Você está na página 1de 27

Como Fortalecer a Saúde Mental e Física

Ebook-Transcrição do Webinário

Olá bem-vindos este Webinário Como Fortalecer a Tua Saúde Física e a Tua Saúde
Mental.

Criei este Webinário para ti porque quero partilhar contigo o meu ponto de vista e
não só!. O ponto de vista de alguns historiadores, de alguns filósofos, de alguns
cientistas ligados a três pilares fundamentais e importantes na nossa vida: A Mente
- A Energia e (os nossos comportamentos) A Ação.

E é através destes três pilares grandes e extremamente importantes, que nós


obtemos resultados que queremos ou então os resultados que nós não queremos.

Na primeira parte, nós vamos falar um pouco do que a energia, depois vamos falar
de como é que a energia está interligada à mente, e por último como é que energia,
a mente todas em conjunto pode levar a tomar ações, comportamento diferentes
em prol daquilo que realmente quero. E é isso o que vamos aprender aqui hoje.

É o que tu podes aprender disto tudo e implementar já no dia a dia, naquela rotina
diária.

1|Pági na
2|Página

PILAR DA ENERGIA
Energia! E falando deste primeiro pilar Energia…o que é energia? isto já foi falado
ele vezes sem conta em várias áreas da nossa vida. Tudo é energia e tudo vibra.
Sim. Tudo vibra: eu vibro, tu vibras, as minhas luzinhas aí atrás vibram. Tudo está
a vibrar e vibra em diferentes frequências vibratórias. E as frequências vibratórias,
a forma como ela vibra é simplesmente isso que estou a dizer, é uma frequência.
Não são boas ou más, são apenas frequências. Pode ser uma frequência que está
ligada e sintonizada a uma polaridade positiva ou então a frequência que está
sintonizada uma polaridade negativa. Porque outra lei universal é a lei das
polaridades para tudo bom há o mau, o que o sobe também desce, o que está
dentro está fora. Isto é a lei da polaridade.

Mas, nós regemo-nos pela lei universal da vibração. Esta é a primeira lei de todas.
Nós estamos em constante vibração e tudo vibra. E porquê é que isto é
importante? Bem, isto é importante porque quero explicar-te a importância de
introduzir um novo elemento nesta equação da vibração.

O elemento que eu quero partilhar contigo são os cristais.

Os cristais são conhecidos …(é um objeto, é uma coisa) que tem uma frequência
vibratória muito mais alta que a nossa, e porquê isso? Foi estudado que os cristais
vibram numa frequência mais alta porque eles têm apenas uma única frequência
vibratória e nós seres humanos vibramos em múltiplas frequências vibratórias. Nós
tendemos para o caos, tendemos naturalmente para a desordem, ou seja,
tendemos para a entropia. É natural do ser humano. Porque, se nós começarmos
a imaginar e a pensar que nós temos múltiplas frequências em simultâneo no
nosso corpo: o coração vibra numa frequência, o cérebro noutra, os nossos órgãos
cada um tem a sua frequência. Imagino o que é colocar tudo isto a vibrar em
sintonia. É realmente um desafio certo? então mesmo que nós façamos tudo: as
meditações, as visualizações, as afirmações todas, as técnicas de trabalho na
energético - não dura durante meses. Não! Lamento. Vai ajudar-nos diariamente a
mantermos a nossa frequência o mais estável possível.

2|Pági na
3|Página

E é por isso que é necessário realizar todos os dias, de forma consistente e


persistente um trabalho completo de energia, um trabalho todo completo de
pensamentos positivos. Ou seja, da mentalidade certa. E também todos os dias
deveremos ter ações construtivas e produtivas. Para quê? Para que nós possamos
ter os resultados que nós queremos. É assim que funciona a lei da vibração.

E a seguir à lei da vibração vem a lei da atração que diz o seguinte; todos nós
atraímos aquilo em que nós estamos a vibrar. Se eu vibro na polaridade positiva,
eu vou atrair pessoas, circunstâncias, situações nessa polaridade positiva. Se eu
vibro na polaridade negativa, eu vou atrair, naturalmente, situações, pessoas e
circunstâncias ligadas a esta polaridade negativa.

Logo, se eu quero alterar aquilo que eu estou a atrair até mim, eu tenho que
ajustar-me à frequência que eu desejo: polaridade positiva ou polaridade
negativa. É contigo.

Então somos nós os únicos responsáveis por aquilo que nos acontece. Porquê?
Porque segundo as leis universais, nós temos a primeira lei, que é a lei da vibração
que diz que tudo vibra. Se tudo vibra, tudo está em constante ressonância e esta
ressonância vai adaptar-se, vai integrar-se de acordo com a mesma frequência
vibratória. Ele vai atrair e vai ressoar de acordo com a frequência, porque o
semelhante atrai o semelhante. Então, eu tenho que mudar dentro de mim a
minha frequência, o tipo pensamentos, o tipo de ações que eu faço para que eu
possa atrair algo diferente.

E gostaria de partilhar contigo a importância destes maravilhosos objetos que são


os cristais, e como eles, sendo uma ferramenta. "Bem, e o que é uma ferramenta,
Patrícia?". Uma ferramenta é algo que eu utilizo adicionalmente para me levar a
um determinado fim. Para eu conseguir aquilo que eu quero de forma mais rápida.
Não quer dizer que eu não a possa conseguir sem eles. Posso. Mas vai levar mais
tempo, vai ser mais trabalhoso. Logo, quando eu utilizo os cristais na minha rotina
3|Pági na
4|Página

diária, significa que eu vou alcançar de forma mais rápida aquilo a que eu me estou
a propor, e aquilo que estou a intencionar fazer. Tem a ver com aquilo que eu faço,
aquilo que eu penso e forma como eu vibro. Então sendo os cristais
amplificadores e condutores de energia, eles vão conduzir toda esta emoção,
todos estes pensamentos, e vão entrar numa compulsão, vão ajudar-me a agir
da forma certa. É desta forma que os cristais vão ser um grande aliado.

Os cristais vão fazer através de ti aquilo que podem. Agora, os cristais não fazem
por ti as coisas, os cristais não são aqueles que:

- "Patrícia, qual é o cristal da coragem?"

- "É isto."
- "Qual é o cristal da autoestima?"

Sim, existe um conjunto de cristais que têm umas características, umas


propriedades nos ajudam em determinadas áreas da nossa vida. Contudo, não são,
e não podemos delegar a nossa responsabilidade numa pedra. Não é o cristal que
vai fazer com que tu sejas mais corajoso, não é o cristal que vai fazer com que tu
tenhas uma maior autoestima, não é um cristal que te vai curar. Não funciona
dessa forma. Os cristais vão ser o teu aliado, o teu companheiro, uma ferramenta
que vai fazer através de ti o que não pode fazer por ti. Espero que tenhas
entendido como é que tudo isto funciona.

