Você está na página 1de 2

GESTÃO DE TALENTOS EM FOCO

Endossustentabilidade: o colaborador “verde”

Eduardo Henrique de Macedo, sócio-sênior e diretor da GS&MD – Gouvêa de


Souza

Não é novidade que as empresas vêm desenvolvendo cada vez mais esforços
na estruturação de um relacionamento mais próximo com seus colaboradores,
na tentativa de criar vínculos que extrapolem a mera relação trabalhista.<br
/><br />
Ao promover um bom ambiente de trabalho em que os colaboradores possam
ser reconhecidos e valorizados, elevando a autoestima e criando condições
para as pessoas se realizarem profissionalmente, as empresas costumam
colher excelentes resultados, desde um melhor desempenho financeiro até
questões intangíveis, relacionadas ao fortalecimento da marca, atratividade e
retenção de talentos. <br /><br />
Nesta semana a Editora Abril publicou os resultados de sua pesquisa anual
com as 150 Melhores Empresas para Você Trabalhar. Esse grupo de empresas
apresentou um índice de rentabilidade (lucro sobre o patrimônio líquido) de
15,3%, chegando a 18,4% de rentabilidade se separarmos apenas o grupo das
dez empresas campeãs de 2010. <br /><br />
Já a rentabilidade das 500 Melhores e Maiores Empresas do Brasil, utilizando o
mesmo método de cálculo, aponta para um índice médio de 11,3% de retorno,
significativamente inferior ao grupo anterior. <br /><br />
Isso significa que cuidar bem das pessoas e comprometê-las com os valores,
missão e visão da companhia dá dinheiro, além de trazer uma série de
benefícios fundamentais para o desenvolvimento da empresa. <br /><br />
Portanto, cabe às organizações promover ações que melhorem a qualidade de
vida de seus colaboradores, de seus clientes, da comunidade e de toda a
sociedade, numa dimensão ampliada. <br /><br />
Uma das formas de fazer isso é buscar ações que preservem os recursos
naturais, dando relevância à sua missão de contribuir com o crescimento
sustentável, mostrando que, com a adesão e comprometimento de seus

1
colaboradores, os resultados serão cada vez mais significativos. <br /><br />
É nesse contexto que surge o conceito de Endossustentabilidade. Trata-se da
disposição estratégica das empresas em comprometer seus colaboradores
com ações de sustentabilidade, formando um grupo forte e coeso na busca de
resultados mais efetivos para a sociedade, assim como oferecer mais uma
alternativa para que as pessoas possam obter mais qualidade de vida por meio
do vínculo com a empresa onde trabalham. <br /><br />
Quanto mais amplos e organizados os programas, mais oportunidades são
geradas para que todos os colaboradores participem ativamente, elevando
assim o orgulho de pertencer a uma marca que faz algo relevante pelo planeta
e pelas pessoas. <br /><br />
A resposta é a criação de vínculos emocionais, que transformam funcionários
em verdadeiros torcedores. Este será o tema do painel
<i>Endossustentabilidade</i>, no 13º Fórum de Varejo da America Latina, que
será promovido pela GS&MD – Gouvêa de Souza nos dias 19 e 20 de outubro,
em São Paulo. Você que quer uma empresa mais rentável, capaz de atrair e
reter mais talentos, não pode ficar fora desta.