Você está na página 1de 42

1.

Um software é composto por módulos, instruções, bibliotecas, que gera um programa executável que lê
dados denominados "entradas" ou inputs ao final do processo de desenvolvimento, e este, quando
executado, recebe algum tipo de "entrada" de dados (input), processa as informações e libera uma
"saída" (output) como resultado deste processamento.

Os softwares são classificados em três tipos, os quais:

I. Software de Sistema: é o conjunto de informações que gerenciam o hardware, permitindo a interação


entre o usuário e os periféricos do computador. Exemplos: Windows e Linux.

II. Software de Programação: são programas de computadores que permitem ao usuário executar uma
série de tarefas específicas em diversas áreas de atividade. Exemplos: planilha eletrônica, editores de
texto e editores de apresentações (como PowerPoint).

III. Software de Aplicação: é o conjunto de ferramentas que permitem ao programador desenvolver


sistemas informáticos. Exemplos: C++, C#, VB, ASP, Delphi, GO.

Após a leitura, analise as alternativas a seguir e assinale a correta.

Somente a afirmação II está correta

Somente a afirmação III está correta

Somente as afirmações I e II estão corretas

Somente a afirmação I está correta

Somente as afirmações I e III estão corretas

Explicação:

Os softwares sao classificados em 3 tipos, os quais:

 Software de Sistema: é o conjunto de informações que gerenciam o hardware, permitindo a


interação entre o usuário e os periféricos do computador.

Exemplos: Windows e Linux.

 Software de Programação: é o conjunto de ferramentas que permitem ao programador


desenvolver sistemas informáticos.

Exemplos: exemplo, C++, C#, VB, ASP, Delphi, GO.

 Software de Aplicação: são programas de computadores que permitem ao usuário executar


uma série de tarefas específicas em diversas áreas de atividade.

Exemplos: planilha eletrônica, editores de texto e editores de apresentações (como


PowerPoint).

2. (I) é "uma sequência de instruções a serem executadas, com o


objetivo de gerar informações a partir de uma série de dados
coletados ou armazenados". Também podemos definir como
sendo "os programas que comandam o funcionamento de um
computador". 

Após a leitura do conceito acima, analise cada uma das


alternativas abaixo e assinale a correta, com relação a (I)

Software

Conhecimento

Portifólio

Projeto

Processo

Explicação:

Software é "uma sequência de instruções a serem executadas, com o objetivo de gerar informações a
partir de uma série de dados coletados ou armazenados". Também podemos definir como sendo "os
programas que comandam o funcionamento de um computador".

3. Em uma organização de matriz fraca dois


gerentes de projetos acabam de perceber que
seu poder é limitado. Um deles é facilitador de
projetos e o outro atua como coordenador de
projetos.

Qual é a diferença entre um facilitador e um


coordenador de projetos?

O facilitador do projeto gerencia o projeto até a entrega do


produto/serviço.
O facilitador do projeto tem alguma autoridade.

O facilitador do projeto não pode tomar decisões.


O facilitador do projeto está subordinado a um gerente de nível mais
alto.
O facilitador do projeto pode tomar decisões.

Explicação:

O coordenador do projeto está subordinado a um gerente de nível mais alto e


tem autoridade para tomar algumas decisões. O facilitador do projeto não tem
autoridade para tomar decisões.

4. A aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas


às atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos
denomina-se:

Gerenciamento de Projetos.

Gestão de Risco.

Gestão de pessoas.

Gerenciamento Contábil Financeiro.

Gestão do Conhecimento.

Explicação:

O gerenciamento de projetos reúne habilidades que o líder dever possuir como


liderança e conhecimento técnico, além de ferramentas de apoio.

5. Um gerente de projetos tem pouca experiência,


mas foi designado para assumir um novo projeto.
Como trabalhará em uma organização matricial,
ele pode esperar que as comunicações serão:

(Assinale a alternativa CORRETA).

Fechadas
Complexas

Abertas

Difíceis de automatizar

Simples

Explicação:

Como um projeto realizado em uma organização matricial envolve pessoas de


bárias partes da organização, as comunicações são mais complexas.

6. Um gerente de projeto está tentando concluir um


projeto de desenvolvimento de software, mas
não consegue obter atenção suficiente para o
projeto. Os recursos estão concentrados em
realizar trabalho relacionado a processos e o
gerente do projeto tem pouca autoridade para
designar recursos adequadamente.

Em qual forma de organização o gerente de


projeto trabalha?

Facilitador

Fraca
Funcional

Coordenador

Matricial

Explicação:

Em uma organização funcional o gerente de projeto tem o menor apoio e


pouca autoridade para ddesignar recursos. Facilitador e coordenador são
formas de matriz fraca.

7. Em uma organizacão por projetos:

(Assinale a alternativa CORRETA).

Está subordinada ao gerente funcional.

Nem sempre terá um "lar" de retorno ao final do projeto.

Não é fiel ao projeto.

Está subordinada a muitos chefes.

Não consegue atingir seus objetivos.

Explicação:

A principal desvantagem de uma organização por projetos é que, no fim do projeto, a equipe se dispersa
e não tem um departamento funcional ("lar") para o qual voltar.

1a Questão

Em uma organizacão por projetos:

(Assinale a alternativa CORRETA).


  Nem sempre terá um "lar" de retorno ao final do projeto.
Está subordinada a muitos chefes.
Não é fiel ao projeto.
Está subordinada ao gerente funcional.

Não consegue atingir seus objetivos.


Respondido em 05/04/2020 20:29:09

Explicação:

A principal desvantagem de uma organização por projetos é que, no fim do projeto, a equipe se dispersa e
não tem um departamento funcional ("lar") para o qual voltar.

  2a Questão

A aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de


atender aos seus requisitos denomina-se:

Gestão do Conhecimento.
  Gerenciamento de Projetos.

Gestão de Risco.
Gerenciamento Contábil Financeiro.
Gestão de pessoas.
Respondido em 05/04/2020 20:29:25

Explicação:

O gerenciamento de projetos reúne habilidades que o líder dever possuir como


liderança e conhecimento técnico, além de ferramentas de apoio.

  3a Questão

Um gerente de projeto está tentando concluir um projeto de desenvolvimento de


software, mas não consegue obter atenção suficiente para o projeto. Os
recursos estão concentrados em realizar trabalho relacionado a processos e o
gerente do projeto tem pouca autoridade para designar recursos
adequadamente.

Em qual forma de organização o gerente de projeto trabalha?


Matricial
Fraca
  Funcional

Facilitador
Coordenador
Respondido em 05/04/2020 20:30:51
Explicação:

Em uma organização funcional o gerente de projeto tem o menor apoio e pouca


autoridade para ddesignar recursos. Facilitador e coordenador são formas de
matriz fraca.

  4a Questão

Em uma organização de matriz fraca dois gerentes de projetos acabam de


perceber que seu poder é limitado. Um deles é facilitador de projetos e o outro
atua como coordenador de projetos.

Qual é a diferença entre um facilitador e um coordenador de projetos?


