Você está na página 1de 5

Biologia - Tio Aru

Protozoários
São:
- Unicelulares
- Tamanho:
Quase todos são microscópicos.
Há descobertas de um protozoário fóssil de 19 cm.
- Habitat:
Lugares úmidos, água doce (possuem vacúolos contráteis) e salgada.
- Interação com o ambiente:
Parasita: MAIORIA.
Mutualista: É essencial ao hospedeiro. Ex: Trichonympha sp. - vive no
cupim e ajuda-o a digerir madeira.
Comensal: Abriga-se no outro, sem causar nada.
Vida livre
- Respiração:
Aeróbica e anaeróbica.
- Reprodução:
Assexuada - MAIORIA
Sexuada
- Alimentação:
Autótrofo
Heterótrofo
Fagocitose - engloba a partícula para dentro do corpo e digere
“lançando” sucos gástricos na partícula.
Saprófitos - se alimentam de matéria orgânica em decomposição

FILOS:

I - Sarcodíneos ou Rizópodos
Usam o corpo para se movimentar: “esticam” a membrana plasmática, e
“puxam”. Vida livre ou parasita.

Ex.: Ameba
Entamoeba histolytica
Parasita humano, causador da disenteria amebiana (diarreia e
sangramentos internos). Contamina o humano quando esse ingere água ou
alimentos contaminados. Alimenta-se de HEMÁCIAS. Muito comum nos lugares
sem saneamento básico.

II - Mastigóforos ou Flagelados
Usam “rabinhos” para se movimentarem.

Exs.:
A - Euglena viridis
Vida livre. Realiza fotossíntese e habita águas com muita matéria orgânica.
Biologia - Tio Aru

B - Trypanossoma cruzi
Transmitido pelo barbeiro, causa a doença de Chagas. O barbeiro pode ser
encontrado geralmente em casas de pau-a-pique, quando vai sugar o sangue da
vítima, defeca ao mesmo tempo. Quando a pessoa coça a ferida depois, as fezes
entram pelo orifício da picada, assim possibilitando que o protozoário tenha
acesso ao sistema circulatório. Aloja-se na parede muscular do coração, e causa
problemas cardíacos.
C - Giardia lamblia
Contaminam através do consumo de alimentos infectados, causando
giardíase ou lamblíase, cujos sintomas são dores abdominais e diarreia.
D - Trichonympha sp.
Mutualista que vive dentro do cupim. O flagelado digere a madeira, e, na
sua morte, disponibiliza nutrientes da madeira em seu corpo ao cupim.

III - Cilióforos ou Ciliados.


Usam pequenos cílios ao redor do corpo para se movimentarem. A
reprodução assexuada é efetuada através de bipartição, e a sexuada é feita
através da troca de material do núcleo dos protozoários.

Ex.: Paramecium caudatum ou, o Paramécio


Habita corpos de água que contenha vegetação em decomposição. Tem vida
livre e se reproduz por bipartição.

IV - Esporozoários
Estes não tem organelas locomotoras, significando que o protozoário não
consegue se mexer sozinho. Corpo simples, arredondado ou alongado. A vasta
maioria é parasita

Ex.: Plasmodium sp.


Transmitido por algumas fêmeas de mosquitos da ordem Anopheles,
causam malária.
Ciclo:
Biologia - Tio Aru

Platelmintes
O filo dos platelmintes é um subgrupo do reino Animalia. São vermes
achatados, têm simetria bilateral, são triblásticos e são acelomados.
- Interação com o ambiente:
Parasita ou Vida Livre
- Respiração:
Inexistente
- Reprodução:
Assexuada - Por regeneração (auto-flagelação seguida de regeneração dos
DOIS pedaços)
Sexuada
- Digestão:
Incompleta, executada por várias células-flama: pequenas células com
cílios que “filtram” e expelem através de um poro as excretas para fora.
- Nervoso:
Cefalização - órgãos sensoriais se encontram na região da cabeça.
Vários nervos se extendem pelo corpo, formando gânglios nervosos numa
extremidade. Isso se vê como um cérebro rudimentar. Neste cérebro, há um
conjunto de células sensoriais voltadas para fora, que em conjunto formam ocelos
- olhos rudimentares.

CLASSES:

I - Turbelários
Vida livre. Ocupam água, na maioria marinha. Alguns viraram terrestres

Ex.: Planária
Heterotrófica, come e excreta pelo mesmo orifício. Pode se reproduzir
sexuadamente ou assexuadamente. São hermafroditas.

II - Trematóides
Todos parasitas. Têm o corpo semelhante ao dos turbelários, mas são mais
ovais, e têm ventosas ou ganchos para prender em seu hospedeiro.

Exs.:
A - Fasciola hepática
Habita os canais biliais do carneiro, que é seu hospedeiro definitivo. O
hospedeiro secundário é o caramujo.

Biologia - Tio Aru

B - Schissotoma mansoni
Verme causador da esquisotossomose, ou barriga d’água. São unissexuadas
(não hermafroditas - que tem macho e fêmea separados).
Biologia - Tio Aru

III - Cestóides
Diferem dos outros pela ausência completa de aparelho digestório.

Exs.:
A - Taenia solium ou solitária
O homem é o hospedeiro definitivo, e o secundário é o porco. A solitária
aloja-se no intestino do homem através de ganchos, e cresce até 8m. Depois de se
fixar, por reprodução assexuada, começa a gerar proglotes. São pequenos
segmentos com os sistemas reprodutores masculino e feminino na parte de
dentro. Quando a tênia cresceu o suficiente, ela solta um proglote já fecundado,
que sai pelas fezes, e entra no porco como ovo. No porco, sai do ovo como
cisticerco, e entra na corrente sanguínea, depois para alojar-se no músculo,
criando uma carapaça dura, assim ficando com o nome de cisiticerco. A carne do
boi, quando ingerida pelo homem crua ou mal-cozida, vira um tênia, e começa
tudo novamente.
Quando o próprio homem ingere o ovo, e fica com um cisticerco, dizemos
que está com cisticercose. Pode ser fatal se alojar no cérebro.
B - Taenia saginata
Muito semelhante à solitária, mas infecta a VACA, tem mais proglotes,
então é maior e não tem ganchos.