa impressão. É o mesmo sentido das mulheres que
me dizem que querem um homem que seja forte e sensível. Desculpe, mas estes
dois não caminham juntos. Mulheres que insistem em ser “pau para toda obra”
emocionalmente são rotuladas de mulheres fortes e independentes que tratam
homens como brinquedos. Se você quer operar em ambas as modalidades,
porque precisa alguém?

Uma mulher competente, mais do que capaz de cuidar de si mesma, tem que
fazer uma escolha entre sua suada conquista de ser autossuficiente ou ser
dependente de um homem em algumas áreas de sua vida. Não é que ela tem
necessariamente de ser cuidada, mas o homem vai naturalmente querer saber
que ela precisa dele. Portanto, a escolha é sua. Qual função você deseja
PREDOMINANTEMENTE atuar? Ao escolher um papel, não digo que você deve
estar nele 100% do tempo. Estou falando de uma forma primária de relacionar
com seu parceiro, um estilo que seu parceiro vai reconhecer e prever, que
proporciona uma sensação de conforto e consistência.
75

Normalmente, a maioria dos homens escolhe ser a cabeça. Optam por assumir o
papel principal, o que decide, o planejador. A sociedade estimula isso e funciona
muito bem para a maioria dos homens, uma vez que muitas características
masculinas são exigidas para cumprir com eficácia o papel de assumir a liderança,
planejamento, ter iniciativa e ser mais orientado pelo raciocínio em vez de ser
conduzido pelos sentimentos, emoções. A moral da história é que os homens são
melhores com o pensamento do que com sentimentos.

As mulheres, por outro lado, optam por ser o coração, o lado feminino. Nutrir,
cuidar e ter sensibilidade são características comuns de alguém operando com o
coração. Assim como os homens tendem a ser melhores com os aspectos
práticos, do relacionamento, as mulheres (geralmente) tendem a ser mais
inclinadas para o lado sensível da relação. Este não é sempre o caso. Conheço
casais que inverteram essas funções e estão muito felizes.

O importante é que um parceiro complementa o outro, em vez de competir.


Como estes dois interagem uns com os outros é a forma como a cabeça interage
com o coração. Eu não sei o que é mais importante, mas basta dizer que, ambos
são necessários para sobreviver. É assim nos relacionamentos também. As
mulheres que recusam a ideia de submeter à liderança de seus maridos
geralmente tem uma visão errada do que submissão significa.

Homens pela sua natureza querem cuidar das mulheres. É verdade! Quando uma
mulher permite que o seu homem assuma a liderança, ela está na verdade
usando as tendências naturais dele para agradá-la, porque a recompensa final
para um homem está em fazer feliz a mulher que escolheu para ter como
parceira. Se ele sente que pode fazê-la feliz com facilidade, ele fica mais propenso
a se esforçar mais para agradar a ela. A autossuficiência de uma mulher dá muitas
vezes a impressão de que ela não quer que ele protega e cuide dela.
76

Uma maneira de distinguir esta diferença é descrever os dois corações. O coração


de uma mulher, no lado de dentro, é suave, sensível e frágil. Agora vamos
imaginar que do lado de fora do coração tem uma membrana. Esta membrana
protege o interior do coração, mas não é necessariamente forte. Você pode furá-
la ou cortá-la, machucando o coração facilmente, mas a incrível qualidade desta
membrana é seu poder de se recuperar. Eu já vi mulheres, que já sofreram tanto
e recuperaram na metade do tempo que leva para a maioria dos homens.

Já o coração de um homem é totalmente diferente. O lado de dentro do coração


de um homem é ainda mais sensível do que de uma mulher. Em volta há paredes
de aço, com portas que abrem e fecham. Na maioria das vezes, elas permanecem
fechadas e só abrem para ocasiões especiais. Estas portas abrem quando ele está
interagindo com seus filhos ou a mulher que ama, ou talvez em um momento
espiritual. Quando as portas estão abertas, o homem é extremamente vulnerável.
Durante esses momentos vulneráveis, se alguém o machuca ou tira sarro dele,
essas portas fecham rapidamente. Por isso que homens não gostam de se abrir
muito. Quando um homem se fere, ele não tem o mesmo poder de recuperação
que a maioria das mulheres tem. Com essas portas de aço, homens gostam de
jogar um jogo chamado "quem é mais durão"? que é jogado assim: um homem
provoca e faz piadas de outro homem, que devolve as provocações. Como seus
corações estão fechados, é de fato muito divertido.

Mas surge um problema quando uma mulher quer provocar e brincar com seu
homem, porque ele interpreta isso como "jogar um jogo", que inevitavelmente
resulta em magoar seus sentimentos. Ela responde que ele está sendo grosso. Ela
estava agindo como homem, falando como homem, e agora, no meio da
competição, ela quer ser tratada como mulher! As regras foram alteradas bem no
meio do jogo! É exatamente por isso que digo para as mulheres não competirem
com seus namorados ou maridos. Não é que elas não são capazes de competirem,
77

mas isso dá a impressão de que ela quer ser tratada como um amigo homem e
não como um prêmio.

Quando a mulher provoca, ela está dizendo, "Eu sou feita de aço! Eu suporto
qualquer coisa que você jogar"! Isso é brincar com o fogo. Como ele responde ao
desafio mostrando força, ela acaba se machucando. Neste momento, ele sai,
sentindo-se desanimado e confuso e sem entender o que ele fez de errado. Ele
venceu o jogo, mas perdeu seu coração. Em vez de provocá-lo, evite mergulhar
em qualquer competição. Seus sentimentos são as únicas coisas com que um
homem não pode competir. Sentimentos desarmam o homem. Seu objetivo é
reagir de uma forma suave, feminina, delicadamente treinando ele a chegar cada
vez mais perto de você. Depois, quando ele fizer algo que magoa e você expressa
sua raiva, acredite em mim, ele vai ouvir você! Como ele só ouve sua alma doce e
suave, sua raiva vai parecer uma flecha em seu coração.

A típica cliente que recebo oprime seus sentimentos, permitindo que


ressentimentos e mágoas se acumulem. Logo ela começa a se afastar
emocionalmente, acreditando que seu cônjuge sabe o quanto ele a machucou.
Parece até que ele a machucou intencionalmente. O que ela não entende é que a
maior parte do tempo (nem sempre) os homens não percebem o quanto foram
grossos ou sem noção. Não estou brincando. Acredite ou não, homens querem
paz. Eles querem paz da forma que uma mulher implora por proximidade. A ideia
de fazer algo para irritar ou magoar sua esposa/namorada apenas por prazer é
totalmente ilógico para a os homens, pois muitas vezes leva a mulher querer falar
sobre sentimentos, que você sabe que é o que a maioria dos homens quer evitar.
78

CAPÍTULO 8: Nenhum Homem Ganha Da


Mulher Que Coloca Seu Coração Em
Primeiro Lugar

Quero contar um segredo que pode parecer bobo, mas vai lhe dar mais poder de
influência sobre os homens do que você jamais imaginou. É um dos aspectos mais
importantes de ouvir seu coração: uma mulher que coloca seu coração em
primeiro lugar jamais será envergonhada. O homem não consegue insultar ou
intimidar você se você decidir deixar seu coração ter a palavra final de suas ações
e intenções.

E como exatamente ela aprende a colocar seu coração em primeiro lugar? A


maioria das mulheres, quando ouvem essa frase, tem a impressão de que eu
estou lhes dizendo para ser mais egoísta, o que não poderia estar mais distante
da verdade. O que estou defendendo é que quando uma mulher aprende a
colocar seu coração como prioridade máxima, nenhum homem será capaz de
competir com ela. Se seu namorado ou marido é grosso e diz coisas horríveis, isso
não vai te atingir. Seu coração irá lhe dizer o contrário, e você simplesmente
responde, "Não, eu não sou". Ela sabe que não é verdade. Isso tem o mesmo
efeito de quando alguém te chama de anã e você é um pouco mais baixa do que a
média. Tal afirmação está tão longe da verdade que você nem precisa
argumentar. Afinal, qual seria o motivo de tentar desprovar algo tão obviamente
falso? Se ele tenta culpá-la de algo, e seu coração vem em primeiro lugar, ela não
responderá. A “culpa” dele não afeta porque você confia em suas intenções.

