P. 1
EXERCÍCIOS CONHECIMENTOS BANCARIOS

EXERCÍCIOS CONHECIMENTOS BANCARIOS

4.4

|Views: 36.879|Likes:
Publicado porjozyximenes

More info:

Categories:Types, Brochures
Published by: jozyximenes on May 13, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/20/2014

pdf

text

original

1

EXERCÍCIOS: 1) Assinale a alternativa correta: a) os móveis, como regra, podem ser objeto da hipoteca; b) os imóveis, como regra podem ser objeto do penhor; c) em nenhum caso é admitida a hipoteca judicial; d) a garantia real é um direito acessório de uma relação jurídica obrigacional principal. 2) SPREAD é: a) o custo das aplicações financeiras de um banco; b) o curso das arrecadações financeiras de um banco; c) o mesmo que float, ou seja, período em que o banco utiliza-se do dinheiro de terceiros, a custo baixíssimo; d) é a diferença entre o custo de captação e o de aplicação dos recursos feita pelos bancos; e) é a margem de perda financeira que o banco tem, com a prestação de serviços a baixíssimo retorno, como o pagamento de aposentados. 3) (F. Carlos Chagas/CEF - 1998 ) Se o aval de um cheque não indicar o avalizado, considera-se como tal o: a) b) c) d) e) emitente; sacado; endossante ou os endossantes; primeiro endossante; último endossante.

4) (F. Carlos Chagas/CEF - 1998) A fiança diferencia-se do aval, por ser uma: a) b) c) d) e) obrigação acessória; garantia cambial plena; garantia cambial autônoma; garantia cambial a obrigado; garantia cambial a coobrigado.

5) (BANESPA) É documento representativo de parte do capital de um sociedade anônima: a) b) c) d) e) a quota; a apólice; o cheque; a parcela; a ação.

6) (BANESPA) A Letra de Câmbio em moeda estrangeira ou nacional denomina-se: a) Nota Promissória;

2 b) c) d) e) Cautela; Cambial; Debênture; Câmbio Oficial.

7) (BANESPA) A operação garantida por jóias é: a) b) c) d) e) Caução; Penhor; Hipoteca; Fiança; Aval.

8) Consideram-se bens imóveis para efeitos de hipoteca, com exceção de: a) b) c) d) os navios; as aeronaves; os semoventes; as locomotivas.

9) Quando é permitida a abertura de conta sem depósito inicial? a) b) c) d) e) conta em nome de pessoa analfabeta; em nome de menores de 16 anos ou de pessoa incapaz; a menores na faixa de 16 e 21 anos; destinada a crédito de salários (conta-salário); conta sob nome abreviado ou de qualquer forma alterado.

10) Em que caso o banco deve acatar um cheque pré-datado? a) b) c) d) e) quando aceito por um estabelecimento comercial; apresentado para cobrança ao Banco, antes da data grafada; na data preenchida no cheque; na data escrita abaixo da assinatura; na data do “bom para” grampeado no cheque.

11) São garantias pessoais: a) b) c) d) e) a) b) c) d) e) aval e caução; caução e hipoteca; aval e penhor; fiança e alienação fiduciária; aval e caução fidejussória. 12) Ato pelo qual o devedor reconhece a existência de uma dívida: penhor; aval; aceite; fiança; hipoteca.

3

13) Título de crédito emitido pelas companhias, para colocação pública, que confere a seu titular direito de crédito contra a emitente e podem ser convertidos em ações. a) b) c) d) e) Nota Promissória; Dividendos; Partes Beneficiárias; Debêntures; Ações Preferenciais.

14) Valores Mobiliários emitidos por sociedade Anônima para se capitalizar: a) b) c) d) e) Debêntures; Ações Ordinárias; Letras de Câmbio; Dividendos; Empréstimos Simples.

15) I - O Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos tem função apenas gerencial, ficando a critério de cada banco a abertura, a manutenção ou o encerramento de contas de depósito à vista cujo titular nele figure, ressalvados eventuais casos objeto de determinação do Banco Central; II - Na hipótese de contas de depósitos tituladas por repartições federais, estaduais e municipais, somente devem ser incluídos no CCF os nomes dos respectivos responsáveis pela emissão do cheque sem fundos, como por exemplo o procurador, o diretor e os prefeitos; III - As ocorrências são excluídas do CCF automaticamente, se incluídas há mais de 24 meses; IV - A ficha-proposta não poderá ser utilizada para outro fim que não como documento de abertura de conta. V - O nome completo e qualificação do depositante, bem como o CPF ou CNPJ são registros essenciais da ficha-proposta. A única letra que contém somente itens verdadeiros é: a) b) c) d) e) I, II e III; I, II e V; I, IV e V; II, III e V; II, IV e V.

16) Título negociável sem valor nominal, alheio ao capital social, emitido a qualquer tempo por uma S/A, conferindo ao seu proprietário direito creditório eventual contra a sociedade, consistente em participar nos lucros líquidos anuais: a) b) c) d) e) Debênture; Ação; Dividendo; Título Acionário; Parte Beneficiária

4 17) A deliberação sobre a emissão de debêntures é da competência: a) b) c) d) e) privativa da assembléia geral; do conselho de administração; da diretoria ou da assembléia geral; do conselho fiscal; nenhuma das respostas anteriores.

18) Quando um terceiro dá uma garantia a uma operação de crédito, apondo sua assinatura no próprio título, temos: a) b) c) d) e) endosso; aval; direito real de garantia; fiança; garantia fidejussória.

19) A declaração cambial cuja finalidade única é garantir o pagamento da letra de câmbio chama-se: a) b) c) d) e) aval; saque; fiança; caução; endosso.

20) Todas as afirmativas abaixo constituem distinções entre o aval e afiança, exceto: a) b) c) d) e) o aval é instituto tipicamente cambiário; o aval constitui obrigação autônoma e independente; o aval é ato unilateral de vontade; o aval constitui uma garantia fidejussória; o aval prestado por pessoa casada independe do consentimento do outro cônjuge.

21) Direito real de garantia constituído a favor do credor, sobre um imóvel do patrimônio do devedor, o qual passa a garantir o débito: a) b) c) d) e) hipoteca; penhor; anticrese; caução; fiança.

22) Não é uma característica da fiança: a) b) c) d) e) ser um contrato gratuito; ser um contrato unilateral; ser um contrato principal; tem obrigatoriamente a forma escrita; não admitir a interpretação extensiva.

5

23) Formam “float” para o BRB, os valores arrecadados, exceto de: a) b) c) d) e) Pagamento de documentos de cobrança; Pagamento de tarifas públicas; Pagamento de taxas; Pagamento de impostos; Pagamento de carnês.

24) Correlacione a primeira coluna com a segunda e escolha a opção correta: (1) ações ordinária; (2) ações preferenciais; (3) ações de gozo e fruição. ( ( ( ( ( a) b) c) d) e) ) têm prioridade na distribuição de dividendos; ) conferem os direitos comuns de sócio; ) têm prioridade no reembolso do capital; ) são emitidas em substituição a ações de capital amortizadas; ) têm direito a voto. 2-1-2-3-1 1-2-3-1-2 2-1-3-3-1 1-2-1-3-1 2-2-1-1-3

25) As operações em que os bancos desempenham função de prestadores de serviços são chamadas: a) b) c) d) e) operações acessórias; operações ativas; operações passivas; operações intermediárias; operações superiores.

26) Assinale “F” quando se referir a fiança e “A” quando se referir a aval, relativamente às afirmações abaixo: . a solidariedade tem que ser expressa; . há necessidade da outorga-uxória (alterado pelo novo código civil – exige-se a outorga conjugal, tanto o aval, quanto a fiança); . não se prorroga tacitamente; . é autônomo e independente e serve para garantir títulos de crédito; . é obrigação acessória; . a solidariedade é presumida; . necessita da formalização da obrigação do garantidor; . não admite o “benefício de ordem”. Está correta a seguinte seqüência:

6

a) b) c) d) e)

F - F - F - A - F - A - F - A; F - A - F - A - A - F - F - A; A - F - F - A - A - A - F - A; A - F - A - F - F - A - A - A; F - F - A - F - F - F - A - F.

27) São as operações bancárias: a) Passivas, Principais e Acessórias; b) Ativas, Receitas e Despesas; c) Ativas, Passivas e Naturais; d) Passivas, Ativas e Acessórias; e) Acessórias, Receitas e Ativas. 28) Relacione as colunas: 1. 2. 3. 4. 5. 6. Aval Fiança Hipoteca Penhor Alienação Fiduciária Caução A - Garantia Pessoal B - Garantia Real C - Recai, em regra, sobre bens móveis D - Recai, em regra, sobre bens imóveis E - Recai, especificamente, sobre títulos de crédito F - Navios G - Garantia sui generis H - Ação de Busca e Apreensão

O único item que relaciona corretamente as colunas é: a) b) c) d) e) 1A , 2A, 3BDC, 4BC, 5BGH, 6BCE; 1A , 2 B, 3BDF, 4BC, 5BCGH, 6BCE; 1A, 2A, 3BDF, 4BC, 5BCGH, 6BCE; 1B, 2B, 3DF, 4B, 5BG, 6BCE; 1B, 2B , 3ADF, 4AC, 5ACGH, 6ACE;

28) A prescrição da Ação Cambial Executiva contra o emitente ou sacado ou seus avalistas na Letra de Câmbio, ocorre em: a) b) c) d) e) 5 anos do vencimento 3 anos do vencimento 2 anos do protesto 1 ano do pagamento 6 meses do vencimento

29) A prescrição da Ação Cambial Executiva contra o endossante e seu avalista na Letra de Câmbio, ocorre em: a) b) c) d) 1 ano do protesto 3 anos do vencimento 2 anos do protesto 1 ano do pagamento

7 e) 6 meses do vencimento 31) A prescrição da Ação Cambial Executiva de qualquer coobrigado contra os demais na Letra de Câmbio, ocorre em: a) b) c) d) e) 1 ano do protesto 3 anos do vencimento 6 meses do pagamento 1 ano do pagamento 6 meses do vencimento

32) Marque a única correta: a) b) c) d) e) A transmissão da Letra de Câmbio é feita pelo aval; A transmissão da Letra de Câmbio é feita por simples tradição; A transmissão da Letra de Câmbio é feita pelo endosso; É permitido o endosso parcial na Letra de Câmbio. O endosso posterior ao vencimento da letra de câmbio não tem nenhuma utilidade.

33) A falta ou recusa do aceite na Letra de Câmbio prova-se através do (a): a) b) c) d) e) devolução; Execução cambial; Ação cambial executiva; Não se prova; Protesto.

34) A Letra de Câmbio é considerada vencida, quando protestada: a) b) c) d) e) Pela falta ou recusa do aceite; Pelo não pagamento; Pela falência do aceitante; Pela execução cambial executiva As letras “a” e “c” estão corretas.

35) No ato do protesto pela falta ou recusa do aceite, a letra poderá ser aceita por terceiro, mediante a aquiescência do detentor ou portador. Ato este, também conhecido como: a) b) c) d) e) Aceite por intervenção; Aceite modificado; Aceite puro; Aceite condicional; Aceite de honra.

36) O ato de “emissão” de uma nova letra de câmbio substitutiva da primeira que foi extraviada, ou não devolvida pelo sacado, quando poderá constar a soma cambial e a dos juros legais, desde o dia do vencimento da primeira, mais a soma das despesas legais, tais como protesto, comissão, porte de cartas, selos e juros legais, chama-se:

8 a) b) c) d) e) Triplicata; Ressaque. Segunda emissão; Traslado; Saque;

37) Ato solene que vai atestar não ter sido a Letra de Câmbio paga: a) b) c) d) e) Emissão da triplicata; O ressaque; A execução judicial; A devolução da Letra; O protesto.

38) A abertura de conta-corrente em instituição financeira (bancária ou economiária) dáse pelo preenchimento do seguinte documento: a) b) c) d) e) “Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas”; “Cadastro de Pessoas Físicas”; “Ficha cadastral” devidamente acompanhada dos documentos necessários; “Ficha-Proposta” “Requisição” para a conseqüente entrega do talonário de cheques.

39) Quanto às ações de uma sociedade anônima, pode-se afirmar, exceto: a) O número de ações preferenciais sem direito a voto, ou sujeitas a restrições no exercício desse direito, não pode ultrapassar dois terços do total das ações emitidas; b) As ações ordinárias de companhias abertas podem ser de uma ou mais classes; c) A prioridade na distribuição de dividendos e a prioridade no reembolso do capital são referências que podem ser atribuídas às ações preferenciais cumulativamente; d) Quanto à espécie ou natureza, as ações podem ser classificadas em ordinárias, preferenciais e de fruição. 40) Assinale a alternativa correta: a) Existem companhias abertas cujas ações não são admitidas à negociação em bolsa de valores; b) Os acionistas dissidentes de deliberação de cisão de uma companhia fechada podem exercer o direito de retirada, requerendo o reembolso do valor de suas ações; c) O livro de registro de ações endossáveis é um livro que deve ser obrigatoriamente mantido pelas sociedades anônimas; d) Não se pode constituir sociedades anônimas unipessoais. 41) Não é da essência do endosso, segundo se percebe das normas jurídicas vigentes: a) b) c) d) A função de garantia; A vinculação do endossante ao título; A assinatura do endossante ou de seu mandatário; A transferência dos direitos emergentes do título.

9 42) O aval, à semelhança da fiança, tem função de garantia da obrigação alheia. Contudo, ele (aval) se diferencia da fiança, porque: a) b) c) d) É ilimitado, podendo ser parcial; Pode ser dado em separado, fora do título; É obrigação acessória e autônoma; É obrigação autônoma e independente.

43) Nas sociedades anônimas, as ações são: a) Atos materiais de acionistas para participar da sociedade; b) Cotas sociais; c) Títulos representativos do capital social que conferem direitos e obrigações aos acionistas; d) Deliberações assembleares. 44) Ação menos negociada, da Sociedade Anônima, que confere ao acionista direito a voto na empresa e pode, eventualmente, proporcionar participação nos resultados da companhia: a) b) c) d) e) Ação preferencial; Debênture; Partes beneficiárias; Ação de gozo ou fruição; Ação ordinária.

45) Título emitido por uma sociedade anônima para captar recursos. Pode ou não ser conversível em ações. Seu proprietário não é sócio da companhia, mas um credor: a) b) c) d) e) Ação preferencial; Debênture; Partes beneficiárias; Ação de gozo ou fruição; Ação preferencial.

46) Valor distribuído aos acionistas da sociedade anônima (companhia), de acordo com a quantidade de ações possuídas. Normalmente, é resultado dos lucros obtidos por uma companhia: a) b) c) d) e) Debênture; Ação preferencial; Ação ordinária; Dividendo; Subscrição.

47) O endosso póstumo aproxima-se a uma: a) Transferência de título em preto; b) Cessão civil de direitos; c) Transferência unilateral;

10 d) Devolução ao devedor do título vencido; e) Não tem nenhum valor. 48) As ações de sociedades anônimas modernas, quanto à forma, podem ser: a) b) c) d) Nominativas, ao portador e endossáveis; Ordinárias, preferenciais e de fruição; Nominativas, de fruição e endossáveis; Sem garantia, preferenciais e endossáveis. 49) O título de crédito para pagamento à vista, passado em favor próprio ou de terceiro, é: a) b) c) d) e) Letra de câmbio; warrant Nota promissória; Cheque; Borderô. 50) A “ficha-proposta” de abertura de contas de depósito à vista deve registrar, obrigatoriamente, com exceção de: a) b) c) d) e) Nome completo e qualificação do depositante; CPF ou CNPJ do depositante; Fontes de referência; Condições pactuadas do depósito; Assinatura do funcionário que abriu a conta.

51) Quanto à abertura de conta de depósito à vista, é correto afirmar: a) Se o correntista for analfabeto, deverá ser assistido na forma da lei; b) A abertura de conta com nome abreviado do depositante fica vedada em qualquer hipótese; c) Para a movimentação de conta de pessoa falecida, se não era conjunta solidariamente, é necessário um alvará ou mandado judicial; d) Os menores de 16 anos poderão movimentar conta bancária, contando que sejam assistidos na forma da lei; e) Se a conta for conjunta, sem a convenção de solidariedade, o cônjuge sobrevivente poderá movimentar a conta sem alvará judicial. 52) José recebeu um título de crédito e endossou em preto. Isto significa que: a) b) c) d) O título foi anulado; O endosso deu-se a determinada pessoa; O endosso deu-se ao portador; A partir daquele endosso o título não mais circula.

53) São figuras intervenientes da Letra de Câmbio:

11

a) b) c) d)

Letrista, endossante e sacador; Sacador e tomador; Sacador, sacado e tomador; Sacado, letrista e tomador.

54) O responsável pelas normatizações, controle e fiscalização do CCF – Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos é o(a): a) b) c) d) e) SERASA – Centralização de Serviços dos Bancos S/A; BACEN – Banco Central do Brasil; Banco do Brasil S/A; Caixa Econômica Federal; SPC – Serviço de Proteção ao Crédito.

55) Dentre as operações constantes nos itens abaixo, marque a única resposta que só contém operações bancárias ATIVAS: a) b) c) d) e) empréstimos em conta, cheque especial, títulos descontados; depósitos à vista, repasses, ordem de pagamento; depósitos a prazo, obrigações por empréstimos, redescontos; depósitos a prazo, ordem de pagamento, cheque especial; empréstimos em conta, depósitos, cheque especial.

56) Dentre as operações constantes nos itens abaixo, marque a única resposta que só contém operações bancárias PASSIVAS: a) b) c) d) e) empréstimos em conta, depósitos, cheque; depósitos à vista, depósitos a prazo, títulos descontados; depósitos à vista, repasses, ordem de pagamento; depósitos a prazo, obrigações por empréstimos, redesconto; depósitos a prazo, ordem de pagamento, cheque especial.

57) Dentre as operações constantes nos itens abaixo, marque a única resposta que só contém operações bancárias ACESSÓRIAS: a) b) c) d) e) ordem de pagamento, ordem de crédito, redesconto; ordem de pagamento, cheque de viagem, depósitos; garantias bancárias, títulos e valores em custódia, cobrança; depósitos à vista, títulos e valores em custódia, redesconto; empréstimos em conta, obrigações por empréstimos, ordem de pagamento.

58) O Fundo Garantidor de Créditos - FGC é uma associação civil sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado, que assegura o total de créditos de cada pessoa dentro de uma mesma instituição financeira, ou dentro de todas as instituições de um mesmo conglomerado financeiro, até o valor máximo, em reais, de: a) R$ 25.000,00; b) R$ 22.500,00;

12 c) R$ 20.000,00; d) R$ 18.000,00; e) R$ 15.000,00. 59) Ato oficial e público que comprova a exigência do cumprimento das obrigações cambiárias, constituindo-se em prova plena: a) b) c) d) e) emissão; saque; ação cambial executiva; protesto; aceite.

60) A Letra de Câmbio que houver de ser protestada por falta de aceite ou de pagamento deve ser entregue ao oficial de competente: a) b) c) d) e) dentro de trinta dias a partir da recusa do aceite; dentro de quinze dias a partir da recusa do aceite; no primeiro dia útil que se seguir ao da recusa ou ao do vencimento; no quinto dia útil que se seguir ao da recusa ou ao do vencimento; no quinto dia útil que se seguir ao da recusa ou ao do vencimento.

61) Direito real que consiste na tradição de uma coisa móvel ou mobilizável, suscetível de alienação, realizada pelo devedor ou por terceiro ao credor, a fim de garantir o pagamento do débito: a) b) c) d) e) hipoteca; penhor; alienação fiduciária; caução; anticrese.