E por que é que eles funcionam? Por que é que eles interagem connosco e por que
é que eles nos ajudam a acelerar os resultados que nós queremos?

Bem, trouxe aqui um livro que é extremamente maravilhoso que é Medicina


Vibracional do Dr. Richard Gerber que diz o seguinte, e isto são explicações
científicas e é isso que eu quero trazer para ti, para que tu entendas como é que
estas peças todas se encaixam. Ele diz que é por exemplo, o cristal de rubi era a
chave o componente de chave, o componente principal no primeiro laser
desenvolvido pelos laboratórios Bell, pelos cientistas do laboratório Bell, nos
1960. Ou seja já aqui os seres humanos estavam a ir ao reino mineral, aos cristais,
buscar essa informação, usá-los como ferramentas para conseguir algo. O rubi
ajuda no laser. Os primeiros lasers a serem desenvolvidos pelos laboratórios Bell,
4|Pági na
5|Página

pelos cientistas do laboratório, foi o rubi, porque ajudava a tornar mais preciso o
laser. Ótimo.
Outra questão importante. É bom saber que as luzes que nós usamos no dia a dia
agora, os LED, também são utilizados através dos cristais. Os cristais são utilizados
nos LEDs. E também tudo que seja por exemplo, aquelas ecrãs dos computadores,
como nós temos aqui, nos telemóveis, têm aqueles cristais líquidos do LCD que às
vezes estalam, isso também são cristais no seu estado líquido.

Os cristais são utilizados como diz aqui, são utilizados na comunicação, no


armazenamento de informação, e aqui é extraordinário esta descoberta em que
um cristal de quartzo consegue armazenar informação de forma extraordinária.
Tudo que são painéis solares, aplicações de laser na indústria, na medicina, tudo
isso foi descoberto, os seres humanos descobriram que podem utilizar os cristais
como um aliado para chegar a um fim de forma mais rápida.

Sendo nós seres humanos, temos aqui dentro de nós um circuito eletrónico, um
circuito eletromagnético. Nós funcionamos por energia dentro do nosso corpo. Os
cristais também funcionam por energia dentro do corpo deles, são condutores. E
todas estas aplicabilidades em que eles foram utilizados foi mesmo devido à sua
característica de condutores, de transmissores. Se nós formos observar que nós
seres humanos também somos um mecanismo eletromagnético condutor de
informação, nós conduzimos aqui no nosso cérebro impulsos neuronais, através
das sinapses que se vão fazendo, há impulsos neuronais. E quantos de nós já
apanhamos choques, ficamos arrepiados? Existe energia dentro de nós a circular.

Se os cristais conseguem amplificar, melhorar a performance e fazer feitos


extraordinários em tudo o que é aparelhos, mecanismos, por que é que eles não
podem fazer feitos extraordinários e trabalhar também para o bem de nós seres
humanos que fundo somos também um componente eletromagnético? Bom, claro
que sim. Até agora está a fazer sentido, não é? Acredito que esteja.

Então é assim que os cristais funcionam, os cristais funcionam através de toda a


parte, a ressonância eletromagnética que em contato com o nosso corpo vai criar
uma frequência similar e os cristais vão tender naturalmente a subir a nossa

5|Pági na
6|Página

energia. Porque os cristais, no lugar onde eles se encontram, e se nós usamos os


cristais também, eles vão tender a subir as frequências vibracionais para que
vibrem de forma mais alta. E como nós somos seres com frequências mais baixas,
é isso que os cristais vão fazer.

Espero que até agora tenhas entendido como é que está a funcionar isto tudo da
energia. Então, o que é que tu podes fazer para que já em casa te ajudes a melhorar
o teu circuito eletromagnético? O que é que tu podes fazer para que comeces a
sintonizar-te na polaridade positiva? Ou seja, para que tu eleves energeticamente
a tua frequência vibracional, para que vibre mais alta.

TÉCNICAS PARA AUMENTAR A TUA VIBRAÇÃO

Ainda estamos a falar aqui da energia então uma das técnicas que podes realizar
em casa é tu pegares em duas pontas de cristais de quartzo. Podem ser maiores,
podem ser mais pequeninas. Duas pontas de cristais de quartzo, não te preocupes
muito com o tamanho. Então vais pegar numa ponta e colocas na tua mão
esquerda. E aqui a ponta entra, ou seja, ela vai virar. A ponta fica em direção a
mim, ao meu corpo. E na mão direita, tu vais colocar a ponta apontando para fora
dos dedos. O que é que isto vai fazer? Vai fazer com que a energia que está aqui
no astral, no éter, energia chi, energia prana, energia vital, aquilo que tu lhe
quiseres chamar, esta energia entre através da base do cristal, desta base, porque
é a base que absorve energia, que absorve informação e que é conduzida pela
ponta. A ponta é um condutor, é um feixe de luz. Conduz, passa por tudo, sobe
pelo teu braço, chega aqui ao coração e liberta toda esta informação pelo braço
direito, e como eu tenho um condutor na minha mão direita é expelido pela minha
mão direita. Eu conduzo a energia que eu quero que entre no corpo com a mão
esquerda e eu liberto através da ponta, que também é um condutor e um
transmissor, a energia que eu não quero mais pela minha mão direita. Então eu
recebo pela mão esquerda e liberto pensamentos, emoções que eu não desejo,
pela mão direita.

DURAÇÃO
O exercício, podes fazer durante dois, cinco, dez minutos. Basta estares com os os
cristais na mão, concentrares-te, ou pões uma música relaxada, ou concentras-te
na respiração, vais inspirando e expirando tranquilamente de forma natural. Basta
6|Pági na
7|Página

fazer isto de manhã, à tarde e à noite. Três vezes por dia é aquilo que o recomendo
aos meus alunos. Mas se não puderes fazer, pelo menos quando acordes de
manhã, faz o exercício logo pela manhã, acordas, tens os teus cristais na mesa de
cabeceira, realizas o exercício, e quando te deitas, os cristais estão lá e voltas a
fazer o exercício. Então, garantidamente, tens que fazer manhã e garantidamente
vais fazer ao fim do dia, à noite, duas vezes.

Isto vai ajudar-te no quê, especificamente? Bom, os cristais como eu estive aqui a
explicar, o que eu preciso é que tu eleves a vibração. Eu o que preciso, é que a
frequência vibratória esteja mais alta, para que, bom, se eu vibro mais alto, eu vou
atrair a mesma frequência vibracional. Então eu preciso que esta energia dentro
de nós, neste nosso corpo, circule. Ela precisa de circular. Mesmo. Precisa de
circular.

Pode haver estagnação, pode haver apatia, inércia... A energia está perra, parece
que nos sentimos perros, as coisas não andam, aquilo não flui, as coisas ficam ali.
Eu preciso que tu fiques com energia a funcionar no fluxo. E isto é uma das
técnicas, um dos exercícios que te vai ajudar certamente a que a energia comece
a fluir de forma mais rápida. Quanto mais realizares esta técnica, mais vezes por
dia, melhor. Só tens a ganhar.