No universo, a mulher é mais poderosa do que o homem. A mulher tem a


capacidade de atrair homens simplesmente por ser feminina. Este principio têm
79

sido ilustrado no decorrer de toda nossa história. Homens fazem coisas absurdas
para conquistar o coração de uma mulher. Quanto mais ele a conhece, mais ele se
motiva para atingir esse objetivo. Aquelas mulheres que parecem que tem todos
os homens aos seus pés entendem esse princípio. Elas sabem que colocar o
coração em primeiro lugar vai amolecer até o mais duro dos corações masculinos.

Outro aspecto de colocar seu coração em primeiro lugar tem a ver com as ações
de dar e receber. Há dois aspectos primários em relação a dar: o que é familiar
contra o que é melhor. O que é familiar para a maioria dos homens é colocar seu
coração em primeiro lugar. Homens, como um todo, não tem problema em falar o
que querem, o que querem que você faça, o que eles não gostam, etc. Mulheres,
por outro lado, amam dar. O ato de dar e de colocar os outros em primeiro lugar
é o que é mais familiar para elas. A ironia é que o que é familiar nem sempre é
melhor. Um homem na realidade fica melhor quando está provendo e cuidando
dos outros. A mulher, ao contrário, fica literalmente melhor quando está
recebendo.

Uma mulher preenchida se sente à vontade em receber. Como dar é familiar para
a maioria das mulheres, não tenho que ensinar a elas como dar. É natural. O ato
de dar envia um sinal de que ela é autossuficiente e não precisa de nada. Quando
ela constantemente vê seu parceiro dando mais do que ela recebe, ele se sente
como se ela não precisasse dele. Dar mais do que uma pessoa recebe é a receita
do ressentimento.

A mulher que coloca seu coração em primeiro lugar muda esse padrão de
comportamento, porque seu coração vai dizer a ela, através de seus sentimentos,
quando ela precisa ser autoafirmativa ou quando ela precisa ser paciente.
Imagine a dificuldade que é para a mulher confiar nos seus sentimentos quando
seus pais não a ouve quando ela está chateada, e ainda falar para ela que o que
ela sente não é importante. Suprimir sentimentos pode até fazer com que ela
80

namore homens que são intimidados pelos sentimentos dela, que acabam
ignorando ela em vez de arriscar um conflito.

À medida que a mulher aprende a confiar em seu coração, seu coração mandará
sinais de quando ela está vazia. Se, porém, você tolera mau comportamento do
namorado ou marido, ignorando seus sentimentos, é bem provável que você
entre em depressão. Você tende a ficar constantemente nervosa, e ainda assim,
continua a dar, até não sobrar nada.

Não Trate Com Menosprezo Seu Bem Mais Precioso


Vamos fingir que seu coração é um gênio da lâmpada. Ele foi colocado em você
para realizar seus desejos, mas para que isso funcione, você deve ouvi-lo. Ele faz
mágicas que às vezes não fazem sentido para sua mente lógica. As mulheres que
sabem disso ouvem, mesmo quando não querem.

O inconsciente (coração) está plenamente ciente das coisas em que o consciente


muitas vezes erra. Nas mulheres, o inconsciente é conhecido como "intuição
feminina", e se você aprender a ouví-lo, ele irá te afastar de encrencas e irá
orientá-la para tomar sábias decisões. Vou te dizer algo que você pode achar
difícil de acreditar: como foi Deus que colocou, seu coração nunca erra.

A maioria das mulheres não só ignoram seu coração, como tamém o trata com
menosprezo, mostrando muito menos compaixão com elas mesmas do que com a
maioria dos estranhos. Vamos imaginar que você está sentado em casa em sua
poltrona favorita. De repente aparece uma menina de cinco anos, que está com
medo, ou talvez triste. Você percebe quão tímida ela está, e como a maioria das
mulheres, você diz: "o que foi"? Como ela tem apenas cinco anos, ela pode não
saber exatamente o que está incomodando ela. Ela certamente não vai conseguir
articular seus sentimentos muito bem, mas está bastante claro que algo está
81

errado com ela. Você provavelmente vai confortá-la bem. Você vai fazer ela
sentar perto, ou no seu colo, enquanto dá amor para ela. O que você acabou de
fazer para essa menina é amá-la simplesmente da forma como ela é e aceitar seus
sentimentos sem julgamentos.

Agora, vamos fingir que sentado do outro lado da sala está seu coração (sua
criança interior). Ele se senta e vê você sendo tão doce confortando a criança.
Após um tempo, quase em lágrimas, ele diz: "quando vai chegar minha vez? Você
sempre me diz para esquecer e superar. Você me diz que não devo ligar para as
coias. Quantas vezes você me disse para não reclamar e ficar quieto"?

Se eu estivesse na sala, nesse momento, olharia para você e diria: "porque você é
muito mais dura com seu coração do que é com uma criança que você raramente
vê? Tudo que eu quero que você faça é tratar seu coração como se estivesse
tratando essa mocinha. Não é difícil". Agora quero que tome essa decisão já,
neste exato momento. Prometa a seu coração que você irá tratá-lo da mesma
forma que faria com qualquer criança pequena.

Embora haja momentos em que se deve colocar as necessidades das outras


pessoas antes das suas, se isso for feito na maior parte do tempo, não vai sobrar
nada para você. Você não pode dar quando está vazia e não tem nada para
oferecer. A biologia vai fazer você desligar e ficar deprimida, por uma questão de
sobrevivência. Se estiver tendo problemas em seu relacionamento, você
provavelmente deu demais para o outro do que você também precisa.

“À medida que a mulher aprende a confiar em seu


coração, seu coração mandará sinais de quando ela
está vazia. Se, porém, você tolera mau comportamento
82

do namorado ou marido, ignorando seus sentimentos,


é bem provável que você entre em depressão”.
83

CAPÍTULO 9: As 4 Caixas de Percepção


Que Vão Transformar Você Na Mulher
Que Eles Amam
Em vez de passar anos esperando mudanças, você pode começar a moldar sua
vida agora! Mudar de percepção significa mudar nossa forma de enxergar o
mundo e nós mesmos. Por ser tão valiosa, quero descrever as diferentes
percepções que todos nós temos, e como essas percepções afetam os
relacionamentos. Anos atrás, dois homens desenvolveram um modelo para
descrever o processo de interação. Batizaram de a janela de Johari. Como você
pode ver, é na verdade uma caixa.

Na minha opinião, esta é uma das melhores ferramentas já desenvolvidas (por


Joseph Luft e Harry Ingham) para explicar a importância da percepção. Enquanto
eu admirava a criação, descobri que funciona melhor para adultos, que tem que
alterar a forma original.

Você vai notar que existem quatro diferentes "caixas" dentro da janela. Cada uma
dessas caixas representa um determinado tipo de percepção.
84

A caixa 1 descreve o modo como você se vê... sua própria visão particular do que
faz de você uma pessoa maravilhosa e o que você gostaria de mudar. Por
definição, ninguém sabe esta informação, a menos que você revele.

A caixa 2 descreve a maneira como você pensa que outros percebem você. Essas
percepções podem ou não ser precisas, mas você acredita que elas sejam
verdadeiras. Você acredita que outras pessoas vêem você como gentil ou egoísta?
Talvez você pense que todos os homens acham você atraente? Todos nós temos
ideias de como achamos que o mundo nos vê.

Como ela lida com relacionamentos, a caixa 3 é a caixa mais importante. Essa é o
que eu chamo de caixa do casamento. A caixa 3 descreve o modo como outras
pessoas vêem você e que você não sabe. Isso seria como se duas pessoas
estivessem no quarto com você e você saisse do quarto, e eles começassem a
falar sobre você pelas costas. Você nunca vai saber o que eles disseram a menos
que contarem. A caixa 3, por sua própria definição, está escondida de você a
menos que alguém lhe conte. É seu ponto cego.

Por último, tem a caixa 4, que é um lado seu que você não vê, nem os outros.
Alguns diriam que este é o lado que só Deus vê, um lado que você não conhece.

As caixas 1 e 2 são caixas particulares de percepção. As crianças operam


principalmente fora das caixas 1 e 2. Não é que suas percepções do mundo e dos
outros são erradas, elas apenas são limitadas a forma como vêem as coisas.
Muitas vezes estas percepções são um pouco narcisistas. Quando a mãe ou o pai
não dão o brinquedo que querem, a caixa 2 lhe diz que a mãe/pai são ruins. Sua
percepção não está errada, eles apenas são jovens demais para entender por que
eles não podem ter o brinquedo.

