Você está na página 1de 12

GEOMETRIA ESPACIAL III

MATEMÁTICA
Acesse o código para assistir ao vídeo.

1. CONE • Os segmentos com uma extremidade em V e a outra nos


pontos da circunferência da base são as geratrizes do
V cone;

• A distância do vértice ao plano da base é a altura do cone

• Secção transversal de um cone é qualquer interseção não


vazia do cone com um plano paralelo à base (desde que
este não passe pelo vértice); trata-se de um círculo.

O r
α
seção
transversal
1.1 CONCEITO
Consideremos um círculo de centro O e raio r, situado
num plano a, e um ponto V fora de a. Chama-se cone circular,
ou cone, a reunião dos segmentos com uma extremidade em
V e a outra em um ponto do círculo.

1.2 ELEMENTOS 1.3 CLASSIFICAÇÃO


Considerando o cone representado a seguir, temos:
Um cone pode ser classificado conforme a inclinação da reta
• O ponto V é o vértice do cone: VO sendo O o centro da base, em relação ao plano da base:

• O círculo de raio r é a base do cone; V


V
V

h g h
geratriz

h
O O

cone oblíquo cone reto


r
O
base • O cone circular é obliquo quando a reta VO é oblíqua à
base;
• O cone circular é reto quando a reta VO é perpendicular à
base

PROMILITARES 1
A área lateral do cone é dada por:
Al = πrg
OBSERVAÇÃO:
O cone circular reto é também chamado cone de
revolução. Ele gerado pela rotação de um triângulo
retângulo em torno de um de seus catetos. S
No cone de revolução a reta VO é o eixo, e vale a
relação.
g
r 2 + h2 =
g2 h
h
MATEMÁTICA

1.4 ÁREAS O
r

e e
V
V
g
h
g
superfície lateral
O

2πr
1.4.1 ÁREA DA BASE
r
A área da base de um cone é a área de um círculo de raio r.
base

V
1.4.3 ÁREA TOTAL: At
g A superfície total de um cone é a reunião da superfície
h
h lateral com o círculo da base. A área dessa superfície é cha-
mada área total.
r A=
t Al + Ab
O

A t = πrg + πr 2
g
superfície lateral ⇓
πr ( g + r )
At =

2πr
1.5 VOLUME
Ab = πr 2 O volume de um cone vale um terço do produto da
área da base pela altura:

1 2
V= πr h
1.4.2 ÁREA LATERAL: Al 3

A planificação da superfície lateral (ou a reunião das


geratrizes) de um cone nos dá um setor circular com as
seguintes características:

• Raio: g (geratriz do cone)


• Comprimento do arco: 2πr (perímetro da base)

2 PROMILITARES
1.6 SEÇÃO MERIDIANA E 2.2 SUPERFÍCIE ESFÉRICA
CONE EQUILÁTERO Superfície esférica de centro O e raio é o conjunto dos
Seção meridiana de um cone é a intersecção dele com pontos P do espaço que distam r do ponto O.
um plano que contém o eixo.
A seção meridiana de um cone reto é um triângulo e e
equilátero.

MATEMÁTICA
g = 2r
g 2r
h

r
O
cone equilátero seção meridiana
A superfície gerada pela rotação de uma semicircunferência
V V em torno de um eixo que contém o diâmetro é uma superfície
esférica.

P3
g g g
h h

P1 O
r
r
O P2
cone reto seção meridiana

dOP = r
Cone equilátero é um cone cuja seção meridiana é um
triângulo equilátero. 2.3 SEÇÃO DA ESFERA
Toda seção plana de uma esfera é um círculo.
2. ESFERA Sendo r o raio da esfera, d a distância do plano secante ao
centro e s o raio da seção, vale a relação:
e e

s2 + d2 =
r2

Se o plano secante passa pelo centro da esfera, temos


como seção um círculo máximo da esfera.

2.1 CONCEITOS r
A esfera é o sólido de revolução gerado pela rotação
completa de um semicírculo em torno de um eixo que contém
um diâmetro.

