Você está na página 1de 29

FUNDAMENTOS DA TERMODINÂMICA

Introdução e generalidades

Prof. Fabrício Borges


Introdução

Chamamos de Termologia a parte da física que estuda os


fenômenos relativos ao calor, aquecimento, resfriamento, mudanças
de estado físico, mudanças de temperatura, etc.
Conceito de temperatura

O valor da temperatura está associada ao nível de


agitação das partículas de um corpo. Portanto quanto
maior a temperatura maior o estado de agitação.
Conceito de calor
O calor é a nomenclatura atribuída à energia térmica sendo
transferida de um sistema a outro exclusivamente em virtude da
diferença de temperaturas entre eles. Não é correto se afirmar que
um corpo possui mais calor que outro, e tão pouco é correto afirmar
que um corpo possui calor; os corpos (ou sistemas) possuem energia
interna e o conceito de energia interna não deve jamais ser
confundido com o conceito de calor.
Exemplos de aplicação

 Os engenheiros de automóveis se preocupam com o


superaquecimento dos motores.

 Os engenheiros de alimentos estudam o aquecimento e o


resfriamento dos alimentos.

 Os meteorologistas analisam a transferência de energia


térmica nos eventos associados ao fenômeno El Niño.

 Os engenheiros biomédicos estão interessados em saber se


a medida da temperatura de um paciente permite distinguir
uma infecção viral benigna de um tumor canceroso.
EMENTA DO CURSO

Unidade 1 Unidade 2
Termometria Propagação de calor
Dilatação Térmica Estudo dos gases
Calorimetria Termodinâmica
Mudança de estado Máquinas térmicas
Termometria
Estuda as medidas de temperaturas e os efeitos provocados pela sua
variação.
Importante

 Sensação térmica: constitui um critério impreciso para a medida


da temperatura.

 Termômetro: é um sistema auxiliar que possibilita avaliar a


temperatura de modo indireto.

 Substância termométrica: substância que apresenta uma


propriedade cuja medida varia com a temperatura.

 No termômetro de mercúrio, a substância termométrica é o


mercúrio; a altura da coluna de mercúrio é a grandeza
termométrica desse termômetro.
Importante
 Função termométrica de um termômetro: é a fórmula que
relaciona os valores da grandeza termométrica com os valores da
temperatura.

 Pontos fixos: são pontos, cujas temperaturas invariáveis no


decorrer do tempo, medidas em sistemas que podem ser
reproduzidos facilmente quando necessários.

 Ponto de gelo: temperatura de fusão do gelo sob pressão normal


de (1 atm).

 Ponto de vapor: temperatura de ebulição da água sob pressão


normal de (1 atm).
Termômetro
 São os instrumentos usados na determinação da temperatura de
um corpo.

 Um termômetro comum deve ter uma substância termométrica


que varia seu volume ao sofrer alguma variação de temperatura,
como o mercúrio por exemplo.

 Uma escala que registrará o valor correspondente da temperatura.


Escalas termométricas
 É o conjunto de valores numéricos que a
temperatura pode assumir.

 Define em graus, os estados térmicos,


ordenados a partir dos mais frios aos mais
quentes.

1. Escolhemos duas temperaturas fixas de fácil reprodução, que serão


denominadas de pontos fixos da escala.
2. Atribuímos valores numéricos arbitrários aos pontos fixos.
3. Dividimos o intervalo em partes iguais.
Escalas termométricas

 É mais utilizada no Brasil.

 Era denominada centígrada.

 O 1°ponto fixo corresponde a 0 e o 2°ponto fixo a


100.

 Sua denominação é feita com o número seguido


ordinal e da letra C, por exemplo 0ºC, 15ºC.
Escalas termométricas

 É utilizada pelo Estados Unidos e países


europeus.

 O 1°ponto fixo corresponde a 32 e o 2°ponto fixo a


212.

 Sua denominação é feita com o número seguido


ordinal e da letra F, por exemplo 32 ºF, 130 °F.
Escalas termométricas
Escalas termométricas

 Também conhecida como escala absoluta.

 É utilizada pelo SI.

 O 1°ponto fixo corresponde a 273 e o 2°ponto fixo


a 373.

 Sua denominação é feita com o número seguido


da letra K, por exemplo 400 K, 27 K.
Zero absoluto

 O zero absoluto é a temperatura mais baixa que poderia ser


obtida teoricamente.

 O zero absoluto vale aproximadamente -273°C.