À medida que crescem, eles serão capazes de incorporar as caixas 3 e 4 em suas


vidas. Sem adicionar as caixas 3 e 4 para sua percepção, eles vão desenvolver um
85

transtorno de personalidade. As caixas 3 e 4 nos permite saber como alterar


nossos relacionamentos e como nos avaliar.

Aqui está como eu uso a caixa 3 na prática. Vamos imaginar que tenho uma
cliente agendada para as 13:00. No final da sessão, ela diz: "Paulo, você é
despresível. Você é uma pessoa má e eu não gosto de você. Você foi grosso e
cruel comigo". Eu, claro, fico pasmo, sem ter ideia nenhuma do que ela está
falando. Em seguida, às 14:00, minha próxima cliente entra, e no final da sessão,
ele me diz, "Paulo, você é grosso, malvado e nem um pouco divertido"! Agora,
vamos dizer isto continua até às 19:00, quando vejo minha última cliente. A esta
altura, eu tenho quatro clientes que me dera feedback negativo. Verdade seja
dita, eu sei que eu não sou uma pessoa má ou grossa, mas a caixa 3 me diz que as
clientes estão vendo algo sobre mim que eu não estou ciente. Eu não preciso
concordar com elas, mas se eu sou inteligente, me pergunto: "o que estou
fazendo que as clientes estão achando tão ruim"?

Um dos sinais de maturidade emocional é ser capaz de integrar a caixa 3. Isto se


torna crítico nos relacionamentos porque nosso parceiro consegue ver coisas
(caixa 3) sobre nós que simplesmente não conseguimos ver. Digo as minhas
clientes solteiras e recém-casadas que tem algumas coisas sobre elas que são
difíceis de descobrir até casarem.

Quando uma pessoa se casa, ela tem alguém constantemente fornecendo


feedback a ela. Homens chamam isso de “resmungar”. Se minha esposa mostra
minha tendência de exibir um temperamento raivoso, ficará mais difícil para eu
agir com raiva, porque agora estou ciente disso. Eu posso querer negar que
costumo gritar, mas quanto mais recebo feedback de como interajo com minha
mulher, mais difícil fica de fingir que não tenho um problema com raiva. Muitas
vezes, ao longo dos anos, isso é o que acontece em um casamento. Um cônjuge,
através do feedback, nos deixa consciente das coisas que às vezes não queremos
86

enfrentar. Isso não muda fácil. Uma percepção leva tempo pra mudar. Como não
vemos a caixa 3, há uma tendência natural para dispensarmos o feedback que
recebemos dos outros. Se sua forma de aprender é esperar por uma percepção,
até que você esteja completamente certo de algo, você precisa entender que
mudanças vão levar muito mais tempo para você.

E se nós não estamos casados? Como conseguimos compreender o que está na


caixa 3? As pistas já estão presentes e disponíveis para nós se examinarmos os
padrões de comportamento de nossas vidas. Lembre-se da lista da verdade,
desenvolvida especificamente para destacar a caixa 3. Dado bastante feedback,
um padrão se desenvolverá. Padrões sempre revelam o que estamos fazendo,
seja certo ou errado. A percepção, enquanto requer certa quantidade de
compreensão, não é a única maneira de fazer as coisas acontecerem. Quanto
menos feedback precisarmos antes de mudarmos nossos comportamentos, mais
rápido temos resultados. Quando mudamos certos comportamentos, produzimos
resultados diferentes.

A desvantagem disto é que alterar comportamentos muitas vezes é


desconfortável, ou simplesmente não faz sentido. Por isso, quero dar-lhe uma
escolha: quando receber feedback da caixa 3, você pode começar a agir de forma
diferente ou pode esperar até que você tenha uma perfeita compreensão do que
precisa ser feito antes de fazer qualquer mudança. De qualquer forma você pode
mudar, só depende de quanto tempo você quer levar para ver os resultados.

Na fase de comportamento, eu vou começar sugerindo coisas que você pode


fazer e coisas para evitar. Algumas sugestões são muito específicas, como quais
ações tomar, enquanto outras têm a ver com dar uma percepção diferente sobre
determinadas características dos relacionamentos. Isso é como dar uma cesta de
frutas a você — basta pegar o que você gosta e deixar o que não gosta. Mais
tarde, pegue a cesta e considere-a novamente. A propósito, eu tenho visto todas
87

essas coisas gerarem um efeito profundo nos relacionamentos das pessoas nos
últimos catorze anos de trabalho com solteiras e casais.

Observações E Mitos Que Só Existem Na Sua Cabeça


A primeira observação é na verdade um mito que muitas mulheres acreditam
sobre o por que de homens não gostarem de discutir seus sentimentos. A crença
comum é que homens são reprimidos, e se eles conseguissem falar sobre seus
sentimentos, eles teriam a mesma liberação emocional que as mulheres tem ao
discutir seus problemas com os outros.

Deixe-me ilustrar o que os homens realmente pensam sobre seus sentimentos.


Vamos imaginar que estou num grupo cheio de homens e mulheres, e eu escolho
um rapaz chamado André. Eu digo ao André: " André, te dou R$1000 para você
colocar este roupão e dançar no meio dos outros para passar vergonha". Agora,
André provavelmente vai concordar, ou pode pedir mais dinheiro. O certo é que
eu vou encontrar a quantidade certa de dinheiro para ver o André virar uma
máquina de dança. André, como a maioria dos homens, não se preocupa muito
quando se trata de seu corpo. Homens, em geral, gostam de seus físicos.

Agora, vamos imaginar que eu me vire para a Letícia. Para ela, eu digo: "Letícia,
pega este biquini fio dental. Eu te dou R$1000 se você colocar ele e dançar na
frente de todo mundo". Letícia, como a maioria das mulheres no grupo, recusaria.
Eu poderia oferecer R$2000, e ela ainda responderia: "De jeito nenhum"! O certo
aqui é que, não importa quanto dinheiro eu ofereça, Letícia provavelmente nunca
aceitará meu desafio. O motivo que ela não faria isso é que as mulheres, em
geral, são "recatadas". As mulheres são muito modestas sobre sua aparência, na
maneira como se apresentam, e seria um absurdo apresentar-se de tal forma.
88

No mesmo tipo de contexto, homens são recatados com sentimentos. Para um


homem compartilhar como ele se sente, o que está acontecendo dentro dele, é
tão estranho para ele como seria para Letícia no exemplo acima, desfilar na frente
de um grupo de pessoas de biquíni.

Agora, isso não significa que homens não devem ser encorajados a compartilhar
seus sentimentos ou se abrir e entrar em contato com o raramente acessado lado
vulnerável. Isso apenas significa que ele não vem tão naturalmente. Se uma
mulher pressiona um homem a compartilhar sentimentos, é importante que ela
perceba que o que ela está confortável e o que é familiar para ela é muito
desajeitado e desarticulado para um homem. Acredito plenamente que um
homem precisa compartilhar e entender seus sentimentos, mas se ele não sabe
como descrevê-los, a coisa mais importante que uma mulher deve fazer é não
puni-lo. Ele vai ter tempo para confiar em você antes de ficar tão vulnerável. Se
você o envergonha, ele raramente vai tentar novamente.

Introvertidos Vs. Extrovertidos


Agora, vamos para a segunda observação sobre casais e como compreender que
o estilo de personalidade de um homem pode fazer toda a diferença, a diferença
entre ser introvertido e ser extrovertido. Esta área causa mais desentendimentos
entre casais do que qualquer outra coisa que eu vejo. Me deparei pela primeira
vez com esta explicação em um livro chamado Princípios de Sedução, de Clayton
Viddler. Neste livro, o autor estava tentando determinar o que faz uma pessoa ser
atraída por outra, mesmo que inconscientemente. Das diversas descobertas que
sua pesquisa revelou, uma área me chamou muita atenção. Ele descreve
diferentes tipos de personalidades em termos de como indivíduos se relacionam
com o mundo. Em suma, uma pessoa tem uma vista externa do mundo
(extrovertido) ou uma orientação interna (introvertido)?
89

Vamos começar com os extrovertidos. Extrovertidos, no interior, tem um sentido


flexível de quem eles são. Eles tendem a mudar, com base no seu humor e suas
circunstâncias. Com sua flexibilidade vem a capacidade de apreciar a variedade
em áreas tais como viagens, experimentando culinárias diferentes e um
sentimento geral de querer experimentar todos os aspectos da vida. Eles não
querem perder qualquer coisa por nada e não querem ficar amarrados a uma
coisa só. Como eles não têm um claro sentido do seu eu, eles às vezes duvidam de
suas próprias habilidades, que necessitam de encorajamento e validação de
outras pessoas. Eles são mais dependentes do seu ambiente externo para
validação de sua autoestima.