PROMILITARES 3

2.5 ÁREAS E VOLUME
M
A
d r 2.5.1 ÁREA DA SUPERFÍCIE ESFÉRICA
O
A área de um superfície esférica de raio r é igual a:

A= 4 πr 2
2.5.2) Volume da esfera

2.4 PARTES DA ESFERA O volume de uma esfera de raio r é igual a :


MATEMÁTICA

4 3
V= πr
2.4.1 FUSO ESFÉRICO 3

fuso esférico
2.5.3 ÁREA DO FUSO
r arco equatorial Para α em graus:
πr 2α
A fuso =
90


Para α em radianos:
A fuso= 2r 2α

Se uma semicircunferência com as extremidades num eixo,


ela gira α graus (0° < α ≤ 360°) em torno do eixo, ela gira uma 2.5.4 VOLUME DA CUNHA
superfície que é chamada fuso esférico.
Para α em graus:

2.4.2 CUNHA ESFÉRICA πr 3α


Vcunha =
270
cunha esférica
Para α em radianos:
r arco equatorial 2r 3α
Vcunha =
3

r
r 3. TRONCO DE PIRÂMIDE
r

Dada uma pirâmide e uma seção transversal qualquer
paralela à base, chama-se tronco de pirâmide a região entre a
base e essa seção transversal.
Se um semicírculo com diâmetro num eixo gira α graus
(0° < α ≤ 360°) em torno do eixo, ele gera um sólido que é V
chamado cunha esférica.

h
D’ C’
b H
A’

k
D C
B

A B

4 PROMILITARES
Nesse caso, podemos dizer que as pirâmides VABCD e 4.1 ELEMENTOS
VA’B’C’D’ são semelhantes. Portanto ocorrem, entre seus
elementos, relações muito importantes, que podem ser • A base do cone é a base maior do tronco, e a seção
demonstradas utilizando semelhança de triângulos. transversal é a base menor.
Logo, nas duas pirâmides, temos: • A distância entre os planos das bases é a altura do tronco.

• A razão entre dois segmentos correspondentes (alturas,


4.2 ÁREAS
arestas das bases, arestas laterais) é igual a uma constante base menor
k. V

MATEMÁTICA
r O’
H VA AB
k= = = g
h VA' A'B' h
B’ O’ A’ R
• A razão entre duas áreas correspondentes (áreas das O
bases, áreas laterais, áreas totais) é igual a k2.
B O A
base maior
A ∆ABCD
k2 =
A ∆A'B'C'D' Áreas das bases: AB,Ab

• A razão entre seus volumes é igual a k3 A área da Base maior é a área de um círculo de raio R.
Logo:
V AB = πR 2
k = ∆ABCD
3

V∆A 'B'C'D'
A área da base menor é a área de outro círculo, de raio r.
Logo:
- Volume do tronco de pirâmide
Ab = πr 2

V=
H
3
(B + B.b + b ) Área lateral: A superfície lateral de um tronco de cone
reto de raios r e R e geratrizes g é equivalente a um trapézio
de bases 2πr e 2πR e altura g. Logo:
Onde H é a altura do tronco e B e b são as áreas da base
maior e da base menor, respectivamente.
r

4. TRONCO DE CONE g

Tronco de cone de bases paralelas é a reunião da base


O
de um cone com uma seção transversal e com o conjunto dos
pontos do cone compreendidos entre os planos da base e da R
seção transversal.


r

O’
2

R
2

O
At =π (R + r ) g
 paralelo à base Área total: A t

PROMILITARES 5
A área de um tronco de cone é a soma da área lateral com
a área da base maior e com a área da base menor: EXEMPLO RESOLVIDO 1

Um artesão resolveu fabricar uma ampulheta de volume


r
total V constituída de uma semiesfera de raio 4 cm e de
um cone reto, com raio e altura 4 cm, comunicando-se
g pelo vértice do cone, de acordo com a figura abaixo.

R
MATEMÁTICA

g
r

ral
ate
ie l
rfíc
su 2r

Para seu funcionamento, o artesão depositará na


2
pe

ampulheta areia que corresponda a 25% de V. Portanto


o volume de areia, em cm3, é
128π
a) 16π. d) .
3
64 π
b) . e) 64 π.
3
A t = Al + AB + Ab
c) 32π.

5.7.3 VOLUME Solução: A


O volume de um tronco de cone de bases paralelas é O resultado pedido é dado por
obtido pela diferença dos volumes de dois cones. Logo:  1 4π 3 1  1
0,25 ⋅  ⋅ ⋅ 4 + ⋅ π ⋅ 42 ⋅ 4 = ⋅ 64 π= 16π cm3 .
2 3 3  4
πh 2
=
V
3
(R + Rr + r2 )

