Você está na página 1de 3

Classificação dos fungos

Os fungos costumam ser classificados em três grupos taxonómicos embora sejam considerados quatro: os Zigomicetos, os Ascomicetos, os
Basidiomicetos e os Fungos imperfeitos. Estes últimos não são um verdadeiro filo mas um grupo de fungos cujas estruturas sexuadas não
estão bem identificadas. Aqui se incluem o Aspergillus e o Penicillium. Os Zigomicetos são os fungos mais simples, com hifas asseptadas, aqui
se incluindo o bolor-do-pão e alguns fungos parasitas de animais. Os Ascomicetos incluem fungos cujas hifas apresentam septos perfurados,
sendo o zigoto substituído por um pequeno saco, o asco. Leveduras, morquelas e trufas são exemplos de fungos deste grupo. Os
Basidiomicetos apresentam hifas septadas, com parede quitinosa. Produzem um tipo de esporos, basidiósporo, suportados por um esporângio
característico, com forma de dedos, o basídio. Aqui se incluem os cogumelos.

A CLASSIFICAÇÃO DOS FUNGOS

A classificação dos fungos não tem consenso entre os biólogos. Alguns cientistas
ainda consideram os fungos uma divisão do Reino Vegetal; outros, um filo do
reino Protista. Atualmente muitos os classificam à parte, no reino Fungi.

Distinguimos dois filos no reino Fungi: Eumycota (fungos verdadeiros) e


Mixomycota (fungos gelatinosos). O filo Eumycota apresenta maior variedade de
espécies, aproximadamente100 mil, distribuídas em quatro classes:
Phycomycetes (ficomicetos), Ascomycetes (ascomicetos), Basidiomycetes
(basiomicetos) e Deuteromycetes (deuteromicetos). O principal critério para
separar os fungos nessas quatro classes é o tipo de processo sexual e de
estrutura reprodutiva que apresentam.

Classe Phycomycetes
Os ficomicetos são os fungos mais simples, e a maioria deles não forma corpo
de frutificação. O nome da classe sugere essa simplicidade, pois "ficomiceto"
(do grego phykos, alga, e myketos, fungo) significa "fungo semelhante a uma
alga". Muitos ficomicetos aquáticos formam esporos dotados de flagelos, os
zoósporos, como também ocorre em certas algas.

Classe Ascomycetes
Os ascomicetos (do grego askos, odre, saco de couro) formam estruturas
reprodutivas em forma de saco, denominadas ascos.
Dentro desses ascos formam-se esporos chamados ascóporos. Em certos
ascomicetos, os ascos ficam abrigados em um corpo de frutificação carnoso
denominado ascocarpo.

Classe Basidiomycetes
Os basidiomicetos (do grego basis, base)formam estruturas reprodutivas
denominadas basídios.O nome deriva do fato de os basídios terem a base presa
ao corpo de frutificação e a extremidade livre, onde se alojam quatro esporos,
denominados basidiósporos. A maioria dos basidiomicetos forma corpos de
frutificação chamados basidiocarpos, popularmente conhecidos como
cogumelos.
Classe Deuteromycetes
Os deuteromicetos (do grego deuteros, inferior, secundário) são também
chamados "fungos imperfeitos". Como o próprio nome sugere, eles constituem
uma classe menos importante, criada para abrigar os fungos em que ainda não
se observaram fenômenos sexuais de reprodução. Muitos fungos foram
classificados inicialmente como deuteromicetos, mas ao serem descobertos
mais detalhes sobre sua reprodução, foram reclassificados como ficomicetos ou
ascomicetos. Diversos fungos desse grupo são parasitas e causam doenças em
plantas e animais.