Você está na página 1de 16

REVISÕES

Nº DESCRIÇÃO EXECUTADO VERIFICADO APROVADO DATA

0 EMISSÃO PHILIPPE BARBOSA LUCIANA MATOS NORMANDO ALVES 31/10/2018

ENSAIO DE CONTINUIDADE
ELÉTRICA DAS ARMADURAS
“PRIMEIRA VERIFICAÇÃO”

WWW.TEL.COM.BR

CONTROL TEC

SHOPPING DEL REY

AVENIDA PRESIDENTE CARLOS LUZ, Nº 3001 – PAMPULHA – BELO HORIZONTE / MG

TÉCNICO RESPONSÁVEL PELO CONTRATO ART / CREA-MG ENGENHEIRO RESPONSÁVEL

PHILIPPE BARBOSA 4666243 LILIANE REZENDE GUIMARÃES MORAIS


CREA: 57.590/D MG

FORMATO TOTAL DE FOLHAS ARQUIVO NÚMERO

A4 16 TEL-TEC-2754-E-MI-01-00
SUMÁRIO
1. OBJETIVO......................................................................................................................................... 3

2. REFERÊNCIAS................................................................................................................................. 3

3. DADOS GERAIS SOBRE A MEDIÇÃO DE CONTINUIDADE ELÉTRICA.........................................4

4. IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS DE MEDIÇÃO...............................................................................5

5. TABELA COM OS VALORES MEDIDOS..........................................................................................5

6. CONCLUSÃO.................................................................................................................................. 11

ANEXO IP – IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS DE MEDIÇÃO............................................................12

ANEXO ART – ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA.....................................................16

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 2/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
1.OBJETIVO
Este documento tem por objetivo registrar a primeira verificação de continuidade elétrica das
armaduras de aço da estrutura de concreto, a fim de verificar a possibilidade do uso das mesmas como
componentes naturais do SPDA.

2.REFERÊNCIAS

NORMAS
• Anexo E (normativo): Ensaio de Continuidade elétrica das armaduras, da NBR 5419-3/2015: Proteção
contra descargas atmosféricas – Parte 3: Danos físicos a estruturas e perigos à vida

DOCUMENTOS
ARQUIVO DESCRIÇÃO EMISSOR DATA
TEL-TEC-2754-D-DT-01 Dossiê Técnico do projeto de SPDA TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-GR-01 Gerenciamento de risco devido às descargas atmosféricas TERMOTÉCNICA 06/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-01 Projeto de SPDA da Parte 01 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-02 Projeto de SPDA da Parte 02 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-03 Projeto de SPDA da Parte 03 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-04 Projeto de SPDA da Parte 04 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-05 Projeto de SPDA da Parte 05 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-06 Projeto de SPDA da Parte 06 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-07 Projeto de SPDA da Parte 07 TERMOTÉCNICA 13/07/18
TEL-TEC-2754-D-PS-08 Projeto de SPDA da Parte 08 TERMOTÉCNICA 13/07/18
028 06 001 rev03 Locação e Cargas Nas Estacas (1ª Parte) PROMON 01/03/90
028 06 002 rev05 Locação e Cargas Nas Estacas (2ª Parte) PROMON 11/04/90
028 06 111 rev02 Planta – Fundações PROMON 12/02/90
028 06 112 rev04 Planta – Fundações PROMON 19/03/90
028 06 113 rev05 Planta – Fundações PROMON 18/06/90
028 06 114 rev03 Planta – Fundações (1ª Parte) PROMON 13/06/90
028 06 115 rev03 Planta – Fundações (2ª Parte) PROMON 20/08/90
028 06 116 rev07 Planta – Fundações PROMON 15/08/90
028 06 117 rev04 Planta – Fundações PROMON 02/07/90
028 06 118 rev02 Planta – Fundações PROMON 30/03/90
028 06 119 rev04 Planta – Fundações PROMON 27/08/90
028 06 122 rev03 Planta – Nível 52, 66 PROMON 22/08/90
028 06 131 rev02 Planta – Nível 55, 93 PROMON 30/08/90

