Você está na página 1de 3

RESUMÃO DE SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES

 Frase: é todo enunciado com sentido.


1. Frase nominal: não apresenta verbo.
 Boa tarde!

2. Frase verbal: organiza-se em torno de um verbo.


 O homem luta por seus direitos.

 Oração: é o conjunto de palavras que se organiza em torno de um verbo.


1. Período simples: As roupas estavam no varal.
2. Período composto: Quando choveu, as roupas estavam no varal.

TIPOS DE SUJEITO
 Sujeito: é a palavra que comanda o verbo e para encontrá-lo, basta questionar o verbo.

1. Simples: possui apenas um núcleo, o qual é uma palavra com função de substantivo.
 Meus amigos chegaram.

2. Composto: possui dois ou mais núcleos.


 Meus amigos e parentes chegaram.

3. Oculto, elíptico, implícito ou desinencial: ocorre com os pronomes retos (eu - tu - ele - nós - vós)
quando se escondem nos verbos.
 Cumprimentei-a ontem. (sujeito oculto = eu)
 Vamos sair agora. (sujeito oculto = nós)

4. Indeterminado: existe, mas não pode ser identificado na frase:


1. Verbo na 3ª pessoa do plural e ocorre com o pronome reto “eles”.
 Roubaram o banco.
2. Verbos intransitivos e transitivos indiretos + índice de indeterminação “se”.
 Vive-se bem aqui. (Não se sabe quem vive.)
 Necessita-se de muitas pessoas para isso. (Não se sabe que necessita.)

5. Inexistente: a oração não possui sujeito e é conhecido também como oração sem sujeito.
1. O verbo haver encontra-se no sentido de existir. = Havia poucos alunos na sala.
 O verbo “fazer” quando ideia de tempo decorrido. = Faz dez anos.
 Os verbos “ser, estar” indicando tempo ou estado meteorológico. = Estava muito frio.
 O verbo expressa fenômeno da natureza (chover – nevar – ventar). = Choveu forte ontem.

www.materiaisdeportugues.com.br Página 28
TIPOS DE PREDICADOS

 Basta retirar o sujeito da frase, o restante receberá o nome de predicado. Portanto, é tudo
que se declara sobre o sujeito.

1. Predicado Verbal: apresenta verbo de ação.


 O professor saiu rapidamente da sala.
2. Predicado Nominal: apresenta verbo de ligação e predicativo do sujeito
 Ela anda muito triste ultimamente.
3. Predicado Verbo-Nominal: o predicado apresenta um verbo de ação e um predicativo.
 Celso chegou atrasado. / O juiz julgou Capitu culpada.

PREDICATIVO DO SUJEITO E DO OBJETO

 O predicativo é uma qualidade referente ao sujeito ou ao objeto direto ou indireto.


Predicativo do Sujeito: dá uma qualidade para o sujeito da oração:
 Todos ficaram empolgados e animados. (Fala do sujeito)
1. Predicativo do Objeto: dá uma qualidade para o objeto da oração:
 Luiz considerava Júlia uma menina. (Predicativo do objeto direto)
 Eu o vi muito triste pelas ruas. (Predicativo do objeto direto)

TIPOS DE VERBOS
1. VERBOS INTRANSITIVOS: são aqueles verbos que não precisam de complemento verbal.
Indicam ação e têm sentido completo, todavia podem ser seguidos de adjuntos adverbiais.
 Os alunos chegaram da escola. = Os alunos chegaram.
 Morreram de raiva dois alunos ontem. = Dois alunos morreram.

2. VERBOS TRANSITIVOS: podem pedir dois tipos de complementos verbais:


o objeto direto (OD), sem preposição, e o objeto indireto (OI), com preposição.
 Carlos convidou seu colega. (objeto direto)
 Ele telefonou para sua casa. (objeto indireto)
 Conte o problema ao professor. (objeto direto e indireto)

 VERBOS DE LIGAÇÃO: podem ser “ser, estar, parecer, permanecer, ficar, continuar, andar,
tornar-se...” desde que liguem o predicativo ao sujeito e não apresentem ação.
 Os alunos estavam felizes.
 Eram dois alunos muito espertos.

COMPLEMENTO NOMINAL
 É o termo com preposição, ou seja, (termo preposicionado) que completa o sentido dos
substantivos abstratos (sentido passivo), adjetivos e advérbios.
 Acompanhávamos de perto a construção do prédio. (Completa o substantivo abstrato)
 Ele era o engenheiro responsável pelo projeto. (Completa o adjetivo)
 Seu escritório fica perto de minha casa. (Completa o advérbio)

www.materiaisdeportugues.com.br Página 29
ADJUNTO ADNOMINAL

 É o termo que acompanha o substantivo, podendo ser cinco classes gramaticais: artigo, adje-
tivo, locução adjetiva, numeral ou pronome. Essas classes devem sempre acompanhar o
substantivo:
 As meninas chegaram. = artigo
 Compramos dois corações. = numeral
 Meus livros estão aqui. = pronome
 Mulheres lindas aquelas. = adjetivo
 Gosto de carne de boi. = locução adjetiva

 Pode haver vários adjuntos adnominais na frase, por isso seu foco é encontrar os substantivos.

AGENTE DA PASSIVA

 Ocorre quando há voz passiva analítica, ocorrendo a locução verbal (verbo auxiliar + verbo
principal no particípio) e as preposições (por - pelo - de) que completarão o verbo no parti-
cípio.
 A tela foi feita pelo pintor.
 A casa foi cercada de policiais.
 A loga foi construída por mim.
ADJUNTO ADVERBIAL

 É o termo que modifica o verbo, adjetivo ou ao próprio advérbio, indicando-lhe uma ideia:

EXEMPLO CLASSIFICAÇÃO PALAVRA CHAVE


Eles chegaram de ônibus. Meio De quê?
Iremos ao parque Lugar Onde / aonde?
Cortou-se com a faca. Instrumento Com quê?
Ela anda rapidamente. Modo Como?
Ela é muito linda Intensidade Quanto?
Saiu com ela. Companhia Com quem?
Morreu de raiva Causa Por quê?

APOSTO E VOCATIVO

 Aposto: é o termo que explica um substantivo, normalmente, vem com sinal de pontuação.
 Carlos, meu melhor amigo, viajou.
 Quero uma coisa: seu livro.
 Tenho um amigo – o Professor Leo.

 Vocativo: é o termo da oração a quem nos dirigimos ao falar.


 Márcia, não falte amanhã.
 Como vai, Dona Maria.

www.materiaisdeportugues.com.br Página 30