P. 1
Exer Resolv Calculo Financeiro

Exer Resolv Calculo Financeiro

1.0

|Views: 17.916|Likes:
Publicado porOsvaldo Dombo

More info:

Published by: Osvaldo Dombo on Sep 07, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/07/2014

pdf

text

original

Vinte problemas resolvidos de Juros Simples

1 - Calcular os juros simples produzidos por $40.000,00, aplicados à taxa de 36% a.a. , durante 125 dias. SOLUÇÃO: Temos: j = P.i.n A taxa de 36% a.a. equivale a 0,36/360 dias = 0,001 a.d. Agora, como a taxa e o período estão referidos à mesma unidade de tempo, ou seja, dias, poderemos calcular diretamente: j = 40000.0,001.125 = $5000,00 2 - Um empréstimo de $8.000,00 rendeu juros de $2.520,00 ao final de 7 meses. Qual a taxa de juros do empréstimo? SOLUÇÃO: Temos: j = Pin ; 2520 = 8000.i.7; Daí, vem imediatamente que i = 2520 / 8000.7 Então, i = 0,045 a.m = 4,5% a.m. 3 - Qual o capital que aplicado a juros simples de 1,2% a.m. rende $3.500,00 de juros em 75 dias? SOLUÇÃO: Temos imediatamente: j = Pin ou seja: 3500 = P.(1,2/100).(75/30) Observe que expressamos a taxa i e o período n em relação à mesma unidade de tempo, ou seja, meses. Logo, 3500 = P. 0,012 . 2,5 = P . 0,030; Daí, vem: P = 3500 / 0,030 = $116.666,67 4 - Por quanto tempo um capital de $11.500,00 foi aplicado para que rendesse $1.725,00 de juros simples, sabendo-se que a taxa de juros de mercado é de 4,5% a.m.? SOLUÇÃO: j = Pin 1725 = 11500.(4,5/100).n 1725 = 11500.0,045.n = 3,3333... meses = 3 meses + 0,3333...de um mês = 3 meses + 1/3 de um mês = 3 meses e 10 dias. 5 - Que capital produziu um montante de $20.000,00, em 8 anos, a uma taxa de juros simples de 12% a.a.?

SOLUÇÃO: Temos: M = P(1 + in). 20000 = P.(1 + 0,12.8) = 1,96.P, de onde tiramos P = $10.204,08 6 - Calcule o montante resultante da aplicação a juros simples de $70.000,00 à taxa de 10,5% a.a. durante 145 dias. SOLUÇÃO: M = P(1 + in) M = 70000[1 + (10,5/100).(145/360)] = $72.960,42 Observe que expressamos a taxa i e o período n, na mesma unidade de tempo, ou seja, anos. Daí ter dividido 145 dias por 360, para obter o valor equivalente em anos, já que um ano comercial possui 360 dias. 7 - A que taxa mensal o capital de $38.000,00 produzirá o montante de $70.300,00 em 10 anos, num regime de capitalização simples? SOLUÇÃO: M = P(1 + in) 70300 = 38000.(1 + i.10), de onde vem: 70300/38000 = 1 + 10.i 1,85 - 1 = 10.i, de onde vem: i = 0,85/10 = 0,085 a.a. = 8,5% a.a. Para achar a taxa mensal, basta dividir por 12 meses, ou seja: i = 0,085 / 12 = 0,007083 = 0,7083 % a.m. 8 - Um capital é aplicado a juros simples de 5% ao semestre (5 % a.s.), durante 45 dias. Após este prazo, foi gerado um montante de $886.265,55. Qual foi o capital aplicado? SOLUÇÃO: Lembrando que a taxa i e o período n têm de ser expressos relativo à mesma unidade de tempo, vem: 886265,55 = P[1 + (5/100).(45/180)], de onde tiramos P = $875.324,00 Nota: Como a taxa i está relativa ao semestre, dividimos 45 dias por 180 dias, para expressar o período n também em semestre. Lembre-se que 180 dias = 1 semestre. 9 - Que capital aplicado num regime de capitalização simples a 3% ao bimestre (3% a.b.), por um prazo de 75 dias, proporcionou um montante de $650.000,00? SOLUÇÃO: M = P(1+ in) 650000 = P[1 + (3/100).(75/60)] , de onde tiramos P = $626.506,02 Nota: observe que dividimos 75 dias por 60 dias, para expressá-lo em bimestres, já que 1 bimestre = 60 dias. 10 - Um capital de $5.380,00 aplicado por 3 meses e 18 dias, rendeu $1839,96 de juros ao final do período. Qual a taxa mensal de juros simples?

SOLUÇÃO: j = Pin 1839,96 = 5380.i.108, pois 3 meses e 18 dias = 3.30 + 18 = 108 dias. Logo, i = 1839,96 / 5380.108 = 0,003167 a.d. = 0,3167% a.d. Para obter a taxa mensal, basta multiplicar por 30 dias, ou seja: i= 0,3167% .30 = 9,5% a.m. 11 - Um capital P foi aplicado a juros simples de 15% ao bimestre (15% a.b.), por um prazo de 5 meses e 13 dias e, após este período, o investidor recebeu $10.280,38. Qual o valor P do capital aplicado? SOLUÇÃO: M = P(1 + in) Temos: 15% a.b. = 0,15 a.b. = 0,15/60 = 0,0025 a.d. = 0,25% a.d. (a.d. = ao dia) 5 meses e 13 dias = 5.30 + 13 = 163 dias. Logo, como i e n estão referidos à mesma unidade de tempo, podemos escrever: 10280,38 = P(1 + 0,0025.163), de onde tiramos P = $ 7.304,00 12 - Obteve-se um empréstimo de $10.000,00 , para ser liquidado por $14.675,00 no final de 8 meses e meio. Qual a taxa de juros anual simples cobrada nessa operação? SOLUÇÃO: 8 meses e meio = 8.30 + 15 = 255 dias. Teremos, então: M = P(1 + in) 14675 = 10000(1 + i.255), de onde vem: 14675/10000 = 1 + 255.i 1,4675 = 1 + 255.i 0,4675 = 255.i i = 0,001833 a.d. = 0,1833% a.d. Multiplicando por 360, obteremos a taxa anual: i = 0,001833.360 = 0,66 a.a. Ou expressando em termos de porcentagem, i = 0,66.100 = 66% a.a. 13 - Em quanto tempo um capital aplicado a juros simples de 48% a.a. dobra o seu valor? SOLUÇÃO: M = P(1 + in) Fazendo M = 2P e substituindo os valores conhecidos, vem: 2P = P[1 + (48/100).n] Simplificando, fica: 2 = 1 + 0,48.n 1 = 0,48.n, de onde tiramos n = 2,088333... anos Para obter o período em meses, devemos multiplicar o valor acima por 12 ou seja: n = 2,088333... x 12 = 25 meses. 14 - Determinar o capital necessário para produzir um montante de $798.000,00 no final de um ano e meio, aplicado a uma taxa de juros simples de 15% ao trimestre (15% a.t.).

