Você está na página 1de 9

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTA MARIA DA FEIRA

Biologia e Geologia – 11º ano


Ficha de trabalho Nº 2

Nome__________________________________________________Nº _______T _______Data_________

UnidadeCiência,
Assunto: 6: Reprodução
Tecnologia, Sociedade e Ambiente
Capítulo 2: Reprodução sexuada e variabilidade genética

1. Os indivíduos de uma mesma espécie apresentam diferenças entre si, o que se deve à meiose e à
fecundação. Um dos processos que mais contribui para a variabilidade genética ocorre no decurso
da meiose e é designado por crossing-over. Na Figura 1 está representada a ocorrência deste
fenómeno.

1.1 No final da meiose geram-se _______ com o mesmo número de cromossomas e com informação
genética _______.

a) quatro células diploides (…) idêntica

1 Ficha de Trabalho nº 2
b) quatro células haploides (…) diferente
c)duas células diploides (…) idêntica
d) duas células haploides (…) diferente

1.2 Na imagem I da Figura 1 a célula encontra-se na _______ uma vez que _______ .
a) Prófase II (…) o fuso acromático está a organizar-se
b) Prófase II (…) os cromossomas homólogos estão emparelhados
c) Prófase I (…) o fuso acromático está a organizar-se
d) Prófase I (…) os cromossomas homólogos estão emparelhados

1.3O fenómeno de crossing-over ocorre na imagem ______ da Figura 1 e correponde a ______ .


a) II (…) trocas recíprocas de segmentos de cromatídios entre dois cromossomas homólogos
b) III (…) trocas recíprocas de segmentos de cromatídios entre dois cromossomas homólogos
c) III (…) alterações no número ou no arranjo dos genes o que aumenta a variabilidade
d) II (…) alterações no número ou no arranjo dos genes o que aumenta a variabilidade

1.4 A troca de segmentos entre cromatídios _______ de cromossomas homólogos possibilita _______
combinações de genes dos progenitores no mesmo cromossoma.
a) Irmãos (…) as mesmas0
b) não irmãos (…) novas
c) irmãos (…) novas
d) não irmãos (…) as mesmas

1.5 É no decurso da fase I da meiose, mais concretamente na _______, que ocorre _______, o que contribui
para a variação genética das células resultantes.
a) Metáfase I (…) a separação aleatória dos pares de cromossomas homólogos
b) Metáfase I (…) o emparelhamento dos cromossomas homólogos
c) Anáfase I (…) a separação aleatória dos pares de cromossomas homólogos
d) Anáfase I (…) o emparelhamento dos cromossomas homólogos

1.6 Na imagem V da Figura 1, o segundo e o terceiro cromossomas apresentam informação genética


_______ em resultado da _______ ocorrida como consequência do crossing-over.
a) dos dois progenitores (…) redução
b) dos dois progenitores (…) recombinação
c) de cada um dos progenitores (…) redução
d) de cada um dos progenitores (…) recombinação

1.7A fecundação contribui para a variabilidade genética porque _______.

2 Ficha de Trabalho nº 2
a) ocorre entre indivíduos de espécies diferentes
b) acontece em todos os seres vivos vertebrados
c) verifica-se desde que surgiu a pluricelularidade
d) permite a junção ao acaso das células sexuais

1.8 Considera as três afirmações relacionadas com a reprodução sexuada. Seleciona a opção que as avalia
corretamente.
I – Os organismos gerados por reprodução sexuada são únicos e diferentes dos progenitores e dos irmãos.
II – A meiose contribui para a variabilidade ao reduzir o número de cromossomas de cada espécie.
III – As combinações possíveis entre cromossomas de origem paterna e materna dependem do número de
cromossomas da célula diploide.
a) As afirmações I e II são verdadeiras; III é falsa.
b) A afirmação I é verdadeira; II e III são falsas.
c) As afirmações II e III são verdadeiras; I é falsa.
d) As afirmações I e III são verdadeiras; II é falsa.
e)
2. Observa com atenção as seguintes figuras.

2.1 Identifique na figura A as células haplóides e as diplóides.


2.2 Indique no ciclo do Homem os processos responsáveis pela formação de células haplóides e
pela reposição da diploidia.

2.3 Preveja no Homem os tecidos onde poderão ser observadas imagens de meiose.

2.4 Quantas células-filhas se produzem a partir de uma célula progenitora através da meiose?

3 Ficha de Trabalho nº 2
2.5 Apresente uma explicação para o facto de o número de cromossomas das espécies que se
reproduzem sexuadamente se manter constante ao longo das gerações.

