Você está na página 1de 16

Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Por mais de dez anos, meus interesses e experiências foram estritamente associados ao Quad Cúbico. Em particular, eu me propus a corrigir sua grande
qualidade negativa ... sua incapacidade de resistir a violentas tempestades de vento e gelo, uma falha que a maioria dos proprietários de quadriciclos em
todo o mundo experimentou ... a qualidade negativa da autodestruição.

Para aqueles que estão familiarizados com as enormes características tridimensionais do quad, a solução óbvia para o problema é reduzir o
tamanho de cada elemento, mas ao mesmo tempo reter as excelentes qualidades positivas do quad de tamanho normal, que se destacou entre
seus iguais.

Reduzir uma antena de tamanho normal, independente do tipo e configuração, é uma questão simples, mas fazer isso e ainda manter a eficiência
original da antena se resume a escolher o curso de ação adequado. A inserção de bobinas de carga e / ou capacitores introduz perdas que são
inaceitáveis. Eu escolhi o carregamento linear, e o sistema que apliquei aos elementos dos meus quadrantes conseguiu uma grande redução de
tamanho sem deterioração do desempenho da antena de tamanho real.

O perímetro do meu quadrilátero linear carregado se assemelha ao de uma cruz de Malta, e assim nasceu o "Pfeiffer Maltese Quad".

O desenho do quadrado externo, na Fig. 1, é o perímetro real do fio de um elemento quadrático de tamanho normal para a banda de 12 metros. Usando a fórmula
250 / fmc para um lado do quadrado e uma frequência central de 24,940 mc, um lado tem 3 metros de comprimento. Isso se traduz em uma diagonal de propagação
(ponto A ao ponto B) de 14 pés para o quadrante normal.

A configuração interna é o perímetro real do quadrilátero maltês. Ele é desenhado na mesma escala e tem uma diagonal de propagação, de C a D,
de apenas 8 pés. Isso indica a redução de tamanho respeitável obtida pelo método de carregamento linear que apliquei aos quatro quadrantes do
quadrante maltês. (Os separadores de fibra de vidro foram omitidos da Fig. I para manter a clareza do desenho.)

Página 1
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Pouco depois, no teste de ar deste Quad maltês de 12 metros, um segundo foi construído para a banda de 17 metros e foi tão eficaz quanto
o precursor de 12 metros.

Os excelentes relatórios recebidos durante o período de teste dos meus Quads Malteses de 12 e 17 metros e 4 espaçadores (ver Figuras I e 2)
levaram-me à Cruz Dupla de Malta com 8 distribuidores e aos Quads Quadruple Cruzados de 16 distribuidores. Aumentar o número de
propagadores por elemento reduz drasticamente o tamanho da antena e o raio de giro da antena completa (consulte o Adendo, página 8).

Deste ponto em diante em meu texto, de vez em quando, estarei me referindo a um único elemento quádruplo normal como uma "roda com quatro
raios" (quatro espaçadores), presa a um "cubo" central. O "aro" dessa "roda de quatro raios" é o perímetro do fio e o elemento radiante do quad. A
configuração mecânica do quadrante maltês e sua fiação de perímetro diferem daquela do quadrante normal.

A Fig. 2 (não desenhada à escala) mostra um elemento completo de quatro distribuidores maltês conduzido por um quadrante. (Para manter a clareza do desenho, os
separadores de fibra de vidro foram omitidos, mas são indicados pelas linhas pontilhadas.
Com relação aos spreaders em todos os quadríceps maltês neste manuscrito, é uma boa ideia torná-los um a duas polegadas mais longos do que a dimensão "S".
Eles podem ser cortados após a conclusão, se desejado. )

Dezesseis fios de cobre sólidos separados formam o perímetro deste quadrilátero maltês de 4 distribuidores. Seus pontos de junção são indicados pelos
parafusos de aço inoxidável numerados 8-32. ( O diâmetro do fio usado é um fator importante! Fio de cobre sólido de calibre No.14 é usado neste e em
todos os quadrantes descritos neste manuscrito /)

Preso na ponta externa de cada espalhador está um bloco de plástico retangular formando um " T " Eu me refiro a eles como os "braços do pátio externo". A uma
curta distância da extremidade do "cubo" de cada espalhador está um bloco idêntico. Eu me refiro a eles como os "braços do pátio interno". Esses braços de jarda,
que são fixados aos espaçadores, podem ser movidos individualmente para fins de ajuste. (O material plástico usado é policarbonato ... por exemplo, Tuffak; Lexan.)