000. a) valor atual do título hoje: M = P(1 + in) 15000 = P(1 + 0. se 6 meses antes do vencimento da dívida. 15000 = P(1 + 0. Quanto Carlos poderia aceitar. Valor atual = é o valor que um compromisso possui em uma data que antecede ao seu vencimento.5] = $639.718.João tomou emprestado $20.615. Portanto: 798000 = P[1 + (15/100) . de onde tiramos P = $420. 6]. de onde tiramos P = $11. à taxa de juros simples de 5. Valor futuro = é o valor que um compromisso possui em uma data posterior ao seu vencimento.02333 a.000.51 17 . M = 450000[1 + (5.000. de onde tiramos P = $9.00 de Carlos para pagá-lo após 2 anos.28/12 = 0. A taxa acertada de juros simples foi de 30% a.000.1 = 1 ano para o vencimento).2). SOLUÇÃO: Vale aqui. .02333). definir valor atual . m.a.SOLUÇÃO: M = P(1 + in) Temos: n = 1 ano e meio = 18 meses = 18/3 = 6 trimestres.a.28. ? .75 c) valor atual do título 4 meses antes do vencimento: n = 4meses e i = 0. SOLUÇÃO: M = P(1 + in) 225 dias = 225/30 = 7.38 b) valor atual do título daqui a um ano: n = 1 ano (faltam 2 . de onde tiramos P = $13. João quisesse resgatá-la e se nesta época o dinheiro valesse 25% a. qual o valor atual deste título nas seguintes datas: a) hoje b) daqui a um ano c) 4 meses antes do vencimento.00 15 .Se possuo um título com valor nominal de $15.7.00 com vencimento daqui a 2 anos e a taxa de juros simples corrente é de 28% a.1).).0.6% ao mês (5.000.00 16 . . Valor nominal = é quanto vale um compromisso na sua data de vencimento.a. 15000 = P(1 + 4.Determinar o montante correspondente a uma aplicação de $450.00 por 225 dias.6% a.6/100). valor nominal e valor futuro do dinheiro.m.5 meses Logo.719.28.

? SOLUÇÃO: O valor nominal do título no seu vencimento será: M = P(1 + in) M = 10000[1 + (0.444.148.2] = $2.6).a.? . 19 .2% a.30/12)..0292 a. Para calcular o período total n.574.35/12 = 0.00 = $1. Para resgatar a dívida 6 meses antes.Quanto tempo deverá permanecer aplicado um capital para que o juro seja igual a duas vezes o capital.061.000.061.m.1 = 0.020833.42[1 + (0.2). teremos: 2148 = 1500[1 + (0. poderemos escrever: M = 2061.n n = 18 meses Nota: observe que a taxa 0.a.30. pelo prazo de 9 meses. com o pagamento da quantia de $2.020833 a. transforma-se numa taxa mensal. 20 .000.00 . concluímos que o valor P inicial emprestado era igual a $2148 .024.00.25/12 = 0.. .a.432 . vem: 12250 = P(1 + 0.00 .SOLUÇÃO: M = P(1 + in) M = 20000(1 + 0.n 1. quanto João tomou emprestado e qual era o prazo inicial se os juros previstos eram de $648.a. quando a taxa de juros do mercado é de 35% a. o que responde à primeira parte do problema.44 18 .este seria o valor a ser pago a Carlos.8% a..n] 2148/1500 = 1 + 0. ao ser dividida por 12.m. saldando a dívida 2 meses antes do seu vencimento e que nesta época a taxa corrente de mercado era de 25. teríamos: 32000 = P(1 + 0. João propôs a transferência da aplicação para Paulo.0292. ser expresso em meses.80. Daí. no final dos dois anos.a. 0.00 Como o título será negociado 2 meses antes do vencimento.288 a.João aplicou $10.250. a uma taxa de juros de 25% a.9] = $12.$648.a. que é equivalente a 0.2% a.este seria o valor do pagamento no final do período total. Sabendo-se que João pagou $2.a. .a.288/12).2) = $32. de onde tiramos P = $11.574.432 = 0. ou seja.500. se a taxa de juros simples for igual a 10% a.00.42 a uma taxa de juros vigente de 25. se a taxa de juros simples do mercado for de 35% a. Dois meses antes da data de vencimento.42 para Carlos.00? SOLUÇÃO: Se João quitou a dívida dois meses antes do vencimento. Como é dito que os juros previstos inicialmente eram iguais a $648. Quanto Paulo deverá pagar pelo título.João tomou emprestado certa quantia de Carlos à taxa de juros simples de 28.00 à taxa de 30% a.80 Portanto.n 0.024.024. de onde tiramos P = $ 28. o valor justo que Paulo deverá pagar pelo título é $11..a.252/12). o período n encontrado.

Teremos então: a) Seja J1 o juro produzido pelos 3/5 do capital C aplicado a 18% ao ano durante 8 meses.SOLUÇÃO: Temos: j = 2P j = Pin 2P = P. pois neste caso teríamos: J1 = (3/5)C. em anos. Podemos escrever: J1 = (3/5)C. no caso. produz juros j = Pin.n . de onde tiramos n = 20 anos.(0. Veja que dá no mesmo.00 C) R$ 1400. Lembre-se que a taxa e o período devem ser expressos em relação à mesma unidade de tempo.00 D) R$ 1500. Poderia também ser em meses. se a taxa i estiver expressa em % ao ano. podemos afirmar que o capital aplicado foi igual a: A) R$ 1200.00 E) R$ 1600. vamos considerar que seja C o capital total aplicado.00 de juros no período. . Sabendo-se que estas aplicações renderam R$ 168. o período n deve também ser expresso em anos e assim sucessivamente.18 e 8 meses = (8/12) anos. o restante a 15% ao ano.00 B) R$ 1300.8.0.18/12 e o período 8 meses.18/12). O grande detalhe a ser considerado na fórmula acima é que a taxa i e o período n têm necessariamente de serem expressos em relação à mesma unidade de tempo. Um problema bem simples 3/5 de um capital foi aplicado por 8 meses a uma taxa de juros simples de 18% ao ano e.10.(8/12) Observe que 18% = 18/100 = 0.18). No nosso caso.(0. o período n deve também ser expresso em meses.00 Solução: Já sabemos que um capital P aplicado a uma taxa de juros simples i durante n períodos. ou seja a taxa mensal de juros seria 0. o que não alteraria a solução. pelo mesmo período. Assim é que se i estiver expresso em % ao mês.