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 3/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
ARQUIVO DESCRIÇÃO EMISSOR DATA
028 06 132 rev03 Planta – Nível 55, 93 PROMON 04/10/90
028 06 133 rev02 Planta – Nível 55, 93 PROMON 21/06/90
028 06 134 rev02 Planta – Nível 55, 93 (1ª Parte) PROMON 10/09/90
028 06 135 rev5 Planta – Nível 55, 93 (2ª Parte) PROMON 04/09/90
028 06 136 rev2 Planta – Nível 55, 93 PROMON 13/11/90
028 06 137 rev2 Planta – Nível 55, 93 PROMON 04/10/90
028 06 138 rev2 Planta – Nível 55, 93 PROMON 27/07/90
028 06 139 rev2 Planta – Nível - 55, 93 PROMON 23/08/90
028 06 151 rev3 Planta – Nível 61, 93 PROMON 27/07/90
028 06 152 rev5 Planta – Nível 61, 93 PROMON 04/10/90
028 06 153 rev1 Planta – Nível 61, 93 PROMON 21/06/90
028 06 154 rev3 Planta – Nível 61, 93 (1ª Parte) PROMON 06/09/91
028 06 155 rev2 Planta – Nível 61, 93 (2ª Parte) PROMON 19/10/90
028 06 156 rev2 Planta – Nível 61, 93 PROMON 08/11/90
028 06 157 rev3 Planta – Nível 61, 93 PROMON 09/10/90
028 06 158 rev2 Planta – Nível 61, 93 PROMON 28/08/90
028 06 159 rev3 Planta – Nível – 61, 93 PROMON 26/10/90
MERCÊS FARIA
MFA-DR-AB-FL01_NIVEL50-R03 Planta Baixa Nível 50 09/08/13
ARQUITETURA
MERCÊS FARIA
MFA-DR-AB-FL02_NIVEL56-R03 Planta Baixa Nível 56 09/08/13
ARQUITETURA
MERCÊS FARIA
MFA-DR-AB-FL03_NIVEL62-R03 Planta Baixa Nível 62 09/08/13
ARQUITETURA
MFA-DR-AB-FL04_NIVEL46-59- MERCÊS FARIA
Planta Baixa Nível 46 E 59 09/08/13
R02 ARQUITETURA
MFA-DR-AB-FL09_COBERTURA- MERCÊS FARIA
Cobertura 09/08/13
R03b ARQUITETURA

3.DADOS GERAIS SOBRE A MEDIÇÃO DE CONTINUIDADE ELÉTRICA


✔ Datas da medição: 11/09/2018 à 29/10/2018.
✔ Responsável pela medição: Philippe Barbosa
✔ Auxiliar(es): Luan Marcelino, Marcos Vinícius, Matheus Silva, Vitor Tinoco
✔ Aparelho utilizado: Microhmímetro Digital Megabras, modelo MPK-254, nº de série ME 1046 C
✔ Calibração do aparelho utilizado: realizada com tempo inferior a um ano

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 4/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
4.IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS DE MEDIÇÃO
Para identificação dos pilares utilizados no ensaio de continuidade elétrica das ferragens estruturais,
ver anexo IP.

5.TABELA COM OS VALORES MEDIDOS


Legenda para os comentários nas tabelas 1 e 2:
Contínuo: Continuidade medida no trecho eficiente.
Descontínuo: Não existe continuidade no trecho medido.
Fora de Resistência alta com valor acima do que o microhmímetro possa medir, ou seja, acima do
escala: valor máximo aceitável e por tanto com continuidade insatisfatória.