Podes realizar em ti, o teu marido também pode fazer, os teus filhos também
podem fazer. Tudo bem, isto não tem contraindicações, está bem? Em bebés não.
Não precisam. Agora, a partir dos 6 anos de idade, sim perfeitamente, já se pode
realizar este exercício porque até as crianças adoram, sentem mesmo um
formigueiro pela mão, sentem como se fossem umas cócegas, frio, calor... A
sensação de ímãs nas nossas mãos, tudo isso são sensações que as pessoas
manifestam em relação à energia. Porque não nos foi ensinado sentir energia. É
difícil para quem está numa primeira vez, sentir energia.

Quando eu pergunto:
- "O que é que tu sentes? Como é que tu sentes essa energia?"
- "Eu não sei."
Bom, então, mais simples possível é:
- "O que é que tu estás a sentir agora?"
7|Pági na
8|Página

- "Nada, Patrícia."
- "Ok"
Ponho o cristal e:
- "O que é que tu estás a sentir?"
- "Parece que foi um impulso elétrico, deu-me um arrepio, tenho uma dor aqui na
mão, parece que está pesada."
Nada é certo, nada errado. Simplesmente é a sensação que tu tens da energia. É
só isso, então basta prestar atenção.
- "Patrícia, a primeira vez não senti nada."

Experimenta, vai experimentando. Quanto mais tu fizeres, mais irás sentir.

Então, isto aqui da energia é importante que tu entendas, resumindo que todos
os dias deverás realizar algo para aumentar a vibração da tua energia.

8|Pági na
9|Página

PILAR DA MENTE

E quando estamos a falar de energia, estamos a falar do campo eletromagnético.


Naturalmente deixamo-nos invadir por medos, por dúvidas, preocupações, e então
nesta altura muito mais. O que é que vai acontecer? Esta situação será que me vai
atingir? Tudo isto cria ansiedade, cria dúvidas e faz com que a nossa energia fique
paralisada e estagnada. Eu preciso de voltar ao fluxo, porque tudo isto vai fazer
com que a energia baixe, e aqui entra a mente. Entra o pilar da mente, que já vou
explicar como é que tudo isto funciona.

Se, por exemplo, eu estiver a sucumbir à dúvida, ao medo, e à preocupação, que é


algo que naturalmente, ao ver as notícias, a ver a televisão, ao ver as redes
sociais, tudo o que está a acontecer a nível mundial, é naturalmente normal sentir
estas emoções. E isto é alimentado dia após dia, após dia, após dia, o que é que vai
acontecer? Vai-me gerar ansiedade, vai-me gerar stress.

E quando eu estou num estado de stress constante, num estado mesmo de stress
constante, nós sabemos que, e foi estudado, e quem fala muito bem disso é o Dr.
Bruce Lipton, na Biologia da crença, que quando nós alimentamos muito este
estado de stress, nós disparamos as hormonas do stress no nosso corpo. Cortisol,
adrenalina, começam ali feitas malucas, e quando acontece isto, existe
naturalmente um corte, uma supressão do sistema imunológico do nosso corpo.
Quando eu falo disto, é porque aqui nesta zona do timo, é energeticamente,
vibracionalmente, é a zona onde nós trabalhamos o sistema imunológico.

Então, se existe uma supressão do sistema imunológico, o que é que vai acontecer?
Bem, eu vou parar com o meu sistema imunológico, eu não vou ter as defesas em
ordem, em dia. Porque quando nós estamos num estado de stress e que
disparamos o cortisol e a adrenalina, o que é que acontece? Bem, se eu estou em
stress, eu estou a dizer ao meu corpo que eu acho, eu sinto que eu vou morrer, ou
tenho que lutar, ou vou morrer, ou tenho que fugir, ou vou morrer, estou num
estado de dualidade vida ou morte. E se estou em dualidade de vida e morte, que
interessa se me dói a cabeça ou se me doem os dentes, ou se eu tenho febre? Por

9|Pági na
10 | P á g i n a

acaso não interessa nada nessa altura, se me doem os dentes, a cabeça ou febre.
Tenho é que fugir para não morrer, certo? Bom, então aqui, é para tu entenderes,
toda esta explicação é para que tu entendas que é natural, se acontecer uma vez,
tudo bem. Agora se tu estás constantemente stressado, e ansioso, e com medo, e
com dúvidas e preocupado, estás sempre a libertar estas hormonas para o corpo
e estás sempre a suprimir o sistema imunológico. Então, quando vem algo de fora,
o teu sistema não tem como combatê-lo, porque o sistema imunológico está
adormecido.

Porquê? Porque tu precisas, num estado de stress, tu precisas de todas as tuas


forças, tu precisas de toda a tua energia, então as tuas hormonas dizem assim ao
resto do teu corpo e ao teu sistema imunológico:

- "Olha, pára ali com o teu trabalho agora porque eu preciso das reservas todas
para fugir, porque senão eu morro."

Está bem, então paramos. Então o teu corpo vai buscar as reservas de energia que
tem, para tu fugires, senão morres. Por isso que nos sentimos cansadas, sentimo-
nos drenadas, esgotadas, quando estamos sempre stressadas.

As reservas de energia do nosso corpo são esgotadas, elas são usadas


continuamente. Então eu faço eu faço uma meditação, faço um Reiki, faço uns
cristais e volto outra vez a estar esgotada e parece que as coisas não funcionam,
não funcionam porque tem a ver com a tua mente. E aqui estás a entender que
tudo está interligado.

Tu não podes fazer apenas uma coisa e não trabalhar os outros dois pilares. Tu
tens de trabalhar três pilares em simultâneo, tens de trabalhar a tua energia, a tua
mente, e comportamentos e ações produtivas que para que a vida flua na
perfeição. Dentro do que a perfeição do ser humano requer, e aquilo que nós
achamos que a é a perfeição. Então espero que estejas mesmo a entender como é
que agora as coisas estão a casar todas e a interligar.

Então aqui, se todas estas hormonas do stress, estão ativas, eu fico cansada, eu
fico drenada, então nada do que eu faço energeticamente funciona. Funciona
10 | P á g i n a
11 | P á g i n a

momentaneamente, mas não a longo prazo, porque continuo preocupada,


continuo ansiosa, continuo stressada, então as coisas vão sempre aumentando.
É como se tu fosses um balão, e está furado. Então tu enches o balão e ele vai
fugindo, vai fugindo, a energia vai fugindo. Tu dás energia e a energia foge. Tu tens
de aprender a fechar o balão. Tens de aprender a ter um balão, o teu campo
eletromagnético tem que estar durinho, tem que estar perfeitamente harmonioso
e estável, para que quando vêm situações de fora, ele seja maleável o suficiente,
mas que não fique minguado, mirrado, e então haja uma permissão que as coisas
entrem dentro de nós, que não queremos.