(0. ou seja.108 + 0. poderemos escrever.(0.(8/12).00. fica: (8/12)C(0. analogamente: J2 = (2/5)C.060).18).108). 8 meses.15).060) = 168 (8/12). o restante será (2/5)C pois (3/5)C + (2/5)C = (5/5)C = C.(8/12) Sabemos que o total de juros produzidos é igual a R$ 168.b) Seja J2 o juro produzido pelo capital restante.(8/12).(8/12)C = 168 Colocando o termo comum (8/12)C em evidencia.(8/12) + (2/5)C.C + (0.6 e 2/5 = 0.(0. .6).C. J1 + J2 = 168 Substituindo os valores de J1 e J2 acima.(8/12). Lembrando que 3/5 = 0.168 = 1000 (8/12).15).00. Portanto. aplicado a 15% ao ano durante o mesmo período. Se foram aplicados inicialmente (3/5)C. Então.15).4).(0.(0.(12/8) = 12000/8 = 1500. vem que: (3/5)C.(8/12) = 168 Basta resolver a equação acima para obter o valor de C. Logo. o capital aplicado foi igual a R$1500.C + (0.4.C = 168 (0.18).168) = 168 (8/12). o que nos leva tranqüilamente à alternativa D.C = 1000 C = 1000 / (8/12) = 1000. vem: (0.C = 168/0.(0.

após cada período.ao longo do tempo. órgãos governamentais e investidores particulares costumam reinvestir as quantias geradas pelas aplicações financeiras. Vamos calcular os montantes (principal + juros).00 são empregados a uma taxa de 10% a. devido aos juros. com um exemplo: Suponha que R$100. Na verdade.00 aplicado a uma taxa mensal de juros compostos ( i ) de 10% (i = 10% a. o que justifica o emprego mais comum de juros compostos na Economia. os juros são incorporados ao principal e passam. Teremos: Observe que o crescimento do principal segundo juros simples é LINEAR enquanto que o crescimento segundo juros compostos é exponencial. Fórmula para o cálculo de Juros compostos Considere o capital inicial (principal P) R$1000. Juros compostos . somente o principal rende juros. Vamos ilustrar a diferença entre os crescimentos de um capital através juros simples e juros compostos. segundo duas modalidades a saber: Juros simples . e portanto tem um crescimento muito mais "rápido". a render juros. as empresas. por sua vez. É também conhecido como "juros sobre juros".). como já sabemos. o uso de juros simples não se justifica em estudos econômicos. mês a mês: .Noções de Matemática Financeira IV JUROS COMPOSTOS O capital inicial (principal) pode crescer.a.m. Isto poderia ser ilustrado graficamente da seguinte forma: Na prática.

1)n De uma forma genérica. usando logaritmo decimal (base 10). vem: Temos também da expressão acima que: n... em função do montante S e da taxa de aplicação i por período... dá para perceber que o estudo dos juros compostos é uma aplicação prática do estudo dos logaritmos........ poderemos escrever: n = log (1+ i ) (S/P) .......... por exemplo.. Este é um detalhe importantíssimo.... Exercícios Resolvidos: 1 ± Expresse o número de períodos n de uma aplicação. aplicado a uma taxa de juros compostos i durante o período n : S = P (1 + i)n onde S = montante............ Portanto...1)3 ... Solução: Temos S = P(1+i)n Logo.. teremos: M1 = 1000 x 1..... teremos evidentemente: S = 1000(1 + 0...........1)2 Após o 3º mês..1 = 1210 = 1000(1 + 0. se a taxa for 2% ao mês e o período 3 anos.......... teremos: M3 = 1210 x 1. deveremos considerar 2% ao mês durante 3x12=36 meses.. que não pode ser esquecido! Assim.1 = 1331 = 1000(1 + 0.Após o 1º mês..1 = 1100 = 1000(1 + 0.. Após o nº (enésimo) mês. as unidades de tempo referentes à taxa de juros (i) e do período ( n ).1) Após o 2º mês. tem de ser necessariamente iguais.....m....... S/P = (1+i)n Pelo que já conhecemos de logaritmos... 2 ± Um capital é aplicado em regime de juros compostos a uma taxa mensal de 2% (2% a...... P = principal....... i = taxa de juros e n = número de períodos que o principal P (capital inicial) foi aplicado.......log(1 + i) = logS ± logP Deste exemplo.. sendo S o montante.... Depois de quanto tempo este capital estará duplicado? . teremos: M2 = 1100 x 1.). NOTA: Na fórmula acima. teremos para um principal P.

fica: 2 = 1.7 anos ou aproximadamente 9 anos e 9 meses.30103 / 0.02n .7a = 9 + 0.00 é aplicado a juros compostos de 10% ao ano. Exercícios propostos: 1 ± Um capital de R$200000.4x30d = 9a + 8m + 12d. porém com capitais iniciais e prazos distintos. o capital estaria duplicado após 35 meses (observe que a taxa de juros do problema é mensal). Observe que 9. Depois de quanto tempo este capital estará triplicado? Resposta: aproximadamente 9. Portanto. Arredondamos o resultado para maior (9 anos e 9 meses). que é uma equação exponencial simples.47712 e log1. Sabendo que o capital inicial de um dos investimentos é 21 % maior que o outro e que foi aplicado a um prazo de dois meses menor.7a = 9a + 0.02 = 0. Resposta: 2 anos e 11 meses.7x12m = 9a + 8. Resposta: R$292820.02 = 0.Solução: Sabemos que S = P (1 + i)n . Caso uma questão assim caia no vestibular. Substituindo.02 = 2/100 = 2%] Simplificando. Teremos então: n = log1.02)n [Obs: 0. estes valores podem ser obtidos rapidamente em máquinas calculadoras científicas. Nota: log3 = 0.4m = 9a + 8m + 0. em termos percentuais. ou então permitir o uso de calculadora na prova. a taxa mensal de juros do investimento é igual a: a) 5% b) 8% c) 10% d) 20% .00 2 ± Um certo capital é aplicado em regime de juros compostos à uma taxa anual de 12%. teremos S = 2P. 1 ± UFRB 2006 .30103 e log1. o que não é comum no Brasil.022 = log2 /log1. o examinador teria de informar os valores dos logaritmos necessários.Dois investimentos a uma mesma taxa mensal de juros compostos.00860. vem: 2P = P(1+0. Calcule o montante após 4 anos. resultaram em um mesmo montante.00860 = 35 Nota: log2 = 0. Quando o capital inicial estiver duplicado.4m = 9a + 8m + 0.12 = 0. o que equivale a 2 anos e 11 meses.04922.

(1 + i)2 Considerando que 112 = 121 e que 102 = 100. aplicados a uma mesma taxa de juros i . por m e n períodos. P0 = 1.21. P0 = P0 + (21/100). raiz quadrada de(x2) = x. ou seja: C0 > P0 . i = 0.(1 + i)n ± 2 = (1 + i)n Dividindo ambos os membros da igualdade por (1 + i)n ± 2 . vem imediatamente que: 11 = 10(1 + i) Dividindo ambos os membros por 10. Sejam C0 e P0 os capitais iniciais. ou seja: m = n ± 2.1. Como o enunciado pede o valor de i em porcentagem. teremos que multiplicar por 100 ou seja: i = 0.1 ± 1 = 0. baixios e tabuleiros que contornam a Baía de Todos os Santos na BAHIA. P0 = P0 + 0.21. No nosso caso presente. irá gerar o montante M dado por: M = M0.e) 9% Notas: I . respectivamente. vem: 112 = 102. vem: 1.21.1 Portanto.21. SOLUÇÃO: Recomendamos enfaticamente que você revise Juros Compostos. P0 Ainda segundo o enunciado. Já sabemos que um capital M0 aplicado por t períodos a uma taxa de juros compostos i. (1 + i)t.100 = 10% que é a resposta da questão.(1 + i)n Cancelando o fator P0 que é comum a ambos os membros da igualdade. (1 + i)n ± 2 P = P0. 1.21. P0.UFRB ± Universidade Federal do Recôncavo Baiano II ± Recôncavo ± é conhecida desde o século XVI como sendo a faixa de terra formada por mangues. fica: 1.21 = (1 + i)2 Apenas para facilitar as contas. (1 + i)m = 1. (1 + i)2 Lembrando que para x u 0. então C = P. Supondo que o investimento C0 é o maior.100 = 100. poderemos escrever de acordo com o enunciado: C0 = P0 + 21% .1.(1 + i)2 121 = 100.21. o que nos . fica: 1. (1 + i)n Como é dito no enunciado que os montantes resultaram iguais. poderemos então escrever: C = C0. C0 foi aplicado por um prazo m de dois meses menor. (1 + i)n ± 2 = P0. P0. Igualando as expressões anteriores. fica: 1. vou multiplicar ambos os membros por 100.1 = 1 + i @ i = 1.