Como extrovertidos tendem a duvidar muito de si mesmos, o que eles mais


odeiam é serem ignorados. Quando eles são ignorados, se sentem solitários e
questionam-se. Extrovertidos buscam validação acima de tudo. Eles precisam de
afirmações que sustentam que estão fazendo um bom trabalho. Eles precisam de
encorajamento ao longo do caminho. Quando, por exemplo, levam o lixo para
fora, eles querem sua parceira dizendo, "Obrigada por ter jogado o lixo fora". Se
você é uma extrovertida, tenho certeza que está dizendo, "O que há de errado
com isso"? Não há nada de errado. É simplesmente uma resposta diferente do
que um introvertido escolheria.

Em posições de liderança, muitos extrovertidos se cercam de pessoas que vão


incentivá-los quando eles assumirem riscos. Durante anos, eu costumava pensar
que isso era imaturo, até eu perceber o propósito útil que validação desempenha
na vida de um extrovertido. Com a validação, extrovertidos arriscam mais e
produzem excelentes trabalhos, enquanto alguém os validam ao longo do
caminho. Eu tenho clientes que são extrovertidas e agradecem seu parceiro em
tudo.
90

Agora, vamos comparar isso com os introvertidos. Introvertidos, para melhor ou


pior, tem um sentido muito sólido de quem eles são. Eles sabem que eles são
maravilhosos, e eles sabem que são estranhos. Eles cavam até as profundezas da
sua alma, e no processo, eles tendem a ser muito autossuficiente. Como são
autossuficientes, eles tem uma necessidade de controlar seu mundo interno
ainda mais do que seu mundo externo. Introvertidos tendem a ser obcecados
pelo lado interno, enquanto extrovertidos tendem a ser obcecados pelo lado
externo. Por causa disto, quando um introvertido está sob estresse, eles tem que
primeiro que ir para dentro e tentar descobrir a solução antes de lidarem com
outras pessoas. Falar sobre um problema é mais uma distração do que uma ajuda.
Devido a esta orientação interna, muitas vezes sentem que ninguém realmente os
entende.

Independência de um introvertido pode trabalhar contra eles quando precisam de


ajuda, porque sua independência não lhes permite procurar ajuda. Eles são muito
sensíveis, e por causa disto, eles tendem a evitar circunstâncias e pessoas quando
se sentem oprimidos. Eles se orgulham num autoexame e sentem que qualquer
falha que alguém pode trazer à sua atenção é algo que eles mesmos já estão
tomando conta. Como são mais rígidos consigos mesmo do que qualquer outra
pessoa possa ser, eles às vezes se sentem um pouco convencidos.

Introvertidos meticulosamente pensam nas coisas, e antes de fazer qualquer


coisa, eles fazem um compromisso de fazer a coisa "certa", ou pelo menos o que
vêem como certo. Portanto, uma das piores coisas que você pode fazer para um
introvertido é gritar com eles ou subestima-los. Uma vez que eles se levam tão a
sério, para eles, parece que estão batendo na cara quando você os coloca para
baixo. Com muito orgulho de sua capacidade de pensar profundamente, não é
nenhuma surpresa que introvertidos anseiam mais do que qualquer coisa serem
compreendidos. Eles adoram quando alguém compreende o significado por trás
do que estavam tentando dizer, mesmo quando não explicam direito.
91

Agora, deixe-me dizer que ninguém é introvertido ou extrovertido por completo.


Cada pessoa tem um estilo predominante que emerge sob estresse. Uma vez que
complementos funcionam bem nos relacionamentos românticos, é comum um
introvertido casar-se com uma extrovertida e vice-versa.

É claro que dois introvertidos ou dois extrovertidos podem ser casados e darem
maravilhosamente certos, mas na maioria das vezes, você descobrirá que estes
dois opostos são atraídos um ao outro porque eles se equilibram.
Estatisticamente, mulheres são mais extrovertidas, e os homens são mais
propensos a serem introvertidos.

Se você ainda não tem certeza de qual categoria você cai, aqui estão duas
técnicas para ajudar a identificar: A primeira é, quando perguntada qual tipo você
é, a introvertida quase invariavelmente irá responder que ela é introvertida,
enquanto uma extrovertida vai dizer: "Eu sou os dois".

A razão para isto é que extrovertidos não querem deixar nada de fora, nem se
sentir que foram deixados de fora. Eles reconhecem algumas características de
ambos os padrões em si enquanto introvertidos sabem muito claramente que
estão do lado introvertido. A segunda maneira é imaginar que você está indo para
uma festa onde você não conhece ninguém. Quando você chega numa festa, sua
inclinação seria dar uma volta e se apresentar a todos esses estranhos ou sentar e
esperar até que você fique um pouco mais confortável e conhecer as pessoas aos
poucos? Uma extrovertida vai “mergulhar” na festa, e uma introvertida será mais
cautelosa.

Aqui está uma técnica final para determinar seu estilo. Se você está chateada,
você tem maior probabilidade de querer ficar sozinha ou quer que alguém
converse com você? Um introvertido quer entrar no fundo da própria mente para
tentar descobrir o problema. Falar com alguém só piora as coias. Uma
92

extrovertida quer falar com alguém para que eles possam processar seus
pensamentos em voz alta.

Conhecer seu estilo e o de um homem vai fazer uma diferença enorme para saber
como um homem em particular gosta de se relacionar, especialmente se essas
formas de interação são diferentes das suas.

Se você tem um parceiro que é introvertido e você sabe que o mais importante
para os introvertidos é serem compreendidos, fazer um esforço consciente para
simpatizar com o seu parceiro e deixá-los saber que você entende as intenções
dele, vai fazê-los sentir compreendidos. É por isso que identificar o estilo de
interação de alguém é tão importante.

Quando uma pessoa se sente compreendida, elas permitirão que você os


influencie. Isso funciona com solteiros e casados. Da mesma forma, se você sabe
que alguém é extrovertido, gosta de ser validado, e você argumenta para
enfatizar essas qualidades sobre eles que você gosta e as coisas boas que eles
fazem, eles vão se sentir acarinhados por você, e como resultado, eles vão querer
passar mais tempo com você e querer estar na sua presença.

O Momento Certo
O tempo certo é a terceira observação, e falar de sua importância nunca é
demais. Aprender quando discutir alguma coisa pode ser mais valioso do que
argumentar perfeitamente. As crianças são bons exemplos de quem insistem que
outras pessoas aprendam a se relacionar com elas, em vez de elas aprenderem a
se relacionar com outras pessoas. Conforme crescemos e ficamos mais maduros
(espero que sim), nossa capacidade de empatia com os outros aumenta, o que
nos dá uma chance muito maior de sermos compreendidos.
93

Muitas vezes, quando alguém é honesto ou completamente aberto sobre seus


sentimentos e isso não funciona, o problema tem a ver com o momento. A
mulher que no terceiro encontro diz "Eu gostei muito de você. Eu quero saber
para onde vai essa relação" está errada porque assume, depois de obviamente
não ouvir o que queria ouvir, que os homens não sabem o que querem. Na
realidade, se ela me ouvisse, ela jamais diria algo assim no terceiro encontro,
porque naquele momento, o homem com quem ela estava não sabia para onde a
relação estava caminhando. Ele ainda estava decidindo e ainda estava
conhecendo-a. Havia bastante tempo para esperar para ele tomar essa decisão,
mas devido à sua impaciência, ela pressionou uma resposta quando não era o
momento certo de dizer. Se ela tivesse esperado, ela poderia muito bem ter o
namoro que queria.