O facilitador do projeto tem alguma autoridade.
  O facilitador do projeto não pode tomar decisões.
O facilitador do projeto gerencia o projeto até a entrega do
produto/serviço.
O facilitador do projeto pode tomar decisões.
O facilitador do projeto está subordinado a um gerente de nível mais
alto.
Respondido em 05/04/2020 20:33:01

Explicação:

O coordenador do projeto está subordinado a um gerente de nível mais alto e


tem autoridade para tomar algumas decisões. O facilitador do projeto não tem
autoridade para tomar decisões.

  5a Questão

Um gerente de projetos tem pouca experiência, mas foi designado para assumir
um novo projeto. Como trabalhará em uma organização matricial, ele pode
esperar que as comunicações serão:

(Assinale a alternativa CORRETA).


Simples
Abertas
  Complexas

Fechadas
Difíceis de automatizar
Respondido em 05/04/2020 20:33:11

Explicação:

Como um projeto realizado em uma organização matricial envolve pessoas de


bárias partes da organização, as comunicações são mais complexas.

  6a Questão

Em uma conversa entre gerentes de projetos, alguns reclamam de com o é


difícil gerenciar projetos na empresa em que trabalham. Alguns reclamam das
partes interessadas e da quantidade de mudanças que solicitam. Outros
comentam o quanto é difícil consegyir que as pesoas cooperem e trabalhem.

Um gerente quer se concentrar nas vantagens da organiação matricial.

Assinale o item que ele menciona.


Mais um chefe para a equipes de projeto

As reuniões são realizadas em menor tempo.


Os relatórios são mais fáceis de compreender.

  Aumento do controle do gerente de projetso sobre os recursos.


As comunicações são mais fáceis.

Propriedade: Este modelo se propõe a aumentar pouco a pouco o software, conforme as necessidades
surgem.

Como se chama o modelo que apresenta essa propriedade?

ágil

RUP

Incremental

cascata

sequencial

Explicação:

o pouco a pouco descrito na propriedade, sugere que o software vai sendo incrementado

logo o modelo é o incremental

 
2. Propriedade: Seu nome foi atribuído devido à
sequência com que cada fase do
desenvolvimento dependia do término da fase
anterior,

Como se chama o processso de desenvolvimento de


software com essa propriedade?

UML

àgil

iterativo incremental

Cascata

RUP

Explicação:

esse é o modelo de processo de desenvolvimento chamado CASCATA, onde uma fase somente iniciava
com o término da anterior

3. Fonte: UFF 2009 ¿ Analista de Tecnologia da


Informação

Em relação aos ciclos de vida do software, o


desenvolvimento de sistemas por meio de
ciclo de vida iterativos garante ao sistema:

legalidade

utilização mínima de recursos

legibilidade

atualização contínua

segurança

Explicação:

De acordo com o discutido nas aulas, o modelo iterativo permite que o software seja desenvolvido em
ciclos, atualizando as suas necessidades em cada ciclo.

 
4. Fonte: FUMARC 2012 - TJ-MG Oficial
Judiciário - Assistente Técnico de Sistemas

Em relação aos modelos de processos de software, pode-se dizer


que os modelos incremental e evolucionário possuem a
característica de serem iterativos. Assinale a alternativa que
melhor descreve um modelo de produção de software iterativo.

Um modelo de produção de software iterativo é composto pelas


fases de análise de requisitos, projeto, implementação, testes
(validação), integração e manutenção de software.
Os incrementos de um software são entregues ao cliente de uma
só vez.
Os incrementos de um software são entregues ao cliente
somente duas vezes.
A abordagem iterativa possibilita desenvolver um sistema de
software de forma incremental, permitindo ao desenvolvedor
tirar vantagem daquilo que foi aprendido durante a fase inicial
de desenvolvimento de uma versão do sistema. O aprendizado
ocorre simultaneamente tanto para o desenvolvedor, quanto
para o usuário do sistema.
Um modelo de produção de software iterativo é composto pelas fases de análise de requisitos,
projeto e implementação.

Explicação:

Os incrementos são entregues durante todos os ciclos. A etapa de manutenção não entra no ciclo, vai até
desde a elicitação de requisitos até a integração e implantação no cliente. A abordagem iterativa trabalha
também de forma incremental.

5. A prototipação representa uma técnica poderosa para o


desenvolvimento de sistemas, mais especificamente
do  software  desses sistemas. Sobre as funções desempenhadas
por um protótipo, é correto afirmar que ele

Não possibilita avaliar a qualidade do  software  produzido.

Pode auxiliar na validação de requisitos do sistema, bem como propiciar a inserção de novos
requisitos ainda não identificados.
Não permite que sejam realizados testes, visando verificar o funcionamento do sistema final,
ainda que sejam testes parciais.
É inteiramente descartado, não sendo aproveitada nenhuma parte do código de  software  no
sistema final entregue ao cliente.

Permite avaliar o desempenho geral da equipe de desenvolvimento de  software

Explicação:

O proposito básico da prototipação é sempre auxiliar na validação e elicitação de requisitos


(necessidades) do software.
 

6. Fonte: FCC 2013 - AL-RN Analista


Legislativo - Analista de Sistemas

O primeiro modelo de desenvolvimento de software a ser


publicado foi derivado de processos mais gerais da engenharia
de sistemas. Por causa do encadeamento entre uma fase e
outra, esse modelo é conhecido como modelo em cascata ou
ciclo de vida de software. Dentre seus principais estágios se
encontram a análise e definição de requisitos, o projeto de
sistema e software e:

A|ssinale a complementação correta.

geração de relatórios de teste

implementação e teste unitário

desenvolvimento incremental

análise de recursos e software

pesquisa e testes.

Explicação:

De acordo com o modelo cascata apresentado, após a fase de projeto vem a de implementação e teste
unitário.

7. Fonte: FUNRIO 2013 ¿ MPOG Analista de Tecnologia da


Informação

Considere o seguinte problema encontrado em projetos de


desenvolvimento de software: projetos reais raramente seguem
um fluxo sequencial. Apesar de um modelo linear poder
acomodar a iteração, ele o faz indiretamente. Como resultado,
as modificações podem causar confusão à medida que a equipe
de projeto prossegue. Esse é um dos problemas que são
algumas vezes encontrados quando é aplicado o modelo de
desenvolvimento.

iterativo

iterativo e incremental

evolutivo

incremental

em cascata

Explicação:

Plano possui este problema de ter a necessidade de um fluxo sequencial e os projetos do mundo real não
seguem necessariamente esta sequencialidade.

O que podemos concluir do gráfico abaixo apresentado?