poderemos escrever: 190000000 = 90000000 . pede-se determinar a taxa média de crescimento mensal da população brasileira no período.leva tranquilamente à alternativa C. . Tudo funciona como se tivéssemos P0 = 1 e P = 2. de junho 1970 a junho 2006.11.11 = 1.11 Os comandos na HP 12C serão: 2. considerando-se que este arquivo destina-se à seção Matemática Financeira do site. transcorreram 2006 ± 1970 = 36 anos. Observe que a igualdade acima pode ser escrita como 2.11 = (1 + i)432 Para fazer a conta acima. Nestas condições.17% a. ou seja: P0 = Valor Presente = PV (Present Value) = 1 P = Valor Futuro = FV (Future Value) = 2. a nossa população era igual a 90 milhões de habitantes. Neste ano 2006. quando o Brasil conquistou o TRI CAMPEONATO MUNDIAL no mês de junho. por exemplo) Vamos utilizar a opção III. ou seja: 36. em junho.11 FV 1 CHS PV 432 n i ENTER A calculadora vai apresentar a mensagem RUNNING no visor e apresentará após alguns segundos o resultado procurado: 0. onde i é a taxa de crescimento por período nos n períodos. 2 . (1 + i)n . temos três alternativas: I ± usar logaritmo decimal II ± usar uma calculadora científica (a do Windows serve) III ± usar uma calculadora financeira ( a HP 12C.No ano de 1970.m (0. (1 + i)432. a população segundo dados do IBGE é igual a 190 milhões de habitantes.17% ao mês).17 Ou seja. a taxa de crescimento mensal da população brasileira no período é igual a 0. mês do provável HEXA CAMPEONATO MUNDIAL.12 = 432 meses Considerando que P = P0 . 19 = 9 (1 + i)432 19/9 = (1 + i)432 2. SOLUÇÃO: Ora. (1 + i)432 onde i é a taxa de crescimento procurada.

Duas pessoas fizeram uma aplicação financeira. m. A pessoa ³A´ aplicou R$ 100. Resolução Toda vez que o exercício trouxer uma taxa de juros em uma unidade de tempo (ex: semestral ou anual«) e disser que a capitalização para essa taxa é em outra unidade de tempo (ex: mês ou bimestre«). e não a Nominal. Ao final de 1 (um) ano podemos afirmar que: a) O juro recebido pela pessoa ³A´ é maior do que o juro recebido pela pessoa ³B´. Veja: I ± Taxas nominais são aquelas que estão definidas em um período de tempo diferente do período de capitalização (só serve para informar que o regime de capitalização é a juros compostos). e a pessoa ³B´ aplicou R$ 50. A Regra de três fica: 14% 1 ano 14% 2 semestres X 1 semestres (que é o tempo de capitalização dada) Resolvendo: 2.00. à taxa nominal de 6% a. c) A taxa efetiva de juros de ³A´ é maior do que a taxa efetiva de ³B´.X = 14x1 X = 14/2 Taxa Efetiva = 7% ao semestre . à taxa efetiva de juros de 0. b) Não há proporcionalidade entre juros de ³A´ e ³B´. Por isso vamos aprender a transformar uma taxa nominal em efetiva. e) Os montantes finais são iguais.000. Nas fórmulas de matemática financeira sempre devemos usar a Taxa Efetiva.00. não podemos usar os valores dados sem antes transformá-los. d) A taxa nominal de ³B´ é maior do que a taxa nominal de ³A´. Isso porque existe diferença entre Taxa Nominal e Taxa Efetiva.5% a. Em ambos os casos as capitalizações são mensais e os juros serão pagos junto com o principal. É muito simples transformá-la: usa-se uma Regra de Três Simples (diretamente proporcional): Exemplo: Taxa nominal = 14% ao ano. com capitalização semestral Como 1 ano tem 2 semestres.DIVERSOS EXERCICIOS 1. Pode ser transformada em taxa efetiva por meio do conceito de taxas proporcionais.000. a.

.

600 Ou seja. Fórmula do Juro Composto M= C x (1+i)n M = 300 x (1+0. pelo mesmo prazo. n = período de tempo]: i1 = 12% ao ano i2 = 1% ao mês Se aplicadas a um capital de R$ 10. Usando a fórmula dos Juros: J = M .000 x (1 + 0.00 à taxa de juros composto de 4% ao mês por 10 meses.000 x (1 + 0.01 x 6) = 10. o resultado será o mesmo montante. pois geram um mesmo montante ao final de um mesmo período. quando aplicadas a um mesmo capital.II ± Taxas equivalentes são aquelas referidas a períodos de tempo diferentes.000.04)10 M = 444. onde: M = Montante.12 x ½) = 10.00 por seis meses. i = taxa de juros efetiva. Agora vamos ver isso com Juros Compostos: Exemplo ± Juros Compostos: Uma empresa aplica R$ 300. veja: M = C (1 + in) M1 = 10.1] .C Taxa equivalente = [(1+0. geram o mesmo montante.600 M2 = 10. Exemplo ± Juros Simples [Fórmula do Juro Simples: M = C (1 + in).0733 Taxa proporcional é uma taxa linear. mas que.C = C x (1+i)n . as taxas i1 = 12% ao ano e i2 = 1% ao mês são equivalentes. logo você tem que encontrar a taxa equivalente para 10 meses. C = Capital.1)] x 100 Taxa equivalente = 48.02% para 10 meses (equivalente a 4% ao mês) J = C [(1+i)n .04)10 .

