Você está na página 1de 3

MEDIDORES DE LINHA

MODELO ZC-17-20 MODELO ZC-17-80

DIÂMETRO DIÂMETRO
NOMINAL NOMINAL
2" (50mm) 3" (75mm)

MODELO ZC-17-150 MODELO ZC-17-250

DIÂMETRO DIÂMETRO
NOMINAL NOMINAL
4" (100mm) 6" (150mm)
APLICAÇÕES
4
Os medidores volumétrico M.RIBEIRO são instrumentos
de medição projetados para um preciso controle
volumétrico do produto em inúmeras situações como
segue:
Ÿ Carga e descarga em depósitos, refinarias, oleodutos,
caminhões, vagões tanque, navios, aviões e comboios.
Ÿ Medição de produtos derivados do petróleo e álcool
hidratado ou anidro, funcionando por gravidade ou 1
bombeamento.
Ÿ Instalações industriais fixas ou móveis.
Ÿ Instalações em bancas de ensaios para aferição de 3
medidores, bombas, filtros e outros equipamentos que 2
necessitam de controle.
Ÿ Controle volumétrico nas indústrias químicas, 5
petroquímicas, fertilizantes, tintas, óleos, bebidas, etc.
Ÿ Operações de controle de misturas em carregamentos e
processos industriais.
ESPECIFICAÇÕES
DESCRIÇÃO/CARACTERÍSTICAS
Os medidores volumétricos M.RIBEIRO modelo ZC-17
são do tipo deslocamento positivo de carcaça simples e
passagem reta, constituídos de câmara de medição
equipada com rotor que incorpora palhetas, transmissor e
dispositivo de regulagem contínua por micro ajuste ou
calibrador micrométrico tipo cone (ZC-17-20), tubulação de 25m³ /h
entrada e saída do fluído, contadores de volume de 05
dígitos de leitura parcial com retorno a zero e totalizador
perpétuo de 08 dígitos. 0,400 l 2,275 l 4,550 l 6,825 l
Com seu exclusivo princípio de funcionamento, o fluxo do
fluído é completamente desturbilhonado enquanto está
sendo medido.
Por não haver perdas de energia na manutenção da
velocidade do líquido, as fugas de produtos são reduzidas
ao mínimo possível, resultando em uma excelente exatidão
do conjunto.
Baixa perda de carga devido sua simplicidade de
escoamento e o mínimo atrito pelo reduzido número de
peças móveis representam longa vida para os
componentes e um baixo índice de manutenção,
assegurando a exatidão do medidor por um longo período
de tempo sem necessidade de recalibração.
Seu corpo de construção robusta, resistente às Repetibilidade 0,01% 0,01% 0,01% 0,01%
intempéries, evita distorções quando submetido à
variações de pressão ou alongamento térmico da
tubulação.

FUNCIONAMENTO (Ver fig. 1)


A câmara de medição é composta pelo corpo do medidor Notas:
(estator) (1) que possui duas partes cilíndricas de raios Ÿ Flanges conforme norma ANSI B.16.5 RF classe 150. O
diferentes ligados entre si por superfície curva; rotor modelo ZC-17-20 é acompanhado por contra-flanges
cilíndrico (2) de raio igual ao da menor parte cilíndrica do especiais com rosca BSP 2".
estator que gira concentricamente a este sobre rolamentos Ÿ Sob consulta, os medidores poderão ser fornecidos com
esféricos; dois pares de palhetas em cada câmara de outros padrões de flanges.
medição (3), cada uma delas formando um conjunto unidos Ÿ Os medidores de linha M.RIBEIRO são fabricados para
por eixos. instalações onde o sentido de fluxo é da esquerda para
O estator é fechado lateralmente por duas tampas e a direita (entrada a esquerda), tomando essa orientação
acoplado à tubulação (4) assegurando a entrada e saída do como referência para indicar a frente do medidor, onde
líquido. se interpreta o volume expresso no contador.
O líquido entra sob pressão no sentido indicado pela seta Opcionalmente os medidores poderão ser
provocando um movimento de rotação no conjunto rotor- fornecidos com entrada a direita.
palhetas. Uma quantidade de líquido (5) é retida entre duas Ÿ Todos os medidores M.RIBEIRO são testados e
palhetas consecutivas e medida a cada volta do rotor, aferidos na fábrica com equipamentos certificados e
sendo o volume cíclico igual a quatro vezes a quantidade rastreados.
de líquido que é transportado entre as duas palhetas. Ÿ Certificados de testes emitidos por órgãos legais são
fornecidos quando necessário.
DIMENSÕES GERAIS
270 Flanges ANSI B.16.5 RF classe 150 - 3"
235 178 178
293 177,1
217
114,5

108

587
254,5
570
496

446
405
108
406
129
Ø2" - 11 BSP

209

180 108 == 306 87,5 282,5


M8 x 1,25 (4x) na
circunferência Ø110 111 86 424

Flanges ANSI B.16.5 RF classe 150 - 4"


Flanges ANSI B.16.5 RF classe 150 - 6"
216 216
240,5 365 365 304

276,5

587
254,5

587

446
428
446
405

306 214,5 409,5

675
306 151 346

550,4

CURVAS CARACTERÍSTICAS DOS ERROS


DE INDICAÇÃO E DE PERDAS DE CARGA

(0,4)

(0,2)

MATERIAL DOS COMPONENTES


Ÿ Tubulação: Aço carbono / Alumínio para ZC-17-20 Ÿ Rolamentos: Aço inox
Ÿ Corpo: Ni-Resist ou Ferro Fundido Ÿ Palhetas: Grafite
Ÿ Flanges: Aço carbono Ÿ Tampas: Aço carbono revestido com cromo duro
Ÿ Rotor: Alimínio Ÿ Vedações: Viton / Teflon

NOTA:
Ÿ Tubulações especiais são utilizadas para produtos industriais.
Ÿ Certificados de materiais são fornecidos se necessário.