Você está na página 1de 4

INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Departamento Engenharia Civil Disciplina Mecânica dos Solos e Fundações II

Ano
Curso Engenharia Civil Ano 2º Semestre 2º 2006/2007
Lectivo

Folha nº 3

MUROS DE SUPORTE
PROBLEMA 1
Os muros A e B representados na Figura 1 têm a mesma altura, o mesmo terreno de fundação, tardoz vertical de betão
com igual rugosidade e suportam terrenos arenosos com o mesmo peso específico e ângulo de atrito. Nenhum impulso de
água se exerce sobre os muros. O muro A foi dimensionado adoptando 1,5 como valor mínimo para os coeficientes de
segurança globais em relação aos diversos modos de rotura; para o muro B, por seu turno, adoptou-se o valor 2,0.
Os impulsos sobre os muros serão iguais ou diferentes? Neste último caso qual será o maior? Situe o(s) impulso(s) sobre
os muros em relação aos três impulsos “notáveis”: passivo, activo e de repouso.

Figura 1.
PROBLEMA 2
Considere o muro de suporte de gravidade da Figura 2.

Figura 2.

Página 1 de 4
INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU
ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Mecânica dos Solos e Ano


Disciplina Ano 2º Semestre 2º 2006/2007
Fundações II Lectivo

a) Calcule os coeficientes de segurança globais em relação ao derrubamento e ao escorregamento pela base.


b) Determine o diagrama das tensões normais na base do muro, a sua resultante e a respectiva excentricidade.
c) Verifique a segurança em relação ao derrubamento e ao escorregamento pela base aplicando o método dos
coeficientes parciais de segurança de acordo com o Eurocódigo 7.

PROBLEMA 3
Considere o muro de suporte representado na Figura 3, na qual se incluem as características do maciço suportado e do
maciço de fundação do muro.
a) Calcule os coeficientes de segurança globais em relação ao derrubamento e ao escorregamento pela base (despreze o
efeito das terras em frente do muro).
b) Verifique a segurança em relação ao derrubamento e ao escorregamento pela base aplicando o método dos
coeficientes parciais de segurança de acordo com o Eurocódigo 7.
c) Imagine que por deficiência de construção da cortina de drenagem o nível freático atingia a superfície de separação
dos dois estratos. Verifique se nessas circunstâncias o muro será estável, tomando agora em consideração o efeito das
terras em frente do muro,

Figura 3.

Página 2 de 4
INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU
ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Mecânica dos Solos e Ano


Disciplina Ano 2º Semestre 2º 2006/2007
Fundações II Lectivo

PROBLEMA 4

Figura 4.

Considere o muro de suporte representado na Figura 4.


a) Calcule os coeficientes globais de segurança em relação ao derrubamento e ao escorregamento pela base.
b) Verifique a estabilidade do mesmo muro através do método dos coeficientes parciais de segurança de acordo com o
Eurocódigo 7.
c) Por deficiência de construção, o sistema de drenagem previsto no projecto tornou-se ineficaz. Nestas condições, é de
temer a instalação de uma pressão hidrostática sobre o paramento do muro correspondente ao nível freático situado à
cota do coroamento.
Para assegurar a estabilidade na nova situação criada, dispôs-se um aterro de enrocamento da forma que a Figura 5
mostra. Admitindo aceitáveis deslocamentos de grandeza suficiente para mobilizar o impulso passivo por parte do
enrocamento, determine as dimensões h e L do aterro de modo a que os coeficientes de segurança globais não sejam
inferiores a 1,1. De modo a simplificar o dimensionamento admita que o ângulo de atrito do contacto entre a face da
frente do muro e o enrocamento é nulo.

Figura 5.

Página 3 de 4
INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU
ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Mecânica dos Solos e Ano


Disciplina Ano 2º Semestre 2º 2006/2007
Fundações II Lectivo

PROBLEMA 5
A Figura 6 representa o tabuleiro de um viaduto que se apoia sobre um muro de suporte.
a) Considerando as forças representadas, calcule x de modo a que se verifiquem as seguintes condições:
i) coeficiente global de segurança ao escorregamento pela base igual a 2,0;
ii) coeficiente global de segurança ao derrubamento igual a 1,5;
iii) a base da fundação esteja completamente comprimida.

b) Com a dimensão x calculada anteriormente, verifique se ficam satisfeitas as condições de segurança atrás enunciadas
caso se construa o aterro antes de executar o tabuleiro do viaduto. Comente os resultados.

Figura 6.

Página 4 de 4