Tabela 1: ensaio para o subsistema de descidas


MEDIÇÃO ORIGEM (TOPO) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
1 P1 P1 126,8 CONTÍNUO
2 P1 P47 359,1 CONTÍNUO
3 P1 P2 153,4 CONTÍNUO
4 P2 P2 216,6 CONTÍNUO
5 P3 P3 125,9 CONTÍNUO
6 P3 P2 164,3 CONTÍNUO
7 P3 P4 27,9 CONTÍNUO
8 P4 P4 154,3 CONTÍNUO
9 P5 P5 187,9 CONTÍNUO
10 P5 P4 189,3 CONTÍNUO
11 P5 P6 255,3 CONTÍNUO
12 P6 P6 25,3 CONTÍNUO
13 P7 P7 38,2 CONTÍNUO
14 P7 P6 363,8 CONTÍNUO
15 P7 P8 206,9 CONTÍNUO
16 P8 P8 103,3 CONTÍNUO
17 P9 P9 135,8 CONTÍNUO
18 P9 P10 268,6 CONTÍNUO
19 P9 P8 205,9 CONTÍNUO
20 P10 P10 200,0 CONTÍNUO
21 P11 P11 153,5 CONTÍNUO
22 P11 P10 184,0 CONTÍNUO
23 P11 P12 125,3 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 5/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (TOPO) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
24 P12 P12 177,5 CONTÍNUO
25 P13 P14 135,6 CONTÍNUO
26 P13 P13 149,3 CONTÍNUO
27 P13 P12 108,9 CONTÍNUO
28 P14 P14 132,5 CONTÍNUO
29 P15 P48 44,0 CONTÍNUO
30 P15 P15 175,8 CONTÍNUO
31 P15 P14 80,1 CONTÍNUO
32 P15 P16 39,6 CONTÍNUO
33 P16 P51 85,9 CONTÍNUO
34 P16 P16 79,6 CONTÍNUO
35 P17 P16 96,7 CONTÍNUO
36 P17 P17 88,2 CONTÍNUO
37 P17 P18 86,9 CONTÍNUO
38 P18 P18 213,3 CONTÍNUO
39 P19 P19 189,3 CONTÍNUO
40 P19 P18 124,9 CONTÍNUO
41 P19 P54 78,3 CONTÍNUO
42 P19 P20 85,9 CONTÍNUO
43 P20 P20 56,3 CONTÍNUO
44 P21 P21 123,5 CONTÍNUO
45 P21 P22 216,1 CONTÍNUO
46 P21 P55 250,4 CONTÍNUO
47 P21 P20 302,3 CONTÍNUO
48 P22 P56 62,8 CONTÍNUO
49 P22 P22 88,2 CONTÍNUO
50 P23 P22 117,3 CONTÍNUO
51 P23 P23 152,3 CONTÍNUO
52 P23 P24 161,9 CONTÍNUO
53 P24 P24 187,9 CONTÍNUO
54 P25 P24 124,3 CONTÍNUO
55 P25 P25 145,3 CONTÍNUO
56 P25 P26 285,9 CONTÍNUO
57 P26 P26 123,3 CONTÍNUO
58 P27 P27 125,3 CONTÍNUO
59 P27 P26 65,9 CONTÍNUO
60 P27 P28 120,6 CONTÍNUO
61 P28 P28 197,9 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 6/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (TOPO) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
62 P29 P29 186,3 CONTÍNUO
63 P29 P28 88,3 CONTÍNUO
64 P29 P30 138,6 CONTÍNUO
65 P30 P30 204,9 CONTÍNUO
66 P31 P31 123,7 CONTÍNUO
67 P31 P30 177,5 CONTÍNUO
68 P31 P32 277,8 CONTÍNUO
69 P32 P32 57,0 CONTÍNUO