Caso esteja pensando, "quanto tempo tenho de esperar antes de fazer essa
pergunta"? A resposta é: você deve esperar o relacionamento avançar
naturalmente. Ele deseja passar mais tempo com você agora do que há quatro
meses? Você sabe mais sobre ele hoje do que sabia quatro meses atrás? Se você
perceber que ele está deixando você chegar mais perto, mesmo de forma gradual,
você deve esperar antes de dar um ultimato. Quando um homem revela novos
detalhes de sua vida, ou faz perguntas sobre a sua, ele está pensando em você
como uma futura namorada. Devido ao medo de um casamento ruim, muitos
homens gradualmente testam uma esposa em potencial. Homens sabem que
quando você permite a mulher acesso ao seu coração, você está também lhe
dando as chaves para a sua alma. Assim, contanto que seu relacionamento esteja
progredindo, eu recomendaria que você ficasse com ele até ele parar de deixar
você se aproximar constantemente.

Tem homens que vem me ver para saber o que fazer quando a garota que eles
gostam querem apenas amizade. "O que devo fazer"? Digo a eles para serem
amigos dela. Aceitar onde ela está no momento dá ao homem muito mais
94

chances de serem considerados em um envolvimento romântico no futuro. O


homem que insiste em pressionar uma mulher a ter uma discussão após a outra
sobre a relação, está dando o beijo da morte.

Você, leitora, entende exatamente o que eu estou falando. Isso é o que eu quero
que você faça com seu parceiro. Aguarde o momento certo para ter essas
conversas sinceras e interaja de uma forma familiar para eles. Isto também
funciona com casais. Geralmente, quando casais ficam ressentidos, é porque
sentem que seus parceiros não os entendem. Uma mulher extrovertida vai querer
falar, falar e falar com seu marido, o que o deixa alienado, e um marido
introvertido vai cada vez mais fundo na sua "caverna", como John Gray descreve
no livro Homens são de Marte, mulheres são de Vênus.

Saber a diferença entre um introvertido e um extrovertido não vai consertar tudo,


mas é um bom lembrete que se estamos presos, e parece que temos um impasse
no relacionamento, temos de reparar como nos relacionamos com nosso
parceiro, e como eles se relacionam conosco. Nós não precisamos mudar nossa
personalidade, mas parte da ideia de crescimento é que podemos começar a
incorporar outros aspectos do nosso parceiro e considerar isso quando se
relacionar com ele. Quanto mais consideramos isso, menos resistente nosso
parceiro ficará em deixar ser influenciado.

Do Que Você O Chama, Ele Se Tornará


A quarta observação é mais parecida com uma regra que você ignora por sua
própria conta e risco. A maioria das mulheres subestima muito sua capacidade de
influenciar. Seja porque elas não vêem os resultados que querem rapidamente ou
porque não recebem a validação que procuram de uma maneira que é familiar a
elas. É por isso que as mulheres são acusadas de resmungar demais, e os homens
95

são acusados de ignorar sua esposa ou namorada. Se você olhar por baixo para
enxergar o que realmente se passa entre casais, você descobrirá que quando
estão juntos, um quer ser influenciado pelo outro. No entanto, os dois estão
igualmente com medo de ceder o controle, e esse equilíbrio de poder que está
em curso numa relação, tem de ser negociado com êxito antes que possa haver
qualquer intimidade.

Durante a fase de negociação, é "normal" um parceiro tentar influenciar o outro.


Primeiro, eles tentam influenciar sendo gentil. Se isso não funcionar, eles
recorrem ao que é poderoso e familiar. Mesmo assim, o que é poderoso e
familiar, como gritar, reclamar e apontar os dedos, tende a reafirmar na mente do
seu parceiro que eles possuem as mesmas qualidades com que eles não querem
ser associados. Uma esposa resmungona tende a confirmar a seu marido que ela
resmunga e reclama, e um marido que ignora sua esposa confirma que homens
realmente não querem conversar. Se é possível influenciar nossos parceiros
fazendo coisas negativas, nós podemos molda-los de forma positiva também.
Porque a verdade é que o que seu parceiro recebe consistentemente de você ––
bom ou ruim –– terá uma influência no comportamento dele com relação a você.

Anos atrás, eu trabalhei com uma terapeuta chamada Suzana. Suzana me disse
que ela foi num seminário dado por um amigo nosso chamado Carlos. Por achar
que poderia fazer seminários de casamento semelhantes no futuro, ela queria ver
como Carlos fez sua apresentação. Suzana levou seu marido Rodrigo, e durante o
seminário, o Carlos fez esta declaração: "do que você chama seu esposo, eles se
tornará". Agora, Suzana estava casada há 20 anos, e quando ela ouviu esta
declaração, ela riu de si mesma conforme virara para o Rodrigo e dizia: "Ha,
magrinho"! E o Rodrigo virou para ela rindo e disse: "Haha, gostosa"!

Após o seminário, Suzana me disse, "Paulo, eu fiz questão de experimentar isso,


só para ver o que aconteceria. Por 10 anos, Rodrigo pesou 97 quilos e não
96

conseguia se livrar de mais de 2 quilos por vez, e acabava desanimando e


desistindo". Assim, Suzana começou a chamar o Rodrigo de "magro" e "esbelto"
sempre que podia. Dois meses depois, ela perguntou como andava o peso dele e
ele disse que havia perdido mais de 9 quilos. Ela ficou espantada!

No final da história, eu pausei e perguntei: "Suzana, e o Rodrigo chamou você de


‘gostosa’"? Ela me deu um sorriso triste e disse: "Não". Imediatamente eu pensei
comigo mesmo: "Isso é muito ruim porque o Rodrigo provavelmente não tem
ideia do que ele perdeu". Não que a Suzana precisasse de uma “reforma” ou que
havia algo de errado nela. Rodrigo tinha perdido a oportunidade de influenciar
sua adorável esposa. Observe o que aconteceu com a Suzana? Ela teve que fazer
disso uma prioridade. Ela não esperou até que sentisse que devia, ou até que ela
visse que Rodrigo estava fazendo certo. Em vez disso, ela foi proativa. Ela tomou
uma decisão, e depois que a decisão foi feita, ela consistentemente e
proativamente perseguiu os objetivos até conseguir os resultados que queria.

Suzana só falhou em não saber que — quando um homem se casa, ele quer que
sua esposa, o influencie. Alguns homens não são bons em aceitar isso ou ceder o
poder, mas a maioria dos maridos espera que sua esposa encontre uma maneira
de influenciá-los que não seja ameaçador para ele. Foi o caso da Suzana. Ela teria
adorado que Rodrigo a influenciasse, a moldasse e reforçasse o que pensava
sobre ela. Aquele seminário deu a oportunidade perfeita ao Rodrigo, mas ele
perdeu a oportunidade, como tantos outros maridos.

É impossível semear em uma determinada direção e não colher. Se você cultivar


pensamentos de luxúria, ganância ou pobreza, é uma questão de tempo para
esses pensamentos te levarem à ruína. Não estou falando do pensamento
ocasional e aleatório. Estou falando de pensamentos consistentes. Com isso bem
claro, pergunto a você, leitora, o que muitas vezes pergunto às clientes que estão
namorando ou casadas. Se seu esposo é de uma certa maneira, quanto você tem
97

contribuido para isso? O que é que você tem feito para reafirmar aquelas coisas
que você não gosta? Agora, certamente é responsabilidade do seu parceiro seu
próprio comportamento. Porém, você pode influenciar seu parceiro mais do que
você imagina.

Essa teoria foi comprovada em salas de aula, pegando um bom professor de uma
boa classe e colocando ele em uma classe ruim e vice-versa. É incrível como os
alunos reagiram. De repente, a sala de aula "ruim" melhorou, e a "boa" sala de
aula, com um professor ruim, inevitavelmente regrediu. Aqueles que
negligenciam a lei da influência estão destinados a terem relacionamentos ruins.

A Lei Do Equilíbrio
A quinta observação é a lei do equilíbrio. Para a maioria dos casais, no início de
seus relacionamentos, eles apenas enxergam as melhores partes de seu parceiro
durante as primeiras semanas de namoro. A mulher tem o prazer de ver o
namorado –– está feliz e entusiasmada com a novidade do relacionamento, e está
otimista também. Ele a vê como uma luz brilhante, como alguém que torna sua
vida melhor. Ela também vê o homem fazendo um esforço extra para tentar
agradar ela, e se arrisca a confiar nele ao mesmo tempo em que caprichosamente
pensa sobre o tipo de marido que ele poderia ser.