A mente é e funciona através de impulsos eletromagnéticos. E quando nós


estamos constantemente a ter pensamentos, estamos a gerar impulsos
eletromagnético. As sinapses neuronais estão a formar-se e eu vou gerando
impulsos de um lado para o outro. E são neutros, são impulsos, agora eu vou dar
uma carga positiva ou negativa de acordo com as minhas emoções. E aqui entra
então o pilar da mente.

As coisas são como são. Ponto final parágrafo. As coisas são neutras. E foi muito
giro, hoje estava ao telefone com uma amiga, e ela estava a dizer:

- "Então, Patrícia, fala um pouco sobre esta situação que está a decorrer, que estás
dentro disto da energia e dos cristais."
Então estivemos a conversar, estava a falar um pouco da mentalidade de não
sucumbir a um pânico que está a acontecer. E ela disse:
- "Olha sabes uma coisa, a minha filha disse que nunca esteve tão bem. Que este é
um dos melhores momentos da vida dela."

E disse:
- "A sério? Então porquê?"
- "Porque ela está a ter os dois pais em casa. E sabes, os nossos filhos com certeza
já que disseram de uma forma ou de outra - a minha filha também disse o mesmo
- que este é pelo menos " Olha, não estou a ir para a escola, estou aqui divertida,
vejo os meus filmes, leio livros, faço isto.".

11 | P á g i n a
12 | P á g i n a

Então, isto é para dizer-te o quê? Depende, tem a ver com a nossa perspectiva.
Depende da nossa opinião, nós é que damos o símbolo, a categoria daquilo que
está a acontecer.

Para essas crianças e para a filha da minha amiga, isto foi melhor que aconteceu
na vida dela. E é o pior que está a acontecer na vida de outros, então a coisa é má,
bem, de acordo com os olhos com que tu a vejas. E aquilo que eu estou a dizer é
que independentemente daquilo que está a acontecer no exterior, em todos os
países, das doenças, das infecções, das mortes, que é a lamentar mesmo,
seriamente.

Nós ficamos muito tristes e sentidos com aquilo tudo que está acontecer, mas há
algo que é importante nós tomarmos consciência. Não podemos fazer nada em
relação a isso, as coisas estão acontecer. Tu não podes controlar o que está a
acontecer exteriormente. A humanidade está a tentar fazer isso da melhor forma
possível, mas nós já percebemos que foge um pouco ao nosso controlo. A única
coisa que eu quero que tu percebas, que tu podes controlar, sim, são as tuas
emoções e pode controlar aquilo que tu pensas.

Independentemente daquilo que está a acontecer, que é o que está a acontecer,


que ninguém está a gostar daquilo que está a acontecer, tu podes escolher ver em
simultâneo uma nova realidade na tua vida. E é isso que estou a convidar-te a fazer
neste momento.

Vamos pensar diferente em relação ao que está a acontecer. Porque lembra-te:


aquilo que tu pensas, é aquilo que te acontece.
Então vamos criar um momento de auto sugestão pela positiva. Vamos introduzir
dentro de nós um vírus positivo para que comecemos a ver com outros olhos aquilo
que está a acontecer neste momento.

Então o meu convite é: este é o melhor momento da minha vida, esta é a melhor
realidade que eu jamais poderia ter vivido, este é o momento de triunfar, este é o
momento em que eu vou vencer, este é o momento em que eu estou vencer, este
é o melhor momento.
- " Mas Patrícia, não tem lógica, não é."
12 | P á g i n a
13 | P á g i n a

Depende daquilo que tu acreditares.

E aqui entra algo que eu adoro, esta história aqui do livro d'A Biologia da crença,
da crença, aquilo que acreditas, é. Se tu acreditas que é para ti, não sou eu que vou
dizer que não seja. Mesmo que eu diga que não é, se tu acreditas piamente
naquilo, é para ti e acontecerá da maneira como tu acreditas. Isso está estudado
muito bem neste livro d'A Biologia da crença. Aliás, neste livro, no livro do Dr.
Joseph Murphy, também, do Poder do Subconsciente e outros, não ia trazer agora
a biblioteca inteira aqui. Mas tenho algumas notas que gostaria de colocar aqui
para que vocês percebessem a importância do que é o poder da mente.

Então diz assim, aqui n'A Biologia da crença ele partilhou o caso do Dr. Bruce
Moseley, 2002. É algo muito recente, 2002. Então o Dr. Bruce era um cirurgião que
tratava problemas de joelhos. E ele estava a testar o efeito placebo. Nós ouvimos
falar o efeito placebo através dos medicamentos e dos comprimidos, que se toma
e que já ouvimos falar de casos de pessoas que acreditavam que estavam a tomar
aquele comprimido e curaram-se. Quantos medicamentos nós sabemos isso? Os
estudantes de medicina também abordam esse caso. Tudo muito bem.

Mas o Dr. Bruce Moseley foi um pouco mais à frente. Ele quis experimentar o
efeito placebo em cirurgias. O que é isso? O induzir os doentes a acreditarem que
estavam a ser sujeitos a uma intervenção cirúrgica para determinado fim e
curaram-se. Então diz assim: o Dr. Bruce sabia que a cirurgia ajudava os pacientes.
Todos os bons cirurgiões sabem que não existe placebo na cirurgia. Mas, ele estava
a tentar compreender que parte da cirurgia é que poderia causar alívio aos
pacientes.

Ele tinha três grupos pacientes, dois deles foram sujeitos mesmo a uma
intervenção cirúrgica típica do joelho. Ótimo. O terceiro grupo não. Então, dois
grupos eles foram para dentro do bloco operatório, fizeram a abertura do joelho,
fizeram todo o trabalho dos joelhos e tudo bem. Quando entrou o terceiro grupo
que foi submetido a uma falsa cirurgia, ele fez o seguinte, o paciente foi sedado, o
doutor fez três cortes típicos da cirurgia do joelho e, foi falando, porque
supostamente o que diz aqui é que era com anestesia localizada, porque os
pacientes ouviam. Então o médico foi falando tal e qual iria agir se fosse uma
13 | P á g i n a
14 | P á g i n a

operação de verdade. Ele até simulou o som e tudo das coisas! Depois de 40
minutos, cozeu as incisões, e os três grupos foram sujeitos a terapia, fisioterapia e
os medicamentos normais depois de uma operação.

Os resultados foram chocantes, diz aqui. Os grupos que foram submetidos a


cirurgia conforme o esperado melhoraram, mas o grupo placebo melhorou tanto
como os outros dois. E isto ele diz assim: é brutal. O Doutor Moseley no Discovery
Health Channel diz o seguinte: "Neste mundo, é tudo possível quando assim
decidimos na nossa cabeça. Eu sei que a mente pode fazer milagres."

Eu estou a dizer, aquilo que tu acreditas, é. Eles acreditaram que estavam a ser
operados, claro, se estavam num bloco operatório, iam ser operados mas ele não
lhes retirou a doença, não lhes retirou o problema do joelho, mas eles acreditaram
e induziram o corpo à auto-cura. É um efeito placebo extraordinário, certamente
que podem concordar com isto, não é?

Outra coisa aqui do Poder do subconsciente que diz aqui o seguinte, outro exemplo
que foi muito conhecido na altura de 1840, recuamos um bocadinho, 1840.
Esdaille, eu não sei se é assim que se diz, era um cirurgião escocês que trabalhou
em Bengala durante a década de 1840, altura em que ainda não se utilizava o éter
ou então outros métodos modernos de anestesia química. Não havia ainda
anestesia, no entanto entre 1843 e 1846, durante 3 anos, o Dr. Esdaille executou
cerca de 400 operações delicadas de todos os tipos, desde amputações de
membros, remoções de tumores, e excrescências tumorais, operações aos olhos,
ouvidos e garganta, todas estas operações foram efetuadas apenas com
anestesia mental. Os pacientes afirmaram não terem sentido dor e nenhum deles
morreu depois da cirurgia. Surpreendente, não é?

Então, igualmente surpreendente foi a extremamente baixa taxa de mortalidade


dos pacientes do Dr. Esdaille após a cirurgia. Tudo isto aconteceu muito antes de
cientistas ocidentais, como Louis Pasteur e Joseph Lister referirem que origem
bacteriológica da infecção.
Nessa altura não se sabia que as infecções ocorriam depois e durante o operatório
devido aos instrumentos não serem esterilizados.

14 | P á g i n a
15 | P á g i n a

E foi espetacular que o cirurgião escocês descobriu como usar os poderes


milagrosos da mente e do poder do subconsciente para que estes poderes
protegessem os seus pacientes do perigo mortal a que estavam sujeitos, porque
todos eles acreditavam que nada mais aconteceria. Brutal, esta história.

Então o resumo diz o seguinte: qualquer pensamento, qualquer crença, qualquer


opinião, qualquer teoria que tu tenhas, dogmas, que tu tenhas, que escrevas, que
graves, que imprimas no teu subconsciente, serão experienciados por através de
manifestações objetivas, de circunstâncias, condições e acontecimentos.

PARA REFLETIR
Por isso é que eu digo constantemente:
- "O que é que tu estás a pensar quando não estás a pensar naquilo que deverias
pensar?"
- "O quê, Patrícia? Não entendi nada...!"

O que é que tu estás a pensar neste momento? Estás a pensar naquilo que deves
pensar? Ou estás a pensar naquilo que não deves pensar? E o que é que é não
deves pensar? Não deves pensar que eu não consigo, não devo pensar que vou
perder o emprego, não devo pensar que eu estou mal, que estou doente, não
devo pensar que eu vou apanhar alguma coisa, não devo pensar que esta será a
pior altura da minha vida, não devo pensar que esta crise vai ser a pior que eu
vou viver, não devo pensar como é que vou pagar as contas, não devo pensar nas
dívidas que eu tenho e por aí além...

- "Mas Patrícia, é isso que é a minha realidade..."


Lá porque seja, não quer dizer que não possas mudar. Então lembra-te que tudo o
que tu afirmas, acontece na tua vida. Mas tu tens que o sentir, e aqui vem aquela
questão do segredo, do livro d’O Segredo, e daquele documentário que nós temos
na Netflix do segredo da Rhonda.

Bem, as pessoas diziam, e eu vi na altura, que esse livro não presta, e as coisas não
são bem assim, porque eu penso positivo e as coisas não acontecem. Não é a
pensar positivo que as coisas vão acontecer, é o que eu digo à minha filha, não

15 | P á g i n a
16 | P á g i n a

basta tu dizeres as coisas que as coisas acontecem, era bom que fosse assim, mas
não é. Tu tens que sentir aquilo que tu sentes.
O sentimento é a resposta. A emoção é a resposta. Se tu sentes aquilo como
verdadeiro para ti, se tu acreditas piamente naquilo que estás a dizer, e para tu
acreditares em algo construtivo e produtivo, temos que o afirmar várias vezes, é
através da repetição. Quanto mais tu escreveres, quanto mais tu afirmares, são
várias técnicas que utilizo com os meus alunos, mais as coisas tendem a acontecer.
Por isso não basta pensar positivo e fazer ao contrário, porque anulas o efeito.

Bom eu escrever a minha afirmação de poder, eu hoje disse que as coisas vão
correr bem e de repente "Ai, não, eu acho que não...", duvidas de ti próprio e já
anulas. Então tu tens que estar num constante estado de alerta, do tipo de
pensamento de pensamentos que andas a ter e monitorizares a ti próprio. Tu
tens de ter cuidado contigo próprio. Tu tens que ser seu o teu próprio árbitro.

- "Então, Patrícia, o que é que tu andas a pensar? Pára com isso. Ai, é verdade,
verdade."
Então tu tens de estar no eixo constantemente. Lembras-te de eu ter falado agora
que a energia é algo que devemos trabalhar diariamente? Quando tu sucumbes
aos pensamentos de medo, de escassez, agora vai-me faltar tudo, não vou ter isto,
não vou ter aquilo, a tua frequência baixa. E quando a tua frequência baixa, as
coisas não acontecem bem.

Atrais aquilo que não queres, existem contra-fluxos, as coisas não fluem, as coisas
começam a acontecer e de repente barra-se com qualquer coisa e tu não sabes por
que é que as coisas não estão a fluir... Por que é que uns têm aquela estrela da
sorte e os outros não têm? Tem a ver com a maneira como nós pensamos.

Porque as oportunidades batem à porta a todos. Batem-te à porta de acordo com


aquilo que pensas. Então temos que estar em sintonia com essa frequência
vibracional alta. Mas é mesmo hábito, temos de criar um novo hábito, uma nova
rotina no nosso dia-a-dia. E as rotinas é através da repetição. As crianças aprendem
em repetição.

16 | P á g i n a
17 | P á g i n a

Quantas vezes nós já repetimos aos nossos filhos: Faz a cama, escova os dentes,
toma banho, uma série de coisas. Eu já! Uma série de vezes. E continuo a fazer em
determinadas áreas porque eu sei que mais cedo ou mais tarde ela vai aprender
essa competência, essa técnica. E depois virão outras, depois virão outras, através
da repetição, da repetição

Então, algo que ele diz aqui no livro brutal, que diz assim: afirmar, falar, afirmar,
dizer, não é eu vou querer, não, eu quero, eu sou, eu faço, eu tenho. No presente,
no presente. Como se estivesse a acontecer agora, neste momento!

Eu vou querer, bem, só de falar isto já é complicado. Vamos descomplicar. Eu


tenho, eu sou, eu faço. São os verbos do presente e verbos ativos, de movimento.
Afirmar é dizer que é de uma determinada maneira. Eu sou uma pessoa de sucesso.
Pronto, eu sou, estou a dizer que sou. Ok, estou a afirmar que é de uma
determinada maneira.