Página 2
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Nas extremidades de todos os braços do pátio estão parafusos de cabeça redonda de aço inoxidável 8-32. como acima mencionado. Esses parafusos têm 4 polegadas de
centro a centro. Este espaçamento de quatro polegadas determina a distância entre os dois. 2. fios paralelos de cada lado dos espalhadores. conforme indicado pela
dimensão "Y ... ( Esta 4 o espaçamento em polegadas é idêntico em todos os "braços de jarda" em todos os quadrantes da série maltesa que aparecem neste
manuscrito!)

O braço interno do pátio identificado pelas letras "F P" é o ponto de alimentação do elemento acionado para minha rede de correspondência gama. (Eu uso a
correspondência gama em todos os meus quadrantes da série maltesa.) A abertura neste fio "F P" entre os números 1 e 2 é onde eu meço a frequência de ressonância
do elemento acionado. Inserido em um loop de meia volta entre 1 e 2 está uma bobina sensora de um medidor de mergulho de grade que é usado em conjunto com um
contador de frequência.

A fiação de perímetro do elemento de quatro distribuidores maltês acionado por quadrante, mostrado na Fig. 2, é o "caminho" ou "curso" dos números 1 a
16!

Os 3 fios mostrados entre os números 5 e 6,9 e 10, e 13 e 14, são identificados pela palavra "ARC" e são usados para ajustar o perímetro à frequência
desejada. Seus comprimentos podem ser de no mínimo 4 polegadas cada, para um máximo de 10 polegadas ou mais, formado como um arco. Isso permite
uma faixa de ajuste de 18 polegadas no perímetro total.

O perímetro total para o elemento acionado na Fig. 2 é igual à soma de 4 vezes D, mais 8 vezes L, mais 3 ARCs, mais o fio de 4
polegadas em "F p."

O perímetro do refletor será 5% mais longo ... 00 ponto de alimentação do fio em F p é necessário, portanto, haverá 4 ARCs estendendo a faixa
de ajuste do perímetro do refletor para 24 polegadas!

Este projeto tem sido um tanto excitante para mim e, como o proverbial .. "não ser capaz de largar a cauda do tigre" ... Eu comecei a projetar e construir um
segundo tipo de quadriciclo de carga linear maltês, modificado para que reduziria ainda mais o tamanho do quadrante normal. Por causa de seu tamanho
formidável, selecionei a banda de 20 metros para esta modificação.

A Fig. 3 mostra a fiação de perímetro quadrado do elemento acionado por quad normal. Mais uma vez usando a fórmula 250 / finc para um lado. e uma frequência
central de 14,175 mc. um lado tem cerca de 18 pés de comprimento. Isso se traduz em uma diagonal difusora. A a B. de cerca de 25 pés. O desenho interno. o
Quad maltês. desenhado na mesma escala. tem um spreader diagonal de 14 pés. Uma redução de tamanho razoável.

Página 3
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

A Fig. 4 mostra o perímetro quadrado externo do elemento normal acionado por quad de 20 metros idêntico ao da Fig. 3, uma "roda de quatro raios" com
um diâmetro de cerca de 25 pés. Dentro dessa "roda" está o desenho de uma segunda "roda" com "oito raios", oito espalhadores. Essa configuração eu
chamo de Pfeiffer Maltese Double-Cross Quad. O diâmetro desta "roda" interna é de apenas 10 pés !! Essa redução adicional no tamanho é bastante
respeitável. (Os espalhadores foram omitidos da Fig. 3 e da Fig. 4 para manter a clareza do desenho.)

O Maltese Double-Cross Quad para a banda de 20 metros está em serviço desde 1993 e seu recorde de desempenho tem sido consistente com os dos
Quads Maltês de 12 e 17 metros. É um verdadeiro prazer para uma pessoa montar um quádruplo de dois elementos de 20 metros, conectar sua lança e
mastro e, em seguida, transportar facilmente esse conjunto completo para a localização da torre. Um segundo Maltese Double-Cross Quad para a banda de
15 metros foi construído e entrou em operação em 1994.

Nesta altura concluí do sucesso do distribuidor de oito, "roda de oito raios" quad de 20 metros, que aquele construído para a banda de 40 metros
seria o mais interessante!

Um quadrante normal de 40 metros se traduziria em uma "roda" com cerca de 49 pés de diâmetro; meu Maltese Double-Cross Quad produziria uma "roda" quad
de 40 metros com um diâmetro de apenas 19 pés ou mais.

Os anos saltaram para 1997. Nesse ínterim, construí quads para preencher as lacunas no espectro de alta frequência que havia negligenciado. Em fevereiro de 97,
mais uma vez agarrei o rabo do tigre sempre agitado. Eu ignorei o projeto de um propagador de oito, "roda de oito raios", para a banda de 40 metros e optei por uma
terceira modificação de quadrante maltês com carga linear.

Lancei, e quero dizer, lancei um spreader de dezesseis, "roda de dezesseis raios", para a banda de 40 metros. Os "caminhos" foram lubrificados com
vários meses de design, experimentação e construção, terminando com um quadrante de dois elementos de 40 metros com um diâmetro de "roda" de
apenas 14 pés!