Sua taxa de juros auferida em 1999 foi de aproximadamente: (1+taxa de juros nominal) = (1+inflação)*(1+taxa real de juros) (1+in) = (1+0. 2009 em 18:26 AJUUUUUUUUUUUDA PLZ UMA PESSOA APLICOU R$ 90.Um investidor afirma ter aferido . APÓS 5 ANOS.10.000 NO MERCADO FINANCEIRO E. APÓS 5 ANOS.2010)*(1+0. 2009 em 23:21 UMA PESSOA APLICOU R$ 90. usando o IGP-m como índice de inflação.34512 = 34. usando o IGP-m como índice de inflação.Um investidor afirma ter aferido . em uma aplicação financeira . RECEBEU UM MONTANTE DE 180.10. um rendimento real de 12% ao longo de 1999.34512 in = 0. um rendimento real de 12% ao longo de 1999. QUAL FOI A TAXA ANUAL? y Mauro Diz: junho 10th.000.000.512% y Dione Diz: junho 10th.000 NO MERCADO FINANCEIRO E.Sua taxa de juros auferida em 1999 foi de aproximadamente: Um abraço Leilane y Mauro Diz: maio 29th. RECEBEU UM MONTANTE DE 180. 2009 em 20:29 A taxa de inflação acumulada em 1999 medida pela IGP-M foi de 20.y Leilane Priscila Diz: maio 3rd. 2009 em 13:45 Me ajude aresolver este exercício por favor A taxa de inflação acumulada em 1999 medida pela IGP-M foi de 20.12) 1+in = 1. em uma aplicação financeira . QUAL FOI A TAXA ANUAL? .

Mesmo com a tabela de fator de acumulação de capital vc não achará o valor. FV. 2009 em 18:30 Quem poderia resolver este problema ? Qual a taxa efetiva trimestral corresp a juros de 30% ao trimestre com Capitalização mensal ? y Felipe Diz: janeiro 19th.juros simples M = C (1 + in) 180000 = 90000 (1+i5) 2 . n. i 100 CHS. pq a tx de juros vai dar um valor quebrado (14. durante 8 anos .1% é a taxa efetiva da tava nominal 30% capitalizada mensalmente. y shirley Diz: novembro 22nd.75% aos 63 dias.000. 2009 em 19:14 O financiamento de 10.8698%). + Resultado: 33.produz juro de R$13500. . Qual a taxa equivalente com o periodo de 30 dias ? y Pedro B de Amorim Diz: novembro 30th.00 realizado pelo prazo de 63 dias foi fechado com a taxa de juro de 4.00? y Daniele Diz: novembro 22nd. Enter PV. No cálculo de juros compostos vc vai precisar de uma calculadora HP. : (dividir).20 = 20% ao ano. Enter 3. 2010 em 11:59 Na HP« 30. 2009 em 16:48 Que capital à taxa de juro composto de 15%a.1 = i5 1/5 = i = 0.a.

Qual o valor pago no resgate. 2010 em 23:16 Que capital à taxa de juro composto de 15%a.00? M = C (1+i)^n 13500 = C (1+0.48% Não consegui chegar nesta resposta. durante 8 anos .y Luiz Diz: fevereiro 20th.9% ao mês? y Andre Diz: março 5th. 2010 em 21:09 a taxa efetiva trimestral equivalente a uma taxa nominal de 33% ao ano.Qual o valor pago no resgate.15)^8 13500 = C 3. 2010 em 23:27 . se alguém puder resolver valeu y Mauro Diz: março 7th. sabendo-se que a taxa de juros simples é de 1.00 é resgatada dois (2) meses antes do seu vencimento.00 é resgatada dois (2) meses antes do seu vencimento.produz juro de R$13500. 2010 em 20:29 preciso resolver um exercicio de matematica financeira por favor quem souber me ajude ³Uma nota promissoria de valor nominal de $ 140000.9% ao mês? y Luiz Diz: fevereiro 20th.0590 C = 4413. 2010 em 20:28 preciso resolver um exercicio de matematica financeira por favor quem souber me ajude ³Uma nota promissoria de valor nominal de $ 140000.a.17 y Mauro Diz: março 7th.capitalizada mensalmente será de : Resposta :8. sabendo-se que a taxa de juros simples é de 1.

0234 = 2.0275)^3 1+I = 1.08479 = 8.0475 a 63 dias Em 63 dias cabe aproximadamente 2 vezes 30 dias 1+0.0475^1/2 = 1+i 1.75% aos 63 dias.33/12 = 0.874.9) = V / 100 134.0275 ao mês Em um trimestre cabem 3 meses.capitalizada mensalmente será de : Taxa nominal = 33% aa -> Taxa efetiva = 0.Qual o valor pago no resgate.75 = Valor resgatado y Mauro Diz: março 7th.08479 I = 0.0475 = (1+i)^2 1. 2010 em 23:32 a taxa efetiva trimestral equivalente a uma taxa nominal de 33% ao ano.00 realizado pelo prazo de 63 dias foi fechado com a taxa de juro de 4.9% ao mês?´ 140000/(100 + 2 * 1.000.479% ao trimestre y Mauro Diz: março 7th. portanto n = 3 (1+I ao trimestre) = (1+i ao mês)^3 (1+I) = (1+0. sabendo-se que a taxa de juros simples é de 1.00 é resgatada dois (2) meses antes do seu vencimento. 2010 em 23:41 Qual a taxa efetiva trimestral corresp a juros de 30% ao trimestre com Capitalização mensal ? . Qual a taxa equivalente com o periodo de 30 dias ? Taxa de juros = 0.34% (valores aproximados) y Mauro Diz: março 7th.0234 = 1+i i = 0.O financiamento de 10. 2010 em 23:37 ³Uma nota promissoria de valor nominal de $ 140000.

mas vi que respondi errado pq não li direito a questão =/.331 I = 0. 2010 em 22:56 y Mauro Diz: ³Uma nota promissoria de valor nominal de $ 140000.059023 C . Assim.a.9) = A / 100 .059023 C C = 6.000 / (100 + 2* 1. então n = 3 (1+I) = (1+0. ³taxa de juros simples´.00 é resgatada dois (2) meses antes do seu vencimento.9% ao mês?´ O enunciado indica desconto racional.00 é resgatada dois (2) meses antes do seu vencimento.15)^8 13500 = 3. sabendo-se que a taxa de juros simples é de 1. durante 8 anos . ele quer saber os juros produzidos« Montante = C + juros = (C + 13500) C + 13500 = C (1.1)^3 1+I = 1. 2010 em 13:00 ³Uma nota promissoria de valor nominal de $ 140000.C 13500 = 2.1% y Mauro Diz: março 7th.Taxa nominal = 30% ao trimestre com capitalização mensal -> Taxa efetiva = 10% ao mês No trimestre cabem 3 meses.9% ao mês?´ Alguem ajude a resolver março 15th.00? Respondi anteriormente. 2010 em 23:45 Que capital à taxa de juro composto de 15%a. 140.556.Qual o valor pago no resgate.Qual o valor pago no resgate.produz juro de R$13500. sabendo-se que a taxa de juros simples é de 1.331 = 33.5076 y Carol Diz: março 15th.

