Você está na página 1de 6

QUESTÕES MODELO SOLUÇÕES

1.ª Questão. A figura abaixo mostra o rótulo de um frasco de ácido clorídrico PA (para análise). Nele, entre outras informações, é informado que a fração em massa está entre 36,5 % e 38,0 %, que a densidade do ácido (denominada aqui com o termo obsoleto ―gravidade específica‖), a 25 °C, encontra-se entre 1,185 g/mL e 1,192 g/mL, e que a massa molar (também designada por um termo obsoleto FW = formula weight, ou ―peso-fórmula‖) vale 36,46 g/mol.

weight , ou ―peso - fórmula‖) vale 36,46 g/mol. Considerando que a fração em massa seja

Considerando que a fração em massa seja 37,3 % e a densidade, 1,189 g/mL, calcule

a) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de HCl nesse frasco comercial.

b) o volume, em mL, que um técnico terá de pipetar desse ácido PA a fim de preparar 250 mL de uma solução de HCl 0,250 mol/L.

2.ª Questão. O rótulo de um frasco de ácido fosfórico P.A. traz as seguintes informações: fórmula linear: H 3 PO 4 ; porcentagem: 85% (w = 0,85); densidade a 25 °C: 1,685 g/mL; M = 97,9952 g/mol. Com base nesses dados, calcule

a) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de H 3 PO 4 nesse frasco comercial.

em quantidade de matéria, em mol/L , de H 3 PO 4 nesse frasco comercial. Prof.
em quantidade de matéria, em mol/L , de H 3 PO 4 nesse frasco comercial. Prof.

b) o volume, em mL, que um técnico terá de pipetar desse ácido P.A. a fim de preparar 500 mL de uma solução de H 3 PO 4 0,125 mol/L.

3.ª Questão. Uma solução concentrada de amônia (NH 3 , 17,04 g/mol) possui fração em massa (w) igual a 28,0 % e densidade () igual a 0,899 g/mL. Calcule

a) a concentração analítica, em mol/L, de NH 3 em uma solução de amônia concentrada.

b) a quantidade, em mL, dessa solução que deve ser tomada a fim de preparar 500 mL de uma solução de amônia cuja concentração analítica seja igual a 0,100 mol/L.

4.ª Questão. Um químico precisava preparar 500 mL de uma solução de NaOH 0,200 mol/L. Sabendo que o NaOH é um sólido cuja massa molar é 39,9971 g/mol e considerando que o NaOH que o químico usará para preparar a solução possui 100 % de pureza, calcule a massa, em g, que esse químico deverá pesar a fim de preparar a solução desejada.

5.ª Questão. A concentração de açúcar (glicose, C 6 H 12 O 6 , M = 180,156 g/mol) no sangue humano é de 800 mg/L antes das refeições. Calcule a concentração em quantidade de matéria de glicose no sangue, antes das refeições, em mmol/L.

6.ª Questão. Quantos gramas de ácido bórico B(OH) 3 , M = 61,833 g/mol devem ser usados para preparar 2,00 L de uma solução 0,0500 mol/L?

7.ª Questão. Um químico deseja preparar 100 mL de uma solução que contém 1,00 mg/L de íon fluoreto (F , 18,9984 g/mol). Calcule a massa, em µg, de NaF (41,988173 g/mol) que ele precisará pesar e dilui para 100 mL a fim de obter seu intento.

8.ª Questão. Uma solução aquosa anticongelante contém etilenoglicol (HOCH 2 CH 2 OH, M = 62,068 g/mol) na concentração de 6,067 mol/L e possui densidade de 1,046 g/mL. Determine

a) a massa de etilenoglicol contida em 1,000 L dessa solução.

g/mL. Determine a) a massa de etilenoglicol contida em 1,000 L dessa solução. Prof. Ricardo Bastos
g/mL. Determine a) a massa de etilenoglicol contida em 1,000 L dessa solução. Prof. Ricardo Bastos

b) a fração em massa de etilenoglicol nessa solução.

9.ª Questão. A água sanitária é uma solução de hipoclorito de sódio (NaOCl, M = 74,4422 g/mol) a 2,0 % (ou seja, 20,0 g/L). Considerando que um industrial pretenda preparar água sanitária a partir do hipoclorito de sódio sólido, calcule

a) a massa de hipoclorito de sódio, em kg, que se deve dissolver em um tanque de 5.000 L de água a fim de preparar água sanitária em escala industrial.

b) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, do íon hipoclorito na água sanitária (desconsidere a hidrólise do ânion).

c) a fração em massa de hipoclorito de sódio na água sanitária, considerando que a água sanitária tenha densidade 1,00 g/mL.