2.6 Comente a afirmação: “Nem todas as células sofrem meiose”.

2.7 Caso ocorram erros na meiose, aquando da formação dos gâmetas, quais poderão ser as
consequências?

3. Observe com atenção as seguintes figuras (A, B, C)

3.1 Qual a importância da meiose ocorrer após a interfase?


3.2 Indique o número de cromossomas das células assinaladas por 1, 2, 3, 4 e 5.

3.3 Tendo em conta os termos reducional e equacional, classifique as divisões I e II. Justifique.

3.4 Como varia a quantidade de DNA ao longo da meiose?

3.5 Entre a divisão I e a divisão II da meiose não ocorre replicação do DNA. Qual a justificação para
tal facto?

3.6 No Homem, em que tecidos é possível observar fenómenos de meiose?

3.7 Qual a importância da meiose no processo de formação de gâmetas?

3.8 Refira três aspectos que diferenciem a meiose da mitose.

3.9 Comente a afirmação: “os gâmetas produzidos apresentam diferentes combinações genéticas”.

4 Ficha de Trabalho nº 2
4. Nova terapia com células-mãe para a diabetes

O crescimento da obesidade fez da diabetes tipo 2, aquela que surge na idade adulta por resistência
à produção de insulina, apareça cada vez mais na população adolescente.
O hospital Virgem Vitória ensaiou um novo tratamento com células-mãe para erradicar a diabetes.
O método consiste em extrair do tecido adiposo da pessoa células para que se reconvertam e corrijam a
resistência à insulina.

1 – Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços, de modo a obter afirmações


correctas.
4.1 A diabetes será erradicada quando células ________ do tecido adiposo forem _______ a produzir
insulina.
A – diferenciadas […] inibidas […].
B – diferenciadas […] activadas […].
C – indiferenciadas […] activadas […].
D – indiferenciadas […] inibidas […].

4.2 As células-mãe utilizadas na nova terapia para a diabetes são células estaminais ______ com um
potencial de diferenciação ______.
A – adultas […] ilimitado.
B – adultas […] limitado.
C – embrionárias […]ilimitado.
D – embrionárias […]limitado.

4.3 A _________ é o conjunto dos processos que transformam uma célula ________ numa célula ______.
A -multiplicação celular [...] indiferenciada [...] especializada.
B -diferenciação celular [...] especializada [...] indiferenciada.
C -multiplicação celular [...] especializada [...] indiferenciada.
D -diferenciação celular [...] indiferenciada [...] especializada.

4.4 Quanto _______ for o grau de diferenciação de uma célula, ______ será a sua capacidade de sofrer
divisão.
A -maior [...] maior.
B -maior [...] melhor.
C -menor [...] maior.
D -menor [...] menor.

5 – Seleccione a alternativa que completa correctamente as afirmações seguintes.


5.1. A diferenciação ocorre porque …
A – … todos os genes são bloqueados.
B – … todos os genes são activados.
C – … uns genes são activados e outros são bloqueados
D – … após a activação dos genes, já não é possível o seu bloqueio.

5.2. As células totipotentes caracterizam-se por serem células…


A – … com incapacidade de expansão.
B – … de divisão assimétrica.
C – … diferenciadas.
D – … de divisão simétrica.

5.3. As células adiposas adultas ter-se-ão formado directamente a partir de células estaminais…
A – … multipotentes.
5 Ficha de Trabalho nº 2
B – … pluripotentes.
C – … totipotentes.
D – … especializadas.

6 – Apresente uma hipótese explicativa do aumento da doença da diabetes na população adolescente.

7. Lê com atenção os seguintes documentos e responde às questões


Reprodução do piolho-da-roseira
Os ovos de (Aphis rosae), o piolho-da-roseira, permanecem junto à planta durante o Inverno e eclodem
na Primavera, dando origem a fêmeas que podem ter asas ou não. Em seguida, estas fêmeas reproduzem-se
sem a intervenção de qualquer macho, desenvolvendo-se o embrião de novas fêmeas a partir de óvulos não
fertilizados. São especialmente curiosas estas gerações nas quais as fêmeas desenvolvem por viviparidade,
exclusivamente fêmeas no interior do seu corpo que, por sua vez, podem já estar a criar outro embrião,
como uma série de Matrioskas (as bonecas russas), dentro umas das outras.

Reprodução do gamo (Dama dama)


Esta espécie é um mamífero que pertence à família dos Cervídeos, apresentando assim um forte
dimorfismo sexual em que os machos apresentam hastes espalmadas que estão ausentes nas fêmeas.
A pelagem de verão é mosqueada enquanto que a de Inverno é homogénea e de tons mais escuros.
Durante a maior parte do ano os gamos alimentam-se dos recursos naturais existentes na Tapada enquanto
que no Verão são fornecidos suplementos alimentares.
As crias (uma por fêmea) nascem em meados de Junho após uma gestação de 7 meses. Em meados
de Outubro os machos emitem um som chamado de brama cujos objectivos são de assinalar os seus
territórios e o de atrair fêmeas. Nesta altura poderão ocorrer combates em que os vencidos perdem as
fêmeas.

Figura 1: Variação da quantidade de DNA em células do gamo.

