Você está na página 1de 1

PRÁTICA OSÍRIS – A CAPA DO MAGO

Osíris é o senhor do Aether (plano astral), dos dois mundos, da luz e das trevas.
Isto significa que a energia (Ob e Od) atua constantemente tanto no mundo visível
quanto no mundo astral. Em vigília o humano tem consciência para se proteger dos
inimigos, no entanto, quando dorme ele fica à mercê das forças astrais, pois ele
estará mais vulnerável às influências do mundo psíquico.

O exercício da Capa Mágica visa a defesa e a proteção do iniciado diante influências


astrais e por isto essa prática deve ser realizada pelo praticante diariamente, de
manhã e à noite. A prática é especialmente importante contra qualquer influência de
ataque consciente ou subconsciente.

PRÁTICA
O Mestre fica em pé, voltado para o Leste (A noite voltado para Oeste).
Coloque a palma da mão direita sobre a mão esquerda, sendo que a palma da mão
esquerda deve ficar aproximadamente 5 centimentros distante do Plexo Solar.
Feche os olhos e respire profundamente sete vezes, de forma ininterrupta, imaginando
que o oxigênio inspirado trás energia positiva de luz e o gás carbônico expirado
elimina do corpo as energias negativas escuras.
Após realizar as sete respirações, segure o ar nos pulmões e sinta o leve fluxo de
calor que flui do plexo para a palma da mão esquerda que se aquece.
Neste momento, expire o ar e faça uma última inspiração profunda, abaixe suas mãos
para as laterais do corpo.
Logo após expire o ar e através da sua Vontade Mágica, visualize a corrente de Luz
Astral vibrando e emanando por seu corpo inteiro, formando um campo de proteção em
torno dele (um campo de força luminoso de cor branca).
Neste momento, sinta, imagine, visualize uma corrente de luz astral saindo pelo
plexo solar e fluindo, uma parte subindo em direção ao seu tórax e cabeça, e outra
parte descendo em direção pernas e pé, até que as correntes de luz astral se
encontrem e se fundam atrás do corpo, nas costas, formando uma capa de proteção.
Faça isso por mais ou menos cinco minutos.

Depois de realizar por algum tempo a visualização, feche o circuito da luz astral
cobrindo novamente o plexo solar com as mãos e assim que estancar a saida de
energia, abra os olhos retornando aos seus afazeres.