70 P33 P33 118,7 CONTÍNUO
71 P33 P32 142,5 CONTÍNUO
72 P33 P34 125,0 CONTÍNUO
73 P34 P34 91,5 CONTÍNUO
74 P35 P35 180,0 CONTÍNUO
75 P35 P34 265,9 CONTÍNUO
76 P35 P36 93,0 CONTÍNUO
77 P36 P36 110,4 CONTÍNUO
78 P37 P37 92,5 CONTÍNUO
79 P37 P36 69,6 CONTÍNUO
80 P37 P38 129,5 CONTÍNUO
81 P38 P38 189,9 CONTÍNUO
82 P39 P39 86,5 CONTÍNUO
83 P39 P38 103,7 CONTÍNUO
84 P39 P40 138,1 CONTÍNUO
85 P39 P60 95,5 CONTÍNUO
86 P39 P64 162,4 CONTÍNUO
87 P40 P40 129,6 CONTÍNUO
88 P41 P41 296,3 CONTÍNUO
89 P41 P40 269,4 CONTÍNUO
90 P41 P42 165,9 CONTÍNUO
91 P42 P42 125,3 CONTÍNUO
92 P42 P43 153,9 CONTÍNUO
93 P42 P60 95,3 CONTÍNUO
94 P43 P43 163,9 CONTÍNUO
95 P44 P44 147,6 CONTÍNUO
96 P44 P43 173,3 CONTÍNUO
97 P44 P45 172,3 CONTÍNUO
98 P44 P60 412,3 CONTÍNUO
99 P45 P45 119,4 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 7/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (TOPO) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
100 P46 P46 48,2 CONTÍNUO
101 P46 P45 108,5 CONTÍNUO
102 P46 P47 170,5 CONTÍNUO
103 P47 P63 108,3 CONTÍNUO
104 P47 P47 102,9 CONTÍNUO
105 P48 P48 89,3 CONTÍNUO
106 P49 P49 224,5 CONTÍNUO
107 P49 P48 82,9 CONTÍNUO
108 P49 P50 137,1 CONTÍNUO
109 P50 P50 14,1 CONTÍNUO
110 P51 P51 55,6 CONTÍNUO
111 P51 P50 11,7 CONTÍNUO
112 P51 P52 97,4 CONTÍNUO
113 P52 P52 69,0 CONTÍNUO
114 P53 P53 61,2 CONTÍNUO
115 P53 P52 56,4 CONTÍNUO
116 P53 P54 81,4 CONTÍNUO
117 P54 P54 89,7 CONTÍNUO
118 P55 P55 146,0 CONTÍNUO
119 P55 P54 76,2 CONTÍNUO
120 P55 P56 147,5 CONTÍNUO
121 P56 P56 38,2 CONTÍNUO
122 P57 P56 59,6 CONTÍNUO
123 P57 P57 183,1 CONTÍNUO
124 P57 P58 468,7 CONTÍNUO
125 P57 P59 65,9 CONTÍNUO
126 P58 P58 53,9 CONTÍNUO
127 P59 P59 62,3 CONTÍNUO
128 P60 P60 92,1 CONTÍNUO
129 P60 P37 82,9 CONTÍNUO
130 P60 P61 202,0 CONTÍNUO
131 P60 P64 190,3 CONTÍNUO
132 P61 P61 217,4 CONTÍNUO
133 P62 P62 80,7 CONTÍNUO
134 P62 P61 100,7 CONTÍNUO
135 P62 P63 58,7 CONTÍNUO
136 P62 P65 103,3 CONTÍNUO
137 P63 P63 85,9 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 8/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (TOPO) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
138 P63 P47 102,3 CONTÍNUO
139 P64 P64 108,3 CONTÍNUO
140 P65 P65 93,7 CONTÍNUO