No eixo vertical, temos o custo de conserto de erros em software

No eixo horizontal, temos as fases do processo de desenvolvimento de software

o ideal é detectarmos erros no software ao final do processo de desenvolvimento

os testes não interferem na qualidade do produto de software

quando mais cedo os defeitos forem encontrados, mais caro é o custo da correção

quando mais cedo os defeitos forem encontrados, mais barato é o custo da correção

os erros mais caros são detectados no inicio

Explicação:

Myers também ficou conhecido pela Regra de 10 de Myers, que mostra que ¿quanto mais tarde os
defeitos forem encontrados, tanto mais caro será corrigi-los

Consequentemente: quando mais cedo os defeitos forem encontrados, mais barato é o custo da


correção

 
2. É importante conhecermos o histórico
das atividades de teste, para
tratarmos os sistemas com qualidade.
Myers foi um precursor sobre os
processos de teste de software. Ele
ficou conhecido pela "regra 10 de
Myers" e concluiu também que  zero-
defeito é algo inatingível. Essa regra e
conclusão estabelecem que:

I- Todas as decisões tomadas durante


o processo de desenvolvimento do
software podem comprometer a sua
qualidade final.

II- A partir de processos uniformes e


consistentes, a tendência é que o
produto final gerado, ou seja, o
software seja eficiente.

III- Quanto mais tarde os defeitos


forem encontrados tanto mais caro
será corrigi-los.

Assinale a assertiva correta.


Apenas o item I está correto.
Apenas o item III está correto.
Apenas os itens II e III estão corretos.
Apenas os itens I e II estão corretos.
Apenas o item II está correto.

Explicação:

O item I indica a importância da qualidade de software que é


é um processo sistemático que focaliza todas as etapas e
artefatos gerados com objetivo de garantir a conformidade e
uniformidade de processos e produtos, prevenindo e
eliminado defeitos.

Myers concluiu que zero-defeito é algo inatingível, ou seja,


pela complexidade envolvida e pelo número altíssimo de
situações existentes, torna-se impossível imaginar um
produto de software ¿livre de erros¿. Sempre existirão erros
a serem descobertos.

Myers foi criador de termos muito usados como `Caixa


Branca e Caixa Preta¿ e "Caso de Teste" e também ficou
conhecido pela regra 10 de Myers.

3. Podemos conceituar Qualidade de Software como:

Um processo que demonstra que algo funciona corretamente.

Um processo para provar que determinadas coisas (funções) fazem o que devem fazer.

Um processo sistemático que focaliza todas as etapas e artefatos gerados com o objetivo de
garantir a conformidade e uniformidade de processos e produtos, prevenindo e eliminado
defeitos.

Um processo para demonstrar que os defeitos não estão presentes.

Um processo que foca em todos os produtos de software gerados pela equipe de


desenvolvimento.

Explicação:
O conceito de teste ganha complexidade, pois os riscos
dos softwares não funcionarem a contento, cresce de
forma exponencial.
Ainda assim poucas empresas percebem que a implantação
de um ¿processo de garantia de qualidade de software¿ é
uma questão de estratégia de sobrevivência em um
mercado cada vez mais exigente  e competitivo.
Teste é o processo de demonstrar que os defeitos não
estão presentes.
Teste é o processo de demonstrar que algo funciona
corretamente.
Teste é o processo de provar que determinadas coisas
(funções) fazem o que devem fazer.
O objetivo real do teste de software é mostrar que um
software está de acordo com suas especificações e que
ele atende as expectativas do
cliente.

4. Com relação ao tamanho e complexidade


de software, assinale a opção
correta, considerando tais
características nos anos 60, 80 e 2000.
Em 1980 a complexidade era média e em 2000 a complexidade era alta.

Em 1960 o tamanho era mínimo e em 2000 o tamanho é o mesmo.

Em 1980 o tamanho era pequeno e a complexidade alta.

Em 1960 o tamanho era mínimo e em 1980 a complexidade era relativa.

Em 1960 o tamaho era minimo e em 2000 a complexidade era média.

Explicação:

No Cenário Atual do desenvolvimento de o conceito de teste


ganha complexidade, pois os riscos dos softwares não
funcionarem a contento, cresce de forma exponencial.

Myers concluiu que zero-defeito é algo inatingível? Ou seja, pela


complexidade envolvida e pelo número altíssimo de situações
existentes, torna-se impossível imaginar um produto de software
'livre de erros'. Sempre existirão erros a serem descobertos.

5. O teste do software deve acontecer


(assinale a única opção correta):
No final do processo de desenvolvimento de software

No inicio e no final do processo de desenvolvimento

Em todo o processo de desenvolvimento

No início do processo de desenvolvimento

No meio do processo de desenvolvimento

Explicação:

O teste de software tem que ocorrer em todo o processo de desenvolvimento.

A garantia de qualidade de software (Software Quality Assurance) não é algo com a qual começamos a
nos preocupar depois que o código foi gerado, e sim, ao longo de todo o processo de engenharia de
software.

6. A qualidade de software é um
processo sistemático que focaliza
todas as etapas e artefatos gerados
com objetivo de garantir a
conformidade e uniformidade de
processos e produtos, prevenindo e
eliminado defeitos.

Vários fatores podem afetar a


qualidade, como fatores externos e
internos. São eles:

I- Fatores externos - são percebidos


tanto pelas pessoas que desenvolvem
software quanto pelos usuários.

II- Fatores internos - são percebidos


apenas pelas pessoas que
desenvolvem software.

III- Fatores externos - são percebidos


apenas pelas pessoas que
desenvolvem software.

IV- Fatores internos - são percebidos


tanto pelas pessoas que desenvolvem
software quanto pelos usuários.

Assinale a assertiva correta.


Apenas os itens I e IV estão corretos.
Apenas os itens I e II estão corretos.
Apenas os itens II e III estão corretos.
Apenas os itens III e IV estão corretos.
Apenas o item I está correto.

Explicação:

Se desejarmos desenvolver e produzir software com


qualidade, é necessário investir em qualidade em todos os
pontos do processo.

Alguns fatores podem afetar a qualidade, como fatores


externos e internos de `Qualidade de Software¿. Vejamos
alguns exemplos:

Fatores externos - são percebidos tanto pelas pessoas que


desenvolvem software quanto pelos usuários.

Por exemplo: confiabilidade, eficiência e facilidade de uso.

Fatores internos - são percebidos apenas pelas pessoas que


desenvolvem software.

Por exemplo: modularidade e legibilidade.

1. 1. O que é necessário para se obter resultados positivos nos


projetos de testes?

I. Que o mesmo inicie desde a especificação dos requisitos do


sistema a ser implementado.

II. Que o mesmo inicie quando a programação estiver sendo


desenvolvida.

III. Que o mesmo inicie com o usuário para verificar se o mesmo


está funcionando corretamente.

Assinale a única alternativa correta.


Apenas os itens I e II estão corretos.

Apenas o item II está correto.

Apenas o item III está correto.

Apenas o item I está correto.

Apenas os itens II e III estão corretos.

Explicação:

Para se obter resultados positivos nos projetos de testes é necessário que o mesmo inicie desde a
especificação dos requisitos do sistema a ser implementado, ou seja, tão logo comece o projeto de
desenvolvimento do software inicia-se também em conjunto o projeto de testes de software.

