P. 1
Apostila de Agenciador de Empréstimos Consignados

Apostila de Agenciador de Empréstimos Consignados

|Views: 3.934|Likes:
Publicado porWilson Mathias

More info:

Published by: Wilson Mathias on Aug 21, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/22/2013

pdf

text

original

Apostila de Agenciador de Empréstimos Consignados

Entre os principais deles estão o Crédito Direto ao Consumidor – CDC e o Crédito Consignado. Quem tem direito de solicitar o Empréstimo Consignado? Os principais bancos que oferecem este produto. Existem diversos produtos no mercado que buscam atender pessoas em dificuldades financeiras. que visa atender a uma clientela que tem garantias para oferecer. Serão mostrados aqui os passos iniciais de quem entra neste mercado. . Os termos e cálculos utilizados. antes mesmo do pagamento entrar na conta bancária. Este profissional tem a missão de buscar soluções financeiras de baixo custo para seus clientes.Você tem em mãos uma cartilha básica de uma nova profissão: O Agenciador de Empréstimos Bancários Consignados (“Corretor de Empréstimos”). e são debitadas diretamente da fonte pagadora. Os principais tópicos abordados serão: • • • • • O que são juros? As modalidades de financiamento. O produto com o qual trabalharemos é o Empréstimo Consignado. pois as parcelas do empréstimo são vinculadas ao salário da pessoa.

.00. estará devendo R$ 105. São consideradas as informações cadastrais fornecidas pelo cliente no momento da abertura da conta. a eventos festivos. computador. Juros: Entendendo como Eles Funcionam Os juros determinam o “preço do dinheiro” cobrado por quem o possui. todo o produto ou serviço que adquirimos possui um custo. eletrodomésticos. são os dois últimos fatores que mais pesam na hora de compor a taxa de juros. acidentes domésticos ou automobilísticos. o O prazo do pagamento. como renda e patrimônio. Existem três fatores que influenciam diretamente a Taxa de Juros de um empréstimo: o Os índices de inflação da economia. o Os riscos de inadimplência. Para que você entenda melhor. Como os índices da inflação brasileira estão estáveis. moto.00. e com o dinheiro não é diferente. quando você for pagá-lo. sejam estes relacionados a doenças. ou seja. mas diz que vai cobrar juros de 5% ao mês. Por exemplo: você pede emprestado a um amigo R$ 100.00 a mais. a taxa de juros equivale ao retorno que o tomador do empréstimo promete para quem empresta o dinheiro. passa a ter direito a uma taxa de retorno. Normalmente quem precisa de empréstimos está em momentos de dificuldades. além do tempo de relacionamento com o banco. 5% sobre o valor emprestado. casamentos. como aniversários. para compra de bens duráveis. Juro é o custo do dinheiro. O Processo de Análise de Crédito Toda instituição financeira utiliza uma metodologia própria para analisar a capacidade de crédito de seus clientes. Ele empresta.00 naquele determinado momento. o prazo do pagamento é normalmente acordado entre quem empresta e quem solicita o empréstimo.O que são os Juros? Respondendo de uma maneira simplificada. Um mês depois. de onde se observa que quanto maior for o risco de inadimplência maior será a taxa de juros oferecida. para ter os R$ 100. Já nos investimentos você é quem empresta o dinheiro para um banco ou uma empresa. falecimentos. os apontamentos junto à Serasa e ao SPC. desemprego. você acordou com seu amigo que lhe pagaria R$ 5. que geralmente considera sua capacidade financeira e seu histórico de relacionamento. Ou seja. ou por descontrole financeiro. viagens. No crédito. como carro.

são acertados logo no início da operação e a pessoa sabe de quanto será cada prestação. Nas operações com taxas de juros pós-fixadas. menos comuns. O valor a ser pago só é conhecido no vencimento. ou com base em índice de inflação. como o IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado). .Os Tipos de Juros Na maioria das operações de crédito. quando o credor aplica sobre o valor da dívida uma taxa de correção com base em juros. ou seja. como a TR (Taxa Referencial). os juros são prefixados. a situação é inversa.

