Você está na página 1de 1

Verbos copulativos

Trata-se de verbos que selecionam um predicativo do sujeito.


São exemplos de verbos copulativos:
ser (A Carla é bonita.), estar (O Paulo está em Lisboa.), permanecer (Os alunos permaneceram
na sala de aula.), ficar (O André ficou calado.), continuar (O jogo continuou a decorrer.), parecer
(A Joana parecia doente.), andar (A Amélia anda chateada.), tornar-se (A aula tornou-se
agradável.), revelar-se (O planos revelou-se um fracasso.),…

Nota: Em determinados contextos, alguns destes verbos podem selecionar outros constituintes.

Verbos transitivo-predicativos

Trata-se de verbos que selecionam um complemento direto e um predicativo do complemento


direto.
São exemplos de verbos transitivo-predicativos:
considerar (A Ana considera a mãe uma ótima cozinheira.), ver (O Pedro viu as coisas
malparadas.), achar (O Jorge acha a Teresa bonita.), nomear (O presidente do partido nomeou o
Manuel deputado.), declarar (O juiz declarou o caso encerrado.), designar (O professor designou
o António o melhor aluno da turma.), eleger (Os colegas elegeram o Pedro delegado de turma.),
fazer (O professor fez o teste difícil.), julgar (O Carlos julgou o António um génio.), supor (O
advogado supôs o caso complicado.), tornar (O ar condicionado tornou as aulas mais
agradáveis.), tratar (O veterinário tratou o animal muito bem.), sonhar (Martin Luther King sonhou
um mundo melhor.), imaginar (O arquiteto imaginou um prédio moderno.)…

Nota: Em determinados contextos, estes verbos podem selecionar outros constituintes.