 
2. Sobre o conceito de Teste de Software, analise abaixo algumas
citações de autores variados e, a seguir, assinale a alternativa
correta:

I. "Teste é uma parte inevitável de qualquer esforço necessário


para desenvolver um sistema de software"

II. "O teste de software é um conjunto de atividades que podem


ser planejadas e executadas concomitantemente" 

III. "Qualquer atividade que, a partir da avaliação de um atributo


ou capacidade de um programa ou sistema, seja possível
determinar se alcança resultados desejados" 

IV. "Processo de executar um programa ou sistema com a itenção


de encontrar defeitos" 

Somente as asserções I, II e IV estão corretas

Somente as asserções I e II estão corretas

Somente as asserções I, II e III estão corretas

Somente as asserções II, III e IV estão corretas

Somente as asserções I, III e IV estão corretas

Explicação:

"Teste é uma parte ineevitável de qualquer esforço necessário para desenvolver um sistema de software"
(HOWDEN, 1987)

"O teste de software é um conjunto de atividades que podem ser planejdas com antecedência e
executadas sistematicamente" (PRESSMAN, 1985)

"Qualquer atividade que, a partir da avaliação de um atributo ou capacidade de um programa ou


sistema, seja possível determinar se alcança resultados desejados" (HETZEL, 1988)

"Processo de executar um programa ou sistema com a itenção de encontrar defeitos" (MYERS, 1979)

3. A Engenharia de Software nos auxilia em muitas situações. Uma


delas é a atividade de teste de software. Sobre este assunto,
analise as asserçoes abaixo e, a seguir, assinale a alternativa
correta:

I. Existem dois tipos de teste de software: teste de baixo nível e


teste de alto nível;

II. O teste de software é o processo de executar o software de


uma maneira controlada, com o objetivo de descobrir diferenças
entre o comportamento previsto e o comportamento observado.

III. Os testes de software podem ser usados para descobrir a


ausência de erros no produto (software).

Somente a asserção I está correta


Somente as asserções I e II estão corretas

Somente as asserções II e III estão corretas

Somente a asserção III está correta

Somente as asserções I e III estão corretas

Explicação:

A Engenharia de Software nos auxilia em muitas situações. Uma delas é a atividade de teste, que é um
passo do processo de que visa encontrar ou corrigir erros durante toda a construção do software.

Devemos incorporar dois tipos de testes: 

1-Teste de baixo nível: utilizado para veerificar um pequeno fragmento de código-fonte. Nesse caso,
saberemos se ele foi implementado corretamente.

2 - Teste de alto nível: tem a característica de validar as principais funções do sistema ccom base nos
requisitos definidos pelo cliente.

Os testes podem ser usados para descobrir a presença de erros nos softwares, mas infelizmente não
mostram a sua ausência. 

Assim, conseguimos chegar à conclusão que "o teste de software é o processo de executar o software de
uma maneira controlada, com o objetivo de descobrir diferenças entre o comportamento previsto e o
comportamento observado".

4. Quanto às estratégias, existem


muitas que podem ser utilizadas para
testar um software. Uma das
estratégias de teste é o Teste
Unitário. O que visam os testes
unitários?
Visam verificar se a solução atende aos objetivos do
negócio e aos seus requisitos.
Visam garantir que cada unidade de programa
atenda as especificações e funcione corretamente.
Visam tratar os testes como um processo organizado e
muitas vezes paralelo e integrado ao processo de
desenvolvimento.
Visam verificar se os componentes funcionam
corretamente juntos, conforme as especificações.
Visam a execução do sistema como um todo ou um
subsistema.
Explicação:

Testes Unitários: São realizados no estágio mais baixo da


escala de testes e são aplicados nas menores componentes
de códigos criados, visando garantir que estes atendem as
especificações, em termos de garantia e de funcionalidade.

Testes de integração: São executados em uma


combinação de componentes para verificar se eles
funcionam corretamente juntos, conforme as especificações.

Teste de sistema: São realizados pela equipe de testes,


visando a execução do sistema como um todo ou um
subsistema.

Teste de aceitação: São os testes finais de execução do


sistema, realizados pelos usuários, visando verificar se a
solução atende aos objetivos do negócio e aos seus
requisitos.

Ao tratar os testes como um processo organizado e muitas


vezes paralelo e integrado ao processo de desenvolvimento,
os custos de manutenção serão reduzidos.

5. Quando devemos terminar os testes?

I. Nunca, o projetista estará sempre testando.

II. Quando o dinheiro ou o tempo acabar.

III. O teste termina quando não houver mais


erros.

Assinale a única alternativa correta.

Apenas o item III está correto.

Apenas o item II está correto.

Apenas os itens I e II estão corretos.

Todos os itens estão corretos.

Apenas os itens II e III estão corretos.


Explicação:

Você jamais terá completado a atividade de teste. A carga simplesmente


transfere-se do projetista para o cliente.

O teste para quando não houver mais erros `visíveis¿. O teste acaba
quando o tempo acaba ou o dinheiro acaba:

 Por restrição de tempo (nesse caso, deve-se negociar esse tempo);


 Por restrição financeira (nesse caso, deve-se evitar).

6. O teste de software visa garantir a


qualidade, minimizando as incertezas
e sistematizando os critérios de
aceitação, porém isso não pode ser
feito sem uma estratégia de teste.
Para que tenhamos uma estratégia de
teste de software bem elaborada ela
deve incorporar alguns testes como:

I- Testes de baixo nível, necessários


para verificar se um pequeno
segmento de código fonte foi
implementado corretamente.

II- Testes de alto nível, que validam


as funções principais do sistema de
acordo com os requisitos do cliente.

III- Documento básico para organizar


a atividade de testar aplicações no
contexto da empresa.

Assinale a assertiva correta.


Apenas o item I está correto.
Apenas o item II está correto.
Apenas o item III está correto.
Apenas os itens I e II estão corretos.
Apenas os itens II e III estão corretos.

Explicação:

O documento básico para organizar a atividade de testar


aplicações no contexto da empresa é considerado
uma metodologia.

1. O (I) é um modelo mais robusto e completo do que o cascata, podendo produzir softwares de maior
qualidade do que com ele.

O (II) acrescenta duas partes importantes, que são: Verificação e Validação.

Após a leitura das sentenças (I) e (II), assinale a alternativa que as preencher corretamente e
respectivamente.

(I) Modelo Iterativo; (II) Modelo Iterativo

(I) Modelo V; (II) Modelo V

(I) Modelo V; (II) Modelo Iterativo

(I) Modelo Iterativo; (II) Modelo Cascata

(I) Modelo V; (II) Modelo Cascata

Explicação:

É um modelo mais robusto e completo do que o cascata, podendo produzir softwares de maior qualidade
do que com ele.

Esse modelo acrescenta duas partes importantes, que são:

- Verificação: Que está relacionado com a questão: O produto está sendo feito corretamente?

- Validação: Está relacionado com a questão: O produto está sendo feito, ou seja, o software atende ao
objetivo pretendido com precisão?

2. O Modelo V é uma melhoria do


Modelo Cascata (modelo Waterfall) do
Desenvolvimento de Produto. Ela tem
vantagens e desvantagens.
As desvantagens são representadas
por:
Ele é um modelo simples e fácil de aprender.
A relação entre os estágios de desenvolvimento e os
diferentes tipos de testes facilita a localização de
falhas.
O cliente deve ter paciência, pois ele receberá o
produto no fim do ciclo de vida.
Especifica os papéis dos diferentes tipos de testes para
ser executada.
Envolver o usuário no teste.