62) Transferência feita pelo devedor ao credor da propriedade resolúvel e da posse indireta de um bem móvel infungível como garantia do seu débito, resolvendo-se o direito do adquirente com o adimplemento da obrigação, ou seja, com o pagamento da dívida garantida: a) b) c) d) e) Penhor; Hipoteca; Caução; Fiança; Alienação Fiduciária.

63) Entidade privada com a qual os bancos possuem convênio para a remessa de informações e consultas de restrições financeiras: a) b) c) d) SPC - Serviço de Proteção ao Crédito; CCF - Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos; SERASA - Centralização de Serviços Bancários S/A; PROCON - Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor;

13 e) CADIN - Cadastro de Inadimplentes. 64) Título de crédito emitido pelas companhias, para colocação pública, que confere a seu titular direito de crédito contra a emitente: Debênture; Nota Promissória; Warrant; Underwriting Ação. 65) A Alienação Fiduciária tem o seu uso mais conhecido em operações de: Financiamento Imobiliário da Caixa Econômica Federal; Empréstimos Pessoais; Cheque Especial; Financiamento de Veículos; Desconto de Duplicatas. 66) O prazo das Letras de Câmbio, no caso das cobranças a prazo, pela norma geral não devem exceder da data do embarque da mercadoria: 30 dias; 60 dias; 90 dias; 120 dias; 180 dias. 67) É obrigatório constar em Letras de Câmbio: A coisa dada em garantia; A qualidade das mercadorias; Comprovante de venda a prazo; nome do sacado; endosso do credor. 68) A rede bancária conhecida como “Rede Verde e Amarela” é formada por bancos: Federais; Estaduais e do DF; Privados; Federais e Estaduais e do DF; Todos os bancos do sistema financeiro. 69) Não é forma extintiva das garantias reais: pelo desaparecimento da obrigação principal; pela destruição da coisa; pela renúncia do credor; pela remissão; pela alienação do bem hipotecado.

a) b) c) d) e) a) b) c) d) e)

a) b) c) d) e) a) b) c) d) e)

a) b) c) d) e) a) b) c) d) e)

70) Quando o sacador emite a Letra de Câmbio, cujo prazo de vencimento se conta da data do aceite, ocorre o vencimento: a) à vista;

14 b) c) d) e) a dia certo; contra apresentação; a tempo certo da vista; a tempo certo da data. 71) O endosso com finalidade definida, onde o favorecido indica em que deve ser aplicado o produto do cheque: endosso-caução; endosso em preto; endosso em branco; endosso-mandato; endosso translativo.

a) b) c) d) e)

GABARITO: 01 – D 02 – D 03 – A 04 – A 05 – E 06 – C 07 – B 08 – C 09 – D 10 – B 11 – E 12 – C 13 – D 14 – B 15 – B 16 – E 17 – A 18 – B 19 – A 20 – D 21 – A 22 – C 23 – D 24 – A 25 – A 26 – A 27 – D 28 – C 29 – B 30 – A 31 – C 32 – C 33 – E 34 – E 35 – E 37 – E 38 - D 39 - B 40 - C 41 - A 42 -D 43 - C 44 - E 45 - B 46 - D 47 - B 48 - B 49 - D 50 - E 51 - C 52 - B 53 - C 54 - B 55 - A 56 - D 57 - C 58 - C 59 - D 60 - C 61 - B 62 - E 63 - C 64 - A 65 - D 66 - E 67 - D 68 - B 69 - E 70 - D 71 - D

15 36 – B EXERCÍCIOS II 1. Assinale a opção correta, relativa ao Sistema Financeiro Nacional – SFN.

a) O SFN, órgão exclusivamente normativo, tem sua sede em Brasília. b) Atua como presidente do CMN, o Ministro da Fazenda; e, na falta deste, o MinistroChefe da Secretaria da Casa Civil. c) O SFN é um conjunto de instituições que se dedicam, de alguma forma, ao trabalho de propiciar condições satisfatórias para a manutenção de um fluxo de recursos entre poupadores e investidores. d) Para efeito da legislação em vigor, consideram-se instituições financeiras as pessoas jurídicas públicas, que tenham como atividade principal ou acessória a coleta, intermediação ou aplicação de recursos financeiros próprios, em moeda nacional, e a custódia de valor de propriedade de terceiros. e) O SFN é o órgão máximo do CMN.

2. Acerca do Conselho Monetário Nacional, assinale a opção correta. a) Tem o SFN como órgão responsável pela regulação e fixação da política monetária e
creditícia. b) É um órgão normativo, mas, havendo deliberações do Conselho, atua como órgão executivo. c) É o órgão disciplinador das atividades das Bolsas de Valores e das Corretoras de fundos públicos. d) A Medida Provisória nº 542, que criou o Plano Real, simplificou sua composição, que passou a ser integrado apenas pelo Ministro da Fazenda, Ministro-Chefe da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão e Presidente do Banco do Brasil. e) Suas deliberações ocorrem mediante resoluções, por maioria de votos, cabendo ao seu presidente, o Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, a prerrogativa de deliberar ad referendum dos demais membros, nos casos de urgência e de relevante interesse ao SFN.

3. Dentre os objetivos do CMN, assinale a opção incorreta. a) Coordenar as políticas monetária, creditícia, orçamentária, fiscal e da dívida pública
interna e externa. b) Regular o valor externo da moeda e o equilíbrio do balanço de pagamentos do país. c) Zelar pela liquidez e pela solvência das instituições financeiras. d) Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional e seu processo de desenvolvimento. e) Aprovar o regimento interno e as contas do BACEN, sem prejuízo da competência do TCU.

4. Dentre as competências do CMN, assinale a incorreta.

16

a) Autorizar a emissão de papel moeda. b) Aprovar os orçamentos monetários preparados pelo BACEN. c) Definir a forma como o Banco do Brasil administrará as reservas vinculadas. d) Fixar o recolhimento compulsório sobre os depósitos. e) Determinar o percentual máximo dos recursos que as instituições financeiras poderão
emprestar a um mesmo cliente ou grupo de empresas.

5. Julgue os itens que se seguem, relativos ao Conselho Monetário Nacional.
I - O CMN é um órgão exclusivamente normativo, com função executiva. II - O CMN é o órgão máximo do SFN. III - O CMN é subordinado à Comissão Técnica da Moeda e do Crédito. IV - As deliberações do presidente do CMN, de forma monocrática, são submetidas ao colegiado na primeira reunião que se seguir àquela deliberação. V - O Banco do Brasil é quem exerce a Secretaria-Executiva do CMN. A quantidade de itens certos é igual a

a) 1.

B) 2.

C) 3

D) 4

E) 5

6. Com relação ao Banco Central do Brasil, assinale a opção incorreta.

a) O BACEN tem como atribuição principal executar as normas elaboradas pelo CMN. b) é de competência exclusiva do BACEN regular a execução dos serviços de
compensação de cheques e outros papéis. c) O presidente e os diretores do BACEN são nomeados pelo Presidente do Conselho Monetário Nacional, após aprovação pelo senado Federal. d) O BACEN tem como índice oficial do governo, que serve de parâmetro de juros da economia, a TAXA “OVER” SELIC. e) O Presidente do BACEN é membro integrante da composição do CMN.

7. Julgue os itens a seguir, relativos às competências do CMN e do BACEN.
I - É de competência privativa do CMN expedir normas gerais de contabilidade e estatística a serem observadas pelas instituições financeiras. II - Compete exclusivamente ao BACEN autorizar o funcionamento, estabelecendo a dinâmica operacional, de todas as instituições financeiras. III - Compete ao BACEN proteger os titulares de valores mobiliários contra emissões irregulares e outros tipos de atos ilegais que manipulem preços de valores mobiliários nos mercados primários e secundários de ações. IV - É competência privativa do CMN controlar o fluxo de capitais estrangeiros, garantindo o correto funcionamento do mercado cambial. V - É competência privativa do CMN regular as operações de redesconto de liquidez. A quantidade de itens incorretos é igual a

a) 0

b) 1

c) 2

d) 4

e) 5

17

8. Com referência à Comissão de Valores Mobiliários, assinale a opção correta.

a) A CVM é denominada instituição auxiliar do SFN. b) Cabe à CVM organizar, disciplinar e fiscalizar o Sistema Financeiro Nacional e
ordenamento do mercado financeiro. c) A CVM tem atuação no mercado de ações, no mercado de futuros e derivativos, além de controlar o fluxo de capitais estrangeiros. d) A CVM é o órgão normativo do sistema financeiro, especificamente voltado para o desenvolvimento, a disciplina e a fiscalização do mercado de valores mobiliários não emitidos pelo sistema financeiro e pelo Tesouro Nacional, basicamente o mercado de ações e debêntures. e) A CVM tem como principal objetivo propiciar o aperfeiçoamento das instituições financeiras. 9. Acerca dos objetivos da CVM, assinale a incorreta.

a) Fiscalizar a emissão, o registro, a distribuição e a negociação de títulos emitidos
pelas sociedades anônimas de capital aberto. b) Proteger os titulares de valores mobiliários contra emissões irregulares e outros tipos de atos ilegais que manipulem preços de valores mobiliários nos mercados primários e secundários de ações. c) Assegurar o funcionamento eficiente e regular das bolsas de valores e instituições auxiliares que operem neste mercado. d) Regular o Mercado de capitais. e) Estimular a aplicação de poupança no mercado acionário. 10. Assinale a opção incorreta no que se refere aos órgãos que integram o SFN.

a) O CMN e o BACEN são denominados Autoridades Monetárias. b) O BNDES integra o SFN como Autoridade de Apoio. c) Os Fundos de Investimento são denominados Instituições não bancárias. d) Os bancos múltiplos, bancos comerciais e caixas econômicas são as instituições
bancárias. e) A Caixa Econômica Federal é uma autoridade de apoio, tanto quanto o BB, a CVM e o BNDES. 11.Ainda com relação ao SFN, julgue os itens a seguir. I - O SFN está dividido em duas áreas: área operativa e área normativa. II - O CMN é o órgão máximo da área normativa. III - A área normativa, através do BACEN, regula e controla a área operativa. IV - A área operativa é constituída apenas pelas instituições financeiras públicas. V - As três áreas nas quais está dividido o SFN têm a função de viabilizarem e facilitarem o processo de intermediação financeira. O número de itens corretos é igual a

18

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

12. A respeito dos objetivos e competências do CMN, marque: 1 - objetivo 2 - competência ( ) Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional ( ) Regular o equilíbrio do balanço de pagamentos do País. ( ) Autorizar a emissão de papel moeda. ( ) Fixar diretrizes e normas de política cambial, inclusive compra e venda de ouro e quaisquer operações em moeda estrangeira. ( ) Estatuir normas para as operações das instituições financeiras públicas. A opção correta é

a) 1,1,2,2,2

b) 2,1,1,1,2 c) 1,1,1,2,2 d) 2,1,1,2,2 e) 1,2,1,2,1 13. A respeito das competências do CMN e do BACEN, marque. 1 - competência do CMN 2 - competência do BACEN ( ) Delimitar, com periodicidade não inferior a dois anos, o capital mínimo das instituições financeiras privadas, levando em conta sua natureza, bem como a localização de suas sedes e agências ou filiais. ( ) Efetuar operações de compra e venda de títulos públicos federais. ( ) Determinar as características gerais das cédulas e das moedas. ( ) Estabelecer os limites e as condições de ingresso e saída no País da moeda nacional. ( ) Organizar, disciplinar e fiscalizar o sistema Financeiro Nacional e ordenamento do mercado financeiro.

a) 1,2,1,1, 2

b) 1,2,2,1,2

c) 1,2,2,2,1

d) 2,2,1,2,1

e) 1,1,2,1,1

14. Julgue os itens a seguir, relativos ao Banco Nacional de Desenvolvimento
Econômico e Social. I - O BNDES, empresa pública, é vinculado ao Ministério do Desenvolvimento. II - O BNDES é a instituição financeira de fomento do País. III - O maior aporte de recursos do BNDES são oriundos dos programas PIS e PASEP. IV - O BNDES trabalha com a taxa de juros de longo prazo. V - O BNDES é o principal gestor do programa de privatizações. O número de itens certos é igual a a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

15. Com relação ao Comitê de Política Monetária - COPOM, julgue os itens seguintes.

19 I – Quando o COPOM estabelece viés, confere ao Presidente do Banco Central poderes para alterar, sem necessidade de convocar reunião extraordinária, a meta da Taxa SELIC na direção do viés. II - A TBC e a TBAN são taxas pelas quais os bancos pagam ao CMN pelo acesso às chamadas linhas de empréstimos de liquidez e linha de empréstimo especial de médio prazo. III - Com a extinção da TBC e da TBAN, o BACEN passou a ter como índice oficial do governo, a TAXA “OVER” SELIC. IV - A taxa SELIC é fixada pelo COPOM. V - A taxa SELIC vem sempre acompanhada do VIÉS. Estão corretos os itens. a) I, IV e V b) I, II e V c) I,II,III,IV e V d) I,III e IV e) II, IV e V

16. Acerca do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Conselho
de Recursos do Sistema Financeiro Nacional, assinale a opção incorreta.

a) O BNDES supre a necessidade de capitais no que se refere aos setores básicos e à
infra-estrutura, sendo a instituição financeira de fomento do país. b) O BNDES atende, também, aos financiamentos de micro e pequenas empresas. c) O CRSFN é um órgão integrante do Ministério da fazenda. d) O CRSFN foi criado para julgar, em segunda instância, os recursos interpostos sobre as decisões relativas à aplicação de penalidade administrativas pelo BACEN e CVM, cabendo o julgamento, em última instância, ao CMN. e) O CRSFN é composto de oito conselheiros, de reconhecida competência e possuidores de conhecimentos especializados em assuntos relativos ao mercado financeiro, de câmbio, de capitais e de crédito rural e industrial.

17. Com relação ao CRSFN, o item que não corresponde a sua composição é. a) Quatro representantes das entidades de classe, dos mercados financeiros e de
capitais, por elas indicados em lista tríplice, por solicitação do Ministério da Fazenda. b) um representante do Ministério da fazenda. c) um representante do Banco Central. d) um representante da Comissão de Valores Mobiliários. e) um representante das Caixas Econômicas Federais.

18. Ainda acerca do CRSFN, julgue os itens seguintes.
I - Os membros do Conselho e seus respectivos suplentes são designados pelo Presidente da República. II - O mandato dos membros do Conselho é de dois anos, podendo ser reconduzidos uma vez. III - O Procurador-Geral da Fazenda Nacional designa dois Procuradores da Fazenda Nacional para trabalhar junto ao Conselho.

20 IV - A atribuição do Procurador da Fazenda é zelar pela fiel observância das leis, decretos, regulamentos e demais atos administrativos, assim como a de votar nas decisões de recursos sempre que ocorrer empate. V - A Presidência do Conselho é ocupada pelo representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O número de itens certos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

19. Quanto aos bancos comerciais, assinale a incorreta. a) As instituições financeiras somente poderão funcionar no País mediante prévia
autorização do Conselho Monetário nacional. b) As instituições financeiras, quando forem estrangeiras, necessitam de decreto do poder Executivo para seu funcionamento no País. c) Banco comercial é aquele cujas principais operações são depósitos, descontos de efeitos comerciais, abertura de crédito caucionado, abertura de crédito a descoberto, cobrança, recebimento de efeitos comerciais e públicos, transferência de fundos. d) Proporcionar o suprimento oportuno e adequado dos recursos necessários para financiar, a curto e médio prazo, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras de serviços e as pessoas físicas é o objetivo principal dos bancos comerciais. e) A captação de depósitos à vista é a atividade básica dos bancos comerciais.

20. O Banco Central é considerado como.
I - Banco dos bancos. II - Gestor do sistema financeiro nacional. III - Executor da política Monetária. IV - Banco emissor. V - Banqueiro do governo. A quantidade de itens certos é igual a

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

21. Acerca das Autoridades de Apoio, julgue os itens seguintes.
I - A CVM é uma entidade auxiliar, autárquica, autônoma e descentralizada, mas vinculada ao Governo. II - O fortalecimento do mercado de Ações é o objetivo final da CVM. III - O CRSFN tem como Vice-Presidente a pessoa designada pelo Ministro da Fazenda entre os representantes do Banco Central. IV - A CAIXA é a instituição financeira responsável pela operacionalização das políticas do Governo federal para habitação popular e saneamento básico. V - À CAIXA, por ser um banco de apoio ao trabalhador de baixa renda, não é permitido atuar nas áreas de atividades relativas a bancos comerciais, sociedades de crédito imobiliário e de saneamento e infra-estrutura urbana. Estão incorretos os itens.

21

a) I e III

b) III e V

c) II e IV d) I e V

e) IV e V

22. Com relação à CAIXA, assinale a opção incorreta. a) Suas principais atividades estão relacionadas com a captação de recursos em
cadernetas de poupança, em depósitos judiciais e a prazo e sua aplicação em empréstimos vinculados, substancialmente à habitação. b) Os recursos obtidos junto ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS - são direcionados, na sua totalidade, para as áreas de saneamento e infra-estrutura urbana. c) A CAIXA exerce a administração de loterias d) Dentre os programas administrados pela CAIXA, destacam-se o FGTS, o Fundo de Compensação de Variações Salariais - FCVS, o PIS, o fundo de Apoio ao Desenvolvimento Social - FAS e o Fundo de Desenvolvimento Social - FDS. e) A CAIXA, empresa pública, tem seu capital exclusivamente público, não se submetendo à lei das S.A.

23. De acordo com a Resolução 469, de 07/04/78, Banco Comercial é. a) Instituição financeira bancária pública, constituída sob a forma de sociedade
anônima, especializada apenas em operações de curto e médio prazos, que adota, em sua denominação, a expressão Banco. b) Instituição financeira pública ou de terceiros, constituída sob a forma de sociedade anônima, especializada em operações de médio e longos prazos. c) Instituição financeira pública ou privada, que contém em sua denominação da expressão Banco, especializada em operações de curto prazos e constituída sob a forma de sociedade anônima. d) Instituição financeira bancária privada ou pública, que adota, obrigatoriamente, em sua denominação a expressão Banco, constituída sob qualquer forma estabelecida em lei, especializada em operações de curto e médios prazos. e) Instituição financeiras bancária privada ou pública, especializada basicamente em operações de curto e médio prazos e constituída sob a forma de sociedade anônima, que deve adotar, obrigatoriamente, em sua denominação a expressão Banco.

24. Acerca da empresa Banco, julgue os itens seguintes.
I - Banco é o estabelecimento, particular ou estatal, cuja atividade consiste na guarda ou depósito, empréstimo de dinheiro, transações com títulos de crédito etc., visando a obter um lucro. II - De acordo com a Resolução 469, de 07/04/78, os bancos estatais não visam a obter lucros, sendo, a cada apresentação do resultado financeiro, socorridos pelo Tesouro Nacional. III - O recebimento, em depósitos, de capitais de terceiros, representam operações bancárias passivas; enquanto que os empréstimos, operações ativas. IV - Custódia de valores, alugueres de cofres, cobrança simples, recebimento de taxas e tributos são considerados operações básicas. V - As operações bancárias passivas recebem garantia total do Governo Federal.

22 Estão corretos os itens.

a) I, III e IV

b) II, III e IV

c) I, III

d) I, IV e V e) II, III

25) De acordo com a Resolução nº 469, os bancos comerciais são classificados em
quatro agrupamentos. I - Público federal, formado pelos bancos cuja maioria do capital social pertence à União, de forma direta ou indireta. II - Público estadual, formado pelos bancos criados por lei complementar cuja maioria do capital social pertence aos Estados da Federação, de forma direta ou indireta. III - Privado nacional, formado pelos bancos cuja maioria do capital social pertence a pessoas físicas ou jurídicas brasileiras, de forma direta ou indireta. IV - Público ou privado estrangeiro, formado pelos bancos, sediados no Brasil, cuja maioria do capital social pertence a pessoas físicas ou jurídicas estrangeiras. V - O agrupamento Privado nacional é classificável em função de sua composição acionária. Em relação a esses agrupamentos o número de itens corretos é.