Figura 4 – Imagens de células em divisão meiótica

6 Ficha de Trabalho nº 2
7.1. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas à reprodução
do piolho-da-roseira e do gamo.
A – Durante a reprodução do piolho-da-roseira por viviparidade, o crossing-over contribui para a
variabilidade genética.
B – Ocorrem fenómenos de recombinação genética durante a reprodução do gamo.
C – As fêmeas do piolho-da-roseira podem originar assexuadamente fêmeas e machos.
D – A espécie Dama dama produz gâmetas masculinos e gâmetas femininos.
E – O ciclo de vida do gamo tem a duração de 7 meses.
F – No piolho-da-roseira os óvulos são fecundados e posteriormente desenvolvem-se por viviparidade.
G – A mitose intervém nos ciclos de vida do gamo e do piolho-.da-roseira.
H – O piolho-da-roseira reproduz-se exclusivamente por reprodução assexuada.

7.2. Explique de que modo a reprodução do piolho-da-roseira e do gamo está dependente das condições
ambientais.

7.3. Seleccione a alternativa que completa correctamente a afirmação seguinte.


As letras A, B e C do gráfico representam, respectivamente…
A – … redução cromática, fecundação e replicação do DNA.
B – … replicação de DNA, redução cromática e fecundação.
C – … fecundação, replicação do DNA e redução cromática.
D – … redução cromática, replicação do DNA e fecundação.

7.4. Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços, de modo a obter afirmações correctas.
Entre Novembro e Junho ocorreram inúmeras divisões _______ que permitem a obtenção de células
geneticamente _________. Formam-se tecidos por _______ . Esta resulta da diferente __________.
A – meióticas […] diferentes […] multiplicação celular […] expressão genética.
B – mitóticas […] diferentes […] multiplicação celular […] potencialidade genética.
C – meióticas […] idênticas […] diferenciação celular […] potencialidade genética
D – mitóticas […] idênticas […] diferenciação celular […] expressão genética.

7.5. A espécie Aphis rosae possui maior potencial evolutivo no Inverno do que no Verão.
Explique de que modo as condições ambientais contribuem para a evolução da espécie.

7.6. Faça corresponder a cada uma letras, (de A a F) que representam células em divisão meiótica, o
número (de I a VII) da chave que denomina as respectivas fases.

Chave:
I – Profase I
II – Metáfase I
III – Anafase I
IV – Telofase I
V – Metáfase II
VI – Anafase II
VII – Telofase II

7.7. Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas à divisão
meiótica representada na figura 2.
A – Durante a fase C podem ocorrer fenómenos de crossing-over.
B – Na fase A formam-se tétradas cromatídicas.

7 Ficha de Trabalho nº 2
C – Na fase D ocorre a separação dos cromossomas homólogos.
D – Na fase B estão representados núcleos diplóides.
E – Na fase F cada núcleo tem metade dos cromossomas da célula original.
F – Há divisão dos centrómeros na fase E.
G – Na fase F cada cromossoma possui dois cromatídeos.
H – Na fase D não se estabelecem pontos de quiasma.

7.8 O cariótipo da espécie Dama dama é 2n=38.


7.8.1. Indique o número de cromatídios de uma célula em:
9.1.1. profase I.
9.1.2. telofase I.
9.1.3. metáfase II.
9.1.4. telofase II.

7.8.2. Indique o número de cromossomas de uma célula em:


9.2.1. metáfase I.
9.2.2. metáfase II.
9.2.3. telofase II
9.2.4. divisão mitótica.

7.9. Reconstitua a sequência temporal dos acontecimentos mencionados, colocando por ordem as letras
que os identificam.

A – Ocorre segregação independente dos cromossomas homólogos, que migram para pólos opostos da
célula.
B – Os bivalentes dispõem-se na placa equatorial.
C – Ocorre crossing-over entre cromatídeos de cromossomas homólogos.
D – Condensação dos cromossomas e emparelhamento dos cromossomas homólogos.
E – Ocorre reorganização da membrana nuclear dos nucléolos.

7.10. Foram descobertos alguns exemplares da espécie Dama dama com os cariótipos 2n = 40 e 2n = 39.
Explique o aparecimento dos cariótipos 2n = 40 e 2n = 39 em indivíduos da mesma espécie.

Na resposta, devem ser utilizados os seguintes conceitos: mutação e segregação dos cromossomas.

8. Estabeleça as correspondências possíveis entre a coluna I e a coluna II.

COLUNA I COLUNA II
1. Um núcleo diplóide sofre divisão originando A. Mitose
células haplóides
B. Meiose
2. Os cromossomas condensam e os
cromossomas homólogos emparelham C. Ambos os processos

3. Numa das fases, os cromossomas


encontram-se na placa equatorial do fuso
acromático

8 Ficha de Trabalho nº 2
4. Antes de iniciar, ocorre replicação do DNA

5. Ocorre em células somáticas

6. Mecanismo de divisão que reduz para


metade o número de cromossomas

7. Mecanismo de divisão que reduz para


metade o número de cromossomas

8. Numa das fases desta divisão há trocas de


segmentos entre cromatídios (crossing-
over)

9 Ficha de Trabalho nº 2