• SÓLIDO DE REVOLUÇÃO EXEMPLO RESOLVIDO 2


É gerado pela rotação de uma área plana em torno
Um torneiro mecânico construiu uma peça retirando, de
de um eixo coplanar com a área.
um cilindro metálico maciço, uma forma cônica, de acor-
do com a figura 01 a seguir:
e
Considere π ≅ 3
6 cm

g 3 cm
V

10 cm

Figura 1

6 PROMILITARES
EXEMPLO RESOLVIDO 4

Uma indústria de bebidas criou um brinde para seus


clientes com a forma exata da garrafa de um de seus
produtos, mas com medidas reduzidas a 20% das
originais. Se em cada garrafinha brinde cabem 7 ml de
bebida, podemos concluir que a capacidade da garrafa
original é de:
a) 875 ml
b) 938 ml

MATEMÁTICA
peça
c) 742 ml
Qual é o volume aproximado da peça em milímetros d) 693 ml
cúbicos? e) 567 ml
a) 2,16 x 105
b) 7,2 x 104
Solução: A
c) 2,8 x 105
d) 8,32 x 104 Seja C a capacidade da garrafa original, em mililitros.
e) 3,14 x 105 Como os sólidos são semelhantes, tem-se que
3
c  1 
=  ⇔
= c 875mL.
Solução: A 7  0,2 
1
O volume do cone retirado é dado por ⋅ π ⋅ 32 ⋅ 6 ≅ 54 cm3 ,
3
enquanto que o volume do cilindro é π ⋅ 3 ⋅ 10 ≅ 270 cm .
2 3

Portanto, o volume da aproximado da peça é igual a EXEMPLO RESOLVIDO 5


270 − 54 = 216 cm3 = 2,16 ⋅ 105 mm3 .
Uma esfera metálica de 3 cm de raio é colocada em um
congelador e, após algum tempo, acumula uma camada
de gelo de 3 cm de espessura, mantendo a forma esférica.
EXEMPLO RESOLVIDO 3 Então, o volume do gelo acumulado é
a) 198π cm3
Um cone circular reto, cuja medida do raio da base é R,
b) 215π cm3
é cortado por um plano paralelo a sua base, resultando
c) 252π cm3
dois sólidos de volumes iguais. Um destes sólidos é um
d) 207π cm3
cone circular reto, cuja medida do raio da base é r. A
e) 225π cm3
relação existente entre R e e é
a) R 3 = 3r 3.
b) R 2 = 2r 2. Solução: C
c) R 3 = 2r 3.
d) R 2 = 3r 2.

Solução: C
Sejam v e 2v, respectivamente, o volume do cone de raio
r e o volume do cone de raio R.
Portanto, como os cones são semelhantes, temos:
3
v r
=   ⇔ R 3= 2r 3.
2v  R 

r = 3 (raio da esfera menor)


R = 6 (raio da esfera maior)
4
Volume da esfera maior: V= π ⋅ 63= 288πcm3
3
4
Volume da esfera menor: v= π ⋅ 33= 36πcm3
3
Volume da camada de gelo: V − v= 252πcm3

PROMILITARES 7
04. Um depósito cheio de combustível tem a forma de um
cone circular reto. O combustível deve ser transportado por
EXERCÍCIOS DE
um único caminhão no qual o tanque transportador tem a
TREINAMENTO forma de um cilindro circular reto, cujo raio da base mede
1
01. Um recipiente cilíndrico possui raio da base medindo 4 cm metade do raio da base do depósito e altura da altura
3
e altura medindo 20 cm. Um segundo recipiente tem a forma do depósito. Quantas viagens o caminhão deverá fazer para
de um cone, e as medidas do raio de sua base e de sua altura esvaziar completamente o depósito, se para cada viagem a
são iguais às respectivas medidas do recipiente cilíndrico. Qual capacidade do tanque é preenchida?
é a razão entre o volume do recipiente cilíndrico e o volume a) 2
do recipiente cônico? b) 3
MATEMÁTICA