10.ª Questão. A hidroponia é uma técnica para cultivar plantas na ausência de solo. Nela, as raízes são cultivadas em uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta. Uma das soluções hidropônicas usadas nessa técnica contém 26,3 mg/L de fosfato monopotássico (KH 2 PO 4 , 136,0855 g/mol), 583 mg/L de nitrato de potássio (KNO 3 , 101,1032 g/mol), e 513 mg/L de sulfato de magnésio (MgSO 4 ·7H 2 O, 246,4746 g/mol). Para essa solução, calcule

a) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de fosfato monopotássico.

b) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de nitrato de potássio.

c) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de sulfato de magnésio.

11.ª Questão. A água do mar tem densidade média igual a 1,02 g/mL e contém, em média, 2,80 g/L de NaC. Sabendo que M NaCl = 58,4425 g/mol e M Na = 22,9898 g/mol, calcule

a) a concentração em quantidade de matéria de NaCna água do mar, em mol/L.

b) fração em massa de Na + na água do mar.

 na água do mar, em mol/L . b) fração em massa de Na + na
 na água do mar, em mol/L . b) fração em massa de Na + na

12.ª Questão. A concentração do alcano C 20 H 42 (M = 282,547 g/mol) na chuva de inverno de Hannover, Alemanha, é 200 ng/L (200 ppt). Considerando que a densidade da água da chuva é 1,00 g/mL, calcule a concentração em quantidade de matéria de C 20 H 42 , em pmol/L, na chuva de inverno de Hannover.

13.ª Questão. O vinagre, cuja densidade é 1,008 g/mL, possui 5,14 % em massa de ácido acético (CH 3 COOH, M = 60,052 g/mol). Com base nesses dados, responda às seguintes questões.

a) Qual é a concentração analítica do ácido acético no vinagre, em mol/L?

b) Considerando que um estudante queira preparar 1 L de um vinagre artificial a partir de uma solução de CH 3 COOH 6,00 mol/L, que volume, em mL, desta solução concentrada esse estudante terá de pipetar a fim de preparar o referido vinagre artificial?

14.ª Questão. Qual é a concentração em quantidade de matéria de Cs + , em mol/L, em uma solução que contém 360 mg/L (ppm) de Cs 3 Co(CN) 6 (M = 613,754 g/mol)?

15.ª Questão. Um biólogo necessita preparar 2,00 L de uma solução de Na 3 PO 4 (M = 163,9407 g/mol) de forma que ela contenha, ao final, 32,0 mg/L de PO 4 3 (M = 94,9714 g/mol). Acerca dessa situação hipotética, responda aos seguintes questionamentos.

a) Quantos miligramas desse sal esse biólogo terá de pesar para preparar tal solução?

b) Qual será a concentração de equilíbrio, em mol/L, dos íons sódio (Na + ) na solução final?

16.ª Questão. Considere uma solução preparada dissolvendo-se 5,76 g de KCl·MgCl 2 ·6H 2 O (277,853 g/mol) em água suficiente para perfazer 2,00 L. Para essa solução, calcule

a) a concentração analítica de KCl, em mol/L.

b) a concentração em massa de Cl , em g/L dado: M(Cl) = 35,4527 g/mol.

17.ª Questão.

Considere

uma

solução

preparada

dissolvendo-se

15,42

g

de

K 3 Fe(CN) 6

(329,245 g/mol) em concentração

água

suficiente

para

perfazer

750

mL.

Para

essa

solução,

calcule

a

para perfazer 750 mL. Para essa solução, calcule a Prof. Ricardo Bastos Cunha Página 4
para perfazer 750 mL. Para essa solução, calcule a Prof. Ricardo Bastos Cunha Página 4

a) analítica de K 3 Fe(CN) 6 , em mmol/L.

b) de equilíbrio de K + , em mmol/L.

[K + ] = 3c = 3 × 62,4 = 1 8,7 mmol/L

18.ª Questão. O soro sanguíneo humano contém, em média, 18 mg de K + e 365 mg de Cl em cada 100 mL. Com base nesses dados e sabendo que M(K) = 39,0983 g/mol e M(Cl) = 35,4527 g/mol, calcule

a) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de K + no soro sanguíneo humano.

b) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de Cl no soro sanguíneo humano.