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e)5

26. O banco comercial é integrado ao Sistema Financeiro Nacional e regido.
I - pelas normas legais; II - pelas normas regulamentares baixadas pelo Banco Central, com base em deliberações do CMN; III - pelas normas regulamentares baixadas pelo Banco Central com base em suas atribuições legais; IV - pelos seus estatutos. V - apenas pelas normas regulamentares baixadas pelo Banco Central, com base em deliberações do CMN. O número de itens corretos é.

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e)4

27. Ainda acerca de banco comercial, é incorreto dizer. a) A constituição e o funcionamento de banco comercial dependem de prévia e expressa
autorização do Conselho Monetário Nacional. b) A autorização para funcionamento de banco comercial, quando concedida, tem prazo indeterminado de vigência. c) A autorização para funcionamento é expressa em carta patente de emissão do Banco Central. d) A transferência de sede ou de agências de banco comercial depende de prévia autorização do Banco Central.

23

e) Também dependem de prévia autorização do BACEN, a transformação, fusão,
incorporação, encampação e cisão de banco comercial

28. Julgue os itens seguintes, ainda em relação a banco comercial.
I - Suas alterações estatutárias dependem de prévia autorização do banco Central. II - O funcionamento, no País, de bancos estrangeiros depende de autorização do Banco Central. III - O banco comercial constituído e sediado no exterior está sujeito às leis e aos tribunais do país onde esteja sediado, quanto aos atos ou operações que praticar no Brasil. IV - O objetivo precípuo dos bancos comerciais é proporcionar o suprimento oportuno e adequado dos recursos necessários para financiar, a curto e médio prazo, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras de serviços e as pessoas físicas. V - Cabe ao CMN aplicar à dependência de banco estrangeiro que funcione no País as mesmas vedações ou equivalentes restrições, que vigorem na praça de sua matriz, em relação a banco brasileiro ali instalado ou que nele deseje estabelecer-se. Estão corretos os itens.

a) I, II e IV

b) II, IV e V c) I, III, IV e V

d) I, IV e V

e) II, III e V

29. Para atender a seu objetivo os bancos comerciais podem: a) Descontar títulos; b) Realizar operações de abertura de crédito, simples ou em conta corrente; c) Realizar operações especiais, inclusive de crédito rural, de câmbio e comércio
internacional; d) Captar depósitos à vista e a prazo fixo; e) Obter recursos junto a instituições oficiais e efetuar operações acessórias ou de prestação de serviços, inclusive mediante convênio com outras instituições. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

30. Em relação a caixas econômicas, está incorreta a opção. a) Caixas econômicas são instituições destinadas a receber em depósito economias
populares e reservas de capitais para movimentá-las, incentivando os hábitos de poupança e procurando desenvolver e facilitar a circulação de riqueza. b) Conforme consta no Código Civil brasileiro, art. 20, § 1º, as caixas econômicas também podem ser criadas por particulares, mediante autorização do Governo. c) Dentre as principais atividades das caixas econômicas está a prestação de serviços bancários como câmbio e empréstimo rural. d) As caixas emprestam, em regra, a longo prazo. e) As caixas mantêm, em caráter privativo, carteiras de empréstimo sob penhor de objetos.

24

31. Em relação à Caixa Econômica Federal - CAIXA, julgue os itens seguintes.
I - É constituída na forma de empresa pública. II - É dotada de patrimônio próprio e possui autonomia administrativa. III - Tem seus depósitos garantidos pelo Governo Federal, por tal razão, interfere o governo no seu funcionamento, vinculando-a ao Ministério da Fazenda. IV - É administrada por uma Diretoria, composta de seis membros, com funções deliberativas; uma Presidência, com funções executivas; e um Conselho Fiscal, com funções fiscalizadoras. V - Todos os membros que compõem seus órgãos são nomeados pelo Ministro da Fazenda. O número de itens incorretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

32. Ainda acerca da Caixa Econômica Federal - CAIXA, julgue os itens abaixo.
I - Os menores de 16 anos de idade só poderão fazer e movimentar depósitos na Caixa Econômica Federal, mediante autorização de seus legítimos representantes. II - As importâncias em dinheiro cujo levantamento ou utilização dependem de autorização judicial devem ser obrigatoriamente depositadas na CAIXA, embora a lei deixa a critério do juízo competente, que as mesmas também sejam depositadas no Banco do Brasil ou no BNDES. III - A administração de fundos de investimentos é uma das principais atividades da CAIXA. IV - A Caixa mantém, em caráter privativo, carteiras de empréstimos sob penhor de objetos, inclusive penhor civil. V - As loterias federais são administradas pela CAIXA. O número de itens incorretos é.

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

33) Acerca de cooperativas, a opção incorreta é. a) Cooperativas são sociedades de pessoas com forma jurídica própria, de natureza civil, sem finalidade lucrativa, não sujeitas à falência, organizadas para prestação de serviços ou exercício de outras atividades de interesse comum dos associados. b) As cooperativas são classificadas em cooperativas de 1º. Grau, locais e regionais; 2º. Grau, centrais e federações de cooperativas; e 3º. grau, confederações de cooperativas. c) As cooperativas visam a obter vantagens para seus associados, por isso visam ao lucro fazendo especulação. d) As cooperativas de crédito e as que tenham seção de crédito são subordinadas, na parte normativa, ao CMN, e na parte executiva ao BACEN. e) As sociedades cooperativas poderão adotar por objeto qualquer gênero de serviço, operações ou atividades, respeitada a legislação em vigor, assegurando-lhes o direito exclusivo e a obrigação do uso da expressão “cooperativa”.

25

34. Julgue os itens seguintes, relativos a cooperativas de crédito.
I - Atuam basicamente no setor primário da economia. II - Suas operações são restritas aos cooperados. III - Às cooperativas, é permitido, pelo Banco Central, operar contas de depósitos à vista e a prazo. IV - A maior parte dos recursos depositados nas cooperativas é repassada aos associados na forma de mais empréstimos. V - As cooperativas de créditos singulares são constituídas pelo número mínimo de 20 pessoas físicas. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

35. Acerca dos princípios que regem as cooperativas, observe os itens seguintes.
I - Singularidade de voto. II - Quorum para funcionarem as assembléias gerais baseado no número de associados e não no capital; III - Retorno das sobras líquidas do exercício, quando autorizado pela assembléia, diretamente proporcional ao número de associados. IV - Adesão voluntária, sempre com número ilimitado de associados. V - Indivisibilidade do Fundo de reserva. Não se incluem corretamente os itens.

a) II e III b) II, III e V

c) III e IV

d) I, III e IV

e) II, III e IV

36. A respeito dos Bancos Cooperativos - Bco, julgue os itens seguintes.
I - Assim como as cooperativas de crédito, a constituição do banco cooperativo permite levantar recursos no exterior. II - Podem participar no capital social de instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo BC, desde que autorizado por este. III - Não podem realizar operações de swap por conta de terceiros. IV - Constituem-se na forma de sociedade anônima de capital fechado. V - Participação exclusiva de cooperativas de crédito singulares (exceto as do tipo Luzzati) e centrais, bem como de federações e confederações de cooperativas de crédito, com atuação restrita à Unidade da Federação de sua sede. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

37. No que tange aos Bancos de Investimento-BI e aos Bancos de Desenvolvimento BD, julgue os itens seguintes.

26 I - O BNDES é o principal agente do governo para financiamentos de médio e longo prazos aos setores primário, secundário e terciários. II - Assim como as Financeiras, os BI não podem manter contas-correntes. III - Os BI foram criados para canalizar recursos de médio e longos prazos para suprimento de capital fixo ou de giro das empresas. IV -Dentre as operações ativas que podem ser praticadas pelos BI, inclui-se a destinação de recursos a empreendimentos imobiliários. V - Os BD devem dirigir seus recursos para o desenvolvimento nos estados, enquanto os BI, apenas para as áreas privadas de produção. Estão corretos os itens.

a) I, II e III b) II, III e IV

c) III, IV e V d) I, II e IV

e) I, III e V

38. Acerca dos objetivos estratégicos definidos pelo Banco Central para o período de 1998 a 2000, não se inclui o item.

a) Promover o aperfeiçoamento do sistema financeiro. b) Estabelecer as condições para o exercício de quaisquer cargos de direção nas
instituições financeiras privadas. c) Atuar no mercado internacional de capitais, na gestão do passivo externo. d) Rever o relacionamento com organismos multilaterais de desenvolvimento. e) Aperfeiçoar a administração do meio circulante, as políticas de natureza administrativa e a política de comunicação do Banco. 39. Analise as informações abaixo, relativas a Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento – Financeiras. I – Sua função é financiar bens de consumo duráveis por meio do popularmente conhecido “crediário” ou crédito direto ao consumidor. II – Suas operações passivas não podem ultrapassar 12 vezes o montante de seu capital realizado mais as reservas. III – Não podem manter contas correntes. IV – Seus instrumentos de captação restringem-se à colocação de letras de câmbio. V – São instituições que geram fontes de recursos para financiamento de bens de consumo por meio de crédito direto ao consumidor. Estão corretos os itens. a) I e II b) II, III e V c) I, III e IV d) I, II, III, IV e V e) I, II, IV e V

40. Acerca das Sociedades de Crédito Imobiliário – SCI, analise os itens seguintes. I - São instituições integrantes do Sistema Financeiro Nacional, especializadas em operações de financiamentos imobiliários. II – São constituídas sob a forma de sociedade anônima. III – Podem empregar em suas atividades apenas recursos próprios.

27 IV – Podem operar em todas as modalidades admitidas nas normas relativas ao direcionamento dos recursos captados em depósitos de poupança, além da realização das atividades inerentes à consecução de seus objetivos. V – Podem empregar em suas atividades recursos provenientes depósitos de poupança, letras hipotecárias, e imobiliárias, repasses e financiamentos contraídos no País, empréstimos e financiamentos contraídos no exterior, depósitos interfinanceiros, além de outras formas de captação de recursos, autorizadas pelo BC. O número de itens corretos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

41. Acerca das Sociedades de Arrendamento Mercantil (leasing), está incorreto o item. a) São controladas e fiscalizadas pelo Banco Central. b) As empresas de leasing normalmente captam recursos de longo prazo. c) Captam recursos, por exemplo, através da emissão de Debêntures, que são títulos que têm como cobertura o patrimônio da empresa que os emitiu. d) As sociedades Arrendadoras integram o SFN, como instituições auxiliares. e) As operações de leasing foram regulamentadas pelo BACEN, através da Lei 6.099/74. 42. O item incorreto quanto às Sociedades Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários – CCVM é. a) São instituições típicas do mercado acionário, operando com compra, venda e distribuição de títulos e valores mobiliários (inclusive ouro) por conta de terceiros. b) Fazem a intermediação com as bolsas de valores e de mercadorias. c) Sua constituição depende de autorização do BC, e o exercício de sua atividade depende de autorização do CMN. d) Administram carteiras e custodiam valores mobiliários. e) Instituem, organizam e administram fundos de investimentos. 43. Acerca das Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – DTVM, analise os itens seguintes. I – Assim como as Sociedades Corretoras, elas fazem a intermediação com as bolsas de valores. II – Operam pessoas físicas credenciadas pelas financeiras que, sem vínculo empregatício e em caráter individual, exercem por conta das instituições credenciadas a colocação de títulos e valores mobiliários. III – Pratica operação de mercado aberto, desde que satisfaçam as condições exigidas pelo BACEN. IV - Têm suas atividades voltadas para: subscrição isolada, ou em consórcio, de emissão de títulos e valores mobiliários para revenda; intermediação da colocação de emissões de capital no mercado. V – Têm suas atividades voltadas para a compra, venda e distribuição de valores mobiliários. Estão incorretos os itens.

28 a) I, II e V b) III, IV e V c) I e III e V d) II e V e) I e V

44. Quanto às Bolsas de Valores, julgue os seguintes itens. I – São associações civis. II – São sociedades sem fins lucrativos, cujo patrimônio é representado por títulos que pertencem às sociedades corretoras membros. III – Possuem autonomia financeira, mas não possuem autonomia patrimonial e administrativa. IV – Como possuem autonomia financeira, não estão sujeitas à supervisão da CVM. V – Obedecem às diretrizes e políticas emitidas pelo CMN. Estão corretos os itens. a) I, II, III, IV e V b) II, III, IV e V c) I, II, IV e V d) I e V e) I,II

45. Ainda acerca das Bolsas de Valores, o item incorreto é. a) Os processos de negociação nas Bolsas são comum, direta, por leilão e por oferta. b) O IBV é o índice de lucratividade calculado pela Bolsa de valores do Rio de Janeiro, servindo como parâmetro as ações de maior liquidez. c) SENN é o Sistema Eletrônico de Negociação Nacional, administrado pela Comissão Nacional de Bolsa de Valores e operacionalizado pela Bolsa de valores do Rio de Janeiro. d) Dentre as 8 Bolsas interligadas ao SENN, está a Bolsa de São Paulo (BOVESPA). e) O movimento de preço do mercado é avaliado pelas variações do IBV. 46. Com relação a Bolsas de Mercadorias e de Futuros, julgue os seguintes itens. I – O Mercado de Futuros funciona como um mercado de proteção dos agentes econômicos em face das oscilações dos preços à vista e futuro dos seus produtos e em relação aos investimentos em ativos financeiros. II – O Mercado de Futuros funciona como um mercado de proteção dos agentes econômicos em face das oscilações dos preços à vista e futuro. III – Este mercado é realizado através da Bolsa de Mercadorias & Futuros. IV – O Mercado de Futuros é uma forma de Hedge (garantia). V – É obrigatório que o investidor faça um depósito prévio como garantia e, se necessário, é exigida uma garantia adicional, conhecida como margem adicional. VI – As garantias são executadas pela Bolsa, no caso de o aplicador não honrar seus compromissos. O número de itens corretos é. a) 0 b) 2 c) 4 d) 5 e) 6

47. A propósito do Sistema Especial de Liquidação e Custódia – SELIC, julgue os itens abaixo.

29 I – SELIC é o sistema que atua sob a responsabilidade do BC e da ANDIMA – Associação Nacional das Instituições dos Mercados Abertos. II – No SELIC são feitas operações apenas com títulos federais. III – O SELIC garante operações com títulos federais, no mercado aberto, com liquidação imediata e segura. IV – Apesar de as operações com títulos federais serem feitas no SELIC, havendo autorização do BC, é permitido que se faça, nesse sistema, operações com títulos privados, estaduais e municipais. V – As operações com títulos estaduais e/ou municipais, emitidos após jan/92, são feitas no SELIC. Estão corretos os itens. a) I e III b) I, II e IV c) III e V d) I, II, V e) I, II, III e V

48. Quanto à Central de Liquidação e de Custódia de Títulos - CETIP, julgue os itens a
seguir. I - CETIP é o local em que se custodiam, registram e liquidam financeiramente as operações feitas com todos os papéis privados, incluindo títulos federais, estaduais e municipais. II - As operações na CETIP são concretizadas no sistema on line, isto é com liquidação imediata. III – Quando um negócio é realizado através de qualquer um dos sistemas CETIP e dentro do prazo de compensação determinado para a sua concretização, ficam garantidas as operações, pois quem compra tem certeza da validade do título e quem vende tem certeza do recebimento do valor. IV – Os CDB, RDB e CDI são exemplos de títulos registrados e liquidados no sistema CETIP. V – As operações financeiras da CETIP processam-se por transferência bancária de fundos em D+1. O número de itens incorretos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

49. Acerca das Sociedades Administradoras de Seguro-saúde, julgue os itens seguintes.
I - São sociedades civis. II - São supervisionadas e controladas pela SUS. III - Entregam-se à atividade mercantil. IV - por serem sociedades civis, prestam serviço à toda sociedade necessitada. V – Podem, ou não, ter finalidade lucrativa. O número de itens corretos é.

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

50. Acerca das Sociedades Seguradores, está incorreto o item.

30

a) Têm como uma das suas principais atividades as operações de seguros. b) Não pode falir, nem impetrar concordata. c) Deve possuir o capital mínimo estipulado pelo CNSP. d) As alterações em seu estatuto só têm eficácia após a aprovação pelo governo federal. e) Em regra, devem constituir-se como sociedades anônimas. 51. Ainda com relação às seguradoras, julgue os itens a seguir.
I - São enquadradas como instituições financeiras. II - São orientadas pelo BC quanto aos limites de aplicação de suas reservas técnicas nos mercados de renda fixa e renda variável. III - As sociedades destinadas aos seguros agrícolas, de saúde e de acidentes de trabalho podem constituir-se como cooperativas. IV - As sociedades destinadas aos seguros agrícolas, de saúde e de acidentes de trabalho não podem constituir-se como S/A V - Necessitam de autorização especial para se constituírem e a lei lhes impõe certas normas que devem ser rigorosamente obedecidas. O número de itens incorretos é.

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

52. A respeito do Sistema de Seguros Privados e Previdência Complementar, analise os
itens seguintes. I - É integrado pelo Conselho Nacional de Seguros Privados - CNSP, Superintendência de Seguros Privados - SUSEP, Instituto de Resseguros do Brasil - IRB, pelas sociedades seguradoras e pelos corretores. II - A SUPEP é uma autarquia, com objeto voltado à promoção da política definida pelo CNSP e à fiscalização das seguradoras, cabendo-lhe, entre outras, a tarefa de proceder à liquidação extrajudicial destas sociedades. III - O CNSP é o órgão da administração direta federal ao qual incumbe traçar a política geral de seguros privados, disciplinar a constituição, funcionamento e fiscalização das seguradoras, fixar as características gerais do contrato de seguro, normatizar as operações securitárias e aplicar as sanções legais. IV - O IRB é uma sociedade de economia mista com o capital representado por ações, metade titularizadas pela União e metade pelas seguradoras. V - O IRB tem como funções regular o co-seguro, o resseguro e a retrocessão e promover o desenvolvimento do mercado securitária, através de cursos, eventos, publicações, etc. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

53. Ainda quanto ao Sistema de Seguros Privados e Previdência Complementar, julgue os itens a seguir.

31 I - Co-seguro é uma operação em que diversas seguradoras se responsabilizam por cotas de um seguro. II - Resseguro é a operação em que uma seguradora transfere para outra o risco relacionado com seguro contratado com terceiros. III - São partes no contrato de seguro o segurador e o segurado. IV - Contrato de seguro é aquele em que uma empresa assume a obrigação de ressarcir prejuízo sofrido por outrem, em virtude de evento incerto, mediante o pagamento de determinada importância. V - Como as empresas seguradoras são constituídas por sociedades anônimas, o seguro é um contrato comercial. Estão corretos os itens.

a) I, II, III e IV b) I, II, III, IV e V c) I, II, IV d) III,IV e V e) I, II e III
54. Ainda a respeito dos Sistemas de Seguros, está incorreto o item. a) Para certas modalidades de seguros, como agrícolas e de acidente de trabalho, a lei faculta que a seguradora seja uma sociedade cooperativa. b) Nos seguros da previdência social, é o Estado quem assume o papel de segurador. c) Existem duas espécies de seguro: o de ramos elementares e o de vida. d) A apólice dos seguros em qualquer das espécies, pode ser nominativa, endossável ou ao portador. e) O objeto do seguro é a garantia contra o risco que pode sofrer uma coisa ou uma pessoa, assim, podem ser de pessoas ou de coisas. 55. Analise os itens seguintes, acerca das Sociedades de Crédito Imobiliário - SCI. I – Estão envolvidas no Sistema Brasileiro de Poupança de Empréstimo, pois suas atividades envolvem compra e venda de imóveis. II – Os recursos destas sociedades vêm das cadernetas de poupança. III – Estas sociedades têm como operações passivas a captação de depósitos em cadernetas de poupança, repasses da CAIXA, assim como colocação de Letras Imobiliárias. IV – Suas operações ativas envolvem financiamentos imobiliários diretamente ao mutuário e abertura de crédito a favor de empresas que explorem empreendimentos imobiliários. O número de itens corretos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

56. A propósito das Associações de Poupança e Empréstimo - APE, está incorreto o item. a) São constituídas, obrigatoriamente, sob a forma de sociedades civis, pois o capital e o fim lucrativo não constituem elementos essenciais, por não se entregarem à atividade mercantil.