Explicação:

As vantagens desse modelo são:

A relação entre os estágios de desenvolvimento e os


diferentes tipos de testes facilita a localização de falhas.

Ele é um modelo simples e fácil de aprender.

Especifica os papéis dos diferentes tipos de testes para ser


executada.

Envolver o usuário no teste.

3. O Modelo V é uma melhoria do


Modelo Cascata (modelo Waterfall) do
Desenvolvimento de Produto. A
configuração desse modelo é
representada por:
Verificação: requisitos, análise, arquitetura e código.
Validação: unitário, integração, sistema e
programação.
Validação: unitário, código, sistema e programação.
Validação: requisitos, integração, sistema e
programação.
Verificação: integração, análise, desenvolvimento e
código.
Explicação:

O Modelo V é uma melhoria do Modelo Cascata (modelo


Waterfall) do Desenvolvimento de Produto, pois esse modelo
tinha um problema de reatividade. Ele permite que, durante
a integração de um sistema, os testes sejam feitos contra os
próprios requisitos do componente ou interface que está
sendo testado, em contraste com modelos anteriores onde o
componente era testado contra a especificação do
componente/interface.

Verificação: requisitos, análise, arquitetura e código.

Validação: unitário, integração, sistema e aceitação.

4. __________________ geralmente são executados após a


correção de algum defeito ou após a adição de uma nova
funcionalidade. Seu objetivo é garantir que nenhum defeito foi
acrescentado ao sistema após sua modificação.

Complete a lacuna.

Teste Integração

Teste fumaça

Testes de estresse

Testes de regressão

Teste alfa

Explicação:

Os objetivos desse teste são garantir que nenhum defeito


foi acrescentado ao sistema após sua modificação e
também garantir que as mudanças realizadas nessa nova
versão não gerarão erros em componentes prontos e
testados.

O teste de regressão é uma técnica aplicável a cada


alteração realizada no software. Consiste em aplicar, antes
e depois da alteração, todos os testes que já foram
aplicados nas versões anteriores.

Por ter essa natureza de repetição, torna-se imprescindível


que seja adotada uma ferramenta de automação de testes.
Esta técnica pode ser bem aplicada nas fases de testes de
unidade, de integração e de sistema.

5. O Modelo V de desenvolvimento de software apresenta algumas


vantagens e desvantagens. Sobre tais aspectos, leia as asserções 
abaixo e, a seguir, assinale a alternativa correta.

I. No Modelo V, a relação entre os estágios de desenvolvimento e


os diferentes tipos de testes facilita a localização de falhas.

II. O Modelo V é altamente complexo e requer investimento para


conseguir aprender.

III. O Modelo V especiffica os papéis dos diferentes tipos de testes


para serem executados.

IV. O Modelo V envolve apenas os programadores no teste.

Apenas as asserções I, II e III estão corretas

Apenas as asserções I, II e IV estão corretas

Apenas as asserções I e III estão corretas

Apenas as asserções II, III e IV estão corretas

Apenas as asserçoes II e IV estão corretas

Explicação:

Modelo V:

Vantagens:

 A relação entre os estágios de desenvolvimento e os diferentes tipos de testes facilita a


localização de falhas;
 É um modelo simples e fácil de aprender;
 Especifica os papéis dos diferentes tipos de testes para ser executada;
 Envolve o usuário no teste.

Desvantagens:

 É difícil para o cliente expor explicitamente todos os requisitos;


 O cliente deve ter paciência, pois receberá o produto no fim do ciclo de vida;
 O teste pode ser caro e às vezes não ser suficientemente eficaz;
 O produto final pode não refletir todas as necessidades dos utilizadores.

 
6. O Modelo V é uma melhoria do Modelo Cascata do
desenvolvimento de produto. Ele possui alguns objetivos, dentre
os quais estão explicitados nas alternativas abaixo, EXCETO (ou
seja, assinale a alternativa INCORRETA, isto é a que não
representa um dos objetivos do Modelo V).

Um dos objetivos do Modelo V é melhorar a comunicação entre as partes interessadas.

Um dos objetivos do Modelo V é melhorar e garantir a qualidade do projeto.

Um dos objetivos do Modelo V é reduzir os custos totais ao longo do ciclo de vida do projeto

Um dos objetivos do Modelo V é mimizar os riscos do projeto.

Um dos objetivos do Modelo V é maximizar os lucros da empresa desenvolvedora.

Explicação:

Objetivos do Modelo V:

 Minimizar os riscos do projeto;


 Melhorar e garantir a qualidade do projeto;
 Reduzir os custos totais ao longo do ciclo de vida do projeto;
 Melhorar a comunicação entre as partes interessadas.

7. A utilização do Modelo V minimiza os


custos da qualidade do software, assim,
segundo a regra 10 de Myers, os testes
devem ser iniciados nas
inspeções/revisões de código até os
testes de software. Identifique se essa
afirmação está certa ou errada.
Essa afirmativa está errada, porque os teste devem ser iniciados quando já tivermos algum
desenvolvimento.

Essa afirmativa está certa, porque o Modelo V minimiza os custos da qualidade do software.

Essa afirmativa está errada, porque o Modelo V aumenta os custos da qualidade do software.

Essa afirmativa está certa, porque o custo os testes devem ser iniciados nas inspeções/revisões
de código até os testes de software.
Essa afirmativa está errada, porque o custo de correção de defeitos tende a aumentar quanto
mais tarde o defeito é detectado.

Explicação:

Segundo Myers, o custo de correção de defeitos tende a


aumentar quanto mais tarde o defeito é detectado.
Os defeitos encontrados durante a produção tendem a custar
muito mais que defeitos encontrados em modelos de dados e em
outros documentos do projeto do software.

1. "Caracteriza-se por testar, como um todo, o software e outros elementos do sistema" corresponde
à definição do teste:

Integração.

Sistema.

Caixa preta.

Validação.

Unidade.

Explicação:

O teste de sistema envolve uma série de diferentes testes, cujo propósito primordial é pôr
completamente à prova o sistema baseado em computador.

2. "É caracterizado por concentrar-se no projeto e na construção da


arquitetura de software" refere-se ao teste de:

Caixa preta.

Validação.

Unidade.

Integração.

Sistema.

Explicação:

No teste de integração os módulos são montados ou integrados para formar um pacote de software.

Utiliza principalmente as técnicas de teste de caixa preta.

3. O gerente de um departamento de sistemas decidiu que os


produtos de software criados pela equipe A serão homologados
pela equipe B, e vice-versa. Percebeu-se com o tempo, no
entanto, o surgimento de diversos conflitos entre as equipes A e
B. Qual a origem desses conflitos?
A origem do problema é que os desenvolvedores testam para 'provar que funciona' e os
homologadores para 'provar que não funciona', agravados no caso pela proximidade entre as
equipes e pela constante troca de papéis no processo.

