Você está na página 1de 32

"Vigiai e orai, para que

não entreis em tentação;


na verdade, o espírito está
pronto, mas a carne é
fraca." (Mt 26.41)
www.portalebd.org.br Slide 2
Batalha Espiritual é uma
realidade bíblica que
consiste na luta contínua
da Igreja contra o reino
das trevas.
www.portalebd.org.br Slide 3
5- Semelhantemente vós, jovens, sede
sujeitos aos anciãos; e sede todos
sujeitos uns aos outros e revesti-vos
de humildade, porque Deus resiste
aos soberbos, mas dá graça aos
humildes.

6- Humilhai-vos, pois, debaixo da


potente mão de Deus, para que, a seu
tempo, vos exalte,
www.portalebd.org.br Slide 4
7- lançando sobre ele toda a vossa
ansiedade, porque ele tem cuidado de
vós.

8- Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo,


vosso adversário, anda em derredor,
bramando como leão, buscando a quem
possa tragar;

9- ao qual resisti firmes na fé, sabendo


que as mesmas aflições se cumprem
entre os vossos irmãos no mundo.
www.portalebd.org.br Slide 5
O 1º Trimestre de 2019 – trimestre temático -
Estudaremos sobre “batalha espiritual”.
Tema tem tido duas tendências nefastas:

a) subestimação absoluta do mundo espiritual


– “o diabo e os demônios não existem ou
muito pouco interferem”;

b) superestimação absoluta do mundo


espiritual – exagero a respeito das forças
espirituais da maldade – “tudo é resultado de
ação do diabo ou dos demônios”.
www.portalebd.org.br Slide 6
Capa da revista:
O Um típico soldado do
exercito romano dos
tempos de Jesus e
dos apóstolos, a
imagem utilizada
pelo apóstolo Paulo
ao se referir à
“armadura de Deus”
(Ef.6:11-18).
www.portalebd.org.br Slide 7
O Três verdades decorrentes da “batalha espiritual”
anunciada em Ef.6:12:

a) há um mundo espiritual regido por Satanás, mundo


este que domina a humanidade e que é desafiado pela
Igreja;

b) há uma luta direta entre a Igreja e as forças


espirituais da maldade, uma luta espiritual, que se trava
nos “lugares celestiais”;

c) nesta luta, somente venceremos se estivermos


revestidos da “armadura de Deus”, se estivermos em
comunhão com o Senhor.

www.portalebd.org.br Slide 8
O Blocos do trimestre

a) 1º bloco – lição introdutória;


b) 2º bloco – angelologia ou doutrina dos
anjos – lições 2 a 4;
c)3º bloco – o campo de batalha – lições 5 a
7;
d),4º bloco – as armas da batalha – lições 8 a
11;
e) 5º bloco – os “exercícios” para a batalha –
lições 12 e 13

www.portalebd.org.br Slide 9
Comentarista do trimestre:
O Pastor Esequias Soares
da Silva - presidente das
Assembleias de Deus em
Jundiaí/SP, presidente da
Comissão de Apologética
da Convenção Geral das
Assembleias de Deus no
Brasil e que foi o
presidente da Comissão
que elaborou a Declaração
de Fé das Assembleias de
Deus, que já há alguns
anos comenta as Lições
Bíblicas.

www.portalebd.org.br Slide 10
O Iniciamos o ano letivo da Escola
Bíblica Dominical estudando sobre
batalha espiritual.

O O salvo na pessoa de Cristo Jesus,


enquanto peregrina nesta terra, está
num incessante conflito contra as
forças espirituais da maldade.
www.portalebd.org.br Slide 11
O “Batalha espiritual” - uma luta que
há entre uma pessoa salva por
Cristo Jesus e as “hostes
espirituais da maldade”, ou seja, o
diabo e seus anjos (Ef.6:11-18).

O A “batalha” é o combate entre


forças oponentes.
www.portalebd.org.br Slide 12
O Existe um mundo espiritual,
sobrenatural e imaterial – Gn.1:1

O Este mundo é habitado por seres


espirituais – os anjos – tanto os
fiéis a Deus e os rebeldes.
www.portalebd.org.br Slide 13
O Na história bíblica, vários episódios
demonstram a realidade dos seres
espirituais e sua interferência no
mundo físico.