Se mantiveres esta atitude mental como sendo verdadeira, apesar de todas as


provas em contrário, receberás uma resposta. Porque é através da repetição, da
consistência, da persistência, que quanto mais tu estiveres a repetir e a
condicionar a mente de forma positiva, mais isso depois se vai manifestar na tua
realidade.

E como é que se manifesta? Através das tuas acções. Tu vais ser compelido a agir
de uma determinada maneira que antes não eras. Porquê? Porque o que te
movimenta é a polaridade positiva. O seu pensamento, o teu pensamento, apenas
pode afirmar. O teu pensamento apenas pode afirmar, o pensamento não pode
negar, ele se pode afirmar. Por isso é que mesmo quando nós negamos uma coisa,
estamos de facto a afirmar a presença do que negamos.

Eu não quero dívidas. Se o pensamento só pode afirmar, aquilo que ele está aqui a
interiorizar é que eu tenho dívidas. Estás a ver aqui? Cuidado com a negação. O
pensamento não aceita negação, o pensamento só aceita afirmações. O 'não' não
existe para ele.

17 | P á g i n a
18 | P á g i n a

Repetir uma afirmação, saber o que estamos a dizer, e porque é que o dizemos,
tem a ver com a nossa emoção. Porque é que nós estamos a dizer isto? Para o bem
de quem? Para o meu bem e o bem de todos e o mal de ninguém. Conduz a mente
a um estado de consciência em que ela aceita o que tu afirmas como sendo
verdadeiro. Continuas a afirmar estas verdades de vida, até obter reação do teu
subconsciente, satisfatória e seres compelido a agir de forma a obteres os
resultados que tu desejas. É brutal isto. Ou seja, estas realidades e estas
afirmações, estas verdades, são simples. A sério, são simples. Levou-me uns bons
anos a integrar. Acredito que o aceitar esta simplicidade, levou-me algum tempo,
porque nós tendemos a que a complexidade, que é muito giro, e tornamos tudo
muito complexo, muito difícil, então se for mais difícil com mais esforço e mais
sacrifício, é que vale. Não... nada disso.

18 | P á g i n a
19 | P á g i n a

PILAR DA AÇÃO

Tu estás aqui para seres tudo o que podes ser, para teres tudo o que podes ter,
seres tudo o que podes ser, e fazeres tudo o que podes fazer, de forma fácil, fluída.
Não é através do sacrifício, do esforço. Não, não. É preciso trabalho, determinação,
completamente diferente. Mas nós aqui estamos, e quando tu trabalhas esta
energia, o pilar da energia como tu aprendeste, que está completamente integrado
e já percebeste, ao pilar da mente, entra aqui o pilar da ação.

A energia mais a mente, vai levar-te a agir de forma produtiva e de forma certa.
Então eu vou estar atento ao tipo de comportamentos que eu faço. Que
comportamentos produtivos eu tenho durante o dia? Outra pergunta: O que é que
tu andas a fazer, quando não estás a fazer aquilo que deverias estar a fazer?

- "Patrícia, fiquei baralhada."


Vou voltar a repetir. O que é que tu andas a fazer agora? Estás a fazer ações
produtivas? Estás a perder tempo?

Ações produtivas. Todos os dias devemos ter ações produtivas. Que ações me
levam à concretização dos meus sonhos, dos meus objetivos? E sabes, pessoas
de sucesso fazem aquilo que os outros não querem fazer. É verdade.

Pessoas de sucesso, nós pensamos que as pessoas de sucesso adoram fazer tudo
o que elas fazem. Não é assim. As pessoas de sucesso fazem aquilo que não
gostam, para terem aquilo que gostam. Vou voltar a repetir, as pessoas de
sucesso fazem aquilo que não gostam para terem aquilo que gostam, para terem
coisas agradáveis, aquilo que elas querem. Então, não é agindo todos os dias de
acordo com aquilo que é mais agradável e mais satisfatório e mais fácil, que nós
vamos ter aquilo que nós queremos. Sabemos bem que não é assim. E se agora
tem sido este comportamento um hábito na tua vida, então como é que está a
nossa vida? Como é que está a tua vida? Porque a tua vida é o resultado de quê?
Dos teus pensamentos, da tua energia e dos comportamentos.

19 | P á g i n a
20 | P á g i n a

Aqui a parte de comportamento é que é o pilar da ação, é de extrema importância.


E é aqui que entra a procrastinação, a inércia, a apatia. Em que nós temos:
- "Patrícia, eu tenho montes de ideias, tenho aqui. Agora sim, agora sim depois de
ver este webinário, tive ideias. Já sei, a partir de amanhã vou acordar, vou arranjar-
me, vou vestir-me, vou comprar os livros que eu vi, porque de facto fez-me sentido,
vou encomendar os livros, vou ler todos os dias uma hora, até vou fazer exercício
no canal de YouTube vejo um vídeo, faço exercício, depois vou afirmar, vou
escolher afirmações de empoderamento, vou fazer isto."

Ok, perfeito, ótimo. Faz isso um dia, dois dias, o terceiro desistes. Já não estás a
fazer. Porquê? Acontece com todos. Porque é que o ser humano procrastina?
Porque é que o ser humano diz, e quando nós dizemos certas coisas, não estou a
dizer que não sejam válidas, e já passei por isso tantas vezes, tantas vezes, e tenho
que ter cuidado para não cair na procrastinação. Muito atenta que eu tenho de
estar sempre atenta, atenta.

Porquê? Porque há coisas, há novos hábitos que nós temos de introduzir na nossa
rotina diária que nós não gostamos de fazer. Não gostamos. Eu não gosto de fazer
certas coisas, mas faço. Porquê? Porque eu sei aquilo que eu desejo, aquilo que eu
quero. Então eu sei que tenho que fazer certas coisas que não são tão agradáveis,
mas tenho que as fazer. Então mas não é fazer um dia nem dois e depois estou
uma semana sem fazer. Não, não. É por isso que, embora o conceito seja fácil, tu
entendeste tudo aquilo que foi dito.

Tudo o que eu disse não é novidade para ti. Não foi novidade para mim, mas
integrá-lo, garanto-te, foi uma novidade. Integrar tudo isto na minha rotina diária,
na minha vida, nas minhas células gravadas aqui na energia das minhas células, na
minha mente... levou-me algum tempo. Integrar esta informação simples.
Porquê? Porque eu fazia um dia, fazia outro e ...: Depois eu leio, amanhã eu leio.
Amanhã eu trabalho a energia, amanhã faço isto, amanhã, amanhã, e amanhã. E o
amanhã não chega. Amanhã não vem, sabes porquê? O amanhã não existe.

Se formos um bocadinho mais longe nesta filosofia, o passado não podes mudar,
o amanhã não existe, amanhã é o somatório do hoje. Então só tens hoje para fazer

20 | P á g i n a
21 | P á g i n a

as coisas, então faz. Há várias dicas, eu ponho alarmes no telemóvel, eu ponho à


tal hora vou fazer isto, à tal hora vou fazer isto, reminders, lembretes, lembretes.

