Você está na página 1de 2

FACULDADE NOVAUNESC

ISANNARA FERNANDES






RESUMO DO ARTIGO:
Aproximaes tericas acerca da Vigilncia a Sade: um horizonte para a integralidade.













TERESINA-PI
FARIA LS, BERTOLOZZI MR. Aproximaes tericas acerca da Vigilncia a Sade: um
horizonte para a integralidade. Acta Paul Enferm. 2009;22(4):422-7.
O artigo busca identificar como esto postos os conceitos de vigilncia na literatura
cientfica nacional e latino-americana e verificar o quanto as proposies encontradas se
articulam no sentido de contribuir para uma prtica integral de ateno a sade. A consulta
literatura cientfica evidencia vrias definies para o termo vigilncia a sade. Utilizou-se a
base de dados LILACS(54 estudos) e MEDLINE(130 estudos), os estudos foram selecionados
aps leitura dos resumos e dos artigos na ntegra. Aps analisado a bibliografia verificou-se
que progressivamente amplia-se e redefine-se o objeto da vigilncia epidemiolgica, expressa
por diferentes autores, sob diversas vertentes e terminologias, mas mantendo o eixo comum
pautado na Epidemiologia.
A vigilncia a sade proposta como instrumento de interveno sobre os
determinantes do processo sade-doena que incidem nos grupos populacionais de dado
territrio adstrito ao distrito sanitrio, para a reorganizao das praticas de sade. a vigilncia
a sade incorpora a vigilncia ambiental como uma nova rea que no permanece
necessariamente institucionalizada, apresentando-se como um campo de atuao
multidisciplinar, entre os estudos dedicados a estruturao de instrumentos para a vigilncia a
sade, apresentam-se investigaes que se valem da defesa do uso da Epidemiologia, por
meio da anlise de indicadores demogrficos, sociais, econmicos e de sade nos servios. O
conceito de redes sociais tambm incorporado a rea de vigilncia a sade, compreendendo
o processo sade-doena nas coletividades e transcendendo as aes burocrticas para
alcanar um processo que envolve a participao da populao, do governo, de organizaes
civis e cientficas.
O conceito de vigilncia a sade vem sendo desenvolvido e aprimorado. Identificam-se
potencialidades na proposio da vigilncia a sade que superam o modelo mdico assistencial
tradicional e a fragmentao das praticas de vigilncia, o enriquecimento das tcnicas de
trabalho em sade no plano intersetorial.