 A barreira do zero absoluto foi quebrada pela primeira vez pela


equipe do físico alemão Ulrich Schneider, físico da Universidade
Ludwig Maximilian em Munique. Schneider e seus colegas
atingiram temperaturas abaixo do zero absoluto com um gás
quântico ultrafrio composto por átomos de potássio.
Conversão entre escalas
Conversão entre escalas
Conversão entre escalas
Variação entre as escalas
Escala arbitrária
Curiosidade

 A temperatura é uma medida que está relacionada à


energia cinética média das moléculas de uma
substância. Esfriar o corpo ou gás é diminuir a agitação
térmica ou energia cinética, e aumentar a temperatura
é aumentar a agitação térmica, ou energia cinética das
moléculas.

 Olhando por este aspecto, a menor temperatura é


aquela em que as moléculas não têm mais energia
cinética, e é chamada de “zero absoluto”, por que se
entende que não tem temperatura mais baixa.
Exemplos
1 – Um turista brasileiro sente-se mal durante uma viagem à Nova Iorque.
Ao ser examinado em um hospital local a enfermeira lhe diz que sua
temperatura no momento era 105°, mas que ele deveria ficar tranquilo, pois
já havia baixado 4°. Após o susto, o turista percebeu que sua temperatura
havia sido medida em uma escala Fahrenheit. Qual era a sua temperatura
anteriormente e qual sua temperatura atual?

2 – Um astrônomo analisa um buraco negro no espaço. Após muitos


estudos ele chegou a conclusão que este corpo celeste tinha temperatura
de 10K. Qual a temperatura do buraco negro em escala Celsius?
Exemplos
3 – Um estudante de física criou uma escala (°X), comparada com a escala
Celsius ele obteve o seguinte gráfico:

a) Qual a equação de conversão entre as duas escalas?


b) Qual a temperatura do corpo humano (37°C) nesta escala?
Exemplos
4 – Um termômetro indica 20°C. Qual é essa temperatura na escala:

a) Fahrenheit?
b) Kelvin?

5 – (Unimep-SP) Numa das regiões mais frias do mundo, o termômetro


indica -76°F. Qual será o valor dessa temperatura na escala Celsius?

6 – (Belas Artes-SP) Numa escala termométrica X, a temperatura do gelo


fundente corresponde a -80°X e a da água em ebulição, a 120°X. Qual a
temperatura absoluta que corresponde a 0°X?

7 – Num termômetro graduado na escala Celsius, houve uma variação de


10 graus. Qual será a variação correspondente na escala Fahrenheit e
Kelvin?
Exemplos
8 – Uma temperatura na escala Fahrenheit é dada por um valor que
excede em 5 unidades o dobro do valor correspondente da escala Celsius.
Determine essa temperatura.

9 – (OSEC-SP) Uma temperatura na escala Fahrenheit é expressa por um


número que é o triplo do correspondente na escala Celsius. Determine
essa temperatura em °F.

10 – Um termômetro de mercúrio é calibrado de forma que o ponto de gelo


corresponda a 5 cm da altura da coluna de mercúrio e o ponto de vapor, a
10 cm de altura. Então:

a) Obtenha a função termométrica que relaciona a temperatura (em °C)


com a altura h (em cm);
b) Determine a temperatura na qual a altura da coluna é de 7,7 cm.
Exemplos
11 – Para medir a febre de pacientes, um estudante de medicina criou sua
própria escala linear de temperaturas. Nessa nova escala, os valores de O
(zero) e 10 (dez) correspondem, respectivamente, a 37°C e 40°C. A
temperatura de mesmo valor numérico em ambas as escalas é
aproximadamente:

a) 52,9 ºC
b) 28,5 ºC
c) 74,3 ºC
d) -8,5 ºC
e) -28,5 ºC
Exemplos
12 – O quíntuplo de uma certa indicação de temperatura registrada num
termômetro graduado na escala Celsius excede em 6 unidades o dobro da
correspondente indicação na escala Fahrenheit. Esta temperatura, medida
na escala Kelvin, é de:

a) 50K
b) 223K
c) 273K
d) 300K
e) 323K
Exemplos
13 – Ao nível do mar, mediante os termômetros, um graduado da escala
Celsius e outro na escala Fahrenheit, determinamos a temperatura de certa
massa de água líquida. A diferença entre as leituras dos dois termômetros
é 100. A temperatura dessa massa de água na escala Kelvin é:

a) 85K
b) 108K
c) 273K
d) 358K
e) 438K