Conforme o namoro progride para um nível de conforto, são feitos planos para
permanência. Este é o ponto onde casais decidem se querem casar. Se o
casamento ocorrer, em algum lugar entre os primeiros dois meses a um ano, cada
um começa a deixar de lado suas ptoteções (abaixar a guarda). Ambos começam a
ser "verdadeiros" uns com os outros. No processo, o marido percebe que sua
esposa não é perfeita, enquanto ela começa perceber que ele tem outros
interesses além dela. Mesmo que ambos os parceiros saibam destas coisas
98

intelectualmente, acabam experimentando desilusões. À medida que a esposa se


sente mais segura em seu relacionamento com o marido, ela inevitavelmente
começará a expor suas mágoas e medos para ele. Em vez de levar à intimidade,
isso acaba oprimindo e confundindo ele. Ele se sente sendo drenado quando na
verdade sua esposa está tentando se aproximar dele. A maioria das mulheres que
eu conheço trabalha muito no sentido de não serem negativas. Elas não dizem
nada, e acabam tendo necessidades legítimas que não são preenchidas. As
mulheres realmente precisam falar com seus maridos, elas precisam compartilhar
os momentos difíceis do seu dia e os maridos precisam compartilhar com suas
esposas. Assim em vez de nos privar das nossas necessidades legítimas, temos de
pôr em jogo a lei do equilíbrio.

Esta lei tem duas ações separadas que se alimentam. O primeiro é dar e o
segundo é receber. No cenário que acabei de mencionar, onde a esposa não quer
se passar por "necessitada", ela dá muito, ainda que esteja com medo de pedir o
que precisa. Numa escala de 0 a 10, ela está dando a um nível 8 e está recebendo
a um nível 2. Por essa definição, logo ela sofrerá de ressentimento ou depressão,
porque não há nenhum equilíbrio — ela está dando muito mais do que ela está
recebendo. Se nós invertermos isso e imaginar alguém que recebe no nível 8 e dá
no nível 2, temos a definição de uma criança de três ou quatro anos. Isso é uma
maneira de lidar com o mundo infantil. Se essa maneira de nos relacionarmos
com o mundo acontece com um adulto, ela é definida como "transtorno de
personalidade narcisista".

Eu descobri, no que diz respeito à preferência de personalidade, que não importa


se você dá muito ou recebe muito. Algumas pessoas dão naturalmente sem
sequer pensar nisso, e outros gostam de se saciar.

Em vez de oprimir sua maior tendência, você deve "levantar" a área mais baixa.
Se você der num nível 8, faça um compromisso para receber num nível 8 também
99

(Lembre-se da lista da verdade). Se você receber num nível 8, faça um


compromisso de dar num nível 8 também. Você pode estar em qualquer lugar na
escala, não faz diferença. O importante é estar em equilíbrio. É muito mais fácil
fazer algo em vez de não fazer nada, e o que você vai descobrir é que se você der
naturalmente, e finalmente se comprometer em receber mais, você vai ser mais
feliz e ficar bem menos oprimida.

Se achar que você está ressentida, ou que seu parceiro a vê sempre negativa, a
resposta rápida é que você está fora de equilíbrio. Se não tiver certeza se você é
uma doadora ou uma recebedora, pergunte ao seu parceiro ou seus amigos. Você
deverá detectar facilmente um padrão através deles. Eu ainda vou te dar uma
dica: esteriótipamente, as mulheres são muito mais propensas a dar, e os homens
são muito mais propensos a receber. Homens, em geral, não têm dificuldades em
colocar seu coração em primeiro lugar, e as mulheres geralmente dão quase por
uma questão natural. Conforme homens e mulheres vão entrando em equilíbrio,
eles são capazes de moldar seu parceiro melhor.

Se você tiver dificuldade para receber, eu quero implorar para você começar a
praticar agora. Hoje, você pode começar a equilibrar sua vida e parar de sentir
ressentida e cansada. Embora possa parecer egoísta, eu prometo a você que não
é. Com tempo e prática constante, seu tanque do amor vai começar a encher e
você terá mais para dar.

Por Que Ele Não Ouve


A sexta observação é que homens não ouvem. Mulheres invariavelmente acham
que os homens não ouvem porque eles não se importam. Enquanto isto é
verdade em alguns casos, não é o principal motivo para a aparente incapacidade
100

dele de exibir empatia para com seu sofrimento. Na maioria das vezes, a razão
que ele não está ouvindo é que ele acha que você não o ouviu.

Tenho visto isso na prática. Nos primeiros anos de carreira, eu queria ensinar as
minhas clientes todas as maravilhas que eu tinha aprendido na universidade.
Durante os primeiros 10 minutos de cada sessão, eu rapidamente tentava mostrar
soluções para cada problema. Enquanto sentia bem em compartilhar meus
conhecimentos, eu notei que as clientes não recebiam minhas sugestões muito
bem.

Eventualmente, o que eu aprendi a fazer com uma nova cliente foi ouvir nos
primeiros 5 a 10 minutos ou um pouco mais, antes de abrir a boca. Eu comecei a
notar um estranho fenômeno. Quando eu dava conselhos para alguém só depois
de ouvir ele ou ela durante 10 minutos, eles achavam meus conselhos de algum
modo valioso. Quando eu compartilhei algumas dicas depois de ouvir durante 20
minutos, esse mesmos conselhos foram vistos mais positivamente. As melhores
reações de novos clientes, muitas vezes, veio após 30 minutos ouvindo.

Quando eu finalmente dizia alguma coisa, esse mesmo conselho era visto como
ouro! Meus clientes se sentiram totalmente compreendidos, assim os conselhos e
comentários que eu estava dando era, obviamente, sob medida, porque eles
sentiram que foram ouvidos. Esta é a ideia por trás de terapêutas ensinando as
pessoas a fazerem escuta reflexiva. Escuta reflexiva envolve parafrasear de volta a
alguém o que você a ouviu dizer. Isso funciona no mundo corporativo, como
também nos relacionamentos. Mesmo que você sabe o que a outra pessoa está
dizendo, o que muitas vezes acontece é que você pula a conversa sem fazer pausa
para que essa pessoa saiba que ela foi ouvida. A outra pessoa não pensa que você
a ouviu e repete o que disse ou para de ouvir você.

Lembre lá no início de seus namoros, o cuidado que você tinha para não deixar
mal-entendidos, o esforço que você fazia para ter certeza de que a outra pessoa
101

sabia que você estava atenta e compreensiva? Depois, à medida que os


relacionamentos se desenvolvem, fica ainda mais difícil de manter esse nível de
atenção. Seu parceiro quer saber que você simpatiza com ele, que você sente o
que ele está sentindo, mesmo que ele diga a mesma história várias vezes. Quando
você é capaz de transmitir empatia, seu parceiro vai naturalmente sentir mais
empatia com você também. Se perceber que seu parceiro não está ouvindo você,
eu sugiro que você preste atenção no quanto você se dedica para ouvir o que seu
parceiro diz.

O Tipo De Homem Em Que Isso Não Funciona


Quando você pratica ouvir seu coração (sentimentos), isso afetará os homens de
duas maneiras: ou reagem positivamente, como já descrevi neste livro, ou eles
vão se rebelar. Sim, existem alguns homens, que serão ameaçados pelos seus
sentimentos, porque eles só estão interessados em você cuidando deles. Um
exemplo disso seria o típico homem que bebe demais, abusa da mulher ou é
imaturo, que não tem a capacidade de ter empatia e cuidar de uma mulher. Ele é
tão fraco que acha que ele tem de estar sempre certo e quer que a mulher cuide
de todas as suas necessidades, como faz uma mãe. Muito cuidado para lidar com
esse tipo de homem.