A duração foi de três meses.1% rend liquido ABÇS fui . A duração foi de três meses. No mesmo periodo a inflação foi de 10% em cada um dos três meses qual a taxa de ganho no periodo???Uma aplicação foi realizada tendo 20% ao mês de juros compostos.8 = A/100 14. LOGO SEU RENDIMENTO LIQuido É SÓ DE 10%.000.8 = A A = 134. Faça uma analogia com capital por 100.000. ok =(100 * (1.874.000/103.140. A duração foi de três meses. Uma aplicação foi realizada tendo 20% ao mês de juros compostos. No mesmo periodo a inflação foi de 10% em cada um dos três meses qual a taxa de ganho no periodo??? Resposta: Repare que se vc por mes ganha 20% rendimento e perde 10% INFLAÇÃO. 2010 em 17:36 Por favor se alguem sabe a resposta !!!!! me diga!!! Uma aplicação foi realizada tendo 20% ao mês de juros compostos. No mesmo periodo a inflação foi de 10% em cada um dos três meses qual a taxa de ganho no periodo??? abril 1st.1)^3)-100 = 33.75 y Junior Diz: março 18th.000/103.00 por um prazo de 15 meses e pagou R$ 5. 2010 em 16:52 Junior.000.00 de juros y Antonio Junior Diz: maio 18th. 2010 em 23:25 y Heloana Diz: Determinar a taxa semestral de juros paga por um mutuário que tomou um financiamento de R$ 20.

com valor nominal de R$ 90. o montante).00 e mais 12 de R$ 281.y bruna Diz: junho 4th. 2010 em 17:05 9) A taxa anual de juros cobrada por uma loja é de 45 %a. 2010 em 11:44 y bruna Diz: preciso das respostas feitas na hp-12c y Mauro Diz: junho 9th.000. se você tivesse também a opção de aplicar seus recursos em um Fundo de Renda Fixa. ou Caderneta de Poupança. com R$ 800.000. a uma taxa de 6% ao mês? Verifique também a sua decisão para taxas de 8% e 10% ao mês? .Determinar a taxa real de juros . qual seria a sua decisão. Um apartamento foi colocado a venda pelo valor de R$ 3 milhões a vista. mais 12 prestações mensais de R$ 180. se a taxa de inflação resultar em 8 % no mesmo período ? junho 6th. me ajude!!!! 7) Uma taxa de 18% ao ano equivale a que taxa mensal? E ao semestre? y bruna Diz: junho 4th. 2010 em 17:04 por favor se souber a resposta.00 de entrada. Admitindo-se que você esteja interessado em adquiri-lo e que tenha recursos para comprá-lo até mesmo a vista.000. ou em dois anos de prazo. y bruna Diz: junho 4th. 2010 em 17:02 5) Quanto devo pagar por um título que vence daqui a 729 dias.a.860.00 se quero taxa de 130% ao semestre? (Valor nominal é o valor de face.00. 2010 em 15:05 Preciso de uma resposta para seguinte questão (VALOR PRESENTE LIGUIDO). ou seja.

y Ivanilson Diz: junho 14th.y Ivanilson Diz: junho 14th. 2010 em 15:42 como transformo meses para ano? também pode ser ao contrario. Alguém sabe como resolvê-la? Um projeto de investimento apresenta o seguinte fluxo de caixa: 0 1 2 + + + (4000) 2000 4000 a) Determinar seu VPL. 2010 em 23:11 Estou precisando de resposta para esta questão. y lucini Diz: junho 28th. considerando uma taxa de desconto de 10% b) Determinar o seu VPL para taxas de desconto variando entre 0% e 40% c) Trace o gráfico da Curva VP X Taxa de Desconto. 2010 em 23:14 espero auxilio y paula Diz: junho 19th. 2010 em 15:34 . ha estado depositando u$ 900 en una cta de ahorro de un bco de la plaza el cual abona el 2% de interes anual para este tipo de cta. 2010 em 21:29 hola necesito que me ayuden con el siguiente ejercicio: suponga que ud durante 8 años y al principio de cada año . ud desea conocer el saldo de dicha cta de 5 años despues de haber hecho el ultimo deposito y Claudio Fileapa Diz: junho 21st.

você estará obrigado a pagar um valor maior que o valor que você recebeu emprestado.000. M: O montante é a soma do capital com o juro produzido em todo o período. Pode-se dizer também. Ao trabalhamos com juros. Cálculo de juros simples Imagine que você tome emprestado. quanto maior o tempo de empréstimo.qual sera o montante passados 3 anos? como eu monto essa conta . através de um certo capital. decorrido este período de tempo? Qual o montante a ser pago? Embora você possa se utilizar de fórmulas para a resolução deste problema. Normalmente quanto maior o risco de inadimplência.297. j: É o juro resultante da operação. i: É a taxa percentual aplicada ao capital para a apuração do juro. Este valor pago a mais chama-se juro. que juro é o preço do risco que o credor corre na operação. sem a intervenção de trabalho. Obviamente. pelo prazo de 3 meses.ola pessoal preciso de soluçao .00 no inicio de cada trimestre a 32% aa capitalizados trimestralmente.que o resultado e $12. maior será a taxa de juros cobrada. à taxa de 5% ao mês.18 Ao solicitar um empréstimo em uma financeira. Na modalidade de juros simples o cálculo do juro de cada período é sempre calculado com base no capital inicial. consideramos as seguintes variáveis: y y y y y C: Capital ou principal. a juro simples. O juro é uma forma de produção de renda. o ideal é que você consiga abstrair a ideia por trás do mesmo. Qual será o valor que você deverá pagar como juro. Ora. n: É o período de tempo em que o capital será aplicado.00. para obtermos o valor do juro total. Viu como é simples? . multiplicá-lo pelo número de períodos. a importância de R$ 5. maior será o juro cobrado. o juro de cada período é sempre calculado sobre o valor principal.Uma pessoa deposita ?$600. para uma determinada taxa de juros. se no cálculo de juros simples. é quantia aplicada ou tomada emprestada. então basta a nós aplicarmos a taxa percentual ao valor principal para sabermos o valor do juro em cada período e em se tendo este valor.

do explicado acima. o valor do capital e o tempo da aplicação. podemos deduzir várias fórmulas. você estará devendo mais R$ 250. o valor do capital e a taxa de juros. além dos cinco mil reais emprestados.00 correspondente ao juro do período em questão. para a obtenção do tempo da aplicação iremos utilizar a fórmula: Para o cálculo do montante utilizaremos a fórmula: As suas variantes são: e . para a obtenção da taxa de juros utilizaremos a fórmula: Quando tivermos o valor do juro. para a obtenção do valor do capital utilizaremos a fórmula: Quando tivermos o valor do juro. a taxa de juros e o tempo da aplicação. Compreendida a esquemática por trás do cálculo dos juros. Vamos aos cálculos: O valor do juro em cada período será: Ou seja ao final de cada período. Quando tivermos o valor do capital. o montante será o valor do juro total acrescentado do valor principal. para a obtenção do juro iremos utilizar a fórmula: Quando tivermos o valor do juro.Além disto. a taxa de juros e o tempo da aplicação.

uma importância de R$ 5.00 como já havíamos apurado anteriormente.00 e em um montante de R$ 5. Inicialmente utilizaremos a fórmula: Substituindo o valor dos termos temos: Logo: Para o cálculo do montante utilizaremos a fórmula: Substituindo o valor dos termos temos: Portanto: Ou seja. à taxa de 5% a.000.00 emprestada a juros simples. M: O valor do montante. temos: A calcular temos: y y j: O valor do juro. .750.m. pelo prazo de 3 meses.Utilizando-se destas fórmulas. resultaria em juros totais de R$ 750. o problema acima pode ser resolvido da seguinte forma: Identificando-se as variáveis disponíveis.