O Declaração de Fé das Assembleias


de Deus, os anjos “…não são meras
figuras de retórica, nem emanações
cósmicas, mas são reais e habitam
os céus.” (capítulo VIII, p.85).
www.portalebd.org.br Slide 14
O As Escrituras também revelam haver
seres espirituais que são rebeldes a
Deus, que estão contra a vontade do
Senhor, ainda que sob Seu comando.

O No livro de Jó, já vemos, entre os


“filhos de Deus”, Satanás (Jó 1:6),
numa expressão que demonstra não
ser ele do grupo dos “filhos de Deus”,
um intruso que ali estava e que
demonstra ter um caráter totalmente
contrário ao do Senhor.
www.portalebd.org.br Slide 15
O Satanás é a “mais astuta de todas as alimárias
do campo” de Gn.3:1, a “antiga serpente,
chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o
mundo” (Ap.12:9), que mente à mulher e
proporciona a queda da raça humana (Gn.3:4-6).

O Este ser não é apresentado como sendo solitário,


mas tem a companhia de outros seres
espirituais, chamados “seus anjos”, aos quais já
está reservado um lugar, a saber, o lago de fogo
e enxofre (Mt.25:41), as chamadas “hostes
espirituais da maldade” (Ef.6:12).

www.portalebd.org.br Slide 16
O Declaração de Fé das Assembleias de
Deus: “os anjos decaídos são os que se
rebelaram contra Deus [Jd.6]. Eles foram
criados por Deus e eram originalmente
bons, e, assim como o ser humano,
dotados de livre-arbítrio; porém, sob a
direção de Satanás, pecaram e rebelaram-
se contra Deus, tornando-se maus
[Ap.12:9]. São identificados como ‘espíritos
imundos’ [At.8:7], ‘espíritos malignos’
[At.19:12], ‘demônios’ [Lc.9:1]…” (capítulo
VIII, p.89).

www.portalebd.org.br Slide 17
O As Escrituras não revelam, apenas, a
realidade de uma dimensão espiritual, a
existência de seres espirituais, mas,
também, que, neste mundo espiritual, existe
um conflito, há uma oposição de forças,
uma vez que existem seres espirituais que
são rebeldes, desobedientes ao Senhor.

O No diálogo entre Deus e Satanás no livro de


Jó, bem vemos a distinção, a diferença que
havia entre estes dois seres.

www.portalebd.org.br Slide 18
O Deus é superior a Satanás, Ele é o
Senhor, enquanto Satanás se
encontrava no patamar dos “filhos”,
ou seja, Deus está acima de todos os
demais seres.

O Não existe um "dualismo”, isto é, um


confronto entre duas forças de igual
estatura – o bem e o mal.
www.portalebd.org.br Slide 19
O Satanás está sob o controle divino.
Tanto é assim que Satanás somente
atinge Jó sob permissão divina e jamais
ultrapassa os limites estabelecidos por
Deus (Jó 1:12; 2:6).

O Satanás, embora sob o controle divino,


tem um caráter completamente distinto
de Deus. Tem inveja dos servos de
Deus, deseja destruí-los e não desiste
destes propósitos.
www.portalebd.org.br Slide 20
O No primeiro anúncio da salvação da
humanidade, ocorrida ainda no Éden,
no dia mesmo da queda, Deus já
disse que a salvação traria uma
inimizade entre o homem e Satanás.

O Não é, aliás, por acaso que este ser


é chamado de “Satanás”, pois esta
palavra tem o significado de
“adversário”.
www.portalebd.org.br Slide 21
O O diabo é nosso adversário (I Pe.5:8) e
isto quer dizer que ele sempre estará
lutando contra nós e nós contra ele.

O Ao revelar o mistério da Igreja, o


Senhor Jesus imediatamente já avisou
a respeito desta peleja que surgiria
entre o Seu povo, aqueles que Ele
reuniria em comunhão com Deus, e o
inimigo, ao afirmar que “as portas do
inferno não prevalecerão contra ela”
(Mt.16:18).
www.portalebd.org.br Slide 22
O A luta espiritual entre os salvos em
Cristo Jesus e as forças espirituais
da maldade é, portanto, algo
inevitável e sempre presente na vida
cristã.

O Quando cremos em Jesus, saímos


das trevas para a luz (I Pe.2:9), mas,
por causa disso mesmo, “compramos
uma briga” com o diabo.
www.portalebd.org.br Slide 23
O É esta “briga contra o diabo” que se costumou
denominar de “batalha espiritual”, aquilo que o
apóstolo Paulo denominou de “o bom combate”
(II Tm.4:7), “ a luta contra as hostes espirituais da
maldade nos lugares celestiais” (Ef.6:12).