Se você está namorando ou casada, considere a possibilidade de que pode


demorar muito para influenciar essa imaturidade, se conseguir. Homens que são
abusivos, tem transtornos de personalidade ou tendências viciantes podem não
melhorar nunca. Enquanto eu acredito que a maioria dos casamentos pode ser
salvos, existem alguns homens cuja única intenção é destruir a vida dele e/ou a de
suas parceiras. Se você precisa saber se está lidando com esse tipo de homem,
você provavelmente não está. Se estivesse, nem estaria perguntando.
102

Se seu homem reage com raiva ou agressividade quando você começar a colocar
essas ideias em prática, isso não significa necessariamente que você fez alguma
coisa errada. Na verdade, é bem provavel que você pode estar fazendo tudo
exatamente certo. Quando uma mulher está centrada no coração e utiliza a sua
intuição, ela tem um poder de influência surpreendente em um homem. Uma
mulher que coloca seu coração primeiro faz o homem revelar seu caráter, seja ele
bom ou ruim.

Talvez você se lembre de uma vez quando você estava na presença de alguém
confiante e sincero. Este tipo de pessoa é difícil de manipular, pois eles não ligam
de terem todos amando e gostando deles. Eles não precisam disso, estão
satisfeitos com eles próprios, o que os torna quase impossível de controlar.
Qualquer pessoa controladora ficaria frustrada em não conseguir dominar outras
pessoas. Por outro lado, uma pessoa que está à vontade com o seu eu vai se
sentir à vontade ao lado deste indivíduo confiante e sincero.

Se você praticar todos os princípios deste livro, VOCÊ VAI SE TORNAR ESSA
MULHER SINCERA E CONFIANTE. Porque ninguém vai conseguir te controlar ou
envergonhar, isso vai deixar furioso o homem inseguro que precisa dominar a
mulher para se distrair da sua própria dor. Pense nele com um buraco no coração
tão profundo, que nunca poderá ser preenchido. Você pode querer ajudá-lo, mas
eu garanto, não vai conseguir. Se ele não está disposto a crescer, você não pode
fazer isso por ele.

Se você está na fase de conhecer homens e percebe que alguns se comportam


como acabei de descrever, então parabéns, você evitou meses ou anos de dor de
cabeça e sofrimento tentando transformar um homem perigoso em um Príncipe.
Se você está casado com um desses homens, então reveja o capítulo sobre
homens respondendo a dor e vazios. A menos que você forneça dor suficiente,
ele nunca vai mudar.
103

“Uma mulher que coloca seu coração primeiro faz o


homem revelar seu caráter, seja ele bom ou ruim”.
104

CAPÍTULO 10: Prática, Prática e Mais


Prática

Homens Gostariam Que As Mulheres Soubessem


Que...
1) TODOS OS HOMENS QUEREM CONSEGUIR FAZER UMA MULHER RIR

Uma cliente me disse recentemente: "minha mãe uma vez me disse o segredo dos
homens. Ela disse que todos os homens se sentem ótimos quando conseguem
fazer uma mulher rir e chateados quando não conseguem. Sempre que eu
namorava e um cara tentava ser engraçado, mesmo não sendo, eu sempre sorria,
porque eu sabia que ele estava tentando me impressionar, e ficava lisonjeada".
Aposto que o pai dela era um homem de sorte. Homens de fato gostam de fazer
uma mulher rir e compartilhar seu senso de humor com ela. Todos os homens no
fundo são crianças que gostam de brincar.

Embora seja importante a habilidade de ter conversas profundas e sentir-se


segura o suficiente para compartilhar seus medos, no início de uma relação,
mostre ao homem que você pode ser divertida. Não se leve a sério demais. Se o
senso de humor dele não é para você, o tempo dirá. Só tome cuidado para não se
apressar e fazer julgamentos logo nos primeiros encontros. Homens se sentem
mais atraentes quando uma mulher responde com um sorriso. Se um homem não
consegue tirar um único sorriso de você, então quero que preste atenção nisso.
Se você não consegue rir com ele, você não deveria estar com ele. Há sempre
tempo para conversa séria, mas a capacidade de rir com alguém é muitas vezes
uma boa previsão de sucesso a longo prazo.
105

2) OS HOMENS QUEREM UMA MULHER QUE REAGE BEM AO RECEBER DELE

De todas as sugestões que faço, esta parece ser a mais desconfortável para as
minhas clientes. Elas suspiram e viram os olhos quando eu sugiro que elas
precisam melhorar como recebem. Quando uma mulher está receptiva às
tentativas do homem de agradá-la, ele fica mais propenso a assumir ela. Receber
é como uma mulher seduz um homem. Feito de forma consistente, pode também
"treinar" um homem.

Homens pela sua natureza querem agradar as mulheres e se eles não conseguem
ouvir ou sentir seu prazer, acham que tem algo errado com eles. Simplesmente
dizer a um homem que se divertiu ou que foi bom para você é dificilmente
convincente, especialmente no sexo. É a reação de uma mulher que os homens
imploram mais do que qualquer coisa. Uma mulher que é difícil de agradar
inadvertidamente treina o homem a parar de correr riscos por ela. Acha que
estou querendo que finja felicidade? Não, mas em vez de manter seus bons
pensamentos e sentimentos para si mesma, compartilhe-os com ele. Não se
preocupe em adorar demais ele. Enquanto suas palavras e ações são genuínas, ele
vai querer mais.

Muitas mulheres esquecem que os homens gostam de se exibir. O feedback que


eles são poderosos, bonitos ou inteligentes, vem basicamente da reação positiva
de uma mulher. Quando você aprecia seu gesto, mesmo que ele fez a coisa
errada, você ficará linda aos olhos dele. Uma mulher que tenta ser humilde ao
agir indiferente à tentativa do homem de agradá-la, deixa a mente dele inquieta e
confusa.

Lá dentro de sua cabeça, ele diz a si mesmo: "não vou cometer esse erro
novamente. Eu pensei que ela fosse gostar do meu presente. Eu realmente não
sei como agradá-la, então eu vou simplesmente abaixar a cabeça e não cometer
106

mais erros, dando-lhe o que é errado. Sua desaprovação é simplesmente dolorosa


demais".

Um homem não dá para a mulher que ama com intenção de magoá-la. Existem
muitas outras coisas dolorosas que ele poderia fazer, que exigem menos esforço!
A maneira de incentivar um homem a dar é sempre apreciar o gesto. Com o
tempo, sua confiança em sua habilidade de te agradar irá aumentar, e seus
ouvidos se tornarão mais receptivos para suas sugestões.

3) AJUDAR DEMAIS UM HOMEM FAZ VOCÊ VIRAR A MÃE DELE

Eu vou te dizer o que os homens odeiam (e bota ódio nisso). É quando as


mulheres tentam “ajudar". Isso para o homem é como se a mãe dele estivesse
falando. A razão é que homens gostam de realizar as coisas sozinhos. Eles tem um
grande orgulho em olhar para trás e ver o que realizaram. É por isso que homens
odeiam fazer as tarefas com uma mulher, enquanto que as mulheres gostam de
fazer tarefas juntos, falar bastante e “passar bons momentos” durante o
processo. Homens vêem uma tarefa como uma coisa a fazer e ponto. Conversar
tira a atenção dele.

Ser útil é uma qualidade maravilhosa, mas quando um homem não pede ajuda,
tome cuidado. Homens muitas vezes rotulam isso como irritante.

4) VESTIR-SE COMO UMA MENINA É INCRÍVEL

Isso a ofende ou parece sexista? Não deveria, se seu objetivo é ter um homem
adorando você. Homens são visuais de uma forma que é difícil para muitas
mulheres compreenderem. A maioria dos comerciais de cerveja e pornografia é
voltada para os homens com esse apelo. Em vez de lutar contra os instintos
naturais do homem, por que não fazê-los trabalhar para você?
107

Há três áreas que são fáceis de por em prática, simples de entender e muito
eficaz. A primeira área vem de Rachel Greenwald. Em seu livro Ache um marido
depois dos 35, ela instrui suas leitoras a usar um vestido sempre que possível. Ele
faz uma mulher sentar, andar e até agir de forma mais suave. Homens gostam
muito quando uma mulher se apresenta suave.

A segunda área em foco está relacionada ao cabelo. Basicamente, homens


gostam de cabelos longos. Se eu pudesse mudar uma coisa no campo feminino,
seria impedir que mulheres com mais de 40 anos usasse cabelos longos,
simplesmente porque não parecem naturais. Você não vai encontrar um homem
que acredita nisso. Não estou dizendo que não há mulheres que ficam bem com
cabelo curto, estou apenas dizendo o que a maioria dos homens prefere.