Tabela 2: ensaio para o subsistema de aterramento


MEDIÇÃO ORIGEM (BASE) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
141 P1 P47 341,9 CONTÍNUO
142 P1 P2 182,0 CONTÍNUO
143 P3 P2 301,3 CONTÍNUO
144 P3 P4 275,4 CONTÍNUO
145 P5 P4 206,7 CONTÍNUO
146 P5 P6 279,4 CONTÍNUO
147 P7 P6 29,7 CONTÍNUO
148 P8 P9 56,1 CONTÍNUO
149 P8 P7 47,1 CONTÍNUO
150 P10 P9 38,4 CONTÍNUO
151 P10 P11 93,7 CONTÍNUO
152 P11 P12 89,9 CONTÍNUO
153 P13 P14 103,3 CONTÍNUO
154 P13 P12 205,8 CONTÍNUO
155 P14 P48 109,1 CONTÍNUO
156 P15 P14 132,2 CONTÍNUO
157 P15 P16 214,1 CONTÍNUO
158 P17 P16 262,0 CONTÍNUO
159 P17 P18 89,1 CONTÍNUO
160 P18 P19 61,8 CONTÍNUO
161 P20 P21 210,9 CONTÍNUO
162 P20 P19 60,1 CONTÍNUO
163 P22 P21 125,3 CONTÍNUO
164 P22 P23 171,4 CONTÍNUO
165 P22 P56 107,6 CONTÍNUO
166 P24 P23 146,1 CONTÍNUO
167 P24 P25 155,0 CONTÍNUO
168 P24 P59 164,0 CONTÍNUO
169 P26 P25 114,5 CONTÍNUO
170 P26 P27 204,0 CONTÍNUO
171 P28 P27 251,5 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 9/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (BASE) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
172 P28 P29 142,1 CONTÍNUO
173 P30 P31 144,9 CONTÍNUO
174 P30 P29 107,3 CONTÍNUO
175 P32 P31 113,1 CONTÍNUO
176 P32 P33 138,7 CONTÍNUO
177 P34 P33 139,3 CONTÍNUO
178 P34 P35 196,0 CONTÍNUO
179 P36 P35 120,6 CONTÍNUO
180 P36 P37 145,9 CONTÍNUO
181 P38 P37 179,9 CONTÍNUO
182 P38 P39 129,5 CONTÍNUO
183 P38 P60 285,4 CONTÍNUO
184 P38 P64 422,2 CONTÍNUO
185 P40 P41 77,3 CONTÍNUO
186 P40 P39 252,8 CONTÍNUO
187 P42 P41 154,0 CONTÍNUO
188 P42 P43 190,3 CONTÍNUO
189 P44 P45 163,0 CONTÍNUO
190 P44 P43 256,3 CONTÍNUO
191 P46 P45 49,3 CONTÍNUO
192 P46 P47 170,5 CONTÍNUO
193 P46 P62 119,3 CONTÍNUO
194 P46 P65 118,9 CONTÍNUO
195 P46 P63 108,3 CONTÍNUO
196 P49 P48 148,6 CONTÍNUO
197 P49 P50 294,4 CONTÍNUO
198 P51 P50 360,6 CONTÍNUO
199 P51 P52 182,3 CONTÍNUO
200 P53 P52 98,6 CONTÍNUO
201 P53 P54 211,0 CONTÍNUO
202 P55 P56 124,8 CONTÍNUO
203 P55 P54 103,5 CONTÍNUO
204 P57 P56 147,5 CONTÍNUO
205 P57 P23 105,8 CONTÍNUO
206 P57 P59 144,3 CONTÍNUO
207 P57 P58 253,1 CONTÍNUO
208 P60 P64 175,1 CONTÍNUO
209 P60 P61 151,6 CONTÍNUO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 10/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
MEDIÇÃO ORIGEM (BASE) DESTINO (BASE) VALOR MEDIDO (mW) COMENTÁRIO
210 P62 P65 187,9 CONTÍNUO
211 P62 P63 206,9 CONTÍNUO
212 P62 P61 52,4 CONTÍNUO

6.CONCLUSÃO
De acordo com os dados obtidos a partir do ensaio de continuidade elétrica das armaduras, concluímos
que as ferragens estruturais apresentam continuidade elétrica e poderão ser utilizadas como componentes
naturais nos subsistemas de descidas e aterramento do SPDA, pois os valores medidos estão de acordo com o
exigido no Anexo E da NBR 5419-3/2015.
Observação: todas as complementações necessárias para o uso correto da estrutura como parte do
SPDA serão apresentadas na revisão dos projetos de SPDA referenciados no item 2 deste relatório.

Nota: De acordo com o item F.3, do Anexo F da NBR 5419-3/2015, deve ser realizada uma verificação final da continuidade elétrica,
entre a parte mais alta do subsistema de captação e o aterramento (preferencialmente no BEP), após a conclusão da instalação do
SPDA que utiliza componentes naturais como descidas.
Caso tenha interesse, podemos compor uma proposta para tal. Solicite seu orçamento na época da conclusão da instalação.

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 11/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
ANEXO IP – IDENTIFICAÇÃO DOS PONTOS DE MEDIÇÃO

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 12/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br
ANEXO ART – ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA

ARQUIVO N°: TEL-TEC-2754-E-MI-01-00 PÁG: 16/16


TERMOTÉCNICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA | (31) 3308 – 7010 | engenharia@tel.com.br