32 b) Essas sociedades podem revestir de qualquer uma das formas estabelecidas nas leis comerciais. c) As operações ativas destas sociedades são constituídas, basicamente, por financiamentos imobiliários. d) Suas operações passivas originam-se, basicamente, de cadernetas de poupança. e) Em 06/2000 existia uma única APE, a Poupex, administrada pelo BB. 57. Capitalização é o contrato pelo qual uma sociedade anônima autorizada se compromete, mediante contribuições periódicas do outro contratante, a pagar-lhe importância mínima ao término de prazo determinado. A propósito desse tema, julgue os itens a seguir. I - As Sociedades de Capitalização tem sua constituição, organização, funcionamento e operações fiscalizadas pela SUSEP. II - Para operarem nessas áreas as sociedades de capitalização devem ser autorizadas pelo governo federal. III - As Sociedades de Capitalização não podem falir ou impetrar concordata e submetem-se à liquidação extrajudicial. IV - As operações de capitalização são firmadas por contrato, comumente com a previsão de prêmios ou de antecipação do pagamento do capital a contratantes sorteados. V - O contrato nessas operações é solene, sendo indispensável a emissão do respectivo título de capitalização pela sociedade anônima autorizada a operar neste ramo de atividade. Estão corretos os itens.

a) I,II,III,IV e V b) I, IV e V c) I, II e III

d) III,IV e V

e) II, IV e V

58. Julgue os itens a seguir, relativos a cheque. I – Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Mavinier Cesário apresentou no Banco X um cheque de valor expresso em algarismos de R$ 976,20, para ser sacado. O caixa, ao conferir o referido cheque, verificou que o valor expresso em extenso era Novecentos e sessenta e sete reais e vinte centavos. Detectando a divergência entre o valor expresso em algarismos e o valor expresso em extenso, e depois de consultar o Sr. Mavinier Cesário, pagou-o pelo valor expresso em algarismos, ou seja, R$ 976,20, uma vez que havendo divergência entre ambos, paga-se pelo maior valor. O procedimento do caixa atende à legislação em vigor. II – O devedor de um cheque é o banco ou a instituição financeira que deve pagá-lo. III – Considere a seguinte situação hipotética: Sr. Zico Cambaúba apresentou no Banco XX, no dia 17/02/2001, um cheque para ser sacado. O caixa, depois de conferir o referido cheque, devolveu-o ao favorecido, ou seja, ao Sr. Zico Cambaúba, alegando que, apesar de o mesmo ter fundos, não poderia pagá-lo, pois, o cheque, que fora emitido na mesma praça do banco sacado, havia prescrito, uma vez que havia sido emitido em 13/01/2001. O procedimento do funcionário está completamente correto. IV – O cheque não admite aval nem fiança. V - Considere a seguinte situação hipotética.

33 O Sr. Davi Adão, favorecido de um cheque, apresentou-se ao banco X, alegando ter perdido o referido cheque e solicitando que se fosse dada uma contra-ordem do mesmo. O funcionário atendente, considerando justificáveis as alegações do Sr. Davi Adão, acatou a contra-ordem. Diante do apresentado, o funcionário agiu corretamente. O número de itens correto é:

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

59. Ainda a respeito de cheque, analise os itens seguintes.
I - O cruzamento em branco pode transformar-se em preto. II - Com a nova legislação em vigor, o cheque deve sempre ser nominativo. III - Sempre que um cheque for nominativo, o favorecido deverá assinar no verso do mesmo. IV - O cheque pode ser cruzado em branco ou em preto ou vinculado. V - Apresentando-se, ao mesmo tempo, dois ou mais cheques, em soma superior aos fundos disponíveis, serão preferidos os de emissão mais antiga e, se da mesma data, os de número inferior. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

60. Acerca do tema Depósitos à Vista, julgue os itens a seguir.
I - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Jacinto Silva, primeiro titular de uma conta de depósitos conjunta e não-solidários, apresentou-se ao Banco Y, alegando que seu irmão, Sr. José Silva, segundo titular da mesma a conta, estava hospitalizado e, pela impossibilidade de este, Sr. José Silva, movimentar a conta, os mesmos (Sr. Jacinto e Sr. José) haviam decidido transformar a conta em conjunta solidária, a fim de que o Sr. Jacinto Pinto pudesse movimentá-la sem a assinatura do Sr. José. O funcionário do banco acatou a solicitação, pois, sendo o Sr. Jacinto Pinto o primeiro titular e, diante da impossibilidade de o segundo titular estar presente, o procedimento é totalmente correto. Diante do apresentado, o funcionário agiu corretamente. II - Considere a seguinte situação hipotética. A Srª. Maria Nomuro, depois de já haver telefonado para o banco e ter se informado sobre a documentação necessária para abertura de conta de pessoa física, apresentou-se ao mesmo banco, no dia 12/05/2001, portando os seguintes documentos: carteira de identidade; cartão do CPF; uma conta de luz em seu nome referente ao mês 02/2000 e o comprovante de renda. O funcionário, depois de verificar a autenticidade e exatidão dos documentos apresentados e conferir junto à Receita Federal se o CPF estava ativo, efetivou a abertura de conta. O funcionário agiu corretamente, pois, de acordo com o descrito, a documentação está completa e correta. III - Se os sócios de uma firma apresentarem-se ao banco portando o CNPJ e o Contrato Social da mesma, o atendente poderá efetivar a abertura, pois a documentação está completa.

34

IV - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Um Dois Três de Oliveira Quatro, ao ser informado de que teve o seu CPF incluído no CCF - Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos, motivada pela devolução de dois cheques sem provisão de fundos. A inclusão foi correta, conforme previsto em Circular do BACEN. V - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. João Sapato, analfabeto, depois de ganhar um prêmio milionário na loteria, procurou a agência do Banco WW a fim de abrir uma conta corrente/ pessoa física. Uma vez que já havia telefonado antes para a mesma (agência) e depois de ter sido informado sobre os requisitos necessários para efetuar a abertura, foi acompanhado de seu irmão, maior e devidamente documentado, para que o mesmo o representasse legalmente. O atendente procedeu a abertura, tendo a conta sido cadastrada em nome do Sr. João Sapato, mas a mesma será representada por seu irmão, que assinará toda a movimentação, conforme procuração particular dada pelo titular da mesma (Sr. João Sapato), datada e assinada no próprio local da abertura. Tal procedimento foi correto, pois, sendo o titular analfabeto, é necessário que o mesmo dê uma procuração ao seu representante. O número de itens incorretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

D) 4

E) 5

61. Ainda relativo à depósitos à vista, analise os itens abaixo.
I - Os relativamente incapazes poderão abrir suas contas, se representados pelo representante legal. II - O insolvente civil não pode abrir e movimentar conta porque seus bens estão fora de sua administração, até sua reabilitação judicial ou que cesse o estado de quebra. III - A pessoa jurídica só poderá fazer depósitos e movimentar a conta se seu ato constitutivo estiver devidamente registrado no órgão competente. IV - É vedada a abertura de conta de depósito livremente movimentável por meio de cheques com o nome abreviado do depositante. V - O cartão de autógrafos é a própria Ficha-Proposta, utilizada na abertura de contas de depósito à vista. Estão incorretos os itens.

a) I, IV e V

b) I, II e V

c) III, IV e V d) IV e V

e) III e IV

62. Ainda acerca de Depósitos à vista, julgue os itens seguintes. I - A Ficha-proposta é criada por cada banco de acordo com sua conveniência. II - Os autógrafos do depositante devem sempre ser abonados por pessoa física ou jurídica considerada idônea pelo banco.

35 III - Após a abertura da conta, o cliente deve esperar o recebimento do talonário de cheque para movimentá-la. IV - O cliente que tiver o seu nome incluído no CCF - Cadastro de Emitentes de Cheques sem |Fundos não poderá movimentar a conta. V - Em se tratando de inclusão no CCF no caso de contas de depósitos tituladas por repartições federais, estaduais e municipais, somente os nomes dos respectivos responsáveis pela emissão do cheque sem fundos figurará no cadastro. Estão incorretos os itens.

a) I, II e III

b) II, III e V c) I, II, III e IV

d) I, III, e V e) III, IV

63. Em relação a contas de depósitos, analise os itens a seguir.
I - Em se tratando de Conta Depósitos Bancários À vista, o depositante pode sacar a quantia nela existente a qualquer tempo. II - No caso do analfabeto, a conta pode ser movimentada “a rogo”. III - O valor mínimo de abertura de conta corrente, inclusive poupança, é livremente estipulado por cada banco. IV - O depositante pode ter contas em quantos bancos quiser; porém, quando estas contas forem em mais de um banco público, o cheque especial fica limitado a apenas um banco. V - Conforme resolução do CMN, as contas-salário são isentas de CPMF. O número de itens incorretos é igual a.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

64. Acerca do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos - CCF, julgue os
seguintes itens. I - A conta exclusiva para recebimento de pensão, se incluída no CCF, deverá ser encerrada, mas poderá ser reaberta tão logo seu titular regularize a situação da mesma. II - Considere a seguinte situação hipotética. A Srª. Maria Timiê é titular de uma conta-corrente pessoa física/indiviudal e teve o seu nome incluído no CCF. Como possui uma firma e tem uma conta conjunta com seu marido, Sr. Mavinier Cesário, até que se regularize sua situação em sua conta individual, e de comum acordo com seu marido, passou a movimentar apenas a conta conjunta, uma vez que esta não foi incluída no CCF. Tal procedimento está correto. III - Na situação apresentada acima (item II), o Sr. Mavinier Cesário, querendo continuar movimentando sua conta, que é conjunta com a Srª. Maria Timiê, necessitou excluir o nome de sua esposa da conta conjunta da qual é ele o primeiro titular, uma vez que a conta individual da Srª. Maria Timiê ainda não havia sido regularizada. Para tal

36 procedimento os dois, Sr. Mavinier e Srª. Maria Timiê, tiveram que comparecer à agência bancária. A situação exposta está correta. IV - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Kosudo, cliente do Banco JJ, apresentou para depósito em sua conta-corrente um cheque do Sr. Kasaka. O mesmo foi devolvido por insuficiência de fundos. Tendo contactado o Sr. Kasaka e o mesmo garantido que o cheque já possuía fundos, o Sr. Kosudo depositou novamente o cheque, que, novamente foi devolvido pelo mesmo motivo, o que gerou a inclusão do CPF do Sr. Kasaka no CCF. Este, a fim de providenciar a exclusão, procurou pelo Sr. Kosudo e, depois de justificar o fato ocorrido, pagou o cheque ao Sr. Kosudo, colhendo deste uma declaração de que o Sr. Kosudo havia recebido o valor referente ao cheque que ocasionou a inclusão no CCF do CPF do Sr. Kasaka. O Sr. Kasaka procurou o banco, e apresentando a declaração do Sr. Kosudo; solicitando, por escrito, sua exclusão no CCF. O funcionário atendente verificou que a declaração realmente referia-se ao cheque que originou a inclusão e que, uma vez liquidado e depois de certificar-se de que a declaração era mesmo do Sr. Kosudo, também cliente do mesmo Banco, confirmou ao Sr. Kasaka que, como a documentação exigida para a referida exclusão estava completa, procederia à exclusão no CCF. Uma vez que a exclusão no CCF pode ser efetuada a pedido, por escrito, do correntista, apresentando o (s) cheque (s) que motivou (aram) a (s) ocorrência (s) ou, na falta deste (s), de declaração do respectivo favorecido do cheque, confirmando que o cheque (s) foi (s) pago (s), o Sr. Kasaka atendeu aos requisitos para a exclusão e, sendo assim, o procedimento do atendente foi correto. V - A inclusão da pessoa jurídica no CCF não gera a impossibilidade de os seus diretores terem conta corrente em nome próprio, mas a inclusão dos nomes dos diretores, como pessoas físicas, impede que a pessoa jurídica continue a ter sua conta e movimentá-la. O número de itens corretos é: a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

65. Sobre o tema “conta-salário”, julgue os itens a seguir. I - Será cobrado CPMF quando da transferência de dinheiro da conta-salário para conta comum. II - A conta-salário não pode ser conjunta. III - A conta-salário só poder ser movimentada por cartão, ou seja, os saques deverão ser por meio eletrônico. IV - A entrada de crédito de outros recursos que não os oriundos do salário já caracteriza conta comum, sujeita à cobrança de tarifas. V - O assalariado, titular de uma conta-salário, exclusivamente para este fim, recolhe a CPMF na hora do saque.

37 O número de itens corretos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

66. Cada banco cobra uma determinada taxa de manutenção, que hoje, em praticamente todos os bancos é mensal. Acerca desse tema, analise os dois itens seguintes, julgandoos como certos (C) ou errados (E). I - Esta taxa é cobrada somente das contas que estão sendo movimentadas. II - Sobre as contas que recebem salário mínimo, segundo determinação do Banco Central, não serão cobradas taxa de manutenção, independentemente de como as mesmas são movimentadas, isto é, se por cheque ou por cartão magnético.

67. Acerca de RDB - Recibo de Depósito Bancário e CDB - Certificado de Depósitos
bancário, julgue os itens abaixo. I - O CDB e o RDB indicam a obrigação de o banco pagar ao aplicador, ao final do prazo contratado, a remuneração prevista, sendo que esta nunca será inferior ao valor aplicado. II - O CDB deve ser emitido sempre sob a forma nominativa. III - O CDB é transferível mediante endosso, em preto ou em branco, pelo depositante e/ou mandatário. IV - Enquanto para as aplicações em títulos pré-fixados não têm prazo mínimo, para as aplicações em pós-fixados esse prazo é de 120 dias. V - Enquanto o CDB é transferível, o RDB é intransferível. O número de itens incorretos é. a) 1 b) 2 c) 3

d) 4

e) 5

68. Ainda acerca de RDB e CDB, julgue os itens a seguir.
I - CDB e RDB são a principal fonte de recurso, isto é, passivo das financeiras. II - Uma vez efetivadas, as aplicações em RDB e em CDB não podem ser rescindidas antes dos prazos previstos. III - O RDB, assim como o CDB, é nominativo. IV - O nome e qualificação do depositante é elemento indispensável tanto ao CDB como ao RDB. V - Nos recibos de aplicações de RDB e CDB, não é necessário a especificação do lugar do pagamento do depósito e dos juros. Estão incorretos os itens.

a) I, III e IV

b) II, III, IV e V

c) I, II, III, e V d) I e V

e)I, II e V

69. A “Letra de Câmbio” ou “Letra” é uma ordem de pagamento, sacada por um credor
contra o seu devedor, em favor de alguém, que pode ser um terceiro ou o próprio sacador. Acerca deste tema, está incorreto o item.

38

a) Sacador é o que emite a letra, enquanto aquele que deve é o sacado; logo, aceitante é
o sacado, enquanto tomador é o beneficiário da ordem. b) A soma de dinheiro a pagar é requisito essencial à Letra de Câmbio e deve ser lançado, além de em algarismo, também por extenso. Ocorrendo divergência entre um lançamento e outro, prevalece o que estiver feito por extenso. c) Se na letra a indicação da quantia a satisfazer se achar feita por mais de uma vez no extenso, prevalecerá a primeira. d) Havendo dois valores numéricos e dois valores por extenso, prevalecerá o de menor valor em extenso. e) Quando a letra de câmbio for sacada sobre o próprio sacador, esta se desnaturará, tornando-se uma Nota Promissória.

70. Ainda acerca de Letra de Câmbio, analise os itens a seguir.
I - A Letra de Câmbio que houver de ser protestada por falta de aceite ou de pagamento deve ser entregue ao oficial competente, no primeiro dia útil que se seguir ao da recusa do aceite ou ao do vencimento, e o respectivo protesto tirado dentro de três dias úteis II - A Letra de Câmbio é um documento formal, com força executiva, representativo de dívida líquida e certa, de circulação desvinculada do negócio que o originou. III - O saque, que é o reconhecimento do débito, é ato essencial da Letra de câmbio. IV - A Letra de Câmbio, por ser um título que pode ficar na posse do devedor, é de natureza portable. V - Aval, endosso e aceite, assim como o saque, são atos essenciais nas Letras de Câmbio. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS I

1. C 2. C 3. E - é competência e não objetivo. 4. C - cabe ao BACEN administrar as reservas vinculadas. 5. B - a) função deliberativa c) A CTMC é subordinada ao CMN e) Quem exerce a
Secretaria-Executiva do CMN é o BACEN. 6. C - Quem faz a nomeação é o Presidente da República. 7. C c) é objetivo da Comissão de Valores Mobiliários d) é competência exclusiva do BACEN 8. D a) A CVM é autoridade de apoio. b) é competência do BACEN c) quem controla o fluxo de capitais estrangeiro é o BACEN e) é objetivo do CMN. 9. D - é competência do CMN 10. C - Os Fundos de Investimento são denominados Instituições Administradoras de Recursos. 11. B c) É O CMN e não o BACEN. D) públicas e privadas

39

e) são duas as áreas: normativa e operativa. 12) A 13) A 14) E
15) D 16) D - É o CRSFN que julga em segunda e última instância. 17) E - antes, realmente, era um representante da Caixa Econômica Federal, com a alteração que houve, este foi substituído por um representante da secretaria de Comércio Exterior (MIDIC).

18) B - I - são designados pelo Ministério da Fazenda IV - O Procurador não vota nas
decisões dos recursos. V - É o representante do Ministério da Fazenda que ocupa a Presidência. 19) A - Autorização do Banco Central. 20) E 21) B - III - entre os representantes das entidades de classe. V - a CAIXA vem se caracterizando cada vez mais como banco de apoio ao trabalhador de baixa renda e isso não a impede de atuar nas áreas citadas. 22) E - As empresas públicas podem ser constituídas sob qualquer forma prevista em lei, inclusive S.A., mas a CAIXA, como banco, submete-se à Lei das S/A (art. 251). 23) E 24) C IV - operações acessórias V - O governo garante apenas as operações da CAIXA. 25. D II - Formados por bancos criados por lei específica e a maioria do capital social pertence apenas ao estado onde tenha sede e não a todos os Estados da Federação. III e IV - o que diferencia o privado nacional do público ou privado estrangeiro é que estes são constituídos e sediados no exterior, enquanto aqueles são constituídos e sediados no país (nacional). O privado nacional subdivide-se em: a) bancos cuja maioria do capital social pertence a pessoas físicas ou jurídicas brasileira, de forma direta e indireta e b) bancos cuja maioria do capital social pertence a pessoas físicas estrangeiras, de forma direta ou indireta. 26. E - os itens I, II, III e IV 27. A - Prévia e expressa autorização do Banco Central. 28. C 29. E 30. C - Apesar de a prestação de serviços bancários ser uma das principais atividades das caixas, as mesmas não realizam operações de câmbio e empréstimo rural. 31. A - V - tem seus membros nomeados pelo Presidente da República. 32. B - I - na CAIXA os menores com mais de 16 poderão fazer e movimentar depósitos, independentemente de quaisquer autorizações, norma que modifica as regras do Código Civil. 33) C - apesar de visarem a obtenção de vantagens para seus associados, as cooperativas são sociedades anticomerciais e, apesar de possuírem fim econômico, não visam ao lucro fazendo especulação. 34. E 35. C - III - é diretamente proporcional às operações realizadas pelos associados com a sociedade. IV - abre-se uma exceção: será limitado quando houver impossibilidade técnica de prestação de serviços. 36. C - I - Atividade vetada às cooperativas de crédito, porém permitidas aos Bco; II Não podem.