1 c) 4
a) c) 3
2 d) 5
d) 4 e) 6
1
b) e) 5
5
05. Parte do líquido de um cilindro circular reto que está cheio
é transferido para dois cones circulares retos idênticos de
02. A figura representa um sorvete de casquinha, no qual
mesmo raio e mesma altura do cilindro. Sabendo-se que os
todo o volume interno está preenchido por sorvete e a parte
cones ficaram totalmente cheios e que o nível da água que
externa apresenta um volume de meia bola de sorvete.
ficou no cilindro é de 3m, a altura do cilindro é de:
a) 5m
b) 6m
Considerando que o cone tem 12 cm de c) 8m
altura e raio 6 cm, então o volume total d) 9m
de sorvete é e) 12m
a) 216 π cm3.
b) 360 π cm3. 06. Um cone de revolução tem altura 8 cm e está circunscrito
a uma esfera de raio igual a 2 cm. A razão entre o volume da
c) 288 π cm3.
esfera e o volume do cone igual a
d) 264 π cm3. a) 1/4.
b) 1/8.
03. Um desafio matemático construído pelos alunos do Curso c) 1/2.
de Matemática tem as peças no formato de um cone. A figura d) 2.
abaixo representa a planificação de uma das peças construídas.
07. Ao se planificar um cone reto, sua superfície lateral é
igual a um quarto de um círculo com área igual a 12π. Nessas
condições, a área de sua base é igual a
a) π
b) 2π
c) 3π
d) 4π
e) 5π
120º
4 cm
08. A areia contida em um cone fechado, de altura 18 cm,
7
ocupa da capacidade do cone.
8
m
6c

A área dessa peça é de ______ cm².


a) 10π 1,8
b) 16π h
c) 20π
d) 28π
e) 40π

8 PROMILITARES
Voltando-se o vértice do cone para cima, conforme indica a 11. Uma empresa que produz embalagens plásticas está
figura, a altura h do tronco de cone ocupado pela areia, em elaborando um recipiente de formato cônico com uma
centímetros, é determinada capacidade, conforme o modelo a seguir.
a) 7.
36 cm
b) 8.
c) 9.
d) 10.
e) 11.
48 cm
09. A embalagem mostrada na figura contém iogurte na parte
de baixo e cereais na parte de cima.

MATEMÁTICA
raio
36 cm
Sabendo que o raio desse recipiente mede 36 cm e que sua
h altura é de 48 cm, a distância do vértice que deve ser feita uma
marca na superfície lateral do recipiente para indicar a metade
de sua capacidade é
a) 15 3 4 cm
H b) 30 3 4 cm
c) 30 3 2 cm
d) 15 3 2 cm
e) 30 cm

A parte de baixo é um cilindro circular reto de raio R e altura 12. Aumentando em 10% o raio de uma esfera a sua super-
H, e a de cima é um tronco de cone circular reto de raio fície aumentará:
a) 21 %.
R
maior R, raio menor e altura h. Sabendo que o volume b) 11 %.
2 c) 31 %.
da parte reservada ao iogurte é o quádruplo do volume do d) 24 %.
H e) 30 %.
compartimento dos cereais, a razão é
h
a) 5/4 13. Uma esfera de raio 2 cm é mergulhada num copo cilíndrico
b) 6/5 de 4 cm de raio, até encostar no fundo, de modo que a água
c) 7/2 do copo recubra exatamente a esfera.
d) 7/3
e) 7/4

10. Uma caixa de um perfume tem o formato de um tronco


de pirâmide quadrangular regular fechado. Para embrulhá-
la, Pedro tirou as seguintes medidas: aresta lateral 5cm e
arestas das bases 8cm e 2cm. A quantidade total de papel
para embrulhar esta caixa, supondo que não haja desperdício
e nem sobreposição de material, foi:
a) 88cm2
b) 168cm2
c) 80cm2
d) 68cm2 Antes da esfera ser colocada no copo, a altura de água era
e) 148cm2
27 10
a) cm d) cm
8 3

19 7
b) cm e) cm
6 2

18
c) cm
5

PROMILITARES 9
14. A razão entre os volumes das esferas circunscrita e inscrita O cone a que se refere tal planificação é
a um mesmo cubo é: a) d)
a) 3
b) 2 3
c) 3 3 10 10

d) 4 (3)
3 6 8
(3)
e) 3
2 b) e)
MATEMÁTICA

15. A altura de um cone reto é igual ao raio da esfera a ele


circunscrita. Então o volume da esfera é: 10
a) o dobro do volume do cone. 10
b) o triplo do volume do cone.
c) o quádruplo do volume do cone. 7 7
d) 4/3 do volume do cone.
e) 8/3 do volume do cone. c)

16. Nesta figura, está representada a região T, do plano


cartesiano, limitada pelo eixo y e pelas retas y = x + 1 e y = 3x: 10
y
8

18. A figura abaixo representa um recipiente cônico com


solução aquosa de hipoclorito de sódio a 27%. O nível desse
líquido tem 12 cm de altura.

