18/02/2012

Sistemas de travamentos

PÓRTICO HIPOSTÁTICO

Travamento “K”

Travamento “Y”

1

4 grande deslocabilidade TRAVAMENTOS  HORIZONTAIS Pórtico indeslocável por apoio direto no plano 2 .85  H Sd 1 pequena deslocabilidade B2 1.18/02/2012 Travamento em “K” com barras dimensionadas à tração Travamento em “K” com barras dimensionadas à compressão ∆1h B2  1 Δ1h  NSd h 0.4 B2 1.1 média deslocabilidade 1.1 B2 1.

18/02/2012 Edifício San Paolo São Paulo NÚCLEO CENTRAL DE CONCRETO Pórtico indeslocável contraventado fora do seu plano ou 3 .

18/02/2012 Detalhes Construtivos O ângulo de inclinação recomendado entre as diagonais e o banzo. afastando-se do modelo de cálculo de articulação. sob o ponto de vista de economia de chapas de ligação. Detalhes Construtivos Ângulos muito agudos exigem chapas de ligação muito grandes o que além de anti-econômico. está entre 40o e 45o. 4 . torna-se mais rígida.

 através dos  travamentos de um edifício EDIFÍCIO 1 corte 5 . do ponto de aplicação às  fundações.18/02/2012 Caminhamento dos esforços de  vento.

18/02/2012 corte Caixa de  escada EDIFÍCIO 2 corte 6 .

18/02/2012 7 .

18/02/2012 8 .

18/02/2012 63.5m 42m 63 5m 63.5m 24m SEARS Towers (1998) Chicago altura: 443 m Coberturas de edifícios industriais 9 .

18/02/2012 Terças de Cobertura Pórtico indeslocável Pórtico deslocável Esquema típico de uma cobertura de duas águas Colocação do tirante de travamento das terças (corrente) Colocação do tirante de travamento das terças (corrente) Correntes barra rígida terças Correntes barra redonda Esquemas utilizados para o cálculo das terças Terças contínuas: mesmo momento. reduz flecha Planta da cobertura 10 .

devido à ação de cargas localizadas (como as devidas a pontes rolantes) e à distribuição desuniforme do vento ao longo da fachada lateral. Sistemas de Travamento da Cobertura (Banzo Inferior) Esta última parcela. Sistemas de Travamento da Cobertura (Banzo Inferior) Os esforços de vento atuantes nas fachadas frontais são absorvidos pelos pilares de fechamento. por sua vez. Contraventamentos Verticais Placa de Base Sistemas de Travamento da Cobertura Sistemas de Travamento o da Cobertura (Banzo Inferior) Sistemas de Travamento da Cobertura (Banzo Inferior) Travamento horizontal longitudinal: evita deslocamentos desiguais dos vários pórticos. é resistida pelo travamento horizontal transversal. 11 .18/02/2012 Sistemas de Travamento da Cobertura  Sistemas de Travamento da Cobertura Terças As funções principais destes travamentos são: Correntess Telha de Aço  Garantir adequada rigidez à estrutura. que os transmitem para a fundação e para o nível do banzo inferior das treliças. colocado junto às fachadas frontais. etc. Outra função dess desses travamentos horizontais é reduzir o índice de esbeltez do banzo inferior das tesouras. pontes rolantes. Resistir R i i a e distribuir di ib i esforços f h i horizontais i na cobertura b provenientes do vento. Contraventamentos Horizontais Tapamento de Aço   Pilar Alvenaria Vigas Escora do Beiral  Reduzir a esbeltez das peças tracionadas aos limites recomendados pelas normas. tanto em serviço quanto na fase de montagem. Assegurar a estabilidade das peças comprimidas. através do qual se encaminha para os pilares contraventados e daí para a fundação.

embora seja usual. Estes travamentos são localizados geralmente nos painéis extremos para que possam resistir aos esforços de vento no trecho superior da fachada. e nos painéis em que existem travamentos horizontais no banzo inferior. Mão Francesa y Mão Francesa Esquema de terças com mãos francesas Vantajoso para peças com grandes vãos.18/02/2012 Sistemas de Travamento o da Cobertura (Banzo Superior) O travamento do banzo superior é utilizado para se reduzir o comprimento de flambagem na direção normal ao plano das tesouras. alumínio) •telhas de fibrocimento •telhas de PVC Os travamentos verticais entre treliças são colocados ao menos entre os pilares e no centro do vão. pois trava o banzo inferior da tesoura simultaneamente Sistemas de Travamento da Cobertura Travamento Vertical – SwaySway-Frame Fechamento Lateral Os materiais mais empregados no fechamento lateral de edifícios industriais são: são : •alvenaria •blocos bl d concreto de •placas pré‐moldadas de concreto •telhas e painéis metálicos (aço. acrescentar travamentos a cada 90ry do banzo i 12 . para vãos acima de 20m.

18/02/2012 As longarinas de fechamento resistem tanto aos esforços de vento no plano horizontal. 13 . horizontal . portanto. quanto ao peso do fechamento do plano vertical. estando. submetidas à flexão obliqua.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful