Você está na página 1de 12

A EVOLUÇÃO DA SAIA

A EVOLUÇÃO DA SAIA

A Saia é uma peça do vestuário mais utilizada por mulheres para


cobrir apenas as pernas. Desde o princípio da história, a saia vem
sendo usada pela humanidade devido ao seu modelo simples e sua
grande utilidade. Tudo nela é variável, desde o comprimento ao
material utilizado na sua confecção, dos adornos utilizados em sua
decoração até sua forma (shape).De acordo com os padrões de
uma época ou a moda,as saias podem ser mais compridas,
mais volumosas ou mais justas.
HISTÓRIA
É muito difícil saber quando que a saia começou a ser
utilizada, mesmo porque há divergências quanto o que
pode-se considerar saia. Desta maneira, iremos considerar
qualquer vestimenta colocada em volta da cintura na
parte inferior do corpo como um todo, sem divisão entre
as pernas.
Logo, não é de se admirar que a primeira peça
de roupa foi feita pelos humanos no período mesolítico e
tratava-se de um pedaço de pele, sobra de alguma caçada,
amarrada pela cintura, no formato de uma saia. Apesar
deste passado tão remoto, o primeiro registro que algum
destes antigos viventes da terra nos deixou de tal vestimenta
é uma escultura suméria, que data de 3000 a.C.
PRINCÍPIO

Mas depois dos sumérios, esta vestimenta foi adotada por


outras civilizações. Exemplo disto é a civilização do Antigo
Egito e o Império Romano.
A principal característica das roupas neste momento era a
pouca diferenciação das mesmas entre os sexos.
No século XI foi quando ocorreram mudanças nestas
vestimentas, devido o contato com a cultura oriental, através
das cruzadas. Com essa mistura de culturas foram trazidos
tecidos mais refinados, novos cortes, peças de roupas e
tecnologias, como o botão.
Com isso as mulheres orientais começam a mudar seu visual,
com roupas mais justas no busto, graças ao abotoamento
lateral, e as mangas se tornam amplas no punho e no
comprimento.
ulo XI – (Cruzadas, influência oriental nos tecidos) : surge na
timenta feminina uma nova peça: o corpete. Este ancestral d
partilho era feito bem justo até a altura dos quadris e dele sa
a saia ampla, a qual possuía pregas e podia tanto ter o
mprimento na altura dos pés quanto ter até uma cauda.

ulo XV e começo do século XVI – (fim da idade média e surg


nto e fortalecimento da classe burguesa): saias ricamente
dadas de seus vestidos de cintura apertadíssima.
Século XVII e XVIII – ( revoluções burguesas,
fortalecimento do
capitalismo): as várias saias foram substituída pelo
panier, que aumentava a saia lateralmente a tal
ponto que algumas delas chegavam a ter até 2
metros de largura. Sobre esta armação era colocada
a anágua e sobre esta era utilizada as saia, que podia
ser tanto aberta quanto fechada. Os principais
tecidos para confecção destas saias eram o veludo, o
musseline e os tecidos brocados e adamascados.

Século XIX – (surgimento da Sociologia, mudança do


teocentrismo para o antropocentrismo, publicação do
O Capital, manifesto comunista e século das grande
invenções):
• 1820 : volta do espartilho, ampliação da saia para
da uma sensação de cintura fina.
Modelos do século XVII E VXIII e século XIX
1840: a saia volta a crescer, diminui o volume, mais contin
odada e a cintura desce um pouco
1850: foi marcado pelo aumento exagerado da saia, e a
nvenção da crinolina, que ajudou a definir o ponto erótico da
écada.
1860: a crinolina deixa de ser um círculo perfeito e passa a
omprida na parte de trás. Ocorre também o surgimento da
nquinha.
1877 a 1910: saia perde o volume, permanece o uso da
nquinha e a saia fica com um aspecto semelhante um sino.

éculo XX – ( Guerras Mundiais, Crise de 1929, invenções do


éculo XX, Guerra do Vietnã, sufrágio feminino,revolução
exual, queda do muro de Berlin, AIDS e Internet):

1910 a 1920: saia Hobles, criado Paul Poiret.


VESTIDO D 1920 E 1926
1920: saias mais curtas, corte reto e a preocupação com a
ncionalidade.
1929 a 1930: saias mais amplas, suntuosas ou modelo lápis
ais todas compridas
1939 a 1945 : saias curtas, simples e retas, e surgi a idéia d
ustomização.
1947 a 1960: estilo New Look, saias com cintura marcada,
omprimento um pouco abaixo do joelho e rodada.
1960: surgi a minissaia, com um comprimento um pouco ac
o joelho. também neste período o surgimento das maxissaias
om o comprimento até os pés, cintura baixa, estampas florai
içangas e bordados.
970: o surgimento das maxissaias,com o comprimento até
s pés, cintura baixa, estampas florais, miçangas e bordados
oda disco com saias curtas, extravagantes, colorias e chama
VSTIDO DE 1952, 58 , 67,72-74
• 1980: a cintura volta ao seu lugar e ocorre o surgimento da
saia baloné.

SAIA PUNK, CASUAL...