Para eu recordar-me daquilo que me comprometi comigo própria. Porque sabes,


assim quanto mais tu procrastinas, muitas alunas falaram muito comigo antes de
começarmos a trabalhar - "Patrícia, ajuda-me porque eu digo muito que vou fazer
uma coisa, digo muito que vou fazer outra, mas eu não percebo porque é que eu
não saio do mesmo lugar, porque é que eu sei que eu tenho que fazer e não faço?"
- Bem, porque há algo que é importante aqui de tomar consciência.

O que é que te motiva? Qual é o motivo para tu agires? Segundo, estás disposta
a fazer aquilo que é preciso fazer, para mudar os resultados que tu queres?
Porque é preciso fazer algo. Não é através de tudo o que é agradável que me vai
levar aquilo que eu quero. É preciso uma determinação, é preciso um trabalho, é
preciso fazer as coisas que devem ser feitas. E quando nós não fazemos as coisas
que nós dizemos que vamos fazer - "Filha, amanhã vou ver um filme contigo.
Amanhã vou fazer um jogo contigo. Amanhã vou fazer isto, amanhã vou limpar a
casa, amanhã vou limpar isto."- E chega ao final do dia e não fazes nada... como é
que tu te sentes? eu posso-te dizer como eu me sinto: frustrada, chateada, irritada
comigo.

Mais uma vez, falhei. "Mas porque é que tu não fizeste, Patrícia? Tu disseste que
ias fazer..." E sabes o que isso gera aqui dentro da mente? Tu não és de confiança.
É isso que com esse comportamento de inércia e procrastinação, tu estás a dizer a
ti própria de forma inconsciente. Não és de confiança. Tu dizes uma coisa e não
fazes. Tu não dizes isso aos outros, então é a mesma coisa que estares a dizer a ti
própria. Tu não és de respeito... "Como assim não sou uma pessoa de respeito?
Estás a ofender-me, Patrícia...!".

Não.... Eu não estava a respeitar-me a mim própria. Eu estava a faltar ao respeito


a mim própria. Porque eu disse uma coisa e não fiz. Isso é faltar com a palavra
também. Então eu não honro os meus compromissos, não sou uma pessoa
honrável.

21 | P á g i n a
22 | P á g i n a

Tu já viste o diálogo interno inconsciente que se gera dentro de nós quando nós
não fazemos aquilo que nós dissemos que íamos fazer? Uma e outra vez, e outra
vez, e outra vez. Então por isso há pouca auto-estima, há pouca auto-confiança,
pouco auto-valor, o merecimento baixo, e por aí além.

TPC PROPOSTO

E se tu apenas fizesses todos os dias aquilo que tu dizes que vais fazer? Começa
com pequenas coisas. Não digas que vais fazer tudo. Não. Duas ações. TPC para ti,
TPC para ti. Que duas ações tu vais fazer amanhã, hoje estás a ver isto,
perfeitamente. Viste o webinário, disseste - Uau, fantástico! Fez-me sentido, e vou
fazer isto, isto e isto.- Então vais pegar no teu caderno e escreves que duas ações
vais programar fazer amanhã e não terminas o dia sem as fazeres. Mesmo que
sejam pequenas. Vou arrumar uma gaveta.

Pronto, Patrícia, começa com pouco. Vou arrumar uma gaveta. Eu sei mesmo
quando tu chegares a amanhã ao fim do dia e tiveres arrumado a gaveta, a
sensação vai ser extraordinária e tu não vais entender porquê - " Patrícia mas foi
só uma gaveta, sinto-me tão bem." - Sabes porquê? Porque tu começaste a sentir
que és de confiança. Porque tu dizes uma coisa, tu dás-te uma ordem e tu
cumpres.

Então é através das pequenas ordens que tu te dás todos os dias e que executas, e
quando chega o momento certo de agir aquela oportunidade, aquela situação, tu
não tens medo, porque tu já te habituaste a dar uma ordem e executar.

Então através das pequenas coisas que depois chega algo diferente, e maior e
grande, que tu, é automático. Eu digo, eu faço. E o que é que é o grande? Bem se
tu dizes todas as coisas, vou arrumar uma gaveta e arrumas, vou ler um capítulo
de um livro, eu leio, vou brincar com a minha filha e eu brinco. Então quando tu
dizes que és uma mulher de sucesso, és.

Quando tu dizes: Eu consigo o emprego x, tu consegues. O meu negócio está a


prosperar, o teu negócio prospera. Porquê? Porque está aqui intregrada toda esta
informação. Agora não basta dizer que o negócio prospera. Não quero que tu
22 | P á g i n a
23 | P á g i n a

entendas que eu diga - " o meu negócio prospera" - e já estou aqui de mãos a
abanar, não tenho que fazer mais nada. Penso que tu entendeste como é que tudo
isto funciona.

Então já percebeste que os três pilares estão todos interligados: energia, mente e
ação.

23 | P á g i n a
24 | P á g i n a

RESUMO

Tu não podes, por exemplo, e aqui resumindo o webinário, tu não podes agir e dar
ênfase a um dos pilares, ou seja, - "Patrícia, vou agir, agora vou agir, vou fazer
aquilo tudo que eu digo, mas não tenho tempo porque estou a agir, agir, agir, agir.
Então esqueço-me de tratar da minha energia, não cuido da minha energia, não
trabalho a minha serenidade mental, a minha calma mental e as coisas não vão
para a frente, porque eu vou entrar em stress e em agitação. Então toda a minha
compulsão para agir vai ser baseada em stress e agitação, e não vai ser baseada na
minha conexão com a minha força interior, com os pensamentos certos.

Então imagina:
- "Patrícia, então vamos fazer assim, eu trabalho na energia, faço os meus cristais,
faço as minhas meditações de manhã e à noite. Eu estou a ler os livros certos,
ótimo. Estou a ler os livros que disseste, que recomendaste, estou a fazer as
minhas afirmações, ótimo."
- "E como é que estás a agir?"
- "Agora não porque estamos todos fechados em casa, estou a ver televisão,
pronto, estou de pijama, não estou a fazer mais nada."

Então os resultados não estão a acontecer. Nós temos que trabalhar os três pilares
em simultâneo ou então tu podes estar a meditar, mas não tens tempo de ler e de
alimentar a mente, e entras em ação.