40 IV - Os BI não podem destinar recursos a empreendimentos imobiliários. V - Os recursos dos BI não são exclusivos da área privada, pode haver aplicações em empresas controladas, direta ou indiretamente, pelo municípios, estados ou união, desde que limitada a 8% do total do empreendimento. 37. A IV - Os BI não podem destinar recursos a empreendimentos imobiliários. V - Os recursos dos BI não são exclusivos da área privada, pode haver aplicações em empresas controladas, direta ou indiretamente, pelo municípios, estados ou união, desde que limitada a 8% do total do empreendimento 38. B - Trata-se de uma competência privativa do BC e não de objetivo estratégico. 39. D 40. D - III – além dos recursos próprios, os constantes do item V. 41. E – pelo CMN 42. C – o exercício de suas atividades dependem de autorização da CVM. 43. E - I – Diferentemente das SC... (suas atividades estão apresentadas no item IV acima). V – Atividades das Sociedades Corretoras de Títulos e valores Mobiliários 44. D – II – podem ter fins lucrativos (Resoluções de 2000, do BACEN), III – Possuem autonomia tanto patrimonial quanto administrativa e financeira. IV – Apesar de possuírem autonomia, estão sujeitas à supervisão da CVM. 45. D - Apesar de serem 8 as Bolsas interligadas pelo SENN, a de São Paulo não faz parte. 46. E 47. A - IV - falsa, pois, as operações para os títulos privados, estaduais e municipais - estes 02 últimos, os emitidos após jan/92 - são feitas na CETIP V - emitidos até jan/92, conforme item IV. 48. C - I - SELIC para os títulos públicos federais e CETIP para os privados, estaduais e municipais (ver comentário IV, questão 47) - II - são concretizadas em D+1, isto é, no dia seguinte ao da operação. 49. C - II - é pela SUSEP - Superintendência de Seguros Privados. III - o capital e o fim lucrativo não constituem elementos essenciais, por não se entregarem à atividade mercantil. IV - prestam serviços aos associados. V – podem ou não ter fins lucrativos. 50. A - Dedicam, com exclusividade, às operações de seguros, para o que devem ter autorização especial. 51. B - IV - elas podem constitui-se como cooperativas, mas também como S/A 52. E 53. B 54. D – A de ramos elementares sim, mas a dos seguros de vida não podem ser ao portador. 55. C - II – Em regra sim, mas podem ocorrer captações com lançamentos de Letras Imobiliárias, como é o caso do SFI da CAIXA, lançado no segundo semestre de 2000. 56. B – com exceção da anônima, pois, a sociedade anônima será sempre mercantil, e reger-se-á pelas leis e usos do comércio. 57. A 58. A - I – Se houver divergência entre o valor expresso por extenso e em algarismos, prevalecerá o extenso. III – Na referida situação, o cheque foi apresentado posterior ao prazo de apresentação na própria praça do sacado (30 dias) e não posterior à prescrição, que é de 06 meses, a contar da data da apresentação. IV - O pagamento do cheque pode ser garantido, no todo ou em parte, por aval lançado no anverso, no verso ou na folha de alongamento. V - Na situação apresentada, o atendente não

41 poderia acatar a contra-ordem, pois esta só o emitente do cheque pode dá-la. No caso apresentado seria correto aceitar uma oposição de pagamento, que duraria até o prazo de apresentação do cheque. 59. C II - Serão, obrigatoriamente, nominativos os cheques acima de R$ 100,00. III Assinar no verso ou informar o número da conta no verso, quando for apresentado como depósito. IV - e também vinculado, aquele em que se indica a conta que o mesmo deverá ser depositado. V - Verdadeira. Os cheques deverão ser pagos à medida em que forem apresentados ao banco sacado, pois a prioridade de pagamento é estabelecida não pela numeração ou pela data de emissão, mas sim pela ocasião de sua apresentação; porém, quando apresentados ao mesmo tempo, dois ou mais cheques a regra é outra, ou seja, a do item V acima. 60. E - I - Qualquer alteração em conta conjunta devem estar presente todos os envolvidos, lembrando que não se aceita nem sequer alterações através de procuração. II - A documentação está completa, porém há uma incorreção quanto ao comprovante de residência, pois o mesmo, no caso, a conta de luz, não pode exceder a 60 dias, no caso passaram-se 90 dias, os demais estão corretos. III - A documentação exigida para abertura de conta/pessoa jurídica é o CNPJ, o ato constitutivo (no caso, o contrato) e a documentação dos sócios como pessoa física (a mesma exigida na abertura de conta pessoa física), o que não foi apresentado. IV - o procedimento de exclusão está correto, porém a devolução de 02 cheques, devolvidos uma única vez, não acarreta a inclusão. Seria incluído no CCF se tivesse o mesmo cheque devolvido duas vezes, por insuficiência de fundos. V - A procuração deverá ser por meio de instrumento público, feita no cartório. 61. A I - Se assistidos pelo representante legal. IV - em regra sim; mas, se a conta for titulada por firma individual devidamente registrada no órgão competente, pode. V Obedecida a conveniência do banco, sim, mas não é regra. 62. C - I - É padrão, de acordo com a carta-circular 559 do BACEN (ver requisitos). II É admitido, na impossibilidade de abono, a confer6encia de firma pelo confronto com a de documento hábil de identificação. III - Pode ser movimentada por meio de recibos ou por cheques avulsos. IV - Fica a critério de cada banco a abertura, movimentação ou o encerramento de conta de depósitos cujo titular figure no CCF.

63. E - I - salvo se estiver bloqueado para certo fim ou penhorado. II - “a rogo” quer
dizer “a pedido”, no caso, assinatura feita por alguém a pedido daquele que não pode assinar o documento. Em se tratando de analfabeto, a abertura/movimentação deverão ser através de procuração pública. III - o valor mínimo de conta corrente sim, mas não se pode ser exigido valor mínimo para poupança. IV - não há limitações quanto ao número de cheques especiais em bancos diversos; porém, só pode ter um cheque especial em cada banco, seja ele público ou privado. V - A conta-salário é isenta de tarifas bancárias, quando movimentadas especificamente para fins do salário, mas não da CPMF. 64. A - I – Falsa - Assim como a conta-salário, a conta para recebimento de pensões não serão encerradas, mesmo que incluídos os seus titulares no CCF. II - Falsa- A conta conjunta realmente não é incluída no CCF, quando um dos titulares tem sua conta individual incluída, mas ficará bloqueada até a regularização da mesma, ou seja, da conta individual. IV - Falsa- A simples declaração do favorecido do cheque não satisfaz, é necessário apresentar também uma Certidão Negativa do Cartório de Protesto de Títulos e Documentos. V - Falsa- Nem a inclusão da pessoa jurídica nem a inclusão dos diretores como pessoas físicas impede que a conta seja movimentada.

42

65. E 66. I - E - independe de a conta estar sendo movimentada ou não. É sempre cobrada. II
- E - as mesmas deverão ser movimentadas somente por cartão magnético. 67. B III - através do preenchimento do Termo de Cessão de Direitos sobre Títulos Emitidos na Forma Escritural devendo ser qualificar o endossatário. IV - Os títulos pós-fixados tinham o prazo mínimo de 120 dias, mas hoje passou a ser de 30 dias, quando corrigido pela TR, e de 60 dias, quando corrigido pela TBF. 68. E - I - RDB e CDB são a principal fonte de recursos dos bancos comerciais, de investimento, de desenvolvimento e múltiplos. Das financeiras é a Letra de Câmbio. II - Em regra não, mas, por determinação judicial sim. V - Este é um dos elementos indispensável, tanto ao RDB como ao CDB. 69. C - prevalecerá a de menor valor. 70. C - III - o saque é ato essencial, porém, o reconhecimento do débito é o aceite. Saque é o ato de emitir a Letra de Câmbio. V) Aval, endosso e aceite são atos eventuais nas letras de Câmbio. “NOS CAMPOS DA OBSERVAÇÃO, O ACASO FAVORECE APENAS AS MENTES PREPARADAS” Louis Pasteur EXERCÍCIOS III 1. Dentre os objetivos do CMN, assinale a opção incorreta.

a) Coordenar as políticas monetária, creditícia, orçamentária, fiscal e da dívida pública
interna e externa. b) Regular o valor externo da moeda e o equilíbrio do balanço de pagamentos do país. c) Zelar pela liquidez e pela solvência das instituições financeiras. d) Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional e seu processo de desenvolvimento. e) Aprovar o regimento interno e as contas do BACEN, sem prejuízo da competência do TCU. 2. Julgue os itens que se seguem, relativos ao Conselho Monetário Nacional. I - O CMN é um órgão exclusivamente normativo, com função executiva. II - O CMN é o órgão máximo do SFN. III - O CMN é subordinado à Comissão Técnica da Moeda e do Crédito. IV - As deliberações do presidente do CMN, de forma monocrática, são submetidas ao colegiado na primeira reunião que se seguir àquela deliberação. V - O Banco do Brasil é quem exerce a Secretaria-Executiva do CMN. A quantidade de itens certos é igual a

a) 1.

B) 2.

C) 3

D) 4

E) 5

3. Julgue os itens a seguir, relativos às competências do CMN e do BACEN.

43

I - É de competência privativa do CMN expedir normas gerais de contabilidade e estatística a serem observadas pelas instituições financeiras. II - Compete exclusivamente ao BACEN autorizar o funcionamento, estabelecendo a dinâmica operacional, de todas as instituições financeiras. III - Compete ao BACEN proteger os titulares de valores mobiliários contra emissões irregulares e outros tipos de atos ilegais que manipulem preços de valores mobiliários nos mercados primários e secundários de ações. IV - É competência privativa do CMN controlar o fluxo de capitais estrangeiros, garantindo o correto funcionamento do mercado cambial. V - É competência privativa do CMN regular as operações de redesconto de liquidez. A quantidade de itens incorretos é igual a

a) 0

b) 1

c) 2

d) 4

e) 5

4. Com referência à Comissão de Valores Mobiliários, assinale a opção correta.

a) A CVM é denominada instituição auxiliar do SFN. b) Cabe à CVM organizar, disciplinar e fiscalizar o Sistema Financeiro Nacional e
ordenamento do mercado financeiro. c) A CVM tem atuação no mercado de ações, no mercado de futuros e derivativos, além de controlar o fluxo de capitais estrangeiros. d) A CVM é o órgão normativo do sistema financeiro, especificamente voltado para o desenvolvimento, a disciplina e a fiscalização do mercado de valores mobiliários não emitidos pelo sistema financeiro e pelo Tesouro Nacional, basicamente o mercado de ações e debêntures. e) A CVM tem como principal objetivo propiciar o aperfeiçoamento das instituições financeiras. 05.Ainda com relação ao SFN, julgue os itens a seguir. I - O SFN está dividido em duas áreas: área operativa e área normativa. II - O CMN é o órgão máximo da área normativa. III - A área normativa, através do BACEN, regula e controla a área operativa. IV - A área operativa é constituída apenas pelas instituições financeiras públicas. V - As três áreas nas quais está dividido o SFN têm a função de viabilizarem e facilitarem o processo de intermediação financeira. O número de itens corretos é igual a

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

06. A respeito dos objetivos e competências do CMN, marque: 1 - objetivo 2 - competência ( ) Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional

44 ( ) Regular o equilíbrio do balanço de pagamentos do País. ( ) Autorizar a emissão de papel moeda. ( ) Fixar diretrizes e normas de política cambial, inclusive compra e venda de ouro e quaisquer operações em moeda estrangeira. ( ) Estatuir normas para as operações das instituições financeiras públicas. A opção correta é

a) 1,1,2,2,2

b) 2,1,1,1,2 c) 1,1,1,2,2 d) 2,1,1,2,2 e) 1,2,1,2,1 07. A respeito das competências do CMN e do BACEN, marque. 1 - competência do CMN 2 - competência do BACEN ( ) Delimitar, com periodicidade não inferior a dois anos, o capital mínimo das instituições financeiras privadas, levando em conta sua natureza, bem como a localização de suas sedes e agências ou filiais. ( ) Efetuar operações de compra e venda de títulos públicos federais. ( ) Determinar as características gerais das cédulas e das moedas. ( ) Estabelecer os limites e as condições de ingresso e saída no País da moeda nacional. ( ) Organizar, disciplinar e fiscalizar o sistema Financeiro Nacional e ordenamento do mercado financeiro.

a) 1,2,1,1, 2

b) 1,2,2,1,2

c) 1,2,2,2,1

d) 2,2,1,2,1

e) 1,1,2,1,1

08. Acerca do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional, assinale a opção incorreta.

a) O BNDES supre a necessidade de capitais no que se refere aos setores básicos e à
infra-estrutura, sendo a instituição financeira de fomento do país. b) O BNDES atende, também, aos financiamentos de micro e pequenas empresas. c) O CRSFN é um órgão integrante do Ministério da fazenda. d) O CRSFN foi criado para julgar, em segunda instância, os recursos interpostos sobre as decisões relativas à aplicação de penalidade administrativas pelo BACEN e CVM, cabendo o julgamento, em última instância, ao CMN. e) O CRSFN é composto de oito conselheiros, de reconhecida competência e possuidores de conhecimentos especializados em assuntos relativos ao mercado financeiro, de câmbio, de capitais e de crédito rural e industrial. 09. Ainda acerca do CRSFN, julgue os itens seguintes. I - Os membros do Conselho e seus respectivos suplentes são designados pelo Presidente da República. II - O mandato dos membros do Conselho é de dois anos, podendo ser reconduzidos uma vez. III - O Procurador-Geral da Fazenda Nacional designa dois Procuradores da Fazenda Nacional para trabalhar junto ao Conselho.

45 IV - A atribuição do Procurador da Fazenda é zelar pela fiel observância das leis, decretos, regulamentos e demais atos administrativos, assim como a de votar nas decisões de recursos sempre que ocorrer empate. V - A Presidência do Conselho é ocupada pelo representante da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O número de itens certos é. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

10. O Banco Central é considerado como. I - Banco dos bancos. II - Gestor do sistema financeiro nacional. III - Executor da política Monetária. IV - Banco emissor. V - Banqueiro do governo. A quantidade de itens certos é igual a

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

11. Acerca das Autoridades de Apoio, julgue os itens seguintes. I - A CVM é uma entidade auxiliar, autárquica, autônoma e descentralizada, mas vinculada ao Governo. II - O fortalecimento do mercado de Ações é o objetivo final da CVM. III - O CRSFN tem como Vice-Presidente a pessoa designada pelo Ministro da Fazenda entre os representantes do Banco Central. IV - A CEF é a instituição financeira responsável pela operacionalização das políticas do Governo federal para habitação popular e saneamento básico. V - À CEF, por ser um banco de apoio ao trabalhador de baixa renda, não é permitido atuar nas áreas de atividades relativas a bancos comerciais, sociedades de crédito imobiliário e de saneamento e infra-estrutura urbana. Estão incorretos os itens. a) I e III b) III e V

c) II e IV d) I e V

e) IV e V

12. Com relação à CEF, assinale a opção incorreta.

a) Suas principais atividades estão relacionadas com a captação de recursos em
cadernetas de poupança, em depósitos judiciais e a prazo e sua aplicação em empréstimos vinculados, substancialmente à habitação. b) Os recursos obtidos junto ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS - são direcionados, na sua totalidade, para as áreas de saneamento e infra-estrutura urbana. c) A CEF exerce a administração de loterias d) Dentre os programas administrados pela CEF, destacam-se o FGTS, o Fundo de Compensação de Variações Salariais - FCVS, o PIS, o fundo de Apoio ao Desenvolvimento Social - FAS e o Fundo de Desenvolvimento Social - FDS.

46

e) A CEF, empresa pública, tem seu capital exclusivamente público, não se submetendo
à lei das S.A. 13. Acerca da empresa Banco, julgue os itens seguintes. I - Banco é o estabelecimento, particular ou estatal, cuja atividade consiste na guarda ou depósito, empréstimo de dinheiro, transações com títulos de crédito etc., visando a obter um lucro. II - De acordo com a Resolução 469, de 07/04/78, os bancos estatais não visam a obter lucros, sendo, a cada apresentação do resultado financeiro, socorridos pelo Tesouro Nacional. III - O recebimento, em depósitos, de capitais de terceiros, representam operações bancárias passivas; enquanto que os empréstimos, operações ativas. IV - Custódia de valores, alugueres de cofres, cobrança simples, recebimento de taxas e tributos são considerados operações básicas. V - As operações bancárias passivas recebem garantia total do Governo Federal. Estão corretos os itens.

a) I, III e IV

b) II, III e IV

c) I, III

d) I, IV e V e) II, III

14. Ainda acerca de banco comercial, é incorreto dizer.

a) A constituição e o funcionamento de banco comercial dependem de prévia e expressa
autorização do Conselho Monetário Nacional.

b) A autorização para funcionamento de banco comercial, quando concedida, tem prazo
indeterminado de vigência. c) A autorização para funcionamento é expressa em carta patente de emissão do Banco Central. d) A transferência de sede ou de agências de banco comercial depende de prévia autorização do Banco Central. e) Também dependem de prévia autorização do BACEN, a transformação, fusão, incorporação, encampação e cisão de banco comercial 15. Julgue os itens seguintes, ainda em relação a banco comercial. I - Suas alterações estatutárias dependem de prévia autorização do banco Central. II - O funcionamento, no País, de bancos estrangeiros depende de autorização do Banco Central. III - O banco comercial constituído e sediado no exterior está sujeito às leis e aos tribunais do país onde esteja sediado, quanto aos atos ou operações que praticar no Brasil. IV - O objetivo precípuo dos bancos comerciais é proporcionar o suprimento oportuno e adequado dos recursos necessários para financiar, a curto e médio prazo, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras de serviços e as pessoas físicas. V - Cabe ao CMN aplicar à dependência de banco estrangeiro que funcione no País as mesmas vedações ou equivalentes restrições, que vigorem na praça de sua matriz, em relação a banco brasileiro ali instalado ou que nele deseje estabelecer-se.

47 Estão corretos os itens.

a) I, II e IV

b) II, IV e V c) I, III, IV e V

d) I, IV e V

e) II, III e V

16. Para atender a seu objetivo os bancos comerciais podem:

a) Descontar títulos; b) Realizar operações de abertura de crédito, simples ou em conta corrente; c) Realizar operações especiais, inclusive de crédito rural, de câmbio e comércio
internacional; d) Captar depósitos à vista e a prazo fixo; e) Obter recursos junto a instituições oficiais e efetuar operações acessórias ou de prestação de serviços, inclusive mediante convênio com outras instituições. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

17. Em relação à Caixa Econômica Federal, julgue os itens seguintes. I - É constituída na forma de empresa pública. II - É dotada de patrimônio próprio e possui autonomia administrativa. III - Tem seus depósitos garantidos pelo Governo Federal, por tal razão, interfere o governo no seu funcionamento, vinculando-a ao Ministério da Fazenda. IV - É administrada por uma Diretoria, composta de seis membros, com funções deliberativas; uma Presidência, com funções executivas; e um Conselho Fiscal, com funções fiscalizadora. V - Todos os membros que compõem seus órgãos são nomeados pelo Ministro da Fazenda. O número de itens incorretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

18. Ainda acerca da Caixa Econômica Federal, julgue os itens abaixo. I - Os menores de 16 anos de idade só poderão fazer e movimentar depósitos na Caixa Econômica Federal, mediante autorização de seus legítimos representantes. II - As importâncias em dinheiro cujo levantamento ou utilização dependem de autorização judicial devem ser obrigatoriamente depositadas na CEF, embora a lei deixa a critério do juízo competente, que as mesmas também sejam depositadas no Banco do Brasil ou no BNDES. III - A administração de fundos de investimentos é uma das principais atividades da Caixa. IV - A Caixa mantém, em caráter privativo, carteiras de empréstimos sob penhor de objetos, inclusive penhor civil. V - As loterias federais são administradas pela CEF. O número de itens incorretos é.