Página 4
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Fig. 5

O quadrado representa o tamanho de um elemento normal acionado por quad para a banda de 40
metros. Sua diagonal, de A a B, é de 12 metros. Centrado no quadrado, desenhado na mesma
escala, está o desenho do Pfeiffer Maltese Quadruple-Cross Quad com sua diagonal, de C a D, de
14 pés!

Essa nova adição à minha frota de quadriciclos eu batizei de Quadruple-Cross Quad maltês, e seus testes iniciais no ar começaram em abril de 1997.

Leva meses para obter uma avaliação significativa do desempenho de uma antena. Entrar nessa equação não é apenas a hora do dia em que um
QSO particular é feito, sua distância da localização, mas também a infinidade de variáveis de propagação!

No momento desta redação. Agosto de 1997. várias centenas de contatos foram feitos nos Estados Unidos e Canadá. Contatos DX foram feitos
com estações do Caribe. e América do Sul ... também Austrália! Todos esses contatos foram conduzidos com uma potência de cerca de 75
watts.

Com relação à relação frente para trás, ganho para frente e rejeição lateral deste diminutivo quad de 40 metros, os relatórios têm sido
excelentes. O interesse tem sido grande!

Você não encontrará muitos quadriciclos giratórios nesta banda! Você certamente não encontrará nenhum que tenha um diâmetro de "roda" de apenas 14 pés! ...
e que exibem o desempenho e a eficiência de um quad de dois elementos em tamanho real.

Antes do maltês, eu usava monoband yagis de três elementos feitos em casa. Todos eles foram substituídos pelos seguintes motivos:

• O quad é uma antena silenciosa no que diz respeito à recepção. Um circuito fechado é muito mais silencioso do que o yagi, que "cospe" suas
cargas eletrostáticas das extremidades de seus elementos.

• O quad opera altamente eficiente em uma altura muito mais baixa do que a necessária para o yagi. As bandas abrem mais cedo e

• permanecem abertas por mais tempo: Quad vs.

Não tendo acesso a um alcance de antena, as seguintes conclusões sobre o desempenho do "Maltese Quad" em comparação com a
antena quad normal padrão foram obtidas por meio de QSOs no ar. Um dos a maioria
valioso

Página 5
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

série desses foram aqueles com Joseph J. Belson. K2ANR. de Riverhead. Ilha Longa. Nova york; seu QTH a cerca de 60 milhas do meu. aqui
em Old Lyme. Connecticut

Nós dois, ao longo dos anos, percebemos a importância de um sistema de antenas superior, e ambos nos "graduamos", por assim dizer, ao mesmo tempo
mudamos nossa direção de experimentos com antenas de yagis para quads. Joe usou o quad normal, eu usei minha configuração maltesa com
carregamento linear. Executamos a mesma potência, aproximadamente 100 watts.

Ao longo de vários anos, conduzimos muitos testes de comparação de QSO de três vias. Todas as distâncias ... todos os pontos cardeais ... todos os continentes. Os
resultados foram que os dois quadriciclos eram iguais em desempenho; ou seja, proporção da frente para trás, ganho para frente. e rejeição lateral. Os quadríceps de
Joe estavam bem mais altos do que os meus. mas a altura acima do solo não parecia importar. Usei a orientação de diamante para meu spreader maltês quatro. quads
de 'quatro raios', sendo seu ponto mais baixo a metade do comprimento de onda ou menos acima do solo.

Ao resumir esta aventura na Terra Antena Liliputiana, meu objetivo foi alcançado. Meus quadruplos maltês, duplo e quádruplo
definitivamente reduziram o tamanho pesado da antena quádrupla normal. Posso dizer sem hesitação, que meu sistema de carregamento
linear não degradou a eficiência, nem nenhuma das outras características favoráveis, do quad normal, uma antena com um Q muito baixo ...
uma antena dos mais indulgentes. Devido à redução de tamanho e sua estrutura extremamente robusta, eles resistiram, sem vacilar, às
violentas tempestades que atingiram este QTH.

Este projeto tem valido a pena a grande quantidade de tempo e energia despendidos em sua evolução,

Como foi o caso em minhas experiências anteriores com antenas, eu não teria sido capaz de levar este projeto até a sua conclusão sem a ajuda
inestimável de minha esposa, Marianne, que ao longo dos anos resistiu às tempestades cerebrais de K1KLO.