então ele deve sempre buscar a solução mais eficaz para o seu problema.5% . Taxa Média: 6% a 9.6% a 2. que receberá seu salário já deduzido da prestação devida ao banco ou financeira.As modalidades de crédito e financiamento Modalidades de Crédito: O cliente deve ter em mente que existem no mercado diversos produtos. Quando usar? Para antecipar compras ou cobrir débitos e na renegociação ou amortização de dívidas. Quando usar? Para antecipar uma compra ou cobrir um débito. para aumentar os prazos de pagamento. é fundamental que o cliente escolha a modalidade que melhor atende as suas necessidades.9% (máximo permitido por lei) Crédito Pessoal O que é? É um tipo de empréstimo onde o dinheiro é colocado à disposição do correntista. Vamos apresentar os tipos e características das linhas de crédito mais comuns no mercado financeiro. na renegociação ou amortização de dívidas. Principais Produtos oferecidos pelo Mercado Crédito Consignado com Desconto em Folha O que é? É uma modalidade de empréstimo pessoal. Taxa Média: 1. O valor contratado é creditado diretamente em conta corrente e o pagamento é feito em parcelas mensais. Ao contratar uma operação de crédito. com os descontos das prestações sendo feito diretamente na folha de pagamento do trabalhador. utilizando a possibilidade de aumentar prazos e/ou substituir uma taxa de juros mais elevada. reduzir as prestações mensais e/ou oferecer garantias para reduzir o custo do empréstimo. que pode utilizá-lo conforme as suas necessidades.

que os utiliza livremente. pagando um valor entre o mínimo e o total da fatura e financiando o restante. A operação de crédito com cartão acontece no instante em que seu dono: • Faz saques. como alternativa para aqueles pequenos buracos que aparecem no orçamento.Cheque Especial O que é? É um limite de crédito automático que o banco concede ao correntista. por exemplo. Se existe a consciência de que se precisará utilizar esse dinheiro por prazos maiores. . pois você ganha alguns dias e concentra os pagamentos em uma única data. O valor contratado é creditado em conta corrente. Taxa média: 10% a 15% am Cartão de Crédito O que é? É um instrumento de pagamento com limite de crédito para saques e compras de bens e serviços em estabelecimentos. Quando usar? Para parcelar a compra de um bem ou serviço sem burocracia. Em compras à vista. • Utiliza o crédito rotativo. Muito parecido com o Crédito Pessoal. para cobrir um cheque quando se sabe que terá dinheiro em alguns dias ou em prazos curtos. Taxa média: 13% a 18% am Microcrédito O que é? É um empréstimo em que os recursos são colocados à disposição do correntista. mas se destina aos Empreendedores Individuais. • Parcela o pagamento da fatura. o ideal é utilizar o cartão de crédito. como. é melhor optar por alternativas que ofereçam taxas menores. Quando usar? Apenas em situações de emergência. acertado previamente. e que é acionado sempre que a conta corrente necessita de fundos. • Realiza compras parceladas.

permitindo o aumento da geração de trabalho e da renda por meio de uma operação de crédito com baixa taxa de juros.5% a 2% am . Taxa média: 0.Quando usar? Indicado para empreendedores.

