Você está na página 1de 4

física

ESTÁTICA
01. (PUC-RS) Uma caixa C, em repouso, é suspensa por uma Resolução:
corda na qual pessoas aplicam as forças FA, de 40 N, e FB, P
de 30 N, conforme a ilustração abaixo. Desprezando qualquer 30 N
forma de atrito nas roldanas e a massa da corda, pode-se
concluir que o peso da caixa é:
40 N
a) 10 N
b) 30 N → → →
P = FA + FB
c) 40 N
d) 50 N
P2 = 402 + 302 = 1600 + 900 = 2500
e) 70 N

P = 2500 ⇒ P = 50 N
C 90º
Alternativa D
FA FB

02. (FUVEST) Um corpo C de massa igual a 3 kg está em equilíbrio 03. (MACK) No sistema abaixo, os fios, as polias e o
estático sobre um plano inclinado, suspenso por um fio de
massa desprezível preso a uma mola fixa ao solo, como mostra dinamômetro D, preso ao solo, têm massas desprezíveis.

a figura. O comprimento natural da mola (sem carga) é L0 = 1,2 A pessoa P aplica a força F verticalmente para baixo e o

m e ao sustentar estaticamente o corpo ela se distende, dinamômetro acusa 80 N. A intensidade da força F é:
atingindo o comprimento L = 1,5 m.
Os possíveis atritos podem ser desprezados. A constante a) 80 N
elástica da mola, em N/m, vale então:
b) 10 N

a) 10 g c) 8,0 N
b) 30 C
d) 5,0 N
c) 50 e) 2,5 N
d) 90 L P
L0 →
e) 100 30º F
D
Resolução: N
Resolução:
PT

F'
F= (n = número de roldanas móveis)
30º 2n
P = m . g = 3 . 10 = 30 N 30º
P
PT
sen 30º = ⇒ PT = P . sen 30º ⇒ PT = 30 . 0,5 ⇒ PT = 15 N F=
80
=
80
⇒F=5N
P
24 16
15 15
Fel = PT ⇒ k . (L – L0) = 15 ⇒ k = = ⇒ k = 50 N/m
1,5 − 1, 2 0,3
Alternativa C Alternativa D

CPV fissem1106-R
1
2 física

04. (UF-RS) Uma barra homogênea de peso P e comprimento 06. (FGV-dez/2005) Para colocar sob um piano de 270 kg o
4,0 m é articulada no ponto O, conforme a figura. Para se carrinho que auxiliara sua movimentação, dois homens
manter a barra em equilíbrio, é necessário exercer uma utilizam, cada um, uma cinta de couro que laça os pés do
força F = 80 N na extremidade livre. piano e dá a volta por trás de seus pescoços. Devido aos
seus corpos e à posição mantida pelas cintas, estas
O peso da barra, em N, será: permanecem sob um ângulo θ = 25° relativamente à lateral
do instrumento. A forma irregular da moldura de ferro onde
a) 20 são esticadas as cordas, no interior do piano, faz com que
b) 40 a projeção do centro de massa do instrumento sobre sua
F = 80 N
c) 60 O
base esteja localizada a 2/5 de sua extensão, à esquerda do
d) 100 centro da base quando o piano é olhado frontalmente.
e) 160 Ao manter suspenso horizontalmente e, em repouso, o
piano, o carregador que executará o maior esforço exercerá
Resolução: uma força de módulo igual a:
sen 25° = 0,4;
80N cos 25° = 0,9
aceleração da gravidade = 10 m/s2
0
2m 2m
a) 1 080 N.
P b) 1 200 N.
320 c) 1 420 N.
P . 2 = 80 . 4 ⇒ P = ⇒ P = 160 N d) 1 600 N.
2
Alternativa E e) 1 800 N.

05. (FUVEST) Uma barra rígida e homogênea de 2 kg está ligada Resolução:


numa das extremidades a um suporte, através de uma mola
L
de constante elástica k = 200 N/m. Na outra extremidade,
articula-se a um rolete que pode girar livremente. Nessa
→ →
situação, a mola está deformada de 5 cm. F1 F2

Fel g = 10 m/s2 ponto de



2L P articulação
5
L bF
cos θ = 1
L
→ bF
a) Indique as forças externas que atuam sobre a barra. F1 1
θ 0,9 =
b) Qual é a força que a superfície exerce sobre o rolete? L
(

bF = 0,9 L
1
Resolução: θ(

→ bF
a) Fel 1

N d
C
d B
A →
M F + M F + MP = 0 F1 . cos θ + F2 . cos θ = P
1 2
P 1200 . 0,9 + F2 . 0,9 = 2700
– F 1 . b F + P . bP = 0
1
F1 . bF = P . bP 1080 + 0,9 F2 = 2700
b) em relação ao ponto C:
1
F2 = 1800 N
k.x.d=N.d 2L
F1 . 0,9L = 2700 .
N = k . x = 200 . 0,05 5 Alternativa E
F1 = 1200 N
N = 10 N

CPV fissem1106-r
física 3


07. (MACK-julho/2006) Em um laboratório de ensaios Resolução: T2
mecânicos, foi necessário compor um sistema conforme a
ilustração. Como o sistema está em equilíbrio:
5 kg
3,0 kg 3,0 kg
P = T2 = 50N →
D P
5,0 kg 60º 60º 5,0 kg
T1 + Px = T2

T2 →
T1 + P’ sen θ = T2 N
As polias e os fios são considerados ideais, o atrito entre
3 kg
as superfícies em contato e a massa do dinamômetro D são T1 + 30 . sen 30º = 50

desprezíveis e o módulo da aceleração gravitacional local é T1 → indicação do
T1 = 35 N →
10 m/s2. Quando o sistema está em equilíbrio, a indicação Py → dinamômetro
Px
do dinamômetro é:

a) 24 N b) 35 N c) 50 N d) 65 N e) 76 N Alternativa B

08. (MACK-julho/2006) Um homem está pendurado no ponto Resolução:


médio de uma corda ideal, como mostra a figura. Sabendo- →
se que a tensão em cada ramo da corda tem intensidade de T
60º
800 N, podemos afirmar que o peso desse homem é: 60º

)
→ →

)
)
T T 60º
60º
)
a) 780 N 120º →
60º T
b) 800 N → →

)
c) 820 N P P
d) 850 N
e) 900 N P = T = 800 N

Alternativa B

09. (MACK-dez/2005) Uma caixa, com a forma de um Resolução:


paralelepípedo, que se encontrava em repouso no ponto A
de um piso plano e horizontal, sofre um empurrão Orientando o movimento para a direita:
“instantâneo” de um menino. Após percorrer 3,20 m, a caixa
– FAT = RF
pára no ponto B. Admitindo-se que o retardamento tenha
sido constante e causado somente pelo atrito entre as – μd . N = m . a
superfícies em contato (μd = 0,25), a velocidade imprimida
na caixa no ponto A foi de: – μd . m . g = m . a
Dado: g = 10 m/s2
a = – 2,5 m/s

V2 = V02 + 2 a ΔS

A B
0 = V02 + 2 (– 2,5) . 3,2
a) 0,25 m/s
V0 = 4 m/s
b) 2,5 m/s
c) 4,0 m/s Alternativa C
d) 6,25 m/s
e) 16 m/s

CPV fissem1106-r
4 física

10. (MACK-dez/2004) Utilizando-se de cordas ideais, dois Resolução:


garotos, exercendo forças de mesmo módulo, mantêm em →
equilíbrio um bloco A, como mostra a figura. T
→ 120º →

)
T T

)
60º
60º
)

60º T
→ →

)
P P

30º 30º
P = T = 20 N
horizontal
A
m . g = 20
Se a força de tração em cada corda tem intensidade de 20 N,
m = 2 kg
a massa do bloco suspenso é:
Adote: g = 10 m/s2
Alternativa B
a) 1,0 kg
b) 2,0 kg
c) 3,0 kg
d) 4,0 kg
e) 5,0 kg

11. (FUVEST) Um bloco de peso P é suspenso por dois fios de Resolução:


massa desprezível, presos a paredes em A e B, como mostra
T1 T1
a figura. Pode-se afirmar que o módulo da força que tensiona P

o fio preso em B, vale: T2 ) 45º ⇒ ) 45º


T2
a) P/2 2L
B P
P L
b) L
2 P
cateto oposto
c) P A sen 45º = = T
hipotenusa 1

d) 2P P 2 P 2P 2 2 2P
= ⇒ T1 = . ⇒ T1 = ⇒ T1 = 2P
e) 2 P 2 T1 2 2 2

Alternativa D

CPV fissem1106-r