As atitudes não vão refletir os pensamentos certos, porque vais interiorizar


pensamentos negativos. É muito fácil integrar pensamentos negativos, é muito
fácil interiorizar pensamentos negativos. Todos nós temos pensamos negativos.
Esquece-te de pensar que ninguém tem, todos nós passamos por pensamentos
negativos durante o dia. Qual a diferença daqueles que triunfam e daqueles que
não? É que, para cada pensamento negativo, automaticamente vem o
pensamento positivo. Eu tenho que anular o pensamento negativo. Ele não
desaparece, eu queria tocar no botão e apagar, mas não não se apaga o
pensamento negativo. Ele substitui-se por pensamentos positivos, por atitudes
positivas, por emoções positivas.
24 | P á g i n a
25 | P á g i n a

Lei da polaridade: para uma emoção negativa, uma emoção positiva. Se eu estou
triste, então age, muda para o polo oposto da alegria. Como? Não sei, põe uma
música, eu nasci na Venezuela e adoro merengue, então procuro um merengue e
já fico feliz. Então qual é música que te alegra? Se estás triste, põe uma música que
te alegre. Vai com certeza que na tua vida uma memória, uma música, um cheiro,
qualquer coisa que te ative. Então é tomar consciência das nossas emoções, aquilo
que estou a sentir, que eu estou a pensar constantemente, e escolheres vibrar na
polaridade positiva.

Espero que tudo isto tenha feito sentido. Tenho certeza que te fez sentido isto tudo
dos três pilares, e sei que tu ficaste até o fim. E tu que ficaste até o fim, estou mega
mega mega contente que tenhas absorvido todos estes passos aqui no webinário,
e que integres quanto mais possível toda esta informação. Revê o webinário, tira
notas, toma notas novamente, porque quanto mais nós revermos uma
informação, mais ela fica em nós. Lembras-te da repetição?

E como presente para ti, tenho uma surpresa mega extraordinária!

Tu que ficaste até ao fim tenho mesmo uma mega surpresa. Eu sei que tu ficaste
até o fim e tudo ista está a fazer sentido para ti, estás mesmo com curiosidade para
descobrir mais sobre este tema, e eu numa hora não consigo falar de tanta coisa
ao mesmo tempo, mas criei para ti um minicurso (clica em baixo para saber mais
informações detalhadas sobre o minicurso) que chamei

👉"Os 3 Pilares para Desbloquear a Energia"👈

E estou neste momento para ti, a falar deste curso onde tu podes mergulhar nesses
conteúdos todos que nós estivemos aqui a falar e este webinário está lá também
para que tu possas rever quantas vezes tu quiseres. Descarregas o áudio também
para tu ouvires no teu telemóvel, e vais mergulhar, e ir mais fundo em cada
conteúdo.

Estas técnicas dos cristais estão lá, e muitas mais técnicas para que tu possas
trabalhar a tua energia, a energia da tua família, dos teus filhos, aprender como é
25 | P á g i n a
26 | P á g i n a

que se faz uma água energizada com cristais que é uma água que tem uma
vibração, uma frequência vibracional elevada para ajudar-te a ti e à tua família a
vibrar de uma forma certa. E outras técnicas que tu vais aprender. Criei um curso
super simples, super rápido, para tu fazeres tudo isto. Quais são os livros certos?
Que técnicas? Que afirmações de poder? Está tudo lá para que tu possas seguir
passo-a-passo.

Tudo isto por 21€. Clica já, tens aqui em baixo o botão para ires clicar e fazeres
mesmo a tua inscrição neste minicurso dos 3 Pilares para Desbloquear a Tua
Energia.
👉"Quero Comprar o Minicurso por 21€"👈

Vamos, vou ajudar-te durante todo o minicurso dos três pilares. Nós vamos passar
por vários módulos.
Vamos passar pelo módulo da energia, como eu te expliquei vamos descobrir tudo
o que tu podes fazer com os cristais. Cristais simples, fáceis de adquirir, e nesta
altura - "Patrícia, mas as lojas estão fechadas." - Sabes, tenho uma boa notícia para
ti. Eu tenho um bom fornecedor de cristais e também está lá o contacto para tu
ligares, que ela está à tua espera para que tu lhe ligues e mandes um e-mail que
ela terá todo o gosto em ajudar-te e enviar os cristais para casa.

E depois tens lá também todos os PDFs. E sabes o que eu fiz para ti? Estou tão
entusiasmada. Eu criei um manual de 40 páginas para ti, para tu
descarregares no teu computador, imprimires na tua impressora e leres tudo
aquilo que falei neste webinário e muito.

Tudo isto para ti. Então tenho certeza que tu vais clicar neste botão em baixo.
Compra o curso agora por 21€.

E ainda mais uma mega mega surpresa! Vamos estar juntas... ao vivo... online...
Claro, agora só pode ser online e virtualmente. Vou dar-te duas aulas ao vivo com
todo o grupo que se inscreveu no curso dos três pilares para desbloquear energia.
Vamos estar em aulas ao vivo para tirar dúvidas, por isso mergulha nos

26 | P á g i n a
27 | P á g i n a

conteúdos já, porque é para a próxima semana, a próxima semana, não deixes
passar as coisas. Lembra-te da procrastinação.

Entra, compra e começa já a fazer as coisas. Toma nota das tuas dúvidas, as tuas
questões, porque vou informar ali no curso, vou mandar um e-mail a todos os
inscritos no curso para dizer qual é a data da nossa próxima sessão de perguntas e
respostas, das dúvidas que tu tens em relação ao tema que nós estivemos aqui a
falar.
Mega extraordinário, não é? Fantástico! Estou super entusiasmada em poder
servir, em poder ajudar-te hoje a melhorar a condição da tua vida, não só a nível
da tua saúde, porque a tua energia, quanto mais elevada estiver, não entra nada
aqui. Porquê? Porque tu assim o decidiste. Já reparaste como tudo funciona?

Então se calhar vamos lá fortalecer a saúde, não achas? Tenho a certeza que sim.
Clica aqui em baixo, clica no botão "Comprar", 21€, pelo amor de Deus, 21€! Entra,
faz já aquilo que é preciso fazer, entra, carrega, vamos mergulhar nos conteúdos e
vamos estar juntas nas aulas de dúvidas em direto, está bem?

👉"Quero Comprar o Minicurso por 21€"👈

Se quiseres, pode aparecer as nossas caras na sessão ao vivo de dúvidas ou não,


também podemos falar umas com as outras na sessão, uma mega oportunidade,
mesmo.

Conto contigo na próxima aula de dúvidas por isso que fica atenta ao teu e-mail,
mas para isso tens de inscrever-te no curso. Tens várias opções de compra, pode
pagar por cartão de crédito, podes pagar por referência multibanco, quem tem
netbanking, é só dar é pagamento de serviços, referência, entidade, e paga os 21€.
Ou também pode pagar por transferência bancária através da opção SEPA, onde
tu terás que dar o teu NIB bancário e depois é retirado os 21€ da tua conta apenas
uma vez. Três opções de pagamento. Escolhe tu a que for melhor para ti. Estou
aqui mesmo para servir e dar-te o máximo possível de opções para facilitar a tua
vida, porque nós queremos uma vida fácil, saudável e equilibrada. Conto contigo e
vemo-nos muito em breve.
27 | P á g i n a