P. 1
Apostila de Mecanica Dos Solos

Apostila de Mecanica Dos Solos

4.67

|Views: 38.415|Likes:
Publicado porGanderlan

More info:

Published by: Ganderlan on Jul 14, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/30/2015

pdf

text

original

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas
CEFET-RS
Curso Técnico de Edificações

Mecânica dos Solos

Módulo Geral 1
Compilação: Cristiane Salerno Schmitz

ÍNDICE

1. ORIGEM E NATUREZA DOS SOLOS___________________________________1

1.1 A Mecânica dos Solos na Engenharia Civil ___________________________1
1.2
As partículas constituintes dos solos_________________________________2

1.2.1

A origem dos solos____________________________________________2

1.2.2

Classificação dos solos pela sua origem____________________________3

1.2.3

Solos orgânicos_______________________________________________4

1.2.4

Tamanho das partículas________________________________________5

1.2.5

Constituição mineralógica______________________________________6

1.2.6

Solos lateríticos______________________________________________8

1.3 Estrutura_______________________________________________________9

2. O ESTADO DO SOLO_______________________________________________11

2.1 Índices físicos entre as três fases ___________________________________11
2.2
Cálculo dos índices de estado______________________________________14

3. IDENTIFICAÇÃO DOS SOLOS POR MEIO DE ENSAIOS________________17

3.1 Analise granulométrica __________________________________________17
3.2
Índices de consistência (Limites de Atterberg) _______________________20
3.3
Atividade das Argilas____________________________________________22
3.4
Emprego dos índices de consistência _______________________________23

4. ESTADO DAS AREIAS – COMPACIDADE______________________________24
5.
ESTADO DAS ARGILAS – CONSISTÊNCIA____________________________26

5.1 Sensitividade das argilas _________________________________________26
5.2
Índice de consistência____________________________________________28

6. IDENTIFICAÇÃO TÁTIL-VISUAL DOS SOLOS_________________________30
7.
COMPRESSIBILIDADE_____________________________________________32

7.1 Introdução_____________________________________________________32
7.2
Analogia da Mecânica de Terzaghi_________________________________32
7.3
Compressibilidade dos Terrenos Pouco Permeáveis (Argila) ___________33
7.4
Compressibilidade dos Terrenos Permeáveis (Areia e Pedregulho) ______33

8 RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO__________________________________34

8.1 Atrito _________________________________________________________34
8.2
Coesão ________________________________________________________36

9. CLASSIFICAÇÃO DOS SOLOS_______________________________________38

9.1 A importância da classificação dos solos ____________________________38
9.2
Classificação Unificada __________________________________________39
9.3
Sistema Rodoviário de Classificação _______________________________44

2

9.4 Classificações regionais __________________________________________45

3

ÍNDICE DE FIGURAS

Figura 1.1 – Perfil de solo residual de decomposição de gnaisse (Vargas, 1981)______3
Figura 1.2 – Estrutura de uma camada de caulinita; (a) atômica, (b) simbólica_______7
Figura 1.3 – Estrutura simbólica de minerais com camada 2:1; (a) esmectita com duas
camadas de moléculas de água, (b) ilita_______________________________________8
Figura 1.4 – Exemplo de estruturas de solos sedimentares; (a) floculada em água
salgada, (b) floculada em água não salgada, (c) dispersa (Mitchel, 1976)___________10
Figura 1.5 – Exemplo de estrutura de solo residual, mostrando micro e macroporos__10
Figura 2.1 – As fases do solo; (a) no estado natural, (b) separadas em volumes, (c) em
função do volume dos sólidos______________________________________________11
Figura 2.2 – Esquema de determinação do volume do peso específico dos grãos_____13
Figura 3.1 – Exemplo de curva de distribuição granulométrica do solo____________17
Figura 3.2 – Esquema representativo da sedimentação_________________________18
Figura 3.3 – Curvas granulométricas de alguns solos brasileiros_________________19
Figura 3.4 – Limites de Atterberg dos solos___________________________________21
Figura 3.5 – Esquema do aparelho de Casagrande para determinação do LL_______21
Figura 4.1 – Exemplos de formato de grãos de areia___________________________24
Figura 4.2 – Comparação de compacidades de duas areias com e=0,65____________25
Figura 5.1 – Resistência de argila sensitiva, indeformada e amolgada_____________27
Figura 5.2 – Comparação de consistências de duas argilas______________________28
Figura 7.1 – Analogia mecânica para o processo de adensamento, segundo Terzaghi_32
Figura 7.2 – Camada de argila limitada em uma (a) e duas faces (b) por camada
drenante_______________________________________________________________33
Figura 8.1 – Esquemas referentes ao atrito entre dois corpos____________________35
Figura 8.2 – Transmissão de forças entre partículas de areias e de argilas__________36
Figura 8.3 – Representação da envoltória de ruptura de Coulomb________________37
Figura 9.1 – Granulometrias de areia bem graduada e mal graduada______________40
Figura 9.2 – Curvas granulométricas com diferentes coeficientes de curvatura______41
Figura 9.3 – Carta de Plasticidade__________________________________________42
Figura 9.4 – Classificação dos solos finos no Sistema Rodoviário_________________44

4

ÍNDICE DE TABELAS

Tabela 1.1 – Limites das frações de solo pelo tamanho dos grãos__________________6
Tabela 4.1 – Valores típicos de índices de vazios de areias_______________________25
Tabela 4.2 – Classificação das areias segundo a compacidade____________________25
Tabela 5.1 – Consistência em função da resistência à compressão________________26
Tabela 5.2 – Classificação das argilas quanto á sensitividade____________________27
Tabela 5.3 – Estimativa da consistência pelo índice de consistência_______________29
Tabela 9.1 – Terminologia do Sistema Unificado______________________________39
Tabela 9.2 – Esquema para classificação pelo Sistema Unificado_________________43
Tabela 9.3 – Esquema para classificação pelo Sistema Rodoviário________________45

5

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->