48

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

19. Acerca de cooperativas, a opção incorreta é. a) Cooperativas são sociedades de pessoas com forma jurídica própria, de natureza civil, sem finalidade lucrativa, não sujeitas à falência, organizadas para prestação de serviços ou exercício de outras atividades de interesse comum dos associados. b) As cooperativas são classificadas em cooperativas de 1º. Grau, locais e regionais; 2º. Grau, centrais e federações de cooperativas; e 3º grau, confederações de cooperativas. c) As cooperativas visam a obter vantagens para seus associados, por isso visam ao lucro fazendo especulação. d) As cooperativas de crédito e as que tenham seção de crédito são subordinadas, na parte normativa, ao CMN, e na parte executiva ao BACEN. e) As sociedades cooperativas poderão adotar por objeto qualquer gênero de serviço, operações ou atividades, respeitada a legislação em vigor, assegurando-lhes o direito exclusivo e a obrigação do uso da expressão “cooperativa”. 20. Acerca dos princípios que regem as cooperativas, observe os itens seguintes. I - Singularidade de voto. II - Quorum para funcionarem as assembléias gerais baseado no número de associados e não no capital; III - Retorno das sobras líquidas do exercício, quando autorizado pela assembléia, diretamente proporcional ao número de associados. IV - Adesão voluntária, sempre com número ilimitado de associados. V - Indivisibilidade do Fundo de reserva. Não se incluem corretamente os itens.

a) II e III b) II, III e V

c) III e IV

d) I, III e IV

e) II, III e IV

21. Acerca dos objetivos estratégicos definidos pelo Banco Central para o período de 1998 a 2000, não se inclui o item.

a) Promover o aperfeiçoamento do sistema financeiro. b) Estabelecer as condições para o exercício de quaisquer cargos de direção nas
instituições financeiras privadas. c) Atuar no mercado internacional de capitais, na gestão do passivo externo. d) Rever o relacionamento com organismos multilaterais de desenvolvimento. e) Aperfeiçoar a administração do meio circulante, as políticas de natureza administrativa e a política de comunicação do Banco. 22. Quanto às Bolsas de Valores, julgue os seguintes itens. I – São associações civis. II – São sociedades sem fins lucrativos, cujo patrimônio é representado por títulos que pertencem às sociedades corretoras membros.

49 III – Possuem autonomia financeira, mas não possuem autonomia patrimonial e administrativa. IV – Como possuem autonomia financeira, não estão sujeitas à supervisão da CVM. V – Obedecem às diretrizes e políticas emitidas pelo CMN. Estão corretos os itens. a) I, II, III, IV e V b) II, III, IV e V c) I, II, IV e V d) I e V e) I,II

23. Acerca das Sociedades Seguradores, está incorreto o item.

a) Têm como uma das suas principais atividades as operações de seguros. b) Não pode falir, nem impetrar concordata. c) Deve possuir o capital mínimo estipulado pelo CNSP. d) As alterações em seu estatuto só têm eficácia após a aprovação pelo governo federal. e) Em regra, devem constituir-se como sociedades anônimas.
24. Ainda a respeito dos Sistemas de Seguros, está incorreto o item. a) Para certas modalidades de seguros, como agrícolas e de acidente de trabalho, a lei faculta que a seguradora seja uma sociedade cooperativa. b) Nos seguros da previdência social, é o Estado quem assume o papel de segurador. c) Existem duas espécies de seguro: o de ramos elementares e o de vida. d) A apólice dos seguros em qualquer das espécies, pode ser nominativa, endossável ou ao portador. e) O objeto do seguro é a garantia contra o risco que pode sofrer uma coisa ou uma pessoa, assim, podem ser de pessoas ou de coisas. 25. Julgue os itens a seguir, relativos a cheque. I – Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Mavinier Cesário apresentou no Banco X um cheque de valor expresso em algarismos de R$ 976,20, para ser sacado. O caixa, ao conferir o referido cheque, verificou que o valor expresso em extenso era Novecentos e sessenta e sete reais e vinte centavos. Detectando a divergência entre o valor expresso em algarismos e o valor expresso em extenso, e depois de consultar o Sr. Mavinier Cesário, pagou-o pelo valor expresso em algarismos, ou seja, R$ 976,20, uma vez que havendo divergência entre ambos, paga-se pelo maior valor. O procedimento do caixa atende à legislação em vigor. II – O devedor de um cheque é o banco ou a instituição financeira que deve pagá-lo. III – Considere a seguinte situação hipotética. Sr. Zico Cambaúba apresentou no Banco XX , no dia 17/02/2001, um cheque para ser sacado. O caixa, depois de conferir o referido cheque, devolveuo ao favorecido, ou seja, ao Sr. Zico Cambaúba, alegando que, apesar de o mesmo ter fundos, não poderia pagá-lo, pois, o cheque, que fora emitido na mesma praça do banco sacado, havia prescrito, uma vez que havia sido emitido em 13/01/2001. O procedimento do funcionário está completamente correto.

50 IV – O cheque não admite aval nem fiança. V - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Davi Adão, favorecido de um cheque, apresentou-se ao banco X, alegando ter perdido o referido cheque e solicitando que se fosse dada uma contra-ordem do mesmo. O funcionário atendente, considerando justificáveis as alegações do Sr. Davi Adão, acatou a contra-ordem. Diante do apresentado, o funcionário agiu corretamente. O número de itens correto é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

26. Ainda a respeito de cheque, analise os itens seguintes. I - O cruzamento em branco pode transformar-se em preto. II - Com a nova legislação em vigor, o cheque deve sempre ser nominativo. III - Sempre que um cheque for nominativo, o favorecido deverá assinar no verso do mesmo. IV - O cheque pode ser cruzado em branco ou em preto ou vinculado. V - Apresentando-se, ao mesmo tempo, dois ou mais cheques, em soma superior aos fundos disponíveis, serão preferidos os de emissão mais antiga e, se da mesma data, os de número inferior. O número de itens corretos é.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

27. Ainda acerca de Depósitos à vista, julgue os itens seguintes. I - A Ficha-proposta é criada por cada banco de acordo com sua conveniência. II - Os autógrafos do depositante devem sempre ser abonados por pessoa física ou jurídica considerada idônea pelo banco. III - Após a abertura da conta, o cliente deve esperar o recebimento do talonário de cheque para movimentá-la. IV - O cliente que tiver o seu nome incluído no CCF - Cadastro de Emitentes de Cheques sem |Fundos não poderá movimentar a conta. V - Em se tratando de inclusão no CCF no caso de contas de depósitos tituladas por repartições federais, estaduais e municipais, somente os nomes dos respectivos responsáveis pela emissão do cheque sem fundos figurará no cadastro. Estão incorretos os itens.

a) I, II e III

b) II, III e V c) I, II, III e IV

d) I, III, e V e) III, IV

28. Em relação a contas de depósitos, analise os itens a seguir. I - Em se tratando de Conta Depósitos Bancários À vista, o depositante pode sacar a quantia nela existente a qualquer tempo.

51 II - No caso do analfabeto, a conta pode ser movimentada “a rogo”. III - O valor mínimo de abertura de conta corrente, inclusive poupança, é livremente estipulado por cada banco. IV - O depositante pode ter contas em quantos bancos quiser; porém, quando estas contas forem em mais de um banco público, o cheque especial fica limitado a apenas um banco. V - Conforme resolução do CMN, as contas-salário são isentas de CPMF. O número de itens incorretos é igual a.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

29. Acerca do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos - CCF, julgue os seguintes itens. I - A conta exclusiva para recebimento de pensão, se incluída no CCF, deverá ser encerrada, mas poderá ser reaberta tão logo seu titular regularize a situação da mesma. II - Considere a seguinte situação hipotética. A Srª. Maria Timiê é titular de uma conta-corrente pessoa física/individual e teve o seu nome incluído no CCF. Como possui uma firma e tem uma conta conjunta com seu marido, Sr. Mavinier Cesário, até que se regularize sua situação em sua conta individual, e de comum acordo com seu marido, passou a movimentar apenas a conta conjunta, uma vez que esta não foi incluída no CCF. Tal procedimento está correto. III - Na situação apresentada acima (item II), o Sr. Mavinier Cesário, querendo continuar movimentando sua conta, que é conjunta com a Srª. Maria Timiê, necessitou excluir o nome de sua esposa da conta conjunta da qual é ele o primeiro titular, uma vez que a conta individual da Srª. Maria Timiê ainda não havia sido regularizada. Para tal procedimento os dois, Sr. Mavinier e Srª. Maria Timiê, tiveram que comparecer à agência bancária. A situação exposta está correta. IV - Considere a seguinte situação hipotética. O Sr. Kosudo, cliente do Banco JJ, apresentou para depósito em sua conta-corrente um cheque do Sr. Kasaka. O mesmo foi devolvido por insuficiência de fundos. Tendo contactado o Sr. Kasaka e o mesmo garantido que o cheque já possuía fundos, o Sr. Kosudo depositou novamente o cheque, que, novamente foi devolvido pelo mesmo motivo, o que gerou a inclusão do CPF do Sr. Kasaka no CCF. Este, a fim de providenciar a exclusão, procurou pelo Sr. Kosudo e, depois de justificar o fato ocorrido, pagou o cheque ao Sr. Kosudo, colhendo deste uma declaração de que o Sr. Kosudo havia recebido o valor referente ao cheque que ocasionou a inclusão no CCF do CPF do Sr. Kasaka. O Sr. Kasaka procurou o banco, e apresentando a declaração do Sr. Kosudo; solicitando, por escrito, sua exclusão no CCF. O funcionário atendente verificou que a declaração realmente referia-se ao cheque que originou a inclusão e que, uma vez liquidado e depois de certificar-se de que a declaração era mesmo do Sr. Kosudo, também cliente do mesmo Banco, confirmou ao Sr. Kasaka que, como a

52 documentação exigida para a referida exclusão estava completa, procederia à exclusão no CCF. Uma vez que a exclusão no CCF pode ser efetuada a pedido, por escrito, do correntista, apresentando o (s) cheque (s) que motivou (aram) a (s) ocorrência (s) ou, na falta deste (s), de declaração do respectivo favorecido do cheque, confirmando que o cheque (s) foi (s) pago (s), o Sr. Kasaka atendeu aos requisitos para a exclusão e, sendo assim, o procedimento do atendente foi correto. V - A inclusão da pessoa jurídica no CCF não gera a impossibilidade de os seus diretores terem conta corrente em nome próprio, mas a inclusão dos nomes dos diretores, como pessoas físicas, impede que a pessoa jurídica continue a ter sua conta e movimentá-la. O número de itens corretos é: a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

30. Cada banco cobra uma determinada taxa de manutenção, que hoje, em praticamente todos os bancos é mensal. Acerca desse tema, analise os dois itens seguintes, julgandoos como certos (C) ou errados (E). I - Esta taxa é cobrada somente das contas que estão sendo movimentadas. II - Sobre as contas que recebem salário mínimo, segundo determinação do Banco Central, não serão cobradas taxa de manutenção, independentemente de como as mesmas são movimentadas, isto é, se por cheque ou por cartão magnético.

RESPOSTAS

1. E - é competência e não objetivo. 2. B - a) função deliberativa c) A CTMC é subordinada ao CMN e) Quem exerce a
Secretaria-Executiva do CMN é o BACEN. 3. C c) é objetivo da Comissão de Valores Mobiliários d) é competência exclusiva do BACEN 4. D a) A CVM é autoridade de apoio. b) é competência do BACEN c) quem controla o fluxo de capitais estrangeiro é o BACEN e) é objetivo do CMN. 5. B c) É O CMN e não o BACEN. D) públicas e privadas e) são duas as áreas: normativa e operativa. 6. A 7. A 8. D - É o CRSFN que julga em segunda e última instância. 9. B - I - são designados pelo Ministério da Fazenda IV - O Procurador não vota nas decisões dos recursos. V - É o representante do Ministério da Fazenda que ocupa a Presidência. 10. E

53

11. B - III - entre os representantes das entidades de classe. V - a CEF vem se
caracterizando cada vez mais como banco de apoio ao trabalhador de baixa renda e isso não a impede de atuar nas áreas citadas. 12. E - As empresas públicas podem ser constituídas sob qualquer forma prevista em lei, inclusive S.A., mas a CEF, como banco, submete-se à Lei das S/A (art. 251). 13. C - IV - operações acessórias V - O governo garante apenas as operações da CEF. 14. A - Prévia e expressa autorização do Banco Central. 15. C 16. E 17. A - V - tem seus membros nomeados pelo Presidente da República. 18. B - I - na CEF os menores com mais de 16 poderão fazer e movimentar depósitos, independentemente de quaisquer autorizações, norma que modifica as regras do Código Civil. 19. C - apesar de visarem a obtenção de vantagens para seus associados, as cooperativas são sociedades anticomerciais e, apesar de possuírem fim econômico, não visam ao lucro fazendo especulação. 20. C - III - é diretamente proporcional às operações realizadas pelos associados com a sociedade. IV - abre-se uma exceção: será limitado quando houver impossibilidade técnica de prestação de serviços. 21. B - Trata-se de uma competência privativa do BC e não de objetivo estratégico. 22. D – II – podem ter fins lucrativos (Resoluções de 2000, do BACEN), III – Possuem autonomia tanto patrimonial quanto administrativa e financeira. IV – Apesar de possuírem autonomia, estão sujeitas à supervisão da CVM. 23. A - Dedicam, com exclusividade, às operações de seguros, para o que devem ter autorização especial. 24. D – A de ramos elementares sim, mas a dos seguros de vida não podem ser ao portador. 25. A - I – Se houver divergência entre o valor expresso por extenso e em algarismos, prevalecerá o extenso. III – Na referida situação, o cheque foi apresentado posterior ao prazo de apresentação na própria praça do sacado (30 dias) e não posterior à prescrição, que é de 06 meses, a contar da data da apresentação. IV - O pagamento do cheque pode ser garantido, no todo ou em parte, por aval lançado no anverso, no verso ou na folha de alongamento. V - Na situação apresentada, o atendente não poderia acatar a contra-ordem, pois esta só o emitente do cheque pode dá-la. No caso apresentado seria correto aceitar uma oposição de pagamento, que duraria até o prazo de apresentação do cheque. 26. C II - Serão, obrigatoriamente, nominativos os cheques acima de R$ 100,00. III Assinar no verso ou informar o número da conta no verso, quando for apresentado como depósito. IV - e também vinculado, aquele em que se indica a conta que o mesmo deverá ser depositado. V - Verdadeira. Os cheques deverão ser pagos à medida em que forem apresentados ao banco sacado, pois a prioridade de pagamento é estabelecida não pela numeração ou pela data de emissão, mas sim pela ocasião de sua apresentação; porém, quando apresentados ao mesmo tempo, dois ou mais cheques a regra é outra, ou seja, a do item V acima. 27. C - I - É padrão, de acordo com a carta-circular 559 do BACEN (ver requisitos). II É admitido, na impossibilidade de abono, a confer6encia de firma pelo confronto com a de documento hábil de identificação. III - Pode ser movimentada por meio de

54 recibos ou por cheques avulsos. IV - Fica a critério de cada banco a abertura, movimentação ou o encerramento de conta de depósitos cujo titular figure no CCF. 28. E - I - salvo se estiver bloqueado para certo fim ou penhorado. II - “a rogo” quer dizer “a pedido”, no caso, assinatura feita por alguém a pedido daquele que não pode assinar o documento. Em se tratando de analfabeto, a abertura/movimentação deverão ser através de procuração pública. III - o valor mínimo de conta corrente sim, mas não se pode ser exigido valor mínimo para poupança. IV - não há limitações quanto ao número de cheques especiais em bancos diversos; porém, só pode ter um cheque especial em cada banco, seja ele público ou privado. V - A conta-salário é isenta de tarifas bancárias, quando movimentadas especificamente para fins do salário, mas não da CPMF.

29. A - I – Falsa - Assim como a conta-salário, a conta para recebimento de pensões
não serão encerradas, mesmo que incluídos os seus titulares no CCF. II - Falsa- A conta conjunta realmente não é incluída no CCF, quando um dos titulares tem sua conta individual incluída, mas ficará bloqueada até a regularização da mesma, ou seja, da conta individual. IV - Falsa- A simples declaração do favorecido do cheque não satisfaz, é necessário apresentar também uma Certidão Negativa do Cartório de Protesto de Títulos e Documentos. V - Falsa- Nem a inclusão da pessoa jurídica nem a inclusão dos diretores como pessoas físicas impede que a conta seja movimentada.

30. I - E - independe de a conta estar sendo movimentada ou não. É sempre cobrada. II
- E - as mesmas deverão ser movimentadas somente por cartão magnético. CONCURSO PÚBLICO PARA ESCRITURÁRIO DO BANCO DO BRASIL - 1998 CONHECIMENTOS BANCÁRIOS 1 O Banco do Brasil durante muitos anos funcionou como autoridade monetária graças à Conta Movimento do Tesouro. Esta conta foi encerrada em: (A) 1984. (B) 1985. (C) 1986. (D) 1987. (E) 1988. 2 Dentre os instrumentos clássicos de Política Monetária, assinale aquele que se destaca como o mais ágil, para os objetivos do Banco Central, de permanente regulagem da oferta monetária e do custo primário do dinheiro. (A) Depósito Compulsório. (B) Controle de Crédito. (C) Empréstimo de Liquidez. (D) Emissão de Moeda. (E) Operações no Mercado Aberto. 3

55 Sabemos que, para seu funcionamento, os bancos comerciais e os bancos múltiplos com carteira comercial são obrigados a manter, com exclusividade, contas de depósito no Banco Central - BC, por onde circulam suas reservas bancárias. Tais bancos são debitados (perdem) em suas reservas quando: (A) recolhem tributos ao BC em volume maior do que os depósitos efetuados em conta corrente pelos clientes. (B) recolhem tributos ao BC em volume menor do que os depósitos efetuados em conta corrente pelos clientes. (C) arrecadam tributos em volume maior do que os saques efetuados em conta corrente pelos clientes. (D) arrecadam tributos em volume menor do que os depósitos efetuados em conta corrente pelos clientes. (E) movimentam mais depósitos do que saques dos clientes em conta corrente. 4 O Certificado de Depósito Bancário - CDB é um dos títulos utilizados para captação de depósitos a prazo fixo, por parte dos bancos comerciais, bancos de investimento e bancos múltiplos com uma destas carteiras. Os prazos mínimos, em vigor em fevereiro de 98, entre suas datas de emissão e de resgate nas modalidades pré- e pós- fixadas são de: (A) 30 dias na pré- e 90 dias na pós-. (B) 30 dias na pré- e 120 dias na pós-. (C) 30 dias na pré- e 4 meses data a data na pós-. (D) 60 dias na pré- e 120 dias na pós-. (E) 60 dias na pré- e 4 meses data a data na pós-. 5 Podemos afirmar que os objetivos básicos do PROER foram: (A) assegurar a liquidez e solvência do Sistema Financeiro Nacional e resguardar os interesses de depositantes e investidores. (B) salvar as instituições financeiras em dificuldade e garantir o patrimônio dos investidores em fundos de investimento. (C) salvar as instituições financeiras em dificuldade e garantir o patrimônio dos seus administradores. (D) melhorar a imagem do País no exterior e adaptar o Sistema Financeiro Nacional ao processo de globalização. (E) enquadrar o Sistema Financeiro Nacional no Acordo de Basiléia e garantir o futuro do Mercosul. 6 Nas operações de Crédito Direto ao Consumidor – CDC, as taxas de juros cobradas pela Financeira e/ou Banco Múltiplo com esta carteira são, via de regra, maiores que as taxas de juros cobradas nas operações de Crédito Direto ao Consumidor com Interveniência CDCI. Tal fato se deve à (ao): (A) prática de mercado. (B) maior complexidade operacional do CDC. (C) maior custo administrativo do CDC. (D) menor risco de crédito inerente ao CDCI. (E) impacto nos Depósitos à vista.