A origem do problema foi a criação de um Grupo Independente de Teste (ITG).

A origem do problema foi a visão dos Caminhos de Manipulação de Erro.

A origem do problema é que o erro mencionado não corresponde ao erro encontrado.

A origem do problema é que a condição de erro provocada pela execução no sistema antes da
mensagem de manipulação de erro.

Explicação:

Neste caso, a origem do problema se deu porque a função dos desenvolvedores é testar para 'provar que
funciona' e os homologadores para 'provar que não funciona', agravados no caso pela proximidade entre
as equipes e pela constante troca de papéis no processo.

4. A equipe Z realizou a codificação de uma


nova tela para o sistema de controle de
estoque. O objetivo da equipe é garantir
que não existem erros considerando
apenas a parte 'nova' do produto.

Quais as diferentes visões que devem ser


consideradas ao aplicarmos este tipo de
teste?
Visão da Engenharia de Software, dos objetivos de negócio da empresa, das interfaces, da
estrutura lógica de dados, dos caminhos de manipulação de erro.
Visão das interfaces, da estrutura lógica de dados, dos caminhos independentes, das condições
limites,  dos caminhos de manipulação de erro.
Visão da Engenharia de Software, das interfaces, da estrutura lógica de dados, de condições
limites, dos caminhos de manipulação de erro.
Visão da Engenharia de Software, dos objetivos de negócio da empresa, das interfaces, da
estrutura lógica de dados, de condições limites.
Visão dos objetivos de negócio da empresa, das interfaces, da estrutura lógica de dados, de
condições limites, dos caminhos de manipulação de erro.

Explicação:

Para se ter uma visão de teste de unidade, são consideradas a Interface;      Estrutura Lógica de Dados;
Caminhos Independentes; Condições Limite e Caminhos de Manipulação de Erro.

5. Não é uma estratégia de software:

Teste de sistema.
Teste de integração.

Teste de caixa marrom.

Teste de unidade.

Teste de validação.

Explicação:

Teste de caixa marrom não configura teste algum dentro da engenharia de software.

6. A equipe Z realizou a codificação de uma


nova tela para o sistema de controle de
estoque. O objetivo da equipe é garantir
que não existem erros considerando
apenas a parte "nova" do produto.

Qual o tipo de teste que deve ser


realizado?
Teste de integração

Teste Caixa-preta.

Teste de unidade

Teste Caixa-branca

Teste de validação

Explicação:

O teste de unidade é também chamado de teste de componentes.


Concentra-se em cada componente individual do software, de
acordo com o que é implementado no código fonte.

7. A equipe de desenvolvimento recebe o documento de Resultado


de Testes gerado pelos homologadores. Qual processo os
desenvolvedores devem executar agora?

Os desenvolvedores irão planejar o reparo do erro.

Os desenvolvedores irão refazer os testes.


Os desenvolvedores farão a localização do erro.

Os desenvolvedores farão a depuração.

Os desenvolvedores farão o reparo do erro.

Explicação:

Os testes já foram efetuados pela equipe e os desenvolvedores tem que fazer a depuração.

1. Existem diferentes papéis com diferentes reponsabilidade dentro


de uma equipe de teste independente. Marque a
opção INCORRETA:

Gerente de Teste - responsável pela liderança de um projeto de teste específico.

Testador - Responsável pela execução dos casos de teste e script de teste.

Product Owner - Responsável pela análise dos dados de teste.

Analista de Teste - responsável pela modelagem e elaboração dos casos de testes e scripts de
teste.
Arquiteto de Teste - Responsável pela montagem do ambiente de teste (infraestrutura) e
escolha de ferramentas.

Explicação:
O Product Owner não faz parte dos papéis e
reponsabilidade dentro de uma equipe de teste
independente.

Sem planejamento, fica mais difícil o desenvolvimento de qualquer projeto. O plano é como se fosse um
mapa. Com ele podemos chegar ao nosso destino.

A Equipe (responsabilidades e requisitos humanos) e Infraestrutura:

- Mostram as necessidades físicas para a realização do teste.

- Mostram os diferentes papéis desempenhados no projeto de teste.

- Os recursos humanos e requisitos de treinamento da equipe de teste.

2. Existem alguns grupos importantes de erros


comumente cometidos por quem testa
software. O propósito da atividade de teste
ocorre quando o ator que controla a execução
não entende bem qual o sentido de se fazer a
atividade de testar e não aproveita os
resultados de forma eficaz.

Quais são os erros mais comuns que ocorrem


nesse grupo? Assinale a
afirmativa INCORRETA.

Achar que a tarefa de equipe de testes é simplesmente encontrar erros.

Não informar sobre erros de usabilidade.

Não encontrar os erros importantes.

Não enfatizar o teste de configuração.

Atribuir a responsabilidade pela qualidade unicamente à equipe de teste.

Explicação:

Esse item pertence ao planejamento de teste.

3. "Trata-se de uma aplicação open source voltada para a gestão de


testes, desenvolvida e mantida por várias equipes ao longo dos
anos. Oferece suporte para criação, execução e manutenção de
casos de teste, planos de testes e requisitos.

Permite a geração de relatórios gerenciais e estatísticos sobre os


testes executados e a integração com outras ferramentas de
gerenciamento de bugs". (Caetano, 2007). O texto refere-se a
ferramenta:

TestLink

Dev C++

Hangouts Meet

Microssoft Teams

Skype

Explicação:

TestLink é um software web desenvolvido para teste de software que visa facilitar testes e assegurar a
qualidade de software.

4. Sobre os planos de teste é incorreto afirmar que:

Planos de testes são um dos documentos produzidos na condução de um projeto.


Quem pode elaborar os planos de testes é o gerente de projeto ou o gerente de testes.

O planejamento dos planos englobam, no total, duas atividades principais: definir um


cronograma de atividades e fazer alocação de recursos.

É importante que os planos de testes contenham um cronograma de atividades.

Definem quantos e quais testes serão realizados.

Explicação:

O planejamento engloba três atividades principais: definir um cronograma de atividades, fazer alocação
de recursos e definir marcos de projeto: estabelecer os marcos a serem alcançados, com o objetivo de
fazer o acompanhamento.

5. Sobre os casos de teste é incorreto afirmar que:

Numa situação ideal, no desenvolvimento de casos de teste, se espera encontrar o subconjunto


dos casos de teste possíveis com a maior probabilidade de encontrar a maioria dos erros.
Podemos utilizar a ferramenta de casos de uso para criar e rastrear um caso de teste,
facilitando assim identificação de possíveis falhas.

 Garantem que os requisitos do software que foi construído sejam plenamente atendidos.

Podem ser elaborados para identificar defeitos na estrutura interna do software por meio de
situações que exercitem adequadamente todas as estruturas utilizadas na codificação.
Devem especificar unicamente os valores de entrada e os resultados esperados do
processamento.

Explicação:

O caso de teste deve especificar os valores de entrada e os resultados esperados do processamento.

6. Sobre a elaboração do plano de teste é incorreto afirmar que:

A documentação estabelece uma relação dos documentos pertinentes ao projeto.

A equipe define os diferentes papéis desempenhados no projeto de teste.

O cronograma de atividades descreve marcos importantes das atividades. 

Estratégias e ferramentas de testes definem questões como atividades e ferramentas usadas no


test.
Os requisitos devem ser descritos aos pares para que as  funcionalidades do software sejam
testadas.

Explicação:

Descreve-se, isoladamente, os requisitos para que as funcionalidades do software sejam testadas.


 

7. Na empresa, seu chefe solicitou que você


elaborasse a documentação da
abordagem da equipe de software para
os testes a serem realizados em uma
importante aplicação web da sua
empresa.

Esta documentação deve conter a


definição do plano que descreve a
estratégia global e o procedimento
designando as etapas específicas do
teste, assim como os tipos de testes que
serão aplicados.

Neste caso qual documento você deverá


elaborar?
Massa de teste.

Caso de teste.

Caso de uso.

Especificação de teste.

Script de teste.

Explicação:

Neste caso, a especificação de teste é um documento que especifica um procedimento de teste com
objetivo determinado, assim, é dada a condição de entrada e o resultado esperado após a execução do
teste.

1.São considerados testes de baixo nível:

Unidade e Aceitação.

Unidade e Integração.

Integração e Sistema.

Unidade e Sistema.

Integração e Aceitação.
Explicação:

Sistema e Aceitação são considerados testes de alto nível.

2. Sobre o teste de aceitação é correto afirmar que:

O comportamento do software diferente do esperado pelo usuário final chama-se de erro.

Um defeito encontrado em um artefato de software chama-se de falha.

Erro e falha são, do ponto de vista do teste de aceitação, semanticamente equivalentes.

Um bug gerado por um programador não pode ser considerado uma falha.

Ato inconsistente realizado por um indivíduo ao tentar compreender uma informação chama-se
de defeito.

Explicação:

Erro é um defeito encontrado em um artefato de software.

Falha é o comportamento do software diferente do esperado pelo usuário final.

Erros e falhas não são semanticamente equivalentes.

Bugs são falhas.

3. Sobre os testes automatizados de software é incorreto afirmar


que:

Todo caso de teste é naturalmente candidato a automação, mas com toda a certeza nem todos
são recomendáveis para a automação.
Preparação do ambiente, execução dos testes e conferência dos testes são etapas dos testes
automatizados.

Um projeto de automação de software é um investimento alto e de longa duração.

Os testes automatizados substituem os testes manuais.

Cucumber é uma ferramenta de automação de testes.

Explicação:

Os testes automatizados não podem substituir os testes manuais. Eles são complementares.

 
4. A MTS (Metodologia de Teste de Sistema) define os Requisitos
de Negócio como:

Escritos para informar em algumas linhas como o requisito será testado

Escritos para o projeto físico e a programação

Escritos na linguagem da área de negócios e podem conter gráficos, tabelas e diagramas

Serve de base para os Requisitos Não-Funcionais e Detalhados

Base para os Requisitos Detalhados

Explicação:

A MTS (Metodologia de Teste de Sistema) define os Requisitos de Negócio como sendo escritos na


linguagem da área de negócios e podem conter gráficos, tabelas e diagramas. Correspondem a objetivos,
metas ou ¿desejos¿ da área de negócios.

5. A utilização de uma ferramenta para a automatização dos testes


permite:

Economizar tempo, mas não recursos durante a execução dos testes.

Aumentar a qualidade final do produto.

 Executar os mesmos testes por uma quantidade fixa de vezes.

Automatizar qualquer caso sem que se avalie a sua necessidade. 

Economizar recursos, mas não tempo durante a execução dos testes.

Explicação:

Economizam tempo e recursos durante a execução dos testes;

Aumentam a qualidade final do produto, pois a execução de todos os testes funcionais que existem no
sistema garante uma menor incidência de erros e falhas no programa.

Possibilitam executar os mesmos testes repetidas vezes.

É importante considerar os casos em que cabe utilizar a automação,em nem todos os casos é


interessante a automação de testes. 

6. De quem é a responsabilidade do teste de aceitação?

Do desenvolvedor

Do cliente e do desenvolvedor
Do gerente e do desenvolvedor

Do cliente

Do gerente de projeto

Explicação:

No Teste de Aceitação, é impossível prever como o cliente realmente usará um programa. Por isso esse
teste é de responsabilidade do cliente.

7. Quais são as estratégias que podem ser usadas no teste de


aceitação?

Teste formal, teste de unidade e teste alfa

Teste de implantação, teste caixa-branca e teste alfa

Teste formal, teste caixa-branca e teste alfa

Teste formal, teste informal e teste beta

Teste de implantação, teste de requisitos e teste de unidade

Explicação:

Como é a última etapa de teste antes da implantação do software, seu objetivo é verificar se o software
está pronto e se pode ser utilizado pelos usuários finais executando as tarefas e funções para as quais foi
criado, então as estratégias de testes a serem executados são: Teste formal, teste informal e teste beta.

1.Não é status de um bug cadastrado pela ferramenta Mantis:

Em execução.

Pendente.

Retorno.

Fechado.

Descartado.

Explicação:

Os status válidos são: novo, retorno,  atribuído,  em execução, pendente, concluído e fechado.


 

2. Não é uma ferramenta de software que permite a gestão de Bugs:

Jira

Eventum

Trac

Zephyr

Scrum

Explicação:

O Scrum é um framework de gerenciamento de projetos.

3. Sobre o controle de Bugs é correto afirmar:

A melhor maneira de relatar a existência de bugs é por meio de protocolos internacionais de


desenvolvimento de software.
Um BugTracke é um aplicativo de software que controla os erros de software relatados em
projetos de desenvolvimento de software.

Ao encontrar um bug, o responsável deve, obrigatoriamente, avisar o desenvolvedor via e-mail.

O analista de requisitos é o responsável por encontrar erros, falhas, bugs e outros tipos de
problemas que não foram detectados durante o desenvolvimento de um software.
Devido a complexidade do tema, não é possível o desenvolvimento de  um sistema de
rastreamento de bugs.

Explicação:

Um BugTracker é um sistema de rastreamento de bugs, ou seja, de defeitos. É um aplicativo de software


que controla os erros de software relatados em projetos de desenvolvimento de software. Pode ser
considerado também um tipo de sistema de rastreamento de problemas.

O tester (isto é, o analista de teste) - é o responsável por encontrar erros, falhas, bugs e outros tipos de
problemas que não foram detectados durante o desenvolvimento de um software.

Ao encontrar um bug, ele pode avisar o desenvolvedor, de várias formas. Exemplo: pessoalmente, msn,
por e-mail, documentos, ferramentas de bug tracking, etc.

A melhor maneira de relatar a existência de bugs por meios formais e informais dependerá da dinâmica
da equipe de testes e do seu processo dentre essas alternativas apresentas.