ANDREW PFEIFFER
132 WHIPPOORWILL RD, OLD LYME, CONNECTICUT, 06371
EUA

Página 6
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Informações adicionais sobre o quádruplo maltês

Freqüência em Diâmetro Perímetro Spreader Diâmetro Perímetro Perímetro


megaciclos Quad Normal Normal 'Raios "em maltês maltês Aumentar
Quad maltês Quad Quad Maltês over
Quad Normal
7.200 mc 49 ' 139 ' 16 A 14 ' 243 ' 75%
14.200 mc 25 ' 70 '6 ” 8F 10 '6 " 94 ' 33%
18,118 mc 19 '8 ” 55 '2 ” 4F 10 '6 ” 67 ' 21%
21,250 mc 16 '8 ” 47 ' 8F 7' 61 ' 30%
24.940 14 '2 ” 40 ' 4F 7 '3 ” 47 '3 ” 18%
24.940 14 '2 ” 40 ' 8F 5 '7 ” 54 ' 33%
28,5 12 '5 ” 35 ' 4A 6 '10 ” 41 ' 17%
50,150 mc 7' 20 ' 8F 3 '2 ” 24 '2 ” 21%
AS DIMENSÕES ACIMA SÃO APROXIMADAS; A = SPREADERS AUJMINUM, F = SPREADERS DE FIBERGLAS

Você notará que o método de carregamento linear que eu uso nas antenas da série quádrupla maltesas requer um aumento substancial no comprimento da
fiação perimetral total em comparação com o necessário no perímetro quádruplo normal a fim de alcançar uma frequência ressonante medida de
comprimento de onda completo. Isso enfatiza a importância, como mencionei anteriormente neste manuscrito, de medir com precisão a frequência de
ressonância do elemento acionado após sua conclusão.

A montagem acima assume uma posição vertical, apontando para baixo (consulte a Fig. 2).

• A -S0-239 Conector Coaxial B-


• Capacitor Variável
• C-Gamma Rod
• D-Barra de ajuste da barra de gamma E -Suporte

• de barra de gamma

• F -Fiberglas Spreader

(O espaçamento entre a Gamma Rod C e o fio do perímetro quádruplo é de 1 a 1,5 polegadas. Não é crítico.)

O valor do Capacitor Variável B varia por banda. isto pode ser encontrado em qualquer manual de antena na seção relacionada a sistemas de
alimentação para antenas Yagi e Quad.

Página 7
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

TERMO ADITIVO

Os últimos anos foram gastos modificando o projeto mecânico dos Maltese Quads, simplificando a construção e a facilidade no procedimento
de ajuste para estabelecer a ressonância do elemento acionado.

Uma grande mudança recente aconteceu quando percebi que 1 dos dois fios de carregamento linear paralelos a, e de cada lado de cada espalhador de
fibra de vidro, poderia ser substituído por tubos de alumínio e, assim, atuar como espalhador e o segundo fio de carregamento linear.

A exaustiva experiência no ar provou que essa mudança radical no projeto mecânico não diminuiu de forma alguma o excelente desempenho e a
eficiência do espalhador de fibra de vidro Maltese Quads. Os tubos de alumínio são fáceis de obter e suas qualidades mecânicas excedem as de
outros materiais que se pode escolher para distribuidores quad.

Dos meus sete quads que estão atualmente dentro e "no ar", os quads de 40, 12 metros e 10 metros usam tubos de alumínio, há dois desenhos do
quad de 12 metros Figura II, o do meu distribuidor original 14 Maltese Quad com Distribuidores de fibra de vidro e, na figura 12, o distribuidor
Maltese Double-Cross Quad com 8 distribuidores de alumínio.

Uma vez que os distribuidores de tubos de alumínio fazem parte do perímetro do fio de cada elemento quádruplo, eles devem ser separados
eletricamente uns dos outros onde são fixados ao "HUB". A Fig. 7, página 9, do Quadruple-Cross Quad de 40 metros, mostra em grande detalhe esta
transição do spreader de alumínio.

Tenha em mente que existem 16 fios separados que compõem o perímetro de cada elemento maltês de 4 separadores, 32 fios na Cruz Dupla de Malta de
8 distribuidores e 64 fios no Quadruplo Cruzado Quadruplo Maltês! Verifique com um ohmímetro para ter certeza absoluta de que há continuidade! Um
elemento aberto não funcionará como um circuito fechado! Obviamente, isso se aplica a todos os quadriciclos malteses.

Os três quadrados acima mostram a fiação do perímetro de um único elemento quádruplo normal. (As linhas pontilhadas indicam os locais do espalhador e
esses três quadrados são para a mesma banda.) A Fig. A mostra o tamanho da redução relativa de um Maltese Quad de 4 distribuidores, Fig. B, o tamanho
da redução relativa da Cruz Dupla de Malta com 8 distribuidores Quad, e Fig. C, do 16 spreader Maltese Quadruple-Cross Quad

Página 8
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 9
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 10
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 11
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 12
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 13
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 14
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 15
Pfeiffer Maltese Quad Antenna System

Página 16