O Esta “batalha” não se dá em um lugar


predeterminado no Universo físico, nem é
igualmente limitado pelo tempo, mas, bem ao
contrário, se realiza em uma dimensão que está
além do espaço e do tempo, nos “lugares
celestiais”, como denomina o apóstolo Paulo.

www.portalebd.org.br Slide 24
O O mundo é um sistema espiritual e está no
maligno (I Jo.5:19) e é bem por isso que o
Senhor Jesus, ao nos ensinar a orar, diz
que devemos pedir a Deus que nos livre do
mal (Mt.6:13; Lc.11:4).

O Quando cremos em Jesus, que é a


verdade, somos libertos do mal (Jo.8:32,36)
e esta liberdade não só nos retira do poder
do maligno, como também nos põe em
oposição a ele, nos lugares celestiais
(Ef.1:3).
www.portalebd.org.br Slide 25
O Pacto de Lausanne: “…Cremos que estamos empenhados
num permanente conflito espiritual com os principados e
potestades do mal, que querem destruir a igreja e frustrar sua
tarefa de evangelização mundial. Sabemos da necessidade
de nos revestirmos da armadura de Deus e combater esta
batalha com as armas espirituais da verdade e da oração.
Pois percebemos a atividade no nosso inimigo, não somente
nas falsas ideologias fora da igreja, mas também dentro dela
em falsos evangelhos que torcem as Escrituras e colocam o
homem no lugar de Deus. Precisamos tanto de vigilância
como de discernimento para salvaguardar o evangelho
bíblico.…” (item 12).

O Não foi outro o motivo pelo qual o Senhor Jesus afirmou que
havia dado poder aos Seus discípulos para enfrentar “toda a
força do inimigo” (Lc.10:19).

www.portalebd.org.br Slide 26
O A vida cristã tem o mesmo desenvolvimento
da vida de Cristo que, durante Seu
ministério terreno:

a) teve os céus abertos e os anjos subindo e


descendo sobre Ele (Jo.1:51);

b) enfrentou a incessante oposição do diabo


e de seus anjos (Mt.4:1-11; Mc.1:12,13;
Lc.4:1-13; Mt.8:31; 9:34; 12:24-28;
Mc.1:34,39; 3:22; 6:13; Mc.16:9; Lc.4:41;
8:2,33; 11:15-20; 13:32)
www.portalebd.org.br Slide 27
O A realidade da batalha espiritual era
tanta no ministério de Jesus que Ele
mesmo disse que um dos sinais de que
havia chegado o reino de Deus era
precisamente o fato de os demônios
serem expulsos (Mt.12:28; Lc.11:20) .

O Uma das marcas da evangelização


deve ser a expulsão de demônios
(Mt.10:1; Lc.10:17; Mc.16:17).
www.portalebd.org.br Slide 28
O O ministério dos apóstolos é, então
dotado destas mesmas características
do ministério terreno de Cristo.

O Assim como o Senhor, os discípulos


tiveram os céus abertos (At.7:56),
foram ajudados por anjos (At.10:3-6;
12:7-11; 27:23,24) e também tiveram
de enfrentar as hostes espirituais da
maldade (At.5:16; 13:8-11; 19:12).
www.portalebd.org.br Slide 29
O Portanto, não se pode subestimar a realidade
desta batalha espiritual, não se pode deixar de
reconhecer que a vida cristã é um embate contra
as forças espirituais malignas e que devemos
estar prontos para este combate incessante, que
somente terminará quando passarmos para a
eternidade.

O Não tem, portanto, qualquer respaldo bíblico o


ensinamento que tenta ver a realidade da batalha
espiritual como “fruto da imaginação”, como
“força de expressão”, como “alegoria”, como se
não existissem o diabo e seus anjos.
www.portalebd.org.br Slide 30
O Mas, igualmente, não tem qualquer
base o ensino de que tudo que ocorre
na vida espiritual é decorrência deste
conflito entre o salvo e as hostes
espirituais da maldade.

O A vida cristão não se resume ao “bom


combate”. Temos também a “carreira
espiritual” e a “guarda da fé” (II Tm.4:7).
www.portalebd.org.br Slide 31
www.portalebd.org.br Slide 32