 
4. O que é um BugTracker?

É uma ferramenta possui a funcionalidade de wiki para documentação

Um sistema de rastreamento de defeitos

Um software que não possuía um kernel (núcleo) estável

É uma aplicação J2EE de acompanhamento e gestão dos problemas

É um software que elimina o histórico dos bugs do sistema

Explicação:

Os outros itens referem-se a outros softwares livres.

5. Qual tarefa não é necessárias para pré-instalação do MantisBT?

Visualizar os usuários que possuem apenas permissão de consulta

Extraia o lançamento

Transferir o arquivo baixado para o seu servidor

Faça o download do MantisBT

Renomeie o diretório

Explicação:

Cada nível de usuários do Mantis possui diferentes responsabilidades dentro da ferramenta. O


Visualizador é um dos níveis.

6. Qual sistema de banco de dados não é suportado pelo Mantis


BugTRaker?

DB2

ADABAS

MySQL

PostgreSQL

MS SQL

Explicação:
ADABAS (Adaptable DAta BAse System)- Sistema de Banco de Dados Adaptável é o principal sistema
gerenciador de banco de dados em modelo de rede desenvolvido pela empresa Software AG, usado
inicialmente apenas em Mainframes, mas agora suportado por diversos sistemas diferentes, inclusive os
de plataforma baixa.

7. Segundo o padrão IEEE 610.12-1990 (IEEE Standard Glossary of


Software Engineering Terminology), o processo de gestão de
defeitos tem como etapa conseguinte a "identificação do defeito"
é:

Solução do defeito.

Linha base entregável.

Prevenção de defeito.

Definir relatório de gestão.

Melhoria do processo.

Explicação:

A ordem das etapas no proceso é: prevenção de defeito, linha base entregável, identificação do defeito,
solução do defeito e melhoria do processo.

1. Sobre filtrar casos de teste na ferramenta TestLink é incorreto afirmir:

Os usuários podem filtrar casos de testes por palavra-chave.

Os usuários podem filtrar casos de testes por seus testadores.

Os usuários podem filtrar casos de teste por resultados.

Pode-se apenas criar  e ediar palavras-chave.

Permite ao usuário filtrar os casos de testes para uma navegação inteligente antes que eles
sejam executados.

Explicação:

As palavras-chave são definidas usando o Criar/Editar/Deletar casos de testes ou pelo Atribuir palavras-


chave para múltiplos casos. Palavras-chave só podem ser criadas, editadas ou apagadas pelo líder, mas
podem ser renomeadas aos casos de testes por testadores.

2. Sobre as baselines/releases no TestLink é correto afirmar:


Representam o encerramento de um novo release do software, que é um novo build contendo
modificações em relação ao release anterior.
Representam a liberação de um novo build do software, que é um novo release contendo
modificações em relação ao release anterior.
Representam o encerramento de um novo build do software, que é um novo release contendo
modificações em relação ao release anterior.
Representam a liberação de um novo build do software, que é um novo release contendo
modificações em relação ao build anterior.
Representam a liberação de um novo release do software, que é um novo build contendo
modificações em relação ao release anterior.

Explicação:

Baselines/ releases no TestLink representam a liberação de um novo build do software, que é um novo
release contendo modificações em relação ao release anterior.

3. Sobre a criação de um novo projeto de teste no TestLink é


correto:

As cores de fundo podem ser atribuídas a modelos de projeto de teste para distingui-los
visualmente.

Há suporte de importação de dados em HTML para dentro do Projeto de Teste.

O usuário comum pode desativar o projeto de teste se ele estiver obsoleto.

Os nomes dos projetos podem ser repitidos.

Qualquer usuário pode criar um novo projeto.

Explicação:

Criar um novo projeto de teste exige direitos de administrador.

Cada projeto deve ter um nome exclusivo.

TestLink suporta importação de dados em XML ou CSV dentro do Projeto de Teste.

A edição de projetos de testes requer direitos de a dministrador. Somente como administrador o usuário
pode desativar o projeto de teste se ele estiver obsoleto.

4. As métricas ajudam na geração do processo de


teste. Essas métricas devem ser relatadas
como um fator de qualidade do software.

Classifique a métrica Auditabilidade para
testar e relatar o que acontece com o software
testado.
Facilidade com que se pode checar a conformidade aos padrões.

O dano que ocorre quando o programa encontra um erro.

A independência funcional dos componentes do programa.

O quanto o software é desvinculado do hardware em que opera.

A facilidade de operação de um programa.

Explicação:

As outras métricas referem-se a: Tolerância a erros, Independência de hardware, Modularidade,


Operabilidade.

5. São a base organizacional da unidade do TestLink:

Projetos de teste.

Casos de teste.

Planos de teste.

Usuário.

Marcos de teste.

Explicação:

Os projetos de teste são a base organizacional da unidade de TestLink. Os projetos de teste são
lançamentos da sua empresa que podem alte rar as suas características e funcionalidades ao longo do
tempo, mas, na maior parte dos casos, continuam a ser os mesmos. O projeto de teste inclui requisitos
de documentação, especificação de testes, planos de testes e direitos específicos dos usuários.

6. Dentre as tarefas do Testlink


encontramos o conceito de criação de
usuários. Cada usuário envolvido no
projeto de testes deve ser cadastrado
na ferramenta incluindo:

I- Profissionais da equipe de testes


como gerente de testes, coordenador
de testes, analistas de teste e
testadores.
II- Profissionais da equipe de
desenvolvimento como gerente de
desenvolvimento, coordenador de
desenvolvimento, analistas de
sistema, projetistas e
desenvolvedores.

III- Profissionais envolvidos no


projeto que necessitem pelo menos
visualizar as informações que estão
na ferramenta, como gerentes de
projeto, analistas de negócios,
equipem de ambiente, diretores.

Assinale a assertiva correta.


Apenas os itens II e III estão corretos.
Os itens I, II e III estão corretos.
Apenas o item II está correto.
Apenas o item I está correto.
Apenas os itens I e II estão corretos.

Explicação:

Todas as assertivas estão corretas.

Os usuários no Testlink ao serem criados, recebem um perfil


específico, que será seu perfil padrão. Para cada projeto que
atuem, podem ter perfis diferentes.

Exemplo: um coordenador de testes pode atuar como líder


em um projeto que está sob sua responsabilidade, mas pode
ser visitante em outro projeto que é coordenado por outro
usuário.

7. Existem várias ferramentas para


encontrar erros, falhas, bugs e outros
tipos de problemas que não foram
detectados durante o
desenvolvimento de um software.
Uma delas é o TestLinkMantis. As
características dessa ferramenta são:

I- Permite a escrita e armazenamento


de projetos de teste, planos de teste,
casos de teste bem como a execução
manual dos testes.

II- É escrita em C++ e roda no banco


de dados MySql.

III- Possui relatórios que permitem


verificar o andamento do projeto de
testes.

Assinale a assertiva correta.


Apenas o item I está correto.
Apenas os itens II e III estão corretos.
Apenas o item II está correto.
Apenas os itens I e II estão corretos.
Apenas os itens I e III estão corretos.

Explicação:

O item II está incorreto porque a ferramenta Testlink é


escrita em PHP e roda no banco de dados MySql.