H
Seja S o sólido obtido pela rotação da região T em torno do
eixo y. Então, é correto afirmar que o volume de S é: 12 cm
π
a) .
24
π
b) . Para o preparo de um desinfetante, diluiu-se a solução inicial
12
com água, até completar o recipiente, obtendo-se a solução
π
c) . aquosa do hipoclorito de sódio a 8%.
8
Esse recipiente tem altura H, em centímetros, equivalente a
π
d) . a) 16
4 b) 18
17. A figura indica a planificação da lateral de um cone circular c) 20
reto: d) 22

252º

10
10

10 PROMILITARES
19. Seja S uma seção de uma esfera determinada pela
interseção com um plano, conforme figura.

S
02 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Duas esferas de aço de raio 4 cm e 3 61 cm fundem-se para


formar uma esfera maior. Considerando que não houve perda
de material das esferas durante o processo de fundição, a
medida do raio da nova esfera é de:
a) 5 cm

MATEMÁTICA
b) 5,5 cm
c) 4,5 cm
d) 6 cm
e) 7 cm
Se S está a 3 cm do centro da esfera e tem área igual a 16πcm²,
então o volume desta esfera é:
a) 36πcm³

b)
256π
3
cm3

c) 100π cm3
d) 16πcm³
03 Acesse o código para assistir ao vídeo.

O volume de um tronco de pirâmide de 4 dm de altura e cujas


500π áreas das bases são iguais a 36 dm² e 144 dm² vale
e) cm3 a) 330 m²
3
b) 330 cm²
20. Uma peça de ornamentação confeccionada com vidro possui c) 360 dm³
a forma de um prisma regular reto, cuja base é um triângulo d) 720 dm³
equilátero. Em seu interior, há uma esfera representando o e) 336 dm³
globo terrestre, que tangencia cada face do prisma. Sabendo
que o raio da esfera é r, qual é o volume do prisma?
a) 3r 3.
b)
c)
d)
2 3r 3.
3 3r 3.
6 3r 3.
04 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Um tanque subterrâneo tem a forma de um cone invertido.


e) 8 3r 3. Esse tanque está completamente cheio com 8dm³ de água e
56dm³ de petróleo. Petróleo e água não se misturam, ficando
o petróleo na parte superior do tanque e a água na parte
inferior. Sabendo que o tanque tem 12m de profundidade, a
EXERCÍCIOS DE COMBATE altura da camada de petróleo é
a) 10m.
b) 9m.
c) 8m.

01
d) 7m.
e) 6m.
Acesse o código para assistir ao vídeo.

Dobrando o raio da base de um cone e reduzindo sua altura à

05
metade, seu volume
a) dobra.
Acesse o código para assistir ao vídeo.
b) quadruplica.
c) não se altera.
A base de um cone circular reto está inscrita num triângulo
d) reduz-se à metade do volume original.
equilátero de área 9 3cm2 . Se as alturas do cone e do triângulo
e) reduz-se a um quarto do volume original.
são congruentes, então o volume do cone, em cm³, é
a) 3π 6 c) 6π 3
b) 3π 3 d) 6π 6

PROMILITARES 11
06 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Uma esfera tem 36π m³ de volume. A medida de sua superfície,


10 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Um cone tem 3 cm de altura 8πcm³ de volume. O raio da base


em m², é desse cone, em cm, é
a) 72p a) 4
b) 56p b) 6
c) 48p c) 3 2
MATEMÁTICA

d) 36p
d) 2 2

07 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Um reservatório, com volume igual a 144πm³, tem a forma de


GABARITO

uma semiesfera. Para aumentar seu volume em 342 π m³, é EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO
preciso aumentar o raio do reservatório em
a) 12m 01. C 11. B
b) 9m 02. C 12. A
c) 6m 03. B 13. D
d) 3m 04. C 14. C
05. D 15. C
06. C 16. B
07. C 17. B

08
08. C 18. B
09. D 19. E
Acesse o código para assistir ao vídeo.
10. E 20. D
Um chapéu de festa, feito de cartolina, tem a forma de um
EXERCÍCIOS DE COMBATE
cone de 1 dm de raio e 5 dm de geratriz. Para fazer 20 chapéus,
são necessários, no mínimo, ________ dm² de cartolina.
01. A 06. D
Considere π = 3,14.
02. A 07. D
a) 157
03. E 08. C
b) 225
04. E 09. A
c) 314
05. B 10. D
d) 426

09 Acesse o código para assistir ao vídeo.

Um cone e um cilindro, ambos equiláteros, têm bases de raios


congruentes. A razão entre as áreas das seções meridianas do
cone e do cilindro é
4
3
a)
2
3
b)
2
1
c)
3
1
d)
2

12 PROMILITARES