56 7 Os bancos comerciais e múltiplos com carteira comercial têm a obrigatoriedade de aplicar um percentual dos saldos médios de seus depósitos à vista em empréstimos ao setor primário da economia, constituindo um dos pilares do assim chamado crédito rural. O valor deste percentual, em vigor em fevereiro de 98, era de: (A) 15% (B) 20% (C) 22% (D) 25% (E) 30% 8 Nas operações de leasing financeiro, o arrendatário (cliente) paga ao arrendador (empresa de leasing) contraprestações (aluguéis) durante a vigência do contrato, com a opção de compra do bem ao final do contrato, por um valor nele explicitado, usufruindo, assim, os benefícios fiscais do leasing. Caso a opção de compra seja exercida (paga) antes do final do contrato... (A) os benefícios se mantêm, e a operação segue normalmente até seu final. (B) renegocia-se uma nova operação de leasing pelo valor restante a pagar, mas o cliente perde os benefícios. (C) renegocia-se uma nova operação de leasing pelo valor restante a pagar, mantendo-se os benefícios. (D) a operação passa a se caracterizar como uma operação de compra e venda a prestações, e o cliente perde os benefícios. (E) a operação se encerra neste momento, os benefícios se mantêm e há um acerto de contas. 9 Um banco, autorizado pelo Banco Central a operar no mercado de câmbio, e que, inicialmente, se mantinha numa posição nivelada, vende US$ 100.000,00 no mercado futuro ao mesmo tempo que compra US$ 50.000,00 no spot (mercado à vista). A posição atual deste banco passa a ser: (A) nivelada. (B) vendida em US$ 50.000,00. (C) vendida em US$ 100.000,00. (D) comprada em US$ 50.000,00. (E) comprada em US$ 150.000,00 10 As operações de compra e venda de “performance” de exportação ocorrem quando, em resumo, um exportador que: (A) tomou um ACC, mas não precisa mais dos recursos, o transfere para outro exportador, assumindo o risco de crédito. (B) tomou um ACC, mas desistiu de exportar a mercadoria, devolve o dinheiro ao banco. (C) tomou um ACC, negocia seu produto com outro exportador que também tomou um ACC, mas não tem mercadoria para exportar. (D) não tomou um ACC, negocia seu produto com outro exportador que tomou um ACC, mas não tem mercadoria para exportar.

57 (E) não tomou um ACC, negocia seu produto com outro exportador que também não tomou um ACC, mas tem mercadoria para exportar. 11 Em fevereiro de 98, os Fundos de Investimento Financeiro – FIF sofriam a incidência de diferentes percentuais de recolhimento compulsório, de acordo com o prazo de carência para o resgate dos recursos aplicados. Assinale a opção que apresenta corretamente esses percentuais.
CURTO PRAZO 30 DIAS 5% 10% 10% 5% 10% 60 DIAS Zero 5% Zero Zero 5%

(A) (B) (C) (D) (E)

50% 50% 50% 45% 40%

12 A implantação, em outubro de 95, dos novos fundos de renda fixa os FIFs e os FACs teve como objetivos básicos o: (A) alongamento do perfil das aplicações, a liberalização das regras de aplicação do patrimônio e o aumento da competitividade dos administradores na busca de resultados. (B) alongamento do perfil das aplicações, a liberalização das regras de aplicação do patrimônio e a redução da competitividade dos administradores na busca de resultados. (C) alongamento do perfil das aplicações, a restrição das regras de aplicação do patrimônio e o aumento da competitividade dos administradores na busca de resultados. (D) encurtamento do perfil das aplicações, a liberalização das regras de aplicação do patrimônio e o aumento da competitividade dos administradores na busca de resultados. (E) encurtamento do perfil das aplicações, a restrição das regras de aplicação do patrimônio e o aumento da competitividade dos administradores na busca de resultados. 13 As debêntures são títulos (valores mobiliários) emitidos por uma sociedade anônima de capital aberto. Podem ser emitidas nos tipos simples, conversível ou permutável. O que caracteriza a debênture permutável é o fato de poder ser: (A) convertida em ações emitidas pela empresa emissora da debênture a qualquer tempo. (B) convertida em ações emitidas pela empresa emissora da debênture, conforme regras do contrato de missão da debênture. (C) resgatada, conforme regras do contrato de emissão da debênture. (D) trocada por bens da empresa emissora da debênture, conforme regras do contrato de emissão da debênture. (E) trocada por ações de outra empresa, existentes no patrimônio da empresa emissora da debênture, conforme regras do contrato de emissão da debênture. 14 Os títulos emitidos no exterior para captação de recursos embutem, muitas vezes, cláusulas com opções específicas.

58 Por exemplo, alguns Eurobonus recentemente emitidos embutiam uma cláusula com opção Call. Esta cláusula permite a(o): (A) diminuição do prazo do título por parte do seu emissor. (B) devolução do título pelo investidor antes do prazo final. (C) aumento do prazo do título por parte do seu emissor. (D) resgate postecipado do título pelo emissor, logo após o prazo final. (E) resgate antecipado do título pelo emissor, logo antes do prazo final. 15 Uma operação à vista no mercado de ações caracteriza a compra ou venda, em pregão, de determinada quantidade de ações, para liquidação imediata. O cliente que ordena a operação pode utilizar diferentes tipos de ordem de compra e venda. Quando o cliente especifica à corretora apenas a quantidade e as características das ações que deseja comprar ou vender temos uma ordem: (A) limitada (B) casada. (C) a mercado. (D) de financiamento. (E) de proteção. 16 O titular de uma opção de compra de uma ação, que carrega sua posição até a data de vencimento da opção, só estará efetivamente ganhando e, portanto, com justificativa para exercê-la, quando o preço de mercado da ação, no momento do exercício, for: (A) inferior ao preço de exercício da opção. (B) inferior ao preço de exercício da opção acrescido do valor do prêmio pago, quando da compra da opção. (C) superior ao preço de exercício da opção. (D) superior ao preço de exercício da opção acrescido do valor do prêmio pago, quando da compra da opção. (E) superior ao preço de exercício da opção deduzido o valor do prêmio pago, quando da compra da opção. 17 Suponha que um produtor de café acredite, hoje, que, dentro de 3 meses, quando da colheita e posterior venda de sua produção, os preços terão caído e não cobrirão seus custos. Em função desta expectativa e considerando que os preços no mercado futuro de café, dentro de 3 meses, estarão altos, refletindo uma expectativa oposta à sua, para se proteger, ele resolve: (A) adquirir café no mercado à vista. (B) não fazer nada e aguardar. (C) vender estes contratos futuros no valor de sua produção. (D) comprar estes contratos futuros no valor de sua produção. (E) comprar e vender estes contratos futuros em igual volume. 18 Quando o Preço Unitário (PU) de um título de renda fixa ou flutuante negociado no mercado cai, podemos afirmar que a taxa de juro embutida neste título: (A) não se alterou. (B) caiu.

59 (C) subiu. (D) varia dependendo do valor do PU. (E) varia a critério do emissor. 19 O Desconto de Títulos, principalmente de duplicatas, notas promissórias e cheques, é um dos principais produtos de empréstimo dos bancos comerciais e múltiplos com esta carteira. Supondo-se que um cliente desconte no banco um título com valor nominal de R$ 100.000,00, com data de vencimento em 30 dias, pagando ao banco uma taxa de desconto de 3% ao mês e, ao fisco, um IOF de 1,5% ao ano (0,0041% ao dia), assinale o valor, em reais, entregue ao cliente. (A) 98.677,00 (B) 97.867,00 (C) 96.877,00 (D) 96.788,00 (E) 96.687,00 20 O Fundo Garantidor de Créditos - FGC assegura o total de créditos de cada pessoa dentro de uma mesma instituição financeira, ou dentro de todas as instituições de um mesmo conglomerado financeiro, até o valor máximo, em reais, de: (A) 25.000,00 (B) 22 500,00 (C) 20.000,00 (D) 18.000,00 (E) 15.000,00

CONCURSO PARA ESCRITURÁRIO DO BANCO DO BRASIL - SÃO PAULO – 1998 GABARITO Matérias Conhecimentos Bancários Português Matemática Atualidades Noções de Informática Inglês Básico * Questões anuladas CONCURSO PARA TÉCNICO BANCÁRIO DA 01 C A D E 02 E A C C 03 A E A D 04 C E D A 05 A C A E 06 D D D 07 D C C 08 D C B 09 B C A 10 D C E * C D D B

C B B C C B A E C C A * A B A B E E C E D E C B D B A A A D E C E C B A D C D D

60 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS CONHECIMENTO DE SERVIÇOS BANCÁRIOS 51) Quando concorrerem para a abertura de conta ou movimentação de recursos sob nome falso, respondem como co-autores por crime de falsidade, o (a) beneficiário da conta, que irregularmente a abriu. (b) gerente e o administrador. (c) gerente que irregularmente identificou o correntista. (d) funcionário que irregularmente identificou o correntista. (e) funcionário que irregularmente identificou o correntista, o gerente e o administrador. 52) A personalidade civil do homem, começa (a) do nascimento com vida. (b) aos 14 anos. (c) aos 16 anos. (d) aos 21 anos. (E) aos 24 anos, quando universitário ou cursando escola de 2o grau. 53) Os ausentes, para serem considerados absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil, devem encontrar-se em lugar incerto e não sabido. encontrar-se nessa situação por mais de 12 meses ser declarados como tais por ato do juiz. ser declarados como tais por autoridade policial da jurisdição de seu domicílio. encontrar-se nessa situação por mais de 24 meses.

(a) (b) (c) (d) (e)

54) Quando os estatutos das pessoas jurídicas não o designarem, estas serão representadas, ativa e passivamente nos atos judiciais e extra-judiciais, pelos seus (a) executivos. (b) diretores. (c) executivos categorizados. (d) administradores comerciais. (e) gerentes administrativos. 55) Quando os estatutos de uma pessoa jurídica de direito privado não elegerem domicílio especial, pelo código civil, será considerado como sendo o do local onde funcionarem as respectivas (a) atividades fins. (b) atividades industriais, se este for seu objeto. (c) atividades mercantis, se este for seu objeto. (d) diretorias e administrações. (e) atividades de prestação de serviços, se este for seu objeto.

61 56) Constitui título de crédito, a (a) nota fiscal de venda. (b) fatura. (c) duplicata. (d) nota fiscal de simples remessa. (e) nota fiscal de serviços. (a) (b) (c) (d) 57) É ordem de pagamento a ação ordinária. a fatura. a nota promissória. warrant. 58) Se o aval de um cheque não indicar o avalizado, considera-se como tal o (a) emitente. (b) (c) (d) (e) sacado. endossante ou os endossantes. primeiro endossante. último endossante.

(e) a letra de câmbio.

59) A "chave" utilizada para as "ordens de pagamento", constitui medida de segurança (a) da existência de fundos suficientes. (b) na identificação do destinatário. (c) da autenticidade da ordem de pagamento. (d) na identificação do remetente. (e) da destinação da ordem de pagamento. 60) O modelo confeccionado e em uma única via e a cor da impressão em papel branco, do "Documento de Crédito DOC", é (a) A, sépia. (b) B, sépia. (c) C, verde escuro. (d) A, verde escuro. (e) C, sépia. (a) (b) (c) (d) 61) É garantia real que pode ser transcrita ou averbada no registro de imóveis, a hipoteca, somente. penhor, somente. a caução, somente. a alienação fiduciária, somente.

(E) a hipoteca, o penhor e a alienação fiduciária. 62) A fiança diferencia-se do aval, por ser uma (a) obrigação acessória.

62 (b) (c) (d) (e) garantia cambial plena. garantia cambial autônoma. garantia cambial a obrigado. garantia cambial a coobrigado.

63) A sociedade comercial em que a responsabilidade de todos os sócios é ilimitada éa (a) em comandita simples. (b) anônima. (c) em comandita por ações. (d) em nome coletivo. (e) de capital e indústria. FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO BANCÁRIO 1-c 31 - e 61 - e 2-a 32 - c 62 - a 3-d 33 - d 63 - d 4-e 34 - b 64 - b 5-b 35 - e 65 - e 6-c 36 - c 66 - a 7-d 37 - a 67 - d 8-a 38 - c 68 - c 9-d 39 - d 69 - e 10 - b 40 - a 70 - c 11 - e 41 - b 71 - d 12 - c 42 - c 72 - b 13 - b 43 - e 73 - e 14 - a 44 - d 74 - a 15 - d 45 - c 75 - d 16 - e 46 - b 76 - c 17 - c 47 - a 77 - a 18 - a 48 - e 78 - e 19 - e 49 - d 79 - b 20 - b 50 - c 80 - d 21 - c 51 - b 22 - b 52 - a 23 - d 53 - c 24 - e 54 - b 25 - a 55 - d 26 - a 56 - c 27 - e 57 - e 28 - b 58 - a 29 - a 59 - c 30 - d 60 - b FUNDAÇÃO CESGRANRIO

63 BANCO DO BRASIL SELEÇÃO 02/99 GABARITOS DE 10/10/99 CONHECIMENTOS BANCÁRIOS PORTUGUÊS MATEMÁTICA V BRAN RO ERD CA SA E 36 36 - B 36 - E C 37 - 37 37 - C A B 38 - 38 38 - B A D 39 - 39 39 - A E A 40 - 40 40 - E B C 41 - 41 41 - E C A 42 - 42 42 - D E A 43 43 - E 43 - E A 44 - 44 44 - A D B 45 - 45 45 - D B C 46 - 46 46 - C C C 47 - 47 47 - C E D 48 - 48 48 - A D B

V AMAR BRAN RO AMAR ERD ELA CA SA ELA E 1 1-B 1-A 1 - C 21 - D D 2 2-E 2-B 2 - D 22 - E A 3 3-D 3-E 3 - A 23 - B B 4 4-E 4-D 4 - B 24 - A A 5-D 6-C 7-A 8-C 9-D 10 - E 11 - A 12 - A 13 - B 14 - A 15 - B 16 - C 17 - A 18 - C 19 - C 20 - E 5-C 6-A 7-E 8-B 9-B 10 - D 11 - C 12 - A 13 - A 14 - B 15 - E 16 - A 17 - D 18 - B 19 - E 20 - D 5 - E 5 - B 25 - E 6 6 - E 26 - B B 7 7 - D 27 - C C 8 8 - A 28 - C D 9 - E 9 - A 29 - A 10 B 11 A 12 A 13 C 14 D 15 A 16 E 17 C 18 A 19 B 20 B - 10 C - 11 E - 12 A - 13 D - 14 E - 15 B - 16 D - 17 E - 18 E - 19 A - 20 C 30 - D 31 - E 32 - B 33 - C 34 - D 35 - E

V BRAN RO AMAR ERD CA SA ELA E 21 - 21 21 - E 36 - A C A 22 - 22 22 - C 37 - E A D 23 - 23 23 - D 38 - E C D 24 - 24 24 - C 39 - D E D 25 - 25 25 - A 40 - A B C 26 - 26 26 - A 41 - D D E 27 - 27 27 - B 42 - C D E 28 - 28 28 - D 43 - A B A 29 - 29 29 - B 44 - C E D 30 - 30 30 - E 45 - B C B 31 - 31 31 - B 46 - E A C 32 - 32 32 - C 47 - B E A 33 - 33 33 - A 48 - C D B 34 - 34 34 - B A C 35 - 35 35 - D D B

64

FUNDAÇÃO CESGRANRIO CONCURSO PARA ESCRITURÁRIO DO BANCO DO BRASIL GABARITOS DE 31/10/99 CONHECIMENTOS BANCÁRIOS QUESTÕES AM BR RO VE 01 D B E A 02 D C B E 03 E A D B 04 A B C C 05 B D A C 06 D B C PORTUGUÊS QUESTÕES AM BR RO VE 21 B C A E 22 A E D B 23 E A C D 24 E D B A 25 D B E C 26 B D C A MATEMÁTICA QUESTÕES AM BR RO VE 36 A E D B 37 D C E A 38 A E C D 39 E A B C 40 A E C E 41 C D A E

65 E 07 D C A B 08 C E D C 09 C E D A 10 D C E B 11 B A C D 12 C B D C 13 B C C D 14 B C C A 27 A C B D 28 A B D E 29 C A E B 30 C B D A 31 B E A C 32 D C B E 33 E B A D 34 A D E B 35 42 C B E A 43 D C A C 44 B D E C 45 E A D B 46 A C B E 47 C B E A 48 B A C D

66 15 C E A C 16 A D B E 17 A E B E 18 A D E B 19 E A E C 20 E B A E C A D E

ATUALIDADES ECONÔMICAS, NOÇÕES DE LÍNGUA INGLESA POLÍTICAS E SOCIAIS INFORMÁTICA QUESTÕES QUESTÕES QUESTÕES AM AM AM BR BR BR RO RO RO VE VE VE 71 49 61 D

67 D A B C 50 B D C A 51 B D A E 52 C E D B 53 A C D B 54 D B E A 55 E D C B 56 B C E C 57 C A A B C D 62 D E A B 63 C D B E 64 D B E A 65 E A D C 66 B C A D 67 B A D E 68 D E C B 69 E C B E A 72 E A C B 73 D E B E 74 C E A D 75 E C E A 76 A D B C 77 C B D E 78 C A E D 79 B A C

68 B D 58 D B A E 59 E C B D 60 A E D B B A 70 C E D A E 80 E D B C

FUNDAÇÃO CESGRANRIO CONCURSO PARA O BANCO DO BRASIL - 10/10/99 PROVA AMARELA CONHECIMENTOS BANCÁRIOS 1 Na nova metodologia de Meta de Inflação, o Banco Central (BC) é responsável por: (A) gerenciar os elementos de política fiscal que garantam a Meta. (B) gerenciar os elementos de política monetária que garantam a Meta. (C) garantir a taxa de juros do mercado, via COPOM. (D) estabelecer as responsabilidades das instituições financeiras. (E) estabelecer os valores anuais de inflação a serem perseguidos. 2 Um banco de investimento que, ao final do dia, verifique uma necessidade emergencial de recursos para este mesmo dia, poderá obtê-los vendendo: (A) Certificado de Depósito Interfinanceiro - CDI. (B) Certificado de Depósito Interfinanceiro em Reserva – CDI Reserva. (C) Certificados de Depósito Bancário - CDB. (D) Títulos Públicos Estaduais de sua carteira. (E) Títulos Públicos Federais de sua carteira. 3

69 Uma empresa de um setor em constante atualização tecnológica deseja adquirir um equipamento mais produtivo para a sua linha de produção. Sabemos que esta empresa é avessa à imobilização. Sabe-se, também, que ela desejaria, através desta aquisição, ter um ganho fiscal máximo. Dadas estas condições, que alternativa de operação, em princípio, seu banco recomendaria? (A) CDC. (B) Compra. (C) Finame. (D) Leasing Financeiro. (E) Leasing Operacional. 4 Nos momentos de crise, com tendência à elevação das taxas de juros, os bancos darão preferência à captação de recursos em CDB: (A) pós-fixado em TR. (B) pós-fixado em TBF. (C) pós-fixado em TJLP. (D) prefixado de prazo curto. (E) prefixado de prazo longo. 5 As aplicações em fundos de investimento de renda fixa têm liquidez diária. Do ponto de vista da propensão ao risco do investidor, certamente tal fato o induz a aplicar em fundos: (A) moderados. (B) menos agressivos. (C) menos conservadores. (D) mais agressivos. (E) mais conservadores. 6 Nas operações de crédito, os bancos, sempre, exigirão garanti-as aos seus devedores. De um modo geral, diante de devedores com diferentes riscos de crédito, como agirão os bancos? (A) Darão preferência às garantias fidejussórias, não dependendo do risco do devedor. (B) Darão preferência às garantias fidejussórias, dependendo do risco do devedor. (C) Darão preferência às garantias reais, não dependendo do risco do devedor. (D) Darão preferência às garantias reais, dependendo do risco do devedor. (E) Serão indiferentes ao tipo de garantia, mas dependendo do risco do devedor. 7 A Cédula de Produto Rural (CPR) é um dos instrumentos de crédito que o Banco do Brasil disponibiliza para determinados pro dutores. Originalmente, em que fase do ciclo produtivo ela é oferecida? (A) Plantio. (B) Custeio. (C) Colheita. (D) Armazenagem. (E) Comercialização.

