Você está na página 1de 29

ANÁLISE SINTÁTICA

INTERNA
FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO
FRASE
É todo enunciado capaz de transmitir tudo que pensamos a quem nos ouve:
Cuidado! Que horror! Por que agridem a natureza?

ORAÇÃO
É a frase que apresenta sujeito e predicado ou apenas predicado:
Nossa viagem será longa.
Choveu durante a noite.

PERÍODO
É um enunciado composto de uma ou mais orações. Pode ser simples (apenas
uma oração) ou composto (mais de uma oração). De uma forma prática, cada
oração é organizada em torno de um verbo:

Período simples:
O amor vence sempre.
Período composto:
O comandante garante que a tropa chegará a tempo.
TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO
 SUJEITO:
 Simples (um núcleo): Gabriel caiu de bicicleta.

 Composto (+ de um núcleo): Carol e Eduarda


saíram.

Agente, paciente ou agente e paciente:


O remorso atormenta o criminoso. (agente)
O criminoso é atormentado pelo remorso. (paciente)
O vidraceiro feriu-se. (agente e paciente)
 Oculto, elíptico ou desinencial: Viajarei
amanhã.

 Indeterminado:
• Verbo na 3ª pessoa do plural: Atropelaram uma
senhora na esquina.

• Verbo na 3ª pessoa do singular acompanhado do


pronome se, que neste caso passa a ser índice de
indeterminação do sujeito: Aqui se vive bem.

• De acordo com Cegalla, usando-se o verbo no


infinitivo impessoal: É triste assistir a estas cenas
repulsivas.
 Orações sem sujeito
• São constituídas por verbos impessoais. O conteúdo
verbal não é atribuído a nenhum ser.

Ventava muito durante o desfile.


Havia quadros na parede.
Faz muito calor naquela cidade.
1.Quem é o sujeito da 1ª fala da tirinha? E da 2ª?
2. E do último quadrinho?

3. Identifique o sujeito da fala do 1º quadrinho.


Identifique e classifique o sujeito das orações a seguir:
 PREDICADO
 Predicado nominal:
• Seu núcleo é um nome (substantivo, adjetivo, pronome).
É ligado ao sujeito por um verbo de ligação:
Nossas praias são lindíssimas.
Fernanda andava desconfiada.

 Predicado verbal:
• Seu núcleo é um verbo seguido ou não de complemento
ou termos acessórios.
Carlos morreu.
A empresa fornece comida aos
trabalhadores.

 Predicado verbo-nominal:
• Tem dois núcleos significativos: um verbo e um nome.
Isabel fez os doces nervosa.
A ganância deixou pobre o avarento comerciante.
7. Classifique o predicado do primeiro balão de cada tirinha.
 PREDICATIVO: Há o predicativo do sujeito e do
objeto.
 Predicativo do sujeito: É o termo que exprime
um atributo, qualidade, estado ou modo de ser do
sujeito, ao qual se prende por um verbo de ligação,
que está presente no predicado nominal e
no verbo-nominal.
A casa era de vidro.
A vida tornou-se insuportável.
A ilha parecia um monstro.
O menino abriu a porta ansioso.

 Predicativo do objeto: É o termo que se refere ao


objeto de um verbo transitivo.
O juiz declarou o réu inocente.
A mãe viu-o desanimado.
 Identifique os predicativos do sujeito e do objeto
nas tirinhas a seguir.
PREDICAÇÃO VERBAL

 Chama-se predicação verbal o resultado da ligação


que se estabelece entre o sujeito e o verbo e entre os
verbos e os complementos. Quanto à predicação, os
verbos podem ser intransitivos, transitivos ou
de ligação.

 Verbo Intransitivo: É aquele que traz em si a ideia


completa da ação, sem necessitar, portanto, de um
outro termo para completar o seu sentido. Sua
ação não transita.
O avião caiu.
 Verbo Transitivo: É o verbo que vem
acompanhado por complemento: quem sente,
sente algo; quem revela, revela algo a alguém. O
sentido desse verbo transita, isto é, segue
adiante, integrando-se aos complementos, para
adquirir sentido completo. Veja:
As crianças precisam de carinho.
VT OI
O verbo transitivo pode ser:
 Transitivo Direto: é quando o complemento
vem ligado ao verbo diretamente, sem preposição
obrigatória.
Nós escutamos nossa música favorita.
VTD OD
 Transitivo Indireto: é quando o complemento
vem ligado ao verbo indiretamente, com
preposição obrigatória.
Eu gosto de sorvete.
VTI OI

 Transitivo Direto e Indireto: é quando a ação


contida no verbo transita para o complemento
direta e indiretamente, ao mesmo tempo.
Ela contou tudo ao namorado.
VTDI OD OI
TERMOS INTEGRANTES
 OBJETO DIRETO: É o complemento de verbos
transitivos diretos. Este complemento,
normalmente, vem ligado ao verbo sem auxílio de
preposição.
João comprou uma bola.
 OBJETO INDIRETO: É o complemento
de verbos transitivos indiretos. Esse
complemento vem ligado ao verbo por meio de
preposição.
Os filhos precisam de carinho.
Assisti ao jogo.
 COMPLEMENTO NOMINAL: É o
complemento de nomes (substantivos, adjetivos e
advérbios) sempre regido de preposição,
reclamado pela sua significação transitiva
incompleta.
Cecília tem orgulho da filha.
A professora agiu favoravelmente aos
alunos.

 AGENTE DA PASSIVA: É o complemento de


um verbo na voz passiva. Representa o ser que
pratica a ação expressa pelo verbo passivo.
Geralmente, vem acompanhado pela
preposição por:
Uma bola foi comprada por
João. (João praticou a ação de comprar)
TERMOS ACESSÓRIOS
 ADJUNTO ADNOMINAL: É o termo de valor
adjetivo que serve para especificar ou delimitar o
significado de um substantivo. Pode ser expresso:

1) pelos adjetivos: Na areia podemos fazer até


castelos soberbos, onde abrigar o nosso íntimo sonho.

2) pelos artigos: O ovo é a cruz que a galinha carrega


na vida.

3) pelos pronomes adjetivos: Vários vendedores de


artesanato expunham suas mercadorias.

4) pelos numerais: Duas moedas foram encontradas no


 ADJUNTO ADVERBIAL: É o termo que
exprime uma circunstância (de tempo, lugar,
modo, etc.) ou, em outras palavras, que modifica o
sentido de um verbo, adjetivo ou advérbio. Pode
vir representado:

1) por advérbio: Aqui não passa ninguém.

2) por locução adverbial: Lá embaixo aparece


Jacarecanga sob o sol do meio-dia.

3) por oração adverbial: Fechemos os olhos até


que o sol comece a declinar.
 APOSTO: É uma palavra ou expressão
que explica ou esclarece, desenvolve ou
resume outro termo da oração:
 D. Pedro II, imperador do Brasil, foi um
monarca sábio.
 Prezamos acima de tudo duas coisas: a vida e a
liberdade.

ATENÇÃO!! O vocativo é um termo à parte. Não


pertence à estrutura da oração, por isso não se
anexa ao sujeito nem ao predicado.

 VOCATIVO [do latim vocare = chamar]: É o


termo usado para chamar alguém ou alguma
coisa.
A ordem, meus amigos, é a base do gorverno.
Meu nobre perdigueiro, vem comigo!