O juro é a remuneração pelo empréstimo do dinheiro. Capital O Capital é o valor aplicado através de alguma operação financeira. Juros Juros representam a remuneração do Capital empregado em alguma atividade produtiva. quem for capaz de esperar até possuir a quantia suficiente para adquirir seu desejo. Quando usamos juros simples e juros compostos? A maioria das operações envolvendo dinheiro utiliza juros compostos. Os juros podem ser capitalizados segundo dois regimes: simples ou compostos. Ou seja: o juro de cada intervalo de tempo é incorporado ao capital inicial e passa a render juros também. o risco e a quantidade de dinheiro disponível no mercado para empréstimos definem qual deverá ser a remuneração. e do processo de desconto simples de duplicatas. deve ser recompensado por esta abstinência na proporção do tempo e risco. Por outro lado. que a operação envolver. Ele existe porque a maioria das pessoas prefere o consumo imediato. Também conhecido como: Principal. menos paciente. Raramente encontramos uso para o regime de juros simples: é o caso das operações de curtíssimo prazo. e está disposta a pagar um preço por isto. e neste ínterim estiver disposta a emprestar esta quantia a alguém. Estão incluídas: compras a médio e longo prazo.MATEMÁTICA FINANCEIRA Conceitos básicos A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Taxa de juros . JUROS SIMPLES: o juro de cada intervalo de tempo sempre é calculado sobre o capital inicial emprestado ou aplicado. Em inglês usa-se Present Value (indicado pela tecla PV nas calculadoras financeiras). Consiste em empregar procedimentos matemáticos para simplificar a operação financeira a um Fluxo de Caixa. mais conhecida como taxa de juros. Valor Presente ou Valor Aplicado. compras com cartão de crédito. empréstimos bancários. Valor Atual. as aplicações financeiras usuais como Caderneta de Poupança e aplicações em fundos de renda fixa. O tempo. etc. JUROS COMPOSTOS: o juro de cada intervalo de tempo é calculado a partir do saldo no início de correspondente intervalo.

n Onde: J = juros P = principal (capital) i = taxa de juros n = número de períodos Exemplo: Temos uma dívida de R$ 1000. significa ao ano).q. Montante = Principal + Juros Montante = Principal + ( Principal x Taxa de juros x Número de períodos ) . Os juros que pagarei serão: J = 1000 x 0.m.00 que deve ser paga com juros de 8% a.i. para um determinado período.(a. . significa ao trimestre). sem o símbolo %: 0. pelo regime de juros simples e devemos pagá-la em 2 meses. 0. .(a. que é igual a taxa percentual dividida por 100.10 a.a. 10 % a.m. .m. significa ao mês). Outra forma de apresentação da taxa de juros é a unitária. .15 a. em seguida da especificação do período de tempo a que se refere: 8 % a.q. Sobre os juros gerados a cada período não incidirão novos juros.(a.A taxa de juros indica qual remuneração será paga ao dinheiro emprestado. antes de somarmos os juros.08 x 2 = 160 Ao somarmos os juros ao valor principal temos o montante.a.t. Ela vem normalmente expressa da forma percentual.(a. Transformando em fórmula temos: J=P.t. significa ao quadrimestre) JUROS SIMPLES O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidir apenas sobre o valor principal. Valor Principal ou simplesmente principal é o valor inicial emprestado ou aplicado.

rende R$3. poderemos calcular diretamente: J = 40000. Daí ter dividido 145 dias por 360.a. Agora. durante 125 dias. meses.500.00 a 13 % a. aplicados à taxa de 36% a.012 . 0.(75/30) Observe que expressamos a taxa i e o período n em relação à mesma unidade de tempo. Exercícios sobre juros simples: 1) Calcular os juros simples de R$ 1200.666. ( 1 + (i.00 3 . 2.i. 4m15d = 0. Daí.(145/360)] = R$72. na mesma unidade de tempo.00 à taxa de 10.Qual o capital que aplicado a juros simples de 1.2/100).36/360 dias = 0. equivale a 0.195 j = 1200 x 0.000. 0.67 .5/100).960. como a taxa e o período estão referidos à mesma unidade de tempo. dias.030.0.Calcular os juros simples produzidos por R$40.(1+(i.M=P.(1. ou seja.125 = R$5000.195 = 234 2 .a.001 a. Temos: J = P.02167 logo. 3500 = P.a. durante 145 dias.5 = P . ou seja.42 Observe que expressamos a taxa i e o período n.02167 x 9 = 0. 0.030 = R$116.m.. Logo.n ou seja: 3500 = P.001.5% a.2% a.n)) Exemplo: Calcule o montante resultante da aplicação de R$70.000. anos.00 de juros em 75 dias? Temos imediatamente: J = P.13 / 6 = 0. para obter o valor equivalente em anos. SOLUÇÃO: M = P .t.n A taxa de 36% a. vem: P = 3500 / 0. por 4 meses e 15 dias. já que um ano comercial possui 360 dias.n) ) M = 70000 [1 + (10. ou seja.i.00.d.

Após três meses de capitalização. temos: 1º mês: M =P.5 n) 2 = 1 + 1.4 .5 n n = 2/3 ano = 8 meses JUROS COMPOSTOS O regime de juros compostos é o mais comum no sistema financeiro e portanto. obtemos a fórmula: M = P . ou seja.P Dados: i = 150/100 = 1.n) Desenvolvimento: 2P = P (1 + 1.(1 + i) 2º mês: o principal é igual ao montante do mês anterior: M = P x (1 + i) x (1 + i) 3º mês: o principal é igual ao montante do mês anterior: M = P x (1 + i) x (1 + i) x (1 + i) Simplificando. Chamamos de capitalização o momento em que os juros são incorporados ao principal. (1 + i)n Importante: a taxa i tem que ser expressa na mesma medida de tempo de n. Os juros gerados a cada período são incorporados ao principal para o cálculo dos juros do período seguinte. quantos meses serão necessários para dobrar um capital aplicado através de capitalização simples? Objetivo: M = 2. taxa de juros ao mês para n meses. Para calcularmos apenas os juros basta diminuir o principal do montante ao final do período: .Se a taxa de uma aplicação é de 150% ao ano. o mais útil para cálculos de problemas do dia-a-dia.5 Fórmula: M = P (1 + i.