19.ª Questão. Um estudante necessita preparar 1,00 L de uma solução de Na 2 C 2 O 4 (M = 133,99854 g/mol) de forma que ela contenha, ao final, 5,00 mg/L de C 2 O 4 (M = 88,019 g/mol). Acerca dessa situação hipotética, responda aos seguintes questionamentos.

2−

a) Quantos miligramas desse sal esse estudante terá de pesar para preparar tal solução?

b) Qual será a concentração de equilíbrio dos íons sódio (Na + ) na solução final, em mol/L?

20.ª Questão. Considere uma solução preparada misturando-se 20,0 mL de Hg 2 SO 4 0,250 mol/L e 50,0 mL de Hg 2 (NO 3 ) 2 0,125 mol/L. Para essa solução, calcule a concentração em quantidade de matéria de íons mercúrio (Hg 2 2+ ), em mol/L.

21.ª Questão. Considere uma solução preparada misturando-se 20,0 mL de CaCl 2 0,100 mol/L e 30,0 mL de NaCl 0,200 mol/L. Para essa solução, calcule a concentração em quantidade de matéria de íons cloreto (Cl ), em mol/L.

22.ª Questão. Uma solução glicosada a 5 %, muito utilizada em hospitais como soro para pacientes, é uma solução de glicose (C 6 H 12 O 6 , M = 180,1572 g/mol) com γ = 50,0 g/L. Acerca desse assunto, responda às seguintes questões.

a) Qual é a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de glicose em uma solução glicosada a 5 %?

em quantidade de matéria, em mol/L , de glicose em uma solução glicosada a 5 %?
em quantidade de matéria, em mol/L , de glicose em uma solução glicosada a 5 %?

b) Considere que uma enfermeira precisa preparar 500 mL de uma solução glicosada a 5 %. Quantos gramas de glicose essa enfermeira terá de pesar?

23.ª Questão. Na titulação de 40,0 mL de Hg 2 (NO 3 ) 2 0,0400 mol/L foram gastos 32,0 mL de KI 0,100 mol/L para atingir o ponto final, precipitando Hg 2 I 2 . Porém, para fazer uma curva de titulação experimental, o químico continuou a adicionar KI até 60,0 mL. Com relação a essa situação hipotética, calcule a concentração de I , em mol/L, remanescente na solução após a adição de 60,0 mL de KI.

O iodeto (I ) adicionado nos primeiros 32,0 mL de KI precipitaram na forma de Hg 2 I 2 . Dessa forma, para calcular a concentração de I remanescente na solução é preciso descontar esse volume, pois o iodeto não ficou na solução. Assim,

24.ª Questão. A adrenalina é um hormônio produzido pelas células adrenais que estimula a liberação de açúcar em células musculares e a ―queima‖ de gordura, eleva a pressão sanguínea e o batimento cardíaco e aumenta o estado de vigilância mental. Uma célula adrenal contém cerca de 25.000 vesículas que contêm adrenalina. Cada célula contém aproximadamente 150 fmol (femtomol = 10 15 mol) de adrenalina. Com base nesses dados, calcule

a) a quantidade de matéria de adrenalina, em amol (attomol = 10 18 mol), em cada vesícula, admitindo que os 150 fmol de adrenalina são igualmente distribuídos entre as 25.000 vesículas.

Se cada célula contém 25.000 vesículas e 150 fmol de adrenalina, então a quantidade de adrenalina por vesícula é igual a 150/25.000 = 6,00 × 10 3 fmol = 6,00 amol.

b) a concentração em quantidade de matéria, em mol/L, de adrenalina em uma vesícula, admitindo que esta tenha um volume de 3,35 × 10 17 L.

c = n/V = 6,00 × 10 18 /3,35 × 10 17 = 0,179 mol/L.

25.ª Questão. A concentração máxima permitida de cloreto (C , 35,453 g/mol) em água de abastecimento municipal é de 7,05 10 3 mol/L. Quando a concentração desse íon excede esse limite, a água frequentemente adquire um gosto salgado característico. Calcule a concentração máxima permitida de cloreto em água de abastecimento municipal em mg/L (ppm).

máxima permitida de cloreto em água de abastecimento municipal em mg/L (ppm). Prof. Ricardo Bastos Cunha
máxima permitida de cloreto em água de abastecimento municipal em mg/L (ppm). Prof. Ricardo Bastos Cunha