70

8 Alguns bancos comerciais e/ou bancos múltiplos com carteira comercial, ao receberem depósitos à vista de seus clientes, automaticamente aplicam esses recursos em um tipo de investimento em nome destes mesmos clientes. Podemos concluir que o principal motivo de tal ação é: (A) fidelizar o cliente. (B) evitar o pagamento da CPMF. (C) evitar o recolhimento do Depósito Compulsório. (D) aumentar o volume de recursos aplicados em investimentos. (E) oferecer ganho aos clientes. 9 Um banco concede um ACC a um determinado cliente exporta-dor. Dentro dos corretos parâmetros de gestão bancária, qual deveria ser o funding desta operação? (A) Depósito à Vista. (B) Depósito a Prazo - CDB/RDB. (C) Depósito Interfinanceiro - CDI. (D) Linhas de Financiamento Externas. (E) Linhas de Financiamento Internas. 10 Assinale a forma de pagamento de exportação que representa o maior risco do exportador ou a maior demonstração de confiança deste em relação ao importador. (A) Carta de crédito. (B) Pagamento antecipado. (C) Cobrança a prazo. (D) Cobrança à vista. (E) Remessa sem saque. 11 Um cliente industrial deseja tomar recursos bancários para financiar suas vendas, de forma a otimizar sua receita e suas despesas fiscais. Que produto lhe seria corretamente recomendado? (A) Vendor. (B) CDC com Interveniência. (C) Desconto de Duplicatas. (D) Contrato de Abertura de Crédito Rotativo. (E) Empréstimo para Capital de Giro. 12 Os Fundos de Investimento em Renda Variável, para terem o privilégio da alíquota de 10% de Imposto de Renda sobre ganhos de capital, devem estar aplicados, no mercado à vista de ações, num percentual de: (A) 67% (B) 65% (C) 60% (D) 57% (E) 51% 13 Uma empresa pretende captar recursos para investimento no aumento de sua capacidade de produção, até o limite de seu capital próprio, com a possibilidade de parcelar esta

71 captação de acordo com o ritmo do projeto de investimento, dando como garantia o total de seus ativos. Que alternativa seu banco, em princípio, sugeriria? (A) Debêntures Simples com garantia real. (B) Debêntures Simples com garantia flutuante. (C) Debêntures Simples com garantia subordinada. (D) Securitização de Recebíveis. (E) Commercial Papers. 14 A opção de Put embutida em um título emitido no exterior dá ao investidor, em uma data estabelecida na emissão, o direito de: (A) devolver o título. (B) negociar a prorrogação do prazo de vencimento. (C) negociar a antecipação do prazo de vencimento. (D) negociar a devolução do título. (E) renegociar as taxas com o emissor. 15 A oportunidade para uma operação de financiamento no mercado a termo de ações compra das ações no mercado à vista e subseqüente venda coberta no mercado a termo ocorre quando: (A) a taxa de juros de mercado é maior que a taxa de juros implícita nesta operação. (B) a taxa de juros de mercado é menor que a taxa de juros implícita nesta operação. (C) a taxa de juros de mercado é igual à taxa de juros implícita nesta operação. (D) há uma perspectiva de alta das ações no mercado à vista. (E) há uma perspectiva de baixa das ações no mercado à vista. 16 A entrega ao investidor americano de um American Depositary Receipt (ADR), por um banco depositário nos EUA, pressupõe o depósito de uma determinada quantidade de ações correspondentes em um banco custodiante no Brasil. Os dólares correspondentes à aquisição das ações são registrados no Banco Central e representam dinheiro novo para a empresa emissora quando os ADR são do tipo: (A) Nível I. (B) Nível II. (C) Nível III. (D) Anexo IV. (E) Normas 144A. 17 O titular de uma opção de venda de uma determinada ação assume tal posição porque acredita que essa ação: (A) estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado inferior ao preço de exercício dessa opção. (B) estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado superior ao preço de exercício dessa opção. (C) estará, na data de vencimento da opção, com um preço de mercado igual ao preço de exercício dessa opção. (D) diminuirá seu preço de mercado durante o período de validade da opção, permitindo o exercício antecipado dessa opção.

72 (E) aumentará seu preço de mercado durante o período de validade da opção, permitindo o exercício antecipado dessa opção. 18 Uma operação Box de quatro pontas no mercado de opções é montada a partir de: (A) uma trava de alta com opções de venda e uma trava de baixa com opções de venda. (B) uma trava de alta com opções de compra e uma trava de baixa com opções de compra. (C) uma trava de alta com opções de compra e uma trava de baixa com opções de venda. (D) duas travas de alta com opções de venda. (E) duas travas de alta com opções de compra. 19 Uma operação de arbitragem de preços de um ativo, cotado em dois mercados diferentes, torna-se atrativa quando esses preços: (A) permanecem iguais nas duas praças. (B) igualam-se, após terem estado diferentes nas duas praças. (C) diferenciam-se, após terem permanecido iguais nas duas praças. (D) caem na mesma proporção, após terem permanecido iguais nas duas praças. (E) sobem na mesma proporção, após terem permanecido iguais nas duas praças. 20 Um fundo de investimento em renda fixa, que deseje minimizar seu risco de mercado, deve reduzir suas aplicações em: (A) ações. (B) debêntures conversíveis. (C) títulos pós-fixados. (D) títulos prefixados de curto prazo. (E) títulos prefixados de longo prazo.

FUNDAÇÃO CESGRANRIO CONCURSO DE ESCRITURÁRIO PARA O BANCO DO BRASIL - 31/10/99 PROVA AMARELA CONHECIMENTOS BANCÁRIOS 1 De um modo geral, são os seguintes os fatores que podem influenciar a formação das taxas de juros dos empréstimos concedidos pelas insstituições financeiras: I - custo de funding; II - cunha fiscal; III - estrutura de compulsórios; IV - política cambial; V - spread e custos operacionais ; VI - inadimplência;

73 VII - taxa de câmbio; VIII - política fiscal. No momento atual, entre os fatores acima, podemos selecionar como válidos: (A) I, II, VII e VIII, apenas. (B) I, III, V e VI, apenas. (C) I, III, V e VII, apenas. (D) II, III, V e VI, apenas. (E) IV, VI, VII e VIII, apenas. 2 A um determinado investidor, com perfil de risco conservador, que desejasse aplicar em um fundo de investimento, por um prazo determinado, e que estivesse disposto a arriscar, conservadoramente, no mercado de ações sem, entretanto, sofrer as oscilações negativas deste mercado, seria recomendado o Fundo: (A) Cambial. (B) de Ações. (C) de Derivativos. (D) de Capital Garantido. (E) de Renda Mista (51% em renda fixa e 49% em ações). 3 Os investidores em bolsas de valores são, normalmente, classificados em grupos tais como: I - Fundos de Investimento; II - Fundos de Pensão; III - Instituições Financeiras; IV - Pessoas Físicas; V - Pessoas Jurídicas; VI - Investidores Estrangeiros. Destes investidores, os que NÃO estão isentos da CPMF em suas aplicações são: (A) I, II e III, apenas. (B) I, IV e V, apenas. (C) II, III e IV, apenas. (D) III, IV e V, apenas. (E) IV, V e VI, apenas. 4 Um investidor aplica em um fundo cambial ao longo de um dia de forte desvalorização do real. Para este investidor a forma de aplicação mais vantajosa seria feita considerando a Ptax: (A) de fechamento do dia anterior. (B) de fechamento do dia da aplicação. (C) de abertura do dia da aplicação. (D) do momento da aplicação. (E) média do dia da aplicação. 5 Caso o mercado tome conhecimento, no dia corrente (D), que o Banco Central vai baixar os juros do Selic no dia seguinte (D1) em x%, a tendência da taxa do DI no dia corrente (D), em nossas atuais condições de mercado, será de:

74 (A) queda em um percentual inferior a x. (B) queda em um percentual superior a x. (C) queda em um percentual igual a x. (D) alta em um percentual igual a x. (E) estabilidade. 6 O Convênio de Créditos Recíprocos (CCR) é um mecanismo utilizado pelos países da Associação Latino Americana de Integração (ALADI), que reúne os 11 países do continente com o objetivo de estimular o comércio exterior do bloco. A esse respeito, são feitas as afirmações abaixo. I - Os bancos centrais dos países membros se comprometem a acertar as contas comerciais, entre seus países, pelo saldo a cada trimestre. II - Há uma facilidade nas transações, e é reduzida a quantidade de dinheiro envolvida. III - Há a necessidade da emissão de uma carta de crédito no exterior para garantir o pagamento. IV - O mecanismo diminui os riscos das operações sem prejudicar o comércio. Dessas afirmações, enquadram-se no conceito do CCR: (A) I e II, apenas. (B) I e III, apenas. (C) II e III, apenas. (D) II e IV, apenas. (E) III e IV, apenas. 7 Após a adoção do regime de câmbio flutuante e diante de outras decisões tais como a da Meta de Inflação, é lícito afirmar que o cupom cambial deixou de governar a política monetária do País. Em decorrência disso: (A) é importante atrair recursos externos de curto prazo. (B) é preciso aumentar as reservas em dólares do País. (C) foi facilitada a arbitragem das taxas de juros internas e externas. (D) minimizam-se as razões objetivas para o aumento da taxa Selic. (E) há dificuldades para financiar o balanço de pagamentos em 99. 8 Um casal cadastrado, com seus respectivos CPFs, em um determinado banco, possui, em certa data, neste estabelecimento, a seguinte posição de saldos: - Conta corrente conjunta R$ 30.000,00; - Caderneta de poupança R$ 30.000,00. Caso este banco sofra uma intervenção nesta mesma data, o casal terá, pelo FGC, a garantia para recuperar de seus saldos o valor, em reais, de: (A) 20.000,00 (B) 30.000,00 (C) 40.000,00 (D) 50.000,00 (E) 60.000,00 9

75 No mercado internacional, que produto de financiamento seria recomendado para financiar, a médio prazo, o pós-embarque de uma exportação de bens de capital para um país considerado como um alto risco de crédito? (A) ACE. (B) ACC. (C) Forfaiting. (D) Supplier’s Credit. (E) Export Note. 10 Em um dado momento do dia X, as cotações em Nova York (NY) e Frankfurt (FK) para o marco alemão (DM) e o dólar (US$) são: Nova York, US$ 0,30 = DM 1,00 Frankfurt, DM 1,00 = US$ 0,32 Para obter um ganho através de uma arbitragem direta, um operador internacional deverá comprar _____ em _____ e remetê-los para _____________ . Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas acima. (A) US$ / FK / NY (B) US$ / NY / FK para comprar DM (C) DM / NY / FK (D) DM / NY / FK para comprar US$ (E) DM / FK / NY para comprar US$ 11 Se quisermos definir a associação entre o custo de carregamento de um título público e o seu PU, a melhor conceituação será o PU: (A) de mercado. (B) da curva. (C) da abertura. (D) do lançamento. (E) do fechamento. 12 De quantos dias será o prazo de carência a que terá de se sujeitar um investidor que deseje aplicar em um CDB pós-fixado pela TBF? (A) 10 (B) 30 (C) 60 (D) 90 (E) 120 13 Um banco comercial negocia com uma loja de eletrodomésticos uma linha de financiamento para a aquisição de bens de consumo duráveis por seus clientes. O produto bancário a ser oferecido caracteriza um: (A) CDC. (B) CDCI. (C) CABCR. (D) Crédito pessoal. (E) Contrato de Mútuo.

76

14 Uma instituição que deseje captar recursos no exterior e, ao mesmo tempo, pretenda obter como taxa de remuneração para seus papéis um valor previamente definido de acordo com as ofertas de seus investidores, optará por um modelo de underwriting do tipo: (A) Garantia Firme. (B) Book Building. (C) Best Efforts. (D) Stand By. (E) ADR. 15 O limite, em reais, do PLE de um banco, cujo Apr total é de R$ 6 bilhões e o somatório do RCD monta a R$ 0,6 bilhões, deverá ser, em conformidade com o Acordo de Basiléia, de: (A) 0,60 bilhões. (B) 0,68 bilhões. (C) 0,78 bilhões. (D) 0,84 bilhões. (E) 0,99 bilhões. 16 Uma determinada empresa captou recursos externos financiados a uma taxa de juros flutuante. Seu administrador financeiro teme que o aumento desta taxa para um determinado nível prejudique o fluxo de caixa da empresa. Tem, entretanto, uma dificuldade momentânea de caixa que dificulta seus desembolsos. Que produto você recomendaria a esta empresa? (A) Collar. (B) Floor. (C) Cap. (D) Swap. (E) Forward. 17 Um investidor está diante de algumas alternativas de investimento. Todas apresentam o mesmo risco de crédito, mas têm rentabilidade e volatilidade históricas diferentes, conforme a tabela abaixo. Investimento Alfa Beta Gama Delta Ômega Rentabilidade( %) 2,8 3,0 3,2 3,2 3,6 Volatilidade 0,3 0,4 0,5 0,6 0,7

Considerando que sua base de decisão é o índice Sharpe, o investimento a ser escolhido será: (A) Alfa.

77 (B) Beta. (C) Gama. (D) Delta. (E) Ômega. 18 Uma operação que envolva a compra de uma opção de compra de valor de exercício maior e a venda de uma opção de compra de valor de exercício menor, ambas para o mesmo ativo e para o mesmo vencimento, caracteriza que a estratégia que se deseja fazer com este ativo é uma: (A) trava de baixa. (B) trava de alta. (C) operação de renda fixa. (D) operação de arbitragem. (E) operação de financiamento. 19 Um determinado banco, após realizar o cálculo de sua exigibilidade compulsória no depósito à vista, obteve o valor de R$ 100.000,00 como o seu VSR para o período seguinte de cumprimento, composto de 5 dias úteis. Supondo que nos 4 primeiros dias tenha mantido uma média de exigibilidade de R$ 80.000,00, que valor terá de recolher, em reais, no último dia do período, de forma a não ser penalizado pelo Bacen? (A) 20.000,00 (B) 40.000,00 (C) 80.000,00 (D) 100.000,00 (E) 120.000,00 20 Na BM&F negociam-se contratos futuros de diversos tipos de ativos. Para que novos contratos futuros de um determinado ativo sejam negociados com sucesso, algumas condições necessárias, embora não suficientes, devem ser atendidas. Entre essas condições NÃO se inclui a(o): (A) pulverização do seu mercado. (B) facilidade de padronização. (C) estabilidade dos preços. (D) participação atuante dos envolvidos no mercado físico. (E) controle governamental. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FORTUNA, Eduardo. Mercado Financeiro – Produtos e Serviços. Rio de Janeiro – RJ:Saraiva, 2003 - 15ª. Ed. – 3ª. Reimpressão. RATTI, Bruno – Comércio Internacional e Câmbio – 10ª. Edição – Aduaneiras – 2001. GAGGINI, Fernanco Schwarz – Guia do Pequeno Investidor. São Paulo – SP: Editora

78 STS Publicações e Serviços Ltda., 1999. TOLEDO FILHO, Jorge Ribeiro de – Introdução ao Mercado de Capitais Brasileiro – São Paulo – SP: Editora Lucre, 1997 - 2ª. Ed. SILVA, Luiz Maurício da – Mercado de Opções – Conceitos e Estratégias – Rio de Janeiro – RJ: Editora Halip, 1999 - 2ª. Ed. BERCHIELLE, Francisco O. – Economia Monetária – São Paulo – SP: Editora Saraiva, 2000 NOVO CÓDIGO CIVIL – Lei 10.406/02 – José Guilherme Soares Filho – DP&A Editora VAZQUEZ, José Lopes – Comércio Exterior Brasileiro – SISCOMEX, 5ª. Edição, Atlas Editora. DINIZ, Maria Helena. Dicionário Jurídico. São Paulo: Saraiva, 1998. DINIZ, Maria Helena. Código Civil Anotado. São Paulo: Saraiva, 1995. COELHO, Fábio Ulhoa. Manual de Direito Comercial. 11ª ed., São Paulo: Saraiva, 1999. DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro 2°.vol. - 9ª. ed. e 3°. vol. - 10ª. ed., São Paulo: Saraiva, 1995. SILVA, de Plácido e. Vocabulário Jurídico – vol. III -12ª. ed., Rio de Janeiro: Forense, 1993. REQUIÃO, Rubens. Curso de Direito Comercial - 1°. e 2°.vol.- 23ª. ed., São Paulo: Saraiva, 1998. MARTINS, Fran. Títulos de Crédito - 1°. e 2°.vol.- 10ª. ed., Rio de Janeiro: Forense, 1997. WILSON, J. e outros, Apostila da VEST CON – Conhecimentos Específicos – Conhecimento de Serviços Bancários, Brasília – DF FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. 2ª. ed.,Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986 DÓRIA, Dylson. Curso de Direito Comercial - 1°.vol.- 9ª. ed., São Paulo: Saraiva, 1994. FÜHRER, Maximilianus Cláudio Américo. Coleção Resumos – volumes 1, 2 e 3, São Paulo: Malheiros.

79 OLIVEIRA, Juarez de. Série Legislação Brasileira – Lei das Sociedades Anônimas 12ª. ed., São Paulo: Saraiva, 1991. FLEURY, Eduardo, Apostilas SOLUÇÃO – Conhecimentos Bancários, São Paulo – SP – 1999 ANDRÉ, Antônio, Concurso Banco do Brasil – Conhecimentos Bancários, Rio de Janeiro – RJ - 1999 COVELLO, Sergio Carlos. Contratos Bancários - 3ª. ed., São Paulo: Livraria e Editora Universitária de Direito, 1999. JACINTO, Roque. Contabilidade Bancária - 1ª. ed., São Paulo: editora Ática, 1987 BEI COMUNICAÇÃO – Como Cuidar do Seu Dinheiro – Coleção entenda e aprenda 2000 PARE E PENSE QUANTOS AMIGOS SEUS SÃO TÃO MEDÍOCRES E FORAM APROVADOS EM CONCURSOS PÚBLICOS. ELES DESCOBRIRAM O QUE VOCÊ AINDA NÃO DESCOBRIU. A CHAVE DOS CONCURSOS É ESTUDAR. SÓ!!! VÁ!! TENTE NOVAMENTE!!! PROVE O SABOR DA VITÓRIA!! Prof. Cabral

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->