03512 => log x = 12 log 1.00 t = 1 ano = 12 meses i = 3.035)12 Fazendo x = 1.0149 e log 1.000.(1+i)n.1.5 % a.035 M=? Usando a fórmula M=P.509 Então M = 6000.035=0. aplicado a juros compostos.(1+0.5% ao mês.509 = 9054.054.509=0.1788) Resolução: P = R$6.000. Portanto o montante é R$9.035 => log x = 0. (use log 1. obtemos: M = 6000.00 Relação entre juros e progressões No regime de juros simples: M( n ) = P + n r P No regime de juros compostos: M( n ) = P . encontramos: log x = log 1. à taxa de 3.00. (1. = 0.m.J=M-P Exemplo: Calcule o montante de um capital de R$6.1788 => x = 1.03512 e aplicando logaritmos. durante 1 ano.035)12 = 6000. ( 1 + r ) n Portanto: y num regime de capitalização a juros simples o saldo cresce em progressão aritmética .

a. então teremos: 1 + ia = (1 + is) 1 + ia = 1.300% ao ano com capitalização trimestral.64% a. produzem o mesmo montante final.08 % a. Pela definição de taxas equivalentes vista acima. o mesmo capital P aplicado por 12 meses a uma taxa mensal im .1150% ao ano com capitalização mensal.340% ao semestre com capitalização mensal. Alguns exemplos: . Portanto.Qual a taxa anual equivalente a 0. como taxa efetiva: . se aplicadas ao mesmo Capital P durante o mesmo período de tempo. deveremos ter M = M¶. capitalização mensal. 2 2 . TAXAS NOMINAIS A taxa nominal é quando o período de formação e incorporação dos juros ao Capital não coincide com aquele a que a taxa está referida.a.Qual a taxa anual equivalente a 8% ao semestre? Em um ano temos dois semestres. O montante M ao final do período de 1 ano será igual a M = P(1 + i a ) Consideremos agora.5% ao mês? 1 + ia = (1 + im)12 1 + ia = (1. y y y y Seja o capital P aplicado por um ano a uma taxa anual ia .17% a. terá 16.005)12 ia = 0. Exemplos: 1 .0617 = 6.1664 = 16. Exemplo: Uma taxa de 15 % a. através de diferentes períodos de capitalização. O montante M¶ ao final do período de 12 meses será igual a M¶ = P(1 + im)12 . P(1 + ia) = P(1 + im)12 Daí concluímos que 1 + ia = (1 + im)12 Com esta fórmula podemos calcular a taxa anual equivalente a uma taxa mensal conhecida.y num regime de capitalização a juros compostos o saldo cresce em progressão geométrica TAXAS EQUIVALENTES Duas taxas i1 e i2 são equivalentes.a.a. .082 ia = 0. ..

o capital inicial. A simbologia é a mesma já conhecida. mas sobre este capital acrescido dos juros já vencidos. O conceito de montante é o mesmo definido para capitalização simples. Capitalização composta é aquela em que a taxa de juros incide sobre o principal acrescido dos juros acumulados até o período anterior.1250% ao ano com capitalização anual.2512 = 1. o montante. Taxa Real: é a taxa efetiva corrigida pela taxa inflacionária do período da operação. o período e i.00. Dados: C = 1.140% ao mês com capitalização mensal. . vamos admitir que defrontamos com o seguinte problema: Calcular o montante de um capital de R$ 1. n. quando uma soma está aplicada a juros compostos. . Quando uma determinada soma de dinheiro está aplicada a juros simples. é a soma do capital aplicado ou devido mais o valor dos juros correspondentes ao prazo da aplicação ou da divida.000. durante 5 meses. os juros são calculados não apenas sobre o capital inicial.1608 TAXAS EFETIVAS A taxa Efetiva é quando o período de formação e incorporação dos juros ao Capital coincide com aquele a que a taxa está referida. a taxa.250% ao semestre com capitalização semestral.25 1. ou seja. Neste regime de capitalização a taxa varia exponencialmente em função do tempo. ou seja.00 n = 5 meses i = 4% ao mês M=? . aplicado à taxa de 4% ao mês. os juros são sempre calculados sempre sobre o montante inicial. Alguns exemplos: .15/12 = 1. A dedução da fórmula do montante para um único pagamento é pouco mais complexa que aquela já vista para a capitalização simples e para facilitar o entendimento. C.000. M.

mês (Jt) x 0.04)4 + 0.000.124.000.21656 = 1.040.60 1.26 x 0.86 1.00 1.65. Entretanto.04)5.04 = 45.00 1.00(1.Qual o montante de uma aplicação de R$ 15. em que a expressão (1 + i)n é chamada de fator de capitalização ou fator de acumulação de capital para pagamento simples ou único.04)4 = 1.00(1.000.... pelo prazo de 9 meses.00 + 0.040.86 1.65 1.60 x 0.000.04) = 1.000.04)5 = 1.169.86 1.00 = 1.00(1 + 0. O montante final de cada mês é o valor do capital inicial do mês seguinte.04 = 43.000.00 x 0.00 1.00 (1.000.124.04)4(1 + 0.000.00 x 1.000.000. M0 = 1.000.04 = 46.000.000..081.000.00 (1.000.00 1.00 x (1.86 1.081. Substituindo cada n da expressão M5 = 1.04) = 1. temos M = C ( 1 + i)n.60 1.04)5 O valor do montante no final do quinto mês é dado pela expressão: M5 = 1. que confere com o valor determinado anteriormente.000..04)(1+0. 1 .86 juros cor..040.04) = 1.04) = 1.O quadro a seguir permite que visualizemos claramente o cálculo do montante..00 CHS PV 4 i 5 n FV = 1.00(1.00 (1. mês a mês.00(1.86 O valor do montante no final do quinto mês é de R$ 1.60 1. M5 = 1.216.000.000. essa forma de cálculo é bastante trabalhosa e demorada. Mês (t) 1 2 3 4 5 capital inicio mês (Pt) 1.00(1.00 x 0..00 M1 = 1. sem no entanto efetuar os cálculos ali demonstrados.169.00 n = 9 meses .00 1.000.000.. Como (1.081.04)2 .04 x 1.124.65.04 x 1.00.04) + 0.216.00(1. à taxa de 2% ao mês.04 x 1. Vamos deduzir uma fórmula que permita um cálculo mais fácil e rápido.04 = 41.21656   m = 1.79 montante final mês (mt) 1. Dados: C = 15. partindo do desenvolvimento anterior. Na calculadora HP12C a simbologia é a seguinte: PV = capital inicial FV = montante i = taxa n = prazo/tempo/período HP12C = 1.04)1 M2 = 1.00 (1.216.04)5 pelo seu símbolo correspondente.000.65.216.04 = 40.169.

em que a expressão único) é chamada Fator de valor atual para pagamento simples (ou 2 .00 CHS PV 27 n i = 4.28201 = (1 + i)27 i = 3.00 = (1 + i)27 3.00.00 n = 27 meses i=? Solução: M = C (1 + i)n 52.512. cuja conceituação é a mesma já definida para capitalização simples.926.512.00 x 1.512. .000.15 = 16.000. HP12C = 52.000. Qual a taxa mensal cobrada pela loja? Dados: M = 52.5% ao mês.i = 2% ao mês M=? Solução: M = C(1 + i)n M = 15.A loja ³Topa Tudo´ financia um bem de consumo de uso durável no valor de R$ 16.045 = 1.35 O valor atual (ou valor presente) de um pagamento simples.000.512.15 / 16.000.19509 = 17. como segue.15 no final de 27 meses. para pagamento em uma única prestação de R$ 52. ou único.5% ao mês.512.15 C =16.1 x 100 = 4.15 FV 16.282011/27 i = 1.00(1 + i )27 52. sem entrada.00 (1 + 0. tem sua fórmula de cálculo deduzida da fórmula.045 .02)9 M = 15.000.000.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->