Em função de acordos entre as fontes pagadoras e as financeiras. . das três esferas de governo (Obs. tem direito de solicitar está modalidade de empréstimo: • • Aposentados e Pensionistas do INSS Militares da União o Aeronáutica o Exército o Marinha • • Funcionários Civis da União (Consultar o órgão de origem). Funcionários da Prefeitura de Duque de Caxias (Consultar o órgão de origem).Quem tem direito de solicitar o Empréstimo Consignado? O empréstimo consignado oferece as menores taxas por ser a mais garantida entre todas as modalidades disponíveis. o risco de inadimplência fica muito baixo. Esta garantia está vinculada aqueles que podem solicitar este tipo de financiamento. os aposentados e pensionistas. É necessário consultar a fonte pagadora para conceder o empréstimo). ou seja. todos que possuem a garantia de não perder a sua renda. Ou seja. Como os pagamentos das parcelas dos empréstimos são debitados em folha. além dos servidores públicos concursados. civis e militares. Militares do Governo do Estado do Rio de Janeiro o Bombeiros o Policiais • • Funcionários Civis do Estado do Rio de Janeiro (Consultar o órgão de origem).

Os principais bancos que oferecem este produto .

36. Fator: É o índice utilizado para descobrir o montante a ser recebido pelo cliente. menor o fator usado. Vale observar também que esta é uma atividade remunerada pela produção realizada.Os termos e cálculos utilizados Para realizarmos nosso trabalho precisamos nos familiarizar com alguns termos que serão de vital importância no desenvolvimento de nosso trabalho: • Margem Consignável: Percentual disponibilizado para ser usado para empréstimos. o cliente pode solicitar o refinanciamento da dívida. • • Valor creditado (VC): É o valor que o cliente tem direito de receber após e operação de empréstimo. pensionista ou aposentado. Margem de Cartão: Percentual disponibilizado para ser usado para a confecção de cartão de crédito com débito em conta. maiores os ganhos do agenciador. o Empréstimo Novo: É aquele feito quando o cliente nunca fez empréstimos consignados ou quando o beneficiário recebe um reajuste de salário que abre uma nova margem em seu contra-cheque. e maior o valor creditado para o cliente. A margem destinada pela fonte pagadora com esta finalidade corresponde a 10% dos vencimentos do funcionário público. onde VP é o valor da parcela multiplicado pelo número de parcelas em aberto (ainda não pagas). onde o banco calcula o valor que seria emprestado ao cliente caso a operação fosse de um empréstimo novo. • • • . onde o cliente pode sacar um percentual do limite de crédito concedido. pensionista ou aposentado. Para se descobrir este montante usa-se a seguinte fórmula: SD = VP * NPA. Os prazos usualmente disponibilizados são 12. Deve-se observar que para efeitos práticos. Para se descobrir este valor usa-se a seguinte fórmula: VC = MR/Fator. e subtrai deste valor o saldo devedor que o cliente ainda tem com o banco. Como a margem já está disponibilizada de um valor para pagamento de parcelas da divida. 59 e 60 meses. A margem destinada pela fonte pagadora com esta finalidade corresponde a 30% dos vencimentos do funcionário público. os juros que incidem sobre esta operação são aqueles praticados pelas operadoras de cartão de crédito. após o um determinado número de meses. e varia em função de muitos fatores: o Prazo do Empréstimo: Quanto maior o tempo de duração do contrato. Averbação: É o ato da empresa de empréstimos consignado de solicitar ao órgão pagador que aceite para análise o proposta de financiamento do cliente. emprestando ao cliente a diferença. 48. o Refin: É o refinanciamento de uma dívida. Isso significa que quanto maior for o prazo do empréstimo. Saldo Devedor (SD): É o valor que o cliente tem que pagar ao banco após a operação de empréstimo consignado. 24.

se ele quiser fazer um empréstimo em 36 meses.04498.32. de 25%. ou seja. pelo banco X.00. o fator a ser aplicado é 0. e vai usar integralmente este valor para quitar uma divida com seu cartão de crédito.42.04498 = R$ 4. Se o empréstimo fosse no prazo de 60 meses. Assim. Neste exemplo. .32 e a sua comissão.03529 = 5.83. A sua comissão neste exemplo seria de 5%. o fator poderia ser de 0.667. 200/0.• Exemplos: Um servidor do estado do Rio de Janeiro tem uma margem consignada disponível de R$ 200. R$ 222.03529. os valores seriam: 200/0. seria de 1416.446.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->