Se você tem cabelos longos, sempre que possível, faça um rabo de cavalo. Eu sei
que as mulheres só fazem isso quando seu cabelo está desarrumado ou não
querem lavá-lo, mas homens naturalmente gostam de rabo de cavalo. Isso faz o
homem pensar em sexo porque mostra a parte de trás do pescoço –– muito sexy.
Um rabo de cavalo é chamativo para um homem de uma forma que palavras não
são necessárias.

O que você deve fazer para aquelas situações onde um rabo de cavalo não é
apropriado? Essas situações exigem a terceira área de influência, que é usar
saltos. Eles não precisam ser altos, apenas algo que levante seu calcanhar do
chão. As mulheres andam diferentes quando estão com saltos e homens gostam
de vê-las caminhando dessa forma. Se a situação é casual demais para saltos, faça
um rabo de cavalo no cabelo. E para as ocasiões formais, use saltos altos.

Lembre-se que homens (e seu homem) estão sempre observando você. Sua arma
secreta é que você é uma menina. Suas curvas e a parte de trás do seu pescoço
são um forte exalador de sensualidade em que homens querem ficar presos.
108

5) VOCÊ TEM UM BOTÃO "ON"

Aqui está uma coisa que eu ensino a toda esposa que deseja saber como inspirar
seu marido a consistentemente procurar formas de agradá-la. Falo para elas
dizerem estas mesmas palavras: "Querido, quero te dizer uma coisa que me deixa
um pouco nervosa. Vou confiar em você um segredo e espero que você não o use
contra mim. Eu tenho um botão que quando você aperta, faço tudo o que você
quiser, e funciona sempre". Neste momento, 100% dos homens
desesperadamente perguntam (alguns tentam parecer casuais): "Então me diga,
qual é"?

Aí você diz: "Desculpe, mas eu não posso. É muito assustador. Tenho medo de
você apertar esse botão no supermercado e eu acabar fazendo sexo com você lá
mesmo, ou você pode pressioná-lo na Igreja e eu ficaria sem forças para resistir a
você. Eu posso lhe dizer que esse botão existe, mas não posso dizer exatamente
onde é ou o que é".

Agora a verdade é que seu botão muda o tempo todo. Às vezes ele é pressionado
quando ele diz algo gentil ou bonito, outras vezes pode ser um gesto, como trazer
flores. Você saberá que ele apertou seu botão quando você se sentir amorosa e
excitada por ele.

Quando ele pressionar esse botão mágico, eu quero que você diga a ele: "é isso aí
querido," em vez de um simples "obrigado”. Você provavelmente não terá de
dizer mais nada, porque ele será capaz de saber pela sua reação.

Maridos que sentem que eles dominam sua esposa no pressionar de um botão
raramente sofrem com falta de sexo. Quando ele ver que você realmente tem um
botão “ON”, ele vai tentar coisas diferentes para saber exatamente como
funciona seu botão. Nada é mais gostoso para um homem do que ser capaz de
109

fazer uma mulher sentir prazer. Mesmo que ele nunca encontre seu botão, o
processo é muito divertido.
110

CAPÍTULO 11: Considerações Finais


Se você tentar as sugestões neste livro, esteja preparada. Qualquer coisa nova
que você começar vai parecer desconfortável. As coisas podem não funcionar
imediatamente, e você pode ter algumas reações adversas de pessoas. Porém, se
você quiser resultados diferentes, você deve estar disposta a pensar e fazer as
coisas de maneira diferente. Você tem que tentar essas coisas novas por um
período de tempo longo o suficiente — digamos, dois ou três meses — antes que
eles realmente possam se tornar parte de você. Se você tentar tudo pela metade
ou com pouco esforço, e não deixar as sugestões influenciar quem você é, você
terá resultados muito pobres.

Os métodos neste livro não são projetados para ser algo que você pode
aleatoriamente tentar e esperar resultados instantâneos. Esses tipos de
expectativas são para crianças. Obter resultados diferentes e ter um
relacionamento maravilhoso tem a ver com se tornar alguém diferente. Conforme
for praticando o que acabou de ler, você vai começar a deixar de lado essas
antigas formas de relacionar e lidar com os homens, enquanto permite o que está
em seu coração assumir. Ser capaz de fazer as coisas, mesmo quando você se
sente desconfortável, é o ingrediente principal para aqueles que são bem
sucedidos. Se uma mulher espera até estar confortável em ser vulnerável e só
assume riscos quando as coisas estão indo perfeitamente bem, ela vai esperar
para sempre um relacionamento entrar na sua vida ou seu casamento melhorar.

O que você faz quando está desanimada é o que mais importa. Quando você
estiver desanimada, você vai tentar o que está neste livro? Ou vai dizer "Isso não
vai funcionar"? Quando sentir-se solitária, vai se comprometer a fazer o que eu
ensinei ou vai apenas fazer o que é familiar? Se fizer corretamente, você vai se
sentir como a "Alice no país das maravilhas". Você deve esperar por obstáculos e
111

contar com decepções. Seja fiel ao sonho que você tem para seu relacionamento,
não às circunstâncias.

Se você é casada ou namora alguém, o que é que você pode esperar de seu
parceiro? Espere ele ficar curioso. Agora você vai começar a se relacionar com ele
de forma diferente como relacionava no passado, e eles podem não ter certeza
exatamente de como lidar com o seu novo eu. Há uma dinâmica interessante na
terapia, que se um indivíduo ou casal vai ver alguém, enquanto eles pedem
mudança, eles têm uma necessidade profunda e inata de manter as coisas como
estão, por causa de sua necessidade de manter tudo em sua vida confortável,
habitual, familiar. Se o marido e a esposa estão discutindo o tempo todo, eles
certamente não querem continuar argumentando, mas eles tem um padrão que
foi desenvolvido por meses ou mesmo anos e eles sabem como reagir a esses
padrões. A esposa sabe exatamente o que fazer quando seu marido grita, e o
marido sabe o que fazer quando sua esposa chora.

Cada pessoa ou casal tem dificuldade em abandonar o que é familiar, mesmo que
não seja saudável ou improdutivo. Embora seja desconfortável, tentar algo novo
pode parecer ainda mais assustador do que viver com as atuais circunstâncias. Se
você começar a mudar a dinâmica em seu relacionamento, seu namorado ou
marido pode testar você para medir sua disposição em continuar com as
mudanças. Ele pode armar uma armadilha ou provocar você, na tentativa de fazer
você ter um comportamento mais familiar, porque você está “assustando” ele.
Espere isso acontecer, e perceba que você provavelmente terá que ser a pessoa a
continuar com o plano. Com paciência e perseverança, seu parceiro vai mudar,
porque ele agora está em um relacionamento com alguém diferente. Suas velhas
formas de relacionar com você não funcionarão mais.

O motivo para mudar seu parceiro tem a ver com a diferença entre influenciar e
controlar. Controle, por definição, significa que você tem poder total e absoluto
112

sobre algo ou alguém. O controle é raramente aplicável. Um pai tem controle


sobre a maioria das ações do filho, como um empregado está sob o controle de
um empregador em determinadas circunstâncias.

Controle depende de alguém se render. Eles tem que desistir dos poderes deles.

Já a influência é quando nos concentramos em percentagens e graus. Se você


estiver no meu consultório e eu disser: "quero que você faça 500 flexões e quero
agora", não há nada que eu possa fazer para ver você fazer isso. Se eu tentar
controlá-la, eu estou destinado ao fracasso. Eu não posso fazer você fazer algo
que você simplesmente não quer fazer. No entanto, se a minha ênfase está na
influência, vou tentar me apresentar com algo que me dá uma chance maior de
sucesso. Posso lhe oferecer dinheiro, posso sacar uma arma e ameaçar atirar em
você ou posso usar o uma infinidade de outros métodos e ainda não há garantias
que você vai fazer as flexões, mas as chances de você pelo menos tentar
aumentarão bastante.

Para finalizar, desejo-lhe todo o sucesso com seus relacionamentos atuais ou


futuros. Não preciso desejar-lhe boa sorte porque você não vai precisar! Sorte é
quando algo bom acontece e você não tem nem ideia de como você fez isso.

Este livro foi escrito para você criar um relacionamento ou corrigir o atual. Se
você aplicar estes princípios na sua vida, garanto que você vai irradiar como uma
fogueira, quente e brilhante, como uma aura que os homens acham irresistíveis!