Você está na página 1de 16

Psicologia do Transito

Estuda os processos psicológicos, psicossociais e psicofísicos relacionados aos problemas de trânsito,


elaborando e aplicando técnicas psicológicas, como exames psicotécnicos, para a determinação de aptidões
motoras, físicas, sensoriais e outros métodos de verificação, para possibilitar a habilitação de candidatos à
carteira de motorista e colaborar na elaboração e implantação de sistema de sinalização, prevenção de
acidentes e educação de trânsito

 
.

 Que 50.000 pessoas morrem e 350.000 ficam


feridas ( muitas aleijadas) nas nossas estradas
e ruas, a cada ano?
 O acidente de trânsito é a principal causa de morte
de jovem do sexo masculino?
 90% dos acidentes são causados pelo excesso
de velocidade e/ou embriaguez do motorista?
Que 50.000 pessoas morrem e 350.000 ficam feridas
( muitas aleijadas) nas nossas estradas e ruas, a cada ano?
O acidente de trânsito é a principal causa de morte
de jovem do sexo masculino?
% dos acidentes são causados pelo excesso de
velocidade e/ou embriaguez do motorista?
·Para cada acidente de trânsito ocorrido na Europa
ou EUA acontece mais de dez no Brasil?
·A média de idade dos que morrem entre as ferragens de
veículos acidentados é de 30 anos?

No Brasil, entre mortos e feridos somam-se cerca 600


pessoas/dia?
Tipos de Motoristas :
.
MOTORISTADEPRESSIVO
Apresenta alto grau de desmotivação, não possuindo
muitas vezes, interesse pela própria vida. Nos momentos
de crises, poderá provocar sérios acidentes;
MOTORISTA NTROVERTIDO:
Quieto, pensativo, mergulhado em seus pensamentos e
problemas. Apresenta alto grau de dispersão, distrai-se com
facilidade, comete falhas e é também causador de
acidentes;
MOTORISTA AGRESSIVO:
Normalmente usa o veículo como válvula de escape, onde descarrega
sua raiva. Comete imprudências, descontrola-se com facilidade e
sempre se envolve em acidentes de grandes proporções com vítimas
fatais às vezes.
MOTORISTA INSEGURO:
Está sempre em dúvida, conhece pouco o seu veículo, não tem certeza
de estar no caminho certo, é lento, atrapalha o trânsito e muitas vezes
é causador de congestionamento;
MOTORISTA SUGESTIONÁVEL:
É influenciado, aceita sugestões e desafios. Geralmente dirige
sobre a influência de seus passageiros ou de outros motoristas;
MOTORISTA NEGATIVISTA:
Mal humorado, pessimista e sempre tomado pelo desânimo. Não é
cooperador e não tem interesse em dirigir de forma correta.
MOTORISTA DISTRAÍDO:
Não se concentra. Ouve música em tom bem alto e tamborila no
volante. Sua desatenção no volante, pode causar acidentes de grandes
proporções.
MOTORISTA INQUIETO:
Está sempre buscando algo, dirigindo abre as portas luvas,
procura algo nos bolsos, olha para trás, etc. Está sempre
insatisfeito e ansioso. Sua dispersão poderá levá-lo a falhas
geradoras de acidentes.
Acidentes de Trânsito :
Causas e efeitos dos acidentes
A maioria dos acidentes de trânsito estão
relacionados com as falhas humanas, com os
atos inseguros dos motoristas e com as
condições de insegurança do ambiente
( condição dos veículos, via, trânsito).
Os acidentes de trânsito resultados, através da
falhas humanas, podem ser reduzidos e
evitados com
·Treinamento e educação;
·Ajustamento pessoal (equilíbrio emocional, uma
atenção acentuada e postura do condutor);
·Supervisão e disciplina para pôr em prática a
direção defensiva;
·Uso de equipamentos de segurança e proteção.
Os acidentes de trânsitos por atos inseguros do
motorista, está relacionado com a atitude do
condutor que contraria as normas de segurança ou
o bom senso ( ex: dirigir em alta velocidade,
fazendo rachas, avançar sinal vermelho, conservar
automatismos incorretos, imprudências, etc)
Já os acidentes de trânsitos por condições
inseguras, não se referem às condições
físicas ou ações do condutor, mas sim as
condições perigosas do ambiente, que
podem causar um acidente como: chuvas,
neblina, pista escorregadia, lombadas,
buracos na pista, sinalização precária, etc.