Você está na página 1de 30

LINGUAGEM ACADÊMICA E

GÊNEROS TEXTUAIS ESPECÍFICOS


DO UNIVERSO ACADÊMICO

Prof. Esp. Leonardo de Souza


WARMING UP!

O que é linguagem?
COMO SURGIU A LINGUAGEM?

RELIGIÃO

CIÊNCIA
O HOMEM CONSEGUE
FICAR SEM A LINGUAGEM?
Então... O que é linguagem?
LINGUAGEM É...
 ...uma faculdade humana, uma capacidade que os homens
têm para produzir, desenvolver, compreender a língua e outras
manifestações simbólicas semelhantes à língua.
 ...um processo comunicativo pelo qual as pessoas interagem
entre si.
 ...sistema de signos (sonoros, gráficos, gestuais, etc) que
serve de base para a comunicação de ideias ou sentimentos.
Cada povo ou grupo exerce essa capacidade por meio de um
determinado código linguístico, ou seja, utilizando um sistema
de signos vocais distintos e significativos, a que se dá o nome
de língua ou idioma.
LINGUAGENS: GESTOS
LINGUAGENS: DANÇA

COREOGRAFIA VASOS DO ESPETÁCULO “4 POR 4”


DÉBORA COLKER EM “CASA” (1999)
(2002)
LINGUAGENS: ESCULTURA

“Guiado pela minha primeira inspiração


(Dante), imaginei um outro pensador,
um homem nu, sentando em uma
rocha, os pés encolhidos, ele sonha. O
pensamento fértil devagar se
desenvolve em seu cérebro. Ele não é
mais um pensador, ele é criador.”
Auguste Rodin

“O Pensador” (Auguste Rodin)


LINGUAGENS: LITERATURA

"Para o zen budismo, a lua na água é um símbolo


da impermanência de todas as coisas.“
Paulo Leminski
LINGUAGENS: MÚSICA

ADRIANA CALCANHOTO

JOTA QUEST
LINGUAGENS: TEATRO

Fernanda Montenegro ao lado de Fernando


Torres, em cena da peça "Dias Felizes"
(1985/6).
LINGUAGENS: CINEMA

O AUTO DA COMPADECIDA, Selton


Mello e Matheus Nachtergaele (2000)

Jim Carrey canta Somebody to


Love, O filme: O Pentelho
(1996)
LINGUAGENS: TRÂNSITO
LINGUAGEM x LÍNGUA
É um processo comunicativo
1. LINGUAGEM pelo qual as pessoas interagem
entre si.

É um conjunto de sinais (palavras)


2. LÍNGUA e de leis combinatórias por meio
do qual as pessoas de uma
comunidade se comunicam e
interagem.
Bien, gracias. Y’usted? Barcelona:
Lúmen, 1985. p. 42
 3. CÓDIGO É um conjunto de sinais
convencionais socialmente para a
construção e transmissão da
mensagem.
O que é Linguagem acadêmica?
Linguagem informal X Linguagem acadêmica
Características
Utilizada na comunicação entre Clara e objetiva;
amigos e familiares;
Sem grandes preocupações com a formal e técnica;
gramática;
Não planejada; Com preocupações gramaticais;
Livre e espontânea. Elaborada

Cf. KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e escrever: estratégias
de produção textual. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2018. pág.16
Linguagem Acadêmica
Não se usa a primeira pessoa do
Impessoalidade singular, principalmente seus
pronomes, como: EU, MEU.

O autor modesto é aceito com


mais simpatia do que aquele que
Modéstia
procura impor-se de modo
dogmatizado.

Apresente os fatos, as ideias de


modo objetivo, persuasivo, sem
Cortesia declarar que outros estão
errados. É preciso tato para
discordar.
A busca científica requer
atitude e linguagem objetiva.
objetividade A informação deve ter base
racional proveniente de análise
desapaixonada.

É a qualidade básica da
comunicação que não pode
Clareza faltar na informação científica.
O domínio da terminologia
técnica é essencial para a
compreensão do texto.

A precisão necessária no
trabalho científico determina
que não haja generalizações.
Precisão O procedimento dever ser
meticuloso, capaz de produzir
uma comunicação específica.
Em certos trabalhos acadêmicos,
como tese, monografias,
Concisão predomina a tendência de textos
longos. Obtém-se a concisão
com a supressão de digressões
secundárias que pouco ou nada
acrescentam à essência do texto.

Não se pode deixar de citar todas


as fontes realmente consultadas.
ética Atribuam-se os devidos créditos a
quem tem direito.

Os tempos verbais devem


manter-se coerentes do princípio
ao fim do texto.
Pretérito perfeito: relatar
experiências (ordem cronológica)
Tempos verbais
Presente: tempo das dissertações,
declarações, definições e
comentários em geral.
Menciona uma informação de
uma outra fonte. Pode ser uma
Citações
transcrição que reproduz
textualmente ou uma paráfrase.

Usam-se para fazer referências


bibliográficas para remeter a
Notas outras partes ou fontes, tecendo
considerações que no texto
quebrariam a sequência lógica.

Cf. NADÓLSKIS, Hêdricas. Comunicação redacional atualizada.


13ª ed. São Paulo: ed. Saraiva, 2011.
Gêneros textuais específicos do
universo acadêmico
O que é gênero textual? “Quando interagimos com outras
pessoas por meio da linguagem, seja
oral ou escrita, produzimos certos
tipos de textos que, com poucas
variações, se repetem no conteúdo,
no tipo de linguagem e na estrutura.
Esses tipos de textos constituem os
chamados gêneros textuais.”

Cf. CEREJA, Roberto et al. Português:


Linguagens. São Paulo: Ed. Saraiva,2010. p. 32
Dissertação
Hand-out Monografias
Tese
Resenha
Relatórios
Ensaio
Mapas
Gêneros textuais Resumo conceituais
acadêmicos Artigo Notas de
Científico
aulas
Fichas de Paper
leitura
Glossário
Projetos de
Sumário pesquisa Abstract

COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. 2ª ed. Belo Horizonte:


Autêntica Editora, 2009.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. 3ª
Ed. São Paulo: Parábola, 2008.
Conferências Entrevistas

Debates Seminários

Comunicações Colóquios
Gêneros textuais
acadêmicos
Aulas Arguição de
expositivas tese

Exames orais Discussões

Palestras Aulas em vídeo

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. 3ª


Ed. São Paulo: Parábola, 2008.
.
Próxima aula:
Leitura, análise e produção de textos
técnicos e acadêmicos
1. Artigos acadêmicos;
2. Resenhas;
3. Resumo / Abstract;
4. Projeto de pesquisa;
5. Fichamento de leitura;
6. Dissertação;
7. Relatórios.